Techint Projetos no Brasil de 1943 a 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Techint Projetos no Brasil de 1943 a 2010"

Transcrição

1 Organização Techint Projetos no Brasil de 943 a 200

2 O nosso compromisso com o desenvolvimento do país Projetos destacados TenarisConfab: Gasoduto Tupi de 90 km de tubos para gasoduto offshore localizado na camada de pré-sal. US$ 32,7 milhões TenarisConfab: Gasoduto Coari-Manaus de 400 km de tubos que levarão gás à capital do Amazonas. A empresa realizou parte da complexa logística da obra. US$ 2 milhões TenarisConfab: Projeto GASENE /Gasene SA de tubos para o gasoduto que interligará as regiões sudeste e nordeste do país. Distância: 300 km de tubos US$ 700 milhões Techint E&C: Projeto Hidrelétrica Porto Primavera Cliente: CESP Escopo: Montagem eletromecânica da Usina Hidroelétrica e Eclusa para Porto Primavera US$ 20,7 milhões 25 Techint E&C: Projeto Macaé 33 Techint E&C Escopo: Construção de módulos, jaquetas, manutenção e melhorias de plataformas offshore. US$ 78 milhões e TenarisConfab: Projeto Gasoduto Bolívia-Brasil Escopo: Construção do gasoduto de 84 km de extensão. US$ 9 milhões Confab Equipamentos 22 e Techint E&C: Projeto PRA- Escopo: 7 mil toneladas de equipamentos fornecidos para a plataforma PRA-. US$ 26 milhões Confab Equipamentos: Refinaria REPLAN e montagem de 04 0 Confab Equipamentos: Refinaria REPAR e montagem de dois esferas para armazenamento de GLP. fornos de coque. US$ 65,5 milhões US$ 26,5 milhões 8

3 Os números TenarisConfab Contribuição para o desenvolvimento do país: 60 anos Fornecimento de tubos para dutos para os projetos do Pré-Sal: 90 km de tubos para a construção do gasoduto marítimo que ligará o projeto-piloto de Tupi à plataforma de Mexilhão Tubos fabricados: 5 milhões de toneladas Techint Engenharia e Construção Brasil Dutos instalados: km Dutos instalados no Brasil: 60% Operações em refinarias, plantas petroquímicas e plataformas marítimas: mais de 500 Projetos em plantas de energia, subestações e linhas de transmissão: mais de 40 Total de projetos:.00 Confab Equipamentos Mais de 40 mil toneladas de equipamentos fornecidos para as plantas de alumina e alumínio do Brasil. Mais de um milhão de toneladas em equipamentos fornecidos, principalmente, para as refinarias da Petrobras e petroquímica no Brasil. Mais de 50 mil toneladas de produtos estruturais fornecidos para as plataformas fixas na Bacia de Campos no Rio de Janeiro.

4 VENEZUELA Boa Vista GUIANA SURINAME RORAIMA AMAPÁ Belém AMAZONAS Manaus Barcarena 38 São Luís 6 5 Coari Paragominas Urucú Marabá MARANHÃO Teres PARÁ Humaitá PIAUÍ Porto Velho RONDÔNIA BRASIL TOCANTINS BAH MATO GROSSO GOIÁS 28 DF Brasília BOLÍVIA MINAS GERAIS PARAGUAI MATO GROSSO DO SUL SÃO PAULO PARANÁ Belo Horizonte 2 3 Jacutinga Paulínia Japeri Macae São Paulo Rio de Santos 2 Janeiro C 23 R J ARGENTINA Uruguaiana São Francisco SANTA do Sul CATARINA Florianópolis RIO GRANDE DO SUL Porto Alegre Plataforma de Mexilhão 4 42 URUGUAI

