PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE TRABALHO DOCENTE PTD 2015"

Transcrição

1 DISCIPLINA: Atletismo e Múltiplas Vivências Turno: Matutino PROFESSOR: Cristina Silva da Mata SÉRIE: Ensino Fundamental PERÍODO: 2015 Atletismo Identificar e vivenciar as modalidades do atletismo, participando de situações de competição Referências Bibliográficas do Atletismo: Instigar a prática a partir da visualização de imagens, vídeos, e reportagens jornalísticas de competições (Mundiais e Olímpicas) de corridas, arremessos, lançamentos e saltos. Bastões de corrida de revezamento; barreiras de corrida adaptados, blocos de largada adaptados; barra, suportes, cordas, varas e colchão para salto em altura e com vara; peso, disco, dardo e martelo de arremessos e lançamentos. Por meio de registro (do professor e aluno), observação e prática das diversas modalidades do atletismo. BOZZOLI, C.; et ali. Miniatletismo iniciação ao esporte: guia prático de Atletismo para crianças. IAAF, CBAt / IAAF. Regras oficiais de Competição : versão oficial para o Brasil. OLIVEIRA, M.C.M. Atletismo escolar: uma proposta de ensino na educação infantil. RJ: Sprint, COICEIRO, G.A exercícios e jogos para o atletismo. 2 ed. RJ: Sprint, FERNANDES, J.L. Atletismo: Corridas. São Paulo: EPU, FERNANDES, J.L. Atletismo: Lançamentos e arremesso. 2.ed. São Paulo: EPU, FERNANDES, J.L. Atletismo: Saltos. São Paulo: EPU, FERREIRA, S.L.; et ali. Recreação jogos recreação. Rio de Janeiro: Sprint, FRÓMETA, E.R.; TAKAHASHI, K. Guia metodológico de exercícios em Atletismo: formação, técnica e treinamento. Porto Alegre: Artmed, GOMES, A.O.; MATTHIESEN, S.Q. A História do lançamento do dardo nas aulas de Educação Física. Rio Claro: Unesp, KRING, R.F. Atletismo nas escolas: guia prático de treinamento. São Paulo: Cultrix, MATTHIESEN, S.Q. Atletismo: se aprende na escola. Jundiaí: Fontoura, OLIVEIRA, A.A.B.; et ali. Ensinando e aprendendo esportes no Programa Segundo Tempo. v.1. Maringá: Eduem, p.

2 Basquetebol Estudar e praticar os fundamentos do basquete enquanto uma atividade corporal e cooperativa Compreender e vivenciar os fundamentos da modalidade, acompanhar grandes competições como NBA e NBB e a partir da reprodução de gestos técnicos, transformá-los; vídeos, fotos, slides, reportagens jornalistas. Bolas de basquetebol; cones grandes e pequenos, e arcos para fundamentos; coletes para competições dinâmicas. compreenda e explique por meio de avaliações orais, observacionais, e escritas as regras e fundamentos do basquetebol. Referências Bibliográficas do Basquete: ALMEIDA, M.B. Basquetebol: 1000 exercícios. 4 ed. Rio de Janeiro: Sprint, DAIUTO, M. Basquete: metodologia do ensino. 6 ed. São Paulo: Hemus, MELO, R.S. Esportes de Quadra. 2 ed. Rio de Janeiro: Sprint, p. OLIVEIRA, A.A.B.; et ali. Ensinando e aprendendo esportes no Programa Segundo Tempo. v.1. Maringá: Eduem, p. OLIVEIRA, V. Ciência do basquetebol: pedagogia e metodologia da iniciação à especialização. Londrina: Midiograf, 2004.

3 Handebol Vivenciar as regras e fundamentos básicos do Handebol. Analisar o surgimento e evolução do esporte a partir de vídeos/slides da prática do esporte de referência como Competições Mundiais, Olímpicas e Nacionais. Cones grandes e pequenos; bolas de handebol e de medicine Ball de 1kg; bomba de ar para encher as bolas; luvas de goleiro; Coletes de diversas cores para competições. A partir da vivência de regras e fundamentos espera-se que o aluno possa explicar e registrar por meio de avaliações os fundamentos e regras do Handebol. Referências Bibliográficas do Handebol: KALININE, I.; SCHONARDIE FILHO, L. Handebol: programa didático para estudantes universitários. Ijuí: Unijuí, MELO, R.S. Esportes de Quadra. 2 ed. Rio de Janeiro: Sprint, p. MENDES, J.C. O processo de ensino, aprendizagem, treinamento do handebol no estado do Paraná. Florianópolis: UFSC, OLIVEIRA, A.A.B.; et ali. Ensinando e aprendendo esportes no Programa Segundo Tempo. v.1. Maringá: Eduem, p. SANTOS, R. Handebol: 1000 exercícios. 6 ed. Rio de Janeiro: Sprint, 2012.

4 Futebol Compreender e experienciar o Futebol como lazer, esporte de rendimento, condicionamento físico e seus benefícios à saúde. Propiciar a visualização de competições nacionais e internacionais que demonstrem a relação entre o futebol fora e dentro da escola. Exposição de vídeos, fotos, slides e reportagens jornalísticas. Cartões amarelos e vermelhos e apitos; cones grandes e pequenos, arcos bolas de futebol, bomba de ar para encher as bolas, e luvas de goleiro para fundamentos; coletes de diversas cores para competições e prática dos fundamentos; entenda e pratique os diversos fundamentos do futebol, e formas de praticas como o futebol de lazer e o de rendimento. Referências Bibliográficas do Futebol: ARRUDA, M.; BOLÃNOS, M.A.C. Treinamento para jovens futebolistas. São Paulo: Phorte, COIMBRA, E.A. Método sensorial no futebol: da infância à fase adulta. Rio de Janeiro: Mauad, DAOLIO, Jocimar. Futebol, cultura e sociedade. Campinas: Autores Associados, OLIVEIRA, A.A.B.; et ali. Ensinando e aprendendo esportes no Programa Segundo Tempo. v.1. Maringá: Eduem, p. TORRELLES, A.S.; ALCARAZ, C.F. Escolas de futebol: manual para organização e treinamento. Porto Alegre: Artmed, 2003.

