UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS - UNCISAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS - UNCISAL"

Transcrição

1

2 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS - UNCISAL Transformada pela Lei n de 28 de dezembro de 2005 Campus Governador Lamenha Filho Rua Dr. Jorge de Lima, Trapiche da Barra - Maceió/AL - CEP: Telefone: +55 (82) UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS - UNCISAL RELATÓRIO DE GESTÃO PERÍODO: NOVEMBRO 2010 A OUTUBRO 2011 Maceió/AL

3 TEOTONIO BRANDÃO VILELA FILHO GOVERNADOR JOSÉ THOMAZ NONÔ VICE-GOVERNADOR ROZANGELA MARIA DE ALMEIDA FERNANDES WYSZOMIRSKA REITORA ALMIRA ALVES DOS SANTOS VICE-REITORA MARCELO SANTANA COSTA CHEFE DE GABINETE JOSÉ NOBRE PIRES PRÓ-REITOR DE GESTÃO ADMINISTRATIVA MARTHA BARBOSA DUARTE PRÓ-REITORA DE GESTÃO DE PESSOAS MARIA DO CARMO BORGES TEIXEIRA PRÓ-REITORA DE PESQUISA E PÓS GRADUAÇÃO GERALDO MAGELLA TEIXEIRA PRÓ-REITOR DE EXTENSÃO PAULO JOSÉ MEDEIROS DE SOUZA COSTA PRÓ-REITOR DE ENSINO E GRADUAÇÃO ROSEMEIRE RODRIGUES CAVALCANTE PRÓ-REITORA ESTUDANTIL LEYLA AMARAL ARAÚJO NONÔ COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA DO CONSU LUIZ DUERNO BARBOSA DE CARVALHO COORDENADORIA JURÍDICA

4 GABRIELA CECÍLIA FLORES ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO PIERRE JACQUES COCKENPOT PEREIRA OUVIDORIA GERAL RICARDO ALEXANDRE DE LIMA CERIMONIAL TEREZA LÚCIA PADILHA DE MELO COORDENADORIA SETORIAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO, FINANÇAS E CONTABILIDADE THIAGO JOSÉ CAVALCANTE DOS SANTOS CONTROLADORIA INTERNA LUIS AUGUSTO MEDEIROS SANTA CRUZ CONTROLADORIA ACADÊMICA BYRON LOUREIRO LANVERLY DE MELO JUNIOR TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MARIA CRISTINA CÂMARA DE CASTRO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO GRACILIANO RAMOS ALENCAR DO NASCIMENTO COMITÉ DE ÉTICA EM PESQUISA ILKA DO AMARAL SOARES CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FRANCINE SOUZA LOUREIRO CENTRO DE CIÊNCIAS INTEGRADORAS MARIA CRISTINA CÂMARA DE CASTRO CENTRO DE TECNOLOGIA MARIA AUREA CALDAS SOUTO

5 CENTRO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA ADAILTON ISNAL ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE PROFESSORA VALÉRIA HORA AUDENIS LIMA DE AGUIAR PEIXOTO HOSPITAL ESCOLA PORTUGAL RAMALHO LUCIANA MARIA DE MEDEIROS PACHECO HOSPITAL ESCOLA DR. HÉLVIO AUTO TELMO HENRIQUE BARBOSA DE LIMA MATERNIDADE ESCOLA SANTA MÔNICA ZENALDO PORFÍRIO DA SILVA CENTRO DE PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL HENRIQUE DE OLIVEIRA COSTA SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE ÓBITO JANNAYNA CAJUEIRO CLÍNICA DE TERAPIA OCUPACIONAL MARIA JOSÉ DE PAULA GUEDES CLÍNICA DE FISIOTERAPIA DELZA GITAÍ HELOISA HELENA BANDINI CLINICAS DE FONOAUDIOLOGIA MONALISA ALVES BARROS BIBLIOTECA ERALDO ALVES DA SILVA NETO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

6 SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO OBJETIVOS INSTITUCIONAIS BREVE HISTÓRICO ESTRUTURA ORGANIZACIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS I - ÓRGÃO COLEGIADO 1. CONSELHO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA II- REITORIA III - ÓRGÃOS DE ASSESSORAMENTO SUPERIOR DO GABINETE DA REITORIA 1. COORDENADORIA JURÍDICA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO OUVIDORIA CERIMONIAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CONTROLADORIA INTERNA CONTROLADORIA ACADÊMICA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO COORDENADORIA SETORIAL DE FINANÇAS E CONTABILIDADE IV - ÓRGÃOS DE PLANEJAMENTO E GESTÃO ADMINISTRATIVA 1. PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS V - ÓRGÃOS DE APOIO ACADÊMICO 1. PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA ESTUDANTIL VI - UNIDADES ACADÊMICAS 1. CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CENTRO DE CIÊNCIAS INTEGRADORAS

7 3.CENTRO DE TECNOLOGIA VII - UNIDADES ASSISTENCIAIS 1. HOSPITAL ESCOLA PORTUGAL RAMALHO HOSPITAL ESCOLA DR. HELVIO AUTO MATERNIDADE ESCOLA SANTA MÔNICA VIII - UNIDADES DE APOIO ASSISTENCIAL 1. CENTRO DE PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL CLÍNICA DE FONOAUDIOLOGIA CLÍNICA DE FISIOTERAPIA PROFª. DELZA GITAÍ CLÍNICA DE TERAPIA OCUPACIONAL SERVIÇO DE VERIFICAÇÃO DE ÓBITO

8 INTRODUÇÃO A Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas UNCISAL foi criada pela Lei nº 6.660, de 28 de dezembro de 2005, com sede e foro na cidade de Maceió, Estado de Alagoas, no Campus Governador Lamenha Filho, situado à Rua Jorge de Lima, 113, no bairro do Trapiche da Barra. É uma autarquia estadual, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde SESAU, sem fins lucrativos, de regime especial, na forma do Artigo 207 da Constituição Brasileira e do Artigo 4º da Lei Federal nº 5.540, de 28 de novembro de 1968, com autonomia didáticocientífica, administrativa, financeira e disciplinar. Enquanto instituição estadual de educação superior tem como ênfase o campo das ciências da saúde, de caráter interdisciplinar, cuja missão é desenvolver atividades interrelacionadas de ensino, pesquisa, extensão e assistência, produzindo e socializando conhecimento, contribuindo para a formação de profissionais aptos a implementar e gerir ações que promovam o desenvolvimento sustentável, atendendo às demandas do Estado de Alagoas e da sua Região. Objetivos Institucionais Consolidar a UNCISAL como referência de qualidade no ensino, pesquisa, extensão e assistência; Aprofundar a integração da UNCISAL com o Estado, com os municípios com vistas à promoção do desenvolvimento da saúde e da educação do estado e da região; Consolidar os cursos de graduação; Consolidar cursos e programas de pós-graduação; Fortalecer as ações de extensão; Viabilizar as condições estruturais e técnico-administrativas na UNCISAL; Definir e implantar o modelo de gestão democrática e participativa; Melhorar a oferta das ações de atenção à saúde a população; e Implantar políticas estudantis. Breve Histórico A construção da UNCISAL teve início com a criação da Escola de Ciências Médicas de Alagoas ECMAL que surgiu para atender aos excedentes do vestibular do curso de 7

