Sistema Start & Stop. Sistema Start & Stop. Propulsão híbrida - um passo tecnológico a caminho do carro elétrico. LuK DMF com amortecedor de pêndulo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema Start & Stop. Sistema Start & Stop. Propulsão híbrida - um passo tecnológico a caminho do carro elétrico. LuK DMF com amortecedor de pêndulo"

Transcrição

1 A VISÃO ATUALIZADA EM INOVAÇÕES NO SETOR AUTOMÓVEL TORNA A NOVA TECNOLOGIA TRANSPARENTE 1 NESTA EDIÇÃO 1 Edição 01 Dezembro de 2012 Sistema Start & Stop A União Europeia regula as emissões dos veículos poluentes através da norma «Euro». Os regulamentos também contemplam incentivos fiscais. Uma das respostas dos fabricantes para cumprirem esta norma, e benefi ciarem de incentivos fi scais, é a implementação do sistema Start & Stop. Sistema Start & Stop Propulsão híbrida - um passo tecnológico a caminho do carro elétrico LuK DMF com amortecedor de pêndulo CO HC NOx HC+NOx Part. Implementação Euro I Euro II Euro III Euro IV Euro V Euro VI Este sistema inovador permite que as emissões de CO2 sejam reduzidas até 15% (em condições de tráfego urbano intenso). Reduz também a poluição acústica. Com este sistema, o motor pára quando: A velocidade do veículo é inferior a 3 km/h A caixa de velocidades está na posição de ponto-morto O pedal da embraiagem não está a ser pressionado O volante não está a ser virado (não é necessário nenhum tipo de assistência) O motor está ao ralenti O motor não pára se: O vácuo do servo-freio descer abaixo de um limiar defi nido A bateria estiver sem carga O controlo da climatização exigir o uso do compressor de ar condicionado A temperatura do líquido de arrefecimento estiver abaixo de ºC A temperatura exterior for inferior a -10 ºC e superior a 50 ºC. O sistema Start & Stop também pode incluir as seguintes funções: Desligar-se depois de se abrir a capota do motor, para evitar o arranque automático quando estão a ser efetuados trabalhos no motor. Desligar-se depois de se desapertar o cinto de segurança, para evitar sair do veículo sem o parar. (Estas condições variam de um fabricante para outro) EureTechFlash é uma publicação Internacional AD (www.ad-europe.com). 1

2 Descrição do sistema: 1. Motor ECU: Gere o sistema Start & Stop. 2. Sistema de acesso ao carro 3. Motor de arranque: É responsável por fazer arrancar o motor de combustão interna. 4. Painel de instrumentos: Informa o condutor acerca do estado do sistema Start & Stop: ativado/desativado. 5. Centro de comutação de consola MSA 6. Sensor de velocidade: Fornece informações, normalmente através da unidade de ABS, sobre a velocidade do veículo. 7. Sensor da bateria: Informa a unidade do motor sobre a corrente que entra e sai da bateria, por forma a calcular o nível de carga. 8. Interruptor da capota do motor: Avisa a unidade do motor da abertura do compartimento do motor. 9. Interruptor do cinto de segurança: Indica à unidade do motor se o cinto de segurança está apertado ou não. Eletrónica Diesel digital (DDE). Otimização da afinação para a injeção de combustível o sistema de eletrónica diesel digital (DDE) gere todas as funções do sistema em modelos diesel. Isto poupa combustível, assegura que irá beneficiar de um desempenho suave e sofisticado, e ajuda a reduzir as emissões de escape, minimizando assim o seu impacto no ambiente. Eletrónica de motor digital (DME). O sistema de gestão global para o seu motor: A eletrónica de motor digital (DME) controla todos os aspetos essenciais do funcionamento do motor, assegurando uma fiabilidade ótima e um máximo de desempenho com o mínimo possível de consumo de combustível e de emissões. 2

3 10. Sensor da posição do pedal da embraiagem: Assinala a posição do pedal. Se a alavanca estiver ligeiramente deslocada (uma mão pousada em cima dela), o motor arranca depois de pressionado o pedal a 90%. 11. Sensor da posição do pedal da embraiagem: Assinala a posição do pedal. Se a alavanca da caixa de velocidades estiver na posição de ponto-morto, o motor arranca depois de o pedal ser pressionado a 10%. 12. Sensor de vácuo do servo-freio: Localizado no servo-freio, envia um sinal proporcional ao vácuo do travão. 13. Sensor de posição em ponto-morto: Localizado na caixa de velocidades, assinala a posição da alavanca de velocidades. Normalmente, após a substituição, é necessário proceder à calibração recorrendo a equipamento de diagnóstico. 14. Sistema integrado de aquecimento e A/C (IHKA) / Regulador integrado de aquecimento e A/C (IHKR). Unidade de controlo da climatização: Solicita o arranque do motor quando necessita de baixar a temperatura ( compressor A/C ) ou aumentar a temperatura para atingir a temperatura selecionada pelo condutor. Aperfeiçoamento dos componentes em comparação com um sistema convencional: 1. Devido aos constantes arranques, é incorporado um estabilizador de corrente para evitar picos de potência. Quando se dá um arranque ou a voltagem da bateria é inferior a 10,5 V, o estabilizador alimenta o sistema elétrico do veículo por intermédio de uma bateria interna: Modo de impulsão. Uma vez completado o estádio de arranque, o sistema funciona sem o estabilizador, em modo Bypass, e usa a situação para recarregar o acumulador interno. 2. É habitual encontrar baterias com tecnologia AGM (Absorbed Glass Mat) em veículos deste género. Este tipo de bateria é capaz de suportar numerosas descargas profundas e tem uma baixa taxa de autodescarga. Ao mesmo tempo, não precisa de manutenção. Em alguns veículos é necessária uma reinicialização com equipamento de diagnóstico, após a substituição. 3. O motor de arranque foi aperfeiçoado para atingir uma maior duração. As chumaceiras foram reforçadas, a caixa de velocidades planetária melhorada, e é utilizado um pinhão de ataque reforçado. 4. O alternador foi aperfeiçoado para ser 60% mais eficiente e para permitir mais carga de bateria a menores RPM. AD Technical Centre : uma só paragem para a competência técnica! AD Technical Centre, gerida pela empresa Grup Eina Digital, é o centro de competência técnica no setor automóvel exclusivo da AD. Desde as suas sedes em Figueres e Badalona (Espanha), AD Technical Centre acompanha a evolução técnica no setor automóvel, traduzindo o seu know-how em formações e serviços sob medida para os parceiros da ADI nos seus próprios países. Uma equipa de mais de 60 especialistas e engenheiros altamente qualificados do Technical Centre AD fornece informações técnicas, formações técnicas, ferramentas educacionais práticas e propositadamente elaboradas, formações de diagnóstico, serviço técnico em linha aberta, reprogramação ECU, etc., em benefício de oficinas de reparação de automóveis. Para saber mais sobre AD ou a oferta de formação Eure!Car, contacte: AD Logistics SA Praceta das Fábricas nº 5, Outurela Carnaxide T

4 Diagnóstico do sistema: Sempre que seja necessário efetuar diagnósticos do sistema arranque e paragem, devem ser verifi cados os seguintes componentes: Sensores: Sensor de caixa de velocidades em ponto-morto Sensor de vácuo do servo-freio Posição do interruptor do pedal da embraiagem 10% Posição do interruptor do pedal da embraiagem 90% Interruptor de arranque e paragem Sensor da posição do travão Gestão da potência Unidades de controlo da gestão eletrónica: Unidade de controlo remoto e acesso ao carro (CAS) Conversor CC/CC Motor ECU Caixa de junção IGR e bateria Painel de instrumentos (KOMBI) Unidade de gestão do A/C (IH) ABE e DSC ECU PROBLEMAS DOS SISTEMAS DE ARRANQUE E PARAGEM: Muito embora não haja grande quantidade de problemas nos sistemas de Arranque e Paragem, podemos observar as seguintes anomalias: 1. Quando o motor arran- ca o rádio e/ou o GPS são desligados: Verifi que a ECU do estabilizador de bordo (CC/CC), pois a sua missão é estabilizar a tensão nas redes de bordo, e numa fase de arranque a voltagem decresce momentaneamente, o que pode desligar alguns dos dispositivos eletrónicos. 2. Ao sair do carro é mostrado um aviso no painel de instrumentos: Quando se pára o carro e, ao mesmo tempo, é ativado ou desativado o sistema de arranque e paragem, e o cinto de segurança é aberto, então o sistema de gestão do arranque e paragem fi ca «confundido» e exibe uma mensagem de erro no painel de instrumentos, 3. O sistema de arranque e paragem não faz parar o motor ou fá-lo de forma irregular: Neste caso, o primeiro parâmetro a verifi car é a temperatura exterior. 4. O motor arranca sem motivo, e isto pode ocorrer nas circunstâncias seguintes: o vácuo do travão é demasiado baixo a carga da bateria é demasiado baixa a temperatura do evaporador do A/C é demasiado alta Há demasiada humidade dentro do carro 4

5 CASO PRÁTICO O carro foi levado a várias oficinas porque o sistema de Arranque e Paragem não é ativado. Depois de verificar, recorrendo a um diagrama da instalação elétrica, todos os componentes do sistema de arranque e paragem e os correspondentes sensores, o dispositivo de diagnóstico não está a detetar nenhum parâmetro fora da gama que possa indicar qual dos componentes poderá ser o motivo pelo qual o sistema de arranque e paragem não está a funcionar. O sensor da posição de contacto da capota do motor não pode ser diagnosticado e, por conseguinte, os seus valores nunca são apresentados no dispositivo de diagnóstico. Mas, por outro lado, o interruptor da capota do motor é um componente da rede de arranque e paragem e pode por isso ter uma influência na atividade de todo o sistema de Arranque e Paragem. Portanto, caso o interruptor de contacto da capota do motor esteja avariado e/ou o sensor de posição da capota do motor não esteja a funcionar em condições, o sistema de gestão está a detetar uma posição de aberto e o sistema de arranque e paragem não funciona. Neste caso, a solução seria substituir o interruptor da capota do motor! Formação de Arranque/Paragem desenvolvida para Eure!Car (*) A tecnologia de Arranque/Paragem (ou microtecnologia híbrida como alguns a chamam) será adotado em massa pela maioria dos fabricantes de automóveis para reduzir as emissões de CO2 e consumo de combustível, como imposto pela legislação e pelas diretrizes europeias. Enquanto que, em 2010, 13% dos veículos novos eram equipados com um sistema de arranque/paragem, estima-se para o próximo ano uma penetração em veículos novos de 50%, subindo para 90% em Francesc Poch, gerente no AD Technical Centre do Grup Eina Digital em Figueres, afi rma: Já hoje sistemas inteligentes de carregamento e Tecnologia de Arranque/Paragem são comuns em veículos modernos, e a sua introdução continuará no futuro. Muito em breve, mesmo hoje, o mercado pós-venda terá de lidar com esta tecnologia para a manutenção e reparação, à medida que os carros forem para as ofi cinas independentes. Devido a uma procura urgente de ofi cinas de reparação, e motivado por um número crescente de chamadas sobre este tema no call center técnico em Figueres, a AD Technical Centre desenvolveu um curso de formação sobre Sistemas inteligentes de carga (arranque-paragem). do seu funcionamento, o que é essencial para a manutenção e reparação posterior, e até mesmo para realizar uma tarefa simples como a troca de uma bateria AGM/EFB. O veículo de formação Eure!Car (*) usado para este curso é a BMW Série 1, 116i Hpi com tecnologia de Arranque/Paragem. O objetivo é explicar a relação entre os componentes e sensores do sistema Arranque/Paragem e os seus modos de funcionamento diferentes. Os mecânicos adquirem um conhecimento completo (*) Eure!Car é um programa de formação global dado por AD International, veja a página 20 nesta edição. 5

6 As marcas e modelos de automóveis e modelos que usam sistemas de Arranque e Paragem : PSA «Paragem e arranque» é incorporado nos modelos Citroën C2 e C3 desde 2006 em diante, modelos Citroën DS, Peugeot 308/3008. BMW Sistema MSA «START-STOP» no Mini é introduzido em Toyota Mazda Renault Honda Grupo Fiat Volvo Ford Hyundai Opel Mercedes Grupo V. A. G. Sistema «START-STOP» de 2009 é incorporado em modelos para a Europa Sistema «START-STOP» designado «I-STOP» Para os veículos europeus, o SISTEMA «START-STOP» é introduzido a partir de 2010 em diante Sistema «START-STOP» é introduzido no Civic IMA Hybrid a partir de 2006 em diante Sistema «START-STOP» é incorporado no Fiat 500 a partir de 2008 em diante Sistema «START-STOP» é introduzido nos modelos «DRIVe» a partir de 2009 em diante É introduzido nos modelos HYBRID a partir de 2010 em diante Sistema «START AND STOP» chamado «IDLE STOP AND GO» (ISG) é incorporado no modelo HYUNDAI ACCENT/VERNA 2012 A partir de 2010 em diante, é introduzido em todos os modelos possíveis ECOFLEX Sistema «START AND STOP» é introduzido no SMART ForTwo e CLASS A & B a partir de 2007 em diante, CLASS C Blue EFFICIENCY a partir de 2010 em diante. Sistema «START AND STOP» é introduzido no BLUE MOTION VW, nos modelos Audi e Seat Ecomotive a partir de 2008 em diante. 6

7 Sistemas Start-Stop (Arranque-Paragem) na o fi c i n a Aumento significativo em veículos que apresentam sistemas Start-Stop A partir de 2012 os fabricantes têm de garantir que 65% dos novos carros registados na UE em cada ano apresentam emissões médias que se encontram abaixo de 130 gramas de CO2 por km. A percentagem aumenta para 75% em 2013, 80% em 2014 e 100% em Os sistemas Start-Stop estão a prestar um contributo significativo neste aspeto, facilitando uma redução de combustível que pode chegar até 8%. A partir de 2013 em diante, espera-se que cada segundo novo carro na Europa esteja equipado com um sistema Start-Stop. Assim, irá existir uma procura significativa de oficinas para as correspondentes partes que necessitem de substituição profissional. Componentes do sistema A função de um sistema Start-Stop, i. e., um sistema que liga e desliga automaticamente o motor, requer a colaboração de vários componentes diferentes. Motores de arranque para sistemas Start-Stop O número de sequências de arranque que são levadas a cabo pelo motor de arranque, - isto é, a sua duração no tempo, foi consideravelmente aumentado, por forma a que o motor de arranque consiga suportar os frequentes arranques ocorridos durante a vida útil do veículo. Por conseguinte, foram implementadas as seguintes medidas: Fortalecimento das chumaceiras que ficam sob uma forte tensão Novos aperfeiçoamentos da caixa de velocidades planetária Utilização de um pinhão de ataque de arranque mais forte. Otimização do comutador para uma duração no tempo mais prolongada

8 Alternadores para sistemas Start-Stop Os alternadores para sistemas Start-Stop criam mais energia elétrica para os diagnósticos a bordo, mesmo a baixas velocidades e diretamente depois de o veículo ter sido ligado. Juntamente com a bateria de alto desempenho, eles aumentam a disponibilidade da função Start-Stop. Conceção elétrica melhorada e ma- teriais otimizados Especialmente efi ciente a baixas ve- locidades Tecnologia de díodo de alta efi ciência (HED) Uma maior efi ciência até 77% Uma maior poupança de combustível até 2% Otimizado em termos de ruído Unidades de controlo para sistemas Start-Stop A unidade de controlo eletrónico dispõe de interfaces adicionais para arrancadores e sensores (sensor da bateria, sensor da cambota, sensor de velocidade da roda, sensor de mudança em ponto-morto). O software consegue analisar dados relevantes transmitidos pelos sensores. A unidade de controlo assinala quando o motor pode ser desligado. Sensores para sistemas Start-Stop Os sensores fornecem informação à unidade de controlo para otimização da sequência de arranque Sensor de caixa de velocidades em ponto-morto: mostra se o veículo está engatado Sensor de velocidade da roda: mostra a direção em que a roda está a rodar e quando há uma paragem O sensor inteligente da cambota fornece informações sobre a atividade do motor O sensor de pressão diferencial dos monitores do assistente de travagem monitoriza a pressão no assistente de travagem durante a fase de paragem para garantir o desempenho após o arranque. Conversor CC CC Durante o acionamento do arrancador, o nível de voltagem do diagnóstico a bordo decresce subitamente. Isto pode ter um impacto na função dos dispositivos eletrónicos (por exemplo, a receção de rádio ser momentaneamente interrompida ou o sistema de navegação ser desligado). Os conversores CC-CC para sistemas Start-Stop estabilizam a voltagem para partes do diagnóstico eletrónico a bordo quando o motor arranca, para que não haja interferência com as funções de conforto. Gestão eletrónica da energia A unidade de controlo do motor com o coordenador integrado Start-Stop e o sensor da bateria são os componentes mais importantes do sistema de gestão de energia para veículos com um sistema Start-Stop. Incluídos aqui estão também a bateria de teste de ciclo com tecnologia EFB ou AGM e o conversor CC-CC. O sensor eletrónico de bateria EBS é um dos componentes principais da gestão eletrónica de energia. Filtros para sistemas Start-Stop Os veículos com sistemas Start-Stop arrancam aproximadamente seis vezes com mais frequência que os veículos convencionais. Devido ao número acrescido de arranques do motor, o fi ltro de combustível fi ca mais exposto a fortes pulsações de pressão. Um fi ltro de combustível particularmente robusto, com uma estrutura reforçada, juntas e tampa mais resistentes. Para evitar fugas de combustível. Incorporado no terminal da bateria regista, de forma rigorosa e dinâmica, dados de funcionamento, tais como a amperagem, a voltagem e a temperatura Com os valores medidos, monitoriza o desempenho da bateria e determina o consumo e emissão de energia. 8

9 Requisitos da bateria Os sistemas Start-Stop impõem exigências ainda maiores às baterias do veículo. Para além de um melhor desempenho, as baterias devem acima de tudo ter uma mais elevada estabilidade de ciclo, em comparação com as baterias de arranque convencionais. Elas têm de fornecer a energia para os frequentes arranques do motor e para as unidades do veículo que consomem eletricidade durante as fases de paragem. Estes requisitos são cumpridos por baterias com tecnologia EFB (Enhanced Flooded Battery) bem como por baterias com tecnologia AGM (Absorbent Glass Mat). Para sistemas com recuperação (travagem regenerativa), são utilizadas baterias AGM. Diagnóstico e substituição de baterias Não é aconselhável que sejam os próprios condutores a substituir as baterias em veículos com sistemas Start-Stop, pois muitos destes veículos (p. ex., Audi, BMW, Volvo) requerem um adequado equipamento de teste de diagnóstico da unidade de controlo para a substituição da bateria. É então possível o seguinte: Registo da nova bateria no veículo Programação de dados técnicos; p. ex., amp/hora e número do produto Os fabricantes de veículos adotam diferentes abordagens quando se trata da substituição da bateria. Deve por isso ser consultado caso a caso o software ESI[tronic] de informação para ofi cinas. É importante ter noção de quais das novas baterias são adequadas. Apenas devem ser selecionadas as baterias aprovadas pelo fabricante e, como regra geral, não devem ser usadas as baterias de chumbo-ácido convencionais. Uma bateria AGM apenas poderá ser substituída por outra bateria AGM; no entanto, uma bateria EFB pode ser substituída por uma bateria EFB ou por uma bateria AGM. Se for instalado o tipo errado de bateria, o sistema Start-Stop não alcançará o seu potencial máximo. A duração das baterias fi cará também reduzida. Para veículos com sistemas Start-Stop, uma bateria completamente carregada torna-se ainda mais importante durante os períodos frios. Recomenda-se por isso que as baterias sejam carregadas de cada vez que o veículo vai à ofi cina. Para ver como funciona a tecnologia de Arranque/ Paragem da Bosch, navegue para o vídeo abaixo. Leia o código QR abaixo com o seu smartphone. Para tal, vá para a App Store do seu smartphone e descarregue um scanner QR 9

