Pacotes de Análise SACS Software de desenvolvimento e análise para estruturas e embarcações offshore

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pacotes de Análise SACS Software de desenvolvimento e análise para estruturas e embarcações offshore"

Transcrição

1 PRODUCT FAMILY BROCHURE Principais Componentes Modelagem Precede Graphical Modeler Datagen Intelligent Editor FEMGV Mesher Gap Elements Superelements Pacotes de Análise SACS Software de desenvolvimento e análise para estruturas e embarcações offshore Hull Modeling Cargas Seastate Wave, Wind, Current Buoyancy, Mud flow Gravity, Inertial Skid, Moving Análise SACS IV Solver Large Deflection (LDF) PSI Pile/Structure Analysis Wind Turbine Analysis Dynpac Modal Analysis Collapse Tow, Launch e Flotation Motions e Stability Design Combine Solution Files Post Offshore Code Design Concrete Design Postvue Graphical Redesign Joint Can Interactive Fatigue Dynamic Fatigue Wave Fatigue SACS é uma suíte de aplicações integrada para análise estrutural de elementos finitos, que atua de forma exclusiva a fim de facilitar o desenvolvimento, fabricação, instalação, operação e manutenção de estruturas offshore, incluindo plataformas petrolíferas e parques eólicos. Há quase 40 anos lidando com requisitos especializados, o software SACS é a principal referência em soluções analíticas para a grande maioria dos engenheiros do mercado de offshore. Praticamente todas as companhias de energia do mundo indicam o uso do software SACS para suas empresas de engenharia em todo o ciclo de vida das plataformas offshore. Há três opções disponíveis de suítes de software SACS: Offshore Structure Enterprise, para atender aos abrangentes requisitos de mourões, plataformas e jaquetas offshore convencionais; Offshore Structure Advanced, para análise estática de bordas e plataformas; e Offshore Structure, para análise estrutural estática. Offshore Structure Enterprise: O pacote Professional Static Offshore inclui os recursos necessários para atender os requisitos de cais, plataformas e jaquetas offshore convencionais. O pacote inclui o modelador gráfico interativo com avançados recursos 3D, SACS IV Solver e pós-processador gráfico interativo, SeaState, Joint Can, Pile, Combine, Gap, Tow, e LDF Large Deflection. O pacote também inclui a geração automática de modelos, recursos de elementos finitos e barras, verificação e redimensionamento, geração de cargas, verificação de ligação tubular, interação solo/estaca única, inércia e geração de cargas dinâmicas, elementos não lineares de tensão/compressão com folga inicial, combinação de carregamentos, análise linear com grandes deflexões, bem como recursos de representação gráfica e emissão de relatórios completos. O pacote também inclui o recurso de análise multinúcleo, que permite ao usuário realizar múltiplas análises paralelas do mesmo tipo, economizando horas de tempo de execução. Offshore Structure Advanced: O pacote Professional Static Topsides inclui os recursos necessários para a realização de análises convencionais de topsides e decks. Estão incluídos o modelador gráfico interativo com avançados recursos 3D, SACS IV Solver e pós-processador gráfico interativo, Topside Loading, Combine, Gap, Tow, e LDF Large Deflection. O pacote também inclui a geração automática de modelos, recursos de elementos finitos e barras, verificação e redimensionamento, geração de cargas gravitacionais e eólicas, geração de cargas dinâmicas e inércia, elementos não lineares de tensão/compressão com folga inicial, combinação de carregamentos, análise linear com grandes deflexões, bem como recursos de representação gráfica e emissão de relatórios completos. Offshore Structure: O pacote Professional Static Analysis inclui os recursos necessários para a realização de análises estruturais estáticas. O pacote inclui o modelador gráfico interativo com avançados recursos 3D, SACS IV Solver e pós-processador gráfico interativo, Combine, Gap, Tow, e LDF Large Deflection. O pacote também inclui a geração automática de modelos, recursos de elementos finitos e barras, verificação e redimensionamento, geração de cargas dinâmicas e inércia, elementos não lineares de tensão/compressão com folga inicial, combinação de carregamentos, análise linear com grandes deflexões e recursos de representação gráfica e emissão de relatórios completos.

2 Os seguintes módulos complementares ampliam a funcionalidade de qualquer uma das três suítes Offshore Structure. Pile Structure Design: Análise de Interação Solo/Estaca/Estrutura Este pacote add-on (plugin) não linear permite a realização de análises não lineares da interação solo/estaca/estrutura de estruturas offshore fixas com múltiplos suportes fixos através dos módulos PSI. É necessário utilizar o Offshore Structure, Offshore Structure Advanced ou o pacote Offshore Structure Enterprise. Collapse: Add-On para Análise Plástica Não Linear Este pacote add-on (plugin) permite a realização de análises plásticas avançadas, incluindo a análise estática não linear, análise não linear de impactos na embarcação e análise não linear do efeito de explosões. É necessário utilizar o Offshore Structure, Offshore Structure Advanced ou o pacote Offshore Structure Enterprise. Fatigue Advanced Dynamic Response: Pacote Dynamic Fatigue O pacote Advanced Dynamic Fatigue contém os módulos necessários à determinação de danos oriundos de fadiga estrutural em sistemas dinâmicos. Esse pacote contém DYNPAC, Fatigue, Interactive Fatigue, e Dynamic Response. É necessário utilizar o Offshore Structure, Offshore Structure Advanced ou o pacote Offshore Structure Enterprise. Fatigue Advanced Wave Response: Pacote Dynamic Fatigue O pacote Advanced Dynamic Fatigue contém os módulos necessários à determinação de danos oriundos de fadiga estrutural em sistemas dinâmicos. Este pacote contém DYNPAC, Fatigue, Interactive Fatigue, e Wave Response. É necessário utilizar o Offshore Structure, Offshore Structure Advanced ou o pacote Offshore Structure Enterprise. Wind: Pacote Wind Turbine O pacote Wind Turbine inclui os seguintes pacotes necessários ao projeto de uma plataforma para geradores eólicos: Offshore Structure Enterprise, Pile Structure Design, Collapse e Fatigue Enterprise. O pacote também contém as interfaces SACS para os módulos aeroelásticos dos geradores eólicos FAST e GH Bladed. Para uma análise eficiente de um grande número de simulações temporais, o pacote é totalmente automatizado, incluindo o recurso de análise multinúcleo. Estudo paramétrico para o dimensionamento da fadiga de uma peça de transição de geradores eólicos Marine: Plugin Marine Installation O pacote Marine Installation permite a análise de lançamento e verticalização. O pacote inclui os módulos Launch e Flotation, e requer o uso do Offshore Structure, Offshore Structure Advanced ou o pacote Offshore Structure Enterprise. Marine Enterprise: Hull Modeling, Motions e Stability Analysis O plugin Marine Enterprise permite a modelagem de cascos de navios, a realização de cálculos de estabilidade e a previsão dos movimentos das embarcações. É possível utilizá-lo para estudos de FPSO novos ou existentes, bem como para a análise do transporte e da instalação. Ele se conecta ao módulo Tow para permitir o cálculo das cargas inerciais geradas pelos movimentos e a verificação de códigos e fadiga. O pacote inclui os módulos Hull Modeler, Motions e Stability - Modelagem do Casco, Movimentos e Análise de Estabilidade - e requer o uso do Offshore Structure, Offshore Structure Advanced ou o pacote Offshore Structure Enterprise. Análise de impacto em embarcações Fatigue Enterprise: Pacote Advanced Dynamic Fatigue O pacote Advanced Dynamic Fatigue contém os módulos necessários para a realização de análises determinísticas, temporais, ou espectrais de fadiga. Esse pacote contém DYNPAC, Fatigue, Interactive Fatigue, Dynamic Response e Wave Response. É necessário utilizar o Offshore Structure, Offshore Structure Advanced ou o pacote Offshore Structure Enterprise. Previsão de movimentos em um navio-sonda

3 Os seguintes módulos de software estendem as funcionalidades de qualquer uma das três suítes Offshore Structure e estão incluídos nos pacotes ou disponíveis como plugins. Consulte o seu representante Bentley para obter as especificações dos produtos conforme as suas necessidades. SACS Executive: Suíte Common Interface to Program Controla e conecta todos os elementos do sistema SACS Executa todos os programas interativos SACS Executa todas as análises em batelada do programa Oferece acesso a todas as configurações do sistema SACS, incluindo a localização de arquivos de sistema e principais configurações de segurança Inclui ajuda com a linha de comandos e botões de ativação para as tarefas mais comuns Especifica opções de análises sem alterar o arquivo de entrada de dados Precede: Modelador Gráfico Interativo em Tela Cheia Os recursos para a geração de modelos incluem geometria, materiais e propriedades das seções e carregamentos Detecção automática de erros de programação Mantém um backup dos dados Modelagem de elementos de barra e/ou elementos finitos de chapa e casca Geração automática de jaquetas e topsides Unidades de entrada definidas pelo usuário Geração de malha cilíndrica, esférica ou cartesiana Geração automática de pesos ou cargas, incluindo cargas gravitacionais, de pressão e oriundas de equipamentos fixados sobre skids Recurso de geração de dados do Seastate Extensos recursos de representação gráfica e geração de relatórios Geração de parâmetros para a verificação de códigos, incluindo K-factors e comprimentos destravados do flange de compressão Permite a conversão de arquivos de modelos SACS para o formato 3D SAT compatível com AutoCAD, CADKey e TurboCAD Funções de suporte aos elementos físicos Pacotes CAD Profissionais e outros pacotes compatíveis com ACIS Totalmente compatível com geometria 3D e propriedades seccionais Permite que os arquivos SACS sejam transferidos diretamente para um arquivo PDMS macro, que cria o modelo 3D no PDMS Além de criar seções PDMS para seções definidas no modelo SACS, é compatível com as bibliotecas de seções PDMS Funcionalidade de registro Data Generator: Geração Interativa de Dados para todos os Programas Prevue/Chartvue: Recurso de visualização interativa de gráficos Editor em tela cheia que rotula e destaca os campos de dados e auxilia na entrada de dados Recurso de entrada de dados de preenchimento de formulários e modo tela cheia Verificação automática de dados Seastate: Gerador de Cargas Ambientais Capacidade de visualização de arquivos gráficos na tela Envia os gráficos visualizados para a impressora/plotadora Compatível com dispositivos Windows HP-GL, Postscript, DXF Arquivo gráfico Metafile (WMF) e SACS NPF Permite o ajuste de tamanho do gráfico, caracteres, margens, formatos, etc. Recurso para alteração das configurações dos gráficos Completa implementação de API 21ª edição Compatível com cinco teorias de ondas Inclusão ou exclusão de corrente Geração de cargas decorrentes da gravidade, vento, flutuabilidade e fluxos de lama Tipos de Sistemas Offshore FPSO (Floating Production Storage Offloading) Fixed Platform Compliant Tower (CT) Mini-TLP Tieback Flowline Conventional Tension Leg Plattform (TLP) Semi- FPS (Floating Production Facility) Truss Spar Subsea Manifold Classic Spar Control Buoy (CB) Subsea Tieback SACS oferece aplicativos para todos os tipos de estruturas e embarcações offshore 1. Plataformas Fixas 2. Torre Complacente 3. Plataformas Tension Leg (TLP) 4. Semissubmersíveis 5. FPSOs

4 Crescimento de incrustrações marinhas, membros inundados e não inundados RAO e carga de aceleração incluindo pesos não estruturais Geração de cargas dinâmicas Diâmetro, número de Reynolds e coeficientes de inércia e arrasto, baseados nos efeitos da esteira Cargas de peso Forças sobre corpos não estruturais Modelagem determinística e de ondas aleatória para respostas dinâmicas Modelagem hidrodinâmica de componentes para análise estática e dinâmica Geração automática de malhas SACS IV Solver: Análise Estática de Elementos Finitos de Barras e Cascas Elementos de barras incluindo, seções tubulares, suportes T, H, U, cantoneiras, componentes cônicos, placas e vigas de seção caixão, cilindros enrijecidos e caixas Elementos sólidos e placas (isotrópicos e enrijecidos) Teoria de placas delgadas de Kirchhoff (DKT) Elementos isoparamétricos de casca com 6, 8, e 9 nós Biblioteca de AISC, seções transversais provenientes do Reino Unido, Europa, Alemanha, China e Japão, bem como bibliotecas definidas pelos usuários Cotas globais e locais dos componentes, placas e cascas Cargas térmicas em elementos finitos de barra e casca Suportes elásticos definidos em um sistema global ou referencial de coordenadas da articulação Deslocamentos prescritos das articulações Exemplos ilimitados de cargas Efeito P-delta Graus de liberdade Mestre/Escravo Post: Verificação e Redimensionamento dos Elementos Finitos de Barra e Casca Verificação e redimensionamento de elementos de barra e placas Verificação pela API (incluindo 21 a edição), AISC, LRFD, Norsok, Eurocode 3, Normas Canadenses, DNV, Normas Britânicas, e Norma Dinamarquesa DS449 Verificação de painéis enrijecidos de acordo com a DnV- RP-C201 Criação de modelos atualizados com elementos redimensionados Modificação dos parâmetros de verificação Recursos para a combinação de cargas Compatível com códigos criados de 1977 até o momento Relatórios detalhados e resumidos Análise de colapso hidrostático Span (efeitos multicomponentes) ISO Joint Can: Redesenho e Verificação de Ligações Tubulares Códigos atuais e passados incluindo a última API 21ª edição, supplement 2 e LRFD, Norsok, DS449 e normas canadenses Análise API para terremotos e fadiga simplificada ISO Verificação da força de ligação 50% Análise de soldas sobrepostas Análise sísmica mínima e extrema Postvue: Pós-Processador Interativo de Gráficos Verificação interativa de membros e juntas tubulares, além de redimensionamento, com a opção de impressão de detalhes para os códigos mais recentes das normas AISC, ASD, LRFD, API, e ISO Exibição de diagramas de momentos fletores e esforço cortante Exibição das estruturas deformadas oriundas das análises estáticas e dinâmicas Gráficos coloridos do contorno das tensões em placas Verificação ou redimensionamento por elemento ou grupo Compatível com os mesmos códigos do módulo Post Extensos recursos de representação gráfica e geração de relatórios Resultados identificados por cores e impressão das razões de tensões Criação de modelo de entrada atualizado para reanálise Rótulos de relação UC, tensões e esforços nos elementos FEMGV: Modelagem de Dados de Elementos Finitos para Aplicações Gerais e Visualizador de Resultados Produzido por Femsys Ltd. Geração de complexos modelos de elementos finitos Troca de dados de modelos com o Precede Criação de malhas para cascos de embarcações e estruturas semissubmersíveis Visualização em 3D dos resultados de pós-processamento Visualização dos contornos dos resultados detalhados, vetores, formas deformadas, gráficos e animações de placas, cascas e elementos finitos sólidos

5 PSI: Solo T-Z / API P-Y Adesão do solo API Linha de lama Solo T-Z / P-Y definido pelo usuário Adesão do Solo definido pelo usuário SOL 1 Lateral Estaca Concrete: Verificação e Redimensionamento para Concreto Armado Seções transversais, retangulares, circulares, em L e em T Compatível com elementos de paredes, lajes, vigas-colunas biaxiais e barras Múltiplos padrões de reforço podem ser determinados Verificação de código conforme a ACI (Revista em 1992) Verificação e redimensionamento da armadura de cisalhamento Verificação do comprimento da armadura Cálculo de deflexão e deformação Recursos de análise P-delta/segunda ordem Fatigue: Avaliação e Revisão da Resistência à Fadiga Análise determinística, espectral e temporal de fadiga Os procedimentos para o cálculo da faixa de tensão cíclica envolvem pesquisa de ondas, adequação de curvas e interpolação Cálculos SCF recomendados pela API (incluindo complementos da 21 a ed.), códigos HSE, DNV, DS449 e Norsok Redimensionamento automático Curvas S-N dependentes da espessura recomendadas pela Norsok, AWS, HSE e API (incluindo complementos da 21 a edição) Acúmulo de danos de várias análises Espectros de Pierson-Moskowitz, JONSWAP, duplo pico Ochi- Hubble e duplo pico simplificado, definidos pelo usuário Detalhes de conexão automatizados ou especificados pelo usuário Análise de fadiga das estacas Criação de espectro de ondas com base no diagrama de dispersão Usa a equação de Paris para prever a taxa de crescimento de trincas em virtude de tensões cíclicas Classificação das juntas, levando-se em conta a trajetória da carga Inclui os efeitos da dispersão de ondas Método de contagem de ciclos rain flow ISO Interactive Fatigue: Avaliação Interativa da Resistência à Fadiga Mostra uma vista 3D das conexão e permite que a escolha dos braces seja feita com o mouse Realiza a leitura dos padrões de conexão quando a opção junta e/ou brace está/estão selecionada(s), eliminando assim a necessidade de cálculos e exibições. SCFs antes da visualização da capacidade ou da modificação de propriedades Reconhece todas as opções SCF e S-N disponíveis no programa Permite que a teoria de SCF seja alterada para qualquer tipo de conexão, incluindo conexões em linha e ligações com SCFs definidos pelos usuários Os relatórios foram ampliados e revisados para facilitar a leitura Os relatórios e gráficos podem ser exibidos na tela e/ou salvos em um arquivo Redimensionamento automático Gap: Análise Não Linear com Elementos de Resistência Unidirecional Simulação precisa de descarga ou transporte através de elementos de resistência unidirecional Elementos de compressão ou tensão com folga inicial Elementos não lineares gerais Elemento de atrito PSI: Interação Não Linear de Solo, Estaca e Estrutura Efeitos de colunas incluídos Estacas não uniformes Curvas P-Y e T-Z, molas e adesão axial P-Y API, T-Z, dados de atrito lateral e adesão, gerados com base nas propriedades do solo conforme a API