9 Medicina da UFAL, em O Decreto , de 06 de março de 1974 põe a Fundação Governador Lamenha Filho FUNGLAF como mantenedora da ECMAL. Após a extinção da FUNGLAF, surgiu a Fundação Universitária de Ciências da Saúde de Alagoas Governador Lamenha Filho UNCISAL com as Faculdades de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina e Terapia Ocupacional, tendo como órgãos de apoio os Hospitais Escola Dr. José Carneiro, Portugal Ramalho, Dr. Hélvio Auto, Maternidade Escola Santa Mônica e Centro de Desenvolvimento de Recursos Humanos em Saúde de Alagoas. Em 2003 a UNCISAL é reestruturada pela Lei nº e passa a ser composta das Faculdades, Hospitais e Escola Técnica de Saúde Professora Valéria Hora. Em dezembro de 2005, após visita de avaliadores externos e homologação do Parecer pelo Conselho Estadual de Educação de Alagoas, a UNCISAL passa à condição de Universidade, através da Lei nº 6.660, de 28 de dezembro de Estrutura Organizacional A UNCISAL é constituída de Órgãos Colegiados, Reitoria, Órgãos de Assessoramento Superior do Gabinete da Reitoria, Órgãos de Planejamento e Gestão Administrativa, Órgãos de Apoio Acadêmico, Unidades Acadêmicas, Unidades Assistenciais, Unidades de Apoio Assistencial e Unidades de Apoio à Pesquisa. I Órgãos Colegiados: 1. Conselho Superior; II - Comissão Própria de Avaliação III - Comitê de Ética em Pesquisa. IV Reitoria: 1. Reitoria; 2. Vice-Reitoria; 3. Chefia do Gabinete. V Órgãos de Assessoramento Superior do Gabinete da Reitoria: 1. Coordenadoria Jurídica; 2. Assessoria de Comunicação; 3. Ouvidoria Universitária; 4. Cerimonial; 5. Tecnologia da Informação; 8

10 6. Controladoria Interna; 7. Controladoria Acadêmica; 8. Comissão Própria de Licitação; 9. Coordenadoria Setorial de Finanças e Contabilidade; 9.1 Serviço de Controle Patrimonial; 9.2 Serviço de Arquivo Financeiro; 9.3 Serviço de Programação Financeira; 9.4 Gerência de Desenvolvimento Institucional; Gerência de Projetos e Convênios; Gerência de Pesquisa institucional. 10. Assessoria Técnica. VI Órgãos de Planejamento e Gestão Administrativa: 1. Pró-Reitoria da Gestão Administrativa; 1.1. Gerência de Logística; Gerência de Armazenamento e Distribuição Gerência de Serviços Administrativos; Gerência de Apoio a Serviços Administrativos Gerência de Execução Financeira; Gerência de Execução Orçamentária; 1.4. Gerência de Aquisições e Abastecimento; Serviço de Controle de Ata de Registro de Preços; Serviço de Aquisições e Cotações; Serviço de Contratos; 1.5. Coordenação de Arquitetura e Engenharia; Esgoto; 1.6 Subgestão de Passagens, Diárias, Telefonia Móvel e Fixa, Água e 2. Pró-Reitoria da Gestão de Pessoas; 9

11 2.1. Gerência de Desenvolvimento de Pessoas; 2.2. Gerência de Humanização; 2.3. Gerência de Pagamento Funcional; 2.4. Gerência de Funcionalidade e Normas. VII Órgãos de Apoio Acadêmico: 1. Pró-Reitoria de Extensão; 1.1. Gerência de Cultura, Lazer e Esporte; 1.2. Gerência de Apoio à Extensão. 2. Pró-Reitoria de Ensino e Graduação; 2.1. Gerência de Expansão e Inovação Acadêmica; 2.2. Gerência de Desenvolvimento Pedagógico; 2.3. Gerência de Apoio à Gestão Acadêmica; Gerência da Biblioteca Central. 3. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação; 3.1. Gerência de Pós-Graduação Lato Sensu; 3.2. Gerência de Pós-Graduação Stricto Sensu; 3.3. Gerência de Pesquisa; Gerência do Núcleo de Inovação Tecnológica; Gerência do Centro de Cirurgia Experimental e Biotério. 4. Pró-Reitoria Estudantil Gerência de Assistência Estudantil; 4.2. Gerência de Políticas Estudantis. VIII - Unidades Acadêmicas: 1. Centro de Ciências da Saúde, com os cursos de: Enfermagem; Fisioterapia; Fonoaudiologia; 10

12 Medicina; Terapia Ocupacional. 2. Centro de Tecnologia, com os cursos de: 2.1 Tecnologia Superior: Análise e Desenvolvimento de Sistemas; Processos Gerenciais; Radiologia; Sistemas Biomédicos. 2.2 Escola Técnica Professora Valéria Hora ETSAL. 3. Centro de Educação à Distância; 4. Centro de Ciências Integradoras. IX - Unidades Assistenciais: 1. Hospital Escola Portugal Ramalho (HEPR) - único hospital psiquiátrico público de Alagoas, sendo por isto, referência para o atendimento da população de todo o Estado e alguns municípios de Estados circunvizinhos. 2. Hospital Escola Helvio Auto (HEHA) único hospital público referência no tratamento de doenças infecto-contagiosas no estado de Alagoas. 3. Maternidade Escola Santa Mônica (MESM) - referência estadual como maternidade de alto risco. X - Unidades de Apoio Assistencial: 1. Centro de Patologia e Medicina Laboratorial (CPML) responsável pela realização de exames laboratoriais das unidades da UNCISAL, Hospital Geral do Estado e população assistida pelo SUS. 2. Clínica de Fonoaudiologia - responsável por ações de prevenção e de avaliação dos distúrbios da comunicação humana, sendo a única no estado na distribuição de aparelhos auditivos para o SUS: Unidade de Tratamento em Fonoaudiologia Prof. Jurandir Bóia Rocha UTFONO; Laboratório de Audiologia Prof. Marco Antonio Mota Gomes - LABAUDIO; Ambulatório de Aparelho de Amplificação Sonora Individual Professor Alfredo 11

13 Dacal; 3. Clínica de Fisioterapia Delza Gitaí - responsável por ações de tratamento, prevenção e reabilitação das disfunções neurológicas do adulto e pediátrico, traumas ortopédicos, cardiovasculares e pulmonares; 4. Clínica de Terapia Ocupacional responsável por ações de assistência à população às pessoas portadoras de necessidades especiais, ao idoso, à criança em situação de risco, além de ações voltadas à saúde do trabalhador e saúde mental; 5. Serviço de Verificação de Óbitos Responsável por necrópsias de causa mortis não identificada. XI - Unidades de Apoio à Pesquisa: 1. Centro de Cirurgia Experimental e Biotério CCEB; 2. Laboratório de Instrumentação Acústica (LIA); 3. Núcleo Informatizado de Estudos e Linguagem (NIEL); 4. Laboratório de Citogenética Humana da UNCISAL; 5. Laboratório de Aterosclerose Humana e Experimental; 6. Laboratorio de Biomagnetismo Aplicado à Gastroenterologia; 7. Laboratorio de Neurociencias. Para a execução das tarefas docentes e assistenciais, a UNCISAL conta com servidores, sendo: Nível elementar - 510; Nível médio 1.176; Nível superior 906; Docentes RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS I ÓRGÃOS COLEGIADOS 1. Conselho Superior CONSU O Conselho Superior CONSU é o órgão máximo de natureza deliberativa, normativa, fiscalizadora e recursal, no âmbito de suas competências, em forma de 12

