NCE/14/01056 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NCE/14/01056 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos"

Transcrição

1 NCE/14/01056 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/14/01056 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido o Relatório de Avaliação/Acreditação elaborado pela Comissão de Avaliação Externa relativamente ao novo ciclo de estudos Artes da Animação 2. conferente do grau de Mestre 3. a ser leccionado na(s) Unidade(s) Orgânica(s) (faculdade, escola, instituto, etc.) Universidade Lusófona De Humanidades E Tecnologia 4. a(s) Instituição(ões) de Ensino Superior / Entidade(s) Instituidora(s) Cofac - Cooperativa De Formação E Animação Cultural, C.R.L. 5. decide: Apresentar pronúncia 6. Pronúncia (Português): Exmos Senhores, Junto se remete nosso texto de pronuncia. Atenciosamente, 7. Pronúncia (Português e Inglês, PDF, máx. 150kB): (impresso na página seguinte) pág. 1 de 1

2 Anexos

3 (pt) Congratulamo-nos com o parecer positivo da Comissão de Avaliação Externa (CAE) e registamos que os comentários constantes do relatório constituem excelentes contributos para melhoria da proposta apresentada. Neste sentido, procuramos esclarecer,de seguida, alguns aspectos relacionados com as condições definidas para a acreditação do ciclo de estudos e nos pontos sugeridos em acção de melhoria. Resumimos em cinco as acções sugeridas pela Comissão de Avaliação: 1. O ciclo de estudos carece de domínio de especialização e surge como banda larga O objectivo original do 2º ciclo em Artes de Animação era o de possibilitar a sua frequência a licenciados de diferentes áreas do audiovisual e das artes que quisessem experimentar a animação para desenvolver uma ideia, sem necessidade de pré-requisitos. Deste modo, e aceitando que este aspecto possa ter gerado dúvidas, o objectivo era o de especialização em animação independentemente das suas técnicas. Ou seja, privilegiamos a animação como uma forma de comunicação, por exemplo como Michel Gondry fez na entrevista a Noam Chomsky (https://www.youtube.com/watch?v=zarb7t7pka0), cruzando diferentes meios de produção de imagem animada de modo a não nos limitarmos a uma especificidade num único processo de animação. Como ponto forte indicado pela avaliação no ponto «O ciclo de estudos apresenta objectivos de aprendizagem claros e consistentes com uma visão alargada da animação». De facto, não constitui objectivo limitarmos este mestrado a uma área específica, como a animação digital a 3 dimensões, pois desse modo seria espectável um programa curricular com particular enfoque nas técnicas de modelação, texturização, animação, produção e realização aplicadas ao domínio digital de um particular software. Como exemplos, apresentamos os objectivos e programas de cursos europeus com os quais encontramos afinidades. O MA do Royal College of Arts e o da MOME (Hungria) não se especializam numa área ou numa técnica em particular, estão fundamentalmente preocupados com o conteúdo, tal como procuramos com a proposta apresentada. Por isso, acentuamos a importância do acompanhamento tutorial e das apresentações públicas periódicas desenvolvidas pelos alunos comentadas pelo colectivo de docentes, matéria de apreciação positiva por parte da CAE. Do mesmo modo, o MA em Animação da Universidade de Lancashire privilegia o cruzamento de linguagens tal como a proposta por nós apresentada. Ou seja, nenhum dos currículos apresentados se especializa numa área ou numa técnica específica, são todos genericamente de visão alargada da animação. De igual modo, através da nossa oferta deixamos ao aluno a liberdade de escolha de uma abordagem, seja ela artística, experimental ou industrial. Foi com esse objectivo em mente que apresentamos uma programa estruturado em unidades curriculares que procuraremos justificar, resumidamente, do seguinte modo: - Desenho e movimento pretende dotar os alunos das técnicas e processos elementares da animação desenhada. - Stop motion pretende nivelar os alunos com conhecimentos base em animação stop motion. - Som e Movimento pretende apresentar e nivelar os alunos para o uso de processos essenciais de captação e edição de som, integrando-os num contexto de imagem em movimento. - Espaços Híbridos Procura o desenvolvimento da experimentação animada através de diferentes meios audiovisuais e com recursos a distintos processos de produção de imagem (2D, 3D e pós-produção vídeo) - Animação de autor Pretende a exploração criativa das técnicas apreendidas nas uc s anteriores, permitindo a alunos com diferentes níveis de conhecimento/experiência desenvolverem projectos individuais artisticamente originais sem dependerem de especialização técnica. - Produção desenvolvimento de conhecimentos-base para a organização e coordenação do trabalho. - Projecto final permitirá aos alunos o desenvolvimento e a concretização de um processo de conceptualização, criação e abordagem individual a um tema escolhido. Expressar uma ideia através de uma animação esta é a primeira especialização. Pretendemos ter alunos capazes de desenvolver uma tese em animação, ou um trabalho artístico de animação, ou uma especialização em animação com tutoria adequada. Importa referir que em dois anos curriculares não se especializam alunos em 3D, por exemplo, porque não pedimos também pré-requisitos (muito menos de cursos de 1º ciclo em 3D). A considerar-se a definição da área de especialização essencial para uma acreditação sem condições do ciclo de estudos que propomos, a área que estaria mais próxima do programa de estudos proposto, de acordo com as sugestões feitas, seria a de realização. 2. Fazer ajustes curriculares de acordo com a especialização Como nos é difícil enquadrar a estrutura curricular proposta numa especialização, que não seja a do uso da animação para expressar/comunicar uma ideia de forma original, neste ponto qualquer alteração seria por em causa os objectivos traçados

4 Contudo, aceitamos a proposta da CAE de criar unidades curriculares opcionais, porque nos parece adequado reforçar o objectivo de especialização em animação da presente proposta de mestrado. A introdução de unidades curriculares de opção permitirá maior ajustamento dos conhecimentos e competências a adquirir pelos estudantes aos objectivos ou orientações dos projectos finais de curso, sejam eles de natureza teórica (dissertação) ou mais prática (realização em animação). 3. Devem ser criadas opções para complementar a especialização Seguindo a sugestão da CAE e de acordo com o ponto anterior, sugerimos a criação de duas unidades curriculares de opção I diferenciado técnicas de animação e duas de opção II de modo a facultar uma maior oportunidades aos alunos de se especializarem em realização e produção de animação ou para um melhor apoio teórico para a execução de uma tese em animação. Assim, propomos a criação das uc s de Opção I (4ECTS) e Opção II (4ECTS) distribuídas no primeiro ano do ciclo de estudos, salientando que não existe qualquer alteração no número de ECTS das áreas científicas ou nas horas de contacto ou de trabalho em nenhum dos semestres desta proposta de mestrado. Para a UC de opção I (1º ano/1º semestre), oferecemos as seguintes alternativas: Animação Stop Motion (4ECTS, área científica TPCA) Animação Digital (4ECTS, área científica TPCA) programa em anexo (Anexo I) Para a UC de opção II (1º ano/2º semestre), oferecemos as seguintes alternativas: Métodos de Investigação (4ECTS área científica CCV) Técnicas de Argumento (4ECTS área científica CCV) programa em anexo (anexo II) 4. Justificar recursos de apoio à som e apoio específico ao som e movimento e 2d/3d De acordo com o ponto 12.3 do Relatório preliminar da CAE, no qual se sugere a indicação de recursos de apoio à unidade curricular de captação e edição de som e as aplicações informáticas de apoio às técnicas de animação digital, refere-se que a Universidade Lusófona ministra as licenciaturas de Animação Digital, Ciências e Tecnologias do Som, Cinema, Vídeo e Comunicação Multimédia. Para as referidas licenciaturas a Universidade está equipada com um conjunto variado de infraestruturas e equipamentos que foram indicados no ponto 5 da presente proposta. Contudo, estão omissos os equipamentos de som e aplicações informáticas de animação que, respondendo à sugestão da CAE, passamos a enumerar: - 1. Aplicações informáticas de apoio à animação 2D, 3D, som e efeitos visuais: - 15x Dragon Frame 3.6 (com teclado numérico para a animation stand ) - 25x Autodesk Entertainment Suite (Maya 2015, 3ds max 2015, Motion Builder 2015, Mud Box 2015) - 2x Vicon Iq (motion capture) - 15x Adobe Creative Suite 6.0 (Photoshop, After Effects, Audition) - 11x The Foundry Nuke - 20x Avid Protools 10-2x Avid Protools HD -2. Captação e edição de som 2.1 Gravação - 2x gravadores SoundDevices 744T - 5x gravadores Fostex FR2-10x gravadores Zoom H4N -2.2 Mistura - 2x mesas de mistura Sony DMX P Captação - 12x microfones hiper cardióides Beyerdynamic MCE 86II - 1x microfone hiper cardióide Schoeps CMC 6U com cápsula MK41-1x microfone cardióide Schoeps CMC 6U com cápsula MK4-4x microfones super cardióides Sennheiser MHK 416 P48-3x microfones super cardióides Rode NTG 1-4x microfones p/dslr Rode Videomic Pro - 1x microfone stereo Sony ECM 999PR - 2x microfones de lapela ECM 44-1x microfone de lapela ECM 66B - 7x conjuntos RF Sony UWP V1-1x conjunto RF Shure PG Acessórios - 2x perches Ambient Recording QP4140-4x perches Ambient Recording QP

5 - 3x perches Ambient Recording QX 580-3x perches Rycote A5-4x perches Rode Boompole - 7x antivento Rycote S Series 300-9x antivento Rycote Softie - 10x antivento Rycote WS4-12x auscultadores Sony MDR Infraestruturas para edição e captação de som 3.1 Estudio de misturas (P1.10) - 1x Protools com superficie de controlo. 3.2 Estudio de misturas e captação (P1.1) - 2x protools HD 3.3 Laboratório de audio P1.2-10x Protools Laboratorio de pós-produção (F1.16) -10x Protools 10 Como última referência, destaca-se ainda que, recentemente, foi construída mais uma animation stand com suporte para 3 camadas (vidros) e com coluna para máquina fotográfica com 130cm, aumentando para 6 o número de animation stands do laboratório de animação da Universidade Lusófona. 5. Área principal 213 e não a 321 Aceitamos a sugestão apresentada e colocamos como área principal a 213 (Audio-visuais e produção dos media) e não a 321 (Jornalismo e reportagem). No entanto, refira-se que a escolha inicial não foi um erro nosso em virtude do privilégio do conteúdo na produção audiovisual que pretendemos. Por isso, consideramos que as unidades curriculares de Animação Documental, Espaços Híbridos e Som e Movimento podem ter uma abordagem de natureza jornalística, documental, pedagógica. Tal como a utilização de movimento animado em conteúdos como o infografismo, reforçam a ideia de uma abordagem documental e que é reforçada nas unidades curriculares de cultura visual através da apresentação de variados exemplos históricos na animação. Esperemos que, com esta pronúncia,fiquem clarificados os objectivos e o âmbito que é pretendido para este 2º ciclo em Artes da Animação que preenche uma lacuna na oferta de cursos de mestrado no panorama do Ensino Superior, como a Comissão de Avaliação também o expressou. (en) We welcome the positive opinion of the External Evaluation Commission (CAE) and we note that the report of the comments are excellent contributions to improve the proposal. In this sense, we try to clarify, then, some aspects of the conditions set for the accreditation of the course and the points suggested in "improvement measure". We summarize in five actions suggested by the Evaluation Committee: 1. The master s proposal do not indicate an area of specialization in animation and emerges as broadband. The original aim of the 2nd cycle in Animation Arts was to allow the frequency to graduates from different fields of the audiovisual and arts who wanted to experience the animation to develop an idea, without prerequisites. Thus, and acknowledging that this may have generated questions, the objective was to "animation expertise" regardless of their techniques. That is, we favor the animation as a form of communication, such as Michel Gondry made in a serie of interviews with Noam Chomsky (https://www.youtube.com/watch?v=zarb7t7pka0), crossing different motion picture production means so as not to limit ourselves to a specificity in one process of animation. How strong point indicated by the assessment in "The study program learning goals are clear and consistent with a wide conception of animation." Indeed, is not our goal oto limit this master to a specific area, such as 3D animation, because we don t want a study program with particular focus on modeling techniques, texturing, animation, production and realization applied the digital domain of particular software.as examples, we present the curricula and objectives of European master courses with which we find affinities. The MA from the Royal College of Arts and the MOME (Hungary) do not specialize in an area or a particular technique, they are primarily concerned with the content, just like us. Therefore, we emphasize the importance of tutorial monitoring and periodic public presentations developed by the students commented by the collective of teachers, relating to positive assessment by the Evaluation Committee. Similarly, the University Lancashire s MA on Animation favors the crossing of languages just like ours proposal. That is, none of the submitted resumes to specialize in an area or a specific technique, are all based in a wide conception of animation

6 Similarly, with our offer we leave the student the freedom to choose an approach: artistic, experimental or industrial. It was with this objective in mind that we present a study program that seeks to justify briefly as follows: - Movement and Drawing: provide to students the techniques and elementary processes of drawn animation. - Stop Motion Animation: to level students with knowledge in animation stop motion. - Sound for Animation - aims to present and to level students to the use of essential processes of capture and sound editing, integrating them into a moving image context. - Installation - Looking for the development of animated experimentation through different audiovisual media and resources to different picture production processes (2D, 3D and video post-production) - Author Animation - Will the creative exploration of technical seized in previous uc's, allowing students with different levels of knowledge / experience develop artistically unique individual projects without relying on technical expertise. - Production - development of knowledge for the organization and coordination of the work.- Final Project - will allow students the development and implementation of a conceptualization, creation, and individual approach to a chosen theme. To express an idea through an animation - this is our specialization. We intend to have students able to develop a thesis on animation, or an artistic work using animation, or a specialization in animation with appropriate mentoring. It is not possible in two academic years specialize students in 3D, for example, for that reason we do not require for prerequisites (not even in 1st cycle courses in 3D). To consider the definition of essential specialized area for a full accreditation of the study cycle that we propose, the area that would be closest to the proposed study program, according to the suggestions made, would be to "film directing." 2. Curricular adjustments according to specialization Because it is difficult to admit a specialization in the field of animation to adjust our study program other than the use of animation to express / communicate an idea in an original way. However, we accept the proposal from CAE to create optional courses, because it seems appropriate to reinforce the aim of specialization in animation of the proposed master. The introduction of option courses allow further adjustment of knowledge and skills to be acquired by the students to the objectives and guidelines of the final draft of course, they are theoretical in nature (dissertation) or more practice (achievement in animation). 3. Optional courses should be created to allow additional training and experience Following the suggestion of the Evaluation Committee and according to the ideas above, we offer two optional courses differentiated option techniques of animation and another two optional courses in order to provide greater opportunities for students to specialize in development and production animation or a better theoretical support for the implementation of a thesis in animation. Therefore, we propose the creation of curricular unit Option I (4ECTS) and Option II (4ECTS) distributed in the first year of the course, pointing out that there is no change in the number of ECTS of the scientific areas not even in the contact or work hours in none of this semester master's proposal. For Option I (1st year / 1st semester), we offer the following alternatives: - Stop Motion Animation (4ECTS, TPCA scientific area) - Digital Animation (4ECTS, TPCA scientific area) course program attached (Annex I) For Option II (1st year / 2nd semester), we offer the following alternatives: - Research Methodology (4ECTS - CCV scientific area) - Scripwritting Techniques (4ECTS - CCV scientific area) course program attached (Annex II) 4. Justify facilities and tools to support capture and sound editing and computer software to support 2D and 3D animation techniques According to section 12.3 of CAE's Preliminary Report, which suggests the presentation of support resources to capture and sound editing and computer software to support digital animation techniques, we would like to point out that the Universidade Lusofona offers degrees in "Digital Animation", "Sound Science and Technology", "Cinema, Video and Multimedia Communication". For such degrees the university is equipped with a wide range of facilities, tools and software that were outlined in section 5 of this proposal. However, they are missing the sound equipment and computer animation applications that replying to the ECC suggestions, we list: - 1. Computer applications in support of 2D animation, 3D, sound and visual effects: - 15x Dragon Frame 3.6 (with numeric keypad for "animation stand") - 25x Autodesk Entertainment Suite (Maya 2015, 3ds max 2015 Motion Builder 2015 Mud Box 2015) - 2x Vicon Iq (motion capture) - 15x Adobe Creative Suite 6.0 (Photoshop, After Effects, Audition) - 4 -

7 - The Foundry Nuke 11x - 20x Avid Protools 10-2x Avid Protools HD 2. Capture and sound editing 2.1 Recording - 2x recorders Sound Devices 744T - 5x recorders Fostex FR2-10x Zoom H4N recorder 2.2 Mixture - 2x mixers Sony DMX P Funding - 12x hyper cardioid microphones Beyerdynamic MCE 86II - 1x microphone hyper cardioid Schoeps CMC 6U with MK41 capsule - 1x microphone cardioid Schoeps CMC 6U with MK4 capsule - 4x super cardioid microphones Sennheiser MHK 416 P48-3x super cardioid microphones Rode NTG 1-4x microphones w / DSLR Rode VideoMic Pro - 1x stereo microphone Sony ECM 999PR - 2x ECM 44 lavalier microphones - 1x lapel microphone ECM 66B - 7x sets RF Sony UWP V1-1x set RF Shure PG Accessories - 2x perches Ambient Recording QP4140-4x perches Ambient Recording QP 480-3x perches Ambient Recording QX 580-3x perches Rycote A5-4x perches Turn BOOMPOLE - 7x windscreen Rycote S Series 300-9x windscreen Rycote Softie - 10x windscreen Rycote WS4-12x Sony MDR 7506 headphones 3. Facilities for editing and sound recording 3.1 Studio mixtures (P1.10) - 1x Protools with surface control. 3.2 Studio mixtures and uptake (P1.1) - 2x protools HD 3.3 Audio Lab P1.2-10x Protools Laboratory post-production (F1.16) -10x Protools 10 Only a last reference, we would like to also to stress that recently we built another "animation stand" supporting 3 layers (glass) and column to camera with 130cm, increasing to six the number of "animation stands" animation lab Universidade Lusófona. 5. Main research area should be 213 not the 321 We agree with the suggestion and we will change the main research area to 213 (Audio-visual and media production) and the second research area will be 321 (Journalism and reporting). However, our initial choice was not a mistake because we privilege the content in audiovisual production. Therefore, we consider that the courses Documentary Animation, Installation and Sound for Animation may have a journalistic, documentary and educational approach. As well the use of animation content like infographics, reinforce the idea of a documentary approach and that is reinforced in the Visual Culture courses through the presentation of various historical examples in the animation. We hope that our pronunciation is sufficiently clear and concise in order to a better explanation of what our goals are and what we want for this 2nd cycle of Animation Arts that fills a gap in the supply of Masters courses in the panorama of Higher Education, as the Evaluation Committee also recognized

8 Anexo I Unidade curricular: Técnicas de Argumento / Scriptwriting Nome Completo do Docente Responsável e horas leccionadas Possidónio José Rosado Cachapa O bjectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes) O objetivo é dotar os alunos de competências na área da escrita para animação nas suas diversas técnicas e desenvolver mecanismos de exploração da criatividade direcionando-os para o cinema de animação. No final do semestre, o aluno deverá conhecer os diferentes procedimentos para a concretização de um guião, saber caracterizar personagens pela escrita sem perder de vista o filme final onde tudo será integrado e desenvolvido. Ter AB C D ED A F F D C A para animação, tendo em conta a técnica futura a utilizar. Distinguir entre os diferentes formatos (curta e longa metragens e série) e adequar temáticas e estruturas a esses trabalhos. Intended learning outcomes (knowledge, skills and competences to be developed by the students): The aim is to provide skills to students in the area of scriptwriting for animation in its various techniques and to develop creativity exploitation mechanisms using them to the animated film. At the end of the semester, students should know the different procedures for the implementation of a script, learn to characterize the characters, written without losing sight of the final movie where everything must be integrated and developed. To have progressed F F D F to be able to write a script for animation, taking into account the future use of the animation technique. To distinguish between different formats (short and feature films and series) and matching themes and structures of such works. Conteúdos programáticos Da ideia ao projeto: as fases do guião. Caracterização de personagens, ambientes e adereços. A estrutura da narrativa e as suas variantes. Caraterização Interna e Externa. Syllabus From idea to the project: the various stages of the script. Environments, props and character s characterization. The structure of the narrative and its variants. Internal and external psychological characterization. Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objectivos da unidade curricular As unidades curriculares com uma vertente teórica e prática pretendem dotar o aluno de instrumentos de percepção das novas realidades no domínio da comunicação e da cultura, influenciando-o na construção de um edifício teórico alicerçado em exercícios práticos capaz de responder aos projectos a implementar nesta área. Para além disso, ajuda a constituir uma analítica do objecto teórico que tem como objectivo fundamentar as opções práticas levadas a cabo pelo aluno. Numa sociedade em constante evolução no campo da Animação, da Tecnologia e das Artes, considera-se imprescindível a existência desta disciplina vocacionada para o entendimento da evolução dos meios de comunicação mais criativos, bem como a sua recepção pública. Esta disciplina mantém-se em «diálogo» com outras que têm objectivos semelhantes. Evidence of the syllabus coherence with the curricular unit s intended learning outcomes: The courses with both theoretical and practice intended to provide the student with instruments of perception of new realities in the field of communication and culture, influencing him in building a grounded theory building in practical exercises able to respond to projects to be implemented in this area. In addition, it helps to provide an analytical theoretical object which aims to support the practical options carried out by the student. In a society in constant evolution in the field of Animation, Technology and the Arts, it is considered essential to the existence of this course dedicated to understanding the evolution of the most creative media and its public reception. This course remains in "dialogue" with others who have similar goals. Metodologias de ensino (avaliação incluída) Aulas teórico-práticas, utilizando uma diversidade de métodos e técnicas pedagógicas em sala. Utilização de diagramas projectados, visionamento de curtas e longas-metragens de animação, jogos pedagógicos no domínio da - 6 -

9 criatividade, entre outros. A avaliação será contínua, pontuada por exercícios práticos no final de cada segmento de conteúdos (50%) e um trabalho final de guião (50%). Teaching Methodologies (including assessment): Theoretical and practical classes, using a variety of methods and teaching techniques in the classroom. Using projected diagrams, display short and animated feature films, educational games in the field of creativity, among others. The evaluation is continued, punctuated by practical exercises at the end of each content segment (50%) and a final work script (50%). Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objectivos de aprendizagem da unidade curricular O objectivo é comunicar ideias e conceber soluções criativas, tecnicamente válidas nos diferentes domínios da animação. Os conteúdos programáticos serão ministrados através de vários métodos, expositivo, demonstrativo e experimental e trabalhos práticos. Serão utilizados diversos meios audiovisuais e multimédia, nomeadamente, visionamento de filmes de diferentes formatos. Seguindo o espírito de Bolonha, esta unidade curricular proporciona aos alunos uma avaliação contínua durante o semestre. Requer-se aos alunos trabalhos de avaliação parcelar que têm a sua percentagem na avaliação final, reflectindo-se na avaliação final as diferentes metodologias de ensino. Evidence of the teaching methodologies coherence with the curricular unit s intended learning outcomes: The goal is to communicate ideas and develop creative solutions, technically valid in different areas of animation. The syllabus will be taught by various methods, exhibition, demonstration and experimental and practical work. Various audiovisual and multimedia in particular, watching films of different formats are used. In the spirit of Bologna, this course provides students with continuous assessment during the semester. It requires students to work evaluation tranche have their share in the final evaluation, reflected in the final evaluation of the different teaching methodologies. Bibliografia principal Camara, Sergi (2006) All About Techniques in Drawing for Animation Production. New York: Barron s. Gilbert, Wayne (2014) Simplified Drawing for Planning Animation. San Rafael: Anamie. Halas, John & Whitaker, Harold (2009). Timing for Animation. Burlington: Focal Press Katz, Steven (1991) Film Directing Shot by Shot Visualizing from concept to Screen. New York: Michael Wiese Productions / Focal Press Kriger, Judith (2012), Animated Realism, A behind the Scenes Look at the Animated Documentary Genre. Burlington: Focal Press. Scott, Jeffrey (2003) How to Write for Animation. New York: Overlook Press Sibley & Lord (2010) Cracking Animation: The Aardman Book of 3D Animation. London: Thames and Hudson Wells, Paul (2006). The Fundamentals of Animation. Lausanne: AVA Publishing. Wells, Paul (2007). Basics Animation 01: Scriptwriting. Lausanne: AVA Publishing

10 Anexo II Unidade curricular: Animação Digital / Digital Animation Nome Completo do Docente Responsável e horas leccionadas Filipe Soares Branco da Costa Luz O bjectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes) -Dar a conhecer as possibilidades técnicas de animação digital para as artes e o audiovisual. -Profissionalizar os alunos no uso de aplicações digitais de animação bidimensional e tridimensional, para que livre e criativamente possam desenvolver projetos de acordo com a qualidade exigida no mercado audiovisual. -Incentivo à exploração criativa e artística do processo de animação, utilizando as aplicações Dragon Frame e Autodesk Maya. -Aprendizagem de conceitos e técnicas de animação digital que permitam aplicar conteúdos narrativos em projetos de animação para cinema, publicidade e outros suportes multimédia. Intended learning outcomes (knowledge, skills and competences to be developed by the students): - This subject promotes the technical possibilities of computer animation for the arts and audiovisual. - Professionalize the students in the use of digital applications of two-dimensional and three-dimensional animation, to freely and creatively to develop projects in accordance with the required quality in the audiovisual market. -Encouraging creative and artistic exploration of the animation process, using applications Dragon Frame and Autodesk Maya. - Acqusition of learning concepts and digital animation techniques for applying narrative content in animation projects for film, advertising and other multimedia supports. Conteúdos programáticos 1.Introdução às técnicas de animação digital em 2D 2.Animação por Keyframes - Keyframes e intervalos de tempo - Curvas de animação - Keyframes em caminhos (motionpaths) 3.Deformadores - Deformadores (Clusters, Lattices, Morph) - Pesos de deformação 4.Animação Não-Linear - Character sets - Constraints - Set Driven Keys 5..Introdução às técnicas de animação digital em 3D 6. Modelação por polígonos (low poly) 7. Superfícies NURBS; 8. Texturização de modelos 3D - Conceitos de polymesh; Mapeamento de UVs (UV Editor); - Utilização do Photoshop para criação de texturas; 9. Iluminação de modelos 3D - Iluminação CG exterior e interior - Criação de materiais e texturas (HyperShade) II; 10. Render em Mental Ray Syllabus 1. Introduction to digital animation techniques in 2D 2. Keyframes Animation - Keyframes and in-betweeners - Animation curves - 8 -

FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES

FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES a. Unidade curricular Course unit title: Construção da Imagem Fílmica Construction of the Filmic Image Código: 01343927 Code: 01343927 b. ECTS: 5.0 c. Horas de contacto

Leia mais

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Unidade curricular História do Direito Português I (Doutoramento - 1º semestre) Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Transportes CU Name Código UC 706 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5; TP - 22,5

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Laboratório de Aplicações Interactivas Interactive Application Lab Docente responsável e respectivas horas de contacto

Leia mais

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16 Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito Unidade curricular História do Direito Português I (1º sem). Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2013/14

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2013/14 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Comunicação Audiovisual - Desenvolvimento Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2013/14 6.2.1.2. Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade

Leia mais

Informática e Programação. Computer Science and Programming. Semestre do plano de estudos 1

Informática e Programação. Computer Science and Programming. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Informática e Programação CU Name Código UC 4 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Informática Duração Semestral Horas de trabalho 135 ECTS 5 Horas de contacto TP - 67,5 Observações

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular Comunicação Multimédia (Desenvolvimento) Multimedia Communication (Development) 6.2.1.2. Docente responsável e respectivas horas

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/15 Unidade curricular: / Curricular Unit: Sociologia da Comunicação Sociology of Communication Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade

Leia mais

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Construção, Território e Ambiente CU Name Código UC 11 Curso LEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 95 ECTS 3.5 Horas de contacto

Leia mais

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Hidráulica Urbana CU Name Código UC 725 Curso MEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 164 ECTS 6 Horas de contacto T - 22,5; PL -

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular 2014/2015

Ficha de Unidade Curricular 2014/2015 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular 2014/2015 Design de Identidade Identity design 6.2.1.2. Docente responsável e respetivas horas de contacto na unidade curricular

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Design Gráfico Graphic Desgin Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade curricular (preencher o

Leia mais

Técnicas de Comunicação Audiovisual / Audiovisual Communication Techniques

Técnicas de Comunicação Audiovisual / Audiovisual Communication Techniques Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1. Unidade curricular / Curricular Unit Técnicas de Comunicação Audiovisual / Audiovisual Communication Techniques 2. Designação do Ciclo de Estudos em que se insere a

Leia mais

2º Ciclo em: Engenharia Informática Design e Desenvolvimento de Jogos Digitais DI UBI 2014/2015

2º Ciclo em: Engenharia Informática Design e Desenvolvimento de Jogos Digitais DI UBI 2014/2015 ANIMATION & VIRTUAL REALITY 2º Ciclo em: Engenharia Informática Design e Desenvolvimento de Jogos Digitais DI UBI 2014/2015 Contacts! Docente (Teacher): Frutuoso Silva! Gabinete (Office): 3.18 (Bloco VI

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Curricular Unit Plan ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. GESTÃO DE PROJECTOS INFORMÁTICOS Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010

Leia mais

2. Conhecer a diversidade e complexidade de temáticas que podem ser abrangidas por esta área de conhecimento.

2. Conhecer a diversidade e complexidade de temáticas que podem ser abrangidas por esta área de conhecimento. Ficha de Unidade Curricular 1. Unidade curricular / Curricular Unit Psicologia Geral / General Psychology 2. Designação do Ciclo de Estudos em que se insere a Unidade Curricular (com semestre e ano lectivo)

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1 1. Unidade curricular / Curricular Unit Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker 2. Designação do Ciclo

Leia mais

NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Topografia Aplicada. Applied Topography. Semestre do plano de estudos 1

Topografia Aplicada. Applied Topography. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Topografia Aplicada CU Name Código UC 736 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 124 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5;

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. ENGENHARIA DE SOFTWARE I Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 /

Leia mais

Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5

Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5 Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5 Type of course Compulsory Year 2º Semester 2nd sem Student Workload: Professor(s) Natalia Gomes, Ascensão Maria

Leia mais

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Gestão de Obras e Estaleiros. Semestre do plano de estudos 6

Gestão de Obras e Estaleiros. Semestre do plano de estudos 6 Nome UC Gestão de Obras e Estaleiros CU Name Código UC 32 Curso LEC Semestre do plano de estudos 6 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 136 ECTS 5 Horas de contacto T - 45; TP - 22,5

Leia mais

PROGRAMA DAS UNIDADES CURRICULARES

PROGRAMA DAS UNIDADES CURRICULARES 1. Unidade Curricular (máx. 100 caracteres) Modelação de Dados Curricular Unit (máx. 100 caracteres) Data Modelling 2. Ciclo de Estudos (máx. 100 caracteres) Comunicação e Design Multimédia Study Cycle

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil 2 Língua(s) de aprendizagem/avaliação:

Leia mais

Mecânica dos Sólidos III. Solid Mechanics III. Semestre do plano de estudos 3

Mecânica dos Sólidos III. Solid Mechanics III. Semestre do plano de estudos 3 Nome UC Mecânica dos Sólidos III CU Name Código UC 721 Curso MEC Semestre do plano de estudos 3 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 130 ECTS 5 Horas de contacto TP 45 Observações

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Tecnologia e Programação Web Web Development Technologies Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade

Leia mais

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Ateliê de Novas Tecnologias / New Technologies Atelier

Ateliê de Novas Tecnologias / New Technologies Atelier Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1. Unidade curricular / Curricular Unit Ateliê de Novas Tecnologias / New Technologies Atelier 2. Designação do Ciclo de Estudos em que se insere a Unidade Curricular

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. FÍSICA APLICADA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011 Horas

Leia mais

Marketing e Publicidade / Marketing and Advertising (5,5 ECTS)

Marketing e Publicidade / Marketing and Advertising (5,5 ECTS) Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1. Unidade curricular / Curricular Unit Marketing e Publicidade / Marketing and Advertising (5,5 ECTS) 2. Designação do Ciclo de Estudos em que se insere a Unidade Curricular

Leia mais

Estações de Tratamento de Água. Water Treatment Plants. Semestre do plano de estudos 2

Estações de Tratamento de Água. Water Treatment Plants. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Estações de Tratamento de Água CU Name Código UC 724 Curso MEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 90 ECTS 3.5 Horas de contacto

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Ficha da Unidade Curricular CURSO Mestrado em U.C. SISTEMAS INTEGRADOS DE Gestão Integrada da Qualidade,Ambiente e Segurança GESTÃO Horas presenciais

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular 2014/2015

Ficha de Unidade Curricular 2014/2015 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular 2014/2015 Gestão de Projetos Audiovisuais e Multimédia Audiovisual and Multimedia Project Management 6.2.1.2. Docente responsável

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

Ficha das Unidades Curriculares (UC)

Ficha das Unidades Curriculares (UC) Ficha das Unidades Curriculares (UC) Ano letivo/ Semestre: 1º ano, 2º semestre Programa Doutoral em: Sociologia 1. Unidade Curricular: Ciência na sociedade optatitva 2. Docente Responsável Horas de contato

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

Inválido para efeitos de certificação

Inválido para efeitos de certificação UNIDADE CURRICULAR: Vídeo Publicitário para Multiplataforma CURRICULAR UNIT: Cross Platform Video Advertising Ficha de Unidade Curricular DOCENTE RESPONSÁVEL E RESPETIVAS HORAS DE CONTATO NA UNIDADE CURRICULAR

Leia mais

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS

Estereoscopia Digital no Ensino da Química AGRADECIMENTOS AGRADECIMENTOS O findar desta dissertação é o momento indicado para agradecer ao Professor Doutor João Carlos de Matos Paiva pela sua grande ajuda, pela disponibilidade sempre manifestada, pelo seu empenho

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado Científico

Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado Científico Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado Científico Unidade curricular Direito Constitucional I Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular José Alberto de Melo Alexandrino

Leia mais

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Raquel Jauffret Guilhon Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment SAFIRA is an IT consulting boutique known for transforming the way organizations do business, or fulfil their missions,

Leia mais

Inválido para efeitos de certificação

Inválido para efeitos de certificação UNIDADE CURRICULAR: Web Design CURRICULAR UNIT: Web Design Ficha de Unidade Curricular DOCENTE RESPONSÁVEL E RESPETIVAS HORAS DE CONTATO NA UNIDADE CURRICULAR (PREENCHER O NOME COMPLETO): João Pedro Coelho

Leia mais

Vânia Finholdt Ângelo Leite

Vânia Finholdt Ângelo Leite Vânia Finholdt Ângelo Leite A atuação da coordenação pedagógica em conjunto com os professores no processo de recontextualização da política oficial no 1º ano do Ensino Fundamental no Município do Rio

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/2015

Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/2015 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular Ano letivo 2014/2015 Design de Interface Interface Design 6.2.1.2. Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular 2009/2010

Ficha de Unidade Curricular 2009/2010 Ficha de Unidade Curricular 2009/2010 Unidade Curricular Designação Tecnologias Vídeo Área Científica Design Multimédia Ciclo de Estudos 1º Ciclo - Licenciatura Carácter: Semestre 2º ECTS Obrigatório Docente

Leia mais

1. Lingüística Periódicos. 2. Língua Inglesa Periódicos

1. Lingüística Periódicos. 2. Língua Inglesa Periódicos ISSN 0102-7077 the ESP São Paulo Vol. 25 nº especial p. 1-114 2004 The Especialist/Centro de Pesquisas, Recursos e Informação em Leitura da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo CEPRIL. V. 1, n.

Leia mais

A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional!

A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional! ii A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional! iii Agradeço à Deus, esta força maior, pela vida, pela sabedoria e pelo amor. Mas, sobretudo, por me ensinar saber fazer ser

Leia mais

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Os principais modelos Modelo europeu tradicional: diferenciação no secundário entre vertentes acadêmicas e técnico-profissionais

Leia mais

NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Estruturas de Suporte e Fundações I. Retaining Structures and Foundations I. Semestre do plano de estudos 1

Estruturas de Suporte e Fundações I. Retaining Structures and Foundations I. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Estruturas de Suporte e Fundações I CU Name Código UC 705 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC)

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) Ano letivo 2014/2015 Ano/Semestre curricular 2º ano/3º semestre Unidade Curricular [designação e tipo/se é do tipo obrigatório ou optativo] (máx100 caracteres) Língua de

Leia mais

Mestrado em Economia Monetária e

Mestrado em Economia Monetária e Mestrado em Economia Monetária e Financeira Ficha de Unidade Curricular Nome da Unidade Curricular (NUC) Departamento Área Científica Activa nos Planos Curriculares Estado Código da disciplina Nome (pt)

Leia mais

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps Mariane Alves Dal Santo marianedalsanto@udesc.br Francisco Henrique de Oliveira chicoliver@yahoo.com.br Carlos Loch cloch@ecv.ufsc.br Laboratório de Geoprocessamento GeoLab Universidade do Estado de Santa

Leia mais

Ensino a Distância e elearning (regime de elearning)

Ensino a Distância e elearning (regime de elearning) Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1. Unidade curricular / Curricular Unit Ensino a Distância e elearning (regime de elearning) 2. Designação do Ciclo de Estudos em que se insere a Unidade Curricular (com

Leia mais

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D.

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. Pró-Reitora de Pós-Graduação / Graduate

Leia mais

Gestão e Análise Financeira. Managment and Financial Analysis. Semestre do plano de estudos 5

Gestão e Análise Financeira. Managment and Financial Analysis. Semestre do plano de estudos 5 Nome UC Gestão e Análise Financeira CU Name Código UC 28 Curso LEC Semestre do plano de estudos 5 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 106 ECTS 4 Horas de contacto T - 22,5; TP -

Leia mais

01/03/2013 01/04/2013 sound recording/mixing/editing J.Barquinha, Porto (Portugal) Sound Technician / Sound Designer / Sound Departament.

01/03/2013 01/04/2013 sound recording/mixing/editing J.Barquinha, Porto (Portugal) Sound Technician / Sound Designer / Sound Departament. Curriculum Vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Rua José Gonçalves de Carvalho, 4575-609 Rio Mau Penafiel (Portugal) 914102309 tiagogomescardoso@hotmail.com http://soundfoley.wordpress.com/ http://www.behance.net/tiagocardososound

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

Online Collaborative Learning Design

Online Collaborative Learning Design "Online Collaborative Learning Design" Course to be offered by Charlotte N. Lani Gunawardena, Ph.D. Regents Professor University of New Mexico, Albuquerque, New Mexico, USA July 7- August 14, 2014 Course

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR PED.008.02 Curso Design de Equipamento Ano letivo 2012-2013 Unidade Curricular Projecto de Design Industrial 2 ECTS 9 Regime Obrigatório Ano 3º Semestre 2º Semestre

Leia mais

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Instituto Superior Miguel Torga Escola Superior de Altos Estudos Cláudia Sofia da Costa Duarte As Novas Tecnologias como componente da Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Dissertação de Mestrado em

Leia mais

PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL

PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL / INDUSTRIAL PROPERTY AND UNFAIR COMPETITION provisório ELEMENTOS DA DISCIPLINA / COURSE DETAILS Docência/ Faculty Evaristo Mendes Ano Lectivo / Academic year:

Leia mais

Curricular Unit (máx. 100 caracteres) Study Cycle (máx. 100 caracteres) Branche Option (máx. 80 caracteres)

Curricular Unit (máx. 100 caracteres) Study Cycle (máx. 100 caracteres) Branche Option (máx. 80 caracteres) 1. Unidade Curricular (máx. 100 caracteres) Oficina de Vídeo II Curricular Unit (máx. 100 caracteres) Video Workshop II 2. Ciclo de Estudos (máx. 100 caracteres) Licenciatura Comunicação e Design Multimédia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Gestão de Empresas Audiovisual e Multimédia Audiovisual and Multimedia Companies Management Docente responsável e respectivas

Leia mais

SUMÁRIO. Introdução... 01. Capítulo 1: Fundamentação teórica... 06. 1.1 Origem e desenvolvimento da abordagem instrumental... 06

SUMÁRIO. Introdução... 01. Capítulo 1: Fundamentação teórica... 06. 1.1 Origem e desenvolvimento da abordagem instrumental... 06 vii Resumo Este estudo apresenta os resultados de uma análise de necessidades de uso da língua inglesa de estudantes de um curso universitário de Publicidade e Propaganda, bem como de profissionais dessa

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA PROVA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS E CAPACIDADES Componente Específica Inglês. Código da Prova 5200 2014/2015

INFORMAÇÃO-PROVA PROVA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS E CAPACIDADES Componente Específica Inglês. Código da Prova 5200 2014/2015 INFORMAÇÃO-PROVA PROVA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS E CAPACIDADES Componente Específica Inglês Código da Prova 5200 2014/2015 O presente documento divulga informação relativa à Prova de Avaliação de Conhecimentos

Leia mais

Desenho e Computação Gráfica. Drawing and Computer-aided Design. Semestre do plano de estudos 2

Desenho e Computação Gráfica. Drawing and Computer-aided Design. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Desenho e Computação Gráfica CU Name Código UC 12 Curso LEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Informática Duração Semestral Horas de trabalho 163 ECTS 6 Horas de contacto TP - 67,5

Leia mais

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO CENTRO UNIVERSITÁRIO FIEO Osasco 2009 MARLI DA COSTA RAMOS

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante

Ficha de unidade curricular. Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Unidade curricular Direito das Sociedades Comerciais Ficha de unidade curricular Curso de Mestrado em Direito - Profissionalizante Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular (preencher

Leia mais

Behance portfolio. Filipe Oliveira (FilipeO) Seixal, Portugal. Choices - Multimedia engineering final project

Behance portfolio. Filipe Oliveira (FilipeO) Seixal, Portugal. Choices - Multimedia engineering final project Behance portfolio Filipe Oliveira (FilipeO) Seixal, Portugal About Awards Portfolio (5) Projects: Choices - Multimedia engineering final project, Photography, Kampai Magazine, 3D Videos, 3D Models, Choices

Leia mais

BIBLIOGRAFIA. Faupel, A. & Sharp, P. (2003). Promoting emotional literacy. Guidelines for schools, local authorities and

BIBLIOGRAFIA. Faupel, A. & Sharp, P. (2003). Promoting emotional literacy. Guidelines for schools, local authorities and RESUMO EXPANDIDO Pode definir-se Literacia Emocional como a capacidade para reconhecer, compreender, expressar e gerir estados emocionais, do próprio e de outras pessoas, existindo associações entre esta

Leia mais

MIT Portugal Program Engineering systems in action

MIT Portugal Program Engineering systems in action MIT Portugal Program Engineering systems in action Paulo Ferrão, MPP Director in Portugal Engineering Systems: Achievements and Challenges MIT, June 15-17, 2009 Our knowledge-creation model An Engineering

Leia mais

Economia Digital / Digital Economy

Economia Digital / Digital Economy Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1. Unidade curricular / Curricular Unit Economia Digital / Digital Economy 2. Designação do Ciclo de Estudos em que se insere a Unidade Curricular (com semestre e ano

Leia mais

Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano

Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano Licenciatura em Gestão (1º ciclo) First Cycle Degree in Management Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano Curricular Unit: Information Systems for Management

Leia mais

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado

UAb Session on Institutional Change Students and Teachers. Lina Morgado UAb Session on Institutional Change Students and Teachers Lina Morgado Lina Morgado l SUMMARY 1 1. Pedagogical Model : Innovation Change 2. The context of teachers training program at UAb.pt 3. The teachers

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. COMPUTAÇÃO MÓVEL E UBÍQUA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010

Leia mais

Mestrado em Gestão (2º ciclo) especialização em Gestão de Negócios

Mestrado em Gestão (2º ciclo) especialização em Gestão de Negócios Mestrado em Gestão (2º ciclo) especialização em Gestão de Negócios Unidade curricular: Gestão de Recursos Humanos Nº horas: 30 ECTS: 7 Curricular Unit: Human Resources Management No. hours: 30 ECTS: 7

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

Projeto pedagógico para um curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos com aplicação de ABP Virtual

Projeto pedagógico para um curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos com aplicação de ABP Virtual Projeto pedagógico para um curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos com aplicação de ABP Virtual Silvane Guimarães Silva Gomes, Frederico José Vieira Passos Universidade Federal de Viçosa

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO APRENDER CIDADANIA COM A DISCIPINA DE HISTÓRIA: 3 PERCURSOS NO CONCELHO DE ODEMIRA Rita Santos Agudo do Amaral Rêgo MESTRADO EM EDUCAÇÃO

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais