CEF/0910/27051 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CEF/0910/27051 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento"

Transcrição

1 CEF/0910/27051 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/27051 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido o Relatório de Avaliação/Acreditação elaborado pela Comissão de Avaliação Externa relativamente ao ciclo de estudos Ciências de Engenharia - Engenharia Electrotécnica 2. conferente do grau de Licenciado 3. leccionado pelo/a Universidade Lusófona De Humanidades E Tecnologia 4. a/o Cofac - Cooperativa De Formação E Animação Cultural, C.R.L. 5. decide: Apresentar pronúncia 6. Pronúncia (Português): Exmso Senhores, junto se envia texto de pronúncia. Atenciosamente, 7. Pronúncia (Português e Inglês, PDF, máx. 100kB): (impresso na página seguinte) pág. 1 de 1

2 Anexos

3 O Relatório da CAE mereceu a melhor atenção da ULHT e da Direção da Faculdade de Engenharia e Ciências Naturais. Consideram-se pertinentes e úteis os comentários constantes do mesmo. Reconheceu-se, já na altura da visita à IES (Julho de 2011), a necessidade de introduzir alterações na estrutura e funcionamento do Curso, tarefa imediatamente iniciada e já concluída. Convictos de que a recomendação final do Relatório não traduz a atual caracterização do Ciclo de Estudos, prosseguem-se as ações tendentes a dar satisfação às recomendações feitas, das quais damos conhecimento e que configuram, claramente, fundamentos para uma alteração da Recomendação de Não Acreditação do Ciclo de Estudos, dando à instituição, seus corpos dirigentes, corpo docente e discentes, a oportunidade de continuarem o profundo processo de reestruturação já iniciada. Assim: O Director/Coordenador do curso deveria ser um doutor em engenharia electrotécnica, situação que não se verifica no presente (cf. Relatório CAE) Foi nomeado como Diretor do Curso o Prof. Fernando Baltazar Moreira Duarte, doutor em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, cujo C.V. se anexa (Anexo I). O curso não cumpre requisitos mínimos ao nível do corpo docente... especificados no nº2 do art.º 6 do DL 74 de Sendo um curso em Engenharia Electrotécnica o corpo docente conta com poucos Engenheiros Electrotécnicos e destes apenas 2 doutorados, dos quais apenas 1 a tempo inteiro. (cf. Relatório CAE) O Corpo Docente com formação em Engenharia Eletrotécnica foi reforçado com cinco doutores em tempo integral, Prof. Fernando Duarte já referido, Prof. Ricardo Vicente Raposo Crespo de Oliveira e Prof. João Carlos Roquete Fidalgo Canto, Doutores em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Prof. José Luís de Azevedo Quintino Rogado e Prof. João Carlos Teixeira Rodrigues, estes últimos com formação em Engenharia Electrotécnica e Doutoramento em Informática e ainda dois doutores em Engenharia Eletrotécnica e Computadores em tempo parcial, Prof. Tiago Miguel Pereira Candeias e Prof. Pedro Manuel Martins Marques. O Corpo docente conta atualmente com sete doutores e três mestres em Engenharia Eletrotécnica, cinco doutores em Física, dois doutores em Informática e três doutores em Matemática, num total de vinte e cinco docentes. Apresenta-se em anexo o quadro com o corpo docente afeto ao 1º Ciclo em Engenharia Eletrotécnica (Anexo II). A reestruturação do corpo docente do curso foi conduzida tendo por linhas de orientação: (i) aumentar o número de docentes em tempo integral doutorados em Engenharia Eletrotécnica, aumentando a qualidade da formação específica do curso e potenciando o desenvolvimento da investigação na ULHT. Atualmente o rácio de docentes em tempo integral doutorados na área específica do curso é de 28%; (ii) atenuar a volatilidade do corpo docente nas áreas base da física e da matemática, procurando estabilizar um menor número de docentes, mas mais qualificados, responsáveis pelas disciplinas de Cálculo I, Cálculo II, Cálculo III e Física I. Esta redução de docentes com formação em física, matemática e áreas afins alocados ao curso, cumpre o duplo objetivo de por um lado permitir aos docentes um trabalho continuado com os alunos de Engenharia Eletrotécnica que têm características e carências específicas, e por outro melhora a sustentabilidade financeira do curso. (iii) Privilegiar, no desenho do corpo docente, maioritariamente doutorado, um perfil dual de ensino e investigação. O plano de estudos inclui disciplinas que nada têm a ver com a formação engenharia electrotécnica, sendo o efectivo plano de estudos definido pela aplicação de um complexo sistema de precedências, carecendo de uma definição clara e inequívoca. (cf. Relatório CAE) O Plano de Estudos foi revisto e encontra-se pronto para iniciar a transição. No seguimento da reflexão que já vinha sendo feita e com assimilação das recomendações da CAE, asseguram-se agora os dois ramos de formação: Energia e Potência, e Telecomunicações. As principais alterações introduzidas traduzem-se na criação de uma nova área científica associada ao agora criado ramo de Energia e Potência; inserção de novas unidades curriculares na área das Telecomunicações; criação de uma UC de Introdução à Engenharia - 1 -

