CLASSES DE PALAVRAS. Telefone: (31) CLASSE DE PALAVRAS - Substantivo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CLASSES DE PALAVRAS. Telefone: (31) CLASSE DE PALAVRAS - Substantivo"

Transcrição

1 Telefone: (31) CLASSES DE PALAVRAS As palavras são divididas em dez classes gramaticais, justamente pelo que elas indicam, pelo que elas significam. São elas: - Substantivo, artigo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição, conjunção e interjeição. 1 Substantivo Substantivo é a palavra que dá nome aos seres em geral, isto é, dá nome a tudo aquilo que existe. 1) os nomes de pessoas, animais, vegetais, lugares e coisas: Carlos, gato, palmeira, América, lápis. 2) os nomes de ações, estados e qualidades, tomados como seres: devoção, civismo, mocidade, alegria, altura. Do ponto de vista funcional, o substantivo é a palavra que serve, privativamente, de núcleo do sujeito, do objeto direto, do objeto indireto e do agente da passiva. Qualquer palavra de outra classe que desempenhe uma dessas funções equivalerá a um substantivo (pronome substantivo, numeral ou outra palavra substantivada). Classificação: 1) Concreto: é aquele que dá nome a seres reais ou imaginários que existem independentemente de outros seres. Tem existência própria. Ex.: água, ar, árvore, carro (possuem substância). Deus, alma (são de aceitação geral, perceptíveis através da inteligência). 2) Abstrato: é aquele que dá nome a seres que dependem de outros seres para existir. São, normalmente, ações, qualidades, sentimentos, estados, etc. São dependentes. Ex.: alegria, vida, otimismo, sonho, liberdade, formosura, etc. 3) Comum: é aquele que designa qualquer elemento de um conjunto da mesma espécie. Ex.: homem, animal, flor, vegetal, país, cavalo, etc. 4) Próprio: é aquele que dá nome a um único ser de um conjunto ou de uma espécie. Ex.: Supermercados CB, São Paulo, João, Maria, Faculdade de Educação, etc. 5) Coletivo: é o substantivo comum que, na forma singular, indica um agrupamento de seres da mesma espécie. Ex.: alcatéia De lobos, de feras Enxame De abelhas, de insetos Arquipélago De ilhas Fauna De animais 1

2 Arsenal De armas e munições Flora De plantas Telefone: (31) Assembléia De pessoas reunidas com um fim comum Galeria De objetos de arte Cáfila De camelos Horda De invasores Câmara De deputados, de senadores, de vereadores Júri De jurados Cardume De peixes Legião De soldados, de anjos Chusma De marinheiros Vara De porcos Código De leis Lustro Período de cinco anos Colméia De abelhas Malta De bandidos Conselho De professores Matilha De cães Constelação De estrelas Milênio Período de mil ano Corja De vadios Penca Flores ou frutos Década Período de dez anos Pinacoteca De quadros Discoteca De discos Plêiade De poetas Elenco De artistas Repertorio De peças musicais Fato De Cabras Réstia De alhos, de cebolas FORMAÇÃO DO SUBSTANTIVO 1) Simples: é formado por apenas uma palavra (RADICAL) que pode ser derivada. Ex.: cor, pedra, ferrugem, tristeza. bondade, ele. 2) Composto: é formado por duas ou mais palavras, (RADICAIS) somadas. Ex.: obra-prima, bem-me-quer. madrepérola, pontapé, planalto, aguardente, etc... 3) Primitivo: é o substantivo que não se formou de nenhum outro ou que serve de base para a formação de novas palavras. Ex.: pedra, ferro, terra, mar, etc. 4) Derivado: é o substantivo que se forma através de qualquer um dos processos de derivação. Ex.: pedreira, ferrugem, terreno, inútil, descaso. OBS.: Para se classificar um substantivo, deve-se estabelecer quatro diferenciações básicas: entre CONCRETO e ABSTRATO, entre COMUM e PRÓPRIO, entre SIMPLES e COMPOSTO, e entre PRIMITIVO e DERIVADO. Se for COLETIVO, ainda há uma quinta diferenciação. Ex.: MAR - substantivo comum, simples, primitivo, concreto. CURITIBA - substantivo próprio, simples, primitivo, concreto. CÁFILA - substantivo comum, simples, primitivo, concreto, coletivo. FLEXÕES DOS SUBSTANTIVOS Os substantivos podem variar em número, gênero e grau. 2

3 NÚMERO Telefone: (31) a) no singular, quando designam um ser único, ou um conjunto de seres considerados como um todo ou como parte orgânica dele (substantivo coletivo): criança, multidão, gato, matilha, cadeira, batalhão. b) no plural, quando designam mais de um ser, ou mais de um desses conjuntos: crianças, multidões, gatos, matilhas, cadeiras, batalhões. FORMAÇÃO DO PLURAL O plural dos substantivos em português, é formado basicamente pelo acréscimo do /s/. É preciso levar em conta que o acréscimo do /s/, em muitos casos acarreta alterações e acomodações de caráter fonético. Assim, o plural de mar seria "mars". Como o encontro /rs/ não é possível no final da palavra há o acréscimo da vogal temática /e/: mares. Há muitos casos em que o acréscimo do /s/ não implica alteração alguma. Ex.: árvore - árvores, casa - casas, etc. Levando isso em conta, vejamos a descrição da formação do plural dos substantivos. 1 - Substantivos terminados em VOGAL ou DITONGO fazem o plural em /s/ (sem acomodação alguma). Ex.: cama - camas, relógio - relógios. Incluem-se nessa regra: - O ditongo nas/al/ ãe/. Ex.: mãe - mães. - O ditongo nasal /ao/, átono. Ex.: órgão - órgãos, órfão - órfãos. 2 - Substantivos terminados em /ÃO/, tônico: o acréscimo do /s/ pode ser feito de três formas: - /ãos/, sem acomodação alguma. Ex.: chão - chãos, cristão cristãos, órgão - órgãos, cidadão - cidadãos. - /ões/, com alteração de /ão/ para /ões/. Ex.: facão - facões, espião - espiões. -/ães/, com alteração de /ão/ para /ães/. Ex.: cão - cães, pão - pães, capitão capitães OBS: Há substantivos terminados em /ão/ que admitem mais de um plural. Ex.: faisão - faisões ou faisães, sultão - sultãos, sultões ou sultães. 3 - Substantivos terminados em L: a) Com os substantivos terminados em /l/, precedidos de a, e, o, u (al, el, ol, ul), o acréscimo do /s/ provoca a queda do /l/ e o acréscimo de um /i/ (alteração da vogal temática /e/). Ex.: - canal - canais; metal - metais, pastel - pasteis; anel - anéis; túnel - túneis; corcel corcéis; móvel - móveis; fusível - fusíveis; anzol - anzóis; álcool - álcoois; sol - sóis; paiol paióis; paul - pauis. OBS. 1: com certos substantivos desse grupo, o /l/ permanece e a vogal temática é /e/. 3

4 Ex.:cônsul - cônsules; mal - males. Telefone: (31) OBS.2: certos substantivos desse grupo admitem as duas formas de plural descritas acima. Ex.: aval - avais ou avales (PORTUGAL); mel - méis ou meles (PORTUGAL); fel - féis ou fele (PORTUGAL). b) Com os substantivos terminados em /l/, precedido de /i/ há duas ocorrências: - nas palavras oxítonas, o acréscimo do /s/ provoca a queda do /l/. Ex.: barril - barris; anil - anis; funil - funis; esmeril - esmeris. - nas palavras paroxítonas, o acréscimo do /s/ transforma /il/ em /eis/. Ex.: fóssil - fósseis. OBS.: réptil e projétil podem ser pronunciados também como oxítonos; por isso, admitem duas formas de plural: répteis ou reptis; projéteis ou projetis (respectivamente). 4 - Substantivos terminados em M: Os substantivos terminados em /m/ fazem o plural com acréscimo de /s/, havendo simplesmente uma alteração gráfica de /m/ para /n/. Ex.: homem - homens; jovem - jovens; álbum - álbuns; item - itens. OBS.: totem admite dois plurais: totens e tótemes. 5 - Substantivos terminados em N: Os substantivos terminados em /n/ fazem o plural com o acréscimo de /s/ pura e simplesmente. Ex.: hífen - hífens; pólen - polens. OBS.l: Cânon faz o plural cânones. OBS.2: O dicionário registra as formas variantes seguintes: abdome (plural abdomes) - abdômen (plural abdômens); germe (plural germes) - gérmem (plural germens) - espécime (plural espécimes). 6 - Substantivos terminados em R, S, Z: Nesses substantivos, o acréscimo do /s/ faz surgir a vogal temática /e/. Ex.: colher - colheres; pomar - pomares; assessor - assessores; deus - deuses; obus - obuses; giz- gizes; raiz - raízes. OBS.: fica invariável a palavra não oxítona terminada em /s/. Ex.: o ônibus - os ônibus; o lápis - os lápis. 7 - Substantivos terminados em X: ficam invariáveis: o tórax - os tórax. OBSERVAÇÕES FINAIS: 1) Plural com metafonia 4

5 Telefone: (31) Há certos substantivos em que a vogal tônica /ô/ (fechada) transforma-se em /ó/ (aberta) na passagem para o plural. Essa alteração do timbre da vogal é chamada de metafonia; por isso, diz-se que tais plurais se fazem por metafonia. Exemplos: coro coros ; porco porcos; ovo - ovos 2) Plural com deslocamento da sílaba tônica Certos substantivos, na passagem para o plural, deslocam o acento tônico de uma vogal para outra. Ex.: caráter (a tônico) - caracteres (e tônico). 3) Substantivos só de forma plural Certos substantivos só ocorrem na forma plural: Ex.: -férias (no sentido de dias de descanso); exéquias (cerimônias fúnebres); costas (no sentido de dorso); núpcias; víveres; pêsames; afazeres (trabalhos), lápis, pires, ônibus. PLURAL DOS SUBSTANTIVOS COMPOSTOS Nos substantivos compostos, vão para o plural os substantivos e as palavras adjetivas; as demais ficam invariáveis: Ex.: abelha-mestra - abelhas -mestras (subst. + subst.); erva-doce - ervas-doces (subst. + adj.); abaixo-assinado - abaixo-assinados (adv. + adj.); o bota-fora - os bota-fora (verbo + adv.). OBS.: salvo-conduto admite salvo-condutos e salvos-condutos. COMPLEMENTAÇÕES À NORMA GERAL 1 - Compostos de substantivo + substantivo a) Ambos vão para o plural se a relação entre eles é coordenativa (explicitável pela conjunção /e/): Ex.: cirurgião-dentista - cirurgiões-dentistas. É possível pressupor cirurgião e dentista. b) Só o primeiro vai para o plural se a relação entre eles é subordinativa (não é possível pressupor a conjunção /e/). No caso, o segundo indica tipo ou finalidade do primeiro. Ex.: salário-família - salários-família. Não é possível pressupor: salário e família. 2 - Compostos de verbo + verbo a) Verbo + verbo repetidos: ambos variam, ou só o segundo. Ex.: corre-corre; - corres-corres ou corre-corres. 5

6 Telefone: (31) b) Verbo + verbo de sentidos opostos: ambos ficam invariáveis. Ex.: o leva-e-traz- os leva-etraz. 6

CLASSES DE PALAVRAS. Concreto Ex.: mesa, lâmpada, fada, Argentina. X Abstrato Ex.: amor, angústia, felicidade.

CLASSES DE PALAVRAS. Concreto Ex.: mesa, lâmpada, fada, Argentina. X Abstrato Ex.: amor, angústia, felicidade. CLASSES DE PALAVRAS SUBSTANTIVO Próprio: refere-se a um determinado ser da espécie. Ex.: Rodolfo, Argentina, Facebook. X Comum: nomeia todos os seres e coisas. Ex.: mesa, cadeira, menino, mulher. Concreto

Leia mais

UNIDADE 07 O PLURAL DOS SUBSTANTIVOS SIMPLES E COMPOSTOS (PRIMEIRA PARTE)

UNIDADE 07 O PLURAL DOS SUBSTANTIVOS SIMPLES E COMPOSTOS (PRIMEIRA PARTE) UNIDADE 07 O PLURAL DOS SUBSTANTIVOS SIMPLES E COMPOSTOS (PRIMEIRA PARTE) PLURAL DOS SUBSTANTIVOS Em português, há dois números gramaticais: O singular, que indica um ser ou um grupo de seres; O plural,

Leia mais

AULA 5 CLASSES DE PALAVRAS I. POLÍCIA CIVIL de São Paulo

AULA 5 CLASSES DE PALAVRAS I. POLÍCIA CIVIL de São Paulo AULA 5 CLASSES DE PALAVRAS I POLÍCIA CIVIL de São Paulo Professor Marlus Geronasso CLASSES GRAMATICAIS São reconhecidas normativamente dez classes gramaticais pela maioria dos gramáticos: substantivo;

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves SUBSTANTIVO Colômbia, bola, medo, trovão, paixão, etc. Essas palavras estão dando nome a lugar, objeto, sensação física, fenômenos da natureza, emoções, enfim as coisas em geral. Esses nomes são chamados

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves SUBSTANTIVO No tutorial anterior vimos que o substantivo sofre flexões para indicar o gênero (masculino ou feminino), número (singular ou plural) e grau (diminutivo ou aumentativo) das palavras. Vimos

Leia mais

PROFESSOR JAILTON

PROFESSOR JAILTON www.professorjailton.com.br PROFESSOR JAILTON Classe de palavra que serve para designar os seres em geral: os do universo natural(pedra, árvore, casa); e os do universo mental (dragão, centauro, fada,saci).

Leia mais

06. Substantivos Coletivos (Aula 2: Substantivo) Coletivos de animais conjunto de abelhas: colmeia ou enxame conjunto de animais de carga: récua conjunto de animais de uma região: fauna conjunto de aves:

Leia mais

O substantivo faz parte da classe de palavras variáveis da língua portuguesa. Isso quer dizer que pode apresentar flexões de gênero, número e grau.

O substantivo faz parte da classe de palavras variáveis da língua portuguesa. Isso quer dizer que pode apresentar flexões de gênero, número e grau. s O substantivo faz parte da classe de palavras variáveis da língua portuguesa. Isso quer dizer que pode apresentar flexões de gênero, número e grau. A definição de substantivo é: a palavra que dá nome

Leia mais

Língua. Portuguesa. Substantivo

Língua. Portuguesa. Substantivo Língua Portuguesa Substantivo Substantivo Os Substantivos são classes de palavras que nomeiam os seres, objetos, fenômenos, lugares, qualidades, ações, dentre outros. Substantivo São termos que podem ser

Leia mais

Morfossintaxe: forma e função

Morfossintaxe: forma e função O Substantivo Substantivo são palavras que designam seres visíveis ou não -, ações, estados, sentimentos, desejos, idéias. Morfossintaxe: forma e função Falar é uma atividade tão habitual e natural, que

Leia mais

SUBSTANTIVO. Profa. Luana Lemos

SUBSTANTIVO. Profa. Luana Lemos SUBSTANTIVO Profa. Luana Lemos CONCEITO Dá-se o nome de SUBSTANTIVO a todas as palavras que nomeiam seres, lugares, objetos, sentimentos e outros. Em relação à formação das palavras podem ser simples,

Leia mais

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. SUBSTANTIVO 6º Ano. Prof.ª: Caliana Medeiros

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. SUBSTANTIVO 6º Ano. Prof.ª: Caliana Medeiros COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE SUBSTANTIVO 6º Ano Prof.ª: Caliana Medeiros DEFINIÇÃO Classe de palavra variáveis que designam seres, coisas, lugares, instituições, nações, estados, qualidades e ações. Concretos

Leia mais

Substantivo é a palavra responsável por nomear as coisas reais e irreais!

Substantivo é a palavra responsável por nomear as coisas reais e irreais! Substantivo é a palavra responsável por nomear as coisas reais e irreais! Um substantivo pode fazer parte de mais de uma classificação. Ex. Casa é um substantivo comum (pois existem diversas casas),

Leia mais

Substantivo que dá nome a uma ação.

Substantivo que dá nome a uma ação. Substantivo é a palavra que dá nome às pessoas, aos animais, aos lugares, aos sentimentos, aos objetos, enfim, a tudo o que existe ou que imaginamos existir. Substantivo que dá nome a uma ação. A vida

Leia mais

PREPOSIÇÃO. essenciais: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás

PREPOSIÇÃO. essenciais: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás MATERIAL COMPLEMENTAR -Professora Luciane Sartori Classificações PREPOSIÇÃO essenciais: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás acidentais:

Leia mais

FICHA DA SEMANA 5º ANO A e B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Substantivos. Clarice Francisco de Paula Maria Júlia Costa da Silva Nelma Rodrigues Rocha Lopes Rosicléia dos Santos Amorim

Substantivos. Clarice Francisco de Paula Maria Júlia Costa da Silva Nelma Rodrigues Rocha Lopes Rosicléia dos Santos Amorim Substantivos Clarice Francisco de Paula Maria Júlia Costa da Silva Nelma Rodrigues Rocha Lopes Rosicléia dos Santos Amorim Faculdade Iseib BH 2º semestre/2013 SUBSTANTIVO É a palavra que dá nome a pessoas,

Leia mais

Português. Acentuação Gráfica: Proparoxítonas, Paroxítonas, Oxítonas e Hiatos. Professor Arthur Scandelari.

Português. Acentuação Gráfica: Proparoxítonas, Paroxítonas, Oxítonas e Hiatos. Professor Arthur Scandelari. Português Acentuação Gráfica: Proparoxítonas, Paroxítonas, Oxítonas e Hiatos Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português ACENTUAÇÃO GRÁFICA: PROPAROXÍTONAS, PAROXÍTONAS, OXÍTONAS

Leia mais

Revisão de Língua Portuguesa para o CMPA Profª Cleusa

Revisão de Língua Portuguesa para o CMPA Profª Cleusa Revisão de Língua Portuguesa para o CMPA Profª Cleusa Encontros vocálicos: - ditongo: v + sv ou sv + v na mesma sílaba (noi-te) Pode ser: oral: sé-rie nasal: não crescente: sv+v á-gua/ de-lí-cia decrescente:

Leia mais

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA CLASSE DE PALAVRAS

PROF. JOSEVAL MARTINS VIANA CLASSE DE PALAVRAS CLASSE DE PALAVRAS a) Variáveis Substantivo Adjetivo Artigo Numeral Pronome Verbos b) Invariáveis Interjeição Advérbio Preposição Conjunção Na Língua Portuguesa, temos 10 classes de palavras: SUBSTANTIVO

Leia mais

SUBSTANTIVOS Prof ª Giovana Uggioni Silveira

SUBSTANTIVOS Prof ª Giovana Uggioni Silveira SUBSTANTIVOS Prof ª Giovana Uggioni Silveira SUBSTANTIVO GÊNERO MASCULINO E FEMININO NÚMERO SINGULAR E PLURAL GRAU AUMENTATIVO E DIMINUTIVO Quanto à formação Primitivo casa, pedra e jornal. Derivado casarão,

Leia mais

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE PORTUGUÊS PROFESSORA HELLEN

COLÉGIO MONJOLO QUIZ N / 1 BIMESTRE PORTUGUÊS PROFESSORA HELLEN COLÉGIO MONJOLO QUIZ N 02 2017 / 1 BIMESTRE PORTUGUÊS PROFESSORA HELLEN Aluno(a): Data da entrega: 03/03/2017. Série: 7 ano Flexão dos substantivos Conceito: Os substantivos fazem parte das classes gramaticais

Leia mais

Flexão nominal. 1. Flexão em género. Flexão nominal Ausência de variação de género Variação em género nomes biformes

Flexão nominal. 1. Flexão em género. Flexão nominal Ausência de variação de género Variação em género nomes biformes Os nomes podem flexionar em género, número e grau. 1. Flexão em género Em português, há dois valores de género: masculino e feminino. 1.1. Ausência de variação de género Os nomes que se referem a entidades

Leia mais

Novo Acordo Ortográfico Descomplicado (Parte I) Por: Paula Perin dos Santos.

Novo Acordo Ortográfico Descomplicado (Parte I) Por: Paula Perin dos Santos. 1 Novo Acordo Ortográfico Descomplicado (Parte I) Por: Paula Perin dos Santos. O Novo Acordo Ortográfico visa simplificar as regras ortográficas da Língua Portuguesa e aumentar o prestígio social da língua

Leia mais

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14 Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética... 2 Fonemas...2 Letra...2 Sílaba...2 Número de sílabas...3 Tonicidade...3 Posição da sílaba tônica...3 Dígrafos...3 Encontros consonantais...3 Encontros vocálicos...4

Leia mais

AULA 7 EMPREGO DAS CLASSES DE PALAVRAS III

AULA 7 EMPREGO DAS CLASSES DE PALAVRAS III AULA 7 EMPREGO DAS CLASSES DE PALAVRAS III MINISTÉRIO DA FAZENDA SUBSTANTIVO Substantivo provém da mesma família de substância, substancial, ou seja, algo necessário, fundamental. Sendo assim, os substantivos

Leia mais

Colégio Diocesano Seridoense- CDS Ensino Fundamental II 2º Bimestre. Substantivo. Profª: Caliana Medeiros.

Colégio Diocesano Seridoense- CDS Ensino Fundamental II 2º Bimestre. Substantivo. Profª: Caliana Medeiros. Colégio Diocesano Seridoense- CDS Ensino Fundamental II 2º Bimestre Substantivo Profª: Caliana Medeiros. Substantivo É a classe de palavra que nomeia os seres, objetos, fenômenos, lugares, qualidades,

Leia mais

SUBSTANTIVO. Mara Lucia Chamorro da S. de Carvalho

SUBSTANTIVO. Mara Lucia Chamorro da S. de Carvalho SUBSTANTIVO Mara Lucia Chamorro da S. de Carvalho Não há oposição ou diferenças entre os autores quanto à divisão e descrição das classes gramaticais. Segundo Cegalla (2000), há dez classes de palavras

Leia mais

É a formação de palavras pela união de dois ou mais radicais (R + R). A composição pode ser:

É a formação de palavras pela união de dois ou mais radicais (R + R). A composição pode ser: 2. Composição É a formação de palavras pela união de dois ou mais radicais (R + R). A composição pode ser: 2.1 Por justaposição: (as palavras originais não sofrem alterações): porco-espinho, testa de ferro,

Leia mais

www.professorjailton.com.br PROFESSOR JAILTON

www.professorjailton.com.br PROFESSOR JAILTON www.professorjailton.com.br PROFESSOR JAILTON Classe de palavra que serve para designar os seres em geral: os do universo natural(pedra, árvore, casa); e os do universo mental (dragão, centauro, fada,saci).

Leia mais

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA A. Gomes Ferreira J. Nunes de Figueiredo 2. CICLO Oo Introdução I. ONDE SE FALA A LÍNGUA PORTUGUESA II. A PALAVRA. A FRASE. SINTAXE E MORFOLOGIA MATÉRIA DAS UNIDADES

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 PROFESSOR ALUNO ÉRICA PINHEIRO DISCIPLINA Português TURMA SIMULADO: P4 301 Questão 1 Cachos é o coletivo

Leia mais

Novo acordo ortográfico. Acentuação gráfica

Novo acordo ortográfico. Acentuação gráfica Novo acordo ortográfico Acentuação gráfica Por que acentuamos as palavras? Para evitar ambiguidade: fábrica/fabrica; secretária/secretaria; análise/analise; ACENTUAÇÃO DAS PROPAROXÍTONAS PROPAROXÍTONAS

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 SUMÁRIO Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 1.1. Tipos de texto, 22 1.2. Gênero de texto, 26 1.3. Tipos de discurso, 27 1.3.1. Discurso direto, 27 1.3.2. Discurso indireto, 28 1.3.3. Discurso indireto

Leia mais

BOLSÃO 2017 / 6º ANO

BOLSÃO 2017 / 6º ANO Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro Vip para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental está BOLSÃO 2017 / 6º ANO Fonética Fonema distinção entre FONEMA e LETRA Sílaba número de sílabas / divisão

Leia mais

Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA.

Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA. Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA. 11) Haja vista. Ex.: Haja vista os resultados. (invariável) Obs.: Admitem-se também duas outras construções.

Leia mais

Exercícios para Prova 1 de Português 1 Trimestre

Exercícios para Prova 1 de Português 1 Trimestre Exercícios para Prova 1 de Português 1 Trimestre O problema ecológico Se uma nave extraterrestre invadisse o espaço aéreo da Terra, com certeza seus tripulantes diriam que neste planeta não habita uma

Leia mais

Nomes (Substantivos)

Nomes (Substantivos) Nomes (Substantivos) Regra geral Nome género terminados em o masculinos: terminados em a femininos: o aeroporto a casa 1 Masculinos alguns nomes terminados em a: o clima, o dia, o mapa, o planeta, o poema,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS

LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS LÍNGUA PORTUGUESA 7 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª SHEILA RODRIGUES PROF.ª SHIRLEY VASCONCELOS CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 CONTEÚDOS

Leia mais

ACENTUAÇÃO. Crase Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave.

ACENTUAÇÃO. Crase Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave. ACENTUAÇÃO Crase Crase é a fusão de duas vogais idênticas. Representa-se graficamente a crase pelo acento grave. Fomos à piscina à artigo e preposição Ocorrerá a crase sempre que houver um termo que exija

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA Súmario Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 PARTE I FONÉTICA CAPÍTULO 1 ORTOGRAFIA... 21 1. Introdução... 21 2. O alfabeto...21 3. Emprego das letras

Leia mais

Crase. Condições para ocorrência de crase

Crase. Condições para ocorrência de crase Profº FCO Holanda Crase É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo e o pronome demonstrativo

Leia mais

Classes Gramaticais: Palavras Variáveis

Classes Gramaticais: Palavras Variáveis Classes Gramaticais: Palavras Variáveis Substantivo Conceito É a palavra que nomeia tudo: sentimentos, ações, qualidades e seres em geral. Flexiona-se em gênero e número, além de assumir a categoria de

Leia mais

COLÉGIOO NOSSA SENHORA DE SION. Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa - 4º ano

COLÉGIOO NOSSA SENHORA DE SION. Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa - 4º ano Leia: COLÉGIOO NOSSA SENHORA DE SION Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa - 4º ano Troca do livro 4º ano A, B e C quinta-feira O poema escolhido para o mês de maio é O menino rico.

Leia mais

Disciplina: LLV 9005 Morfologia do Português FLEXÃO NOMINAL E FLEXÃO VERBAL

Disciplina: LLV 9005 Morfologia do Português FLEXÃO NOMINAL E FLEXÃO VERBAL Disciplina: LLV 9005 Morfologia do Português FLEXÃO NOMINAL E FLEXÃO VERBAL Prof. Felício Wessling Margotti Profa. Rita de Cássia Mello Ferreira Margotti Os vocábulos que se submetem aos processos de flexão

Leia mais

Profª: Adriana Figueiredo Língua Portuguesa TRE - SP AULAS 01 A 04. Língua Portuguesa TRE - SP Professora: Adriana Figueiredo

Profª: Adriana Figueiredo Língua Portuguesa TRE - SP AULAS 01 A 04. Língua Portuguesa TRE - SP Professora: Adriana Figueiredo Professora: Adriana Figueiredo Prof. Adriana Figueiredo www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 9 ACENTUAÇÃO GRÁFICA Classificação dos Vocábulos Quanto à Sílaba Tônica Sílaba tônica é a sílaba da palavra

Leia mais

Classe de palavras: o nome

Classe de palavras: o nome Classe de palavras: o nome A classe do nome é uma classe aberta de palavras, pois é constituído por um número ilimitado vocábulos à qual a evolução da língua portuguesa acrescenta novos membros. O nome

Leia mais

Professor Jailton Acentuação Gráfica.

Professor Jailton Acentuação Gráfica. Professor Jailton Acentuação Gráfica www.professorjailton.com.br Posição da sílaba tônica Proparoxítonas Paroxítonas Oxítonas PAROXÍTONAS UM R. U X I N. L PSÃD PAROXÍTONAS UM R UXIN L PSÃD Palavras terminadas

Leia mais

Plano de aula Objeto de Aprendizagem: KTouch

Plano de aula Objeto de Aprendizagem: KTouch Plano de aula Objeto de Aprendizagem: KTouch Dados de identificação Disciplina: Inclusão Digital Assunto: Digitação Séries indicadas: 5ª a 8ª séries Material utilizado: Objeto de Aprendizagem (OA): Inclusão

Leia mais

Gramática Morfologia CLASSES DE PALAVRAS. Vídeo aula 1 de Gramática Professora Carolina

Gramática Morfologia CLASSES DE PALAVRAS. Vídeo aula 1 de Gramática Professora Carolina Gramática Morfologia CLASSES DE PALAVRAS Vídeo aula 1 de Gramática Professora Carolina CLASSES DE PALAVRAS Toda vez que nós abrimos a boca para expressar pensamentos, opiniões, ideias, estamos usando os

Leia mais

Dicionário De Termos Gramaticais

Dicionário De Termos Gramaticais Dicionário De Termos Gramaticais Professor Leo Página 2 Este dicionário vai ajudar o candidato a entender melhor todos os assuntos gramaticais do português, além de auxiliá-lo na hora de estudar. Muitas

Leia mais

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM Sumário Apresentação 11 Lista de abreviações 13 Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM O homem, a linguagem e o conhecimento ( 1-6) O processo da comunicação humana ( 7-11) Funções da

Leia mais

Português 3º ano João J. Concordância Verbal

Português 3º ano João J. Concordância Verbal Português 3º ano João J. Concordância Verbal Concordância Verbal Concordância do verbo com o sujeito composto I. Quando o sujeito composto estiver posicionado antes do verbo, este ficará no plural. Ex.:

Leia mais

Prefácio índice geral Lista das abreviaturas 14 Lista dos símbolos 16 Introdução geral 17

Prefácio índice geral Lista das abreviaturas 14 Lista dos símbolos 16 Introdução geral 17 índice Geral Prefácio índice geral Lista das abreviaturas 14 Lista dos símbolos 16 Introdução geral 17 Raimundo Tavares Lopes 27 Descrição isocrónica contrastiva das variedades das ilhas do Fogo e de Santiago

Leia mais

KULTURA CENTRO DE ESPERANTO ECOBRINQUEDOTECA. A a, B b, C c, Ĉ ĉ, D d, E e, F f, Ĝ ĝ, Ĥ ĥ, I i, Ĵ ĵ, K k, L l, M m, N n, O o, P p, R r, Ŝ ŝ, T t, U u,

KULTURA CENTRO DE ESPERANTO ECOBRINQUEDOTECA. A a, B b, C c, Ĉ ĉ, D d, E e, F f, Ĝ ĝ, Ĥ ĥ, I i, Ĵ ĵ, K k, L l, M m, N n, O o, P p, R r, Ŝ ŝ, T t, U u, KULTURA CENTRO DE ESPERANTO ECOBRINQUEDOTECA David Blanketo O ALFABETO O alfabeto é composto por 28 letras. A a, B b, C c, Ĉ ĉ, D d, E e, F f, Ĝ ĝ, Ĥ ĥ, I i, Ĵ ĵ, K k, L l, M m, N n, O o, P p, R r, Ŝ ŝ,

Leia mais

Critérios de classificação das palavras: Substantivo Adjetivo Numeral Artigo Pronome Verbo Advérbio Preposição Conjunção Interjeição

Critérios de classificação das palavras: Substantivo Adjetivo Numeral Artigo Pronome Verbo Advérbio Preposição Conjunção Interjeição Critérios de classificação das palavras: Substantivo Adjetivo Numeral Artigo Pronome Verbo Advérbio Preposição Conjunção Interjeição Exemplos: Este menino é um ótimo estudante. pron. subst. V art. adj.

Leia mais

ACENTUAÇÃO GRÁFICA GRAMÁTICA

ACENTUAÇÃO GRÁFICA GRAMÁTICA ACENTUAÇÃO GRÁFICA GRAMÁTICA ACENTUAÇÃO GRÁFICA Acentuação não é uma coisa difícil. Precisamos cuidar apenas duas coisas que vão nos ajudar na hora de acentuar as sílabas: sempre separar as sílabas e pronunciar

Leia mais

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal Prof Carlos Zambeli A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo,

Leia mais

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação.

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. PREPOSIÇÃO É a classe de palavras que liga palavras entre si;

Leia mais

Ensino Fundamental 5º Ano. Português. Matemática

Ensino Fundamental 5º Ano. Português. Matemática Conteúdo Programático Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro VIP Brás de Pina pode conferir aqui o programa do concurso de bolsas de estudo. Fique atento ao conteúdo específico da série que

Leia mais

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê?

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? 7. ) Nas orações exclamativas, de sentido optativo ou não, é frequente

Leia mais

7º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

7º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SELETIVO DE ADMISSÃO CPMCHMJ. AGUARDAN 7º ANO ENSINO FUNDAMENTAL 1. Interpretação Textual; 2. Ortografia; 3. Fonema e Letra, Dígrafo e Encontro Consonantal, Encontros Vocálicos; 4. Divisão silábica, Sílaba

Leia mais

Sumário PARTE 1. MORFOLOGIA Pronomes demonstrativos Pronomes relativos O relativo que O relativo qual O relativo quem...

Sumário PARTE 1. MORFOLOGIA Pronomes demonstrativos Pronomes relativos O relativo que O relativo qual O relativo quem... Sumário Edital sistematizado... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português...... 23 PARTE 1 Capítulo 1 MORFOLOGIA 1... 27 Substantivo Adjetivo Advérbio (Pré-requisitos para a concordância

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BOLSÃO 2017 (5º ANO)

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BOLSÃO 2017 (5º ANO) CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BOLSÃO 2017 (5º ANO) Você que se inscreveu no Bolsão do COLÉGIO MARQUES RODRIGUES para cursar o 5º ano do Ensino 5º ANO 1. Interpretação e Compreensão de Textos; 2. Letras e Fonemas;

Leia mais

Prefácio Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15

Prefácio Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15 Prefácio... 13 Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15 1. Abreviaturas de uso corrente :... 15 2. Abreviaturas Médico-Farmacêuticas 18 3. Comércio Internacional... 18 4. Grandezas e Unidades Físicas 20 4.1.

Leia mais

índice geral Prefácio, X/77

índice geral Prefácio, X/77 índice geral Prefácio, X/77 Capítulo I CONCEITOS GERAIS, / Linguagem, língua, discurso, estilo / Língua e sociedade: variação e conservação linguística, 2 Diversidade geográfica da língua: dialecto e falar,

Leia mais

FONÉTICA Profa Giovana Uggioni Silveira

FONÉTICA Profa Giovana Uggioni Silveira FONÉTICA Profa Giovana Uggioni Silveira FONÉTICA SONS FONEMAS LETRAS E FONEMAS ZEBRA CASAMENTO EXÍLIO TEXTO EXIBIR ENXAME TÁXI TÓXICO GUITARRA COMPRA CONTA CANTA NAVE HOJE CLASSIFICAÇÃO DOS FONEMAS VOGAIS

Leia mais

FONÉTICA Profa Giovana Uggioni Silveira

FONÉTICA Profa Giovana Uggioni Silveira FONÉTICA Profa Giovana Uggioni Silveira FONÉTICA SONS FONEMAS LETRAS E FONEMAS ZEBRA CASAMENTO EXÍLIO TEXTO EXIBIR ENXAME TÁXI TÓXICO GUITARRA COMPRA CONTA CANTA NAVE HOJE CLASSIFICAÇÃO DOS FONEMAS VOGAIS

Leia mais

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15 Capítulo1 Capítulo2 A LÍNGUA E A LINGUAGEM............................................. 9 Linguagem: aptidão inata.............................................. 10 Funções.............................................................

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 Aulas Aula Conteúdo Página 1 Emprego das classes e palavras

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA MÓDULO 6. Morfologia II. Professora Rosane Reis

LÍNGUA PORTUGUESA MÓDULO 6. Morfologia II. Professora Rosane Reis LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 6 Morfologia II FLEXÃO DAS PALAVRAS Chamamos de flexão o acréscimo de sufixos formadores de plural e feminino, nos nomes e tempo, modo, número e pessoa nos

Leia mais

CENPRO - CONCURSOS MILITARES E TÉCNICOS

CENPRO - CONCURSOS MILITARES E TÉCNICOS CENPRO - CONCURSOS MILITARES E TÉCNICOS 1 CENTRO 3274 6537 JARAGUÁ 3443 5574 www.cursocenpro.com.br Revisão para o 1º simulado de Português CMBH 6º ano/ 9 Data: 22/05/12 NOME: SALA: FONÉTICA FONEMA, LETRA,

Leia mais

Sumário PARTE 1. Apresentação da Coleção Apresentação Sobre português... 23

Sumário PARTE 1. Apresentação da Coleção Apresentação Sobre português... 23 Sumário... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português...... 23 PARTE 1 Capítulo 1 MORFOLOGIA 1... 27 Substantivo Adjetivo Advérbio (Pré-requisitos para a concordância nominal)

Leia mais

Concordância Verbal. É o estudo da flexão de número e pessoa que deve haver entre o verbo e o sujeito.

Concordância Verbal. É o estudo da flexão de número e pessoa que deve haver entre o verbo e o sujeito. Concordância Verbal Concordância Verbal É o estudo da flexão de número e pessoa que deve haver entre o verbo e o sujeito. O verbo sempre concorda com o sujeito simples em número e pessoa. O aluno veio

Leia mais

Morfologia: 10 Classes gramaticais

Morfologia: 10 Classes gramaticais Português para Concursos Prof. Elias Santana Morfologia: 10 Classes gramaticais 1.1 Substantivo 1.2 Artigo 1.3 Adjetivo 1.4 Numeral 1.5 Pronome 1. Área dos Nomes 1 Ex1: O garoto estudioso. Ex2: Várias

Leia mais

Língua Portuguesa para ANTAQ Teoria e questões comentadas Prof. Fabiano Sales Aula 01 Comum designa, genericamente, o nome dos seres de uma espécie.

Língua Portuguesa para ANTAQ Teoria e questões comentadas Prof. Fabiano Sales Aula 01 Comum designa, genericamente, o nome dos seres de uma espécie. Língua Portuguesa para ANTAQ Teoria e questões comentadas Prof. Fabiano Sales Aula 01 Comum designa, genericamente, o nome dos seres de uma espécie. Exemplos: metrópole, homem, país. Concreto designa seres

Leia mais

SINTAGMA? O SINTAGMA NOMINAL SINTAGMA?

SINTAGMA? O SINTAGMA NOMINAL SINTAGMA? SINTAGMA? O SINTAGMA NOMINAL Prof. Valter de Carvalho IFBA Campus Simões Filho O dicionário digital Aulete o define: (sin.tag.ma) sf. 1. Ling. Unidade sintática que, na hierarquia da estrutura gramatical

Leia mais

ÌNDICE GERAL 1. Introdução 2. Substantivo 2.1 Substantivo comum e substantivo próprio 2.2 Substantivo colectivo 2.3 Flexão dos substantivos

ÌNDICE GERAL 1. Introdução 2. Substantivo 2.1 Substantivo comum e substantivo próprio 2.2 Substantivo colectivo 2.3 Flexão dos substantivos ÌNDICE GERAL 1. Introdução. 2 2. Substantivo 3 2.1 Substantivo comum e substantivo próprio... 3 2.1.1 Substantivo próprio... 3 2.1.2 Substantivo comum.. 4 2.2 Substantivo colectivo... 4 2.3 Flexão dos

Leia mais

Conteúdos da AV2 do 3 Bimestre

Conteúdos da AV2 do 3 Bimestre 1 Ano do Ensino Fundamental Conteúdos da AV2 do 3 Bimestre 18/09 (Quarta-Feira) Artes: Expressão Musical: Livro, páginas: 31 a 36. Texturas: Livro, páginas 37 a 42. Não esqueça: Lápis, régua, borracha,

Leia mais

O jovem brasileiro tornou-se participativo. O brasileiro jovem enfrenta dificuldades para ingressar no mercado de trabalho.

O jovem brasileiro tornou-se participativo. O brasileiro jovem enfrenta dificuldades para ingressar no mercado de trabalho. ADJETIVO Possui estreita relação com o substantivo. CARACTERIZA O SUBSTANTIVO, atribuindo qualidades (ou defeitos) e modos de ser, ou indicando-lhe o aspecto ou estado. O jovem brasileiro tornou-se participativo.

Leia mais

Português - alfabeto; - sequência alfabética; - formação de palavras; - leitura e interpretação (imagem, palavra, frase e texto).

Português - alfabeto; - sequência alfabética; - formação de palavras; - leitura e interpretação (imagem, palavra, frase e texto). LISTA DE CONTEÚDOS TURMA : 1º. ANO DE 2016 2º. ANO DE 2017 Português - alfabeto; - sequência alfabética; - formação de palavras; - leitura e interpretação (imagem, palavra, frase e texto). Matemática -

Leia mais

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Índice CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS LIÇÃO 1 FONÉTICA...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 4 1.4. Encontro vocálico... 5 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Morfologia e Classes Apresentação da Professora Gramaticais Licenciatura em Letras Língua Portuguesa e Literaturas Ementa Organização da Disciplina

Morfologia e Classes Apresentação da Professora Gramaticais Licenciatura em Letras Língua Portuguesa e Literaturas Ementa Organização da Disciplina Morfologia e Classes Gramaticais Teleaula 1 Prof.ª Me. Margarete T. A. Costa tutorialetras@grupouninter.com.br Licenciatura em Letras Língua Portuguesa e Literaturas Apresentação da Professora Letras Português

Leia mais

Português. Classes Gramaticais. Professor Arthur Scandelari.

Português. Classes Gramaticais. Professor Arthur Scandelari. Português Classes Gramaticais Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português CLASSES GRAMATICAIS 1. (FIOCRUZ FIOCRUZ 2016) Das frases abaixo, aquela em que a palavra mal está empregada

Leia mais

Análise Linguística (CE67C) Prof. Fabio Mesquita EXEMPLO DE ATIVIDADE DE MORFOLOGIA. Parte I Descrição teórica

Análise Linguística (CE67C) Prof. Fabio Mesquita EXEMPLO DE ATIVIDADE DE MORFOLOGIA. Parte I Descrição teórica Análise Linguística (CE67C) Prof. Fabio Mesquita EXEMPLO DE ATIVIDADE DE MORFOLOGIA Parte I Descrição teórica Derivação e Composição Toda língua possui mecanismos ou processos para formar palavras novas.

Leia mais

ESTRUTURA DAS PALAVRAS. A palavra é subdivida em partes menores, chamadas de elementos mórficos. infelizmente = in + feliz + mente

ESTRUTURA DAS PALAVRAS. A palavra é subdivida em partes menores, chamadas de elementos mórficos. infelizmente = in + feliz + mente Haroldo de Campos ESTRUTURA DAS PALAVRAS A palavra é subdivida em partes menores, chamadas de elementos mórficos. Exemplos: gatinho = gat + inh + o infelizmente = in + feliz + mente ELEMENTOS MÓRFICOS

Leia mais

Português Regular B1

Português Regular B1 Português Regular B1 Verbos Irregulares Terminação ear Trocar e por ei nas formas rizotônicas (sílaba forte no radical) e conjugar como regular: Eu, tu, ele, eles do presente do indicativo ex: Eu freio,

Leia mais

Pingos da Língua Portuguesa...

Pingos da Língua Portuguesa... Pingos da Língua Portuguesa... Pequenas doses de Gramática, Literatura e Redação para você... no Rio Branco/Campinas Vol. 8 2011 Gramática & Interpretação de textos Os estudos gramaticais podem auxiliar

Leia mais

CONCORDÂNCIA N O M I N A L E V E R B A L. Prof. Jorge Viana

CONCORDÂNCIA N O M I N A L E V E R B A L. Prof. Jorge Viana CONCORDÂNCIA N O M I N A L E V E R B A L Prof. Jorge Viana Observe: (A) As crianças prendem a sacola no espaldar da cama. suj. na 3ª pes. pl. verbo na 3ª pes. pl. (B) Crianças órfãs são minoria nos orfanatos.

Leia mais

Parte 1 - Português INSS 2015/2016

Parte 1 - Português INSS 2015/2016 Parte 1 - Português INSS 2015/2016 Acentuação Gráfica Professora Luciane Sartori Contatos: Email: lucianesartori@bol.com.br Site: www.sartoriprofessores.com.br Facebook: Luciane Sartori III Página do Facebook:

Leia mais

CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA Introdução aos estudos de língua materna

CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA Introdução aos estudos de língua materna CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras 2017 5º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA Introdução aos estudos de língua materna 04h/a xxx xxx 60 h/a xxx xxx EMENTA Iniciação ao estudo de problemas

Leia mais

ANEXO 2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA

ANEXO 2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA 1. Compreensão e interpretação de textos. 2. Narração. 3. Descrição. 4. Argumentação: texto argumentativo. 5. Artigo: artigo de opinião. 6. Coerência Textual. 7. Coesão Textual.

Leia mais

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e Letra... 3 1.2. Divisão dos Fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro Vocálico... 7 1.5. Encontro Consonantal...

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO 1- Leia a tirinha abaixo. CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 1 o DESAFIO CENM - 2013 LÍNGUA PORTUGUESA Direção: ANO: 5 EF 2- No trecho: Ele vivia cercado de animais, plantas, flores, enfim de

Leia mais

O ESTUDO DAS PALAVRAS

O ESTUDO DAS PALAVRAS Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro vocálico... 6 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

LÍNGUA. Produção textual. diminutivo) Ortografia Uso do. dicionário. ou pedido) Uso dos porquês. - Sinais: > (é. - Classe dos.

LÍNGUA. Produção textual. diminutivo) Ortografia Uso do. dicionário. ou pedido) Uso dos porquês. - Sinais: > (é. - Classe dos. CONTEÚDOS PREVISTOS PARA O PRIMEIRO TRIMESTRE/2016 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA Leitura e interpretação de textos Produção textual Pontuação e entonação Morfologia: substantivo (próprio,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO MÉDIO PROF. DENILSON SATURNINO 1 ANO PROF.ª JOYCE MARTINS

LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO MÉDIO PROF. DENILSON SATURNINO 1 ANO PROF.ª JOYCE MARTINS LÍNGUA PORTUGUESA 1 ANO PROF.ª JOYCE MARTINS ENSINO MÉDIO PROF. DENILSON SATURNINO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Trabalho a trajetória humana nas produções e manifestações. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

Odi et amo Quaere id faciam? Fortasse requiris Nescio Sed fieri sentio et excrucior. (Catulo)

Odi et amo Quaere id faciam? Fortasse requiris Nescio Sed fieri sentio et excrucior. (Catulo) Odi et amo Quaere id faciam? Fortasse requiris Nescio Sed fieri sentio et excrucior. (Catulo) Ai, flores, ai flores do verde pino Se sabedes novas do meu amigo, Ai, Deus, e u é? Ai, flores, ai flores do

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL II

ENSINO FUNDAMENTAL II ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDO 6 º ANO 1) Produção de texto: Narração. Foco narrativo: narrador-observador. Estrutura do texto narrativo. Elementos narrativos. Uso do diálogo. Paragrafação. 2) Texto: Leitura

Leia mais

Leia o texto abaixo, no mínimo duas vezes; isso facilitará a sua interpretação. Em seguida, numere os parágrafos. Contos que valem uma fábula

Leia o texto abaixo, no mínimo duas vezes; isso facilitará a sua interpretação. Em seguida, numere os parágrafos. Contos que valem uma fábula 5ºano 1.5 LÍNGUA PORTUGUESA 1º período :: 2 de abril de 2012 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado

Leia mais