AutoCAD 2011 Prá tico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AutoCAD 2011 Prá tico"

Transcrição

1 AutoCAD 2011 Prá tico

2 Sumário Introdução... 1 Iniciando o AutoCAD Criando as camadas do Projeto... 5 Iniciando a planta baixa... 8 Desenhando as paredes internas... 9 Definindo os Compartimentos Comando de Dimensionamento Inserindo Textos Criando a abertura das janelas Desenhando as janelas Criando a abertura das portas Trabalhando com Blocos Criando Poste de Concreto, Quadro Medidor e Abrigo do Cavalete Criando Tabela de Esquadrias Desenhando a Cobertura Definindo a Caixa de Inspeção Definindo os cortes do projeto Criando o Corte AA Criando o Corte BB Criando a Fachada Definindo a Cobertura Definindo cotas e detalhes Desenhando os portões Criando a estrutura do carimbo Colocando móveis na planta baixa Extrudando a planta baixa Aplicando luzes Trabalhando com Impressão... 60

3

4 Introdução O AutoCAD é uma ferramenta de Desenho Assistido pelo Computador (Computer Aided Design), utilizada por engenheiros de várias áreas, como Civil, Elétrico, Mecânico, etc. Por ser uma ferramenta muito complexa, o aprendizado de AutoCAD foi dividido em vários cursos que se complementam. O objetivo deste curso foi aprofundar os conhecimentos do AutoCAD sendo mais objetivo e prático, com base em uma planta imobiliária básica e requisitos para aprovação pelo órgão competente. De acordo com o Código Sanitário do Estado de São Paulo e suas Normas Técnicas, toda habitação deverá dispor de pelo menos um dormitório, uma cozinha, uma instalação sanitária e uma área de serviço. Em nosso projeto, foi construída a planta de casa com uma garagem, uma sala, uma cozinha, dois quartos, um banheiro e uma área de serviço. Pelas normas essas habitações deverão apresentar áreas não inferiores as seguintes: - Salas: 8 m²; - Cozinha: 4 m²; - Dormitórios: quando se tratar de dois: 10 m² para cada um; Área de Serviço: 2.50 m²; Banheiro: em toda habitação deverá haver pelo menos um compartimento provido de bacia sanitária, lavatório e chuveiro com uma área não inferior a 2.50 m². 1

5 Iniciando o AutoCAD 2011 Para iniciar o AutoCAD 2011, clicamos sobre o botão Iniciar e seguimos até Todos os Programas. Selecionamos a opção Autodesk, ativamos o AutoCAD Brasil e por fim, clicamos em AutoCAD Na sequência, o AutoCAD 2011 será iniciado. Caso não tenha sido desmarcada a opção Mostrar esta caixa de diálogo na inicialização, surgirá a Tela de boas_vindas do AutoCAD. Devemos fechar esta tela para que possamos continuar. Dentro de alguns instantes, aparecerá a tela do AutoCAD 2011: Como todo aplicativo desenvolvido para o ambiente Windows, o AutoCAD 2011 segue os mesmos padrões, com a Barra de Título e a Barra de Status, por exemplo, além de outros componentes, como você pôde observar na imagem anterior. Iniciando um novo projeto Como já foi dito, este curso teve o objetivo de complementar seus conhecimentos, enfocando mais objetivamente a realidade prática da utilização do AutoCAD. Neste curso, foi desenvolvido o projeto de uma residência com uma planta baixa, cortes, fachada e carimbo, de forma que ele possa ser aprovado por órgãos competentes. Para iniciar um novo arquivo, devemos clicar sobre o botão Novo, depois de ter fechado o arquivo atual. Na caixa Selecionar modelo, escolhemos a opção acadiso.dwt e clicamos em Abrir. 2

6 Para configurar a Área Gráfica do AutoCAD, digitamos o comando opcoes e teclamos <Enter>. Com a guia Preferências do usuário ativada, devemos alterar os campos Unidades do conteúdo de origem e Unidades do desenho de destino, escolhendo a unidade de medida mais adequada ao seu projeto. Para configurar a unidade de medida é preciso digitar unidades e teclar <Enter>. Em alguns instantes, aparecerá a caixa de diálogo Unidades do desenho. Nela, você poderá mudar o campo Precisão. 3

7 Salvando seu projeto Para salvar o arquivo atual, clicamos sobre o botão Salvar, localizado na Barra de Acesso Rápido ou digitamos o comando salvarr e teclamos <Enter>. No campo Nome do arquivo, devemos digitar o nome do seu arquivo, que neste caso é Projeto. No drop-down em frente à caixa Save em, você deverá selecionar Sua Pasta e confirmar clicando no botão Salvar. 4

8 Criando as camadas do Projeto Camadas (ou Layers) são níveis que se comportam como se fossem páginas de um bloco de papel transparente. Pode-se escrever no que está acima e visualizar o texto do papel abaixo. Em um projeto, criamos várias camadas, cada uma delas com uma cor diferente para que possamos alterar um determinado objeto sem danificar o outro. Podemos também atribuir espessuras diferentes para cada camada, mas a diferença na espessura só poderá ser notada quando o documento for impresso. Assim, cada camada irá abrigar uma determinada parte de seu projeto, por exemplo: uma camada abriga somente as portas de sua planta, enquanto outra abriga as janelas e outra as paredes. Se você precisar modificar alguma parede de sua planta, as portas não serão afetadas pela mudança. Sendo assim, você não precisará redesenhar toda a planta quando modificar somente uma pequena parte dela. Outro exemplo, se você está criando um projeto arquitetônico com camadas que contém cotas, hachuras, objetos, etc. e na hora da plotagem só quer imprimir a planta baixa, você só precisa desligar as camadas que não contêm a planta baixa e imprimir. As opções de camadas podem ser encontradas na guia Padrão, painel Camadas: 1 - Propriedades da camada: Gerencia as camadas e as propriedades da camada; 2 - Tornar atual a camada do objeto: Define a camada atual para a camada do objeto selecionado; 3- Corresponder: Altera a camada de um objeto selecionado para corresponder com a camada de destino; 5

9 4- Anterior: Desfaz a última alteração ou conjunto de alterações feitas nas configurações da camada; 5- Isolar: Oculta ou bloqueia todas as camadas exceto as dos objetos selecionados; 6- Cancelar isolamento: Restaura todas as camadas que estavam ocultas ou bloqueadas com o comando ISOLARCAMADAS; 7- Congelar: Congela a camada dos objetos selecionados; 8- Desativar: Desativa a camada de um objeto selecionado; 9- Ativar todas as camadas: Ativa todas as camadas no desenho; 10- Esmaecimento de camada bloqueada: Ativa ou desativa o efeito de esmaecimento aplicado às camadas bloqueadas; 11- Descongelar todas as camadas: Descongela todas as camadas no desenho; 12- Bloquear: Bloqueia a camada de um objeto selecionado; 13- Desbloquear: Desbloqueia a camada de um objeto selecionado; 14- Alterar para a camada atual: Altera a propriedade da camada dos objetos selecionados para a camada atual; 15- Copiar objetos para nova camada: Copia um ou mais objetos para outra camada; 16- Navegar na camada: Exibe objetos nas camadas selecionadas e oculta objetos em todas as outras camadas; 17- Isolar para a viewport atual: Congela as camadas selecionadas em todas as viewports de layout exceto na viewport atual; 18- Mesclar: Mescla camadas selecionadas na camada de destino, removendo as camadas anteriores do desenho; 19- Excluir: Exclui todos os objetos em uma camada e limpa a camada. Como vimos, o painel Camadas possui o botão Propriedades da camada, que abre o Gerenciador de propriedades de camada, através da qual podemos controlar todas as propriedades das camadas existentes, tais como: alterar cor, espessura e tipo de linha, além de muitas outras configurações. 6

10 Painel Gerenciador de propriedades de camada e suas funções: Funções de gerenciamento das camadas: - Novo filtro de propriedade: Exibe a caixa de diálogo Propriedades de filtro da camada, onde você pode criar um filtro de camada baseado em uma ou mais propriedades de camadas; - Novo filtro de grupo: Cria um filtro de camada que possui camadas que você seleciona e adiciona ao filtro; - Gerenciador de estados da camada: Exibe o Gerenciador de estados da camada, no qual é possível salvar as configurações atuais das propriedades para camadas em um estado de camada nomeada e então restaurar em outro momento estas configurações; - Nova camada: Cria uma nova camada; - Nova camada VP congelada em todas as camadas: Cria uma nova camada e a congela em todas as viewports de layout existentes; - Excluir camada: Exclui as camadas selecionadas; - Configurar atual: Define a camada selecionada como a camada atual; - Atualizar: Atualiza as informações de uso da camada ao varrer todas as entidades no desenho; - Configurações: Exibe a caixa de diálogo Configurações da camada, na qual é possível definir as configurações de notificações de novas camadas. 7

11 Campos de configuração das camadas: 1- Status: Exibe o status da camada; 2- Nome: Altera o nome da camada globalmente para todo o desenho; 3- Ativada: Ativa ou desativa a camada para todo o desenho. Caso torne uma layer invisível, ela não será impressa; 4- Congelar: Congela ou descongela a camada para todo o desenho; 5- Bloquear: Bloqueia ou desbloqueia o conteúdo da camada para todo o desenho. Quando bloqueada não permite qualquer alteração; 6- Cor: Abre uma nova caixa de diálogo para a escolha de uma nova cor para a camada; 7- Tipo de linha: Abre uma nova caixa de diálogo para escolher o tipo de linha, que pode ser contínua, tracejada, etc.; 8- Espessura de linha: Abre uma nova caixa de diálogo para alterar a espessura da linha para todo o desenho; 9- Transparência: Controla a transparência dos objetos que estiverem desenhados nessa camada; 10- Estilo de plotagem: Exibe o nome de estilo de plotagem (impressão) relacionado à camada; 11- Plotar: Determina se a camada é plotável ou não para todo o desenho; 12- Congelar nova VP: Congela camada VP em viewports recém criadas; 13- Descrição: Permite adicionar uma descrição à camada, independentemente de seu nome. Iniciando a planta baixa Este projeto será desenvolvido em um terreno de 12x30 m, que vem a ser uma área de 360 m². Para a construção do projeto, será desenhado inicialmente o terreno. Em seguida, será estipulado o tamanho da casa, que terá m de largura na frente e 8.70 m de largura no fundo por 14.50m de comprimento e os corredores laterais de 1.50 m. Somente a parede da garagem será construída na divisa com a espessura de 0.25 e todas as outras paredes serão criadas com 0.15 de espessura. 8

12 Por padrão, os ângulos no AutoCAD aumentam no sentido anti-horário e diminuem no sentido horário. Os ângulos usados na construção são: 0, 90, 180, 270. Veja a imagem abaixo: Na construção do nosso projeto, usamos o recurso Polilinha. Para acessá-lo pode ser usado: Para completar, foi usado o recurso Deslocamento e para visualizar o conteúdo criado, foram utilizadas as opções de zoom da guia Vista, painel Vistas, da Barra de Navegação ou do próprio Scroll do mouse. Desenhando as paredes internas Depois de construir o terreno, foi iniciada a construção da planta baixa da casa. Neste projeto da casa, ela começa a ser construída 4 metros para trás do início do terreno. A parede da garagem foi construída na divisa do terreno que ficará com o tamanho de 5.33x5.15. Essas medidas são das paredes internas. Para a construção das paredes foi usado o recurso Deslocamento. Este recurso cria uma cópia paralela ao objeto selecionado com deslocamento determinado por distância ou ponto. 9

13 Dentro do espaço definido para o terreno, você deve estudar qual será a melhor maneira de construir os compartimentos. Neste projeto, as paredes foram feitas com a largura de Definindo os Compartimentos Para cortar a interseção das linhas em mais de dois pontos, foi utilizado o recurso Aparar. Para acessar o comando: Observação: Se o recurso Aparar não cortar alguma linha, selecione-a e use a tecle <Delete>. Para fazer o detalhe na parede do quarto e da garagem foi usado o recurso Chanfro. Mas é necessário lembrar que o recurso Chanfro executa concordância entre objetos. É criada uma nova linha ou segmento de polilinha para que o chanfro possa ser criado. A distância do chanfro pode ser mudada usando a opção D (Dist). O Chanfro que foi aplicado na parede do quarto terá o valor de Para achar a distância (D) do chanfro foi utilizado o Teorema de Pitágoras: O Teorema de Pitágoras diz que a soma dos quadrados dos catetos (lados menores) é igual ao quadrado da hipotenusa (lado maior). 10

14 Linhas aparadas e recurso Chanfro aplicado: Comando de Dimensionamento Dimensionamento é o processo de acrescentar medidas a um desenho. O AutoCAD permite cotar linhas, multilinhas, arcos, círculos e segmentos de polilinhas, etc. Os dimensionamentos mostram as medidas geométricas dos objetos, as distâncias, os ângulos entre objetos ou as coordenadas X e Y de um objeto. São divididos em linear, radial e angular. Os lineares incluem dimensionamento horizontal, vertical, alinhado, em rotação, ordenado por linha de base e contínuo. As ferramentas de dimensionamento se encontram na guia Anotação, no painel Cotas: Os dimensionamentos são divididos em partes, que serão mostrados em seguida: 11

15 - Linha de Cota: Indica a direção e o tamanho de um dimensionamento. Nos dimensionamentos angulares, a Linha de Cota é um arco; - Setas: São adicionadas a cada extremidade da Linha de Cota; - Linha de Chamada: Vão do elemento que está sendo dimensionado até a Linha de Cota; - Texto de Dimensionamento: É uma cadeia de texto opcional que geralmente indica a medida real do dimensionamento. Caso as setas e os números estejam grandes ou pequenos demais, é preciso fazer a mudança de estilo. Para isso, pode ser ativado o recurso Estilocota, através do: Após ativar o recurso, surgirá a caixa de diálogo Gerenciador de estilo de cota: Opções desta caixa de diálogo: Definir atual: Seleciona um estilo de dimensionamento; Novo: Cria um novo estilo; Modificar: Modifica um estilo existente, alterando as cotas que foram desenhadas neste estilo, ou seja, deixando-as atualizadas para a modificação feita; Sobrepor: Modifica um estilo existente, porém não altera as cotas que foram desenhadas neste estilo, pois somente as cotas feitas a partir de agora serão alteradas; Comparar: Mostra um bloco de diálogo que permite comparar dois estilos diferentes de dimensionamento. Para modificar as características das cotas é preciso ativar o botão Modificar. Para modificar o texto, é preciso ativar a guia Texto e alterar a opção Altura do texto. Podemos também mudar o tamanho das setas. Para isso, é preciso ativar a guia Símbolos e setas, mudar a opção Tamanho da seta e clicar no botão OK. Em seguida, devemos clicar no botão Fechar para confirmar as alterações feitas. 12

16 Inserindo Textos Depois de fazer o dimensionamento dos compartimentos, foram aproveitadas as medidas para fazer a descrição dos textos referentes às medidas dos compartimentos. Para isso, foi usado o recurso Linha única, que está localizado na guia Anotação, painel Texto. Depois de ativar o recurso, o AutoCAD solicitará a definição da altura do texto, seguida do ângulo de rotação, que poderia ser, por exemplo, o ângulo de 0, 90, 180, 270 ou outros. Após definir, pressionamos a tecla <Enter> e digitamos o texto desejado. Pode ser usado o recurso Rotacionar para girar os números e melhorar a aparência: 13

17 Criando a abertura das janelas Para ser realizado este processo de acordo com as normas, os compartimentos deverão ter, no mínimo, 50% de iluminação. Este resultado pode ser dividido em uma ou mais janelas. Para o cálculo, devemos proceder da seguinte maneira: multiplicamos os dois maiores números do compartimento e dividimos o resultado por 8 (que é o valor padrão da área de iluminação do piso em residências). Para ativar ou desativar qualquer snap, basta clicar com o botão direito do mouse sobre o botão Snap ao objeto e escolher o snap que deseja ativar ou desativar. Com a camada Paredes selecionada e o snap Meio ativo, foram criadas as aberturas das paredes dos compartimentos. A linha criada foi feita de qualquer tamanho desde que ela ultrapassasse a linha externa de sua planta. Para que esta linha fique reta na posição horizontal, ativamos o comando Ortogonal, pressionando a tecla <F8> de seu teclado. A linha criada define o centro da parede do compartimento e o centro das janelas que serão criadas. Por exemplo, esta janela terá 2.10 m de largura e 1 m de altura. Sua abertura será desenhada com o recurso Deslocamento e para achar a distância de cada lado, basta dividir a largura por 2. 14

18 O recurso Aparar foi usado para cortar o excesso das linhas. Veja: Desenhando as janelas Após definir a abertura das janelas, você poderá desenhá-las utilizando os recursos Linha, Deslocamento, auxiliados pelo snap Extremidade. Para as linhas internas, foi definida a distância de

19 Criando a abertura das portas Para criar a abertura das portas do projeto, você deve proceder da mesma maneira que fez com as janelas, usando os mesmos recursos. No curso, a primeira abertura que você desenhou foi a da sala. A mesma possui batente duplo com 0.05 de espessura e a primeira linha ficará à 10 cm de distância da parede da frente da sala. Com o recurso Deslocamento, foi criada a linha com a distância de 0.10 da parede da sala com a garagem. Com o recurso Estender, foi estendida a linha. Através do Deslocamento, foram criadas as outras linhas que formam os batentes com 0.05, as larguras dos vidros com 0.19 e a abertura da porta com Para cortar o excesso, foi usado o recurso Aparar e o recurso Linha para fechar as aberturas: Todas as portas foram criadas com a primeira distância de Em seguida, foi determinada a distância da abertura de cada porta, mas em nosso caso, usamos a abertura maior para depois colocar o batente. Exemplo: Se a folha da porta tem 0.80, foi colocado 0.90 e depois copiado o batente de outra porta, pois neste caso, todos são da mesma largura e altura. 16

20 Trabalhando com Blocos Um Bloco é um conjunto de objetos agrupados que formam um só objeto. Ele serve para agilizar o processo do desenho, pois você poderá inserir um bloco várias vezes, ao invés de recriar elementos toda vez. Você pode inserir, mudar a escala e aplicar rotação a um bloco de desenho. O Bloco poderá ser acessado através do: Essas referências ocupam muito menos espaço em disco em comparação ao mesmo desenho criado com entidades (linhas, circunferências e etc.) independentes. Aconselha-se o uso de 17

21 blocos em aplicações em que haja grande número de objetos repetidos. Além disso, esse recurso permite a alteração automática de vários objetos ao mesmo tempo. Exemplo: As portas desenhadas são todas da mesma altura, mas com larguras diferentes. Assim, foi usado o comando Bloco para inserir as portas no projeto. Devemos fazer o desenho de uma única porta, e a partir dela, serão inseridas as demais. Antes de desenhar as portas foram copiados os batentes: Após as cópias, a folha da porta foi desenhada com o comprimento de 0.80 e a largura de Para representar a abertura da porta, foi usado o comando Arco, do tipo Início, Fim, Ângulo, localizado na guia Padrão, painel Desenhar. Utilzamos como primeiro ponto o snap Extremidade superior interno da folha da porta. Para o segundo ponto, foi usado o snap Extremidade do outro batente. O ângulo utilizado para o arco foi de 90. Após criar a base do que será o bloco, você deverá transformá-lo, clicando sobre o botão Criar, localizado na guia Padrão, painel Bloco. Através do campo Nome, você definirá o nome do bloco. 18

22 Veja algumas das opções desta caixa de diálogo: - Nome: Nome do novo bloco a ser gerado. Caso já existam outros blocos no mesmo projeto, será exibida uma lista; - Ponto de referência: Ponto de inserção de bloco. Você pode digitar manualmente ou escolher um ponto na tela pela opção Selecionar ponto; - Selecionar objetos: Permite a seleção dos objetos que farão parte do novo bloco; - Manter: Se ativo, após gerado o bloco, as entidades não serão apagadas. O próximo passo será inserir o bloco criado. Para acessar este comando temos: Após ativar a caixa de diálogo Inserir, suas opções ficarão disponíveis para a configuração. Opções da caixa de diálogo Inserir: - Nome: Seleciona um bloco já criado ou carregado; - Especificar na tela: Se ativo, especifica os parâmetros de inserção de um bloco de inserção, escala e ângulo de rotação diretamente na tela; - Ponto de inserção: Define o ponto de inserção no eixo X, Y e Z; - Escala: Define a escala no eixo X, Y e Z; - Rotação: Define o ângulo de rotação; - Explodir: Se ativado, o bloco será inserido não como um objeto em bloco, mas como os vários objetos que o compõem. Ao usar uma das opções citadas anteriormente para ativar a caixa de diálogo Inserir, no campo Nome é exibido o nome do bloco que foi criado. Ao inserir o bloco, será viável alterar seu ângulo referente à posição. Assim, será possível inverter o desenho e trabalhar com ângulos diferentes. Em nosso caso, foi ativado o campo Especificar na tela da opção Rotação para todas aberturas das portas que tinham a mesma largura. 19

23 Ao clicar no botão OK, a caixa de diálogo é finalizada e na Área Gráfica o bloco selecionado aparece junto ao cursor, esperando por um ponto base para ser inserido. Tome cuidado para não clicar em nenhum ponto dentro da Área Gráfica, pois assim o objeto será inserido no local. Para colocar a porta, foi localizado e clicado em um snap Extremidade e definido o ângulo. A abertura da porta do banheiro para o corredor é de 0.70 cm, ou seja, 10 cm menor que o tamanho da porta que criamos. Neste caso, tivemos que alterar o tamanho quando foi colocada. Para encontrar o valor, é necessário dividir o tamanho da porta, que neste caso é de 0.70 por 0.80, que é o tamanho da porta original. Este resultado será usado com a opção Especificar na tela. Se essa opção ficar ativa, será necessário especificar o ponto de inserção, colocar o valor de X e Y, e em seguida, definir o ângulo diretamente na tela. Para inserir uma porta com outro tamanho, basta ativar a guia Padrão e no painel Bloco, clicar em Inserir. Na caixa de diálogo, marcamos a opção Especificar na tela do campo Escala. Em seguida, clicamos sobre o botão OK para confirmar as alterações. Localizamos e clicamos no snap Extremidade referente ao ponto onde será colocado o próximo bloco. Como esta porta é realmente menor que o espaço que ela deve ocupar, observe na Linha de Comando o fator de escala no eixo X e no eixo Y. Ao informar os dois eixos, o AutoCAD solicitará o ângulo. Neste caso, como já foi feito a conta da porta, foi digitado na Linha de Comando o valor para X e Y. Para o ângulo, foi digitado 0, seguido de <Enter> depois de cada valor. Fator de escala no eixo X, Y e ângulo colocados: 20

24 Ainda podem ser usados os recursos Rotacionar, Mover e Espelhar para mudar de lado das portas e a posição das portas. Criando Poste de Concreto, Quadro Medidor e Abrigo do Cavalete Nesta etapa, foi construído o Poste de concreto, o Quadro Medidor, o Abrigo do Cavalete e a Caixa Inspeção. Esta construção começou na divisa do lado superior e se estendeu ao redor de toda a casa. Para facilitar o trabalho da construção, foi mostrado como ativar ou desativar os snaps. Para isso, clicamos com o botão direito do mouse no botão Snap ao objeto, localizado na Barra de Status e em seguida, clicamos sobre a opção de snap desejada. Para a criação dos itens, foram usados os recursos Polilinha, Múltipla chamada de detalhe e Linha única, auxiliados pelos snaps Extremidade, Intersecção e Meio. Todos esses recursos formaram a seguinte imagem: 21

25 O recurso Múltipla chamada de detalhe é uma linha que associa uma anotação a um elemento de um desenho. Este recurso pode ser acessado através da seta da direita do painel Chamada de detalhe, localizado na guia Anotação. Criando Tabela de Esquadrias A tabela de esquadrias foi construída para identificar as medidas das portas, janelas e venezianas dentro do projeto. Para a construção, será usado o comando Tabela, que pode ser acessado através do: Caixa de diálogo Inserir tabela ativada: 22

26 Descrição das opções da caixa de diálogo Inserir tabela: - Estilo da tabela: Especifica o nome do estilo, que é Standard; - Visualizar: Visualiza o estilo escolhido; - Especificar ponto de inserção: Especifica o ponto de inserção. Você pode usar o dispositivo apontado ou pode entrar com valores de coordenadas na Linha de Comando; - Especificar janela: Especifica um tamanho e um local para a tabela. Você pode usar o dispositivo apontado ou pode entrar com valores de coordenadas na Linha de Comando. Quando essa opção é selecionada, o número de colunas e linhas, a largura da coluna e a altura da linha dependem do tamanho da tabela; - Colunas: Especifica o número de colunas. Quando a opção Especificar janela é selecionada, você define a quantidade de colunas. O tamanho e largura das colunas e linhas são controlados pelo tamanho da tabela; - Largura da coluna: Especifica a largura das colunas. Quando a opção Especificar janela é selecionada, esta opção é desativada; - Linhas de dados: Especifica o número de linhas; - Altura da linha: Especifica a altura das linhas. A altura de uma linha está baseada na altura do texto e na margem das células da tabela. Para criar o modelo que foi usado no curso, foi marcada a opção Especificar na tela, na caixa de diálogo Inserir tabela. Em seguida, clicamos no botão Iniciar a caixa de diálogo Estilo de tabela para fazer a devida formatação de texto e da tabela. É conveniente criar seu próprio estilo. Para isso, devemos clicar no botão Novo. Em seguida, surgirá a caixa de diálogo Criar novo estilo de tabela, na qual você deverá digitar o nome do seu estilo no primeiro campo. Para dar continuidade, é necessário clicar no botão Continuar. 23

27 Na caixa de diálogo que surge, você poderá alterar o texto da tabela ativando a guia Texto. Para isso, também é preciso verificar se está ativa a opção Dados e mudar o campo Altura do texto para maior ou menor, dependendo da sua necessidade. Na guia Texto, podemos mudar também o campo Estilos de célula para Cabeçalho. Assim, qualquer formatação feita será refletida para o subtítulo da tabela. Ainda dentro de Estilos de célula, podemos escolher a opção Título. Deste modo, as formatações que forem feitas serão para o título da tabela. Com a opção Título ativa, você poderá configurar a opção Margens. Esta opção controla o espaçamento entre a borda da célula e seu conteúdo. Os ajustes de margem de células são aplicados a todas as células da tabela, desde que você altere cada uma das opções dentro do item Estilos de célula. O ajuste padrão é de 0.06 e

28 As opções Cabeçalho e Dados poderão ser configuradas dependendo da necessidade do trabalho. Na caixa de diálogo Novo estilo da tabela: Esquadrias, confirme as alterações feitas clicando no botão OK. Ao confirmar as alterações, voltaremos para a caixa de diálogo Estilo da tabela. Note que no campo Estilos, a opção Esquadrias aparece em primeiro lugar. Para continuar, devemos clicar no botão Fechar. Na caixa de diálogo Inserir tabela, já com a opção Especificar janela marcada, você poderá definir o valor de colunas e linhas através dos campos Colunas e Linhas, respectivamente. Para confirmar a formatação, clicamos no botão OK. Para definir o primeiro ponto da tabela, clicamos na Área Gráfica. O AutoCAD solicitará o segundo ponto, então definimos o tamanho desejado e clicamos novamente para fixar a tabela. + Quando você definir o segundo ponto, a tabela ativa o cursor de edição. Digitamos então o título e os subtítulos em maiúsculo, e para digitar no próximo campo, pressionamos a tecla <Tab>. Ao terminar, devemos clicar no botão Fechar o editor de texto, localizado na guia Editor de texto. 25

29 Desenhando a Cobertura O AutoCAD permite atribuir também tipos de linhas para as camadas, a fim de proporcionar meios para transmitir informações, como invisibilidade, isolamento, fluxo e dimensões. Ele tem vários tipos de linhas para diferenciar uma representação da outra. Se o tipo de linha for definido como PorCamada, os objetos serão criados usando o tipo de linha atribuído à camada. Se selecionarmos outro tipo de linha, ela se sobressairá à linha da camada atual. Para isso, ativamos a guia Padrão e selecionamos a camada que desejamos modificar. Na sequência, ainda na guia Padrão, clicamos sobre o botão Propriedades, selecionamos o dropdown do campo TipoLinha e clicamos em Outro. Ao ativar essa opção, aparecerá a caixa de diálogo Gerenciador de tipos de linha: Veja as opções desta caixa de diálogo: - Filtros de tipos de linha: Permite selecionar que tipo de linha queremos visualizar no quadro de exibição; 26

30 - Atual: Assume a linha selecionada no quadro como a atual; - Carregar: Permite que novos tipos de linhas sejam carregados a partir de um arquivo de definição de linha; - Excluir: Retira uma definição de linha da lista; - Mostrar detalhes: Exibe detalhes de configuração da linha. Para escolher outros tipos de linha, foi usado o botão Carregar. Assim, aparecerá a caixa de diálogo Carregar ou recarregar tipos de linha. Com esta caixa de diálogo ativa, basta escolher o tipo de linha desejado e confirmar, clicando no botão OK. A nova linha surgirá na caixa de diálogo Gerenciador de tipos de linha como uma nova opção, mas dependendo do tipo de medida que você configurar, o AutoCAD terá que aumentar ou diminuir as propriedades das opções Fator de escala global e Escala do objeto atual. Em nosso caso, a medida é metros e, por isso, tivemos que alterar as opções para A linha que foi criada será usada na camada Cobertura. Para isso, foi ativado o Gerenciador de propriedades de camada e na coluna Nome, selecionamos Cobertura. Na coluna Tipo de linha, clicamos na opção Continuous. Ao clicar nesta opção, aparecerá a caixa de diálogo Selecionar tipo de linha. Então, selecionamos a nova linha e em seguida, confirme clicando no botão OK. Com a camada Cobertura ativa, foi usado o recurso Linha para contornar a planta baixa e criada uma linha no centro. 27

31 A linha que foi criada será o centro do telhado, que terá 6 águas. Na construção do modelo deste telhado, foi usado o recurso Linha e a camada Cobertura, com o estilo de linha tracejado. Foi utilizada também a opção Rastreamento polar, pois trabalhamos com o ângulo de 45º nas linhas que foram criadas. Para mudar ou criar novos ângulos, utilizamos o botão direito do mouse no botão Rastreamento polar, localizado na parte inferior da janela e em seguida, ativamos a opção Configurações. Ao clicar, aparecerá a caixa de diálogo Configurações do desenho. Nesta caixa, foram usadas as opções Rastreamento polar ativado (F10) e Configurações de ângulo polar, pois é necessário ativar e mudar o ângulo. No caso de você ter que utilizar um ângulo que não exista no drop-down Ângulo de incremento, você tem a opção Ângulos adicionais, onde poderá adicionar o novo ângulo em conjunto com o botão Novo. A tecla (F10) ativa e desativa o ângulo que foi escolhido. Pelo fato da garagem ter sido construída na divisa do terreno, a parte da frente da planta é maior que o fundo. Neste caso, a parte da cobertura que fica em cima da garagem foi trabalhada com um detalhe e também inserimos a calha. 28

32 Após criar as linhas e cortar o excesso com o recurso Aparar, a cobertura ficou com uma nova aparência: Definindo a Caixa de Inspeção O Encanamento e a Caixa de Inspeção ou C.I., referente ao encanamento do projeto, fica ao redor de toda a casa. Nesta construção, foi usado o comando Múltiplas linhas. Para acessá-lo, podemos utilizar: Ao ativar o comando Mlinha, você poderá configurar a distância entre as linhas. Para isso, basta digitar a letra S e teclar <Enter>. Na sequência, devemos informar a distância entre as linhas e teclar <Enter> novamente. Logo, será solicitado um ponto, localizamos e clicamos no ponto desejado. No curso, o encanamento foi construído em várias partes e juntamente com ele, foi construída a C.I.. Esta caixa mede 0.50 de todos os lados. O tamanho do encanamento pode variar. Após criar o encanamento, foi criada também a C.I.. A Caixa de Inspeção foi construída em pedaços para facilitar o encaixe do próximo encanamento, que ficou com a aparência abaixo: 29

33 A medida do encanamento não é padrão, mas temos que saber o valor, pois será usado para criar duas linhas, uma na vertical e outra na horizontal. Essas linhas serão cruzadas para achar a diagonal para colocar a caixa. Linhas amarelas com o tamanho 0.75 depois que foram cruzadas, C.I. copiada e distância medida: O valor 0.35 foi usado para construir uma linha em cada quina da casa e o valor 0.75 também foi utilizado para construir linhas, tendo como ponto de início das paredes da casa. As duas medidas serão bases para manter as Caixas de Inspeção alinhadas. Ao colocar as linhas nos lugares estratégicos e também as Caixas de Inspeção, foi traçado o encanamento, de modo que tivemos a aparência seguinte: O encanamento será ligado ao Abrigo do Cavalete e em seguida, terá que passar até a guia de sargeta. Para cortar a linha criada pelo comando Mlinha, foram utilizados os recursos Explodir e Aparar. 30

34 Na construção da Grelha para Escoamento das Águas Pluviais, foi usado o tamanho 0.30 de comprimento e 0.20 de largura. As linhas que formam a grade têm a distância de Após a construção de uma grelha, você poderá copiá-la e colocá-la em outros pontos extratégicos. Em seguida, devemos fazer a ligação do encanamento até a calçada: Após criar a grelha, também é obrigatória a criação da Caixa de Gordura ou C.G.. Esta caixa deve ser construída com o recurso Círculo, possuir raio 0.16 e ser criada antes da primeira Caixa de Inspeção. Estas medidas não são obrigatórias. Como o encanamento fica aparecendo, podemos usar o recurso Explodir para separar as linhas e o recurso Aparar para melhorar a aparência: Em todas as Caixas de Inspeção que foram construídas há uma inclinação obrigatória de 2%. A primeira caixa que foi construída tem a inclinação de 0,30. Para o cálculo das Caixas de Inspeção, basta fazer: o comprimento do cano vezes 2%, que é a inclinação. O resultado será somado com a caixa anterior. Para medir o encanamento, foi usado o recurso Linear: 31

35 Com o comando Texto, foi definido a altura 0.08 e o ângulo, de acordo com a direção do texto. Em seguida, foram digitadas as descrições C.G., C.I. e na linha de baixo, P=30. No encanamento, foi digitado PVC 4" COMP M INCL. 2%. Antes de fazer a descrição da próxima caixa, é necessário fazer o cálculo mencionado anteriormente. Se o resultado tiver várias casas decimais, deixamos somente os dois primeiros algarismos após a vírgula e, se um número for maior que cinco, pode ser arredondado. O resultado vai depender da distância de uma caixa para a outra. Veja: Na parte da frente da casa também é obrigatório um LOCAL PARA PLANTIO DE ÁRVORE. Para este item, é usado também o círculo para construção do local. A medida não é padrão, mas no curso foi utilizado o raio de 0.16, além de ser colocado o nome da rua. É importante observar que de acordo com as normas técnicas, as árvores nas calçadas devem estar a uma distância de 30 cm da rua, pois dessa forma, não atrapalham o fluxo de pedestres de modo seguro, inclusive de pessoas com especialidades físicas. Frente da planta baixa com a nova aparência: 32

36 Para aproveitar o uso do comando Texto, também é colocada a descrição na grelha. Em seguida, é criado o encanamento para esta grelha, que passará em parte sob o piso da garagem. Para isso, existe uma regra que exige a mudança da linha contínua para tracejada somente na parte que passa por baixo do piso. Linha tracejada no local em que o encanamento passa por baixo do piso: 33

37 Definindo os cortes do projeto Os cortes de um projeto são utilizados para serem analisados tecnicamente e têm a função de indicar a maneira que a residência será construída, auxiliando assim o mestre de obras na construção. Neste projeto, você criou dois tipos de corte, o Corte AA e o Corte BB, além da Fachada da residência. Não há uma regra universal para a criação dos cortes. Para seu projeto, o Corte AA mostrou parte do banheiro, do corredor e da cozinha de seu projeto, enquanto o Corte BB mostrou parte da sala, dos dormitórios e do banheiro. Para começar, você deve criar as linhas imaginárias que darão origem aos cortes de seu projeto. Estas linhas indicam o ângulo em que parte da casa está sendo vista. Para traçar as linhas que definem o corte, usamos o botão Modo 'Orto' em conjunto com o recurso Linha. Com este botão ativo, a linha só ficará reta. A linha traçada na vertical representa o Corte AA e a linha traçada na horizontal representará o Corte BB. Para criar as setas de indicação dos cortes é usado o recurso Polígono com 3 lados. O polígono deverá ser Inscrito com o raio de 0.50, mas este valor não é padrão. Com os recursos Rotacionar, Mover e Copiar são colocadas as setas nos lugares indicados pelos cortes. 34

38 Criando o Corte AA Após definir a linha dos cortes de um projeto é necessário saber a altura da parede e o comprimento do corte. É recomendável trocar a camada referente ao corte que será construído. É utilizada a medida do comprimento da parte do meio da planta com o valor 8.70 m, pois já estão sendo somadas às espessuras da parede, que são de A medida de 2.90 é referente à altura da parede, que ao decorrer da construção diminuirá 0.10, ficando com a medida padrão interna de Após usar essas medidas, a imagem terá essa aparência: As primeiras linhas criadas são as que ficam entre o banheiro e o corredor e depois entre o corredor e a cozinha, além do perfil do telhado. A medida não é padrão, mas existe um limite mínimo, que neste caso foi citado na Introdução, mas vamos relembrar: Pelas normas, essas habitações deverão apresentar áreas não inferiores às seguintes: - Salas: 8 m²; - Cozinha: 4.00 m²; - Dormitórios: quando se tratar de dois: m² para cada um; - Área de Serviço: 2.50 m²; - Banheiro: em toda habitação, deverá haver pelo menos um compartimento provido de bacia sanitária, lavatório e chuveiro com uma área não inferior a 2.50 m². A área por onde a linha do Corte AA passar e a seta estiver indicando, terá que ser mostrada no corte, como a janela do banheiro e as portas do quarto e da cozinha. A porta do quarto é desenhada com a largura de 0.80 e a da cozinha com A altura das duas são Para a janela do banheiro também existe um limite, onde é encontrada a área de iluminação. Para a altura, foi utilizado o valor 1.00 m. 35

39 Criando o Corte BB Este corte compreende a visualização externa lateral de parte dos dormitórios, parte do banheiro, da sala, além do perfil do telhado. Antes de começar a construção é recomendável trocar a camada de acordo com o corte. O Corte BB segue as mesmas precauções do Corte AA, porém são usadas as medidas de acordo com as descrições da Indrodução, com a medida lateral da planta baixa e com os recursos Linha e Deslocamento. Para ver a distância correta entre a parede e a janela, você deve utilizar a opção Linear em conjunto com a snap Extremidade. Caso as setas e o texto referentes às dimensões inseridas estejam grandes ou pequenos demais, clique sobre eles para selecioná-los. Podemos abrir o painel Propriedades e alterar suas configurações: 36

40 Após a construção das linhas de acordo com as medidas de seu projeto, foi usado o recurso Aparar para dar a forma no corte. O telhado foi feito sem escala e colocada as descrições COBERTURA = TELHAS ROMANAS INCL. = 30% e LAJE PRÉ-MOLDADA. Estas descrições são necessárias, mas a telha e a inclinação serão de acordo com o projeto. 37

41 Criando a Fachada A Fachada representada em uma planta tem como objetivo mostrar como ficará a frente da residência depois de pronta, além de facilitar o trabalho do mestre de obras na contrução da mesma. No caso do nosso projeto, em que a residência que desenvolvemos é uma residência que possui a fachada maior que o Corte AA, a diferença foi de Neste caso, construímos com a medida de m de largura por 2.90 m de altura. Lembrando: As medidas e o modelo de telhado sempre vão depender exclusivamente de cada projeto criado. Nesta fachada, a parede da garagem é construída na divisão do terreno, neste caso esta parede é mais larga que as outras e foi usada a largura de Para que a medida ficasse mais precisa, configuramos o dimensionamento. Para alterarmos essa configuração, digitamos o comando unidades na Linha de Comando e pressionamos a tecla <Enter>. Depois de pressionarmos <Enter>, apareceu na tela a caixa de diálogo Unidades do desenho. Nela, alteramos o campo Precisão do grupo Comprimento e confirmamos clicando em OK. Com o auxílio do recurso Linear, foi medida a distância da parede da sala até a janela e também a medida entre as duas janelas. Após o corte do excesso de linhas, nossa fachada ficou com a seguinte aparência: 38

42 Para a criação do telhado, utilizamos o recurso Matriz. Com o auxílio deste recurso, criamos várias cópias de um conjunto de objetos de maneira ordenada, que pode ser tanto retangular quanto polar (circular). Este recurso pode ser acessado de diversas formas. Dentre elas, podemos citar: Ao ativarmos esse comando, surgiu na tela a caixa de diálogo Matriz onde foram feitas as seguintes alterações: Depois de selecionarmos o objeto que serviria como base para a cópia e confirmarmos as alterações, as cópias foram inseridas na imagem e, com o recurso Estender foram estendidas as linhas até a parte superior do telhado. Com o recurso Deslocamento, foi usada uma distância de exemplo (que não é a padrão) que possibilitou a definição da aparência do telhado. Por fim, utilizando a ferramenta Aparar, foram feitos os cortes. 39

43 Definindo a Cobertura A cobertura foi copiada da imagem criada em cima da planta baixa, porém foram feitas alterações como: mudança da linha tracejada para linha contínua. Seu tamanho também foi reduzido em 50% com a ajuda da ferramenta Escala, que pode ser acessada através das seguintes formas: Com a ferramenta Deslocamento e a mudança de estilo de linha, foram criadas as linhas internas com as setas indicando a inclinação do telhado. Também construímos as calhas e algumas descrições para a imagem. Definindo cotas e detalhes Em todos os projetos que são desenvolvidos, as cotas são obrigatórias. Para começar, configuramos as setas de dimensão e o texto que aparecia junto às cotas. Para formatar as cotas, entramos na guia Anotação e clicamos na seta da direita do painel Cotas. Na caixa de diálogo Gerenciador de estilo de cota, clicamos em Modificar para que pudéssemos alterar o estilo das cotas. 40

44 Em seguida, foi aberta a caixa de diálogo Modificar estilo de cota: ISO-25: Para saber quais itens deveríamos alterar, conhecemos os nomes de cada um deles: 41

45 Nesta caixa, usamos as Linhas, Símbolos e setas, Texto e Unidades primárias. Foram alteradas as seguintes opções: Guia Linhas: - Estender além das linhas de cota: Este valor indica o quanto a linha de chamada ultrapassará a linha de cota; - Deslocar da origem: Distância que desejamos entre o ponto tomado como referência de cota e o início da linha de chamada; Guia Símbolos e setas: - Tamanho da seta: Indica o tamanho da seta da linha de dimensionamento. Guia Texto: - Altura do texto: Indica o valor destinado à altura do texto; - Deslocar a partir da linha de cota: Tamanho da folga entre o texto e a linha de cota. Útil para não deixar que o texto fique muito próximo da linha de cota. Guia Unidades primárias: - Precisão: Define o número de casas decimais do dimensionamento. No caso dos compartimentos construídos com pisos e azulejos até o teto ou não, eles devem constar no projeto. Para demonstrar o azulejo nos compartimentos do banheiro e da cozinha, utilizamos o botão Hachura, localizado na guia Padrão, painel Desenhar. Em seguida, clicamos sobre o botão Padrão de hachura para localizar a opção NET. Depois de escolher o preenchimento, definimos o valor da Escala do padrão de hachura em 0.1 e escolhemos uma cor para a nossa hachura por meio do botão Cor da hachura. 42

46 Com a escala e a cor já definidas, selecionamos as paredes onde a hachura seria aplicada e pressionamos a tecla <Esc> para finalizar o procedimento. Ao término, nossos Corte AA e Corte BB ficaram com a seguinte aparência: Corte AA: Corte BB: Desenhando os portões O portão não é uma peça obrigatória em um projeto, mas é interessante poder apresentar ao cliente algo mais. Em nosso projeto, utilizamos medidas que não são padrões na construção de um portão porém, foi feita análise prévia para saber qual abertura seria a mais adequada. Para construir o portão, foram usados os recursos conhecidos dos outros cortes (Linha, Deslocamento, Arco com um ângulo de 90o, Ponto médio, Ponto final e Texto). 43

47 Para o portão social, foram usados todos os recursos trabalhados durante o curso, mas como este portão foi criado com uma inclinação, usamos também os ângulos de 45o e 135o. A inclinação do muro não possui medida padrão. A imagem abaixo mostra o portão depois de pronto: Criando estilos de textos O AutoCAD possui um estilo de fonte padrão para ser utilizado quando desejamos adicionar textos em seus projetos. Apesar disso, é possível alterá-lo para que os textos de seu projeto tenham um visual melhor. Para criar estilos, ativamos a guia Anotação e clicamos sobre a seta da direita do painel Texto. Logo em seguida, foi aberta a caixa de diálogo Estilo de texto onde clicamos sobre o botão Novo para criarmos um novo estilo. 44

48 Para formatarmos os textos, podemos alterar os campos Nome da fonte, o Estilo da fonte entre outras opções. Caso tenhamos a intenção de alterar um texto individualmente, basta selecionarmos o texto desejado e abrirmos a caixa Propriedades e, na caixa Texto, mudar o campo Altura que será alterado o tamanho da fonte. Por exemplo, no corte abaixo, utilizamos o tamanho de fonte Criando a estrutura do carimbo O Carimbo do projeto corresponde à apresentação de todas as características do mesmo. Nele são especificadas informações sobre a localização do imóvel, o engenheiro responsável, o proprietário do imóvel, etc. 45

49 Este foi o modelo desenvolvido durante o curso. Como já foi dito, cada engenheiro tem seu modelo. Por exemplo, para as informações inseridas em nosso carimbo, foi usada uma fonte e um tamanho: - Para o título do projeto: Fonte: Arial; Tamanho: 0.25; - Para as informações do projeto: Fonte: Arial; Tamanho: 0.20 e As informações da imagem abaixo foram feitas da seguinte maneira: 46

50 Vamos começar pela descrição do Terreno: para achar o resultado, temos que saber a Largura e o Comprimento total do Terreno e os valores serão Multiplicados. Em nosso caso, foi 12 vezes 30 que é igual a 360. Para calcular a área da residência e da garagem, é usado o comando AREA, que vem a ser o cálculo dos pontos inseridos. Neste projeto, foram calculados separadamente os itens residência e garagem, pois pela lei, podemos calcular separados para pagar menos impostos. É importante quando estiver clicando nos pontos que as opções Endpoint e Perpendicular fiquem ativados e no momento do clique de cada ponto use o recurso Zoom Window ou no botão do mouse NetScroll para obter uma boa visualização. Com o comando AREA ativo, serão solicitados os pontos a serem calculados, para isso, clique nos pontos indicados na imagem e quando chegar no último ponto, tecle <Enter>. Ao confirmar com <Enter>, aparecerá acima da linha de comando o resultado como está sendo mostrado na imagem: Para calcular a área da garagem foram clicados nos pontos indicados na imagem a seguir: 47

51 Ao clicar no último ponto tecle <Enter> e o resultado surgirá em seguida. Para fazer o m2 utilizamos as teclas de atalho <Alt+253>. Essas informações foram colocadas no carimbo, como podemos observar na imagem abaixo: Para a última descrição, utilizamos o comando CAL dentro do AutoCAD para achar o total da área construída, esse comando foi usado da seguinte maneira: - Para fazer o cálculo, digitamos na linha o comando CAL e teclamos <Enter>; - Logo após, o AutoCAD solicitou a expressão, onde digitamos e teclamos <Enter>; - Após teclarmos <Enter>, foi mostrado o resultado. Resultado do total da área contruída: 48

52 Colocando móveis na planta baixa Nesta etapa do projeto, inserimos os móveis na planta baixa, para que pudéssemos ter uma ideia da disposição dos móveis e dos pontos de energia. E, com isso, teríamos mais uma opção para apresentar ao cliente. No curso, foram salvos outros arquivos com diversos nomes, para que o projeto da planta baixa original não sofresse nenhuma alteração. É importante lembrar que para cada item é criada uma layer e através dela foi possível agilizar a troca da cor da linha de nossa planta baixa. Com a cor já escolhida, confirmamos todas as alterações feitas clicando no botão OK. Ao retornarmos para a caixa de diálogo Gerenciador de propriedades de camada, nós também tínhamos a opção de Desativar e, se fosse necessário, Ativar novamente as layers que você não usará no momento, esta opção se encontra na coluna Ativada e clicando nas Lâmpadas de cada item serão desativados. Após desativarmos algumas layers na caixa de diálogo Gerenciador de propriedades da camada, as alterações ficaram visíveis. 49

53 Os móveis que serão colocados já estavam prontos, logo tivemos apenas que abrir o arquivo com os móveis já criados e escolher quais colocar dentro do arquivo Projeto_Moveis. Para copiar os móveis que serão usados na planta, utilizamos o comando Copiarref para especificar um ponto básico ao copiar objetos. O ponto básico permite posicionar os objetos copiados precisamente ao colá-los dentro do mesmo desenho ou em outro desenho. No exemplo, ficamos com dois arquivos abertos, um com o nome Projeto_Moveis e o outro Salas: Nós tinhamos a opção de selecionar primeiro o desenho que seria copiado e, em seguida, colá-lo dentro do nosso projeto. Abaixo, podemos visualizar o resultado final de nosso projeto após inserirmos os móveis no mesmo: Para mudar a cor da linha e dos objetos, utilizamos a caixa de diálogo Edição da hachura. 50

54 Extrudando a planta baixa Ao termino da planta baixa, podemos nos deparar com o pedido do cliente sobre a disponibilidade de visualização do imóvel depois de edificado, ou seja, depois das paredes erguidas e o telhado pronto. Para isso, o AutoCAD possui recursos que possibilitam a construção do seu projeto em 3D. Os recursos Editar polilinha, Extrusão e Caixa são apenas algumas das opções que o AutoCAD nos oferece. Estes recursos podem ser acessados quando o ambiente do AutoCAD está configurado para Modelagem 3D. Veja: Recurso Editar polilinha: Recurso Extrusão: 51

55 Recurso Caixa: Antes de aplicarmos o efeito de extrusão nas paredes, alteramos a cor da parede de Azul para a cor DIC 8 da paleta DIC COLOR GUIDER(R). 52

56 Em seguida, desativamos a vista das camadas Caixa_Agua, Caixa_Inspeção, Cobertura, Corte_AA, Corte_BB, Cotas, Esgoto, Fachada, Linha_Corte e Textos. Em seguida, selecionamos todas as portas e janelas do Corte AA e mudamos a camada atual para Corte_AA. Alteramos também as portas e janelas do Corte BB para a camada Corte_BB. Por fim, altereamos os componentes da Fachada para a camada Fachada. Com os objetos nas suas devidas camadas, fizemos a união de algumas das paredes para que as mesmas pudessem ser extrudadas. Depois de unir as paredes, iniciamos a extrusão pelos trechos onde foram definidas as janelas dos cômodos e os vitrôs. Dando continuidade ao projeto, criamos as extrusões referentes às janelas, que também foram utilizadas como base para aplicação das texturas, que deram a aparência de um vitrô aos objetos. Depois de aplicadas texturas, posicionamos os vitrôs e janelas em suas devidas posições. Com as janelas já posicionadas, iniciamos a extrusão das paredes, conforme pode ser visto na imagem abaixo. 53

57 Depois de criar as janelas e extrudar as paredes de apoio das mesmas, aplicamos também o efeito de extrusão nas portas do nosso projeto para que pudéssemos utilizá-las como base para a criação das fechaduras. Para adicionar as maçanetas, abrimos o arquivo maçanetas.dwg e, com os modelos já prontos, copiamos o modelo para o arquivo Projeto_3D.dwg, posicionando cada modelo na sua respectiva porta. Todas as portas do projeto com as maçanetas já inseridas. Todas as portas do projeto com as maçanetas já inseridas. 54

58 Depois de inserirmos as maçanetas nas portas, aplicamos também um preenchimento com uma textura que se assemelhasse ao material utilizado na porta. O material utilizado foi o Acabamento Laca - Branca. Depois que aplicamos as texturas às portas, janelas e maçamentas, continuamos com a extrusão das paredes, inclusive com as paredes localizadas acima das janelas e vitrôs. Para isso, utilizamos o recurso Caixa das guias Início e Sólido e criamos uma espécie de retângulo logo acima das janelas para depois, extrudá-la também. O mesmo recurso foi utilizado para os vitrôs e os batentes das portas. Depois de extrudarmos todos os itens descritos acima, nosso projeto ficou com a seguinte aparência: Com as paredes e batentes já extrudados, ficaram faltando as colunas da nossa área de serviço e da garagem. Para que fosse possível criá-las, também utilizamos o recurso Caixa tendo como base as linhas na cor ciano que foram criadas anteriormnte. Criando o Piso 55

59 Dando continuidade ao projeto, criamos o piso da residência. Para criá-lo, alteramos a vista da nossa planta para Superior e, com o auxílio da ferramenta Retângulo, desenhamos um retângulo que ocupou toda a área do nosso projeto. Para aplicar o material no piso, usamos o recurso Região. Com esse recurso, criamos uma região à partir de um conjunto de objetos selecionados. Para acessar este comando, podemos usar: Depois de transformarmos nosso retângulo em uma região, criamos um material para ser usado como textura no mesmo. Para esta textura, utilizamos um padrão já pronto dentro da pasta do curso. Após importá-lo alteramos as dimensões do mesmo para que pudéssemos adequá-lo à escala do nosso projeto. Com as dimensões já configuradas, restou apenas inserirmos o material Laca - Branca para alterarmos a cor do nosso piso. Depois de pronto, nosso piso apresentou o seguinte aspecto: Criando a cobertura em 3D 56

60 Nesta etapa, criamos a cobertura do projeto em 3D. Para isso, utilizamos o modelo já criado para a planta baixa e aplicamos os recrusos que fizeram a elevação das águas. Nesse exercício, utilizamos a ferramenta Estampar, cuja função é estampar geometrias 2D em sólidos 3D. Esse recurso pode ser acessado através do: Após copiarmos a estrutura que representa o telhado do nosso projeto, traçamos uma polilinha em todas as arestas, deixando o telhado com a seguinte aparência: Com a polilinha já criada, utilizamos o recurso Estampar e selecionamos todas as arestas do telhado. Para finalizar, selecionamos a opção Aresta do painel Subobjeto. Com esse procedimento, extrudamos apenas as arestas do nosso telhado permitindo, assim, que o mesmo ficasse com uma caída de aproximadamente 30o, que é o padrão normalmente utilizado no meio da construção civil. Abaixo, podemos visualizar como nosso projeto ficou: 57

61 Com o telhado já no seu devido formato e posicionado, criamos um material para o mesmo. Como base para esse material, utilizamos o arquivo Telas.jpg localizado dentro da pasta do curso. Em seguida, redimensionamos o material para que fosse possível utilizá-lo em nosso projeto. Depois do material aplicado ao telhado e o projeto renderizado, obtivemos o seguinte resultado: 58

62 Aplicando luzes Em um ambiente qualquer, onde temos objetos reais, sempre haverá diferenciação de instensidade luminosa, dependendo de onde o observador esteja posicionado. Isso porque as fontes luminosas não permitem que uma luminosidade esteja uniformemente distribuída num ambiente qualquer. Não podemos esquecer que enquanto não criarmos nenhum ponto de luz adicinal, o AutoCAD utiliza a luz padrão. Podem ser controladas intensidade, direção, cor, etc, que influenciam de forma significativa na imagem final. O AutoCAD permite a inserção dos seguintes tipos de fontes luminosas: - Sol: A luz do sol é inserida pela definição de uma posição geográfica com data, hora e posição em relação ao norte; - Ponto: Luz proveniente de um ponto luminoso. Equivale a uma lâmpada incandescente; - Spot: Luz proveniente de um spot, ou seja, um foco luminoso; - Distante: Luz distante. Equivale a um foco luminoso muito distante do objeto em questão, ou à luz solar. Ao inserir cada tipo de iluminação, um ícone correspondente é inserido no desenho indicado. Os recursos de iluminação podem ser encontrados em: 59

63 Em nosso projeto, o ponto de iluminação foi inserido na frente do terreno, ou seja, de frente com a garagem. Ao término, renderizamos o projeto e obtivemos o seguinte resultado de iluminação: Trabalhando com Impressão Para cada desenho podemos definir uma configuração de plotagem que define os parâmetros para a saída atual. Esses parâmetros incluem os parâmetros de caneta, otimização, área, origem, escala e rotação da plotagem. Embora os padrões para essas configurações sejam definidos pela configuração do plotter, podemos alterá-los quando quisermos. Imprimir ou Plotar: Permite a impressão do arquivo na impressora ou plotter propriamente dito. Para acessar este comando, podemos utilizar: Ao acionarmos o comando Imprimir, podemos visualizar a caixa de diálogo Plotar - Modelo. Nela, podemos alterar o campo Nome da opção Impressora/plotadora de acordo com o modelo 60

64 que temos e, no campo Tamanho do papel, definimos o papel que será usado na impressão. Para visualizarmos o resultado antes de imprimirmos de fato, basta clicarmos no botão Visualizar. Para fecharmos o modo de visualização, basta clicarmos no botão Fechar janela de visualização. Na caixa de diálogo Plotar - Modelo, também encontramos a opção de selecionar apenas os objetos que desejamos imprimir, neste caso, foi utilizado o campo O que plotar e alterada a opção Janela e, em seguida, selecionamos apenas os objetos desejados. 61

65 Antes de imprimirmos o projeto utilizando uma impressora plotter foram realizadas outras configurações, nesse caso, ativamos o botão Mais Opções: Ao ativarmos esse botão, foram mostradas mais opções e, no campo Tabela de estilos de Plotagem (atribuições da caneta), selecionamos a opção acad.ctb. Ao escolhermos esta opção, apareceu na tela a caixa de diálogo Pergunta, onde confirmamos clicando em Sim. Ao ativarmos o botão Editar, foi aberta a caixa de diálogo Editor de tabela de estilo de plotagem - acad.ctb. Com a guia Visualização do formato ativa, pudemos atribuir espessura e cortes à caneta. Por exemplo, se desejássemos que todo o desenho fosse em caneta preta, batava trocar a cor de todas as penas. Caso tenhamos que alterar a espessura da linha, podemos utilizar o campo Espessura de linha. Esta alteração deve ser feita da mesma maneira que fizemos com a cor, selecioando primeiramente a cor e, depois, escolher a espessura adequada. Para confirmar as alterações realizadas, clicamos no botão Salvar e Fechar. Logo após, voltaremos para caixa de diálogo Plotar - Modelo. Para visualizar o resultado, clicamos no botão Visualizar: 62

66 Ao fecharmos a visualização, clicamos no botão Aplicar no layout em seguida, clicamos em OK para confirmar. 63

Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007

Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007 Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007 1 - Inicialmente, na Barra de Camadas clique no ícone (Gerenciador de Propriedades da Camada), para configurar o estilo de camada: 2 - Na caixa de

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AUTOCAD

INTRODUÇÃO AO AUTOCAD INTRODUÇÃO AO AUTOCAD O AUTOCAD é um software que se desenvolveu ao longo dos últimos 30 anos. No início o programa rodava no sistema D.O.S., o que dificultava um pouco seu uso. Com o surgimento do sistema

Leia mais

José A. Cancela. Pág. 1

José A. Cancela. Pág. 1 José A. Cancela. Pág. 1 Índice 1. Configurações das barras de ferramentas 4 2. Configuração do fundo da tela 4 3. Configuração do cursor 5 4. Criar Arquivo 5 4.1. Tipo de arquivo 6 5. Salvar arquivo 6

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

INTRODUÇÃO WORKCAD NA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

INTRODUÇÃO WORKCAD NA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INTRODUÇÃO O WorkCAD é uma ferramenta para criação, edição e impressão de projetos assistidos por computador (CAD - Computer Aided Design) que inclui a criação e gerenciamento de projetos 3D, maquetes

Leia mais

UM CORTE COMPLETO >PARA QUALQUER VERSÃO PLENA DO DATACAD<

UM CORTE COMPLETO >PARA QUALQUER VERSÃO PLENA DO DATACAD< www.datacad.com.br Aula Extra 4 UM CORTE COMPLETO >PARA QUALQUER VERSÃO PLENA DO DATACAD< Obs.: Esta aula requer o uso de uma versão plena do DataCAD, por que prevê o uso do comando de Máscaras. Caso você

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

APOSTILA V DAC. Ferramentas Importantes

APOSTILA V DAC. Ferramentas Importantes APOSTILA V DAC Ferramentas Importantes FERRAMENTAS IMPORTANTES PARA A EXECUÇÃO DE UM DESENHO A importância do ZOOM A sintaxe do comando ZOOM permite selecionar um dos diferentes tipos de zoom, conforme

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas

Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas Perguntas mais Frequentes sobre Escalas no AutoCAD e suas Respostas Cleber Reis Professor de AutoCAD 2D e 3D AC5904-V Compreender as escalas no AutoCAD pode parecer uma tarefa difícil, mas não é. Qual

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 2- Clique em NOVO 3- Para mudar a cor do fundo digite OP (de options): Se quiser veja o vídeo ilustrativo desse procedimento: http://www.youtube.com/watch?v=g7kig_yhpx4

Leia mais

DESENVOLVENDO A FACHADA

DESENVOLVENDO A FACHADA www.datacad.com.br Aula Extra 3 DESENVOLVENDO A FACHADA DESENVOLVENDO A FACHADA DOS PAVIMENTOS A PARTIR DA PLANTA BAIXA: Para isso, utilizaremos como referência as plantas baixas de cada pavimento. Com

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

APOSTILA DE DESENHO TÉCNICO NO COREL DRAW PROFESSORA GRAZIELA BRUNHARI KAULING UNIDADE 02: COREL DRAW

APOSTILA DE DESENHO TÉCNICO NO COREL DRAW PROFESSORA GRAZIELA BRUNHARI KAULING UNIDADE 02: COREL DRAW APOSTILA DE DESENHO TÉCNICO NO COREL DRAW PROFESSORA GRAZIELA BRUNHARI KAULING UNIDADE 02: COREL DRAW 1 INTRODUÇÃO ÀS FERRAMENTAS DO PROGRAMA COREL DRAW INTRODUÇÃO O Corel Draw é um programa de design

Leia mais

Microsoft PowerPoint

Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint Microsoft PowerPoint é utilizado para desenvolver apresentações. Os trabalhos desenvolvidos com este aplicativo normalmente são apresentados com o auxílio de um datashow. Apresentações

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ NOVEMBRO / 2007 17 APRESENTAÇÃO Este material foi solicitado pela Secretaria Municipal da Administração SEMAD, e elaborado com o intuito de capacitar os servidores desta prefeitura, de todos os cargos

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE. Tutorial SweetHome3D

Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE. Tutorial SweetHome3D Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE Tutorial SweetHome3D Trabalho apresentado ao Prof. Carlo na Disciplina de Software Livre no curso Pós Graduação em Tecnologia da Informação Aplicada a

Leia mais

Crie um sofá em 3D no AutoCad 13 ou 14

Crie um sofá em 3D no AutoCad 13 ou 14 Crie um sofá em 3D no AutoCad 13 ou 14 Leitores pediram mais detalhes nas explicações e nos comandos e estão sendo atendidos 0 modelo escolhido para essa edição foi um sofá de três lugares. Atendendo a

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

O Software... 3. Ferramentas Fixas...7 Ajuda...7 Atualização automática...7 Info...7. Configurações... 8 Verificar conexões... 8

O Software... 3. Ferramentas Fixas...7 Ajuda...7 Atualização automática...7 Info...7. Configurações... 8 Verificar conexões... 8 Sumário O Software... 3 O IrrigaCAD...3 Versões do AutoCAD...3 Configurações Mínimas...3 Acionamento... 4 Elementos Gráficos... 4 Apresentando as Ferrametas...5 Barra de Títulos e Agrupamentos...5 Ferramentas

Leia mais

Aprendendo AutoCAD 2011

Aprendendo AutoCAD 2011 Samuel João da Silveira Aprendendo AutoCAD 2011 Simples e Rápido Visual Books Sumário Prefácio...15 Introdução...17 Capítulo 1 - Inicializando o AutoCAD...19 1.1 Criar um Novo Desenho... 22 1.2 Definindo

Leia mais

APOSTILA WORD BÁSICO

APOSTILA WORD BÁSICO APOSTILA WORD BÁSICO Apresentação O WORD é um editor de textos, que pertence ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de textos, cartas, memorandos, documentos, mala

Leia mais

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br Estalo Thermal Design Conteúdo Apresentação...4 1.1 O QUE É O ESTALO THERMAL DESIGN?...4 1.2 ONDE ELE SE APLICA?...4 1.3 COMO SE REALIZA A ENTRADA DE DADOS?...4 Ajuda para utilização do programa...5 2.1

Leia mais

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1 EXCEL BÁSICO Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041 www.melissalima.com.br Página 1 Índice Introdução ao Excel... 3 Conceitos Básicos do Excel... 6

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

Corel Draw 12. Enviado por: Jair Marcolino Felix. Rua Dr. Osvaldo Assunção nº 72 Tucano BA Próximo a Escola de Artes e Ofícios (antigo CESG)

Corel Draw 12. Enviado por: Jair Marcolino Felix. Rua Dr. Osvaldo Assunção nº 72 Tucano BA Próximo a Escola de Artes e Ofícios (antigo CESG) Corel Draw 12 Enviado por: Jair Marcolino Felix Corel Draw 12 O Corel Draw é um programa de design gráfico pertencente à Corel.O Corel Draw é um aplicativo de ilustração e layout de página que possibilita

Leia mais

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007 Esta é a nossa 7ª Aula. Nesta aula vamos aprender a usar o comando Hachura e criar um estilo de contagem adequado ao desenho arquitetônico. Ao completar então a nossa planta baixa conforme recomendações

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Conhecendo o Word... 2 Configurar área de trabalho... 3 Abrir um arquivo já gravado:... 5 Salvar (guardar) o seu trabalho:... 6

Conhecendo o Word... 2 Configurar área de trabalho... 3 Abrir um arquivo já gravado:... 5 Salvar (guardar) o seu trabalho:... 6 Microsoft Word 1- Conhecendo o Word... 2 2- Configurar área de trabalho... 3 3- Abrir um arquivo já gravado:... 5 4- Salvar (guardar) o seu trabalho:... 6 5- Formatar a fonte:... 7 6- Desfazendo / repetindo

Leia mais

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER 1 1 Editor de Texto BrOffice Writer O Writer é o editor de texto do pacote OpenOffice, que corresponde ao Microsoft Word. Um editor de texto é um programa com recursos para formatação de texto que poderá

Leia mais

APOSTILA 3D (notas de aula)

APOSTILA 3D (notas de aula) PROJETO E COMPUTAÇÃO GRÁFICA APOSTILA 3D (notas de aula) Prof a. Renata Maria A. Baracho Porto Prof. Marcelo Franco Porto Abril 2010 1 Professores Prof a Renata Maria A. Baracho Porto Prof. Marcelo Franco

Leia mais

Manual da AGENDA GRACES 2011

Manual da AGENDA GRACES 2011 1 Agenda Graces Manual da AGENDA GRACES 2011 O Sistema Agenda Graces integrada ao Sistema Graces e Agenda Graces Grátis foi desenvolvido pela empresa Quorum Informática. Este Manual tem por objetivo atender

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

Guia de Referência Complementar ao manual do ARCHUS

Guia de Referência Complementar ao manual do ARCHUS D+ Design Plus Guia de Referência Complementar ao manual do ARCHUS - software para desenvolvimento de projetos versão D+ - Design Plus Guia de Referência Desenvolvido por: www.dynamiccad.com.br Todos os

Leia mais

Microsoft Excel 2010

Microsoft Excel 2010 Microsoft Excel 2010 Feito por Gustavo Stor com base na apostila desenvolvida por Marcos Paulo Furlan para o capacitação promovido pelo PET. 1 2 O Excel é uma das melhores planilhas existentes no mercado.

Leia mais

Módulo de Georreferenciamento. Sistema. Página 1/75

Módulo de Georreferenciamento. Sistema. Página 1/75 Módulo de Georreferenciamento Sistema Página 1/75 Para iniciar o Módulo de Georreferenciamento acesse, no AutoCAD a partir do Menu flutuante >Posição >Georreferenciamento >Módulo de Georreferenciamento.

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

BrOffice Impress Módulo 06 ÍNDICE

BrOffice Impress Módulo 06 ÍNDICE ÍNDICE VÍDEO 1 Trabalhando com o BrOffice.org Impress VÍDEO 2 Conhecendo o BrOffice.org Impress VÍDEO 3 Criando uma nova apresentação VÍDEO 4 Estrutura de tópicos VÍDEO 5 Layout VÍDEO 6 Trabalhando com

Leia mais

NAPNE / RENAPI. Google SketchUp 8

NAPNE / RENAPI. Google SketchUp 8 NAPNE / RENAPI Google SketchUp 8 Agosto de 2011 Sumário 1 Introdução... 4 2 Requisitos básicos... 4 3 Itens... 4 3.1 Assista os tutoriais em vídeo... 5 3.2 Leia dicas e truques... 6 3.3 Visite a Central

Leia mais

EXCEL: VISÃO GERAL 4

EXCEL: VISÃO GERAL 4 EXCEL: VISÃO GERAL 4 Conhecendo o Excel 4 Conhecendo a área de trabalho 5 Entrada na barra de Fórmulas 6 Iniciando o programa 6 Abrindo uma pasta de planilhas 6 Inserindo dados 6 Apagando o conteúdo de

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

Trabalhando com Imagens no Word XP

Trabalhando com Imagens no Word XP Table of Contents Trabalhando com imagens...1 A barra de desenho...2 Tela de desenho...2 Caixa de Texto...3 Linha...4 Seta...4 Retângulo (e quadrado)...5 Elipse (e círculo)...5 AutoFormas...6 Modificação

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Manual Simulador de Loja

Manual Simulador de Loja Manual Simulador de Loja Índice Início Menu Loja Modelo Loja Modelo Menu Criar Minha Loja Criar Minha Loja Abrir Projeto Salvo Teste Seu Conhecimento 0 04 05 08 09 8 9 0 Início 5 4 Figura 00. Tela inicial.

Leia mais

UMC Inventor 8 Procedimento para criação de um modelo de peça paramétrica simples projeto Projeto.

UMC Inventor 8 Procedimento para criação de um modelo de peça paramétrica simples projeto Projeto. UMC - Tecnologia de Automação Industrial Desenho 3 Prof.: Jorge Luis Bazan. Modulo 2 Inventor 8 Procedimento para criação de um modelo de peça paramétrica simples a) Defina um novo projeto para conter

Leia mais

Word e Excel. Marque Certo ou Errado

Word e Excel. Marque Certo ou Errado A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com um texto em processo de edição. Nesse texto, a expressão União Européia é o único trecho formatado como negrito e a palavra continente está selecionada.