4 Eletrotécnica; na introdução de UC s de Projeto para cada ramo e ainda na harmonização do sistema de ECTS. As mudanças introduzidas garantem a clarificação da estrutura curricular do curso. (Anexo III) O curso não cumpre requisitos mínimos ao nível... e meios materiais especificados no nº2 do art.º 6 do DL 74 de Os meios laboratoriais de apoio às UCs de Automação e Controlo e de Máquinas Eléctricas e Sistemas de Energia são inexistentes ou claramente insuficientes. (cf. Relatório CAE) Os meios laboratoriais indexados à Faculdade de Engenharia e Ciências Naturais estão a ser reforçados e ampliados em termos de valências e equipamentos. Foi assegurada a utilização de um laboratório de Automação e Controlo que permitirá, a partir do próximo semestre, aulas práticas assim como o desenvolvimento de projetos pelos alunos. (Anexo IV) Foi autorizada a instalação no campus de um Laboratório de Sistemas de Energia que está em fase de planeamento e aquisição de equipamento. Os já existentes laboratórios de Física, de Eletrotecnia e Eletrónica e de Projeto Assistido por Computador estão a ser reforçados e reequipados. Destaca-se a componente de Máquinas Elétricas que está a ser reforçada com novo equipamento. (No Anexo V apresenta-se a listagem dos equipamentos em fase de aquisição). Não existe na instituição investigação em engenharia electrotécnica, algo que embora apenas indispensável para suportar um hipotético 2º ciclo, é importante para o apoio do curso e para a fixação do seu corpo docente. (cf. Relatório CAE) O Centro de Estudos em Engenharia da ULHT (CEE) ainda numa fase de organização e solidificação interna, vai permitir o desenvolvimento de linhas de investigação em Engenharia Eletrotécnica e a integração dos docentes em projetos de I&D nesta instituição. Este é um dos maiores desafios que estamos determinados a atingir a curto prazo pelo que estamos em fase final de contratação de um Investigador Sénior com muita experiência na liderança de equipas de inovação e de implementação de laboratórios de I&D. A direção e coordenação científica deste Centro serão então asseguradas pelo Doutor Rui Ribeiro, que para além de inúmeras publicações na área da Engenharia tem, como referido, uma vasta experiência na implementação e coordenação de projetos I&D nacionais e internacionais, sendo detentor de várias patentes, assim como de prémios mérito científico e de inovação (ver C.V. em anexo Anexo VI). A análise dos C.V. dos diversos docentes integrados no curso mostra que existe investigação em Eletrotécnica que poderá passar a ser total ou parcialmente desenvolvida na ULHT ou em colaboração com a ULHT. Salientam-se os currículos dos docentes Marko Beko, João Canto e Fernando Duarte. Prosseguem as ações no sentido de expandir e transferir para a Universidade alguma actividade que é conduzida noutras instituições. Tem-se em atenção não só o 1º Ciclo mas também a próxima organização de um 2º Ciclo. O curso embora com um número aceitável de entradas por ano, nos últimos 3 anos, apenas formou 31 no mesmo período. (cf. Relatório CAE) De forma a evitar a saída de estudantes do Curso, que ocorre maioritariamente durante o 2º ano, vai ser iniciado um programa de acompanhamento mais personalizado dos alunos pela Direção do curso e intensificada a preparação dos alunos com insuficiente formação em Física e Matemática, reforçando a formação em UC nível zero: Álgebra 0, Cálculo 0 e Física 0. Acredita-se que a clarificação do plano de estudos, a possibilidade de escolha entre os dois ramos de formação, energia e potência e telecomunicações, assim como a reestruturação e qualificação do corpo docente vão contribuir para um reconhecimento da qualidade da formação ministrada e diminuição das taxas de saída. A existência de unidades curriculares de Projeto e a possibilidade dos alunos do último ano do ciclo de estudos poderem integrar projetos de I&D, poderão também ser fatores decisivos para a permanência dos alunos até conclusão da sua formação. Estamos certos que as medidas já implementadas, aqui genericamente enunciadas, permitirão responder de forma positiva e construtiva a todas as críticas e recomendações formuladas no Relatório de Avaliação da CAE

5 O CE cumpre hoje todos os requisitos legais nomeadamente os estipulados no no nº2 do art.º 6 do DL 74 de 2006: i) Dispõe de um corpo docente próprio, qualificado na área em causa e adequado em número; a maioria do do corpo docente é constituída por titulares do grau de doutor ii) Dispõe dos recursos humanos e materiais que garantem o nível e a qualidade da formação adquirida. Considera-se que estão reunidas as condições para desenvolver e consolidar adequadamente este CE, pelo que deve recomendar-se a acreditação ao 1º Ciclo em Engenharia Electrotécnica

6 CAE s Report received the best attention from ULHT and Faculty of Engineering and Natural Sciences Direction. Comments in CAE s Report were considered relevant and very useful. It has been recognized since the visit to our institution (July, 2011) the need for changes in the Course structure and syllabus, task we immediately started working and is already completed. Convinced that the final recommendation of the Report does not reflect the current characterization of the cycle of studies, we are proceeding to make the adequate changes in order to fulfill the given requirements, and create, in our view, grounds for a review of the process and change the recommendation of Non Accreditation of the Cycle of Studies. Therefore: The Course Director / Coordinator should be a PhD holder in electrical engineering, something that does not happen presently. (cf. CAE s Report) Professor Fernando Baltazar Duarte Moreira, Ph.D. in Electrical and Computer Engineering was appointed as the Course Director. CV attached (Appendix I). The course does not meet minimum requirements in terms of staff in terms of the nº2 do art.º 6 do DL 74 de Being a course on Electrical Engineering there few faculty members graduated on Electrical Engineering, with just 2 of these doctorates of which one full-time. (cf. CAE s Report) The number of faculty members graduated in Electrical Engineering was reinforced with five full-time doctors, the above mentioned Prof. Fernando Duarte, Prof. Ricardo Vicente Raposo Crespo de Oliveira and Prof. João Carlos Roquete Fidalgo Canto, being the two last mentioned also Ph.Ds. in Electrical and Computer Engineering, Prof. José Luís de Azevedo Quintino Rogado and Prof. João Carlos Teixeira Rodrigues, both graduated in Electrical Engineering and Ph.D. in computer sciences as well as two other parcial-time doctors in Electrical Engineering, Prof. Tiago Miguel Pereira Candeias and Prof. Pedro Manuel Martins Marques. The faculty staff has currently seven full-time doctors in Electrical Engineering, three masters in Electrical Engineering, five full-time PhDs in physics, thre full-time Ph.D. in Computer Science and three full-time doctors in Mathematics, in a total of twenty five teachers. A table with the faculty staff affected to the 1st Cycle in Electrical Engineering is presented (Appendix II). The guidelines for the reorganization of the faculty members were mainly: (i) increase the number of full-time teachers with Ph.D. in Electrical Engineering, increasing the quality of the course and enhancing the development of research in ULHT. Currently the ratio of full-time doctors in the specific area of the course is 28%, (ii) reduce the volatility of the faculty staff in physics and mathematics, trying to stabilize a smaller number of teachers, but more qualified, in disciplines as Calculus I, Calculus II, Calculus III and Physics I. This stabilization of teachers in the areas of physics, mathematics and other related areas, allows a continuous work with students of Electrical Engineering with specific characteristics and needs and improves the financial sustainability of the course. (iii) Faculty staff, mostly Ph.D., with dual profile of teaching and research. The course syllabus includes subjects that have nothing to do with electrical engineering, with the effective syllabus to be defined by the application of a rather complex precedence scheme. The course syllabus must be defined clearly and unambiguously. (cf. CAE s Report) - 4 -

