Sistema da Gestão da Qualidade. Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema da Gestão da Qualidade. Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original"

Transcrição

1 Sistema da Gestão da Qualidade Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original 1

2 CONCEITO QUALIDADE O que é Qualidade? 2

3 Qualidade Conjunto de características de um objeto ou pessoa que o distingue de outros objetos ou pessoas (Dicionário Aurélio) 3

4 Qualidade É a consistente conformidade com as necessidades e expectativas dos clientes externos e internos Cliente externo Determina O QUE Produtos Serviços Cliente interno Determina COMO Processos 4

5 Qualidade: Exemplo 5

6 Qualidade: Medicamento É o quanto ele consegue atender os requisitos do trinômio SEGURANÇA ACESSO EFICÁCIA 6

7 Qualidade é... Invisível quando é BOA!!! Impossível de ignorar quando RUIM!!! 7

8 EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE QUALIDADE 8

9 Gerenciamento da Qualidade 9

10 Evolução do Conceito de Qualidade Foco 6 sigmas (δ) resultados Qualidade Total pessoas Garantia da Qualidade prevenção Controle de Qualidade processo Inspeção 10

11 Evolução do Conceito de Qualidade Atividades Inspeção - Detecção de erros - Retificação Controle de Qualidade Garantia da Qualidade - Métodos - Sistemas de Qualidade Total estatísticos - Desempenho do processo - Padrões de qualidade qualidade - Custo da qualidade - Solução de problemas - Planejamento da qualidade - Envolve toda operação - Estratégia da qualidade - Trabalho em equipe - Envolve consumidores e fornecedores 6 sigma (δ) - Reduzir defeitos a ZERO - Atenção ao gerenciamento, melhoria e reinvenção dos processos de negócios 11

12 Evolução Conceito de Qualidade DEMING, William Edwards: Palestra 1950 ISHIKAWA, Kaoru: Década de 1950 Ciclo PDCA, Gerenciar Processo Pioneiro em Controle Total no Japão Variabilidade Diagrama de Causa e Efeito Enfâse nas técnicas estatísticas Enfâse no diagnóstico do Problema JURAN, Joseph M. : Seminários 1954 Foco na implantação e desenvolvimento de programas de qualidade Ênfase na participação das pessoas CROSBY, Phillip - Teoria do zero defeito Martin Corporation qualidade baseada na inspeção Comprometeu-se a entregar míssil tipo Pershing sem defeito e com prazo curto Produziram o míssil com qualidade na primeira montagem

13 Trinômio da Qualidade 13

14 Excelência

15 Controle de Qualidade É a parte das BPF referente à amostragem, especificações, ensaios, procedimentos de organização, documentação e procedimentos de liberação que asseguram que os ensaios necessários e relevantes sejam executados e que os materiais não são liberados para uso, nem os produtos liberados para venda ou fornecimento, até que a qualidade dos mesmos seja julgada satisfatória (RDC 17/2010) 15

16 Garantia da Qualidade É a totalidade das providências tomadas com o objetivo de garantir que os medicamentos estejam dentro dos padrões de qualidade exigidos, para que possam ser utilizados para os fins propostos. A GQ incorpora as BPF e outros fatores, incluindo o projeto e o desenvolvimento de um produto (RDC 17/2010) 16

17 Boas Práticas de Fabricação (BPF) É a parte da GQ que assegura que os produtos são consistentemente produzidos e controlados, com padrões de qualidade apropriados para o uso pretendido e requerido pelo registro (RDC 17/2010) 17

18 Sistema da Gestão da Qualidade Identificação dos padrões de qualidade relevantes para o projeto e determinação de como satisfazê-los 18

19 Sistema de Gestão da Qualidade CQ GQ SGQ 19

20 Gerenciamento da Qualidade na Fabricação de Medicamentos: filosofia e elementos essenciais 1. Garantia da Qualidade 2. Boas Práticas de Fabricação para Medicamentos (BPF) 3. Controle de Qualidade 4. Sanitização e Higiene 5. Validação 6. Reclamações 7. Recolhimento de Produtos 20

21 Gerenciamento da Qualidade na Fabricação de Medicamentos: filosofia e elementos essenciais 8. Contrato de Fabricação e/ou de Análise 9. Auto-Inspeção e Auditoria da Qualidade 10. Pessoal 11. Instalações 12. Equipamentos 13. Materiais 14. Documentação 21

22 22

23 Premissas da ISO 9001:2000 Sistema da Qualidade é um conjunto de processos Enfoque de gerenciamento de processos Além da simples conformidade aos requisitos com o propósito da certificação Melhoria contínua pró-ativa

24 Premissas da ISO 9001: princípios Foco no cliente Liderança Envolvimento das pessoas Abordagem de processo Abordagem sistêmico para gestão Melhoria Contínua Abordagem factual para tomada de decisões Benefícios mútuos nas relações com os fornecedores

25 Novos sistemas de administração da Produção Just in Time - JIT Produzir bens e serviços exatamente no momento em que são necessários Material Requeriments Planning - MRP sistema informatizado que permite às empresas calcular quanto material de determinado tipo é necessário e em que momento

26 Sistema da Gestão da Qualidade é... A crença na capacidade do funcionário para resolver problemas A crença de que as pessoas que fazem o trabalho são mais capazes de melhorá-lo A crença de que todos são responsáveis pela qualidade 26

27 Gestão PESSOAS Custo AQUISIÇÃO GESTÃO PLANEJAMENTO Lucro VENDAS PRODUÇÃO

28 Sistema de Gestão da Qualidade Objetivos - Evitar riscos - Detectar desvios - Corrigir os erros - Melhorar a eficiência - Reduzir os custos Como implementar? Manual da Qualidade que define: - Estrutura organizacional - Pessoal - Responsabilidades - Os procedimentos e processos - Recursos - Documentação 28

