Carnaval e Quaresma: uma reflexão - Carnaval e Quaresma: uma reflexão 01-Mar-2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Carnaval e Quaresma: uma reflexão - Carnaval e Quaresma: uma reflexão 01-Mar-2014"

Transcrição

1 - 01-Mar-2014 da carne, algo como um deboche da condição humana na sua contingência e fragilidade. Contudo, a festa já se verifica em outras civilizações e períodos anteriores ao cristianismo e antes de ser incorporada pela cultura ocidental como parte do seu calendário. Dada à imprecisão de suas raízes históricas, bem menos existe de material que comprove sua origem religiosa ou cristã. É mais fácil dizer que sempre houve uma tentativa de cristianização do carnaval, dandolhe contornos mais apreciáveis aos cristãos com expressões (músicas e brincadeiras) mais ou menos compatíveis com a fé. Hoje, verifica-se isso sobretudo pelas inúmeras propostas de retiros espirituais, as marchinhas de Jesus, os blocos de Jesus e por aí vai... Mas e o que fazer com o carnaval? Em primeiro lugar, é bom nos perguntar: qual carnaval? Para o cristão que gosta de se divertir com a folia, é bom não escolher as expressões que incluam os indesejáveis excessos (violência, alcoolismo, drogas, sensualidade) que colocam em risco a sua vivência da fé e nem a própria vida e a saúde. A postura do cristão autêntico e a sabedoria do Evangelho ajudarão a dizer sim ou não ao que se lhe apresenta. Existem coisas no carnaval que são rejeitadas até mesmo por pessoas que não crêem, pois que nem do ponto de vista humano compensam...

2 Por esse dia de graça - See more at: da carne, algo como um deboche da condição humana na sua contingência e fragilidade. Contudo, a festa já se verifica em outras civilizações e períodos anteriores ao cristianismo e antes de ser incorporada pela cultura ocidental como parte do seu calendário. Dada à imprecisão de suas raízes históricas, bem menos existe de material que comprove sua origem religiosa ou cristã. É mais fácil dizer que sempre houve uma tentativa de cristianização do carnaval, dando-lhe contornos mais apreciáveis aos cristãos com expressões (músicas e brincadeiras) mais ou menos compatíveis com a fé. Hoje, verifica-se isso sobretudo pelas inúmeras propostas de retiros espirituais, as marchinhas de Jesus, os blocos de Jesus e por aí vai...

3 Mas e o que fazer com o carnaval? Em primeiro lugar, é bom nos perguntar: qual carnaval? Para o cristão que gosta de se divertir com a folia, é bom não escolher as expressões que incluam os indesejáveis excessos (violência, alcoolismo, drogas, sensualidade) que colocam em risco a sua vivência da fé e nem a própria vida e a saúde. A postura do cristão autêntico e a sabedoria do Evangelho ajudarão a dizer sim ou não ao que se lhe apresenta. Existem coisas no carnaval que são rejeitadas até mesmo por pessoas que não crêem, pois que nem do ponto de vista humano compensam...

4 Por esse dia de graça. Amém! da carne, algo como um deboche da condição humana na sua contingência e fragilidade. Contudo, a festa já se verifica em outras civilizações e períodos anteriores ao cristianismo e antes de ser incorporada pela cultura ocidental como parte do seu calendário. Dada à imprecisão de suas raízes históricas, bem menos existe de material que comprove sua origem religiosa ou cristã. É mais fácil dizer que sempre houve uma tentativa de cristianização do carnaval, dando-lhe contornos mais apreciáveis aos cristãos com expressões (músicas e brincadeiras) mais ou menos compatíveis com a fé. Hoje, verifica-se isso sobretudo pelas inúmeras propostas de retiros espirituais, as marchinhas de Jesus, os blocos de Jesus e por aí vai... Mas e o que fazer com o carnaval? Em primeiro lugar, é bom nos perguntar: qual carnaval? Para o cristão que gosta de se divertir com a folia, é bom não escolher as expressões que incluam os indesejáveis excessos (violência, alcoolismo, drogas, sensualidade) que colocam em risco a sua vivência da fé e nem a própria vida e a saúde. A postura do cristão autêntico e a sabedoria do Evangelho ajudarão a dizer sim ou não ao que se lhe apresenta. Existem coisas no carnaval que são rejeitadas até mesmo por pessoas que não crêem, pois que nem do ponto de vista humano compensam...

5 Por esse dia de graça. Amém!

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

EMPREENDIMENTO: Bosque Heliópolis. Novo Heliópolis - Garanhuns-PE 24 meses após a assinatura do contrato CAIXA. CORREÇÃO: BLOCO: INCC

EMPREENDIMENTO: Bosque Heliópolis. Novo Heliópolis - Garanhuns-PE 24 meses após a assinatura do contrato CAIXA. CORREÇÃO: BLOCO: INCC BLOCO: 1 104 L 51 m² 121.000,00 2.000,00 3.000,00 347,22 103.500,00 BLOCO: 2 004 L 51 m² 121.000,00 2.000,00 3.000,00 347,22 103.500,00 102 L 51 m² 121.000,00 2.000,00 3.000,00 347,22 103.500,00 BLOCO:

Leia mais

a 17 de Junho

a 17 de Junho 938 11 a 17 de Junho onde ser cristão pode custar a vida Ser livre para escolher sua própria religião, falar sobre Deus abertamente e com qualquer pessoa, ter uma Bíblia em mãos é um grande privilégio

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS (EMRC) (5ºANO) Unidade letiva 1 (Viver Juntos) Mudar faz parte da vida Os grupos a que pertenço Deus estabelece uma relação com a humanidade A aliança condição facilitadora da relação entre as partes A

Leia mais

Vogal de Formação Cadernos de Serviços

Vogal de Formação Cadernos de Serviços Vogal de Formação Cadernos de Serviços Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local: Para uma vivência cristã plena, o jovem necessita de se formar como tal, num ritmo de formação contínuo adaptado

Leia mais

Estudo do Espiritismo da FEB, na modalidade à distância.

Estudo do Espiritismo da FEB, na modalidade à distância. Estudo do Espiritismo da FEB, na modalidade à distância. O Estudo do Espiritismo da Federação Espírita Brasileira, na modalidade à distância, está com inscrições abertas para os cursos básicos. O período

Leia mais

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O Evangelho de Deus A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O que é o Evangelho? O Evangelho não é um discurso religioso, mas a ação soberana e graciosa de Deus ao longo da história, resgatando e

Leia mais

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Convidamos todas as paróquias, pastorais e lideranças a enviarem comunicados sobre festas, encontros, palestras e demais eventos, para divulgarmos em nosso Boletim

Leia mais

Vogal de Liturgia Cadernos de Serviços

Vogal de Liturgia Cadernos de Serviços Vogal de Liturgia Cadernos de Serviços Nome: Conselho Local / Regional / Nacional Centro Local: A Liturgia é um dos três Ministérios da vida da Igreja, para além do ministério profético e da caridade.

Leia mais

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO 1 Diagramação Henrique Turola 2 Guilherme Parada Pinheiro VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO São Paulo 2013 3 Copyright Guilherme Parada Pinheiro 6571/1 100 40 2013 O conteúdo desta obra é

Leia mais

Origem e histórico O mundo e o Carnaval O Brasil e o Carnaval. Músicas carnavalescas Considerações finais. São Paulo / Rio de Janeiro Olinda Salvador

Origem e histórico O mundo e o Carnaval O Brasil e o Carnaval. Músicas carnavalescas Considerações finais. São Paulo / Rio de Janeiro Olinda Salvador Origem e histórico O mundo e o Carnaval O Brasil e o Carnaval São Paulo / Rio de Janeiro Olinda Salvador Músicas carnavalescas Considerações finais CSNT 2010 Carnaval: das origens ao samba no pé 2 Carnaval

Leia mais

JUSTIFICATIVA. OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e metodologicamente fundam Específicos:

JUSTIFICATIVA. OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e metodologicamente fundam Específicos: JUSTIFICATIVA A Bíblia é a fonte primeira da teologia cristã, de onde os mais diversos grupos do cristianismo retiram OBJETIVOS Gerais: Capacitar expositores da Bíblia a utilizá-la de forma teológica e

Leia mais

Por uma liturgia mais animada. Giovanni Marques Santos

Por uma liturgia mais animada. Giovanni Marques Santos Por uma liturgia mais animada Giovanni Marques Santos liturgia animada liturgia des-animada liturgia animada COM ALMA (anima), ação sim-bólica em que nos colocamos por inteiro, para que a graça divina

Leia mais

Janeiro Fevereiro 2017

Janeiro Fevereiro 2017 Janeiro 2017 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 23/01 Início das Aulas com a disciplina PALAVRA VIVA 23/01 a 28/01 - Histórico da Bíblia / Bíblia, a Palavra

Leia mais

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Princípios para uma Catequese Renovada Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Por que Renovada? Podemos renovar o que ainda não existe? Como renovar? Introdução A renovação atual da catequese nasceu para

Leia mais

Escola Ryle de Teologia. Grade Curricular 1º Ano

Escola Ryle de Teologia. Grade Curricular 1º Ano Escola Ryle de Teologia Ensinando o poder do evangelho de Cristo Grade Curricular 1º Ano Introdução à Bíblia Como não se pode fazer teologia sem a Palavra de Deus, vamos dar início com esse tema. Este

Leia mais

Jean Vanier. Jesus Vulnerável

Jean Vanier. Jesus Vulnerável Jean Vanier Jesus Vulnerável A Rede Mundial de Oração do Papa, o novo nome dado ao Apostolado da Oração, é um Serviço Pontifício confiado à Companhia de Jesus. É formada por cristãos que oferecem o seu

Leia mais

Eu creio. E agora? A Caminhada Cristã em Sua Plenitude

Eu creio. E agora? A Caminhada Cristã em Sua Plenitude ? A Caminhada Cristã em Sua Plenitude 9. Por essa razão, desde o dia em que o ouvimos, não deixamos de orar por vocês e de pedir que sejam cheios do pleno conhecimento da vontade de Deus, com toda a sabedoria

Leia mais

ADMA FAMÍLIA Família no carisma de Dom Bosco

ADMA FAMÍLIA Família no carisma de Dom Bosco ADMA FAMÍLIA Família no carisma de Dom Bosco UM CAMINHO NA MEDIDA DE FAMÍLIA Um caminho na medida de família com particular atenção às famílias jovens, é esta a experiência que se vê no seio da Família

Leia mais

CARNAVAL. Andressa Malagutti Assis

CARNAVAL. Andressa Malagutti Assis CARNAVAL Andressa Malagutti Assis Falta muito pouco para a chegada da maior festa popular do Brasil. Além de uma festa cultural genuinamente brasileira, o carnaval é um grande fomento para o turismo. Enquanto

Leia mais

Roteiros Mensais para Grupos

Roteiros Mensais para Grupos Roteiros Mensais para Grupos ABRIL 2017 INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA Ajudar a aprofundar e rezar com a INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO PAPA de cada mês, para mobilizar os grupos e a vida pessoal diante dos grandes

Leia mais

O Cristianismo - Questionário

O Cristianismo - Questionário O Cristianismo Cristianismo é uma religião abraâmica monoteísta centrada na vida e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré, tais como são apresentados no Novo Testamento; A fé cristã acredita essencialmente

Leia mais

DESFILE DAS ECOLAS DE SAMBA EM VITÓRIA MELHORA NA AVALIAÇÃO DESTE ANO

DESFILE DAS ECOLAS DE SAMBA EM VITÓRIA MELHORA NA AVALIAÇÃO DESTE ANO DESFILE DAS ECOLAS DE SAMBA EM VITÓRIA MELHORA NA AVALIAÇÃO DESTE ANO Lucas Almeida A Futura realizou, pelo quarto ano a pesquisa sobre o carnaval de Vitória. O percentual de entrevistados que costumam

Leia mais

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações.

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações. Novena de Natal O tempo do Advento é constituído das quatro semanas que antecedem o Natal do Senhor. É, portanto, tempo de piedosa espera. Ora, esperar uma pessoa querida requer alegre e cuidadosa preparação.

Leia mais

O desafio de amar Desafios #7 1 Jo 4: 9-21

O desafio de amar Desafios #7 1 Jo 4: 9-21 1 Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons O desafio de amar Desafios #7 1 Jo 4: 9-21 9 Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco:

Leia mais

O segredo além do segredo: uma questão missional

O segredo além do segredo: uma questão missional O segredo além do segredo: uma questão missional 1. A urgência da missão 2. O princípio da missão 3. Perigos da missão 4. A prática da missão 1. A urgência da missão Uma questão... Existencial Poder Investimento

Leia mais

PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL

PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL 15/8/2011 CONSELHO DE PASTORAL DIOCESE DE CARAGUATATUBA 16/06/2010 PASTORAL DO MENOR DFEFINIÇÃO DE PASTORAL A pastoral consiste em atualizar para o nosso tempo as atitudes de Jesus como bom pastor. A boa

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 ORAÇÃO DE ABERTURA CANTO (REPOUSAR EM TI) Música de Tânia Pelegrino baseada na obra Confissões, de

Leia mais

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 Caros irmãos em Cristo, Hoje celebramos a Solenidade da Maternidade Divina de Maria, o Dia Mundial da Paz e o Primeiro dia do Ano Civil 2017.

Leia mais

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO 1 Diagramação Henrique Turola 2 Guilherme Parada Pinheiro VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO São Paulo 2013 3 Copyright Guilherme Parada Pinheiro 6571/1 100 40 2013 O conteúdo desta obra é

Leia mais

CARNAVAL. Tâmara Barros

CARNAVAL. Tâmara Barros CARNAVAL Tâmara Barros A Futura realizou pesquisa sobre o carnaval na Grande Vitória e os resultados obtidos mostram que a maioria dos capixabas não gosta das festas de carnaval (60,8%). Os que não gostam

Leia mais

o sentido da vida na catequese

o sentido da vida na catequese o sentido da vida na catequese Coleção CATEQUESE Catequese junto à pessoa com deficiência mental, Ana Shirlei P. Vinhal, Lucy Ângela C. Freitas Catequese e liturgia: Duas faces do mesmo mistério Reflexões

Leia mais

Fraternidade Espírita Lar de Luz - FELLUZ

Fraternidade Espírita Lar de Luz - FELLUZ PROGRAMAÇÃO JANEIRO 2013 () 07 Jan 20:15 21:15 O CULTO CRISTÃO DO EVANGELHO NO LAR 14 Jan 21 Jan 28 Jan 20:15 21:15 FÉ CEGA X FÉ RACIOCINADA 20:15 21:15 O ESPIRITISMO EM NOSSAS VIDAS 20:15 21:15 BEM-AVENTURADOS

Leia mais

Evangelizar é partilhar o evangelho e levar outros a aceitarem Jesus como seu Salvador pessoal, aceitá-lo como seu Senhor que logo virá; unir sua

Evangelizar é partilhar o evangelho e levar outros a aceitarem Jesus como seu Salvador pessoal, aceitá-lo como seu Senhor que logo virá; unir sua Evangelizar é partilhar o evangelho e levar outros a aceitarem Jesus como seu Salvador pessoal, aceitá-lo como seu Senhor que logo virá; unir sua vida à da Sua igreja. Reavivamento Estudo da Bíblia Oração

Leia mais

Solenidade de Nosso Pai São Bento 11 de lulho de 2107

Solenidade de Nosso Pai São Bento 11 de lulho de 2107 Solenidade de Nosso Pai São Bento 11 de lulho de 2107 Caríssimos Irmãos e Irmãs: Celebrar a festa de São Bento é para todos nós uma oportunidade a mais para refletir se, de fato, vivemos com seriedade

Leia mais

Temos aqui um assunto importante para analisar em relação à natureza do homem: A alma e a vida do homem na sua concepção temporal.

Temos aqui um assunto importante para analisar em relação à natureza do homem: A alma e a vida do homem na sua concepção temporal. A ORIGEM TEMPORAL DA ALMA Temos aqui um assunto importante para analisar em relação à natureza do homem: A alma e a vida do homem na sua concepção temporal. Qual a origem da alma? 1 Pré-existência: As

Leia mais

Ser e estar na igreja

Ser e estar na igreja Ser e estar na igreja Segundo a Revista Época de 25 de maio de 2009 estima-se que em 2020 50% da população brasileira poderá ser evangélica. E se a previsão se cumprir, o aumento no número de fiéis ajudará

Leia mais

Pe. José Weber, SVD. Cantos do Evangelho. Anos A, B e C & Solenidades e Festas

Pe. José Weber, SVD. Cantos do Evangelho. Anos A, B e C & Solenidades e Festas Cantos do Evangelho Pe. José Weber, SVD Cantos do Evangelho Anos A, B e C & Solenidades e Festas Direção editorial Claudiano Avelino dos Santos Autor de todas as melodias Pe. José Weber, SVD Organização

Leia mais

Santa Terezinha do Menino Jesus

Santa Terezinha do Menino Jesus Novena milagrosa a Santa Terezinha do Menino Jesus Missionária por vocação Festa: 1 o de outubro editora Ave-maria Breve relato histórico Teresa nasceu em Alençon (França) em 1873. Menina bela, filha de

Leia mais

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia, quero

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia, quero Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia, quero saudá-lo, desejando sobre você e toda a sua família as mais preciosas bênçãos do 1 Senhor. É um prazer estar mais uma vez

Leia mais

CENTRO ESPÍRITA ILDEFONSO CORREIA. Programa de Estudos FAMÍLIA Baseado no livro: Vereda Familiar, de Thereza de Brito. BIBLIOGRAFIA 1º semestre

CENTRO ESPÍRITA ILDEFONSO CORREIA. Programa de Estudos FAMÍLIA Baseado no livro: Vereda Familiar, de Thereza de Brito. BIBLIOGRAFIA 1º semestre CENTRO ESPÍRITA ILDEFONSO CORREIA Programa de Estudos FAMÍLIA Baseado no livro: Vereda Familiar, de Thereza de Brito BIBLIOGRAFIA 1º semestre 1. As folias de Momo. Observar algumas características do carnaval;

Leia mais

REZAR COM O PAPA. Os Idosos Dário Pedroso, s.j. Introdução

REZAR COM O PAPA. Os Idosos Dário Pedroso, s.j. Introdução REZAR COM O PAPA Os Idosos Dário Pedroso, s.j. Introdução Continuamos empenhados, nesta rede mundial de oração com o Papa e pelas suas intenções, a rezar, a fazer subir ao Coração do Pai das Misericórdias

Leia mais

1 Coríntios 15,4: E, se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã, a vossa fé.

1 Coríntios 15,4: E, se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã, a vossa fé. BREVE CATECISMO DE WESTMINSTER PERGUNTA 30 PERGUNTA 30: Como nos aplica o Espírito a redenção adquirida por Cristo? Resposta: O Espírito aplica-nos a redenção adquirida por Cristo pelo chamado eficaz,

Leia mais

1.1. Creche Objectivos gerais

1.1. Creche Objectivos gerais 1.1. Creche 1.1.1. Objectivos gerais Os processos de ensino e aprendizagem deverão contribuir nesta primeira etapa da Educação para a Infância, para que as crianças alcancem os seguintes objectivos: -

Leia mais

Aula 09. Gente... Que saudade!!!! Filosofia Medieval Patrística Sto. Agostinho

Aula 09. Gente... Que saudade!!!! Filosofia Medieval Patrística Sto. Agostinho Aula 09 Gente... Que saudade!!!! Filosofia Medieval Patrística Sto. Agostinho Filosofia Patrística (séc. I ao VII) Inicia-se com as Epístolas de São Paulo e o Evangelho de São João. Foi obra não só desses

Leia mais

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

FILOSOFIA CRISTÃ. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai.

FILOSOFIA CRISTÃ. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai. FILOSOFIA CRISTÃ Unidade 01. Capítulo 04: pg. 53-54 Convite a Filosofia Unidade 08.

Leia mais

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e

O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e O Espírito Santo, que o Pai nos presenteia, identifica-nos com Jesus- Caminho, abrindo-nos ao seu mistério de salvação para que sejamos filhos seus e irmãos uns dos outros; identifica-nos com Jesus-Verdade,

Leia mais

O corpo físico é mau e inferior à alma?

O corpo físico é mau e inferior à alma? O corpo físico é mau e inferior à alma? Compreendendo a natureza humana por Paulo Sérgio de Araújo INTRODUÇÃO Conforme a teoria das idéias (ou teoria das formas ) do filósofo grego Platão (428-347 a.c.),

Leia mais

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias Finalidade: Descobrir-se Cristão Objectivos: Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Tema do Período Em Diálogo 1 1º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos

Leia mais

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 A MISSÃO ENSINADORA DA IGREJA Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O MINISTÉRIO TRÍPLICE DE JESUS Jesus Cristo em seu ministério tríplice pregou, curou e ensinou, mas o ensino foi a atividade mais

Leia mais

Importância da Ressurreição de Cristo

Importância da Ressurreição de Cristo Introdução à 22/08/2011 A doutrina de Cristo segundo as escrituras Importância da Ressurreição de Cristo O que as escrituras afirmam sobre a ressurreição de Cristo? 1. Doutrina fundamental do Cristianismo:

Leia mais

2º encontro de pais. 2 de fevereiro de 2016

2º encontro de pais. 2 de fevereiro de 2016 2º encontro de pais 2 de fevereiro de 2016 Oração inicial Sinal da cruz OBJETIVOS Dar conhecimento da caminhada da catequese Levar a entender que o Sacramento da Reconciliação, nos faz vivenciar a misericórdia

Leia mais

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski

* Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO. DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Apostila Nr. 01 O VERDADEIRO SENTIDO DO DIZIMO DIOCESE DE JOINVILLE SC PASTORAL DO DIZIMO Pe. Ivanor Macieski Introdução Neste primeiro volume da Apostila da Pastoral do dizimo, desejamos aprofundar o

Leia mais

Visite nosso site

Visite nosso site Carnaval O Carnaval é a maior festa popular do país. A festa acontece durante quatro dias (que precedem a quarta-feira de cinzas). A quarta de cinzas tem este nome devido à queima dos ramos do Domingo

Leia mais

Coleção Vida Consagrada Experiência de Deus e outros escritos de espiritualidade, Clodovis Boff Novos ventos nos conventos, José Carlos Pereira Por

Coleção Vida Consagrada Experiência de Deus e outros escritos de espiritualidade, Clodovis Boff Novos ventos nos conventos, José Carlos Pereira Por EXPERIÊNCIA DE DEUS Coleção Vida Consagrada Experiência de Deus e outros escritos de espiritualidade, Clodovis Boff Novos ventos nos conventos, José Carlos Pereira Por que monges vivem mais: a sabedoria

Leia mais

1 - VIDA DE SÃO PAULO

1 - VIDA DE SÃO PAULO 1 - VIDA DE SÃO PAULO Paulo de Tarso, o apóstolo dos gentios nasceu na cidade de Tarso, entre os anos 15 e 5 a.c. De acordo com os costumes da sua época, tinha como nomes: Saulo para o mundo judeu e Paulo

Leia mais

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley

Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley Breve Biografia e Seleção de Frases John Wesley John Wesley Não poderia deixar de colocar aqui este servo de Deus, não especialmente ministro de curas, na verdade um dos primeiros avivalistas da história.

Leia mais

Colégio Laura Vicunha PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

Colégio Laura Vicunha PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2017 2018 1º Período Calendarização Departamento Atividades Curriculares Pastorais Destinatários Local 26 de setembro Línguas Dia Europeu da Línguas sensibilizar para a diversidade linguística. 2º/3ºCEB

Leia mais

Sempre alerta! Sempre Alerta! Este é o tema mundial dos Escoteiros e das Bandeirantes, para mostrar que sempre estão de prontidão para as boas ações.

Sempre alerta! Sempre Alerta! Este é o tema mundial dos Escoteiros e das Bandeirantes, para mostrar que sempre estão de prontidão para as boas ações. Sempre Alerta! Mateus 24.36-44 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis Sempre alerta! Este é o tema mundial dos Escoteiros e das Bandeirantes, para mostrar que sempre estão de prontidão para as boas ações.

Leia mais

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 2º ANO/09 SALA: 104 07:30 às 08:20 08:20

Leia mais

Capacete de um chefe saxão

Capacete de um chefe saxão Capacete de um chefe saxão Fivela de ouro (séc. VI, Museu Britânico, A Europa no início do século VI Londres, Inglaterra). 2 Fim do Império Romano do Ocidente Guerras civis. Descrédito do Imperador. Fixação

Leia mais

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011

O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo. Êxodo e Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis, 02/01/2011 O que deve representar para nós evangélicos o Ano Novo Êxodo 12.1-2 e 23.15 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 02/01/2011 Deus ordena que o seu povo reinicie a contagem dos anos a partir da saída

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z

O Evangelho de Deus. A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O Evangelho de Deus A Dinâmica da Espiritualidade Cristã de A a Z O que é o Evangelho? Não se trata do ABC da vida cristã que nos introduz aos cursos mais avançados de D a Z. O que é o Evangelho? O Evangelho

Leia mais

UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial

UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial UNIÃO ESTE BRASILEIRA Associação Ministerial Comentários sobre a Música Comentários sobre a Música Pr. Graciliano Martins Percepção Humana da Música A música é percebida pelo tálamo, estação de transmissão

Leia mais

EVANGELHO Mt 16,21-27 «.. Se alguém quiser seguir-me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me?...»

EVANGELHO Mt 16,21-27 «.. Se alguém quiser seguir-me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me?...» «.. Se alguém quiser seguir-me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me?...» Ambiente: «.. Se alguém quiser seguir-me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me?...» Na sequência do Domingo

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Julho, Número 38

Julho, Número 38 Boas Notícias Número 38 Julho, 2017 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 2 Timóteo

Leia mais

Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do

Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do Deus feito Homem Jesus Cristo, Mãe da Igreja ou ainda

Leia mais

Virtudes: conceito e classificação

Virtudes: conceito e classificação Virtudes: conceito e classificação Roteiro 6 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo III Os vícios e as virtudes

Leia mais

Jesus perdoa e cura você também. Marcos Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis 24/08/2008

Jesus perdoa e cura você também. Marcos Pr. Fernando Fernandes. PIB em Penápolis 24/08/2008 Jesus perdoa e cura você também Marcos 2.1-12 12 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis 24/08/2008 1 Está cientificamente comprovado que o desenvolvimento da espiritualidade e a prática religiosa ajudam

Leia mais

A família foi pensada e criada no coração de Deus!

A família foi pensada e criada no coração de Deus! A família foi pensada e criada no coração de Deus! Não foi uma iniciativa humana, mas o próprio Deus a desejou e a constituiu. Quando o homem foi criado, em seu coração foi colocada uma solidão que o fez

Leia mais

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM COELHO

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM COELHO Rua Valdomiro Lopo, Lt Qd B Coelho SG CEP.-000 - Telefone: () - ANO ECLESIÁSTICO ANO ECLESIÁSTICO DE -DE ESCALA JANEIRO ATIVIDADES ANO SAB CONFRANIZAÇÃO UNIVERSAL CEIA DO SENHOR ANIVERSÁRIO DO JORNAL BATISTA

Leia mais

Saiu o semeador a semear. As sementes caíram em lugares diversos...

Saiu o semeador a semear. As sementes caíram em lugares diversos... Os três primeiros evangelistas colocam esta parábola em seus evangelhos. Só em João ela não aparece. Marcos coloca logo como primeira parábola, pois quer orientar aqueles que seguem Jesus de perto. Haverá

Leia mais

De acordo com o lema A variedade dá sabor à vida, elaboramos a seguinte planificação anual, tendo em conta a articulação horizontal.

De acordo com o lema A variedade dá sabor à vida, elaboramos a seguinte planificação anual, tendo em conta a articulação horizontal. PRIMEIRO PERÍODO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DO 1.º CICLO ANO LETIVO 2011-2012 De acordo com o lema A variedade dá sabor à vida, elaboramos a seguinte planificação anual, tendo em conta a articulação horizontal.

Leia mais

METAS CURRICULARES DE EMRC 2º CICLO REFERÊNCIAS FUNDAMENTAIS NO CONTEXTO DO 2ºCICLO DO EB

METAS CURRICULARES DE EMRC 2º CICLO REFERÊNCIAS FUNDAMENTAIS NO CONTEXTO DO 2ºCICLO DO EB METAS CURRICULARES DE EMRC REFERÊNCIAS FUNDAMENTAIS NO CONTEXTO DO 2ºCICLO DO EB FÁTIMA, 26 DE JANEIRO DE 2014 2007 2014 O QUE MUDA? 2007 2014 5º ANO UL1: Viver juntos UL1: Viver juntos UL2: A água, fonte

Leia mais

As Parábolas do Reino (parteii)

As Parábolas do Reino (parteii) As Parábolas do Reino (parteii) semente no seu campo..» 1 Ambiente: Das três parábolas que nos são hoje propostas, duas (o grão de mostarda e o fermento) procedem da tradição sinóptica; a outra (a parábola

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Páscoa do Senhor de 2016 Missa do Dia.

Páscoa do Senhor de 2016 Missa do Dia. Páscoa do Senhor de 2016 Missa do Dia. Caríssimos Irmãos e Irmãs: Ainda temos diante de nossos olhos e ressoando em nossos ouvidos a celebração desta Noite Santa da Páscoa da Ressurreição do Senhor, cuja

Leia mais

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação Domínio Religião e experiência religiosa Cultura cristã e visão cristã da vida Ética e moral cristã DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 5º ANO Calendarização:

Leia mais

«Ser cristão, o que é?»

«Ser cristão, o que é?» Diocese de Lausanne, Genève e Fribourg Carta Pastoral «Ser cristão, o que é?» Mgr Charles MOREROD OP Fevereiro 2016 Ser cristão, o que é? Gosto de fazer a pergunta, e tenho constatado que, o que poderia

Leia mais

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos.

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos. Aula 2 Prezados professores, estou enviando os slides ( texto definitivo) da nossa aula 2 baseada nos capítulos 2, 10 e 12 do nosso livro e na nossa confissão de fé. Sugerimos que leiam novamente os três

Leia mais

Natal do Senhor de Missa do Dia

Natal do Senhor de Missa do Dia Natal do Senhor de 2014. Missa do Dia Caríssimos Irmãos e Irmãs: A festa da Encarnação do Senhor, o Natal de Jesus Cristo, parece não exigir comentário algum. Porém, é preciso fazê-lo, pois há muitos deles,

Leia mais

Moisés, o mensageiro da primeira revelação

Moisés, o mensageiro da primeira revelação Roteiro 5 Moisés, o mensageiro da primeira revelação FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro 1 Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo Objetivos

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO Janeiro 2016 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb 1 2. Fevereiro 2016

CALENDÁRIO ACADÊMICO Janeiro 2016 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb 1 2. Fevereiro 2016 Janeiro 2016 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 31 Início das Aulas com a disciplina PALAVRA VIVA Fevereiro 2016 1 2 3 4 5 6 7 8 9 l 10 11 12 13 14 15 16

Leia mais

Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra.

Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra. Pr. Cantoca Carta 1 Pedro Cap 2.1-10 Sermão manhã IBFé 29Nov2015 Introdução: Nessa mensagem vamos tratar da Igreja única. É uma instituição decretada por Deus, a fim de representá-lo na terra. O Senhor

Leia mais

Evangelhos e atos. Observações

Evangelhos e atos. Observações NOVO TESTAMENTO Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho (Hebreus 1,1-2) EVANGELHOS E ATOS Evangelhos e atos Os melhores recursos

Leia mais

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã.

A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. A evangelização é uma parte importante e fundamental da fé e vida cristã. Uma missão irrenunciável da igreja como um todo e do cristão particularmente. O QUE É INDISPENSÁVEL PARA A EVANGELIZAÇÃO? Conversão

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

CALENDÁRIO Notas:

CALENDÁRIO Notas: CALENDÁRIO 2016 1 Notas: 2 JANEIRO 2016 JANEIRO 2016 3 Dezem -0 1 Dia 1 Dia 2 Semana 1 PASSAGEM de ANO na Igreja local e - das 22:00h às 2:00h FERIADO Semana 2 Semana 3 Semana 4 ENCONTRO NACIONAL DIRETORES

Leia mais

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano OS POVOS DA ANTIGUIDADE ORIENTAL: ORIENTE PRÓXIMO E EXTREMO ORIENTE QUAIS A PRINCIPAL HERANÇA DEIXADA PELOS HEBREUS A maior contribuição dos hebreus foi religiosa.

Leia mais

CALENDÁRIO DIOCESANO PARA O ANO Aprovado na V Assembleia Diocesana de Pastoral. Bodocó, 08 de novembro de JANEIRO/ 2016 DATA EVENTO LOCAL

CALENDÁRIO DIOCESANO PARA O ANO Aprovado na V Assembleia Diocesana de Pastoral. Bodocó, 08 de novembro de JANEIRO/ 2016 DATA EVENTO LOCAL CALENDÁRIO DIOCESANO PARA O ANO 2016 Aprovado na V Assembleia Diocesana de Pastoral Bodocó, 08 de novembro de 2015. JANEIRO/ 2016 02 Posse do Pe. Domingos Malan na Paróquia N. Sra. do Bom Conselho Granito

Leia mais

4.1 IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM DOS SACRAMENTOS Autoria de Luiz Tadeu Dias de Medeiros

4.1 IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM DOS SACRAMENTOS Autoria de Luiz Tadeu Dias de Medeiros 4.1 IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM DOS SACRAMENTOS Autoria de Luiz Tadeu Dias de Medeiros Ser CRISTÃO -> significa acreditar no Deus de Jesus Cristo; mas não é só acreditar -> é esforçar-se para vivenciar: a)

Leia mais

Dinâmica de Advento. UP Senhora das Graças - Bragança

Dinâmica de Advento. UP Senhora das Graças - Bragança Dinâmica de Advento UP Senhora das Graças - Bragança ESTRUTURA DO ENCONTRO: 1. Cross the line. Com perguntas de sim ou não. De um lado da linha é o campo do NÃO e do outro o campo do SIM. A cada pergunta

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

A leitura orante da Palavra de Deus Lectio Divina : fonte de toda vocacão

A leitura orante da Palavra de Deus Lectio Divina : fonte de toda vocacão A leitura orante da Palavra de Deus Lectio Divina : fonte de toda vocacão Escuta do evangelho do domingo Mt 5,13-16; Vocês são o Sal da Terra vocês são a Luz do mundo Do grupo de jovens Família MOPP surgiu

Leia mais

A Infância de Jesus. "E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens." (Lc 2.52) Ev. Jacson Austragésilo 1

A Infância de Jesus. E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens. (Lc 2.52) Ev. Jacson Austragésilo 1 A Infância de Jesus "E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens." (Lc 2.52) Ev. Jacson Austragésilo 1 Texto Áureo A Infância de Jesus "E crescia Jesus em sabedoria,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROF. PAULA NOGUEIRA - OLHÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAS E HUMANAS PROGRAMA CURRICULAR HISTÓRIA 7º ANO DOMÍNIOS DE CONTEÚDO DOMÍNIO / TEMA A Das Sociedades Recolectoras às Primeiras

Leia mais

A HISTÓRIA DAS MISSÕES

A HISTÓRIA DAS MISSÕES A HISTÓRIA DAS MISSÕES Expectativas com o curso (interação)... Ensinos históricos para aplicações contemporânea; Fundamentos; Responsabilidade do Ide; Saber sobre o distanciamento do foco da Missão. Expectativas

Leia mais