7 The Course syllabus has been revised and clarified and is ready to be set at work to give satisfaction to improvement requirements of the CAE, ensuring the two branches of specialization: Energy and Power, and Telecommunications. The main changes are the creation of a new scientific area associated with the specialization branch on Energy and Power; the inclusion of new curricular units on Telecommunications; addition of a new CU of Introduction to Electrical Engineering; as well as the introduction of two curricular units of Project for each branch and the harmonization of the ECTS credit system. These changes will provide syllabus clarification. (Appendix II). The course does not meet minimum requirements in terms of and material means in terms of the nº2 do art.º 6 do DL 74 de The laboratory facilities to support teaching on Automation and Control and of Electric Machines and Power Systems does not exists or are clearly insufficient. (cf. CAE s Report) The laboratory facilities at the Faculty of Engineering and Natural Sciences are being reinforced and expanded in terms of valences and equipment. From the next semester it will be ensured the use of an Automation and Control Lab that will allow practical classes and the development of projects by students (Appendix IV). It was authorized the installation of an Energy Systems Laboratory on campus that is in planning and equipment acquisition stage. The already existing laboratories of Physics, Electricity and Electronics and Computer Aided Design are being reinforced and re-equipped. Lab facilities on Electric Machines and Power are being enhanced with new equipment. (Appendix V presents the list of equipment being acquired). There is no research unit in electrical engineering, something that although only essential to support a master course (2nd cycle), is important to back the ongoing course and to help fixing the faculty staff. (cf. CAE s Report) The Center for Engineering at ULHT is still in the process of organization and internal solidification and will allow the development of research lines in Electrical Engineering as well as the integration of teachers on ULHT R&D projects. This is one of our biggest challenges and we are determined to achieve it on a short term. With this goal in mind we are about to include in our staff a Senior Researcher with experience in leading innovation teams and implementation of R&D laboratories. The scientific management and coordination of this center will then be assured by Dr. Rui Ribeiro, who has numerous publications in the field of Engineering and a wide experience in implementation and coordinating of national and international R&D projects. Dr. Rui Ribeiro has several patents as well as scientific merit and innovation awards (CV attached - Appendix VI). Analysis of the CV s of graduated faculty staff shows some research on electrical engineering that might become totally or partly developed at ULHT or in collaboration with ULHT. Among those curricula we point out Prof. Marko Beko s, Prof. João Canto s and Prof. Fernando Duarte s scientific work. Actions are pursued in order to expand and transfer to ULHT any R&D activity that is being conducted in other institutions. This is essential to the 1st cycle but also to support the 2nd cycle in preparation. Although the course has an acceptable number of entries per year, in the last 3 years, only 31 graduations have been concluded in the same period. (cf. CAE s Report) In order to prevent students from abandoning the course throughout the 2 nd curricular year, the direction has in progress a personalized follow-up program for students. In addition, the preparation of young students with insufficient background in physics and mathematics is being intensified, reinforcing the formation with Curricular units of zero level: Algebra 0, Calculus 0 and Physics

8 It is believed that the course syllabus clarification, combined with the existence of two branches of education, namely energy and power and telecommunications, as well as the faculty staff reorganization and qualification, will contribute to the students recognition of a high level teaching quality and decrease of students drop out rates. Project I and Project II curricular units in each branch of knowledge and the future possibility to integrate R&D projects in ULHT may also contribute to keep students enrolled until their graduation. We are convinced that these measures already implemented, will respond in a positive and constructive way to criticisms and recommendations listed on CAE s Report. The study cycle now meets all legal requirements, including those mentioned in paragraph 2 of art. 6 on DL 74, 2006: i) It has their own faculty staff, qualified in the specialization area and adequate in number; most of the faculty members are Ph.D. ii) It has enough human and material resources to ensure the level and quality of training. It is considered that conditions to develop and consolidate this course are guaranteed and the accreditation of the 1st cycle in Electrical Engineering should be recommended

9 Anexo I Ficha Curricular Director do Ciclo de Estudos Dados Pessoais Nome Instituição Categoria Regime de tempo ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Fernando Baltazar Moreira Duarte ULHT-Faculdade de Engenharia e Ciências Naturais Professor Associado Integral Formação Académica Ano Grau Área Instituição Classificação 2003 Doutoramento Engª Electrotécnica e Univ Porto-Fac Aprovado Computadores Engenharia 1993 Mestrado Ensino Matemática Univ Lisboa-Fac Muito Bom Ciencias 1983 Licenciatura Matemática Univ Aveiro 12 val Investigação e actividade de desenvolvimento profissional de alto nível (5 referências) J. Tenreiro Machado, Fernando B. Duarte, Gonçalo Monteiro Duarte, Multidimensional Scaling Analysis of Stock Market Values, Communications in Nonlinear Science and Numerical Simulations, Elsevier, vol. 16, Issue 12, pp , December doi: /j.cnsns J. A. Tenreiro Machado, Gonçalo M. Duarte, Fernando B. Duarte, Identifying Economic Periods and Crisis with the Multidimensional Scaling, Nonlinear Dynamics, Springer, vol.63, Issue 4, pp , 2011.J. A. Tenreiro Machado, Gon calo M. Duarte, Fernando B. Duarte, Analysis of Financial Data Series Using Fractional Fourier Transform and Multidimensional Scaling, Nonlinear Dynamics, Springer, vol. 65, Issue 3, pp , ISSN: X. Duarte, Fernando, Machado, J.A. Tenreiro and Duarte, Gonçalo Monteiro, Analysis of Financial Data Series Using Fractional Fourier Transform and Multidimensional Scaling, Nonlinear Dynamics An International Journal of Nonlinear Dynamics and Chaos in Engineering Systems, Accepted (in press DOI /s ), ISSN: X. Fernando Duarte, J. A. Tenreiro Machado, Describing Function of Two Masses with Backlash, Nonlinear Dynamics, pp , vol. 56, No. 4, 2009, ISSN X. Fernando B. Duarte, J. Tenreiro Machado, Fractional Describing Function of Systems with Coulomb Friction, Nonlinear Dynamics, pp , vol. 56, No. 4, 2009, ISSN X. Fernando Duarte, J. A. Tenreiro Machado, Chaotic Phenomena and Fractional-Order Dynamics in the Trajectory Control of Redundant Manipulators, Special Issue on Fractional Order Systems, Journal of Nonlinear Dynamics, Kluwer, USA, vol. 29, n. 1-4, pp , July 2002, ISBN X. JoséT Machado, Fernando B Duarte, Gonçalo M Duarte, Analysis of Stock Market Indices through Multidimensional Scaling, Nonlinear and Complex Dynamics: Applications in Physical, Biological and Financial Systems, Editors: J. Tenreiro Machado, Dumitru Baleanu, Albert Luo, pp , Springer ISBN: Fernando Duarte, J. Tenreiro Machado, Fractional Describing Function of Systems with Nonlinear Friction, Intelligent Engineering Systems and Computational Cybernetics, Editors: J. A. Tenreiro Machado, Bela Patkai, Imre Rudas, Springer Netherlands, pp ,2009, ISBN Experiência Profissional Relevante ( 5 referências) Docente do Ensino Superior Politécnico Coordenador Distrital do Projecto Minerva Director do Dep Matemática da Esc Sup Tec do Inst Polit de Viseu ( ) Presidente do Conselho Científico da Esc Sup Tec do Inst Polit de Viseu( ) Docente do Pólo de Viseu da Universidade Católica,

10 Anexo II Corpo Docente do Ciclo de Estudos Nome Grau Área Regime Bruno Manuel Ascenso da Silva Simões Doutoramento Matemática 100 Fernando Baltasar Moreira Duarte Doutoramento Engenharia Electrotécnica e de Computadores 100 Hugo dos Santos Marques Doutoramento Engenharia Electrotécnica e de Computadores 100 João Carlos Teixeira Rodrigues Doutoramento Engenharia Electrotécnica / Informática 100 José Luís de Azevedo Quintino Rogado Doutoramento Engenharia Electrotécnica / Informática 100 Cristina Maria Ribeiro Guerra Doutoramento Física 100 Tiago Miguel Pereira Candeias Doutoramento Engenharia Electrotécnica e de Computadores 50 Pedro Manuel Martins Marques Doutoramento Engenharia Electrotécnica e de Computadores 50 Rui Paulo Soares Ribeiro Doutoramento Engenharia Física Tecnológica 50 João Carlos R. Fidalgo Canto Doutoramento Engenharia Electrotécnica e de Computadores 100 João Nuno Garcia Nobre Prata Doutoramento Matemática 100 José Bráz Rodrigues Doutoramento Antropologia Social 100 José Paulo dos Santos Ferreira Pinto Doutoramento Física 100 Maria Manuela Duarte Guilherme Doutoramento Educação 100 Marko Beko Doutoramento Engenharia Electrotécnica e de Computadores 100 Pedro Castelo Caetano Ferreira Doutoramento Física 100 Ricardo João Gaio Alves Doutoramento Física 100 Ricardo Vicente R. Crespo Oliveira Doutoramento Engenharia Electrotécnica e de Computadores 100 Rui Alexandre Cardoso Ferreira Doutoramento Matemática 100 António Manuel Faria de Sousa Fonseca Licenciatura Engenharia Electrotécnica 50 Bruno Carlos dos Reis Lourenço Licenciatura Engenharia Electrotécnica 100 Filipe Daniel Bastos da Silva Macedo Licenciatura Engenharia Electrotécnica e de Computadores 100 Carlos Jorge dos Santos Limão Sebastião Mestrado Engenharia Electrotécnica e de Computadores 100 Eduardo José Ludovico Bolas Mestrado Engenharia Electrotécnica - Telecomunicações 100 Sergio Pedro Mestre Ferreira Mestrado Engenharia Electrotécnica e de Computadores

11 Anexo III Plano de Estudos Áreas científicas e créditos que devem ser reunidos para a obtenção do grau ou diploma: 1º Ciclo em Engenharia Eletrotécnica (Ramo de Energia e Potência) QUADRO N.º 1 ÁREA CIENTÍFICA SIGLA OBRIGATÓRIOS OPTATIVOS Eletrotecnia e Eletrónica E 62 - Energia e Potência EP 48 - Matemática M 31,5 - Física F 20 - Computação C 12,5 - Humanidades e Línguas H 3 3 TOTAL º Ciclo em Engenharia Eletrotécnica (Ramo de Telecomunicações) QUADRO N.º 2 ÁREA CIENTÍFICA SIGLA OBRIGATÓRIOS OPTATIVOS Eletrotecnia e Eletrónica E 62 - Telecomunicações T 48 - Matemática M 31,5 - Física F 20 - Computação C 12,5 - Humanidades e Línguas H 3 3 TOTAL Observações: Os dois primeiros anos são comuns aos dois ramos do curso. No terceiro ano todas as UC são específicas de cada ramo, com a excepção das UC de Controlo Automático I (1º semestre) e Controlo Automático II (2º semestre), que são comuns aos dois ramos de especialidade

12 1º ano (1º semestre curricular) QUADRO N.º1. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Instrumentação e Medidas E 5 Sistemas Digitais E 6 Cálculo I M 5 Álgebra M 5 Introdução à Programação em C C 6 Introdução ao Pensamento Contemporâneo H 3 1º ano (2º semestre curricular) QUADRO N.º2. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Análise de Circuitos E 6 Fundamentos de Microprocessadores E 6 Introdução à Engenharia Eletrotécnica E 3 Cálculo II M 5 Física F 7 Técnicas de Expressão e Comunicação - Língua Inglesa ou Técnicas de Expressão e Comunicação - Língua Portuguesa H 3-2 -

13 2º ano (1º semestre curricular) QUADRO N.º 3. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Eletrónica I E 5,5 Sinais e Sistemas E 6 Cálculo III M 5 Probabilidades e Estatística M 6,5 Eletromagnetismo I F 7 ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias 2º ano (2º semestre curricular) QUADRO N.º 4. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Eletrónica II E 5,5 Aquisição e Processamento de Sinais E 7 Investigação Operacional (Ramo Telecomunicações) Equações Diferenciais (Ramo Energia e Potência) M 5 Eletromagnetismo II F 6 Métodos Numéricos C 6,5-3 -

14 3º ano (1º semestre curricular) Ramo de Energia e Potência QUADRO N.º 5. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Projeto em Energia e Potência I EP 6 Máquinas Elétricas I EP 6 Eletrónica de Potência EP 6 Microeletrónica EP 6 Controlo Automático I E 6 3º ano (2º semestre curricular) Ramo de Energia e Potência QUADRO N.º 6. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Projeto em Energia e Potência II EP 6 Máquinas Elétricas II EP 6 Aparelhagem AT/BT e Instalações Elétricas EP 6 Sistemas de Energia Elétrica EP 6 Controlo Automático II E 6-4 -

15 3º ano (1º semestre curricular) Ramo de Telecomunicações QUADRO N.º 7. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Projeto em Telecomunicações I T 6 Fundamentos de Telecomunicações T 6 Propagação e Radiação T 6 Sistemas Operativos T 6 Controlo Automático I E 6 3º ano (2º semestre curricular) Ramo de Telecomunicações QUADRO N.º 8. UNIDADES CURRICULARES ÁREA CIENTÍFICA (1) (2) (6) Projeto em Telecomunicações II T 6 Comunicação de Dados T 6 Arquitetura e Redes de Computadores T 6 Programação orientada por objetos T 6 Controlo Automático II E 6-5 -

16 QTD 15 Anexo IV Lista de equipamento de Automação e Robótica (em funcionamento) ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias EQUIPAMENTO DE AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA Autómatos Telemecanique modelo Zelio vários I/O - Modelos: SR2D201BD, SR2A201BD, SR3B261BD, SR3XT141BD 8 Autómatos OMRON modelo CPM1A vários I/O - Modelos CPM1A 10 I/O e 20 I/O 2 Consolas de Programação para Autómatos OMRON 1 Software CX-ONE 10 Autómatos Siemens S vários I/O - modelos SIMATIC S71214C, SIMATIC S71212C 2 Autómatos Siemens Logo vários I/O 1 Software Siemens Simatic S Consolas HMI Siemens KTP Atmel AVR Starter KIT SDK500 5 Equipamento de Domótica DOM-KIT 12 Fontes de Alimentação 3CH/3ª 12 Geradores de Funções 2MHz 24 Multimetros 12 Osciloscópio Digital 25MHz 6 Osciloscópio Analógicos 20MHz 2 Cabos de Programação para Autómatos OMRON 2 Cabos de programação para Autómatos Telemecanique Zelio 12 Paineis de Automatismos 3 Sensores Indutivos 7 Sensores IV 80 Sensores uswitch 12 Temporizadores Electromecanicos Telemecanique LAD3DR2 12 Placas de Aquisição de Dados NI USB Motores Trifásicos 1 Kit Pneumático LJ 12 Beadboard 2 Mini Braços Robóticos 1 Programador Universal 12 Kit Microcontroladores Arduinos, vários modelos, vários I/O - 1 -

17 Anexo V Lista do Equipamento em Aquisição ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias LABORATÓRIO DE MÁQUINAS ELÉTRICAS Para além da substituição integral de todas as máquinas elétricas existentes anteriormente no laboratório, por máquinas mais recentes, estão a ser adquiridos um Gerador/Motor de corrente contínua poliexcitação (LAPE10, 300W), um módulo de medida de grandezas mecânicas LAGRANMECA-V2, um Sensor binário sem escovas para motor e freio LACR1-V2, um dínamo taquimétrico 300W 20V/1000 rpm e também uma Carga Resistiva portátil 0,5kW-6. ELECTRICAL MACHINES LABORATORY In addition to the full replacement for newer ones of all electrical machines existing previously in the Laboratory, are in acquisition a generator / DC motor (LAPE10, 300W), a module for measuring mechanical quantities LAGRANMECA-V2, a sensor torque brushless motor and brake LACR1-V2, a dynamo tachometric 300W 20V/1000 rpm and also a 0.5 kw portable Resistive Load-6. LABORATÓRIO DE SISTEMAS DE ENERGIA Disporá de recursos de software de uso geral e específico de sistemas de energia. Disporá também de um ambiente computacional organizado em rede local (LAN), interligada à Internet. Serve de apoio aos cursos de Engenharia Electrotécnica e de Engenharia da Energia, permitindo também a realização de actividades de I&D e produção de conhecimento e competências avançadas na área de energia. Equipamento: 1. Laboratório de Sistemas Alternativos de Energia 2. Laboratório de Sistemas Energéticos Eléctricos e de Redes Hardware: 15 PC; 2 PC de alto desempenho; Servidor; Scanner de mesa, Projector e impressoras; Acesso a Redes Externas incluindo wireless. Software: Geral: Matlab, Simulink; SPSS, Expert choice Específico: Energias Alternativas: RETscreen, Homer, PVGIS; ENERGYPlan, HYDROGems Eficiência Energética: EnergyPlus Modelação e Planeamento Energético: LEAP, MEDPRO Sistemas de Informação Geográfica: ArcGIS, Spring Redes e Sistemas Eléctricos: PowerWorld, DSATools, PSS SINCAL. LABORATORY OF ENERGY SYSTEMS Will possess software resources for general use, as well as those specific for energy systems. It will also have a computing environment organized in local area network (LAN), connected to the Internet. ill support the courses of Electrical Engineering and Energy Engineering, allowing also performance of R&D activities and development of knowledge and advanced skills in the area of energy. This laboratory will be equipped with equipment that permits to meet the needs in two distinct lines: 1. Laboratory of Alternative Energy Systems 2. Laboratory of Electric Energy Systems and Networks The laboratory will possess the following equipped: Hardware: 15 PC; 2 PC of high performance; Server; Portable scanner, projector and printers; Access to external networks including wireless Software: General: - 2 -

18 Matlab, Simulink; SPSS, ExpertChoice Specific: Alternative energies: RETscreen, Homer, PVGIS; ENERGYPlan, HYDROGems Energy efficiency: EnergyPlus Modelling and energy planning: LEAP, MEDPRO Geographic Information Systems: ArcGIS, Spring Electrical networks and systems: PowerWorld, DSATools, PSS SINCAL - 3 -

19 ANEXO VI Ficha Curricular Coordenador Cientifico para a Investigação ULHT Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Nome Instituição Categoria Dados Pessoais Rui Paulo Soares Ribeiro ULHT-Faculdade de Engenharia e Ciências Naturais Investigador Formação Académica 1997 Doutoramento Ciências -Física Universidade de Aprovado com Experimental Coimbra Distinção e Louvor 1988 Licenciatura Engenharia Física Instituto Superior 15 Tecnológica Técnico Investigação e actividade de desenvolvimento profissional de alto nível (5 referências) M. Lenzi et al., Performance of the all-silicon CMS Tracker, submitted to Nucl. Instr. and Methods Phys. Res. A, March 2001 S da Mota Silva, R Ribeiro, J Dias Rodrigues, M A P Vaz and J M Monteiro, "The application of genetic algorithms for shape control with piezoelectric patches an experimental comparison", Smart Materials and Structures, Vol. 13, Nº 1, Feb A.I. Santos et al. "Design and Evaluation of the Clear-PEM Detector for Positron Emission Mammography", Submitted to IEEE Transactions on NS, 2004 Breast imaging with a dedicated PEM, R. Ribeiro et al., Nuclear Instruments and Methods in Physics Research A 527 (2004) Clear-PEM: A dedicated pet camera for improved breast cancer detection, L. Peralta et al., Radiation Protection Dosimetry (2005), Vol. 116, No. 1 4, pp Design and Evaluation of the Clear-PEM Scanner for Positron Emission Mammography, J. Varela et al., IEEE Trans. Nucl. Sci. (2006), Vol.53(1), pp 71-7 Experiência Profissional Relevante ( 5 referências) Professor Auxiliar no Departamento de Eng. Mecânica e Gestão Industrial da FEUP, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Investigador do INEGI, Instituto de Engenharia e Gestão Industrial Investigador do LOME (Laboratório de Ótica e Mecânica Experimental) Investigador da Unidade FCT de Mecânica Experimental e Novos Materiais Investigador do LAETA, Laboratório Associado de Energia, Transportes e Aeronáutica Coordenador Técnico de um projeto de ID e transferência de tecnologia envolvendo cerca de 60 pessoas e 6 instituições na conceção e fabrico de um novo aparelho para a deteção do cancro da mama baseado em tecnologia TEP Responsável pela implementação e pela segurança radiológica do laboratório de I&D, TagusLip, sito no Taguspark, Oeiras Investigador associado do CERN Centro Europeu de Física de Altas energias, Genebra, Suíça Ano Grau Área Instituição Classificação - 4 -

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00492 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/13/00986 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO MESTRADO EM CONSTRUÇÃO E REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEIS (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil 2 Língua(s) de aprendizagem/avaliação:

Leia mais

NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Semestre do plano de estudos 1

Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Inglês CU Name Código UC 6 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 54 ECTS 2 Horas de contacto TP - 22,5 Observações n.a. Docente responsável

Leia mais

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

NCE/11/00726 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/11/00726 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/00726 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/00726 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

NCE/09/02327 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/09/02327 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/09/02327 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas 1 a 7 1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: UNL + UCP 1.a. Descrição da Instituição

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. FÍSICA APLICADA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011 Horas

Leia mais

CEF/0910/27046 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/27046 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/27046 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/27046 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Decisão de

Leia mais

NCE/14/00251 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/14/00251 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/14/00251 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/14/00251 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Unidade curricular História do Direito Português I (Doutoramento - 1º semestre) Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16

Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito 2015-16 Mestrado em Ciências Jurídicas Especialização em História do Direito Unidade curricular História do Direito Português I (1º sem). Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

MIT Portugal Program Engineering systems in action

MIT Portugal Program Engineering systems in action MIT Portugal Program Engineering systems in action Paulo Ferrão, MPP Director in Portugal Engineering Systems: Achievements and Challenges MIT, June 15-17, 2009 Our knowledge-creation model An Engineering

Leia mais

NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00806 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

CEF/0910/25706 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/25706 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/25706 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/25706 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Decisão de

Leia mais

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/01342 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems

Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom systems Tecnologia de instalações electrónicas Training systems / trainers for electrical wiring/building management systems: Protective circuitry, protective measures, building mains feed, lighting and intercom

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Ficha da Unidade Curricular CURSO Mestrado em U.C. SISTEMAS INTEGRADOS DE Gestão Integrada da Qualidade,Ambiente e Segurança GESTÃO Horas presenciais

Leia mais

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law

e-lab: a didactic interactive experiment An approach to the Boyle-Mariotte law Sérgio Leal a,b, João Paulo Leal a,c Horácio Fernandes d a Departamento de Química e Bioquímica, FCUL, Lisboa, Portugal b Escola Secundária com 3.º ciclo Padre António Vieira, Lisboa, Portugal c Unidade

Leia mais

FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES

FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES FICHAS DE UNIDADES CURRICULARES a. Unidade curricular Course unit title: Construção da Imagem Fílmica Construction of the Filmic Image Código: 01343927 Code: 01343927 b. ECTS: 5.0 c. Horas de contacto

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social

As Novas Tecnologias como componente da. Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Instituto Superior Miguel Torga Escola Superior de Altos Estudos Cláudia Sofia da Costa Duarte As Novas Tecnologias como componente da Formação, de 1º ciclo, em Serviço Social Dissertação de Mestrado em

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores: Investigação e Desenvolvimento em Lisboa

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores: Investigação e Desenvolvimento em Lisboa Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores: Investigação e Desenvolvimento em Lisboa Arlindo Oliveira 1 Brief history Research Institute established January 2000. Private Not-for Profit Institution

Leia mais

ACEF/1314/18522 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1314/18522 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/131/18522 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/131/18522 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Construção, Território e Ambiente CU Name Código UC 11 Curso LEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 95 ECTS 3.5 Horas de contacto

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional!

A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional! ii A meus pais, Ari e Célia, sempre presentes, todo o meu amor incondicional! iii Agradeço à Deus, esta força maior, pela vida, pela sabedoria e pelo amor. Mas, sobretudo, por me ensinar saber fazer ser

Leia mais

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

PROGRAMA DAS UNIDADES CURRICULARES

PROGRAMA DAS UNIDADES CURRICULARES 1. Unidade Curricular (máx. 100 caracteres) Modelação de Dados Curricular Unit (máx. 100 caracteres) Data Modelling 2. Ciclo de Estudos (máx. 100 caracteres) Comunicação e Design Multimédia Study Cycle

Leia mais

Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5

Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5 Course Computer Science Academic year 2012/2013 Subject Social Aspects of Computers ECTS 5 Type of course Compulsory Year 2º Semester 2nd sem Student Workload: Professor(s) Natalia Gomes, Ascensão Maria

Leia mais

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Transportes CU Name Código UC 706 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5; TP - 22,5

Leia mais

ACEF/1112/16972 Parecer do RIES sobre intenção de decisão

ACEF/1112/16972 Parecer do RIES sobre intenção de decisão ACEF/1112/16972 Parecer do RIES sobre intenção de decisão ACEF/1112/16972 Parecer do RIES sobre intenção de decisão Parecer da Instituição de Ensino Superior à Intenção de Decisão do Conselho de Administração

Leia mais

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Hidráulica Urbana CU Name Código UC 725 Curso MEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 164 ECTS 6 Horas de contacto T - 22,5; PL -

Leia mais

Informática e Programação. Computer Science and Programming. Semestre do plano de estudos 1

Informática e Programação. Computer Science and Programming. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Informática e Programação CU Name Código UC 4 Curso LEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Informática Duração Semestral Horas de trabalho 135 ECTS 5 Horas de contacto TP - 67,5 Observações

Leia mais

Lucas Figueiredo Gonçalves

Lucas Figueiredo Gonçalves Lucas Figueiredo Gonçalves Master s student in Computer Graphics at Federal University of Rio de Janeiro luccashappy@gmail.com Summary I m a Master s student in Computer Graphics at Federal University

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D.

Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO Reitor / President Marcos Macari, Ph.D. Vice-Reitor /Vice-President Herman Jacobus Cornelis Voorwald, Ph.D. Pró-Reitora de Pós-Graduação / Graduate

Leia mais

Modelagem e Simulação de Incêndios. Fire dynamics. Carlos André Vaz Junior

Modelagem e Simulação de Incêndios. Fire dynamics. Carlos André Vaz Junior Modelagem e Simulação de Incêndios Fire dynamics Carlos André Vaz Junior INTRODUÇÃO Fire dynamics is a very quantitative and mathematically complex subject. The term fire dynamics came into common use

Leia mais

1.2. Ramo de especialização: Automação Industrial Créditos (ECTS)

1.2. Ramo de especialização: Automação Industrial Créditos (ECTS) 1. Áreas científicas e créditos para a obtenção do grau: 1.1. Ramo de especialização: Eletrónica e Instrumentação Área Científica Sigla (ECTS) Obrigatórios Optativos (1) Matemática Mat 36 0 Física Fis

Leia mais

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker

Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker Ficha de Unidade Curricular [FUC] 1 1. Unidade curricular / Curricular Unit Estudar o Inglês Quando a Língua Materna é o Português/ Studying English as a Portuguese Native Speaker 2. Designação do Ciclo

Leia mais

ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/02887 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Contributions for the Project. University of Aveiro Project EuSTD web Final Meeting @ Castelo Branco Portugal 23 rd 24 rd September 2009

Contributions for the Project. University of Aveiro Project EuSTD web Final Meeting @ Castelo Branco Portugal 23 rd 24 rd September 2009 Contributions for the Project University of Aveiro Project EuSTD web Final Meeting @ Castelo Branco Portugal 23 rd 24 rd September 2009 Project Web Site: http://cms.ua.pt/eustd web/ project web sites Moodle

Leia mais

NCE/14/01396 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/14/01396 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/14/01396 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/14/01396 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologia/ Faculty of Sciences and Technology. Licenciatura em Design e Multimédia/1st Cycle in Design and Multimedia 6.

Faculdade de Ciências e Tecnologia/ Faculty of Sciences and Technology. Licenciatura em Design e Multimédia/1st Cycle in Design and Multimedia 6. Faculdade de Ciências e Tecnologia/ Faculty of Sciences and Technology Código/ Code Nome disciplina/ Course unit name Ano/Year Sem. ECTS Curso/ Degree programme Obs. 00760 Design e Comunicação/Design and

Leia mais

ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/24182 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

ACEF/1112/03467 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/03467 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/03467 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/03467 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

CURSO/ COURSE: Engenharia Electrotécnica e de Computadores/ Electrical and Computer Engineering

CURSO/ COURSE: Engenharia Electrotécnica e de Computadores/ Electrical and Computer Engineering 1 CURSO/ COURSE: TIPO DE CURSO/ COURSE TYPE: Ciclo de Estudos Integrado (Mestrado Integrado)/ Integrated Study Cycle (Integrated Master) DURAÇÃO/ DURATION: 10 semestres/ 10 semesters 300 ECTS PLANO DE

Leia mais

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Raquel Jauffret Guilhon Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

SCHOOLS LOOKING FOR STUDENTS FOR ERASMUS PLACEMENTS

SCHOOLS LOOKING FOR STUDENTS FOR ERASMUS PLACEMENTS SCHOOLS LOOKING FOR STUDENTS FOR ERASMUS PLACEMENTS 2015 /16 ESTÁGIOS ERASMUS EM ESCOLAS * ERASMUS PLACEMENTS IN SCHOOLS * [POR FAVOR, PREENCHA O FORMULÁRIO NA (NUMA DAS) LÍNGUA(S) DE TRABALHO DO ESTÁGIO:

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N

Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N Applies to: Any business user who uses the transactions FBL1N and FBL5N to display line item reports for vendors and customers.

Leia mais

NCE/09/00777 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/09/00777 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00777 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/09/00777 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

CEF/0910/27461 Relatório final da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/27461 Relatório final da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/27461 Relatório final da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Ese

Leia mais

A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU

A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU A PERCEPÇÃO DOS DISCENTES SOBRE O DESEMPENHO DOS DOCENTES DOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRAÇÃO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU PERCEPTION OF STUDENTS PERFORMANCE OF TEACHERS OF SCIENCE

Leia mais

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br Institutional Skills Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS Passo a passo 2 2 British Council e Newton Fund O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades

Leia mais

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos Resumo da Dissertação apresentada à UFSC como parte dos requisitos necessários para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Elétrica. A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA

UNIVERSIDADE DE LISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA Faculdade de Ciências Departamento de Informática SOLUÇÃO MIDDLEWARE PARA INTEGRAÇÃO COM SISTEMA LEGACY Rui Manuel Correia Sá Gonçalves TRABALHO DE PROJETO Versão Pública MESTRADO

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular 6.2.1.1. Unidade curricular: Curricular Unit: Ficha de Unidade Curricular Comunicação Multimédia (Desenvolvimento) Multimedia Communication (Development) 6.2.1.2. Docente responsável e respectivas horas

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. COMPUTAÇÃO MÓVEL E UBÍQUA Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010

Leia mais

RESEARCH UNIT NECE. Covilhã 22/05/2009

RESEARCH UNIT NECE. Covilhã 22/05/2009 RESEARCH UNIT NECE Mário Raposo UBI Scientific Coordinator of NECE Covilhã 22/5/29 PRESENTATION NECE Research Unit in Science Business is a departmental unit that gathers the scientific research activities

Leia mais

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES RECURSOS HUMANOS HUMAN RESOURCES . RECURSOS HUMANOS RECRUTAMENTO E SELECÇÃO. HUMAN RESOURCES RECRUITMENT AND SELECTION O recrutamento e a situação contratual, no ano em análise, e face ao anterior, caracterizaram-se

Leia mais

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures

Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures GeoInfo - 2006 Interoperability through Web Services: Evaluating OGC Standards in Client Development for Spatial Data Infrastructures Leonardo Lacerda Alves Clodoveu A. Davis Jr. Information Systems Lab

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Curricular Unit Plan ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. GESTÃO DE PROJECTOS INFORMÁTICOS Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010

Leia mais

CEF/0910/27341 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/27341 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/27341 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/27341 Decisão de Apresentação de Pronúncia (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Decisão de

Leia mais

ST. PAUL S SCHOOL. To be considered Charity of the Year applicants should meet the following requirements:

ST. PAUL S SCHOOL. To be considered Charity of the Year applicants should meet the following requirements: ST. PAUL S SCHOOL CHARITY OF THE YEAR APPLICATION FORM How to apply for funding 1. Application - Requirements and Conditions To be considered Charity of the Year applicants should meet the following requirements:

Leia mais

NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/12/01326 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

4. PLACEMENT OFFERED Number of Placement offered: Two places in the Romantic Museum of Macieirinha Farm.

4. PLACEMENT OFFERED Number of Placement offered: Two places in the Romantic Museum of Macieirinha Farm. 1. COMPANY Porto City Hall - www.cm-porto.pt Municipal Department of Museums and Cultural Heritage 2. LOCATION Rua Entre Quintas, 219 4050-240 Porto Portugal 3. MAIN ACTIVITY The Municipal Department of

Leia mais

TOMADAS INTELIGENTES: SISTEMA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DE TOMADAS ELÉTRICAS BASEADO EM SMARTPHONES

TOMADAS INTELIGENTES: SISTEMA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DE TOMADAS ELÉTRICAS BASEADO EM SMARTPHONES TOMADAS INTELIGENTES: SISTEMA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DE TOMADAS ELÉTRICAS BASEADO EM SMARTPHONES Sérgio Freitas da Silva Jr - 9º ano do Ensino Fundamental 1, Lucas Santos do Nascimento Portela 3º ano

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Laboratório de Aplicações Interactivas Interactive Application Lab Docente responsável e respectivas horas de contacto

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Desenvolvimento de serviços na área de educação: uma aplicação de análise conjunta nos cursos de mestrado em administração de empresas DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEPARTAMENTO

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

ACEF/1112/20757 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/20757 Relatório preliminar da CAE 1 de 16 22-07-2013 15:55 ACEF/1112/20757 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Ensigest - Gestão

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas)

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Professional activities/tasks Design and produce complex ICT systems by integrating

Leia mais

Estruturas de Suporte e Fundações I. Retaining Structures and Foundations I. Semestre do plano de estudos 1

Estruturas de Suporte e Fundações I. Retaining Structures and Foundations I. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Estruturas de Suporte e Fundações I CU Name Código UC 705 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto

Leia mais

Relatório de Acção Action Report

Relatório de Acção Action Report Relatório de Acção Action Report CasA+ Building Codes 17 Novembro Expo Energia 09 16 de Dezembro de 2009 Data: 17 Novembro Título: Casas dos anos 70 e 90 revelam mais ineficiência energética Meio: Rádio

Leia mais

Company Presentation COMPANY

Company Presentation COMPANY COMPANY ATRIA is a integrator of systems of Automation enclosing the most diverse segments of market. We count on the excellency technique and more than 15 years experience of our team in the Industrial

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Gestão e Análise Financeira. Managment and Financial Analysis. Semestre do plano de estudos 5

Gestão e Análise Financeira. Managment and Financial Analysis. Semestre do plano de estudos 5 Nome UC Gestão e Análise Financeira CU Name Código UC 28 Curso LEC Semestre do plano de estudos 5 Área científica Gestão Duração Semestral Horas de trabalho 106 ECTS 4 Horas de contacto T - 22,5; TP -

Leia mais

Plano de Actividades Grupo de Apoio à Pediatria APCP

Plano de Actividades Grupo de Apoio à Pediatria APCP 1. REUNIÕES O Grupo de Apoio à Pediatria da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos, desde o inicio da sua constituição, reúne presencialmente ou por Skype/ Email para que as decisões sejam de consenso.

Leia mais

Integrated Network Operations Support System ISO 9001 Certified A Plataforma Integradora Integrated Platform O INOSS V2 é uma poderosa plataforma de operação e gestão centralizada de redes e serviços de

Leia mais

SENSORES E ATUADORES: PLANO DE DISCIPLINA

SENSORES E ATUADORES: PLANO DE DISCIPLINA SENSORES E ATUADORES: PLANO DE DISCIPLINA Cynthia Thamires da Silva cynthiathamires@usp.br João Francisco Justo Filho jjusto@lme.usp.br Bruno Martin de Alcântara Dias alcantara.dias@usp.br Armando Antônio

Leia mais

a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement

a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement Porto, 18th April 2007 Outline 1. Presentation of CEIIA

Leia mais

PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL

PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL PROPRIEDADE INDUSTRIAL E CONCORRÊNCIA DESLEAL / INDUSTRIAL PROPERTY AND UNFAIR COMPETITION provisório ELEMENTOS DA DISCIPLINA / COURSE DETAILS Docência/ Faculty Evaristo Mendes Ano Lectivo / Academic year:

Leia mais

ACEF/1314/14862 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1314/14862 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/14862 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1314/14862 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

ACEF/1112/12687 Guião para a auto avaliação

ACEF/1112/12687 Guião para a auto avaliação ACEF/1112/12687 Guião para a auto avaliação Caracterização do ciclo de estudos. A1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: ISPA, Crl A1.a. Descrição da instituição de ensino superior /

Leia mais

ACEF/1213/16242 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1213/16242 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1213/16242 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1213/16242 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais