ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLEM 2012

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLEM 2012"

Transcrição

1 ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLEM 2012 SILVA.Thiago Pereira da ¹ SOUZA. Monica Marcelino de ¹ BARROS. Ana Patrícia Martins ¹ BARBOSA. Daniela de Brito ¹ RESUMO Universidade Estadual da Paraíba-UEPB Este trabalho procura avaliar se os livros usados no 1º ano do ensino médio das escolas públicas estão realmente de acordo com os critérios estipulados pelos Programas Nacionais Curriculares (PCN ). A análise dos resultados foi obtida através de uma detalhada descrição dos critérios necessários para que o livro atenda a todas as exigências para um bom ensino. Após as análises o que foi constatado é que, nenhum dos livros pesquisados e que foram selecionados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) para atuarem como mediadores do conhecimento de Química tinham em sua totalidade os critérios necessários. INTRODUÇÃO Segundo Machado (s.a), o ensino de Química subtende uma postura onde esse processo faz-se centrado no professor (que ensina) e, em situações extremas, pode resumir-se a ações em sala de aula. Já por Educação Química entendemos uma postura onde valoriza-se a construção de conhecimentos pelo aluno (que elabora conceitos) e a extensão do processo ensinoaprendizagem ao cotidiano, a práticas de pesquisa experimental, ao exercício da cidadania e ao resgate da História da Ciência como veículo contextualizador, humanizador e recurso instrucional importante. Segundo os PCN s (1999), o aprendizado de Química pelos alunos de Ensino Médio implica que eles compreendam as transformações químicas que ocorrem no mundo físico de forma abrangente e integrada e assim possam

2 julgar com fundamentos as informações advindas da tradição cultural, da mídia e da própria escola e tomar decisões autonomamente, enquanto indivíduos e cidadãos. Esse aprendizado deve possibilitar ao aluno a compreensão tanto dos processos químicos em si quanto da construção de um conhecimento científico em estreita relação com as aplicações tecnológicas e suas implicações ambientais, sociais, políticas e econômicas. Tal a importância da presença da Química em um Ensino Médio compreendido na perspectiva de uma Educação Básica. No entanto, o que se observa é que segundo os PCN s ( 1999), o ensino de Química tem se reduzido à transmissão de informações, definições e leis isoladas, sem qualquer relação com a vida do aluno, exigindo deste quase sempre a pura memorização, restrita a baixos níveis cognitivos. Enfatizam-se muitos tipos de classificação, como tipos de reações, ácidos, soluções, que não representam aprendizagens significativas. Transforma-se, muitas vezes, a linguagem química, uma ferramenta, no fim último do conhecimento. Reduz-se o conhecimento químico a fórmulas matemáticas e à aplicação de "regrinhas", que devem ser exaustivamente treinadas, supondo a mecanização e não o entendimento de uma situação-problema. Em outros momentos, o ensino atual privilegia aspectos teóricos, em níveis de abstração inadequados aos dos estudantes. Nesse sentido, o livro didático tem um papel relevante no processo ensino-aprendizagem de Química. Portanto deve ser escolhido pelos educadores de forma crítica, consciente e condizente com a realidade em que a escola esteja inserida. De acordo com o MEC (Brasil, 1994), o contexto educacional contemporâneo exige, cada vez mais, um professor capaz de suscitar nos alunos experiências pedagógicas significativas, diversificadas e alinhadas com a sociedade na qual estão inseridos. Dentro dessa perspectiva a escolha de materiais e em específico de um livro didático, assume um papel relevante dentro do processo de ensino e aprendizagem. Dentro dessa visão é necessário definir critérios de análise que irão nortear de forma adequada um recurso que torna-se fundamental para a vida dos alunos. Entre esses critérios que devem ser analisados, o MEC(

3 Brasil, 1994) destaca: Imagens presentes no livro didático; Linguagem e rigor cientifico; Atividades experimentais propostas; Evolução histórica do conteúdo; Contextualização do conteúdo; Abordagem metodológica do conteúdo; Relacionamento do conteúdo com o desenvolvimento tecnológico; Aspectos inerentes aos exercícios e problemas que são disponibilizados. Nesse sentido, o presente artigo tem como objetivo diagnosticar se esses critérios colocados no parágrafo anterior, encontram-se ou não, presentes nos livros didáticos de Química do PNLEM (Programa Nacional de Livros Didáticos para o Ensino Médio) METODOLOGIA O método de procedimento utilizado neste trabalho foi uma pesquisa exploratória, onde foi analisada uma vasta bibliografia acerca do tema, com o objetivo de investigar se realmente esses livros seguem os critérios exigidos e qual a importância que os mesmos possuem como agente facilitador no processo de ensino-aprendizagem do conhecimento da Ciência Química. Dessa forma foram analisadas 4 livros de Química do 1º ano do Ensino Médio propostos pelo PNLD As obras foram analisadas seguindo os seguintes critérios, em ordem de importância: (1) imagens presentes no livro didático; (2) linguagem e rigor científico; (3) atividades experimentais propostas; (4) evolução histórica do conteúdo; (5) contextualização do conteúdo; (6) abordagem metodológica do conteúdo; (7) relacionamento do conteúdo com o desenvolvimento tecnológico; (8) aspectos inerentes aos exercícios e problemas que são disponibilizados. O primeiro deles (1) se refere às figuras estão em conformidade com o que o texto apresenta, se elas realmente transmitem a ideia que deveriam ou, se estão apenas tendo o papel ilustrativo e sem muita importância no assunto

4 abordado. A segunda (2) visa mais o lado da linguagem, procura analisar se o autor se preocupou com o entendimento do aluno ao mesmo tempo em que usou a linguagem científica da Química, fazendo assim com que o aluno vá se habituando com uma linguagem mais rebuscada. A terceira (3) e a quinta (5) tratam de como o assunto é abordado quando se fala com o cotidiano, fazendo assim o aluno levar para o seu dia a dia os exemplos e experiências aprendidas em sala de aula, com isso, um ponto a ser observado é quanto as experiências poderem ser feitas com matériais de fácil acesso. A quarta categoria (4) vem mostrar a necessidade de um ensino que não busque apenas a questão de transmissão de conteúdos e fórmulas, mas sim um ensino que busque compreender a história da Química, para que se compreenda que a ciência não surge do nada, mas que é fruto de uma construção histórica, política, econômica e social que se dá através dos tempos. A sexta (6) e sétima categorias (7) também podem ser analisadas em paralelo, já que, ambas buscam elevar a capacidade de pensar do aluno, fazendo com que este, não se detenha apenas a estudar o assunto abordado mas, veja também a relação do mesmo com os demais, principalmente quando analisados do ponto de vista do desenvolvimento tecnológico que estamos vivenciando a cada dia. O último deles (8), procura observar se os exercícios buscam uma intertextualidade entre os assuntos visto ou se, eles apenas se detém ao assunto em pauta. Os livros analisados no trabalho estão expostos no quadro á seguir: LIVROS AUTORES EDITORA VOLUME 1-QUÍMICA 2-QUIMICA PARA A NOVA GERAÇÃO- QUIMICA CIDADÃ Andréa Horta Machado/ Eduardo Fleury Mortimer Eliane Nilvana F. de Castro /Gentil de S. Silva /Gerson de Souza Mól Roseli T. Matsunaga /Sálvia Barbosa Farias /Sandra Maria de Oliveira Santos / SCIPIONE Vol 1 NOVA GERAÇÃO Vol 1 Siland Meiry França Dib /Wildson Luiz Pereira dos Santos 3-SER Julio Cesar Foschini SM Volume único

5 PROTAGONISTA QUIMICA 4-QUÍMICA NA ABORDAGEM DO COTIDIANO RESULTADOS E DISCUSSÃO Lisboa (Conteúdos do 1º ano) Eduardo Leite do MODERNA Vol 1 canto/ Francisco Miragaia Peruzzo Fazendo uma análise do Livro 1 ( Química ) dos autores Mortimer e Machado ( 2012), Volume 1, na categoria 1 o livro apresenta uma quantidade significativa de imagens, no entanto, ainda podemos observar que, em alguns assuntos se fazem necessárias mais imagens para a compreensão de alguns conceitos. As imagens são nítidas o que facilita na compreensão desses conceitos. Quando se diz respeito a categoria 2, a forma como a linguagem é explorada é muito interessante, pois estimula a sede de busca pelo conhecimento à partir do momento em que traz o que a linguagem científica é transposta para uma linguagem cotidiana, o que torna mais fácil a compreensão dos conteúdos. A categoria 3, traz uma gama de experimentos que podem ser realizados não só em sala de aula como também em casa. O que facilita muito na aprendizagem já que o ensino de Química com experimentação problematizadora, atrai o aluno para a observação dos fenômenos apresentados, aguçando a criticidade e facilitando a compreensão dos conteúdos. Em relação a categoria 4, os aspectos históricos são poucos discutidos e muito pontuais. Em relação a 5, no decorrer do assunto podemos observar que o livro traz uma abordagem contextualizada, mas de uma forma muito pontual, o que pode dificultar na aprendizagem dos conceitos, já que a forma simplista e limitada não favorece para tornar sólida a aprendizagem de um conceito Na categoria 6, mesmo que os assuntos sejam abordados em separado, quando analisamos a sequência, percebemos que um capítulo acaba dependendo do outro. A metodologia encontra-se bem empregada no livro, já que também trabalha com uma abordagem contextualizada e interdisciplinar,

6 buscando desenvolver nos alunos competências e habilidades necessárias para a compreensão dos conceitos químicos. Na categoria 7, os exemplos apresentados sobre a relação do conteúdo com o desenvolvimento tecnológico estão presentes, no entanto, se faria necessário um aprofundamento maior para a compreensão dos conceitos com a relação ciência-tecnologia-sociedade e questões ambientais (CTSA). Por fim, na categoria 8, em relação aos aspectos inerentes aos exercícios e problemas que são disponibilizados, os exercícios precisam apresentar questões mais problematizadoras que agucem o aluno a questionar, interpretar e analisar. É necessário desenvolver mais questões contextualizadas do que exercícios que incentivam a memorização. Fazendo uma breve análise do Livro 2 ( Química Cidadã ) dos autores Santos e Mol ( 2012 ),Volume 1, podemos observar que quando se fala da categoria 1, é notável a riqueza de imagens, que são bem contextualizadas e atuais, favorecendo na compreensão da teoria exposta nos tópicos. Na categoria 2, a linguagem científica é favorável para a compreensão dos conceitos científicos. Quanto a categoria 3, podemos afirmar que as opções de experimentos são vastas, porém, uma boa parte dos mesmo exigem no mínimo uma aparelhagem de laboratório, o que já dificultaria muito a realização destas aulas em sala de aula, devido ao fato de muitos colégios ainda não possuírem um laboratório. Não são apresentados como proposta a experimentação alternativa. A categoria 4, o que observa-se é que o conteúdo histórico é apresentado mas de uma forma muito pontual, abordando apenas algumas questões rapidamente. A alusão a esses conteúdos históricos é feito principalmente na introdução. Já ao analisar a categoria 5, observamos que o livro traz consigo uma abordagem bastante contextualizada e proposta pelas Orientações Curriculares Nacionais de Química.

7 Na categoria 6, a forma sequencial com a qual os assuntos são abordados faz com que os alunos consigam seguir um raciocínio de associação entre um tema e outro. Quanto a categoria 7, o caráter tecnológico está bem presente nos conteúdos, pois os conceitos estão associados a textos que trazem uma abordagem contextualizada do papel que a ciência exerce na sociedade através do avanço da tecnologia e das implicações que isso pode trazer do ponto de vista ambiental. Já na categoria 8, as questões apresentadas em cada assunto, apenas vem especificar exemplos daquele tema, em sua grande maioria, não possuiu uma intertextualidade com os demais. (COMO ESTÃO SENDO APRESENTADOS OS EXERCÍCIOS?) Ao fazer a análise do Livro 3 de Cesar e Lisboa (2012) volume único (avaliando apenas o conteúdo do 1º ano da página 13 à 268) Quanto a categoria 1, o livro está em conformidade com o padrão necessário, onde encontramos uma riqueza de imagens para ilustrar o assunto abordado. Quanto a categoria 2, a linguagem não foge do rigor científico e ainda se apresenta de uma forma de fácil compreensão. A categoria 3, há uma extensa variedade de tipos de experiência a serem realizadas em casa, com a utilização de materiais de fácil acesso. Também apresenta o grau de periculosidade que cada etapa da experiência apresenta. Analisando a categoria 4, os aspectos históricos encontram-se em alguns capítulos ausente. Já em relação a categoria 5, o livro traz os conteúdos com uma abordagem contextualizada. Quando falamos da categoria 6, uma sequência de capítulos segue uma ordem metodologicamente correta, fazendo com que o aluno siga um raciocínio de um capítulo para outro, facilitando a compreensão dos conceitos.

8 Na categoria 7, o desenvolvimento tecnológico apoiando os conteúdos é pouco apresentado, enquanto que, o conhecimento científico recebe um grande destaque em relação ao anterior. Finalmente, quanto a categoria 8, apenas uma pequena quantidade dos exercícios atende ao que é pedido, em sua maioria, eles são dados de uma forma bem direta, sem que haja uma associação com o dia a dia, o que limita o aluno a interpretação e raciocínio. Agora, fazendo uma breve análise do Livro 4 (Química na abordagem do cotidiano) dos autores Eduardo Leite e Miragaia (2012), Volume 1, podemos ao analisar a categoria 1, que ele não é tão rico em imagens como poderia ser e, na verdade, uma boa parte delas são apenas figuras. Analisando a categoria 2, o rigor científico é bem apresentado, no entanto a linguagem torna-se um pouco complexa na compreensão dos conceitos. Isso pode dificultar o processo ensino- aprendizagem de alguns conteúdos ministrados se não houver uma transposição adequada da linguagem por parte dos professores. A categoria 3 nos faz perceber que as experiências apresentadas são poucas, sem falar que, uma parte delas, precisam de equipamentos de laboratório, apresentando também um nível de dificuldade e de periculosidade extremos. Quanto a categoria 4, os fatos históricos receberam pouca atenção nos capítulos. Em poucos casos, estão dispostos de uma forma atraente, mas na maior parte dos assuntos os fatos históricos foram omitidos. Na categoria 5, a abordagem contextualizada é abordada de forma muito pontual e sem muito aprofundamento. O que pode dificultar na assimilação dos conceitos com o cotidiano, continuando a caracterizar o ensino de Química como tradicional, ou seja, descontextualizado. No entanto, na categoria 6, a metodologia apresentada na sequência dos conteúdos não facilita para uma melhor assimilação dos conceitos

9 químicos. A ordem dos conteúdos apresentam-se em alguns momentos inadequada para tornar a aprendizagem por parte dos alunos mais sólida. Na categoria 7, o assunto é tratado de uma forma muito tradicional, não apresentando relação do ensino com o desenvolvimento tecnológico. Finalmente, na categoria 8, os exercícios vem apresentando um caráter contextualizado e interdisciplinar, o que leva ao aluno a questionar, interpretar, avaliar, problematizar para se chegar de fato a resposta esperada. CONSIDERAÇÕES FINAIS Conclui-se que, dos 4 livros escolhidos para serem usados no primeiro ano do ensino médio nas escolas de rede pública, quando analisados quanto aos critérios necessários para uma boa formação, muito foi deixado a desejar. Em cada um deles foi constatado que alguns dos critérios encontravam-se incompletos, sendo encontrado apenas em alguns assuntos o necessário exigido. O que nos mostra que há falha nas escolhas desses livros que serão responsáveis pelo desenvolvimento e interesse do aluno na matéria de Química. REFERÊNCIAS BRASIL. Ministério da Educação. Secretária de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio: Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias.brasília: MEC/ SEMTEC, p , BRASIL. MEC.Definição de critérios para avaliação dos livros didáticos. Brasília, 1994.

10 MACHADO, Jorge Ricardo Coutinho.Considerações sobre o Ensino de Química. (Sem Ano). Disponível em: <http://www.ufpa.br/eduquim/consideracoes.htm> Acesso em: 28 de Feveireiro de 2013.

A IMPORTÂNCIA DOS LIVROS DIDÁTICOS NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DE QUÍMICA NA ESCOLA ESTADUAL ORLANDO VENÂNCIO DOS SANTOS

A IMPORTÂNCIA DOS LIVROS DIDÁTICOS NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DE QUÍMICA NA ESCOLA ESTADUAL ORLANDO VENÂNCIO DOS SANTOS A IMPORTÂNCIA DOS LIVROS DIDÁTICOS NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DE QUÍMICA NA ESCOLA ESTADUAL ORLANDO VENÂNCIO DOS SANTOS Edson de Oliveira Costa (1); Rafaela Cristina dos Santos Lima (1);

Leia mais

ABORDAGEM DE EXPERIMENTOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DA SEGUNDA SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

ABORDAGEM DE EXPERIMENTOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DA SEGUNDA SÉRIE DO ENSINO MÉDIO ABORDAGEM DE EXPERIMENTOS EM LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DA SEGUNDA SÉRIE DO ENSINO MÉDIO Joaldo Bezerra de Melo; Marconi Leal do Nascimento; Elaine Negromonte Brandão; Luciano Ferreira Gama; Aline Venâncio

Leia mais

ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLD 2015: TABELA PERIÓDICA

ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLD 2015: TABELA PERIÓDICA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLD 2015: TABELA PERIÓDICA Fernanda Dias da Silva, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), soufernandadias@gmail.com Saniel Ferreira, Universidade Federal

Leia mais

O USO DO LIVRO DIDÁTICO NAS AULAS DE QUÍMICA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS. Apresentação: Pôster

O USO DO LIVRO DIDÁTICO NAS AULAS DE QUÍMICA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS. Apresentação: Pôster O USO DO LIVRO DIDÁTICO NAS AULAS DE QUÍMICA: POSSIBILIDADES E DESAFIOS. Apresentação: Pôster Autor Principal 1 ; Rafael Silva de Araujo; Orientadora 2 ; Maristela Maria Andrade da Silva. Introdução Este

Leia mais

A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO

A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO A ABORDAGEM DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO ENSINO MÉDIO José Ijaelson do Nascimento Júnior; Catalyne Maria de Jesus Lins; Cynthia Maria de Jesus Lins; Ana Paula Freitas da Silva.

Leia mais

Palavras-chave: Ensino de Química; Contextualização; Laboratório de Química; Conceitos Científicos; Experimentação. 1. INTRODUÇÃO

Palavras-chave: Ensino de Química; Contextualização; Laboratório de Química; Conceitos Científicos; Experimentação. 1. INTRODUÇÃO A EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA NUMA PERSPECTIVA PROBLEMATIZADORA E CONTEXTUALIZADA: UM AUXÍLIO NA CONSTRUÇÃO DE CONCEITOS CIENTÍFICOS NO ENSINO MÉDIO Márcia Valente de Brito Dantas 1* Lígia Maria

Leia mais

A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA 27 a 30 de Agosto de 2014 A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA BARROSO, Poliana Polinabarroso@saocamilo-es.br BICALHO, Alessandro Erick alessandrobicalho@saocamilo-es.br

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Produção Alimentícia CURSO: Técnico em Alimentos FORMA/GRAU: (X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e suporte em Informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

A PRESENÇA DE EXPERIMENTOS ENVOLVENDO MÁQUINAS TÉRMICAS NOS LIVROS DE ENSINO MEDIO

A PRESENÇA DE EXPERIMENTOS ENVOLVENDO MÁQUINAS TÉRMICAS NOS LIVROS DE ENSINO MEDIO A PRESENÇA DE EXPERIMENTOS ENVOLVENDO MÁQUINAS TÉRMICAS NOS LIVROS DE ENSINO MEDIO Moratelli, Aline Suelem 1 ; Ax, Rafael Henrique 2 ; Clebsch, Angelisa Benetti 3 1 Instituto Federal Catarinense, Rio do

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DAS FUNÇÕES INORGÂNICA EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE ESPERANÇA- PB

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DAS FUNÇÕES INORGÂNICA EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE ESPERANÇA- PB AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DAS FUNÇÕES INORGÂNICA EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE ESPERANÇA- PB Vitória de Andrade Freire 1, Maria Betania Hermenegildo dos Santos 2 1 Universidade Estadual da Paraíba

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Componente

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ENSINO PARA O CONTEÚDO DE POLARIDADE

AVALIAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ENSINO PARA O CONTEÚDO DE POLARIDADE AVALIAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA DE ENSINO PARA O CONTEÚDO DE POLARIDADE INTRODUÇÃO Thiago Pereira da Silva¹ E-mail:thiagoellisson@yahoo.com.br Paulo Deyvit Rodrigues de Sousa² E-mail: paulodaivid@gmail.com

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Padre José Nunes Dias Código: 075 Município: Monte Aprazível Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES: IMPORTÂNCIA DA EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA

FORMAÇÃO DE PROFESSORES: IMPORTÂNCIA DA EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: IMPORTÂNCIA DA EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE QUÍMICA Ana Maria Gonçalves Duarte Mendonça 1 ; Darling de Lira Pereira 2 1 Universidade Federal de Campina Grande. ana.duartemendonca@gmail.com

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DA QUÍMICA NO ESTUDO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Introdução

CONTRIBUIÇÃO DA QUÍMICA NO ESTUDO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Introdução CONTRIBUIÇÃO DA QUÍMICA NO ESTUDO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Camila Cristina Dias Moura,Thiago Pereira da Silva Universidade Estadual da Paraíba, CampinaGrande-PB Crys.mila@gmail.com Palavras Chave:Química,

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos teórico-metodológicos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

Thiago Pereira da Silva¹ Universidade Estadual da Paraíba- Campus I

Thiago Pereira da Silva¹ Universidade Estadual da Paraíba- Campus I DIAGNÓSTICO DAS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM APRESENTADAS POR DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE-PB PARA O CONTEÚDO DE POLARIDADE. Thiago Pereira da Silva¹ E-mail:thiagoellisson@yahoo.com.br

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

REFLETINDO UM POUCO MAIS SOBRE OS PCN E A FÍSICA

REFLETINDO UM POUCO MAIS SOBRE OS PCN E A FÍSICA REFLETINDO UM POUCO MAIS SOBRE OS PCN E A FÍSICA Aula 4 META Apresentar os PCN+ Ensino Médio. OBJETIVOS Ao nal da aula, o aluno deverá: re etir sobre contextualização e interdisciplinaridade; re etir sobre

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2015 ETEC de Mairiporã Código: 271 Município: Mairiporã EE: Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

ENSINANDO CONCEITOS DE QUÍMICA INSERIDOS EM SEU CONTEXTO DE APLICAÇÃO. Prof. Edilberto Felix da Silva Etec Alberto Santos Dumont Guarujá SP

ENSINANDO CONCEITOS DE QUÍMICA INSERIDOS EM SEU CONTEXTO DE APLICAÇÃO. Prof. Edilberto Felix da Silva Etec Alberto Santos Dumont Guarujá SP ENSINANDO CONCEITOS DE QUÍMICA INSERIDOS EM SEU CONTEXTO DE APLICAÇÃO Prof. Edilberto Felix da Silva Etec Alberto Santos Dumont Guarujá SP Relato de Experiência RESUMO A Química é uma ciência que deve

Leia mais

Da Educação Infantil ao Simulados Pré-vestibular, o Sistema de Ensino Poliedro oferece coleções de livros didáticos elaborados por autores

Da Educação Infantil ao Simulados Pré-vestibular, o Sistema de Ensino Poliedro oferece coleções de livros didáticos elaborados por autores Da Educação Infantil ao Pré-vestibular, o Sistema de Ensino Poliedro oferece coleções de livros didáticos elaborados por autores especialistas e com experiência em sala de aula, o que possibilita o desenvolvimento

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Manutenção e Suporte em informática FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Prof. Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital-SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

A Educação Ambiental nos livros didáticos de Química: Os livros indicados pelo PNLD/2012

A Educação Ambiental nos livros didáticos de Química: Os livros indicados pelo PNLD/2012 A Educação Ambiental nos livros didáticos de Química: Os livros indicados pelo PNLD/2012 Ana Carolina A. Silva 1 (PG)*,Ronaldo Lacerda Franco 2 (IC), Penha das Dores S. Silva 3 (PQ), 1 anasilvacarol@hotmail.com;

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Médio ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular: Química

Leia mais

Propostas e projetos para o ensino de física

Propostas e projetos para o ensino de física Propostas e projetos para o ensino de física Análise: Física Integração e Tecnologia X Coleção Ser Protagonista Integrantes: Jorge Eduardo Ribeiro, Fernanda Ribeiro e Evandro Nonato Analise do Livro Física

Leia mais

FABRICAÇÃO DE SABÃO E DETERGENTE: UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA A PROMOÇÃO DA SUSTENTABILIDADE

FABRICAÇÃO DE SABÃO E DETERGENTE: UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA A PROMOÇÃO DA SUSTENTABILIDADE REUTILIZAÇÃO DO ÓLEO RESIDUAL DE FRITURAS NA FABRICAÇÃO DE SABÃO E DETERGENTE: UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA A PROMOÇÃO DA SUSTENTABILIDADE E PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE NO ESPAÇO ESCOLAR. Cibele Medeiros

Leia mais

Eixo Temático 3-Currículo, Ensino, Aprendizagem e Avaliação

Eixo Temático 3-Currículo, Ensino, Aprendizagem e Avaliação Eixo Temático 3-Currículo, Ensino, Aprendizagem e Avaliação CONCEPÇÕES DOS EDUCANDOS SOBRE A UTILIZAÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO DE BIOLOGIA NA ESCOLA PÚBLICA Leandra Tamiris de Oliveira Lira-UFRPE Leonardo Barbosa

Leia mais

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Química 3ª Daniella e Jéssica 1ª SÉRIE E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade C1. Dominar a leitura, interpretação e C6. Correlacionar conhecimentos sobre sistemas materiais, fenômenos, fatos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Planejamento e Avaliação Educacional. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Planejamento e Avaliação Educacional. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: Pedagogia Disciplina: Planejamento e Avaliação Educacional Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário resumo) Aspectos históricos e socioeconômicos

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Biologia

Leia mais

OBJETIVOS GERAL. Específicos

OBJETIVOS GERAL. Específicos PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME DO COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA Curso:Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio Série: 1º Ano Carga Horária: 120h/a (100h/r) Docente Responsável:

Leia mais

59. As perguntas dos estudantes sobre reações químicas e os livros didáticos: uma análise comparativa e compreensiva

59. As perguntas dos estudantes sobre reações químicas e os livros didáticos: uma análise comparativa e compreensiva SEPARATA 59. As perguntas dos estudantes sobre reações químicas e os livros didáticos: uma análise comparativa e compreensiva Juliana Grosze Nipper Carvalho 1 e Maurivan Güntzel Ramos 2 Pontifícia Universidade

Leia mais

4. Articulação com outras disciplinas, contextos ou áreas do conhecimento

4. Articulação com outras disciplinas, contextos ou áreas do conhecimento Sequência Didática Oxirredução com um problemão Autores: Karoline dos Santos Tarnowski e Cleomar Copatti Série: 2 ano do Ensino Médio Número de aulas: 3 de 40 min Origem: Trabalho apresentado à disciplina

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Médio ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas tecnologias Componente Curricular: Química Série:

Leia mais

A TABELA PERIÓDICA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE UMA ESCOLA PÚBLICA

A TABELA PERIÓDICA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE UMA ESCOLA PÚBLICA A TABELA PERIÓDICA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE UMA ESCOLA PÚBLICA Eryca Vanessa Gonçalves Dantas (1); Priscila Batista Pereira (1); Marcella Ferreira Alves de Lima(2);Maraísa

Leia mais

ABORDAGEM HISTÓRICA DOS ESTUDOS DE LOUIS PASTEUR: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLD

ABORDAGEM HISTÓRICA DOS ESTUDOS DE LOUIS PASTEUR: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLD ABORDAGEM HISTÓRICA DOS ESTUDOS DE LOUIS PASTEUR: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLD Modalidade: ( X ) Ensino ( ) Pesquisa ( ) Extensão Nível: ( ) Médio ( x ) Superior ( ) Pós-graduação

Leia mais

Integrada de Química. Prof. Dr. Carlos Eduardo Bonancêa

Integrada de Química. Prof. Dr. Carlos Eduardo Bonancêa Integrada de Química Prof. Dr. Carlos Eduardo Bonancêa Agora veremos a uma Apresentação sobre Relações CTS no Ensino de Química. Ao seu final, espera-se que você aprenda sobre relações existentes entre

Leia mais

MATEMÁTICA, AGROPECUÁRIA E SUAS MÚLTIPLAS APLICAÇÕES. Palavras-chave: Matemática; Agropecuária; Interdisciplinaridade; Caderno Temático.

MATEMÁTICA, AGROPECUÁRIA E SUAS MÚLTIPLAS APLICAÇÕES. Palavras-chave: Matemática; Agropecuária; Interdisciplinaridade; Caderno Temático. MATEMÁTICA, AGROPECUÁRIA E SUAS MÚLTIPLAS APLICAÇÕES Josislei de Passos Vieira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais Câmpus Rio Pomba. josisleipassos@gmail.com

Leia mais

Letra Viva. Episódio: O Planejamento na Prática Pedagógica

Letra Viva. Episódio: O Planejamento na Prática Pedagógica Letra Viva Episódio: O Planejamento na Prática Pedagógica Resumo Vivemos em uma época de mudanças contínuas e rápidas devido ao progresso das ciências e conseqüente revolução tecnológica e industrial.

Leia mais

Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC. Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik

Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC. Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik Unidade III METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CÊ CIÊNCIASC Prof. Me. Guilherme Santinho Jacobik O ensino de ciências segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais O ensino de Ciências tem

Leia mais

Aula 5 OFÍCINA TEMÁTICA NO ENSINO DE QUÍMICA

Aula 5 OFÍCINA TEMÁTICA NO ENSINO DE QUÍMICA OFÍCINA TEMÁTICA NO ENSINO DE QUÍMICA META Apresentar formas de organização de conteúdos privilegiando o estabelecimento de relações entre os vários conhecimentos químicos e entre a Química e suas aplicações

Leia mais

A QUÍMICA NO COTIDIANO, UM INCENTIVO A BUSCA PELAS CIÊNCIAS EXATAS

A QUÍMICA NO COTIDIANO, UM INCENTIVO A BUSCA PELAS CIÊNCIAS EXATAS A QUÍMICA NO COTIDIANO, UM INCENTIVO A BUSCA PELAS CIÊNCIAS EXATAS Manoel Garcia de Oliveira 1 ; Sandro Minguzzi 2 1 Acadêmico do Curso de química da UEMS, Unidade Universitária de Naviraí; E-mail: manoel_mgo@hotmail.com.

Leia mais

DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1

DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1 DIFICULDADES RELATADAS POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO NO PROCESSO DE ENSINO DE QUÍMICA: ESTUDO DE CASO DE ESCOLAS ESTADUAIS EM GRAJAÚ, MARANHÃO 1 Camila Jorge Pires Graduanda em Licenciatura em Ciências Naturais/Química

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Avaliação do Ensino Aprendizagem Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Contextualização histórica

Leia mais

NOVAS METODOLOGIAS DE ENSINO: UMA PESQUISA SOBRE O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA NO PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO

NOVAS METODOLOGIAS DE ENSINO: UMA PESQUISA SOBRE O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA NO PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO NOVAS METODOLOGIAS DE ENSINO: UMA PESQUISA SOBRE O USO DO SOFTWARE GEOGEBRA NO PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO Maria Francisca Duarte Jatobá; Bruno Lopes Oliveira da Silva. Instituto Federal de Ciência e

Leia mais

A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA COMO FERRAMENTA AUXILIAR NA ATRIBUIÇÃO DE SIGNIFICADOS DE CONCEITOS MATEMÁTICOS

A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA COMO FERRAMENTA AUXILIAR NA ATRIBUIÇÃO DE SIGNIFICADOS DE CONCEITOS MATEMÁTICOS A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA COMO FERRAMENTA AUXILIAR NA ATRIBUIÇÃO DE SIGNIFICADOS DE CONCEITOS MATEMÁTICOS José Roberto Costa Júnior Universidade Estadual da Paraíba mathemajr@yahoo.com.br INTRODUÇÃO Neste

Leia mais

OBJETIVOS DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA. Docente: Dra. Eduarda Maria Schneider

OBJETIVOS DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA. Docente: Dra. Eduarda Maria Schneider OBJETIVOS DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA Docente: Dra. Eduarda Maria Schneider E-mail: emschneider@utfpr.edu.br O que são objetivos de ensino/aprendizagem? O que espero que meu aluno aprenda?

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº 267 aprovado pela portaria Cetec nº 182 de 26 / 09 /2013 Etec: Prof. Maria Cristina Medeiros Código:141 Município: Ribeirão

Leia mais

E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA

E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA A APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS ATRAVÉS DO USO DAS TIC NA INTRODUÇÃO DO ESTUDO DE GRÁFICOS DE FUNÇÕES DO 1º GRAU ÁDISSON ALVES PEREIRA JOSIRENE MARIA REUTERS FISCHER DE CAMARGO E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA

Leia mais

Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE. Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia

Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE. Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Disciplina: Projetos Educacionais para o Ensino de Biologia Professor(es): Rosana dos Santos Jordão Carga horária:

Leia mais

A QUÍMICA ORGÂNICA EXPLORADA NO ENEM (2011 a 2014) E NA SALA DE AULA: DIFICULDADES DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Apresentação: Pôster

A QUÍMICA ORGÂNICA EXPLORADA NO ENEM (2011 a 2014) E NA SALA DE AULA: DIFICULDADES DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Apresentação: Pôster 1 A QUÍMICA ORGÂNICA EXPLORADA NO ENEM (2011 a 2014) E NA SALA DE AULA: DIFICULDADES DE ENSINO E APRENDIZAGEM Apresentação: Pôster Danilo Oliveira de Souza 1 ; Danúbia Oliveira de Souza 2 ; Mirtes Ribeiro

Leia mais

Aluno(a): / / Cidade Polo: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA

Aluno(a): / / Cidade Polo:   CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA Aluno(a): / / Cidade Polo: E-mail: CPF: Curso: ATIVIDADE AVALIATIVA ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA Preencha o GABARITO: 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 Observação: Nesta atividade há 10 (dez) questões de múltipla

Leia mais

Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Médio

Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Médio Plano Plano de de Trabalho Trabalho Docente Docente 2014 2015 Ensino Ensino Médio Médio ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular:

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR QUÍMICA

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR QUÍMICA 124 PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR NOME DO COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA Curso:Técnico em Agroindústria Integrado ao Ensino Médio Série: 1 º Ano Carga Horária: 120h/a (100/hr) Docente

Leia mais

META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática

META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática PARÂMETROS NACIONAIS CURRICULARES DO ENSINO MÉDIO - MATEMÁTICA META Apresentar os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio Matemática OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: identificar,

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Distúrbios neurológicos. Crianças. Aprendizado. Professores.

PALAVRAS-CHAVE Distúrbios neurológicos. Crianças. Aprendizado. Professores. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Didática I Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo) A Didática e os fundamentos educacionais

Leia mais

A MATEMÁTICA NO COTIDIANO: UMA ABORDAGEM PRÁTICA NO ESTUDO DOS NÚMEROS INTEIROS

A MATEMÁTICA NO COTIDIANO: UMA ABORDAGEM PRÁTICA NO ESTUDO DOS NÚMEROS INTEIROS A MATEMÁTICA NO COTIDIANO: UMA ABORDAGEM PRÁTICA NO ESTUDO DOS NÚMEROS INTEIROS 1 Arthur Gilzeph Farias Almeida; 2 Samara Araújo Melo. 1 Universidade Federal de Campina Grande, agilzeph@gmail.com; 2 E.E.E.F.M

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar I Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo) Evolução e tendências da administração

Leia mais

A prática como componente curricular na licenciatura em física da Universidade Estadual de Ponta Grossa

A prática como componente curricular na licenciatura em física da Universidade Estadual de Ponta Grossa A prática como componente curricular na licenciatura em física da Universidade Estadual de Ponta Grossa Da Silva, Silvio Luiz Rutz 1 ; Brinatti, André Maurício 2 ; De Andrade, André Vitor Chaves 3 & Da

Leia mais

ESTUDO SOBRE A AVALIAÇÃO PARA ESCOLHA DO LIVRO DIDÁTICO DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO

ESTUDO SOBRE A AVALIAÇÃO PARA ESCOLHA DO LIVRO DIDÁTICO DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO ESTUDO SOBRE A AVALIAÇÃO PARA ESCOLHA DO LIVRO DIDÁTICO DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO Luciene Maria Machado da Silva BARBOSA 1, Raquel Pereira de LIMA 1, Reneid Emanuele Simplicio DUDU 1, Emanuelle Maria

Leia mais

CUBO MÁGICO: uma estratégia pedagógica utilizada nas aulas de matemática 1

CUBO MÁGICO: uma estratégia pedagógica utilizada nas aulas de matemática 1 CUBO MÁGICO: uma estratégia pedagógica utilizada nas aulas de matemática 1 Renata Cleiton Piacesi Corrêa 2 ; Vitoria Cardoso Batista 3 INTRODUÇÃO O ensinar e aprender a matemática nas salas de aula da

Leia mais

Agente de transformação social Orientador do desenvolvimento sócio-cognitivo do estudante Paradigma de conduta sócio-política

Agente de transformação social Orientador do desenvolvimento sócio-cognitivo do estudante Paradigma de conduta sócio-política CONCEPÇÕES DE CURRÍCULO Ana Maria Iorio Dias março/2012 Educação função social primordial a incorporação ativa de conhecimentos e experiências i produzidas por gerações e sua socialização; produção do

Leia mais

TÍTULO: AS ATIVIDADES PRATICAS NOS LIVROS DE CIENCIAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

TÍTULO: AS ATIVIDADES PRATICAS NOS LIVROS DE CIENCIAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS TÍTULO: AS ATIVIDADES PRATICAS NOS LIVROS DE CIENCIAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ANHANGUERA DE SÃO PAULO AUTOR(ES): PRISCA

Leia mais

POSSIBILIDADES DE USO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM NAS AULAS DE QUÍMICA. Apresentação: Pôster

POSSIBILIDADES DE USO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM NAS AULAS DE QUÍMICA. Apresentação: Pôster POSSIBILIDADES DE USO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM NAS AULAS DE QUÍMICA Apresentação: Pôster Gabriela Falcão Cordeiro 1 ; Maristela Maria Andrade da Silva 2 Introdução Determinados conceitos científicos

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Leia mais

ENSINO APRENDIZAGEM DA FUNÇÃO AFIM DE FORMA INTERDISCIPLINAR. Educação Matemática nos Anos Finais no Ensino Fundamental e Ensino Médio GT 10

ENSINO APRENDIZAGEM DA FUNÇÃO AFIM DE FORMA INTERDISCIPLINAR. Educação Matemática nos Anos Finais no Ensino Fundamental e Ensino Médio GT 10 ENSINO APRENDIZAGEM DA FUNÇÃO AFIM DE FORMA INTERDISCIPLINAR Educação Matemática nos Anos Finais no Ensino Fundamental e Ensino Médio GT 10 Kennedy Ferreira GOMES kennedy.profmat@gmail.com Kenned Barbosa

Leia mais

TABELA PERIÓDICA: OS ALIMENTOS E SUAS COMPOSIÇÕES QUÍMICAS- MITOS E VERDADES

TABELA PERIÓDICA: OS ALIMENTOS E SUAS COMPOSIÇÕES QUÍMICAS- MITOS E VERDADES TABELA PERIÓDICA: OS ALIMENTOS E SUAS COMPOSIÇÕES QUÍMICAS- MITOS E VERDADES Nadja Batista dos Santos; Fernanda Paula da Silva Oliveira; Mônica Dias de Souza Almeida; INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO TEXTO 2 http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2310-6.pdf acesso em http://pt.wikipedia.org/wiki/conselho_de_classe 09 de outubro de 2014 CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL

Leia mais

em-significativa/ Aprendizagem Significativa

em-significativa/ Aprendizagem Significativa http://www.infoescola.com/educacao/aprendizag em-significativa/ Aprendizagem Significativa Por Ricardo Normando Ferreira de Paula Sobre a aprendizagem significativa de Rogers, afirma-se que a sugestão

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FÌSICA FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( X) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( X) Presencial

Leia mais

UMA AVALIAÇÃO FUNDAMENTADA DO LIVRO-DIDÁTICO: CIÊNCIAS NATURAIS: APRENDENDO COM COTIDIANO DO EDUARDO LEITE DO CANTO

UMA AVALIAÇÃO FUNDAMENTADA DO LIVRO-DIDÁTICO: CIÊNCIAS NATURAIS: APRENDENDO COM COTIDIANO DO EDUARDO LEITE DO CANTO UMA AVALIAÇÃO FUNDAMENTADA DO LIVRO-DIDÁTICO: CIÊNCIAS NATURAIS: APRENDENDO COM COTIDIANO DO EDUARDO LEITE DO CANTO José Robbyslandyo da Silva Santos Universidade Federal de Campina Grande robbyn23@hotmail.com

Leia mais

EXPLORANDO OS POLINÔMIOS E OS GRÁFICOS DAS FUNÇÕES POLINOMIAIS

EXPLORANDO OS POLINÔMIOS E OS GRÁFICOS DAS FUNÇÕES POLINOMIAIS EXPLORANDO OS POLINÔMIOS E OS GRÁFICOS DAS FUNÇÕES POLINOMIAIS Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (Emaiefem) GT 10 Marcelino Jose de CARVALHO Universidade Federal

Leia mais

Texto produzido a partir de interações estabelecidas como bolsistas do PIBID/UNIJUÍ 2

Texto produzido a partir de interações estabelecidas como bolsistas do PIBID/UNIJUÍ 2 ÁLGEBRA E FUNÇÕES NO CURRÍCULO DOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA ANÁLISE A PARTIR DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E DE DOCUMENTOS OFICIAIS 1 Maira Simoni Brigo 2, Bruna Maroso De Oliveira 3,

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA. Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015

CIÊNCIAS DA NATUREZA. Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015 CIÊNCIAS DA NATUREZA Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Etapa II Caderno III 09/04/2015 1. Contextualização e contribuições da área de Ciências da Natureza para a formação do estudante

Leia mais

ESTUDO DA ENERGIA DOS ALIMENTOS: UMA PROPOSTA EXPERIMENTAL E CONTEXTUALIZADA ATRAVÉS DO USO DE MATERIAL RECICLÁVEL

ESTUDO DA ENERGIA DOS ALIMENTOS: UMA PROPOSTA EXPERIMENTAL E CONTEXTUALIZADA ATRAVÉS DO USO DE MATERIAL RECICLÁVEL ESTUDO DA ENERGIA DOS ALIMENTOS: UMA PROPOSTA EXPERIMENTAL E CONTEXTUALIZADA ATRAVÉS DO USO DE MATERIAL RECICLÁVEL Anely Maciel de Melo (UFPB) anely-maciel@live.com Max Rocha Quirino (UFPB) maxrochaq@gmail.com

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Prof. Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital-SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Matemática e suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

O BAFÔMETRO COMO RECURSO FACILITADOR DO ENSINO DAS REAÇÕES DE OXI-REDUÇÃO E DA CONCIENTIZAÇÃO DOS DISCENTES

O BAFÔMETRO COMO RECURSO FACILITADOR DO ENSINO DAS REAÇÕES DE OXI-REDUÇÃO E DA CONCIENTIZAÇÃO DOS DISCENTES O BAFÔMETRO COMO RECURSO FACILITADOR DO ENSINO DAS REAÇÕES DE OXI-REDUÇÃO E DA CONCIENTIZAÇÃO DOS DISCENTES Jaqueline dos Santos Fidelis; Círio Samuel Cardoso da Silva; Fabrícia Bezerra Vieira do Nascimento;

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS º ANO E.F. II

LISTA DE MATERIAIS º ANO E.F. II LISTA DE MATERIAIS 2017-9º ANO E.F. II AOS CUIDADOS DO ALUNO: - Mochila para carregar livros e cadernos - Fichário ou caderno para todas as matérias - Estojo contendo: Lápis, lapiseira, Canetas (Várias

Leia mais

A CONTEXTUALIZAÇÃO DA MATEMÁTICA E O USO DAS METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM DIRECIONADAS PARA O PREPARO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM

A CONTEXTUALIZAÇÃO DA MATEMÁTICA E O USO DAS METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM DIRECIONADAS PARA O PREPARO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM A CONTEXTUALIZAÇÃO DA MATEMÁTICA E O USO DAS METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM DIRECIONADAS PARA O PREPARO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO PARA O ENEM Sávia Cristina Vidal saviavidal@yahoo.com.br Orientadora:

Leia mais

Unidades de Aprendizagem: refletindo sobre experimentação em sala de aula no ensino de Química

Unidades de Aprendizagem: refletindo sobre experimentação em sala de aula no ensino de Química Unidades de Aprendizagem: refletindo sobre experimentação em sala de aula no ensino de Química Caroline Pires Ruas 1 ; Viviane Conceição D. Madeira 2 Introdução Esse trabalho é o resultado de duas aplicações

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROFESSORA NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias Componente

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: PEDAGOGIA. Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO. Curso: PEDAGOGIA. Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: PEDAGOGIA Disciplina: TECNOLOGIA NA SALA DE AULA I Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Histórico da informática, situação atual e

Leia mais

O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO

O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO Introdução Mayara Carvalho Peixoto (UFCG) mayaracarvalho-@hotmail.com O currículo é tido como um resultado das tensões, conflitos e concessões culturais,

Leia mais

Palavras-Chave: História da Ciência ; Livro Didático ; Química.

Palavras-Chave: História da Ciência ; Livro Didático ; Química. ANALISANDO POSSÍVEIS ABORDAGENS SOBRE HISTÓRIA DA CIÊNCIA EM LIVROS DIDÁTICOS DE QUÍMICA DO PNLEM 2012. CRUZ,Flávia Santa ¹ SILVA, Thiago Pereira da² FERREIRA,Kalyne Rosário Morais³ SOUZA, Mônica Marcelino

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Estatística Aplicada à Educação. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 2º

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Estatística Aplicada à Educação. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 2º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: Pedagogia Disciplina: Estatística Aplicada à Educação Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 2º 1 - Ementa (sumário, resumo) Estatística: história e importância das

Leia mais

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DA ASTRONOMIA: A MODELAGEM MATEMÁTICA COMO MÉTODO ALTERNATIVO NO ENSINO DESSA CIÊNCIA

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DA ASTRONOMIA: A MODELAGEM MATEMÁTICA COMO MÉTODO ALTERNATIVO NO ENSINO DESSA CIÊNCIA UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DA ASTRONOMIA: A MODELAGEM MATEMÁTICA COMO MÉTODO ALTERNATIVO NO ENSINO DESSA CIÊNCIA Gabryell Malcher Freire, Adriano Alves de Araujo, Harrison luz dos Santos. 1 INTRODUÇÃO

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA CIENTÍFICA. Prof. Renato Fernandes Universidade Regional do Cariri URCA Curso de Tecnologia da Construção Civil

CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA CIENTÍFICA. Prof. Renato Fernandes Universidade Regional do Cariri URCA Curso de Tecnologia da Construção Civil CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA CIENTÍFICA Prof. Renato Fernandes Universidade Regional do Cariri URCA Curso de Tecnologia da Construção Civil Classificação com base em seus objetivos Pesquisas exploratórias

Leia mais

Produzido pela Ciência Química. Presente nos Parques. Presente nos Museus de Ciências. Presente nos livros didáticos. Presente nas escolas ...

Produzido pela Ciência Química. Presente nos Parques. Presente nos Museus de Ciências. Presente nos livros didáticos. Presente nas escolas ... Como é o Conhecimento Químico? Produzido pela Ciência Química Presente nos Parques Presente nos Museus de Ciências Presente nos livros didáticos Presente nas escolas... A transposição didática põe em evidência

Leia mais

ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS NOS CURRÍCULOS OFICIAIS: A DICOTOMIA ENTRE O PRESCRITO E O VIVIDO NO ENSINO DE CIÊNCIAS

ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS NOS CURRÍCULOS OFICIAIS: A DICOTOMIA ENTRE O PRESCRITO E O VIVIDO NO ENSINO DE CIÊNCIAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS NOS CURRÍCULOS OFICIAIS: A DICOTOMIA ENTRE O PRESCRITO E O VIVIDO NO ENSINO DE CIÊNCIAS Resumo Roselene Ferreira Sousa - UFC Claudia Christina Bravo e Sá Carneiro - UFC As orientações

Leia mais

O PAPEL DAS INTERAÇÕES PROFESSOR-ALUNO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

O PAPEL DAS INTERAÇÕES PROFESSOR-ALUNO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA O PAPEL DAS INTERAÇÕES PROFESSOR-ALUNO NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA Autor: Almir Lando Gomes da Silva (1); Co-autor: Antonio Fabio do Nascimento Torres (2); Coautor: Francisco Jucivanio

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: Carga Horária Semestral: 80 h Semestre do Curso: 8º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: Carga Horária Semestral: 80 h Semestre do Curso: 8º PLANO DE ENSINO Curso: PEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Disciplina: Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS Carga Horária Semestral: 80 h Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Reflexão acerca

Leia mais

OFICINAS TEMÁTICAS NO ENSINO DE QUIMICA: DISCUTINDO UMA PROPOSTA DE TRABALHO PARA PROFESSORES NO ENSINO MÉDIO.

OFICINAS TEMÁTICAS NO ENSINO DE QUIMICA: DISCUTINDO UMA PROPOSTA DE TRABALHO PARA PROFESSORES NO ENSINO MÉDIO. OFICINAS TEMÁTICAS NO ENSINO DE QUIMICA: DISCUTINDO UMA PROPOSTA DE TRABALHO PARA PROFESSORES NO ENSINO MÉDIO. José Djhonathas Firmino de Vasconcelos LIMA 1,Antonio Nóbrega de SOUSA 2, Thiago Pereira da

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais