APS - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE SINES, S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APS - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE SINES, S.A."

Transcrição

1

2 APS - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE SINES, S.A.

3

4

5 RELATÓRIO E CONTAS 2008 ANNUAL REPORT D C A B E K E SEDE E -28 F I H -20 J

6 LISBOA 150 KM FARO 130 KM SEVILHA 400 KM MADRID 600 KM L Zona Industrial e Logística de Sines Terminais e Portos Interiores 1 - Terminal de Granéis Líquidos 2 - Terminal Petroquímico 3 - Terminal Multipurpose 4 - Terminal de GNL 5 - Terminal de Contentores (com 2ª fase) 6 - Porto de Pesca 7 - Porto de Recreio 8 - Porto de Serviços Infra-estruturas A - Gestão Integrada de Resíduos B - Parque de Bancas C - Farol de Sines D - Caverna LPG E - Edifícios APS F - ZALSINES (Intra-portuária) G - ZALSINES (Extra-portuária) H - Armazenagem de Cimentos I - Molhe Oeste J - Molhe Leste K - Praia Vasco da Gama L - ZILS - Zona Industrial e Logística de Sines Legenda Sinalização Marítima Esteira de tubagens Rodovia de acesso ao porto Rodovia interna da cidade Ferrovia Transportador de carvão (tapete) Área de Jurisdição da APS (novo limite proposto) F EXPA NSÃO G EXPANSÃO -16 EXPANSÃO J EXPANSÃO 05

7

8

9 RELATÓRIO E CONTAS 2008 ANNUAL REPORT 08

10 01. NOTA INTRODUTÓRIA O ano de 2008 constituiu um marco importante na prossecução do objectivo estratégico da APS de consolidação do modelo de gestão Landlord Port. Com efeito, foi em 1 de Agosto de 2008 que entrou em vigor o Contrato de Concessão do Terminal de Granéis Líquidos e da Gestão Integrada de Resíduos, concessionado à CLT - Companhia Logística de Terminais Marítimos, SA, empresa constituída pelo agrupamento GALP ENER- GIA SGPS, SA e PETRÓLEOS DE PORTUGAL PETROGAL, SA., por um período de 30 anos, deixando, portanto, a APS de efectuar directamente o serviço público de movimentação de cargas naquele terminal. Outro grande destaque do ano de 2008 foi a autorização do loteamento da ZALSINES Zona Intra-portuária e consequente arranque da sua comercialização. O loteamento foi autorizado em conjunto pelo Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional e pelo Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, através do Despacho n.º 24652/2008, de 26 de Agosto de 2008, publicado no Diário da República II série de 2 de Outubro de De destacar ainda, pela sua relevância para o Porto de Sines e para o aprofundamento da presença nacional no mercado mundial de contentores, a formalização, em Setembro de 2008, do segundo aditamento ao contrato de concessão do Terminal XXI, através do qual foram alterados aspectos relativos às duas últimas fases de conclusão do projecto, nomeadamente prazos, extensão de cais e equipamentos associados. Desta forma, a agora denominada Fase II incorpora as seguintes alterações nas suas características e prazos: Alteração da extensão adicional de cais a construir de 650 m para 730 m (mínimo); Alteração do número de pórticos de cais obrigatórios de duas para três gruas de cais; Alteração do prazo de conclusão de 28 de Setembro de 2008 para 31 de Dezembro de No que se refere à exploração deste terminal, 2008 foi o ano da consolidação da sua movimentação, que atingiu TEU, o que se traduz num acréscimo de 55,4% relativamente a A movimentação global de mercadorias no Porto de Sines que registou um total de toneladas, foi, no entanto, penalizada pela paragem técnica na refinaria da GALP para manutenção e preparação das ligações à nova unidade a construir também em Sines e pela paragem de dois grupos da central termoeléctrica de Sines por um período de cerca de 4 meses, as 01. INTRODUCTORY NOTE 2008 constituted an important mark in the prosecution of APS strategic goal of consolidation of the management model as Landlord Port. Actually, in August 1st 2008 the Concession Contract of Liquid Bulk Terminal and Integrated Waste Management entered into force, granted to CLT - Companhia Logística de Terminais Marítimos, SA, company of the group GALP ENERGIA SGPS, SA and PETRÓLEOS DE PORTUGAL PETRO- GAL, SA., for a thirty years period, therefore, APS stopped effecting directly with the public service of cargo traffic in that terminal. Other distinction of 2008 was the allowance of ZALSINES Zona Intra-portuária allotment and consequently the start-up of its commercialization. The allotment was authorized together with both the Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional (Ministry for Environment, Spatial Planning and Regional Development) and the Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações (Ministry of Public Works, Transport and Communications), by the dispatch no /2008, of August 26th 2008, published in the Republic Official Journal, II series of the October 2nd Thus, for its relevance to the Port of Sines and the improvement of the national presence in the containers international market, the formalization, in September of 2008, of the second amendment to the Terminal XXI concession contract, through which the aspects concerning the two last phases for the conclusion of the project were altered, namely deadlines, platform expansion and the associated equipment. Therefore, the now named Phase II comprises the following changes in its characteristics and deadlines: Change of the additional platform expansion from 650 m to 730 m (minimum); Change in the number of obligatory platform travelift from two to three dock cranes; Change in the deadline of September 28th 2008 to December 31st Concerning the exploitation of this terminal, 2008 was the consolidation year of its handling which achieved TEU, translated in an accrual of 55,4% as against The global handling of goods in the Port of Sines which recorded a total of tons was however penalized by technical stops at GALPs refinery for maintenance and preparation for the connections to the new unit, which will be also built in Sines and by the stop of two groups of Sines thermal power plant for a period of about 4 months which strongly condicion- 09

11 RELATÓRIO E CONTAS 2008 ANNUAL REPORT quais condicionaram, fortemente, o volume de tráfego de granéis líquidos e sólidos, respectivamente. Apesar destes factos, registou-se um aumento no número de navios que escalaram o porto, o qual ascendeu a contra os registados no ano anterior. O ano de 2008 foi, igualmente, um ano de preparação de novos projectos de grande impacto futuro para a região e, consequentemente, para o Porto de Sines, nomeadamente, a construção de um terceiro tanque criogénico com capacidade para cerca de m3 de GNL e a instalação de equipamento suplementar de regaseificação associado no Terminal de GNL por parte da REN Atlântico e a emissão de licenças de uso privativo de parcelas de terreno dominial em nome da ARTENIUS SI- NES PTA, S.A, para a construção, exploração e manutenção de tanques de paraxileno e de ácido acético, e em nome da GRE- ENCYBER, S.A, para a construção, exploração e manutenção de tanques destinados ao armazenamento de óleos vegetais, biodiesel e metanol. No âmbito dos sistemas de informação, o grande enfoque do ano consistiu na consolidação do projecto da JUP Janela Única Portuária. De facto, o ano de 2008 traduziu-se na afirmação definitiva da JUP como o sistema de informação ao serviço da comunidade portuária de Sines, estando ao dispor dos agentes de navegação, despachantes oficiais, operadores de transporte marítimo, terminais, carregadores, recebedores, prestadores de serviços e de todas as autoridades presentes no porto. Comprovando a aposta da APS no domínio das tecnologias e dos sistemas de informação, particularmente na sua aplicação à operacionalidade e segurança do porto, diversos investimentos foram implementados no ano em causa, nomeadamente, os Sistemas de Vigilância Vídeo e Controlo de Acessos, as Infra-estruturas de Alta Disponibilidade do Sistema de Gestão Portuária e o início dos trabalhos do novo Helpdesk/Centro de Suporte da Janela Única Portuária. A concretização da concessão do TGLS marcou significativamente o ano também em termos económico-financeiros. Com efeito, o resultado líquido atingiu 10,7 milhões de euros com um montante de resultados extraordinários de 11,1 milhões de euros na sua maior parte decorrente das mais-valias realizadas com a alienação do património afecto à referida concessão. Os resultados operacionais decresceram relativamente a 2007 como resultado da diminuição global da movimentação portuária, cifrando-se em cerca de 1,6 milhões de euros, e igualmente por efeito da alteração da imputação de amortizações. A concessão do TGLS e o encaixe financeiro resultante da alienação do património, no montante de aproximadamente 51,3 milhões de euros, tiveram igualmente o mérito de assegurar o equilíbrio económico-financeiro da empresa, possibilitando a amortização imediata da quase totalidade do seu passivo ate the traffic volume of liquid and solid bulks, respectively. Despite these, an increase in the number of vessels that climb the Port was recorded and which ascended to against the recorded in the previous year was equally a year for planning new projects of great impact for the future of the area and consequently, for the Port of Sines, namely, the construction of a third cryogenic tank with a capacity of m3 of GNL and the installation of supplementary equipment for regasification together with GNL Terminal by REN Atlântico and the emission of private use concession licences under the name of ARTENIUS SINES PTA, S.A, for the construction, exploitation and maintenance of paraxylene and acetic acid tanks under the name of GREENCYBER, S.A, for the construction, exploitation and maintenance of tanks designed to store vegetable oils, biodiesel and methanol. In the scope of the information systems, the key focus of 2008 consisted on the consolidation of One Port Shop project. Indeed, 2008 is translated in JUP's conclusive assertion as information system serving the Sines port community, being also available to shipping and customs agents, marine transportation operators, terminals, shippers, consignee, service providers and all the port authorities. Confirming APS wager in the technologies and information systems domain, namely its application to port operability and safety, several investments were implemented in the referred year, namely, Video Surveillance Systems and Access Control, High Availability Infrastructures of Port Management Systems and the beginning of works in the new Helpdesk/Support Centre of the One Port Shop. The completion of TGLS concession marked 2008 significantly in economic and financial terms. Actually, the net result reached 10.7 million of euro with an amount of 11.1 million euro as extraordinary results, the majority recurring from the gains with the alienation of assets attributed to the referred concession. Comparatively to 2007, the operational results decreased, as result of global decrease of port handling, amounting around 1.6 million of euro as with changes from imputed depreciation. The TGLS concession and the financial collection, resulting from asset alienation of approximately 51.3 million of euro, had the capacity of guaranteeing the company s economical-financial balance, making possible the immediate depreciation of almost totality of its bank liabilities and the reduction of the biggest part of the debt service which absorbed a significant part of the means produced by the activity. 10

12 bancário e a redução da maior parte do respectivo serviço da dívida que absorvia uma parte muito significativa dos meios gerados pela actividade. Por último, referência à obtenção em Maio de 2008 das certificações relativas ao Sistema de Gestão Ambiental do Porto e ao Sistema de Gestão da Segurança, nos termos, respectivamente, das normas ISO14001:1999 e OHSAS18001:1999, bem como da continuação dos trabalhos relativos à obtenção da certificação do Sistema de Gestão da Segurança da Informação segundo a norma TI/SI ISO27001:2005. Estas certificações somam-se à obtida em 2006, e mantida desde então, relativa ao Sistema da Qualidade segundo o referencial NP EN ISO 9001:2000. Finally, a reference to May 2008, when the certifications concerning Port Environmental Management System and Safety Management Systems were obtained in compliance with ISO14001:1999 and OHSAS18001:1999 regulations, respectively, as well as ongoing works regarding the accomplishment of the Safety Information Management Systems in compliance with TI/SI ISO27001:2005 regulations. These certificates are summed to regulation NP EN ISO 9001:2000 Quality Systems, obtained in 2006 and which is accomplished since then. 11

13

14

15 RELATÓRIO E CONTAS 2008 ANNUAL REPORT 14

16 02. GOVERNO DA SOCIEDADE 2.1. Missão, objectivos e políticas da empresa Nos termos legais, a APS, S.A., tem por objecto a administração do Porto de Sines, visando a sua exploração económica, conservação e desenvolvimento e abrangendo o exercício das competências e prerrogativas de autoridade portuária. Assim, e de acordo com os seus estatutos, a APS, S.A. assegurará o exercício das competências necessárias ao regular funcionamento do porto nos seus múltiplos aspectos de ordem económica, financeira e patrimonial, de gestão de efectivos e de exploração portuária e ainda as actividades que lhe sejam complementares, subsidiárias ou acessórias. A visão e a missão do Porto de Sines encontram-se formuladas da seguinte forma: Missão Assegurar o exercício das competências e atribuições de planeamento, modernização, promoção e regulação do Porto de Sines, visando a racionalização e optimização do aproveitamento dos seus recursos e a eficiência económica e operacional, no respeito pelos requisitos de segurança e ambientais, proporcionando satisfação aos clientes e valor acrescentado no mercado ibérico e europeu. Visão Ser um porto mais eficiente e competitivo que, tirando partido das suas infra-estruturas portuárias e das suas características físicas e geográficas, se consolida como um activo estratégico nacional com relevo no contexto portuário europeu e mundial. Os objectivos definidos para o Porto de Sines são enquadrados pelas Orientações Estratégicas para o Sector Marítimo-Portuário apresentadas pelo MOPTC em Dezembro de O Plano Estratégico da APS foi reformulado por forma a estar em sintonia com aquelas Orientações e a englobar todas as acções nelas definidas para o Porto de Sines. Os objectivos estratégicos definidos para o Porto de Sines são, assim, os seguintes: Objectivo 1 - Consolidação do Modelo de Gestão como LandLord Port; Objectivo 2 - Incremento da movimentação de mercadorias em 102% entre 2005 e 2015; Objectivo 3 - Afirmação do Porto de Sines como motor da actividade económica regional e nacional; Objectivo 4 - Desenvolver a Info-estrutura portuária; Objectivo 5 - Aumentar a segurança marítima e portuária. 02. SOCIETY ADMINISTRATION 2.1. Mission, goals and company policies Under legal terms, APS, S.A., has within its scope the administration of the Port of Sines, viewing its economic operating, conservation and development and covering the exercise of port authority s competencies and prerogatives. Hence, and according its statutes, it will ensure the exercise of the necessary competencies by regulating the port functioning in its multiple aspects of economic, financial and property charge, asset management and port operating, and complementary activities, subsidiary or accessory. The vision and mission of the Port of Sines are set as follows: Mission To ensure the fulfilment of competencies and assignments concerning the planning, modernisation, promotion and regulation of the Port of Sines, aiming to rationalise and optimise its resources profit and economic and operational efficiency, respecting safety and environmental requirements, providing satisfaction to its clients and added value to the Iberian and European market. Vision To be a more efficient and competitive port, taking advantage of its port infra-structures and physical and geographical characteristics, consolidating itself as a relevant national strategic asset in European and worldwide port context. The goals set for the Port of Sines are framed by the Strategic Guidelines for Port and Maritime Sector presented by the Ministry of Public Works, Transportation and Communications in December The strategic plan of APS was reformulated in order to be adjusted to these guidelines and include in it all actions defined for the Port of Sines. Strategic goals defined for the Port of Sines are, therefore, as follows: Goal 1 - Consolidation of the management model as Landlord Port; Goal 2 - Increase in cargo handling by 102% between 2005 and 2015; Goal 3 - Assertion of the Port of Sines as economic driver at regional and national levels; Goal 4 - Development of port infrastructure; Goal 5 - Increase in maritime and port safety. 15

17 RELATÓRIO E CONTAS 2008 ANNUAL REPORT A implementação das acções tendentes à concretização destes objectivos traduz-se no Programa Neptuno (reformulado), constituído por um conjunto de 17 linhas de acção que se enquadram nos objectivos enumerados e que eram constituídas no final de 2007 por um total de 43 projectos. A análise sobre o grau de cumprimento destes objectivos é efectuada no ponto 3 deste relatório Regulamentos internos e externos a que a empresa está sujeita Enquadramento Legal a) Estatuto jurídico A APS, S.A., é uma sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, que se rege pelo Decreto-Lei nº 337/98, de 3 de Novembro, que aprovou o respectivo pacto social inicial, e por este pacto, cuja versão em vigor se encontra publicada na página da Internet, tendo resultado da transformação, em 1998, de instituto público que, por sua vez, resultou da autonomização do departamento portuário do Gabinete da Área de Sines, organismo criado em 1971, com o objectivo de promover o desenvolvimento urbano-industrial da respectiva zona. Para além da legislação aplicável às sociedades comerciais em geral, a APS, por ter natureza de empresa pública, está também sujeita à legislação específica aplicável ao Sector Empresarial do Estado, designadamente, o Decreto-Lei nº 558/99, de 17 de Dezembro, que estabelece o regime jurídico deste sector. b) Enquadramento em matéria de pessoal O Estatuto do Pessoal das Administrações Portuárias, publicado em anexo ao Decreto-Lei nº 421/99, de 21 de Outubro (EPAP), redefiniu o regime jurídico do pessoal que transitou das anteriores administrações e juntas autónomas, e dos trabalhadores provenientes do ex-instituto Nacional de Pilotagem dos Portos (INPP). Manteve-se todavia do anterior estatuto o essencial da regulamentação relativa ao regime de trabalho, consagrando-se um normativo de transição para a adopção plena do regime do contrato individual de trabalho, sem prejuízo da situação jurídico-profissional de origem, designadamente, quanto à natureza do vínculo e ao regime de aposentação. Assim, ao pessoal das administrações portuárias, é aplicável o EPAP e correspondente regulamentação constante da Portaria nº 1098/99, de 21 de Dezembro, tendo como pano de fundo a legislação do contrato individual de trabalho, ressalvada, no caso dos trabalhadores que transitaram do instituto público, a remissão directa em alguns domínios específicos para o regime dos agentes e funcionários de Estado. Implementing actions to execute these goals is translated in the NEPTUNO Program (reformulated), constituted by a set of 17 lines of action framed in the listed goals, which made up, by the end of 2007, a total of 43 projects. The analysis over the level of fulfilment of these goals is made in the item 3 of this report Internal and external regulations to which the company is subjected Legal frame a) Status Decree-law nº 337/98, of November 3rd, which determined the APS, S.A. forming from public institution to public limited company ruled by the respective constitution whose version in force is published online, resulting in 1998 from the transformation of public institution and consequently, the autonomization of Sines Office Area department port, organization created in 1971, aiming to promote urban and industrial development of the concerning area. In addition to legislation applicable to commercial companies in general, considering APS as a public authority, it is subject to legislation applicable to State's Entrepreneurial Sector, namely, Decree Law nº558/99 of December 17th, which lays down the law and jurisdiction of this sector. b) Personnel Framework The Statute of Port Administration Personnel, published annex to Decree-Law nº 421/99, of October 21st (EPAP), has redefined the juridical regime of personnel moved from the previous administrations and autonomous committees, and workers proceeding from the ex- Port Pilotage National Institute (INPP). However, from the previous statute the essential of the regulation concerning work policy was kept, with the consecration of a transition normative for a full adoption of the individual employment contract system, with no prejudice for the original juridical-professional situation, namely, concerning the nature of the bond and retirement policy. Therefore, to the personnel of port administration, is applicable the EPAP and corresponding regulation present in the Ordinance nº 1098/99 of December 21st, having for basis the individual employment contract legislation, safeguarding, in the case of workers with a public service working relationship, a direct subsidence in some specific areas for the Public servants and agents system. 16

18 No caso particular do pessoal técnico de pilotagem, oriundo do ex-inpp, foi publicada a Portaria nº 633/99, de 11 de Agosto, relativa ao desenvolvimento da respectiva carreira e a remunerações, determinando-se no seu preâmbulo, que é ainda aplicável, com as necessárias adaptações, o regime jurídico constante do Decreto-Lei nº 361/78, de 27 de Novembro. c) Outros normativos externos No âmbito da actividade exercida destaca-se ainda: O Regulamento do Sistema Tarifário dos Portos do Continente, anexo ao Decreto-Lei nº 273/2000, de 9 de Novembro, que é aplicável na área de jurisdição das autoridades portuárias e regula o fornecimento de bens e a prestação dos serviços nele previstos, fixando as correspondentes taxas; O Decreto-Lei nº 48/2000, de 2 de Março, que aprova o Regulamento Geral do Serviço de Pilotagem; A regulamentação em matéria de segurança portuária e ambiental, designadamente: O Decreto-Lei nº 46/2000, que atribui às autoridades portuárias a competência em matéria de segurança nas suas áreas de jurisdição; O Decreto-Lei nº 284/2003, que transpôs para a ordem jurídica nacional a Directiva nº 2001/106/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 19 de Dezembro, relativa à aplicação aos navios que escalem os portos da Comunidade ou naveguem em áreas sob a jurisdição dos Estados membros das normas internacionais respeitantes à segurança de navegação, à prevenção de poluição e às condições de vida e do trabalho a bordo dos navios, e a Directiva nº 2002/84/ CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 5 de Novembro, que altera a primeira no domínio da segurança marítima e de prevenção de poluição por navios. O Decreto-Lei nº 226/2006, de 15 de Novembro, que veio estabelecer as modalidades de cooperação entre entidades com competências no âmbito da segurança e protecção dos navios e das instalações portuárias, bem como enquadrar no ordenamento jurídico nacional disposições comunitárias sobre a matéria, tendo em vista a adopção, execução e cumprimento integrais do Código Internacional para a Protecção dos Navios e das Instalações Portuárias (Código ISPS). Regulamentos comunitários e da Organização Marítima Internacional (IMO) sobre segurança e protecção portuária e da navegação; Regime da operação portuária Dec.-Lei nº 298/93, de 28 de Agosto; In the particular case of technical Pilotage personnel, originating from the ex-inpp, was published Ordinance nº 633/99, of August 11th, concerning the development of their respective career and wages, determining in its preface, that the juridical system present in Decree-Law nº 361/78 of November 27th is still applicable with the necessary adjustments. c) Other external normative In the scope of the exerted activity the following can be enhanced: Regulation on Continental Ports Fare System, annex to Decree-Law nº 273/2000 of November 9th, is applicable within the jurisdiction area of port authorities and regulates the supply of goods and services rendered, to be complied with by means of the correspondent tax payments; Decree-Law nº 48/2000 of March 2nd, approving the General Regulation for Pilotage Service; The regulation in matters of port and environment safety, namely: Decree-Law nº 46/2000, giving to port authorities the authority in matters of safety within its jurisdiction areas; Decree-Law nº 284/2003, which transposed to the national juridical order the Directive nº 2001/106/CE from the European Parliament and Council, of December 19th, concerning the implementation to vessels with ports of call within Community ports, or sailing in areas under the jurisdiction of Member States, of international regulations regarding navigation safety, pollution prevention, and living and working conditions on board of those vessels, as well as the Directive nº 2002/84/CE from the European Parliament and Council, of November 5th, changing the first within the scope of maritime security and prevention of ship pollution. Decree-Law nº 226/2006 of November 15th, which established cooperation methods between entities with jurisdiction over vessels and port facilities security and protection, and framed within the national juridical order Community provisions concerning the matter, in view of adopting, executing and fulfilling integrally the International Code for International Ship and Port Facilities Protection (ISPS Code). Community and International Maritime Organisation (IMO) regulations about port and navigation security and protection; Port operation system Decree-Law nº 298/93, of August 28th; 17

19 RELATÓRIO E CONTAS 2008 ANNUAL REPORT Estatuto do agente de navegação Dec.-Lei nº 76/89, de 3 de Março, alterado pelo DL 148/91, de 12 de Abril; contas Regime das concessões portuárias de serviço público DL 324/94, de 30 de Dezembro. d) Normativos Internos Regulamentos de exploração e de segurança do porto, aprovados pelo CA da APS Informação sobre as transacções relevantes com entidades relacionadas Nada a assinalar 2.4. Informação sobre outras transacções Procedimentos adoptados em matéria de aquisição de bens e serviços A APS dispõe de um procedimento de Compras, aprovado no âmbito do seu Plano de Qualidade. Este procedimento foi elaborado para cumprimento da seguinte legislação: Directiva 2004/17/CE, aplicável directamente por ter sido ultrapassado o prazo limite de transposição; Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Dec.-Lei nº 18/2008, de 29 de Janeiro. As adjudicações são publicadas no portal dos contratos públicos, nos termos do Código dos Contratos Públicos Universo das transacções que não tenham ocorrido em condições de mercado Nada a registar Lista de fornecedores que representem mais de 5% dos fornecimentos e serviços externos (no caso de esta percentagem ultrapassar 1M ) Setrova, Construção e Manutenção Industrial, Lda - NIF - PT ,62 ; EDP, Serviço Universal, SA - NIF PT , Modelo de governo: identificação dos membros dos órgãos sociais e estrutura de gestão Conforme Acta nº 25 de da Assembleia Geral, os órgãos sociais para o triénio 2008/2010 são os seguintes: Shipping agent statute Decree-Law nº 76/89, of March 3rd, altered by DL 148/91, of April 12th ; Regimen of port concession of public service, DL 324/94, of December 30th. d) Internal Normative Operating and port safety regulations, approved by APS Board of Directors Information about relevant transactions with related entities Nothing to consider 2.4. Information concerning other transactions Operating procedures adopted in matters of assets and services acquisition APS has a Purchase procedure, approved within the context of its Quality Plan. This procedure was elaborated to fulfil the following legislation: Directive 2004/17/CE, directly applicable for the transition period was surpassed; Code of Public Contract, approved by Decree-law nº 18/2008, of January 29th. The decrees are available in the portal of Public Contracts in terms of the Code of Public Contracts Universe of transactions that have not occurred within the market conditions Nothing to consider List of suppliers representing more than 5% of external supply and services (in the case of such percentage surpassing 1M ) Setrova, Construção e Manutenção Industrial, Lda - TIN - PT ,62 ; EDP, Serviço Universal, SA - TIN PT , Administration model: identification of the corporate bodies members and management structure According to the General Meeting Minutes nº 25 of , the corporate bodies from 2008 to 2010 are as follows: 18

20 Mesa da Assembleia Geral: Presidente da Mesa: Dr. António Maldonado Gonelha Secretária: Dra. Sara Alexandra R. Pereira Simões Duarte Ambrósio Conselho de Administração e respectivos pelouros: Todos o membros do C.A. são executivos. Presidente: Dra. Maria Lídia Ferreira Sequeira (Direcção de Sistemas Planeamento e Comunicação; Direcção de Concessões e Áreas Dominiais) Vogal: Dr. Duarte Manuel Lynce de Faria (Gabinete Jurídico; Gabinete de Segurança e Ambiente; Direcção de Operações Marítimo-Portuárias; Pilotagem; Direcção de Recursos Humanos) Vogal: Dr. João Paulo Farinha Franco (Gabinete da Qualidade; Direcção de Infraestruturas e Ordenamento; Direcção Financeira e Económica) Dando cumprimento ao disposto na alínea i) do art. 13º A do Dec.-Lei nº. 558/99 de 17 de Dezembro, com a nova redacção dada pelo Dec.-Lei nº. 300/2007 de 23 de Agosto, informa-se que o Conselho de Administração, para deliberar sobre as matérias mais relevantes da actividade da empresa, efectuou 50 reuniões em Conselho Fiscal: Presidente: Dra. Ana Paula Azurara Vogal: Dra. Maria Teresa Morais Vogal: Dr. Dino Santos Suplente: Dra. Ana Teresa Peralta Reyes Revisor Oficial de Contas: PRICEWATERHOUSECOOPERS & Associados - Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, Lda., representada pelo Dr. Jorge Manuel Santos Costa, e como suplente o Dr. José Manuel Henriques Bernardo Estrutura de Gestão: Direcção de Infraestruturas e Ordenamento (DIO) - Eng. Idalino José Direcção Financeira e Económica (DFE) - Dr. José Afonso Martins Direcção de Recursos Humanos (DRH) - Dra. Helena Silva Direcção de Operações Marítimo-Portuárias (DMP) - Cte. Carlos Oliveira Direcção de Concessões e Áreas Dominiais (DCA) - Eng. Eduardo Bandeira ( a ) e Dra. Fernanda Albino (a partir de ) Direcção de Sistemas Planeamento e Comunicação (DSC) - Eng. José Simão Gabinete Jurídico (GJR) - Dr. Manuel Piteira Gabinete da Qualidade (GQL) - Eng. Bulhão Pato Gabinete de Segurança e Ambiente (GSA) - Cte. Brazuna Fontes Pilotagem (PLT) - Cte. João Carvalho General Meeting: Chairman of the Board: Dr. António Maldonado Gonelha Secretary: Dra. Sara Alexandra R. Pereira Simões Duarte Ambrósio Board of Directors and respective Departments: All the members of the do B.D. are executive. Chairman: Dra. Maria Lídia Ferreira Sequeira (Assistant Director to the Board, IT and Communication Director) Member: Dr. Duarte Manuel Lynce de Faria (Legal Department, Safety, Security and Environment Department; Port and Maritime Operations Director; Pilotage; Concessions and State Property Areas Director; Human Resources Director) Member: Dr. João Paulo Farinha Franco (Quality Department; Infrastructures and Land Sort Director; Finance and Economics Director) To comply with provisions on paragraph i) of art. 13º A of Decree-Law nº. 558/99, of December 17th, amended by Decree.- Law nº. 300/2007 of August 23rd, it is stated that the Board of Directors, carried out 50 meetings to ponder about the company activity most relevant materials. Fiscal Council: Chairman: Dra. Ana Paula Azurara Member: Dra. Maria Teresa Morais Member: Dr. Dino Santos Alternate: Dra. Ana Teresa Peralta Reyes Certified Public Accountant: PRICEWATERHOUSECOOPERS & Associados - Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, Lda., represented by Dr. Jorge Manuel Santos Costa,and as alternate auditor Dr. José Manuel Henriques Bernardo Managing Structure: Infrastructures and Land Sort Director (DIO) - Eng. Idalino José Financial and Economics Director (DFE) - Dr. José Afonso Martins Human Resources Director (DRH) - Dra. Helena Silva Port and Maritime Operations Director (DMP) - Capt. Carlos Oliveira Concessions and State Property Areas Director (DCA) - Eng. Eduardo Bandeira ( to ) and Dra. Fernanda Albino (since ) It and Communication Director (DSC) - Eng. José Simão Legal Department (GJR) - Dr. Manuel Piteira Quality Department (GQL) - Eng. Bulhão Pato Safety, Security and Environment Department (GSA) - Capt. Brazuna Fontes Pilotage (PLT) - Capt. João Carvalho 19

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico da Guarda R E L AT Ó R I O D E AT I V I D A D E P R O F I S S I O N A L N A J. V A R G A S - G A B I N E T E T É C N I C O D E G E S T Ã O E

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações Raquel Silva 02 Outubro 2014 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 PUBLICAÇÃO DIS: - Draft International Standard

Leia mais

Identificação da empresa

Identificação da empresa Identificação da empresa APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A. Missão O Decreto-Lei nº 44/2014, de 20 de Março, procede à alteração da denominação da APS- Administração do Porto de

Leia mais

Princípios de Bom Governo Regulamentos internos e externos a que a empresa está sujeita

Princípios de Bom Governo Regulamentos internos e externos a que a empresa está sujeita Princípios de Bom Governo Regulamentos internos e externos a que a empresa está sujeita a) Estatuto jurídico A APS é uma sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, que se rege pelos seus Estatutos,

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

ELEnA European Local ENergy Assistance

ELEnA European Local ENergy Assistance ECO.AP Programa de Eficiência Energética na Administração Pública ELEnA European Local ENergy Assistance Lisboa, 6/03/2015 Desafios 1 Conhecimento: a) Edifícios/equipamentos; b) Capacidade técnica; c)

Leia mais

RINAVE EMBARCAÇÕES DE RECREIO CERTIFICADAS NO ÂMBITO DA DIR 94/25/CE CERTIFIED RECREATIONAL CRAFT IN THE SCOPE OF DIR 94/24/EC

RINAVE EMBARCAÇÕES DE RECREIO CERTIFICADAS NO ÂMBITO DA DIR 94/25/CE CERTIFIED RECREATIONAL CRAFT IN THE SCOPE OF DIR 94/24/EC RINAVE EMBARCAÇÕES DE RECREIO CERTIFICADAS NO ÂMBITO DA DIR 94/25/CE CERTIFIED RECREATIONAL CRAFT IN THE SCOPE OF DIR 94/24/EC OUTUBRO OCTOBER 2001 RINAVE Registro Internacional Naval, SA Estrada do Paço

Leia mais

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking Agradecimentos A dissertação do Mestrado que adiante se apresenta resulta na concretização de um projecto que me parecia difícil mas não impossível de alcançar. Foram meses seguidos de trabalho de investigação,

Leia mais

CARTA DE RECOMENDAÇÃO E PRINCÍPIOS DO FORUM EMPRESARIAL RIO+20 PARA A UNCSD-2012

CARTA DE RECOMENDAÇÃO E PRINCÍPIOS DO FORUM EMPRESARIAL RIO+20 PARA A UNCSD-2012 CARTA DE RECOMENDAÇÃO E PRINCÍPIOS DO FORUM EMPRESARIAL RIO+20 PARA A UNCSD-2012 (CHARTER OF RECOMMENDATION AND PRINCIPLES OF FORUM EMPRESARIAL RIO+20 TO UNCSD-2012) Nós, membros participantes do FÓRUM

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

CERTIFICADO DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA

CERTIFICADO DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA Certificado Nº ANEXO CERTIFICADO DE GERENCIAMENTO DA SEGURANÇA Expedido de acordo com as disposições da Convenção Internacional para Salvaguarda da Vida Humana no Mar, 1974, como emendada, (daqui em diante

Leia mais

Legislar melhor : os Estados -membros devem empenhar-se em aplicar efectivamente o direito comunitário

Legislar melhor : os Estados -membros devem empenhar-se em aplicar efectivamente o direito comunitário IP/97/133 Bruxelas, 26 de Novembro de 1997 Legislar melhor : os Estados -membros devem empenhar-se em aplicar efectivamente o direito comunitário A Comissão Europeia adoptou o seu relatório anual sobre

Leia mais

Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental

Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental Estratégias adoptadas As estratégias adoptadas e o desempenho da APFF nos três domínios da sustentabilidade encontram-se

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR Concurso com Previa Qualificação Convite para a Manifestação de Interesse

Leia mais

APS - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE SINES, S.A.