14 colegiado. É composto por membros natos e temporários, tendo em sua estrutura organizacional: Conselho Pleno; as Câmaras Acadêmica e de Gestão, que são Órgãos Consultivos e de Assessoramento; e os Órgãos Executivos, sejam a Presidência e a Secretaria Administrativa. 1.1 Estrutura Física - Implantada em dezembro de 2009: Localização da Secretaria do Conselho e arquivos 2º andar do Campus Sede; Local para realização de reuniões ordinárias e extraordinárias Mini auditório Emil Buringan; Local de apoio operacional para reuniões das Câmaras e Comissões Sala 25, 2º andar do Campus Sede. 1.2 Estrutura Operacional Implantada em dezembro de 2009: Computador 02; Impressora Utilização compartilhada com a CPA; Telefone Utilização compartilhada com a CPA; Mobiliário 02 mesas de trabalho, 02 cadeiras e um armário; Material de expediente e de escritório. 1.3 Estrutura de Organização: Presidência; Coordenação; Secretaria. 1.4 Estrutura Documental: Resolução nº 31 de 12 de agosto de 2010 que dispõe sobre o Regimento Interno do CONSU Publicado em 17 de agosto de 2010 no Diário Oficial do Estado; Portaria de Composição da Secretaria Administrativa do CONSU publicada em de 03 de fevereiro de 2010 no Diário Oficial do Estado; Resolução nº 13 de 09 de novembro de 2009 que dispõe sobre a Composição do CONSU publicada em 11 de novembro de 2009 no Diário Oficial do Estado; 13

15 Resolução nº 038 de 30 de setembro de 2010 que dispõe sobre a composição da Câmara Acadêmica e de Gestão, publicada em 01 de outubro de 2010 no Diário Oficial do Estado. 1.5 Atividades desenvolvidas: Convocações- 13: Reuniões Ordinárias: Mensalmente, exceção para o mês de janeiro. As sessões ocorreram nas primeiras terças-feiras de cada mês, conforme calendário pré-definido. Reunião Extraordinária - 01 (uma) no mês de Jun/2011. Atas - 13; Freqências 13; Ofícios expedidos 29: Memorandos expedidos 05; Documentos recebidos- 12; Requerimentos de aluno recebido 01; Áudio de reuniões 13; Resoluções 32: Publicadas no Diário Oficial do Estado DOE: Nº. 42 de 09 de novembro de Aprova o Regulamento do Processo de Revalidação de Diplomas de Graduação expedidos por Instituições Estrangeiras de Ensino Superior, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 9 de novembro de 2010, Publicada no DOE em 12 de novembro de Nº. 43 de 09 de novembro de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Assistente para o cargo de Professor Adjunto da servidora Francelise Pivetta Roque, matrícula nº , conforme processo nº /2010, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 9 de novembro de 2010, Publicada no DOE em 12 de novembro de Nº. 44 de 09 de novembro de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Auxiliar para o cargo de Professor Assistente do servidor João Alfredo Tenório Lins Guimarães, matrícula nº , conforme processo nº /2010, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 9 de novembro de 2010, Publicada no DOE em 12 de novembro de Nº. 45 de 16 de novembro de Designa o Conselheiro Prof. Roberto 14

16 Cordeiro de Andrade Teixeira, integrante da Câmara de Gestão deste Conselho Superior Universitário - CONSU, para realização de estudo e emissão de parecer sobre a cobrança de taxas e emolumentos referentes à emissão de documentos acadêmicos, constantes no anexo da Resolução Nº. 037/99 de 10 de Novembro de 1999, temporariamente suspensos por força da Resolução CONSU Nº. 035 de 14 de setembro de 2010, conforme indicação da Câmara de Gestão em reunião realizada no dia 16 de novembro de 2010, Publicada no DOE em 18 de novembro de Nº. 46 de 18 de novembro de Aprova a redenominação das Unidades Administrativas da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas UNCISAL, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 9 de novembro de 2010, Publicada no DOE em 25 de novembro de Nº. 47 de 24 de novembro de Aprova o Calendário Acadêmico da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas - UNCISAL para 2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 9 de novembro de 2010, Publicada no DOE em 27 de novembro de Nº. 01 de 17 de janeiro de Aprova a Estrutura Curricular do Curso de Bacharelado em Enfermagem, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 7 de dezembro de 2010, Publicada no DOE em 19 de janeiro de Nº. 02 de 17 de janeiro de Aprova as alterações da Matriz Curricular do curso Bacharelado em medicina, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 9 de novembro de 2011, Publicada no DOE em 19 de janeiro de Nº. 03 de 31 de janeiro de Aprova a criação das Unidades de Apoio: Centro de Atenção Psicossocial CAPS II e Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas CAPS AD, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 7 de dezembro de 2010, Publicada no DOE em 03 de fevereiro de Nº. 04 de 31 de janeiro de Aprova a criação Núcleo de Saúde Mental NUSM/UNCISAL, bem seu Regimento Interno, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 7 de dezembro de 2011, Publicada no DOE em 03 de fevereiro de Nº. 05 de 09 de fevereiro de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Auxiliar para o cargo de Professor Assistente do servidor Telmo Henrique Barbosa Lima, matrícula nº , conforme processo nº /2010, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 8 de fevereiro de 2011, Publicada no DOE em 03 de fevereiro de Publicada no DOE em

17 Nº. 06 de 09 de fevereiro de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Assistente para o cargo de Professor Adjunto da servidora Ana Paula Fernandes Barbosa, matrícula nº , conforme processo nº /2010, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 8 de fevereiro de 2011, Publicada no DOE em Nº. 07 de 09 de fevereiro de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Auxiliar para o cargo de Professor Assistente do servidor Geová de Oliveira Amorim matrícula nº , conforme processo nº /2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 8 de fevereiro de 2011, Publicada no DOE em Nº. 08 de 09 de fevereiro de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Auxiliar para o cargo de Professor Assistente da servidora Ilka do Amaral Soares matrícula nº , conforme processo nº /2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 8 de fevereiro de 2011, Publicada no DOE em Nº. 09 de 14 de fevereiro de Aprova Normas para a composição e funcionamento do Núcleo Docente Estruturante dos cursos de Graduação da UNCISAL, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 7 de fevereiro de 2011, Publicada no DOE em 21 de fevereiro de Nº. 10 de 06 de abril de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Auxiliar para o cargo de Professor Assistente da servidora Nayara Glícia Calheiros Flores matrícula nº , conforme processo nº /2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 5 de abril de 2011, Publicada no DOE em 14 de abril de Nº. 11 de 06 de abril de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Assistente para o cargo de Professor Adjunto da servidora Luzia Miscow da Cruz Payão matrícula nº , conforme processo nº /2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 5 de abril de 2011, Publicada no DOE em 14 de abril de Nº. 12 de 06 de abril de Aprova o Manual de Auditoria Interna da Controladoria Interna da UNCISAL, conforme processo nº /2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 5 de abril de 2011, Publicada no DOE em 14 de abril de Nº. 13 de 06 de abril de Aprova o Regulamento Geral de Estágio 16