6 Deformações elastoplásticas não lineares Análise estrutural completa e verificação das estacas pelas normas API, LRFD, Norsok, HSE, DS449, normas canadense e DNV Curvas T-Z e P-Y descentralizadas para deslizamentos de terra Completa diagramação e representação gráfica de dados e resultados de solo, incluindo tensões, curvas P-Y, T-Z Pile: Análise Isolada de Estaca 3D Incluindo efeitos de coluna e resistência de ponta Usa dados de solo PSI Molas opcionais para as cabeças das estacas Especificação de força abaixo ou na cabeça da estaca Especificação do deslocamento da cabeça da estaca Especificação das forças e deslocamentos das cabeças das estacas Geração automática de estacas com estruturas de equivalência linear para análise estática ou dinâmica Mesmos recursos de representação gráfica e verificação de códigos como PSI Superelement: Criação e Aplicação Automatizada de Subestrutura Número ilimitado de superelementos Até junções de interface por superelemento Translação e rotação de superelementos Matrizes de rigidez definidas pelo usuário Recuperação total de tensões Superelementos podem conter outros superelementos Translação e rotação de superelementos Combine: Recurso de Criação de Arquivo Comum para as Soluções Combinação de resultados dinâmicos e estáticos obtidos de um ou múltiplos arquivos Combinação de resultados obtidos de análises realizadas com diferentes componentes, placas, etc. Insere formas modais Caso crítico de combinações de cargas permanentes, somado à resposta frente a um terremoto Determinação de cargas extremas de ondas com base em espectros de entrada Large Deflections (LDF): Análise com Grandes Deformações Solução interativa para elementos geométricos Resolve problemas de membranas Leva em conta não linearidades do efeito P-Delta Collapse: Análise Não Linear de Falhas Estruturais Comportamento linear e não linear de materiais Molas não lineares Recurso de empilhamento sequencial de cargas Ativação e desativação de elementos Opções de flexibilidade das articulações

7 Análise de impactos com descarregamento automático, curvas de indentação DnV embutidas e absorção de energia Os exemplos de cargas podem incluir o carregamento e/ou deslocamentos especificados Inclui não linearidades geométricas Componentes plásticos e elementos finitos Inclui estacas com solos não lineares e plasticidade Cruzamento zero Dynpac: Características Dinâmicas Solução de Householder-Givens Redução de Guyan dos graus não essenciais de liberdade Geração de mass estrutural lumped ou consistent Geração automática de massa virtual Modelagem completa da hidrodinâmica oceânica A massa pode ser concentrada e distribuída através do ajuste do operador Modelagem não estrutural de peso Modos completos com seis graus de liberdade (DOF) para análise de resposta forçada Wave Response: Reação Dinâmica das Ondas Ondas aleatórias e determinísticas Espectros de ondas Pierson-Moskowitz, Jonswap, Ochi-Hubble, definidos pelo operador Espectros de ventos Harris, Von Karmon, e Kaimal Velocidade e aceleração relativas do fluido, contabilizadas para Aceleração Modal e o amortecimento não linear viscoso Resposta em estado fixo e forma fechada no domínio de frequência Saída equivalente de carga estática para permitir uma recuperação precisa de tensão Sem cruzamentos e repostas RMS Análise temporal de onda e vento, e histórico de cargas As cargas relacionadas à dinâmica de flutuação estão incluídas São disponibilizados gráficos para as função de transferência, tensão, esforços e cisalhamento da base Total interação com o programa Fatigue Resposta elástica dinâmica das estruturas flutuantes, incluindo os stingers Densidades Espectrais das Potências de entrada e saída com Distribuições de Probabilidade Recursos especiais para a análise de geradores eólicos Dynamic Response: Análise de Terremotos e Resposta Dinâmica Geral Análise do domínio da frequência Cronologia, espectro de resposta ou entrada controlada com base em PSD Cronologia e entrada controlada pela força harmônica Combinações modais de pico, SRSS e CQC Biblioteca contendo os espectros de resposta da API e os espectros definidos pelo usuário Recurso de carregamento espectral do vento Amortecimento estrutural e dos fluidos Análise de vibrações com múltiplos pontos de entrada com frequências e fases definidas pelo operador Forças periódicas gerais decompostas pela análise de Fourier Análise da dinâmica do gelo Análise vibracional do motor/compressor Saída do espectro de reação em qualquer articulação Análise de Verticalização e Flutuação Análise de Verticalização e Estabilidade Ganchos Duplos Tanques de Flutuação, Válvulas, Flutuação Definida pelo Usuário

8 Requisitos do Sistema Processador: CPU Pentium 4 ou acima Sistema Operacional: Windows 7, Windows XP e Windows Vista RAM: Mínimo 1 GB de RAM Disco Rígido: Mínimo 1 GB de espaço livre no disco rígido Monitor: Placa gráfica com suporte a Open GL 128 MB de RAM ou superior Placa de vídeo com resolução de 1024x768 ou superior Análise de Transporte Análise de Reboque Combinação de Múltiplos Arquivos Comuns das Soluções Análise Estática com Elementos GAP Não Lineares Dimensionamento de Peiações Saiba mais sobre a Bentley, acessando: Saiba mais sobre offshore em: www. Bentley.com/Offshore SACS Saída de cargas incrementais e cargas estáticas equivalentes, decorrentes de terremotos, impactos da embarcação, queda de objetos e análises de explosões. Esse carregamento pode ser usado para análises lineares estáticas ou análises não lineares de colapso Análise do impacto de embarcações Análise da queda de objetos Launch: Análise do Lançamento de Jaquetas Análise completa da cronologia do movimento de lançamento, incluindo as forças hidrodinâmicas em todos os sentidos Cronologia dos movimentos de jaquetas e barcaças Todas as fases do lançamento estão incluídas Cargas desequilibradas geradas para qualquer posição Recurso de representação gráfica da sequência de lançamento, incluindo silhueta da jaqueta e da barcaça para as etapas indicadas Suportes de ancoragem Flotation: Análise da Flutuação e Verticalização de Jaquetas Snapshots classificados por cor em todas as etapas de verticalização Análises de estabilidade e verticalização Previsão de posições de fundo e flutuação inicial As etapas de verticalização podem incluir vários comandos Recursos de ganchos duplos Flutuabilidade e pesos configurados pelo operador, tanques de flutuação, válvulas, desvios hidrodinâmicos Propriedades, forças e posições representadas de forma gráfica vs. step Forças de verticalização incluindo gravidade, cargas suspensas, flutuação e cargas dos tanques de flutuação geradas para qualquer etapa da sequência de verticalização Relatórios resumidos da fase de verticalização, incluindo ângulos de inclinação, rotação e guinada, espaço da linha de água, etc. Tow: Gerador de Cargas Inerciais de Transporte Movimento de entrada para os seis graus de liberdade Local de saída para os pontos selecionados Cálculo automático de peso Pesos dos componentes e articulações definidos pelo operador Geração de cargas distribuídas entre os componentes e placas Conversão de cargas definidas pelos usuários em cargas inerciais MTO: Lista de Materiais, Controle de Peso e Estimativa de Custo Comprimentos dos componentes incluindo os cortes Tonelagem dos componentes de aço e local do CG Lista de materiais, estimativa de custos e relatórios de controle de peso Custos e requisitos do volume de emendas Custos e requisitos para os anodos de proteção Cálculos da área superficial por cota Cálculo do anodo de acordo com a NACE SPO (antiga RP ) e DnV-RP-B Bentley Systems, Incorporated. Bentley, o logotipo "B" da Bentley e SACS são marcas registradas ou não registradas ou marcas de serviços da Bentley Systems, Incorporated ou de uma de suas subsidiárias integrais diretas ou indiretas. Todas as outras marcas registradas são propriedade de seus respectivos donos. CSR# /13

ANÁLISE ESTRUTURAL DE SISTEMAS FLUTUANTES OFFSHORE

ANÁLISE ESTRUTURAL DE SISTEMAS FLUTUANTES OFFSHORE ANÁLISE ESTRUTURAL DE SISTEMAS FLUTUANTES OFFSHORE CAE NAVAL & OFFSHORE 2013 Marcos Queija de Siqueira - Pedro Yuji Kawasaki Rio de Janeiro, 13 de Junho de 2013 SUMÁRIO 1 ÁREAS DE ATUAÇÃO 2 APLICAÇÕES

Leia mais

PEF 2506 - Projeto de Estruturas Marítimas PLATAFORMA FIXA TIPO JAQUETA

PEF 2506 - Projeto de Estruturas Marítimas PLATAFORMA FIXA TIPO JAQUETA PEF 2506 - Projeto de Estruturas Marítimas PLATAFORMA FIXA TIPO JAQUETA Como visto, existem os mais variados tipos de plataformas, cada uma com seus requisitos de projetos. Neste capítulo será abordada

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Engenharia Mecânica

Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Engenharia Mecânica Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Engenharia Mecânica Analise de Tensões em Perfil Soldado Comparação de Resultados em Elementos Finitos Aluno: Rafael Salgado Telles Vorcaro Registro:

Leia mais

FUNÇÃO DO SISTEMA DE MASSA MOLA = ATENUAR VIBRAÇÕES

FUNÇÃO DO SISTEMA DE MASSA MOLA = ATENUAR VIBRAÇÕES Análise do comportamento estrutural das lajes de concreto armado dos Aparelhos de Mudança de Via (AMV), com sistema de amortecimento de vibrações, oriundas dos tráfegos dos trens, da Linha 2 - Verde, do

Leia mais

SOLIDWORKS SIMULATION

SOLIDWORKS SIMULATION SOLIDWORKS SIMULATION OBTENHA SUGESTÕES DE ENGENHARIA COM SIMULAÇÃO VIRTUAL A SIMULAÇÃO SOFISTICADA NÃO É MAIS SÓ PARA ESPECIALISTAS Engenharia simultânea para projetos mais completos Com o SOLIDWORKS

Leia mais

1.1 Conceitos fundamentais... 19 1.2 Vantagens e desvantagens do concreto armado... 21. 1.6.1 Concreto fresco...30

1.1 Conceitos fundamentais... 19 1.2 Vantagens e desvantagens do concreto armado... 21. 1.6.1 Concreto fresco...30 Sumário Prefácio à quarta edição... 13 Prefácio à segunda edição... 15 Prefácio à primeira edição... 17 Capítulo 1 Introdução ao estudo das estruturas de concreto armado... 19 1.1 Conceitos fundamentais...

Leia mais

SOLIDWORKS SIMULATION

SOLIDWORKS SIMULATION SOLIDWORKS SIMULATION Inovar significa ousar, não se arriscar Scootchi da Curventa Designworks LTD E se? é a pergunta que alimenta a inovação. O SolidWorks Simulation remove o risco de e se e o substitui

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMA COMPUTACIONAL PARA CÁLCULO E DIMENSIONAMENTO DE POSTES DE CONCRETO ARMADO COM SEÇÃO TRANSVERSAL DUPLO T

DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMA COMPUTACIONAL PARA CÁLCULO E DIMENSIONAMENTO DE POSTES DE CONCRETO ARMADO COM SEÇÃO TRANSVERSAL DUPLO T DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMA COMPUTACIONAL PARA CÁLCULO E DIMENSIONAMENTO DE POSTES DE CONCRETO ARMADO COM SEÇÃO TRANSVERSAL DUPLO T Hevânio D. de Almeida a b, Rafael A. Guillou a,, Cleilson F. Bernardino

Leia mais

MÓDULO 1 Projeto e dimensionamento de estruturas metálicas em perfis soldados e laminados

MÓDULO 1 Projeto e dimensionamento de estruturas metálicas em perfis soldados e laminados Projeto e Dimensionamento de de Estruturas metálicas e mistas de de aço e concreto MÓDULO 1 Projeto e dimensionamento de estruturas metálicas em perfis soldados e laminados 1 Sistemas estruturais: coberturas

Leia mais

OBTENHA IDEIAS DE PROJETOS PARA DIRECIONAR INOVAÇÕES GANHADORAS DE MERCADO

OBTENHA IDEIAS DE PROJETOS PARA DIRECIONAR INOVAÇÕES GANHADORAS DE MERCADO SOLIDWORKS SIMULATION OBTENHA IDEIAS DE PROJETOS PARA DIRECIONAR INOVAÇÕES GANHADORAS DE MERCADO A SIMULAÇÃO NÃO É MAIS SÓ PARA ESPECIALISTAS E se? É a inspiração que alimenta a inovação - e com o SolidWorks

Leia mais

RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS AMB 28 AULA 7. Professor Alberto Dresch Webler

RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS AMB 28 AULA 7. Professor Alberto Dresch Webler Resistências dos Materiais dos Materiais - Aula 5 - Aula 7 RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS AMB 28 AULA 7 Professor Alberto Dresch Webler 1 Aula 7 Tensão e deformação de cisalhamento; Tensões e cargas admissíveis;

Leia mais

24º Congresso Nacional de Transporte Aquaviário, Construção Naval e Offshore

24º Congresso Nacional de Transporte Aquaviário, Construção Naval e Offshore 24º Congresso Nacional de Transporte Aquaviário, Construção Naval e Offshore Rio de Janeiro, 5 a 9 de Outubro de 22 Estudo da instalação de equipamentos em cabeça de poço submarino Lucas Cantinelle Sevillano

Leia mais

SISTEMA CUSTOMIZADO PARA ANÁLISE ESTRUTURAL DE LANÇA DE GUINDASTE COM DANOS NOS MEMBROS

SISTEMA CUSTOMIZADO PARA ANÁLISE ESTRUTURAL DE LANÇA DE GUINDASTE COM DANOS NOS MEMBROS SISTEMA CUSTOMIZADO PARA ANÁLISE ESTRUTURAL DE LANÇA DE GUINDASTE COM DANOS NOS MEMBROS Fátima Maria Nogueira de Souza SOFTEC Software Technology Ltda. Alexandre Hansen UFRJ Universidade Federal do Rio

Leia mais

PACOTE SOLIDWORKS SIMULATION SOLUÇÕES DE ENGENHARIA 3D

PACOTE SOLIDWORKS SIMULATION SOLUÇÕES DE ENGENHARIA 3D PACOTE SOLIDWORKS SIMULATION SOLUÇÕES DE ENGENHARIA 3D PROJETO E ENGENHARIA 3D ORIENTADOS POR SIMULAÇÃO Fábricas de todos os setores tornaram a simulação virtual 3D uma ferramenta de engenharia valiosa

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Física 12.º ano homologado em 21/10/2004 ENSINO SECUNDÁRIO FÍSICA 12.º ANO TEMAS/DOMÍNIOS

Leia mais

Engenharia Civil. Fadiga em plataformas offshore fixas com modelos em elementos finitos. Resumo. Abstract

Engenharia Civil. Fadiga em plataformas offshore fixas com modelos em elementos finitos. Resumo. Abstract Engenharia Civil Fadiga em plataformas offshore fixas com modelos em elementos finitos Roberto Taier Engenheiro Aeronáutico, M.Sc. - Figueiredo Ferraz - Rio, RJ, Brasil. E-mail: rtaier@ig.com.br Ernani

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MARÍLIA

UNIVERSIDADE DE MARÍLIA UNIVERSIDADE DE MARÍLIA Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Tecnologia SISTEMAS ESTRUTURAIS (NOTAS DE AULA) Professor Dr. Lívio Túlio Baraldi MARILIA, 2007 1. DEFINIÇÕES FUNDAMENTAIS Força: alguma causa

Leia mais

FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES. Tutorial. Tutorial. Tutorial. Tutorial. MULTIPLUS www.multiplus.com. MULTIPLUS www.multiplus.

FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES. Tutorial. Tutorial. Tutorial. Tutorial. MULTIPLUS www.multiplus.com. MULTIPLUS www.multiplus. Tutorial Tutorial FUNDAÇÕES FUNDAÇÕES Hot Line: (11) 3337-5552 SIM /controle/acesso.asp Praça da República, 386 6º and 01045-000 São Paulo - SP Hot Line: (11) 3337-5552 SIM /controle/acesso.asp Praça da

Leia mais

A utilização de técnicas de simulação nos meios científico e industrial vem se tornando cada vez mais ampla. Pode-se dizer que em ambos os casos,

A utilização de técnicas de simulação nos meios científico e industrial vem se tornando cada vez mais ampla. Pode-se dizer que em ambos os casos, 1 Introdução A utilização de técnicas de simulação nos meios científico e industrial vem se tornando cada vez mais ampla. Pode-se dizer que em ambos os casos, simulações são utilizadas para facilitar a

Leia mais

ENGENHARIA DE FORTIFICAÇÃO E CONSTRUÇÃO CADERNO DE QUESTÕES

ENGENHARIA DE FORTIFICAÇÃO E CONSTRUÇÃO CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO ENGENHARIA DE FORTIFICAÇÃO E CONSTRUÇÃO CADERNO DE QUESTÕES 2014 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 O núcleo central de inércia é o lugar geométrico da seção transversal

Leia mais

ÍNDICE DO LIVRO CÁLCULO E DESENHO DE CONCRETO ARMADO autoria de Roberto Magnani SUMÁRIO LAJES

ÍNDICE DO LIVRO CÁLCULO E DESENHO DE CONCRETO ARMADO autoria de Roberto Magnani SUMÁRIO LAJES ÍNDICE DO LIVRO CÁLCULO E DESENHO DE CONCRETO ARMADO autoria de Roberto Magnani SUMÁRIO LAJES 2. VINCULAÇÕES DAS LAJES 3. CARREGAMENTOS DAS LAJES 3.1- Classificação das lajes retangulares 3.2- Cargas acidentais

Leia mais

1. INTRODUÇÃO CRAVADAS ESTACAS CRAVADAS ESTACAS CAP. XV. Processos de Construção Licenciatura em Engenharia Civil

1. INTRODUÇÃO CRAVADAS ESTACAS CRAVADAS ESTACAS CAP. XV. Processos de Construção Licenciatura em Engenharia Civil CAP. XV ESTACAS CRAVADAS 1/47 1. INTRODUÇÃO 2/47 1 1. INTRODUÇÃO Pré-fabricadas Estacas cravadas Fundações indirectas (profundas) Alternativa às estacas moldadas 3/47 1. INTRODUÇÃO Processo pouco utilizado

Leia mais

e-cross Ferramenta Gráfica para Ensino do Processo de Cross Versão 1.01 Junho de 2000

e-cross Ferramenta Gráfica para Ensino do Processo de Cross Versão 1.01 Junho de 2000 e-cross Ferramenta Gráfica para Ensino do Processo de Cross Versão 1.01 Junho de 2000 Autores: Luiz Fernando Martha (Professor de Análise de Estruturas) André Cahn Nunes (Aluno de Engenharia Civil, bolsista

Leia mais

Análise numérica de fundações diretas de aerogeradores Carlos A. Menegazzo Araujo, Dr. 1, André Puel, Msc 2, Anderson Candemil 3

Análise numérica de fundações diretas de aerogeradores Carlos A. Menegazzo Araujo, Dr. 1, André Puel, Msc 2, Anderson Candemil 3 Análise numérica de fundações diretas de aerogeradores Carlos A. Menegazzo Araujo, Dr. 1, André Puel, Msc 2, Anderson Candemil 3 1 MENEGAZZO Projeto e Consultoria Ltda / carlos.menegazzo@gmail.com 2 IFSC

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS DE MADEIRA

EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS DE MADEIRA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE ENGENHARIA CIVIL,ARQUITETURA E URBANISMO Departamento de Estruturas EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS DE MADEIRA RAFAEL SIGRIST PONTES MARTINS,BRUNO FAZENDEIRO DONADON

Leia mais

Alguns aspectos relevantes na elaboração de Projetos Estruturais Informatizados

Alguns aspectos relevantes na elaboração de Projetos Estruturais Informatizados Alguns aspectos relevantes na elaboração de Projetos Estruturais Informatizados Nelson Covas TQS Informática Ltda. Introdução Figura 1 Desenho 3D de edificação Pode-se constatar que as edificações comerciais,

Leia mais

Elementos Finitos. Professor: Evandro Parente Jr. Período: 2009/1

Elementos Finitos. Professor: Evandro Parente Jr. Período: 2009/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ESTRUTURAL E CONSTRUÇÃO CIVIL MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL: ESTRUTURAS E CONSTRUÇÃO CIVIL Elementos Finitos Professor: Evandro

Leia mais

Estruturas Mistas de Aço e Concreto

Estruturas Mistas de Aço e Concreto Universidade Federal do Espírito Santo Estruturas Mistas de Aço e Concreto Prof. Fernanda Calenzani Programa Detalhado Estruturas Mistas Aço e Concreto 1. Informações Básicas 1.1 Materiais 1.2 Propriedades

Leia mais

EXPRESSÃO GRÁFICA CAD NOMENCLATURA

EXPRESSÃO GRÁFICA CAD NOMENCLATURA EXPRESSÃO GRÁFICA CAD A disciplina tem por objetivo a capacitação do aluno em desenvolver projetos assistidos pelo microcomputador, permitindo assim o aprimoramento da visão espacial na representação de

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

INTRODUÇÃO. Tradução: fora da terra. Mais empregado como a área da plataforma continental até uma lâmina d água de 2000 metros, no caso do Brasil.

INTRODUÇÃO. Tradução: fora da terra. Mais empregado como a área da plataforma continental até uma lâmina d água de 2000 metros, no caso do Brasil. INTRODUÇÃO 1. OFF-SHORE Tradução: fora da terra. Mais empregado como a área da plataforma continental até uma lâmina d água de 2000 metros, no caso do Brasil. 2. O MEIO AMBIENTE Vento Age nas partes expostas

Leia mais

Artigo submetido ao Curso de Engenharia Civil da UNESC - Como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil

Artigo submetido ao Curso de Engenharia Civil da UNESC - Como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil Como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO DE UMA ESTRUTURA DE CONCRETO ARMADO ANALISANDO A RIGIDEZ DO ENGASTAMENTO ENTRE VIGAS E PILARES E UTILIZANDO

Leia mais

Tamanho Grande Corte Fio EDM com controlo LP2WH AQ750L AQ900L AQ1200L AQ1500L

Tamanho Grande Corte Fio EDM com controlo LP2WH AQ750L AQ900L AQ1200L AQ1500L Tamanho Grande Corte Fio EDM com controlo LP2WH AQ750L AQ900L AQ1200L AQ1500L The O mundo da serie Grande em Corte fio EDM Linear Em resposta ao aumento de pedidos para fabrico de grandes peças suportadas

Leia mais

Análise Paramétrica em Projeto de Fundações de Plataformas Offshore Utilizando Estacas Torpedo a partir de Modelos em Elementos Finitos

Análise Paramétrica em Projeto de Fundações de Plataformas Offshore Utilizando Estacas Torpedo a partir de Modelos em Elementos Finitos Análise Paramétrica em Projeto de Fundações de Plataformas Offshore Utilizando Estacas Torpedo a partir de Modelos em Elementos Finitos Rachel G. B. Costa Genzani PETROBRAS, Rio de Janeiro, Brasil, rachel_costa_99@yahoo.com.br

Leia mais

Programa de estruturas. espaciais para Engenharia Civil... Disfrute da análise estrutural... RSTAB 8 EUROCÓDIGOS / NORMAS INTERNACIONAIS RSTAB8

Programa de estruturas. espaciais para Engenharia Civil... Disfrute da análise estrutural... RSTAB 8 EUROCÓDIGOS / NORMAS INTERNACIONAIS RSTAB8 Estabilidade e Dinâmica Estruturas de barras 3D Aço www.timberdesign.cz www.lackner-raml.at Construções maciças Pontes rolantes Madeira EUROCÓDIGOS / NORMAS INTERNACIONAIS RSTAB8 Programa de estruturas

Leia mais

PTC Creo Essentials Packages

PTC Creo Essentials Packages As empresas de design e fabricantes de produtos estão constantemente pressionadas para desenvolver mais produtos em menos tempo, sem sacrificar a inovação ou a qualidade. A solução 3D da PTC para design

Leia mais

Tutorial do SAP2000 Educational

Tutorial do SAP2000 Educational Tutorial do SAP2000 Educational Por Rakesh K. Goel Department of Civil and Environmental Engineering California Polytechnic State University San Luis Obispo, CA 93407 Traduzido por Tereza Denyse P. de

Leia mais

Projeto. em fundações. de aerogeradores

Projeto. em fundações. de aerogeradores Projeto em fundações de aerogeradores titre Apresentação Carte Carte Equipe: Brasil Equipe: Vietnã Estrutura de comunicação: Vídeo-conferência França/Vietnã Estrutura de comunicação: Vídeo-conferência

Leia mais

CAPÍTULO 4 ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO ESCOAMENTO

CAPÍTULO 4 ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO ESCOAMENTO CAPÍTULO 4 ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO ESCOAMENTO O escoamento das plataformas é feito através de dutos que podem ser denominados dutos rígidos ou dutos flexíveis, de acordo com o material de que são constituidos.

Leia mais

- online Shaft Calculation

- online Shaft Calculation - online Shaft Calculation O Eficiente Software de Cálculo do Grupo Schaeffler Além de fornecer componentes de alta qualidade para atender as aplicações de nossos clientes, o suporte técnico é uma importante

Leia mais

Sistemas Marítimos. Hélio Y. Kubota Sala DE303 RiserProd e-mail: kubota@dep.fem.unicamp.br

Sistemas Marítimos. Hélio Y. Kubota Sala DE303 RiserProd e-mail: kubota@dep.fem.unicamp.br Sistemas Marítimos Hélio Y. Kubota Sala DE303 RiserProd e-mail: kubota@dep.fem.unicamp.br Visão Geral de um Sistema Marítimo Unidades de Perfuração / Produção Facilidades de Superfície / Fundo Riser, Flow

Leia mais

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31

Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Apostila Técnica de Porta Paletes 01 de 31 Tópicos Abordados: 1. Porta Paletes Seletivo (convencional): 2. Drive-in / Drive-thru Objetivo: Esta apostila tem como principal objetivo ampliar o conhecimento

Leia mais

Curso de Engenharia Civil. Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil CAPÍTULO 6: TORÇÃO

Curso de Engenharia Civil. Universidade Estadual de Maringá Centro de Tecnologia Departamento de Engenharia Civil CAPÍTULO 6: TORÇÃO Curso de Engenharia Civil Universidade Estadual de Maringá Centro de ecnologia Departamento de Engenharia Civil CPÍULO 6: ORÇÃO Revisão de Momento orçor Convenção de Sinais: : Revisão de Momento orçor

Leia mais

Resistência dos Materiais. Prof. Carmos Antônio Gandra, M. Sc.

Resistência dos Materiais. Prof. Carmos Antônio Gandra, M. Sc. Resistência dos Materiais Prof. Carmos Antônio Gandra, M. Sc. Unidade 01 Conceitos Fundamentais Objetivo da unidade Estabelecer um embasamento conceitual, de modo que o aluno possa prosseguir ao longo

Leia mais

ESTRUTURAS METÁLICAS UFPR CAPÍTULO 5 FLEXÃO SIMPLES

ESTRUTURAS METÁLICAS UFPR CAPÍTULO 5 FLEXÃO SIMPLES ESTRUTURAS METÁLICAS UFPR CAPÍTULO 5 FLEXÃO SIMPLES 1 INDICE CAPÍTULO 5 DIMENSIONAMENTO BARRAS PRISMÁTICAS À FLEXÃO... 1 1 INTRODUÇÃO... 1 2 CONCEITOS GERAIS... 1 2.1 Comportamento da seção transversal

Leia mais

A base do BIM para engenharia estrutural. Autodesk Revit. Structure 2010

A base do BIM para engenharia estrutural. Autodesk Revit. Structure 2010 A base do BIM para engenharia estrutural. Autodesk Revit Structure 2010 Melhore a Eficácia, a Precisão e a Coordenação O software Autodesk Revit Structure oferece modelagem simultânea para projeto estrutural,

Leia mais

Ftool Two-Dimensional Frame Analysis Tool

Ftool Two-Dimensional Frame Analysis Tool Ftool Two-Dimensional Frame Analysis Tool Versão 2.03 Osvaldo Shigueru Nakao Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Departamento de Engenharia de Estruturas e Fundações, Laboratório de Mecânica

Leia mais

2 a Prova de EDI-49 Concreto Estrutural II Prof. Flávio Mendes Junho de 2012 Duração prevista: até 4 horas.

2 a Prova de EDI-49 Concreto Estrutural II Prof. Flávio Mendes Junho de 2012 Duração prevista: até 4 horas. 2 a Prova de EDI-49 Concreto Estrutural II Prof. Flávio Mendes Junho de 212 Duração prevista: até 4 horas. Esta prova tem oito (8) questões e três (3) laudas. Consulta permitida somente ao formulário básico.

Leia mais

Sistemas de suportação de plantas de processo em plataformas de produção de petróleo do tipo FPSO.

Sistemas de suportação de plantas de processo em plataformas de produção de petróleo do tipo FPSO. Sistemas de suportação de plantas de processo em plataformas de produção de petróleo do tipo FPSO. Wagner Mespaque 1, Vitor Frainer 2 & Paulo Roberto Teixeira 3 1 Mestrando do Curso de Engenharia. Oceânica

Leia mais

2. O Programa. Figura 1 : Janela Principal do Programa

2. O Programa. Figura 1 : Janela Principal do Programa AUTOMAÇÃO DE PROJETOS DE TRELIÇAS METÁLICAS PLANAS Nilto Calixto Silva Aluno de Graduação ncalixto@fec.unicamp.br http://www.fec.unicamp.br/~ncalixto João Alberto Venegas Requena Professor Assistente Doutor

Leia mais

Recomendações para elaboração de projetos estruturais de edifícios em aço

Recomendações para elaboração de projetos estruturais de edifícios em aço 1 Av. Brigadeiro Faria Lima, 1685, 2º andar, conj. 2d - 01451-908 - São Paulo Fone: (11) 3097-8591 - Fax: (11) 3813-5719 - Site: www.abece.com.br E-mail: abece@abece.com.br Av. Rio Branco, 181 28º Andar

Leia mais

DETALHAMENTO DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO PELO MÉTODO DAS BIELAS E DOS TIRANTES

DETALHAMENTO DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO PELO MÉTODO DAS BIELAS E DOS TIRANTES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL CADERNO DE ENGENHARIA DETALHAMENTO DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO PELO MÉTODO DAS BIELAS E DOS TIRANTES

Leia mais

CNC CORTE TÉRMICO PARA. Version 1.0 10/07/2013. ISAC S.r.l. VIA MAESTRI DEL LAVORO, 30 56021 CASCINA (PI) ITALY WWW.ISACSRL.IT

CNC CORTE TÉRMICO PARA. Version 1.0 10/07/2013. ISAC S.r.l. VIA MAESTRI DEL LAVORO, 30 56021 CASCINA (PI) ITALY WWW.ISACSRL.IT CNC PARA CORTE TÉRMICO Version 1.0 10/07/2013 ISAC S.r.l. CAPITALE SOCIALE 100.000,00 C.F. e P.I. 01252870504 VIA MAESTRI DEL LAVORO, 30 56021 CASCINA (PI) ITALY WWW.ISACSRL.IT TEL 050 711131 FAX 050 711472

Leia mais

MECÂNICA DOS FLUIDOS 2 ME262

MECÂNICA DOS FLUIDOS 2 ME262 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS (CTG) DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA (DEMEC) MECÂNICA DOS FLUIDOS ME6 Prof. ALEX MAURÍCIO ARAÚJO (Capítulo 5) Recife - PE Capítulo

Leia mais

SOLUÇÃO DE DIGITALIZ AÇÃO 3D PAR A AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE DA TUBUL AÇÃO!

SOLUÇÃO DE DIGITALIZ AÇÃO 3D PAR A AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE DA TUBUL AÇÃO! SOLUÇÕES NDT SOLUÇÃO DE DIGITALIZ AÇÃO 3D PAR A AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE DA TUBUL AÇÃO! CONFORMIDADE COM OS CÓDIGO S Os operadores da tubulação e as empresas que prestam serviços de testes não destrutivos

Leia mais

IV Seminário de Iniciação Científica

IV Seminário de Iniciação Científica ANÁLISE TEÓRICA-COMPUTACIONAL DE LAJES LISAS DE CONCRETO ARMADO COM PILARES RETANGULARES Liana de Lucca Jardim Borges,1,2 1 Pesquisadora 2 Curso de Engenharia Civil, Unidade Universitária de Ciências Exatas

Leia mais

Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850

Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850 Especifi cação técnica Pavimentadora de Concreto SP 850 Especificação técnica Pavimentadora de concreto SP 850 Vibradores e circuitos Vibração elétrica 24 conexões Vibradores acionados eletricamente Curvos

Leia mais

ATUALIZAÇÃO EM SISTEMAS ESTRUTURAIS

ATUALIZAÇÃO EM SISTEMAS ESTRUTURAIS AULA 04 ATUALIZAÇÃO EM SISTEMAS ESTRUTURAIS Prof. Felipe Brasil Viegas Prof. Eduardo Giugliani http://www.feng.pucrs.br/professores/giugliani/?subdiretorio=giugliani 0 AULA 04 INSTABILIDADE GERAL DE EDIFÍCIOS

Leia mais

Perfis mistos em aço. Novas perspectivas

Perfis mistos em aço. Novas perspectivas Perfis mistos em aço Novas perspectivas Perfis mistos em aço Vantagens Com relação às estruturas de concreto : -possibilidade de dispensa de fôrmas e escoramentos -redução do peso próprio e do volume da

Leia mais

MATERIAIS PARA ENGENHARIA DE PETRÓLEO - EPET069 - Conformação dos Metais

MATERIAIS PARA ENGENHARIA DE PETRÓLEO - EPET069 - Conformação dos Metais MATERIAIS PARA ENGENHARIA DE PETRÓLEO - EPET069 - Conformação dos Metais CONFORMAÇÃO DOS METAIS Fundamentos da Conformação Plástica Diagrama Tensão x Deformação CONFORMAÇÃO DOS METAIS Fundamentos da Conformação

Leia mais

ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS

ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS ESTRUTURAS METÁLICAS - UFPR CAPÍTULO 1 AÇOS ESTRUTURAIS 1 INDICE CAPÍTULO 1 - AÇOS ESTRUTURAIS...1 1 INTRODUÇÃO - HISTÓRICO... 1 2 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DAS ESTRUTURAS DE AÇO... 2 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS...

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

(1) Mestrando em Engenharia Civil, Hevânio Duarte de Almeida, UFAL, hevanio@gmail.com:

(1) Mestrando em Engenharia Civil, Hevânio Duarte de Almeida, UFAL, hevanio@gmail.com: Interface gráfica para análise do comportamento estrutural de pórticos planos formados por elementos pré-moldados variando-se a rigidez das ligações GUI to analyze the structural behavior of plane frames

Leia mais

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 1 ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 2 ÍNDICE: 1) Estacas Hélice Continua 2) Provas de Carga Estática 3) Ensaios Dinâmicos

Leia mais

Gisele S. Novo Possato et al. Análise teórico-experimental de placas de base de colunas metálicas tubulares

Gisele S. Novo Possato et al. Análise teórico-experimental de placas de base de colunas metálicas tubulares Engenharia Civil Gisele S. Novo Possato et al. Análise teórico-experimental de placas de base de colunas metálicas tubulares Gisele S. Novo Possato Engenheira, M.Sc., Doutoranda, Programa de Pós-Graduação

Leia mais

TecnoMETAL BIM MULTIPLUS. Soluções em Estruturas Metálicas. www.multiplus.com

TecnoMETAL BIM MULTIPLUS. Soluções em Estruturas Metálicas. www.multiplus.com TecnoMETAL BIM Softwares para Detalhamento, Cálculo e Fabricação de Estruturas Metálicas Soluções em Estruturas Metálicas TecnoMETAL BIM é um software para Detalhamento de Estruturas Metálicas e é modulado

Leia mais

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS PROBLEMAS ENVOLVENDO FLEXÃO

5ª LISTA DE EXERCÍCIOS PROBLEMAS ENVOLVENDO FLEXÃO Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Departamento de Construção e Estruturas Professor: Armando Sá Ribeiro Jr. Disciplina: ENG285 - Resistência dos Materiais I-A www.resmat.ufba.br 5ª LISTA

Leia mais

Edições do Scia Engineer

Edições do Scia Engineer Edições do Scia Engineer O Scia Engineer é comercializado em três edições, adaptadas às necessidades de grupos específicos de usuários. Concept Edition, Professional Edition e Expert Edition. Scia Engineer

Leia mais

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência 2 Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência A Família PS 6000 é o mais recente sistema de solda por resistência

Leia mais

Ferramentas SIMARIS. Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Totally Integrated Power

Ferramentas SIMARIS. Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Totally Integrated Power s Totally Integrated Power Ferramentas SIMARIS Fácil, rápido e seguro planejamento de Distribuição de Energia Elétrica. Answers for infrastructure and cities. Planejamento de distribuição de energia mais

Leia mais

Método dos Elementos Finitos Aplicado à Engenharia de Estruturas Página 1

Método dos Elementos Finitos Aplicado à Engenharia de Estruturas Página 1 Método dos Elementos Finitos Aplicado à Engenharia de Estruturas Página 1 ANÁLISE DE UMA LAJE CONSIDERANDO TRÊS TIPOS DE APOIO: ENGASTADA, SIMPLESMENTE APOIADA E COM VIGA DE BORDO INTRODUÇÃO Entre os muitos

Leia mais

Comercialização e Licenciamento RFEM

Comercialização e Licenciamento RFEM Comercialização e Licenciamento RFEM 1 Sistema Modular... 1 2 Preços RFEM Base e Módulos... 1 3 Preços de Pacotes RFEM... 5 4 Descontos de Quantidade... 7 4.1 Desconto de Quantidade nas s s... 7 4.2 Desconto

Leia mais

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 1 ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 2 ÍNDICE: 1) Estacas Hélice Continua 2) Provas de Carga Estática 3) Ensaios Dinâmicos

Leia mais

2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 2 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 2.1. Introdução Neste capítulo é apresentado um breve resumo sobre os tópicos envolvidos neste trabalho, com o objetivo de apresentar a metodologia empregada na prática para realizar

Leia mais

Estruturas Metálicas. Módulo IV. Colunas

Estruturas Metálicas. Módulo IV. Colunas Estruturas Metálicas Módulo IV Colunas COLUNAS Definição São elementos estruturais cuja finalidade é levar às fundações as cargas originais das outras partes. Sob o ponto de vista estrutural, as colunas

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Engenharia. Departamento de Engenharia de Estruturas DISCIPLINA. Profa. Jacqueline Maria Flor

Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Engenharia. Departamento de Engenharia de Estruturas DISCIPLINA. Profa. Jacqueline Maria Flor Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia de Estruturas CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA EES 023 - ANÁLISE ESTRUTURAL I APOSTILA DO PROGRAMA

Leia mais

Vigas Altas em Alvenaria Estrutural

Vigas Altas em Alvenaria Estrutural Vigas Altas em Alvenaria Estrutural Fernando Fonseca, Ph.D., S.E. Brigham Young University - Utah - USA (essa é uma pegadinha) 5 Qual é o problema se a viga é alta? Distribuição das deformações na secção

Leia mais

Análise De Uma Viga Solicitada Estaticamente. Método dos Elementos Finitos Introdução ao ANSYS

Análise De Uma Viga Solicitada Estaticamente. Método dos Elementos Finitos Introdução ao ANSYS Análise De Uma Viga Solicitada Estaticamente Método dos Elementos Finitos Introdução ao ANSYS Luís Mesquita 02 de Maio de 2002 O objectivo deste documento, é o de analisar uma viga solicitada, com o carregamento

Leia mais

Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença

Leia mais

Teoria das Estruturas

Teoria das Estruturas Teoria das Estruturas Aula 02 Morfologia das Estruturas Professor Eng. Felix Silva Barreto ago-15 Q que vamos discutir hoje: Morfologia das estruturas Fatores Morfogênicos Funcionais Fatores Morfogênicos

Leia mais

Tutorial de Viga: Ansys - Beam3

Tutorial de Viga: Ansys - Beam3 Tutorial de Viga: Ansys - Beam3 Primeiramente vamos iniciar o tutorial apresentando uma visão geral do software Ansys, ao abri-lo (click em Ansys11 e Ansys) a seguinte tela é mostrada: Nesse curso focaremos

Leia mais

Português do Brasil. Mensagens de alerta WEEE DECLARAÇÃO FCC. Observação: Símbolo para Coleta Separada em Países Europeus

Português do Brasil. Mensagens de alerta WEEE DECLARAÇÃO FCC. Observação: Símbolo para Coleta Separada em Países Europeus Mensagens de alerta WEEE Símbolo para Coleta Separada em Países Europeus Este símbolo indica que este produto deve ser coletado separadamente. Os seguintes se aplicam apenas a usuários em países europeus:

Leia mais

Introdução. Aplicações

Introdução. Aplicações Motor de Passo Introdução Os motores de passo preenchem um nicho único no mundo dos motores controlados. Estes motores são usualmente empregados em aplicações de medição e de controle. Aplicações Aplicações

Leia mais

Projeto estrutural de edifícios de alvenaria: decisões, desafios e impactos da nova norma de projeto

Projeto estrutural de edifícios de alvenaria: decisões, desafios e impactos da nova norma de projeto Projeto estrutural de edifícios de alvenaria: decisões, desafios e impactos da nova norma de projeto Prof. Associado Márcio Roberto Silva Corrêa Escola de Engenharia de São Carlos Universidade de São Paulo

Leia mais

Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos

Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto. Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos Curso de Tecnologia de Pavimentos de Concreto Módulo 2 Projeto e Dimensionamento dos Pavimentos Fundamento da mecânica dos pavimentos e da ciência dos pavimentos rígidos Projetar uma estrutura que dê conforto,

Leia mais

ANÁLISE DO ESCOAMENTO DE UM FLUIDO REAL: água

ANÁLISE DO ESCOAMENTO DE UM FLUIDO REAL: água UFF Universidade Federal Fluminense Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Química e de Petróleo Integração I Prof.: Rogério Fernandes Lacerda Curso: Engenharia de Petróleo Alunos: Bárbara Vieira

Leia mais

Palavras-chave Concreto Armado; Análise e Dimensionamento Estrutural; Vigas; Aplicativo Android.

Palavras-chave Concreto Armado; Análise e Dimensionamento Estrutural; Vigas; Aplicativo Android. Desenvolvimento de um Aplicativo Android de Auxílio no Dimensionamento de Vigas de Concreto Armado Jonathas Iohanathan Felipe de Oliveira 1, Eric Mateus Fernandes Bezerra 2, Raimundo Gomes de Amorim Neto

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 2011 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 Um varal de roupas foi construído utilizando uma haste rígida DB de massa desprezível, com

Leia mais

AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE ESTRUTURAL DE PLATAFORMAS OFFSHORE TIPO JAQUETA

AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE ESTRUTURAL DE PLATAFORMAS OFFSHORE TIPO JAQUETA AVALIAÇÃO DA INTEGRIDADE ESTRUTURAL DE PLATAFORMAS OFFSHORE TIPO JAQUETA Cleidiane Passos Soares 1 ; Oscar A. Z. Sotomayor 2 1 Universidade Federal de Sergipe, Departamento de Engenharia de Elétrica clei_passos@hotmail.com

Leia mais

Grandes Montagens. Uma grande montagem é qualquer montagem complexa o suficiente para maximizar os recursos do sistema e prejudicar a produtividade.

Grandes Montagens. Uma grande montagem é qualquer montagem complexa o suficiente para maximizar os recursos do sistema e prejudicar a produtividade. Grandes Montagens O que é uma Grande Montagem? Uma grande montagem é qualquer montagem complexa o suficiente para maximizar os recursos do sistema e prejudicar a produtividade. Que fatores afetam o desempenho

Leia mais

TechCon - Engenharia e Consultoria Ltda.

TechCon - Engenharia e Consultoria Ltda. Projetos e Consultoria em Estruturas Offshore Elaboração de Projetos de Içamento Offshore e Cursos conforme API A TechCon Engenharia e Consultoria elabora projetos e consultoria em içamento offshore para

Leia mais

Estruturas Metálicas. Módulo II. Ligações Parafusadas

Estruturas Metálicas. Módulo II. Ligações Parafusadas Estruturas Metálicas Módulo II Ligações Parafusadas 1 LIGAÇÕES PARAFUSADAS 1 Introdução As estruturas metálicas em geral, se observadas cuidadosamente, revelam uma característica de essencial importância

Leia mais

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE CÁLCULO ANALÍTICOS E APROXIMADOS DE LAJES BI-DIMENSIONAIS

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE CÁLCULO ANALÍTICOS E APROXIMADOS DE LAJES BI-DIMENSIONAIS UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ CENTRO TECNOLÓGICO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL COMPARAÇÃO DE MÉTODOS DE CÁLCULO ANALÍTICOS E APROXIMADOS DE LAJES BI-DIMENSIONAIS Paulo Roberto Simon Chapecó

Leia mais

Soluções para Amortecimento das Vibrações sobre o Suporte do Captor HF e Braços de Sustentação

Soluções para Amortecimento das Vibrações sobre o Suporte do Captor HF e Braços de Sustentação Soluções para Amortecimento das Vibrações sobre o Suporte do Captor HF e Braços de Sustentação Suporte do Captor HF e Braços de Sustentação Resumo O objetivo do trabalho foi desenvolver uma estrutura capaz

Leia mais

REFORÇO DE VIGAS DE CONCRETO ARMADO, Á FLEXAO, COM FIBRA DE CARBONO

REFORÇO DE VIGAS DE CONCRETO ARMADO, Á FLEXAO, COM FIBRA DE CARBONO CURSO PRÁTICO DE DIAGNOSTICO, REPARO, PROTEÇÃO E REFORÇO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO REFORÇO DE VIGAS DE CONCRETO ARMADO, Á FLEXAO, COM FIBRA DE CARBONO PROF. FERNANDO JOSÉ RELVAS frelvas@exataweb.com.br

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

2 Revisão Bibliográfica

2 Revisão Bibliográfica 2 Revisão Bibliográfica Neste capítulo são apresentados trabalhos relacionados ao comprimento de ancoragem e a resistência de aderência do CFC-substrato de concreto. São mostradas de forma resumida as

Leia mais

PLM Software. Vença o desafio de programar máquinas multifuncionais. Respostas para o setor. Siemens PLM Software. w h i t e p a p e r

PLM Software. Vença o desafio de programar máquinas multifuncionais. Respostas para o setor. Siemens PLM Software. w h i t e p a p e r Siemens PLM Software Vença o desafio de programar máquinas multifuncionais www.siemens.com/nx w h i t e p a p e r Ao combinar múltiplas operações de usinagem, como a fresagem, e transformálas em uma máquina,

Leia mais

O Software... 3. Ferramentas Fixas...7 Ajuda...7 Atualização automática...7 Info...7. Configurações... 8 Verificar conexões... 8

O Software... 3. Ferramentas Fixas...7 Ajuda...7 Atualização automática...7 Info...7. Configurações... 8 Verificar conexões... 8 Sumário O Software... 3 O IrrigaCAD...3 Versões do AutoCAD...3 Configurações Mínimas...3 Acionamento... 4 Elementos Gráficos... 4 Apresentando as Ferrametas...5 Barra de Títulos e Agrupamentos...5 Ferramentas

Leia mais