Afinal, o que é Social Business? Uma compilação de posts do blog Explora!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Afinal, o que é Social Business? Uma compilação de posts do blog Explora!"

Transcrição

1 Afinal, o que é Social Business? Uma compilação de posts do blog Explora!

2 Copyright Copyright 2012 Flávio Gusmão de Figueiredo Mendes All rights reserved. You may reproduce this ebook in full or in part, in any form or by any electronic or mechanical means including information storage and retrieval systems but I kindly ask you to include a reference to this original and to my name. All brand names and product names used in this book are trademarks, registered trademarks, or trade names of their respective holders. We are not associated with any product or vendor in this book. Smashwords Edition, License Notes Thank you for downloading this free ebook. Although this is a free book, it remains the copyrighted property of the author, and may not be reproduced, copied and distributed for commercial purposes. If you enjoyed this book, please encourage your friends to download their own copy at Smashwords.com, where they can also discover other works by this author. Thank you for your support.

3 Sobre o autor Sou formado em Matemática / Informática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e tenho pós-graduação pela Faculdade de Economia e Administração da própria Universidade, além de pós no IBMEC-RJ e na Fundação Dom Cabral, de Belo Horizonte/ Nova Lima. Trabalho na IBM há 19 anos dos quais 17 na área de Software, mais especificamente em Soluções de Colaboração. Nos últimos anos, especializei-me em Portais e em Redes Sociais. Faço parte de um time mundial da IBM com foco em Portais, Colaboração e Redes Socias. Trabalho na Unidade de Software da IBM América Latina. Sobre este ebook Comecei a escrever o blog Explora! no dia 10 de agosto de Na época, ainda era uma experiência para mim, sem um objetivo claramente definido. Menos de um ano depois, decidi especializar seu conteúdo em Redes Sociais. Escrevi, nesta época, alguns posts que até hoje ainda muito lidos. Este ebook representa uma compilação de posts publicados em meu blog, o Explora! Selecionei aqueles que foram mais lidos e comentados e procurei agrupá-los de forma lógica, não necessariamente na mesma ordem cronológica em que foram publicados. Todos os textos e opiniões aqui contidos são de minha autoria e não representam opiniões ou visões de nenhuma outra empresa aqui mencionada ou não. Obrigado por ler este ebook. Espero que as informações sejam úteis e, desde já, colocome a disposição para esclarecer dúvidas ou debater sobre o tema. Posso ser encontrado em: Blog:

4 Slideshare: LinkedIn:

5 Agradecimentos Agradeço àqueles que me ajudaram lendo, revisando, criticando e distribuindo por , Facebook, Twitter e tantos outros métodos, cada um dos textos aqui contidos. Em especial, um agradecimento para Djalma Britto, Cezar Taurion, Mauro Segura, Marcelo Sávio, Mario Costa e Sergio Loza. Para Danielle

6 Índice Parte 1: Afinal, o que é Social Business? Informação é Poder X Compartilhar é Poder Tribos - Todos fazemos parte de pelo menos uma "Você me deixa doente" Seis Graus de Separação e Três de Influência Social Networks 1 - A visão do leigo Social Networks 2 - A Visão do Fornecedor Social Networks 3 - A Visão do Cliente "Afinal, o que é Social Business?" Parte 2: A Jornada Social Como saber se uma empresa está pronta para uma Rede Social Corporativa? Weak Links - O valor social dos elos fracos A Personalidade do seu Avatar Redes Sociais e o Fator Humano Social Business e o Capital Emocional Como começar sua Rede Social Corporativa? Projeto de Rede Social Corporativa Armadilhas comuns e como evitá-las O exemplo da liderança em uma Rede Social Corporativa Redes Sociais e Protetor Solar com FPS 100

7 Sua empresa tem uma política para o uso de Social Mídia? Redes Sociais e os momentos de "micro tédio" A "Jornada Social"... Transformando uma empresa em um Social Business "Social Student", redes sociais na educação Parte 3: Segurança em Redes Sociais Áreas de Risco em Redes Sociais Segurança em Redes Sociais Corporativas Por favor, não conta pra ninguém, vou contar só para você! Conflitos da Ética e Privacidade em Redes Sociais Privacidade - A principal "moeda de troca" em Redes Sociais O Lado Negro das Redes Sociais "A United Airlines e a Guitarra" - Redes Sociais alterando o mapa de poder no relacionamento Cliente x Consumidor Reputação Online - "Personal" Enterprise Reputation Management Redes Sociais: "Proibir e Censurar" ou "Educar e Monitorar"? Parte 4: Métricas Minha Rede Social já está "instalada", e agora??? Hiperconectados Como medir o "sentimento" de seus clientes em Redes Sociais? Como medir a efetividade de uma Rede Social?

8 KPIs, Métricas e Business Value - O real valor de Gamification Parte 5: Um Caso Concreto Pet's Universe - A Primeira Rede Social para Animais de Estimação O Nascimento de uma Rede Social - Lessons Learned 1 O Nascimento de uma Rede Social - Lessons Learned 2-50 Dias The Pet's Universe mil visualizações em 6 meses Amazon Mom - Uma Rede Social para pais Parte 6: Uma breve visão sobre o Futuro A Aurora do Social Business Collective Intelligence Town Meeting com Ginni Rometty, IBM CEO, e Social Business Social e-commerce - A nova fronteira? O Globo - Futuro das redes sociais está nos dispositivos móveis Facebook, Social Media & Sustentabilidade Geração Y, Facebook e Lillian Lowe Uma nova profissão... o "Curador de Conteúdo" Choque de Gerações no Facebook The Big Switch - From Edison to Google TI - Uma "Indústria Temática"?

9 Parte 1 Afinal, o que é Social Business?

10 Informação é Poder X Compartilhar é Poder O final da década de oitenta marcou o início de minha vida profissional. Não haviam telefones celulares e nem microcomputadores. Usavamos terminais 3270, enormes "cabeças de dinossauro", como eram conhecidos, que enfeitavam nossas mesas com telas pretas e letras verdes e davam um forte sentimento de poder tecnológico. Afinal, estavamos todos conectados a um mega computador central com capacidade de processar grandes quantidades de informação em alta velocidade. Nossos relacionamentos profissionais eram muito mais próximos, em termos geográficos, do que hoje. Quando precisavamos de uma informação relacionada com um determinado assunto fora de nossa área de conhecimento, procuravamos o "especialista" no tema, normalmente uma pessoa conhecida na organização, que tinha um cargo importante, uma sala e uma áura toda especial. Era o expert, o cientista, o "mosca da cabeça branca". Naquela época, me acostumei com a frase "conhecimento é poder" e a entender que aqueles que detinham conhecimentos específicos e profundos em determinados temas eram os poderosos da empresa, seres especiais que dedicaram sua vida a desenvolver "seu" conhecimento. Eles eram extremamente valorizados e tratados de forma especial. Eram quase que celebridades. Naqueles longinquos anos ingressei no Mestrado em Engenharia da Computação na COPPE, UFRJ, buscando especialização em Inteligência Artificial. Trabalhavamos com sofisticados algorítmos, implementando Sistemas Especialistas, usavamos Prolog e, depois, Pascal e C. Nossos poderosos computadores eram da primeira geração da família x86 e nem possuiam discos rígidos. Ainda me lembro quando recebemos o primero computador com HD, de 5 MBytes... isso mesmo, eu disse 5 Mega Bytes. Conheciamos os super especialistas da área através de livros e papers, principalmente quando participavamos de congressos, como a Comdex e a Fenasoft. Vinte e cinco anos depois, o mundo é outro. É raro usarmos um telefone celular. Hoje usamos poderosos smartphones que tem mais capacidade computacional do que os primeiros computadores pessoais. Passamos nossos dias envolvidos em uma quantidade muito maior de "pequenas tarefas" com o objetivo maior de atingir nossas metas pessoais

11 e profissionais. Navegamos em Intranets sofisticadas que oferecem os serviços mais variados como aqueles relacionados com Recursos Humanos, suporte a vendas, acesso a informação e Help Desk, dentre outros. Nos últimos cinco anos, assistimos ao surgimento das Redes Sociais, tanto internas quanto externas às empresas. Quando necessitamos de uma informação específica, hoje, a buscamos através de uma Intranet Social. Quando precisamos encontrar um especialista, o buscamos em nossas Redes Sociais. Sofisticados sistemas de monitoramento e de métricas sociais identificam, dinamicamente, os maiores contribuidores, os especialistas nos mais diversos temas. Usualmente, são profissionais extremamente ativos tanto na produção de conhecimento quanto no compartilhamento do mesmo. Estão conectados pela sua rede social a dezenas, centenas de outros profissionais, que podem estar na mesma sala ou em outro continente. E é exatamente aí que reside a maior diferença destes últimos 25 anos. Enquanto no final da década de oitenta o profissional que detinha o conhecimento era considerado o melhor e o mais importante, agora aquele que compartilha é o mais valorizado. Neste novo cenário, vimos uma mudança significativa, comportamental, muito mais do que tecnológica. Sofisticadas ferramentas permitem a identificação dos maiores contribuidores. Mais do que isso, toda sua produção é rapidamente compartilhada e, principalmente, consumida dentro e fora da empresa. Na Intranet Social da IBM, por exemplo, em questão de segundos, estou falando de segundos, podemos identificar os especialistas em um determinado assunto, onde quer que ele esteja localizado. O que seria comparável a "procurar uma agulha em um palheiro", torna-se uma tarefa simples. A resposta para uma pergunta, que em outros tempos poderia demandar consultas a livros em uma biblioteca, pode ser obtida em questão de minutos. Onde está a diferença? Qual foi o fator, o elemento, que permitiu tamanha transformação? O surgimento das Redes Sociais Corporativas foi a fagulha, a centelha que deu início a todo esse novo mundo, a esse novo modelo de corporação. Empresas hoje dividem-se entre as que já exploram os benefícios de uma RSC e aquelas que ainda

12 não o fazem. O uso do "IBM Connections", a solução de RSC da IBM, de forma integrada com a Intranet da empresa, provocou a maior transforamção que já assisti nos meus 20 anos de IBM. A IBM de hoje é uma empresa mais ágil, mais transparente e, principalmente, uma empresa onde conhecimento é produzido, compartilhado e consumido em uma velocidade única. Se hoje nos envolvemos em um projeto mais complexo, podemos buscar suporte e informação junto a mais de 500 mil funcionários e contribuidores da IBM, em todos os cantos do mundo. Em menos de um quarto de século passamos de um cenário em que deter informação era uma vantagem competitiva para um funcionário de uma empresa para um mundo em que compartilhar conhecimento é o caminho do sucesso. Ao lançar mão de uma Rede Social Corporativa, permitimos que aqueles que detém conhecimento possam compartilhar com o restante da empresa, não mais limitando-se a possuir conhecimento. A transformação é significativa e é a principal característica das empresas da segunda década do século XXI. O uso de Redes Sociais Corporativas e das tecnologias de mobilidade, estão alterando profundamente o mundo em que vivemos. Sua empresa já faz parte deste movimento? Seu maior patrimônio, que é o conhecimento gerado por seus funcionários, é devidamente registrado e compartilhado? E, por fim, quem é mais importante para uma empresa, aquele que gera conhecimento e compartilha ou o que gera conhecimento mas não compartilha? Volta ao Índice

13 Tribos - Todos fazemos parte de pelo menos uma Nada como alguns dias em casa para colocar a leitura em dia. Aproveitei este Carnaval para ler um livro que trouxe da Lotusphere, o "Tribes", de Seth Godin. Leitura simples e rápida e uma forma interessante de abordar o tema Redes Sociais. O autor estuda o conceito das "Tribos" e aponta para alguns pontos interessantes para reflexão. Algumas conclusões são óbvias, mas ainda assim é uma leitura que recomendo. Logo de início ele define o que é uma Tribo: Um grupo de pessoas conectadas umas as outras, conectadas a um líder e conectadas a uma idéia. Tribos sempre existiram. A grande diferença é que faz bem pouco tempo, a grande maioria das tribos era uma reunião de pessoas em uma região qualquer. A limitação geográfica era uma grande restrição ao crescimento das tribos e um enorme desafio para seus líderes. Organizar uma reunião de uma Tribo era algo bastante complexo. Com a Internet, a limitação geográfica caiu. Hoje existem dezenas, centenas de formas distintas de se criar uma nova Tribo. Existem ferramentas na Internet que permitem a criação de uma comunidade em questão de minutos, literalmente por qualquer um. O que faz a diferença entre uma Tribo de sucesso ou não? Alguns fatores tem grande importância, dentre eles: A força do Líder - Toda Tribo precisa de um líder forte, que sabe o momento de agir e, principalmente o momento de dar espaço para seus seguidores. Não se deve confundir um

14 Líder com um Gerente, por exemplo. Um Líder tem seguidores, um Gerente tem funcionários. O líder é o responsável por manter a chama da "idéia" que norteou a criação do grupo sempre viva. A força das conexões - Basicamente, o relacionamento, a atividade da rede tem que ser forte. Uma Tribo em que as conexões entre seus membros é fraca, não é uma Tribo. A "Idéia" que forjou a tribo é o seu "cimento". É ela que mantem seus membros unidos. Cabe ao líder mantê-los ativos. Quando ao líder, bem, "Liderança" é uma escolha, uma opção pessoal. Não se "nomeiam" líderes, assim como não se promove alguem a "Líder". Aliás, esta é a única característica comum a todos os líderes... eles são líderes por uma opção pessoal. Fora isso, existem líderes em todas as religiões, regiões, classes sociais, níveis educacionais, etc. O livro dá uma visão interessante sobre Redes Sociais, sobre os motivos que fazem com que uma Rede seja criada, cresça e apareça. Volta ao Índice

15 "Você me deixa doente" A expressão "você me deixa doente" é um coloquialismo antigo e a usamos, normalmente, quando queremos nos referir a uma determinada situação envolvendo um amigo que, por algum motivo, nos tira do sério. Mal sabemos o quanto ela é verdadeira, no sentido literal. Nossa saúde depende, além de nossa biologia, escolhas e ações, diretamente da biologia, escolhas e ações de nossos amigos bem como dos amigos dos nossos amigos. Nossa saúde depende da Rede Social em que estamos inseridos. Na prática o fato de fazermos parte de em uma Rede Social faz com que eventos que aconteçam nesta rede tenham impacto em todos os elementos da rede, em diferentes graus. Trata-se de uma complexa teoria sociológica, estudada por Nicholas Christakis, PhD e pesquisador da Universide de Harvard. Em 2009 ele foi nomeado pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes no mundo. A teoria vai além de saúde e alcança hábitos como correr, fumar, comer ou beber, por exemplo. Durante mais de 20 anos ele e sua equipe estudaram com cuidado grupos de pessoas para identificar como estes hábitos podem "contaminar" outras pessoas da rede, da mesma forma que doenças. Em seu livro "Connected", de 2009 (veja também Seis Graus de Separação e Três de Influência e Redes Sociais influenciando

16 comportamentos, a próxima década ), ele apresenta diversas conclusões destes estudos, bem como de outros trabalhos desenvolvidos por pesquisadores da área. A sua compreensão dá uma dinâmica especial a redes sociais. Dentro de uma empresa, por exemplo, o "mapeamento de comportamentos" pode ajudar na identificação e retenção de talentos. Algumas empresas já adotam técnicas ainda preliminares para desenvolver programas de desenvolvimento de carreira. É sabido que quando um funcionário pede demissão por algum motivo, outros colegas de trabalho, próximos, tem uma chance maior de pedirem demissão nos meses imediatamentes subsequentes. Dentro deste conceito, surge a figura dos "tippers", que são membros com maior capacidade de influência dentro de uma rede social. A identificação dos "tippers" em uma empresa, por exemplo, é determinante em politicas de desenvolvimento de carreira ou em qualquer programa corporativo. Conhecê-los pode ser a diferença entre o sucesso ou o fracasso de um programa qualquer. O fato é que nossos destinos dependem muito mais das decisões e escolhas dos membros de nossa rede social do que imaginávamos. Hábitos alimentares, tabagismo, a frequência com que bebemos, como nos exercitamos e até mesmo com quem nos casamos sofre forte influência dos nossos amigos e dos amigos de nossos amigos. Nunca foi tão verdadeira a frase "diga-me com quem andas e te direi quem és".

17 Volta ao Índice

18 Seis Graus de Separação e Três de Influência Seis Graus de Separação Muito provavelmente você já ouviu a expressão "seis graus de separação". Pode ter sido em conversas com amigos ou você pode ter assistido ao filme, de 1993, estrelado por Donald Sutherland e Will Smith. Basicamente, a idéia é que podemos alcançar uma pessoa qualquer no mundo através de um caminho formado por pessoas conhecidas umas das outras, com no máximo 6 graus de separação, em média. Para entender melhor, um amigo seu está a um grau de separação de você, um amigo do seu amigo está a dois graus de separação e um amigo de um amigo do seu amigo está a três. Em tese você poderia enviar um bilhete para o Papa, por exemplo, enviando-o, em primeiro lugar, para um amigo seu que tenha conexões na Igreja Católica ou na Itália. Este seu amigo, em sequência, enviaria o bilhete para outro amigo e por aí sucessivamente até chegar ao destino desejado... em 6 conexões, na média. Este conceito surgiu inicialmente na década de sessenta, através de uma experiência executada por Stanley Milgram. Ele selecionou algumas centenas de habitantes do estado americano de Nebraska e solicitou a cada uma delas que enviassem uma carta para um determinado comerciante em Boston, desconhecido direto deles. O desafio era enviar a carta para um conhecido, que teria mais chances de conhecer alguem em Boston, sucessivamente, até chegar ao seu destino. Cada "envio" foi devidamente registrado e ao

19 final, na média, cada correspondência precisou passar por seis passos para chegar. Já viviamos, naquela época, em um "Small World". O estudo inspirou a mídia, que produziu um filme, uma peça de teatro e até mesmo um jogo de adivinhações, liderado por Kevin Bacon. Na época, ainda não havia o conceito de Redes Sociais como o conhecemos hoje. No entanto, o estudo serviu de base para diversos outros, principalmente na área de sociologia, para análise comportamental, por exemplo. Anos mais tarde, alguns questionamentos sobre a validade do estudo, principalmente pelo fato dele sido feito dentro dos EUA, ou seja, limitado tanto geograficamente quanto culturalmente, motivaram alguns estudiosos a repetir o experimento, em uma escala global. Em 2002, Duncan Watts, Peter Dodds and Roby Muhamad replicaram a experiência, desta vez usando para a mensagem. Eles selecionaram aproximadamente 98 mil pessoas, a maioria nos EUA, e solicitaram que elas enviassem um para outras pessoas previamente selecionadas em outros países. Novamente o padrão pode ser observado... "Small World", novamente... Três Graus de Influência No entanto, uma outra questão foi levantada. Mesmo alcançando pessoas com até seis graus de separação, será que temos a capacidade de influenciar estas pessoas? Nicholas Christakis, um sociólogo pesquisador em Harvard, e seu colega James Fowler, decidiram investigar este tema em mais detalhes e concluiram que, na média, nossa capacidade de influência está limitada a 3 graus de separação. Eles relacionam 3 motivos para isto. Para o primeiro motivo eles usam a analogia de uma pedra lançada em uma superfície líquida parada. O impacto provoca ondas que se propagam pela superfície líquida e que vão perdendo sua intensidade a cada vez que se afastam do local de impacto. Na prática, nossa capacidade de influenciar um amigo é alta. Já para influenciar um amigo de nosso amigo, é menor, e por ai sucessivamente. O segundo motivo está associado ao que eles chamam de "instabilidade intrínseca da rede". A idéia é que as conexões além de três graus seria mais instáveis. Ou seja, sua conexão com um amigo próximo é forte, pois ele pode ser um parente, um colega de