18 Obrigatório de Graduação da UNCISAL, conforme Ofício CONSU Nº. 008/2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 5 de abril de 2011, Publicada no DOE em 14 de abril de Nº. 13 de 06 de abril de (REPUBLICADA POR INCORREÇÃO) Aprova o Regulamento Geral de Estágio Obrigatório de Graduação da UNCISAL, conforme Ofício CONSU Nº. 008/2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 5 de abril de 2011, Publicada no DOE em 22 de junho de Nº. 14 de 06 de abril de Aprova o Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso da UNCISAL, conforme Ofício CONSU Nº. 009/2011, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 5 de abril de 2011, Publicada no DOE em 14 de junho de Nº. 15 de 03 de maio de Institui, em Comissão, o grupo de trabalho, composto pelos servidores relacionados a seguir, responsável pelo resgate do Memorial Histórico da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas - UNCISAL, tendo 60 (sessenta) dias de prazo para conclusão e emissão de relatório, podendo ser prorrogado por igual período, contando a partir do início dos trabalhos, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 3 de maio de 2011, Publicada no DOE em 05 de maio de Nº. 15 de 03 de maio de (REPUBLICADA POR INCORREÇÃO) Institui, em Comissão, o grupo de trabalho, composto pelos servidores relacionados a seguir, responsável pelo resgate do Memorial Histórico da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas - UNCISAL, tendo 60 (sessenta) dias de prazo para conclusão e emissão de relatório, podendo ser prorrogado por igual período, contando a partir do início dos trabalhos, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 3 de maio de 2011, Publicada no DOE em 22 de junho de Nº. 16 de 03 de maio de Designa os membros citados a seguir, para integrarem o Conselho Deliberativo do NUSM Núcleo de Saúde Mental da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, conforme disposto em seu Regimento Interno, capítulo II, Art. 4º., conforme aprovação do pleno em sessão ordinária realizada em 3 de maio de 2011, Publicada no DOE em 05 de maio de Nº. 17 de 03 de maio de Aprova as Normas para atualizações e publicações no Portal UNCISAL, conforme Ata da Sessão Ordinária do Conselho Universitário CONSU do dia 1º de março de 2001, Publicada no DOE em 05 de maio de

19 Nº. 18 de 13 de maio de Retifica o primeiro parágrafo das Normas para atualizações e publicações no Portal UNCISAL, conforme consta na Ata da Sessão Ordinária do Conselho Universitário CONSU do dia 1º de março de 2011, Publicada no DOE em 20 de maio de Nº. 19 de 14 de junho de Aprova o Regulamento de Atividades Complementares da UNCISAL, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária ocorrida em 7 de junho de 2011, Publicada no DOE em 22 de junho de Nº. 20 de 14 de junho de Aprova o Regulamento para atualização do acervo bibliográfico da UNCISAL, conforme aprovação do pleno em sessão ordinária ocorrida em 7 de junho de 2011, Publicada no DOE em 28 de junho de Nº. 21 de 14 de junho de Aprova add referendum a transição dos membros do Conselho Superior Universitário citados no Processo N.º 41010/1884/2011, entre a Câmara de Gestão e a Câmara Acadêmica. Publicada no DOE em 22 de junho de Nº. 22 de 19 de julho de Institui, em Comissão, o grupo de trabalho, composto pelos servidores relacionados a seguir, responsável pela adequação do Regimento Geral da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas UNCISAL ao Estatuto, tendo 30 (trinta) dias de prazo para conclusão, podendo ser prorrogado por igual período, contando a partir do início dos trabalhos, Publicada no DOE em 26 de julho de Nº. 23 de 04 de agosto de Aprova a composição do Núcleo Docente Estruturante do Curso Superior de Tecnologia em Sistemas Biomédicos conforme indicação do Colegiado do referido curso e com base no Parecer CONAES N.º 04 de 17 de junho de 2010 e Resolução CONAES N.º 01 de 17 de junho de Publicada no DOE em 15 de dezembro de Nº. 24 de 04 de agosto de SUSPENSA Nº. 25 de 09 de agosto de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Auxiliar para o cargo de Professor Assistente da servidora Sandra Adriana Zimpel, matrícula nº , conforme processo nº /375/2011. Publicada no DOE em 15 de dezembro de Nº. 26 de 09 de agosto de Aprova a concessão de progressão funcional do cargo de Professor Assistente para o cargo de Professor Adjunto do servidor Marcos Antônio Leal Ferreira, matrícula nº , conforme processo nº /2991/2011. Publicada no DOE em 15 de dezembro de

20 Processos tramitados no CONSU 102; Comparecimento às reuniões MÊS ANO N NOVEMBRO DEZEMBRO FEVEREIRO ABRIL MAIO JUNHO JUNHO (EXTRAORINÁRIA) JULHO AGOSTO SETEMBRO OUTUBRO Atividades desenvolvidas pelas Câmaras: Câmara de Gestão Foram realizadas 09 (nove) reuniões da Câmara, às segundas e terças-feiras de cada mês, conforme calendário pré-definido. Convocações - 11 Ofícios expedidos - 19 Memo - 01 Despachos 07 Pareceres - 14; Comparecimento às reuniões: MÊS ANO N OUTUBRO NOVEMBRO NOVEMBRO NOVEMBRO

21 FEVEREIRO MAIO JUNHO JULHO AGOSTO AGOSTO AGOSTO OUTUBRO Câmara Acadêmica Foram realizadas 8 (nove) reuniões. As sessões ocorreram conforme demanda e consenso da maioria dos conselheiros. Convocações- 7; Freqências 8; Ofícios expedidos 10; Memos expedidos 1; Despachos 28; Pareceres 17; Comparecimento às reuniões: MÊS ANO N OUTUBRO FEVEREIRO JULHO AGOSTO SETEMBRO OUTUBRO Comissão Própria de Avaliação CPA: 20

22 O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES, instituído pela Lei nº de 14 de abril de 2004, estabeleceu, em seu Artigo 11 a formação da Comissão Própria de Avaliação CPA em todas as Instituições de Ensino Superior. A UNCISAL Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas instituição vinculada ao Sistema Estadual de Ensino, criou sua CPA, em atendimento aos dispositivos da Resolução CEE/AL nº 40/2005, através da Portaria GR nº 138 de 24 de outubro de Atividades desenvolvidas: Aprovação dos instrumentos de auto-avaliação; Divulgação do processo de realização da auto-avaliação; Disponibilização dos instrumentos de auto-avaliação no site da UNCISAL; Elaboração do Relatório Final da Auto-avaliação; órgãos da UNCISAL; Encaminhamento do Relatório Final da Auto-avaliação à Reitoria e demais Divulgação do Relatório Final de Auto-avaliação no site da UNCISAL; Elaboração com os coordenadores dos cursos superiores de tecnologia, de plano de melhorias para os cursos; Participação de membros da CPA em reuniões dos processos de Recredenciamento da UNCISAL e de Reconhecimento do curso de Enfermagem; 2.2 Conclusões do Relatório Final A Missão e o PDI Recomendação Ampla divulgação do PDI, do Regimento, do Organograma e de outros documentos que norteiam a vida da Instituição junto à comunidade acadêmica, por meios diversos: impressos, site/uncisal, eventos e outros; Promoção de seminários, workshops e outros eventos tendo como participantes a comunidade acadêmica agrupada por curso, objetivando a discussão, o enriquecimento, a operacionalização do PDI 2010/2014 e a avaliação dos resultados alcançados; Revisão crítica dos processos de planejamento e de avaliação institucionais, Situação atual Plenamente atendida Atendida Atendida 21