5 Escritórios Organização Techint (Tenaris, Ternium, Techint Engenharia & Construção) Rio de Janeiro 2 Organização Techint (Tenaris, Tenova e Techint Engenharia e Construção) São Paulo 3 Exiros Pindamonhangaba São Paulo Plantas 4 TenarisConfab Pindamonhangaba São Paulo 5 Confab Equipamentos Moreira César São Paulo Unidade de Apoio Techint 6 Parque de Equipamentos Unidade Dutra Rod. Dutra, Cidade de Arujá 30km de SP 7 Unidade Fixa de Projetos Offshore (onde foi realizado o Projeto PRA-) Paranaguá 8 Unidade Fixa de Projetos Offshore Macaé RJ Principais projetos por companhia ( ) 9 CEARÁ ina 44 Fortaleza 37 Guamaré RIO GRANDE DO NORTE 36 Natal PARAÍBA Pilar 8 PERNAMBUCO Recife Cabo Ipojuca 33 ALAGOAS Maceió SERGIPE Carmópolis 32 Aracajú IA Catú 7 Candeias 3 Salvador Valença Itabuna Cacimbas 28 ESPÍRITO SANTO Bacia do Espírito Santo Vitória Anchieta abiúnas IO DE 22 ANEIRO 46 Bacia de Campos 45 TenarisConfab Gasoduto Bolívia Brasil* (trecho norte Corumbá Paulínia) (trecho sul Paulínia Porto Alegre) 2 Gasoduto GASDUC III 3 Oleoduto Orbel II Rio de Janeiro Belo Horizonte 4 Mineroduto Samarco 5 Poliduto Urucú Coari 6 Gasoduto Urucú Coari Onshore 7 Gasoduto Uruguaiana (Uruguaiana Térmica) 8 Gasoduto Porto Alegre Copesul 9 Oleoduto OSCAN Onshore (Tramandaí Canoas REFAP) 0 Gasoduto REFAP Copesul Oleoduto REPAR Iguaçu 2 Oleoduto OSPAR (São Francisco do Sul REPAR) 3 Gasoduto GASAN (Cubatão Mauá) 4 Gasodutos GASPAL I e II (Guararema Mauá) 5 Gasoduto Mexilhão Onshore 6 Gasoduto GASTAU (Caraguatatuba Taubaté) 7 Gasoduto Campinas Rio de Janeiro 8 Gasoduto Paulínia Japeri REDUC 9 Gasoduto Paulínia Jacutinga 20 Poliduto REPLAN Brasília 2 Gasoduto Japeri REDUC 22 Gasoduto Rio de Janeiro Belo Horizonte 23 Gasodutos REDUC Cabiúnas (GASDUC I e II) 24 Gasoduto Macaé REDUC 25 Gasoduto Macaé Campos 26 Gasoduto GASCAV (Cabiúnas Vitória) (GASENE)* 27 Mineroduto MMX Anglo American 28 Gasoduto Cacimbas Vitória (GASENE)* 29 Oleoduto RELAM Itabuna 30 Gasoduto Manati Onshore (Valença Candeias) 3 Gasoduto GASCAC (Cacimbas Catu) (GASENE)* 32 Gasoduto Catu Carmópolis Pilar 33 Gasoduto Catu Pilar 34 Gasoduto Pilar Cabo (GASPAL) 35 Gasoduto Pilar Ipojuca 36 Gasoduto Nordestão (Cabo Guararema) 37 Gasoduto Guamaré Fortaleza (GASFOR) 38 Mineroduto Paragominas (Paragominas Barcarena) 39 Gasoduto Coari Manaus* Offshore 40 Oleoduto OSCAN Sul Offshore (Monobóia Tramandaí) 4 Gasoduto Offshore Merluza 42 Gasoduto Offshore Tupi* 43 Gasoduto Mexilhão Offshore 44 Gasoduto Offshore Uruguá Mexilhão 45 Gasoduto Offshore Tambaú 46 Gasoduto Offshore de escoamento da Bacia de Campos (PDEG) 47 PDET profundo / PDET raso 48 Gasoduto Offshore ESS Gasoduto Manati Offshore (Candeias Catu) Trechos comuns para projetos da TenarisConfab e Techint E&C Trechos comuns para projetos da Confab Equipamentos e Techint E&C * Projeto destacado ** Projeto compartilhado com Tenova Techint E&C Gasoduto Bolívia Brasil* (trecho norte Corumbá Paulínia) (trecho sul Paulínia Porto Alegre) 2 Gasoduto GASDUC III 3 Oleoduto Orbel II Rio de Janeiro Belo Horizonte 4 Mineroduto Samarco 5 Poliduto Urucú Coari 6 Gasoduto Urucú Coari 7 Refinaria Alberto Pasqualini (REFAP) 8 Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR)* 9 Refinaria Presidente Bernardes (RPBC) 0 Refinaria Paulínia (REPLAN)* Refinaria de Capuava (RECAP) 2 Refinaria Henrique Lage (REVAP) 3 Refinaria Duque de Caxias (REDUC) 4 Refinaria Gabriel Passos (REGAP) 5 Complexo Petroquímico Rio de Janeiro (COMPERJ) 6 Refinaria Landulpho Alves (RLAM) 7 Copene (Braskem) 8 Refinaria do Nordeste (RENEST) 9 Lubnor 20 Alunorte I, II e III Refinaria de Alumina/Albras 2 Refinaria de Manaus (REMAN) 22 Jaqueta PRA-* (plataformas Bacia de Campos) 23 Usina Nuclear Angra dos Reis RJ 24 Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) 25 Central hidroelétrica Porto Primavera* 26 Central hidroelétrica Itaipú 27 Central hidroelétrica Barra Bonita unidades do Centro de Atendimento Integral a Crianças e Adolescentes (CAIC) 29 Metrô São Paulo 30 Oleoduto Santos São Paulo 3 Estação de tratamento de esgotos Sabesp-ETE Barueri 32 Metrô Rio de Janeiro 33 Plataforma Offshore Macaé * 34 Módulos Plataforma Garoupa Confab Equipamentos Copesul (Braskem) 2 Usiminas 3 Açominas Gerdau 4 CST ArcelorMittal Tubarão ** 5 Fibria (Aracruz/VCP) 7 Refinaria Alberto Pasqualini (REFAP) 8 Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR)* 9 Refinaria Presidente Bernardes (RPBC) 0 Refinaria Paulínia (REPLAN)* Refinaria de Capuava (RECAP) 2 Refinaria Henrique Lage (REVAP) 3 Refinaria Duque de Caxias (REDUC) 4 Refinaria Gabriel Passos (REGAP) 5 Complexo Petroquímico Rio de Janeiro (COMPERJ) 6 Refinaria Landulpho Alves (RLAM) 7 Copene (Braskem) 8 Refinaria do Nordeste (RENEST) 9 Lubnor 20 Alunorte I, II e III Refinaria de Alumina/Albras 2 Refinaria de Manaus (REMAN) 22 Jaqueta PRA-* (plataformas Bacia de Campos) 23 Usinas Nucleares Angra dos Reis RJ 24 Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Bacia de Santos Refinarias Usina Metrô Centrais Hidroelétricas Petroquímica Centro de Atendimento Plataforma offshore