5 Voleibol Assimilar e praticar as diversas evoluções das regras e fundamentos específicos do voleibol. Promover o olhar crítico por meio da observação das regras do voleibol e a influência da mídia nas evoluções do esporte. Exposição de vídeos, fotos, slides e reportagens jornalísticas. Rede de vôlei, postes de suporte de rede; cones pequenos e arcos para fundamentos; bolas de voleibol e bolas de medicine Ball de 1kg; bomba de ar. A partir das aulas almejase que o aluno analise e seja capaz de explicar a evolução do voleibol, a transformação de suas regras, e que atue de forma ativa em situações de jogo. Referências Bibliográficas do Voleibol: CARVALHO, O.M. Voleibol: 1000 exercícios. 7 ed. Rio de Janeiro: Sprint, COLLET, C. Processo de ensino, aprendizagem, treinamento no voleibol infantil masculino em Santa Catarina. Maringá: Revista da Educação Física/UEM, MELO, R.S. Esportes de Quadra. 2 ed. Rio de Janeiro: Sprint, p. OLIVEIRA, A.A.B.; et ali. Ensinando e aprendendo esportes no Programa Segundo Tempo. v.1. Maringá: Eduem, p.

6 Depreender a partir da Esporte Futsal prática, as diferenciações e a evolução do Futebol para o Futsal, e a transformação das regras. Referências Bibliográficas do Futsal: Desenvolver o interesse dos alunos pela prática do Futsal e seus fundamentos a partir da apreciação dos treinos e competições da equipe local de Futsal. Transporte dos alunos para treinos e competições da equipe de futsal local; medalhas para competições internas; cones grandes e pequenos; arcos; bolas de futsal e luvas de goleiro; bomba de ar para encher bolas; coletes de diversas cores. compreenda os fundamentos básicos do futsal: passe, chute, drible, finta, defesa e as regras básicas do esporte. BARBIERI, F.A. Futsal: conhecimentos teórico-práticos para o ensino e o treinamento. Jundiaí: Fontoura, COSTA JÚNIOR, E.F.; et ali. Futsal: teoria e prática. Rio de Janeiro: Sprint, MELO, R.S. Esportes de Quadra. 2 ed. Rio de Janeiro: Sprint, p. MELO, R.S. Futsal: 1000 exercícios. 5 ed. Rio de Janeiro: Sprint, MELO, R.S.; MELO, L.B.S. Ensinando futsal. Rio de Janeiro: Sprint, OLIVEIRA, A.A.B.; et ali. Ensinando e aprendendo esportes no Programa Segundo Tempo. v.1. Maringá: Eduem, p. TENROLLER, C.A. Futsal: ensino e prática. Canoas: Ulbra, 2004.

7 Xadrez Referências Bibliográficas do Xadrez: Entender por meio da vivência, o jogo e suas estratégias, o contexto histórico em que foi construído o Xadrez. Instigar a prática do xadrez e a compreensão dos benefícios do esporte; compreender a evolução do xadrez e das suas regras. Tabuleiro de xadrez grande (alumínio) e peças de xadrez grandes com ímã para explicações. Tabuleiros, peças e relógios (cronômetros) para jogos de xadrez. compreenda as diversas particularidades e regras do xadrez, bem como as técnicas e táticas do esporte. BECKER, I. Manual de Xadrez: generalidades, aberturas, meio-jogo, finais, partidas. São Paulo: Nobel, FIDE (Federação Internacional de Xadrez). Leis do Xadrez da FIDE. FIDE, GIRONA, P.C.; et ali. Xadrez para crianças. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, GUARAPUAVA. Projeto xadrez escolar: G2000. Guarapuava: Banestado, LASKER, E. Chess Strategy. Project Gutenberg ebook, MANZANO, A.L.; VILA, J.S. Iniciação ao Xadrez. 6 ed. Porto Alegre: Artmed, MILOS JÚNIOR, G.; D ISRAEL, D. Xeque-mate: o xadrez nas escolas. Americana-SP: Adonis, 2000.

PLANO DE DISCIPLINA DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE DISCIPLINA DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME: EDUCAÇÃO FÍSICA II PLANO DE DISCIPLINA DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR CURSO: TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO ANO: 2º CARGA HORÁRIA: 3 A/S - 120 H/A 100 H/R DOCENTE RESPONSÁVEL: ANA

Leia mais

CMT Colégio Militar Tiradentes. Ficha de Inscrição

CMT Colégio Militar Tiradentes. Ficha de Inscrição MODALIDADE: FUTSAL Nº Nome Completo do Atleta MODALIDADE: FUTSAL Nº Nome Completo do Atleta Brasília, de Junho de 25. MODALIDADE: Voleibol CMT Colégio Militar Tiradentes Nº Nome Completo do Atleta 11 12

Leia mais

Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados)

Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados) Nome: Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados) Observe a figura acima e responda as questões a seguir: 1. A sequência se refere à prova de. 2. Em que distâncias essa prova

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

EEB SÃO JOÃO BATISTA

EEB SÃO JOÃO BATISTA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE EEB SÃO JOÃO BATISTA Coordenador Institucional: Marcilene Pöpper Gomes Coordenador de Área: João Derli Souza Santos Professor(a) Supervisor(a): Carla Regiane Vargas

Leia mais

Nº ATLETA DATA DE NASC MATRÍCULA 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Nº ATLETA DATA DE NASC MATRÍCULA 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 PRÓ-REITORIA DE ENSINO IV JOGOS DO IFCE - SOBRAL 0 MODALIDADE: BASQUETEBOL FEMININO Nº ATLETA DATA DE NASC MATRÍCULA 9 0 PRÓ-REITORIA DE ENSINO IV JOGOS DO IFCE - SOBRAL 0 MODALIDADE: BASQUETEBOL MASCULINO

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANO DE TRABALHO DOCENTE EDUCAÇÃO FÍSICA PLANO DE TRABALHO DOCENTE EDUCAÇÃO FÍSICA PROF. RAVILSON CAMPINA DO SIMÃO/2012 SÉRIE: 7ª TURMA: A/B/C HORAS/AULA: 03 PERÍODO: 08/02/2012 a 19/12/2011 populares -Elástico, 5 maria bulica, bets,peteca, queimada

Leia mais

DIA 01/07 Segunda-feira ABERTURA OFICIAL 19 HORAS GINÁSIO POLIESPORTIVO

DIA 01/07 Segunda-feira ABERTURA OFICIAL 19 HORAS GINÁSIO POLIESPORTIVO DIA 01/07 Segunda-feira ABERTURA OFICIAL 19 HORAS GINÁSIO POLIESPORTIVO DIA 02/07 Terça-feira HORÁRIO MODALIDADE INSTITUIÇÃO LOCAL 08:00 ATLETISMO 100 M F 1ª BATERIA PISTA IF 08:00 NAT. 50 M LIVRE M 1ª

Leia mais

Atletismo na escola, uma possibilidade de ensino. E.E. Alfredo Paulino. Professor(es) Apresentador(es): Prof. Eduardo Maia Simões.

Atletismo na escola, uma possibilidade de ensino. E.E. Alfredo Paulino. Professor(es) Apresentador(es): Prof. Eduardo Maia Simões. Atletismo na escola, uma possibilidade de ensino E.E. Alfredo Paulino Professor(es) Apresentador(es): Prof. Eduardo Maia Simões Realização: Foco do Projeto O foco era oferecer aos alunos dos 4ºs. Anos

Leia mais

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS E RECURSOS DIDÁTICOS

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS E RECURSOS DIDÁTICOS , PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2014 DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 2ºB ano BIMESTRE: 1º PROFESSORA: SELMA MARIA DE MELLO DE SOUZA FREIRE CONTEÚDO ESTRUTURAN TE CONTEÚDOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA/ OBJETIVOS

Leia mais

Eletiva: Somando Medalhas

Eletiva: Somando Medalhas Eletiva: Somando Medalhas E.E.E.I. Olímpio Catão Professor(es) Apresentador(es): Cristina Lucas Costa Silvia Helena Zonzini Realização: Foco do Projeto Experimentação de práticas esportivas. Conhecimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - IFPI CAMPUS FLORIANO EDITAL Nº 003/2016, DE 14 DE JANEIRO DE 2016 Seleção para Alunos de Pós-Graduação Lato Sensu para

Leia mais

OPapeldoesportenaescola; Porque somente os Esportes Coletivos são trabalhados na escola; Como trabalhar os esportes individuais na escola;

OPapeldoesportenaescola; Porque somente os Esportes Coletivos são trabalhados na escola; Como trabalhar os esportes individuais na escola; OPapeldoesportenaescola; Porque somente os Esportes Coletivos são trabalhados na escola; Como trabalhar os esportes individuais na escola; Introdução ao Atletismo; 1 PCN Parâmetro Curricular Nacional A

Leia mais

ATLETISMO. Osvaldo Tadeu da Silva Junior

ATLETISMO. Osvaldo Tadeu da Silva Junior ATLETISMO Osvaldo Tadeu da Silva Junior OBJETIVO DA DISCIPLINA Conhecer, compreender e analisar os processos de ensino aprendizagem e treinamento das corridas; Conhecer, compreender e analisar os processos

Leia mais

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ANEXO I UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE COLÉGIO DA UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM 1. Curso: Missão do Colégio: Promover o desenvolvimento do cidadão e, na sua ação educativa,

Leia mais

SÃO LUÍS/MA 23 A 30 DE AGOSTO DE 2013 BOLETIM OFICIAL GERAL

SÃO LUÍS/MA 23 A 30 DE AGOSTO DE 2013 BOLETIM OFICIAL GERAL SÃO LUÍS/MA 23 A 30 DE AGOSTO DE 2013 BOLETIM OFICIAL GERAL Nº 01 23/08/2013 2 COMITÊ DE HONRA GOVERNADORA DO ESTADO DO MARANHÃO Roseana Sarney Murad PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO LUÍS Edivaldo Holanda Junior

Leia mais

ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA

ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA A proposta de implementação do Curso está organizada por disciplinas em regime de créditos com uma carga horária total de 3.370 horas relógio, sendo que, a hora/aula será de 45 (quarenta e cinco) minutos.

Leia mais

RELATÓRIO DE MATERIAIS/SERVIÇOS

RELATÓRIO DE MATERIAIS/SERVIÇOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI ÁRIDO SISTEMA INTEGRADO DE PATRIMÔNIO, ADMINISTRAÇÃO E CONTRATOS EMITIDO EM 04/03/2015 09:36 RELATÓRIO DE MATERIAIS/SERVIÇOS Grupo de Material: 3014 MATERIAL EDUCATIVO

Leia mais

XXI OLIMATER ºs aos 5ºs anos É muito importante compromisso Data de Abertura: Horário da Abertura: Dias da Olimater: Local: Traje:

XXI OLIMATER ºs aos 5ºs anos É muito importante compromisso Data de Abertura: Horário da Abertura: Dias da Olimater: Local: Traje: XXI OLIMATER 2016 Srs. Pais, Comunicamos que realizaremos a XXI Olimater, com a participação dos alunos dos 2º s aos 5º s anos do Ensino Fundamental. É muito importante a participação de todos, portanto

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA FACULDADE SANT ANA Credenciada pela Portaria MEC nº 594 de 28 de fevereiro de 2005 INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SANT ANA Credenciado pela Portaria MEC nº 2812

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVO GERAL Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, consolidar hábitos

Leia mais

PROFESSOR (A): Emerson Back CRÉDITOS: 2 PLANO DE ENSINO. Quinta - feira. 20:00 21:40

PROFESSOR (A): Emerson Back CRÉDITOS: 2 PLANO DE ENSINO. Quinta - feira. 20:00 21:40 CURSO: Graduação em Engenharia de Alimentos ANO/SEMESTRE: 2012/01 DISCIPLINA: Educação Física Curricular FASE: 2ª CARGA HORÁRIA: 36h TURNO: Matutino PROFESSOR (A): Emerson Back CRÉDITOS: 2 PLANO DE ENSINO

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE PRÁTICAS INTEGRADAS

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE PRÁTICAS INTEGRADAS REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE PRÁTICAS INTEGRADAS 2012 A Direção do Instituto Superior de Educação Professora Nair Fortes Abu-Merhy, no uso de suas atribuições regimentais, torna público o presente regulamento.