APS - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE SINES, S.A. APS - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE SINES, S.A. RELATÓRIO E CONTAS 2007 ANNUAL REPORT 06 01. APRESENTAÇÃO DO PORTO O Porto de Sines é um porto de águas profundas, líder nacional na quantidade de mercadorias

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

(Translation from the Portuguese original)

(Translation from the Portuguese original) (Translation from the Portuguese original) Appendix to the Proposal to Item 1 of the agenda of the Shareholders Annual General Meeting, to be held on April, 4 th, 2014 P 1 de 6 António Agostinho Cardoso

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

Consultoria em Direito do Trabalho

Consultoria em Direito do Trabalho Consultoria em Direito do Trabalho A Consultoria em Direito do Trabalho desenvolvida pelo Escritório Vernalha Guimarães & Pereira Advogados compreende dois serviços distintos: consultoria preventiva (o

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

ESTATUTOS DA APL - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA, S. A.

ESTATUTOS DA APL - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA, S. A. ESTATUTOS DA APL - ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE LISBOA, S. A. CAPÍTULO I Denominação, duração, sede e objecto Artigo 1.º Denominação e duração 1 - A sociedade adopta a forma de sociedade anónima de capitais

Leia mais

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica TICE.PT PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços

Leia mais

DOCUMENTOS DE PREVENÇÃO DE RISCOS PROFISSIONAIS NA CONSTRUÇÃO NA TRANSPOSIÇÃO DAS DIRETIVAS COMUNITÁRIAS PARA PORTUGAL

DOCUMENTOS DE PREVENÇÃO DE RISCOS PROFISSIONAIS NA CONSTRUÇÃO NA TRANSPOSIÇÃO DAS DIRETIVAS COMUNITÁRIAS PARA PORTUGAL DOCUMENTOS DE PREVENÇÃO DE RISCOS PROFISSIONAIS NA CONSTRUÇÃO NA TRANSPOSIÇÃO DAS DIRETIVAS COMUNITÁRIAS PARA PORTUGAL Susana Sousa 1 José M. Cardoso Teixeira 2 RESUMO A Diretiva Comunitária nº 92/57/CEE

Leia mais

Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal

Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal Norma Regulamentar n.º 12/2010-R, de 22 de Julho Instituto de Seguros de Portugal O Instituto de Seguros de Portugal aprovou hoje a Norma Regulamentar n.º 12/2010 R, relativa à utilização de fundos de

Leia mais

Governação Novo Código e Exigências da Função Auditoria

Governação Novo Código e Exigências da Função Auditoria Novo Código e Exigências da Função Auditoria Fórum de Auditoria Interna - IPAI 19 de Junho de 2014 Direito societário e auditoria interna fontes legais 1. CSC artigo 420,º, n.º 1, i) - fiscalizar a eficácia

Leia mais

Universidade do Porto

Universidade do Porto O Estado da Arte em Projectos de Investimento - A Importância da Análise Não Financeira Na Prática das Empresas Portuguesas Nuno Filipe Lopes Moutinho Tese de Mestrado em Ciências Empresariais Área de

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Maria Segurado Fátima, 25 de Fevereiro de 2008

Maria Segurado Fátima, 25 de Fevereiro de 2008 Alterações da norma OHSAS 18001:2007 Ricardo Teixeira Gestor de Cliente Coordenador Revisão da norma Objectivos da revisão danorma: Esclarecimento da 1.ª edição; Alinhamento com a ISO 14001; Melhoria da

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Banco Santander Totta, S.A.

Banco Santander Totta, S.A. NINTH SUPPLEMENT (dated 26 October 2011) to the BASE PROSPECTUS (dated 4 April 2008) Banco Santander Totta, S.A. (incorporated with limited liability in Portugal) 5,000,000,000 (increased to 12,500,000,000)

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE IV EXPOEPI International Perspectives on Air Quality: Risk Management Principles for Oficina de Trabalho: Os Desafios e Perspectivas da Vigilância Ambiental

Leia mais

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores Departamento de Alterações Climáticas, Ar e Ruído (DACAR) Divisão de Poluição Atmosférica e Alterações Climáticas

Leia mais

Comparação das normas ISO 9001 e ISO 20000

Comparação das normas ISO 9001 e ISO 20000 Comparação das normas ISO 9001 e ISO 20000 1 Whoi am RESUME OF THE PRESENTER Coordenador de processos de Certificação na APCER Auditor ISO 9001 / ISO 27001 / ISO 20000 / SA 8000 Assessor Qweb e IQNET 9004

Leia mais

ANNUAL REPORT 2011-12-13

ANNUAL REPORT 2011-12-13 ANNUAL REPORT 2011-12-13 Member organizationʼs name: Beraca Sabará Quimicos e Ingredientes - Divisão HPC Main address: Rua Emilia Marengo, 682 segundo andar Jardim Analia Franco, São Paulo SP Brasil CEP

Leia mais

CUMPRIMENTO DOS PRINCIPIOS DE BOM GOVERNO DAS EMPRESAS DO SEE

CUMPRIMENTO DOS PRINCIPIOS DE BOM GOVERNO DAS EMPRESAS DO SEE CUMPRIMENTO DOS PRINCIPIOS DE BOM GOVERNO DAS EMPRESAS DO SEE Princípios do Bom Governo das Cumprir a missão e os objetivos que lhes tenham sido determinados, de forma económica, financeira, social e ambientalmente

Leia mais

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica Normalização e interoperabilidade da informação geográfica perspetivas para a formação em Engenharia Geográfica João Catalão Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia Faculdade de Ciências

Leia mais

Igualdade entre homens e mulheres: o caminho percorrido

Igualdade entre homens e mulheres: o caminho percorrido Maria Regina Tavares da Silva Presidente da Comissão da Condição Feminina/Comissão para a Igualdade de Direitos das Mulheres (1986-1992) Igualdade entre homens e mulheres: o caminho percorrido 215 Partindo

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

Relatório de Acção Action Report

Relatório de Acção Action Report Relatório de Acção Action Report CasA+ Building Codes 17 Novembro Expo Energia 09 16 de Dezembro de 2009 Data: 17 Novembro Título: Casas dos anos 70 e 90 revelam mais ineficiência energética Meio: Rádio

Leia mais

THE BRAZILIAN PUBLIC MINISTRY AND THE DEFENSE OF THE AMAZONIAN ENVIRONMENT

THE BRAZILIAN PUBLIC MINISTRY AND THE DEFENSE OF THE AMAZONIAN ENVIRONMENT THE BRAZILIAN PUBLIC MINISTRY AND THE DEFENSE OF THE AMAZONIAN ENVIRONMENT Raimundo Moraes III Congresso da IUCN Bangkok, November 17-25 2004 ENVIRONMENTAL PROTECTION IN BRAZIL The Constitution states

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

Princípios de Bom Governo

Princípios de Bom Governo Princípios de Bom Governo Regulamentos internos e externos a que a empresa está sujeita Sendo a STCP uma sociedade anónima, rege-se pelo previsto nos seus estatutos, aprovados pelo Decreto-Lei 202/94,

Leia mais

Secretaria de Inform. e Documentação SECRETARIA DE INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO: ASPECTOS ORGANIZACIONAIS ANO DE CRIAÇÃO: 1972 HORÁRIO DE ATENDIMENTO:

Secretaria de Inform. e Documentação SECRETARIA DE INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO: ASPECTOS ORGANIZACIONAIS ANO DE CRIAÇÃO: 1972 HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Secretaria de Inform. e Documentação SECRETARIA DE INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO: ASPECTOS ORGANIZACIONAIS ANO DE CRIAÇÃO: 1972 HORÁRIO DE ATENDIMENTO: O Gabinete da Secretaria de Informação e Documentação

Leia mais

COMPONENTES DO SMS RISCOS PERIGOS MITIGAÇÕES

COMPONENTES DO SMS RISCOS PERIGOS MITIGAÇÕES GABINETE DE SEGURANÇA DO AEROPORTO DE LISBOA - 2014 1 COMPONENTES DO SMS RISCOS PERIGOS MITIGAÇÕES COMPONENTES DO SMS SMS COMPONENTES DO SMS CORRIGIR... CORRIGIR... CORRIGIR... CORRIGIR... SUMÁRIO Introdução

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Ficha da Unidade Curricular CURSO Mestrado em U.C. SISTEMAS INTEGRADOS DE Gestão Integrada da Qualidade,Ambiente e Segurança GESTÃO Horas presenciais

Leia mais

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia-geral. Não Aplicável. Conselho de Administração

Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato. Mesa da Assembleia-geral. Não Aplicável. Conselho de Administração Modelo de Governo Cargo Órgãos Sociais Eleição Mandato Presidente Vice-Presidente Secretário Mesa da Assembleia-geral Não Aplicável Presidente Conselho de Administração Izabel Maria Nunes Rodrigues Daniel

Leia mais

Maria Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades

Maria Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades Agenda 15h00 15h15 15h45 Boas vindas e enquadramento espap A Governação de Projetos no Setor Público Melhor Estado, Maior valor entregue à sociedade Nuno Ponces de Carvalho, Perito Internacional na área

Leia mais

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office DPI Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office Apresentação/Presentation Criado em 1 de março de 2011, o Núcleo de

Leia mais

Gestão de Serviços. Mário Lavado itsmf Portugal. Guimarães 18 de Novembro 2010. itsmf Portugal 1

Gestão de Serviços. Mário Lavado itsmf Portugal. Guimarães 18 de Novembro 2010. itsmf Portugal 1 Gestão de Serviços Mário Lavado itsmf Portugal Guimarães 18 de Novembro 2010 itsmf Portugal 1 Agenda 1. O que é o itsmf? 2. A Gestão de Serviços e o ITIL 3. A ISO 20000 4. A certificação ISO 20000 itsmf

Leia mais

Technical Information

Technical Information Subject Ballast Water Management Plan To whom it may concern Technical Information No. TEC-0648 Date 14 February 2006 In relation to ballast water management plans, we would advise you that according to

Leia mais

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES RECURSOS HUMANOS HUMAN RESOURCES . RECURSOS HUMANOS RECRUTAMENTO E SELECÇÃO. HUMAN RESOURCES RECRUITMENT AND SELECTION O recrutamento e a situação contratual, no ano em análise, e face ao anterior, caracterizaram-se

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

22/11/2012. Principais características / Acessos. Índice. Os SIG aplicados à Gestão Portuária. Porto de Sines Porta Atlântica da Europa

22/11/2012. Principais características / Acessos. Índice. Os SIG aplicados à Gestão Portuária. Porto de Sines Porta Atlântica da Europa 22/11/2012 Índice Enquadramento do Porto de Sines SIG Histórico Porto de Sines Principais Características Os SIG aplicados à Gestão Portuária Projeto SIIG SIIG - Sistema de Identificação e Informação Geográfica

Leia mais

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS Ana Helena da Silva, MCI12017 Cristiana Coelho, MCI12013 2 SUMMARY 1. Introduction 2. The importance of IT in Organizations 3. Principles of Security 4. Information

Leia mais

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Os principais modelos Modelo europeu tradicional: diferenciação no secundário entre vertentes acadêmicas e técnico-profissionais

Leia mais

Logistics Investment Program. Ports

Logistics Investment Program. Ports Logistics Investment Program Ports Purposes Promote the competitiveness and development of Brazilian economy End of entry walls Expansion of private investment Modernization of infrastructure and port

Leia mais

EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO E O SEU IMPACTO NA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA EXECUÇÃO 2013

EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO E O SEU IMPACTO NA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA EXECUÇÃO 2013 1 2 3 EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO E O SEU IMPACTO NA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA EXECUÇÃO 2013 4 5 EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO O COMÉRCIO INDUZ A OPERAÇÃO DE TRANSPORTE Cabe ao Transporte Marítimo

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

RECUPERAR RECICLAR RECOVER RECYCLE. Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Papel e Cartão

RECUPERAR RECICLAR RECOVER RECYCLE. Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Papel e Cartão CONTACTOS CONTACTS RECUPERAR RECICLAR Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Papel e Cartão RECOVER RECYCLE Av. Defensores de Chaves, nº23, 5º Dto 1000-110 Lisboa Portugal Telf: +351 217 998

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Enterprise Europe - Portugal

Enterprise Europe - Portugal Enterprise Europe - Portugal Oportunidades de Cooperação Internacional Agência de Inovação Bibiana Dantas Lisboa, 5-Jun-2012 Enterprise Europe Portugal Jun 2012 2 A União Europeia é um mercado de oportunidades!

Leia mais

Índice Descrição Valor

Índice Descrição Valor 504448064 Índice Descrição Valor 1 Missão, Objectivos e Princípios Gerais de Actuação 11 Cumprir a missão e os objectivos que lhes tenham sido determinados de forma económica, financeira, social e ambientalmente

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

SIIG Sistema de Identificação e Informação Geográfica

SIIG Sistema de Identificação e Informação Geográfica Especializações em Transportes e Vias de Comunicação e Sistemas de Informação Geográfica Transportes / SIG / INSPIRE Painel Lisboa 6 novembro 2012 SIIG Sistema de Identificação e Informação Geográfica

Leia mais

The Brazil United States Consumer Product Safety Conference Brazil United States Joint Press Statement June 10, 2011 Rio de Janeiro, Brazil Common Interests Ensuring a high level of consumer product safety

Leia mais

Assembleia Geral de Accionistas de 30 de Março de 2012

Assembleia Geral de Accionistas de 30 de Março de 2012 Assembleia Geral de Accionistas de 30 de Março de 2012 Assembleia Geral de Accionistas da Sonae Capital, SGPS, S.A., reuniu no dia 30 de Março de 2012, pelas 11:00, no Lugar do Espido, Via Norte, na Maia,

Leia mais

Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais

Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais 1 Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais Susana Lucas susana.lucas@estbarreiro.ips.pt Instituto

Leia mais

O Compromisso Crescimento Verde e a Sustentabilidade na Secil

O Compromisso Crescimento Verde e a Sustentabilidade na Secil O Compromisso Crescimento e a Sustentabilidade na Secil GONÇALO SALAZAR LEITE CEO GRACE - Encontro Temático Crescimento 1 Ponto de Partida O cimento é um bem essencial ao conforto, segurança e património

Leia mais

Logistics Investment Program. Ports

Logistics Investment Program. Ports Logistics Investment Program Ports Purposes Promote the competitiveness and development of Brazilian economy End of entry walls Expansion of private investment Modernization of infrastructure and port

Leia mais

Graduated in Law in 1989 in Coimbra University Law School. Statutory term of probation in the Portuguese Bar Association

Graduated in Law in 1989 in Coimbra University Law School. Statutory term of probation in the Portuguese Bar Association IVONE ROCHA - Senior partner - Coordinator of the Environmental Law and Energy Department - Born October 22 nd 1966 Graduated in Law in 1989 in Coimbra University Law School Statutory term of probation

Leia mais

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Universidade de Lisboa Faculdade de Medicina de Lisboa MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Catarina Isabel Fonseca Paulos Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses 2005 Esta dissertação

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013 Carlos Souza & Cristina Silva Population: 10,6 million. According to INE (National Institute of Statistics) it is estimated that more than 2 million

Leia mais

O novo ciclo 2014-2020 Inovação e fundos estruturais no sector da água

O novo ciclo 2014-2020 Inovação e fundos estruturais no sector da água O novo ciclo 2014-2020 Inovação e fundos estruturais no sector da água Porto, 9 de Fevereiro 2012 Paulo Areosa Feio Coordenador Calendário 5 th Report on Economic, Social and Territorial Cohesion & public

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos

Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos 15 de Novembro de 2011 Tax Alert Conceito de tributação efectiva de lucros distribuídos For additional information, please contact: António Neves antonio.neves@pt.ey.com Carlos Lobo carlos.lobo@pt.ey.com

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 WORK PLAN FOR IMPLEMENTATION OF THE UNITED STATES PATENT AND

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CURSO DE MESTRADO EM DIREITO. Maísa Medeiros Pacheco de Andrade

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CURSO DE MESTRADO EM DIREITO. Maísa Medeiros Pacheco de Andrade UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CURSO DE MESTRADO EM DIREITO Maísa Medeiros Pacheco de Andrade O DIREITO SOCIAL FUNDAMENTAL DE ACESSO À ENERGIA ELÉTRICA

Leia mais

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt

JOSE GABRIEL REGO. Resumo. Especializações. Experiência. Assistant Card Manager at Grupo Banco Popular jgrego@netcabo.pt JOSE GABRIEL REGO jgrego@netcabo.pt Resumo My main objective is to develop my career in order to deepen the experience I accumulated over the years based in the development of practical and theoretical

Leia mais

INSTRUÇÕES INSTRUCTIONS

INSTRUÇÕES INSTRUCTIONS INSTRUÇÕES INSTRUCTIONS DOCUMENTAÇÃO A APRESENTAR PELOS CANDIDATOS PARA AVALIAÇÃO Os candidatos devem apresentar para avaliação da candidatura a seguinte documentação: a) Prova da nacionalidade (BI, passaporte.);

Leia mais

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Institute of Systems Engineering and Computers INESC - Coimbra António Manuel Almeida António Gomes Martins O RSECE e a Iluminação - Uma contribuição

Leia mais

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata:

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: Vaga: Estagiário Área Jurídica Área: Legal Department O Departamento Jurídico é uma área dinâmica que possui

Leia mais

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

P O R T U G U E S E I S S U E R S E M I T E N T E S P O R T U G U E S E S

P O R T U G U E S E I S S U E R S E M I T E N T E S P O R T U G U E S E S P O R T U G U E S E I S S U E R S E M I T E N T E S P O R T U G U E S E S 2012 AEM THE PORTUGUESE ISSUERS ASSOCIATION Founded on December 15th, 2010, AEM (The Portuguese Issuers Association) is a non-profit

Leia mais

A Zils, Zona Industrial e Logística de Sines, sob gestão da aicep Global Parques oferece uma localização com clara vocação atlântica.

A Zils, Zona Industrial e Logística de Sines, sob gestão da aicep Global Parques oferece uma localização com clara vocação atlântica. A Zils, Zona Industrial e Logística de Sines, sob gestão da aicep Global Parques oferece uma localização com clara vocação atlântica. Com fácil e rápido acesso a vias de comunicação nacionais e internacionais

Leia mais

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Agenda Agenda Futuro da produção farmacêutica Future of pharmaceutical production Compressão como principal ponto no processo de

Leia mais

ESTATUTOS DA COMPANHIA DAS LEZÍRIAS, S.A.

ESTATUTOS DA COMPANHIA DAS LEZÍRIAS, S.A. ESTATUTOS DA COMPANHIA DAS LEZÍRIAS, S.A. CAPÍTULO I Denominação, sede, duração e objecto Artigo 1.º A sociedade adopta a forma de sociedade anónima e a denominação de Companhia das Lezírias, S.A., abreviadamente

Leia mais

Pacto Social da ATLÂNTICOLINE, S. A. «CAPÍTULO I» Constituição, Sede e Objecto. Artigo 1.º (Natureza e designação)

Pacto Social da ATLÂNTICOLINE, S. A. «CAPÍTULO I» Constituição, Sede e Objecto. Artigo 1.º (Natureza e designação) Pacto Social da ATLÂNTICOLINE, S. A. «CAPÍTULO I» Constituição, Sede e Objecto Artigo 1.º (Natureza e designação) A Sociedade é comercial, encontra-se constituída sob o tipo de sociedade anónima, tem existência

Leia mais

FRANCISCO NORONHA. CURRICULUM VITAE (Summary)

FRANCISCO NORONHA. CURRICULUM VITAE (Summary) FRANCISCO NORONHA CURRICULUM VITAE (Summary) PORTO 2015 Curriculum Vitae (Summary) IDENTIFICATION Name: Francisco Noronha Birthday: 19 th March of 1988 Contact: francisco.noronha@ciimar.up.pt / francisconoronha10@hotmail.com

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA COMISSÃO NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA NOS PORTOS, TERMINAIS E VIAS NAVEGÁVEIS - CONPORTOS

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA COMISSÃO NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA NOS PORTOS, TERMINAIS E VIAS NAVEGÁVEIS - CONPORTOS MINISTÉRIO DA JUSTIÇA COMISSÃO NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA NOS PORTOS, TERMINAIS E VIAS NAVEGÁVEIS - CONPORTOS RESOLUÇÃO Nº 33, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2004. Dispõe sobre a concessão de Declaração de Proteção

Leia mais

A intermodalidade e o transporte marítimo

A intermodalidade e o transporte marítimo Ana Paula Vitorino Secretária de Estado dos Transportes A intermodalidade e o transporte marítimo 27 A dinâmica da política de transportes, global e europeia, e a posição geoestratégica de Portugal justificam

Leia mais