20 trabalho ou alguem com quem você mantem contato. No entanto, a força das conexões tornam-se mais fracas a medida que se afastam de você. Por último, eles associam uma característica da própria evolução humana. Historicamente, humanos tendem a se agrupar em grupos pequenos e é mais comum desenvolvermos relações até um determinado grau, o terceiro. Em tese, eles entendem que temos pouca ou nenhuma capacidade de influenciar pessoas a mais de três graus de separação uma vez que em nossa história, o ser humano nunca teve condições de fazê-lo. Os dois estudos são bastante interessantes e levantam algumas questões... No mundo atual, com as novas tecnologias será que conseguiriamos reduzir os 6 graus de separação entre quaisquer duas pessoas?... será que temos condições de influenciar mais pessoas a mais de 3 graus de separação?... se realmente tivermos condições de influenciar pessoas a mais de 3 graus de separação, qual será o impacto em aspectos culturais? e políticos? e religiosos? Uma coisa ao menos é certa. Independente de eventuais mudanças nestas teorias, mandar um de qualquer lugar do Nebraska para Boston, hoje, é infinitamente mais rápido do que na década de sessenta. Volta ao Índice

21 Social Networks 1 - A visão do leigo Social Network é um dos "temas da vez", um dos assuntos mais discutidos nas publicações especializadas, nos cafés e em reuniões de profissionais de TI. Até ontem viviamos muito bem obrigado sem Social Networks... hoje precisamos delas para sobreviver e ter vantagem competitiva. São elas que darão às nossas empresas a garantia de sucesso no futuro e de que não vamos perder para o mercado todo nosso capital intelectual... são elas que vão nos permitir cooperar, trocar informações e inovar em um mercado cada vez mais exigente. Mas, afinal, do que estamos falando? Vou tentar abordar o assunto de três formas distintas, o que vai ser difícil mas, com a colaboração de terceiros creio que conseguirei evoluir no assunto o que, aliás, é um excelente teste para uma Social Network... O objetivo deste post é abordar a "visão leiga", a de uma pessoa que não é da área de TI ou de RH. A segunda abordagem vai ser a de um fornecedor de tecnologias para Social Networks. A terceira será a de um cliente, de como ele usa ou vai usar estes novos conceitos. A Visão Leiga, o Orkut... A primeira coisa que vem à cabeça de uma pessoa que não é da área de TI quando falamos de Social Network são os conhecidos sites de relacionamento... Orkut, Facebook, LinkedIn, Flickr e outros mais (veja esta uma lista dos principais sites de relacionamento). É um ambiente onde podemos encontrar pessoas, discutir sobre assuntos gerais, namorar, brigar, aprender, ver e mostrar fotografias, conseguir um emprego e por aí vai. Pessoas entram em redes de relacionamento com o objetivo de conhecer outras pessoas e/ ou manter contato com as que já conhece. Na maioria das vezes, acabam se registrando em grupos de interesse, ou comunidades, onde encontram antigos colegas de escola, universidade ou de outros empregos.

22 Além do Orkut e seus semelhantes, outra referência bastante comum para Social Network é o Windows Messenger, o Skype, o Google Talk ou outra ferramenta para chat. E seu uso é bastante difundido atualmente, com milhões de usuários no mundo todo (para uma lista dos principais, clique aqui). O número de usuários de redes sociais tem crescido vertiginosamente nos últimos anos e é marcante a presença do público jovem. Até mesmo crianças e adolecentes buscam estes ambientes. Um dos exemplos mais famosos é o Club Penguin, um site independente que obteve uma adesão tão grande de crianças que foi comprado pela Disney! Social Network e Internet É interessante notar, também, que mesmo para o leigo o conceito de Social Network está muito ligado a Internet. Comunidades já existem a milhares de anos e sempre foram comuns mas nunca se usou o termo Social Network para designar uma comunidade. Por exemplo, é comum nas universidades do mundo todo a existência de repúblicas estudantis, cada uma com suas características e regras para seleção de participantes. E que eu me recorde nunca ouvi referência a uma delas com a expressão Social Network (nem mesmo a uma Rede Social). Desta forma surgiu uma identificação muito forte entre Internet e Social Network. Para o leigo, não existe Social Network sem se pensar em Internet. Ou seja, para se fazer parte de uma rede deste tipo é fundamental que se esteja "conectado". Relacionamentos sem fronteiras ou tempo O último ponto que pretendo comentar sobre Social Networks na visão do leigo é uma de suas características mais fundamentais, a de ausência total de restrições geográficas ou de tempo. Para participar de uma rede Social, não importa onde você vive ou está, basta ter acesso a Internet. Além disso, a interação entre os participantes destas redes pode se dar de duas formas distintas síncrona ou não. Usuários de Orkut podem deixar comentários ou mensagens para terceiros sem que a outra pessoa esteja conectada nequele momento, ou seja, de

23 forma não síncrona. Já os usuários de uma ferramenta qualquer de chat, por outro lado, comunicam-se de forma síncrona. Estas duas características são próprias de Social Networks porém normalmente não estão presentes em comunidades no sentido mais tradicional onde existe um local geográfico onde os membros se encontram e onde as informações são trocadas de forma síncrona. Tentando concluir... Via de regra, estas são as principais características e respostas que se obtem de uma pessoa que não é da área de TI ou de RH quando se pergunta sobre Social Networks. Ou seja, nada de Colaboração, Inovação ou Gestão de Conhecimento. Estamos falando de "Relacionamento", nada mais. Os resultados usualmente esperados são: (a) manter contato com conhecidos, (b) fazer novos amigos e (c) participar de comunidades de interesse. Só isso... Volta ao Índice

24 Social Networks 2 - A Visão do Fornecedor Este é o segundo post da série de 3 analisando por diversas óticas o tema "Social Networks". Este post aborda a visão de um fornecedor de tecnologia. O conceito de Social Networks, em termos corporativos, está diretamente relacionado com: 1. Gestão de Conhecimento 2. Colaboração 3. Inovação 4. Gestão de Conhecimento Há aproximadamente 15 anos o Chase Manhattam, famosa instituição norte-americana, enfrentava um grande desafio. Um número crescente de antigos funcionários entrava em idade de aposentadoria e deixavam a empresa. Junto com eles, todo um conhecimento armazenado por décadas ia embora. Alguns passariam a se dedicar a pescarias, viagens e outros hobbies. Outros, porém, continuariam de alguma forma no mercado e podiam levar informações e idéias para concorrentes. Grande desafio... Uma das táticas adotadas pelo banco foi a de literalmente pagar para seus funcionários para que eles registrassem seus conhecimentos antes de sair. Acabou virando case de Gestão de Conhecimento, citado em qualquer MBA que se preze. E despertou grande atenção ao tema... Gestão de Conhecimento passou a ser um tema cada vez mais importante em grandes empresas. Diversos pesquisadores passaram a se dedicar ao tema e a técnicas, metodologias e sistemas que pudessem documentar ou registrar conhecimento. Pois uma das propostas de Social Networks é exatamente a de criar um ambiente onde conhecimentos possam ser registrados e documentados "para sempre". O interessante é

25 que as pessoas tem um relacionamento diferente com as Redes Sociais e, por natureza, uma tendência a desejarem "fazer parte da rede" e, conseqüentemente, a registrar as informações. Se isso vai garantir ou não que serão bem usados no futuro isso é outra história mas, de qualquer forma, já não seria necessário pagar para o registro das informações. Colaboração As pessoas simplesmente não colaboram sem que se conheçam... será que isto é verdade? Aparentemente sim. Estudos recentes mostram que pode até haver troca de informações entre pessoas envolvidas em um projeto ou estudo, mesmo morando em cidades ou países distintos. No entanto, para Colaborar a história é bem diferente... É preciso confiança, sentimento de compartilhar um objetivo comum. Novamente entra em cena o conceito de "Social Networks". A idéia é que ela cria um ambiente onde pessoas podem literalmente se conhecer. Um dos principais componentes de uma rede social é o espaço onde os integrantes podem colocar informações sobre eles mesmos, também conhecido como Profile. E a idéia é não limitar as informações lá registradas a somente àquelas relacionadas com o ambiente profissional... as pessoas são incentivadas a incluir detalhes sobre seus hobbies, filmes preferidos, etc. Na IBM, por exemplo, este profile é conhecido por BluePages. Ali podem ser encontradas as mais variadas informações sobre cada pessoa... dados profissionais, histórico acadêmico, hobbies, línguas faladas, interesses, etc... é possível encontrar as informações mais diversas sobre cada IBMista no mundo todo. E, com uma pesquisa simples e poderosa, podemos em questão de segundos estar em contato com uma pessoa do outro lado do mundo que tenha o conhecimento que desejamos. A partir daí, podem ser criadas comunidades (Communities) de interesse ou de prática. E temos um ambiente perfeito para colaboração, para times de projetos ou simplesmente para profissionais que compartilham algum interesse comum. Inovação

26 Com a globalização cresceu a competição entre empresas no mundo todo... enquanto há cinqüenta anos seu grande concorrente estava no mesmo quarteirão, bairro ou cidade, hoje seu grande concorrente pode muito bem estar em um estado pouco conhecido dos Estados Unidos, em um país do Leste Europeu ou no Japão. Isso mudou a dinâmica do mercado mundial e empurrou empresas para o fenômeno da diferenciação. Sem ela, a empresa acaba se perdendo no mercado e morrendo. Surgiu uma demanda sem precedentes por Inovação, cada vez em um tempo menor, é claro. Pois um dos resultados mais esperados da Colaboração oferecida pelas Social Networks é exatamente a Inovação, em uma velocidade nunca antes possível. O crescimento do número de comunidades e da possibilidade de colaboração abriu um novo universo para colaboração. Na Google, por exemplo, uma das empresas mais dinâmicas da atualidade, existe um conceito no mínimo interessante para o desenvolvimento de novos produtos... Assistindo a uma palestra deles, fui apresentado ao modelo da "Macarronada". É simples... lá todos podem, devem e são incentivados a colaborar e dar idéias para novos produtos... os "produtos" vão sendo desenvolvidos e até mesmo colocados em "produção" na Web... usualmente em versão Beta, com um número "zero ponto alguma coisa" (uma das principais características da Web 2.0). Se for bem aceito pela comunidade da Internet, segue sua vida. Se não for bem aceito, o projeto é abandonado ou arquivado. Mas o que isso tem a ver com Macarrão? Simples... para ver se o macarrão está bom, pode-se jogálo contra a parede. Se "colar" está bom... a idéia é a mesma. Ou seja, colaboração para inovação "na veia". A IBM usa um modelo similar já há alguns anos, os famosos "Jams". Jams são sessões abertas para colaboração para todos os funcionários da IBM no mundo... sua característica principal é que tem data e hora para iniciar e terminar. Centenas de milhares de idéias são apresentadas, discutidas e avaliadas. Muitas delas acabam se transformando em produtos e chegam ao mercado. Tentando concluir...

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica Inteligência em redes sociais corporativas Como usar as redes internas de forma estratégica Índice 1 Introdução 2 Por que uma rede social corporativa é um instrumento estratégico 3 Seis maneiras de usar

Leia mais

W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i a l n o M u n d o W e b 2. 0

W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i a l n o M u n d o W e b 2. 0 Av Eng. Luiz Carlos Berrini 1645, 8 andar, 04571-000 Brooklin Novo, São Paulo SP Brazil. Tel: 55 11 5508-3400 Fax: 55 11 5508 3444 W H I T E P A P E R O s B e n e f í c i o s d a E m p r e s a S o c i

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

like a Boss mandic Um GUIA para você escolher bem, e se tornar uma Autoridade em Serviços de Compartilhamento de Arquivos na Nuvem.

like a Boss mandic Um GUIA para você escolher bem, e se tornar uma Autoridade em Serviços de Compartilhamento de Arquivos na Nuvem. BOX like a Boss Um GUIA para você escolher bem, e se tornar uma Autoridade em Serviços de Compartilhamento de Arquivos na Nuvem. mandic CLOUD SOLUTIONS Mais e mais empresas buscam soluções para dar suporte

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho Um perfil personalizado de adoção da tecnologia comissionado pela Cisco Systems Fevereiro de 2012 Dinâmica de ganhos com as iniciativas de mobilidade corporativa Os trabalhadores estão cada vez mais remotos,

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis

Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis Apresentação Esta pesquisa sobre a utilização empresarial de Plataformas Móveis, teve como público-alvo profissionais de TI e executivos

Leia mais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais Os desafios do Bradesco nas redes sociais Atual gerente de redes sociais do Bradesco, Marcelo Salgado, de 31 anos, começou sua carreira no banco como operador de telemarketing em 2000. Ele foi um dos responsáveis

Leia mais

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade.

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. 1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. Todos nós da AGI Soluções trabalhamos durante anos

Leia mais

Intranets e Capital Intelectual

Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual As mídias sociais ultrapassaram os limites da vida privada. Os profissionais são 2.0 antes, durante e depois do expediente. É possível estabelecer

Leia mais

Quem é Ana Luiza Cunha?

Quem é Ana Luiza Cunha? Apresentação WSI Quem é a WSI? Fundada em 1995 Nascimento da Internet 1.100 Consultores de Marketing Digital 81 países 12 grandes Centros de Produção Receita estimada da rede: acima de US$160 milhões Parceiros:

Leia mais

Apps de Produtividade

Apps de Produtividade Apps de Produtividade Os App s de Produtividade oferecem controle, organização e recursos para profissionalização das áreas internas e externas da empresa, proporcionando: Produtividade Controle Integração

Leia mais

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 a computação na nuvem está presente em todos os lugares e está crescendo 72% das empresas

Leia mais

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais.

Tentar entender como usar melhor os diferentes canais. The New Conversation: Taking Social Media from Talk to Action A Nova Conversação: Levando a Mídia Social da Conversa para a Ação By: Harvard Business Review A sabedoria convencional do marketing por muito

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online.

A grande verdade é que a maioria das empresas está perdendo muito dinheiro tentando criar um negócio online. Você gostaria de aprender o que os negócios campeões em vendas online fazem? Como eles criam empresas sólidas na internet, que dão lucros por vários e vários anos? A grande verdade é que a maioria das

Leia mais

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil O tema hoje é engajamento, vamos falar de dez maneiras de engajar o público em treinamentos a distância. Como vocês podem ver, toda a minha apresentação está

Leia mais

Bom dia. Mídias Sociais. É um grande prazer poder levar para vocês um pouco do meu conhecimento sobre o fenômeno Facebook

Bom dia. Mídias Sociais. É um grande prazer poder levar para vocês um pouco do meu conhecimento sobre o fenômeno Facebook Bom dia É um grande prazer poder levar para vocês um pouco do meu conhecimento sobre o fenômeno Facebook Eu sou Andrea Rufino. Gerente de Marketing e Comunicação da Amadeus. Gostaria de dividir com vocês

Leia mais

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo

Mídias Sociais. Fatos e Dicas para 2013. Esteja preparado para um ano digital, social e interativo Mídias Sociais Fatos e Dicas para 2013 Esteja preparado para um ano digital, social e interativo NESTE E-BOOK VOCÊ VAI ENCONTRAR: 1 - Porque as mídias sociais crescem em tamanho e em importância para o

Leia mais

Como cultivar leads do Comitê de TI

Como cultivar leads do Comitê de TI BRASIL Como cultivar leads do Comitê de TI O marketing está ajudando ou atrapalhando? Confiança + Credibilidade devem ser CONQUISTADAS O profissional de marketing moderno conhece a importância de cultivar

Leia mais

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS

UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS UNIDADE VI ESCREVENDO E-MAILS QUE GERAM RESULTADOS Nessa unidade vou mostrar para você como escrever e-mails que geram resultados. Mas que resultados são esses? Quando você escreve um e-mail tem que saber

Leia mais

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão

Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Redes Sociais Em Apoio À Tomada De Decisão Este assunto normalmente é tratado quando se aborda a coleta de dados no ciclo de Inteligência. No entanto, o fenômeno das redes sociais, atualmente, cresceu

Leia mais

A Estrutura da Web. Redes Sociais e Econômicas. Prof. André Vignatti

A Estrutura da Web. Redes Sociais e Econômicas. Prof. André Vignatti A Estrutura da Web Redes Sociais e Econômicas Prof. André Vignatti A Estrutura da Web Até agora: redes onde unidades eram pessoas ou entidades sociais, como empresas e organizações Agora (Cap 13, 14 e

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010)

Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 1 of 6 02/12/2011 16:14 Bate-papo: Uso do Scratch, uma nova linguagem de programação, no ensino fundamental - Web Currículo (25/05/2010) 13:58:20 Bem-vindos ao Bate-papo Educarede! 14:00:54 II Seminário

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

Oficina de Inclusão Tecnológica

Oficina de Inclusão Tecnológica 1 Oficina de Inclusão Tecnológica Ementa: O curso LinkedIn apresenta, de forma geral, como desenvolver seu networking através desta rede social. Demonstra como fazer parte dela (inscrição), montagem do

Leia mais

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar os princípios que se destacam como características da Web 2.0. INTRODUÇÃO

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2013 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 26 % da

Leia mais

O Manual Tático do Marketing de Conteúdo

O Manual Tático do Marketing de Conteúdo O Manual Tático do Marketing de Conteúdo Um guia prático de como montar e executar uma estratégia de sucesso 2 ÍNDICE >> Como usar esse manual 3 >> A fundação de sua estratégia 5 >> Produção de Conteúdo

Leia mais

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM

Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM Aquecimento para o 3º Seminário Internacional de BPM É COM GRANDE PRAZER QUE GOSTARÍAMOS DE OFICIALIZAR A PARTICIPAÇÃO DE PAUL HARMON NO 3º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE BPM!! No ano passado discutimos Gestão

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Atividade - Sequência Conrado Adolpho

Atividade - Sequência Conrado Adolpho Atividade - Sequência Conrado Adolpho Agora, eu quero lhe apresentar os 6 e-mails do conrado adolpho para vender o 8ps. Quero que você leia está sequência com muita atenção e, depois, responda às provocações

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

#10 PRODUZIR CONTEÚDO SUPER DICAS ATRATIVO DE PARA COMEÇAR A

#10 PRODUZIR CONTEÚDO SUPER DICAS ATRATIVO DE PARA COMEÇAR A #10 SUPER DICAS PARA COMEÇAR A Pantone 715 C 100% Black 80% Black C: 0 M: 55 Y: 95 K: 0 C: 0 M: 0 Y: 0 K: 100 C: 0 M: 0 Y: 0 K: 80 PRODUZIR CONTEÚDO ATRATIVO DE Confira estas super dicas para você produzir

Leia mais

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL INTRODUÇÃO Já imaginou ter acesso a dados e estatísticas do website do concorrente? Com alguns aplicativos e ferramentas, isso já é possível. Com ajuda deles, você

Leia mais

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com John Heine 2011 Acesse para obter mais informações! 1 Distribua livremente Você tem agora permissão para distribuir livremente este e-book, ou seja, você pode estar vendendo, ou distribuindo livremente,

Leia mais

Quanto. custa. não. fazer?

Quanto. custa. não. fazer? Quanto custa não fazer? Recrie o ambiente de trabalho através de ferramentas de colaboração Você conhece todas as possibilidades que a tecnologia pode trazer para o ambiente de trabalho na sua empresa?

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

Relatório de Consumo de Conteúdo Profissional 2014

Relatório de Consumo de Conteúdo Profissional 2014 Relatório de Consumo de Conteúdo Profissional 2014 A ascensão dos Revolucionários de Conteúdo: uma análise minuciosa sobre os principais usuários que consomem conteúdo no LinkedIn e como os profissionais

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

IBM Social Business : a nova onda da colaboração. 2013 IBM Corporation

IBM Social Business : a nova onda da colaboração. 2013 IBM Corporation IBM Social Business : a nova onda da colaboração AGENDA IBM Plataform for Social Business Social Networking Social Analytics Social Analytics(Ei!) Connections em Ação Arquitetura Casos de Sucesso Referências

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2012 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 14% da população,

Leia mais

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com

Governança de T.I. Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Governança de T.I Professor: Ernesto Junior E-mail: egpjunior@gmail.com Information Technology Infrastructure Library ITIL ITIL é um acrônimo de Information Technology Infraestruture Library. Criado em

Leia mais

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais!

Vencedores! Ideias de Negócio. Passos para criar. Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Por Rafael Piva Guia 33 Prático Passos para criar Ideias de Negócio Vencedores! Descubra como criar ideias com potencial lucrativo, alinhadas com suas habilidades pessoais! Que bom que você já deu um dos

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa?

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Você já pensou em posicionar sua marca na internet? Construir um relacionamento com seu cliente é uma das formas mais eficazes de

Leia mais

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1 LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 Visão Brasil As cinco principais tendências em atração de talentos que você precisa saber 2013 LinkedIn Corporation. Todos os direitos reservados.

Leia mais

5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga

5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga 5 motivos pelos quais as empresas estão mudando suas WANs para Banda Larga Como os tempos mudaram e por quê está na hora de Evoluir a TI A WAN sempre teve como objetivo conectar usuários à aplicativos

Leia mais

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Cloud Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO

3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO 3 DICAS QUE VÃO AJUDAR A POUPAR DINHEIRO EM SEU PRÓXIMO PROJETO DE VÍDEO Fazer vídeos hoje em dia já não é o bicho de 7 cabeças que realmente foi a pouco tempo atrás. Nesse e-book você vai começar a aprender

Leia mais

Cada empresa é uma empresa de informação. Não

Cada empresa é uma empresa de informação. Não Gestão da Informação Corporativa OpenText Desligue o seu celular e o seu computador. Desligue os seus servidores. E agora você consegue fazer negócios? Cada empresa é uma empresa de informação. Não importa

Leia mais

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente.

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. As interações com os clientes vão além de vários produtos, tecnologias

Leia mais

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL 2011 Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL ÍNDICE Evolução de TI... 4 Metodologia... 6 Foco... 8 Conclusão 1: As diferenças entre expectativas e realidade revelam a evolução

Leia mais

E-BOOK LINK DE OURO. DE: IMPÉRIO DO PTC PARA VOCÊ: CLICADOR Espalhe este ELO juntando-se ao nosso Grupo: IMPÉRIO DO PTC!

E-BOOK LINK DE OURO. DE: IMPÉRIO DO PTC PARA VOCÊ: CLICADOR Espalhe este ELO juntando-se ao nosso Grupo: IMPÉRIO DO PTC! E-BOOK LINK DE OURO DE: IMPÉRIO DO PTC PARA VOCÊ: CLICADOR Espalhe este ELO juntando-se ao nosso Grupo: IMPÉRIO DO PTC! (E-Book Link de Ouro! Mais um produto Império do PTC) Apresentação: Aqui você irá

Leia mais

Computação nas nuvens (Vantagens)

Computação nas nuvens (Vantagens) Computação em Nuvem Computação em nuvem O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores menos potentes que podem se conectar à Web e

Leia mais

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE 2 NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE Quando uma empresa vai pra internet e investe em marketing digital, essas são as 3 coisas que precisam ser feitas: 1- GERAR LEADS 2- TRANSFORMAR LEADS EM CLIENTES

Leia mais

USO DE REDES SOCIAIS EM AMBIENTES CORPORATIVOS. www.gentispanel.com.br

USO DE REDES SOCIAIS EM AMBIENTES CORPORATIVOS. www.gentispanel.com.br USO DE REDES SOCIAIS EM AMBIENTES CORPORATIVOS www.gentispanel.com.br Só quem tem uma base de 6,5 milhões de pessoas pode resolver suas pesquisas de mercado em poucos dias. Pesquisas ad-hoc Consumidores

Leia mais

POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER

POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER ÍNDICE Por que utilizar Business Intelligence no call center? Introdução Business Intelligence na área de saúde Por que usar Business Intelligence

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação - Centro de Ciências Agrárias Departamento de Computação Os sistemas de informação empresariais na sua carreira Introdução à Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação COM06850-2015-II Prof.

Leia mais

Cinco práticas recomendadas de business intelligence para dispositivos móveis

Cinco práticas recomendadas de business intelligence para dispositivos móveis Cinco práticas recomendadas de business intelligence para dispositivos móveis Autor: Ellie Fields, Diretora de marketing de produto da Tableau Software Junho de 2011 p2 Cinco práticas recomendadas de business

Leia mais

Renato Luiz Della Volpe

Renato Luiz Della Volpe Renato Luiz Della Volpe Sócio Diretor da ASR Consultoria e Assessoria em Qualidade Ltda. Formado em 1983 em Eng. Mecânica pela FEI e Pós-graduação em Administração pela USP 2001. Examinador do PNQ em 1997,

Leia mais

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito!

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito! À medida que mais e mais empresas aderem ao marketing de conteúdo, notamos que as expectativas são por vezes incompatíveis com a realidade quando se trata de um Blog Corporativo B2B. A maioria dos profissionais

Leia mais

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Sumário introdução 03 Capítulo 5 16 Capítulo 1 Pense no futuro! 04 Aproveite os fins de semana Capítulo 6 18 Capítulo 2 07 É preciso

Leia mais

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery

12 Razões Para Usar. Lightroom. André Nery 12 Razões Para Usar Lightroom André Nery André Nery é fotógrafo em Porto Alegre. Arquitetura e fotografia outdoor, como natureza, esportes e viagens, são sua área de atuação. Há dez anos começou a ministrar

Leia mais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais INTRODUÇÃO Em plena era 2.0 é imprescindível que as empresas estejam presentes na

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013

Crie seu mecanismo de engajamento: parte 2. David Mogensen. Novembro 2013 Crie seu mecanismo de engajamento: ESCRITO POR David Mogensen PUBLICADO Novembro 2013 parte 2 O RESUMO A jornada de decisão do consumidor já foi uma linha reta, mas agora é um caminho circular e em desenvolvimento.

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br MANUAL DO ALUNO Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA http://www.fgf.edu.br Sala Virtual TelEduc O TelEduc é um ambiente virtual desenvolvido Unicamp para apoiar professores

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

O QUE É PRECISO PARA SER UM GRANDE LÍDER

O QUE É PRECISO PARA SER UM GRANDE LÍDER LIDERANÇA O QUE É PRECISO PARA SER UM GRANDE LÍDER Roselinde Torres foco na pessoa 6 Por Roselinde Torres O que é preciso para ser um grande líder hoje? Muitos de nós temos a imagem de um líder como um

Leia mais

Scitum reduz em 50% o tempo de produção de relatórios com CA Business Service Insight

Scitum reduz em 50% o tempo de produção de relatórios com CA Business Service Insight CUSTOMER SUCCESS STORY Scitum reduz em 50% o tempo de produção de relatórios com CA Business Service Insight PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Empresa: Scitum Funcionários: 450+ EMPRESA Empresa

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

Escrevendo Estórias do Usuário Eficazes aula #1

Escrevendo Estórias do Usuário Eficazes aula #1 Escrevendo Estórias do Usuário Eficazes aula #1 www.etcnologia.com.br (11) 9123-5358 (11) 9962-4260 Rildo F Santos twitter: @rildosan skype: rildo.f.santos http://rildosan.blogspot.com/ Versão Versão 5

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

Aprenda a Gerar Renda Utilizando Seus Conhecimentos em Promob e Projetos 3D.ACDEMY.COM.BR COMO GERAR RENDA COM PROJETO VERSÃO 1.0

Aprenda a Gerar Renda Utilizando Seus Conhecimentos em Promob e Projetos 3D.ACDEMY.COM.BR COMO GERAR RENDA COM PROJETO VERSÃO 1.0 Aprenda a Gerar Renda Utilizando Seus Conhecimentos em Promob e Projetos CAIO HENRIQUE TEODORO DOS SANTOS Página 1 Versão 1.0 2013 Esforcei-me ao máximo para transmitir em poucas páginas algumas dicas

Leia mais

www.marketingdigitalexpress.com.br - Versão 1.0 Página 1

www.marketingdigitalexpress.com.br - Versão 1.0 Página 1 www.marketingdigitalexpress.com.br - Versão 1.0 Página 1 Remarketing é um recurso utilizado para direcionar anúncios personalizados para as pessoas que visitaram uma determinada página do seu site ou clicaram

Leia mais

HISTÓRIAREAL. Como o Rodrigo passou do estresse total para uma vida mais balanceada. Rodrigo Pinto. Microsoft

HISTÓRIAREAL. Como o Rodrigo passou do estresse total para uma vida mais balanceada. Rodrigo Pinto. Microsoft HISTÓRIAREAL Rodrigo Pinto Microsoft Como o Rodrigo passou do estresse total para uma vida mais balanceada Com a enorme quantidade de informação, o funcionário perde o controle do que é prioritário para

Leia mais

7 motivos pelos quais as Redes Sociais Corporativas vão se consolidar na América Latina.

7 motivos pelos quais as Redes Sociais Corporativas vão se consolidar na América Latina. 7 motivos pelos quais as Redes Sociais Corporativas vão se consolidar na América Latina. Não é possível voltar atrás. As Redes Sociais Corporativas (RSC) chegaram à América Latina para ficar, e irão se

Leia mais

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013

Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora. São Paulo-SP Setembro/2013 Como criar uma estratégia de comunicação digital vencedora São Paulo-SP Setembro/2013 Introdução O Objetivo deste trabalho é criar uma estratégia de comunicação digital vencedora através do marketing por

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

Mais tempo para ser o empreendedor. E não o cara da TI

Mais tempo para ser o empreendedor. E não o cara da TI Mais tempo para ser o empreendedor. E não o cara da TI Office 365 muda rotina e aumenta a produtividade do maior portal de e-commerce de artigos de dança do Brasil A Mundo Dança nasceu há cinco anos a

Leia mais

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA Proposta de Marketing Digital Design inox Marketing de Resultados A PlusPixel vem oferecendo seus serviços desde o início da internet, isso nos

Leia mais

Sobre o estudo. Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa...

Sobre o estudo. Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa... Sobre o estudo perfil Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa... Amostra: Total: 1.035 respondentes Consumidores: 805 Profissionais: 230 objetivo

Leia mais

Perfil do egresso dos cursos de computação da UFS no mercado de trabalho

Perfil do egresso dos cursos de computação da UFS no mercado de trabalho Perfil do egresso dos cursos de computação da UFS no mercado de trabalho SEMINFO/UFS/ITA 2012 Leonardo Nogueira Matos Outubro de 2012 Leonardo Nogueira Matos (DCOMP/UFS) Perfil do egresso dos cursos de

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Pró-reitoria de Planejamento PROPLAN Comissão Própria de Avaliação CPA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Pró-reitoria de Planejamento PROPLAN Comissão Própria de Avaliação CPA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA Pró-reitoria de Planejamento PROPLAN Comissão Própria de Avaliação CPA 1ª Avaliação do Curso de Especialização em Projetos e Obras Públicas de Edificações do Programa

Leia mais

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina

Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo. ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Integrando pessoas ao negócio através de um portal colaborativo ROGÉRIO INOMATA inomata@br.ibm.com Portal Sales Leader, IBM América Latina Por quê? INOVAÇÃO Então O que é um portal mesmo? Serviços de Apresentação

Leia mais

Educação além dos limites da sala de aula

Educação além dos limites da sala de aula Educação além dos limites da sala de aula Como a Brightspace passou a fazer parte da vida de 20.000 alunos da Universidade Tiradentes Visão Geral Com mais de 50 anos de tradição e reconhecido pioneirismo

Leia mais

Módulo 2. As Empresas e as Redes Sociais

Módulo 2. As Empresas e as Redes Sociais Módulo 2 As Empresas e as Redes Sociais Introdução Eco sistemas de negócio Aplicações de negócio Construir uma empresa Tácticas/ Estratégias Segmentação Gestão - Profissionais Custo Gestão de tempo ROI

Leia mais