Grupo de medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Grupo de medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE"

Transcrição

1 Grupo de medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE

2 O que é Medicina Integrativa Medicina Integrativa é a pratica da Medicina que reafirma a importância da relação entre o paciente e o profissional de saúde, ela é focada na pessoa em seu todo, é baseada em evidências e faz uso de todas as abordagens terapêuticas adequadas, profissionais de saúde e disciplinas para obter o melhor da saúde e cura (health and healing). Fonte: IM Consortium

3

4 Medicina Integrativa nos EUA Presente em 56 Universidades de Medicina Norte Americanas Arizona University of Arizona Program in Integrative Medicine Stanford University Stanford Center for Integrative Medicine clinics/comp lementarymedicine/default Harvard Medical School Osher Institute Fonte: IM Consortium

5 Medicina Integrativa no Brasil Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares - (PNPIC) SUS - 03 de Maio Ministério da Saúde

6 O Que Medicina Integrativa NÃO É Não é apenas a utilização de terapias complementares com fim exclusivo do manejo de sintomas. Não é uma seleção de terapias e serviços agrupados em um Centro Holístico alternativo a Instituição. Não é a promoção de determinadas práticas complementares em detrimento de outras.

7 Câncer e Medicina Integrativa Aproximadamente 6,6 milhões de pessoas morrem por algum tipo de câncer a cada ano 18 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de dor gerada pelo câncer Fonte: IASP International Association for the Study of Pain, 2009 Teixeira, 2003

8 Dor e Medicina Integrativa no HIAE Muitas vezes, os pacientes relatam maior temor pelo sofrimento causado por quadros dolorosos do que em relação à morte, em virtude, principalmente, do tratamento inadequado da dor oncológica, mesmo em países desenvolvidos, o que é ainda mais dramático nos países em desenvolvimento. Fonte: Teixeira, 2003

9 Ter medo da dor pode ser pior que senti-la As pessoas geralmente adiam as coisas na esperança que os eventos dolorosos desapareçam por completo. Choque elétrico nível 6 agora ou nível 4 nos próximos 15 minutos Harvard Business Review Março 2014

10 O que os pctes gostariam de ouvir Você tem opções de tratamento; Talvez você seja um candidato a pesquisa clínica; Você pode estar em risco de ter outro câncer; Vai levar bastante tempo após o término do tratamento para você se curar;

11 Medicina Integrativa no HIAE Muitos fatores interferem na dor do câncer, dentre eles, as emoções, incluindo ansiedade e depressão, as formas de enfrentamento da doença, muitas vezes regadas pela desesperança, o contexto social, que inclui a rede de suporte.

12

13 Físico Estilo de vida Stress Psicológico Isolamento social Consciencia de significado e propósito

14 Dor e Medicina Integrativa no HIAE Estresse - Evolução e Adaptação SNC Sistema Límbico (Amigdala) Mecanismo de luta e fuga

15 Terapias Integrativas - Analise Ética Severidade e caráter de urgência da enfermidade. Curabilidade com métodos convencionais. Invasividade, toxidade e efeitos colaterais dos métodos convencionais. Qualidade das evidencias em relação a segurança e eficácia do tratamento complementar. Grau de compreensão dos riscos e benefícios dos tratamentos convencionais e complementares sugeridos. Entendimento e aceitação voluntaria deste riscos por parte do paciente. Persistência do paciente de sua intenção em utilizar um tratamento complementar.

16 Guia de Orientação aos Pacientes: Baseado na Evidência e Eficácia Terapias que podem ser recomendadas : Terapias que podem ser aceitadas : Terapias que devam ser desencorajadas ou suspensas: Evidência suporta a eficácia Evidência suportando a eficácia é inconclusiva Evidência suporta a ineficácia e mas ou Evidência suporta a segurança Evidência suporta a segurança Evidência indica sérios riscos Ex.:Meditação Shiatsu Certas associações de Fitoterápicos Weiger et al, Ann Int Med, Dec. 2002

17 Grupo de medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE Atendimento Clinico em enfermaria e ambulatorial 2800/ano. Consultas médicas em Medicina Integrativa. Curso de pós graduação lato sensu em bases da Medicina Integrativa. Projeto de pesquisa em Andamento em estudo multicêntrico HIAE (Onco-hemato/ InCe) MDAnderson Cancer Center. Curso Introdutório a Med. Integrativa em formato EAD 2015 I Simposio Internacional HIAE em Medicina Integrativa 04-06/12/2014

18 Grupo de medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE Inicio de Atividade em janeiro de 2007 Médico Responsável Dr. Paulo de Tarso lima Programa de terapia de toque Fabio Romano / Javier Concha/ Wilma Bolsoni Programa de Yoga Fernanda Pires/ Ester Massola Raquel Rodrigues / Giselle Mello Supervisão Prof. Marcos Rojo PG em Bases de Medicina Integrativa- Coordenadores Paulo de Tarso Lima / Eliseth Leão Paulo de Tarso Lima / Cristiane Benvenuto

19 Grupo de Medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE Obrigado Fabio Romano Dr Paulo de Tarso Lima

20 Grupo de Medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE Terapias Integrativas Terapia de Toque Objetivos Relaxamento geral do organismo (não apenas Muscular) Proporcionar Bem estar Foco no Momento Presente

21 Grupo de Medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE Mecanismos: Estimulação Tegumentar Reequilibra SN Simpatico x SN Parassimpático Mudança na relação (percepção) com o próprio corpo Abrindo as percepções para outros sentidos, outras sensações que não sejam dor.