6

2.027,4 Mm 3 /d. Pilar x Cabo AL e PE 204 Km 12. 100 Kgf/cm 2. 2.618,9 Mm 3 /d

2.027,4 Mm 3 /d. Pilar x Cabo AL e PE 204 Km 12. 100 Kgf/cm 2. 2.618,9 Mm 3 /d Instalações de Transporte Características Físicas Atualizado em 22/07/2009 Sistema Nordeste GASODUTO GUAMARÉ x PECÉM - GASFOR Guamaré x Pecém RN e CE 213 Km e 171 Km 12 e 10 100 Kgf/cm 2 2.027,4 Mm 3 /d

Leia mais

DUTOS E TERMINAIS PROGRAMA DE ENGENHARIA DE PADRONIZAÇÃO DE MATERIAIS

DUTOS E TERMINAIS PROGRAMA DE ENGENHARIA DE PADRONIZAÇÃO DE MATERIAIS DUTOS E TERMINAIS PROGRAMA DE ENGENHARIA DE PADRONIZAÇÃO DE MATERIAIS Diretor de Dutos e Terminais Faustino Vertamatti DUTOS E TERMINAIS Produtos Movimentados: Petróleo, Derivados de Petróleo, Álcool,

Leia mais

De acordo com a ANTT, o transporte dutoviário pode ser classificado em:

De acordo com a ANTT, o transporte dutoviário pode ser classificado em: Modal Dutoviário O modal dutoviário é o único dos modais existentes que transporta exclusivamente cargas. Ele é composto por dutos, (uma espécie de tubulação) que são as vias por onde são movimentadas

Leia mais

A Petrobras e o Desenvolvimento do Mercado de Gás Natural no Brasil

A Petrobras e o Desenvolvimento do Mercado de Gás Natural no Brasil XII Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica (CREEM-2005) A Petrobras e o Desenvolvimento do Mercado de Gás Natural no Brasil Antonio Carlos Pereira Maia Gerente Desenvolvimento de Mercado

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL EDIÇÃO EXTRA ISSN 1677-7042... Sumário Seção 1 Seção 1 Atos do Poder Legislativo LEI N o 13.053, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014 Ano CLI N o - 242-A Brasília - DF, segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 Altera

Leia mais

PLANGÁS Plano de Antecipação da Produção de Gás

PLANGÁS Plano de Antecipação da Produção de Gás 3 a CONFERÊNCIA ANUAL DE MERCADO DE GÁS a PLANGÁS Plano de Antecipação da Produção de Gás Petrobras E&P Mauro S. Sant Anna Gerente de Planejamento da Produção de Gás mauross@petrobras.com.br 30 de janeiro

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Organização Techint: uma tradição industrial no Brasil

Organização Techint: uma tradição industrial no Brasil Organização Techint Organização Techint: uma tradição industrial no Brasil A primeira obra. O oleoduto Santos-São Paulo deu início a uma série de projetos no país, em 1950. 4 Organização Techint Mais

Leia mais

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA RODOVIÁRIAS Quadro 13 - UF: ACRE Ano de 211 82 5 6 8 9 5 3 14 4 11 9 4 4 63 2 4 7 6 6 9 4 8 4 4 3 6 68 4 2 8 3 1 8 4 9 2 6 7 5 63 3 6 3 2 13 9 8 7 5 1 5 1 67 4 2 9 6 8 5 5 7 6 6 4 5 85 3 7 1 1 4 7 9 6

Leia mais

Petrobras: Gás Natural & Energia Elétrica

Petrobras: Gás Natural & Energia Elétrica CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE MINAS E ENERGIA Petrobras: Gás Natural & Energia Elétrica Graça Silva Foster Diretora de Gás & Energia 28 de novembro de 2007 GN na Matriz Energética Gás Natural na oferta

Leia mais

RIO OIL&GAS EXPO AND CONFERENCE

RIO OIL&GAS EXPO AND CONFERENCE RIO OIL&GAS EXPO AND CONFERENCE Painel: O Impacto do Planejamento Energético nos Investimentos Futuros na Área de Gás Natural MAURÍCIO TIOMNO TOLMASQUIM Presidente da Empresa de Pesquisa Energética Setembro/2006

