EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL SÉRGIO FERNANDO MORO DA 13 VARA FEDERAL CRIMINAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA/PR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL SÉRGIO FERNANDO MORO DA 13 VARA FEDERAL CRIMINAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA/PR"

Transcrição

1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL SÉRGIO FERNANDO MORO DA 13 VARA FEDERAL CRIMINAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA/PR Pedido de quebra de sigilo de dados n JD - ASSESSORIA E CONSULTORIA LTDA, LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA e JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA, já qualificados nos autos do processo em epígrafe, vêm respeitosamente à presença de Vossa Excelência, por intermédio de sua advogada In fine assinada, expor e requerer o segue. 1. Em apenas após divulgação p_elo J o r n a l Nac i on al _a_ d ef ej;a _t eye^conhe:çlm e n to qu e_aemin e ni te juízaj:&dlê ral Gabriela JHarclt_çl^a_130 Vara Federal de Curitiba, após analisar documentos da Receita^F^dejiaLd^^alfluma.s construtoras^ envolvidas na denominada ^Operação LavaL Jatol e_.j^rificajitransjexênj3ja^.bançá,i'icis realizadas em favor da^.mpreja^.ea^^sorla^^onsujtoriaj^, determinou a quebra do si gito_ bancárip.e fiscaldos requeréntes, 2. Posteriormente, também por meio da imprensa, a defesa teve conhecimento do inteiro teor das decisões proferidas. A primeira em , em que a eminente Juíza Federal determina a quebra do sigilo bancário, no período de a , e a quebra do sigilo fiscal, no período de a , da pessoa jurídica JD - Assessoria e Consultoria Ltda. Telefone / Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

2 3. Em , foi proferida a segunda decisão, na qual decretou a quebra do sigilo bancário e fiscal dos sócios da referida empresa, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e José Dirceu de Oliveira e Silva, nos mesmos períodos indicados na decisão anterior. 4. Ao deferir à quebra do sigilo da empresa JD - Assessoria e Consultoria Ltda, a magistrada fundamentou a decisão nos seguintes termos: "Constata-se do teor do memorando que, dentre o período de julho de 2009 a dezembro de 2011, a empresa JD Assessoria recebeu, em média, R$ mensais da Galvão Engenharia, sob a rubrica genéria de "consultoria", totalizando cerca de R$ Já da Construtora OAS, a empresa JD recebeu, em média, R$ mensais, sob a rubrica de "consultoria" e "subempreiteiros", no período de janeiro de 2010 a dezembro de 2011, totalizando cerca de R$ Quanto à empresa UTC Engenharia, consta o pagamento de RS no ano de 2012 e de R$ , no ano de 2013, tendo como beneficiária a empresa JD Assessoria, também sob a rubrica genérica de "consultoria, assessoria e auditoria". Verifica-se, portanto, que no período de 2009 a 2013, a empresa JD Assessoria recebeu a expressiva quantia de R$ , a título de consultoria, das empreiteiras acima listadas, as quais estão sendo investigadas justamente pelo pagamento de serviços de consultoria fictícios a empresas diversas para viabilizar a distribuição de recursos espoliados do Poder Público. O objetivo da quebra é justamente identificar eventuais outros pagamentos suspeitos nas contas das pessoas ora investigadas. Telefone / Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

3 Há causa provável para a quebra de sigilo fiscal e bancário requerida pela autoridade policial, uma vez que necessária para verificar se os investigados foram ou não beneficiários do esquema de distribuição de recursos desviados da Petrobras." Havendo causa lícita para as transações apontadas pela Receita Federal, oportunamente será permitida a produção de prova neste sentido, Não é possível, na presente conjectura, afirmar em definitivo a (i)ilicitude dos pagamentos havidos, daí a imprescindibilidade da quebra requerida." (Grifamos) 5. No tocante a fundamentação apresentada na decisão que decretou a quebra de sigilo fiscal e bancário dos sócios, a magistrada afirmou que "O objetivo da quebra é verificar se os sócios eventualmente receberam recursos das empreiteiras investigadas e se tais recursos possuem causa (i)lícita". A decisão também é específica em apontar a necessidade de "verificar se os investigados foram beneficiários ou não de esquema de distribuição de recursos desviados da Petrobras". 6. Conclui-se, portanto, que o objetivo das medidas adotadas é verificar se os valores pagos a empresa JD - Assessoria e Consultoria Ltda e, "eventualmente", aos sócios pela empreiteira Galvão Engenharia, Construtora OAS e UTC Engenharia foram ou não contraprestações a serviços de consultoria efetivamente prestados ou se serviram de fachada para recebimentos de valores ilícitos. 7. Todavia, a adoção da medida excepcional causou surpresa à defesa, pois para se verificar a licitude ou ilicitude dos pagamentos feitos à empresa JD - Assessoria e Consultoria Ltda outros meios poderiam ter sido adotados em um primeiro momento, como, por exemplo, intimando a empresa para prestar esclarecimentos e apresentar Telefone Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

4 documentos comprobatórios das prestações de serviços realizados às referidas empreiteiras e da origem dos recursos. 8. A decretação da quebra_ dos sigilos como primeira^medida adotada pela juíza, juntamente com a forma pela qual os sócios tiveram conhecimento da decisão - por meio de contato da reportagem do Jornal Nacional - proferida em processo sigiloso, gerou i n eg ave l i nç onf o rm i sm o aps^ócios_dl aj D -_ Assessor i a_e _.CojisuJt_oria Ltda^ 9. A empresa JD - Assessoria e Consultoria Ltda, com sede na Avenida República do Líbano, 1.827, Ibirapuera, São Paulo/SP, atua desde 2006 assessorando empresas brasileiras e estrangeiras, sobretudo no mercado externo. Nesses 9 (nove) anos de atuaçãp_ a.empresa p_restgu seryi_ços.a^mais de. 50_ (cinguenta}.empresas no universo de_quase 20 (yi_ntex. setores da economia, _ç_omp comércio exterior, comunicação, telecomunicações, logística, tecnologia cia informação, construçãolçívil!é.m_çle. yarladgs ramos.dajndústria,,_ço_mo_a de bebidas, _d_e _bens de consumo, farmacêutico e insumos elétricos. Os contratos assinados com as empresas citadas na decisão representam cerca_de 16% jclez^sseis por cento) dos clientes da JD - Assessoria e Consu ltg ia_ Ltda. 10. Verifica-se no contrato social da empresa JD anexo (doe. 1), gue, dentre outros objetivos, se encontra a assessoria e consultoria a empresas gue buscam criar relações internacionais, principal campo de atuação da JD. Vejamos: a) Assessoria e consultoria direcionadas à obtenção de cooperação e estabelecimento de parcerias empresariais com os países que integram o Mercosul, estabelecimento de relações comerciais com o Paraguai, a Bolívia, a Argentina e o Uruguai; b) Assessoria e consultoria aos setores sucroalcooleiro, mineíro-siderúrgico e termoelétrico, Telefone / Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

5 inclusive no que se refere ao meio ambiente e respectivos órgãos de fiscalização; 11. De acordo com os respectivos contratos de assessoria e consultoria firmados com as empresas Galvão Engenharia, Construtora OAS e UTC Engenharia, o principal objetivo contratual era a prestação de serviço no exterior (doe. 2). 12. Nota-se nos contratos que tais serviços estão em conformidade com objetos sociais da empresa JD, quais sejam, prestação de assessoria na integração da América do Sul, Mercosul, África, Estados Unidos e Europa, além de ministrar palestras e conferências internacionais e participar de reuniões juntamente com a direção das empresas contratantes. 13. Além disso, a JD - Assessoria e Consultoria Ltda apresentou declaração de imposto de renda em conformidade com as determinações do objeto social da empresa, bem como com todos os contratos de consultoria assinados desde 2006, o que inclui as empresas citadas na decisão. Para corroborar essa afirmativa, anexa a presente peça "Demonstração do resultado do exercício" (doe. 3), que expõe, em detalhes, as receitas e as despesas da empresa JD em cada exercício anual. Também anexa a relação de funcionários permanentes regidos pela CLT nos últimos 4 (quatro) anos (doe. 4). 14. Nota-se que os recursos, da empresa J_D s_ãp çpmpatíveis cqm as despesas da empresa e foram todos declarados á f^c^ta_federal_ou_seial.psj.ins_são lícitos. 15. Não obstante a_lodos_.esses.jatps, também é possível verificar que_ps_sócjps_dajd - Assessoria e Consultoria Ltda obtiveram lucros_abai_xp_dp.mercado- Telefone / Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

6 16. Po.rtant.0i.visto que o objeto do contrato social da empresa JD está em completa consonância com os serviços contratados pelas...empresas envolvidas na denominada "Operação Lava Jato"._bern como a empresa JD declarou todos os valores recebidos a Receita FederaLrecoJhendo impostos, não há nenjiurna razão para suspeitar que a empresa não prestou os serviços para que foi contratada engomo descrito nos _ob]etos dos contratos, visavam o assessoramento emp.res_aiial_em^_m_ercados externosj_eitl_especiai _..na_ América Latina, Europa e_estados Unidos. 17. Superada, então, a premissa da regularidade da empresa JD - Assessoria e Consultoria Ltda quanto ao seu posicionamento empresarial com forte atuação no exterior, no histórico de prestação de contas à Receita Federal e ao Ministério do Trabalho. Não há como restar, portanto, qualquer dúvida sobre a idoneidade, a natureza do trabalho e a lisura fiscal da empresa JD. 18. No tocante ao objetivo da ilustre magistrada de verificar se os pagamentos a empresa JD foram lícitos, os requerentes ratificam a informação já mencionada anteriormente que, conforme apontado pelo próprio pedido ministerial, a empresa JD assinou contrato de assessoria e consultoria com as empresas Galvão Engenharia, Construtora OAS e UTC Engenharia. 19. Insta salientar que todas as relações contratuais assumidas pela empresa JD desde 2006 estão resguardadas por Cláusula de Confidencialidade que determina que: A Contratada, por pessoas interpostas ou controladores, diretos ou indiretos, e/ou por pessoas relacionadas não revelará, sob as quaisquer natureza dos quais tenha tomado conhecimento em virtude de prestação de serviços ora contratada, exceto as necessárias para a consecução dos objetivos Telefone / Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

7 dispostos no presente contrato desde que autorizadas pela Contratante. 20. Todos os contratos referidos na decisão da magistrada f orji^ pagos, sendo os valores d_ep_ositadgs_n_a_c_p_nta da J D - AssesOTrja_e_.Çg.n^toiiaJJd_^(Banco do Brasil,.agência n e conta n X) e as respectivas notas fecais em i ti d as por esta (doe._5). 21. A empresa UTC Engenharia, conforme se verifica das notas eletrônicas emitidas, iniciou o pagamento em , terminando em Exatamente em consonância ao inicio das prestações de serviços e assinatura contratual. Assim, é evidente a evolução temporal, sem qualquer irregularidade na prestação do serviço e no pagamento deste. 22. O mesmo ocorre com a empresa Galvão Engenharia, que iniciou o pagamento em e terminou em A Construtora OAS, por sua vez, firmou o contrato em , finalizando em Porém, as notas eletrônicas juntadas a presente peça iniciam apenas em , pois, conforme previsão do artigo 195 e 174 do Código Tributário Nacional, a exigência de comprovação das notas e recibos fiscais é de 5 (cinco) anos. 24. Corroborando a afirmativa de que os serviços contratados pela empresa Galvão Engenharia, Construtora OAS e UTC Engenharia foram prestados regulamente pela empresa JD - Assessoria e Consultoria Ltda., principalmente em relação àqueles prestados no âmbito internacional, o sócio José Dirceu de Oliveira e Silva realizou 108 viagens ao longo de 2006 a 2012 para 28 países, conforme se verifica da cópia dos Passaportes do referido sócio (doe. 5), com recorrentes viagens aos Estados Unidos, Europa e América Latina. Telefone / Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

8 25. Por fim, insta salientar que o sócio José Dirceu de Oliveira e Silva possui inegável e reconhecida capacidade de análise de conjuntura política e económica do Brasil e, sobretudo, da América Latina, Europa e Estados Unidos. Tal capacidade é reconhecida internacionalmente e foi de fundamental importância para a JD - Assessoria e Consultoria Ltda construir sua reputação e sua clientela. 26. Refuta-se ainda qualquer suspeita de ilicitude na atividade de consultoria realizada pelo sócio José Dirceu somente pelo fato de ter exercido, de 2003 a 2005, o cargo de Ministro Chefe da Casa Civil. É público e notório, como diariamente é registrado pela imprensa, a atuação de ex-ministros, não só do Poder Executivo, como também do Poder Judiciário, como consultores em suas respectivas áreas. Além disso, é válido ressaltar que faz 10 (dez) anos que o sócio José Dirceu deixou o Governo. 27. A pedido da Polícia Federal, no curso do inquérito 2245, JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA teve seus sigilos bancário e fiscal quebrados durante a investigação do caso conhecido como "Mensalão", A medida tinha por objetivo identificar, entre os anos de 2002 e 2007, possível enriquecimento ilícito e movimentação financeira incompatível com os rendimentos declarados. Ao final do processo, que se estendeu de novembro de 2005 a março de 2007 e está consolidado em relatório de quase 800 páginas, a fiscalização da Receita Federal não encontrou qualquer indício que desabonasse as declarações de renda e a movimentação financeira do requerente. 28. Portanto, conclui-se que a JD - Assessoria e Consultoria Ltda não é, diferentemente do que aludiu a imprensa após decisão da ilustre magistrada, uma empresa de "fachada" para contratos sem prestação de serviços. Ao contrário, é uma empresa com histórico de atuação, diversificada carteira de clientes, funcionários contratados em regime CLT e contas fiscais apresentadas regularmente à Receita Federal. A origem de seus lucros - menores que a média das empresas de Telefone Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

9 consultoria, registra-se - é lícita, correspondendo aos contratos assinados e aos serviços realizados. Dessa forma, a JD - Assessoria e Consultoria Ltda não possui nenhuma ligação com qualquer suposta consultoria fictícia às empresas Galvão Engenharia, Construtora OAS e UTC Engenharia para viabilizar a distribuição de recursos ilegítimo derivado da Petrobras. 29. À luz de todo o exposto, resta provado que não encontrará fundamento material qualquer tentativa de associar a imagem e os trabalhos da empresa JD e seus sócios aos contratos investigados pela "Operação Lava J ato". 30. Diante de todo o exposto, visando preservar os dados ora juntados e todas as demais informações obtidas por meio da quebra do sigilo fiscal e bancário da empresa JD - Assessoria e Consultoria Ltda e das pessoas físicas Luiz Eduardo de Oliveira e Silva e José Dirceu de Oliveira e Silva, se requer a manutenção do sigilo de todos os dados. Termos em que pede deferimento. Brasília, 30 de janeiro de A»^A^Í^^S<-de Sousa 5/DF Telefone Setor Hoteleiro Sul - Centro Empresarial Brasil 21, Bloco A, Sala 505, Brasília/DF, CEP

10 DOC. l

11 7a ALTERAÇÃO E CONTRATO SOCIAL DA EMPRESA JD - ASSESSORIA E CONSULTORIA LTDA C.N.P.J.: / JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA, brasileiro, solteiro, nascido em 16/03/1946, Advogado inscrito na OAB/SP , portador do RG n SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob n , residente e domiciliado na Alameda Maracaí, Vale Santa Fé - Vinhedo - SP - CEP: ; LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, brasileiro, divorciado, nascido em 23/05/1948, empresário, portador do RG n SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob n. 030, , residente e domiciliado na Rua Estado de Israel, Apto Vila Clementino - São Paulo - SP - CEP e JÚLIO CÉSAR DOS SANTOS, brasileiro, separado judicialmente, nascido em 05/06/1955, administrador de empresas inscrito no CRA sob n , corretor de imóveis inscrito no CRECI da 2a Região sob n , portador do RG n SSP/SP, inscrito no CPF/MF sob o n , residente e domiciliado na Rua Nilza Medeiros Marins, apto Jardim! Colombo - São Pauto - SP - CEP: , "g i^ Únicos sócios da Sociedade Simples Limitada JD - ASSESSORIA E j ' CONSULTORIA LTDA, constituída por instrumento particular devidamente ^ registrado no 3 Oficiai de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa G Jurídica sob o n em sessão de16 de setembro de 1998 e última alteração registrada em sessão de 18/06/2012 sob o n , com sede na Avenida República do Líbano, Ibirapuera, São Paulo - SP - CEP: , inscrita no CNPJ sob o n : / e na Prefeitura Municipal de São Paulo - CCM sob n : , resolvem de comum acordo alterar e consolidar o contrato social da empresa, nas cláusulas e condições seguintes: 1) O sócio JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA cede e transfere nesta data, (quarenta mil) quotas das que possui no capital social, no valor de R$ (quarenta mi! reais) ao sócio LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, recebendo plena e irrevogável quitação, 2) Retira-se da sociedade.nesta data, o sócio JÚLIO CÉSAR DOS SANTOS, supra qualificado, cedendo è transferindo as (dez mil) quotas que possui no capital social, no vaiorde R$ (dez mil reais) ao sócio LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, supra qualificado, dando a este, plena e irrevogável quitação. 3) Em consequência do deliberado nas cláusulas supra, o capital social, no valor de R$ (cem mil reais), totalmente integralizado, dividido em

12 et tif iitn 4* Titilis e DQCMHUS «CM1 * f«s«fcrwci - 5,?. O Õ /S rt í-*? o (cem mil) quotas no valor de R$ 1,00 (um real) cada f?ca assim distribuído entre os sócios: SÓCIOS LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA TOTAL % COTAS 60% 40% 100% :- R$ n áe.oqò,oo PARÁGRAFO ÚNICO: A responsabilidade dos sócios será nos termos do artigo da Lei n , de 10 de janeiro de 2002, restritas ao valor das cotas, mas todos responderão, solidariamente, peia integralização do capital social. 4) O sócio JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA, retira-se nesta data, do quadro administrativo da sociedade, assumindo individualmente, o sócio LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, conforme descrito na nova redação da "Cláusula Quinta", "Da Administração da Sociedade" que segue. 5) A "Cláusula Quinta", "Da Administração da Sociedade" terá a seguinte redação: A critério dos sócios, a sociedade poderá designar administradores não sócios. A Administração da sociedade será exercida exclusivamente peio sócio LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, já qualificado, aqui denominado sócio administrador, ao qual ficará autorizado a utilizar o nome empresarial e, isoladamente, será responsável peia pratica de todos os atos necessários ou convenientes à administração, orientação e direção dos negócios sociais, podendo o sócio administrador ou o administrador designado, dentre outros poderes: a) representar a sociedade em juízo ou fora dele, ativa ou passivamente, inclusive perante quaisquer repartições publicas federais, estaduais ou municipais e suas autarquias. b) representar a sociedade perante as instituições financeiras e praticar, em nome da sociedade, os atos que forem necessários e do interesse social; e c) assinar quaisquer documentos, mesmo que importem em responsabilidade ou obrigação da sociedade, inclusive títulos, cheques, cambiais, ordens de pagamento e contrato. PARÁGRAFO PRIMEIRO: As procurações outorgadas pela sociedade serão subscritas pelos administradores isoladamente, e além de mencionarem expressamente os poderes conferidos, deverão, com exceção daquelas para fins judiciais conter um período de validade limitado. PARÁGRAFO SEGUNDO: São expressamente vedados, sendo nulos e inoperantes com relação à sociedade, o uso do nome empresarial e os atos que quaisquer dos sócios, administradores, procuradores e funcionários, que a envolverem em obrigações relativas a negócios ou operações estranhos aos interesses e objetivos sociais, tais como fianças, avais ou quaisquer outras garantias em favor de terceiros.

13 6) A partir desta data, fica excluído dos objetos sociais da empresa, os serviços de intermediação na compra, venda, hipoteca, permuta, locação, administração de imóveis, incorporação, loteamento, assessoria e planejamento de _ documentação imobiliária em geral, não mais obrigando a empresa HO'registro junto ao CRECI. :. 7) A "Cláusula Segunda", udo Objeto Social" passa a ter a seguinte redação: A empresa tem por objeto a prestação de serviços de: a) assessoria e consultoria direcionadas à obtenção de cooperação e estabelecimento de parcerias empresariais com os países que integram o Mercosuí, estabelecimento de relações comerciais com o Paraguai, a Bolívia, a Argentina e o Uruguai; b) assessoria e consultoria aos setores sucro-aicooleiro, minerosiderúrgico e termoelétrico, inclusive no que se refere ao meio ambiente e respectivos órgãos de fiscalização; c) implementações de estudos de viabilidade económica de empreendimentos; d) serviços tendentes a captar investimentos e empreendimentos nacionais e estrangeiros no território nacional e a viabilizar o relacionamento institucional de particulares com o mais variados setores da Administração Pública; e) prestação de serviços de planejamento, execução e monitoramento de programas e projetos sociais a entidades públicas e privadas; f) a assessoria e consultoria técnica a empresas, organizações de classe, entidades governamentais, partidos políticos, organizações religiosas, clubes esportivos, sindicatos e organizações similares; g) organização, elaboração e realização de cursos, palestras e seminários; h) gestão de direitos autorais de obras literárias, artísticas, audiovisuais, cinematográficas e musicais próprias e de terceiros 8) Em virtude das alterações acima deliberadas, resolvem consolidar o contrato social da empresa, revogando as disposições anteriores, passando a reger-se de acordo com as cláusulas e condições seguintes: CONSOLIDAÇÃO DO CONTRATO SOCIAL DA EMPRESA JD - ASSESSORIA E CONSULTORIA LTDA. CLÁUSULA PRIMEIRA DA DENOMINAÇÃO, SEDE E FORO A sociedade gira sob a denominação sociaí de: JD - ASSESSORIA E CONSULTORIA LTDA com sede e domicilio na Avenida República do Líbano, Ibirapuera - CEP São Paulo - SP, podendo a critério dos sócios abrir e encerrar filiais em qualquer parte do território nacional ou no exterior, obedecendo à legislação pertinente. CLÁUSULA SEGUNDA DOS OBJETIVOS A empresa tem por objeto a prestação de serviços de: a) assessoria e consultoria direcionadas à obtenção de cooperação e estabelecimento de parcerias empresariais com os países que integram o Mercosuí, estabelecimento de relações comerciais com o Paraguai, a Bolívia, a Argentina e o Uruguai; b) assessoria e consultoria aos setores sucro-alcooleiro, rninerosiderúrgico e termoelétrico, inclusive no que se refere ao meio ambiente e respectivos órgãos de fiscalização; c) implementações de estudos de

14 fíf tdil fe Mj fstrt fc Titita t tewmw c mq*rul K* O D C BBBfegFBMfem: «^.^...BB^.-^ viabilidade económica de empreendimentos; d) serviços tendentes a captar investimentos e empreendimentos nacionais e estrangeiros no território nacional e a viabilizar o relacionamento institucional de particulares com o rncis variados setores da Administração Pública; e) prestação cie serviços-de planejamento, execução e monitoramento de programas e projetos sociais a entidades públicas e privadas; f) a assessoria e consultoria técnica a empresas, organizações de classe, entidades governamentais, partidos políticos, organizações religiosas, clubes esportivos, sindicatos e organizações similares; g) organização, elaboração e realização de cursos, palestras e seminários; h) gestão de direitos autorais de obras literárias, artísticas, audiovisuais, cinematográficas e musicais próprias e de terceiros. CLÁUSULA TERCEIRA DO PRAZO DE DURAÇÃO O prazo de duração da sociedade é indeterminado. CLÁUSULA QUARTA DO CAPITAL E SUBSCRIÇÃO DE COTAS O capital social da empresa é de R$ (cem mh reais), totalmente integralizado em moeda corrente nacional, dividido em (cem mil) cotas, no valor nominal de R$ 1,00 (um real) cada uma e assim distribuído entre os sócios: SÓCIOS LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA TOTAL % 60% 40% 100% COTAS R$ PARÁGRAFO ÚNICO: A responsabilidade dos sócios será nos termos do artigo da Lei n , de 10 de janeiro de 2002, restritas ao valor das cotas, mas todos responderão, solidariamente, pela integralização do capital social. -ÍAF CLÁUSULA QUINTA DA ADMINISTRAÇÃO DA SOCIEDADE A critério dos sócios, a sociedade poderá designar administradores não sócios. A Administração da sociedade será exercida exclusivamente pefo sócio LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, já qualificado, aqui denominado sócio administrador, ao qual ficará autorizado a utilizar o nome empresarial e, isoladamente, será responsável pela pratica de todos os atos necessários ou convenientes à administração, orientação e direção dos negócios sociais, podendo o sócio administrador ou o administrador designado, dentre outros poderes: a) representar a sociedade em juízo ou fora dele, ativa ou passivamente, inclusive perante quaisquer repartições publicas federais, estaduais ou municipais e suas autarquias. b) representar a sociedade perante as instituições financeiras e praticar, em nome da sociedade, os atos que forem necessários e do interesse social; e

15 Hfl k Tííílfllf OOC» «t«í1 CW1 é tesa br c) assinar quaisquer documentos, mesmo que importem em responsabilidade ou obrigação da sociedade, inclusive títulos, cheques, cambiais,; pagamento e contrato. : : PARÁGRAFO PRIMEIRO: As procurações outorgadas pela sociedade serão subscritas pelos administradores isoladamente, e além de mencionarem expressamente os poderes conferidos, deverão, com exceção daquelas para fins judiciais conter um período de validade limitado. PARÁGRAFO SEGUNDO: São expressamente vedados, sendo nulos e inoperantes com relação à sociedade, o uso do nome empresarial e os atos que quaisquer dos sócios, administradores, procuradores e funcionários, que a envolverem em obrigações relativas a negócios ou operações estranhos aos interesses e objetivos sociais, tais como fianças, avais ou quaisquer outras garantias em favor de terceiros. CLÁUSULA SEXTA DA RETIRADA DE PRO-LABORE O sócio quotista e o administrador, JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA e g LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, terão direito, em comum acordo, de fixar uma retirada mensal, a título de pró-iabore, observadas as disposições regulamentares pertinentes. «B CLÁUSULA SÉTIMA DO BALANÇO, LUCROS E PERDAS. 5 & O exercício sociat terminará em 31 de dezembro de cada ano, quando será p levantado o balanço patrimonial e o balanço de resultado económico, e será J efetuada a apuração dos resultados com observância das disposições legais g aplicáveis. 5 PARÁGRAFO ÚNICO: A sociedade poderá levantar demonstrações contábeis em qualquer mês do exercício calendário e em função desses resultados, distribuir lucros aos seus sócios. CLÁUSULA OITAVA FALECIMENTO E IMPEDIMENTO DE SÓCIOS O falecimento de qualquer dos sócios não implicará dissolução da sociedade, que prosseguirá com os sócios remanescentes, devendo ser pago aos herdeiros do falecido o valor correspondente às suas cotas de capital e à sua participação nos lucros apurados até a data do falecimento, mediante levantamento de balanço geral especifico para esse fim. PARÁGRAFO ÚNICO: O valor devido aos herdeiros do sócio falecido será pagos da seguinte forma; 40% (quarenta por cento) no prazo de dois meses; 30% (trinta por cento) no prazo de seis meses; e 30% (trinta por cento) no prazo de doze meses.

16 flftculfeihíjím íeluius Éteoiwtw f l CLAUSULA NONA DA RETIRADA DOS SÓCIOS /, :% 7 " : Qualquer sócio que desejar retirar-se da sociedade deverá ~coínúríicãr sua intenção aos sócios remanescentes, com antecedência mínima de 60 (sessenta) dias, através de carta registrada, sendo seus haveres e direitos apurados através de balanço especialmente" levantado e pagos em 3 (três) parcelas fixas, mensais e sucessivo sendo o primeiro vencimento fixado para 60 (sessenta) dias após o levantamento do balanço. PARÁGRAFO PRIMEIRO: As cotas sociais são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou transferidas em sua parte ou totalidade a terceiros, sem antes oferecê-las ao sócio remanescente em comunicação escrita, a fim de que seja exercido o eu direito de preferência pela aquisição das mesmas. Se dentro do prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data do recebimento da notificação-recibo, os sócios remanescentes não se manifestem, o sócio notificante fica livre para negociar suas cotas com terceiros. PARÁGRAFO SEGUNDO: Serão nulas de pleno direito as quotas sociais cedidas ou transferidas a terceiros, sem a anuência dos sócios remanescentes, o qua! sempre terá preferência na aquisição das mesmas, em igualdade de condições com terceiros, CLÁUSULA DÉCIMA DA DECLARAÇÃO DE DESIMPEDIMENTO Os sócios, JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA e LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA, já qualificados, declaram, sob as penas da lei, que não estão impedidos de exercer a administração da sociedade, nem por decorrência de lei especial, nem em virtude de condenação nas hipóteses mencionadas no art , 1, do código Civil. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA DA RESPONSABILIDADE TÉCNICA JUNTO AO CRA. O Sr. JÚLIO CÉSAR DOS SANTOS, inscrito no CRA sob n responderá tecnicamente pelas attvidades desenvolvidas pela empresa que exijam capacidade técnica e registro comprovado perante o Conselho Regional de Administração - CRA. CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA ELEIÇÃO DO FORO Fica eleito o foro desta Comarca para qualquer ação fundada neste contrato, com exclusão expressão de qualquer outro, por mais privilegiado que seja. CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E FINAIS Os casos omissos neste contrato serão regidos pelas disposições das leis em vigor.

17 Oficial et taiitn fe HtiUs c tocuntn * o r? o o n Õ - bbáíiío E, por estarem de pleno e comum acordo, assinam o presente instrumento de declaração e consolidação contratual em 03 (três) vias de igual forma e teor, na presença de duas testemunhas. Paulo, 04 de Setembro de o JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA f.? LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA E SILVA JÚLIO CÉSAR DOS SANTOS TESTEMUNHAS:

18 DOC. 2

19 CONTRATO DE PfcgSTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, as partes, a saber: I- GALVÃO ENGENHARIA S/A, doravante denominada "CONTRATANTE", sociedade limitada, devidamente constituída de acordo com a legislação brasileira, inscrita no ÇNPJ/MF sob o n / , com sede social na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo na Rua Gomes de Carvalho n 1510, 19 andar, Bairro Vila Olímpia/neste ato representada pêlo SrJosé Gilberto de Azevedo Branco yalentim^rasileirq, engenheiro, portador da cédula de identidade RG.no IFP/RJ e do CPF/MF. n , e II - JD ASSESSORIA & CONSULTORIA LTDA.,dora vante denominada "CONTRATADA", sociedade simples limitada, inscrita no CNPJ/MF sob o n 03, / , Inscrição Estadual isenta, com sede social ria Cidade de São Paulo, Estado de S!ão Paulo, na Rua Sena Madureira, Vila Clementino - São Paulo - SP, neste ato representada pé'4tò Sr.José Direèu de Oliveira é Silva, brasileiro, solteiro, advogado, portador da cédula de identidade RG.n ' SSP/SP e do CPF/MF. n ; têm entre si, justo e contratado celebrar o presente CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS,.(doravante denominado simplesmente "CONTRATO") o qual será regido pelas èefuintes Cláusulas è condições: CAPÍTULO l - Do OBJETO i / Cláusula 1a - O presente CONTRATO tem por objeto a prestação por parte da CONTRATADA à CONTRATANTE dos serviços a seguir elericaàos: 1.1 Prestação de serviços, sem exclusividade, de consultoria ê assessoramento comercial dentro do escopo da CONTRATANTE, cabendo as partes a definição dos projetos; '

20 1.2 Análise dos aspectos sociológicos e políticos do Brasil; 1.3 Prestar assessoria na integração da América do Sul, Merco$ul, África, relações entre os Estados Uniçlos e a Europa, assim.como ministrar palestrais e conferências internacionais 1.4 Participação da CONTI^TA;NTE, quando convidada em reuniões da CONTRATADA, mantendo seus participantes informados e atualízados sobre os aspectos sociológicos e políticos do Brasil; 1.5 Divulgação do nome da CONTRATANTE dentro da comunidade nacional e internacional em eventos relacionados com o escopo social da CONTRATANTE; 1.6 Promoção e organização de seminários e debates, bem como a realização de contatos para este fim; e 1.7 Permanecer à disposição da CONTRATANTE para prestar quaisquer infprrnações, quando sqiiçitadp, sobre os serviços para os quais foi contratada nos termos do presente Contrato. CAPÍTULO 2 - DA REMUNERAÇÃO E FORMA DE PAGAMENTO Cláusula 2a -,A título de remuneração pelos serviços contratados no presente instrumento a CONTRATANTE pagará à CONTRATADA valor fixo mensal de R$ (vinte e cinco mil reais) no dia 25 de cada mês,medíante apresentação de nota fiscal,-, por meio de depósito bancário no território nacional em (conte Corrente a ser indicada pela CONTRATADA oportunamente. Para os serviços de assessoria na África, os valores serão negociados para cada país alvo, oportunamente. CAPÍTUCO 3 * DAS OBRIGAÇÕES DAS PARTES Cláusula 3a - A CONTRATANTE obriga-se a: 3.1 fornecer todo e qualquer material, elementos e informações, incluindo, mas não limitando; passagens áreas, hospedagens e informações sobns seus fbjçtjvos necessários pára instruir e orientar a atuaçãp da CONTRATADA,. 3.2 realizar o pagamento na forma estabelecida na Cláusula acima.

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1 INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA EMPRESA 1 Pelo presente instrumento particular, atendendo as formalidades legais, SÓCIA 2; SÓCIO 2, resolvem constituir uma sociedade limitada,

Leia mais

TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL

TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL TAL & TAL CONSULTORES LTDA CNPJ/MF nº 00.000.000./0001-00 PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL Fulano de Tal, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB/PR sob o nº 00.000, residente e domiciliado na Av....

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF 032/2014 - PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica

Leia mais

CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS

CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS CONTRATO SOCIAL DA SOCIEDADE DE ADVOGADOS -------------------------------- [Nota: os instrumentos de alteração contratual devem contem o número de registro da sociedade no CNPJ e o número de inscrição

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ...

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ... INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO E CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA. CNPJ... Por este instrumento particular e na melhor forma de direito, FULANO DE TAL, brasileiro, natural

Leia mais

Serviço Social do Comércio DEPARTAMENTO NACIONAL Estância Ecológica SESC-Pantanal

Serviço Social do Comércio DEPARTAMENTO NACIONAL Estância Ecológica SESC-Pantanal PREGÃO SESC Nº 15/0018 PG ANEXO IV MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO, O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO/SESC ESTÂNCIA ECOLÓGICA SESC PANTANAL, NA QUALIDADE

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE JARDIM

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE JARDIM CONTRATO Nº 87/2014 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM A E A EMPRESA LETICIA MARIA ANTONIO DE CARVALHO - ME. I CONTRATANTES E REPRESENTANTES: O MUNICÍPIO DE JARDIM, Estado de Mato Grosso do Sul, pessoa jurídica

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

ferramenta: MODELO DE CONTRATO SOCIAL

ferramenta: MODELO DE CONTRATO SOCIAL INDICADO PARA empreendedores que pretendem constituir uma sociedade e não se enquadram nos critérios aplicáveis aos Empreendedores Individuais (EI) - leia mais abaixo. SERVE PARA formalizar uma sociedade

Leia mais

TERCEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL DA SOCIEDADE: AVANTI EVENTOS LTDA CNPJ/MF N.º 05.565.240/0001-57 NIRE 412.0497127-0 folha 1 de 6

TERCEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL DA SOCIEDADE: AVANTI EVENTOS LTDA CNPJ/MF N.º 05.565.240/0001-57 NIRE 412.0497127-0 folha 1 de 6 folha 1 de 6 Os abaixo identificados e qualificados: 1) MARILIA SANTOS MAIA, brasileira, viúva, empresária, inscrita no CPF/MF sob n o 605.877.769-00, portadora da carteira de identidade RG nº. 874.820-0

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PARCERIA COMERCIAL E OUTRAS AVENÇAS

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PARCERIA COMERCIAL E OUTRAS AVENÇAS INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE PARCERIA COMERCIAL E OUTRAS AVENÇAS LIVRE TELECOM COM. E SERV. EM TELECOMUNICAÇÕES LTDA., sociedade regularmente constituída com sede na Av. Cásper Líbero, 383 8 andar

Leia mais

MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS

MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS MODELO CONTRATO CONSTITUTIVO DE SOCIEDADE DE ADVOGADOS NOME DO ADVOGADO, brasileiro, divorciado, advogado, inscrito na OAB/BA sob n ------, CPF.: -----------------------, residente e domiciliado nesta

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE APÓLICE DE SEGURO E/OU CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE APÓLICE DE SEGURO E/OU CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE APÓLICE DE SEGURO E/OU CONTRATO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE COLETIVO POR ADESÃO Este Contrato de Prestação de Serviços de Administração de Apólice de Seguro

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 015/2015

C O N V Ê N I O Nº 015/2015 C O N V Ê N I O Nº 015/2015 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

DAS OBRIGAÇÕES DO CONVENENTE

DAS OBRIGAÇÕES DO CONVENENTE ACORDO DE COOPERAÇÃO INSTITUCIONAL QUE ENTRE SI CELEBRAM A SECARGO SOCIEDADE EDUCACIONAL CARVALHO GOMES LTDA, MANTENEDORA DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU, E A ASSEJUF/RN - ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E A ESCOLA DE SAMBA BAMBAS DA ORGIA 006/2007-SEPLAN MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrito no CNPJ/MF sob o n 87.612.537/0001-90

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA

CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA 1 CONTRATO DE COMPRA E VENDA COM CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS DE SOCIEDADE POR QUOTAS DE RESPONSABILIDADE LIMITADA I PARTES: a) Sócia 2, doravante denominada simplesmente PROMITENTE VENDEDOR CEDENTE;

Leia mais

Prefeitura do Município de Rondonópolis Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis Av. Dr. Paulino de Oliveira, 1411 Jardim Marialva CEP 78720-

Prefeitura do Município de Rondonópolis Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis Av. Dr. Paulino de Oliveira, 1411 Jardim Marialva CEP 78720- CONTRATO Nº 002/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM A CODER COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE RONDONÓPOLIS,, E (O)A EMPRESA: SESI SERVIÇO SOCIAL DA INDUSTRIA ABAIXO QUALIFICADOS, PARA O FIM QUE NELE SE DECLARA.

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO/UNIRG N. 016/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular, de um lado a, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com sede na av. Pará, 2432,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ INSTRUMENTO PARTICULAR DE ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA NOME DA EMPRESA LTDA (ME/EPP)??? CNPJ, brasileiro, maior, casado sob o regime de comunhão ------- -------de bens, empresário,

Leia mais

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO Termo de Constituição de Consórcio 1 As Partes: A empresa (Nome da Empresa)..., com sede na cidade de..., (Endereço)..., com CNPJ n o..., Inscrição Estadual...,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - 8ª REGIÃO - SÃO PAULO CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO, MANUTENÇÃO, CONSULTORIA, ASSESSORIA E TREINAMENTO EM INFORMÁTICA E FORNECIMENTO DE SISTEMAS Pelo presente instrumento, de um lado, CONSELHO REGIONAL

Leia mais

CONTRATO DE ASSOCIAÇÃO. ASSOCIADA Nome do Advogado

CONTRATO DE ASSOCIAÇÃO. ASSOCIADA Nome do Advogado CONTRATO DE ASSOCIAÇÃO ASSOCIADA Nome do Advogado Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, NOME DA SOCIEDADE, sociedade inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil - Secção de

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, SEBRAE E ACISA 049/2006 - SEPLAN

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, SEBRAE E ACISA 049/2006 - SEPLAN CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, SEBRAE E ACISA 049/2006 - SEPLAN MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF sob o n. 87612537/0001-90,

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 105/PGM/2011 - PROCESSO Nº 06.3467-00/2011

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 105/PGM/2011 - PROCESSO Nº 06.3467-00/2011 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA - SEMFAZ, DE UM LADO, E DO OUTRO O BANCO DO BRASIL S.A., PARA OS FINS QUE ESPECIFICAM. Aos vinte

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS E AFINS CNPJ 01.787.506/0001-55 Página 1 de 15 CHAMADA PÚBLICA N.º 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA Ltda.

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA <nome> Ltda. INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DA SOCIEDADE LIMITADA Ltda. Pelo presente instrumento particular, atendendo as formalidades legais, XXX, brasileiro, solteiro/casado/divorciado, natural de

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO

CONTRATO ADMINISTRATIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA DE MINAS MG Praça da Bandeira, n.º 276, Centro - CEP: 37.545-000 Tel.: (35)3472-1270 / 3472-1333 Fax: (35) 3472-1200 CNPJ n.º 18.675.959/0001-92 CONTRATO ADMINISTRATIVO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO/UNIRG N. 015/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular, de um lado a, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com sede na av. Pará, 2432,

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015. Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 08/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa PUBLICENTER INFORMÁTICA COMÉRCIO E LOCAÇÃO LTDA-ME CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO,

Leia mais

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014.

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA, celebrado entre o MUNICÍPIO DE MAUÉS, por intermédio da PREFEITURA

Leia mais

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX

CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Página 1 de 5 CONTRATO DE ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS N.º XXXX/XX Pelo presente Instrumento Particular, de um lado, como ADMINISTRADORA, a empresa VIVER NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS LTDA ME CRECI/RN sob o nº 2990

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER/MT

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER/MT CONTRATO N 032/2014 O MUNICÍPIO DE COLÍDER, Estado de Mato Grosso, Pessoa Jurídica de Direito Público Interno, com sede administrativa à Travessa Parecis, n.º 85, Centro, Setor Leste, na Cidade de Colíder,

Leia mais

Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ

Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ CONTRATO n /2007 Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria / Instrutoria, que entre si celebram o SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 055/2014

C O N V Ê N I O Nº 055/2014 C O N V Ê N I O Nº 055/2014 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERNET Pelo presente Instrumento Particular o BANCO MÁXIMA S/A, com sede na cidade de Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Avenida Atlântica, 1130, 12º andar

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX Contrato de locação de estrutura de BOX TRUS que entre si celebram o SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO DF SESC/AR/DF e a Empresa

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS NÃO RESIDENCIAIS

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS NÃO RESIDENCIAIS 1 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA FINS NÃO RESIDENCIAIS Pelo presente instrumento particular de contrato, que tem de um lado FUNDAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA, entidade de direito privado sem fins lucrativos

Leia mais

CONVÊNIO Nº 011/ 2015

CONVÊNIO Nº 011/ 2015 CONVÊNIO Nº 011/ 2015 CONVÊNIO ENTRE O / RN E A ASSOCIAÇÃO CAICOENSE DE ATLETISMO EQUIPE CAICÓ RUAS, NA FORMA INDICADA. O RN (PREFEITURA MUNICIPAL), Pessoa Jurídica de Direito Público, estabelecida na

Leia mais

FESG FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA FAFICH FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS. Contrato nº 100/2014. CLÁUSULA PRIMEIRA Das Partes

FESG FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA FAFICH FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS. Contrato nº 100/2014. CLÁUSULA PRIMEIRA Das Partes Contrato para locação equipamentos de informática, destinado a Manutenção e Administração da FESG/FAFICH Que entre si celebram a FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIATUBA e a empresa ANTONIO JOSE ALVES CARDOSO

Leia mais

Item Quant Unid. Descrição Detalhada e Atualizada do Objeto

Item Quant Unid. Descrição Detalhada e Atualizada do Objeto CONTRATO DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS E OUTSOURCING DE PROCESSAMENTO DE IMAGEM N.º 085/2015, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO DAS NEVES, ATRAVÉS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E TEM SOLUÇÕES

Leia mais

CONTRATO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO

CONTRATO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO 1 CONTRATO PARA A GESTÃO DE CURSOS DE LINGUA ITALIANA DO ISTITUTO ITALIANO DI CULTURA DI SAN PAOLO (A) Istituto Italiano di Cultura di San Paolo, com sede na Av. Higienópolis, 436 São Paulo SP, CEP 01238-000,

Leia mais

INVENTOR INDEPENDENTE

INVENTOR INDEPENDENTE CONTRATO DE RECONHECIMENTO DE TITULARIDADE, DIREITOS E DEVERES SOBRE TECNOLOGIA QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE MINAS GERAIS FAPEMIG E O INVENTOR INDEPENDENTE XXXXXXXXXXXXXXXXXXX.

Leia mais

CONTRATO DE MANUTENÇAO E SUPORTE TECNICO E OUTRAS AVENÇAS Nº /

CONTRATO DE MANUTENÇAO E SUPORTE TECNICO E OUTRAS AVENÇAS Nº / CONTRATO DE MANUTENÇAO E SUPORTE TECNICO E OUTRAS AVENÇAS Nº / Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, (Nome da empresa CONTRATANTE), pessoa jurídica de direito privado com

Leia mais

Estado do Amazonas Prefeitura Municipal de Benjamin Constant Gabinete da Prefeita Fls.1/10

Estado do Amazonas Prefeitura Municipal de Benjamin Constant Gabinete da Prefeita Fls.1/10 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO Contrato de Locação de Imóvel nº 001/2014 Processo nº 001/2014 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE BENJAMIN CONSTANT/AM, E À EMPRESA

Leia mais

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO n 002/2015. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA (RS) E O BANCO DO BRASIL S.A. O MUNICÍPIO

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE XAXIM

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE XAXIM 1 INSTRUMENTO CONTRATUAL N.0050/2013. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SISTEMAS N.0050/2013. O Município de Xaxim, Estado de Santa Catarina, inscrito no CNPJ/MF sob o número N. 82.854.670/0001 30 -

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº.

CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº. I PARTES: CONTRATO ADMINISTRATIVO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA E CONSULTORIA EM PROJETOS N. 044/2014 Pregão Presencial nº. 004/2014 A CONTRATANTE: O MUNICÍPIO DE TAQUARUÇU DO SUL, Pessoa Jurídica

Leia mais

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO AO CLUBE DA MAIOR IDADE ALEGRIA DE VIVER, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS

Leia mais

CONTRATO Nº 104/2014

CONTRATO Nº 104/2014 CONTRATO Nº 104/2014 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE CELEBRAM O MUNICÍPIO DE SANTANA DA BOA VISTA/RS E A EMPRESA POLYTEK COMERCIO E SERVIÇOS DE INFORMATICA LTDA. O MUNICÍPIO DE SANTANA

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 001/2011 CONTRATO ADMINISTRATIVO

DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 001/2011 CONTRATO ADMINISTRATIVO DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº. 001/2011 CONTRATO ADMINISTRATIVO Termo de Contrato entre a Câmara Municipal de Vereadores de Erechim e a empresa SUPERATIVA PROPAGANDA E MARKETING LTDA. para a publicação dos

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

CONTRATO DE PARCERIA

CONTRATO DE PARCERIA CONTRATO DE PARCERIA (1) Travel Young Turismo Ltda., sociedade limitada empresária com sede na [INSERIR], inscrita no CNPJ/MF sob o n [INSERIR], neste ato, representada, na forma estatutária por seus representantes

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

PROTOCOLO DE INTENÇÕES

PROTOCOLO DE INTENÇÕES PROTOCOLO DE INTENÇÕES Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 62.225.933/0001-34, com sede nesta Capital, na Av. Paulista, 1313, 6º andar e Instituto Roberto Simonsen

Leia mais

CONVITE Nº 003/2012 - CRA/RN

CONVITE Nº 003/2012 - CRA/RN CONVITE Nº 003/2012 - CRA/RN Prezados senhores, A COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÕES DO CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO CRA/RN em conformidade com a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, torna público,

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO, NOS TERMOS DO ARTIGO 24, II, 1º, DA LEI FEDERAL N.º 8.666/93 E SUAS ALTERAÇÕES.

DISPENSA DE LICITAÇÃO, NOS TERMOS DO ARTIGO 24, II, 1º, DA LEI FEDERAL N.º 8.666/93 E SUAS ALTERAÇÕES. CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 016/2013 CONTRATAÇÃO DE SEGURO EMPRESARIAL, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO COMO CONTRATANTE A COMPANHIA DE HABITAÇÃO DE LONDRINA - COHAB-LD, E COMO CONTRATADA A EMPRESA ALFA

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE INFORMÁTICA Nº 271/2015

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE INFORMÁTICA Nº 271/2015 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE INFORMÁTICA Nº 271/2015 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SITEMA DE INFORMÁTICA, QUE ENTRE SI CELEBRAM O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE PORTELÂNDIA E A EMPRESA CLEBER FERNANDES

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE Ao aceitar eletronicamente este contrato, depois de aceito todas as condições do contrato, o cliente estará automaticamente aderindo e concordando com todos os termos

Leia mais

CONTRATO Nº 2015/001

CONTRATO Nº 2015/001 CONTRATO Nº 2015/001 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO MÉDIO VALE DO ITAJAÍ - CIMVI E JF SITES OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS HOSPEDAGEM DE WEBSITE. O CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL

Leia mais

CONVÊNIO DE RECIPROCIDADE E COOPERAÇÃO TÉCNICA OFERTA DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA

CONVÊNIO DE RECIPROCIDADE E COOPERAÇÃO TÉCNICA OFERTA DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA CONVÊNIO DE RECIPROCIDADE E COOPERAÇÃO TÉCNICA OFERTA DE PLANO PRIVADO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE ODONTOLÓGICA BELO DENTE FAMILIAR E INDIVIDUAL Registro Produto nº. 455.668/06-2. SINCOR-MG, Sindicato dos Corretores

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO CONVÊNIO N.º.../... TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA DE ESTADO EDUCAÇÃO

Leia mais

CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DO MVP WEB

CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DO MVP WEB CONTRATO DE COMERCIALIZAÇÃO DO MVP WEB Contrato de Prestação de Serviços que entre si fazem {{customer_full_name}}, com registro no {{customer_document_kind}} sob o n {{customer_document_number}}, com

Leia mais

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE SANTA CATARINA, autarquia federal de fiscalização profissional regida pela Lei n 12.378, de 31 de dezembro

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento, as Partes Termos e Condições Reserva Online Usuário do Sistema de Reserva Online FastPass, doravante denominada

Leia mais

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP

MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP MINUTA CONVÊNIO Nº 004/2010-TJAP CONVÊNIO DE PARCERIA PARA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ E O BANCO BMG S/A O, com sede em Macapá, Capital

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO QUE ENTRE SI FORMALIZAM, DE UM LADO O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO - RS E, DE OUTRO, A EMPRESA XXXXXXXXXXX PARA O FIM QUE NELE SE DECLARA. O Conselho

Leia mais

CONTRATO DE PARCERIA

CONTRATO DE PARCERIA CONTRATO DE PARCERIA 1. DAS PARTES INTOO SERVIÇOS FINANCEIROS E DE INFORMAÇÃO NA INTERNET LTDA., sociedade limitada inscrita no CNPJ/MF sob nº 18.027.353/0001-40, com sede na Praça Dom José Gaspar, 76,

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO Nº XXX/2013 EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 004/2013 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 23062.008112/2013-11 DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº XXX/2013 Contrato de Locação nº XXX/2013 que entre

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO SESC/AR/DF DF 2013 CF XXX

CONTRATO DE FORNECIMENTO SESC/AR/DF DF 2013 CF XXX CONTRATO DE FORNECIMENTO SESC/AR/DF DF 2013 CF XXX Contrato de Fornecimento de Ribbon para Impressora Datacard SP 55 Plus que entre si celebram o Serviço Social do Comércio Administração Regional do Distrito

Leia mais

Nome Fantasia: SPAZIO LUXOR CNPJ: 12.610.919/0001-86. Representantes Financeiros: Contatos: (...)... E-mail:... Contatos: (...)... E-mail:...

Nome Fantasia: SPAZIO LUXOR CNPJ: 12.610.919/0001-86. Representantes Financeiros: Contatos: (...)... E-mail:... Contatos: (...)... E-mail:... HM ASSESSORIA DE COBRANÇA LTDA RUA PLATINA N 1265 LJ 4 - CALAFATE BELO HORIZONTE MINAS GERAIS (31) 3295.7359 Razão Social: CONDOMINIO RESIDENCIAL SPAZIO LUXOR Nome Fantasia: SPAZIO LUXOR CNPJ: 12.610.919/0001-86

Leia mais

ANEXO 10 MODELO DE GARANTIA DE PROPOSTA E DE PERFORMANCE

ANEXO 10 MODELO DE GARANTIA DE PROPOSTA E DE PERFORMANCE EDITAL DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA CASA CIVIL Nº 03/2013 ANEXO 10 MODELO DE GARANTIA DE PROPOSTA E DE PERFORMANCE Modelo de Garantia de Proposta - Seguro-Garantia (Termos e Condições Mínimas) 1. Tomador:

Leia mais

CONVÊNIO24215-01/2010.

CONVÊNIO24215-01/2010. CONVÊNIO24215-01/2010. TERMO DE CONVÊNIO QUE CELEBRAM ENTRE SÍ O ESBJ - ENSINO SUPERIOR BUREAU JURÍDICO S/A, MANTENEDORA DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE FORTALEZA, CONVENENTE - E CONSELHO REGIONAL DE

Leia mais

MODELO DE CONTRATO ASSOCIAÇÃO DE ADVOGADO/ SOCIEDADE

MODELO DE CONTRATO ASSOCIAÇÃO DE ADVOGADO/ SOCIEDADE MODELO DE CONTRATO ASSOCIAÇÃO DE ADVOGADO/ SOCIEDADE Observação: Este modelo abaixo, foi disponibilizado no Manual de orientação para sociedades advocatícias: guia prático para orientação das sociedades

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARE Nº 001/2016

FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARE Nº 001/2016 FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SOFTWARE Nº 001/2016 Que entre si celebram o FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE e PÚBLICAS SOLUÇÕES LTDA - ME conforme as disposições seguintes: PREAMBULO I - DOS

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE SOFTWARE DE BACKUP ONLINE, E OUTRAS AVENÇAS, NA FORMA ABAIXO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE SOFTWARE DE BACKUP ONLINE, E OUTRAS AVENÇAS, NA FORMA ABAIXO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE SOFTWARE DE BACKUP ONLINE, E OUTRAS AVENÇAS, NA FORMA ABAIXO QUADRO RESUMO 1. : NOME DA EMPRESA, com sede na xxxxxxxxxxxxx, nº. xxxx,, inscrita no

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE CARTA CONTRATO N 008/2013 FIRMADO ENTRE O SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO SAAE e a empresa A F CASTELO BRANCO ME, objetivando a CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA SERVIÇO DE REBOBINAMENTO DE MOTORES ELÉTRICO.

Leia mais

TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO

TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO TERMO DE ADESÃO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO São partes deste Instrumento, VAIVOLTA.COM SERVIÇOS DE INTERNET SA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 15.529.518/0001-94, com sede na Rua Frei Caneca,

Leia mais

Contrato Para Realização, via Internet, de Operações nos Mercados à Vista e de Opções.

Contrato Para Realização, via Internet, de Operações nos Mercados à Vista e de Opções. Contrato Para Realização, via Internet, de Operações nos Mercados à Vista e de Opções. A Talarico CCTM Ltda, com sede na Cidade de São Paulo, à Av. Paulista, 1776-6 andar, inscrita no CNPJ sob o nº 61.729.133/0001-98,

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL /10

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL /10 INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL /10 SPIN TELECOMUNICAÇÕES E REPRESENTAÇÕES LTDA. Com sede a Praça da Sé, 158 2º Andar Conjunto 208 Bairro Centro Cep 01001-000 - São Paulo

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 025/2014

C O N V Ê N I O Nº 025/2014 C O N V Ê N I O Nº 025/2014 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO PAULO

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO PAULO TERMO DE CONTRATO Nº 34/2014 DE CUSTOMIZAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E TREINAMENTO TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO PAULO, POR MEIO DO PREGÃO N 23/2014, PROCESSO

Leia mais

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO São partes neste instrumento: I CORRETORA: CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO A TERMO ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., com sede no Município de São Paulo, Estado de São

Leia mais

1.2 Os serviços objeto desta licitação, devido à sua natureza, dependem da execução dos serviços constantes dos Processos Administrativos nºs

1.2 Os serviços objeto desta licitação, devido à sua natureza, dependem da execução dos serviços constantes dos Processos Administrativos nºs PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 277/2014 CONTRATO Nº 06/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FISCALIZAÇÃO DA OBRA DA NOVA SEDE DO CFF, QUE CELEBRAM ENTRE SI O CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA - CFF E A EMPRESA

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO 011/2013 OBJETO: LOCAÇÃO DE IMÓVEL PARA CEDÊNCIA A EMPRESA ROSANGELA MENEGAT ALBARELLO & CIA LTDA. VANDERLEI ZANATTA, Prefeito Municipal de Taquaruçu do Sul, no uso das atribuições

Leia mais

CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL

CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO CEARÁ - CRCCE E O INSTITUTO DE ESTUDOS DE PROTESTO DE TÍTULOS DO BRASIL SEÇÃO CEARÁ (IEPTB-CE). O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE

Leia mais

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro ANEXO VIII MODELO MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº 005/2012 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPOD QUE ENTRE SI FAZEM O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, POR INTERMÉDIO DA EMPRESA DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

Administrado por BOLETIM DE SUBSCRIÇÃO DE COTAS DA 2ª EMISSÃO

Administrado por BOLETIM DE SUBSCRIÇÃO DE COTAS DA 2ª EMISSÃO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO THE ONE Administrado por RIO BRAVO INVESTIMENTOS DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. CNPJ n.º 72.600.026/0001-81 Avenida Chedid Jafet, n.º 222, bloco

Leia mais

O presente CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ajusta-se mediante cláusulas e condições alinhadas adiante.

O presente CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ajusta-se mediante cláusulas e condições alinhadas adiante. PROCESSO Nº 2425-2014 Contrato n.º 058/2014 TERMO DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS N 058/2014 QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CHAPADÃO DO CÉU, ESTADO DE GOIÁS E A EMPRESA BRUNO MARTINS SANTOS.

Leia mais

Parágrafo Primeiro: Ficam as contratações das operações de crédito sujeitas a:

Parágrafo Primeiro: Ficam as contratações das operações de crédito sujeitas a: CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SÃO PAULO - FIESP E A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CAIXA. De um lado a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, instituição financeira sob a forma de

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE XAXIM Rua Rui Barbosa n. 347 Fone: 3353-8200 CEP: 89825-000 XAXIM CNPJ: 82.854.670/0001-30

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE XAXIM Rua Rui Barbosa n. 347 Fone: 3353-8200 CEP: 89825-000 XAXIM CNPJ: 82.854.670/0001-30 CONTRATO N. 033/2014 CELEBRADO ENTRE O MUNICÍPIO DE XAXIM/FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE E A EMPRESA DENTAL GORGES LTDA- EPP. O Município de XAXIM, Através do Fundo Municipal da Saúde, com inscrição no CNPM/MF

Leia mais

CARTA CONTRATO Nº 204/2015, PREFEITURA DE PRESIDENTE FIGUEIREDO CURUPIRA CONSTRUTORA E SERVIÇOS GRÁFICOS

CARTA CONTRATO Nº 204/2015, PREFEITURA DE PRESIDENTE FIGUEIREDO CURUPIRA CONSTRUTORA E SERVIÇOS GRÁFICOS CARTA CONTRATO Nº 204/2015, FIRMADO ENTRE A PREFEITURA DE PRESIDENTE FIGUEIREDO E A EMPRESA CURUPIRA CONSTRUTORA E SERVIÇOS GRÁFICOS E PUBLICITÁRIOS LTDA-ME, OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE PRODUÇÃO

Leia mais

TELEFONICA ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO BRASIL LTDA - TESB CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MONITORAMENTO E RASTREAMENTO COM COMODATO DO EQUIPAMENTO

TELEFONICA ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO BRASIL LTDA - TESB CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MONITORAMENTO E RASTREAMENTO COM COMODATO DO EQUIPAMENTO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MONITORAMENTO E RASTREAMENTO COM COMODATO DO EQUIPAMENTO Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, as partes a seguir qualificadas: TELEFÔNICA

Leia mais

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL À ASSOCIAÇÃO AMIGOS DE SANTA RITA PROVENIENTE DO FUNDO MUNICIPAL DO IDOSO, FIRMAR CONVÊNIO, SUPLEMENTAR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

MODELO DO CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA

MODELO DO CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA São partes no presente instrumento, de um lado, (i) o usuário dos serviços de telecomunicações da Brasil Telecom S.A., doravante individualmente

Leia mais

CONTRATO/UNIRG N. 46/2014

CONTRATO/UNIRG N. 46/2014 CONTRATO/UNIRG N. 46/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CELEBRADO ENTRE A E A NP EVENTOS E SERVIÇOS LTDA CONTRATANTE: CONTRATADA:, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com

Leia mais