Leia mais

DISCIPLINA EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS. 6 Ano

DISCIPLINA EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS. 6 Ano DISCIPLINA EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS 6 Ano 7 Ano 8º Ano 9º Ano Favorecer aos estudantes a aquisição dos conhecimentos básicos dos esportes de forma prazerosa. Desenvolver relações equilibradas e construtivas

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS-UEA PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA RICARDO ALFREDO MAIA DA SILVA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS-UEA PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA RICARDO ALFREDO MAIA DA SILVA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS-UEA PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DO ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA RICARDO ALFREDO MAIA DA SILVA O FUTSAL FEMININO NA ESCOLA MANAUS AM 2015 UNIVERSIDADE

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE EEB SÃO JOÃO BATISTA

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE EEB SÃO JOÃO BATISTA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE EEB SÃO JOÃO BATISTA Coordenador Institucional: Marcilene Pöpper Gomes Coordenador de Área: João Derli Souza Santos Professor(a) Supervisor(a): Carla Regiane Vargas

Leia mais

Educação Física - 6º AO 9º ANO

Educação Física - 6º AO 9º ANO Conteúdos Programáticos Propostos para a Disciplina: Bimestre 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1º bimestre Jogo e : Competição e cooperação Jogos populares Jogos pré-desportivos Jogos cooperativos : modalidade

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO

REGULAMENTO ESPECÍFICO REGULAMENTO ESPECÍFICO 2º JOGOS INTERNOS DO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE - JIFC/2017 BLUMENAU, 2017 1 ATLETISMO Art. 1º A competição de atletismo será regida pelas as regras oficiais da Federação Internacional

Leia mais

Educação Física I OBJETIVOS DE ENSINO

Educação Física I OBJETIVOS DE ENSINO Educação Física I PLANO DE DISCIPLINA COMPONENTE CURRICULAR: Educação Física I CURSO: Técnico em Segurança no Trabalho (Integrado) SÉRIE: 1ª CARGA HORÁRIA: 100 h (120 aulas) DOCENTE: EMENTA Conhecendo

Leia mais

JOGOS UNIVERSITÁRIOS MINEIROS - JUMs 2016 INFORME GERAL

JOGOS UNIVERSITÁRIOS MINEIROS - JUMs 2016 INFORME GERAL JOGOS UNIVERSITÁRIOS MINEIROS - JUMs 2016 INFORME GERAL UBERABA - MG -COMITÊ DE HONRA- GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS Sr. Fernando Damata Pimentel SECRETARIO DE ESPORTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Leia mais

CECA COMPETIÇÕES ESCOLARES CANOENSES. Regulamento Geral e Técnico

CECA COMPETIÇÕES ESCOLARES CANOENSES. Regulamento Geral e Técnico CECA COMPETIÇÕES ESCOLARES CANOENSES Regulamento Geral e Técnico ÍNDICE REGULAMENTO GERAL 1. Da Organização e Objetivo...03 2. Da Inscrição...03 3. Da Realização...04 4. Do Sistema Disciplinar...04 5.

Leia mais

Escola Estadual João Ribeiro Guimarães Professor Marcos Alberto Sutiér

Escola Estadual João Ribeiro Guimarães Professor Marcos Alberto Sutiér Escola Estadual João Ribeiro Guimarães Professor Marcos Alberto Sutiér Treinamento Futsal Xadrez BANDEIRANTES/MS 2013 Justificativa As aulas de treinamento têm como base o desenvolvimento motor e intelectual

Leia mais

1º) Onde se no Anexo I Quadro Geral de Cargos:

1º) Onde se no Anexo I Quadro Geral de Cargos: RETIFICAÇÃO Nº. 01 EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº. 001/2012 A Prefeitura Municipal de Cachoeira de Minas - MG, através da JCM - Consultoria Municipal Ltda., com sustentação no item 20.16 do Edital 001/2012,

Leia mais

Jogos do Instituto Federal do Paraná JIFPR 2016 ORIENTAÇÕES QUANTO AOS HORÁRIOS

Jogos do Instituto Federal do Paraná JIFPR 2016 ORIENTAÇÕES QUANTO AOS HORÁRIOS Jogos do Instituto Federal do Paraná JIFPR 2016 ORIENTAÇÕES QUANTO AOS HORÁRIOS Em função da quantidade de jogos, o tempo de tolerância para o inicio dos jogos é de 05 minutos apenas no PRIMEIRO JOGO de

Leia mais

Colégio Dom Barreto Olimpíadas 2016 SEGUNDA-FEIRA 10/10-MANHÃ

Colégio Dom Barreto Olimpíadas 2016 SEGUNDA-FEIRA 10/10-MANHÃ TABELA DE JOGOS- OLIMPÍADAS 2016 SEGUNDA-FEIRA 10/10 JOGO CATEGORIA EQUIPES HORA 001 Masc. A Azul X Branco 08: 00 XADREZ 002 Masc. A Vermelho X Amarelo 08: 00 XADREZ 003 Masc. A Venc. 001 X Venc. 002 FINAL

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Manutenção e Suporte em Informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

EMENTAS DE DISCIPLINAS - LICENCIATURA NÍVEL I

EMENTAS DE DISCIPLINAS - LICENCIATURA NÍVEL I EMENTAS DE DISCIPLINAS - LICENCIATURA 31157-04 Anatomia Humana NÍVEL I Estudo sobre a estruturação do organismo humano com ênfase nas características morfológicas dos sistemas anatômicos respiratório,

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO Introdução à Educação Física Apresentação e contextualização da Educação Física e da cultura universitária em geral; Discussão

Leia mais

E.E.B. SÃO JOÃO BATISTA

E.E.B. SÃO JOÃO BATISTA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE E.E.B. SÃO JOÃO BATISTA Coordenador Institucional: Marcilene Pöpper Gomes Coordenador de Área: João Derli Souza Santos Professora Supervisora: Carla Regiane Vargas

Leia mais

DISCIPLINAS. Estagio Profissional - Atividades Lúdicas 02 32

DISCIPLINAS. Estagio Profissional - Atividades Lúdicas 02 32 MATRIZ CURRICULAR SEMESTRAL DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA Conteúdos Curriculares 1º SEMESTRE Socorros de Urgência I 02 40 Fundamentos da Anatomia Humana I 02 40 Fundamentos Biológicos I 02 40 Atividades

Leia mais

Uma Organização do Câmpus Porto Velho Calama, Câmpus Porto Velho Zona Norte e Pró-Reitoria de Extensão BOLETIM 3

