Anúncios classificados nos jornais impressos: O consumo da informação comercial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Anúncios classificados nos jornais impressos: O consumo da informação comercial"

Transcrição

1 Anúncios classificados nos jornais impressos: O consumo da informação comercial NEVES, Ronaldo Mendes, Ms. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Professor do curso de Comunicação Social da UFRN GT: História da Mídia Impressa Resumo: A publicação de anúncios classificados nos jornais impressos demonstra que o leitor/ consumidor moderno procura ou oferece informação comercial sobre produtos e/ou serviços para atender a uma constante demanda de pessoas que procuram saciar suas necessidades de consumo. O procura-se ou Precisa-se dos classificados exprime através de inúmeras páginas e seções o sistema de livre escolha entre leitor e o anunciante. Desta maneira, a comunicação e a sociabilidade contemporânea estão historicamente solidificadas por meio das mensagens publicadas nos classificados dos jornais brasileiros. É relevante verificar o surgimento de veículos de comunicação que se configuram como jornal de compra e venda cujo interesse é o estreitamento das relações comerciais de consumo locais através do envolvimento popular. Contudo, o presente artigo enfatiza o consumo das seções de classificados como fonte de pesquisa em mídia impressa para confirmar o desenvolvimento econômico dos jornais impressos brasileiros. Palavras chave: Mídia impressa, anúncios classificados, consumo.

2 Com a evolução dos meios de comunicação a partir do surgimento da indústria gráfica no século XV, o fenômeno da transmissão de mensagens e informações comerciais impressas tornou-se uma necessidade de consumo da sociedade moderna. Durante os séculos seguintes, a imprensa periódica é caracterizada pela produção e disseminação de notícias através de folhetos informativos, fortalecendo as redes de comunicação, a expansão comercial e o crescimento das cidades. Montaigne (1533/1592), ao relatar o pensamento do seu pai, deixa evidente que no século XVI, quando as cidades começavam a se transformar em grandes centros de trocas de mercadorias, já havia a necessidade de prestação de serviços de comunicação e da transmissão da informação comercial. Com o desenvolvimento da mídia impressa através da publicação de jornais, os anúncios classificados vieram preencher a lacuna na administração a que refere Montaigne. 1 Meu falecido pai, homem de juízo sadio, formado unicamente pela experiência e tendência natural, disse-me de uma feita que pensara outrora em fazer com que nas cidades houvesse um lugar onde o cidadão necessitando de alguma coisa pudesse levar seu pedido a um funcionário, o qual registraria mais ou menos da seguinte forma: fulano procura vender pérolas; sicrano deseja companhia para ir a Paris; beltrano precisa de um lacaio; x quer colocação; Y pede um operário, etc. Parece-me que esse modo de informação seria de grande comodidade para o público, pois a todo instante há necessidades que exigem satisfação e em se ignorando não se acertam. (MONTAIGNE, Ensaio XXXV: uma lacuna de nossa administração, 1972). O consumo proporcionado pelas mensagens transmitidas nos pequenos anúncios classificados é confirmado pelo desenvolvimento dos meios de comunicação de massa, visto que o serviço de oferta e procura publicado nos jornais preencheu um espaço que o mercado consumidor desejava. Suprir uma necessidade de consumo, a oportunidade para prestar um serviço, realizar uma troca, fazer um negócio, uma doação, recuperar um objeto pessoal ou animal de estimação perdido. O consumidor contemporâneo se torna insaciável ao transformar suas necessidades em desejos de compra e venda. Um consumidor com necessidades, ou seja, uma necessidade insaciável que torna a 1 A mais recente tradução dos Ensaios é de Rosemary Costhek Abilio, publicada no ano 2000, pela Editora Martins Fontes. A tradução considerada clássica é de Sérgio Milliet, em 1961, pela Editora Globo de Porto Alegre, em três volumes e na coleção Os Pensadores, da Editora Abril de São Paulo,a primeira em 1972, num só volume, e a Segunda em 1996, em dois volumes. 2

3 sociedade consumista justamente pelo desenvolvimento dos bens de consumo e da prestação de serviços ao consumidor. A idéia de necessidade insaciável está intimamente ligada às noções de modernização cultural: a grande produtividade da indústria moderna é considerada por muitos uma reação e um incentivo à capacidade dos desejos das pessoas de se tornarem cada vez mais sofisticados, refinados, imaginativos e pessoais, assim com a aspiração de ascender social e economicamente. (SLATER, 2002, p.36) Desse modo, a indústria de serviços (bens intangíveis) desempenha um papel fundamental na economia e no consumo da sociedade contemporânea, pois segundo Slater (2002, p.188), Grande parte do consumo compreende coisas como informações, assessoria e conhecimentos especializados [...]. O consumo gerado pelo processo comunicativo nas mensagens contidas nos anúncios classificados dos jornais impressos constitui uma evidente contribuição para o fortalecimento das relações sociais desencadeadas por essas informações comerciais. Há uma função sócio-econômica da maior relevância exercida pelos anúncios classificados dos jornais. O Procura-se ou Precisa-se anunciados nas pequenas mensagens exprime, através de várias páginas, a saúde econômica da comunidade local onde é estabelecido um sistema de livre escolha entre o leitor/consumidor e o pequeno anunciante. Os primeiros jornais impressos na Inglaterra, França e Estados Unidos surgem como veículo de opinião, informação e com pequenas mensagens publicitárias voltadas para o público da comunidade local. Com aparência de classificados, o anúncio comercial começa a ser publicado na largura de uma só coluna, em tipo comum ao da matéria jornalística, com pouca ou nenhuma intenção de chamar a atenção. Timidamente, a propaganda comercial começa a se despontar nos jornais impressos diariamente. Com a chegada da coroa portuguesa em 1808 e a publicação do primeiro jornal impresso no Brasil, Gazeta do Rio de Janeiro, muitas mensagens circularam e continham recados pessoais, informações comerciais, traziam notas sobre pessoas desaparecidas, ofereciam escravos, chamavam os recrutas para o exército, solicitavam vários noivados e casamentos, práticas medicinais, remédios que curavam todos os males e orações contra a peste. De acordo com Gracioso (2004, p.20), o seguinte anúncio de imóvel é considerado um dos pioneiros da propaganda brasileira, Quem 3

4 quizer comprar huma morada de cazas de sobrado com frente para Santa Rita falle com Anna Joaquina da Silva, que mora nas mesmas cazas, ou com o capitão Francisco Pereira de Mesquista que tem ordem para as vender. Esse é o formato de texto que retrata o nascimento dos anúncios classificados no Brasil. Outro anúncio publicado na Gazeta informa a quem se deve procurar para adquirir o produto: Vende-se hum bom cavallo mestre de andar em carrinho quem o pretender comprar procure Francisco Borges Mendes morador da esquina do Beco de João Baptista por cima de huma venda. Esses anúncios demonstram que as relações sociais e comerciais da época são construídas através de indicações de outras pessoas e tendo endereços como referências para contato. No começo, oferecem produtos e serviços que refletem os hábitos de consumo da sociedade colonial do Rio de Janeiro, conforme relata Gomes (2007, p.223) A maneira mais divertida de observar a sofisticação dos hábitos da sociedade carioca é ler os anúncios publicados na Gazeta do Rio de Janeiro a partir de A informação comercial está presente nos jornais impressos brasileiros durante todo o século XIX. Vende-se, aluga-se, compra-se casa, carruagem e os mais variados produtos e serviços são oferecidos através das pequenas mensagens. Rapidamente, os produtos anunciados se multiplicam: são anúncios de livros, roupas, cremes para a pele, sabonetes, tecidos de linho, lenços de seda, águas de colônia, leques, luvas, quadros, serviços de retratistas, cocheiros, relojoeiros, aulas de catecismo, língua portuguesa, história e geografia. Na edição publicada em 2 de março de 1816 da Gazeta, um profissional é anunciado como cabeleireiro de Sua Alteza Real a senhora D. carlota, Princesa do Brasil, de Sua Alteza Real a Princesa de Galles e de Sua Alteza Real a Duquesa de Algouleme. E descreve os serviços oferecidos ao público com a seguinte mensagem: Penteia as senhoras na última moda de Paris e de Londres; corta o cabelo aos homens e às senhoras; faz cabeleiras de homens e senhoras; tinge com a última perfeição o cabelo, as sobrancelhas e as suíças, sem causar dano algum à pele nem à roupa; e tem uma pomada que faz crescer e aumentar o cabelo. (GOMES,2007,p.224) Para identificar a loja de um comerciante era comum utilizar seu próprio nome e seu endereço. Assim sendo, Bellard, na Rua do Ouvidor, número 8, anunciou o recebimento de novas mercadorias, segundo Gomes (2007, p. 224), um novo sortimento de falsa e verdadeira bijuteria, chapéus para senhoras, livros franceses, vestidos e enfeites de senhoras modernas, cheiros de todos os gêneros, pêndulos, 4

5 espingardas e leques. O comércio no Rio de Janeiro era repleto de mercadorias francesas e a sua influência é tão marcante que a mensagem de um anunciante publicada em 26 de junho de 1817 na Gazeta, oferece as seguintes inovações recém chegadas de Paris: Cheiros, água de Cologne, pomadas, diversas essências e vinagres para toucador e para mesa, luvas, suspensórios, sabão, leques de toda sorte, escovas e pentes de todas as qualidades, sapatos, chinelas para homens e para senhoras, vestes de seda e de marroquim, todas de Paris, caixas de tabaco de toda espécie, necessário para homem, caixas de costura para senhoras, velas, azeite para luzes clarificado. Chapéus de palha, e de castor para homens e para meninos; chapéus de palha para senhora, guarnecidos e não guarnecidos; chapéus de seda, penachos, fitas, filós bordados de ouro, e prata, flores artificiais, casimiras, luvas, garças, véus, retrós, seda crua etc; mesas, espelhos de toucador, espelhos de todo o tamanho com molduras, e sem elas; estampas, painéis preciosos; bijuteria verdadeira e falsa, como colares, brincos, anéis e enfeites; pêndulas, relógios de repetição e de música par homens e para senhoras; vinho de champagne a 480 a garrafa; um moinho portátil para grão, (que) um só negro pode moer; um sortimento de livros franceses e muitas outras mercadorias a preços cômodos. (MALERBA apud GOMES,2007) O procura-se e o precisa-se dos anúncios classificados aparece presente nos jornais brasileiros dessa época até em serviços anunciados em outros idiomas, tais como descreve Gracioso (2004, p.25): Anúncios em francês pedem uma senhora para cuidar de um cego ou um homem ativo que fale português. Anúncios em inglês, publicados no Rio e no Recife, têm corte mais científico: oferecem talentos de cirurgiões dentistas, vindos da Europa, divulgam pó importado para limpar dentes. Com o desenvolvimento do comércio e com a tamanha variedade de produtos no mercado, são comuns anúncios de vasos, urinóis em todos os tamanhos, pianos, copiadores de música, móveis e colchões. Nesse sentido, o produto jornal começa também a se incrementar comercialmente e novos títulos surgem com a intenção de transmitir as informações comerciais ao público. Em 1821, o Diário do Rio de Janeiro, se apresenta com uma nova proposta, ser um jornal de anúncios. O Espectador Brasileiro e o Almanaque dos Negociantes, ambos de 1824, demonstram a intenção de segmentar seus produtos para as mensagens de caráter comercial. Em 1825, o Diário de Pernambuco é inaugurado no Recife e atualmente é considerado o mais antigo jornal em circulação na América Latina. Na primeira edição, já se posiciona como um meio de comunicação que chegou para 5

6 preencher uma lacuna nas relações comerciais da população pernambucana daquela época, assim relata Gracioso (2004, p. 22), Faltando nesta cidade assas populosa um diário de anúncios por meio do qual se facilitassem as transações[...]. Na capital paulista, um anúncio de vinho se destaca na edição do jornal O Farol Paulistano em 21 de abril de 1827, por ser considerado a primeira informação comercial da capital, conforme revela Cadena (2009), O primeiro anúncio publicado em São Paulo oferecia barris de vinho de Lisboa, também um lote de garrafas avulsas dentre as quais um Vinho do Porto, dez anos envelhecido, oferta de José Antônio Martins. Nesse momento do desenvolvimento dos jornais impressos brasileiros, pequenos anúncios de linhas foram publicados, ainda sem características de classificados e, confirma a necessidade de prestar o serviço de transmissão da informação comercial através da oferta e da procura de bens e serviços: Ofertas de lotes de tecidos, farinha, venda de casas e terrenos, contratação de um arrieiro para acompanhar um estrangeiro até Cuiabá e em 13 de junho do mesmo ano o primeiro anúncio de escravos: garantia-se recompensa pela informação em torno de dois escravos fugidos, ainda boçais, um deles baixo, bem preto e vesgo. (CADENA, 2009) No Rio de Janeiro prevalecia a oferta imobiliária, segmento pioneiro na publicação de anúncios classificados nos jornais brasileiros. Em Salvador e Recife a oferta portuária era a mais relevante. Nas Minas Gerais, circulou em Ouro Preto, nos meses de fevereiro a maio de 1870 o jornal O Conservador Mineiro e na seção de annuncios duas informações comerciais curiosas são anunciadas: a primeira chama a atenção pelo texto explicativo que descreve com detalhes os serviços de hospedagem oferecidos pelo hotel: No hotel do rosário caza no 39 tem todos os commodos para receberse os srs. Viandantes, mesmo com famílias, também se recebem pensionistas da cidade ou de fora, assim como se incumbe de aprontar jantar sendo a incomenda feita vinte e quatro horas antes; garante-se aos srs. Que procurarem esse hotel, todo socego, paz e tranqüilidade, tem bons quartos feixados, capim ou para seos animais, commidas conforme a vontade das pessoas, tudo como maior asseio possível: portanto convida-se a todos os srs. Viandantes para se dirigirem a esse estabellecimento que nélle encontrarão todos os commodos e sahirão satisfeitos por serem bem tratados e por preços rasoaveis, afim de obter freguesia. Ouro Preto, 12 de março de (JORNAL OURO PRETO, 2000, p.7) 6

7 A outra mensagem publicada, ou melhor, informação comercial que se destaca é datada em abril de 1870 e desperta a curiosidade pelo teor do reclame: O abaixo assignado declara que não paga dívida alguma se não aquella que for contrahida e firmada por elle. Ouro Preto, 16 de abril de David Moretzsohn. No início do século XX, a grande imprensa se encontrava no Rio e em São Paulo ampliando sua influência na política e na economia do país. Muitos jornais foram publicados no Brasil e todos dependiam dos seus anunciantes, de empréstimos ou acordos políticos para sobreviverem financeiramente. Segundo analisa Pinho (2000, p. 95), Os grandes jornais da época perceberam a força dos classificados e nele se apoiaram para estabelecer a estratégia de vendas dos veículos. Desta maneira, o proprietário e jornalista do jornal A Manhã (1925) lançou uma estratégia comercial considerada agressiva, onde publicava anúncios classificados de empregos sem custos para o anunciante, conforme explica Castro (2001, p.54). Algumas ideias de Mário Rodrigues em A Manhã podiam não ser muito éticas, mas eram comercialmente infernais. Uma delas, por exemplo, foi a de publicar anúncios gratuitos de empregos. O jornalista alegava que estava prestando um serviço à população, mas a sua estratégia era atacar os anúncios classificados dos concorrentes O Globo e Correio da Manhã. A partir da segunda metade do século XX, a explosão dos meios de comunicação no Brasil com a edição de várias revistas e jornais, os programas de rádio e televisão popularizaram a propaganda comercial. O crescimento das cidades acelerou o desenvolvimento dos meios de comunicação de massa e os jornais foram aumentando a tiragem e a circulação. A cobertura do noticiário foi sendo segmentada em cadernos de economia, política, esportes, cultura entre outros e as seções de classificados foram se personalizando a tal ponto de criarem cadernos especiais para segmentos importantes da economia do país: automóveis, imóveis, empregos etc. No entanto, Pinho (2000, p.106), demonstra o legítimo serviço prestado pelas informações comerciais anunciadas nos cadernos de classificados dos jornais: Os anúncios classificados, muito usados pela população em geral e por empresas de todos os portes, prestam um verdadeiro serviço de utilidade pública. Com isso, aparecem os primeiros empreendimentos no Brasil para publicar e lançar tablóides impressos especializados em anúncios classificados, ou seja, jornais exclusivamente de informações comerciais, com seções determinadas para cada categoria de produtos e serviços. Surge então um conceito para esse novo modelo 7

8 editorial: Jornal da oferta e da procura com mensagens comerciais pagas, mas cujos anúncios de particulares são gratuitos. Na década de 1980, o jornal Primeira Mão em São Paulo e o jornal Balcão em Belo Horizonte, aparecem sem noticiário, sem editorial, mas como uma enorme variedade de pequenas mensagens comerciais e de serviços de utilidade pública. Esses veículos de comunicação apresentam-se como uma alternativa para o público com menor poder aquisitivo, mas que deseja anunciar um produto e realizar um negócio ou uma troca. Pequenos e médios anunciantes interessam em publicar anúncios nesse novo produto editorial, sem conteúdo noticioso e essencialmente comercial. Balcão (1989) é um jornal exclusivamente de classificados e o leitor pode publicar seus anúncios gratuitamente, o que não acontece com classificados de outros jornais. Com diversas páginas de informações comerciais, o jornal Balcão apresenta uma variada lista de seções específicas de anúncios classificados para o público leitor que têm interesse em por comprar, vender ou realizar um negócio: automóveis, imóveis, livros e revistas, música, foto e vídeo, telefonia, brinquedos, videogame, informática, empregos etc. É permitido publicar anúncios grátis de no máximo 20 palavras. Só podem anunciar gratuitamente pessoas físicas que não estejam oferecendo prestação de serviços ou exercendo atividades comerciais informais e pessoas jurídicas que não estejam anunciando o objetivo de sua própria atividade. Em geral, é permitido a publicação de qualquer mercadoria ou pedido pessoal, exceto as seguintes restrições: anúncios de doação ou venda de órgãos humanos, armas, comércio de animais silvestres da fauna brasileira, reclames sentimentais envolvendo menores, doação de dinheiro ou crianças, discriminação de cor, raça ou religião, crítica política ou religiosa, anúncios de denúncias, obituário, comércio ou troca de material pornográfico e todos os anúncios relacionados a qualquer atividade ilegal. Os anúncios pagos são os que visam o interesse comercial permanente de produtos e qualquer tipo de oferta de prestação de serviços. Uma característica notável do jornal Balcão é a manchete de primeira página, sempre selecionada a partir de algum anúncio gratuito publicado na mesma edição. Na escolha do anúncio de capa é dada a preferência para a originalidade ou curiosidade da mensagem comercial. A manchete de capa desperta a atenção dos leitores contribuindo para o aumento das vendas do jornal nas bancas. Para demonstrar como mensagens comerciais criativas podem gerar bons resultados, algumas manchetes peculiares do jornal: 8

9 o Vendo par de alianças sem uso: Motivo, o noivo fugiu. o Atenção Pastores! Terno cinza com colete, vendo por R$ 50,00 o Vendo corcel impecável! Não bebe, não fuma e não dorme na rua. Portanto, a contribuição dos anúncios classificados para o desenvolvimento do jornal impresso é confirmada pelo percentual de páginas de informações comerciais publicadas em jornal nos últimos anos, conforme informado pela Associação Nacional de Jornais (ANJ): Ano Noticiário (%) Classificados (%) ,85 33, ,21 34, ,88 29, ,85 36, ,53 35, ,77 39, ,47 39, ,58 37, ,54 34, ,24 34, ,75 37, ,44 40,56 Tabela 1: Anúncios em jornal: noticiário x classificados (ANJ) No Brasil, de acordo com a tabela 1, em torno de 40% das páginas de anúncios publicados são de classificados, o que demonstra uma significativa parcela da receita publicitária para um jornal impresso. A participação da receita proveniente dos anúncios classificados é considerada estratégica e economicamente viável, tendo em vista a crise atual das empresas de comunicação em todo o mundo. Segundo dados da Associação Nacional de Jornais (ANJ), em 2008, mais de 3 milhões de reais foram investidos na publicação de anúncios classificados pelo mercado imobiliário e automotivo, o que solidifica a necessidade desse serviço oferecido pelos jornais impressos. 9

10 CONSIDERAÇÃO FINAL Historicamente, o serviço informativo prestado pelos anúncios classificados facilitou a comunicação entre o público leitor e/ou consumidor com interesses de compra, venda, troca, aluguel, empréstimos, doações, oferta e procura de empregos, recados pessoais, religiosos e sentimentais. No século XXI, as constantes inovações tecnológicas e a necessidade de prestar serviços de toda ordem sugerem uma perspectiva virtual na transmissão das informações comerciais, notoriamente inserida nas relações sociais contemporâneas. O acesso à tecnologia da informação e a diversos meios de comunicação favorecem a transmissão de mensagens de textos, fotos e vídeos. A evolução tecnológica transferiu a comodidade da oferta e da procura criada nos anúncios classificados dos jornais impressos para a internet e nunca houve tantos serviços gratuitos. Os tradicionais anúncios classificados de produtos e serviços, publicados principalmente em jornais impressos, têm o seu similar nos sites de buscas e classificados virtuais com a vantagem de transmitir a informação mais bem elaborada com imagens e com maior agilidade, conforme descreve Pinho (2000:114), Os grandes jornais presentes na rede mundial começaram a disputar esse mercado, lançando seus classificados simultaneamente na internet e no jornal impresso. Com a popularização da internet, os serviços de compra e venda se multiplicaram no ciberespaço preenchendo, assim, outra lacuna em nossa administração. Em relação ao consumo, é importante observar o surgimento de veículos de comunicação só com informações comerciais, analisar sua configuração como meio de comunicação, seus desdobramentos virtuais na rede mundial de computadores e avaliar os serviços peculiares que os anúncios classificados oferecem. O processo de comunicação estabelecido pelas mensagens comerciais nos classificados dos jornais impressos é característico do comportamento da sociedade contemporânea, sendo considerado um importante meio de informação comercial sobre o mercado consumidor. Nesse sentido, os anúncios classificados ocupam um espaço relevante na mídia impressa brasileira, confirmando a necessidade de prestar esse serviço ao público para aprimorar as relações comerciais e fortalecer economicamente as empresas de comunicação. 10

11 REFERÊNCIAS: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS (ANJ). Disponível em: <http://www.anj.org.br/a-industria-jornalistica/jornais-no-brasil/anuncios-em-jornal>. Acesso em 28 jul ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS (ANJ). Disponível em: <http://www.anj.org.br/a-industria-jornalistica/jornais-no-brasil/maiores-setoresanunciantes-no-jornal>. Acesso em 28 jul BALCÃO. Belo Horizonte: Belo Horizonte gráfica e editora,1989. CADENA, Nelson Varón. Disponível em: <http://www.almanaquedacomunicacao.com.br/artigos/123.html>. Acesso em 20 jul CASTRO, Ruy. O anjo pornográfico: a vida de Nélson Rodrigues. São Paulo: Companhia das Letras, GOMES, Laurentino. 1808: como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a história de Portugal e do Brasil. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, GRACIOSO, Francisco; PENTEADO, J. Roberto Whitaker. Propaganda brasileira. São Paulo: Mauro Ivan Marketing Editorial, JORNAL OURO PRETO. Ouro Preto, Minas Gerais, agosto, MONTAIGNE. Michel de. Ensaios, tradução de Sérgio Milliet, São Paulo: Abril Cultural, (Coleção Os Pensadores) PINHO, J. B. Comunicação em marketing. São Paulo: Papirus editora, 2001., José Benedito. Publicidade e vendas na Internet: técnicas e estratégias. São Paulo: Summus, SANTANNA, Armando. Propaganda: teoria, técnica e prática. São Paulo, Pioneira, 1982 SLATER, Don. Cultura do consumo e modernidade. São Paulo: Nobel,

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Mídia Kit 2015 Publicidade Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Multiplataforma A Prazeres da Mesa é hoje a mais dinâmica produtora de conteúdo de gastronomia em várias

Leia mais

Jornal Marco Zero 1. Larissa GLASS 2 Hamilton Marcos dos SANTOS JUNIOR 3 Roberto NICOLATO 4 Tomás BARREIROS 5

Jornal Marco Zero 1. Larissa GLASS 2 Hamilton Marcos dos SANTOS JUNIOR 3 Roberto NICOLATO 4 Tomás BARREIROS 5 1 Jornal Marco Zero 1 Larissa GLASS 2 Hamilton Marcos dos SANTOS JUNIOR 3 Roberto NICOLATO 4 Tomás BARREIROS 5 Faculdade internacional de Curitiba (Facinter) RESUMO O jornal-laboratório Marco Zero 6 é

Leia mais

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE TÂNIA REGINA CAMPOS DA CONCEIÇÃO

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE TÂNIA REGINA CAMPOS DA CONCEIÇÃO SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE TÂNIA REGINA CAMPOS DA CONCEIÇÃO A VINDA DA FAMÍLIA REAL PORTUGUESA AO BRASIL Projeto apresentado e desenvolvido na

Leia mais

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS.

SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. 2 plenapropaganda portfólio quem somos 3 SOMOS UMA AGÊNCIA JOVEM, ÁGIL E CRIATIVA QUE TEM UM PROPÓSITO BEM CLARO: TER BOAS IDEIAS PARA GERAR BONS RESULTADOS. A Plena é uma agência que atua sempre focada

Leia mais

MÍDIA KIT VAREJO PROMOCIONAL. meio & mídia

MÍDIA KIT VAREJO PROMOCIONAL. meio & mídia MÍDIA KIT VAREJO PROMOCIONAL 2015 O QUE É A CULT A revista Cult trouxe um novo conceito e quando chegou ao mercado, em 2005, agitou a mídia impressa com sua proposta inovadora. Já nasceu corajosa e trazendo

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC MODA & ACESSÓRIOS APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SAÚDE

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SAÚDE JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM

CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM CARACTERÍSTICAS DA MÍDIA Profa. Marli Hatje Educação Física e as Novas TICs CEFD/UFSM Jornal Revista Televisão Rádio Internet - Relata o que já passou e o que vai acontecer; -Credibilidade; - Cobertura

Leia mais

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de

Promoção de vendas é a pressão de marketing de mídia ou não mídia exercida durante um período predeterminado e limitado de tempo ao nível de Metas das Comunicações de Marketing: Criação de consciência informar os mercados sobre produtos, marcas, lojas ou organizações. Formação de imagens positivas desenvolver avaliações positivas nas mentes

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2014. Almanaque Publicitário JC FINANÇAS

JORNAL DO COMMERCIO 2014. Almanaque Publicitário JC FINANÇAS FINANÇAS APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings centers e empreendimentos imobiliários.

Leia mais

Proposta de publicidade

Proposta de publicidade Proposta de publicidade Olá, prezado (a) Vimos por meio deste apresentar nosso Jornal e a nossa proposta de publicidade para seu negocio ou serviço, que segue-se adiante. Informação é fundamental nos dias

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC TELEFONIA

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC TELEFONIA JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings

Leia mais

O Amarelinho mantém liderança

O Amarelinho mantém liderança Mídia Kit O CAMPEÃO DAS BANCAS! O melhor jornal de empregos mídia exclusiva Empregos, estágios, cursos e concursos Páginas 6, 7 e 8 perfil do leitor Instituto define quem é o leitor do Amarelinho Página

Leia mais

História da propaganda brasileira: dos fatos à linguagem

História da propaganda brasileira: dos fatos à linguagem História da propaganda brasileira: dos fatos à linguagem A trajetória A cada período da trajetória, em cada contexto social em que se inseriu, a publicidade encontrou a sua maneira de dizer, dialogando

Leia mais

Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO

Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO Piracicaba, 2000 Fabrício Aparecido Breve INTERNET E MUNDIALIZAÇÃO Este trabalho se destina a avaliação da disciplina de Teoria da Comunicação Piracicaba,

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Capítulo 18 Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Questões abordadas no capítulo Quais são as etapas envolvidas

Leia mais

imoteca MAGAZINE MÍDIA KIT GUIA COMPLETO DE INFORMAÇÕES E OPORTUNIDADES IMOBILIÁRIAS EM RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO

imoteca MAGAZINE MÍDIA KIT GUIA COMPLETO DE INFORMAÇÕES E OPORTUNIDADES IMOBILIÁRIAS EM RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO GUIA COMPLETO DE INFORMAÇÕES E OPORTUNIDADES IMOBILIÁRIAS EM RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO MÍDIA KIT PERIODICIDADE BIMESTRAL 30 MIL EXEMPLARES Auditados pela ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS CAPA COUCHÊ 170G MIOLO COUCHÊ

Leia mais

CRONOGRAMA GERAL 26 de março às 9h30 04 de maio 06 de maio 22 de maio - 30 de maio

CRONOGRAMA GERAL 26 de março às 9h30 04 de maio 06 de maio 22 de maio - 30 de maio CRONOGRAMA GERAL 26 de março às 9h30 Apresentação pesquisa 04 de maio Fechamento comercial 06 de maio Entrega do material 22 de maio - Evento de premiação 30 de maio Publicação da revista Considerando

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

REVISTA ELETROLAR NEWS, a única b2b do segmento, com freqüência de 45 dias e 20.000 exemplares auditados pelo IVC.

REVISTA ELETROLAR NEWS, a única b2b do segmento, com freqüência de 45 dias e 20.000 exemplares auditados pelo IVC. REVISTA ELETROLAR NEWS, a única b2b do segmento, com freqüência de 45 dias e 20.000 exemplares auditados pelo IVC. FEIRA ELETROLAR SHOW, evento anual B2B que reúne a indústria e o varejo, mais de 1.000

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

NOTÍCIA INSTITUCIONAL: IMAGEM INSTITUCIONAL

NOTÍCIA INSTITUCIONAL: IMAGEM INSTITUCIONAL NOTÍCIA INSTITUCIONAL: IMAGEM INSTITUCIONAL RESUMO Caroline Ferreira 1 O objetivo deste artigo é falar sobre Noticia institucional e o interesse cada vez maior das empresas em cuidar da sua imagem institucional.

Leia mais

MINAS É NOSSO NEGÓCIO

MINAS É NOSSO NEGÓCIO APRESENTAÇÃO MINAS É NOSSO NEGÓCIO O Diário do Comércio, um dos mais tradicionais jornais de Minas Gerais, é o único especializado em economia, gestão e negócios. Em oito décadas de circulação, o jornal

Leia mais

Como Atrair Clientes

Como Atrair Clientes COMO ATRAIR CLIENTES QUESTÕES BÁSICAS Quem são os meus clientes? Quantos sãos? Onde estão? Como fazer para falar com eles? DEFINIÇÃO SEGMENTO DE MERCADO Significa um grupo de consumidores com necessidades

Leia mais

Comunicação Institucional na Hospitalidade Pública de Ouro Preto 1

Comunicação Institucional na Hospitalidade Pública de Ouro Preto 1 Comunicação Institucional na Hospitalidade Pública de Ouro Preto 1 Ronaldo Mendes Neves 2 Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Comunicação Social 1 Trabalho apresentado no DT 3 Relações

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

O que é comércio eletrônico?

O que é comércio eletrônico? COMÉRCIO ELETRÔNICO O que é comércio eletrônico? O comércio eletrônico ou e-commerce é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde as chamadas Lojas Virtuais oferecem seus produtos

Leia mais

O ZONA SUL ONLINE. Portal. Zona Sul Online. Newsletter

O ZONA SUL ONLINE. Portal. Zona Sul Online. Newsletter zonasulonline. c o m. br O ZONA SUL ONLINE Portal Zona Sul Online O ZonaSul Online é um veículo de comunicação baseado na Internet. É composto de um Portal de Busca na Internet, o Zona Sul Online, focado

Leia mais

MÍDIA KIT É HORA DE VENCER A CRISE LARGUE NA FRENTE DA CONCORRÊNCIA! O VEÍCULO OFICIAL DA ASSERJ, ESTÁ COM VALORES PROMOCIONAIS PARA QUEM SE ANTECIPAR

MÍDIA KIT É HORA DE VENCER A CRISE LARGUE NA FRENTE DA CONCORRÊNCIA! O VEÍCULO OFICIAL DA ASSERJ, ESTÁ COM VALORES PROMOCIONAIS PARA QUEM SE ANTECIPAR MÍDIA KIT É HORA DE VENCER A CRISE LARGUE NA FRENTE DA CONCORRÊNCIA! O VEÍCULO OFICIAL DA ASSERJ, ESTÁ COM VALORES PROMOCIONAIS PARA QUEM SE ANTECIPAR O VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO QUE FALA AO TRADE SUPERMERCADISTA

Leia mais

SUPERMERCADO & VAREJO

SUPERMERCADO & VAREJO JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SUPERMERCADO & VAREJO APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também

Leia mais

Nome do programa, pesquisa ou produto: Almanaque IBOPE Pesquisa: Demografia Hábitos de lazer

Nome do programa, pesquisa ou produto: Almanaque IBOPE Pesquisa: Demografia Hábitos de lazer 1 Data de elaboração da ficha: Abr 2007 IBOPE - Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Dados da organização Nome: IBOPE - Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Endereço:

Leia mais

Colocação Domingo Dias Úteis

Colocação Domingo Dias Úteis Filiado ao IVC - Instituto Verificador de Circulação Anuncie com segurança. Anuncie em jornais filiados ao IVC Preços Preços da tabela expressos em reais. Noticiário Colocação Domingo Dias Úteis 1) Varejo,

Leia mais

Salvador, julho de 2011

Salvador, julho de 2011 Salvador, julho de 2011 O PORTAL IBAHIA O novo ibahia é totalmente inovador, interativo e imediato. É a versão online da Bahia, estimula a personalização de conteúdos, adapta-se ao gosto do público. Tem

Leia mais

(In)visibilidades fotográficas do mundo do trabalho: representações visuais e lacunas do visível nas imagens da Revista do Globo.

(In)visibilidades fotográficas do mundo do trabalho: representações visuais e lacunas do visível nas imagens da Revista do Globo. Mesa 24 (In)visibilidades fotográficas do mundo do trabalho: representações visuais e lacunas do visível nas imagens da Revista do Globo. Cláudio de Sá Machado Júnior Dentre as várias tipologias fotográficas

Leia mais

Artigo: Um olhar feminino na Internet

Artigo: Um olhar feminino na Internet Artigo: Um olhar feminino na Internet Por Tatiane Pocai Dellapiazza - aluna do primeiro ano do Curso de Comunicação Social - Centro UNISAL - Americana. Introdução: O Brasil chega perto de comemorar seu

Leia mais

INTERNAUTA, O HOMEM E O MITO

INTERNAUTA, O HOMEM E O MITO INTERNAUTA, O HOMEM E O MITO No ano 2000, surgiu no mundo uma nova geração de seres. Esses estranhos personagens postulavam que a realidade virtual era mais importante do que a vida real. Comunicavam-se

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

CARINA CONVIDA PARA JANTAR

CARINA CONVIDA PARA JANTAR CARINA CONVIDA PARA JANTAR Produtora de Sonhos A vida é a arte dos encontros, embora haja tantos desencontros pela vida, cantava Vinícius de Moraes. Para Carina Chaves, encontros renovam a vida. Mais ainda,

Leia mais

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Comunicação é um direito de todos No Brasil, os meios de comunicação estão concentrados nas mãos de poucas empresas familiares que têm a

Leia mais

Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio

Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio Personalização na Internet Como Descobrir os Hábitos de Consumo de seus Usuários, Fidelizá-los e Aumentar o Lucro de seu Negócio Roberto Torres Novatec Editora 23 Capítulo 1 O que é Personalização? Este

Leia mais

COMO GERAR MAIS VENDAS NA INTERNET

COMO GERAR MAIS VENDAS NA INTERNET COMO GERAR MAIS VENDAS NA INTERNET Palestra de Diego Simon Diego Simon Co-fundador e diretor de operações do portal VivaReal desde 2009. Formado em Administração de Empresas e pósgraduado em Gestão de

Leia mais

Anúncio Impresso Juntos Transformamos o Mundo 1

Anúncio Impresso Juntos Transformamos o Mundo 1 Anúncio Impresso Juntos Transformamos o Mundo 1 Paulo Henrique Paes Alves Da SILVA 2 Danielle Soares De CARVALHO 3 Gabriela Caroline BERNARDI 4 Jessica Dos Santos BATISTA 5 João Paulo SPRICIGO 6 Laysa

Leia mais

Número 12 (18 de abril de 2008) Publicação periódica do Clube Brasileiro-Catalão de Negócios. Com o apoio de:

Número 12 (18 de abril de 2008) Publicação periódica do Clube Brasileiro-Catalão de Negócios. Com o apoio de: Clube Brasileiro-Catalão de Negócios (CB-CN) Av. Juscelino Kubitschek, 1726 conj. 111 sala 9 Vila Olímpia São Paulo SP Brasil CEP: 04543-000 www.cb-cn.com E-mail: info@cb-cn.com Número 12 (18 de abril

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO

COMÉRCIO ELETRÔNICO UM BREVE HISTÓRICO UM BREVE HISTÓRICO COMÉRCIO ELETRÔNICO O comércio sempre existiu desde que surgiram as sociedades. Ele é dito como o processo de comprar, vender e trocar produtos e serviços. Inicialmente praticado pelos

Leia mais

Estação Centro: planejamento gráfico e diagramação do jornal-laboratório da FAPSP 1

Estação Centro: planejamento gráfico e diagramação do jornal-laboratório da FAPSP 1 Estação Centro: planejamento gráfico e diagramação do jornal-laboratório da FAPSP 1 Washington Anibal CORREA 2 Egberto Gomes FRANCO 3 Daniel Ladeira de ARAÚJO 4 Miguel VALIONE JUNIOR 5 Faculdade do Povo,

Leia mais

Lavanderia Primavera: um estudo de caso de uma marca de sucesso 1

Lavanderia Primavera: um estudo de caso de uma marca de sucesso 1 Lavanderia Primavera: um estudo de caso de uma marca de sucesso 1 Diego Pereira de MELO 2 Flávio Mendes FEITOSA 3 Gustavo dos Santos FERNANDES 4 Faculdade de Ciências Educacionais e Empresariais de Natal

Leia mais

Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015

Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015 Clipping de Imprensa Pesquisa UPP: O que pensam os policiais Outubro de 2015 A relevância e credibilidade dos resultados da pesquisa UPP: O que pensam os policiais foram, sem dúvida, pontos de partida

Leia mais

Perguntas frequentes a respeito do Jornal

Perguntas frequentes a respeito do Jornal Perguntas frequentes a respeito do Jornal O Jornal Informação Popular 1 - O que é o Jornal Informação Popular? É um Jornal local, da região SUL e SUDOESTE de Campinas, que traz jornalismo popular regional

Leia mais

Você quer falar. MídiaKit 2015. de duas rodas? É fácil! andando na frente

Você quer falar. MídiaKit 2015. de duas rodas? É fácil! andando na frente Você quer falar com o segmento de duas rodas? É fácil! MídiaKit 2015 Use a REVISTA DUAS RODAS Muito mais que uma revista 40 Anos andando na frente Liderança Absoluta de ponta a ponta A história de Duas

Leia mais

Dados de Mercado 2009/10

Dados de Mercado 2009/10 Dados de Mercado 2009/10 Dados de Mercado Revolução na Mídia Fenômeno de mídia na Europa e Estados Unidos, os tablóides de distribuição gratuita chegaram ao Brasil para revolucionar o mercado de comunicação.

Leia mais

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA 1 As autoras A vivência como professoras foi a base de trabalho das autoras. Na sala de aula, puderam conviver com a realidade de leitura

Leia mais

www.jornalcidademg.com.br Mídia Kit

www.jornalcidademg.com.br Mídia Kit J O R N A L www.jornalcidademg.com.br Mídia Kit 2014 UM POUCO SOBRE NÓS O objetivo principal desse projeto é oferecer uma ferramenta fácil e inteligente para divulgar informações sobre nossa cidade e região.

Leia mais

TÍTULO: NEUROMARKETING: UMA NOVA FORMA DE FAZER PROPAGANDA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS

TÍTULO: NEUROMARKETING: UMA NOVA FORMA DE FAZER PROPAGANDA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS TÍTULO: NEUROMARKETING: UMA NOVA FORMA DE FAZER PROPAGANDA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO PRETO AUTOR(ES): FELIPE

Leia mais

multi media soluções em comunicação

multi media soluções em comunicação multi media soluções em comunicação PARANÁ multi media multi media 1 MI DE HABITANTES NA REGIÃO R$18 BI POTENCIAL DE CONSUMO R$ 12 BI EM INVESTIMENTOS NA REGIÃO 1º NO RANKING INDUSTRIAS R$ 18 BI PIB DA

Leia mais

Informações Gerais. 34 parceiros de mídia e publicidade. 220 expositores. + de 500 marcas. + de 20 mil m 2. 35 mil visitantes

Informações Gerais. 34 parceiros de mídia e publicidade. 220 expositores. + de 500 marcas. + de 20 mil m 2. 35 mil visitantes O Evento A PHOTOIMAGE BRASIL, maior feira de imagem da América Latina, reuniu mais de 35 mil participantes ligados ao segmento e provou nesta sua 22ª edição que soube se adaptar às rápidas mudanças do

Leia mais

Revista. Sua vitrine no varejo carioca MÍDIA KIT ASSERJ. Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro

Revista. Sua vitrine no varejo carioca MÍDIA KIT ASSERJ. Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro Revista Sua vitrine no varejo carioca MÍDIA KIT ASSERJ Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro O VEÍCULO DE COMUNICAÇÃO QUE FALA AO TRADE SUPERMERCADISTA A revista que cresceu, evoluiu

Leia mais

Dia dos Namorados OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO

Dia dos Namorados OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Dia dos Namorados OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Dia dos Namorados Além de ser uma data cheia de glamour e romantismo, o Dia dos Namorados representa uma ótima oportunidade comercial. Para aproveitar esse momento,

Leia mais

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA (versão simples da Lei da Comunicação Social Eletrônica) CAPÍTULO 1 PARA QUE SERVE A LEI Artigo 1 - Esta lei serve para falar como vai acontecer de fato o que está escrito em alguns

Leia mais

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho # Tantas # Edição 01 # Ano 01 Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho Editorial Missão e Valores

Leia mais

Apresentação. Quem Somos

Apresentação. Quem Somos Apresentação Quem Somos A UAI Tecnologia e Comunicação, nome fantasia da UAI Software LTDA., (que significa "Unidade de Apoio à Informação do Software") foi fundada em 19 de Março de 2004, por Luiz Gustavo

Leia mais

Questões de gênero. Masculino e Feminino

Questões de gênero. Masculino e Feminino 36 Questões de gênero Masculino e Feminino Pepeu Gomes Composição: Baby Consuelo, Didi Gomes e Pepeu Gomes Ôu! Ôu! Ser um homem feminino Não fere o meu lado masculino Se Deus é menina e menino Sou Masculino

Leia mais

Resumo. GT Produção Laboratorial Impresso Jornal cultural 2ª Opinião Márcia Eliane Rosa Professora de Jornalismo, doutoranda na ECA/USP

Resumo. GT Produção Laboratorial Impresso Jornal cultural 2ª Opinião Márcia Eliane Rosa Professora de Jornalismo, doutoranda na ECA/USP GT Produção Laboratorial Impresso Jornal cultural 2ª Opinião Márcia Eliane Rosa Professora de Jornalismo, doutoranda na ECA/USP Resumo O 2ª Opinião - Espaço cultural é um jornal-laboratório que vem sendo

Leia mais

Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS

Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS Roteiro de Aplicação da Economia Criativa e Inovação como critérios na FETEPS Com objetivo de auxiliar na elaboração dos trabalhos, apresentamos critérios relacionados a Economia Criativa e Inovação, conceitos

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura!

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura! APRESENTAÇÃO A Informatiza Soluções Empresariais está no mercado desde 2006 com atuação e especialização na criação de sites e lojas virtuais. A empresa conta com um sistema completo de administração de

Leia mais

Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários

Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários Comparativo entre os meios de comunicação para atingir 50 milhões de usuários Fonte: TAKAHASHI, 2000; VEJA ONLINE, 2006 Definições de comércio eletrônico/e-business E - BUSINESS, acrônimo do termo em

Leia mais

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo saber como é desenvolvido o trabalho de Assessoria de Imprensa, sendo um meio dentro da comunicação que através

Leia mais

Empresas que atuavam fora do Brasil, começam a olhar para o nosso mercado e investem na busca de crescer a sua base de clientes, tais como:

Empresas que atuavam fora do Brasil, começam a olhar para o nosso mercado e investem na busca de crescer a sua base de clientes, tais como: TENDÊNCIAS 1. Globalização Empresas que atuavam fora do Brasil, começam a olhar para o nosso mercado e investem na busca de crescer a sua base de clientes, tais como: Grupo Casino Carrefour Wal-Mart C&A

Leia mais

1.1.1. O período de duração da promoção terá início em 25/04/2010 e término em 24/04/2011;

1.1.1. O período de duração da promoção terá início em 25/04/2010 e término em 24/04/2011; PROMOÇÃO CLASSIC SHOW LEVA VOCÊ A BUENOS AIRES REGULAMENTO: 1. A promoção: 1.1. A promoção CLASSIC SHOW LEVA VOCÊ A BUENOS AIRES é realizada pela FAGUNDES GRÁFICA E EDITORA LTDA. (empresa promotora), nome

Leia mais

Transferência da Corte portuguesa. D. João VI no Brasil

Transferência da Corte portuguesa. D. João VI no Brasil Transferência da Corte portuguesa D. João VI no Brasil A Corte no Brasil? Desde o século XVII, o governo de Portugal cogitava, eventualmente, transferir a sede do Império Português para a colônia na América.

Leia mais

Prova temática. 8º ano. Colégio: Nome:

Prova temática. 8º ano. Colégio: Nome: 8º ano Prova temática 2008 Colégio: Nome: Número: Turma: 1 Família Real Benefícios e conseqüências com a chegada da família real portuguesa Com a chegada da família real lusitana ao Brasil, em 1808, ocorreram

Leia mais

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce).

Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). Poucas inovações na história da humanidade reúnem tantos benefícios potenciais quanto o Comércio Eletrônico (também conhecido como e-commerce). A natureza global da tecnologia, a oportunidade de atingir

Leia mais

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS

REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS REDES SOCIAIS PARA PEQUENAS EMPRESAS Entenda a importância da utilização das Redes Sociais para a sua pequena empresa e conheça os fundamentos necessários para obter resultados positivos com a sociabilidade.

Leia mais

COMUNICAÇÃO COORDENADA UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO E A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA NO EIXO RIO/SÃO PAULO: O CASO CÂNCER

COMUNICAÇÃO COORDENADA UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO E A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA NO EIXO RIO/SÃO PAULO: O CASO CÂNCER II ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SOCIEDADE BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SBPJor FACULDADE DE COMUNICAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA 26 E 27 DE NOVEMBRO DE 2004 SALVADOR

Leia mais

Propaganda Eleitoral. Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS ESPÉCIES DE PROPAGANDA POLÍTICA

Propaganda Eleitoral. Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS ESPÉCIES DE PROPAGANDA POLÍTICA Série Aperfeiçoamento de Magistrados 7 Curso: 1º Seminário de Direito Eleitoral: Temas Relevantes para as Eleições de 2012 Propaganda Eleitoral 85 Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Leia mais

A Pobreza tem Cor no Brasil: Precisamos Reverter este Quadro 1

A Pobreza tem Cor no Brasil: Precisamos Reverter este Quadro 1 A Pobreza tem Cor no Brasil: Precisamos Reverter este Quadro 1 Andrey Scariott FILIPPI 2 Lucas Paiva de OLIVEIRA 3 Marcelo Barbosa CORRÊA 4 Virgínia FEIX 5 Centro Universitário Metodista do IPA, Porto

Leia mais

A diferença entre marketing, propaganda publicidade, relações públicas e jornalismo Por Renato Galisteu

A diferença entre marketing, propaganda publicidade, relações públicas e jornalismo Por Renato Galisteu A diferença entre marketing, propaganda e publicidade, relações públicas e jornalismo Por Renato Galisteu Communication and social media specialist, passionate tech journalism and Noah's Dad A comunicação

Leia mais

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO DE ARTES E COMUNICAÇÃO - CAC CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Coordenador do Curso: Prof. Dirceu Tavares de Carvalho Lima Filho IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1.

Leia mais

www.valoronline.com.br Apresentação institucional Valor Online

www.valoronline.com.br Apresentação institucional Valor Online Apresentação institucional Valor Online Outubro/2010 Valor Online: o melhor da economia e dos negócios a apenas um clique Valor Online é a mais completa cobertura de economia, negócios e finanças da internet.

Leia mais

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1

O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O dentista que virou dono de restaurante chinês 1 O cirurgião dentista Robinson Shiba, proprietário da rede China In Box, em 1992 deixava de exercer sua profissão como dentista para inaugurar a primeira

Leia mais

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Disciplinas Optativas Publicidade Carga horária total

Leia mais

Guia do apoiador cultural

Guia do apoiador cultural junho/2013 Guia do apoiador cultural Anúncios com Banners Âmbito Jurídico Comércio e Serviço de Informação, Ltda. www.ambito-juridico.com.br e-mail: diretoria@ambito-juridico.com.br Âmbito Jurídico O seu

Leia mais

LEILÃO DA PALACE RECEPÇÕES. Anexo I lista dos lotes

LEILÃO DA PALACE RECEPÇÕES. Anexo I lista dos lotes LEILÃO DA PALACE RECEPÇÕES Anexo I lista dos lotes LOTES DESCRIÇÃO FOTOS 01 10 vestidos de damas: tamanhos, lance inicial: R$: 500,00 02 10 vestidos de damas: tamanhos, lance inicial: R$: 500,00 03 10

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS 1. Objeto: 1.1.1. Contratação de empresa para prestação, sob demanda, de serviços de planejamento, organização, coordenação, execução, fiscalização e avaliação de eventos com a viabilização de infra-estrutura

Leia mais

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 O Rio ao Vivo é a primeira plataforma de transmissão online, em tempo real,com imagens de alta qualidade dos locais mais movimentados do Rio de Janeiro para o mundo.

Leia mais

O Marketing como prática estratégica na comunicação publicitária

O Marketing como prática estratégica na comunicação publicitária O Marketing como prática estratégica na comunicação publicitária Danielle Andrade Sousa Índice 1 O marketing de serviços e a exigência de mercado 1 2 Mas afinal, como ficam publicidade e propaganda? 4

Leia mais

Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹

Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹ Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹ Serena Veloso GOMES² Thamara Rocha Ribeiro FAGURY³ Kalyne Menezes SOUZA4 Silvana Coleta Santos PEREIRA5 Universidade Federal

Leia mais

Comunicação social Jornalismo, Relações Públicas, Assessoria e Comunicação de Marketing.

Comunicação social Jornalismo, Relações Públicas, Assessoria e Comunicação de Marketing. Comunicação social Comunicação social A Comunicação Social é um campo de conhecimento académico que estuda a comunicação humana e as questões que envolvem a interação entre os sujeitos em sociedade. Os

Leia mais

PROMOÇÕES como instrumento de CONSTRUÇÃO de MARCA

PROMOÇÕES como instrumento de CONSTRUÇÃO de MARCA PROMOÇÕES como instrumento de CONSTRUÇÃO de MARCA Infoglobo: empresa integrante do principal grupo de comunicação do Brasil. QUEM SOMOS? 1925 1998 2006 Conteúdo multiplataforma para diferentes públicos.

Leia mais

Projeto CAPAZ Banana Republic Conceito de Luxo

Projeto CAPAZ Banana Republic Conceito de Luxo 1 Introdução Ao assistir à aula você conheceu um pouco mais sobre a história da marca Banana Republic e compreendeu também o conceito de luxo a que esta marca está relacionada. A idéia é fazer com que

Leia mais

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento

Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário Apoios Dados Gerais Expositores Visitantes Congresso Fenabrave Campanha de Marketing Mídia Espontânea Fotos do evento Sumário XXI EDIÇÃO DO CONGRESSO FENABRAVE TERMINA COM PREVISÃO OTIMISTA PARA

Leia mais

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis

Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis Nos últimos anos o mercado brasileiro de imóveis vivenciou um crescimento inacreditável, o lançamento de novas unidades mais a valorização de imóveis usados, além do crescimento de renda da população e

Leia mais

O Jornal. A Contagem TV. Distribuição. Estatísticas. Por quê? Público Alvo. Publicidade. Contatos

O Jornal. A Contagem TV. Distribuição. Estatísticas. Por quê? Público Alvo. Publicidade. Contatos w w w. d i a r i o d e c o n t a g e m. c o m. b r w w w. c o n t a g e m t v. c o m. b r O JORNAL DIÁRIO DE CONTAGEM ONLINE é um site de notícias atualizado diariamente e é o primeiro jornal da região

Leia mais

Não adianta falar inglês sem fazer sentido. 1

Não adianta falar inglês sem fazer sentido. 1 Não adianta falar inglês sem fazer sentido. 1 BOGUSZEWSKI, Luiza. 2 SCHETTERT, Gabriela Antunes. 3 MENEZES, Sérgio. 4 Universidade Positivo, Curitiba, PR. 2013 RESUMO Com a disseminação da cultura norte-americana

Leia mais

Contextos sobre o crescimento dos cursos de Publicidade e Propaganda

Contextos sobre o crescimento dos cursos de Publicidade e Propaganda Contextos sobre o crescimento dos cursos de Publicidade e Propaganda TOMITA, Iris Y. mestre Unicentro - PR RESUMO A expansão dos cursos de Publicidade e Propaganda nos anos 1990 reflete um contexto histórico

Leia mais

CATEGORIA: ATENDIMENTO AO CLIENTE BOAS PRÁTICAS:

CATEGORIA: ATENDIMENTO AO CLIENTE BOAS PRÁTICAS: EXPRESSO GUANABARA S/A - CNPJ: 41.550.112/0001-01 END. ROD BR 116 KM 04 N 700 MESSEJANA FORTALEZA/CE CATEGORIA: ATENDIMENTO AO CLIENTE 2011 BOAS PRÁTICAS: MELHORIA DA QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS AOS

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

Anuncie na Play! PROPOSTA COMERCIAL. Prezados,

Anuncie na Play! PROPOSTA COMERCIAL. Prezados, PROPOSTA COMERCIAL Prezados, Apresentamos a V.Sas. proposta de prestação de serviços de veiculação de anúncios publicitários na rádio Play FM, sintonizada na frequência 107,5 do dial FM dos rádios e acessada

Leia mais

Mídia Kit 2016. Você é nosso convidado a mudar a forma como se relaciona com os seus clientes

Mídia Kit 2016. Você é nosso convidado a mudar a forma como se relaciona com os seus clientes Mídia Kit 2016 Você é nosso convidado a mudar a forma como se relaciona com os seus clientes Conceito Muito prazer, somos a Revista Viva Minas! Nos autodefinimos como um veículo de comunicação para leitores

Leia mais