Sistemas de Informação. Tecnologia da Informação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas de Informação. Tecnologia da Informação"

Transcrição

1 Universidade de Passo Fundo Curso de Ciência da Computação Sistemas de Informação Prof. Alexandre Lazaretti Zanatta Tecnologia da Informação Valor da informação São recursos não humanos destinados ao processamento, armazenamento e resultados das informações 2/135 1

2 Evolução da Tecnologia Nível de Integraçao Década Sistemas Ambiente Pequeno 60 Mainframe Cpd Médio 70 Mini Pdd Alto 80 Micro Sistemas distribuídos Ultra 90 Chip C/S???????????? 3/135 Fatores Críticos Tecnologia e recursos de informática dramática evolução capacidade, redução dos custos, aumento na facilidade do uso Mão de Obra desde executivos até técnica especializada Mudança da Natureza dos problemas competição e condições econômicas Aspectos Psicológicos, políticos e organizacionais conseqüência dos anteriores, criando novas necessidades 4/135 2

3 Estágios do processo 1º Manual Organização e Métodos 2º Automação Sistemas Isolados 3º Integração utilização de BD 5/135 Histórico do CPD Início Primeira Aplicação. Ex: Contabilidade processar dados Contágio Segunda Aplicação: Gerar relatórios, fornecer informações Maturidade Terceira Aplicação: SAD apoiar decisões 6/135 3

4 Novo Papel do Analista de Sistemas Organização Administrador Analista de Negócios Informática Analista de Sistemas 7/135 Definição de um sistema Coleção de componentes que estão cuidadosamente integrados para buscar uma proposta comum. Buscam um sinergismo, isto é, a ação integrada dos componentes, que tem um efeito mais positivo do que a soma dos efeitos dos componentes individuais operando independentemente ( Reynolds, 1988). 8/135 4

5 Características do sistema Os sistemas interagem com seu ambiente Todo sistema pode ser dividido dentro de subsistemas Os sistemas serão afetados pela mudança O feedback e controle são essenciais 9/135 Dados Dado é uma coleção de fatos desorganizados que ainda não foram transformados em informação. Representa fatos brutos no qual as conclusões podem ser desenhadas. Estes fatos devem descrever pessoas, lugares, coisas, idéias, processos e eventos. 10/135 5

6 Informação Informação é o conhecimento adquirido do processamento do dado. A informação freqüentemente leva à ação. Obter dados de diferentes fontes, processa-los para produzir informações relevantes e usar esta informação para tomar decisões. 11/135 A qualidade do dado e informação Acuracidade: sem erro. Completariedade: Cada parte do dado deve ser completamente acurada, mas se apenas metade do dado for recebida então a informação derivada do dado deve ser inválida. 12/135 6

7 Relevância: dado recebido deve ser importante para aquela decisão a ser tomada. Oportunidade: é importante para decisões que envolvem condições que mudam rapidamente. Auditabilidade: habilidade para verificar a acuracidade e a completariedade dos dados. Possibilidade de trazer de volta a sua fonte original 13/135 Convergindo dado em informação O processamento do dado para converter em informação envolve um ou mais das seguintes atividades: entrada, processo, armazenagem saída 14/135 7

8 Entrada Originar/surgir: A ocorrência de um evento ou transação no negócio resulta na origem do dado que são entradas para o sistema de informação. Ex: recebimento de uma ordem do consumidor, recebimento de uma fatura de um fornecedor Capturar: é necessário obter a transação básica do dado de alguma maneira para que ele de entrada no sistema de informação. 15/135 Entrada Coletar: Deve ser necessário para combinar dados de diversas fontes para ter todos os fatos necessários Verificar: O dado deve ser editado de uma forma que valide a sua entrada no sistema. Dados de quantidade e custo devem ser numéricos, nomes devem ser alfabéticos Codificar: Antes de processar os dados devem ser convertidos de uma forma aceitável para a máquina. 16/135 8

9 Processo Classificar: O dado deve ser agrupado de acordo com algumas características que são úteis. Sortear: arranjado em uma seqüência para simplificar o processamento ou fornecer uma idéia do dado. Calcular: deve envolver e realizar alguma operação matemática com o dado Sumarizar: O resumo é a acumulação do dado dentro de um determinado nível. 17/135 Armazenagem Atualizar: envolve acrescentar novo dado, deletar o dado desnecessário ou mudar o dado velho para torná-lo atual. Indexar: é a criação e manutenção do endereço do computador utilizado para ajudar a localizar o dado quando ele for necessário no futuro. Proteger: precisa ser colocado em um local onde ele esteja seguro e pode ser acessado no futuro. Recuperar: envolve recuperar o dado de sua localização para que ele possa ser visto ou acessado em um novo processamento de dado 18/135 9

10 Saída Converter: freqüentemente a forma no qual o dado é apresentado não é a forma mais útil. Relatar: O relatório impresso é a saída mais comum para apresentar a informação derivada do dado. Apresentar: A informação está mais e mais freqüentemente sendo apresentada à administração na forma de relatório, dados tabulados ou gráficos, no terminal de computador em vez de no papel. Comunicar: O dado precisa ser movido de um local a outro para alcançar o usuário final. 19/135 Planejamento - Organizações Visão Sistêmica Elementos: (humanos, materiais, energia, financeiros, informação) Relação entre os elementos-processo Meio Ambiente: (fornecedores, mantenedores, sociedade, governo, clientes) Objetivo: missão, atender necessidade do cliente, valor agregado, lucro? 20/135 10

11 Planejamento Qualidade nas organizações Metodologia de planejamento - FCS BSP - Planejamento de sistemas de negócios Engenharia da Informação MASP - Método de Análise e Solução de problemas PEI Metodologia de Planej. Informações 21/135 Qualidade nas Organizações total satisfação do cliente gerência Participativa desenvolvimento de RH gerência de processos delegação disseminação de informações garantia da qualidade não aceitação de erros 22/135 11

12 Fatores Críticos de Sucesso (FCS) FCS são as poucas coisas que têm que andar bem para garantir sucesso a um gerente ou organização Áreas gerenciais de atenção especial e contínua. Metodologia FCS (CSF) : explicita os FCS Diálogos estruturados entre analistas e gerentes 23/135 Metodologia de Planej. Informações Análise da organização Diagnóstico PEI - Planejamento Estratégico de Informações PESI - Planejamento Estratégico Sistemas Informação PDI - Plano diretor de informática Estudo da viabilidade 24/135 12

13 Pirâmide da Engenharia de Informação Desenvolvimento Especificação Planejamento Programação Convencional Descrição Programas Projeto de BD Estratégias Implementação Formação de Procedimentos Análise de Dados Planejamento Evolucionário Planejamento de Informática Análise de Informações Programação não Convencional Usuário Prototipação 25/135 Planejamento de Informática Visa a obtenção de uma estratégia de informatização da empresa e do plano de ação necessário para o seu cumprimento. Comparar Agir Objetivo Plano Planejar Executar Decidir Medir Controlar 26/135 13

14 Planejamento de Informática X Níveis Organizacionais Clássicos Resolver, em cada área operacional, problemas de alocação de recursos Estratégico Resultado a Longo Prazo, Instrumento de Análise global - Produção/Meio Ambiente Tático Operacional Detalhamento de todas as atividades e recursos necessários p/concretizar objetivos 27/135 Níveis de Decisão Estratégico longo prazo Tático médio prazo Operacional curto prazo 28/135 14

15 Estratégico Necessitam de amplas fontes de informação e flexibilidade na modelagem. Dados corporativos Políticas globais da companhia e direções da organização Comunicação de idéias é um componente importante 29/135 Tático Controlam recursos corporativos, como monitoração da performance planejamento do orçamento, para implantar e apoiar a estratégia da companhia. Não tratam os fatos rotineiros. Dados sumarizados Alocar recursos para atingir objetivos Precisa de feedback das unidades operacionais 30/135 15

16 Operacional Processamento de transações e controle dos dados do processos são as principais atividades do nível operacional Dados são detalhados 31/135 Etapas de um Planejamento de Informática Identificar a Equipe Preparar encontros de planejamento Abertura do Encontro Análise do Planejamento Estratégico Definição dos SI s Estabelecer Prioridades de Desenvolvimento Construir o PDI 32/135 16

17 Etapa 1:Identificar a Equipe Pessoas - mesma equipe de Análise de Informações; Entendimento global da organização objetivos estrutura interna Necessidades de informação nos diversos níveis (pessoal da alta administração) Recursos de Informática e sua utilização (setor de informática) Planejamento (assessor interno ou externo ou ambos) Equipes Atribuições Tarefa realizada pela alta direção e consultores 33/135 Etapa 2:Preparar Encontros de Planejamento Planejando o Planejamento Definição clara dos objetivos a serem atingidos: Qualidade Escopo Horizonte Recursos Prioridades Metodologia 34/135 17

18 Etapa 3:Abertura do Encontro ❶ Elemento de Motivação e Direcionamento do Processo (realizada pelo Presidente da organização); ❷ Motivos do Planejamento de Informática; ❸ Responsável pela Informática apresenta cenário atual; ❹ Apresentação da Metodologia para o desenvolvimento do processo; 35/135 Etapa 4:Abertura do Encontro Decisões e posicionamentos a longo prazo, ligadas ao planejamento corporativo Estrutura de decisões desejadas Forças direcionadoras Orientações Tecnológicas 36/135 18

19 Etapa 5:Definição dos SI s As Bases de Dados (relacionamentos, entidades polarizadoras, grau de informação adequado a cada área, etc...) Os Processos Análise dos Processos & Entidades identificar as diferentes possibilidades de sub-sistemas de informação 37/135 Etapa 6:Prioridades de Desenvolvimento Esta base de dados será utilizado por quais sistemas? Este sistema necessita de quais bases de dados? Qual a probabilidade de sucesso deste sistema e em que prazo? Os recursos para este sistema existem ou deverão ser adquiridos? Qual a resistência do usuário deste sistema? A tecnologia para este sistema é nova ou já está dominada? 38/135 19

20 Etapa 7:Construir o PDI Plano Diretor de Informática (resultado do processo de planejamento) Especifica o Plano de Ação para o desenvolvimento do Sistema Integrado de Informações 39/135 Universidade de Passo Fundo Curso de Ciência da Computação Plano Diretor de Informática Prof. Alexandre Lazaretti Zanatta 20

21 Roteiro Básico Construção de um PDI 1.1 Objetivo Geral Traçar um projeto global de informatização da empresa, visando o desenvolvimento, o controle e o atendimento das necessidades 1.2 Objetivo Específico Avaliar a atual demanda de dados cadastrais, os sistemas e equipamentos disponíveis de forma a promover um planejamento ordenado, compatibilizando a atual situação às necessidades imediatas e aos objetivos traçados pelas políticas e estratégias da empresa 41/135 Construção de um PDI. 1.3 Situação Atual da Área de Informática Esta etapa deverá conter a descrição atual situação da informática na empresa, englobando os seguintes aspectos: Histórico e Evolução Recursos Humanos Equipamentos Aplicação - Os sistemas Dispêndios 42/135 21

22 Construção de um PDI. 1.4 Avaliações e Considerações Deverá ser apresentado uma análise do que foi realizado na primeira implantação de informática. Devem ser enfatizados os benefícios decorrentes da execução de determinadas ações previstas e/ou problemas lançados pela não realização de outros 1.5 Base de Planejamento Políticas e Diretrizes Objetivos e Metas Objetivos Básicos do Planejamento 43/135 Construção de um PDI Políticas e Diretrizes Deverá ser apresentado os princípios básicos que conduzem a forma de implantação das atividades da área de informática, bem como, critérios e linhas de ação que orientarão o processo de tomada de decisão Objetivos e Metas Deverão ser apresentados os resultados ou situações futuras a serem alcançadas, segundo Política de Informática da empresa 44/135 22

23 Construção de um PDI Objetivos Básicos do Planejamento Contribuição para capacitação da empresa com fins de um melhor atendimento dos programas prioritários de desenvolvimento econômico Adequação e otimização do uso dos recursos de informática, inclusive através de intercâmbio com outras empresas (parceria) Sigilo dos dados armazenados, processados e veiculados de interesse da privacidade e da segurança das pessoas 45/135 Construção de um PDI. 1.6 O Projeto de Informática Novas aplicações de informática, recursos humanos, equipamentos, sistemas, dispêndios, justificativa 1.7 Orçamento Estimativo Projeto, aquisição de equipamentos, aquisição de sistemas, treinamento. 1.8 Cronograma Financeiro de Desembolso 46/135 23

24 Custos do Sistema Hardware: Tipo de máquina configuração, impressoras, comunicação de dados, no-break / estabilizadores, dispositivos de segurança, manutenção Software : Comprar x Fazer Pessoal: Gerenciamento e coordenação, consultoria e auditoria, projeto e análise de sistemas preparação e entrada de dados, operação, programação, suporte adminstrativo Comuns de operação: Treinamento, transmissão e comunicação de dados, instalação e teste de programas, troca de sistemas, material de consumo Ambientais: Espaço físico, ar condicionado, impostos e seguros, equipamentos de escritório, instalação especial? 47/135 Universidade de Passo Fundo Curso de Ciência da Computação Sistemas de Informação Prof. Alexandre Lazaretti Zanatta 24

25 Introdução "O conhecimento técnico é importante, mas não é o suficiente O negócio deve ser colocado na frente da tecnologia. o que nós queremos fazer como nós podemos fazê-lo? como a tecnologia deve nos ajudar? 49/135 Definição É uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (entrada), manipulam e armazenam (processo), disseminam (saída) os dados e informações e fornecem um mecanismo de feedback (Laudon) 50/135 25

26 Porquê desenvolver SI concorrência se torna cada vez mais acirrada consumidor torna-se cada vez mais exigente em relação ao custo e a qualidade do produto e dos serviços associados. rentabilidade e competitividade das empresas Mão-de-obra, matéria-prima, máquinas, etc., normalmente são considerados como recursos de uma empresa Informação também é um recurso planejamento, organização e controle de uma atividade de negócios 51/135 Componentes de um SI A - Sistemas B - Sistemas de Informação C - SI baseados em computadores 52/135 26

27 Componentes de um SI Sistemas Um sistema é um conjunto de elementos inter-relacionados Ex: sistema de ar-condicionado ou sistema filosófico (dialética) Um sistema com intenções é um sistema criado pelo homem que busca um conjunto de objetivos para o qual ele foi criado (SI têm objetivos) 53/135 B - Sistemas de Informação É um sistema aberto, com intenções, dinâmico e que produz informação Informação mínima possui 3 elementos: pessoas, procedimentos e dados pessoas seguem procedimentos para manipular dados e criar informações 54/135 27

28 C - SI baseados em computadores Constituídos por pessoas, procedimentos, dados, programas e computadores. 55/135 56/135 28

29 Componentes de um SI Abordagem Sócio-técnica Pessoas Sistema de Informações Organizações Tecnologia Ambiente Externo 57/135 Universidade de Passo Fundo Curso de Ciência da Computação Tipos de SI Prof. Alexandre Lazaretti Zanatta 29

30 Tipos Sistemas Especialistas Sistemas de Simulação Sistemas Distribuídos SGBD Sistemas de Hipertexto S. Hiperdocumentos GIS Groupware / Intranet SI Transacionais SI Gerenciais SAD SAE - Sist Aut Escrit. DataWarehouse DataMining 59/135 Sistemas de Informação Transacionais - SIT - (Transaction Processing Systems ) Transação: evento que ocorre num negócio (compras, vendas, pagamentos, etc...) Os SIT apoiam as atividades rotineiras e operacionais da companhia, mantêm a maioria dos dados da Cia. Processos simples, mais altamente repetitivos Grande volume de transações, Necessidade de precisão e segurança. Exemplos SI Transacionais (SIT): Reserva de passagens, Compras, Pagamentos 60/135 30

31 Tipos de SIT On-line (Tempo Real): Ligação direta entre o usuário e o programa, cada transação é processada individualmente. Exemplo: sistema de cartões de crédito. Vantagem: Resposta imediata. Batch: As transações são agrupadas e processadas como uma só unidade. Exemplo: Folha de pagamento. Vantagens: em alguns casos mais eficientes e mais baratos; Facilidade de controle. Saídas: relatórios com sumários dos detalhes operacionais e relatórios de casos excepcionais, que auxiliam o controle e supervisão das atividades rotineiras 61/135 SIT 62/135 31

32 Sistema Informação Gerencial SIG Objetivo: Controle das atividades, podendo também ser utilizados para o planejamento e organização. Facilitam a gerência de atividades operacionais, Produzem periodicamente relatórios estruturados e resumidos. Decisões táticas e de planejamento das operações. Utilizados pelas gerências de nível intermediário Saídas (relatórios SIG): sumários (impressos, tempo real). Exemplos: relatórios de orçamentos, projeções de mãode-obra, previsões de vendas. 63/135 Semi-estruturados SIG Questões que um SIG pode ajudar a responder Quais os cursos mais rentáveis da universidade? (Matrícula + pagamentos) Qual o número médio de alunos por curso da UPF ao longo dos últimos 3 anos? Devo duplicar os horários de uma turma? (Matrícula + dados históricos de desistência) 64/135 32

33 Sistema de Apoio à Decisão - SAD Definições: É um sistema de informação baseado em computador que apoia pessoas engajadas em atividades de tomada de decisão. É um sistema de informação baseado por computador que afeta ou que tem a intenção de afetar como as pessoas tomam decisões. Características: A necessidade de um SAD pode ser eventual. Problemas menos estruturados. Flexibilidade e adaptabilidade são essenciais. São dinâmicos pois mudam entendimento da questão as necessidades do problema 65/135 SAD SADS específicos aplicativo de SI com características particulares (hw e sw) ex: sistema de locação de imóveis; sistema de alocação de recursos, etc... Gerador de SADs pacote de HW e SW que oferece conjunto de recursos para criação de um SAD específico ex: Excel, Access, Delphi, etc... Ferramentas para SAD elementos de HW e SW que oferecem recursos para facilitar a criação de Geradores de SADs e SADs específicos bibliotecas para construção de Excel; macros, etc... 66/135 33

34 Questões: Devo criar um novo curso de engenharia ambiental? Devemos abrir um novo campus? Devemos aumentar os preços? 67/135 Sistema de Automação de Escritório Editores de texto Sistema de correio eletrônico Grupos de Notícias, Máquinas de Fax Correio de voz Sistemas multi-mídia Sistemas de Informação Distribuídos Video-conferência Tendência: SAEs integrados => Internet. Compartilhamento de informações. Obstáculos à difusão dos SAEs: Dificuldade de integrar componentes (diferentes padrões). Custo de armazenar informações não usuais (imagens, som, vídeos) 68/135 34

35 E.I.S. 69/135 EIS Utilizados para obter informações globais da organização Apresentam os dados de maneira muito agregada sendo porém possível detalhar os dados. ("drill-down") => Visão estratégica Características: Gráficos, Interface intuitiva, Integram várias fontes de dados com contextos (séries históricas, comparações, etc). Questões (de um reitor de uma universidade): Qual é o departamento com maior relação entre número de alunos e número professores? Qual o departamento que mais cresceu nos últimos 3 anos? Comparação dos dados da UPF com outras universidades comunitárias 70/135 35

36 Tipologias de SI EIS / SAD (foco decisão) Alta Gerência SIG (foco informação) Sist. Especialistas Gerência Nível Médio Profissionais Especializados SIT (foco dado) Pessoal Operacional Produção RH Vendas Finanças 71/135 Futuro Integração de EIS + SIG + Fontes externas de dados Bancos de dados multi-dimensionais: duplicação planejada de dados Inteligência na recuperação de informações. Datamining ( Mineração ou garimpagem de dados) Inteligência de Negócios (competitiva, estratégica, empresarial) Processo estruturado e sistemático de disseminar, para executivos de uma empresa, informações de ambientes externos, que podem representar ameaças e novas oportunidades. Banco de dados OO, Multimidia 72/135 36

37 73/135 SE - Sistemas Especialistas Ramo da inteligência artificial, são sistemas que usam raciocínio simbólico especializado para resolver problemas complexos. Exs:CADUCEUS - SE p/diagnóstico médico, ILDC -SE p/escalonamento de atividades e recursos e PROSPECTOR- SE p/diagnóstico de solos Concebidos especificamente para atender as necessidades de executivos Orientado a informações internas Englobam sistemas de monitoramento e controle, verificação de performance, indicadores Atuar na comunicação do grupo. Ex: correio eletrônico 74/135 37

38 SE interface Base de conhecimento Motor de inferência justificador especialista Engenheiro do conhecimento Subsistema de aquisição de conhecimento 75/135 Universidade de Passo Fundo Curso de Ciência da Computação Data Warehouse Prof. Alexandre Lazaretti Zanatta 38

39 Conceito 1 Data Warehouse consiste basicamente em uma grande massa de dados não-voláteis, organizados em assuntos, integrados e variável em relação ao tempo tecnologia recente estudos indicam que não existam produtos que apliquem todos os requisitos para sua utilização 77/135 Conceito 2 O Data Warehouse (DW) é um conjunto de técnicas que aplicadas simultaneamente geram um sistema de dados que nos proporcionam informações para tomada de decisões. Funciona tipicamente na arquitetura cliente/servidor. 78/135 39

40 Objetivo fornecer os subsídios necessários para a transformação de uma base de dados de uma organização de OLTP para OLAP. 79/135 OLTP On-Line Transaction Processing processamentos que executam as operações do dia-a-dia da organização ênfase ao suporte do negócio, através de um processamento rápido, acurado e eficiente de dados Ex: movimento bancário 80/135 40

41 Exemplo Processamento. Transação - OLTP Início ContaA = R$ 5.000,00 ContaB = R$ 2,00 ContaC = R$ 100,00 Débito R$1000,00 Crédito R$ 700,00 Crédito R$ 300,00 Fim Conta A Conta B Conta C ContaA = R$ 4.000,00 ContaB = R$ 702,00 ContaC = R$ 400,00 81/135 OLAP On Line Analytical Processing processamentos que suportam a tomada de decisões permite analisar tendências e padrões em grande quantidades de dados ao longo do tempo (histórico) e em diferentes localizações (geográficos) 82/135 41

42 OLTP OLAP Orientados a aplicações Orientados a assuntos As Vezes de Grande tamanho Quase sempre grandes Dados granulados Dados constituídos de sumarizações Dados de pouca fontes Dados de múltiplas fontes Suporta consultas e atualizações Atualizações em modo batch Dados que mudam constantemente Dados mais estáveis Dados atuais Dados históricos Tabela 1 Diferenças entre banco de dados OLTP e OLAP (fonte: [COR 97]) 83/135 Ambiente do DW Extração e Integração dos dados OLTP DW Acesso a Dados 84/135 42

43 Características do Data Warehouse Orientado por temas Integrado Variante no tempo Não volátil 85/135 Orientado por temas refere-se ao fato do DW armazenar informações sobre temas específicos importantes para o negócio da empresa. Exemplos produtos, atividades, contas, clientes, etc. o ambiente operacional é organizado por aplicações funcionais. Exemplo, em uma organização bancária, estas aplicações incluem empréstimos, investimentos 86/135 e seguros. 43

44 Integrado refere-se à consistência de nomes, das unidades das variáveis. dados foram transformados até um estado uniforme. Exemplo, considere-se sexo como um elemento de dado. 87/135 Variante no tempo refere-se a algum momento específico, não é atualizável enquanto que o dado de produção é atualizado de acordo com mudanças de estado do objeto em questão, refletindo, em geral, o estado do objeto no momento do acesso. a cada ocorrência de uma mudança, uma nova entrada é criada, para marcar esta mudança. 88/135 44

45 Não volátil Permite o "load-and-access Após integração e transformação, dados armazenados em bloco para o DW após aos usuários rollback, recuperação de falhas, commits e bloqueios 89/135 Ambiente do DW 90/135 45

46 Arquitetura do DW Arquitetura Genérica Camada de Bancos de Dados Operacionais Camada de Acesso à Informação Camada de Acesso aos Dados Camada de Metadados (Dicionário de Dados) Camada de Gerenciamento de Processos Camada de Transporte ou Middleware Camada do DW Camada de Gerenciamento de Replicação Arquitetura de Dados 91/135 Data Marts É um SAD que incorpora um subconjunto de dados focalizado em funções ou atividades específicas relacionado ao negócio ex: previsão de vendas, medida de impacto da introdução de novos produtos alternativa popular a DW 92/135 46

47 DW Data Marts 93/135 Data Mining Ou KDD (Knowledge Discovery in Databases) extração implícita dos dados não conhecidos previamente e potencialmente úteis diferentes técnicas clustering, sumarização, regras de classificação e detecção de anomalias 94/135 47

48 Passos para aplicação de um DW DW não é um produto que se compra, mas sim um projeto que envolve: análise e implementação, com a participação de várias tecnologias. sete passos para a criação de um DW, que pode ser inicialmente um data mart (assunto específico) até mesmo um DW no nível corporativo. 95/135 Passo 1 - os primeiros resultados devem estar disponíveis a curto prazo. É importante traduzir rapidamente as necessidades do negócio em uma especificação que possa ser construída em etapas. minimiza riscos e o tempo de apresentação dos resultados iniciais. 96/135 48

49 Passo 2 - desafio de integração de sistemas. Dados de produção e de fontes externas precisam ser mapeados para o modelo de dados do DW. sincronismo entre os dados operacionais e os dados de tomada de decisão. sincronia em um banco de dados multidimensional. 97/135 Passo 3 - a escolha do banco de dados de suporte ao DW precisa ser criteriosa. critérios desempenho na carga e indexação dos dados, tempo de resposta, capacidade de armazenamento, paralelismo, escalabilidade. 98/135 49

50 Passo 4 - considerar as ferramentas disponíveis no mercado devem prover: interfaces amigáveis, geração de relatórios, análises multi-dimensionais, acesso via Web e data mining. 99/135 Passo 5 - construir um DW que possa ser expandido, mantendo níveis aceitáveis de desempenho até gigabytes. 100/135 50

51 Passo 6 - ambiente DW deve ser aberto para permitir que os componentes ou ferramentas identificadas no passo 4 possam ser substituídas por outras mais atuais e eficientes. Ferramentas 101/135 Passo 7 - considerar o sistema de armazenamento que fisicamente gerencia o tráfego, alocação, backup e restauração dos dados. 102/135 51

52 103/135 Ferramentas de Extração Como o DW é um BD que fica separado do sistema OLTP, existem ferramentas que automatizam o processo. Ex: Platinum, Prism, Power Stage (sybase) Exemplos de BD Oracle 9. Sybase IQ 12, DB2, Informix, SQL Server /135 52

53 Universidade de Passo Fundo Curso de Ciência da Computação Projeto Data Warehouse Prof. Alexandre Lazaretti Zanatta Projeto de BD Dimensional Diferença entre sistemas transacionais OLTP e DW está na organização dos dados - modelo de dados Modelo ER divide os dados em várias entidades distintas, cada uma gerando uma tabela do BD OLTP 106/135 53

54 Observações sobre MER Simétrico Todas tabelas parecem iguais, sendo difícil visualização Consulta a duas tabelas Número imensos de conexões possíveis entre duas tabelas. Quando várias tabelas muito complexo para usuário entender e fazer análises. modelos E-R não são adequados para ambientes de consultas (read-only) e não podem ser utilizados como base para DW 107/135 Modelo Dimensional de Dados MERCADO Região Estado Distrito Cidade MERCADO PRODUTO PERÍODO Qtd Vendas Unidades Preço PRODUTO Fabricante Tp Produto Cor Tamanho PERÍODO Ano Trimestre Mês Dia 108/135 54

55 Opções de Projeto de DW Star (estrela) Parcial Star (estrela parcial) Fact Partitioning (particionamento de fatos) Dimension Partitioning (particionamento de dimensão) Snowflake (floco de neve) 109/135 Star Dentro de cada tabela existe uma única categoria de dados históricos chave primária da tabela de dados contém uma única tabela de chaves de cada dimensão cada chave é uma chave gerada cada dimensão é representada por uma única tabela, também através de uma chave gerada 110/135 55

56 Universidade de Passo Fundo Curso de Ciência da Computação Data Mining Prof. Alexandre Lazaretti Zanatta colaboração Prof Marcos Brusso Conceito Mineração de dados (data mining) É o processo de análise de conjuntos de dados objetivo: descoberta de padrões interessantes e que possam representar informações úteis. Um padrão pode ser definido como sendo uma afirmação sobre uma distribuição probabilística 112/135 56

57 O Processo de Descoberta de Conhecimento em Bancos de Dados - DCBD Conhecido também por KDD (Knowledge Discovery in Databases) Objetivo é a extração do conhecimento implícito e previamente desconhecido e a busca da informação potencialmente útil dos dados 113/135 DCBD (cont...) Este processo consiste em uma série de etapas que são executadas de forma interativa e iterativa. Interativa: envolve a cooperação da pessoa responsável pela análise dos dados Iterativa: este processo não é executado de forma sequencial 114/135 57

58 Passos do Processo Seleção dos dados Pré-processamento Transformação Mineração de dados Interpretação dos resultados 115/135 Seleção dos dados Etapa onde o conjunto de dados que servirá de base para o processo é criado através da seleção do conjunto de origem, de um subconjunto das variáveis ou, uma amostra. Dados são extraídos de um banco de dados operacional ou de um armazém de dados (data warehouse) criado para servir à diversas necessidades de análise. 116/135 58

59 Pré-processamento Nesta etapa são decididas as estratégias e realizada a limpeza dos dados a fim de remover ruídos e tratar dados incompletos, se for o caso. 117/135 Transformação Algoritmos de mineração não podem acessar os dados em seu formato nativo seja devido à forma em que são armazenados ou devido à normalização adotada na modelagem do banco é necessária a conversão dos mesmos para um formato apropriado. Pode-se ainda sumarizar os dados a fim de reduzir o número de variáveis sob consideração. 118/135 59

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Lembrando... Aula 4 1 Lembrando... Aula 4 Sistemas de apoio

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 Banco de Dados Introdução Por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson

Leia mais

Data Warehousing. Leonardo da Silva Leandro. CIn.ufpe.br

Data Warehousing. Leonardo da Silva Leandro. CIn.ufpe.br Data Warehousing Leonardo da Silva Leandro Agenda Conceito Elementos básicos de um DW Arquitetura do DW Top-Down Bottom-Up Distribuído Modelo de Dados Estrela Snowflake Aplicação Conceito Em português:

Leia mais

Aplicação A. Aplicação B. Aplicação C. Aplicação D. Aplicação E. Aplicação F. Aplicação A REL 1 REL 2. Aplicação B REL 3.

Aplicação A. Aplicação B. Aplicação C. Aplicação D. Aplicação E. Aplicação F. Aplicação A REL 1 REL 2. Aplicação B REL 3. Sumário Data Warehouse Modelagem Multidimensional. Data Mining BI - Business Inteligence. 1 2 Introdução Aplicações do negócio: constituem as aplicações que dão suporte ao dia a dia do negócio da empresa,

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação 13/02/2008 prof. Marcelo Nogueira 1 Disciplina: Análise Essencial de Sistemas Prof. Marcelo Nogueira 13/02/2008 prof. Marcelo Nogueira 2 Mais de que conhecer novas tecnologias é preciso saber como ganhar

Leia mais

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT)

Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Estudar a Colaboração Empresarial. Objetivos do Capítulo Estudar os Sistemas de Processamento de Transação (SPT) Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Estudar

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

DATA WAREHOUSE. Introdução

DATA WAREHOUSE. Introdução DATA WAREHOUSE Introdução O grande crescimento do ambiente de negócios, médias e grandes empresas armazenam também um alto volume de informações, onde que juntamente com a tecnologia da informação, a correta

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) - Senado

Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) - Senado Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) - Senado DW OLAP BI Ilka Kawashita Material preparado :Prof. Marcio Vitorino Sumário OLAP Data Warehouse (DW/ETL) Modelagem Multidimensional Data Mining BI - Business

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

SAD orientado a DADOS

SAD orientado a DADOS Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry SAD orientado a DADOS DISCIPLINA: Sistemas de Apoio a Decisão SAD orientado a dados Utilizam grandes repositórios

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG. Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail.

Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG. Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail. Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail.com Papéis fundamentais dos SI Os SI desempenham 3 papéis vitais em

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE IV: Fundamentos da Inteligência de Negócios: Gestão da Informação e de Banco de Dados Um banco de dados é um conjunto de arquivos relacionados

Leia mais

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O QUE É DATA WAREHOUSE?... 2 3. O QUE DATA WAREHOUSE NÃO É... 4 4. IMPORTANTE SABER SOBRE DATA WAREHOUSE... 5 4.

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O QUE É DATA WAREHOUSE?... 2 3. O QUE DATA WAREHOUSE NÃO É... 4 4. IMPORTANTE SABER SOBRE DATA WAREHOUSE... 5 4. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O QUE É DATA WAREHOUSE?... 2 3. O QUE DATA WAREHOUSE NÃO É... 4 4. IMPORTANTE SABER SOBRE DATA WAREHOUSE... 5 4.1 Armazenamento... 5 4.2 Modelagem... 6 4.3 Metadado... 6 4.4

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Business Intelligence e ferramentas de suporte

Business Intelligence e ferramentas de suporte O modelo apresentado na figura procura enfatizar dois aspectos: o primeiro é sobre os aplicativos que cobrem os sistemas que são executados baseados no conhecimento do negócio; sendo assim, o SCM faz o

Leia mais

Objetivos. PDI - Plano Diretor de Informática. O que é? Como é feito? Quanto dura sua elaboração? Impactos da não execução do PDI

Objetivos. PDI - Plano Diretor de Informática. O que é? Como é feito? Quanto dura sua elaboração? Impactos da não execução do PDI Objetivos Assegurar que os esforços despendidos na área de informática sejam consistentes com as estratégias, políticas e objetivos da organização como um todo; Proporcionar uma estrutura de serviços na

Leia mais

Sistemas de Informações. Profº: Daniel Gondim

Sistemas de Informações. Profº: Daniel Gondim Sistemas de Informações Profº: Daniel Gondim 1 Roteiro O que é um sistema de informação. Entrada, processamento, saída, feedback. SI (Manuais e Computadorizados). Tipos de Sistema de Informação e Grupos

Leia mais

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD)

CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) 1 CAPÍTULO 7. SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO (SAD) SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO (SSD) A necessidade dos SAD surgiu em decorrência de diversos fatores, como, por exemplo: Competição cada vez maior entre as

Leia mais

TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE

TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE Engenharia de Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto OLPT x OLAP Roteiro OLTP Datawarehouse OLAP Operações OLAP Exemplo com Mondrian e Jpivot

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 SISTEMA DE APOIO À DECISÃO Grupo: Denilson Neves Diego Antônio Nelson Santiago Sabrina Dantas CONCEITO É UM SISTEMA QUE AUXILIA O PROCESSO DE DECISÃO

Leia mais

5 Estudo de Caso. 5.1. Material selecionado para o estudo de caso

5 Estudo de Caso. 5.1. Material selecionado para o estudo de caso 5 Estudo de Caso De modo a ilustrar a estruturação e representação de conteúdos educacionais segundo a proposta apresentada nesta tese, neste capítulo apresentamos um estudo de caso que apresenta, para

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI Noções de sistemas de informação Turma: 01º semestre Prof. Esp. Marcos Morais

Leia mais

Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento

Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento ELC1075 Introdução a Sistemas de Informação Gerenciamento de Dados e Gestão do Conhecimento Raul Ceretta Nunes CSI/UFSM Introdução Gerenciando dados A abordagem de banco de dados Sistemas de gerenciamento

Leia mais

DATA WAREHOUSE. Rafael Ervin Hass Raphael Laércio Zago

DATA WAREHOUSE. Rafael Ervin Hass Raphael Laércio Zago DATA WAREHOUSE Rafael Ervin Hass Raphael Laércio Zago Roteiro Introdução Aplicações Arquitetura Características Desenvolvimento Estudo de Caso Conclusão Introdução O conceito de "data warehousing" data

Leia mais

Módulo 2. Definindo Soluções OLAP

Módulo 2. Definindo Soluções OLAP Módulo 2. Definindo Soluções OLAP Objetivos Ao finalizar este módulo o participante: Recordará os conceitos básicos de um sistema OLTP com seus exemplos. Compreenderá as características de um Data Warehouse

Leia mais

Fases para um Projeto de Data Warehouse. Fases para um Projeto de Data Warehouse. Fases para um Projeto de Data Warehouse

Fases para um Projeto de Data Warehouse. Fases para um Projeto de Data Warehouse. Fases para um Projeto de Data Warehouse Definição escopo do projeto (departamental, empresarial) Grau de redundância dos dados(ods, data staging) Tipo de usuário alvo (executivos, unidades) Definição do ambiente (relatórios e consultas préestruturadas

Leia mais

Modelagem de Sistemas de Informação

Modelagem de Sistemas de Informação Modelagem de Sistemas de Informação Professora conteudista: Gislaine Stachissini Sumário Modelagem de Sistemas de Informação Unidade I 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO...1 1.1 Conceitos...2 1.2 Objetivo...3 1.3

Leia mais

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS Vimos em nossas aulas anteriores: COMPUTADOR Tipos de computadores Hardware Hardware Processadores (CPU) Memória e armazenamento Dispositivos de E/S

Leia mais

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5

Sistemas de Informação James A. O Brien Editora Saraiva Capítulo 5 Para entender bancos de dados, é útil ter em mente que os elementos de dados que os compõem são divididos em níveis hierárquicos. Esses elementos de dados lógicos constituem os conceitos de dados básicos

Leia mais

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD

SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO SAD Conceitos introdutórios Decisão Escolha feita entre duas ou mais alternativas. Tomada de decisão típica em organizações: Solução de problemas Exploração de oportunidades

Leia mais

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Material de Apoio de Informática - Prof(a) Ana Lucia 53. Uma rede de microcomputadores acessa os recursos da Internet e utiliza o endereço IP 138.159.0.0/16,

Leia mais

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados slide 1 1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Como um banco de dados

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios-

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, HUMANAS E SOCIAIS BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- Curso: Administração Hab. Sistemas de Informações Disciplina: Gestão de Tecnologia

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG)

Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Faculdade de Engenharia - Campus de Guaratinguetá Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Prof. José Roberto Dale Luche Unesp Um SISTEMA DE INFORMAÇÃO é um conjunto de componentes inter-relacionados, desenvolvidos

Leia mais

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados

Profº Aldo Rocha. Banco de Dados Profº Aldo Rocha Banco de Dados AULA 02 SBD Turma: ASN102 BELÉM, 12 DE AGOSTO DE 2011 Aula Passada Na aula passada nós trabalhamos a introdução a Banco de dados e a AGENDA FOI: Níveis de abstração; Dado,

Leia mais

4. Que tipos de padrões podem ser minerados. 5. Critérios de classificação de sistemas de Data Mining. 6. Tópicos importantes de estudo em Data Mining

4. Que tipos de padrões podem ser minerados. 5. Critérios de classificação de sistemas de Data Mining. 6. Tópicos importantes de estudo em Data Mining Curso de Data Mining - Aula 1 1. Como surgiu 2. O que é 3. Em que tipo de dados pode ser aplicado 4. Que tipos de padrões podem ser minerados 5. Critérios de classificação de sistemas de Data Mining 6.

Leia mais

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Componentes de uma empresa Objetivos Organizacionais X Processos de negócios Gerenciamento integrado

Leia mais

Modelo de dados do Data Warehouse

Modelo de dados do Data Warehouse Modelo de dados do Data Warehouse Ricardo Andreatto O modelo de dados tem um papel fundamental para o desenvolvimento interativo do data warehouse. Quando os esforços de desenvolvimentos são baseados em

Leia mais

Data Warehouse. Diogo Matos da Silva 1. Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, MG, Brasil. Banco de Dados II

Data Warehouse. Diogo Matos da Silva 1. Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, MG, Brasil. Banco de Dados II Data Warehouse Diogo Matos da Silva 1 1 Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, MG, Brasil Banco de Dados II Diogo Matos (DECOM - UFOP) Banco de Dados II Jun 2013 1 /

Leia mais

Trata-se de uma estratégia de negócio, em primeira linha, que posteriormente se consubstancia em soluções tecnológicas.

Trata-se de uma estratégia de negócio, em primeira linha, que posteriormente se consubstancia em soluções tecnológicas. CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT Customer Relationship Management CRM ou Gestão de Relacionamento com o Cliente é uma abordagem que coloca o cliente no centro dos processos do negócio, sendo desenhado

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD)

MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) AULA 07 MATERIAL DIDÁTICO: APLICAÇÕES EMPRESARIAIS SISTEMA DE APOIO À DECISÃO (SAD) JAMES A. O BRIEN MÓDULO 01 Páginas 286 à 294 1 AULA 07 SISTEMAS DE APOIO ÀS DECISÕES 2 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD)

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG. Diferença entre relatórios gerados pelo SPT e os gerados pelo SIG

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG. Diferença entre relatórios gerados pelo SPT e os gerados pelo SIG Introdução SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SIG A finalidade principal de um SIG é ajudar uma organização a atingir as suas metas, fornecendo aos administradores uma visão das operações regulares da empresa,

Leia mais

Data Warehouses Uma Introdução

Data Warehouses Uma Introdução Data Warehouses Uma Introdução Alex dos Santos Vieira, Renaldy Pereira Sousa, Ronaldo Ribeiro Goldschmidt 1. Motivação e Conceitos Básicos Com o advento da globalização, a competitividade entre as empresas

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão. Ciências Contábeis Informática Aplicada

Sistemas de Apoio à Decisão. Ciências Contábeis Informática Aplicada Sistemas de Apoio à Decisão Ciências Contábeis Informática Aplicada Sistemas de Apoio à Decisão Segundo LAUDON (2004) apud SANTOS () afirma que um SAD tem por objetivo auxiliar o processo de decisão gerencial,

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Proposta de Formação Complementar: BUSINESS INTELLIGENCE E SUA APLICAÇÃO À GESTÃO Aluno: Yussif Tadeu de Barcelos Solange Teixeira

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1 Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii Parte I - Empresa e Sistemas, 1 1 SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3 1.1.2 Premissas

Leia mais

http://www.publicare.com.br/site/5,1,26,5480.asp

http://www.publicare.com.br/site/5,1,26,5480.asp Página 1 de 7 Terça-feira, 26 de Agosto de 2008 ok Home Direto da redação Última edição Edições anteriores Vitrine Cross-Docking Assine a Tecnologística Anuncie Cadastre-se Agenda Cursos de logística Dicionário

Leia mais

Banco de Dados - Senado

Banco de Dados - Senado Banco de Dados - Senado Exercícios OLAP - CESPE Material preparado: Prof. Marcio Vitorino OLAP Material preparado: Prof. Marcio Vitorino Soluções MOLAP promovem maior independência de fornecedores de SGBDs

Leia mais

Planejamento de sistemas de informação.

Planejamento de sistemas de informação. Planejamento de sistemas de informação. O planejamento de sistemas de informação e da tecnologia da informação é o processo de identificação das aplicações baseadas em computadores para apoiar a organização

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Data Warehouses. Alunos: Diego Antônio Cotta Silveira Filipe Augusto Rodrigues Nepomuceno Marcos Bastos Silva Roger Rezende Ribeiro Santos

Data Warehouses. Alunos: Diego Antônio Cotta Silveira Filipe Augusto Rodrigues Nepomuceno Marcos Bastos Silva Roger Rezende Ribeiro Santos Data Warehouses Alunos: Diego Antônio Cotta Silveira Filipe Augusto Rodrigues Nepomuceno Marcos Bastos Silva Roger Rezende Ribeiro Santos Conceitos Básicos Data Warehouse(DW) Banco de Dados voltado para

Leia mais

Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Tipos de Sistemas de Informação Aula 02 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Sistemas de informação Manual técnicas de arquivamento e recuperação de informações de grandes arquivos.

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) Tipos de SAD Orientados por modelos: Criação de diferentes

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Sistemas e Sistemas de Informação

Sistemas e Sistemas de Informação Sistemas e Sistemas de Informação 1) Defina pensamento sistêmico. É pensar na empresa como um sistema. A empresa não é vista como um conjunto de partes independentes, buscando alcançar objetivos isolados,

Leia mais

Administração de Banco de Dados

Administração de Banco de Dados Administração de Banco de Dados Professora conteudista: Cida Atum Sumário Administração de Banco de Dados Unidade I 1 INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS...1 1.1 Histórico...1 1.2 Definições...2 1.3 Importância

Leia mais

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO CURSO: GESTÃO AMBIENTAL PROFESSOR: WENES SILVA DOS SANTOS ALUNOS: ANDRÉ VIANA CAVALCANTE, DANILO CARVALHO DE OLIVEIRA, GEISA MOREIRA DE SOUSA, FERNANDA MONTES, LIAMAR MONTES, PRISCILA CASTRO, RAIMUNDINHA

Leia mais

Curso Data warehouse e Business Intelligence

Curso Data warehouse e Business Intelligence Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura Apresentação Os projetos de Data Warehouse e Business Intelligence são dos mais interessantes e complexos de desenvolver

Leia mais

APLICAÇÃO DE MINERAÇÃO DE DADOS PARA O LEVANTAMENTO DE PERFIS: ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR PRIVADA

APLICAÇÃO DE MINERAÇÃO DE DADOS PARA O LEVANTAMENTO DE PERFIS: ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR PRIVADA APLICAÇÃO DE MINERAÇÃO DE DADOS PARA O LEVANTAMENTO DE PERFIS: ESTUDO DE CASO EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR PRIVADA Lizianne Priscila Marques SOUTO 1 1 Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas

Leia mais

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve

Banco de Dados I. Introdução. Fabricio Breve Banco de Dados I Introdução Fabricio Breve Introdução SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados): coleção de dados interrelacionados e um conjunto de programas para acessar esses dados Coleção de dados

Leia mais

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior

Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Unidade IV SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Sobre esta aula Sistema de informação nos negócios Sistemas de informação no apoio ao processo de tomada de decisão Sistemas colaborativos

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE, O ELEMENTO CHAVE PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES.

BUSINESS INTELLIGENCE, O ELEMENTO CHAVE PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES. Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 88 BUSINESS INTELLIGENCE, O ELEMENTO CHAVE PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES. Andrios Robert Silva Pereira, Renato Zanutto

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan

Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia em Banco de Dados Disciplina: Projeto de Banco de Dados Relacional II Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 4.2 2 1 BI BUSINESS INTELLIGENCE BI CARLOS BARBIERI

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL 2015 Sabemos que as empresas atualmente utilizam uma variedade muito grande de sistemas de informação. Se você analisar qualquer empresa que conheça, constatará que existem

Leia mais

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções.

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções. Revisão 1 Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento Coletar informação; e Identificar as direções. Precisa; Clara; Econômica; Flexível; Confiável; Dirigida; Simples; Rápida;

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

Sistemas de Processamento de Transações. Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br

Sistemas de Processamento de Transações. Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br Sistemas de Processamento de Transações Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br Evolução dos sistemas de informação Os dispositivos de computação passaram dos tubos a vácuo, nos anos 50

Leia mais

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Programação com acesso a BD. Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Introdução BD desempenha papel crítico em todas as áreas em que computadores são utilizados: Banco: Depositar ou retirar

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 02 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN CAPÍTULO 01 continuação Páginas 03 à 25 1 COMPONENTES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO Especialistas

Leia mais

Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence

Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence. Business Intelligence Juntamente com o desenvolvimento desses aplicativos surgiram os problemas: & Data Warehouse July Any Rizzo Oswaldo Filho Década de 70: alguns produtos de BI Intensa e exaustiva programação Informação em

Leia mais

Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura

Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura Apresentação Os projetos de Data Warehouse e Business Intelligence são dos mais interessantes e complexos de desenvolver

Leia mais

Planejamento operacional e sistemas automatizados de gestão de recursos organizacionais. Prof. Gilberto Porto porto@gilbertoporto.com.

Planejamento operacional e sistemas automatizados de gestão de recursos organizacionais. Prof. Gilberto Porto porto@gilbertoporto.com. Planejamento operacional e sistemas automatizados de gestão de recursos organizacionais Prof. Gilberto Porto porto@gilbertoporto.com.br Sistemas de Informação SE SSD/ SAE Estratégico Tipos de decisão Não

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS Capítulo 7 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS 7.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Por que as empresas sentem dificuldades para descobrir que tipo de informação precisam ter em seus sistemas de informação?

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de informação Gerencial. Veremos também, outras classificações dos sistemas de informação.

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Estudantes na Escola de Administração da FGV utilizam seu laboratório de informática, onde os microcomputadores estão em rede

Leia mais

Resumo dos principais conceitos. Resumo dos principais conceitos. Business Intelligence. Business Intelligence

Resumo dos principais conceitos. Resumo dos principais conceitos. Business Intelligence. Business Intelligence É um conjunto de conceitos e metodologias que, fazem uso de acontecimentos e sistemas e apoiam a tomada de decisões. Utilização de várias fontes de informação para se definir estratégias de competividade

Leia mais

Data Warehouse Processos e Arquitetura

Data Warehouse Processos e Arquitetura Data Warehouse - definições: Coleção de dados orientada a assunto, integrada, não volátil e variável em relação ao tempo, que tem por objetivo dar apoio aos processos de tomada de decisão (Inmon, 1997)

Leia mais

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br

www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Outras Apostilas em: www.projetode redes.co m.br www.redesde com p uta dores. com. br Centro Universitário Geraldo di Biase 1. Sistemas, Processos e Informações Ao observarmos o funcionamento de um setor

Leia mais

Sistemas de Informação: tipos e características

Sistemas de Informação: tipos e características Sistemas de Informação: tipos e características Tipos de sistemas de informação. Os quatro tipos principais de sistemas de informação. Sistemas do ponto de vista de pessoal Sistemas de processamento de

Leia mais

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP

EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP GESTÃO DAS INFORMAÇÕES EVER SANTORO www.eversantoro.com.br DOCENCIA > UNIP CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMAÇÃO EXPOSIÇÃO DA DISCIPLINA Cultura da informação Informação estratégica Conceito ampliado de informação

Leia mais

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de

Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de 1 Identificar as mudanças que acontecem na forma e no uso de apoio à decisão em empreendimentos de e-business. Identificar o papel e alternativas de relatórios dos sistemas de informação gerencial. Descrever

Leia mais

Engenharia de Software-2003

Engenharia de Software-2003 Engenharia de Software-2003 Mestrado em Ciência da Computação Departamento de Informática - UEM Profa. Dra. Elisa H. M. Huzita eng. de software-2003 Elisa Huzita Produto de Software Conceitos Software

Leia mais

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007

Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 Thalita Moraes PPGI Novembro 2007 A capacidade dos portais corporativos em capturar, organizar e compartilhar informação e conhecimento explícito é interessante especialmente para empresas intensivas

Leia mais

CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados.

CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados. CAPÍTULO 5. Introdução ao Gerenciamento de Bancos de Dados. VISÃO GERAL DO CAPÍTULO O objetivo do capítulo é enfatizar o gerenciamento dos recursos de dados de organizações que utilizam computadores. O

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI Resposta do Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Leia o texto e responda o seguinte: a) identifique os recursos de: Hardware: microcomputadores,

Leia mais