Exercícios de Geometria Analítica Ponto e Reta

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exercícios de Geometria Analítica Ponto e Reta"

Transcrição

1 Exercícios de Geometria Analítica Ponto e Reta ) (FGV-2004) No plano cartesiano, o ponto P que pertence à reta de equação y = x e é eqüidistante dos pontos A(-,) e B(5,7) tem abscissa igual a: a), b), c),4 d),5 e),2 2) (UFSCar-2004) Os pontos A(, 6), B(, ) e C(x C, y C ) são vértices do triângulo ABC, sendo M(x M, y M ) e N (4, 5) pontos médios dos lados AB e AC, respectivamente. a) Calcule a distância entre os pontos M e N. b) Determine a equação geral da reta suporte do lado BC do triângulo ABC. 0 b) 2 c) 2 0 d) 2 e) 0 6) (Vunesp-200) O triângulo PQR, no plano cartesiano, de vértices P = (0,0), Q = (6,0) e R = (,5), é a) equilátero. b) isósceles, mas não equilátero. c) escaleno. d) retângulo. e) obtusângulo. ) (Vunesp-200) Dados dois pontos, A e B, com coordenadas cartesianas (- 2,) e (,- 2), respectivamente, conforme a figura, a) calcule a distância entre A e B. b) Sabendo-se que as coordenadas cartesianas do baricentro 2 do triângulo ABC são (x G,y G ) = (,), calcule as coordenadas (x C,y C ) do vértice C do triângulo. 4) (Vunesp-998) Os vértices da base de um triângulo isósceles são os pontos (, -) e (-, 4) de um sistema de coordenadas cartesianas retangulares. Qual a ordenada do terceiro vértice, se ele pertence ao eixo das ordenadas? 5) (UFSCar-200) Dados os pontos A(2,0), B(2,) e C(,), vértices de um triângulo, o raio da circunferência circunscrita a esse triângulo é 0 a) 7) (UEL-998) Considere os pontos A(; -2), B(2; 0) e C(0; - ). O comprimento da mediana do triângulo ABC, relativa ao lado AC, é: a) 8 2 b) 6 2 c) 4 2 d) 2 2 e) 2 8) (UCDB-0) Um triângulo tem vértices A(5,0), B(6,0) e (0,0). Então a mediana AM mede: a) 0 u.c. b) u.c. c) 2 u.c. d) u.c. e) 9 u.c. 9) (UNIFOR-0) O triângulo de vértices (0,), ( 2,0) e (2, 2 ) é: a) inexistente b) equilátero c) isósceles d) escaleno e) retângulo 0) (Fuvest-999) Uma reta passa pelo ponto P = (,) e é tangente à circunferência de centro C = (,) e raio num ponto T. Então a medida do segmento PT é: a) b) 2 Projeto Futuro Militar

2 c) 5 d) 6 e) 7 ) (UFMG-995) Os pontos P e Q pertencem à reta de equação y = mx, têm abscissas a e a +, respectivamente. A distância entre P e Q é 0. A ordenada do ponto dessa reta que tem abscissa 5 é negativa. Nessas condições, o valor de m é: a) b) 0 c) d) 0 /0 e) 0 2) (UNIFESP-2007) Quatro números complexos representam, no plano complexo, vértices de um paralelogramo. Três dos números são z = i, z 2 = e z = + ( 2 5 )i. O quarto número tem as partes real e imaginária positivas. Esse número é a) 2 + i. b) + (/2)i. c) + 5i. d) 2 + (/2)i. e) 4 + 5i. ) (UNIFESP-2004) Considere os gráficos das funções definidas por f(x) = log 0 (x) e g(x) = 0 x, conforme figura (fora de escala). e) (6,0) 5) (ITA-995) Três pontos de coordenadas, respectivamente, (0,0), (b,2b) e (5b,0), com b>0, são vértices de um retângulo. As coordenadas do quarto vértice são dadas por: a) (-b, -b) b) (2b, -b) c) (4b, -2b) d) (b, -2b) e) (2b, -2b) 6) (Fuvest-2004) Duas irmãs receberam como herança um terreno na forma do quadrilátero ABCD, representado abaixo em um sistema de coordenadas. Elas pretendem dividi-lo, construindo uma cerca reta perpendicular ao lado AB e passando pelo ponto P = (a, 0). O valor de a para que se obtenham dois lotes de mesma área é: a) 5 - b) c) 5-2 d) e) ) (Mack-2007) Os gráficos de y = x + 2 e x + y = 6 definem, com os eixos, no primeiro quadrante, um quadrilátero de área a) 2 b) 6 c) 0 d) 8 e) 4 8) (VUNESP-2007) Um triângulo tem vértices P = (2,), Q = (2,5) e R = (x 0,4), com x 0 > 0. Sabendo-se que a área do triângulo é 20, a abscissa x 0 do ponto R é: a) 8. b) 9. c) 0. d). e) 2. a) Dê as coordenadas de M, ponto médio do segmento AB. b) Mostre que (fog)(x) = x e (gof)(x) = x, para todo x >0. 4) (UNIFOR-0) No plano cartesiano, os pontos (0,0), (,) e (7, ) são vértices de um retângulo. O quarto vértice deste retângulo é: a) ( 4,4) b) (, ) c) (4,2) d) (4, 4) 9) (UNIFESP-2004) Considere a região sombreada na figura, delimitada pelo eixo Ox e pelas retas de equações y = 2x e x = k, k >0. 2 Projeto Futuro Militar

3 25) (Cesgranrio-994) A área do triângulo cujos vértices são os pontos (,2), (,5) e (4,-) vale: a) 4,5 b) 6 c) 7,5 d) 9 e) 5 Nestas condições, expresse, em função de k: a) a área A(k) da região sombreada. b) o perímetro do triângulo que delimita a região sombreada. 20) (Unicamp-999) Uma reta intersecciona nos pontos A (, 4) e B (-4, ) uma circunferência centrada na origem. a) Qual é o raio dessa circunferência? b) Calcule a área do quadrilátero cujos vértices são os pontos A e B e seus simétricos em relação à origem. 2) (Unifesp-2002) No triângulo QPP' do plano cartesiano, temos Q = (a,0), com a < 0, P = (4,2) e P' o simétrico de P em relação ao eixo x. Sabendo que a área desse triângulo é 6, o valor de a é: a) 5. b) 4. c). d) 2. e). 22) (Vunesp-2002) Sejam A = (2,0) e B = (5,0) pontos do x plano e r a reta de equação y = 2. a) Represente geometricamente os pontos A e B e esboce o gráfico da reta r. x b) Se C = (x, 2 ), com x > 0, é um ponto da reta r, tal que o triângulo ABC tem área 6, determine o ponto C. 2) (U Passo Fundo-0) Os pontos A(-,), B(2,-2) e C(,4): a) estão alinhados b) formam um triângulo retângulo c) formam um triângulo isósceles d) formam um triângulo escaleno de 42 u.a. e) formam um triângulo escaleno de 0,5 u.a. 24) (Cesgranrio-995) A área do triângulo, cujos vértices são (,2), (,4) e (4,-), é igual a: a) 6. b) 8. c) 9. d) 0. e) 2. 26) (VUNESP-2007) Sejam P = (a, b), Q = (, ) e R = (, ) pontos do plano. Se a + b = 7, determine P de modo que P, Q e R sejam colineares. 27) (IBMEC-2005) Para que os pontos do plano cartesiano de coordenadas (: ), (a: 2) e (2: b) estejam sobre uma mesma reta é necessário e suficiente que a) ab = a b. b) ab = a + b. c) ab = b a. d) ab = a 2 b 2. e) ab = a 2 + b 2. 28) (UERJ-998) (O Estado de São Paulo, 6/08/97) Considere os pontos A, B e C nas condições mencionadas na tirinha. a) Se A, B e C pertencem a uma mesma reta, calcule a distância entre A e C quando:» A está situado entre B e C;» A está situado fora do segmento BC. b) Se A, B e C estiverem no plano cartesiano, sendo A um ponto móvel, B um ponto do semi-eixo positivo das abscissas (x) e C a origem (0,0), determine a equação da linha descrita pelo ponto A e identifique a curva correspondente. 29) (Fuvest-2000) Se (m + 2n, m 4) e (2 m, 2n) representam o mesmo ponto do plano cartesiano, então m n é igual a: a) 2 b) 0 c) 2 d) e) 2 Projeto Futuro Militar

4 0) (Unifesp-2002) Um ponto do plano cartesiano é representado pelas coordenadas (x + y, x y) e também por (4 + y, 2x + y), em relação a um mesmo sistema de coordenadas. Nestas condições, x y é igual a a) 8. b) 6. c). d) 8. e) 9. ) (FUVEST-2007) Na figura abaixo, os pontos A, A 2, A, A 4, A 5, A 6 são vértices de um hexágono regular de lado com centro na origem O de um sistema de coordenadas no plano. Os vértices A e A 4 pertencem ao eixo x. São dados também os pontos B = (2, 0) e C = (0, ). cada distrito. A figura à direita é uma representação aproximada dos distritos de Campinas. Distrito de Campinas População (x000 hab) Casos de dengue Coeficiente de incidência (casos por 0000hab) Norte , Sul ,8 Leste ,4 Sudoeste 25 5,8 Noroeste Total 060 Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Campinas Coordenadoria de Vigilância e Saúde Ambiental (dados preliminares). Considere a reta que passa pela origem O e intersecta o segmento BC no ponto P, de modo que os triângulos OPB e OPC tenham a mesma área. Nessas condições, determine a) a equação da reta OP b) os pontos de interseção da reta OP com o hexágono. Responda às questões abaixo, tomando por base os dados fornecidos na tabela e na figura mostradas acima. 2) (Fuvest-996) Para cada número real m seja P m =(x m,y m ) o ponto de intersecção das retas mx + y = e x - my =. Sabendo-se que todos os pontos P m pertencem a uma mesma circunferência, qual é o centro dessa circunferência? a) (/2, /2) b) (0,0) c) (-/2, /2) d) (-/2, -/2) e) (,) ) (UNICAMP-2008) O texto 2 da coletânea faz referência ao combate à dengue. A tabela abaixo fornece alguns dados relativos aos casos de dengue detectados no município de Campinas na primeira metade do ano de A primeira coluna da tabela indica os distritos do município, segundo a prefeitura. A segunda indica a população aproximada de cada distrito. A terceira informa os casos de dengue confirmados. Na última, são apresentados os coeficientes de incidência de dengue em a) Calcule a área total do município de Campinas, sabendo que os distritos norte, leste, sul e noroeste da cidade têm, respectivamente, 75 km 2, 50 km 2, 20 km 2 e 75 km 2. b) Suponha que, como uma medida de combate à dengue, o município de Campinas tenha decidido fazer uma nebulização (ou pulverização) de inseticida. Na fase inicial da nebulização, será atendido o distrito com maior número de casos de dengue por km 2. Reproduza o diagrama ao lado em seu caderno de respostas. Em seu diagrama, marque os pontos correspondentes aos cinco distritos de Campinas. Identifique claramente o distrito 4 Projeto Futuro Militar

5 associado a cada ponto. Com base no gráfico obtido, indique o distrito em que será feita essa nebulização inicial. Justifique sua resposta. 4) (UNIFESP-2004) Na figura, estão representados, no plano cartesiano xoy, a reta de equação y = 2kx, 0 k 2, a parábola de equação y = -x 2 + x e os pontos O, P e Q de intersecções da parábola com o eixo Ox e da reta com a parábola. Nestas condições, o valor de k para que a área do triângulo OPQ seja a maior possível é: a) 2 b) 4 9 c) 8 d) 8 e) 2 Assinale a opção que corresponde à alternativa correta: a) I, III e V são verdadeiras b) somente III é verdadeira c) III e V são verdadeiras d) II é falsa e) II, IV e V são verdadeiras 7) (Fuvest-2002) Sejam A = (0, 0), B = (8, 0) e C = (-, ) os vértices de um triângulo e D = (u, v) um ponto do segmento BC. Sejam E o ponto de intersecção de AB com a reta que passa por D e é paralela ao eixo dos y e F o ponto de intersecção de AC com a reta que passa por D e é paralela ao eixo dos x. a) Determine, em função de u, a área do quadrilátero AEDF. b) Determine o valor de u para o qual a área do quadrilátero AEDF é máxima. 8) (Fuvest-996) Considere no plano cartesiano, os pontos P=(0,-5) e Q=(0,5). Seja X=(x,y) um ponto qualquer com x>0. a) Quais são os coeficientes angulares das retas PX e QX? b) Calcule, em função de x e y, a tangente do ângulo PXQ. c) Descreva o lugar geométrico dos pontos X=(x,y) tais que x>0 e PXQ=/4 radianos. 9) (Mack-996) Na figura a seguir, cotg = 4, tg = 2 e M (2, ) é o ponto médio de AB. Então o coeficiente angular da reta que passa pelos pontos A e B é: 5) (FGV-2004) No plano cartesiano, o ponto P que pertence à reta de equação y = x e é eqüidistante dos pontos A(-,) e B(5,7) tem abscissa igual a: a), b), c),4 d),5 e),2 6) (Emescam-2002) Dados os pontos A(0,0), B( 2,2), C(0,) e D(,), considere as seguintes afirmações: I. O quadrilátero ABCD é um trapézio. II. A equação da reta que passa pelos pontos A e B é x + y = 0. III. A reta de equação x 5y + 0 = 0 é perpendicular à reta que passa pelos pontos B e D. IV. O ponto simétrico de D em relação ao eixo das abscissas é o ponto S(, ). V. A área do triângulo ACD vale 4,5 u.a. (unidades de área). a) -. b) -2. c) - 5. d) e) Projeto Futuro Militar

6 40) (UFSCar-2009) Em relação a P(x), um polinômio de terceiro grau, sabe-se que P(-) = 2, P(0) =, P() = 2 e P(2) = 7. a) Determine a equação reduzida da reta que passa pelo ponto em que o gráfico da função polinomial P(x) cruza o eixo y, sabendo que essa reta tem coeficiente angular numericamente igual à soma dos coeficientes de P(x). b) Determine P(x). 4) (UFSCar-2005) Seja A = (p, p) um ponto de intersecção da reta (r) y = qx com a circunferência λ de centro C = (0,0), com p real e diferente de 0. a) Construa o gráfico da reta r e determine seu ângulo de inclinação. b) Sendo R a coroa circular definida pelas circunferências, com as características de λ, tais que p 9, calcule a área da região formada pela intersecção de R com {(x,y) y qx}. 42) (FGV-2004) a) No triângulo ABC da figura ao lado, sabe-se que: a = 7 c 4, sen = 7, 90 < b < 80 a) y = tg 72 o x + sen 72 o. b) y = tg 72 o x sen 6 o. c) y = tg 6 o x cos 6 o. d) y = tg 72 o x + cos 72 o. e) y = tg 6 o x + cos 72 o. 45) (Fatec-2002) As dimensões do retângulo de área máxima localizado no primeiro quadrante, com dois lados nos eixos cartesianos e um vértice sobre o gráfico de f(x) = 2-2x são: a) 2 e 9 b) e 6 c) e 6 d) 2 2 e 9 2 /2 e) 2 e 2 46) (FGV-2002) a) No plano cartesiano, qual o gráfico dos pontos (x, y) que satisfazem a relação x 2 y 2 = 0? b) No plano cartesiano, qual a equação da circunferência de raio, com centro pertencente à reta x y = 0 e tangente à reta x + 4y = 0? 47) (Fuvest-998) Uma reta de coeficiente angular m > 0 passa pelo ponto (2,0) e é tangente à circunferência inscrita no quadrado de vértices (,), (5,), (5,5) e (,5). Então: a) 0 < m < b) m = Determine o valor do ângulo α. b) Escreva a equação da bissetriz do maior ângulo formado pelas retas y = e y = 2 x. c) < m < d) m = e) < m < 5 4) (AFA-998) Seja P(,) o ponto médio do segmento AB, onde A é intersecção da reta (t) com a reta (r) x - y = 0 e B, a intersecção de (t) com a reta (s) x + 5y = 0. O coeficiente angular de (t) é a) negativo. b) par positivo. c) 5, pois (t) é perpendicular à (s). d) nulo, isto é, a reta é do tipo y = k, k = constante. 48) (FUVEST-2009) Na figura ao lado, a reta r tem equação y = 2 2 x + no plano cartesiano Oxy. Além disso, os pontos B 0, B, B 2, B estão na reta r, sendo B 0 = (0, ). Os pontos A 0, A, A 2, A estão no eixo Ox, com A 0 = O = (0, 0). O ponto D i pertence ao segmento A i B i, para i. Os segmentos A B, A 2 B 2, A B são paralelos ao eixo Oy, os segmentosb 0 D, B D 2, B 2 D são paralelos ao eixo Ox, e a distância entre Bi e B i + é igual a 9, para 0 i 2. 44) (FMTM-2002) A figura representa um pentágono regular ABCDE no sistema de coordenadas cartesianas de origem O. O ponto A pertence ao eixo y e o segmento BC, de medida, está contido no eixo x. A equação da reta que contém o segmento AB é 6 Projeto Futuro Militar

7 combustíveis torna o abastecimento mais vantajoso em cada um dos estados. Justifique sua resposta. () Nessas condições: a) Determine as abscissas de A, A 2, A. b) Sendo R i o retângulo de base Ai A i + e altura A i + D i +, para 0 i 2, calcule a soma das áreas dos retângulos R 0, R e R 2. 49) (Mack-2008) As retas y = x, y = e x = 0 definem 2 4 um triângulo, cuja raiz quadrada da área é a) 4 b) 6 2 c) 4 d) 8 e) 5 50) (FGV-SP-2008) Os carros flex, com motores que funcionam tanto a gasolina quanto a álcool, já representam mais da metade dos veículos novos vendidos no País, mas muitos consumidores ainda têm dúvidas sobre a confiabilidade, o consumo, o funcionamento e a manutenção dos motores bicombustíveis, bem como sobre quando utilizar álcool ou gasolina para economizar. Segundo informações de uma montadora a respeito de um carro flex por ela lançado recentemente, o consumo médio do veículo na cidade é de 0,0 km/l com gasolina e 7, km/l quando abastecido com álcool. a) A partir do consumo médio do veículo com gasolina e com álcool, estabeleça uma função que forneça a distância que o veículo percorre com álcool em relação à que percorre com gasolina, considerando a mesma quantidade de litros dos dois combustíveis. Esboce o gráfico dessa função. () b) Em que condição é mais vantajoso abastecer com álcool? Justifique a sua resposta a partir da análise do gráfico esboçado no item A.a). (2) c) A tabela abaixo apresenta dados sobre o preço médio da gasolina e do álcool, no período de 22 a 28/07/2007, em alguns estados brasileiros. Analise qual dos dois Preços praticados em alguns estados do Brasil, período de 22 a 28/07/2007 ESTADO Preço médio Preço médio álcool gasolina AMAPA 2,29,98 MATO 2,920,25 GROSSO PIAUI 2,576,866 SÃO PAULO 2,99,76 (adaptado de 5) (Vunesp-2006) Num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais, o coeficiente angular e a equação geral da reta que passa pelos pontos P e Q, sendo P = (2, ) e Q o simétrico, em relação ao eixo y, do ponto Q = (, 2) são, respectivamente: a) ; x - y - 5 = 0 2 b) ; 2x - y - = 0 c) - ; x + y - 5 = 0 d) ; x + y - 5 = 0 e) - ; x + y + 5 = 0 52) (FUVEST-2006) O conjunto dos pontos (x, y) do plano cartesiano que satisfazem t 2 - t - 6 = 0, onde t = x - y, consiste de a) uma reta. b) duas retas. c) quatro retas. d) uma parábola. e) duas parábolas. 5) (FMTM-2005) Sejam (r) e (s) retas de equações 2x+y- 4=0 e x-2y+=0, respectivamente. Em relação ao losango ACBD, sabe-se que: - os vértices A e B são os interceptos de (r) com os eixos cartesianos; - o vértice C pertence à reta (s) e dista 6 unidades da reta (r); - os vértices C e D não são consecutivos. Em tais condições, a área do losango ACBD é a) 2 5. b) Projeto Futuro Militar

8 c) 4 5. d) 4 2. e) ) (Mack-2005) Uma reta passa pelos pontos (, 0) e (0, b), sendo que o seu coeficiente angular é a raiz de um polinômio de grau com coeficientes inteiros e não nulos. Então, necessariamente, b é um número: a) inteiro par. b) inteiro ímpar. c) racional positivo. d) racional negativo. e) irracional 55) (UFSCar-2004) Os pontos A(, 6), B(, ) e C(x C, y C ) são vértices do triângulo ABC, sendo M(x M, y M ) e N (4, 5) pontos médios dos lados AB e AC, respectivamente. a) Calcule a distância entre os pontos M e N. b) Determine a equação geral da reta suporte do lado BC do triângulo ABC. b) circunferência de centro em B e raio é x 2 + y 2-6x - 4y + 5 = 0. c) reta horizontal que passa por A é y = 2. d) reta que passa por C e é paralela à bissetriz do o quadrante é x - y - 2 = 0. e) reta que passa por C e é paralela à bissetriz do o quadrante é x + y - 2 = 0. 58) (Vunesp-998) Num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais xoy, considere a reta r de equação y = x + e o ponto P = (2,). O lugar geométrico dos pontos do plano, simétricos dos pontos de r em relação a P, é a reta de equação: a) y = x -. b) y = - x +. c) y = x +. d) y = x -. e) y = - x ) (Mack-2002) 56) (FGV-2004) Seja r a reta 4x + 7y - 56 = 0 que intercepta o eixo das ordenadas no ponto A e o eixo das abscissas no ponto B. Considere uma reta s, que passa pela origem O(0,0) e intercepta a reta r no ponto C, de modo que a área do triângulo OCB seja igual à metade da área do triângulo OAC. a) Encontre a equação da reta s. b) Determine as coordenadas do ponto C. 57) (Fatec-200) Na figura abaixo os pontos A, B e C estão representados em um sistema de eixos cartesianos ortogonais entre si, de origem O. Os pontos A e B estão no gráfico de y = /x, x > 0. A reta r, determinada pelos pontos A e B, forma com os eixos cartesianos um triângulo de área: a) 2 b) 2 c) 4 7 d) 4 9 É verdade que a equação da e) 2 5 a) circunferência de centro em B e raio é x 2 + y 2-8x - 6y + 24 = 0. 8 Projeto Futuro Militar

9 60) (UFMG-994) Observe a figura. Nessa figura, M = (a, a) é ponto médio do segmento AC, A = (2, 6), B = (0, a) e C = (c, 0). A equação da reta BC é: a) 2y - x = 6 b) 2y + x = 6 c) x + 4y = 2 d) x - 4y = 2 e) 4x + 2y = 2 6) (Fuvest-200) Duas retas s e t do plano cartesiano se interceptam no ponto (2, 2). O produto de seus coeficientes angulares é e a reta s intercepta o eixo dos y no ponto (0, ). A área do triângulo delimitado pelo eixo dos x e pelas retas s e t é: a) 2 b) c) 4 d) 5 e) 6 62) (Mack-2002) Pelo vértice da curva y = x 2 4x +, e pelo ponto onde a mesma encontra o eixo das ordenadas, passa uma reta que define com os eixos um triângulo de área: a) 2 b) 4 c) 4 d) e) 4 9 6) (Vunesp-2002) Sejam A = (2,0) e B = (5,0) pontos do x plano e r a reta de equação y = 2. a) Represente geometricamente os pontos A e B e esboce o gráfico da reta r. x b) Se C = (x, 2 ), com x > 0, é um ponto da reta r, tal que o triângulo ABC tem área 6, determine o ponto C. 64) (UFPI-0) A reta r passa pelos pontos (, 2) e (, ) e intercepta os eixos coordenados nos pontos P e Q. O valor numérico da distância entre P e Q é: 5 a) 2 5 b) c) 2 25 d) e) 4 65) (Fuvest-982) Dados os pontos A (2, ) e B (8, 5): a) Achar a equação da reta AB. b) Achar a equação da mediatriz do segmento AB. 66) (Fuvest-999) Uma reta r determina, no primeiro quadrante do plano cartesiano, um triângulo isósceles, cujos vértices são a origem e os pontos onde a reta intercepta os eixos Ox e Oy. Se a área desse triângulo é 8, a equação de r é: a) x y = 4 b) x y = 6 c) x + y = 2 d) x + y = 4 e) x + y = 6 67) (UFSCar-2000) Considere a reta r: (a+) 2 x+(a 2 -a)y - 4a 2 + a - = 0 a) Mostre que essa reta passa por um ponto cujas coordenadas não dependem do parâmetro a. b) Determine a de modo que r seja perpendicular à reta s: x - = 0. 68) (UFSCar-2008) Admita os pontos A(2, 2) e B(, 4) como sendo vértices opostos de um losango ACBD. a) Determine a equação geral de cada uma das retas suportes das diagonais do losango ACBD. b) Calcule o comprimento do lado do losango ACBD, admitindo-se que um de seus vértices esteja no eixo das abscissas. 69) (UNICAMP-2007) Seja dada a reta x y + 6 = 0 no plano xy. a) Se P é um ponto qualquer desse plano, quantas retas do plano passam por P e formam um ângulo de 45º com a reta dada acima? b) Para o ponto P com coordenadas (2, 5), determine as equações das retas mencionadas no item (a). 9 Projeto Futuro Militar

10 70) (Mack-2005) Na figura, se a equação da reta r é x + y - 4 = 0, a área do triângulo ABC é: caso, a área do triângulo determinado pelas duas retas e o eixo das abscissas é 4m 2 a) 2m b) 4m 2 8m c) m 2m0 d) 2m a) 240 b) 220 c) 200 d) 260 e) 280 7) (Unicamp-2004) Os pontos A, B, C e D pertencem ao gráfico da função y = /x, x > 0. As abcissas de A, B e C são iguais a 2, e 4, respectivamente, e o segmento AB é paralelo ao segmento CD. a) Encontre as coordenadas do ponto D. b) Mostre que a reta que passa pelos pontos médios dos segmentos AB e CD passa também pela origem. 72) (AFA-998) A reta (s), simétrica de (r) x - y + = 0 em relação à reta (t) 2x + y + 4 = 0, a) passa pela origem. b) forma um ângulo de 60 O com (r). c) tem - 5 como coeficiente angular. d) é paralela à reta de equação 7y - x + 7 = 0. 7) (Fuvest-200) A hipotenusa de um triângulo retângulo está contida na reta r : y = 5x -, e um de seus catetos está contido na reta s : y = x -. Se o vértice onde está o ângulo reto é um ponto da forma (k, 5) sobre a reta s, determine a) todos os vértices do triângulo; b) a área do triângulo. 74) (Fuvest-999) A reta r tem equação 2x + y = e intercepta o eixo x no ponto A. A reta s passa pelo ponto P=(, 2) é perpendicular a r. Sendo B e C os pontos onde s intercepta o eixo x e a reta r, respectivamente: a) determine a equação de s. b) calcule a área do triângulo ABC. 75) (UFMG-200) Considere as retas cujas equações são y = -x+4 e y = mx, em que m é uma constante positiva. Nesse 76) (UFMG-200) Considere a parábola de equação y = 8x - 2x 2 e a reta que contém os pontos (4,0) e (0,8). Sejam A e B os pontos da interseção entre a reta e a parábola. DETERMINE a equação da mediatriz do segmento AB. 77) (AFA-999) O eixo das ordenadas, a reta r: y = 2x - e s, que é perpendicular a r e passa pela origem, determinam um polígono cujo valor da área é a) 5. 2 b) 5. c) d) ) (Mauá-2002) Precisa-se projetar um canal retilíneo para a ligação entre dois rios situados numa região plana. Nessa região, a representação matemática do curso de um dos rios é dada pela equação y = x 2 e a do outro, pela equação y = x- 2. Admitindo-se que o canal possa ser construído em qualquer lugar entre os dois rios, qual seu menor comprimento possível? 79) (ITA-996) São dadas as parábolas p :y=x 2 4x e p 2 :y=x 2 x+/4 cujos vértices são denotados, respectivamente, por V e V 2. Sabendo que r é a reta que contém V e V 2, então a distância de r até à origem é: a) 5/ 26 b) 7/ 26 c) 7/ 50 d) 7/ 50 e) / 74 0 Projeto Futuro Militar

11 80) (UNIFESP-2007) Em um plano cartesiano, seja T o triângulo que delimita a região definida pelas inequações y 2, x 0 e x y 2. a) Obtenha as equações de todas as retas que são eqüidistantes dos três vértices do triângulo T. b) Obtenha a equação da circunferência circunscrita ao triângulo T, destacando o centro e o raio. 8) (Vunesp-2006) Fixado um sistema de coordenadas ortogonais em um plano, considere os pontos O(0, 0), A(0, 2) e a reta r de equação y = -. a) Se a distância do ponto Q(x 0, 2) ao ponto A é igual à distância de Q à reta r, obtenha o valor de x0, supondo x 0 > 0. b) Obtenha a equação do lugar geométrico dos pontos P(x, y) desse plano, cuja distância até o ponto A é igual à distância até a reta r. centro de massa é, por definição, o ponto a c e b d f M,. Se os vértices dessa lâmina estão nos pontos A (0, 0), B (2, 0) e C (0, 9), a distância, em unidades de comprimento, do seu centro de massa M à reta que passa pelos pontos B e C, será: 4 a) 5 2 b) 5 c) 5 d) 5 e) 2 f) 4 82) (AFA-999) A distância entre o ponto de interseção das x t 2 y t retas r: 2x - y + 4 = 0 e s: 2, t R e a reta q: y x = 2 8 é 85) (UNIFESP-2004) Considere a reta de equação 4x - y + 5 = 0, a senóide de equação y = sen(x) e o ponto P =, 2 conforme a figura. A soma das distâncias de P à reta e de P à senóide é: a) 4 5. b) c) d) ) (VUNESP-2009) Determine as equações das retas que formam um ângulo de 5º com o eixo dos x e estão à distância 2 do ponto ( 4, ). 2 2 a) 5 2 b) c) d) e) 5 84) (UFPB-2006) Em uma lâmina triangular homogênea, com vértices nos pontos A (a, b ), B (c, d ) e C (e, f ), o seu 86) (FGV-2005) No plano cartesiano, seja P o ponto situado no º- quadrante e pertencente à reta de equação y = x. Sabendo que a distância de P à reta de equação x + 4y = 0 é igual a, podemos afirmar que a soma das coordenadas de P vale: a) 5,6 b) 5,2 c) 4,8 d) 4,0 Projeto Futuro Militar

12 e) 4,4 87) (UFC-2004) Considere a reta r cuja equação é y = x. Se P o é o ponto de r mais próximo do ponto Q(, ) e d é a distância de P o a Q, então d 0 é igual a: a) b) 4 c) 5 d) 6 e) 7 88) (FGV-200) No plano cartesiano, existem dois valores de m de modo que a distância do ponto P(m, ) à reta de equação x + 4y + 4 = 0 seja 6; a soma destes valores é: 6 a) - 7 b) - 8 c) - 9 d) - 20 e) - 89) (Mack-2002) A equação de uma reta, paralela à reta x + y - 4 = 0 e distante 2 do ponto P = (2,), é: a) x + y + = 0 b) x + y + 9 = 0 c) x + y - = 0 d) x - y - 6 = 0 e) x + y - 2 = 0 2 Projeto Futuro Militar

13 Gabarito ) Alternativa: E 7 2) a) 2 b) x - 4y + = 0 2) Alternativa: B 22) a) ) a) AB = 2 b) C(; 4) 4) y = 2, 5) Alternativa: D 6) Alternativa: B 7) Alternativa: E 8) Alternativa: D 9) Alternativa: C 0) Alternativa: A ) Alternativa: A 2) Alternativa: B, ) a) M = 2 2. b) demonstração. b) C(8,4) 2) Alternativa: E 24) Alternativa: A 25) Alternativa: C 26) Resposta: P = (2, 5) 27) Alternativa: B 28) a) b) 0 e 0cm respectivamente. 4) Alternativa: D 5) Alternativa: C 6) Alternativa: B Perceba que P está a direita de C. Perceba também que o triângulo BPQ (sendo Q o encontro da perpendicular a AB por P com o segmento BC) é isósceles e deve ter metade da área da figura toda. 7) Alternativa: E 8) Alternativa: E 9) a) K 2 b) K( + 5 ) 20) a) R = 5 b) 50 u.a. d AC = 2 d AB x 2 + y 2-40x + 00 = 0 circunferência 29) Alternativa: E 0) Alternativa: A ) a)y = 2 x b) 6 6 2) Alternativa: A 8, e 6 6, 8 Projeto Futuro Militar

14 ) a) 800 km 2 b) Sudoeste: A reta tem maior inclinação, denunciando a maior relação entre casos de dengue e área. 42) a) a = 60 b) y = x + 4 N NO SO S L 4) Alternativa: A 44) Alternativa: A 45) Alternativa: B 4) Alternativa: B 5) Alternativa: E 6) Alternativa: E 7) a) A = 64 b) u = 7 2 ( 7u 54 28u 64) y 5 y 5 8) a) m PX = x e m QX = x 0x 2 2 b) tg = x y 25 c) O LG é um arco de circunferência de centro (5,0) e raio 5 2 cujos pontos tem abscissa positiva. 9) Alternativa: A 40) a) y = 2x + b) P(x) = x + x 2 x + 4) a) ângulo de inclinação = 60º 46) (x 5 ) 2 5 +( y ) 2 5 = 9 ou (x + ) 2 + (y ) Alternativa: C 48) a), 6 e 9 b) ) Alternativa: A 5 ) 2 = ) a) A = 0,7G (com G 0), em que G e A são as distâncias percorridas em km com gasolina e com álcool, respectivamente. y 7, x 0 b) Quando o preço do litro de álcool for inferior a 7% do preço do litro de gasolina, e nesse caso, o coeficiente angular m da reta A = m.g for menor que 0,7. c) No Amapá, é mais vantajoso o uso da gasolina (m=0,89). Em São Paulo (m = 0,49), Mato Grosso (m = 0,42) e Piauí (m = 0,72), o álcool é melhor. 5) Alternativa: C b) 60 4 Projeto Futuro Militar

15 52) Alternativa: B 5) Alternativa: A 54) Alternativa: E 7 55) a) 2 b) x - 4y + = 0 56) a) y = 7 2 x b) 28 8, 57) Alternativa: D 58) Alternativa: D 59) Alternativa: D 60) Alternativa: C 6) Alternativa: B 62) Alternativa: E 6) a) Assim, chutando dois valores quaisquer de a (aqui cuidadosamente escolhidos para facilitar as contas), temos: a = 0: r: x- = 0 x = a = -: r: 2y - 6 = 0 y = Se o ponto único existir, ele terá que ser (, ) pois é a intersecção obtida das duas retas acima. Verificando o ponto (, ) na equação de r, temos que (a+) 2.+(a 2 -a). - 4a 2 + a - = 0 a 2-2a + + a 2 - a - 4a 2 + a - = 0 0 = 0 (verdadeiro) ou seja, a reta passa por (, ) independentemente do valor de a. b) como a reta s é vertical, a reta r terá que ser horizontal para ser perpendicular. Assim sendo, o coeficiente de x deve ser zero: (a+) 2 = 0 a+ = 0 a = - resp: a) demostração b) a = - 68) a) 2x + 5y 4 = 0 e 0x 4y + 7 = 0 b) ) a) Duas retas. b) y = 2x + e y 2 x. 70) Alternativa: A b) C(8,4) 64) Alternativa: C 65) a) x - y + 7 = 0 b) x + y - 9 = 0 66) Alternativa: E 67) a) Considerando os infinitos valores possíveis para a, as infinitas retas dadas por (a+) 2 x+(a 2 -a)y - 4a 2 + a - = 0 teriam que se cruzar num único ponto para que exista um ponto independente de a por onde elas passem. 2 D, 7) a) 2 b) Calculemos pontos médios M e N dos segmentos AB e CD, respectivamente: 5 5,, M= 2 2 e N= 4 24 Calculemos o coeficiente angular m da reta MN: m = 2 4 = 6 Obtendo a equação da reta MN, obtemos y = 6 x, o que comprova que a reta MN passa pela origem. 72) Alternativa: D 5 Projeto Futuro Militar

16 7) a) (6, 5), (, 2) e (4, 7) b) A = 6 os valores de m são 22/ e -8/. 89) Alternativa: A 74) a) x - 2y = 8 b) 20 75) Alternativa: C 76) 2x- 4y+7 = 0 77) Alternativa: A 78) Resposta: (,24) unidades de comprimento. 79) Alternativa: E 80) a) As retas pedidas não podem passar por nenhum dos vértices. Assim, as retas procuradas dividem o plano em dois semiplanos, um deles com dois dos vértices do triângulo e o outro com o outro vértice. E como cada reta deve ser eqüidistante dos três vértices, cada reta precisa ser paralela ao lado que contém os dois vértices contidos no mesmo semiplano. Portanto, as retas são x = 2, y = 0 e y = x b) (x-2) 2 + y 2 = 8 com centro (2, 0) e raio 2 2 8) a) b) y 6 ( x 2 + ) 82) Alternativa: C 8) Resposta: y = x e y = x + OBS: Estamos considerando que formar ângulo de 5º com o eixo equivale a ter inclinação de 5º, conforme a figura. Desta forma, não estamos considerando como resposta as retas com inclinação de 45º (e que, a bem da verdade, também fazem ângulo de 5º com o eixo x) 84) Alternativa: B 85) Alternativa: E 86) Alternativa: D 87) Alternativa: D 88) Alternativa: A 6 Projeto Futuro Militar

Professor Mascena Cordeiro

Professor Mascena Cordeiro www.mascenacordeiro.com Professor Mascena Cordeiro º Ano Ensino Médio M A T E M Á T I C A. Determine os valores de m pertencentes ao conjunto dos números reais, tal que os pontos (0, -), (, m) e (-, -)

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica Pontos e Plano Cartesiano

Exercícios de Matemática Geometria Analítica Pontos e Plano Cartesiano Exercícios de Matemática Geometria Analítica Pontos e Plano Cartesiano 1. (Fuvest) Sejam A=(1, 2) e B=(3, 2) dois pontos do plano cartesiano. Nesse plano, o segmento AC é obtido do segmento AB por uma

Leia mais

Banco de questões. Geometria analítica: ponto e reta ( ) ( ) ( )

Banco de questões. Geometria analítica: ponto e reta ( ) ( ) ( ) UNIDADE X geometria analítica CAPÍTULO 8 Geometria analítica: ponto e reta Banco de questões 1 (Cesgranrio RJ) Observe a figura e considere uma reta r cuja equação é y = x +. A esse respeito, são feitas

Leia mais

PROFESSOR FLABER 2ª SÉRIE Circunferência

PROFESSOR FLABER 2ª SÉRIE Circunferência PROFESSOR FLABER ª SÉRIE Circunferência 01. (Fuvest SP) A reta s passa pelo ponto (0,3) e é perpendicular à reta AB onde A=(0,0) e B é o centro da circunferência x + y - x - 4y = 0. Então a equação de

Leia mais

Exercícios de Matemática II

Exercícios de Matemática II Nome: nº Professor(a): Série: ª EM. Turma: Data: / /014 Sem limite para crescer Exercícios de Matemática II 1º Trimestre 1. (Uem 011) Um cientista deseja determinar o calor específico de um material. Para

Leia mais

III CAPÍTULO 21 ÁREAS DE POLÍGONOS

III CAPÍTULO 21 ÁREAS DE POLÍGONOS 1 - RECORDANDO Até agora, nós vimos como calcular pontos, retas, ângulos e distâncias, mas não vimos como calcular a área de nenhuma figura. Na aula de hoje nós vamos estudar a área de polígonos: além

Leia mais

13. (Uerj) Em cada ponto (x, y) do plano cartesiano, o valor de T é definido pela seguinte equação:

13. (Uerj) Em cada ponto (x, y) do plano cartesiano, o valor de T é definido pela seguinte equação: 1. (Ufc) Considere o triângulo cujos vértices são os pontos A(2,0); B(0,4) e C(2Ë5, 4+Ë5). Determine o valor numérico da altura relativa ao lado AB, deste triângulo. 2. (Unesp) A reta r é perpendicular

Leia mais

Questão 1 a) A(0; 0) e B(8; 12) b) A(-4; 8) e B(3; -9) c) A(3; -5) e B(6; -2) d) A(2; 3) e B(1/2; 2/3) e) n.d.a.

Questão 1 a) A(0; 0) e B(8; 12) b) A(-4; 8) e B(3; -9) c) A(3; -5) e B(6; -2) d) A(2; 3) e B(1/2; 2/3) e) n.d.a. APOSTILAS (ENEM) VOLUME COMPLETO Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) 4 VOLUMES APOSTILAS IMPRESSAS E DIGITAIS Questão 1 (UFPE) Determine o ponto médio dos segmentos seguintes, que têm medidas inteiras:

Leia mais

EXERCICIOS DE APROFUNDAMENTO - MATEMÁTICA - RETA

EXERCICIOS DE APROFUNDAMENTO - MATEMÁTICA - RETA EXERCICIOS DE APROFUNDAMENTO - MATEMÁTICA - RETA - 015 1. (Unicamp 015) Seja r a reta de equação cartesiana x y 4. Para cada número real t tal que 0 t 4, considere o triângulo T de vértices em (0, 0),

Leia mais

Distâncias e Conceitos Básicos

Distâncias e Conceitos Básicos GEOMETRIA ANAL TICA - N VEL B SICO Distância e Conceitos Básicos...Pag.01 Retas...Pag.05 Distância de Ponto à Reta e reas.pag.11 Circunferências....Pag.14 Posições Relativas entre Retas e Circunferências...Pag.19

Leia mais

Geometria Analítica - AFA

Geometria Analítica - AFA Geometria Analítica - AFA x = v + (AFA) Considerando no plano cartesiano ortogonal as retas r, s e t, tais que (r) :, (s) : mx + y + m = 0 e (t) : x = 0, y = v analise as proposições abaixo, classificando-

Leia mais

Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO

Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Analítica 3º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1 1º Bimestre 2012 Aluno(a): Número: Turma: 1) Resolva

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Matemática Geometria Analítica

Exercícios de Aprofundamento Matemática Geometria Analítica 1. (Unicamp 015) Seja r a reta de equação cartesiana x y 4. Para cada número real t tal que 0 t 4, considere o triângulo T de vértices em (0, 0), (t, 0) e no ponto P de abscissa x t pertencente à reta

Leia mais

Nome: nº Professor(a): UBERLAN / CRISTIANA Série: 3ª EM Turmas: 3301 / 3302 Data: / /2013

Nome: nº Professor(a): UBERLAN / CRISTIANA Série: 3ª EM Turmas: 3301 / 3302 Data: / /2013 Nome: nº Professor(a): UBERLAN / CRISTIANA Série: 3ª EM Turmas: 3301 / 3302 Data: / /2013 Sem limite para crescer Bateria de Exercícios de Matemática II 1) A área do triângulo, cujos vértices são (1, 2),

Leia mais

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO MATEMÁTICA II 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO GEOMETRIA ANALÍTICA

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO MATEMÁTICA II 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO GEOMETRIA ANALÍTICA EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO MATEMÁTICA II a SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO GEOMETRIA ANALÍTICA ******************************************************************************** 1) (U.F.PA) Se a distância do ponto

Leia mais

PROFª: ROSA G. S. DE GODOY

PROFª: ROSA G. S. DE GODOY ATIVIDADE DE MATEMÁTICA Nome: nº SÉRIE: 3ª E.M. Data: / / 2017 PROFª: ROSA G. S. DE GODOY FICHA DE SISTEMATIZAÇÃO PARA A 3ª AVAL. DO 2º TRIMESTRE BOAS FÉRIAS E APROVEITE PARA ESTUDAR UM POUQUINHO!! BJS

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência ) (Unicamp-000) Sejam A e B os pontos de intersecção da parábola y = x com a circunferência de centro na origem e raio. a) Quais as coordenadas

Leia mais

MATRIZ FORMAÇÃO E IGUALDADE

MATRIZ FORMAÇÃO E IGUALDADE MATRIZ FORMAÇÃO E IGUALDADE 1. Seja X = (x ij ) uma matriz quadrada de ordem 2, onde i + j para i = j ;1 - j para i > j e 1 se i < j. A soma dos seus elementos é igual a: a. -1 b. 1 c. 6 d. 7 e. 8 2. Se

Leia mais

RETA E CIRCUNFERÊNCIA

RETA E CIRCUNFERÊNCIA RETA E CIRCUNFERÊNCIA - 016 1. (Unifesp 016) Na figura, as retas r, s e t estão em um mesmo plano cartesiano. Sabe-se que r e t passam pela origem desse sistema, e que PQRS é um trapézio. a) Determine

Leia mais

Matemática - 3ª série Roteiro 04 Caderno do Aluno. Estudo da Reta

Matemática - 3ª série Roteiro 04 Caderno do Aluno. Estudo da Reta Matemática - 3ª série Roteiro 04 Caderno do Aluno Estudo da Reta I - Inclinação de uma reta () direção É a medida do ângulo que a reta forma com o semieixo das abscissas (positivo) no sentido anti-horário.

Leia mais

Na forma reduzida, temos: (r) y = 3x + 1 (s) y = ax + b. a) a = 3, b, b R. b) a = 3 e b = 1. c) a = 3 e b 1. d) a 3

Na forma reduzida, temos: (r) y = 3x + 1 (s) y = ax + b. a) a = 3, b, b R. b) a = 3 e b = 1. c) a = 3 e b 1. d) a 3 01 Na forma reduzida, temos: (r) y = 3x + 1 (s) y = ax + b a) a = 3, b, b R b) a = 3 e b = 1 c) a = 3 e b 1 d) a 3 1 0 y = 3x + 1 m = 3 A equação que apresenta uma reta com o mesmo coeficiente angular

Leia mais

Módulo de Geometria Anaĺıtica 1. 3 a série E.M.

Módulo de Geometria Anaĺıtica 1. 3 a série E.M. Módulo de Geometria Anaĺıtica 1 Equação da Reta. 3 a série E.M. Geometria Analítica 1 Equação da Reta. 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1. Determine a equação da reta cujo gráfico está representado

Leia mais

Circunferências. λ : x y 4x 10y λ : x y 4x 5y 12 0

Circunferências. λ : x y 4x 10y λ : x y 4x 5y 12 0 Circunferências 1. (Espcex (Aman) 014) Sejam dados a circunferência λ : x y 4x 10y 5 0 e o ponto P, que é simétrico de ( 1, 1) em relação ao eixo das abscissas. Determine a equação da circunferência concêntrica

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica

Exercícios de Matemática Geometria Analítica Eercícios de Matemática Geometria Analítica. (UFRGS) Considere um sistema cartesiano ortogonal e o ponto P(. ) de intersecção das duas diagonais de um losango. Se a equação da reta que contém uma das diagonais

Leia mais

1. Sendo (x+2, 2y-4) = (8x, 3y-10), determine o valor de x e de y. 2. Dado A x B = { (1,0); (1,1); (1,2) } determine os conjuntos A e B. 3. (Fuvest) Sejam A=(1, 2) e B=(3, 2) dois pontos do plano cartesiano.

Leia mais

3º trimestre SALA DE ESTUDOS Data: 11/17 Ensino Médio 3º ano A, B e C. Prof. Maurício Nome: nº

3º trimestre SALA DE ESTUDOS Data: 11/17 Ensino Médio 3º ano A, B e C. Prof. Maurício Nome: nº º trimestre SALA DE ESTUDOS Data: 11/17 Ensino Médio º ano A, B e C. Prof. Maurício Nome: nº CONTEÚDOS: EQUAÇÃO DA RETA E EQUAÇÃO DA CIRCUNFERÊNCIA. 1. (Eear 017) O triângulo ABC a) escaleno b) isósceles

Leia mais

Assunto: Estudo do ponto

Assunto: Estudo do ponto Assunto: Estudo do ponto 1) Sabendo que P(m+1;-3m-4) pertence ao 3º quadrante, determine os possíveis valores de m. resp: -4/3

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio Grande do Sul Campus Rio Grande CAPÍTULO 4 GEOMETRIA ANALÍTICA

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio Grande do Sul Campus Rio Grande CAPÍTULO 4 GEOMETRIA ANALÍTICA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio Grande do Sul Campus Rio Grande CAPÍTULO 4 GEOMETRIA ANALÍTICA 4. Geometria Analítica 4.1. Introdução Geometria Analítica é a parte da Matemática,

Leia mais

1.4 Determine o ponto médio e os pontos de triseção do segmento de extremidades A(7) e B(19).

1.4 Determine o ponto médio e os pontos de triseção do segmento de extremidades A(7) e B(19). Capítulo 1 Coordenadas cartesianas 1.1 Problemas Propostos 1.1 Dados A( 5) e B(11), determine: (a) AB (b) BA (c) AB (d) BA 1. Determine os pontos que distam 9 unidades do ponto A(). 1.3 Dados A( 1) e AB

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR GEOMETRIA ANALÍTICA Professor. Sander

MATERIAL COMPLEMENTAR GEOMETRIA ANALÍTICA Professor. Sander MATERIAL COMPLEMENTAR GEOMETRIA ANALÍTICA Professor. Sander I) O BÁSICO 0. Considere os pontos A(,8) e B(8,0). A distância entre eles é: 3 3 0 0. O triângulo ABC formado pelos pontos A (7, 3), B ( 4, 3)

Leia mais

GEOMETRIA ANALÍTICA 2017

GEOMETRIA ANALÍTICA 2017 GEOMETRIA ANALÍTICA 2017 Tópicos a serem estudados 1) O ponto (Noções iniciais - Reta orientada ou eixo Razão de segmentos Noções Simetria Plano Cartesiano Abcissas e Ordenadas Ponto Médio Baricentro -

Leia mais

Módulo de Geometria Anaĺıtica Parte 2. Circunferência. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis

Módulo de Geometria Anaĺıtica Parte 2. Circunferência. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Módulo de Geometria Anaĺıtica Parte Circunferência a série E.M. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Geometria Analítica Parte Circunferência 1 Exercícios Introdutórios Exercício 1. Em cada item abaixo,

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Geo. Analítica

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Geo. Analítica Exercícios de Aprofundamento 015 Mat Geo. Analítica 1. (Unicamp 015) Seja r a reta de equação cartesiana x y. Para cada número real t tal que 0 t, considere o triângulo T de vértices em (0, 0), (t, 0)

Leia mais

- GEOMETRIA ANALÍTICA -

- GEOMETRIA ANALÍTICA - Vestibulando Web Page 1. (Puc-rio 2004) Sejam A e B os pontos (1, 1) e (5, 7) no plano. O ponto médio do segmento AB é: a) (3, 4) b) (4, 6) c) (-4, -6) d) (1, 7) e) (2, 3) 2. (Ufg 2004) Para medir a área

Leia mais

Coordenadas Cartesianas

Coordenadas Cartesianas 1 Coordenadas Cartesianas 1.1 O produto cartesiano Para compreender algumas notações utilizadas ao longo deste texto, é necessário entender o conceito de produto cartesiano, um produto entre conjuntos

Leia mais

ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) TURNO. 01. Determine a distância entre dois pontos A e B do plano cartesiano.

ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) TURNO. 01. Determine a distância entre dois pontos A e B do plano cartesiano. SÉRIE ITA/IME ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) ALUNO(A) TURMA MARCELO MENDES TURNO SEDE DATA Nº / / TC MATEMÁTICA Geometria Analítica Exercícios de Fixação Conteúdo: A reta Parte I Exercícios Tópicos

Leia mais

Geometria Analítica retas equações e inclinações, distância entre dois pontos, área de triângulo e alinhamento de 3 pontos.

Geometria Analítica retas equações e inclinações, distância entre dois pontos, área de triângulo e alinhamento de 3 pontos. Geometria Analítica retas equações e inclinações, distância entre dois pontos, área de triângulo e alinhamento de pontos. 1. (Ufpr 014) A figura abaixo apresenta o gráfico da reta r: y x + = 0 no plano

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 2 Professor Marco Costa

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 2 Professor Marco Costa 1 Projeto Jovem Nota 10 1. (Unifesp 2004) As figuras A e B representam dois retângulos de perímetros iguais a 100 cm, porém de áreas diferentes, iguais a 400 cm e 600 cm, respectivamente. A figura C exibe

Leia mais

Geometria Analítica? Onde usar os conhecimentos. os sobre Geometria Analítica?

Geometria Analítica? Onde usar os conhecimentos. os sobre Geometria Analítica? X GEOMETRIA ANALÍTICA Por que aprender Geometria Analítica?... A Geometria Analítica estabelece relações entre a álgebra e a geometria por meio de equações e inequações. Isso permite transformar questões

Leia mais

Exercícios de exames e provas oficiais

Exercícios de exames e provas oficiais mata Exercícios de exames e provas oficiais. Na figura, está representado, no plano complexo, um quadrado cujo centro coincide com a origem e em que cada lado é paralelo a um eixo. Os vértices deste quadrado

Leia mais

PUERI DOMUS ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA. Saber fazer saber fazer + MÓDULO

PUERI DOMUS ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA. Saber fazer saber fazer + MÓDULO PUERI DOMUS ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA Saber fazer saber fazer + 10 MÓDULO Saber fazer Geometria analítica 1. Determine as coordenadas dos pontos da figura. 2. Sendo A (2, 2), B (4, 6) e C (7, ) vértices

Leia mais

REVISÃO FUVEST Ensino Médio Geometria Prof. Sérgio Tambellini

REVISÃO FUVEST Ensino Médio Geometria Prof. Sérgio Tambellini REVISÃO FUVEST Ensino Médio Geometria Prof. Sérgio Tambellini Aluno :... Questão 1 - (FUVEST SP/014) GEOMETRIA PLANA Uma das piscinas do Centro de Práticas Esportivas da USP tem o formato de três hexágonos

Leia mais

matemática geometria analítica pontos, baricentro do triângulo, coeficiente angular e equações da reta Exercícios de distância entre dois pontos

matemática geometria analítica pontos, baricentro do triângulo, coeficiente angular e equações da reta Exercícios de distância entre dois pontos Exercícios de distância entre dois pontos 1. (FUVEST 1ª fase) Sejam A = (1, ) e B = (3, ) dois pontos do plano cartesiano. Nesse plano, o segmento AC é obtido do segmento AB por uma rotação de 60º, no

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano N o s Complexos - Conjuntos e condições

MATEMÁTICA A - 12o Ano N o s Complexos - Conjuntos e condições MATEMÁTICA A - 1o Ano N o s Complexos - Conjuntos e condições Exercícios de exames e testes intermédios 1. Na figura ao lado, está representado, no plano complexo, um quadrado cujo centro coincide com

Leia mais

Escola Secundária de Francisco Franco Matemática 12.º ano Números Complexos - Exercícios saídos em (Exames Nacionais 2000)

Escola Secundária de Francisco Franco Matemática 12.º ano Números Complexos - Exercícios saídos em (Exames Nacionais 2000) Mais exercícios de.º ano: www.prof000.pt/users/roliveira0/ano.htm Escola Secundária de Francisco Franco Matemática.º ano Números Complexos - Exercícios saídos em (Exames Nacionais 000). Seja C o conjunto

Leia mais

MATEMÁTICA SARGENTO DA FAB

MATEMÁTICA SARGENTO DA FAB MATEMÁTICA BRUNA PAULA 1 COLETÂNEA DE QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA EEAr (QUESTÕES RESOLVIDAS) QUESTÃO 1 (EEAr 2013) Se x é um arco do 1º quadrante, com sen x a e cosx b, então é RESPOSTA: d QUESTÃO 2 (EEAr

Leia mais

NOTAÇÕES. : inversa da matriz M : produto das matrizes M e N : segmento de reta de extremidades nos pontos A e B

NOTAÇÕES. : inversa da matriz M : produto das matrizes M e N : segmento de reta de extremidades nos pontos A e B NOTAÇÕES R C : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos i : unidade imaginária i = 1 det M : determinante da matriz M M 1 MN AB : inversa da matriz M : produto das matrizes M e N : segmento

Leia mais

Quantos números pares, formados por algarismos distintos, existem entre 500 e 2000?

Quantos números pares, formados por algarismos distintos, existem entre 500 e 2000? PROVA DE MATEMÁTICA - TURMAS DO 3 O ANO DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO ANCHIETA-BA - AGOSTO DE 011. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Questão 01 Quantos

Leia mais

Geometria Analítica. Parte I. Parte II. Página 1. 3x + y z = 0,20 2y + z = 0,55 z = 0,25. 24% x+ y+ z 54%, x 10%, y 20% e z= x 2

Geometria Analítica. Parte I. Parte II.  Página 1. 3x + y z = 0,20 2y + z = 0,55 z = 0,25. 24% x+ y+ z 54%, x 10%, y 20% e z= x 2 Parte I Geometria Analítica TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Um funcionário do setor de planejamento de uma distribuidora de materiais escolares verifica que as lojas dos seus três clientes mais importantes

Leia mais

singular Lista de Exercícios - Ponto e reta Ensino Médio tarde - 2C17/27/37 Profª Liana

singular Lista de Exercícios - Ponto e reta Ensino Médio tarde - 2C17/27/37 Profª Liana singular Lista de Exercícios - Ponto e reta Ensino Médio tarde - C17/7/7 Profª Liana 01 - (UFJF MG) Dado o triângulo de vértices A = (1,1), B = (,) e C = (4, ). Considere as seguintes afirmações: I. O

Leia mais

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos

NOTAÇÕES. R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos NOTAÇÕES R : conjunto dos números reais C : conjunto dos números complexos i : unidade imaginária: i = 1 z : módulo do número z C Re(z) : parte real do número z C Im(z) : parte imaginária do número z C

Leia mais

MATEMÁTICA. Questão 01. Questão 02 PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS RESPOSTA: 24 - NÍVEL MÉDIO 01) INCORRETA. RESPOSTA: 25 - NÍVEL MÉDIO

MATEMÁTICA. Questão 01. Questão 02 PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS RESPOSTA: 24 - NÍVEL MÉDIO 01) INCORRETA. RESPOSTA: 25 - NÍVEL MÉDIO PROVA 3 - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS É uma forma de os professores do Colégio Platão contribuírem com seus alunos, orientando-os na resolução das questões do vestibular da UEM. Isso ajuda o vestibulando

Leia mais

10. Determine as equações cartesianas das famílias de retas que fazem um ângulo de π/4 radianos com a reta y = 2x + 1.

10. Determine as equações cartesianas das famílias de retas que fazem um ângulo de π/4 radianos com a reta y = 2x + 1. Geometria Analítica. 1. Determine as posições relativas e as interseções entre os conjuntos em R abaixo. Em cada item também faça um esboço dos dois conjuntos dados no mesmo sistema de eixos. (a) C : (x

Leia mais

TD GERAL DE MATEMÁTICA 2ª FASE UECE

TD GERAL DE MATEMÁTICA 2ª FASE UECE Fundação Universidade Estadual do Ceará - FUNECE Curso Pré-Vestibular - UECEVest Fones: 3101.9658 / E-mail: uecevest_itaperi@yahoo.com.br Av. Dr. Silas Munguba, 1700 Campus do Itaperi 60714-903 Fone: 3101-9658/Site:

Leia mais

FUNÇÃO DE 2 GRAU. 1, 3 e) (1,3)

FUNÇÃO DE 2 GRAU. 1, 3 e) (1,3) FUNÇÃO DE 2 GRAU 1-(ANGLO) O vértice da parábola y= 2x²- 4x + 5 é o ponto 1 11 1, 3 e) (1,3) a) (2,5) b) (, ) c) (-1,11) d) ( ) 2-(ANGLO) A função f(x) = x²- 4x + k tem o valor mínimo igual a 8. O valor

Leia mais

MATEMÁTICA A - 12o Ano N o s Complexos - Conjuntos e condições Propostas de resolução

MATEMÁTICA A - 12o Ano N o s Complexos - Conjuntos e condições Propostas de resolução MATEMÁTICA A - o Ano N o s Complexos - Conjuntos e condições Propostas de resolução Exercícios de exames e testes intermédios. Escrevendo i na f.t. temos i i = ρ cis α, onde: ρ = i i = + ) = tg α = = ;

Leia mais

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III 0 Dois círculos de centros A e B são tangentes exteriormente e tangenciam interiormente um círculo de centro C. Se AB = cm, AC = 7 cm e BC = 3 cm, então o raio

Leia mais

MAT 105- Lista de Exercícios

MAT 105- Lista de Exercícios 1 MAT 105- Lista de Exercícios 1. Determine as áreas dos seguintes polígonos: a) triângulo de vértices (2,3), (5,7), (-3,4). Resp. 11,5 b) triângulo de vértices (0,4), (-8,0), (-1,-4). Resp. 30 c) quadrilátero

Leia mais

Prof: Danilo Dacar

Prof: Danilo Dacar Parte A: 1. (Uece 014) Sejam f : R R a função definida por f(x) x x 1, P e Q pontos do gráfico de f tais que o segmento de reta PQ é horizontal e tem comprimento igual a 4 m. A medida da distância do segmento

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, conforme o que consta na etiqueta

Leia mais

DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices)

DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices) DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste - 2010 1 Polígonos Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices) A 1, A 2,..., A n e pelos segmentos (lados) A 1 A 2, A 2 A

Leia mais

Nenhum obstáculo é tão grande se a sua vontade de vencer for maior.

Nenhum obstáculo é tão grande se a sua vontade de vencer for maior. COLÉGIO MODELO LUIZ EDUARDO MAGALHÃES LISTA 1: PONTO E RETA MATEMÁTICA 3ª SÉRIE TURMA: II UNIDADE ------ CAMAÇARI - BA PROFESSOR: HENRIQUE PLÍNIO ALUNO (A): DATA: / /2016 Nenhum obstáculo é tão grande

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M21 Geometria Analítica: Cônicas

Matemática. Resolução das atividades complementares. M21 Geometria Analítica: Cônicas Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Analítica: Cônicas p. FGV-SP) Determine a equação da elipse de centro na origem que passa pelos pontos A, 0), B, 0) e C0, ). O centro da elipse

Leia mais

Geometria Analítica Fundamentos

Geometria Analítica Fundamentos Geometria Analítica Fundamentos 1. (Eear 017) Seja ABC um triângulo tal que A(1, 1), B(3, 1) e C(5, 3). O ponto é o baricentro desse triângulo. a) (,1). b) (3, 3). c) (1, 3). d) (3,1).. (Ita 017) Considere

Leia mais

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa

Projeto Jovem Nota 10 Áreas de Figuras Planas Lista 4 Professor Marco Costa 1 Projeto Jovem Nota 10 1. (Ufscar 2001) Considere o triângulo de vértices A, B, C, representado a seguir. a) Dê a expressão da altura h em função de c (comprimento do lado AB) e do ângulo A (formado pelos

Leia mais

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios de Geometria

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios de Geometria 1. A figura representa três círculos idênticos no interior do triângulo retângulo isósceles ABC. 3. Observando a figura a seguir, determine (em cm): a) o valor de x. b) a medida do segmento AN, sabendo

Leia mais

Matemática 41 c Resolução 42 b Resolução 43 e OBJETIVO 2001

Matemática 41 c Resolução 42 b Resolução 43 e OBJETIVO 2001 Matemática c Numa barraca de feira, uma pessoa comprou maçãs, bananas, laranjas e peras. Pelo preço normal da barraca, o valor pago pelas maçãs, bananas, laranjas e peras corresponderia a 5%, 0%, 5% e

Leia mais

a < 0 / > 0 a < 0 / = 0 a < 0 / < 0

a < 0 / > 0 a < 0 / = 0 a < 0 / < 0 FUNÇÃO DO 2 GRAU (QUADRÁTICA) a < 0 / > 0 a) Definição Denomina-se função do 2 grau toda função f : IR IR definida por f(x) = ax 2 + bx + c, com a, b, c IR e a O. b) Raízes ou zeros As raízes da função

Leia mais

Média, Mediana e Distância entre dois pontos

Média, Mediana e Distância entre dois pontos Média, Mediana e Distância entre dois pontos 1. (Pucrj 01) Se os pontos A = ( 1, 0), B = (1, 0) e C = (, ) são vértices de um triângulo equilátero, então a distância entre A e C é a) 1 b) c) 4 d) e). (Ufrgs

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE BRASILIA 4ª Lista. Nome: DATA: 09/11/2016

INSTITUTO FEDERAL DE BRASILIA 4ª Lista. Nome: DATA: 09/11/2016 INSTITUTO FEDERAL DE BRASILIA 4ª Lista MATEMÁTICA GEOMETRIA ANALÍTICA Nome: DATA: 09/11/016 Alexandre Uma elipse tem centro na origem e o eixo maior coincide com o eixo Y. Um dos focos é 1 F1 0, 3 e a

Leia mais

RECUPERAÇÃO FINAL DE MATEMÁTICA PROFESSOR GILMAR BORNATTO

RECUPERAÇÃO FINAL DE MATEMÁTICA PROFESSOR GILMAR BORNATTO 1. (Unesp) Seja A = [a Œ] a matriz 2 x 2 real definida por a Œ = 1 se i j e a Œ = -1 se i > j. Calcule A. 2. (Unesp) Seja A=[a Œ] a matriz real 2 x 2 definida por a Œ=1 se i j e a Œ=-1 se i>j. Calcule

Leia mais

Proposta de teste de avaliação

Proposta de teste de avaliação Proposta de teste de avaliação Matemática A 10. O ANO DE ESCOLARIDADE Duração: 90 minutos Data: O teste é constituído por dois grupos, I e II. O Grupo I inclui cinco questões de escolha múltipla. O Grupo

Leia mais

GEOMETRIA: REVISÃO PARA O TSE Marque, com um X, as propriedades que possuem cada um dos quadriláteros indicados:

GEOMETRIA: REVISÃO PARA O TSE Marque, com um X, as propriedades que possuem cada um dos quadriláteros indicados: Atividade: Quadriláteros (ECA: Atividade REMARCADA para 15/06/2015) Série: 1ª Série do Ensino Médio Etapa: 2ª Etapa 2015 Professor: Cadu Pimentel GEOMETRIA: REVISÃO PARA O TSE 05 01. Marque, com um X,

Leia mais

A x,y e B x,y, as coordenadas do ponto médio desse segmento serão dadas por:

A x,y e B x,y, as coordenadas do ponto médio desse segmento serão dadas por: . Plano Cartesiano: é formado por dois eixos perpendiculares, um horizontal (eixo das abscissas) e outro vertical (eixo das ordenadas), dividido em quatro quadrantes contados no sentido anti-horário como

Leia mais

A 1. Na figura abaixo, a reta r tem equação y = 2 2 x + 1 no plano cartesiano Oxy. Além disso, os pontos B 0. estão na reta r, sendo B 0

A 1. Na figura abaixo, a reta r tem equação y = 2 2 x + 1 no plano cartesiano Oxy. Além disso, os pontos B 0. estão na reta r, sendo B 0 MATEMÁTICA FUVEST Na figura abaixo, a reta r tem equação y = x + no plano cartesiano Oxy. Além disso, os pontos B 0, B, B, B 3 estão na reta r, sendo B 0 = (0,). Os pontos A 0, A, A, A 3 estão no eixo

Leia mais

Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1

Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1 Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1 Polígonos Polígono é uma figura geométrica plana e fechada formada apenas por segmentos de reta que não se cruzam no mesmo plano. Exemplos 11.1 Elementos de um polígono

Leia mais

Banco de questões. 4 Função quadrática. ) é igual a 60. ( ( )) por g( x) é igual ( ) = 5 ( ) = ( ) e g( f ( 7) funções UNIDADE I I

Banco de questões. 4 Função quadrática. ) é igual a 60. ( ( )) por g( x) é igual ( ) = 5 ( ) = ( ) e g( f ( 7) funções UNIDADE I I UNIDADE I I funções CAPÍTULO Função quadrática Banco de questões 1 (FURG RS) Determine os números reais a e b b para que a função quadrática f x a x x a tenha valor máximo no ponto x = 3 e que esse valor

Leia mais

a média de gols da primeira rodada, M G a média de gols das duas primeiras rodadas e x o número de gols da segunda rodada, tem-se 15 + x 15 M G

a média de gols da primeira rodada, M G a média de gols das duas primeiras rodadas e x o número de gols da segunda rodada, tem-se 15 + x 15 M G MATEMÁTICA O número de gols marcados nos 6 jogos da primeira rodada de um campeonato de futebol foi 5,,,, 0 e. Na segunda rodada, serão realizados mais 5 jogos. Qual deve ser o número total de gols marcados

Leia mais

GEOMETRIA: POLÍGONOS

GEOMETRIA: POLÍGONOS Atividade: Polígonos (ECA 05 Atividade para 13/04/2015) Série: 1ª Série do Ensino Médio Etapa: 1ª Etapa 2014 Professor: Cadu Pimentel GEOMETRIA: POLÍGONOS ATENÇÃO: Estimados alunos, venho lembrar que somente

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

GEOMETRIA ANALÍTICA PROF. ENZO MARCON TAKARA

GEOMETRIA ANALÍTICA PROF. ENZO MARCON TAKARA GEOMETRIA ANALÍTICA PROF. ENZO MARCON TAKARA EDIÇÃO 016 1 1- PLANO CARTESIANO ORTOGONAL Considere num plano a dois eixos x e y perpendiculares em O. O par de eixos x (Ox), eixo das abscissas, e y (Oy),

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS MAT GEOMETRIA E DESENHO GEOMÉTRICO I

LISTA DE EXERCÍCIOS MAT GEOMETRIA E DESENHO GEOMÉTRICO I LISTA DE EXERCÍCIOS MAT 230 - GEOMETRIA E DESENHO GEOMÉTRICO I 1. Numa geometria de incidência, o plano tem 5 pontos. Quantas retas tem este plano? A resposta é única? 2. Exibir um plano de incidência

Leia mais

ITA º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

ITA º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR ITA - 2006 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Seja E um ponto externo a uma circunferência. Os segmentos e interceptam essa circunferência nos pontos B e A, e, C

Leia mais

2 LISTA DE MATEMÁTICA

2 LISTA DE MATEMÁTICA LISTA DE MATEMÁTICA SÉRIE: º ANO TURMA: º BIMESTRE DATA: / / 011 PROFESSOR: ALUNO(A): Nº: NOTA: POLINÔMIOS I 01. (ITA-1995) A divisão de um polinômio P() por - resulta no quociente 6 + 5 + 3 e resto -7.

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE BRASILIA 3ª Lista GABARITO DATA: 14/09/2016

INSTITUTO FEDERAL DE BRASILIA 3ª Lista GABARITO DATA: 14/09/2016 INSTITUTO FEDERAL DE BRASILIA ª Lista MATEMÁTICA GEOMETRIA ANALÍTICA GABARITO DATA: 14/09/016 1) No plano cartesiano, 0xy, a circunferência C tem centro no ponto P (, 1), e a reta t é tangente a C no ponto

Leia mais

Áreas IME (A) (B) (C) (D) 104 (E) e 2

Áreas IME (A) (B) (C) (D) 104 (E) e 2 Áreas IME 1. (IME 010) Seja ABC um triângulo de lados AB, BC e AC iguais a 6, 8, e 18, respectivamente. Considere o círculo de centro O isncrito nesse triângulo. A distância AO vale: 104 (A) 6 104 (B)

Leia mais

Circunferência e círculo. Posições relativas de ponto e circunferência. Posições relativas de reta e circunferência

Circunferência e círculo. Posições relativas de ponto e circunferência. Posições relativas de reta e circunferência Circunferência e círculo Circunferência de centro O e raio r é o lugar geométrico dos pontos do plano que estão a uma distância r do ponto O. Observação O conjunto constituído dos pontos de uma circunferência

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE

EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE EXERCÍCIOS DE REVISÃO ENSINO MÉDIO 4º. BIMESTRE 1ª. SÉRIE Exercícios de PA e PG 1. Determinar o 61º termo da PA ( 9,13,17,21,...) Resp. 249 2. Determinar a razão da PA ( a 1,a 2, a 3,...) em que o primeiro

Leia mais

Conceitos básicos de Geometria:

Conceitos básicos de Geometria: Conceitos básicos de Geometria: Os conceitos de ponto, reta e plano não são definidos. Compreendemos estes conceitos a partir de um entendimento comum utilizado cotidianamente dentro e fora do ambiente

Leia mais

ÍNDICE: Relações Métricas num Triângulo Retângulo página: 2. Triângulo Retângulo página: 4. Áreas de Polígonos página: 5

ÍNDICE: Relações Métricas num Triângulo Retângulo página: 2. Triângulo Retângulo página: 4. Áreas de Polígonos página: 5 ÍNDICE: Relações Métricas num Triângulo Retângulo página: Triângulo Retângulo página: 4 Áreas de Polígonos página: 5 Área do Círculo e suas partes página: 11 Razão entre áreas de figuras planas semelhantes

Leia mais

Questão 1 (UFMG) Sendo A = 88 o 20', B = 31 o 40' e C = radianos, a expressão A + B - C é igual a: a) radianos b) 116 o 40' ;

Questão 1 (UFMG) Sendo A = 88 o 20', B = 31 o 40' e C = radianos, a expressão A + B - C é igual a: a) radianos b) 116 o 40' ; APOSTILAS (ENEM) VOLUME COMPLETO Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) 4 VOLUMES APOSTILAS IMPRESSAS E DIGITAIS Questão 1 (UFMG) Sendo A = 88 o 20', B = 31 o 40' e C = radianos, a expressão A + B - C é

Leia mais

x Júnior lucrou R$ 4 900,00 e que o estoque por ele comprado tinha x metros, podemos afirmar que 50

x Júnior lucrou R$ 4 900,00 e que o estoque por ele comprado tinha x metros, podemos afirmar que 50 0. O Sr. Júnior, atacadista do ramo de tecidos, resolveu vender seu estoque de um determinado tecido. O estoque tinha sido comprado ao preço de R$,00 o metro. Esse tecido foi revendido no varejo às lojas

Leia mais

2 a Lista de Exercícios de MAT2457 Escola Politécnica 1 o semestre de 2014

2 a Lista de Exercícios de MAT2457 Escola Politécnica 1 o semestre de 2014 a Lista de Eercícios de MAT4 Escola Politécnica o semestre de 4. Determine u tal que u = e u é ortogonal a v = (,, ) e a w = (, 4, 6). Dos u s encontrados, qual é o que forma um ângulo agudo com o vetor

Leia mais

Matemática (Prof. Lara) Lista de exercícios recuperação 2 semestre (2Ano) Fazer todos os exercícios e entregar no dia da prova (1 ponto)

Matemática (Prof. Lara) Lista de exercícios recuperação 2 semestre (2Ano) Fazer todos os exercícios e entregar no dia da prova (1 ponto) Matemática (Prof. Lara) Lista de exercícios recuperação semestre (Ano) Fazer todos os exercícios e entregar no dia da prova (1 ponto) 1-)(MACK) Se A é uma matriz 3 x 4 e B uma matriz n x m, então: a) existe

Leia mais

EXERCICIOS DE APROFUNDAMENTO MATEMATICA FUNÇÕES NUMEROS COMPLEXOS

EXERCICIOS DE APROFUNDAMENTO MATEMATICA FUNÇÕES NUMEROS COMPLEXOS 1. (Unicamp 01) Seja r a reta de equação cartesiana x y 4. Para cada número real t tal que 0 t 4, considere o triângulo T de vértices em (0, 0), (t, 0) e no ponto P de abscissa x t pertencente à reta r,

Leia mais

NOME: ANO: 3º Nº: PROFESSOR(A):

NOME: ANO: 3º Nº: PROFESSOR(A): NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Triângulos: REVISÃO Lista 06 Triângulos e Quadriláteros Classificação quanto aos lados: Escaleno (todos os lados diferentes), Isósceles

Leia mais

1. Encontre as equações simétricas e paramétricas da reta que:

1. Encontre as equações simétricas e paramétricas da reta que: Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Disciplina : Geometria Analítica (GMA00) Assunto: retas; planos; interseções de retas e planos; posições relativas entre retas e planos; distância

Leia mais