Muitas partes, um só corpo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Muitas partes, um só corpo"

Transcrição

1 Muitas partes, um só corpo É Ele quem faz com que o corpo todo fique bem ajustado e todas as partes fiquem ligadas entre si por meio da união de todas elas. E, assim, cada parte funciona bem, e o corpo todo cresce e se desenvolve por meio do amor. Efésios 4.16

2 MUITAS PARTES, UM SÓ CORPO A JELB OFERTANDO SEUS DONS UNIDA EM CRISTO JESUS É Ele quem faz com que o corpo todo fique bem ajustado e todas as partes fiquem ligadas entre si por meio da união de todas elas. E, assim, cada parte funciona bem, e o corpo todo cresce e se desenvolve por meio do amor. Efésios 4.16

3 Organização Lucas Albuquerque - Recife/PE Luise Lüdke - Florianópolis/SC Autores 1º Encontro (Preparativos para a gincana) - Luise Lüdke - Florianópolis/SC 2º Encontro (Mas... E o trabalho na igreja?) Luise Lüdke - Florianópolis/SC 3º Encontro (Adoração) - Daniela Von Mühlen Cachoeira do Sul/RS 4º Encontro (Testemunho) - Amanda Schmiedt Canoas/RS 5º Encontro (Ensino) - Thaís Philipsen Grützmann - Pelotas/R 6º Encontro (Serviço Social) Juliana De Podestà Goiânia/GO e Carol Strelow F. de Carvalho Florianópolis/SC 7º Encontro (Comunhão) Miguel Angelo Dolny Florianópolis/SC 8º Encontro (Conversando sobre a experiência) - Luise Lüdke - Florianópolis/SC Diagramação Miguel Angelo Dolny - Florianópolis/SC Revisão Pastor Waldemar Garcia Júnior - Porto Alegre/RS

4 MUITAS PARTES, UM SÓ CORPO Efésios 4.16 orientações para os LÍDERES DA GINCANA Apresentação Queridos Líderes, é com muita alegria que a Juventude Evangélica Luterana do Brasil (JELB) apresenta o projeto Muitas partes, um só Corpo! O objetivo deste projeto é proporcionar aos jovens luteranos oportunidades de reflexão sobre os dons do Espírito Santo e de vivenciar o trabalho na igreja ao ofertar esses dons. Portanto foi desenvolvido este material como orientação para que os jovens luteranos possam ter experiências de trabalho nas cinco áreas de atuação da igreja (comunhão, testemunho, ensino, adoração e serviço) através de atividades dinâmicas. Assim, a proposta é a realização de uma gincana em 8 encontros. A dinâmica de cada encontro segue etapas descritas abaixo: 1) Estudo do material escrito (embasado na Bíblia e em textos de referência) para reflexão com toda a união juvenil. 2) Após o momento de estudo em conjunto, os jovens realizarão atividades práticas em grupos divididos para a gincana Se a União Juvenil (UJ) for pequena, pode-se optar por realizar as atividades em um grande grupo, sem o caráter de gincana. Lembramos que esta é apenas uma proposta de execução. Cada UJ pode escolher, junto com o pastor ou algum membro adulto da congregação que apóie os jovens, a melhor forma de desenvolver as atividades e criar o seu próprio cronograma de execução. Inclusive, contamos com a ajuda dos líderes no relato das experiências e com sugestões de melhoria. Os organizadores desse projeto (Luise Lüdke e Lucas Albuquerque) junto com os pastores conselheiros do Conselho Geral da JELB (Carlos Kracke e Waldemar Garcia Júnior) estão à disposição para tirar dúvidas e ajudar os líderes e pastores a adequarem as atividades para a realidade de sua UJ. Basta enviar um para Antes de iniciar as atividades Antes de iniciarem as atividades converse com o seu pastor e peça ajuda para liderar o projeto na sua UJ. Leiam o material e elaborem uma proposta de cronograma de execução do projeto. Depois disso envie um para com as seguintes informações: 1) Como ficou sabendo do projeto 2) Nome, telefone e do líder da UJ i

5 3) Nome, telefone e do pastor responsável 4) Nome, telefone e de apoiadores da comunidade (se houver) 5) Número de jovens da UJ 6) Data de início das atividades Antes de cada encontro Um líder nunca pode se esquecer de orar pela sua UJ. Então não se esqueça de orar (sozinho ou com os jovens) pelo bom andamento das atividades! Sempre lembre os jovens da importância do trabalho em conjunto e de uma atitude cristã durante as atividades. Reforce que tudo deve acontecer para a honra e glória de nosso senhor Jesus Cristo! Desta forma, ao final da gincana, mesmo que apenas um grupo ganhe a gincana, todos poderão compartilhar de uma fé fortalecida, com o foco de levar Jesus a todos, sabendo que embora sejamos muitos, somos um só corpo por estarmos unidos com Cristo. (Romanos 12.5). Depois de cada encontro Após cada encontro reúna a UJ e façam uma pequena avaliação daquela atividade (como cada um se sentiu, o que foi legal, o que poderia ter sido melhor, a importância da atividade para o trabalho na igreja). Isso promove a interação entre os grupos da gincana e ajuda a reforçar que o trabalho de todos é muito importante para Jesus, e que se este trabalho não for feito com amor de nada terá valor. Somando os pontos O líder, junto com o pastor ou responsável, tem a responsabilidade por anotar a pontuação de cada grupo. O repasse dos pontos pode ser feito para a UJ após cada atividade ou ao final de todas elas, fica a critério de vocês! No apêndice você encontrará as orientações para as provas de cada encontro e uma proposta de tabela de registro da pontuação. Cada UJ tem a liberdade de adaptar as provas, modificar a pontuação e criar outros critérios de avaliação se acharem necessário, apenas não se esqueçam de compartilhar as idéias conosco! Conforme nossa proposta as provas chegam ao máximo de 500 pontos divididos entre as cinco áreas de atuação da igreja: 1) Adoração: 100 pontos 2) Testemunho: 100 pontos 3) Ensino: 100 pontos 4) Serviço: 100 pontos 5) Comunhão: 100 pontos ii

6 Mãos ao trabalho! Estamos orando por vocês! Que Jesus os acompanhe! E lembrem-se: estamos a disposição para ajudá-los! Que Deus os abençoe! Um grande abraço, em Cristo! Conselho Geral da JELB iii

7 MUITAS PARTES, UM SÓ CORPO Efésios º encontro: PREPARATIVOS PARA A GINCANA E aí galera da JELB! Quem aí está se preparando para o vestibular?! Já sabe qual profissão seguir? O que você está levando em consideração na escolha profissional? Você que já trabalha, fez uma boa escolha?! X? Escolher sempre será uma ação nossas vidas. Que roupa vou vestir hoje? O que vou comer no café da manhã? Qual linha de ônibus vou pegar? Que rumo vou dar para minha vida profissional?! O processo de escolha envolve diversos fatores. Para escolhermos uma profissão, por exemplo, levamos em consideração vários deles: o mercado de trabalho, as possibilidades de atuação, a opinião da família, o que gosto de fazer... Quero dar ênfase a um destes fatores: O CONHECIMENTO DE SI MESMO! Se alguém lhe perguntasse quem é você?, o que você diria? Você já parou algum dia para pensar nas coisas que você realmente gosta e não gosta de fazer? Você já experimentou fazer algo para saber se gosta mesmo daquilo? Vamos fazer um exercício? Ele vai ajudar na reflexão e realização das tarefas dos próximos encontros! Gosto e faço 1 Para essa atividade todos precisam ter papel e caneta em mãos. Façam o seguinte desenho na sua folha: Gosto e faço Gosto e não faço Não gosto Não gosto e não faço 7

8 Preencha os quadrinhos listando neles atividades conforme o título: coisas que gosto e faço, gosto e não faço, não gosto e faço, não gosto e não faço. Ao listar pense nas atividades que você realiza no seu dia a dia, nas disciplinas do colégio ou da faculdade, nas atividades que realiza no trabalho e também na igreja, pense nas atividades que você já experimentou! (Você tem de 20 a 30min para preencher a tabela). Questões para discussão em grupo ou em duplas Como você se sentiu listando essas atividades? Foi fácil? Foi difícil? Qual dos quadrinhos foi mais fácil de preencher? E o mais difícil? Por quê? Qual dos quadrinhos tem mais atividades listadas? Se você realiza mais atividades que não gosta de fazer, o que você poderia fazer para mudar essa situação? Pense em quais profissões podem estar ligadas às atividades que você gosta de fazer (dois quadrados de cima). Por exemplo: eu gosto de desenhar (essa atividade pode estar ligada às artes plásticas, à publicidade e propaganda, à arquitetura, etc.). Para aqueles que estão pensando em que profissão seguir, que vão prestar o vestibular, ou para aqueles que estão insatisfeitos com a faculdade ou o trabalho, essa atividade pode ajudar a abrir algumas portas para uma reflexão mais aprofundada. Para aqueles que estão com muitas dúvidas e não conseguem fazer uma escolha, sugiro que converse com seus amigos, sua família ou um profissional da área. Peça ajuda! Tudo isso vai te ajudar a escolher uma profissão que melhor se encaixe com os teus desejos, expectativas, gostos, o que vai te ajudar a ser um profissional realizado num mercado de trabalho que pode ser muito cruel... Tudo bem... Isso é tudo muito legal, mas... E o trabalho na igreja? Estou preocupado com as atividades e o trabalho que pode ser desenvolvido na igreja e na juventude? Que tipo de trabalho estou realizando na igreja? Gosto de desenvolver esse trabalho ou só faço isso porque me colocaram pra fazer sem perguntar nada? E os dons nessa história toda... Posso escolher os dons que quero ter? Como vocês vêem as perguntas não querem calar... Mas vamos tentar respondê-las juntos durante os próximos encontros. Então não deixe de vir à juventude para não perder nenhuma atividade! 1 LUCCHIARI, D. H. P. S. (org.) Pensando e vivendo a orientação profissional. São Paulo: Summus,

9 MUITAS PARTES, UM SÓ CORPO Efésios º encontro: MAS... E O TRABALHO NA IGREJA? Cada um de nós faz o trabalho que o Senhor lhe deu para fazer: Eu plantei, e Apolo regou a planta, mas foi Deus quem a fez crescer. 1 Co Nesta passagem, o apóstolo Paulo estava alertando os cristãos de Coríntios sobre as brigas e ciúmes que existiam entre eles mesmos. Um queria ser melhor do que o outro e acabaram se dividindo. Uns diziam ser de Paulo e outros de Apolo para justificar os motivos de sua divisão. Paulo alerta: Somos apenas servidores de Deus (...) cada um de nós faz o trabalho que o Senhor lhe deu para fazer. Ou seja, não existe trabalho melhor ou pior. Um planta, outro rega, outro colhe; não por mérito nosso, mas porque Deus fez crescer. O trabalho na igreja é movido por Deus, que nos usa como seus instrumentos para cumprir a Sua vontade e os Seus propósitos, pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; em nossa união com Cristo Jesus, ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós (Ef 2.10). Assim, devemos sempre nos colocar diante de Deus pedindo que Ele cumpra em nós a sua vontade e pedindo que Ele abençoe nosso trabalho por meio dos dons que Ele nos dá livremente. Agora... Vamos colocar a cachola pra funcionar?! Atividade 2 Preparação: vocês precisarão para esta atividade de folhas de papel pardo ou cartolina e canetinhas ou canetas marcadoras. Orientação: dividir os jovens em 16 grupos (se não houverem 16 jovens, cada um deverá fazer mais de um desenho). Cada um dos 16 grupos ou jovens deverá desenhar, da forma que achar melhor, as seguintes partes do corpo: uma boca uma mão outra mão um tronco uma perna outra perna um braço outro braço um pé outro pé 9

10 uma orelha outra orelha um olho outro olho um nariz uma cabeça Cada grupo ou pessoa deverá desenhar a sua parte do corpo nas cartolinas. Depois que todos terminarem, todos irão interpretar juntos a passagem de 1 Co usando as partes do corpo desenhadas. O líder fará a leitura da passagem e cada vez que uma das partes do corpo for lida a pessoa que a desenhou deverá rapidamente colocar o desenho em uma posição no chão, em frente ao leitor (como a boca, o tronco, as pernas e os braços não estão na passagem deverão ser colocadas no chão antes da leitura). Dica: quem fizer a leitura da passagem pode enfatizar a palavra (mão, pé...) e dar uma pausa para dar tempo de posicionar o desenho no chão. Ahhh... Não esquecer de enfatizar a palavra cheirar! Reflexão: discutam as seguintes questões - Como podemos relacionar essa atividade com o trabalho na igreja? - As partes do corpo funcionam de forma separada? O que aconteceria se cada parte funcionasse sozinha? - E o corpo de Cristo? Qual a sua parte nesse corpo? - O que acontece se uma parte do corpo de Cristo não funcionar? - Você conhece seus dons? - Que tipo de trabalho você já desenvolveu na igreja ou na juventude? Gostou do que fez? Se sentiu feliz em realizar este trabalho? - Você trabalhou sozinho ou precisou da ajuda de mais alguém? Para encerrar: se dividam em 3 grupos. Cada grupo fará a leitura de uma das passagens a seguir e discutirá sobre as listas de dons que aparecem nelas: Romanos 12 1 Coríntios 12 Efésios É baseada nos dons concedidos a cada um de nós que a igreja desenvolve seu trabalho de levar a Palavra a quem ainda não conhece a Cristo como seu Salvador. Não existem dons melhores do que os outros, o dom de evangelizar não é melhor que o dom de ensinar, um complementa o outro para que o nosso serviço maior seja cumprido: anunciar a Boa Nova! Cada lugar (Roma, Corinto, Éfeso) recebeu diferentes dons do Espírito, pois Deus teve propósitos diferentes para cada um deles, assim como Ele faz ainda hoje conosco. Então, converse com Deus a respeito dos seus Dons, peça pra Deus te orientar no desen- 10

11 volvimento deste dom e consequentemente, no desenvolvimento do trabalho na igreja; estude a Bíblia e se aproxime cada vez mais do nosso Pai amoroso, Ele te guiará! Para isso também é importante o autoconhecimento, conhecer as coisas que gosta mais de fazer, o que não gosta de fazer... Deus não quer que o trabalho na igreja seja algo enfadonho, algo que você não goste de fazer, Ele quer que você o sirva em alegria! As cinco áreas Na nossa igreja o trabalho comumente é divido em 5 áreas, você já deve ter ouvido falar delas... Quais são mesmo?! Adoração Ensino Testemunho Serviço Comunhão Daí vem mais uma perguntinha, só pra variar... Em que área meus dons e habilidades são mais bem aproveitados?! Não sabe?! Como descobrir então?! Pois a nossa dica é... EXPERIMENTAR! Afinal, só vou saber se realmente gosto ou não de alguma coisa quando eu me permitir experimentar, tentar fazer... Experimentar coisas novas nem sempre é tão fácil não é?! Afinal, podemos realmente não gostar delas... Mas a partir de agora queremos que vocês se permitam experimentar como é o trabalho em cada uma das 5 áreas da igreja! E essa experiência será em forma de gincana! Por isso, dividam os grupos agora para fazer as tarefas abaixo. Mas antes de tudo não se esqueçam de fazer uma oração pedindo que Deus abençoe todas as atividades e mande seu Santo Espírito acompanhá-los para que seja uma experiência abençoada!!! 1) Inventem um nome para o grupo 2) Inventem um grito de guerra 3) Escolham um versículo lema 4) Criem uma bandeira para o grupo Depressa! Ao trabalho! No mais, preparem-se para os próximos encontros! 2 The Youth Worker s Encyclopedia of Bible-Teaching Ideas: New Testament. Group Publishing: Loveland, Colorado,

12 MUITAS PARTES, UM SÓ CORPO Efésios º encontro: ADORAÇÃO Então pessoal, preparados para experimentar?! Como experimentar alguma coisa de olhos fechados e sem ter idéia do que nos espera é muito mais complicado, vamos dar algumas dicas do que vocês estão prestes a experimentar, ok? A primeira prova valendo pontos da nossa gincana é sobre a área de ação da igreja denominada adoração; mas o que é adoração e o que temos a experimentar nela? Vamos lá... 1) O que é adoração? A adoração é a ação da igreja na qual o povo de Deus ama, honra, respeita e aclama o seu Deus. Isso inclui tanto a adoração em culto público como em particular. O cristão adora Deus porque reconhece em Deus o seu Deus e Salvador. (...) o culto envolve toda a vida da pessoa. É tanto adoração a Deus quando o povo de Deus se reúne na casa do Senhor, como é culto a Deus quando o povo de Deus vive a vida cristã no seu dia-a- -dia. O culto dominical e a vida diária dependem um do outro, e ambos estão presentes na atividade de adoração na igreja. 3 Hoje costumamos utilizar a palavra adoração para abranger tudo que ocorre nos cultos públicos. A Bíblia a emprega de maneira bem mais específica, porém ela também utiliza outros vocábulos, dentre estes o mais comum é louvor. Se adoração transmite a idéia de nos prostrarmos ou nos curvarmos diante de Deus, louvor fala de nos levantarmos perante Ele. Quando louvamos, erguemos nossas cabeças e cantamos ou damos graças a Deus por aquilo que Ele é e tem feito. Podemos encontrar essas duas idéias unidas no mesmo versículo: Louvem o SENHOR, o grande Deus! Todo o povo levantou os braços e respondeu: Amém! Amém! Aí se ajoelharam e, com o rosto encostado na terra, adoraram a Deus, o SENHOR. (Neemias 8.6). Observe que eles louvaram erguendo suas mãos e proclamando o amém ; e adoraram inclinando-se com o rosto em terra. Em II Crônicas 7.3, essas duas idéias estão apresentadas na ordem inversa:...todos os israelitas que estavam ali no pátio se ajoelharam e encostaram o rosto no chão. Eles adoraram a Deus e o louvaram, dizendo: Louvem a Deus, o SENHOR, porque ele é bom, e porque o seu amor dura para sempre. 4 Complicado? Confuso? Vamos exemplificar o trabalho ou a prática na área de adoração baseando-se em dons e habilidades que normalmente vemos nas nossas congregações. Talvez você se identifique com algum deles ou possa aprimorar dons já descobertos. Passamos para o próximo tópico... 2) Quais atividades estão envolvidas na adoração? No trabalho da igreja, podemos citar diversas atividades envolvendo a área de adoração, entre elas: - Teatro 12

13 - Dança Litúrgica - Música - Liturgia Estas são as mais conhecidas ou as já trabalhadas dentro da igreja, então vamos falar um pouco sobre elas... Teatro Que falar de teatro? O assunto é Teatro, no sentido de interpretar textos sagrados trazendo para a nossa vida a aplicação dos fatos e mensagens da Bíblia em forma de ação, mostrar o significado e o propósito da Palavra de Deus para todos de forma dinâmica e criativa. Uma peça cristã não deve ser uma lavagem cerebral de um elemento de coação, mas sim um instrumento de conscientização. 5 Tratar de textos sagrados é falar da intimidade da fé, é tocar na alma e se ocupar com o cuidado do mundo. 6 Eu me torno tudo para todos a fim de poder, de qualquer maneira possível, salvar alguns. 1 Coríntios Essa pode ser a nossa missão como jovens envolvidos com teatro, nos transformar em diversos personagens, levar nossa arte para todos os lugares, todos os públicos, de várias maneiras possíveis, sendo através de drama, comédia, dança, música, mímica ou poesia, sempre com o amor de Deus em nossos corações para que o nosso corpo fale do que está cheio o nosso coração e atinja as pessoas com esse amor que transforma e salva. O teatro pode ser desenvolvido na igreja através de mensagens encenadas em cultos, datas festivas, festivais de teatro, noites artísticas, cantatas, etc. As peças podem ser baseadas em histórias da Bíblia, mensagens cristãs através dos mais variados estilos como drama, comédia, suspense, etc. No teatro temos pessoas trabalhando na autoria de peças, direção, confecção de cenários, figurinos, iluminação, sonorização e interpretação. O dom para teatro se manifesta em diversas comunidades pelo Brasil a fora, em pastores, jovens, adultos, crianças e idosos. Algumas congregações tem o privilégio de contar com os trabalhos de grupos teatrais organizados com ensaios periódicos e com liderança preparada e disposta. Outras talvez não possam contar com uma estrutura completa, mas sempre tem alguém disposto a atuar. Para o pessoal que já gosta de teatro ou para quem quiser algumas informações e material, segue mensagem inicial do ArteJELB 4 organizado pela comissão de teatro da JELB gestão : Diante da grande dificuldade em encontrar textos teatrais de caráter cristão, de qualidade, e também pelo fato de que há quase duas décadas não era lançada uma nova coletânea teatral na IELB, fez-se necessário trazer de volta o ArteJELB. Com conteúdo inteiramente novo, selecionado a partir do envio de material de colaboradores de 13

14 todo o Brasil, este livro, ArteJELB 4, é um arsenal poderoso para os grupos que buscam dramaturgia com os mais diversos temas. Mas o nome Arte JELB não foi trazido à tona apenas para servir a um novo livro de peças teatrais. Agora, este nome se refere a um projeto muito maior, englobando um site com peças rápidas e práticas, além de esquetes, devoções e dinâmicas; uma lista de discussão online; um blog (InterpretaJELB); e esta coletânea impressa. Tudo isto para dinamizar o trabalho dos grupos de teatro, equipando-os com material de qualidade e proporcionando a troca de experiência com outras pessoas e grupos da área. Que este projeto possa ser de grande ajuda no serviço à causa de nosso Senhor e Salvador, levando a Palavra e causando reflexão e ação. Para pesquisa: Material para Teatro: Sugestões para Teatro e Datas Festivas: Lista de Discussão em Teatro: Dança litúrgica Salmos Louvem o SENHOR com pandeiros e danças. Louvem com harpas e flautas. Jeremias Então as moças, os moços e os velhos vão dançar e se alegrar. Eu os animarei e mudarei o seu choro em alegria e a sua tristeza em prazer. Embora ainda não se fale formalmente muito sobre a Dança litúrgica na Igreja Luterana, ela vem sendo cada vez mais utilizada principalmente por jovens e crianças em cultos e datas festivas. Ainda com algumas restrições e paradigmas, mas segue algumas dicas para serem observadas na Dança Litúrgica: Temos que ter o cuidado, principalmente os coreógrafos, de não passar a dança para os participantes como passos mecânicos que só vão ser repetidos sem aproveitar o louvor do indivíduo para com Deus. Cada pessoa louva diferente, cada pessoa tem um movimento diferente e para dança litúrgica se tem uma linguagem especifica. Não podemos trazer os passos conhecidos da dança moderna, jazz ou ballet para usar no púlpito e dizer que está louvando a Deus principalmente se o coreógrafo não for cristão, pois do contrário vamos ter mais um teatro e quando uma pessoa que nunca veio a igreja ver uma dança que ela vê na TV, ela não vai saber a diferença da dança da TV para a dança que louva a Deus. Dance para louvar a Deus sim, mas com uma verdadeira dança de louvor e adoração. 7 - Música... Observar letra da música escolhida, ela deve ter uma mensagem significativa, quanto ao estilo, pode ser qualquer um, dependendo da ocasião; - Figurino... Utilizar vestes adequadas, não precisa ser vestidos lindos e esvoaçantes, mas observar para não serem transparentes, justos ou decotados demais; - Dança masculina... Que maravilha quando os rapazes participam das danças, mas observar os movimentos femininos e masculinos, a coreografia não precisa ser exatamente igual; - Coreografia... Os movimentos devem passar a mensagem de Cristo e não apenas ser 14

15 uma coreografia bonita, muito cuidado ao elaborar uma coreografia, principalmente utilizando passos de danças modernas, a base da coreografia deve ser passos que transmitam a mensagem de Jesus, ore pedindo inspiração para elaborar uma coreografia. Música A respeito da música não precisamos falar muito, pois ela faz parte de nossas programações desde sempre. Podemos destacar o trabalho de Bandas, Grupos vocais, Grupos Instrumentais, Canto Coral, Composição, etc. Destacaria aqui e também desafiaria aos jovens que participam desta gincana que pesquisassem material sobre a música luterana, existem diversos blogs de jovens luteranos falando de música, diversos CDs de bandas luteranas de todas as regiões do Brasil, temos um hinário luterano riquíssimos em conteúdo e melodia que podem ser adaptadas para outros instrumentos, Encontros de Músicos Luteranos, Curso de Diaconia em Música no Seminário Concórdia além de textos interessantes no nosso Mensageiro Luterano escrito por membros da comissão de culto da IELB (Música na Igreja), etc.. Temos muito material, informação e músicos na nossa igreja, então pergunto: por que utilizamos tanto material de outras igrejas? Nossas músicas não são boas o suficiente? Não digo para não utilizarmos material de fora da igreja, mas devemos observar o conteúdo destas músicas e não nos deixar levar por melodias e frases repetitivas sem conteúdo. Liturgia Hoje no culto o pastor fez a mensagem sobre o Salmo Canção de peregrinos. De Davi. Fiquei alegre quando me disseram: Vamos à casa de Deus, o SENHOR. Pensei nesta gincana quando ele falou sobre como as pessoas cantavam e dançavam felizes quando estavam indo para Jerusalém para participar do culto daquela época e de como hoje em dia este salmo pode parecer estranho, pois não vemos alguém dançando e cantando feliz da vida e dizendo que está muito alegre, pois alguém a convidou para ir à igreja. Realmente pode parecer estranho, mas por quê? Nosso culto de adoração deve ser um momento muito especial e alegre, pois estamos recebendo um abraço de Jesus. Talvez o momento de culto possa parecer estranho para alguns, mas faz parte da adoração entendermos o que acontece neste momento. Nosso culto é organizado a partir de uma liturgia, a seguir roteiro de liturgia e observações de Oscar Lehenbauer no artigo O Culto Principal publicado na Revista Luterana Número 2 de Novembro de ORDEM DO CULTO PRINCIPAL I (PRIMEIRA PARTE PREPARAÇÃO) 1. O Hino de Invocação 2. A Invocação Trinitária (Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo) 3. Exortação e ou Alocução confessional 4. A confissão e a Absolvição (Exortação -Convite -Confissão Absolvição) 15

16 (SEGUNDA PARTE - O OFÍCIO DA PALAVRA) 5. Intróito: a. Salmo b. Glória Patri A Salmodia (Glória ao Pai e ao Filho e ao Santo Espírito, como era no princípio, agora é e por todo sempre há de ser. Amém) 6. Kyrie Eleison (Senhor, tem misericórdia de nós...) 7. Glória in Excelsis - O Hino de Louvor (Glória a Deus nas alturas! E na terra paz, boa vontade...) 8. Saudação e Resposta (O Senhor seja conosco; e com o teu espírito) 9. Oração 10. Primeira Leitura - Geralmente do antigo testamento 11. Segunda leitura - Geralmente de uma epístola 12. Gradual ou Hino do Gradual e a Tríplice Aleluia 13. Terceira leitura: - Aclamação inicial - Leitura do Santo Evangelho - Aclamação final 14. O Credo-Niceno, Apostólico, Atanasiano 15. Hino do dia (Pode ser cantado após o sermão) 16. Sermão (Mensagem) 17. Ofertório (Cria em mim, ó Deus, um puro coração...) 18. Recolhimento das ofertas 19. A Oração Geral da Igreja (TERCEIRA PARTE CELEBRAÇÃO DA SANTA CEIA E ADMINISTRAÇÃO) 20. O Prefácio (O Senhor seja convosco; e com o teu espírito; levantai os vossos corações...) 21. O Sanctus e Benedictus (Santo, santo, santo é o Senhor Deus dos Exércitos...) 22. O Pai-Nosso 23. As palavras da instituição 24. O Pax Domine ou A paz do Senhor (A Paz do Senhor seja convosco para sempre. Amém) 25. O Agnus Dei ou Cordeiro de Deus (Cordeiro divino, morto pelo pecador...) 26. A distribuição da Santa Ceia 27. Ação de Graças - Saudação Benedictus ou Benedicamus e ou Nunc Dimittis (Agora Despedes em paz o teu servo...) Glória ao Pai e/ou Hino apropriado 28. A Bênção (Araônica ou Trinitária) O culto corporativo, a liturgia, com seu rito e cerimônia, é um entrelaçamento da palavra de Deus e resposta do povo de Deus, proclamação e adoração. A parte em que se ouve o que Deus tem a dizer e dar costumamos chamar de ato sacramental, a parte em que o povo de Deus responde aos grandes feitos de Deus com palavras e gestos de gratidão, louvor, oração, chamamos de ato sacrificial. Nas igrejas em que o altar está encostado na parede do fundo do presbitério ou em que o altar não é um estilo de mesa, estes atos são perfeitamente identificados pela postura do oficiante celebrante. Pois, 16

17 nos atos sacrificais, o oficiante se volta para o altar, ficando de volta para a congregação, e nos atos sacramentais, fica de frente para a congregação. Sobre a liturgia do culto e atividades relacionadas a preparação do culto, temos muito material explicativo, vale a pena pesquisar e estudar sobre: - Paramentos (cores e figuras); - Vestes litúrgicas (do pastor e auxiliares); - Elementos do altar (cruz, flores, velas, bíblia, etc, o que deve ou não estar no altar e por que); - Ambiente de culto (bíblias, hinários, liturgia impressa, informativo, recepção, preparação dos elementos da Santa Ceia, preparação da pia batismal, etc); - Decoração (painéis, murais, preparação de datas festivas, lembracinhas, etc). Nossa liturgia é muito rica, pois é baseada na Bíblia Sagrada. Cada ato ou ítem teu seu significado, e quando sabemos os porques de cada uma destas partes, ele se torna bem mais significativo e não tão mecânico. Pesquise! Então vamos para a prática, vamos experimentar o que a adoração nos oferece. 3) Prova da gincana: organizar um culto Como é que é?! Isso aí, a primeira prova da gincana é organizar um culto. Vamos dar uma pequena folga para o pastor, ou mais trabalho a ele ainda! Boa gincana! 3 SEIBERT, Erni W.. A igreja hoje - organizada a partir de seus objetivos. P SOUZA, Cilene G.. Teatro evangélico. 6 ROESE, Anete. Bibliodrama - a arte de interpretar textos sagrados. 7 KINGSHILL, Cecéu. 17

18 MUITAS PARTES, UM SÓ CORPO Efésios º encontro: TESTEMUNHO/EVANGELISMO 1) O que é testemunho? Mesmo que não usemos muito essa palavra no nosso dia-a-dia, testemunhar é uma das coisas que mais fazemos, tanto no sentido geral quanto religioso. Inúmeras vezes por dia contamos a alguém algo que nos aconteceu, relatamos algo que vimos ou ouvimos, expressando aquilo que acreditamos ser verdade. Mas para simplificar o sentido de testemunhar, chegamos a seguinte pergunta: qual é a melhor notícia que você pode imaginar contar para alguém hoje? Ganhei na megasena? Meu pai virou o melhor pai do mundo e me deu um carro? Encontrei o príncipe encantado no cavalo branco? Passei no vestibular? No nosso dia-a-dia contamos inúmeras coisas para nossos amigos. Mas qual seria a melhor notícia que poderíamos contar? As pessoas querem ouvir boas notícias porque estão sofrendo o tempo todo, são doenças, guerras, depressão, drogas, abusos, falta de amor. Elas buscam isso de tal forma que não param de inventar boas notícias com novas teorias, estratégias e técnicas para que as coisas melhorem. A cada dia surge um novo conceito, que algum tempo depois é derrubado por uma nova solução, que no fim das contas não traz uma verdadeira solução. Só que nós, cristãos, já conhecemos a única boa notícia que pode trazer uma mudança completa e dar uma esperança firme. São as Boas Novas do Evangelho, a Salvação oferecida por Cristo Jesus! Ao conhecer essa boa notícia as pessoas não precisarão mais buscar sistemas, mas encontrarão refúgio e consolo no Redentor. Sabendo disso, o que nós vamos fazer? Paulo diz assim na carta aos Romanos, capítulo 10: como poderão crer, se não ouvirem a mensagem? E como poderão ouvir, se a mensagem não for anunciada? e mais adiante: Portanto, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo (vv 14,17) Cada um que está aqui recebeu a fé através da Palavra de Deus, anunciada pelos pais, amigos, ou no próprio batismo. Alguém contou para vocês esta boa notícia. Agora, quantos dos seus colegas de estudo ou trabalho, vizinhos ou parentes ainda não ouviram a respeito da salvação em Jesus? Muitos têm uma idéia errada de quem Ele foi e é, e não sabem do grande presente que Deus oferece através de Cristo. Agora, o que podemos fazer? Cabe a nós testemunhar, levar essa mensagem. Simples? Não. Impossível? Também não. 18

19 2) Quais são as formas de testemunho? Talvez vocês tenham a idéia de que testemunhar é algo muito complexo. Mas se olharmos o significado de testemunho no dicionário aparecerão coisas como narração real, depoimento, ou também: demonstração, prova ou sinal. É contar ou mostrar da forma que conseguir o que você crê. E este testemunho pode ir muito além das palavras. Como vocês já testemunharam o amor de Deus e as Boas Novas do Evangelho? Cada um pode compartilhar as experiências que teve com os colegas da juventude. Como foi? Foi difícil? Fácil? Como você se sentiu? Sem dúvida existem inúmeras formas de testemunhar. Vamos citar apenas algumas aqui. a) Testemunhando com ações Uma ação pode valer mais do que mil palavras. Testemunhar é ser um espelho do próprio Cristo. É mostrar nas nossas atitudes do dia-a-dia o amor que Ele teve por nós. Ajudar alguém, mesmo que não seja amigo seu, recusar uma oferta de cola na hora da prova, deixar de falar palavrões e preocupar-se com os outros são sinais da nossa fé, produzidos por Deus através da Palavra e Sacramentos, algo que muda a nossa vida e nos leva a olhar além do nosso próprio umbigo. Isso surpreende as pessoas, e por isso muitos cristãos já ouviram uma pergunta desse tipo: por que você é assim?, ou por que você faz isso? ; as pessoas notam e às vezes chegam a perguntar o que dá sentido para a nossa vida; as nossas ações serão reflexo da luz de Jesus, iluminando a vida de outros através de nós. Nem todos têm esse costume, mas é interessante ver o que acontece quando alguém junta as mãos, abaixa a cabeça e ora, em silêncio, antes de uma refeição em um local público. Num instante várias cabeças se viram para observar algo que para nós é tão simples, mas tem um significado enorme para os que ainda não crêem. Orar quando vai comer fora pode ser um grande testemunho, mostra que você é agradecido a Deus e reconhece que Ele lhe deu esse alimento. É pouco provável que alguém levante na mesa do lado e venha te dizer que começou a crer pelo seu testemunho, mas a sua ação pode fazer com que muitos reflitam sobre as suas vidas, e você nunca vai saber como esse ato estava encaixado nos planos de Deus para a vida dos que estavam ao seu redor. Então, não esconda quem você é, Jesus já mora em seu coração, agora é só deixá-lo trabalhar em você e usar a sua vida para chegar ao coração de outros! b) Testemunhando com folhetos e outros materiais Existem dezenas, talvez centenas de materiais como camisetas, chaveiros, canetas, adesivos... Além dos inúmeros modelos de folhetos evangelísticos. Nós normalmente não damos muito valor para essas coisas. Mas deixe-me contar um testemunho que ouvi. Um 19

20 cristão distribuía folhetos na porta de um banco, várias pessoas pegaram, inclusive um homem que entrou no local ainda sem ler, no caminho para o caixa leu o que estava escrito, parou, e saiu. Um tempo depois, este homem parou o cristão que distribuía folhetos e perguntou se tinha como ajudá-lo. Este perguntou por que queria ajuda, e ficou sabendo que o homem ao entrar no banco estava decidido a retirar a pouca quantia que possuía, comprar uma arma, matar a família e depois cometer suicídio. Mas Deus agiu, através de um simples folheto. Não é sempre que ouvimos depoimentos tão impactantes, como resultado do uso desses materiais, mas a Palavra de Deus em um folheto, em uma camiseta ou em qualquer outro objeto é sim caminho para a ação de Deus na vida das pessoas que a lerem, como diz em 2Timóteo 3.16: Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. Por isso é importante que os materiais produzidos na sua juventude, distrito ou região sejam feitos pensando não apenas para os dias do congresso, mas que transmitam também a mensagem do Evangelho, seja com versículos, frases ou imagens. E são vocês mesmos os que podem pensar e sugerir coisas novas nessas horas! Assim, podemos usar as camisetas dos congressos não apenas para dormir, mas para testemunhar! A expressão vestir a camisa se encaixa muito bem nesse contexto. Para os fanáticos por futebol, colocar a camiseta do time depois de uma vitória é quase automático, eles sabem o hino, os títulos, o nome dos jogadores, do técnico e passam horas tentando convencer os outros de que o seu time é melhor, sem se importar com comentários negativos. Nós, como cristãos podemos vestir a camisa com a maior alegria, Jesus venceu! c) Testemunhando com palavras Essa é a hora em que falamos com todas as letras da nossa fé, mas talvez também seja a hora em que temos mais medo. Às vezes um amigo está angustiado, e na nossa dúvida se devemos ou não falar de Jesus perdemos a oportunidade de testemunhar. Ou então falamos sem parar e o que dizemos parece nunca fazer efeito. Muita gente acredita que precisa ter estudado exaustivamente, saber a Bíblia toda de cor para daí testemunhar com palavras. Isso é uma tremenda bobagem! Claro que é importante ler a Palavra e estar fortificado nela, porque fica difícil contar a Boa Notícia, que é Cristo, se não conhecemos a Sua vida nem ouvimos os seus ensinos no nosso dia-a-dia. Mas se formos ver o testemunho da igreja, lá nos primeiros séculos do cristianismo, quem falava de Jesus eram principalmente escravos, comerciantes e viajantes. Provavelmente a maioria nem sabia ler; eles não tinham estudado anos nem feito o curso de teologia, mas falavam do que tinham ouvido e testemunhado, do maravilhoso plano de Deus que haviam conhecido. Você já viu Deus trabalhando na sua vida? Ou na vida de algum amigo? Já sentiu consolo ao ler um versí- 20

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória,

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória, Livro 1 página 57 Lição Oito O Culto a Deus Que É Culto? O culto é o ato de reconhecer a Deus por quem Ele é. Inclui uma atitude de reverência, devoção e adoração da parte da pessoa que pensa acerca de

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8 PRÓLOGO DEUS É AMOR 1 João 4:8 Quando demonstramos amor, estamos seguindo os passos de Jesus. Ele veio para mostrar ao mundo quem Deus é. Da mesma maneira, temos a missão de mostrar ao mundo que Deus é

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Lição 8 Trabalhar com Líderes

Lição 8 Trabalhar com Líderes Lição 8 Trabalhar com Líderes Já havia mais de um ano que o António se tornara membro da sua igreja. Ele tinha aprendido tanto! Começou a pensar nos líderes da igreja que o tinham ajudado. Pensava naqueles

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4 Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher Os quatro estudos a seguir tratam sobre a passagem de Colossenses 3:1-17, que enfatiza a importância de Jesus Cristo ter sua vida por completo.

Leia mais

Secretaria de Espiritualidade. Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade.

Secretaria de Espiritualidade. Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade. Secretaria de Espiritualidade Colaborar com a Presidente no planejamento da atividade de toda parte devocional da Sociedade. O que é liturgia? Roteiro do Culto; Ordem do Culto; Levar as pessoas a disposição

Leia mais

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco!

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco! Paixão do Povo de Cristo x Paixão de Cristo Texto Base: provérbios 24.10 na Linguagem de Hoje: Quem é fraco numa crise, é realmente fraco. Na Bíblia A Mensagem : Quem Desiste num momento de crise é porque

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação?

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação? A BÍBLIA Parte 2 Objetivo para mudança de vida: Dar ao estudante um senso profundo e duradouro de confiança em sua capacidade de entender a Bíblia. Capacidade esta que lhe foi dada por Deus. Você se lembra

Leia mais

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR Frutos-3 Impact0 LIÇÃO 9 VIVENDO A VIDA COM DEUS 9-11 Anos UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR FÉ EMAÇÃO Neste Trimestre, as crianças aprenderão sobre Graça, Crescimento e Mutualidade. Esses aspectos serão

Leia mais

Implantar o Seu Reino na Terra

Implantar o Seu Reino na Terra CHAMADOS PARA RESPLANDECER A LUZ DO SENHOR ENTRE TODOS OS POVOS Disse Jesus: Venham a mim todos que estão cansados e oprimidos e eu darei alivio para vocês Mat. 11.28 VISÃO DO MDA MÉTODO DE DISCIPULADO

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278

13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278 13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278 ENCONTRO: Se você pudesse levar um amigo para morar com você, quem seria? EXALTAÇÃO: Leia Efésios 4.1-15. Peça que compartilhem em que o Gf tem ajudado a cada

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem!

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada.

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA Assim nós invocamos a presença de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. Hino: HPD II 330 Abraço de

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

IGREJA PENTECOSTAL DO EVANGELHO PLENO Ministério de Avivamento Mundial Maranatha

IGREJA PENTECOSTAL DO EVANGELHO PLENO Ministério de Avivamento Mundial Maranatha TREINAMENTO DE PROFESSORES DA ESCOLA BÍBLICA INFANTIL Provérbios 22: 6 Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele. Objetivos da EBD Infantil: A EBD infantil

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Disciplina de Leitura Pessoal Manual do Aluno David Batty

Disciplina de Leitura Pessoal Manual do Aluno David Batty Disciplina de Leitura Pessoal Manual do Aluno David Batty Nome Data de início: / / Data de término: / / 2 Leitura Pessoal David Batty 1ª Edição Brasil As referências Bíblicas usadas nesta Lição foram retiradas

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

Subsídios para O CULTO COM CRIANÇAS

Subsídios para O CULTO COM CRIANÇAS Subsídios para O CULTO COM CRIANÇAS O que é um culto infantil? O culto para crianças não tem o objetivo de tirar a criança de dentro do templo para evitar que essa atrapalhe o culto ou atrapalhe a atenção

Leia mais

Lição 1. Lição 2. Lição 5

Lição 1. Lição 2. Lição 5 Caro responsável, O tema desta revista O Livro de Deus trata especificamente da Bíblia, enfatizando às crianças que ela é a Palavra de Deus, onde Ele nos conta sobre si mesmo e nos diz como devemos viver

Leia mais

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 4º Tri 2015: A Vida de Jesus

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 4º Tri 2015: A Vida de Jesus O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014 2014 Visão MDA [Digite o subtítulo do documento] VI [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou.

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. Lição 4 AS CONEXÕES QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. VERSO DA SEMANA: Sim, qualquer que seja o tipo de

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

O que fazer em meio às turbulências

O que fazer em meio às turbulências O que fazer em meio às turbulências VERSÍCULO BÍBLICO Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18 OBJETIVOS O QUÊ? (GG): As crianças assistirão a um programa de auditório chamado Geração

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

Explicação da Missa MISSA

Explicação da Missa MISSA Explicação da Missa Reunidos todos os catequizandos na Igreja, num primeiro momento mostram-se os objetos da missa, ensinam-se os gestos e explicam-se os ritos. Em seguida celebra-se a missa sem interrupção.

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras)

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Mostre o "Homem em Pecado" separado de Deus Esta luz (aponte para o lado direito) representa

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS

UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS Frutos-1 Impact0 LIÇÃO 12 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 3: MUNDO PERDIDO PESSOAS PERDIDAS PRECISAM OUVIR A HISTÓRIA DE JESUS 9-11 Anos HISTÓRIA BÍBLICA João 1:12; I Pedro 3:15, 18 A Bíblia nos ensina

Leia mais

Orar é uma atividade regular na vida de Jesus, um hábito, uma disciplina, um vínculo. Essa passagem é pedagógica e ilustra uma vida de fé!

Orar é uma atividade regular na vida de Jesus, um hábito, uma disciplina, um vínculo. Essa passagem é pedagógica e ilustra uma vida de fé! Faculdades EST- Pastoral Universitária Culto de Abertura do Semestre 2013/2 Prédica sobre Lucas 11.1-13 Pastora Iára Müller Leitura de Lucas 11.1-13 O tema da oração e da persistência em orar sempre volta

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Jesus contou aos seus discípulos esta parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar.

Jesus contou aos seus discípulos esta parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar. Lc 18.1-8 Jesus contou aos seus discípulos esta parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar. Ele disse: "Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

SERVIR COM ALEGRIA C O N F I R A

SERVIR COM ALEGRIA C O N F I R A 2014 UMA FAMÍLIA A SERVIÇO DO REI JESUS SERVIR COM ALEGRIA Boa Vista RR OUT./NOV./DEZ.- Celebrai com júbilo ao SENHOR, todas as terras. Servi ao Senhor com alegria; e entrai diante dele com canto. Sabei

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

O Papel da Mulher Cristã

O Papel da Mulher Cristã O Papel da Mulher Cristã Hoje as mulheres estão bem mais interessadas em carreiras profissionais e menos desejosas do papel no lar. Porém cada um tem a sua importância. Qual será então, o papel da mulher

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor!

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 2º ROTEIRO EUCARISTIA Mistério Pascal celebrado na comunidade de fé! 3º ENCONTRO EVANGELHO Amor para anunciar e transformar o mundo! 1915-2015 SUBSÍDIOS

Leia mais

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos Servos de Maria e ficou conhecido como o protetor contra o câncer.

Leia mais

Aula 1 Introdução e definição de termos

Aula 1 Introdução e definição de termos Aula 1 Aula 1 Introdução e definição de termos - Apresentação da Teologia do Culto (Adoração e Louvor - Definição dos principais termos relacionados à matéria Objetivo: ao final da aula, o aluno terá em

Leia mais

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE Introdução A CF deste ano convida-nos a nos abrirmos para irmos ao encontro dos outros. A conversão a que somos chamados implica

Leia mais

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ANOTAÇÕES Como Planejar Um Culto Sensível Aos Não-crentes INTRODUÇÃO Uma das características do ministério de Jesus é que ele atraía muitas pessoas A Bíblia diz que "Numerosas

Leia mais

ÁSIA ORIENTAL VOS FAREI PESCADORES DE HOMENS! Tema. E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens Mateus 4:19.

ÁSIA ORIENTAL VOS FAREI PESCADORES DE HOMENS! Tema. E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens Mateus 4:19. ÁSIA ORIENTAL 22 VOS FAREI PESCADORES DE HOMENS! Tema E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens Mateus 4:19 Versículo Chave REGIÃO ALVO Ásia Oriental é o nome de uma subregião da

Leia mais

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 1º Tri 2016: O Ministério de Jesus

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 1º Tri 2016: O Ministério de Jesus O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito 9.9 Jesus Cristo é homem perfeito Aula 48 Assim como é importante verificarmos na Palavra de Deus e crermos que Jesus Cristo é Deus, também é importante verificarmos e crermos na humanidade de Jesus após

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus Lição 3: Alegria LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus RESUMO BÍBLICO Provérbios 11:17; Gálatas 5:22; Gálatas 6:10; Salmos 116:12 O ser humano reflete a benignidade e a bondade de

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

Sal da TERRA e luz do MUNDO

Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da terra e luz do mundo - jovens - 1 Apresentação pessoal e CMV Centro Missionário Providência Canto: vós sois o sal da terra e luz do mundo... MOTIVAÇÃO: Há pouco tempo

Leia mais

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS Pr. Cristiano Nickel Junior O propósito é que a Igreja seja um exército com bandeiras Martyn Lloyd-Jones No princípio era aquele

Leia mais

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança.

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança. Radicais Kids Ministério Boa Semente Igreja em células Célula Especial : Dia Das mães Honrando a Mamãe! Principio da lição: Ensinar as crianças a honrar as suas mães. Base bíblica: Ef. 6:1-2 Texto chave:

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo

Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo 4ª Semana Você foi criado para tornar-se semelhante a Cristo I- CONECTAR: Inicie o encontro com dinâmicas que possam ajudar as pessoas a se conhecer e se descontrair para o tempo que terão juntas. Quando

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO Assinatura do Registo A assinatura do Registo será colocada na Liturgia, conforme prática local ou critério do Oficiante. Celebração da Santa Ceia No caso de ser pedida a Celebração

Leia mais