Uma Organização do Câmpus Porto Velho Calama, Câmpus Porto Velho Zona Norte e Pró-Reitoria de Extensão BOLETIM 3 Uma Organização do Câmpus Porto Velho Calama, Câmpus Porto Velho Zona Norte e Pró-Reitoria de Extensão BOLETIM 3 Porto Velho, 4 de julho de 2017 INFORMES 2 Informamos que o horário dos jogos 10 e 11 do

Leia mais

HORÁRIO Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira. (3254) Metodologia do Atletismo PREFEITURA

HORÁRIO Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira. (3254) Metodologia do Atletismo PREFEITURA 1ª SÉRIE MANHÃ Fisiologia Humana A Fisiologia Humana A (3259) Recreação e Lazer (3254) Atletismo PREFEITURA (3253) Ginástica (3259) Recreação e Lazer (3249) Crescimento e Desenvolvimento Motor (3254) Atletismo

Leia mais

RELATÓRIO DO ENCONTRO PRESENCIAL

RELATÓRIO DO ENCONTRO PRESENCIAL ENSINO A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INICIAÇÃO AO ATLETISMO I PÓLO DE SERRANA RELATÓRIO DO ENCONTRO PRESENCIAL TUTOR: Marcelly Mancini PROFESSOR: Marcus Vinicius da Silva SERRANA, 2014.

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA 1 ANO

EDUCAÇÃO FÍSICA 1 ANO EDUCAÇÃO FÍSICA 1 ANO PROF. KIM RAONE PROF. MARCUS MELO ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade IV Esporte e deficiência. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.2 Conteúdo Esportes adaptados aula II 3

Leia mais

1 de 7 03/10/ :17

1 de 7 03/10/ :17 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO 1 de 7 03/10/2016 12:17 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

NORMA 04 CLASSIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE ÁRBITROS ANEXO I CURSO BÁSICO DE ARBITRAGEM EM ATLETISMO

NORMA 04 CLASSIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE ÁRBITROS ANEXO I CURSO BÁSICO DE ARBITRAGEM EM ATLETISMO NORMA 04 CLASSIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE ÁRBITROS ANEXO I CURSO BÁSICO DE ARBITRAGEM EM ATLETISMO 1. Objetivos 1.1 A Confederação Brasileira de Atletismo CBAt, realiza e/ou autoriza a realização no Brasil

Leia mais

... CLÍNICA DE INICIAÇÃO EM ATLETISMO

... CLÍNICA DE INICIAÇÃO EM ATLETISMO ... CLÍNICA DE INICIAÇÃO EM ATLETISMO Rosane Cardoso Machado1 Marcos Paulo Huber2 RESUMO: O atletismo é chamado de esporte-base, pois sua prática corresponde a movimentos naturais do ser humano como correr,

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Controle e Processos Industriais CURSO: Técnico Integrado em Química FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

ESTRUTURA E PREPARAÇÃO DO TREINAMENTO RICARDO LUIZ PACE JR.

ESTRUTURA E PREPARAÇÃO DO TREINAMENTO RICARDO LUIZ PACE JR. ESTRUTURA E PREPARAÇÃO DO TREINAMENTO RICARDO LUIZ PACE JR. Todo planejamento deve iniciar-se através da identificação das variáveis intervenientes no processo de preparação da estrutura do treinamento.

Leia mais

Currículo do Curso de Licenciatura em Educação Física Currículo do Curso

Currículo do Curso de Licenciatura em Educação Física Currículo do Curso Currículo do Curso de Licenciatura em Educação Física 2006.1 Currículo do Curso Curso: Licenciatura em Educação Física CRIAÇÃO DO CURSO PORTARIA Nº 470/GR DE 07/10/74 RECONHECIMENTO DO CURSO PARECER -

Leia mais

12º - O aluno do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, fica obrigado a utilizar a camiseta dos Jogos Salesianos, nos jogos coletivos e individuais.

12º - O aluno do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, fica obrigado a utilizar a camiseta dos Jogos Salesianos, nos jogos coletivos e individuais. Venha jogar conosco! Estão abertas as inscrições para os Pais, Mães e os Ex-Alunos nos Jogos Salesianos 2017!!! Lembrando que as inscrições estarão abertas até dia 21/09, quinta-feira, às 15h! Abaixo os

Leia mais

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES DO IMÓVEL MEMORIAL DESCRITIVO PARA ESTABELECIMENTO DE ENSINO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UFJF-GV

ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES DO IMÓVEL MEMORIAL DESCRITIVO PARA ESTABELECIMENTO DE ENSINO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UFJF-GV ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES DO IMÓVEL MEMORIAL DESCRITIVO PARA ESTABELECIMENTO DE ENSINO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UFJF-GV 1. Introdução A Universidade Federal de Juiz de Fora, Campus

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 02 DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2016. Carga Horária

RETIFICAÇÃO Nº 02 DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2016. Carga Horária RETIFICAÇÃO Nº 02 DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 002/2016 O Prefeito de Guarujá do Sul, Estado de Santa Catarina, Sr. JOSE CARLOS FOIATTO, no uso de suas atribuições, com base na Lei Municipal Complementar

Leia mais

Centros de Iniciação ao Esporte

Centros de Iniciação ao Esporte MINISTÉRIO DO ESPORTE SECRETARIA NACIONAL DE ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO DEPARTAMENTO DE INFRAESTRUTURA DE ESPORTE Centros de Iniciação ao Esporte Alexandre Fernandes Ono Coordenador Geral do Departamento

Leia mais

ATIVIDADES NA QUADRA QUARTA-FEIRA (20/07/2016)

ATIVIDADES NA QUADRA QUARTA-FEIRA (20/07/2016) CRONOGRAMA IV GINCANA IV SEMAC IFRJ campus DUQUE DE CAXIAS ATIVIDADES NA QUADRA TERÇA-FEIRA (19/07/2016) 10:00 apresentação de dança livre (1º grupo) 10:10 apresentação de dança livre (2º grupo) 10:20

Leia mais

FACULDADE DE JAGUARIÚNA

FACULDADE DE JAGUARIÚNA Noturno 01 Educação Física Bacharelado 16/* 1 1070161 Atividades Complementares I 1 1070260 Bases Sócio-Culturais em Educação Física 60 80 1 1070261 História da Educação Física 30 10 1 1070262 Leitura,Comunicação

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Educação Física Licenciatura. Sem. Eixo Disciplinas h/a h. 1. Pensamentos Filosóficos e Ética

Estrutura Curricular do Curso de Educação Física Licenciatura. Sem. Eixo Disciplinas h/a h. 1. Pensamentos Filosóficos e Ética Estrutura Curricular do Curso de Educação Física Licenciatura Matérias Comuns aos 1. Pensamentos Filosóficos e Ética 2. Leitura e Produção de Texto I Lázaro Eliana 1. Anatomia I Magdalen a Janaína 2. Bases

Leia mais

RESUMOS APROVADOS PARA EXPOSIÇÃO NO FORMATO DE PÔSTER

RESUMOS APROVADOS PARA EXPOSIÇÃO NO FORMATO DE PÔSTER RESUMOS APROVADOS PARA EXPOSIÇÃO NO FORMATO DE PÔSTER NORMAS: O pôster deve ter a dimensão de 1,00m (altura) x 0,90cm (largura), podendo conter gráficos, tabelas e ou ilustrações. Os mesmos serão expostos

Leia mais

Escola Especial Renascer APAE - Lucas do Rio Verde - MT. Futsal Escolar

Escola Especial Renascer APAE - Lucas do Rio Verde - MT. Futsal Escolar Escola Especial Renascer APAE - Lucas do Rio Verde - MT Futsal Escolar Prof. Ivan Gonçalves dos Santos Lucas do Rio Verde MT - 2009 Introdução A Educação Física é uma disciplina pedagógica permeada de

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO CURSO BÁSICO DE ARBITRAGEM MARINGÁ PR 21, 22 E 23 DE AGOSTO DE 2015 PROGRAMAÇÃO

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO CURSO BÁSICO DE ARBITRAGEM MARINGÁ PR 21, 22 E 23 DE AGOSTO DE 2015 PROGRAMAÇÃO CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO CURSO BÁSICO DE ARBITRAGEM MARINGÁ PR 21, 22 E 23 DE AGOSTO DE 2015 PROGRAMAÇÃO UNIDADE I CONTEÚDO Distribuição do material/apresentação O Atletismo Entidades de organização

Leia mais

ATLETISMO Nº 01 11/11/2015

ATLETISMO Nº 01 11/11/2015 ATLETISMO Nº 01 11/11/2015 ATLETISMO Local: Estádio Willie Davids Endereço: Av. Prudente de Morais, s/n - Maringá Data: 12/11/2015 Horário: 14h00 Local: Hotel Deville - Maringá LOCAL DE COMPETIÇÃO REUNIÃO

Leia mais

ATLETISMO Nº 03 12/09/2017

ATLETISMO Nº 03 12/09/2017 ATLETISMO Nº 03 12/09/2017 ATLETISMO LOCAL DE COMPETIÇÃO Local: Universidade Federal do Paraná Centro de Educação Física e Desportos End.: Centro de Educação Física e Desportos /Centro Politécnico - UFPR

Leia mais

SECTORES INFANTIS INICIADOS JUVENIS Velocidade e Estafetas. Barreiras 60m barreiras 80m barreiras (F) 100m barreiras (M) 250m barreiras Meio-Fundo

SECTORES INFANTIS INICIADOS JUVENIS Velocidade e Estafetas. Barreiras 60m barreiras 80m barreiras (F) 100m barreiras (M) 250m barreiras Meio-Fundo PROGRAMA DE PROVAS DOS ESCALÕES JOVENS VERSÃO FINAL (Infantis, Iniciados e juvenis) SECTORES INFANTIS INICIADOS JUVENIS Velocidade e Estafetas 60m 150m 4x 60m 80m 250m 4x 80m 100m 200m 300m 4x 100m Barreiras

Leia mais

SEMANA ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

SEMANA ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO FÍSICA SEMANA ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO FÍSICA TÍTULO NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA E ESTÁGIO DE MUDANÇA DE COMPORTAMENTO DE TRABALHADORES PRATICANTES DE GINÁSTICA LABORAL JORNALISMO ESPORTIVO E A COBERTURA DOS MEGAEVENTOS:

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO MINI ATLETISMO PARA CRIANÇAS DO 1 AO 5 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

A IMPORTÂNCIA DO MINI ATLETISMO PARA CRIANÇAS DO 1 AO 5 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL A IMPORTÂNCIA DO MINI ATLETISMO PARA CRIANÇAS DO 1 AO 5 ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL JUNIOR, Pedro Valdir Ubaldo 1 CEZAR, Marcelo Diarcadia Mariano 2 1 Acadêmico do curso de Graduação em Educação Física da

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO

PROPOSTA DE TRABALHO SECETAIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPEINTENDÊNCIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIETOIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL POPOSTA DE TABALHO 1- Título: Esporte Para Todos 2- Autor: Delcí Kremer Birck 3- Aplicativo utilizado:

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Relatório Perfil Curricular

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º EDUF0016- ANATOMIA DO APARELHO LOCOMOTOR OBRIG 30 30 60 3.0 EDUF0009- ANTROPOLOGIA E SOCIOLOGIA DA ATIVIDADE FÍSICA E ESPORTE OBRIG 60 0 60 4.0 APRESENTAÇÃO E ANÁLISE ANTROPOLÓGICA DA EDUCAÇÃO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTES E LAZER PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTES E LAZER PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ 1 TABELA DE JOGOS: PROGRAMA HORÁRIO ATLETISMO Véspera da Competição 15h00 Reunião Técnica 1ª etapa Dia 22/05/2010 / manhã Horário Provas Naipe Série 08h00 5.000m rasos Masculino Final 08h00 Salto em Altura

Leia mais

METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS

METODOLÓGICO E RECURSOS DIDÁTICOS PLANO DE TRABALHO DOCENTE (PTD) Professor (a):selma Maria de Mello - Disciplina: Educação Física - Ano: 2014 - Período: 1º Bimestre Curso: Ensino Médio e Profissionalizante Turma: 1º ano A matutino ESTRUTURANTES

Leia mais

Regulamento Técnico Jogos Estudantis para Todos 2012 Secretaria Municipal de Educação e Desporto Novo Hamburgo

Regulamento Técnico Jogos Estudantis para Todos 2012 Secretaria Municipal de Educação e Desporto Novo Hamburgo Regulamento Técnico Jogos Estudantis para Todos 2012 Secretaria Municipal de Educação e Desporto Novo Hamburgo CAPÍTULO I Das Disposições Gerais Art. 1º - Este regulamento é o conjunto das disposições

Leia mais

FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA

FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA FLUXOGRAMA CURRICULAR PEDAGOGIA LICENCIATURA PLENA Período Código Disciplina Pré-requisito C/H - Teórica C/H - Prática C/H - Total Créditos 1º LE1.01 Análise e Produção Textual em Língua Portuguesa - 04-04

Leia mais

LICENCIATURA NOTURNO - 1ª SÉRIE TURMA F

LICENCIATURA NOTURNO - 1ª SÉRIE TURMA F LICENCIATURA NOTURNO - 1ª SÉRIE TURMA F S E R I E - 1 - TURNO - NOTURNO - HORARIO F - SUB-HORARIO - F1 19:30 11 09614-031 09475-031 09171-031 09172-031 09173-031 20:20 M05-14 M05-14 M05-14 G80-210 M05-14

Leia mais

1º Ano 1º Bimestre 2º Bimestre 3º Bimestre 4º Bimestre Diagnóstico - fevereiro. Jogo Brincadeiras Populares

1º Ano 1º Bimestre 2º Bimestre 3º Bimestre 4º Bimestre Diagnóstico - fevereiro. Jogo Brincadeiras Populares 1º Ano Diagnóstico - fevereiro Brinquedos Cantados Brincadeiras Populares Habilidades Motoras Básicas - Locomoção Dança/Ativ. Rítmica Brincadeiras Populares Infantis Básicas - Manipulação s Simples com

Leia mais

ATLETISMO Nº 02 12/11/2015

ATLETISMO Nº 02 12/11/2015 ATLETISMO Nº 02 12/11/2015 Local: Estádio Willie Davids Endereço: Av. Prudente de Morais, s/n - Maringá ATLETISMO LOCAL DE COMPETIÇÃO NORMAS DE FUNCIONAMENTO DA COMPETIÇÃO 1. Área de Aquecimento Os atletas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DA MAIA

ESCOLA SECUNDÁRIA DA MAIA : 90 MINUTOS PROVA TEÓRICA GRUPO I Conhecer os princípios sobre alimentação e saúde Identificar os efeitos e lesões mais frequentes do exercício físico na vida atual Aptidão Física Desporto e Saúde - Condição

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS JOGOS DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ JIFPR 2014 Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social"

REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS JOGOS DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ JIFPR 2014 Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS JOGOS DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ JIFPR 2014 Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social" CÂMPUS FOZ DO IGUAÇU 17 a 21 de novembro de 2014 PROMOÇÃO: SUMÁRIO 1. ATLETISMO 2.

Leia mais

ATLETISMO: VIVÊNCIA NO PIBID EDUCAÇÃO FÍSICA DE SÃO MIGUEL DO OESTE/SC RESUMO

ATLETISMO: VIVÊNCIA NO PIBID EDUCAÇÃO FÍSICA DE SÃO MIGUEL DO OESTE/SC RESUMO ATLETISMO: VIVÊNCIA NO PIBID EDUCAÇÃO FÍSICA DE SÃO MIGUEL DO OESTE/SC Andréa Jaqueline Prates Ribeiro Igor Mercaus Rodrigo Mulinett Gisele Suzin RESUMO Este trabalho relata a prática do Atletismo na escola

Leia mais

CRITÉRIOS DE CONVOCAÇÃO PARA ATLETAS E TREINADORES INTEGRANTES DE SELEÇÕES BRASILEIRAS DE ATLETISMO EM 2017

CRITÉRIOS DE CONVOCAÇÃO PARA ATLETAS E TREINADORES INTEGRANTES DE SELEÇÕES BRASILEIRAS DE ATLETISMO EM 2017 O presente critério considerará as parcerias com o Comitê Olímpico do Brasil, Ministério do Esporte e principalmente o patrocínio da Caixa Econômica Federal, entre outras fontes, podendo ser revisto a

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec ETEC. PAULINO BOTELHO Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular: EDUCAÇÃO FÍSICA Série: 2ºA,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011

MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 MATRIZ CURRICULAR INTEGRADA ANO 2011 EDUCAÇÃO FÍSICA Anatomia Humana I 2 2 80 Bioquímica e Biologia Molecular 2 0 40 Filosofia e Sociologia 2 0 40 1º Fundamentos Metodológicos de Futebol I 2 2 80 Fundamentos

Leia mais

CRITÉRIOS DE CONVOCAÇÃO PARA ATLETAS INTEGRANTES DE SELEÇÕES BRASILEIRAS DE ATLETISMO 2015

CRITÉRIOS DE CONVOCAÇÃO PARA ATLETAS INTEGRANTES DE SELEÇÕES BRASILEIRAS DE ATLETISMO 2015 CRITÉRIOS DE CONVOCAÇÃO PARA ATLETAS INTEGRANTES DE SELEÇÕES BRASILEIRAS DE ATLETISMO 2015 1. Copa Pan-Americana de Cross Country 21 de fevereiro de 2015 Cartagena, COL Serão convocados os 4 (quatros)

Leia mais

37º JOGOS OLÍMPICOS BOSCONIANOS JOB S

37º JOGOS OLÍMPICOS BOSCONIANOS JOB S BASQUETEBOL Art. 1º - A competição de Basquetebol dos 37º Jogos Olímpicos Bosconianos será regida pelo Regulamento Geral, pelas regras internacionais da FIBA, adotadas pela CBB e por este a) INFANTIL:

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA Introdução à Educação Física Apresentação e contextualização da Educação Física e da cultura universitária em geral; Discussão

Leia mais

Ano Letivo 2011/2012

Ano Letivo 2011/2012 Ano Letivo 2011/2012 Informação/ Exame de Equivalência à Frequência Disciplina de Educação Física 3ºciclo 1. Objeto de Avaliação A prova tem por referência o Programa de Educação Física. A prova desta

Leia mais

REGULAMENTOS ESPECÍFICOS JIF - MARACANAÚ

REGULAMENTOS ESPECÍFICOS JIF - MARACANAÚ REGULAMENTOS ESPECÍFICOS JIF - MARACANAÚ MARACANAÚ 2017 ATENÇÃO: Para todas as modalidades será exigida a apresentação de documento oficial com foto. NORMAS DAS MODALIDADES Art. 1º - As competições serão

Leia mais

EMENTÁRIO E REFERÊNCIAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2º PERÍODO

EMENTÁRIO E REFERÊNCIAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2º PERÍODO EMENTÁRIO E REFERÊNCIAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2º PERÍODO ANATOMIA HUMANA II Investiga e descreve estruturas anatômicas dos seres humanos, com ênfase no sistema esquelético,

Leia mais

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS ABRIL/2012

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS ABRIL/2012 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS ABRIL/2012 Ação intersetorial entre as políticas públicas educacionais e sociais, contribuindo, desse modo, tanto para a diminuição das desigualdades educacionais,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS NORMAS FUNCIONAMENTO DA PISTA DE ATLETISMO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS NORMAS FUNCIONAMENTO DA PISTA DE ATLETISMO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS NORMAS FUNCIONAMENTO DA PISTA DE ATLETISMO Art. 1º - A pista de atletismo localizada no Centro de Educação Física e Desportos

Leia mais

DE OSASCO À LONDRES Cindy Cardoso de Siqueira EMEF Professor Anézio Cabral

DE OSASCO À LONDRES Cindy Cardoso de Siqueira EMEF Professor Anézio Cabral DE OSASCO À LONDRES Cindy Cardoso de Siqueira EMEF Professor Anézio Cabral As experiências pedagógicas relatadas a seguir, ainda em andamento, são realizadas com doze turmas de 1os, 2os, 3os e 5os anos

Leia mais

CERGS. Handebol. Vice-campeão 12 a 14 anos. 3º Colocação Masculino 12 a 14 anos 3º Colocação Feminino 12 a 14 anos Voleibol

CERGS. Handebol. Vice-campeão 12 a 14 anos. 3º Colocação Masculino 12 a 14 anos 3º Colocação Feminino 12 a 14 anos Voleibol DESTAQUES CERGS Handebol 3º Colocação Masculino 12 a 14 anos 3º Colocação Feminino 12 a 14 anos Voleibol Vice-campeão 12 a 14 anos CERGS Vôlei de praia Vice-campeão masculino 15 a 17 anos 3º lugar masculino

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SOLENIDADE DE ABERTURA

PROGRAMAÇÃO SOLENIDADE DE ABERTURA Data: 31.08.2012 (sexta-feira) Local: Colégio 7 de Setembro - Sede: EBS Solenidade de Abertura Horário: 18h30min Ginásio Escolha da Rainha da Olimpíada Horário: A seguir Competição de Ginástica Aeróbica

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA Introdução à Educação Física A disciplina visa abordar a história da Educação Física, os principais conceitos e definições no

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SETÚBAL

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SETÚBAL ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SETÚBAL ------------------------------- REGULAMENTOS APROVADOS PARA A ÉPOCA 2011/2012 -------------------------------- CONVÍVIO BENJAMINS A TROFÉU REGIONAL DE BENJAMINS B CAMPEONATO

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO CBAt. Investindo no FUTURO do ATLETISMO BRASILEIRO

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO CBAt. Investindo no FUTURO do ATLETISMO BRASILEIRO CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO CBAt Investindo no FUTURO do ATLETISMO BRASILEIRO O Atletismo SÓ O ESPORTE É CAPAZ DE UNIR PESSOAS DE DIFERENTES CULTURAS, RAÇAS E CLASSES EM TORNO DE UM OBJETIVO COMUM,

Leia mais

REGULAMENTO RELATIVO À HOMOLOGAÇÃO DE RECORDES DE PORTUGAL, RECORDES NACIONAIS E RECORDES NACIONAIS DE ESTRADA

REGULAMENTO RELATIVO À HOMOLOGAÇÃO DE RECORDES DE PORTUGAL, RECORDES NACIONAIS E RECORDES NACIONAIS DE ESTRADA REGULAMENTO RELATIVO À HOMOLOGAÇÃO DE RECORDES DE PORTUGAL, RECORDES NACIONAIS E RECORDES NACIONAIS DE ESTRADA NACIONAIS E RECORDES NACIONAIS DE ESTRADA Página 1 de 16 A. Homologação de Recordes de Portugal

Leia mais

PARECER DOS RECURSOS

PARECER DOS RECURSOS 11) Considerando a conceituação teórica sobre o jogo apresentada na Proposta Curricular de SC, analise as afirmações a seguir. l A criança, por exemplo, joga/brinca de uma forma individual, centrada em

Leia mais

Jogos BASQUETE NOTURNO FEMININO. BASQUETE NOTURNO FEMININO GRUPO A - DIURNO JG 1 JG 2 J3 Educação Física Artes cênicas

Jogos BASQUETE NOTURNO FEMININO. BASQUETE NOTURNO FEMININO GRUPO A - DIURNO JG 1 JG 2 J3 Educação Física Artes cênicas Jogos BASQUETE NOTURNO FEMININO BASQUETE NOTURNO FEMININO GRUPO A - DIURNO JG 1 JG 2 J3 Educação Física Artes cênicas Jogos BASQUETE NOTURNO MASCULINO BASQUETE NOTURNO MASCULINO GRUPO A PG J V D SP CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

Profissional-Atleta:

Profissional-Atleta: OLIMPÍADAS NACIONAIS DA JUSTIÇA DO TRABALHO - ONJT Profissional-Atleta: MAIO/2013 O que são as ONJT? ONJT significa Olimpíadas Nacional da Justiça do Trabalho. Realizada todos os anos em diferentes cidades

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EFI164 Handebol I

Programa Analítico de Disciplina EFI164 Handebol I Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina EFI16 Handebol I Departamento de Educação Física - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: Teóricas Práticas Total

Leia mais

AARAM. Benjamins. Programa de Provas Fun Athletics. Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira

AARAM. Benjamins. Programa de Provas Fun Athletics. Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira AARAM Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira Benjamins Programa de Provas Fun Athletics 2015/2016 COMPETIÇÕES PARA O ESCALÃO DE BENJAMINS B (10-11 ANOS) O presente programa tem como objectivo

Leia mais