(Para os modelos 40-Slice e 64-Slice): Philips Medical Systems Technologies LTD Advanced Technology Center - Matam Building 34 - Haifa, Israel 31004

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(Para os modelos 40-Slice e 64-Slice): Philips Medical Systems Technologies LTD Advanced Technology Center - Matam Building 34 - Haifa, Israel 31004"

Transcrição

1 INSTRUÇÕES DE USO Nome Técnico: Equipamento de Tomografia Computadorizada Nome Comercial: Brilliance CT, modelos 40-slice, 64-slice e Big Bore, marca PHILIPS Fabricantes: (Para todos os modelos): Philips Medical Systems (Cleveland), Inc. 595 Miner Road, Cleveland, OH Estados Unidos (Para os modelos 40-Slice e 64-Slice): Philips Medical Systems Technologies LTD Advanced Technology Center - Matam Building 34 - Haifa, Israel (Para todos os modelos): VMI Indústria e Comércio Ltda. R. Prefeito Elizeu Alves da Silva, 400 Distrito Industrial Genesco Aparecido de Oliveira Lagoa Santa - MG - CEP Brasil (Para todos os modelos): DIXTAL Biomédica Indústria e Comércio Ltda. Av. Torquato Tapajós nº 2236, Prédio Industrial A-1 e A-2 (Parte) - Flores Manaus - AM - CEP Brasil Distribuidores: (Para todos os modelos): Philips Medical Systems (Cleveland), Inc. 595 Miner Road, Cleveland, OH Estados Unidos (Para os modelos 40-Slice e 64-Slice) Philips Medical Systems Technologies LTD Advanced Technology Center - Matam Building 34 - Haifa, Israel (Para todos os modelos): Philips Medical Systems Ltda. Av. Dr. Marcos Penteado Ulhoa Rodrigues, Parte 16 CEP: Barueri/SP - Brasil (Para todos os modelos): VMI Indústria e Comércio Ltda. R. Prefeito Elizeu Alves da Silva, 400 Distrito Industrial Genesco Aparecido de Oliveira Lagoa Santa - MG - CEP Brasil (Para todos os modelos): DIXTAL Biomédica Indústria e Comércio Ltda. Av. Torquato Tapajós nº 2236, Prédio Industrial A-1 e A-2 (Parte) - Flores Manaus - AM - CEP Brasil Responsável Técnico: Engº. Wilson Monteiro Junior Registro no CREA-SP N Registro na ANVISA N.º:

2 Índice ÍNDICE Página 1. Apresentação do Manual 1 2. Identificação do Equipamento 2 3. Características Técnicas Instalações ou Montagem do Equipamento Operação do Equipamento Precauções, Restrições e Advertências Manutenção Preventiva e Corretiva e Conservação Partes, Peças, Módulos e Acessórios Requisitos Essenciais de Segurança e Eficácia do Equipamento Garantia do Equipamento 121 Canais de Comunicação/ Nomes e Assinaturas dos Responsáveis Legal e Técnico 124 Instruções de Uso

3 Apresentação do Manual 1. APRESENTAÇÃO DO MANUAL Definição Este documento é um manual de uso que apresenta as instruções básicas para utilização do Equipamento de Tomografia Computadorizada Brilliance CT, modelos 40-slice, 64-slice e Big Bore, marca PHILIPS. Instruções de Uso 1

4 Identificação do Equipamento 2. IDENTIFICAÇÃO DO EQUIPAMENTO Visão Geral O Sistema Brilliance CT, modelos 40-slice, 64-slice e Big Bore, marca PHILIPS é um Sistema Avançado de Tomografia Computadorizada com Rotação Contínua, adequados para uma ampla faixa de Aplicações Tomográficas Computadorizadas. Instruções de Uso 2

5 Identificação do Equipamento Descrição do Sistema O Sistema Brilliance CT é um sistema tomográfico avançado e de rotação contínua, que consiste dos seguintes componentes: Estação de operação Caixa de controle de escaneamento Gantry Mesa do paciente Estação de Operação A estação de operação é utilizada para operar e monitorar os escaneamentos sendo realizados. Ela consiste dos seguintes componentes: Sistema computadorizado Caixa de controle do escaneamento Monitor Teclado e mouse Intercomunicador do paciente Aparelhos de armazenamento de dados Aparelho de controle automático da filmagem Sistema Computadorizado O sistema computadorizado consiste dos seguintes elementos: Computador Dell com sistema operacional Windows Sistema de reconstrução de imagens (IRS) Cuidado Nunca interrompa a corrente elétrica para o computador quando ele estiver ligado. Fazendo isso, você pode causar danos ao sistema computadorizado ou ao software. Instruções de Uso 3

6 Identificação do Equipamento Monitor Um monitor de 21, de alta resolução com 1280 x 1024 pixels de resolução é utilizado para exibir imagens e operar o sistema. Um monitor de tela plana opcional também está disponível. A chave de força do monitor está localizada na frente do mesmo. O LED indicador de força se acende quando você liga o monitor. Cuidado Para manter um ajuste ótimo e uma correlação com as imagens filmadas, não mude os ajustes do monitor. Monitor Duplo (opcional) O monitor duplo é uma nova opção que lhe permite usar dois monitores: A operação de escaneamento é conduzida no monitor da esquerda. Algumas aplicações Médicas e aplicações de Serviço e de Diagnóstico, também rodam no monitor da esquerda. Aplicações de Pós-processamento (incluindo Filmagem) rodam no monitor da direita. Com esta característica, você tem a opção de levar uma aplicação juntamente com suas caixas de diálogo, para o segundo monitor. O menu de pop-up também será exibido no segundo monitor. Observação Clicando em Stop Exam (Parar Exame) na caixa de diálogo Stop/Pause (Parar/Pausa), fecha as janelas de escaneamento, mas não fecha a janela da aplicação. Dispositivo de Controle Automático de Filmagem AMC (Opcional) Este dispositivo é uma interface para os aparelhos de imagem a laser e impressoras DICOM. Em conjunto com a função Filmagem, ele possibilita o rearranjo do filme e a impressão automática. Instruções de Uso 4

7 Identificação do Equipamento Caixa de Controle do Escaneamento A imagem abaixo mostra a Caixa de Controle do Escaneamento. A Caixa de Controle de Escaneamento consiste de uma quantidade de botões e painéis para controlar e exibir o ângulo de inclinação do gantry e os movimentos da mesa do paciente: 1. Botão de Parada: pára os movimentos do gantry e a geração de Raios-X em caso de emergência. 2. Raios-X ligado: Indica que os Raios-X está ligado. 3. Display de Inclinação: Indica o grau de inclinação do gantry. 4. Display da altura da mesa: Indica a altura do apoio do paciente. 5. Display da mesa horizontal: Indica a posição horizontal do apoio do paciente. 6. Botões de Inclinação: Inclina o gantry na direção indicada pelas setas. 7. Botões de Mesa para dentro/fora e para cima/baixo: aumenta e abaixa a mesa do paciente na direção indicada pelas setas. Os botões de Mesa para dentro/fora move a mesa do paciente na direção indicada pelas setas. 8. Botão de Escaneamento Manual: para realizar escaneamentos axial um a um. 9. Botão de Auto Escaneamento: para realizar escaneamentos espiral ou axial automaticamente. 10. Botão de Pausa: interrompe as séries de escaneamento e permite mudanças. Este botão também pode ser usado para parar escaneamentos, em certas condições. 11. Botão de Habilitação: ordena à máquina movimentos controlados da mesa do paciente e do gantry. 12. Botão de comunicação: fale para o paciente. 13. Controle de Volume: Ajusta o volume quando escutar o paciente. 14. Controle do Microfone: Ajusta o volume quando falar para o paciente. Instruções de Uso 5

8 Identificação do Equipamento Intercomunicador do Paciente A intercomunicador do paciente é um sistema que lhe permite comunicar-se com o paciente durante o procedimento de escaneamento. A parte do intercomunicador para o paciente consiste de um alto-falante e quatro microfones localizados na abertura do gantry. A parte do intercomunicador para o usuário consiste de um alto-falante e controle de volume que está no lado direito do painel de controle de escaneamento. Microfone do Registrador Um microfone do registrador está localizado dentro do gabinete do computador. Este microfone é utilizado para gravar mensagens que podem ser usadas durante o processo de escaneamento. Se a opção CEXT é usada, o microfone está localizado atrás da mesa do operador. Armazenamento de Dados O Brilliance CT permite estas opções para armazenar dados: Disco rígido interno Disco ótico apagável (regravável) EOD (opcional) Disco Rígido Interno O disco rígido interno é usado para armazenar imagens, o sistema operacional, arquivos e os dados de calibração. Para permitir a flexibilidade, este espaço de disco pode ser expandido para satisfazer a suas necessidades. Contate seu Representante de Serviço da Philips para informações sobre expansão do espaço de disco interno. Disco Óptico Apagável EOD (Regravável) (Opcional) O EOD é um opcional do equipamento que lhe permite armazenar imagens do paciente e arquivos em cartuchos removíveis e reutilizáveis. Instruções de Uso 6

9 Identificação do Equipamento Gravador automático de CD do paciente (opcional) O gravador automático de CD do paciente permite que você crie um CD (ou diversos CD s) contendo todo o exame de CT do paciente e todas as imagens de pósprocessamento. O gravador permite que você envie manualmente ou automaticamente as imagens do Tomógrafo ou da Estação de Trabalho para um CD. O sistema de gravação automática de CD do paciente inclui estes itens: Servidor Dell Impressora de etiqueta de CD Everest II Autocarregador/ gravador de CD Rimage Amigo II O gravador automático de CD do paciente é conectado ao Host do Brilliance CT através de uma conexão de rede. Opções de Gravação Você tem três opções para usar o gravador automático de CD do paciente: Gravação automática ao final de cada exame configure o gravador como o armazenamento padrão para todos os exames. Quando um exame é completado, as imagens serão automaticamente gravadas em um CD. Gravação automática ao final de um exame específico quando ajustar os parâmetros de protocolo, configure o gravador como a opção de armazenamento padrão para o exame. Quando o exame é completado, as imagens serão automaticamente gravadas em um CD. Gravação manual a qualquer momento o gravador está completamente acessível através do Gerenciador de Arquivos. Mova imagens do drive do Gerenciador de Arquivos para um CD. Instruções de Uso 7

10 Identificação do Equipamento Saída do CD Depois que o processo de gravação for encerrado, o CD contém a imagens gravadas e o software de visualização (MxLiteView). O rótulo do CD tem as seguintes informações impressas nele: Logotipo e Informação do Hospital/ Clínica Nome do Paciente ID do Paciente Data do Exame (a data quando o exame foi escaneado) Tempo do exame Modalidade Número de CD em relação o número total de CD s para o Exame Específico. OBERVAÇÃO Durante a instalação do sistema automático de gravação de CD do paciente, o Serviço Técnico da PHILIPS configurará e personalizará o rótulo de acordo com as suas solicitações específicas. Você pode adicionar o logotipo e outras informações pertinentes ao seu hospital ou clínica. Visualização das Imagens do CD Você pode visualizar o CD do paciente em qualquer PC, bem como em Tomógrafos e Estações de Trabalho da Philips. Os CD s são compatíveis com o padrão DICOM e podem ser lidos em qualquer sistema compatível com DICOM. Instruções de Uso 8

11 Identificação do Equipamento Gantry e Mesa do Paciente O Gantry fornece o suporte e os meios para rotação do tubo de Raios-X, elementos do feixe, detectores e componentes eletrônicos de entrada de sinal. O Painel do Gantry é utilizado para ativar o marcador a laser, inclinar o gantry e controlar os movimentos da mesa do paciente. Instruções de Uso 9

12 Identificação do Equipamento Painel do Gantry O painel do Gantry (veja item 1 na figura abaixo) controla e exibe o ângulo de inclinação do Gantry, movimentos da mesa do paciente, marcadores de alinhamento e liberação de segurança do sistema. Os botões somente se acendem quando suas funções são ativadas. Instruções de Uso 10

13 Identificação do Equipamento Painel de Controle do Gantry 1. Botão de Parada: O Botão de Parada conduz os movimentos do Tomógrafo e da mesa do paciente e a geração de Raios-X a uma parada imediata. Existem dois Botões Vermelhos de Parada no painel frontal do Gantry, um à esquerda e o outro à direita. Ambos os botões podem ser usados. 2. Os Botões de Mesa para dentro/fora e para cima/baixo movem a mesa do paciente nas respectivas direções. Um valor alto da mesa do paciente (máximo de 255) representa uma posição baixa; enquanto que um valor baixo (mínimo de 95) representa uma posição alta. 3. Liberação do Paciente move a mesa do paciente (para fora e para baixo) e o gantry (para a inclinação zero) para liberar mais facilmente o paciente, ao final do procedimento de escaneamento. A mesa do paciente move-se para sua distância máxima a partir do gantry e se aproxima da sua altura mínima. Quando o botão é solto antes de completar o processo, todos os movimentos param. 4. O botão da mesa para dentro/fora e para cima/baixo move a Mesa do Paciente nas direções indicadas nos botões. 5. Zerar Tela reajusta os indicadores de para dentro/fora e altura para zero. 6. Indicador de Inclinação exibe o grau de inclinação do Gantry. 7. Indicador de botão de Raios-X: Este botão indica que o tomógrafo está ligado. 8. O Painel de exibição da mesa para cima/baixo indica a altura da mesa do paciente. 9. O painel de exibição da mesa para dentro/fora indica a posição (para dentro/ para fora) da mesa do paciente. 10. O Botão de Inclinação inclina o Gantry na direção indicada no botão. 11. Os Botões de Liga/ Desliga Marcador ligam e desligam os marcadores a laser interno e externo que são utilizados para posicionar o paciente no plano do corte. Instruções de Uso 11

14 Identificação do Equipamento Mesa do Paciente A mesa do paciente move o paciente para a posição de escaneamento através do uso do controles do Painel do Gantry. Dependendo da parte do procedimento de escaneamento, o movimento da mesa do paciente é controlado a partir dos controles do painel do gantry ou da Estação de Operação. A liberação rápida ou de emergência de um paciente pode ser realizada ao utilizar qualquer uma das três barras de liberação da maca. A mesa do paciente tem quatro componentes principais: Unidade Principal da Mesa do Paciente pode mover para cima ou para baixo e para dentro ou para fora. Maca pode mover independentemente para dentro ou para fora a partir da unidade principal da mesa do paciente. Mecanismo de Elevação. Barras de Liberação da Maca destrava a Maca da mesa do paciente e habilita o seu livre movimento, para dentro ou para fora. Elas estão localizadas em cada lado (duas) da Mesa do Paciente embaixo das manivelas. Quando pressionada, a barra de liberação destrava a maca permitindo o seu livre movimento. Advertência A mesa suporta um peso máximo do paciente de 200 kg (440 lbs), uniformemente distribuído. As extensões da mesa podem suportar um peso máximo de 30 kg (66 lbs). Observação Para segurança, a barra de liberação da Maca nos pés da Mesa do Paciente aciona uma Garra de Emergência da unidade principal da Mesa do Paciente, prevenindo movimentos externos perigosos. Mesmo durante o movimento de liberação da Maca, valores Horizontais (no display do Gantry) permanecem precisos em tempo-real, de acordo com o movimento da Maca (para dentro ou para fora). Instruções de Uso 12

15 Identificação do Equipamento Raios-X e Sistemas de Detecção Tubo de Raios-X O Tubo de Raios-X, montado no Gantry, tem um ânodo rotativo de 6,5 MHU com um tamanho variável de ponto focal de 0,6 x 1,0 mm 2 e 1,1 x 1,5 mm 2. Fonte de Alimentação de Raios-X A Fonte de Alimentação de Raios-X consiste dos inversores DC para alta freqüência montados no rotor, e dos transformadores de alta voltagem. Ela recebe energia da fonte de alimentação principal e a energia é controlada pela Unidade de Controle Computadorizada de Alta Voltagem. Leitor de Código de Barras O Brilliance CT suporta o uso de um leitor de código de barras para entrar os dados do paciente em um formulário de dados do paciente. Esta opção pode ser usada se uma HIS/RIS estiver implementada nas suas instalações. Advertência Evite apontar o leitor de código de barras para os olhos. A luz do laser pode causar danos aos olhos. Evite o acesso ao leitor de código de barras por pessoas destreinadas. Instruções de Uso 13

16 Identificação do Equipamento Workspace (Espaço de Trabalho) Estendido do Brilliance (opcional) O Workspace Estendido do Brilliance é uma estação de trabalho independente de diagnóstico, que permite ao médico rever e processar imagens clínicas sem interferir com a operação do Tomógrafo. O Workspace Estendido do Brilliance é conectado ao Sistema de Tomografia Computadorizada através de um meio de comunicação de dados de alta velocidade. O Brilliance Workspace é um ambiente flexível e fácil de usar, rico em aplicações e dimensionável para suas necessidades. Ele inclui um conjunto das aplicações mais poderosas de CT atualmente disponíveis no mercado, melhorando os resultados e a produtividade do seu trabalho. Todo planejamento, escaneamento, visualização e arquivamento podem ser feitos no console do Tomógrafo. Além disto, a maioria dessas funções, incluindo as reconstruções** de imagens adicionais, também está disponível no Extended Brilliance Workspace, que pode ficar distante da estrutura da CT. Máxima flexibilidade do usuário para visualização, realização de aplicações clínicas avançadas, filmagens ou relatórios. Pacotes de relatórios integrados* permitem que o radiologista crie e transmita rápida e facilmente um relatório para o médico em referência Plataforma dimensionável para a expansão e aplicações futuras, tornando o Brilliance CT um investimento seguro de longo prazo. O Brilliance Workspace faz parte da família Vequion TM da Philips da próxima geração de produtos e soluções médicas da TI. A liderança do Brilliance Workspace gira em torno de quatro grandes áreas: Fluxo guiado e facilidade de uso Proeminente qualidade da imagem Desempenho poderoso Aplicações clínicas avançadas Fluxo Guiado A interface gráfica do usuário do Fluxo Guiado Lógico aumenta a produtividade através dos seguintes recursos fáceis de usar: Os recursos e funções estão visíveis, não ocultos. A maioria das operações comuns é exibida da forma mais proeminente Com uma barra de fluxo de trabalho de alto nível que guia o usuário ao longo de tarefas importantes e proporciona movimento não-linear entre as funções sem perder qualquer trabalho atual, o usuário tem a máxima flexibilidade para visualizar, realizar aplicações, filmar ou elaborar relatórios. *opcional; **A Reconstrução Remota (Remote Reconstruction TM ) é uma opção do Extended Brilliance Workspace. Instruções de Uso 14

17 Identificação do Equipamento Brilliance Workspace Portal Definição O Brilliance Workspace Portal, solução de estação de trabalho de CT para tomógrafos Brilliance CT e aplicações clínicas. Baseado na arquitetura estreita de cliente-servidor, ele vai além dos limites das estações de trabalho atuais, proporcionando acesso aos pós-processamentos avançados de CT em qualquer lugar dentro da empresa, incluindo integração com o PACS isite. O Portal fornece novas e importantes aplicações clínicas (Análise Cardíaca Abrangente (CCA) e Análise de Vasos Avançada (AVA), Planejamento de Stent AVA, Filmagem e Elaboração de Relatório). Com uma instalação simples de software em um PC cliente remoto, um usuário pode acessar exames multislice (múltiplos cortes) avançados (MSCT) para interpretação ou consulta da imagem. Com um número ilimitado de usuários por toda a rede do hospital, o Brilliance Workspace Portal fornece a capacidade necessária para manipular conjuntos de dados MSCT muito grandes. O Brilliance Workspace Portal usa a mesma Tecnologia de Fluxo Guiado de todos os tomógrafos e estações de trabalho Brilliance CT, minimizando requisitos de treinamento e proporcionando acesso aos mesmos aspectos de visualização e de resultados clínicos excelentes. O Brilliance Workspace Portal é uma alternativa econômica para proporcionar acesso às aplicações avançadas de visualização e clínicas de CT, no lugar de várias estações de trabalhos fixas. Ele mantém desempenho excepcional e exibição em tempo-real de conjuntos de dados de CT em execução. Exibição para o cliente, de tecnologia patenteada, flui sobre uma LAN, WAN ou qualquer conexão de internet de banda larga através de VPN segura (rede privada virtual) sem a necessidade de carregar o caso completo de CT para o PC cliente. O processamento pesado e complexo de dados de CT é feito em um servidor. Este ambiente interativo em tempo-real faz do Brilliance Workspace Portal ideal para uso como uma estação de revisão de imagem primária (quando compressão de imagem low-less (baixa-perda) ou lossless (sem perda) for usada) ou como um método para visualizar resultados remotamente durante uma intervenção, tal como em uma sala cirúrgica ou no departamento de emergência. Acesso Imediato aos Resultados Brilliance Workspace Portal inclui: Integração a PACS isite da Philips Análise Cardíaca Abrangente (CCA) * Análise de Vasos Avançada (AVA) * Remoção do Crânio dentro de AVA Planejamento de Stent AVA* Elaboração de Relatório de CT* e Filmagem Remoção de ossos e traçado de volume no Visualizador de CT. Troca de idéias entre usuários. GUI (Interface Gráfica do Usuário) escalável para exibições 1024 x 768 do cliente. Capacidade de login (entrada no sistema) de usuário avançado. Leitura de dados a partir de CD-R local e Revisão Rápida * Aplicações clínicas são baseadas na funcionalidade equivalente do Workspace estendido do Brilliance Release 3.5. Instruções de Uso 15

18 Identificação do Equipamento Recursos Clínicos Recursos Padrão O Brilliance Workspace Portal é configurado com muitos recursos padrões avançados, que exibem continuamente imagens completas sem perda de resolução ou perda configurável pelo usuário em qualquer modo de retribuição, e projeção de intensidade tradicional mínima e máxima. Focado em fazer o Brilliance Workspace Portal ideal para exame de conjuntos grandes de dados de CT multislice (múltiplos cortes), itens padrões incluem: Número ilimitado de clientes. Capacidade de Revisão Completa de Cortes Grandes incluindo investigação regional. Projeção de Intensidade de Volume (VIP) (Exclusivo!). Reformação multiplanar incluindo curvada e Paddlewheel ferramenta exclusiva de revisão de cotes grandes para avaliação de êmbolo pulmonar. Tecnologia de Fluxo Guiado (Exclusivo!). MasterCUT MPR permite ao usuário delinear uma MPR curva a partir da imagem de volume-retribuído (Exclusivo!). Exibições de retribuição de volume, MIP, minmip e Média. Modos de Endoscopia Virtual e Inspeção de Volume. Capacidades de 2D completo incluindo comparar, panorâmica/ zoom/ rolar/ ROI/ anotação, etc. Imagens Combinadas Sofisticadas com subtração. Calculo de estenose para Angiografia de CT (CTA). Opções de compressão com perda e sem perda. Seguro com proteção de senha para cada cliente. Últimas atualizações de segurança e um sistema operacional sólido para prevenir ataques. Salva para qualquer ponto da rede DICOM conectada. Compatibilidade com Vequion (Exclusivo!). Versão de Lançamento e Especificações Brilliance Workspace Portal v1.0 Aplicações Clínicas Análise Cardíaca Abrangente (CCA) A Análise Cardíaca Abrangente (CCA) é um pacote completo de avaliação cardíaca* que fornece fluxo de trabalho simplificado e interação mínima do usuário. Esta ferramenta de análise cardíaca de alta-tecnologia ajuda-o a visualizar estruturas coronárias, realizar avaliações detalhadas de artérias coronárias e analisar a função ventricular. Com CCA, você pode reduzir substancialmente o tempo e a complexidade de uma avaliação cardíaca, abrindo as portas para análises mais rápidas e mais precisas para o operador e resultados clínicos mais rápidos. Instruções de Uso 16

19 Identificação do Equipamento Este pacote inclui: Uma segmentação cardíaca total sem-clique para todas as fases selecionadas com remoção completa de estrutura. Visualização Globe (Globo, Mapa 3D e Mapa 2D). Visualização Exclusiva "IVUS-like" para o corte central da seção-transversal. Cálculo fácil de estenose. Excelente visualização de retribuição de volume com extração de estruturas coronárias e visualização completa de vasos, incluindo sua origem a partir da aorta para avaliação de morfologia do óstio. Ferramentas de cortes grossos (incluindo planos de corte) em imagem de Retribuição de Volume em cine. Avaliação Funcional LV nova e avançada. Identificação contínua de ângulos de Braço em C. * Projetado exclusivamente para ambiente Brilliance Workspace. Estenose AVA Estenose AVA oferece um conjunto de ferramentas para planejamento de stent e análise vascular geral. Ele permite ao usuário remover facilmente ossos, e extrair e segmentar os vasos para realizar rapidamente medições típicas, tais como diâmetro intra-luminal, área de lúmen da seção-transversal, comprimento e tortuosidade de segmentos de vasos, e ângulos de vasos. AVA permite ao usuário exibir o conjunto de dados usando retribuição de volume, Média, ou MIP com imagens de seçõestransversais que podem ser usadas para delinear aneurisma, presença de calcificação mural e trombos murais do revestimento, vaso secundário (celíaco, mesentérico, renal) e circulação arterial do ílio-femoral. As ferramentas de medição interativas tornam fácil para o usuário calcular a angulação entre o colo superior e o aneurisma, o ângulo entre o colo superior e o lúmen do aneurisma, bem como outros cálculos anatômicos complexos. Planejamento de Stent AVA Planejamento de Stent usa um algoritmo automático de detecção da linha central para fornecer a base para medições quantitativas precisas e reproduzíveis de estruturas vasculares. Estas medições são úteis para planejamento de stent endoluminal para reparar aneurismas, estenoses e outras anormalidades vasculares. Por exemplo, dimensões fáceis e precisas podem ser obtidas de um aneurisma, do colo do aneurisma, da ligação a estruturas vasculares vizinhas e da distância total, a fim de colocação de stent de forma não invasiva. Pré-requisito: Estenose AVA Instruções de Uso 17