Leia mais

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK 1 SÚMARIO ASSUNTO PÁGINA Componentes da Lousa... 03 Função Básica... 04 Função Bandeja de Canetas... 05 Calibrando a Lousa... 06

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

a) Crie 3 novos layers: margem (neste exemplo foi utilizada cor 30), vp e cotas.

a) Crie 3 novos layers: margem (neste exemplo foi utilizada cor 30), vp e cotas. Capítulo 6- Impressão, inserção de cotas e atributos Quando você cria um desenho no ProgeCAD, deve lembrar que este desenho, na grande maioria dos casos, será impresso. Numa primeira abordagem foi indicado

Leia mais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais

1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Lição 1 Fluxo de trabalho de desenho de quadros estruturais Visão geral do fluxo de trabalho de desenho de quadro estrutural Você pode criar segmentos de caminho e quadros estruturais usando o aplicativo

Leia mais

MML-Projetos de Arquitetura - CAD 2D - DraftSight - Comandos de desenho e modificação

MML-Projetos de Arquitetura - CAD 2D - DraftSight - Comandos de desenho e modificação ÍNDICE MML-Projetos de Arquitetura - CAD 2D - DraftSight - Comandos de desenho e modificação 3 - INTERFACE - A interface do usuário 6 - INTERFACE - Mais informações 9 - Configurações de Esboço 9 - Configurações

Leia mais

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica Sumário Atualizando a tabela dinâmica Exibição de páginas em planilhas separadas Detalhando / ocultando os dados da planilha Gráfico dinâmico Gráfico dinâmico (cont.) Alterando a formatação do gráfico

Leia mais

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007 4 Desenhando com precisão 4.1 Barra de Status e Teclas de Funções A barra de Status está localizada abaixo da linha de comando (figura 2), onde visualizamos as coordenadas do cursor e várias opções de

Leia mais

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD 1 1. INTRODUÇÃO. RETAS CAD Iniciaremos o estudo das retas construindo no CAD alguns exercícios já construídos na aula teórica utilizando a régua e o compasso. Entretanto, o nosso compasso aqui será o comando

Leia mais

MICROSOFT PowerPoint 2000 SUMÁRIO

MICROSOFT PowerPoint 2000 SUMÁRIO MICROSOFT PowerPoint 2000 SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O PowerPoint 2000 03 - ASSISTENTE DE AUTOCONTEÚDO 04 - MODELO DE ESTRUTURA 05 - INICIAR COM UM MODELO DE ESTRUTURA 06 - ESCOLHER UM AUTOLAYOUT

Leia mais

BrOffice Impress. FREDERICO J. D. MÖLLER PET Mecatrônica/BSI IF Sudeste MG Campus Juiz de Forta. Frederico Möller

BrOffice Impress. FREDERICO J. D. MÖLLER PET Mecatrônica/BSI IF Sudeste MG Campus Juiz de Forta. Frederico Möller BrOffice Impress FREDERICO J. D. MÖLLER PET Mecatrônica/BSI IF Sudeste MG Campus Juiz de Forta Objetivos: Apresentar conceitos básicos sobre software livre e informática. Apresentar a interface do BrOffice

Leia mais

Introdução. Abrindo o programa SolidWorks 2011

Introdução. Abrindo o programa SolidWorks 2011 SolidWorks 2011 Sumário Introdução... 1 Abrindo o programa SolidWorks 2011... 1 Conhecendo o ambiente de trabalho do SolidWorks 2011... 2 Criando um arquivo de peça... 8 Ferramentas do SolidWorks: Linha...

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

Notas de Aula AutoCad Prof. Sérgio Viana

Notas de Aula AutoCad Prof. Sérgio Viana Área de Trabalho Juntamente com a área de trabalho, poderão estar abertas algumas barras de ferramentas nas laterais da tela, que servem de suporte ai desenho. Janelas de Comandos Figura 1 Área de trabalho

Leia mais

Tutorial do Sistema GeoOffice. Todos os direitos reservados (1999-2002)

Tutorial do Sistema GeoOffice. Todos os direitos reservados (1999-2002) Tutorial do Sistema GeoOffice Todos os direitos reservados (1999-2002) Sistema GeoOffice Sistema Topográfico Solution Softwares Tutorial Passo a Passo Conteúdo I Tabela de Conteúdos Foreword 0 Parte I

Leia mais

10 Formatos Padrões de Folha. 10.1 Tamanhos das folhas - NBR 10068

10 Formatos Padrões de Folha. 10.1 Tamanhos das folhas - NBR 10068 Esta é a nossa 11ª aula, prevista para o dia 30 de abril. As aulas do dia 16 e 23 de usaremos para o desenho do projeto elétrico. Todo desenho deve ser impresso em folha padrão, com legenda padrão e em

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME Apresentação Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE POWER POINT 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha.

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Treinamento IDCad 2015

Treinamento IDCad 2015 Treinamento IDCad 2015 Carregar IDCad Instalando e configurando o IDCad 2015 (Ver guia de Instalação). Abrindo o IDCad 2015. Criando parede inicial. Desenhar paredes comandos (PARE, PARD, PARC). Executar

Leia mais

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela Aula 01 - Formatações prontas e Sumário Formatar como Tabela Formatar como Tabela (cont.) Alterando as formatações aplicadas e adicionando novos itens Removendo a formatação de tabela aplicada Formatação

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

DESENHO DE PLANTA BAIXA EM SOFTWARE AUTOCAD 2000

DESENHO DE PLANTA BAIXA EM SOFTWARE AUTOCAD 2000 Glaucius Décio Duarte APOSTILA DESENHO DE PLANTA BAIXA EM SOFTWARE AUTOCAD 2000 CEFET/RS CEFET/RS - Curso de Edificações - Apostila de Informática Aplicada - Modulo 1 - S2 - Prof. Msc. Glaucius Décio Duarte

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

Manual UFC9. Software para Traçado e Cálculo de Redes de Esgotos em AutoCAD. Orientador: Marco Aurélio Holanda de Castro

Manual UFC9. Software para Traçado e Cálculo de Redes de Esgotos em AutoCAD. Orientador: Marco Aurélio Holanda de Castro Manual UFC9 Software para Traçado e Cálculo de Redes de Esgotos em AutoCAD Orientador: Marco Aurélio Holanda de Castro Programadores: Alessandro de Araújo Bezerra Gustavo Paiva Weyne Rodrigues Índice Introdução

Leia mais

A interface do programa

A interface do programa AutoCAD 2011 Sumário A interface do programa... 1 A interface do programa... 6 Comandos básicos... 12 Coordenadas... 24 Desenhando Circunferências... 27 Desenhando com Arcos... 29 Desenhando com Retângulos...

Leia mais

DESENHO DE ARQUITETURA PLANTA BAIXA AULA 01 PROF ALINE FERNANDES

DESENHO DE ARQUITETURA PLANTA BAIXA AULA 01 PROF ALINE FERNANDES DESENHO DE ARQUITETURA PLANTA BAIXA PLANTA BAIXA PLANTA BAIXA PLANTA BAIXA PLANTA BAIXA PLANTA BAIXA PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA: 1. Deve-se estimar o tamanho

Leia mais

Licenciamento de Uso

Licenciamento de Uso Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: 1. As apostilas publicadas pelo Centro de Computação da Unicamp

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais

Tour pela área de trabalho

Tour pela área de trabalho Tour pela área de trabalho Bem-vindo ao CorelDRAW, um programa abrangente de desenho e design gráfico baseado em vetor para o profissional gráfico. Neste tutorial, você se familiarizará com a terminologia

Leia mais

Para alterar o texto diretamente na página selecione a ferramenta Texto e clique sobre o bloco de texto parágrafo ou artístico.

Para alterar o texto diretamente na página selecione a ferramenta Texto e clique sobre o bloco de texto parágrafo ou artístico. Quando precisarmos utilizar trechos de texto mais longos, como frases inteiras e parágrafos, utilizaremos o recurso Texto Parágrafo. Para iniciarmos um texto parágrafo selecionamos a ferramenta Texto e

Leia mais

Introdução ao GeoGebra

Introdução ao GeoGebra Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Introdução ao GeoGebra Prof. Dr. José Carlos de Souza Junior AGOSTO 2010 Sumário 1 Primeiros Passos com o GeoGebra 4 1.1 Conhecendo o Programa............................

Leia mais

1 Crie uma pasta (dentro do seu diretório) com o seu nome. 2. Se tiver dúvida pergunte o seu professor

1 Crie uma pasta (dentro do seu diretório) com o seu nome. 2. Se tiver dúvida pergunte o seu professor i.exe FrontPage Criação de Home Page s PPaaggi innaa 1 Sobre FrontPage Parte 1 Front Page é uma ferramenta para criação e gerenciamento de web s.o aluno não necessita de nenhum conhecimento de programação

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL

INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL INFORMÁTICA APLICADA III APOSTILA VISUAL LEVANTAMENTOS QUANTITATIVOS EM PLANTAS LIGANDO O EXCEL AO AUTOCAD Para que possamos estudar os custos em uma construção, além de estarmos municiados com um bom

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0 Ajuda ao Usuário A S S I S T E N T E P I M A C O + 2.2.0 Ajuda ao usuário Índice 1. BÁSICO 1 1. INICIANDO O APLICATIVO 2 2. O AMBIENTE DE

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 05 - Desvendando o GeoGebra PARTE 04 - COMO APAGAR OBJETOS. Ao iniciar o GeoGebra,

Leia mais

TUTORIAL SCRIBUS 1.4.2

TUTORIAL SCRIBUS 1.4.2 1 TUTORIAL SCRIBUS 1.4.2 Marinez Siveris asiveris@via-rs.net O que é o Scribus? O Scribus é um excelente programa livre para a produção de revistas, propagandas, jornais, enfim, qualquer documento que

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Apostila de AutoCAD Módulo Básico

Apostila de AutoCAD Módulo Básico UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE ENGENHARIA Apostila de AutoCAD Módulo Básico Nicholas Appes Mota Raphael Martins do Valle Bolsistas do Grupo PET Civil da UFJF Juiz de Fora 2011 Introdução

Leia mais

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007

CEFET-SC - Un. São Jojé Área de Refrigeração e Ar Condicionado Prof. Gilson - Desenho Técnico com Auxílio do AutoCAD 2007 Esta é a nossa 6ª Aula. Nesta aula vamos aprender a organizar um desenho por camadas, calcular a área de um ambiente, inserir textos, tabelas e bloco num desenho. Devemos concluir a aula com a planta baixa

Leia mais

EXCEL. Treinamento Básico

EXCEL. Treinamento Básico UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DECon Departamento de Economia e Contabilidade Laboratório Contábil EXCEL Treinamento Básico JUL/2002 1 SUMARIO Introdução 05 Conhecendo

Leia mais

Acesso do teclado à faixa de opções

Acesso do teclado à faixa de opções Excel > Acessibilidade Atalhos do teclado no Excel 2010 Ocultar tudo Este artigo descreve o que são Dicas de Teclado e como você pode usá-las para acessar a faixa de opções. Ele também lista as teclas

Leia mais

Seleção Retangular Esta é uma das ferramentas mais usadas. A seleção será indicada pelas linhas tracejadas que fazem a figura de um retângulo.

Seleção Retangular Esta é uma das ferramentas mais usadas. A seleção será indicada pelas linhas tracejadas que fazem a figura de um retângulo. O que é o Gimp? O GIMP é um editor de imagens e fotografias. Seus usos incluem criar gráficos e logotipos, redimensionar fotos, alterar cores, combinar imagens utilizando o paradigma de camadas, remover

Leia mais