29 Sistema da Gestão da Qualidade Controle de mudança Auditoria interna CAPA Ações corretivas e preventivas Qualificação de fornecedores Treinamentos Sistema de documentação Reclamações Qualificações (equipamentos) Metrologia Validações (processo produtivos, limpeza, metodologia analítica e transporte) Recebimento e inspeção Gerenciamento de Risco Revisão Anual de produto Liberação de produtos CEP Controle estatístico de processo

30 30

31 Padronização e melhoria Trilogia de Juran Ciclo PDCA Gerenciamento de melhoria e gerenciamento de rotina Ciclo PDCA na análise de problemas

32 Trilogia de Juran Planejamento da Qualidade Identificar clientes e determinar suas necessidades Controle da Qualidade Assegurar o cumprimento dos objetivos Melhoria da qualidade Processo para produzir com níveis superiores e inéditos de execução

33 Melhoria contínua KAIZEN Palavra japonesa que se refere à prática da melhoria contínua através de pequenas mudanças, utilizando-se de métodos, técnicas e da criatividade das pessoas no seu próprio setor de trabalho, em quaisquer níveis hierárquicos, sem maiores investimentos

34 Ciclo PDCA Processo de melhoria contínua Planejar (Plan) Coletar e analisar dados Agir (Act) Padronizar e aprender lições Verificar (Check) Mensurar e confirmar resultados Fazer (Do) Implementar o plano de melhoria

35 Gerenciamento de melhoria e da rotina Gerenciamento da melhoria Alta administração: sobrevivência e crescimento Apoio para cumprimento das políticas Gerenciamento da rotina Colaboradores: obediência aos padrões de trabalho Treinamento

GOP. Professor: Flávio Fernandes UNIP Administração Capítulo 20. Livro Base: SLACK, Nigel e outros. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 2009.

GOP. Professor: Flávio Fernandes UNIP Administração Capítulo 20. Livro Base: SLACK, Nigel e outros. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 2009. GOP Professor: Flávio Fernandes UNIP Administração Capítulo 20 Livro Base: SLACK, Nigel e outros. Administração da Produção. São Paulo: Atlas, 2009. Flávio Fernandes capítulo 20 1 Cap. 20 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Gerenciamento da Qualidade do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

Gerenciamento da Qualidade do Projeto (PMBoK 5ª ed.) Gerenciamento da Qualidade do Projeto (PMBoK 5ª ed.) Os projetos buscam sempre ter qualidade para atender à demanda do cliente. O gerenciamento da qualidade do projeto inclui os processos e as atividades

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II [Qualidade] Adriano J. Holanda 7/8/2017 Qualidade Definição: Do latim qualitas, qualidade é um atributo ou propriedade. Em negócios, engenharia e manufatura, qualidade tem o significado

Leia mais

Gerencial Industrial ISO 9000

Gerencial Industrial ISO 9000 Gerencial Industrial ISO 9000 Objetivo: TER UMA VISÃO GERAL DO UM SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE: PADRÃO ISO 9000 Qualidade de Processo Qualidade do produto não se atinge de forma espontânea. A qualidade

Leia mais

PRINCÍPIOS DE ADMINISTRAÇÃO ACH1113. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. ACH113 Princípios de Administração

PRINCÍPIOS DE ADMINISTRAÇÃO ACH1113. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. Profa. Sylmara Gonçalves Dias. ACH113 Princípios de Administração PRINCÍPIOS DE ADMINISTRAÇÃO ACH1113 Profa. Sylmara Gonçalves Dias Escola da qualidade e Administração participativa Agenda Afinal, o que é qualidade? A evolução do conceito Entendendo Escola da Qualidade

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL TOTAL QUALITY MANAGEMENT

GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL TOTAL QUALITY MANAGEMENT GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL TOTAL QUALITY MANAGEMENT FILME O PROBLEMA NÃO É MEU!!!! Conceituação de TQM TQM é o sistema de atividades dirigidas para se atingir clientes satisfeitos (delighted), empregados

Leia mais

Código de Hamurabi (2150 a.c)

Código de Hamurabi (2150 a.c) Profª Esp. Mônica Suely G. de Araujo Código de Hamurabi (2150 a.c) Se um construtor negociasse um imóvel que não fosse sólido o suficiente para atender a sua finalidade e desabasse, o construtor seria

Leia mais

Faculdade de Imperatriz FACIMP

Faculdade de Imperatriz FACIMP Faculdade de Imperatriz FACIMP Disciplina: Controle de Qualidade de Medicamentos Prof. Dr. Paulo Roberto da Silva Ribeiro 5 o Período de Farmácia e Bioquímica 1 o Semestre de 2007 Prof. Dr. Paulo Roberto

Leia mais

Comparação NBR ISO X RDC s ANVISA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE: NBR ISO 13485:2004 RCD 59:2000 PORTARIA 686:1998

Comparação NBR ISO X RDC s ANVISA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE: NBR ISO 13485:2004 RCD 59:2000 PORTARIA 686:1998 Comparação NBR ISO 13485 X RDC s ANVISA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE: NBR ISO 13485:2004 RCD 59:2000 PORTARIA 686:1998 Agenda Objetivo do estudo Visão Geral da NBR 13485:2004 Tendências mundiais Resultados

Leia mais

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade Formação Técnica em Administração Modulo de Padronização e Qualidade Competências a serem trabalhadas ENTENDER OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008 E OS SEUS PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS SISTEMA DE GESTÃO

Leia mais

Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos

Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos Vamos aprender um pouco mais sobre os grupos de processos dentro do Gerenciamento de Projetos. Basicamente são 5 grupos de processos, que são os estados

Leia mais

Módulo 8 Estrutura da norma ISO Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 8.4 e 8.5