20 Identificação do Equipamento Elaboração de Relatório de CT Proporciona capacidades de elaboração de relatório para impressão em papel de resultados clínicos a partir do Brilliance Workspace Portal da Philips incluindo exibição de imagens chave e resultados de quadros. O relatório está disponível para distribuição em papel e eletrônica para médicos solicitantes, pacientes, ou para registros médicos. Cada relatório é editável e novos modelos padrões podem ser facilmente criados e incluídos na configuração do sistema. O relatório pode ser salvo como um arquivo PDF para transferência digital ou impresso como um relatório em papel. Integração com PACS isite O Brilliance Workspace Portal, em sua totalidade, pode ser integrado ao PACS isite da Philips. O usuário do isite estará apto a chamar o Portal diretamente a partir do seu sistema isite Radiology ou isite Enterprise, sem ter que re-selecionar o conjunto de dados de CT do paciente ativo a partir do arquivo Portal (banco de dados). Esta integração inteligente é designada para otimizar desempenho clínico e melhorar resultados de pacientes através de todo o processo de fluxo de trabalho para usuários isite/brilliance. Especificações e Requisitos de Hardware e de Softwares do Brilliance Workspace Portal 1.0 O Brilliance Workspace Portal é um sofisticado e poderoso servidor executando os mais recentes softwares clínicos do Brilliance Workspace. Vários usuários podem acessar simultaneamente o sistema e interagir com conjuntos de dados de CT para pós-processamento, revisão e interpretação. Sessões de usuário simultâneas são restritas somente pelo limite de recursos disponíveis do servidor. A configuração básica do servidor é capaz de suportar 10 usuários simultâneos, cada um visualizando um conjunto de dados grande ( cortes), enquanto mantém desempenho em tempo-real. Quando o número de usuários cresce, um servidor Portal adicional pode ser adicionado à rede. Um módulo de software cliente é requerido para ser instalado em um PC cliente de visualização que satisfaz certa especificação mínima (indicada abaixo). Qualquer cliente conectado ao Brilliance Workspace Portal através de uma LAN ou conexão de internet de banda-larga com VPN pode ser conectado ao servidor e interagir com as imagens de CT. O produto Brilliance Workspace Portal 1.0 consiste de um servidor (hardware e software fornecido pela Philips Medical Systems), e uma aplicação cliente (software fornecido pela Philips Medical Systems). A aplicação cliente pode ser carregada em um hardware compatível do lugar. As especificações para o servidor e cliente são fornecidas a seguir. Instruções de Uso 18

21 Identificação do Equipamento Especificações de hardware do servidor Torre 6U. Altura: 48,55 cm Largura: 30,15 cm Profundidade: 69,58 cm Peso: 55,39 kg, configuração máxima. Especificações básicas do servidor (10 usuários simultâneos, ~ cortes ao mesmo tempo): Servidor montado em gabinete. Sistema operacional de 64-bits. 20 GB de RAM. 4 CPU s à 3.66 GHz cada. Disco de armazenamento de 536 GB (RAID). Dois canais simultâneos Ethernet de 1 GigaBits. Configuração de dois servidores (20 usuários, ~ cortes ao mesmo tempo): 40 GB de RAM. 8 CPU s à 3.66 GHz cada. Disco de armazenamento de 536 GB (RAID) para cada servidor. Quatro canais simultâneos Ethernet de 1 GigaBits. Especificações de software do servidor. Windows 2003 Server. NET framework versão 1.1. Software de servidor Brilliance Workspace Portal da Philips, incluindo: - Aplicação de servidor Portal registrado. - Aplicação de Gerenciamento do Usuário para administrar banco de dados do usuário. Software de Antivírus (McAfee) fornecido pela Philips. Rede - Somente protocolo TCP/IP. - Cartão(ões) de rede redundante de 1 Gigabyte. - Endereço IP estático. Segurança - Nenhuma execução de serviços não usados no Windows. - Nenhuma unidade compartilhada. - Controle de acesso ao Windows definido pelo cliente (IT local do hospital). Instruções de Uso 19

22 Identificação do Equipamento Acesso para o próprio computador ou usando seu console ou Desktop Remoto. - Arquivo criptografado do banco de dados dos Usuários/ Grupos. - Aplicação de gerenciamento do usuário disponível somente para administradores Portal. - Transferência criptografada sobre a rede de informação de nome de usuário e senha. - Entrada de dados de importantes eventos. - Firewall do Windows. Requisitos de energia do servidor. Fontes de energia duplas para VAC. Requisitos de rede Conexão Gigabit recomendada. Recomendado Servidor de DNS com capacidade de DNS reverso. Recomendado acesso à VPN. Recomendado domínio baseado em ambiente de rede. Requisitos de hardware dos clientes. Monitor colorido de 1280x1024 ou superior. Velocidade mínima do processador: 1.0 GHz Memória mínima: 512 MB. Adaptador de rede recomendado: velocidade de 1 Gigabits. Espaço de disco livre de 200 MB na unidade C. Requisitos de software dos Clientes. Windows XP service pack 1, Windows Cartão de vídeo que suporte DirectX 9.0 ou superior. NET framework versão 1.1. RAM mínima de 512 MB. Acesso administrativo de conta Windows somente para instalação inicial. Capacidade de adicionar componentes do software do Brilliance Workspace Portal à lista de exceção do firewall. Instruções de Uso 20

INSTRUÇÕES DE USO. Nome Técnico: Equipamento de Tomografia Computadorizada

INSTRUÇÕES DE USO. Nome Técnico: Equipamento de Tomografia Computadorizada INSTRUÇÕES DE USO Nome Técnico: Equipamento de Tomografia Computadorizada Nome Comercial: Brilliance CT, modelos 40-slice, 64-slice e Big Bore, marca PHILIPS Representante: Fabricante/Distribuidor (1)

Leia mais

Carestream PACS - Recurso 3D

Carestream PACS - Recurso 3D Carestream PACS Carestream PACS - Recurso 3D Agilize o fluxo de trabalho com a funcionalidade nativa 3D Uma eficiente nova dimensão no fluxo de trabalho, na produtividade e na confiança do diagnóstico

Leia mais

Departamento de Electrónica Industrial. Manual prático TC

Departamento de Electrónica Industrial. Manual prático TC Departamento de Electrónica Industrial Manual prático TC Clarisse Ribeiro Abril de 2008 Índice Ligar/Desligar o CT... 1 Check up/calibração... 2 Posicionamento do paciente... 2 Cabeça... 3 Pescoço...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital

MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital MANUAL DO USUÁRIO NextCall Gravador Telefônico Digital DEZEMBRO / 2010 NEXTCALL GRAVADOR TELEFÔNICO DIGITAL Obrigado por adquirir o NextCall. Este produto foi desenvolvido com o que há de mais atual em

Leia mais

Leia antes de utilizar. Sistema de Software de Desenho de Bordados Personalizados. Guia de Instalação

Leia antes de utilizar. Sistema de Software de Desenho de Bordados Personalizados. Guia de Instalação Leia antes de utilizar Sistema de Software de Desenho de Bordados Personalizados Guia de Instalação Leia este guia antes de abrir o pacote do CD-ROM Obrigado por adquirir este software. Antes de abrir

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft PowerPoint 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que você precisa Clique

Leia mais

ACESSIBILIDADE INOVADORA. UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Radiology

ACESSIBILIDADE INOVADORA. UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Radiology Vue PACS Radiology UMA ÁREA DE TRABALHO ÚNICA. BENEFÍCIOS INCONTÁVEIS PARA O SEU FLUXO DE TRABALHO. Já está aqui: acesso rápido e fácil a todas as ferramentas e aplicações clínicas dos quais os radiologistas

Leia mais

Software Control Center

Software Control Center Software Control Center Uma solução empresarial de segurança IP, com capacidade de gerenciamento de vídeos, áudio e alarmes sobre redes IP Soluções completas de segurança em vídeo IP www.indigovision.com

Leia mais

VIeW 3d estação de PÓS-PrOceSSaMeNTO 3d A TERCEIRA DIMENSÃO

VIeW 3d estação de PÓS-PrOceSSaMeNTO 3d A TERCEIRA DIMENSÃO VIEW 3D ESTAÇÃO DE PÓS-PROCESSAMENTO 3D A TERCEIRA DIMENSÃO iq-view 3D É UMA WORKSTATION PARA PÓS-PROCESSAMENTO... tridimensional de imagenes para radiologistas. Ele contém todos os componentes do iq-view

Leia mais

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Um guia para pequenas empresas Conteúdo Seção 1: Introdução ao Modo Windows XP para Windows 7 2 Seção 2: Introdução ao Modo Windows XP 4 Seção 3: Usando

Leia mais

V O C Ê N O C O N T R O L E.

V O C Ê N O C O N T R O L E. VOCÊ NO CONTROLE. VOCÊ NO CONTROLE. O que é o Frota Fácil? A Iveco sempre coloca o desejo de seus clientes à frente quando oferece ao mercado novas soluções em transportes. Pensando nisso, foi desenvolvido

Leia mais

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU $,'(GR5HSRUW0DQDJHU Neste capítulo vamos abordar o ambiente de desenvolvimento do Report Manager e como usar os seus recursos. $FHVVDQGRRSURJUDPD Depois de instalado o Report Manager estará no Grupo de

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia do Usuário da Matriz Virtual do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

PACS. III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica. Santa Casa de Porto Alegre, RS. 24 de Novembro de 2012

PACS. III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica. Santa Casa de Porto Alegre, RS. 24 de Novembro de 2012 PACS III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica Santa Casa de Porto Alegre, RS 24 de Novembro de 2012 III Encontro Sul Brasileiro de Engenharia Clínica PACS - Agenda Histórico Workflow Modalidades

Leia mais

Manual Software CMS. Introdução:

Manual Software CMS. Introdução: Introdução: O CMS é uma central de gerenciamento de DVRs, é responsável por integrar imagens de DVRs distintos, com ele é possível realizar comunicação bidirecional, vídeo conferência, função mapa eletrônico

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 4 Visão geral da instalação 4 Passo 1: Buscar atualizações 4 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 4 Passo 3: Instalar o Windows no seu

Leia mais

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA EE Odilon Leite Ferraz PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA AULA 1 APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA Apresentação dos Estagiários Apresentação do Programa Acessa

Leia mais

ProRAE Guardian V1.5 Guia de referência rápida

ProRAE Guardian V1.5 Guia de referência rápida ProRAE Guardian V1.5 Guia de referência rápida Para obter uma descrição completa das funções do programa, consulte o guia do usuário do ProRAE Guardian (incluso no CD de software). SUMÁRIO 1. Principais

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Verificando os componentes

Verificando os componentes PPC-4542-01PT Agradecemos a aquisição do scanner de imagem em cores fi-65f. Este manual descreve os preparativos necessários para o uso deste produto. Siga os procedimentos aqui descritos. Certifique-se

Leia mais

LOUSA INTERATIVA MANUAL

LOUSA INTERATIVA MANUAL LOUSA INTERATIVA MANUAL Obrigado por comprar uma lousa Mastervision o Quadro Branco Interativo da Arquimedes Automação e Informática. A Arquimedes respresenta a marca MarterVision sob licença da empresa

Leia mais

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS

TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Texto Técnico 005/2013 TRABALHO COM GRANDES MONTAGENS Parte 05 0 Vamos finalizar o tema Trabalho com Grandes Montagens apresentando os melhores recursos e configurações de hardware para otimizar a abertura

Leia mais

Diferentes modos para visualizar gravações no Software HMS Client

Diferentes modos para visualizar gravações no Software HMS Client Diferentes modos para visualizar gravações no Software HMS Client O Software HMS Client permite visualização de imagens de 3 maneiras diferentes: Imagens dos dispositivos (Mini Câmeras e NVRs) gravadas

Leia mais

OptiView. Total integração Total controle Total Network SuperVision. Solução de Análise de Rede. Ninguém melhor que os. Engenheiros de Rede e a Fluke

OptiView. Total integração Total controle Total Network SuperVision. Solução de Análise de Rede. Ninguém melhor que os. Engenheiros de Rede e a Fluke Ninguém melhor que os OptiView Solução de Análise de Rede Total integração Total controle Total Network SuperVision Engenheiros de Rede e a Fluke Networks para saber o valor de uma solução integrada. Nossa

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido Microsoft PowerPoint 2013 apresenta uma aparência diferente das versões anteriores; desse modo, criamos este guia para ajudá-lo a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

MANUAL CFTV DIGITAL - LINHA LIGHT 16 CANAIS 120 FPS / VID 120-LI CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR 16 Canais - 120 FPS Processador Dual Core 2.0GHZ ou superior; Placa Mãe Intel ou Gigabyte com chipset Intel;

Leia mais

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC GERENCIAMENTO CENTRALIZADO DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RESUMO EXECUTIVO O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em

Leia mais

Scanner Portátil ScanSnap S1100

Scanner Portátil ScanSnap S1100 Scanner Portátil ScanSnap S1100 Um dos menores scanners A4 móveis do mundo O scanner de documentos ScanSnap S1100 transcende os limites de tamanho para portabilidade extrema, ao mesmo tempo em que oferece

Leia mais

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0

Índice. Mamut Gravador Telefônico Digital MGC Manual de Instalação Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Procedimento de Instalação do Gravador Digital Mamut. V 1.0 Índice 1- Preparação da CPU para o funcionamento do Gravador Digital Mamut 1.1 - Preparação da CPU 1.2 - Instalação do Firebird 2 - Instalação

Leia mais

1.1. Gerenciamento de usuários e permissões. Suporta vários níveis de gerenciamento, gerenciamento de usuários e configuração de permissões.

1.1. Gerenciamento de usuários e permissões. Suporta vários níveis de gerenciamento, gerenciamento de usuários e configuração de permissões. CAMERA IP SERIE AV O CMS é uma central de gerenciamento de DVRs, é responsável por integrar imagens de DVRs distintos, com ele é possível realizar comunicação bidirecional, vídeo conferência, função mapa

Leia mais

Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o scanner IRIScan Book 3.

Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o scanner IRIScan Book 3. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o scanner IRIScan Book 3. Este scanner é fornecido com os aplicativos Readiris Pro 12 e IRIScan Direct (somente Windows). Os Guias Rápidos do Usuário

Leia mais

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores

Attack 1.35. Software de controle e Monitoração de amplificadores Attack 1.35 Software de controle e Monitoração de amplificadores 1 Índice 1 Hardware necessário:... 3 1.1 Requisitos do computador:... 3 1.2 Cabos e conectores:... 3 1.3 Adaptadores RS-232 USB:... 4 1.4

Leia mais

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2.

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRIScan TM Mouse 2. As descrições fornecidas nesta documentação são baseadas nos sistemas operacionais Windows 7 e Mac OS X Mountain Lion. Leia

Leia mais

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá

DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP. Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá DEZ RAZÕES PARA MUDAR PARA SISTEMA DE VÍDEO BASEADO EM IP Ou o que seu vendedor de câmeras analógicas não lhe dirá 1. ALTA RESOLUÇÃO Câmeras baseadas em IP não estão restritas à baixa resolução das câmeras

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Um tarifador fácil de usar e poderoso. Com o tarifador STI Windows Atenas você poderá controlar os gastos com telefone, reduzir custos e otimizar

Leia mais

SMART Sync 2010 Guia prático

SMART Sync 2010 Guia prático SMART Sync 2010 Guia prático Simplificando o extraordinário Registro do produto Se você registrar o seu produto SMART, receberá notificações sobre novos recursos e atualizações de software. Registre-se

Leia mais

TELE ORTHOPANTOMOGRAPH OP300. Uma plataforma para todas as suas necessidades. OP300. Sistema de imagem digital panorâmica

TELE ORTHOPANTOMOGRAPH OP300. Uma plataforma para todas as suas necessidades. OP300. Sistema de imagem digital panorâmica OP300 Sistema de imagem digital panorâmica Sistema de imagem digital cefalométrica Sistema de imagem digital Cone Beam 3D TELE Uma plataforma para todas as suas necessidades. ORTHOPANTOMOGRAPH OP300 1

Leia mais

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART Continuação 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART a) Vá para o primeiro slide da apresentação salva no item 31. b) Na guia PÁGINA INICIAL, clique no botão LAYOUT e selecione (clique) na opção TÍTULO

Leia mais

Introdução. O que é Serviços de Terminal

Introdução. O que é Serviços de Terminal Introdução Microsoft Terminal Services e Citrix MetaFrame tornaram-se a indústria padrões para fornecer acesso de cliente thin para rede de área local (LAN), com base aplicações. Com o lançamento do MAS

Leia mais

SPS ZOOM 300. 3D Laser Scanner

SPS ZOOM 300. 3D Laser Scanner 3D Laser Scanner 3D Laser Scanner O 3D laser scanner é um equipamento que faz coletas de dados espaciais precisos de objetos ou ambientes. As nuvens de pontos coletadas podem ser utilizadas para construção

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Microscópio digital. Manual de instruções. Novembro de 2012 718B

Microscópio digital. Manual de instruções. Novembro de 2012 718B Microscópio digital Manual de instruções Novembro de 2012 718B 1 Sumário Informações importantes... 4 Descrição do produto... 4 Requisitos do computador... 5 PC com Windows... 5 PC com Mac OS... 5 Conteúdo

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

FÍSICA DAS RADIAÇÕES. Prof. Emerson Siraqui

FÍSICA DAS RADIAÇÕES. Prof. Emerson Siraqui FÍSICA DAS RADIAÇÕES Prof. Emerson Siraqui CONCEITO Método que permite estudar o corpo em cortes ou fatias axiais ou trasversais, sendo a imagem obtida atraves dos Raios-X com o auxílio do computador (recontrução).

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK MANUAL DO USUÁRIO 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 COMO COMEÇAR... 3 5 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 4 6 CADASTRO DE VEÍCULO... 6 7 ALINHAMENTO...

Leia mais

Online Help StruxureWare Data Center Expert

Online Help StruxureWare Data Center Expert Online Help StruxureWare Data Center Expert Version 7.2.7 Appliance virtual do StruxureWare Data Center Expert O servidor do StruxureWare Data Center Expert 7.2 está agora disponível como um appliance

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

Fornece novos benefícios para o mercado postal

Fornece novos benefícios para o mercado postal Entrega de Pacotes e Encomendas Classificação de correspondências e pacotes Vantage TM Sorting Solution Classificadora flexível e de alta velocidade Fornece novos benefícios para o mercado postal A classificadora

Leia mais

1. Apresentação. Fig. 1 - Rastreador Portátil OnixMiniSpy. Led indicativo de Sinal GSM/GPRS e GPS. LED indicativo de recarga de bateria

1. Apresentação. Fig. 1 - Rastreador Portátil OnixMiniSpy. Led indicativo de Sinal GSM/GPRS e GPS. LED indicativo de recarga de bateria 1. Apresentação O OnixMiniSpy é um rastreador portátil que utiliza a tecnologia de comunicação de dados GPRS (mesma tecnologia de telefone celular) para conectar-se com a central de rastreamento e efetuar

Leia mais

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes

Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes Guia do Wattbike Expert Software para Iniciantes 1 Índice Introdução............................................... 3 Conexão do software ao Computador de Desempenho Wattbike tela padrão Polar e edição

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

Essential para vida. Senographe Essential Sistema de mamografia digital de campo total

Essential para vida. Senographe Essential Sistema de mamografia digital de campo total Essential para vida Senographe Essential Sistema de mamografia digital de campo total A excelência em mamografia digital de campo total (FFDM) é um processo de busca contínua para o aprimoramento da tecnologia

Leia mais

Registrador de Dados VB300 3-Axis G- Force Versão 1.0 Novembro 2010

Registrador de Dados VB300 3-Axis G- Force Versão 1.0 Novembro 2010 Utilitário de Ajuda do Software Registrador de Dados VB300 3-Axis G- Force Versão 1.0 Novembro 2010 Introdução ao Software O software do registrador de dados é um programa que coleta dados do registrador

Leia mais

Guia de Usuário da matriz virtual do Avigilon Control Center

Guia de Usuário da matriz virtual do Avigilon Control Center Guia de Usuário da matriz virtual do Avigilon Control Center Versão 5.0.2 PDF-ACCVM-A-Rev2_PT Copyright 2013 Avigilon. Todos os direitos reservados. A informação apresentada está sujeita a alteração sem

Leia mais

Easi-Scope Utilizador GUIA DO USUÁRIO www.tts-shopping.com

Easi-Scope Utilizador GUIA DO USUÁRIO www.tts-shopping.com Easi-Scope Aumenta-se a amostras até 41 vezes em um monitor de computador de 17 pol Utilizador GUIA DO USUÁRIO www.tts-shopping.com Sumário Informações importantes 2 Cuidados e manutenção 2 Advertência

Leia mais

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio

Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio Access Professional Edition O sistema de controle de acesso flexível que cresce com o seu negócio 2 Access Professional Edition: a solução de controle de acesso ideal para empresas de pequeno e médio porte

Leia mais

Atualização, backup e recuperação de software

Atualização, backup e recuperação de software Atualização, backup e recuperação de software Guia do Usuário Copyright 2006 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft e Windows são marcas registradas da Microsoft Corporation nos EUA. As informações

Leia mais

Sistema de Navegação Aim nav

Sistema de Navegação Aim nav Sistema de Navegação Aim nav Tecnologia de ponta desde sua criação Redução do tempo cirúrgico, aumento da precisão e redução de riscos para o paciente. Com foco nos principais objetivos da neurocirurgia,

Leia mais

Guia do usuário do Seagate Dashboard

Guia do usuário do Seagate Dashboard Guia do usuário do Seagate Dashboard Guia do usuário do Seagate Dashboard 2013 Seagate Technology LLC. Todos os direitos reservados. Seagate, Seagate Technology, o logotipo Wave e FreeAgent são marcas

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0 Ajuda ao Usuário A S S I S T E N T E P I M A C O + 2.2.0 Ajuda ao usuário Índice 1. BÁSICO 1 1. INICIANDO O APLICATIVO 2 2. O AMBIENTE DE

Leia mais

SISTEMA DE PISTA WAYNE FUSION. Conheça a nova face do. controle de pista.

SISTEMA DE PISTA WAYNE FUSION. Conheça a nova face do. controle de pista. SISTEMA DE PISTA WAYNE FUSION Conheça a nova face do controle de pista. Controle onde você mais precisa. Controle onde voc O Sistema de Pista Wayne Fusion permite uma interface ininterrupta de suas bombas,

Leia mais

Painel de Controle e Configurações

Painel de Controle e Configurações Painel de Controle e Configurações Painel de Controle FERRAMENTAS DO PAINEL DE CONTROLE: - Adicionar Hardware: Você pode usar Adicionar hardware para detectar e configurar dispositivos conectados ao seu

Leia mais

ArcSoft Total Media. HDCam 2.0

ArcSoft Total Media. HDCam 2.0 ArcSoft Total Media HDCam 2.0 1 Introdução Guia de Início Rápido O ArcSoft Total Media HDCam é um software de área de trabalho que combina gerenciamento de mídia e capacidades de reprodução. Gerenciamento

Leia mais

Security Shop MRS. Media Relay System. Manual do Usuário

Security Shop MRS. Media Relay System. Manual do Usuário Página 1 de 20 Security Shop MRS Media Relay System Manual do Usuário Página 2 de 20 Conteúdos: Conteúdos:... 2 Figuras:... 3 1. Introdução... 4 1.1 Âmbito do Documento... 4 1.2 Terminologia... 4 2. GERAL...

Leia mais

O computador. Sistema Operacional

O computador. Sistema Operacional O computador O computador é uma máquina desenvolvida para facilitar a vida do ser humano, principalmente nos trabalhos do dia-a-dia. É composto basicamente por duas partes o hardware e o software. Uma

Leia mais

1) MANUAL DO INTEGRADOR Este documento, destinado aos instaladores do sistema, com informações de configuração.

1) MANUAL DO INTEGRADOR Este documento, destinado aos instaladores do sistema, com informações de configuração. O software de tarifação é uma solução destinada a rateio de custos de insumos em sistemas prediais, tais como shopping centers. O manual do sistema é dividido em dois volumes: 1) MANUAL DO INTEGRADOR Este

Leia mais

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens:

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens: Introdução: Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível montar uma rede sem fio em casa ou no escritório sem usar um roteador de banda larga ou um ponto de acesso (access point),

Leia mais

Plano de Aula - Windows 8 - cód.5235 24 Horas/Aula

Plano de Aula - Windows 8 - cód.5235 24 Horas/Aula Plano de Aula - Windows 8 - cód.5235 24 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução ao Windows 8 Aula 2 1 - Introdução ao Windows 8 1.1. Novidades da Versão...21 1.2. Tela de Bloqueio...21 1.2.1. Personalizar

Leia mais

Perguntas frequentes do Samsung Drive Manager

Perguntas frequentes do Samsung Drive Manager Perguntas frequentes do Samsung Drive Manager Instalação P: Meu Disco Rígido Externo Samsung está conectado, mas nada está acontecendo. R: Verifique a conexão a cabo USB. Se seu Disco Rígido Externo Samsung

Leia mais

Manual do usuário. SIM 5 Lite Versão 1.0 - Português

Manual do usuário. SIM 5 Lite Versão 1.0 - Português Manual do usuário SIM 5 Lite Versão 1.0 - Português Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e operação

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

Manual Programa SOSView 4.0

Manual Programa SOSView 4.0 2012 Manual Programa SOSView 4.0 Laboratório SOS Sotreq Versão Manual 1.0 01/03/2012 Página 1 de 52 Manual Programa SOSView 4 Instalação do Programa Utilização em Rede Importação de Amostras Consulta de

Leia mais

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria 1 Sumário Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria... 1 1 Sumário... 1 2 Lista de Figuras... 5 3 A Janela principal...

Leia mais

Apresentação. ECG Digital. Life Card. Telemedicina

Apresentação. ECG Digital. Life Card. Telemedicina ECG Digital Apresentação O WinCardio é composto por um eletrocardiógrafo USB em 12 derivações simultâneas, software compatível com Windows XP, Vista (32 bits), Windows 7 (32 bits) e filtros digitais que

Leia mais

Configuração de Digitalizar para E-mail

Configuração de Digitalizar para E-mail Guia de Configuração de Funções de Digitalização de Rede Rápida XE3024PT0-2 Este guia inclui instruções para: Configuração de Digitalizar para E-mail na página 1 Configuração de Digitalizar para caixa

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Flexibilidade, confiabilidade e segurança na detecção de incêndios. Sistemas Endereçáveis Analógicos Módulos e Cartões de Comunicação Dispositivo de Análise de Laço

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6

1 Introdução... 4. Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5. 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Índice 1 Introdução... 4 Características... 4 Requisitos do Dispositivo... 5 2 Conhecendo o dispositivo... 6 Verificação dos itens recebidos... 6 Painel Frontal... 7 Painel Traseiro... 8 3 Conectando o

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Sagômetro Digital. Manual de Instalação e Operação

Sagômetro Digital. Manual de Instalação e Operação Manual de Instalação e Operação MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO APRESENTAÇÃO: Esse instrumento foi especialmente desenvolvido para realizar medições de Ságitas em Blocos Oftálmicos onde através de software

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO

CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO 2. SOFTWARE DE CONFIGURAÇÃO 3. COMUNICAÇÃO CDE4000 MANUAL 1. INTRODUÇÃO O controlador CDE4000 é um equipamento para controle de demanda e fator de potência. Este controle é feito em sincronismo com a medição da concessionária, através dos dados

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 FileMaker Pro 14 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 2007-2015 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Figura 7-8. Tela do diretório de imagens com imagem de visualização de cine (6C)

Figura 7-8. Tela do diretório de imagens com imagem de visualização de cine (6C) Gravação dinâmica Revisão de cine A imagem de visualização de uma execução de cine contém a letra C ao lado do número da imagem no diretório de imagens. As execuções de cine mostram as mesmas informações

Leia mais

IMPLANTVIEWER MANUAL DO USUÁRIO. Versão 1.4

IMPLANTVIEWER MANUAL DO USUÁRIO. Versão 1.4 IMPLANTVIEWER MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.4 Índice 1 Introdução... 4 2 Iniciando... 6 2.1 Instalação... 6 2.2 Requisitos de hardware... 7 2.3 Sistema operacional... 7 3 Convertendo um projeto... 8 3.1 Importando

Leia mais