Leia mais

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO

Leia mais

APRESENTAÇÃO. www.acvtecline.com.br

APRESENTAÇÃO. www.acvtecline.com.br APRESENTAÇÃO www.acvtecline.com.br A ACV TECLINE é uma empresa de Engenharia que tem oferecido aos seus clientes soluções e recursos no gerenciamento de projetos, construção, montagem e reabilitação de

Leia mais

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009)

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) População Ocupada 5 a 17 anos 2008 Taxa de Ocupação 2008 Posição no Ranking 2008 População Ocupada 5 a 17

Leia mais

Oportunidades para a Cadeia de Fornecedores do Setor de Petróleo e Gás. Campinas, 18 de Junho de 2010

Oportunidades para a Cadeia de Fornecedores do Setor de Petróleo e Gás. Campinas, 18 de Junho de 2010 Oportunidades para a Cadeia de Fornecedores do Setor de Petróleo e Gás Campinas, 18 de Junho de 21 Objetivo do PROMINP Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas

Leia mais

Competitividade da Indústria Nacional Ações em Curso

Competitividade da Indústria Nacional Ações em Curso Competitividade da Indústria Nacional Ações em Curso Brasília, 26 de Abril de 2010 Objetivo do PROMINP Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis,

Leia mais

Principais Projetos da Petrobras no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC)

Principais Projetos da Petrobras no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) Principais Projetos da Petrobras no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2007 PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS, [Bovespa: PETR3/PETR4, NYSE: PBR/PBRA, Latibex: XPBR/XPBRA,

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

As pressões da produção do pré-sal. brasileiro sobre o setor de refino nacional

As pressões da produção do pré-sal. brasileiro sobre o setor de refino nacional As pressões da produção do pré-sal brasileiro sobre o setor de refino nacional Yabiko R¹ Chicata F² Bone R³ Resumo: O artigo tem como objetivo analisar a capacidade produtiva atual do parque de refino

Leia mais

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

Figura 1: Distribuição de CAPS no Brasil, 25. RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO NORTE PAIUÍ PERNAMBUCO ACRE ALAGOAS SERGIPE TOCANTINS RONDÔNIA PARAÍBA BAHIA MATO GROSSO DISTRITO

Leia mais

Greve começa forte em todo o Brasil. Petroleiros exigem nova proposta da Petrobrás, suspensão do leilão de Libra e retirada do PL 4330

Greve começa forte em todo o Brasil. Petroleiros exigem nova proposta da Petrobrás, suspensão do leilão de Libra e retirada do PL 4330 Informe FUP 17.10.2013 Greve começa forte em todo o Brasil. Petroleiros exigem nova proposta da Petrobrás, suspensão do leilão de Libra e retirada do PL 4330 Em protesto contra o leilão do Campo de Libra

Leia mais

HIV/aids no Brasil - 2012

HIV/aids no Brasil - 2012 HIV/aids no Brasil - 2012 Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Novembro de 2012 HIV Dados gerais Prevalência do HIV maior entre homens (15

Leia mais

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados

Leia mais

3. Transporte Dutoviário

3. Transporte Dutoviário 37 3. Transporte Dutoviário Neste capítulo será apresentado o transporte dutoviário brasileiro, suas características e participação na Matriz de Transporte de carga no Brasil. Será abordada a história

Leia mais

Transportadora Associada de Gás S.A.

Transportadora Associada de Gás S.A. RELATÓRIO DE ADMINISTRAÇÃO 2012 MENSAGEM DO PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO A TAG exerce um papel estratégico no mercado de gás natural do País. Tem hoje a maior rede de gasodutos em território

Leia mais

Oportunidades para a Cadeia de Fornecedores do Setor de Petróleo e Gás. Sorocaba, 16 de Junho de 2010

Oportunidades para a Cadeia de Fornecedores do Setor de Petróleo e Gás. Sorocaba, 16 de Junho de 2010 Oportunidades para a Cadeia de Fornecedores do Setor de Petróleo e Gás Sorocaba, 16 de Junho de 2010 Objetivo do PROMINP Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012 Contas Regionais do Brasil 2012 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 26,0 Indústria extrativa 4,3 Indústria de transformação 13,0 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

Boletim Informativo* Agosto de 2015

Boletim Informativo* Agosto de 2015 Boletim Informativo* Agosto de 2015 *Documento atualizado em 15/09/2015 (Erratas páginas 2, 3, 4 e 9) EXTRATO GERAL BRASIL 1 EXTRATO BRASIL 396.399.248 ha 233.712.312 ha 58,96% Número de Imóveis Cadastrados²:

Leia mais

Reunião Pública com Analistas e Investidores 2011. Relações com Investidores

Reunião Pública com Analistas e Investidores 2011. Relações com Investidores Reunião Pública com Analistas e Investidores 2011 Relações com Investidores A Tenaris Sobre a Tenaris Líder global na produção de tubos de aço e serviços para a indústria energética, automotiva e aplicações

Leia mais

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO 1 2 _ 22.000 COLABORADORES _ 70.000 KM DE DUTOS (18 DOS QUAIS CRUZAM A CORDILHEIRA DOS ANDES) _ 450 PLANTAS DE PROCESSAMENTO DE