23 procurando estabelecer mecanismos eficientes de articulação, pontos sistemáticos de controle e maior aproveitamento dos resultados da avaliação como subsídios às decisões referentes à operacionalização e à execução do plano de trabalho da Instituição; A Política para o Ensino, a Pesquisa e a Extensão Recomendação Dar continuidade à política de revisão permanente dos projetos dos cursos; Aumentar o número de bolsas de iniciação científica. Realização de eventos internos para ampliar o entendimento de alunos e professores sobre a natureza do trabalho extensionista e sua relação com o ensino Distribuição aos novos alunos, de material informativo sobre a importância da extensão e sua inclusão como atividade complementar ao ensino. Situação atual Atendida Atendida Atendida Não atendida A responsabilidade social da Instituição Recomendação Melhorar a divulgação das ações da IES para a comunidade, inserindo-as nos diversos meios e recursos de comunicação utilizados pela UNCISAL; Editar um catálogo de ações sociais; Refletir sobre o papel da instituição no que diz respeito à preservação da memória, do patrimônio cultural e do meio ambiente; Situação atual Atendida Ainda não executada. Atendida A Comunicação com a sociedade Recomendação Incentivar o corpo docente a acessar com mais freqência o site institucional, para conhecimentos dos documentos institucionais, notícias e eventos; Atualizar, periodicamente, as informações referentes aos cursos e aos documentos institucionais. Ampla divulgação dos cursos da UNCISAL nas escolas de ensino médio. Situação atual Atendida Atendida, em parte. Não atendida As políticas de pessoal, de carreira do corpo docente e do corpo técnico- administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho. 22

24 Recomendação Implantar um sistema de avaliação contínua dos docentes do corpo técnicoadministrativo; Realizar concurso publico para admissão de docentes para os novos cursos, para os cursos antigos e servidores técnicoadministrativos; Implantar Programas próprios de Pós- Graduação Strictu sensu. Situação atual Em implantação Aguardando autorização do Poder Executivo Estadual. Não atendida Organização e Gestão da IES Recomendação Divulgação, no site institucional, das Portarias e Resoluções emanadas dos Órgãos Colegiados. Situação atual Atendido parcialmente Infraestrutura Física Recomendação Dar continuidade aos serviços de melhoria de acesso aos portadores de necessidades especiais e pessoas com mobilidade reduzida; Ampliação do estacionamento para atender adequadamente a comunidade acadêmica; Instalação do restaurante universitário. Situação atual Atendida Não atendida Não atendida Políticas de atendimento a estudantes e egressos Recomendação Situação atual Criar uma política de atendimento ao Atendida egresso Criação do Portal do Egresso, no site da Atendida UNCISAL. Divulgação de oportunidades de trabalho e Parcialmente atendida auxílio aos alunos na confecção de currículo 3. Comitê de Ética em Pesquisa - CEP: O CEP/UNCISAL foi criado em 02 de junho de 1998, vinculado à Escola de Ciências Médicas de Alagoas, tendo iniciado suas atividades em 1999 após o Registro na Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) do Conselho Nacional de Saúde. Hoje, devido a mudança institucional de Fundação Universitária de Ciências da Saúde de Alagoas para Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, o CEP encontra-se atualmente diretamente vinculado à Reitoria da Universidade. 1.1 Atividades Desenvolvidas: Reuniões realizadas 40; Projetos de Pesquisa em seres humanos apreciados: 23

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR LEI Nº 6.660, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2005. DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO DA FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS GOVERNADOR LAMENHA FILHO - UNCISAL, COMO UNI- VERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CED REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CED REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS RESOLUÇÃO CONSU Nº. 06/2015, DE 24 DE MARÇO DE 2015 O Vice-Reitor, no exercício da Presidência do Conselho Superior Universitário da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, no uso de suas

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

ESTATUTO CAPÍTULO I DA UNIVERSIDADE

ESTATUTO CAPÍTULO I DA UNIVERSIDADE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS UNCISAL Transformada pela Lei n 6.660 de 28 de dezembro de 2005 ESTATUTO CAPÍTULO I DA UNIVERSIDADE Art. 1º A Universidade Estadual de Ciências da

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Grupo Nobre de Ensino Ltda. UF: BA ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade Nobre de Feira de Santana, a ser instalada

Leia mais

PLANO DE AÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA UFGD

PLANO DE AÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA UFGD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS GRUPO DE TRABALHO DE IMPLANTAÇÃO PLANO DE AÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DA UFGD AÇÕES EXECUTORES PERÍODO ESTRATÉGIA Resultados/Observações 1. Elaboração

Leia mais

Ministério da Educação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Proposta do. Regimento Geral. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR

Ministério da Educação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Proposta do. Regimento Geral. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Proposta do Regimento Geral da Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Documento

Leia mais

Aberta e a Distância - CEAD, da UNIFAL-MG.

Aberta e a Distância - CEAD, da UNIFAL-MG. RESOLUÇÃO Nº 023/2011, DE 28 DE ABRIL DE 2011 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 012, de 27 de março de 2008. 1 (Modificado o Regimento pela Res. 022/2011 e 061/2011)

RESOLUÇÃO N o 012, de 27 de março de 2008. 1 (Modificado o Regimento pela Res. 022/2011 e 061/2011) RESOLUÇÃO N o 012, de 27 de março de 2008. 1 (Modificado o Regimento pela Res. 022/2011 e 061/2011) Cria o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) e aprova seu Regimento Interno. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

Art. 2º - Estabelecer que a Estrutura Executiva é composta pelas seguintes Coordenadorias, as quais possuem as atribuições a seguir descritas:

Art. 2º - Estabelecer que a Estrutura Executiva é composta pelas seguintes Coordenadorias, as quais possuem as atribuições a seguir descritas: RESOLUÇÃO Nº 024/CONSUN/2008 Altera Estrutura Organizacional da UNOCHAPECÓ para a inclusão da Coordenadoria de Campus (São Lourenço D' Oeste e Xaxim) O Presidente do Conselho Universitário da Universidade

Leia mais

Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional

Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional Osvaldo Casares Pinto Pró-Reitor Des. Institucional José Eli S. Santos Diretor Dep. Planej. Estratégico junho de 2015 Plano de Desenvolvimento Institucional

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 015/2008 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 015/2008 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 015/2008 CONSUNI Aprova a Estrutura Organizacional da Universidade do Estado de Mato Grosso UNEMAT. O Presidente do Conselho Universitário CONSUNI, da Universidade do Estado de Mato Grosso

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 31, DE 30 DE JUNHO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 31, DE 30 DE JUNHO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 31, DE 30 DE JUNHO DE 2011 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sessão de 30 de junho de 2011, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 16 e pelo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO P O R T A R I A N. º 5 0 8 D E 1 5 D E J U L H O D E 2 0 1 1. O Reitor do Instituto Federal do Paraná, no uso da competência que lhe confere o Decreto de 13 de junho de 2011, da Presidência da República,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA REGIMENTO INTERNO DA FACULDADE DE MATEMÁTICA, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES, UFPA.

Leia mais

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 191 - DOE de 10/10/09 - Seção 1 - p.95

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 191 - DOE de 10/10/09 - Seção 1 - p.95 Regimento Interno Capítulo I Das Finalidades Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 191 -

Leia mais

O Presidente do Conselho Superior de Acadêmico (CONSEA) da Fundação Universidade

O Presidente do Conselho Superior de Acadêmico (CONSEA) da Fundação Universidade Resolução nº 200/CONSEA, de 19 de fevereiro de 2009. Altera normas para o oferecimento de cursos de pós-graduação Stricto Sensu e lato sensu, pelos Departamentos da Fundação Universidade Federal de Rondônia

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Línguas é um órgão complementar de fomento ao ensino, pesquisa, extensão, e prestação de serviços vinculado ao Centro de Letras e Ciências Humanas sob

Leia mais

setores administrativos Barreiro

setores administrativos Barreiro setores administrativos Barreiro PUC Minas no atualização março de 2010 Pró-reitoria Adjunta Local: Prédio 4, sala 102 Telefone: 3328 9508 E-mail: proreitoriasec.bar@pucminas.br Diretoria Acadêmica Local:

Leia mais

MINUTA DE MACROPROCESSOS FINALÍSTICOS

MINUTA DE MACROPROCESSOS FINALÍSTICOS FL. 114 166 MINUTA DE MACROPROCESSOS FINALÍSTICOS MACROPROCESSO PROCESSO SUBPROCESSO Atermação- 1º grau Distribuição 1º e 2º graus Triagem Inicial 1º e 2º graus Providências Preliminares Redistribuição

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação Santa Marcelina UF: SP ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade Santa Marcelina (FASM), com sede no Município

Leia mais

Regimento dos Campi da. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR

Regimento dos Campi da. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Regimento dos Campi da Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Deliberação nº 10/2009

Leia mais

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA Capítulo I - DA

Leia mais

Estatuto UNCISAL. 50 = Legislação UNCISAL

Estatuto UNCISAL. 50 = Legislação UNCISAL 50 50 = Legislação UNS UN UNiversidade Estadual de ências da Saúde agoas 1º - Resolução é o ato administrativo, geral ou individual, inclusive de caráter normativo, decorrente da deliberação colegiada

Leia mais

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 1 Fragilidade resultado inferior a 50% Ponto a ser melhorado 50% e 59,9% Potencialidade igual ou

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 33/2012 Autoriza a criação do Comitê de Gestão e Tecnologia da Informação (CGTI), da Universidade Federal da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO RESOLUÇÃO CONSUNI N.º 04, DE 26 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre normas de afastamento de servidores técnicoadministrativos, do quadro efetivo da Universidade Federal de Mato Grosso, para qualificação stricto

Leia mais

DECRETO Nº 3.860, DE 9 DE JULHO DE 2001

DECRETO Nº 3.860, DE 9 DE JULHO DE 2001 DECRETO Nº 3.860, DE 9 DE JULHO DE 2001 Dispõe sobre a organização do ensino superior, a avaliação de cursos e instituições, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições

Leia mais

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR

PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA PARA SOLUCIONAR E/OU MINIMIZAR PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SÍNTESE DE RELATORIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL E DE AVALIAÇÃO EXTERNA PONTOS FRACOS E PONTOS FORTES E PROPOSTA

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO IFPR CÂMPUS CAMPO LARGO DESDOBRAMENTO DAS DIRETRIZES E OBJETIVOS ESTRATÉGICOS PARA O CÂMPUS DOCUMENTO FINAL

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO IFPR CÂMPUS CAMPO LARGO DESDOBRAMENTO DAS DIRETRIZES E OBJETIVOS ESTRATÉGICOS PARA O CÂMPUS DOCUMENTO FINAL PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO IFPR CÂMPUS CAMPO LARGO DESDOBRAMENTO DAS DIRETRIZES E OBJETIVOS ESTRATÉGICOS PARA O CÂMPUS DOCUMENTO FINAL EIXO: ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E INOVAÇÃO Objetivos Específicos

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE - SEE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL CONSELHO SUPERIOR - CONSU

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE - SEE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL CONSELHO SUPERIOR - CONSU RELATÓRIO DAS DELIBERAÇÕES ACERCA DO III FORUNIVER DECISÕES DO CONSELHO SUPERIOR ACERCA DAS PROPOSTAS ORIUNDAS DO III FÓRUM UNIVERSITÁRIO, REALIZADO ENTRE 13 E 15 DE SETEMBRO DE 2011. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE UNIÃO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE UNIÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO FACULDADE UNIÃO A avaliação institucional tem sido objeto de discussões na Faculdade Educacional de Ponta Grossa - Faculdade União e sempre foi reconhecida como um instrumento

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa RESOLUÇÃO DE MESA Nº 847/2008 (atualizada até a Resolução de Mesa nº 951, de 3 de novembro de 2009) Regulamenta a

Leia mais

O ordenamento da Pós- Graduação no Brasil: possibilidades para os IFET

O ordenamento da Pós- Graduação no Brasil: possibilidades para os IFET CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior O ordenamento da Pós- Graduação no Brasil: possibilidades para os IFET IFET-RS Bento Gonçalves (RS), 15 de junho de 2009 Maria Beatriz Luce Conselheira

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO, NATUREZA, FINALIDADES E OBJETIVOS DOS CURSOS Art. 1. Os Cursos de Pós-Graduação Lato sensu do Instituto Federal de Rondônia

Leia mais

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 Sete Lagoas Março de 2014 Sumário 1. DADOS DA INSTITUIÇÃO... 4 1.1. Composição da Comissão

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Escola de Enfermagem Nova Esperança Ltda. UF: PB ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade de Enfermagem Nova Esperança,

Leia mais

LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006.

LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006. LEI N.º 3.590 de 2 de maio de 2006. O PREFEITO MUNICIPAL DE URUGUAIANA: Dispõe sobre a Estrutura Administrativa e institui organograma da Câmara Municipal de Uruguaiana e dá outras providências. Faço saber,

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS INTRODUÇÃO Com base no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais - REHUF, destinado à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação de Ensino Superior de Ibaiti UF: PR ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade de Educação, Administração

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA Av. Mamoré, nº 1520, Bairro Três Marias CEP: 78919-541 Tel: (69) 3733-5000 Porto Velho - RO 1 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

Plano Anual das Atividades de Auditoria Interna 2015

Plano Anual das Atividades de Auditoria Interna 2015 Plano Anual das Atividades de Auditoria Interna 2015 SUMÁRIO I. INTRODUÇÃO... 3 II.... 3 III. CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO DO PAINT... 3 IV. AÇÕES DE AUDITORIA PREVISTAS PARA 2015 E SEUS OBJETIVOS... 4 a.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 05 - CONSU 13 DE JUNHO DE 2007

RESOLUÇÃO Nº. 05 - CONSU 13 DE JUNHO DE 2007 Rua Governador Luiz Cavalcante, S/N, TELEFAX (82) 3530-3382 CEP: 57312-270 Arapiraca-Alagoas RESOLUÇÃO Nº. 05 - CONSU 13 DE JUNHO DE 2007 Dispõe sobre normas e procedimentos para os Cursos de Especialização

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DE ATUAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DA FUNDAÇÃO UNIPLAC DA NATUREZA, FINALIDADE E COMPOSIÇÃO

REGIMENTO INTERNO DE ATUAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DA FUNDAÇÃO UNIPLAC DA NATUREZA, FINALIDADE E COMPOSIÇÃO REGIMENTO INTERNO DE ATUAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA DA FUNDAÇÃO UNIPLAC DA NATUREZA, FINALIDADE E COMPOSIÇÃO Art. 1º A Diretoria Executiva, subordinada ao Presidente da Fundação, é responsável pelas atividades

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

Texto orientador para a audiência pública sobre o marco regulatório dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu Especialização

Texto orientador para a audiência pública sobre o marco regulatório dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu Especialização CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Texto orientador para a audiência pública sobre o marco regulatório dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu Especialização Comissão da Câmara de Educação Superior Erasto Fortes

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 141, DE 03 DE SETEMBRO DE 2009.

LEI COMPLEMENTAR Nº 141, DE 03 DE SETEMBRO DE 2009. LEI COMPLEMENTAR Nº 141, DE 03 DE SETEMBRO DE 2009. O GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO: Dispõe sobre o Modelo Integrado de Gestão do Poder Executivo do Estado de Pernambuco. Faço saber que a Assembléia

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO I DOS OBJETIVOS E DA ESTRUTURAÇÃO GERAL DO MESTRADO Art.

Leia mais

PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras

PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras PDI 2015-2019 Centro de Ciências Humanas e Letras O Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL) é unidade de ensino e administração da Universidade Federal do Piauí, reconhecida nos Estatutos da Instituição.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PROPOSTA DE TRABALHO PARA FINS DE INSCRIÇÃO NO PROCESSO DE CONSULTA PRÉVIA PARA DIRETOR E VICE-DIRETOR DA FACULDADE

Leia mais

Texto orientador para a audiência pública sobre o marco regulatório dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu Especialização

Texto orientador para a audiência pública sobre o marco regulatório dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu Especialização CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Texto orientador para a audiência pública sobre o marco regulatório dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu Especialização Comissão da Câmara de Educação Superior Erasto Fortes

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E COMPETÊNCIA

CAPÍTULO I DA NATUREZA E COMPETÊNCIA CAPÍTULO I DA NATUREZA E COMPETÊNCIA Art.1º - A SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE - SUSAM integra a Administração Direta do Poder Executivo, na forma da Lei nº 2783, de 31 de janeiro de 2003, como órgão responsável,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 13 DE ABRIL DE 2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 13 DE ABRIL DE 2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG RESOLUÇÃO Nº 044/2015, DE 13 DE ABRIL DE 2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

CONSU. Conselho Universitário CONSEPE UNEB UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão.

CONSU. Conselho Universitário CONSEPE UNEB UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão. CONSU Conselho Universitário CONSEPE Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão UNEB UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA Boletim Primeiras reuniões de 2014 #1 CONSU aprova criação de Pró-Reitoria, Secretarias

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 150/2010. Art. 1º - Fica aprovado o Regulamento Geral dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu da Universidade Federal Fluminense

RESOLUÇÃO N.º 150/2010. Art. 1º - Fica aprovado o Regulamento Geral dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu da Universidade Federal Fluminense MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 150/2010 EMENTA: Aprovação do Regulamento Geral dos Cursos de Pós-graduação Lato Sensu da Universidade Federal Fluminense.

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INFORMÁTICA Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 31/13, de 21/08/13. CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento dispõe especificamente do Núcleo de Informática

Leia mais

José Bites de Carvalho Reitor. Carla Liane Nascimento dos Santos Vice-Reitora. Maria Aparecida Porto Silva Chefe de Gabinete

José Bites de Carvalho Reitor. Carla Liane Nascimento dos Santos Vice-Reitora. Maria Aparecida Porto Silva Chefe de Gabinete José Bites de Carvalho Reitor Carla Liane Nascimento dos Santos Vice-Reitora Maria Aparecida Porto Silva Chefe de Gabinete Gilmar Ramos Secretário dos Conselhos Superiores Projeto Gráfico Assessoria de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 11/10/2004 (*) Portaria/MEC nº 3.186, publicada no Diário Oficial da União de 11/10/2004 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS, ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA.

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS, ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA. DECRETO 44932 2008 Data: 30/10/2008 Origem: EXECUTIVO Ementa: DISPÕE SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - ESP-MG. Relevância LEGISLAÇÃO BÁSICA : Fonte: PUBLICAÇÃO

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO/UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

REGIMENTO DO PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO/UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA REGIMENTO DO PROGRAMA ASSOCIADO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO/UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA TÍTULO I - DOS OBJETIVOS E DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Programa Associado

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2009-2012 1 - APRESENTAÇÃO

PLANO DE GESTÃO 2009-2012 1 - APRESENTAÇÃO PLANO DE GESTÃO 2009-2012 1 - APRESENTAÇÃO Os objetivos desse Plano de Gestão estão pautados na missão da Faculdade de Ciências Farmacêuticas como escola pública de excelência, que tem suas atividades

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS IPITANGA FACIIP UNIDADE BAIANA DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO - UNIBAHIA PERÍODO 2015/2017. Lauro de Freitas - Bahia

FACULDADES INTEGRADAS IPITANGA FACIIP UNIDADE BAIANA DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO - UNIBAHIA PERÍODO 2015/2017. Lauro de Freitas - Bahia FACULDADES INTEGRADAS IPITANGA FACIIP UNIDADE BAIANA DE ENSINO PESQUISA E ETENSÃO - UNIBAHIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE AUTOAVALIAÇÃO PERÍODO 2015/2017 Lauro de Freitas

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ABERTA DO TRABALHADOR

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ABERTA DO TRABALHADOR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ABERTA DO TRABALHADOR SÃO CARLOS 2011 SUMÁRIO TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º a 3... 3 Capítulo I Da Natureza (art. 1º)... 3 Capítulo II

Leia mais

REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Res. Consun nº 96/10, de 24/11/10. Art. 1º Art. 2º Art. 3º Art. 4º TÍTULO I DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Gabinete do Ministro. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Gabinete do Ministro. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004. PORTARIA nº 3.746, de 17 de dezembro de 2004. Institui o programa de transparência do Ministério da Justiça e estabelece medidas internas para aperfeiçoar os instrumentos preventivos de controle da atividade

Leia mais

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Abril de 2012 Página 1 de 11 Sumário Introdução 3 Justificativa 5 Objetivos 6 Metodologia 7 Dimensões de

Leia mais

Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras Fundada em 19 de dezembro de 1978

Federação de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras Fundada em 19 de dezembro de 1978 GT HUE s e SEMINÁRIO Realizado no período de 12 a 14 de abril de 2010 PROPOSTA PRELIMINAR DE HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS E DE ENSINO E CENTROS HOSPITALARES DE SAÚDE ESCOLA (HUE S) CAPÍTULO I Artigo 1º. Este

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 052/2011, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 052/2011, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG Secretaria Geral RESOLUÇÃO Nº 052/2011, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 38/2013/Consup Florianópolis, 07 de outubro de 2013.

RESOLUÇÃO Nº 38/2013/Consup Florianópolis, 07 de outubro de 2013. RESOLUÇÃO Nº 38/2013/Consup Florianópolis, 07 de outubro de 2013. A PRESIDENTE DO DO IF-SC no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Decreto de 15/12/2011, publicado no DOU de 16/12/2011 e atendendo

Leia mais

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI REGULAMENTO DA CLÍNICA ESCOLA E SERVIÇOS DE PSICOLOGIA - CESP Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 11/15 de 08/04/15. CAPÍTULO I DO OBJETIVO DO REGULAMENTO Art. 1º A Clínica Escola de Psicologia é o ambiente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2013 A PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA, no uso de suas atribuições legais e CONSIDERANDO que as entidades da Administração Pública Federal indireta

Leia mais

Ministério da Educação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Proposta do. Regimento Geral. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR

Ministério da Educação. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Proposta do. Regimento Geral. Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Proposta do Regimento Geral da Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Proposta

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE

MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE MINUTA DE RESOLUÇÃO PARA REGULAMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO REGIME DE TRABALHO EM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA DA UNEMAT RESOLUÇÃO Nº. - CONEPE Regulamenta o regime de trabalho de Tempo Integral, em Dedicação Exclusiva

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO SÃO CARLOS 2011 SUMÁRIO TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º a 3º... 3 Capítulo I Da Natureza (art. 1º)... 3 Capítulo II Da Finalidade

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010. TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre os procedimentos para publicação de documentos na Biblioteca Digital do Tribunal Superior do Trabalho

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 69ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de novembro de 2015, no uso das atribuições que

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

Lista de Quadros. Fundação Uniplac

Lista de Quadros. Fundação Uniplac Lista de Quadros Quadro 1 Dirigente dafundaçãouniplac... 22 Quadro 2 Matérias apreciadas no Conselho Curador... 23 Quadro 3 Nominata do Conselho Curador... 23 Quadro 4 Matérias apreciadas no Conselho de

Leia mais

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 A PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA (CNRM), no uso de sua atribuições previstas no art. 5.º do Decreto n.º 80.281, de 05 de setembro de 1977, e considerando o

Leia mais

Anexo V - Descrição dos cargos de provimento efetivo da Carreira Judiciária, atribuições principais e requisitos para ingresso

Anexo V - Descrição dos cargos de provimento efetivo da Carreira Judiciária, atribuições principais e requisitos para ingresso Anexo V - Descrição dos cargos de provimento efetivo da Carreira Judiciária, atribuições principais e requisitos para ingresso (artigo 7º da Lei nº, de de de 2008.) GRUPO OCUPACIONAL DE ATIVIDADES TÉCNICAS

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

Anexo 1 - Resolução 016/2011 - CONSUN. Plano de Desenvolvimento Institucional PDI

Anexo 1 - Resolução 016/2011 - CONSUN. Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Plano de Desenvolvimento Institucional PDI 13 I ENSINO DE GRADUAÇÃO Objetivo 1 - Buscar continuamente a excelência nos cursos de graduação 1. Avaliar continuamente o processo educativo, em consonância

Leia mais

REGULAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA ENVOLVENDO EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL (CEPEEA) DA UNIVERSIDADE PARANAENSE UNIPAR

REGULAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA ENVOLVENDO EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL (CEPEEA) DA UNIVERSIDADE PARANAENSE UNIPAR REGULAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA ENVOLVENDO EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL (CEPEEA) DA UNIVERSIDADE PARANAENSE UNIPAR CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADE DO CEPEEA Art. 1º - O Comitê de Ética em Pesquisa

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 13/CUn, de 27 setembro de 2011.

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 13/CUn, de 27 setembro de 2011. RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 13/CUn, de 27 setembro de 2011. Dispõe sobre as normas que regulamentam as relações entre a Universidade Federal de Santa Catarina e as suas fundações de apoio. O PRESIDENTE DO

Leia mais

REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL GUAXUPÉ UNIFEG

REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL GUAXUPÉ UNIFEG REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL GUAXUPÉ UNIFEG CAPÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS. Art. 1º - A Educação a Distância EaD é uma modalidade

Leia mais

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA RESIDÊNCIA MÉDICA E SEUS OBJETIVOS Art. 1º - O Curso de Residência Médica da Faculdade de Medicina de Marília constitui modalidade de ensino de pós-graduação, lato sensu, caracterizado por

Leia mais

9 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO

9 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO 9 SISTEMA DE CONTROLE INTERNO Ao sistema de controle interno, consoante o previsto nos arts. 70 e 74 da Constituição Federal, incumbe a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 011, DE 24 DE JUNHO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 011, DE 24 DE JUNHO DE 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 011, DE 24 DE JUNHO DE 2015 Aprova e delineia a estrutura organizacional da Universidade Federal

Leia mais

Cadastro Organizacional/PMS CMI/SETAD CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI

Cadastro Organizacional/PMS CMI/SETAD CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO Órgão/Sigla: Natureza Jurídica: Vinculação: Finalidade: CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI ÓRGÃO COLEGIADO SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO, ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS DO

Leia mais

DECISÃO Nº 085/2015 D E C I D E. aprovar o Regimento Interno da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, como segue:

DECISÃO Nº 085/2015 D E C I D E. aprovar o Regimento Interno da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, como segue: CONSUN Conselho Universitário DECISÃO Nº 085/2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, em sessão de 27/02/2015, tendo em vista o constante no processo nº 23078.034121/2014-61, de acordo com o Parecer nº 006/2015

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CONSELHO DE GRADUAÇÃO R E G I M E N T O I N T E R N O CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CONSELHO DE GRADUAÇÃO R E G I M E N T O I N T E R N O CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CONSELHO DE GRADUAÇÃO R E G I M E N T O I N T E R N O CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. Este Regimento dispõe sobre a composição, competências e funcionamento

Leia mais

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO Art. 1º - Corpo Clínico é o conjunto de médicos que se propõe a assumir solidariamente a responsabilidade de prestar atendimento aos usuários que

Leia mais

EDITAL N o 01/2012 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÕES EM FISICA MÉDICA 2º SEMESTRE DE 2012

EDITAL N o 01/2012 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÕES EM FISICA MÉDICA 2º SEMESTRE DE 2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS Transformada em Universidade pela Lei n 6.660 de 28 de dezembro de 2005 Campus Governador Lamenha Filho Rua Jorge de Lima, 113, Trapiche da Barra,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS MARANHENSE DE IMPERATRIZ- FAMA CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS MARANHENSE DE IMPERATRIZ- FAMA CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ATENAS MARANHENSE DE IMPERATRIZ- FAMA CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art 1º O presente Regimento disciplina a organização, o funcionamento

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO 02/2015 Aprovar a criação do Núcleo de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Tecnologia

Leia mais