Módulo 8 Estrutura da norma ISO Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 8.4 e 8.5 Módulo 8 Estrutura da norma ISO 9001-2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Requisitos 8.4 e 8.5 Estrutura da norma Sistema de Gestão da Qualidade 4 C L I E N R E Q U I S 5 Responsabilidade da

Leia mais

A evolução da RDC 47/2013

A evolução da RDC 47/2013 Boas Práticas de Fabricação para Produtos Saneantes Assesio Fachini Junior CRQ 04164030 Produtos Saneantes Os produtos saneantes são substâncias ou preparações destinadas à higienização, desinfecção ou

Leia mais

Gerenciamento da Qualidade

Gerenciamento da Qualidade Gerenciamento da Qualidade Aula 09 Prof. Ewerton Monti Objetivo principal das empresas: Satisfação das necessidades das pessoas. Incluindo consumidores, empregados, acionistas, sociedade, fornecedores

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL. Gestão da Qualidade Principais Teóricos da Qualidade. Prof. Fábio Arruda

ADMINISTRAÇÃO GERAL. Gestão da Qualidade Principais Teóricos da Qualidade. Prof. Fábio Arruda ADMINISTRAÇÃO GERAL Prof. Fábio Arruda Walter Andrew Shewhart 1891 1967 Físico, engenheiro e estatístico estaduninense, conhecido como o "Pai do controle estatístico da qualidade". Foi consultor de várias

Leia mais

Resolução CFF nº 406, de : Regula as atividades do farmacêutico na Indústria Cosmética, respeitadas as atividades afins com outras profissões.

Resolução CFF nº 406, de : Regula as atividades do farmacêutico na Indústria Cosmética, respeitadas as atividades afins com outras profissões. CONTINUAÇÃO ASPECTOS DESCRITOS NA: Resolução CFF nº 406, de 15.12.03: Regula as atividades do farmacêutico na Indústria Cosmética, respeitadas as atividades afins com outras profissões. Atividades do Farmacêutico

Leia mais

Elaboração: Professor José Silvino Filho Consultor de Projetos em Sistemas de Gestão da Qualidade e Documentação

Elaboração: Professor José Silvino Filho Consultor de Projetos em Sistemas de Gestão da Qualidade e Documentação Elaboração: Professor José Silvino Filho Consultor de Projetos em Sistemas de da Qualidade e Documentação e-mail: silvino.qualidade@gmail.com Telefone: (61) 3877-9576, 9631-3707 Sumário SGQ Princípios

Leia mais

FERRAMENTAS DE MELHORIA CONTÍNUA TQC; PDCA

FERRAMENTAS DE MELHORIA CONTÍNUA TQC; PDCA FERRAMENTAS DE MELHORIA CONTÍNUA TQC; PDCA TQC Definições e Conceitos TQC - Total Quality Control Qualidade Total) (Controle de O TQC não é a qualidade, mas um sistema de gerenciamento que permite chegar

Leia mais

AULA 02 Qualidade em TI

AULA 02 Qualidade em TI Bacharelado em Sistema de Informação Qualidade em TI Prof. Aderson Castro, Me. AULA 02 Qualidade em TI Prof. Adm. Aderson Castro, Me. Contatos: adersoneto@yahoo.com.br 1 Qualidade de Processo A Série ISO

Leia mais

Profª Mônica Suely G. de Araujo

Profª Mônica Suely G. de Araujo Profª Mônica Suely G. de Araujo Desempenho Características Confiabilidade Reputação 2 1 Durabilidade Utilidade Resposta Estética 3 Projeto Conformidade Capabi lidade Atendi mento ao Cliente Cultura da

Leia mais

DESCRITORES (TÍTULOS E TERMOS)

DESCRITORES (TÍTULOS E TERMOS) SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE FAMÍLIA NBR ISO 9000 INDEXAÇÃO TEMÁTICA Abordagem de processo [VT: Princípios de Gestão da Qualidade] 0.2 / 2.4 0.2 / 4.3 0.2 Abordagem de sistemas de gestão da qualidade

Leia mais

Processo Organizacional

Processo Organizacional Processo Organizacional Controle Controlar significa garantir que aquilo que foi planejado seja bem executado e que os objetivos estabelecidos sejam alcançados adequadamente. Monitoramento está presente

Leia mais

Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais

Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais Planejamento e Gestão da Qualidade 17.10.2011 SUMÁRIO Antes de 1750 1750 1800 1800 1890-1900 1920 1950 1950 1970 A

Leia mais

RAD1504 GESTÃO DA QUALIDADE I

RAD1504 GESTÃO DA QUALIDADE I RAD1504 GESTÃO DA QUALIDADE I Fundamentos de qualidade e de gestão da qualidade conceitos e evolução Profa. Márcia Mazzeo Grande Programação de aula Conceitos básicos de qualidade e controle da qualidade

Leia mais

PONTOS CRÍTICOS NAS INSPEÇÕES SANITÁRIAS

PONTOS CRÍTICOS NAS INSPEÇÕES SANITÁRIAS PONTOS CRÍTICOS NAS INSPEÇÕES SANITÁRIAS RDC 48/2013 Importante: Os produtos cosméticos não podem ter indicação ou menções terapêuticas. O Fabricante/Importador (detentor do registro/notificação) é responsável

Leia mais

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima Gerência de Projetos e Qualidade de Software Prof. Walter Gima 1 OBJETIVOS O que é Qualidade Entender o ciclo PDCA Apresentar técnicas para garantir a qualidade de software Apresentar ferramentas para

Leia mais

TÉCNICO EM MECÂNICA. Prof. Everson José Fernandes

TÉCNICO EM MECÂNICA. Prof. Everson José Fernandes TÉCNICO EM MECÂNICA Prof. Everson José Fernandes TÉCNICO EM MECÂNICA OBJETIVO: Curso Técnico em Mecânica tem por objetivo formar profissionais, cujas principais atividades são: elaboração de projetos de

Leia mais

Gurus da Qualidade. Walter Shewhart W. Edwards Deming Gestão da Qualidade. Cartas de controlo

Gurus da Qualidade. Walter Shewhart W. Edwards Deming Gestão da Qualidade. Cartas de controlo Gurus da Qualidade Gestão da Qualidade Licenciatura em Eng. Alimentar ESAC 2006/2007 Cartas de controlo Causas normais e causas especiais de variação Controlo estatístico do processo Ciclo PDCA Plan, Do,

Leia mais

Gurus da Qualidade. Walter Shewhart

Gurus da Qualidade. Walter Shewhart Gurus da Qualidade João Noronha ESAC/IPC Walter Shewhart 1891-1967 Cartas de controlo Causas normais e causas especiais de variação Controlo estatístico do processo Ciclo PDCA Plan, Do, Check, Act Ciclo

Leia mais

O ciclo PDCA da Validação

O ciclo PDCA da Validação O ciclo PDCA da Validação Júlio Cesar Bracale Agosto/2017 O ciclo PDCA é um método iterativo de gestão de quatro passos, utilizado para o controle e melhoria contínua de processos e produtos. Plan (Planejar)

Leia mais

Gestão da Qualidade. Profa. Dra. Márcia Mazzeo Grande. RAD1512 Administração: gestão e logística

Gestão da Qualidade. Profa. Dra. Márcia Mazzeo Grande. RAD1512 Administração: gestão e logística Gestão da Qualidade Profa. Dra. Márcia Mazzeo Grande RAD1512 Administração: gestão e logística Ambiente Estratégia de operações Estratégia Recursos de entradas a serem transformados Materiais, Informações,

Leia mais

MOTIVAÇÃO PARA A QUALIDADE

MOTIVAÇÃO PARA A QUALIDADE MOTIVAÇÃO PARA A QUALIDADE Irene Szyszka 07/11/2002 Lucem Sistemas Integrados de Gestão - Direitos Reservados 1 O QUE É MOTIVAÇÃO? MOTIVOS PARA AÇÃO??? Segundo Michaelis: Ato de motivar. Espécie de energia

Leia mais

Treinamento e-learning. Interpretação e implantação da ISO 9001:2015

Treinamento e-learning. Interpretação e implantação da ISO 9001:2015 Treinamento e-learning Interpretação e implantação da ISO 9001:2015 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa da

Leia mais

FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE ISO 19011:2012 PROF. NELSON CANABARRO

FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE ISO 19011:2012 PROF. NELSON CANABARRO FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE ISO 19011:2012 PROF. NELSON CANABARRO PRINCÍPIOS ISO 9001:2015 1. Foco no cliente 2. Liderança 3. Engajamento das pessoas 4. Abordagem de processo 5. Melhoria

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇÃO. AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Auditados. Tipo de Auditoria: Auditoria Interna: Data Realização: Responsável:

LISTA DE VERIFICAÇÃO. AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Auditados. Tipo de Auditoria: Auditoria Interna: Data Realização: Responsável: Tipo de Auditoria: Auditoria Interna: Data Realização: LISTA DE VERIFICAÇÃO AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Auditados Responsável: Norma de Referência: RDC 16:2013 Auditores: Requisito Descrição

Leia mais

GERENCIAMENTO DA QUALIDADE DO PROJETO

GERENCIAMENTO DA QUALIDADE DO PROJETO GERENCIAMENTO DA QUALIDADE DO PROJETO Planejar a Qualidade O gerenciamento da qualidade do projeto inclui os processos e as atividades da organização executora que determinam as políticas de qualidade,

Leia mais

Gurus da Qualidade. Gestão da Qualidade. Mestrado em Eng. Alimentar ESAC 2013/2014

Gurus da Qualidade. Gestão da Qualidade. Mestrado em Eng. Alimentar ESAC 2013/2014 Gurus da Qualidade Gestão da Qualidade Mestrado em Eng. Alimentar ESAC 2013/2014 Walter Shewhart 1891-1967 Cartas de controlo Causas normais e causas especiais de variação Controlo estatístico do processo

Leia mais

FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARTE 1

FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARTE 1 FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARTE 1 Curso realizado de 23 a 26 de agosto /2010 OBJETIVO PARTE 1: Capacitar os participantes para: Ter habilidade para avaliar os requisitos da

Leia mais

GESTÃO E QUALIDADE DE PROJETOS ESTRUTURAIS AULA 02

GESTÃO E QUALIDADE DE PROJETOS ESTRUTURAIS AULA 02 GESTÃO E QUALIDADE DE PROJETOS ESTRUTURAIS AULA 02 Qualidade Conceitos gerais Qualidade do projeto estrutural (NBR6118) O que é qualidade? É um instrumento de gestão Não existe um kit-qualidade É uma disciplina

Leia mais

Contextualização e noções básicas do CEQ

Contextualização e noções básicas do CEQ Contextualização e noções básicas do CEQ Conteúdo Programático MÓDULO 1: Previsão e Estimação da Demanda 1.1 Origem nas contribuições de Shewhart 1.2 Evolução e contexto histórico 1.3 A qualidade no contexto

Leia mais

ISO 9001: Abordagem de processo

ISO 9001: Abordagem de processo ISO 9001:2008 0.2. Abordagem de processo Apesar dos requisitos da ISO 9001 propriamente ditos só começarem no item 4 da norma, o item 0.2 Abordagem de processo, é uma exigência básica para a aplicação

Leia mais

Processo e Agentes da Gestão da Qualidade

Processo e Agentes da Gestão da Qualidade Gestão da Qualidade Processo e Agentes da Gestão da Qualidade Fernanda Villar Corrêa Vídeos - Empresa como Sistema - Gestão da Qualidade como Subsistema - Envolvem métodos de produção, avaliação

Leia mais

O USO DAS SETE FERRAMENTAS BÁSICAS DA QUALIDADE EM UMA EMPRESA MARANHENSE: um estudo de caso. Orientador: Prof. Dr. Ademir da Rosa Martins

O USO DAS SETE FERRAMENTAS BÁSICAS DA QUALIDADE EM UMA EMPRESA MARANHENSE: um estudo de caso. Orientador: Prof. Dr. Ademir da Rosa Martins UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO JAILSON RIBEIRO DOS ANJOS O USO DAS SETE FERRAMENTAS BÁSICAS DA QUALIDADE EM UMA EMPRESA MARANHENSE: um estudo de caso

Leia mais

Gestão da Qualidade. Ciclo PDCA

Gestão da Qualidade. Ciclo PDCA Gestão da Qualidade Ciclo PDCA Grupo 2 TM16N-1 Fabricio Silva Erivelton Souza Ivan Souza Renato Rezende Marcos Eduardo Introdução O Que é Ciclo PDCA? O ciclo PDCA se trata de uma ferramenta muito conhecida

Leia mais

PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA QUALIDADE

PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA QUALIDADE PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA QUALIDADE FUNDAMENTOS DA QUALIDADE Roteiro Visão sobre Cinco abordagens da Expectativa e percepção Possíveis lacunas (GAPs) O que dizem os gurus da 1 Planejamento e Controle da

Leia mais

TP GESTÃO DA QUALIDADE. FABIANO OSCAR DROZDA

TP GESTÃO DA QUALIDADE. FABIANO OSCAR DROZDA TP 069 - GESTÃO DA QUALIDADE FABIANO OSCAR DROZDA fabiano.drozda@ufpr.br extrínseca estruturada AULA 03 GURUS DA QUALIDADE Os gurus da qualidade Foram muitos os teóricos que ajudaram a construir a área

Leia mais

Gestão da Qualidade. Profa. Ms. Ana Cabanas 26/08/ Aula 1 - Plano de Ensino e Aprendizagem (PEA) Unidade1 História da Qualidade

Gestão da Qualidade. Profa. Ms. Ana Cabanas 26/08/ Aula 1 - Plano de Ensino e Aprendizagem (PEA) Unidade1 História da Qualidade Plano de Ensino e Aprendizagem (PEA) Gestão da Qualidade Unidade1 História da Qualidade Profa. Ms. Ana Cabanas Unidade 2 Perspectivas da Qualidade - Aula 1-1854 = FLORENCE NIGHTINGALE Guerra da Crimeia

Leia mais

Definição / Abordagem de Processos

Definição / Abordagem de Processos Definição / Abordagem de Processos Ao longo da história dos processos produtivos e administrativos, as organizações têm crescido em tamanho, complexidade e requisitos. Para assegurar a qualidade, a eficácia

Leia mais

Especialização em Métodos Estatísticos Computacionais

Especialização em Métodos Estatísticos Computacionais Gestão da Qualidade Lupércio França Bessegato Dep. Estatística/UFJF Roteiro 1. Filosofias da Qualidade e Estratégias de Gestão 2. Ciclo PDCA 3. Ferramentas de Gerenciamento 4. Seis Sigma 5. Referências

Leia mais

Aula 14. Controle Total da Qualidade EAD 762

Aula 14. Controle Total da Qualidade EAD 762 Aula 14 Os consumidores percebem maior risco na compra de serviços do que na compra de produtos Controle Total da Qualidade Os consumidores usam o preço e evidências EAD 762 físicas como as maiores pistas

Leia mais

ÍNDICE DO MÓDULO Atendimento ao cliente Reclamações dos clientes Controle de ensaios e calibrações não conformes

ÍNDICE DO MÓDULO Atendimento ao cliente Reclamações dos clientes Controle de ensaios e calibrações não conformes MÓDULO 4 REQUISITOS 4.7 - Atendimento ao cliente 4.8 - Reclamações dos clientes 4.9 - Controle de ensaios e calibrações não conformes 4.10 - Melhoria continua 4.11 - Ação corretiva 4.12 - Ação preventiva

Leia mais

Gestão da Qualidade. Profa. Ms. Ana Cabanas 02/09/ Aula 2 - QUALIDADE TOTAL QUALIDADE TOTAL QUALIDADE TOTAL

Gestão da Qualidade. Profa. Ms. Ana Cabanas 02/09/ Aula 2 - QUALIDADE TOTAL QUALIDADE TOTAL QUALIDADE TOTAL Gestão da Qualidade Profa. Ms. Ana Cabanas - Aula 2 - QUALIDADE TOTAL Qualidade Assegura 1980 Aspectos segurança e responsabilidade civil Produto/serviço QUALIDADE TOTAL QUALIDADE TOTAL ISO 9000 Década

Leia mais

1 Crie uma visão consistente para a melhoria de um produto ou serviço. 2 Adote a nova filosofia e assuma a sua liderança na empresa.

1 Crie uma visão consistente para a melhoria de um produto ou serviço. 2 Adote a nova filosofia e assuma a sua liderança na empresa. OS MESTRES DA QUALIDADE DEMMING O essencial da obra: Deming considera não ser suficiente cumprir as especificações. É preciso utilizar os instrumentos de controle estatístico de qualidade, em vez da mera

Leia mais

Introdução à Qualidade

Introdução à Qualidade Introdução à Qualidade Professor: Leandro Zvirtes UDESC/CCT 1 Introdução A Gerência da Qualidade quando focada na busca pela Qualidade Total possibilita a empresa dirigir seus esforços para: Melhorar de

Leia mais

Definição. RDC 17: 16 de abril de Validação de metodologia analítica

Definição. RDC 17: 16 de abril de Validação de metodologia analítica Validação de metodologia analítica Definição RDC 17/2010: Ato documentado que atesta que qualquer procedimento, processo, equipamento, operação, material ou sistema realmente conduza ao resultado esperado.

Leia mais

(DESENVOLVIMENTO, QUALIFICAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE)

(DESENVOLVIMENTO, QUALIFICAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE) 1/9 (DESENVOLVIMENTO, QUALIFICAÇÃO, MANUTENÇÃO E CONTROLE) Elaborado Aprovado Adilson Ferreira Nunes (Gestor do SGQ) Mauricio de Souza (Supervisor Compras) 2/9 Índice 1. O MANUAL DO FORNECEDOR... 3 INTRUDUÇÃO...

Leia mais

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 1. A Norma NBR ISO 9001:2000 A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 A ISO International Organization for Standardization, entidade internacional responsável

Leia mais

ABORDAGEM INICIAL DA INTER-RELAÇÃO DE ITENS DAS NORMAS ISO 9001:2008 e 14001:2004

ABORDAGEM INICIAL DA INTER-RELAÇÃO DE ITENS DAS NORMAS ISO 9001:2008 e 14001:2004 ABORDAGEM INICIAL DA INTER-RELAÇÃO DE ITENS DAS NORMAS ISO 9001:2008 e 14001:2004 JOSÉ EDUARDO DO COUTO BARBOSA 1 ALAN FERNANDO TORRES 2 RESUMO A utilização de sistemas integrados se torna, cada vez mais,

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade em Laboratórios - Norma ISO/IEC 17025

Sistema de Gestão da Qualidade em Laboratórios - Norma ISO/IEC 17025 Sistema de Gestão da Qualidade em Laboratórios - Norma ISO/IEC 17025 Prof. Dr. Igor Renato B. Olivares Professor IQSC/USP Avaliador Cgcre (Inmetro) www.qualilab.net Evolução Histórica da Qualidade Pré-História

Leia mais

Administração de Projetos

Administração de Projetos Administração de Projetos gerenciamento do escopo Prof. Robson Almeida Gerenciamento do Escopo Sendo o primeiro passo do Planejamento do Projeto, esta fase identifica e documenta o trabalho que produzirá

Leia mais

A Experiência da Clínica Multiperfil na Implementação do Sistema de Gestão da Qualidade

A Experiência da Clínica Multiperfil na Implementação do Sistema de Gestão da Qualidade A Experiência da Clínica Multiperfil na Implementação do Sistema de Gestão da Qualidade Marcio Cardoso, Nelma Davis, Henriques Nunda e Nelson Cassende Data: 08/11/2017 O que é Qualidade? Um produto ou

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE SERTÃOZINHO ERICK APARECIDO DIAS PEREIRA KEILA ANDRADE VITOR

FACULDADE ANHANGUERA DE SERTÃOZINHO ERICK APARECIDO DIAS PEREIRA KEILA ANDRADE VITOR FACULDADE ANHANGUERA DE SERTÃOZINHO ERICK APARECIDO DIAS PEREIRA KEILA ANDRADE VITOR A.T.P.S GESTÃO DA QUALIDADE SERTÃOZINHO-SP 2012 FACULDADE ANHANGUERA DE SERTÃOZINHO ERICK APARECIDO DIAS PEREIRA KEILA

Leia mais

Administração de Projetos

Administração de Projetos Administração de Projetos gerenciamento do escopo Prof. Robson Almeida Gerenciamento do Escopo Sendo o primeiro passo do Planejamento do Projeto, esta fase identifica e documenta o trabalho que produzirá

Leia mais

Módulo 7 Estrutura da norma ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 8.1, 8.2 e 8.3

Módulo 7 Estrutura da norma ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 8.1, 8.2 e 8.3 Módulo 7 Estrutura da norma ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Requisitos 8.1, 8.2 e 8.3 Estrutura da norma Sistema de Gestão da Qualidade 4 C L I E N R E Q U I S 5 Responsabilidade

Leia mais

Gestão da Qualidade 1

Gestão da Qualidade 1 Gestão da Qualidade 1 Gestão da Qualidade Total (TQM) 2 QUALIDADE TOTAL GARANTIA DA QUALIDADE CONTROLE DA QUALIDADE INSPEÇÃO PROCESSO PREVENÇÃO PESSOAS 3 Oito princípios de Gestão da Qualidade Foco no

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Qualidade de Software Prof. Sam da Silva Devincenzi sam.devincenzi@gmail.com Com o surgimento da Revolução Industrial, a produção em massa de bens manufaturados se tornou possível através da divisão do

Leia mais

Luis Cordeiro de Barros Filho Engenheiro Eletricista/Eletrônico pela UFPE;

Luis Cordeiro de Barros Filho Engenheiro Eletricista/Eletrônico pela UFPE; GESTÃO DA QUALIDADE EM SERVICOS FERRAMENTAS DE GESTAO Luis Cordeiro de Barros Filho Engenheiro Eletricista/Eletrônico pela UFPE; Mestrado em Engenharia de Sistemas (Engenharia de Produção/ Manutenção),

Leia mais

1. Principais diferenças 2008/ 2015

1. Principais diferenças 2008/ 2015 1. Principais diferenças 2008/ 2015 1.1. Objetivos da revisão da norma e campo de aplicação Fig. 1 Objetivos de revisão da norma A Norma é aplicável a todas as organizações que necessitam demonstrar a

Leia mais

Técnicas Industriais Japonesas. Fernando Deschamps

Técnicas Industriais Japonesas. Fernando Deschamps Técnicas Industriais Japonesas Fernando Deschamps fernando.deschamps@ufpr.br Técnicas Industriais Japonesas QUALIDADE, DESPERDÍCIO E VARIABILIDADE Bibliografia recomendada CORREA, H.L.; CORREA, C.A. Administração

Leia mais

Aula 03 Conceitos Atuais de Manutenção

Aula 03 Conceitos Atuais de Manutenção TPM. (Total Productive Maintenance): O TPM consiste em um procedimento de administração da manutenção que teve início por volta dos anos 50 e apresentou resultados expressivos na economia Japonesa na década

Leia mais

1.3 Consequências da adoção dos conceitos e premissas da Gestão da Qualidade; UNIDADE II? GURUS DA GESTÃO DA QUALIDADE E SUAS LINHAS DE PENSAMENTO

1.3 Consequências da adoção dos conceitos e premissas da Gestão da Qualidade; UNIDADE II? GURUS DA GESTÃO DA QUALIDADE E SUAS LINHAS DE PENSAMENTO Página: 1/5 GESTÃO DA QUALIDADE EMENTA Visão histórica da evolução da gestão empresarial e as contribuições das diversas escolas de administração para a gestão da qualidade As idéias, fundamentos e metodologias

Leia mais

Gerenciamento da Qualidade do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

Gerenciamento da Qualidade do Projeto (PMBoK 5ª ed.) Gerenciamento da Qualidade do Projeto (PMBoK 5ª ed.) Os projetos buscam sempre ter qualidade para atender à demanda do cliente. O gerenciamento da qualidade do projeto inclui os processos e as atividades

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Aula 01 - Conceitos Iniciais Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Agenda História. Definindo a qualidade, Qualidade Total. Os pilares da qualidade de software. Custos da

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE Prof. FLÁVIO TOLEDO

GESTÃO DA QUALIDADE Prof. FLÁVIO TOLEDO GESTÃO DA QUALIDADE Prof. FLÁVIO TOLEDO O QUE É QUALIDADE? (JURAN,1992) Qualidade possui duas definições: 1. qualidade são aquelas características do produto que atendem as necessidades dos clientes e,

Leia mais

QUALIDADE Grau até o qual um conjunto de características satisfaz as necessidades! Cumprimento dos requisitos pré determinados no Escopo do projeto;

QUALIDADE Grau até o qual um conjunto de características satisfaz as necessidades! Cumprimento dos requisitos pré determinados no Escopo do projeto; SETOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL Prof.ª: MSc.: Heloisa Fuganti Campos 2 COMPETITIVIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL INTRODUÇÃO SATISFAÇÃO DOS CLIENTES! INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO ISO 9001 ISO /03/2015 QUALIDADE! GERENCIAMENTO DE PROJETOS GESTÃO DE QUALIDADE

INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO ISO 9001 ISO /03/2015 QUALIDADE! GERENCIAMENTO DE PROJETOS GESTÃO DE QUALIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL INTRODUÇÃO 2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Prof.: Heloisa Campos COMPETITIVIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL SATISFAÇÃO DOS CLIENTES! INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO

Leia mais

GESTÃO LABORATORIAL. Adilson Alves Médico, Patologista Clínico 08 de Novembro de 2017

GESTÃO LABORATORIAL. Adilson Alves Médico, Patologista Clínico 08 de Novembro de 2017 GESTÃO LABORATORIAL Adilson Alves Médico, Patologista Clínico 08 de Novembro de 2017 Introdução a batalha dos 70%... Exames influenciam cerca de 70% das decisões clínicas (?) Cerca de 70% dos registos

Leia mais

Administração. Ciclo PDCA. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Ciclo PDCA. Professor Rafael Ravazolo. Administração Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX CICLO PDCA O é composto por um conjunto de ações em sequência, dada pela ordem estabelecida pelas letras que

Leia mais

PPCP Controle da Qualidade Total TQC (Total Quality Control)

PPCP Controle da Qualidade Total TQC (Total Quality Control) PPCP Controle da Qualidade Total TQC (Total Quality Control) Prof. Nilton Ferruzzi 1 CNCEITS DE QUALIDADE - W. EDWARDS DEMING Reconhecido mundialmente como o grande promotor do Controle da Qualidade no

Leia mais

ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS

ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS 1 ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS Introdução Histórico Foco Sistema Prêmios de Excelência Sistema de Gestão da Qualidade Normas da Família ISO 9000 Proliferação de Normas Nacionais de Garantia da Qualidade

Leia mais

QUALIDADE TOTAL NAS EMPRESAS

QUALIDADE TOTAL NAS EMPRESAS QUALIDADE TOTAL NAS EMPRESAS PREFÁCIO O Programa 5S surgiu, no início da década de 1960, quando a equipe do Prof. Kaoru Ishikawa lançou um método de combate aos desperdícios visando otimizar os parcos

Leia mais

Por Constantino W. Nassel

Por Constantino W. Nassel NORMA ISO 9000 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2000 REQUISITOS E LINHAS DE ORIENTAÇÃO PARA IMPLEMENTAÇÃO Por Constantino W. Nassel CONTEÚDOS O que é a ISO? O que é a ISO 9000? Histórico Normas

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Lista de Exercícios AV2 Questão 1 Quais os 2 aspectos que, basicamente, a qualidade de software é avaliada? Questão 1 Resposta

Leia mais

AO aula 12 GESTÃO E BENCHMARKING. Prof. Wilson LAPO

AO aula 12 GESTÃO E BENCHMARKING. Prof. Wilson LAPO AO aula 12 GESTÃO E BENCHMARKING Prof. Wilson LAPO 1 Excelência é uma habilidade que se conquista com treinamento e prática. Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um ato,

Leia mais

INVESTIGAÇÃO DE NÃO- CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVAS. Bárbara Pereira Albini

INVESTIGAÇÃO DE NÃO- CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVAS. Bárbara Pereira Albini INVESTIGAÇÃO DE NÃO- CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVAS Bárbara Pereira Albini Mini currículo Farmacêutica Industrial e Bioquímica pela UFPR Especialista em Gestão e tecnologia farmacêutica Engenharia farmacêutica

Leia mais

Unidade III GESTÃO DAS OPERAÇÕES. Prof. Me. Livaldo dos Santos

Unidade III GESTÃO DAS OPERAÇÕES. Prof. Me. Livaldo dos Santos Unidade III GESTÃO DAS OPERAÇÕES PRODUTIVAS Prof. Me. Livaldo dos Santos Planejamento e controle da produção - Objetivos Objetivos da unidade: Apresentar as definições e conceitos, importantes para o entendimento

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA

RELATÓRIO DE AUDITORIA DATA DA AUDITORIA: 24 de abril 2015 AUDITOR: Carlos César Fiocchi Farmacêutico RG:15.726.026-4 CRF-SP: 14093 EMPRESA: Razão Social: Mader Comercial Importadora Química e Farmacêutica Ltda Nome Fantasia:

Leia mais

ANVISA BPF, PROCESSO DE FABRICAÇÃO E SISTEMA DE CODIFICAÇÃO

ANVISA BPF, PROCESSO DE FABRICAÇÃO E SISTEMA DE CODIFICAÇÃO ANVISA BPF, PROCESSO DE FABRICAÇÃO E SISTEMA DE CODIFICAÇÃO Artur J. Gradim ANVISA BRASÍLIA 14 DE Agosto de 2006 PORQUE BOAS PRÁTICAS E NÃO SÓ PRÁTICAS BOAS: (Plural feminino do adjetivo bom) Bom: que

Leia mais

BPF BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO PARA EXCIPIENTES FARMACÊUTICOS. RDC nº 34/2015 ANVISA

BPF BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO PARA EXCIPIENTES FARMACÊUTICOS. RDC nº 34/2015 ANVISA Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) no dia 10 de Agosto a RDC nº 34/2015 que determina o cumprimento das Boas Práticas de Fabricação para empresas fabricante de excipientes farmacêuticos. A

Leia mais

Implementação de BPF e APPCC Responsabilidade

Implementação de BPF e APPCC Responsabilidade Implementação de BPF e APPCC Responsabilidade 1 PORQUE QUALIDADE? A MAIORIA DOS CLIENTES NÃO SE QUEIXA DA MÁ QUALIDADE Eles mudam de fornecedor Sem qualidade não se sobrevive! 2 As legislações vigentes

Leia mais

Processos de Gerenciamento da Qualidade

Processos de Gerenciamento da Qualidade Gerenciamento da Qualidade Processos de Gerenciamento da Qualidade Processos de Gerenciamento da Qualidade Gerenciamento da Qualidade Processos que determinam as responsabilidades, os objetivos e as políticas

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇÃO

LISTA DE VERIFICAÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÃO Tipo de Auditoria: AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Auditados Data Realização: Responsável: Norma de Referência: NBR ISO 9001:2008 Auditores: 4 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

Leia mais

QUALIDADE TOTAL NAS EMPRESAS

QUALIDADE TOTAL NAS EMPRESAS QUALIDADE TOTAL NAS EMPRESAS PREFÁCIO O Programa 5S surgiu, no início da década de 1960, quando a equipe do Prof. Kaoru Ishikawa lançou um método de combate aos desperdícios visando otimizar os parcos

Leia mais

Processo Organizacional

Processo Organizacional Processo Organizacional Direção Processo de trabalhar com pessoas para possibilitar a realização de objetivos. Representa a implantação daquilo que foi planejado e organizado: dinamiza a empresa, faz as

Leia mais

Processo Organizacional

Processo Organizacional Processo Organizacional Direção Processo de trabalhar com pessoas para possibilitar a realização de objetivos. Representa a implantação daquilo que foi planejado e organizado: dinamiza a empresa, faz as

Leia mais

RDC Nº DE OUTUBRO DE 2013 Boas Práticas de Fabricação para Produtos Saneantes Calibração, Qualificação e Validação

RDC Nº DE OUTUBRO DE 2013 Boas Práticas de Fabricação para Produtos Saneantes Calibração, Qualificação e Validação RDC Nº 47 25 DE OUTUBRO DE 2013 Boas Práticas de Fabricação para Produtos Saneantes Calibração, Qualificação e Validação SILVIA RINALDI CRQ 04365101 silvia.rinaldi@manserv.com.br Calibração e Qualificação

Leia mais

Introdução ao Controle de Qualidade. Curso: Engenharia Mecatrônica Disciplina: Metrologia Prof. Ricardo Vitoy

Introdução ao Controle de Qualidade. Curso: Engenharia Mecatrônica Disciplina: Metrologia Prof. Ricardo Vitoy Introdução ao Controle de Qualidade Curso: Engenharia Mecatrônica Disciplina: Metrologia Prof. Ricardo Vitoy Pensar... O que é Qualidade? O que representa o termo Qualidade Total? Como surgiu? Por que

Leia mais

Grupo de Extensão em Sistemas de Gestão Ambiental. Sistema de Gestão Ambiental

Grupo de Extensão em Sistemas de Gestão Ambiental. Sistema de Gestão Ambiental Grupo de Extensão em Sistemas de Gestão Ambiental Sistema de Gestão Ambiental 10 SIGA 25 de agosto de 2013 PANGeA O grupo iniciou suas atividades em 2005. Constituído por alunos da ESALQ Projetos internos

Leia mais

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Histórico e Introdução a Qualidade. CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Histórico e Introdução a Qualidade. CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA CURSO DE GRADUAÇÃO e DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ITA 2º SEMESTRE 2002 CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software Prof. Dr. Adilson Marques da Cunha Histórico e Introdução a Qualidade CES-32

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE PARTE 1

MANUAL DA QUALIDADE PARTE 1 MANUAL DA QUALIDADE PARTE 1 qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuio pasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl zxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiop Manual da Qualidade Total 20/06/2014

Leia mais