22 Grupo de Medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE Prática Autorização do paciente Higiene das mãos Terapia de Toque Contato com momento presente / solo (Grounding) Sequencia (pode variar entre 15 e 30 minutos) Qualidade do toque (Leve com ritmo lento e constante, feito com a palma das mãos)

23 Grupo de Medicina Integrativa Centro de Oncologia e Hematologia HIAE Terapia de Toque Treino para o cuidador Ensinar técnicas simples de massagem, cuidado e presença Envolve a família de maneira mais ativa no cuidado ao paciente OBS: O cuidador deve estar bem (praticar auto cuidado e grounding)

24 I SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE MEDICINA INTEGRATIVA Saúde além da cura Dez HIAE-São Paulo Workshop pré-simpósio Terapias Integrativas em Oncologia Quinta-feira - 04/12/ :30 17:30 Pre-symposium Workshop - Integrative Therapies in Oncology Thursday 04/12/ :30pm 5:30pm Workshop para Profissionais de Saúde e Terapeutas em Oncologia e Terapias Integrativas 12:30-14:30 Terapias Integrativas em oncologia - Princípios Conceitos básicos de oncogênese e tratamento oncológico 30 Conceitos básicos em onco-hematologia 30 Câncer e sintomas secundários ao tratamento 30 Abordagem Integrativa ao tratamento oncológico : o papel da Medicina Integrativa 20 Conclusão 10 14:30 17:30 - Workshops de Yoga e Terapias de Toque Simulação Realística /Vídeos Editados Workshop Programa de Yoga em Oncologia Workshop Programa de Terapia de Toque em Oncologia Workshop Acupuntura em Oncologia

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM BASES DA MEDICINA INTEGRATIVA - RIO

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM BASES DA MEDICINA INTEGRATIVA Unidade

Leia mais

Unidade: Atuação do enfermeiro em Terapias complementares. Revisor Textual: Profa. Dr. Patricia Silvestre Leite Di Iorio

Unidade: Atuação do enfermeiro em Terapias complementares. Revisor Textual: Profa. Dr. Patricia Silvestre Leite Di Iorio Unidade: Atuação do enfermeiro em Terapias complementares Revisor Textual: Profa. Dr. Patricia Silvestre Leite Di Iorio INTRODUÇÃO As terapias complementares são realidade no universo da saúde humana,

Leia mais

26ª Reunião, Extraordinária Comissão de Assuntos Sociais

26ª Reunião, Extraordinária Comissão de Assuntos Sociais 26ª Reunião, Extraordinária Comissão de Assuntos Sociais Dr. Sandro José Martins Coordenador Geral de Atenção às Pessoas com Doenças Crônicas Diretoria de Atenção Especializada e Temática Secretaria de

Leia mais

Trabalhando a ansiedade do paciente

Trabalhando a ansiedade do paciente Trabalhando a ansiedade do paciente Juliana Ono Tonaki Psicóloga Hospitalar Título SOFRIMENTO... principal Sofrimento humano como condição à todos; Cada um sente à sua forma e intensidade; Manifestação

Leia mais

Lista de Workshops 4 Horas cada Origens

Lista de Workshops 4 Horas cada Origens Lista de Workshops 4 Horas cada Origens Workshop de Massagem de Pedras Quentes 4 Horas A Massagem Geotermal é uma terapia corporal holística, que utiliza pedras vulcânicas, basálticas, aquecidas, para

Leia mais

A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original. Albert Einstein. Olá! Prepare se para um mergulho profundo em si mesmo.

A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original. Albert Einstein. Olá! Prepare se para um mergulho profundo em si mesmo. PLANO DE TRATAMENTO PROGRAMA SAÚDE INTEGRAL Os objetivos do PLANO DE TRATAMENTO são os seguintes: ensinar uma nova forma de pensar e agir, com o objetivo de atingir um estado optimum de saúde; ensinar

Leia mais

Terminalidade da vida & bioética. Jussara Loch - PUCRS

Terminalidade da vida & bioética. Jussara Loch - PUCRS Terminalidade da vida & bioética Jussara Loch - PUCRS Paciente terminal paciente cujas condições clínicas são irreversíveis, independentemente de serem tratadas ou não, e que apresenta alta probabilidade

Leia mais

Sumário. FUNDAMENTOS DA PRÁTICA DE ENFERMAGEM 32 Capítulo 1 Introdução à Enfermagem 34. Capítulo 6 Valores, Ética e Defesa de Direitos 114

Sumário. FUNDAMENTOS DA PRÁTICA DE ENFERMAGEM 32 Capítulo 1 Introdução à Enfermagem 34. Capítulo 6 Valores, Ética e Defesa de Direitos 114 Sumário UNIDADE I FUNDAMENTOS DA PRÁTICA DE ENFERMAGEM 32 Capítulo 1 Introdução à Enfermagem 34 Perspectivas históricas da enfermagem 35 Definições da enfermagem 37 Objetivos da enfermagem 38 Enfermagem

Leia mais

O Toque Terapêutico é uma técnica energética, holística, não invasiva, com fins terapêuticos.

O Toque Terapêutico é uma técnica energética, holística, não invasiva, com fins terapêuticos. Descrição O Toque Terapêutico é uma técnica energética, holística, não invasiva, com fins terapêuticos. É uma técnica de imposição de mãos com raízes milenares em que o terapeuta usa as suas mãos e objectivamente

Leia mais

Prática Integrativas no Cuidar em Enfermagem

Prática Integrativas no Cuidar em Enfermagem III Jornadas enfermagem UCP Prática Integrativas no Cuidar em Enfermagem Luís Sousa 3 de Julho 2014 Introdução Terapias alternativas/complementares Técnicas que visam a assistência à saúde do indivíduo

Leia mais

TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO PARA CEFALEIA TIPO TENSIONAL

TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO PARA CEFALEIA TIPO TENSIONAL TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO PARA CEFALEIA TIPO TENSIONAL Jose G Speciali Professor Senior de Neurologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto speciali@drspeciali.com.br Degraus do tratamento Ouvir,

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ACONSELHAMENTO GENÉTICO EM PREDISPOSIÇÃO

Leia mais

Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Comissão de Residência Médica COREME Programa de Residência Médica CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA Instituída pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977,

Leia mais

III SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO

III SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO III SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO EDUCAR PARA O FUTURO (RE)PENSAR O ENSINO WORKSHOP KIT EMOCIONAL DO DOCENTE Câmara de Lobos, 6 e 7 de Maio de 2016 Anabela Pereira e Jacinto Jardim KIT EMOCIONAL DOCENTE AS EMOÇÕES

Leia mais

Percepção em bem estar: uma nova proposta em tratamentos de SPA. Profª. Adriana Teixeira dos Reis Bertolletti Profª.

Percepção em bem estar: uma nova proposta em tratamentos de SPA. Profª. Adriana Teixeira dos Reis Bertolletti Profª. Percepção em bem estar: uma nova proposta em tratamentos de SPA Profª. Adriana Teixeira dos Reis Bertolletti Profª. Cristina Duarte Não podemos separar beleza de bem estar Beleza + Saúde = Bem estar AUTO

Leia mais

A Importância dos Cuidados com o Cuidador. Lívia Kondrat

A Importância dos Cuidados com o Cuidador. Lívia Kondrat A Importância dos Cuidados com o Cuidador Lívia Kondrat ABRALE 22 de Julho de 2011 CÂNCER é uma doença crônica; possui tratamentos com possibilidade de cura; traz consigo estigmas; está cercada por mitos,

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADOS PALIATIVOS Unidade Dias e Horários

Leia mais

Humanização na Emergência. Disciplna Urgência e Emergência Profª Janaína Santos Valente

Humanização na Emergência. Disciplna Urgência e Emergência Profª Janaína Santos Valente Humanização na Emergência Disciplna Urgência e Emergência Profª Janaína Santos Valente A Enfermagem em cuidados intensivos requer uma capacidade de lidar com situações cruciais com uma velocidade e precisão

Leia mais

O Impacto Psicossocial do Cancro na Família

O Impacto Psicossocial do Cancro na Família O Impacto Psicossocial do Cancro na Família Maria de Jesus Moura Psicóloga Clínica Unidade de Psicologia IPO Lisboa ATÉ MEADOS DO SEC.XIX Cancro=Morte PROGRESSOS DA MEDICINA CURA ALTERAÇÃO DO DIAGNÓSTICO

Leia mais

Práticas integrativas e complementares em pessoas vivendo com. Dra. Gisele Damian A. Gouveia

Práticas integrativas e complementares em pessoas vivendo com. Dra. Gisele Damian A. Gouveia apresentam Práticas integrativas e complementares em pessoas vivendo com Dra. Gisele Damian A. Gouveia Cuidado integral às pessoas vivendo com HIV/AIDS pela AB Sentimentos como medo e angústia são comuns

Leia mais

O spa Refúgio do Império conta com uma equipe de profissionais preparados para atendê-los num ambiente tranquilo e agradável.

O spa Refúgio do Império conta com uma equipe de profissionais preparados para atendê-los num ambiente tranquilo e agradável. O spa Refúgio do Império conta com uma equipe de profissionais preparados para atendê-los num ambiente tranquilo e agradável. Considerado uma referência em wellness, o nosso spa oferece praticas terapêuticas-corporais,

Leia mais

A FISIOTERAPIA DO TRABALHO NA CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O ESTRESSE EM UM SETOR ADMINISTRATIVO

A FISIOTERAPIA DO TRABALHO NA CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O ESTRESSE EM UM SETOR ADMINISTRATIVO A FISIOTERAPIA DO TRABALHO NA CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE O ESTRESSE EM UM SETOR ADMINISTRATIVO Favato, A. C.; Bernini, G.; Andolfato, K. R. Resumo: O estresse no ambiente de trabalho (EAT) pode ter consequências

Leia mais

Educação Paciente e Família: Qual a melhor abordagem?

Educação Paciente e Família: Qual a melhor abordagem? Educação Paciente e Família: Qual a melhor abordagem? Lais Navarro Jorge Enfermeira Oncológica - Radioterapia Instituto do Câncer do Estado de São Paulo INTRODUÇÃO Introdução Tratamento do Câncer Cirurgia

Leia mais

S O N I A BRUCE. Bem-Estar, Saúde Natural, Vida Desperta Terapeuta de Zen-Shiatsu Formadora de Práticas Energéticas Tradicionais Chinesas

S O N I A BRUCE. Bem-Estar, Saúde Natural, Vida Desperta Terapeuta de Zen-Shiatsu Formadora de Práticas Energéticas Tradicionais Chinesas S O N I A BRUCE Bem-Estar, Saúde Natural, Vida Desperta Terapeuta de Zen-Shiatsu Formadora de Práticas Energéticas Tradicionais Chinesas A u l a s R e g u l a r e s : P o r t i m ã o, L a g o s, L a g

Leia mais

Campos e Limites da Medicina. Luiz Roberto Londres Todos os direitos reservados

Campos e Limites da Medicina. Luiz Roberto Londres Todos os direitos reservados Campos e Limites da Medicina Premissa Para podermos definir campos e limites da Medicina devemos entender antes o que é a Medicina Praticamos a Medicina que está de acordo com nossa definição, ainda que

Leia mais

Prof.Dr.Franklin Santana Santos

Prof.Dr.Franklin Santana Santos Prof.Dr.Franklin Santana Santos Conflito de interesse O autor declara não haver conflito de interesse nessa palestra QUALIDADE NO MORRER EM 40 PAÍSES The Economist, 2010 Texto new england Indicação de

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento CIRURGIA TORÁCICA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento CIRURGIA TORÁCICA EM ONCOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME Programa de Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas

Leia mais

A PRÁTICA DE MINDFULNESS POR PROFISSIONAIS DA SAÚDE

A PRÁTICA DE MINDFULNESS POR PROFISSIONAIS DA SAÚDE A PRÁTICA DE MINDFULNESS POR PROFISSIONAIS DA SAÚDE Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) anacarolina@vidamental.com.br vidamental.psc.br

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. TEORIA: Terapias não convencionais: Racionalidades Médicas.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. TEORIA: Terapias não convencionais: Racionalidades Médicas. DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA DISCIPLINA TERAPIAS NÃO CONVENCIONAIS Nº DE CRÉDITOS = 05 CR. Teóricos 03 cr + Práticos 02 cr. Código : FAR 021

Leia mais

PROJETO DE ATENDIMENTO PSICOLóGICO AOS CANDIDATOS à OBTENçãO DA CNH COORDENADOR DA AÇÃO DE EXTENSÃO: FERNANDA MARIA SIQUEIRA TAVARES INTRODUÇÃO

PROJETO DE ATENDIMENTO PSICOLóGICO AOS CANDIDATOS à OBTENçãO DA CNH COORDENADOR DA AÇÃO DE EXTENSÃO: FERNANDA MARIA SIQUEIRA TAVARES INTRODUÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS II SIMPÓSIO DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS 13 e 14 de junho de 2013 PROJETO DE ATENDIMENTO PSICOLóGICO

Leia mais

TÍTULO: OS BENEFICIOS DA HIDROTERAPIA EM PACIENTES COM FIBROMIALGIA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA

TÍTULO: OS BENEFICIOS DA HIDROTERAPIA EM PACIENTES COM FIBROMIALGIA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA 16 TÍTULO: OS BENEFICIOS DA HIDROTERAPIA EM PACIENTES COM FIBROMIALGIA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS

Leia mais

PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES: ampliando o cuidado em atenção básica

PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES: ampliando o cuidado em atenção básica 1 PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES: ampliando o cuidado em atenção básica BARBOSA, Angélica Marques¹; FERREIRA, Joana D Arc da Costa²; LIMA, Maíra Ribeiro Gomes de³; NOGARA, Ângela Lima Pereira 4

Leia mais

PROJETO DE ATENDIMENTO PSICOLóGICO AOS CANDIDATOS à OBTENçãO DA CNH INTRODUÇÃO

PROJETO DE ATENDIMENTO PSICOLóGICO AOS CANDIDATOS à OBTENçãO DA CNH INTRODUÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS II SIMPÓSIO DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS 13 e 14 de junho de 2013 PROJETO DE ATENDIMENTO PSICOLóGICO

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE CONSULTAS COM AROMATERAPIA E FLORAIS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SÁUDE DA CIDADE DO NATAL

IMPLANTAÇÃO DE CONSULTAS COM AROMATERAPIA E FLORAIS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SÁUDE DA CIDADE DO NATAL IMPLANTAÇÃO DE CONSULTAS COM AROMATERAPIA E FLORAIS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SÁUDE DA CIDADE DO NATAL Introdução Andresa Acácia Xavier Epaminondas Fernanda Louise Alves de Carvalho (Prefeitura Municipal

Leia mais

Antes de mais nada.uma pequena prática. [mente aberta]

Antes de mais nada.uma pequena prática. [mente aberta] MINDFULNESS Marcelo Demarzo Médico de Família Mente Aberta Centro Brasileiro de Mindfulness e Promoção da Saúde Departamento de Medicina Preventiva Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São

Leia mais

Sinais visíveis de transtornos psicológicos: como identificar e lidar com estes pacientes?

Sinais visíveis de transtornos psicológicos: como identificar e lidar com estes pacientes? Sinais visíveis de transtornos psicológicos: como identificar e lidar com estes pacientes? Sávia M. Emrich Pinto Psicóloga Serviço de Radioterapia Sinais visíveis de transtornos psicológicos: como identificar

Leia mais

Grupo Bem-me-quero: Intervenção para pais na APAE em Juiz de Fora/MG

Grupo Bem-me-quero: Intervenção para pais na APAE em Juiz de Fora/MG Apresentação em pôster Grupo Bem-me-quero: Intervenção para pais na APAE em Juiz de Fora/MG Júlia Magna Silva Teixeira¹; Laís Lage de Carvalho²; Ana Carolina da Silva Toledo³, Rafaela Toledo Dias 4 ; Giselle

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

Prof. Coordenador - Escola Sup. de Enfermagem do Porto. Presidente da Sociedade Port. de Enf. de Saúde Mental

Prof. Coordenador - Escola Sup. de Enfermagem do Porto. Presidente da Sociedade Port. de Enf. de Saúde Mental Estado da Arte em de Saúde Mental Prática Clínica em de Saúde Mental e Psiquiátrica Carlos Sequeira, PhD. Prof. Coordenador - Escola Sup. de do Porto Presidente da Sociedade Port. de Enf. de Saúde Mental

Leia mais

Kinesiologia. Na Kinesiologia vamos mais à frente, estudamos o funcionamento de cada músculo e a sua relação com o TODO.

Kinesiologia. Na Kinesiologia vamos mais à frente, estudamos o funcionamento de cada músculo e a sua relação com o TODO. 1 Índice 1. Kinesiologia. 2 2. Porquê fazer este workshop?...... 3 3. A quem se destina este mini workshop?... 4 4. Quer se aprofundar?... 5 5. Formador.... 5 6. Contato... 6 2 Kinesiologia Você conhece

Leia mais

Transtornos Mentais no Trabalho. Carlos Augusto Maranhão de Loyola CRM-PR Psiquiatra.

Transtornos Mentais no Trabalho. Carlos Augusto Maranhão de Loyola CRM-PR Psiquiatra. Transtornos Mentais no Trabalho Carlos Augusto Maranhão de Loyola CRM-PR 20879. Psiquiatra. carlosamloyola@icloud.com No período Medieval - caráter de Possuído. O tratamento: pregações, exorcismo, santificação

Leia mais

Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia PSICOLOGIA. Comissão de Residência Multiprofissional - COREMU

Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia PSICOLOGIA. Comissão de Residência Multiprofissional - COREMU Programa de Residência Comissão de Residência - COREMU Programa de Residência As Residências Multiprofissionais na área de saúde, criadas a partir da promulgação da Lei n 11.129 de 2005, são orientadas

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

PLANO DE CURSO. CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA Código: ENF- 218 Pré-requisito: Nenhum Período Letivo:

Leia mais

Como Prevenir o Suicídio?

Como Prevenir o Suicídio? Como Prevenir o Suicídio? Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP) anacarolina@vidamental.com.br vidamental.com.br

Leia mais

Áquila Lopes Gouvêa Enfermeira da Equipe de Controle de Dor Instituto Central do Hospital das Clínica da Faculdade de Medicina da USP

Áquila Lopes Gouvêa Enfermeira da Equipe de Controle de Dor Instituto Central do Hospital das Clínica da Faculdade de Medicina da USP SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ASSISTÊNCIA MULDISCIPLINAR AO PACIENTE POLITRAUMATIZADO Áquila Lopes Gouvêa Enfermeira da Equipe de Controle de Dor Instituto Central do Hospital das Clínica da Faculdade de Medicina

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM BASES DA MEDICINA INTEGRATIVA

Leia mais

PORTARIA Nº 145, DE 11 DE JANEIRO DE 2017

PORTARIA Nº 145, DE 11 DE JANEIRO DE 2017 PORTARIA Nº 145, DE 11 DE JANEIRO DE 2017 Altera procedimentos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS para atendimento na Atenção Básica. O Secretário

Leia mais

Migrânea refratária Ronald Moura Fiuza

Migrânea refratária Ronald Moura Fiuza Migrânea refratária Ronald Moura Fiuza Migrânea refratária Ronald Moura Fiuza Doutor, eu tenho muita dor de cabeça! Já tentei tudo! Nada deu certo! O senhor é minha última esperança! Por que o paciente

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação MEDICINA. COORDENADORA Ângela Aparecida Barra

UFV Catálogo de Graduação MEDICINA. COORDENADORA Ângela Aparecida Barra UFV Catálogo de Graduação 2013 121 MEDICINA COORDENADORA Ângela Aparecida Barra angela.barra@ufv.br 122 Currículos dos Cursos UFV Médico ATUAÇÃO O Projeto Pedagógico do Curso de Medicina da UFV prevê a

Leia mais

Insônia é a percepção ou queixa de sono inadequado, ou de baixa qualidade, por causa das seguintes razões:

Insônia é a percepção ou queixa de sono inadequado, ou de baixa qualidade, por causa das seguintes razões: O que é Insônia? Insônia é a percepção ou queixa de sono inadequado, ou de baixa qualidade, por causa das seguintes razões: Dificuldade em cair no sono Levantar freqüentemente durante a noite com dificuldade

Leia mais

Estresse. Eustress Estresse Distress. Darwin, Estímulos variáveis externos estímulos similares internos

Estresse. Eustress Estresse Distress. Darwin, Estímulos variáveis externos estímulos similares internos Estresse de Captura, Contenção e Manutenção de Animais Selvagens em Cativeiro Estresse Definição de Estresse ( Síndrome Geral de Adaptação ) Fenômeno adaptativo provocado por alterações na homeostasia

Leia mais

Ventosaterapia em São José (SC) - Terapia com Ventosas em São José (SC)

Ventosaterapia em São José (SC) - Terapia com Ventosas em São José (SC) Ventosaterapia em São José (SC) - Terapia com Ventosas em São José (SC) Técnica com ventosas alivia dor e é adotada por atletas olímpicos - Tratamento da medicina chinesa, ventosaterapia também pode ser

Leia mais

TERAPIA COGNITIVA BRASÍLIA

TERAPIA COGNITIVA BRASÍLIA TERAPIA COGNITIVA BRASÍLIA Psicoterapeuta Cognitivo numa Abordagem Integrativa com Psicoterapia Focada nos Esquemas 1. Dr. Miguel Ângelo José Velloso de Almeida Mestre em Processos Cognitivos/UnB. CRP

Leia mais

Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP)

Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP) Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP) anacarolina@vidamental.com.br vidamental.com.br Transtornos Ansiosos (TA)

Leia mais

ACUPUNTURA: CONHECIMENTO E TRATAMENTO ENTRE USUÁRIOS DA REDE PÚBLICA DE SAÚDE EM TANGARÁ DA SERRA-MT

ACUPUNTURA: CONHECIMENTO E TRATAMENTO ENTRE USUÁRIOS DA REDE PÚBLICA DE SAÚDE EM TANGARÁ DA SERRA-MT ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 ACUPUNTURA: CONHECIMENTO E TRATAMENTO ENTRE USUÁRIOS DA REDE PÚBLICA DE SAÚDE EM TANGARÁ DA

Leia mais

CURSO LIVRE DE FORMAÇÃO EM TERAPIA VIBRACIONAL E EXPANSÃO DE CONSCIÊNCIA

CURSO LIVRE DE FORMAÇÃO EM TERAPIA VIBRACIONAL E EXPANSÃO DE CONSCIÊNCIA SOBRE O CURSO Esse é um curso abrangente, que tem por objetivo capacitar profissionais para a prática da Terapêutica Vibracional. Durante o curso, o aluno irá trabalhar diferentes aspectos de desenvolvimento

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento MASTOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento MASTOLOGIA. Comissão de Residência Médica COREME Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas e disseminar

Leia mais

Cuidados Paliativos e Decisões no Paciente Oncológico Terminal

Cuidados Paliativos e Decisões no Paciente Oncológico Terminal Cuidados Paliativos e Decisões no Paciente Oncológico Terminal Curso de atualização 2013 Ilka Lopes Santoro Disciplina de Pneumologia Unifesp - EPM Objetivos Definições e Princípios Ações Controle da dor

Leia mais

MEDIDAS DE PREVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL. Prof. João Gregório Neto

MEDIDAS DE PREVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL. Prof. João Gregório Neto MEDIDAS DE PREVENÇÃO NA SAÚDE MENTAL Prof. João Gregório Neto PREVENÇÃO Ato ou efeito de prevenir-se Disposição ou preparo antecipado e preventivo Precaução, cautela Modo de ver antecipado, premeditado

Leia mais

Enfrentamento da Dor. Avaliação de Situação 10/05/2013. Enfrentamento da Dor Crônica. Processo de Avaliação Cognitiva. Profa. Dra. Andréa G.

Enfrentamento da Dor. Avaliação de Situação 10/05/2013. Enfrentamento da Dor Crônica. Processo de Avaliação Cognitiva. Profa. Dra. Andréa G. Enfrentamento da Dor Crônica Enfrentamento da Dor Profa. Dra. Andréa G. Portnoi BIO PSICO SOCIAL Sensação Incapacitação Diagnóstico Medicamentos Procedimentos Tratamentos Emoção Cognição Comportamento

Leia mais

PROJETO DE LEI N, DE (Da Sra. Deputada Cida Diogo PT/RJ)

PROJETO DE LEI N, DE (Da Sra. Deputada Cida Diogo PT/RJ) PROJETO DE LEI N, DE 2008. (Da Sra. Deputada Cida Diogo PT/RJ) Institui o Plano Nacional de Medicina Natural e práticas complementares no âmbito do Sistema Único de Saúde. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

Fobia Específica. Simpósio de Terapia Cognitivo Comportamental Instituto Brasileiro de Hipnose IBH

Fobia Específica. Simpósio de Terapia Cognitivo Comportamental Instituto Brasileiro de Hipnose IBH Fobia Específica Simpósio de Terapia Cognitivo Comportamental Instituto Brasileiro de Hipnose IBH - 20015 A origem da palavra Fobia Phobos" significa "medo" e serve de raiz para a palavra fobia. Os critérios

Leia mais

Semana de Psicologia PUC RJ

Semana de Psicologia PUC RJ Semana de Psicologia PUC RJ O Psicólogo no Hospital Geral Apresentação: Decio Tenenbaum Material didático e concepções: Prof. Abram Eksterman Centro de Medicina Psicossomática e Psicologia Médica do Hospital

Leia mais

1 ª sessão. Sessão com o treinador. Participantes. Treinador. Psicólogo. Motivação para o programa

1 ª sessão. Sessão com o treinador. Participantes. Treinador. Psicólogo. Motivação para o programa 1 ª sessão Sessão com o treinador Treinador Motivação para o programa Discussão sobre a importância das competências psicológicas Descrição do programa Importância do reforço Importância da colaboração

Leia mais

Carla Taurisano. Dialogando com o corpo

Carla Taurisano. Dialogando com o corpo Carla Taurisano Dialogando com o corpo Esfinge dos Assírios - Kerub Águia Cabeça Vida mental (intelectual e espiritual) Boi Abdômen Vida Instintiva e vegetativa Homem Conjunto Consciência e domínio dos

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/2 Aprovada pela Resolução nº 15 CONSEPE, de 18 de junho de 2014.

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/2 Aprovada pela Resolução nº 15 CONSEPE, de 18 de junho de 2014. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DO MUCURI FAMMUC CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/2 Aprovada pela Resolução

Leia mais

Cuidados em Oncologia: o Desafio da Integralidade. Gelcio Luiz Quintella Mendes Coordenador de Assistência Instituto Nacional de Câncer

Cuidados em Oncologia: o Desafio da Integralidade. Gelcio Luiz Quintella Mendes Coordenador de Assistência Instituto Nacional de Câncer Cuidados em Oncologia: o Desafio da Integralidade Gelcio Luiz Quintella Mendes Coordenador de Assistência Instituto Nacional de Câncer O que é integralidade? s.f. 1 qualidade do que é integral, 1.1 reunião

Leia mais

REFLEXOLOGIA Equilibrar o corpo é uma arte milenar.

REFLEXOLOGIA Equilibrar o corpo é uma arte milenar. REFLEXOLOGIA Equilibrar o corpo é uma arte milenar. A Reflexologia é uma terapia holística que se baseia no princípio de que existem áreas no nosso corpo que quando submetidas a um determinado estímulo,

Leia mais

Psicoterapias breves nos diferentes estágios evolutivos

Psicoterapias breves nos diferentes estágios evolutivos 97 15 2 3 RESENHA Psicoterapias breves nos diferentes estágios evolutivos Márcia Calixto dos Santos a a Mestre em Psicologia - Americana - SP - Brasil. Instituição: PUCCAMP - Pontifícia Universidade Católica

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. 9 PÓS-GRADUAÇÃO EM EMERGÊNCIAS PEDIÁTRICAS Unidade Dias

Leia mais

Práticas Integrativas: Perspectivas Históricas e Contemporâneas. Prof. Daniel Alan Costa

Práticas Integrativas: Perspectivas Históricas e Contemporâneas. Prof. Daniel Alan Costa Práticas Integrativas: Perspectivas Históricas e Contemporâneas Prof. Daniel Alan Costa Prof. Daniel Alan Costa Fisioterapeuta pela Unip Universidade Paulista Coordenador do Curso de Pós Graduação em Naturopatia

Leia mais

Patologias psiquiátricas mais prevalentes na atenção básica: Alguns sintomas físicos ocorrem sem nenhuma causa física e nesses casos,

Patologias psiquiátricas mais prevalentes na atenção básica: Alguns sintomas físicos ocorrem sem nenhuma causa física e nesses casos, Diretrizes Gerais de Abordagem das Somatizações, Síndromes ansiosas e depressivas Alexandre de Araújo Pereira Patologias psiquiátricas mais prevalentes na atenção básica: Somatizações Transtornos Depressivos

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista Plano de Ensino Disciplina: Recursos Terapêuticos Manuais e Acupuntura Curso: Fisioterapia Código: Série: 2ª Série Obrigatória (X ) Optativa ( ) CH Teórica: 80 CH Prática: 80 CH Total: 160 I - Objetivos

Leia mais

RESGATE DO SER ATENDIMENTOS, CURSOS, OFICINAS E VIVÊNCIAS

RESGATE DO SER ATENDIMENTOS, CURSOS, OFICINAS E VIVÊNCIAS RESGATE DO SER ATENDIMENTOS, CURSOS, OFICINAS E VIVÊNCIAS ATENDIMENTOS ATENDIMENTO MULTIDIMENCIONAL RESGATE DO SER Atendimento onde identificamos e reconectamos a pessoa a seu mestre e guia pessoal. Realizando

Leia mais

A ACUPUNTURA COMO TRATAMENTO ALTERNATIVO PARA O ESTRESSE OCUPACIONAL: A PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM EM UM SERVIÇO DE EMERGÊNCIA

A ACUPUNTURA COMO TRATAMENTO ALTERNATIVO PARA O ESTRESSE OCUPACIONAL: A PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM EM UM SERVIÇO DE EMERGÊNCIA A ACUPUNTURA COMO TRATAMENTO ALTERNATIVO PARA O ESTRESSE OCUPACIONAL: A PERCEPÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM EM UM SERVIÇO DE EMERGÊNCIA Regiane Bezerra Campos (Apresentador) 1, Marcos Augusto Moraes

Leia mais

TODOS OS TEMAS BUSCAM RELACIONAR O TRABALHO COM OS DIVERSOS DOMÍNIOS DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA, TRAZENDO RELATOS E SITUAÇÕES QUE DEMONSTRAM COMO

TODOS OS TEMAS BUSCAM RELACIONAR O TRABALHO COM OS DIVERSOS DOMÍNIOS DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA, TRAZENDO RELATOS E SITUAÇÕES QUE DEMONSTRAM COMO TODOS OS TEMAS BUSCAM RELACIONAR O TRABALHO COM OS DIVERSOS DOMÍNIOS DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA, TRAZENDO RELATOS E SITUAÇÕES QUE DEMONSTRAM COMO PODEMOS CONCILIAR AS DUAS SITUAÇÕES E VIVERMOS MELHOR!

Leia mais

INTRODUÇÃO À SAÚDE DO TRABALHADOR. Profª Maria Dionísia do Amaral Dias Departamento de Saúde Pública Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP

INTRODUÇÃO À SAÚDE DO TRABALHADOR. Profª Maria Dionísia do Amaral Dias Departamento de Saúde Pública Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP INTRODUÇÃO À SAÚDE DO TRABALHADOR Profª Maria Dionísia do Amaral Dias Departamento de Saúde Pública Faculdade de Medicina de Botucatu UNESP Trabalho ATIVIDADE INTENCIONAL DO HOMEM PARA MODIFICAR A NATUREZA

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM CUIDADOS PALIATIVOS

ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM CUIDADOS PALIATIVOS ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU EM CUIDADOS PALIATIVOS Especialização Lato Sensu em Cuidados Paliativos 1.1 Área do Conhecimento: Ciências da Saúde Grande área: Saúde Subárea: Cuidados Paliativos 1.2 Unidade

Leia mais

Prova de Terapia Ocupacional

Prova de Terapia Ocupacional 1. Analise as afirmativas abaixo, dê valores Verdadeiro (V) ou Falso (F) e assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de cima para baixo, nas afirmações sobre órteses e adaptações na artrite

Leia mais

Aspectos Psicossociais nas Relac o es de Trabalho Experie ncias do Reino Unido e do Canada

Aspectos Psicossociais nas Relac o es de Trabalho Experie ncias do Reino Unido e do Canada Aspectos Psicossociais nas Relac o es de Trabalho Experie ncias do Reino Unido e do Canada Profa. Dra. Marcia Bandini 12º Fórum de Segurança e Saúde no Trabalho Agenda 1. SMT um tema atual 2. Fatores de

Leia mais

FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM MINDFULNESS PROGRAMA GERAL

FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM MINDFULNESS PROGRAMA GERAL FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM MINDFULNESS PROGRAMA GERAL CARACTERIZAÇÃO / NATUREZA: treinamento e qualificação instrumental de profissionais para oferecerem cursos de mindfulness aplicado à promoção da saúde

Leia mais

TÍTULO: O IMPACTO DA INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM PACIENTES OSTOMIZADOS POR CÂNCER

TÍTULO: O IMPACTO DA INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM PACIENTES OSTOMIZADOS POR CÂNCER TÍTULO: O IMPACTO DA INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM PACIENTES OSTOMIZADOS POR CÂNCER CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PSICOLOGIA INSTITUIÇÃO: UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES

Leia mais

Fórum de Humanização

Fórum de Humanização Fórum de Humanização Grupo PANDA: Atendimento Multiprofissional para Pacientes Egressos de UTI Neonatal Profissionais Integrantes Pediatra Dra Iara Flávia de Vasconcelos Aguiar Assistente Social Mônica

Leia mais

Treinamento em Clínica Médica do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Clínica Médica do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Clínica Médica 2015 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Reconhecido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica São Paulo - 2015/2017 Coordenador: Dr. Norton Wagner Ferracini O IBEPEGE

Leia mais

Sumário. Parte I VISÃO GERAL. Parte II COMUNICAÇÃO E RELAÇÃO. Introdução A medicina da pessoa...31

Sumário. Parte I VISÃO GERAL. Parte II COMUNICAÇÃO E RELAÇÃO. Introdução A medicina da pessoa...31 Sumário Introdução...25 Parte I VISÃO GERAL 1. A medicina da pessoa...31 Um pouco de história saúde-doença: evolução do conceito...31 Período pré-histórico...31 Período histórico primórdios...33 O antigo

Leia mais

ONCOLOGIA ORTOPÉDICA

ONCOLOGIA ORTOPÉDICA Programa de Capacitação Profissional ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS ENFERMEIROS NOS CUIDADOS PALIATIVOS À PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS

A PERCEPÇÃO DOS ENFERMEIROS NOS CUIDADOS PALIATIVOS À PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS A PERCEPÇÃO DOS ENFERMEIROS NOS CUIDADOS PALIATIVOS À PACIENTES ONCOLÓGICOS PEDIÁTRICOS Iara Bezerra de Alcantara 1 ; Mariana Gonçalves de Sousa 1 ; Sonia Maria Alves de Lira 2 ; Ana Carla Rodrigues da

Leia mais

O CENÁRIO DAS EQUIPES QUE ATUAM EM TERAPIA INTENSIVA

O CENÁRIO DAS EQUIPES QUE ATUAM EM TERAPIA INTENSIVA O CENÁRIO DAS EQUIPES QUE ATUAM EM TERAPIA INTENSIVA!3 de agosto de 2011 Ana Maria Pueyo Blasco de Magalhães O conceito de cenário (...) Um cenário é um conjunto ordenado de interação entre parceiros.

Leia mais

GRUPO DE INTERVENÇÃO TERAPÊUTICO COM MULHERES COM CANCRO DA MAMA EM DIFERENTES FASES DO CURSO DA DOENÇA: EXPRESSAR,

GRUPO DE INTERVENÇÃO TERAPÊUTICO COM MULHERES COM CANCRO DA MAMA EM DIFERENTES FASES DO CURSO DA DOENÇA: EXPRESSAR, GRUPO DE INTERVENÇÃO TERAPÊUTICO COM MULHERES COM CANCRO DA MAMA EM DIFERENTES FASES DO CURSO DA DOENÇA: EXPRESSAR, ENTREAJUDAR, RESIGNIFICAR, CRESCER E CURAR SÓNIA REMONDES-COSTA 1 & JOSÉ LUÍS PAIS-RIBEIRO

Leia mais

O Sistema Educacional ABACO/CBA e a Faculdade São Judas Tadeu unem-se na promoção do Curso Integrado em ACUPUNTURA

O Sistema Educacional ABACO/CBA e a Faculdade São Judas Tadeu unem-se na promoção do Curso Integrado em ACUPUNTURA # " O Sistema Educacional ABACO/CBA e a Faculdade São Judas Tadeu unem-se na promoção do Curso Integrado em Faça! curso e receba certificações ACUPUNTURA Pós-graduação em Acupuntura Clínica e Racionalidade

Leia mais

RESSIGNIFICAR: PSICOLOGIA E ONCOLOGIA 1. Jacson Fantinelli Dos Santos 2, Flávia Flach 3.

RESSIGNIFICAR: PSICOLOGIA E ONCOLOGIA 1. Jacson Fantinelli Dos Santos 2, Flávia Flach 3. RESSIGNIFICAR: PSICOLOGIA E ONCOLOGIA 1 Jacson Fantinelli Dos Santos 2, Flávia Flach 3. 1 Trabalho de Extensão Departamento de Humanidades e Educação, Curso de Graduação em Psicologia 2 Acadêmico do 8ºsemestre

Leia mais

ESTÁGIO: PSICOLOGIA HOSPITALAR: INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM UMA UNIDADE DE TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA

ESTÁGIO: PSICOLOGIA HOSPITALAR: INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA EM UMA UNIDADE DE TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE RIBEIRÃO PRETO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA CENTRO DE PESQUISA E PSICOLOGIA APLICADA ESTÁGIO: PSICOLOGIA HOSPITALAR: INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA

ATA DA REUNIÃO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA ATA DA REUNIÃO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA Ao dia dez de Março de 2014 às dezesseis horas e trinta minutos, no auditório do prédio administrativo da Faculdade Adventista da Bahia estiveram reunidas,

Leia mais

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Centro de Ciências da Saúde CCS. Serviço de Psicologia

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Centro de Ciências da Saúde CCS. Serviço de Psicologia Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Centro de Ciências da Saúde CCS Serviço de Psicologia Instrução Normativa n 01/2016 Estabelece as diretrizes para desenvolvimento de atividades e atendimento

Leia mais

Programa de Aperfeiçoamento ONCOLOGIA ORTOPÉDICA. Comissão de Residência Médica COREME

Programa de Aperfeiçoamento ONCOLOGIA ORTOPÉDICA. Comissão de Residência Médica COREME Comissão de Residência Médica COREME A.C.CAMARGO CANCER CENTER O sonho do Prof. Dr. Antônio Prudente de oferecer assistência integrada a pacientes com câncer, formar profissionais especialistas e disseminar

Leia mais

A experiência da SulAmerica na implantação de Programas de Promoção a Saúde e Prevenção de doenças

A experiência da SulAmerica na implantação de Programas de Promoção a Saúde e Prevenção de doenças A experiência da SulAmerica na implantação de Programas de Promoção a Saúde e Prevenção de doenças O Cenário. Os Programas do Saúde Ativa. Qual o Perfil de risco da nossa população e sua evolução nos últimos

Leia mais

CONCEITOS DE SAÚDE & ENFERMIDADE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

CONCEITOS DE SAÚDE & ENFERMIDADE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA CONCEITOS DE SAÚDE & ENFERMIDADE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA Dr CECIL G. HELMAN Professor of Medical Anthropology, Brunel University & Senior Lecturer, Department of Primary Care & Population Sciences, Royal Free

Leia mais