Leia mais

Introdução da fase P7 para veículos pesados no Brasil. - Desafios do mercado de diesel -

Introdução da fase P7 para veículos pesados no Brasil. - Desafios do mercado de diesel - Introdução da fase P7 para veículos pesados no Brasil - Desafios do mercado de diesel - Nos últimos anos, os limites de poluentes tem sofrido redução através da legislação de emissões Evolução dos padrões

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T10

Apresentação de Resultados 4T10 Apresentação de Resultados 4T10 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que apresentem expectativas da Administração da Companhia sobre eventos ou resultados futuros. Todas as declarações

Leia mais

El desarrollo del galvanizado general em Brasil em los últimos 5 años. Ulysses Nunes, Mangels - Brasil

El desarrollo del galvanizado general em Brasil em los últimos 5 años. Ulysses Nunes, Mangels - Brasil El desarrollo del galvanizado general em Brasil em los últimos 5 años Ulysses Nunes, Mangels - Brasil Mercado Galvanização Mercado Galvanização Mercado Galvanização Mercado Galvanização Desenvolvimento

Leia mais

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Estado Rondônia Acre Amazonas Roraima Pará Amapá Tocantins Maranhão Piauí Ceará Rio Grande do Norte

Leia mais

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores

Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Informações sobre salários e escolaridade dos professores e comparativo com não-professores Total de profissionais, independentemente da escolaridade 2003 2007 2008 Professores da Ed Básica (públicas não

Leia mais

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Diretoria de Pesquisas Coordenação detrabalho e Rendimento Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009

Leia mais

Cursos de Graduação a Distância

Cursos de Graduação a Distância de Graduação a Distância 427 428 7 - de Graduação a Distância 7.1 -,,, por Vestibular e Outros Processos Seletivos (*), e nos de Graduação a Distância, segundo as Instituições Brasil 2004 (continua) Instituições

Leia mais

2nd Itaú Securities Conference. 31 Março, 2010 1

2nd Itaú Securities Conference. 31 Março, 2010 1 2nd Itaú Securities Conference 1 A Tenaris 2 Tenaris em Números Capacidade Anual Tubos de aço sem costura: 3,320 milhões de tons Tubos de aço soldados: 2,420 milhões de tons Colaboradores 22.140 (dezembro

Leia mais

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 29 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 29 E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS,

Leia mais

3. O Sistema Petrobras

3. O Sistema Petrobras 3. O Sistema Petrobras O Sistema Petrobras possui 56 bases de distribuição por todo o país, que são responsáveis por fornecer produtos para as distribuidoras, para que estas possam entregá-los no mercado.

Leia mais

Gás Natural uma Nova Fronteira. I Fórum de Distribuidoras de Gás Natural PLANO DE MASSIFICAÇÃO DO USO DE GÁS NATURAL

Gás Natural uma Nova Fronteira. I Fórum de Distribuidoras de Gás Natural PLANO DE MASSIFICAÇÃO DO USO DE GÁS NATURAL Gás Natural uma Nova Fronteira I Fórum de Distribuidoras de Gás Natural PLANO DE MASSIFICAÇÃO DO USO DE GÁS NATURAL Ildo Luis Sauer Diretor de Gás & Energia 04/09/2003 PETROBRAS : UMA EMPRESA DE ENERGIA

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS. José Luiz Marcusso E&P / UN-BS. São Paulo, 11 de maio de 2010

PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS. José Luiz Marcusso E&P / UN-BS. São Paulo, 11 de maio de 2010 PLANO DE NEGÓCIOS DA PETROBRAS PROJETOS DA BACIA DE SANTOS José Luiz Marcusso E&P / UN-BS São Paulo, 11 de maio de 2010 1 1 AVISO As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais

Leia mais

Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000

Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000 5. órgãos do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Unidade I: SEPN 515 - Bloco B - Ed. Ômega CEP: 70770-502 - Brasília - DF Telefone: (61) 3448-1000

Leia mais

EDITAL N.º 2 - PETROBRAS/PRSE RH 2015.1, DE 04 DE FEVEREIRO DE 2015.

EDITAL N.º 2 - PETROBRAS/PRSE RH 2015.1, DE 04 DE FEVEREIRO DE 2015. PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE ESTUDANTES DE NÍVEL MÉDIO, TÉCNICO E SUPERIOR. EDITAL N.º 2 - PETROBRAS/PRSE RH 2015.1, DE 04 DE FEVEREIRO DE 2015.

Leia mais

MATO GROSSO DO SUL. Dourados 1 PROJETO R$ 35,2 MILHÕES DOURADOS DOURADOS

MATO GROSSO DO SUL. Dourados 1 PROJETO R$ 35,2 MILHÕES DOURADOS DOURADOS MATO GROSSO DO SUL Dourados 1 PROJETO R$ 35,2 MILHÕES DOURADOS DOURADOS PARÁ Belém, Marabá e Marituba 3 PROJETOS R$ 250,3 MILHÕES MARABÁ BELÉM RORAIMA Boa Vista 1 PROJETO R$ 23,5 MILHÕES BOA VISTA SANEAMENTO

Leia mais

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Boletim Informativo Maio de 2015 * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Extrato Geral Brasil EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 212.920.419 ha 53,56 % Número de Imóveis cadastrados: 1.530.443

Leia mais

1. Reservas Nacionais: Programa de Massificação do Uso do Gás Natural. 2. Distribuição. 3. Oportunidades. Reservas. Produção. Distribuição Local

1. Reservas Nacionais: Programa de Massificação do Uso do Gás Natural. 2. Distribuição. 3. Oportunidades. Reservas. Produção. Distribuição Local Distribuição do Gás Natural e Oportunidades Para a Co-geração 1. Reservas Nacionais: Programa de Massificação do Uso do Gás Natural 2. Distribuição 3. Oportunidades ANTONIO LUIZ FERNANDES DOS SANTOS PETROBRAS

Leia mais

5.1.15. Função Energia

5.1.15. Função Energia 5.1.15. Função Energia A função Energia, bem como todas as ações nela executadas são essenciais para a economia brasileira. Todas as funções governamentais, econômicas ou não, dependem de um bom funcionamento

Leia mais

Rodoviário. O Modal. Logística. Brasil é um país voltado para

Rodoviário. O Modal. Logística. Brasil é um país voltado para O Modal Rodoviário Logística por José Luiz Portela Gómez O Brasil é um país voltado para o uso do modal rodoviário. Esse fato se deve às poucas restrições para a operação do crescimento da indústria automobilística

Leia mais

PERFIL. No exterior, mantém escritório comercial em Houston, no Texas (EUA) e, em 2013, estabeleceu uma sucursal no Peru.

PERFIL. No exterior, mantém escritório comercial em Houston, no Texas (EUA) e, em 2013, estabeleceu uma sucursal no Peru. PERFIL Controlada pela UTC Participações, a UTC Engenharia S.A. é uma empresa de engenharia industrial, que há 40 anos vem atuando de forma significativa nos segmentos de produção e processamento de petróleo

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR E G R M I F FUNC PROGRAMATICA PROGRAMA/ACAO/SUBTITULO/PRODUTO S N P O U T VALOR F D D E 0083 PREVIDENCIA SOCIAL BASICA 48553400

CREDITO SUPLEMENTAR E G R M I F FUNC PROGRAMATICA PROGRAMA/ACAO/SUBTITULO/PRODUTO S N P O U T VALOR F D D E 0083 PREVIDENCIA SOCIAL BASICA 48553400 ORGAO : 33000 - MINISTERIO DA PREVIDENCIA SOCIAL UNIDADE : 33201 - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ANEXO CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Cobertura de Plano de Saúde Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 2 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 3 Variáveis de conteúdo... 3 %Pessoas

Leia mais

Line Pipe: para Cada Necessidade, Uma Solução

Line Pipe: para Cada Necessidade, Uma Solução Nº. 35 Outubro 2007 2 3 4 Sumário Projeto Saindo das Ruas: Cinco Anos de Incentivo à Educação Ecovap Adquire Reatores de Coque para Instalação na REVAP Metas de Segurança: Ultrapassando Expectativas Line

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

Rede de Melhoria da Gestão para o Desenvolvimento da Cadeia Nacional de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras

Rede de Melhoria da Gestão para o Desenvolvimento da Cadeia Nacional de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Rede de Melhoria da Gestão para o Desenvolvimento da Cadeia Nacional de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Pedro Penido Duarte Guimarães PETROBRAS ENCONTRO TÉCNICO RENAPI Brasília, 2 setembro

Leia mais

Energia: aprendendo com a crise

Energia: aprendendo com a crise Energia: aprendendo com a crise No início de 1995, o setor elétrico brasileiro vivia uma situação de quase falência, com obras paradas e falta de investimentos. Nada menos que 56 obras em usinas geradoras

Leia mais

A Evolução Recente dos Preços de GLP

A Evolução Recente dos Preços de GLP A Evolução Recente dos Preços de GLP José Tavares de Araujo Jr. 1 Novembro de 2009 1. Introdução O comportamento dos preços de gás liquefeito de petróleo (GLP) no mercado doméstico tem sido objeto de preocupação

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO Nota Técnica elaborada em 01/2014 pela CGAN/DAB/SAS. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NOTA TÉCNICA Nº15/2014-CGAN/DAB/SAS/MS

Leia mais

PROMINP FÓRUM REGIONAL DA BACIA DE CAMPOS

PROMINP FÓRUM REGIONAL DA BACIA DE CAMPOS PROMINP FÓRUM REGIONAL DA BACIA DE CAMPOS DECRETO Nº 4.925: 19 DEZEMBRO DE 2003 O PROMINP talvez seja o programa de maior envolvimento de um conjunto de empresários nacionais, para que possam, governo

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 Média moradores/domicílios...

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

Mercado em números. Brasil. Designação oficial: República Federativa do Brasil. Guiana Venezuela Suriname Columbia. Capital: Brasília.

Mercado em números. Brasil. Designação oficial: República Federativa do Brasil. Guiana Venezuela Suriname Columbia. Capital: Brasília. Guiana Venezuela Suriname Columbia Guiana Francesa Designação oficial: República Federativa do Capital: Brasília Localização: Leste da América do Sul Peru Fronteiras terrestres: 16.145 km com a Argentina

Leia mais

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação

Endereços das Secretarias Estaduais de Educação Endereços das Secretarias Estaduais de Educação ACRE MARIA CORRÊA DA SILVA Secretária de Estado da Educação do Acre Rua Rio Grande do Sul, 1907- Aeroporto Velho CEP: 69903-420 - Rio Branco - AC Fone: (68)

Leia mais

Aspec Informática - Tecnologia da Informação Plano de Numeração dos Ramais. Revisão 07/07/2015 12:02:36

Aspec Informática - Tecnologia da Informação Plano de Numeração dos Ramais. Revisão 07/07/2015 12:02:36 UF Estado Capital DDD SP São Paulo São Paulo 11 RJ Rio de Janeiro Rio de Janeiro 21 ES Espírito Santo Vitória 27 MG Minas Gerais Belo Horizonte 31 PR Paraná Curitiba 41 SC Santa Catarina Florianópolis

Leia mais

Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil. Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012

Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil. Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012 Perspectivas da Oferta de Gás Natural no Brasil Hugo Repsold Junior Gerente Executivo Corporativo Petrobras - Gás & Energia outubro/2012 Essa apresentação pode conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 7.938 0,37 0 0,00-7.938 0,37

Leia mais

Marco Antonio Barbosa Fidelis - ANP Melissa Cristina Pinto Pires Mathias ANP Luciano Veloso ANP Guilherme de Biasi ANP Daniel Gorodicht Gas Energy

Marco Antonio Barbosa Fidelis - ANP Melissa Cristina Pinto Pires Mathias ANP Luciano Veloso ANP Guilherme de Biasi ANP Daniel Gorodicht Gas Energy Marco Antonio Barbosa Fidelis - ANP Melissa Cristina Pinto Pires Mathias ANP Luciano Veloso ANP Guilherme de Biasi ANP Daniel Gorodicht Gas Energy The Regulatory Background The Brazilian Natural Gas Market

Leia mais

Projetos: - Construção civil, arquitetura, elétrico, hidráulico, despoeiramento, ar condicionado, resfriamento de água, ventilação industrial;

Projetos: - Construção civil, arquitetura, elétrico, hidráulico, despoeiramento, ar condicionado, resfriamento de água, ventilação industrial; Prezado(s) Senhor(es): Encaminhamos contato comercial e informações técnicas sobre nossas atividades especializadas no ramo de Projetos, Construção Civil, Instalações e Equipamentos. A JP EXCELLENCE, sede

Leia mais

Projetos: - Construção civil, arquitetura, elétrico, hidráulico, despoeiramento, ar condicionado, resfriamento de água, ventilação industrial;

Projetos: - Construção civil, arquitetura, elétrico, hidráulico, despoeiramento, ar condicionado, resfriamento de água, ventilação industrial; Prezado(s) Senhor(es): Encaminhamos contato comercial e informações técnicas sobre nossas atividades especializadas no ramo de Projetos, Construção Civil, Instalações e Equipamentos. A JP EXCELLENCE, sede

Leia mais

Nossa história de 50 anos com a Petrobras

Nossa história de 50 anos com a Petrobras Nº. 31 Outubro 2004 Sumário 2 3 4 6 7 8 Projeto Manatí levará gás ao nordeste brasileiro TenarisConfab e Comgás assinam contrato de dois anos no valor de R$20 milhões Petrobras e TenarisConfab: Parceria

Leia mais

LISTA DE ENDEREÇOS DO IPHAN

LISTA DE ENDEREÇOS DO IPHAN LISTA DE ENDEREÇOS DO IPHAN ACRE Sub-regional da 16ª Superintendência Regional - Rondônia Avenida Floriano Peixoto, nº 970. Rio Branco CEP 69908-030 Telefone (68) 3223-3596 e-mail: sub.acre@iphan.gov.br

Leia mais

Integração da Infra-Estrutura Regional da América do Sul - IIRSA

Integração da Infra-Estrutura Regional da América do Sul - IIRSA Integração da Infra-Estrutura Regional da América do Sul - IIRSA 2ª Reunião Eixo Interoceânico Brasil-Bolívia-Paraguai-Chile-Peru Tema: ENERGIA Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2001 BNDES Matriz Energética

Leia mais

Linha do tempo Brasil Colonial - 1919 1927 1937 1938 1939 1941 1945 1947

Linha do tempo Brasil Colonial - 1919 1927 1937 1938 1939  1941 1945 1947 Linha do tempo Brasil Colonial - A existência do petróleo no País já era computada durante os tempos do regime imperial. Naquela época, o Marquês de Olinda cedeu o direito a José Barros de Pimentel de

Leia mais

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer

A venda do conceito Outer. está acima da venda de nossos produtos. Breno Bulus - sócio e designer Tudo começou a partir do sonho de desenvolver uma marca sólida e de personalidade única no cenário carioca, com o objetivo de fornecer lazer e bem estar. E foi com essa ideia na cabeça que em 2004 foi

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Dutos Guilherme Silva Trovão Propostas de Ampliação da Malha de Transporte de Gás Natural MONOGRAFIA Rio de Janeiro, Outubro

Leia mais

Apresentação ao Comitê Diretivo

Apresentação ao Comitê Diretivo Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo & Gás Natural - PROMINP 31 de janeiro 2013 Apresentação ao Comitê Diretivo Objetivo do PROMINP Maximizar a participação da indústria nacional de

Leia mais

Amapá 2,1. Pará 46,2. Ceará 25,4 Pernambuco 22,3. Maranhão 17,4. Roraima 3,7. Tocantins 19,7. Rio Grande do Norte 7,5. Piauí 9,9.

Amapá 2,1. Pará 46,2. Ceará 25,4 Pernambuco 22,3. Maranhão 17,4. Roraima 3,7. Tocantins 19,7. Rio Grande do Norte 7,5. Piauí 9,9. INFRAESTRUTURA Valores de investimentos sugeridos pelo Plano CNT de Transporte e Logística 2014 em todos os Estados brasileiros, incluindo os diferentes modais (em R$ bilhões) Tocantins 19,7 Roraima 3,7

Leia mais

3 Metodologia do Estudo

3 Metodologia do Estudo 52 3 Metodologia do Estudo Conforme apresentado no Capítulo 1, esta pesquisa tem o objetivo final de identificar a perspectiva dos gestores das empresas da indústria de óleo, gás e energia quanto à disponibilidade

Leia mais

Lista dos órgãos da Justiça com déficits de servidores e as regras para a remoção sem permuta

Lista dos órgãos da Justiça com déficits de servidores e as regras para a remoção sem permuta Lista dos órgãos da Justiça com déficits de servidores e as regras para a remoção sem permuta 1. A remoção sem permuta é o deslocamento do servidor sem contrapartida para o órgão que possui os claros de

Leia mais

SÍNTESE DE INDICADORES SOCIAIS

SÍNTESE DE INDICADORES SOCIAIS ESTUDOS & pesquisas INFORMAÇÃO DEMOGRÁFICA E SOCIoeconômica 5 SÍNTESE DE INDICADORES SOCIAIS 2000 IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Presidente da República Fernando Henrique Cardoso

Leia mais

A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem. Fabrízio Pierdomenico

A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem. Fabrízio Pierdomenico Secretaria Especial de Portos da Presidência da República A Importância do Porto Brasileiro no Desenvolvimento da Cabotagem C- Fabrízio Pierdomenico Sub-Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Portuário

Leia mais

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2014

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2014 Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual Julho 2014 SS JUSTIÇA MG SS Justiça MG Julho 2014 Tabela 1 Tribunais de Justiça Estadual posicionados conforme Vencimento Básico Vencimentos

Leia mais

João Henrique Rittershaussen

João Henrique Rittershaussen João Henrique Rittershaussen Gerente Geral de Desenvolvimento Estratégico do Mercado Fornecedor de Bens e Serviços Novembro 2010 Aviso As apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros.

Leia mais

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2013

Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual. Julho 2013 Ranking de salário e benefícios dos Tribunais de Justiça Estadual Julho 2013 SS JUSTIÇA MG SS Justiça MG Julho 2013 Tabela 1 Tribunais de Justiça Estadual posicionados conforme Vencimento Básico Vencimentos

Leia mais

Agenda. Conhecendo a Mills. Segmentos de negócios da Mills. Plano de crescimento

Agenda. Conhecendo a Mills. Segmentos de negócios da Mills. Plano de crescimento Apresentação Mills Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que apresentem expectativas da Administração da Companhia sobre eventos ou resultados futuros. Todas as declarações quando baseadas

Leia mais

Transportadora Associada de Gás S.A. CNPJ Nº 06.248.349/0001-23 Empresa do Sistema Petrobras

Transportadora Associada de Gás S.A. CNPJ Nº 06.248.349/0001-23 Empresa do Sistema Petrobras CNPJ Nº 06.248.349/0001-23 Empresa do Sistema Petrobras RELATÓRIO DE ADMINISTRAÇÃO 20 1. MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Apresento-lhes o Relatório da Administração da - TAG referente

Leia mais

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária

Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Secretaria de Portos da Presidência da República Investimentos do Governo Federal nos Portos do Brasil e o Plano Nacional de Logística Portuária Ministro Leônidas Cristino São Luiz, abril 2011 AGENDA:

Leia mais

PANORAMA ENERGÉTICO NACIONAL

PANORAMA ENERGÉTICO NACIONAL MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA PANORAMA ENERGÉTICO NACIONAL CONDICIONANTES PARA OS INVESTIMENTOS E PERSPECTIVAS DE ATENDIMENTO DO MERCADO II Seminário Energia e Meio Ambiente Perspectivas Legais Manaus,

Leia mais