10 A Johnson Controls prepara oficinas independentes para estarem prontas para o mercado Start-Stop que está em crescimento. A questão da mobilidade na mira de nova legislação. Novas leis da UE reduzem ainda mais os limites de CO2 (130 g/km em 2015 e 95 g/km em 2020). O sistema Start-Stop é uma tecnologia-chave quando se trata de cumprir os objetivos relativos às emissões. Por reduzir as emissões de CO2 entre 8 e 12%, é instalado em praticamente todos os novos veículos. Em apenas quatro anos, 70% destes irão apresentar o sistema Start-Stop, com a tecnologia a tornar-se simultaneamente o padrão da indústria e a questão dominante ao longo dos próximos 15 a 20 anos. Os sistemas Start-Stop estão longe de serem fáceis de reparar Com novas tecnologias como os híbridos moderados e totais, e os veículos elétricos na calha para se seguirem dentro de poucos anos, estar preparado para estes desenvolvimentos é a única forma de garantir a sobrevivência futura. Como parte de uma sondagem a nível de toda a Europa feita em 2010, mais de 1200 ofi cinas independentes foram inquiridas sobre a tecnologia Start-Stop. Embora 62% das ofi cinas tivessem conhecimento da designação «Start- Stop», quase dois terços delas afi rmaram não estar ainda em condições de reparar um veículo Start-Stop. 20% das ofi cinas independentes disseram que reparar ou prestar assistência a veículos Start-Stop já era relevante para os respetivos negócios. Os veículos Start-Stop possuem sistemas complexos, pelo que são de difícil reparação. As baterias Start-Stop são parte integral desses sistemas e formam o seu ponto fulcral. Não obstante, substituir uma bateria Start-Stop tem pouco a ver com substituir uma bateria convencional: escolher a bateria Start-Stop correta, uma gama de posições de instalação e os por vezes altamente complexos procedimentos de instalação e remoção, tudo isso coloca desafi os adicionais. Programa VARTA Start-Stop Service Com o recentemente lançado Programa VARTA Start-Stop Service e o novo centro de diagnóstico VSSP 2.0, a Johnson Controls dispõe da primeira solução no mercado dedicada a baterias para ofi cinas independentes. VSSP 2.0 O NOVO CENTRO DE DIAGNÓSTICO PARA ASSISTÊNCIA A BATERIAS DE VEÍCULOS COM SISTEMA START-STOP Eis como funciona na prática o VSSP 2.0: as baterias são o coração de qualquer sistema Start-Stop e estão ligadas à instalação elétrica do veículo, de uma forma intrincada, 10

11 com um sistema de gestão de bateria (BMS) ou um sensor inteligente de bateria (IBS). O VSSP 2.0, é a nova solução integrada e amiga do utilizador desenvolvida pela VARTA para testes de bateria e diagnóstico de sistemas Start-Stop. Foi especialmente desenvolvida para dar assistência às baterias de veículos Start-Stop, e usá-la é uma brincadeira de crianças. Um menu fácil de entender conduz a equipa da ofi cina através de todos os passos relacionados com a assistência a baterias nos veículos Start-Stop, abordando todos os pontos-chave envolvidos no teste a sistemas Start-Stop e substituição da bateria. O dispositivo, robusto, que é mais pequeno que um ipad, consegue determinar o veículo e o modelo de bateria, recorrendo a um código 2D e ao VIN, e pode fornecer informações sobre a posição da bateria e da interface EOBD (European On-Board Diagnostics) tudo isto enquanto o mecânico se encontra junto do veículo. O ecrã apresenta imagens e diagramas que explicam ao mecânico, passo a passo, a forma como a bateria deve ser substituída. Depois de concluído um passo, o mecânico simplesmente tem de tocar no ecrã para descobrir o que fazer a seguir. Para além disso, o VSSP 2.0 pode ser usado para testar a bateria, analisar e eliminar erros de código relacionados com o sistema Start-Stop, e selecionar itens de informação individuais sobre o veículo. Desta forma, o mecânico consegue determinar qual a bateria de substituição VARTA mais apropriada para o veículo em questão. Utilizando tecnologia Wi-Fi e a Internet, o dispositivo acede à area protegida do parceiro da Johnson Controls, mantendo-se assim em permanente atualização. As ofi cinas podem armazenar on-line todos os dados relacionados com os procedimentos de substituição de bateria e aceder-lhes a qualquer momento. «Com isto, as ofi cinas podem documentar o seu trabalho de forma abrangente», afi rma Joacim Adlerborn, Gestor de Formação e Serviços Técnicos da Johnson Controls. 11

12 A sua oficina está preparada para o pósvenda de baterias Stop & Start? A mudança global promovida pelos fabricantes europeus de automóveis no sentido dos carros micro híbridos, exigiu um tipo de bateria completamente novo. O conhecimento especializado da Exide e a sua vasta experiência em energia armazenada para os transportes e para aplicações industriais colocou a empresa numa posição cimeira para o desenvolvimento de baterias Stop & Start para estes novos veículos, concebidos para reduzirem o consumo de combustível e as emissões de CO2. Em 2004 a Exide lançou a primeira bateria europeia Stop & Start AGM (Separador de lã de vidro absorvente) para o Citröen C3, seguida pela bateria ECM (Malha de ciclos melhorada), em 2009, para os novos modelos micro híbridos lançados pela Fiat e pela Toyota. No início de 2012 a Exide já tinha fornecido a oito grupos dos principais fabricantes automóveis a nível europeu, bastante mais de 3 milhões de baterias Stop & Start. Baterias Stop & Start da Exide: A escolha certa para oficinas independentes Apesar da bateria para o a u t o m ó v e l convencional já ter percorrido um longo caminho, as suas principais tarefas de, sozinha, garantir o arranque para uma nova viagem, alimentar a iluminação, os controlos de condução e conforto com a energia armazenada, manteve-se relativamente inalterada. No entanto, a nova geração de carros Stop & Start, impôs uma exigência muito maior ao normal funcionamento da bateria que requer mais milhares de arranques ao longo da sua vida útil. 12

13 Agora que as baterias Stop & Start estão a chegar ao mercado de reposição (aftermarket), as ofi cinas independentes podem confi ar totalmente no apoio da Exide para competirem com as principais redes de ofi cinas e os especialistas em baterias. À primeira vista, o aspecto exterior das baterias Stop & Start, é igual a uma bateria convencional, mas a tecnologia no seu interior é muito diferente. Mesmo a nível da entrada, os veículos Stop & Start, exigem o dobro da resistência da melhor das baterias prémio High Tech. Os carros micro híbridos topo de gama com sistema Stop & Start e travões regenerativos, requerem até mais 15% de potência extra e uma resistência extrema, três vezes a duração do ciclo de vida de uma bateria standard. A instalação de uma bateria convencional não é recomendável num veículo micro híbrido, no entanto as baterias AGM/ECM da Exide, também podem ser utilizadas em veículos ligeiros normais, os quais, irão benefi ciar do aumento em potência e resistência. As aplicações de maior êxito incluem táxis, veículos utilitários e de serviços de emergência. Num mundo em permanente mudança, a Exide continua a desenvolver novas baterias para veículos futuros. A empresa já está a trabalhar na quarta geração da sua popular gama ECM e a aperfeiçoar a tecnologia das baterias no sentido dos carros híbridos integrais. Recentemente, a Exide produziu e forneceu baterias de chumbo- -ácido Dual Orbital 50Ah para o revolucionário LC Super Hybrid Passat. Esta nova bateria com estrutura em espiral tem uma duração impressionante, em utilização real, de mais de km, a um custo muito mais baixo que uma bateria de iões de lítio. Esta bateria completamente reciclável prova que o chumbo- -ácido continuará a ter um contributo ainda mais acentuado na economia de combustível. A Exide é um fabricante de baterias para todas as necessidades dos veículos atuais, no equipamento original e na reposição, e um parceiro essencial para os motores mais ecológicos do amanhã

14 BRT-12 : Nova ferramenta de substituição de bateria Uma solução simples para a substituição de baterias Stop & Start A substituição de baterias tornou-se mais complicada nos veículos Stop & Start porque a tecnologia das novas baterias está mais intimamente ligada ao Sistema de Gestão do Automóvel. De forma a responder às necessidades dos clientes, muitos dos fornecedores de equipamentos de diagnóstico estão agora a desenvolver actualizações dos sistemas operativos software, que permitam aos utilizadores gerir e substituir a nova geração de baterias. A Exide acredita que isso tornará a substituição de baterias Stop& Start mais rápida e menos dispendiosa, o que, em última instância, benefi ciará as ofi cinas. As ofi cinas mais pequenas, sem equipamento de diagnóstico, necessitam de ajuda para substituírem a bateria em veículos que requerem que o Sistema de Gestão do Automóvel seja reinicializado. Para estas situações, e para as ofi cinas maiores que necessitem de múltiplos dispositivos, a Exide desenvolveu o BRT-12 uma ferramenta de substituição de baterias fácil de utilizar e a um preço acessível. Ao utilizar o BRT-12 o técnico pode apagar do painel de instrumentos as luzes de aviso de falha de bateria e verifi car os detalhes de corrente da bateria. À medida que o mercado se vá desenvolvendo serão regularmente disponibilizadas actualizações. Muito simplesmente, ligue o dispositivo via USB ao seu PC e descarregue as actualizações de forma completamente gratuita. Agora é o momento para todos os operadores e ofi cinas reverem a sua capacidade de procederem à substituição de baterias Stop & Start. Com o apoio da Exide não vai ser difícil expandir o actual negócio de assistência, adaptando-se rapidamente a esta nova tecnologia de baterias. Confie na Exide para dotar o mercado independente de reposição com produtos de alta qualidade para baterias Stop & Start, aconselhamento especializado e soluções avançadas de instalação. 14

15 O Sistema Start-Stop e os componentes com ele relacionados Os sensores que permitem a gestão do motor e do Start-Stop são essenciais. Por forma a reiniciar o motor suave e rapidamente, o sistema «tem de saber» qual dos cilindros está fechado no momento da fase de ignição/combustão. Para além de todos os sensores mostrados no modelo, o sensor no Integrator Starter Generator desempenha um papel relevante no fornecimento de informações à ECU acerca de qual o cilindro a acionar. A SKF disponibiliza para a Indústria Automóvel um sensor com elevado grau de precisão, integrado numa chumaceira Starter Generator. O nome específi co dessa chumaceira é Rotor Position Bearing. O negócio do dia a dia na oficina Para além da bateria (ver outros artigos sobre este assunto) existe outro componente que exige verifi cação durante uma inspeção regular. No processo de avançar para automóveis mais efi cientes e com menos emissões de CO2, muitos carros são atualmente equipados com uma chamada FAP (Freewheel Alternator Pulley Polia de alternador do volante). Deparamos com esta situação em diversas situações: Modernos motores (turbo) diesel redimensionados com uma saída de binário a baixas rpm Os motores turbo de injeção direta a gasolina e motores com corte cilíndrico de sistemas Carros equipados com um alternador ativado pelo sistema Start-Stop Motores com uma velocidade de ralenti muito baixa (redução de CO2) Carros equipados com um efi ciente alternador de potência de elevada inércia O papel da FAP é «contrariar» movimentos/forças irregulares da cambota transmitidos ao sistema de condução Auxiliar. Em motores diesel de elevada potência, encontrará frequentemente mais soluções, combinadas, para reduzir as vibrações, como um amortecedor ativo de cambota e um volante bimassa. A tensão exercida sobre a FAP voltou a aumentar com a introdução do alternador ativado pelo sistema Start-Stop. Aqui, o alternador tem de atuar como rearrancador do motor e consequentemente a correia Poly V e componentes da condução auxiliar com ela relacionados têm de desempenhar uma função extremamente difícil. A FAP irá reduzir as forças irregulares no sistema auxiliar e isto traduzir-se-á em: Reduzido ruído de chocalhar e vibrações da correia Poly V Duração aumentada de todo o sistema auxiliar, incluindo polias e tensores Ação suave e imediata do sistema Start-Stop Utilização da energia de inércia do alternador Aconselha-se vivamente a verificação da FAP durante a manutenção regular e o respeito pelas instruções de inspeção do fabricante do veículo. A SKF disponibiliza uma vasta gama de polias de alternador de alta qualidade, de modo a servir os seus clientes da melhor forma. Em diversas aplicações populares, a FAP está incluída na correia temporizadora SKF ou no kit da correia auxiliar. Esta é a melhor solução para conseguir uma reparação perfeita e para evitar o risco de duplicar operações de reparação com elevados custos de mão de obra pouco depois da primeira reparação.

16 Propulsão híbrida um passo tecnológico a caminho do carro elétrico O que impulsionará o automóvel dentro de 10 ou 20 anos? Perante a diminuição das reservas de petróleo e a legislação cada vez mais rigorosa sobre o controlo das emissões, esta questão tem-se vindo a colocar às pessoas em todo o mundo. Muito embora o futuro certamente pertença ao carro elétrico, por as baterias serem ainda muito dispendiosas e devido às curtas distâncias de condução conseguidas, este ainda não conseguiu impor-se a outros conceitos de veículos. Por conseguinte, os motores de combustão interna ainda irão manter-se durante muitos anos. Os altamente considerados automóveis híbridos posicionam-se entre estas duas tecnologias. Categorias híbridas O veículo elétrico híbrido pode ser um veículo com o seu próprio motor elétrico, que consegue aumentar a potência do veículo bem como melhorar o comportamento durante a condução, o consumo de combustível e as emissões do veículo. Existem dois níveis de híbridos: Híbrido moderado e híbrido total. Os híbridos totais dispõem de todas as funções e capacidades dos híbridos moderados. Assim, o motor desliga-se quando não está a ser necessário e liga-se de imediato quando é requerido o seu desempenho. Para além disso, é disponibilizada assistência elétrica, a fim de que o motor convencional beneficie de um impulso de desempenho por parte do motor elétrico. Se necessário, isto proporciona uma melhor aceleração sem consumo adicional de combustível. No entanto, um híbrido total dispõe habitualmente de uma bateria e de um motor elétrico com uma saída potencia maior do que a de um híbrido moderado. veículo quando o motor está desligado. Ao acelerar a partir de uma imobilização completa, o motor elétrico pode funcionar em modo de propulsão elétrica pura. Os híbridos integrais podem ser também designados como híbridos plug-in. Estes proporcionam a possibilidade de carregar a bateria de tração externamente (por exemplo, a partir de uma tomada) através do correspondente carregador. Neste caso, é aconselhável utilizar no veículo uma bateria grande, tornando possível percorrer distâncias curtas recorrendo unicamente a meios elétricos e utilizar a propulsão híbrida apenas para viagens mais longas. Presentemente, o maior desafio enfrentado pelos híbridos plug-in reside nas desvantagens relacionadas com os custos e o peso da bateria. Para além disso, a limitada capacidade de carregamento das tomadas domésticas traduz-se em longos períodos de carga. Oficinas prontas para os híbridos Um híbrido total também disponibiliza um sistema de travagem regenerativa enquanto um híbrido moderado apenas dispõe de um sistema de travagem regenerativa moderado. A energia do veículo, que de outra forma se perderia, é armazenada e utilizada para carregar a bateria durante as travagens. A lenta conversão do Parque Automóvel e a prolongada coexistência de diferentes sistemas representa um desafio para as oficinas. Evidentemente, nas próximas duas décadas os veículos com motores de combustão interna continuarão a ser o negócio principal. No entanto, os carros híbridos surgirão cada vez mais na oficina e irão criar novas exigências: Só no híbrido total é que o motor elétrico pode impulsionar o A propulsão dupla e as suas interações tornam a resolução de 16

17 problemas mais complexa, terão de ser compreendidos novos componentes de alta tecnologia, e o trabalho com altas voltagens, acima de 60 V CC e 30 V CC, exige conhecimentos especiais. Quais são os pré-requisitos que devem ser de cumpridos antes de trabalharem em veículos híbridos? As atividades de manutenção geral nestes veículos (por exemplo, trabalhos nos sistemas de escape, mudanças de óleo, substituição de pneus, sistemas de travagem) podem ser efetuadas, desde que os sistemas de segurança dos sistemas de AV estejam a funcionar corretamente (isto é, inexistência de danos nos componentes de AV). Antes do início desses trabalhos, os técnicos deverão receber formação adequada relativamente aos perigos elétricos dos sistemas de AV. Têm de estar bem cientes do signifi cado das etiquetas nos componentes de AV e terão de receber formação relativamente à forma de lidar em segurança com os veículos. As ofi cinas a quem seja exigido que executem trabalhos em sistemas de AV têm de possuir qualifi cações adicionais. Para isso, terão de se qualifi car como especialistas em trabalhos em veículos de alta voltagem intrinsecamente seguros. Estarão dessa forma aptos a avaliar os perigos presentes nos sistemas de AV e a determinar as medidas de segurança necessárias para os sistemas de AV. Encontram-se em posição de criar no veículo condições isentas de voltagem e de as manter enquanto durarem os trabalhos a desenvolver. Os requisitos para a qualifi cação dependem da formação anterior e da experiência prática adquirida pelos profi ssionais em causa. É necessário fazer prova das capacidades adquiridas e do conhecimento acerca das ações de qualifi cação teóricas e práticas que foram concluídas. Quem é responsável por garantir que estão reunidos os pré-requisitos para trabalhar em veículos elétricos ou híbridos? O proprietário ou a equipa de gestão por ele autorizada têm a responsabilidade pela segurança no trabalho durante a operação. O trabalho deve ser executado de forma a que seja acautelado, na medida do possível, qualquer perigo para a vida e saúde, e que os restantes riscos sejam mantidos ao mínimo nível possível. Isto também é válido para trabalhar em veículos de AV. As pessoas responsáveis têm de se certifi car de que apenas os técnicos que preencham os pré-requisitos acima referidos trabalham em veículos híbridos e outros de AV. Nas próximas edições da Eure!TechFlash dedicaremos mais espaço à Tecnologia Híbrida.

18 Volante bimassa LuK com amortecedor de pêndulo centrífugo para um maior amortecimento das vibrações 18 Em 2008, o primeiro Volante bimassa com pêndulo centrífugo foi montado pela primeira vez num veículo fabricado em serie por uma marca de reconhecido prestigio. Actualmente, este sistema de volante bimassa já foi integrado há muito tempo, na gama de productos de Schaeffler Automotive Aftermarket. O amortecedor pendular de transmissão adaptavel á velocidade contribui em grande medida para a redução do consumo de combustivel, até 0,5 litros em cada 100 kilómetros, e das emissões de CO2. E como funciona exactamente o volante bimassa de pêndulo centrífugo LuK? O amortecedor de pêndulo centrífugo é montado no rebordo do volante bimassa. A rigidez necessaria que torna efectivo o sistema pendular é obtido atraves das forças centrífugas geradas durante o funcionamento. O amortecedor de pêndulo centrífugo não apresenta uma frequência propria fi xa. A sua frequência varia de acordo com a velocidade, razão pela qual também é chamado de amortecedor pêndular de transmissão adaptavel á velocidade. Pode-se obter uma absorção efi caz de um nivel de vibrações seleccionado, por exemplo a frequencia da ignição do motor, mediante um ajuste do sistema pendular. Uma massa pendular de apenas um kilograma reduz até um 60% das vibrações na caixa de velocidades. O isolamento básico de vibrações é conseguido através do volante bimassa e do seu sistema de amortecimento por molas helicoidais entre as duas massas divididas, enquanto que o «Amortecedor de apoio do eixo adaptado à velocidade» «DMF LuK com amortecedor de pêndulo»

19 amortecedor de pêndulo centrífugo elimina as vibrações residuais através do amortecimento da frequência da ignição. O novo tipo de amortecedor oferece deste modo importantes vantagens relativamente ao espaço de instalação. O amortecedor de pêndulo centrífugo sustitui o pré-amortecedor interno de um volante bimassa convencional e portanto, não requer espaço adicional de montagem. Assim deste modo, o volante bimassa com amortecedor de pêndulo centrífugo pode ser utilizado em todos os modelos já equipados com um volante bimassa convencional. Em 1985, para reduzir o nivel de vibrações na caixa de velocidades provocado por elevados valores de binario de motor, LuK desenvolveu o volante bimassa. Este sistema consiste num amortecedor de torsão constituido por duas massas acopladas uma na outra, mediante um sistema de mola/amortecedor. Desde então, LuK foi aperfeiçoando e adaptando o desenho do volante bimassa com o objectivo de atender aos pedidos de maior conforto do veículo por parte dos utilizadores. A incorporação de um sistema de amortecedor pêndular de transmissão adaptavel á velocidade á cadeia cinemática de uma forma viavel, só foi possivel em conjunto com um volante bimassa de última geração. Actualmente, Schaeffler Automotive Aftermarket comercializa o volante bimassa LuK com amortecedor de pêndulo centrífugo para as seguintes aplicações: MARCA: BMW MODELOS DE VEÍCULO: E84: X1 20D ED E90: 320D, 320D XDRIVE, 325D,330D, 330D XDRIVE E91: 320D, 320D XDRIVE, 325D, 330D, 330D XDRIVE E92: 320D, 320D XDRIVE, 325D, 330D, 330D XDRIVE E93: 320D, 325D, 330D F10: 520D, 520D ED, 525D, 530D F11: 520D, 525D, 530D F25: X3 20D XDRIVE NÚM. OE: REF.: Para mais informações sobre LuK DMF, navegue para o vídeo abaixo Leia o código QR abaixo com o seu smartphone. Para tal, vá para a App Store do seu smartphone e descarregue um scanner QR 19

20 De olho na tecnologia do setor automóvel O boletim informativo Eure!TechFlash é complementar ao programa de formação Eure!Car da ADI, e a sua missão consiste em: fornecer dados técnicos atualizados no que se refere a inovações dentro do setor automóvel. Com a assistência técnica da AD Technical Centre (Espanha), e assistido pelos principais fabricantes de peças, a Eure! TechFlash visa desmistificar novas tecnologias e torná-las transparentes, a fim de estimular os reparadores profissionais a se manterem informados sobre a tecnologia e motivá-los a investir continuamente em ensino técnico. Eure! TechFlash será publicada 3-4 vezes por ano. oficina profissional continue a existir. O nível de competência técnica do mecânico é essencial, e no futuro pode ser decisivo para que a Eure!Car é uma iniciativa da Autodistribution Internacional, com sede em Kortenberg, Bélgica (www.ad-europe.com). O programa Eure!Car contém uma série abrangente de formações técnicas topo de gama para reparadores profissionais, dadas pelas organizações nacionais AD e os seus distribuidores de peças em 30 países. Visite para mais informações ou para ver os cursos de formação. Eure!Car apoia os parceiros industriais Iluminação automóvel: tecnologias LED & Xenon NeXT

BR_EU_PORT_11:Layout 1 04/04/2011 10:46 Page 1 PRODUTOS 2011

BR_EU_PORT_11:Layout 1 04/04/2011 10:46 Page 1 PRODUTOS 2011 PRODUTOS 2011 Porquê Online? Autodata Online é o produto mais avançado disponível para oficinas. A versão Online garante aos técnicos o acesso a informação sempre actualizada e precisa, através do sistema

Leia mais

Vantagens em Todo o Trajecto. Pacote de Efi ciência DIWA

Vantagens em Todo o Trajecto. Pacote de Efi ciência DIWA Vantagens em Todo o Trajecto. Pacote de Efi ciência DIWA 1 Poupando combustível. Reduzindo Emissões. Aumentando a Disponibilidade. Menor consumo de combustível, menor complexidade, maior conforto de condução,

Leia mais

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE Volvo HÍBRIDO Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE O DESAFIO VERDE O cuidado com o meio ambiente está no centro das discussões da agenda social em todo o mundo. Cada vez mais,

Leia mais

Filtros de Partículas Diesel

Filtros de Partículas Diesel Introdução A presente nota informativa pretende esclarecer as questões mais frequentes sobre Filtros de Partículas Diesel e as respectivas normas europeias de emissões. Durante as últimas duas décadas

Leia mais

NÃO HÁ DUAS SEM TRÊS: CARTÃO, MANUAL E DIRETRIZES PARA OS SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA.

NÃO HÁ DUAS SEM TRÊS: CARTÃO, MANUAL E DIRETRIZES PARA OS SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA. NÃO HÁ DUAS SEM TRÊS: CARTÃO, MANUAL E DIRETRIZES PARA OS SERVIÇOS DE EMERGÊNCIA. Diretrizes com uma visão geral. Cartão e manual para os serviços de emergência com instruções detalhadas e vinculativas

Leia mais

Seminário Mobilidade Eléctrica : o Veículo

Seminário Mobilidade Eléctrica : o Veículo Seminário Mobilidade Eléctrica : o Veículo 8 de Março de 2010 Regulamentação técnica para a aprovação de veículos eléctricos 1 ÍNDICE 1 2 3 4 5 6 7 HOMOLOGAÇÃO DE VEÍCULOS ELÉCTRICOS - ENQUADRAMENTO LEGAL

Leia mais

ANEXO 02- EXEMPLO DE VEÍCULOS ELÉCTRICOS HÍBRIDOS

ANEXO 02- EXEMPLO DE VEÍCULOS ELÉCTRICOS HÍBRIDOS ANEXO 02- EXEMPLO DE VEÍCULOS ELÉCTRICOS HÍBRIDOS 123 Conteúdo 1 Exemplo de Veículos eléctricos Híbridos... 124 1.1 Exemplo de Híbrido Paralelo... 124 1.1.1 Toyota Hybrid System II... 124 1.2 Exemplo de

Leia mais

Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização III 1 novembro 31 dezembro 2014

Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização III 1 novembro 31 dezembro 2014 Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização III 1 novembro 31 dezembro 2014 Índice Enquadramento Principais trabalhos no período Análise de resultados Indicadores

Leia mais

29082012_WF_reporting_bro_PT. www.tomtom.com/telematics

29082012_WF_reporting_bro_PT. www.tomtom.com/telematics 29082012_WF_reporting_bro_PT www.tomtom.com/telematics T E L E M AT I C S Relatórios WEBFLEET Let s drive business Relatórios WEBFLEET As decisões de trabalho mais difíceis ficam muito mais simples com

Leia mais

10 dicas para uma condução mais ecológica

10 dicas para uma condução mais ecológica A Campanha Torne os Automóveis Mais Ecológicos procura reduzir o impacto dos carros no meio ambiente bem como ajudar a que os condutores pensem ecologicamente antes de conduzirem. 10 dicas para uma condução

Leia mais

mais do que uma forma de conduzir, ao serviço da mobilidade sustentável Tiago Lopes Farias

mais do que uma forma de conduzir, ao serviço da mobilidade sustentável Tiago Lopes Farias Eco-condução: mais do que uma forma de conduzir, uma forma de estar ao serviço da mobilidade sustentável Tiago Lopes Farias 24 de Maio 2010 Mobilidade e Energia Diagnóstico Mais de 5 milhões de veículos

Leia mais

Vantagens do Veículo Híbrido:

Vantagens do Veículo Híbrido: Vantagens do Veículo Híbrido: VANTAGENS PARA O OPERADOR É um veículo que não tem câmbio, sua aceleração e frenagem é elétrica, o motor a combustão, além de pequeno, opera numa condição ideal (rotação fixa).

Leia mais

www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min.

www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min. www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min. Made in Germany Os MOBILAIR compressores portáteis da KAESER COMPRESSORES são

Leia mais

Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização II 1 setembro 2014 31 outubro

Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização II 1 setembro 2014 31 outubro Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização II 1 setembro 2014 31 outubro Indice Enquadramento Principais trabalhos no período Análise de resultados Indicadores de

Leia mais

Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização I 16 Junho - 31 Agosto 2014

Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização I 16 Junho - 31 Agosto 2014 Programa de Demostração de Mobilidade Elétrica no MAOTE Relatório de Monitorização I 16 Junho - 31 Agosto 2014 Indice Enquadramento Principais trabalhos no período Análise de resultados Indicadores de

Leia mais

FUSO A Daimler Group Brand NOVA CANTER ECO HYBRID. Green light for efficiency

FUSO A Daimler Group Brand NOVA CANTER ECO HYBRID. Green light for efficiency FUSO A Daimler Group Brand NOVA CANTER ECO HYBRID Green light for efficiency RENTABILIDADE E SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL Quando os desafios e tarefas dos transportes modernos se juntam às exigências europeias

Leia mais

são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A.

são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A. Automóveis Híbridos: H são mesmo o futuro? Pedro Meunier Honda Portugal, S.A. Veículos em circulação por região Biliões de Veículos 2.5 2 1.5 1 0.5 0 2000 2010 2020 2030 2040 2050 Total África América

Leia mais

Especificações Técnicas Autologic LAND ROVER

Especificações Técnicas Autologic LAND ROVER Especificações Técnicas Autologic LAND ROVER 1. DESCRIÇÃO DO PRODUTO LANDROVER Autologic é um equipamento portátil, leve com um ecrã a cores de 12.1, programado para funcionar com ecrã táctil. O funcionamento

Leia mais

ESI[tronic] Ferramenta de eficiência. EE Operação simples. EE Acesso rápido EE Ampla cobertura de mercado EE Atualização constante

ESI[tronic] Ferramenta de eficiência. EE Operação simples. EE Acesso rápido EE Ampla cobertura de mercado EE Atualização constante ESI[tronic] Ferramenta de eficiência EE Operação simples EE Acesso rápido EE Ampla cobertura de mercado EE Atualização constante ESI[tronic] Muito mais que um catálogo de peças. Todo o conhecimento técnico

Leia mais

Gama Honda. Conseguir uma identidade única é o que justifica a existência da Honda. Soichiro Honda

Gama Honda. Conseguir uma identidade única é o que justifica a existência da Honda. Soichiro Honda Gama Honda Conseguir uma identidade única é o que justifica a existência da Honda. Soichiro Honda A Honda Portugal, S.A., reserva-se o direito de mudar ou modificar equipamentos, especificações técnicas

Leia mais

Inovação TECNOLÓGICA DAS MOTORIZAÇÕES

Inovação TECNOLÓGICA DAS MOTORIZAÇÕES Inovação EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DAS MOTORIZAÇÕES DOSSIER 13 JORGE LIZARDO NEVES O futuro é sem dúvida eléctrico Vem aí a Era de motores menos poluentes e mais eficientes. Quem o diz é o Jorge Lizardo Neves,

Leia mais

BOGE AIR. THE AIR TO WORK. Soluções Chaves na mão

BOGE AIR. THE AIR TO WORK. Soluções Chaves na mão BOGE AIR. THE AIR TO WORK. Soluções Chaves na mão Soluções personalizadas chaves na mão para instalações completas de ar comprimido. Projetado e construído por BOGE. SOMOS O SEU FORNECEDOR PARA TODO O

Leia mais

Cláudio Casimiro Conferência Sustentabilidade Energética Local Barreiro 22 de Outubro de 2010

Cláudio Casimiro Conferência Sustentabilidade Energética Local Barreiro 22 de Outubro de 2010 Uma contribuição para a Mobilidade Sustentável! Cláudio Casimiro Conferência Sustentabilidade Energética Local Barreiro 22 de Outubro de 2010 1 Enquadramento Parque com cerca de 5,81 Milhões de veículos

Leia mais

Inovações Tecnológicas em Veículos

Inovações Tecnológicas em Veículos Especialização em Transportes e Vias de Comunicação Sistemas e Tecnologias Inteligentes de Transportes Painel Lisboa 10 outubro 2012 Inovações Tecnológicas em Veículos Pedro Paula Pinto (Director Pós-Venda

Leia mais

Bosch Injection Systems A chave para o sucesso da sua oficina

Bosch Injection Systems A chave para o sucesso da sua oficina Bosch Injection Systems A chave para o sucesso da sua oficina Novas oportunidades para a sua oficina Está preparado? O objectivo: Dominar o diagnóstico e reparação dos sistemas de injecção diesel e gasolina.

Leia mais

Serviços Eletrónicos Portfólio de Produtos e Serviços Estação de Serviços da Ibéria

Serviços Eletrónicos Portfólio de Produtos e Serviços Estação de Serviços da Ibéria Serviços Eletrónicos Portfólio de Produtos e Serviços Estação de Serviços da Ibéria 1 Bosch Electronic Service Worldwide A nossa estação de serviço Por mais de 125 anos, os produtos e sistemas inovadores

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE DIAGNÓSTICO DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE DIAGNÓSTICO DE INJEÇÃO ELETRÔNICA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA DE DIAGNÓSTICO DE INJEÇÃO ELETRÔNICA ÍNDICE PÁG. 1 Apresentação. Visão geral 02 Requisitos de sistema 02 Interface de comunicação 03 Conectores 03 HARD LOCK (Protetor) 04 2 Instalação

Leia mais

FSA 740 A solução simples para o complexo diagnóstico veicular

FSA 740 A solução simples para o complexo diagnóstico veicular FSA 740 A solução simples para o complexo diagnóstico veicular FSA 740 Análise completa de sistemas veiculares com inovador teste de sensores Gerador de sinais para teste de sensores. Teste de componentes.

Leia mais

Tenho de mudar. o meu estilo de. vida?

Tenho de mudar. o meu estilo de. vida? Tenho de mudar o meu estilo de vida? E se eu quiser percorrer mais quilómetros? Que distância posso percorrer só com bateria? Por que razão a electricidade é a energia do futuro? O Eléctrico com uma autonomia

Leia mais

Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida.

Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida. Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida. HYDAC Matriz na Alemanha Seu parceiro competente para acumuladores hidráulicos inovadores e sistemas híbridos. Todos os requerimentos para eficientes soluções

Leia mais

ALD Bluefleet: Conselhos de ecodriving

ALD Bluefleet: Conselhos de ecodriving ALD Bluefleet: Conselhos de ecodriving ALD Bluefleet O nosso compromisso ambiental... Siga os conselhos da ALD Automotive, no âmbito do programa ALD Bluefleet, as nossas ofertas ambientais desenvolvidas

Leia mais

Informação à Imprensa

Informação à Imprensa Informação à Imprensa Tecnologia e Inovação Glossário Adaptive 4x4 A transferência instantânea de binário do sistema de tracção às quatro rodas adapta-se às condições do piso, assegurando níveis óptimos

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GPL Euro 5 da Fiat Segurança Economia Tecnologia Ecologia A Gama Fiat GPL Bi-Fuel 1 GPL Euro 5 da Fiat A nova oferta GPL Euro 5 da Fiat

Leia mais

INTRODUÇÃO. Noções de Eco-Driving

INTRODUÇÃO. Noções de Eco-Driving INTRODUÇÃO Noções de Eco-Driving O desenvolvimento sustentável depende grandemente da adopção de melhores tecnologias (veículos mais eficientes), melhores infra-estruturas (estradas) e sobretudo de mudanças

Leia mais

www.peugeot.com.br/professional

www.peugeot.com.br/professional www.peugeot.com.br/professional Todos os veículos Peugeot estão de acordo com o PROCONVE, Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores. Colar etiqueta de identificação da Concessionária.

Leia mais

Av. D. Nuno Álvares Pereira, 51 2765-261 Estoril T.: +351 214 675 441 www.cartrack.pt info@cartrack.pt Rua Sousa Aroso Nº 453 1º E 4450-287

Av. D. Nuno Álvares Pereira, 51 2765-261 Estoril T.: +351 214 675 441 www.cartrack.pt info@cartrack.pt Rua Sousa Aroso Nº 453 1º E 4450-287 A EMPRESA A Cartrack é uma multinacional líder em tecnologia de tracking, atuando nas áreas de Segurança Automóvel e Gestão de Frotas. Em Portugal desde 2009, a Cartrack é líder de mercado no setor com

Leia mais

NOTA TÉCNICA. Diagnóstico com Osciloscópio. Diagnóstico na Caixa de Fusíveis INTRODUÇÃO. Com a colaboração do

NOTA TÉCNICA. Diagnóstico com Osciloscópio. Diagnóstico na Caixa de Fusíveis INTRODUÇÃO. Com a colaboração do NOTA TÉCNICA Diagnóstico com Osciloscópio www.iberequipe.com N.º 5-2015 Com a colaboração do Diagnóstico na Caixa de Fusíveis INTRODUÇÃO Os osciloscópios são usados intensivamente no diagnóstico pela simples

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA A quilometragem percorrida pelo veículo é indicada pelo: 1 velocímetro. 2 hodômetro. 3 manômetro. 4 conta-giros. O termômetro é utilizado para indicar a temperatura: 1 do motor. 2 do combustível. 3 no

Leia mais

CATÁLOGO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. Valorizamos a sua energia

CATÁLOGO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA. Valorizamos a sua energia CATÁLOGO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Valorizamos a sua energia ÍNDICE AUTOCONSUMO FOTOVOLTAICO AR COMPRIMIDO CORREÇÃO FATOR DE POTÊNCIA DIAGNÓSTICO E AUDITORIA ENERGÉTICA ILUMINAÇÃO MONITORIZAÇÃO DE ENERGIA

Leia mais

Instruções de montagem de uma coluna da direção para:

Instruções de montagem de uma coluna da direção para: TRW Automotive Aftermarket Instruções de montagem de uma coluna da direção para: Renault Clio III PUBLICATION XZB1212PT PERIGO! A unidade de airbag pode acionar-se involuntariamente! A unidade do airbag

Leia mais

ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA

ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA ALD PROFLEET2 SOLUÇÕES AVANÇADAS DE TELEMÁTICA O que é o ALD ProFleet2? É um serviço de dados que utiliza um sistema telemático avançado de gestão de frotas e que lhe permite administrar, localizar em

Leia mais

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL GARFO (Comprimento X Largura x Bitola) (mm) HDF50-7S (TIPO EIXO - TIPO GANCHO) - 1.350 X 150 X 60-1.500 X 150 X 60-1.800 X 150 X 60-2.000 X 150 X 60-2.400 X 150 X 60 HDF70-7S (TIPO EIXO) - 1,350 X 180

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA

MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA MANUAL DE INSTRUÇÕES SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA O EQUIPAMENTO Com a entrada da Injeção Eletrônica de Combustível

Leia mais

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas P 1 A Gestão de Frotas em 2015 Estudo da Leasedrive Velo Vehicle Management P 1 Índice A Gestão de Frotas em 2015... 2 Empresas de gestão de frotas... 3 Frotas verdes... 3 Produtos e serviços AOV, ALD,

Leia mais

Solução de gestão de frota automóvel

Solução de gestão de frota automóvel Solução de gestão de frota automóvel Gisgeo Information Systems www.gisgeo.pt UPTEC Parque de Ciência e Tecnologia R. Actor Ferreira da Silva, 100 gisgeo@gisgeo.pt 4200-298 Porto +351 220301572 Portugal

Leia mais

Poupar com inteligência

Poupar com inteligência Poupar com inteligência Setembro - Dezembro 2012 Volkswagen Service Para que o seu Volkswagen seja sempre um Volkswagen. Melvar Automóveis e Peças S.A. Oficina 1 Oficina 2 Azinhaga dos Lameiros, Rua Dom

Leia mais

APLICATIVOS RENAULT. Siemens/Fênix 5

APLICATIVOS RENAULT. Siemens/Fênix 5 CAPÍTULO 13 APLICATIVOS RENAULT Siemens/Fênix 5 MEGANE 1.6 K7M 702/703/720 1995 em diante COMO FUNCIONA ESTE SISTEMA Este sistema é multiponto seqüencial, com 4 válvulas injetoras que possui autodiagnose

Leia mais

Euro 6 de segunda geração para um menor consumo de combustível

Euro 6 de segunda geração para um menor consumo de combustível PRESS info P13304PT / Per-Erik Nordström 21 de março de 2013 Euro 6 de segunda geração para um menor consumo de combustível A Scania apresentou os novos motores Euro 6, com características que reforçam

Leia mais

Março, 2011 - Informação à Imprensa Mecânica Online lança Coleção AutoMecânica

Março, 2011 - Informação à Imprensa Mecânica Online lança Coleção AutoMecânica Março, 2011 - Informação à Imprensa Mecânica Online lança Coleção AutoMecânica Entenda como o automóvel funciona passando por sua evolução, motor, injeção eletrônica, sistemas auxiliares, segurança, transmissão,

Leia mais

Veículos Ligeiros Opção de Baterias

Veículos Ligeiros Opção de Baterias Veículos Ligeiros Opção de Baterias Powering the road ahead! Última tecnologia Start-Stop HighTech reforço de carbono Bateria Auxiliar Acessórios & Suporte Fabricado na Europa pela Exide Technologies Fabricante

Leia mais

www.empilhadores.toyota.pt 6.0 8.5 ton Empilhadores eléctricos

www.empilhadores.toyota.pt 6.0 8.5 ton Empilhadores eléctricos www.empilhadores.toyota.pt 6.0 8.5 ton Empilhadores eléctricos Toyota Traigo HT O novo Toyota Traigo HT Segurança - Produtividade Durabilidade Conforto O empilhador eléctrico Toyota Traigo HT é um empilhador

Leia mais

Economia espetacular de combustível Scania Opticruise com modos de desempenho

Economia espetacular de combustível Scania Opticruise com modos de desempenho PRESS info P13303PT / Per-Erik Nordström 21 de março de 2013 Economia espetacular de combustível Scania Opticruise com modos de desempenho Diversas novas características, incluindo a Antecipação Ativa

Leia mais

SECTOR DA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS DE BORRACHA E MATÉRIAS PLÁSTICAS

SECTOR DA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS DE BORRACHA E MATÉRIAS PLÁSTICAS #3 SECTOR DA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS DE BORRACHA E MATÉRIAS PLÁSTICAS INTERVENÇÕES E CASOS DE SUCESSO Intervenções Durante o período de intervenção do projeto efinerg II, constatou-se que as empresas do

Leia mais

Saab BioPower Hybrid Concept Adiciona Transmissão Híbrida de Dois Modos

Saab BioPower Hybrid Concept Adiciona Transmissão Híbrida de Dois Modos Informação Julho de 2006 Saab BioPower Hybrid Concept Adiciona Transmissão Híbrida de Dois Modos O primeiro híbrido do mundo capaz de funcionar só com combustível renovável puro Transmissão híbrida de

Leia mais

Scania Driver Support, Opticruise e Retarder.

Scania Driver Support, Opticruise e Retarder. Scania Condução Econômica Scania Driver Support, Opticruise e Retarder. Scania Condução Econômica 2 3 A Scania avança para que o seu negócio não pare de prosperar. A Scania não para de acelerar rumo à

Leia mais

ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias dentadas

ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias dentadas Conselho prático ContiTech Power Transmission Group ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias dentadas Instrução detalhada para o Ford Galaxy (WRG) 2000-2006, 1,9 litros 85KW

Leia mais

Biblioteca de aplicações

Biblioteca de aplicações Biblioteca de aplicações Observação: as descrições que se seguem mostram as ligações que permitem aceder à aplicação correspondente. Se o software Zelio Soft 2 estiver instalado, clique uma vez na ligação

Leia mais

O novo Mercedes- Benz S 500 PLUG-IN HYBRID combina uma. "O S 500 PLUG-IN HYBRID é o primeiro sedã de luxo com o desempenho

O novo Mercedes- Benz S 500 PLUG-IN HYBRID combina uma. O S 500 PLUG-IN HYBRID é o primeiro sedã de luxo com o desempenho Lançamento no mercado Informação à Imprensa Data: Mercedes- Benz S 500 PLUG-IN HYBRID garante eficiência e performance Outubro de 2014 O novo Mercedes- Benz S 500 PLUG-IN HYBRID combina uma configuração

Leia mais

Compressor Portátil MOBILAIR M 135

Compressor Portátil MOBILAIR M 135 www.kaeser.com Compressor Portátil MOBILAIR M 135 Com o mundialmente renomado PERFIL SIGMA Vazão 10,5 a 13,0 m³/min Feito na Alemanha A renomada linha de compressores portáteis MOBILAIR da KAESER é fabricada

Leia mais

Ant A ón io Costa Cost

Ant A ón io Costa Cost Futuro do Automóvel Respeitando os Recursos Naturais António Costa Relações Publicas Toyota & Lexus Comunicação e Marketing Out. 2013 A Natureza impõe-nos um novo paradigma Tempestades Secas EUA, 2010

Leia mais

Manual do Usuário. Exsto Tecnologia Ltda.

Manual do Usuário. Exsto Tecnologia Ltda. Manual do Usuário Ltda. R. Vereador José Eduardo da Costa, 169 Santa Rita do Sapucaí MG CEP: 37540 000 +55 35 3471 6898 www.exsto.com.br 2 1 Introdução Parabéns! Você acaba de adquirir um produto de alta

Leia mais

Índice. 1. Introdução. 3. 2. Glossário...4. 3. Conceito... 5. 4. Vantagens da Assistência GPS...5. 5. Funcionamento da Assistência GPS...

Índice. 1. Introdução. 3. 2. Glossário...4. 3. Conceito... 5. 4. Vantagens da Assistência GPS...5. 5. Funcionamento da Assistência GPS... DMI_AUTO06_20JUL2015 GUIA DA ASSISTÊNCIA GPS Índice 1. Introdução. 3 2. Glossário.....4 3. Conceito.... 5 4. Vantagens da Assistência GPS....5 5. Funcionamento da Assistência GPS.... 5 6. Tratamento de

Leia mais

Tipos de tratores agrícolas

Tipos de tratores agrícolas Tratores Agrícolas Tipos de tratores agrícolas Tratores agrícolas São máquinas projetadas para tracionar, transportar e fornecer potência para máquinas e implementos agrícolas. O desenvolvimento de tratores

Leia mais

/ Carregadores de Bateria / Tecnologia de Soldagem / Energia Solar. / Carregadores de Bateria para Intralogística.

/ Carregadores de Bateria / Tecnologia de Soldagem / Energia Solar. / Carregadores de Bateria para Intralogística. / Carregadores de Bateria / Tecnologia de Soldagem / Energia Solar / Carregadores de Bateria para Intralogística. / Desde 1946, desenvolvemos com paixão e vigor Carregadores de Bateria inovadores. Em

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Termos Básicos Pesquisa Registo Fazendo Propostas A Minha Conta Pedindo Cotações Ajuda: Geral Bem-vindo! No texto que se segue iremos transmitir noções básicas sobre os termos e modos

Leia mais

Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade

Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade PRESS info P13X02PT / Örjan Åslund 24 de oktober de 2013 Gama Euro 6 da Scania: Tecnologia comprovada e uma solução para cada necessidade Presentemente a Scania oferece nada menos do que onze motores Euro

Leia mais

Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada

Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada Inteligência Embarcada Módulo de Inteligência Embarcada - Para acessar o módulo deve-se ir ao menu FERRAMENTAS, sub-menu INTELIGÊNCIA EMBARCADA. O menu, ilustrado abaixo, contém as seguintes opções: Configurando

Leia mais

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos 2 de julho de 2008 São Paulo - SP Antonio Nunes Jr ABVE- Associação Brasileira do Veículo Elétrico Como, em transporte, responder aos desafios da

Leia mais

Dissertação de Mestrado Engenharia Eletrotécnica - Energia e Automação Industrial

Dissertação de Mestrado Engenharia Eletrotécnica - Energia e Automação Industrial Dissertação de Mestrado Engenharia Eletrotécnica - Energia e Automação Industrial Sistema de mobilidade elétrica de duas rodas de elevada eficiência e performance José Carlos Marques da Silva Dezembro

Leia mais

GAMA TT COMPACT TT35 TT40 TT45

GAMA TT COMPACT TT35 TT40 TT45 GAMA TT COMPACT TT35 TT40 TT45 O DERRADEIRO EQUIPAMENTO DE TRABALHO VERSÁTIL. AMBIENTE DO OPERADOR CONCEBIDO COM UM PROPÓSITO FUNCIONAL A forma segue a função na nova gama TT Compact, com instrumentos

Leia mais

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis.

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. GNV Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. REUNIÃO DE ESPECIALISTAS SOBRE TRANSPORTE URBANO SUSTENTÁVEL MODERNIZAR E TORNAR ECOLÓGICA A FROTA DE TÁXIS NAS CIDADES LATINO AMERICANAS

Leia mais

MOOVYOO ELíptica Monster II MANUAL DO UTILIZADOR

MOOVYOO ELíptica Monster II MANUAL DO UTILIZADOR MOOVYOO ELíptica Monster II MANUAL DO UTILIZADOR 1 CONSOLA : MANUAL DE UTILIZAÇÃO Função: 1. Programa : 21 programas estão disponíveis como indicado em seguida A: 1 programa manual (cf. ilustração 1) Ill.

Leia mais

HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO

HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO HISTÓRIA DO VEÍCULO ELÉTRICO Veículo elétrico híbrido projetado por Ferdinand Porsche em 1900 Thomas Edson inspecionando um carro elétrico em 1913 1832 a 1839 Robert Anderson Eficiência energética Facilidade

Leia mais

4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i.

4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i. Página 16 4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i. BMW 116i BMW 118i Carroceria Nº de portas / assentos 5/5 5/5 Compr/largura/altura (sem carga) 1) mm 4.324/1.765/1.421 4.324/1.765/1.421 Distância entre

Leia mais

Press Hardening com PCH

Press Hardening com PCH Press Hardening com PCH Rápido, flexível, EFICIENTE CARROCERIA MAIS LEVE É A CHAVE PARA O FUTURO. Schuler avança em soluções para a produção de carros mais leves. A Schuler é uma das pioneiras no desenvolvimento

Leia mais

Câmara para teste de mangueiras

Câmara para teste de mangueiras Câmara para teste de mangueiras A Superohm oferece um linha de Câmaras especiais para teste de mangueiras, as quais são modulares e podem ter uma única função ou varias funções juntas. Destinam-se às indústrias

Leia mais

XVI Férias Técnicas VALORES

XVI Férias Técnicas VALORES XVI Férias Técnicas da POLIVALOR em parceria a Ford de 31 de Agosto a 11 de Setembro de 2015, abertas a todos os estudantes do Ensino Superior e todos os que gostem de automóveis, no Centro de Treino Ford.

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS Luis Eduardo Machado¹ Renata Sampaio Gomes ² Vanessa F. Balieiro ³ RESUMO Todos sabemos que não é possível haver regressão nas tecnologias

Leia mais

A nova Etiqueta UE para pneus: A explicação ativa. Com conhecimento técnico. Para que o seu Volkswagen seja sempre um Volkswagen Volkswagen Service

A nova Etiqueta UE para pneus: A explicação ativa. Com conhecimento técnico. Para que o seu Volkswagen seja sempre um Volkswagen Volkswagen Service A nova Etiqueta UE para pneus: A explicação ativa. Com conhecimento técnico. Para que o seu Volkswagen seja sempre um Volkswagen Volkswagen Service Conduza em segurança e poupe energia. A introdução da

Leia mais

Novo Opticruise, Retarder e Scania Driver Support

Novo Opticruise, Retarder e Scania Driver Support Condução Econômica Novo Opticruise, Retarder e Scania Driver Support Condução Econômica 2-3 A Scania avança para os custos recuarem. A Scania não para de acelerar rumo à diminuição de custos operacionais

Leia mais

Manual de Operação e Manutenção ADVERTÊNCIA

Manual de Operação e Manutenção ADVERTÊNCIA Manual de Operação e Manutenção LG958L/LG959 ADVERTÊNCIA Os operadores e o pessoal de manutenção devem ler este manual com cuidado e entender as instruções antes de usar a carregadeira de rodas, para evitar

Leia mais

Conselho prático. ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias

Conselho prático. ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias Conselho prático ContiTech Power Transmission Group ContiTech: Conselhos dos especialistas sobre a substituição de correias Instruções detalhadas para Ford Focus 2,0 l 16 V com o código do motor EDDB,

Leia mais

Série R RTAC 500-1500 kw Valor incomparável entre os chillers arrefecidos a ar com eficiência de classe A

Série R RTAC 500-1500 kw Valor incomparável entre os chillers arrefecidos a ar com eficiência de classe A Série R RTAC 500-1500 kw Valor incomparável entre os chillers arrefecidos a ar com eficiência de classe A Chillers de condensação por ar RTAC da Volte-se para a gama Trane de chillers arrefecidos a ar

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Volvo Trucks. Driving Progress novo Volvo VM DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Entregas garantidas e economia sempre. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

Manual Do Usuário. Monogás Tester. MonoGás Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia.

Manual Do Usuário. Monogás Tester. MonoGás Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia. Certificado de Garantia. Modelo Controle MonoGás Nº A Planatc Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação pelo período de 6 meses, a partir

Leia mais

Actualização do produto emblemático: em 2016, o TGX D38 será ainda mais cativante

Actualização do produto emblemático: em 2016, o TGX D38 será ainda mais cativante Actualização do produto emblemático: em 2016, o TGX D38 será ainda mais cativante Lisboa, 10 de Dezembro de 2015 As novas funções: EfficientCruise combinado com EfficientRoll Transmissão com TipMatic TX

Leia mais

Compressores de parafuso Série BSD

Compressores de parafuso Série BSD www.kaeser.com Compressores de parafuso Série BSD Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal de,0 a, m³/min., pressão de, a bar O que espera de um compressor? Como utilizador, espera sobretudo

Leia mais

O modelo da foto pode conter equipamentos opcionais.

O modelo da foto pode conter equipamentos opcionais. Contate o seu concessionário Hyundai para mais informações. O equipamento apresentado pode variar de acordo com normas internacionais. Todas as medidas em libras e polegadas estão arredondadas. Novo Conceito

Leia mais

Guia de consulta rápida DVR HD

Guia de consulta rápida DVR HD Guia de consulta rápida DVR HD Primeira parte: Operações Básicas... 2 1. Instalação básica... 2 2. Arranque... 2 3. Desligar... 2 4. Iniciar sessão... 2 5. Pré- visualização... 3 6. Configuração da gravação...

Leia mais

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná 0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul. Tocantins ÍNDICE Confiança

Leia mais

Material de Apoio INJEÇÃO ELETRÔNICA DE COMBUSTÍVEL BOSCH. Programa Especial - Injeção Eletrônica LE-Jetronic

Material de Apoio INJEÇÃO ELETRÔNICA DE COMBUSTÍVEL BOSCH. Programa Especial - Injeção Eletrônica LE-Jetronic INJEÇÃO ELETRÔNICA DE COMBUSTÍVEL BOSCH A necessidade de se reduzir o consumo de combustível dos automóveis, bem como de se manter a emissão de poluentes pelos gases de escape dentro de limites, colocou

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO MANUAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO KIT DE IGNIÇÃO IGNIFLEX EDIÇÃO 05/2014 AVISOS IMPORTANTES LEIA O MANUAL COMPLETO ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO! É OBRIGATÓRIA A UTILIZAÇÃO DE VELAS RESISTIVAS PARA

Leia mais

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Procurando reduzir gastos com energia? Por que não aumentar a produtividade ao mesmo tempo? Reduzir os custos operacionais usando a energia com eficiência

Leia mais

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística 13 de abril de 2009 1 O Papel da Tecnologia para o Futuro da GM Jaime Ardila Presidente, GM do Brasil & Operações Mercosul 2 O Papel da Tecnologia

Leia mais

O impacto dos veículos eléctricos na

O impacto dos veículos eléctricos na O impacto dos veículos eléctricos na mobilidade urbana Cláudio Casimiro Sessão de Debate Lisboa E-Nova Centro de Informação Urbana de Lisboa 7 de Dezembro de 2010 1 Enquadramento A mobilidade urbana é

Leia mais

RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE FALHA DO DIAGNÓSTICO A BORDO SEGUNDA GERAÇÃO (OBD2) TRADUZIDOS PARA O PORTUGUÊS CORTESIA APTTA BRASIL AO TÉCNICO REPARADOR

RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE FALHA DO DIAGNÓSTICO A BORDO SEGUNDA GERAÇÃO (OBD2) TRADUZIDOS PARA O PORTUGUÊS CORTESIA APTTA BRASIL AO TÉCNICO REPARADOR RELAÇÃO DE CÓDIGOS DE FALHA DO DIAGNÓSTICO A BORDO SEGUNDA GERAÇÃO (OBD2) TRADUZIDOS PARA O PORTUGUÊS CORTESIA APTTA BRASIL AO TÉCNICO REPARADOR ESTES CÓDIGOS SÃO REFERENCIA PARA TODOS OS SISTEMAS DO VEÍCULO

Leia mais

1 ADC45501 Jogo de Pinos de Aperto Mitsubishi / Hyundai / Kia 2 ADG05501/2 Ferramenta Reparadora de Roscas de Sonda Lambda 12 e 18mm 3 ADG05505/6

1 ADC45501 Jogo de Pinos de Aperto Mitsubishi / Hyundai / Kia 2 ADG05501/2 Ferramenta Reparadora de Roscas de Sonda Lambda 12 e 18mm 3 ADG05505/6 (BPPK010) 8 10 3 7 11 5 4 9 6 13 12 2 1 Referência Descrição 1 ADC45501 Jogo de Pinos de Aperto Mitsubishi / Hyundai / Kia 2 ADG05501/2 Ferramenta Reparadora de Roscas de Sonda Lambda 12 e 18mm 3 ADG05505/6

Leia mais

MOTOR D13K EURO 6. Potência/Binário. Potência de acordo com: ISO 1585, Dir. 89/491/EEC, ECE R85. Economia D13K460

MOTOR D13K EURO 6. Potência/Binário. Potência de acordo com: ISO 1585, Dir. 89/491/EEC, ECE R85. Economia D13K460 MOTOR D13C EURO 5 / EEV MOTOR D13K EURO 6 MOTOR D16G EURO 5 560 560 530 530 700 500 500 470 470 620 440 440 410 410 540 350 320 290 260 230 200 170 110 80 50 D13C540 D13C500 D13C460 D13C420 1200 350 320

Leia mais

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro!

Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! Guia Como conhecer e cuidar melhor do seu carro! Segurança e Bem-estar! Você acaba de assistir a uma palestra sobre como conhecer e cuidar melhor do seu carro. Para que não se esqueça de alguns itens importantes,

Leia mais