NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS"

Transcrição

1 MANUAL DE TRABALHOS ACADÊMICOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA São Paulo, março de 2012 Reitor: Prof. Leonardo Placucci Vice-Reitor: Prof. Carlos Alberto da Conceição Lima Pró-Reitor Acadêmico: Marco Antônio Placucci Pró-Reitor Administrativo: Leonardo Placucci Filho Secretário Geral: Raul Virginio da Silva Filho Coord. Geral de Ensino Plínio Dias da Silva Junior Supervisão Técnica Profª. Julyany Rodrigues Gonçalves Elaboração Profª. Juliana Ribeiro Lima Revisão e atualização Prof.José Luiz Lourenço 1

2 NORMAS PARA REDAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS Apresentação Gráfica A Apresentação de um trabalho deve seguir uma apresentação gráfica de excelente qualidade, de forma que o trabalho seja claro e agradável ao leitor. Para isso, devem ser muito bem organizados: a estrutura, a paginação e os formatos, e empregadas as fontes de letras adequadas. Deve ser digitado em computador. Digitação Recomenda-se utilizar letra tipo Arial, tamanho 12 (o mesmo deste texto) ou menor (10) em caso de notas e citações. Com espaçamento 1,5 entre linhas e dois espaços de 1,5 entre o título do capítulo e o parágrafo seguinte. O texto deve ser impresso em papel branco A4 (usar apenas um lado da folha) com margem superior = 3,0 cm; inferior = 2,0 cm; esquerda = 3 cm; direita = 2,0 cm. Como fazer? Passo 1 Selecione o Menu Arquivo / Configurar Página... 2

3 : Passo 2 - Ao abrir a configuração de páginas, ajuste-a conforme a tela abaixo: 3

4 Passo 3 - Altere a opção PAPEL conforme a tela abaixo: Como? Passo 4 - Clique na aba PAPEL conforme a tela abaixo: 4

5 Passo 5 Clique em OK, o documento está com todas as páginas configuradas. Estilo Emprega-se negrito ou itálico para palavras e frases em língua estrangeira, títulos de livros e periódicos, expressões de referências, letras ou palavras que requerem destaque, nomes científicos de plantas e animais (somente em itálico) e títulos de capítulos ou de partes do trabalho. Paginação As páginas dos elementos pré-textuais (capa, folha de rosto, sumário) não devem ser numeradas. A partir da Introdução é que se deve colocar a numeração. *A numeração dever ser colocada no canto superior direito da folha. Passo 6 - Selecione uma linha logo acima da Introdução e: 5

6 Clique no Menu Inserir / Quebra: Passo 7 - Configure a tela de Quebra conforme a tela abaixo: 6

7 Passo 8 - Clique em Ok. Deste modo, o seu documento está dividido em dois: a formatação do documento para a capa, folha de rosto e sumário está definida c o m u m a f o r m a t a ç ã o e o resto d o documento com outra. Ou seja, se você configurar páginas a partir da Introdução, só irá aparecer os números a partir da Introdução. A Capa, Folha de Rosto e Sumário não terão números de página. Como Fazer? Passo 9 - Clique no menu Inserir / Números de Páginas... Será apresentada a seguinte tela: Passo 10 - Deixe as configurações conforme a tela abaixo: 7

8 Passo 11 - Clique em formatar: Surgirá a seguinte tela: Passo 12 - Configure conforme a tela abaixo: Passo 13 Clique em Ok. As páginas serão numeradas a partir do número 3 na página 3 A partir da introdução do trabalho é que se deve colocar a numeração. Verifique em página inicial a sua Introdução. Se ela estiver posicionada na página 3, deve-se introduzir ou selecionar a página 3 (Três) na tela de formatação. Parágrafos 8

9 Os Parágrafos do texto devem ser de 1,25 cm a partir da margem esquerda. Somente no caso de citações d e v e h a v e r recuo de 8 cm da margem esquerda, com letras Arial, tamanho 10, com espaçamento simples. Como fazer? Há Duas Formas: 1ª Você pode selecionar todo o documento e ajustá-lo por inteiro, porém você precisará corrigir os títulos e subtítulos. Passo 14 - Após a digitação do texto selecione todo o texto: O documento ficará desta forma: 9

10 Passo 15 - Selecione a Opção Formatar / Parágrafo: Ao abrir a opção de Parágrafo, configure-a conforme a tela abaixo: 10

11 Passo 16 Clique em Ok. A 2ª Forma seria selecionar blocos de textos e fazer o Passo 2 em diante para cada parte do texto. 1. Capa Capa é a cobertura do trabalho. Recomenda-se que contenha a logomarca da faculdade, que sejam citados o nome da faculdade, a disciplina, o título do trabalho, o nome do autor e o ano da apresentação. O título deve ser perfeitamente explícito. Ele deve dizer de uma forma precisa, de que se trata a pesquisa / projeto. Recomenda-se que seja utilizada fonte 16 para o nome da faculdade, 14 para o nome do curso e título do trabalho e 12 para os outros itens citados (VERIFICAR EXEMPLO EM ANEXO). 11

12 2. Sumário Linhas que, no início de uma publicação, indicam o assunto nela trabalhado. O sumário indica a subordinação das seções com diferentes títulos dos distintos capítulos ou partes do trabalho, contendo a página inicial de cada seção. A página contendo o sumário deverá ter o título SUMÁRIO em caixa alta, centralizado e em negrito. A página do sumário não deve ser numerada e todos os itens deverão estar na mesma margem (utilizar índice analítico do world). Como fazer? Passo 17 Você deve ir a cada um dos Títulos e configurá-los como TÍTULO. Para começar, selecione a introdução, conforme a imagem abaixo: Passo 18 - Selecione a opção FORMATAR / ESTILOS E FORMATAÇÃO... 12

13 13

14 Passo 19 Desça com a barra de Rolagem do menu Estilos e Formatação: Passo 20 No caso de Títulos, selecione a Opção Título. Esta opção tem a seguinte formatação: Texto normal com fonte Arial 16, Negrito e Centralizado com o espaçamento de 1,5 entre linhas. Caso você tenha optado por digitar seu trabalho em Arial, está tudo Ok. Você só precisa formatar todos os outros títulos com a mesma formatação. Há 2 maneiras: Como fazer? 1ª Maneira: Passo 1.1 Você deve procurar título por título e formatá-lo da mesma maneira. Passo Selecione o próximo título: Este processo deve ser refeito para todos os títulos. 2º Maneira: Passo 2.1 Após ter formatado o 1º Título, conforme realizado no Passo 3 de formatação do Sumário, procure a seguinte ferramenta: 14

15 Passo 2.2 Clique 2 (duas) vezes sobre o PINCEL Quando você está com a opção do PINCEL ativa ele irá formatar todo e qualquer texto selecionado conforme o texto que estava selecionado antes, ou seja, como estava selecionado o título que estava com a formatação de Texto normal com fonte Arial 16, Negrito e Centralizado com o espaçamento de 1,5 entre linhas, todo e qualquer texto selecionado com o pincel passará a ficar com esta formatação. Observação: cuidado para não selecionar texto errado. Selecione o próximo título, depois deslize com a barra de rolagem até o próximo e assim até terminar todos. Caso você selecione algum texto errado e mude algum sem querer, basta selecionar novamente o primeiro título e dar 2 (dois) cliques na ferramenta pincel novamente. Passo Após formatar todos os títulos, verifique se seu documento ou trabalho não possua subtítulos, como por exemplo : 15

16 Passo Neste caso, devemos Selecionar o subtítulo 4.1 Origem e formatálo com a opção Título 1. Como fazer? Passo 2.5 Selecione o texto, clique em FORMATAR / ESTILOS E FORMATAÇÃO Desça com a barra de Rolagem até o final e selecione TÍTULO 1 + ARIAL 14 : Passo Refaça este processo para todos os subtítulos 1; caso você tenha subtítulos 2, 3 e 4 refaça o processo utilizando os títulos 2, 3 e 4. Observação : Caso os títulos 3 e 4 estejam com a fonte Times New Roman, simplesmente mude a fonte para Arial, após a seleção da formatação. Passo 21 - Após estes passos, fazendo com que todos os títulos sejam formatados, iremos criar o Índice Analítico. Posicione o cursor na primeira folha após a folha de rosto : Deixe 2 a 3 linhas após a mudança de página : 16

17 Passo 22 - Selecione o menu INSERIR / REFERÊNCIA / ÍNDICES : 17

18 Passo 23 A seguinte tela será apresentada : 18

19 Passo 24 Clique em Índice Analítico : Passo 25 Clique em Modificar : 19

20 Você terá a opção de formatar o índice no seu documento. Por padrão ele insere com a fonte Times New Roman. Passo 26 Formate todos os índices que seu documento possui para ARIAL. Se seu documento só tem Títulos, formate o Analítico 1 ; se seu documento possui 2, 3 e 4, formate Analítico 2, 3 e 4. Passo 27 Clique em Modificar : 20

21 Se você selecionou todos os títulos e os configurou, será inserido o sumário conforme exemplo : 21

22 Caso esteja faltando algum título ou subtítulo, formate-o e refaça tudo a partir do Passo 20. Você pode simplesmente ajustar todas as páginas, as correções dos títulos e subtítulos e após este procedimento só é necessário clicar com o botão direito sobre o sumário : Passo 28 - Selecione a opção Atualizar campo Passo 29 - Selecione a opção Atualiza o Índice Inteiro 22

23 Deste modo, todos os ajustes de páginas, mudanças no título ou subtítulo serão atualizados automaticamente. 3. Introdução Trata-se de um texto explicativo onde o autor apresenta o tema, o problema, os objetivos, a justificativa e a metodologia do trabalho ou seja, os fatos que levaram a execução do mesmo a finalidade e os tópicos principais. - Ao incluir no corpo do trabalho anexos tais como: tabelas, gráficos, fotos, ilustrações colocar título, fonte e legenda. - Realizar a revisão gramatical para todas as fases de apresentação do trabalho; - Evitar o uso de gírias, linguagem e opiniões pessoais; - Entregar uma cópia em disquete de todas as fases do trabalho, com anexos; - A bibliografia deve obedecer às Normas da ABNT / NRB 6063 Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); - Para a apresentação os grupos devem utilizar todos os recursos áudio visuais possíveis (seguir estrutura de apresentação de trabalhos orais, estabelecidos pelo corpo docente da Faculdade Sant Anna de Salto); - O grupo deverá estar apto a responder de forma satisfatória e coerente aos questionamentos dos professores, dos colegas e de outros possíveis agentes envolvidos no trabalho / projeto, ao final de cada apresentação; - As datas para a apresentação dos trabalhos não serão alteradas sob nenhuma hipótese, os grupos ou componentes do trabalho que não apresentarem o trabalho na data combinada, não terão nota referente à atividade. 4. Desenvolvimento Neste item, serão desenvolvidos os tópicos / capítulos do trabalho, devendo conter um texto conciso, com linguagem técnica, devendo sempre que possível utilizar citações de autores correlatos, com as devidas referências da fonte (conforme regras da ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas). Evitar o uso de gírias, linguagem informal e emissão de opinião. 23

24 Não se tratando de uma pesquisa documental/bibliográfica, utilizar fontes primárias e/ou secundárias para exposição dos resultados do trabalho (com as devidas referências, lembrando que só será permitido o uso de fontes seguras). A apresentação gráfica do texto deverá conter a letra ARIAL, tamanho 12, com espaçamento de 1,5 entre as linhas, o texto justificado e parágrafo 1,25 a partir da margem esquerda. Somente os TÍTULOS, que deverão estar em CAIXA ALTA, centralizados, em negrito e com dois espaços de 1,5 ou um espaço DUPLO do parágrafo seguinte (deve ser lembrado que os elementos textuais considerados: TÍTULO I - são somente - SUMÁRIO, APRESENTAÇÃO, INTRODUÇÃO, CONSIDERAÇÕES FINAIS, REFERÊNCIAL BIBLIOGRÁFICO E ANEXOS); os 1. Subtítulos ou TÍTULO II, deverão estar numerados, recuados na margem esquerda, em negrito e com espaçamento de 1,5 para o parágrafo seguinte (deve ser lembrado que os elementos textuais considerados: 1. Subtítulos são somente 1. Levantamento de Referencial Teórico (pesquisa bibliográfica / documental); 2. Desenvolvimento e 3. Resultados do trabalho. Pode haver o Título II que seria o subitem do Título II. 5. Considerações Finais Este é um elemento de muita importância do trabalho, é o local em que o autor expressa as suas conclusões ou considerações finais frente ao objeto pesquisado / estudado. É importante ressaltar que neste item não s ã o aceitas citações de autores, pois já devem ter sido feitas durante o Desenvolvimento do trabalho, uma vez que esta parte é dedicada especialmente para fechamento da idéia do autor. As mesmas normas de apresentação textual do item Desenvolvimento deverão ser seguidas neste item. 6. Referencial Bibliográfico Todo trabalho ou projeto acadêmico deve conter obrigatoriamente este item, indicando as principais fontes de pesquisa do trabalho. As informações deste item deveram estar dispostas da seguinte forma: Livros: SOBRENOME, Nome do autor. Título do livro: subtítulo. Cidade, Estado: Editora, ano. (espaçamento simples, o espaçamento 1,5 é somente utilizado para a distância deste item para o próximo). 24

25 Revistas / Jornais/ Periódicos: Ex. Este espaçamento é 1,5. SOBRENOME, Nome do autor. Título da reportagem. Nome da revista, jornal ou periódico. Cidade, Estado, ano. (espaçamento simples) Sites: NOME DA REPORTAGEM. Disponível em HTTP//: Acesso em 17/07/2006 às 15h30m. 7. Anexos Este item é dedicado para colocar as entrevistas na íntegra de dados primários e secundários, tabelas, gráficos, desenhos, croquis e demais elementos que não são viáveis colocar no corpo do texto no item Desenvolvimento. Todos os itens, gráficos, figuras e tabelas, devem conter: fonte, data, local autor (utiliza normas da ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas). 25

26 Anexo 01 CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA PROF. JOSÉ LUIZ LOURENÇO PADRONIZAÇÃO DOS TRABALHOS A SEREM APRESENTADOS 26

27 ASPECTOS GRÁFICOS Tamanho das Folhas Em todo o trabalho deve-se utilizar papel tamanho A4 (29,7 x 21 cm). Escrita O texto deve ser digitado em espaço 1,5 linha. Títulos de capítulos são escritos em caixa alta ou caps lock. Títulos de seções e subseções levam maiúsculas apenas nas letras iniciais das principais palavras. A digitação é feita em apenas um lado do papel. Letra: Arial tamanho 12 Parágrafos: Justificados Impressão Deve ser em impressora a Laser ou Desk Jet, a fim de garantir uma boa qualidade e durabilidade do trabalho, principalmente se fará parte do acervo da biblioteca. Margens As margens esquerdas e superior geralmente são de 3 cm e as margens direita e inferior de 2 cm Espaçamentos A distribuição dos espaços para o Título do capítulo ou parte, dos subtítulos, entre linhas, de início do parágrafo, entre parágrafos, na apresentação das tabelas, gráficos e figuras, deve ser homogêneo de tal maneira, que não deixe o texto pulverizado na folha e nem tampouco condensado. 27

28 Paginação O número pode ficar na margem superior ou a margem inferior. Inicia-se a partir da página de introdução, contando as páginas anteriores Folha de Introdução Antecedentes do problema; Tendências; Pontos críticos; Preocupações ou Esboçar o conteúdo dos capítulos. INTRODUÇÃO Formulação clara e simples do tema de investigação; é a apresentação sintética da questão, sua justificativa, objeto e objetivos, importância da metodologia utilizada e rápida referência a trabalhos anteriores realizados sobre o mesmo assunto. Desenvolvimento Também chamado de elemento textual, é a parte central da Pesquisa, onde se apresentam e se discutem as informações dos capítulos ou partes. DESENVOLVIMENTO Fundamentação lógica do trabalho de pesquisa, cuja finalidade é expor e demonstrar as principais idéias. São três frases. Explicação apresenta o sentido de uma noção, analisa e compreende, procurando suprimir o ambíguo ou obscuro. Discussão é o exame, a argumentação e a explicação da pesquisa; explica, discute, fundamenta e enuncia as proposições. Demonstração é a dedução lógica do Trabalho; implica o exercício do raciocínio. 28

29 Considerações Finais Redação final da pesquisa, onde se devem evidenciar os aspectos mais importantes da pesquisa, enunciando as conclusões em face dos resultados. Aqui se sugerem práticas para a implantação dos resultados, pesquisas adicionais, mantendo sempre uma linguagem impessoal. CONSIDERAÇÕES FINAIS Consiste no resumo completo, mas sintetizado, da argumentação dos dados e dos exemplos constantes das duas primeiras partes do trabalho. Da conclusão deve contar o fecho da introdução ou síntese de toda a reflexão. Anexos ou Apêndice Informações complementares em forma de cópia. Ex.: Projeto de Lei, Decretos, reportagens, tabelas, gráficos, figuras, modelos de notas, formulários, questionários. Bibliografia Deve relacionar todas as fontes utilizadas para a pesquisa. Pode ser composta por : livro, jornal, revista, periódico, boletim, ensaio, filme, entrevista, seminário, etc. Devem ser expressos obedecendo às normas estabelecidas pela ABNT. 29

30 Estrutura: Capa Anexos Bibliografia Referências Bibliográficas TEXTO Sumário Lista de Figuras Agradecimentos Capa Folha de Rosto Essencial Opcional Conforme 30

31 Modelos:01. capa CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA CONTRIBUIÇÕES DA COLONIZAÇÃO SUIÇA PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIO-CULTURAL DA REGIÃO DE LIMEIRA E RIO CLARO JOSEPH BRITSCHGI SÃO PAULO 31

32 Folha de Rosto: JOSEPH BRITSCHGI CONTRIBUIÇÕES DA COLONIZAÇÃO SUIÇA PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIO-CULTURAL DA REGIÃO DE LIMEIRA E RIO CLARO Trabalho de aproveitamento apresentado no segundo semestre do Curso de Engenharia da Computação do Centro Universitário Sant Anna, como um dos prérequisitos para avaliação do 1º bimestre na disciplina Metodologia do Trabalho Científico. SÃO PAULO

33 Anexo 02 CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA PROJETO DE PESQUISA Prof. José Luiz Lourenço O projeto de pesquisa é o planejamento de uma pesquisa, ou seja, a definição dos caminhos para abordar uma certa realidade. Deve oferecer respostas do tipo: O que pesquisar? Por que pesquisar? (Justificativa) Para que pesquisar? (Objetivos) Como pesquisar? (Metodologia) Quando pesquisar? (Cronograma) Por quem? TEMA A escolha de um tema representa uma delimitação de um campo de estudo no interior de uma grande área de conhecimento, sobre o qual se pretende debruçar. É necessário construir um objeto de pesquisa, ou seja, selecionar uma fração da realidade a partir do referencial teórico-metodológico escolhido (BARRETO; HONORATO, 1998: 62). O que é investigado? DELIMITAÇÃO DO TEMA Delimitar é indicar a abrangência do estudo, estabelecendo os limites extencionais e conceituais do tema. Como princípio de logicidade, é importante salientar que, quanto maior a extensão conceitual, menor a compreensão conceitual e, inversamente, quanto menor a extensão conceitual, maior a compreensão conceitual. Para que fique clara e precisa a extensão conceitual do assunto, é importante situá-la em sua respectiva área de conhecimento, possibilitando, assim, que se visualize a especificidade do objeto no contexto de sua área temática (LEONEL, 2002). Por que é investigado? Quais as razões para a elaboração da pesquisa? 33

34 JUSTIFICATIVAS A justificativa envolve aspectos de ordem teórica (para o avanço da ciência), de ordem pessoal/profissional, de ordem institucional (universidade e empresa) e de ordem social (contribuição para a sociedade). Deve procurar responder: Qual a relevância da pesquisa? Que motivos a justificam? Quais contribuições para a compreensão, intervenção ou solução que a pesquisa apresentará? Por que é investigado? Quais as razões para a elaboração da pesquisa? OBJETIVOS Relaciona-se com a visão global do tema e com os procedimentos práticos. Indicam o que se pretende conhecer, ou medir, ou provar no decorrer da pesquisa, ou seja, as metas que se deseja alcançar. OBJETIVOS GERAIS Para que e para quem é investigado? Fundamentado em qual conhecimento? O objetivo geral procura dar uma visão geral do assunto da pesquisa. Indicação do resultado pretendido. Por exemplo: identificar, levantar, descobrir, caracterizar, descrever, traçar, analisar, explicar, etc. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Nesta fase o texto escrito identifica o conteúdo da pesquisa, ou seja, o que se pretende responder com o desenvolvimento da monografia. Indicação das metas das etapas que levarão à realização dos objetivos gerais. Por exemplo: classificar, aplicar, distinguir, enumerar, exemplificar, selecionar, etc. 34

35 FORMULAÇÃO DO PROBLEMA DA PESQUISA A formulação do problema é a continuidade da delimitação da pesquisa, sendo ainda mais específica: indica exatamente qual a dificuldade que se pretende resolver ou responder. É a apresentação da idéia central do trabalho, tendo-se o cuidado de evitar termos equívocos e inexpressivos. É um desenvolvimento da definição clara e exata do assunto a ser desenvolvido Em geral é formulado em forma de uma pergunta, sendo possível uma investigação sistemática, crítica e operacional. FORMULAÇÃO DA HIPÓTESE DA PESQUISA Hipótese é uma expectativa de resultado a ser encontrada ao longo da pesquisa, categorias ainda não completamente comprovadas empiricamente, ou opiniões vagas oriundas do senso comum que ainda não passaram pelo crivo do exercício científico (BARRETO; HONORATO, 1998). Que soluções ou explicações são sugeridas? É possível solução antecipada para o problema da pesquisa. A hipótese tem que solucionar o problema. METODOLOGIA DA PESQUISA Como, com o que ou com quem, onde? Especificar o design, a população, a amostra, os instrumentos e o plano de coleta, tabulação e análise de dados. Informar os meios empregados na coleta de dados para posterior apresentação na pesquisa. 35

MODELO DE PROJETO DE PESQUISA DA ADJETIVO CETEP

MODELO DE PROJETO DE PESQUISA DA ADJETIVO CETEP MODELO DE PROJETO DE PESQUISA DA ADJETIVO CETEP REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS DOS TRABALHOS Formato: A4 Cor preta Espaçamento entre linhas: 1,5cm Fonte texto: Times New Roman, 12 ou Arial, 11 Margem superior

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE DISSERTAÇÃO (FORMATO

Leia mais

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1

BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS. NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTOS CIENTÍFICOS: TRABALHOS ACADÊMICOS Aula 1 Paula Carina de Araújo paulacarina@ufpr.br 2014 Pesquisa Pesquisa Atividade básica da ciência

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO NPGE MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS ARACAJU 2012 2 PREFÁCIO A apresentação dos trabalhos acadêmicos

Leia mais

Noções de Word versão 2010 para Trabalhos Acadêmicos

Noções de Word versão 2010 para Trabalhos Acadêmicos Noções de Word versão 2010 para Trabalhos Acadêmicos Elaborado pela Biblioteca Universitária Objetivo Dar noções do uso do word de acordo com as orientações do documento Trabalhos acadêmicos na UNISUL(TAU).

Leia mais

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA

CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA CONSTRUINDO MINHA MONOGRAFIA 1 Prezado(a) aluno(a), Este roteiro foi preparado para auxiliá-lo na elaboração de sua monografia (TCC). Ele o apoiará na estruturação das etapas do seu trabalho de maneira

Leia mais

MODELO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

MODELO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA MODELO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS Elaborado por Prof. Dr. Rodrigo Sampaio Fernandes Um projeto de pesquisa consiste em um documento no qual

Leia mais

Manual TCC Administração

Manual TCC Administração 1 Manual TCC Administração 2013 2 Faculdade Marista Diretor Geral Ir. Ailton dos Santos Arruda Diretora Administrativo-Financeiro Sra. Rafaella Nóbrega Coordenador do Curso de Administração e Gestão de

Leia mais

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 4 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO Este capítulo visa a orientar a elaboração de artigos científicos para os cursos de graduação e de pós-graduação da FSG. Conforme a NBR 6022 (2003, p. 2),

Leia mais

FKB Biblioteca Padre Lambert Prins Tutorial de formatação MS-Word Agary Veiga Graf CRB/8-3809

FKB Biblioteca Padre Lambert Prins Tutorial de formatação MS-Word Agary Veiga Graf CRB/8-3809 1 INTRODUÇÃO Tutorial é um programa ou texto, contendo ou não imagens, que ensina passo a passo, didaticamente, como um aplicativo funciona. Regra geral a maioria dos educandos já conhece o Microsoft Office

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS IESGO FACULDADES IESGO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS IESGO FACULDADES IESGO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GOIÁS IESGO FACULDADES IESGO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA MANUAL DE NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA FORMOSA/GO

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE PIO XII REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ( 6º PERÍODO/2013-7º PERÍODO/2014-8º PERÍODO/2014 ) Cariacica 2013/2014 FACULDADE DE ESTUDOS

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA (ABNT - NBR 15287- válida a partir de 30.01.2006) 1 COMPONENTES DE UM PROJETO DE PESQUISA (itens em negrito são obrigatórios) ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS Capa

Leia mais

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008)

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008) Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Curso de Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Dr. Luís Fernando Garcia - TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto

Leia mais

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO HOSPITALAR. PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO HOSPITALAR PIM VI Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Elaborar um estudo acerca Estrutura e Funcionamento do Sistema de Saúde Pública e Privada no Brasil.

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO Av. Dom Manuel de Medeiros s/nº Dois Irmão, Recife PE Telefone: 3320-6203 ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA CURSO: AGRONOMIA I ESTRUTURA DO RELATÓRIO 1.1

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIA ANEXO da Norma 004/2008 CCQ Rev 1, 28/09/2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE QUÍMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Salvador 2009 2 1 Objetivo Estabelecer parâmetros para a apresentação gráfica

Leia mais

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA

ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA ANEXO II PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA A elaboração da monografia deve ter como referência a ABNT NBR 14724/ 2006, a qual destaca que um trabalho acadêmico compreende elementos pré-textuais,

Leia mais

ESTRUTURA DO TIID 2010

ESTRUTURA DO TIID 2010 ESTRUTURA DO TIID 2010 7. Anexos c 7. A ficha de entrevista, agora com as respostas, deve ser apresentada como anexo, após as referências bibliográficas. 6. Referências Bibliográficas 6. As referências

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PRÉ-PROJETOS DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO/FAJ

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PRÉ-PROJETOS DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO/FAJ Faculdade de Jussara FAJ Curso de Direito Coordenação de Trabalho de Conclusão de Curso MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PRÉ-PROJETOS DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO/FAJ Jussara 2013 APRESENTAÇÃO Este manual

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte Faculdade de Educação ORIENTAÇÕES GERAIS PARA NORMALIZAÇÃO DA MONOGRAFIA 2014 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS Campus de Belo Horizonte

Leia mais

Manual para Elaboração do Relatório Final de Estágio

Manual para Elaboração do Relatório Final de Estágio Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul Manual para Elaboração do Relatório Final de Estágio Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul

Leia mais

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS

REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS F A C UL DA DE DE P R E S I DE N T E V E N C E S L A U REGRAS BÁSICAS PARA APRESENTAÇÃO FORMAL DE TRABALHOS APRESENTAÇÃO GRÁFICA - CONFIGURAÇÃO DAS MARGENS Ir ao menu Arquivo, escolher a opção Configurar

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - Unioeste PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS - PPGCA Normas para elaboração de Dissertações do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais MODELO

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE ESTÁGIO

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE ESTÁGIO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE ESTÁGIO INSTITUTO FEDERAL MINAS GERAIS CAMPUS CONGONHAS MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS DE ESTÁGIO Congonhas 2009 Caio Mário Bueno Silva Reitor do IFMG Eleonardo

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSOS DE GESTÃO TECNOLÓGICA PIM - III Projeto Integrado Multidisciplinar Cursos Superiores Tecnológicos G. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Trabalho

Leia mais

Trabalhos Científicos Usuais: Caracterização e Estrutura

Trabalhos Científicos Usuais: Caracterização e Estrutura Trabalhos Científicos Usuais: Caracterização e Estrutura Iniciação à Pesquisa em Informática Profª MSc. Thelma E. C. Lopes e-mail: thelma@din.uem.br 2 Texto Científico: o que é? A elaboração do texto científico

Leia mais

TÍTULO DO PROJETO NOME DO ALUNO MATRÍCULA

TÍTULO DO PROJETO NOME DO ALUNO MATRÍCULA CURSO DE DIREITO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO DO PROJETO NOME DO ALUNO MATRÍCULA RIO DE JANEIRO MÊS - ANO NOME DO AUTOR DO PROJETO TÍTULO DO PROJETO Projeto de Pesquisa apresentado ao orientador

Leia mais

D O N D O M Ê N I C O

D O N D O M Ê N I C O MODELO DE PROJETO DE PESQUISA Este modelo deve ser utilizado nas Disciplinas de Metodologia do Trabalho Científico, Orientação de TCC e demais disciplinas que assim o exigirem. Consta de capa, folha de

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP

CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO TCC ARUJÁ SP 2011 ESTRUTURA 1 ELEMENTOS DE PRÉ-TEXTO 1.1 Capa 1.2 Lombada descendente 1.3 Folha de rosto 1.4 Folha de aprovação 1.5 Dedicatória 1.6 Agradecimentos 1.7 Epígrafe

Leia mais

ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PROJETO/ARTIGO 1. O PROJETO DE PESQUISA

ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PROJETO/ARTIGO 1. O PROJETO DE PESQUISA ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DO PROJETO/ARTIGO 1. O PROJETO DE PESQUISA A primeira etapa para a organização do TCC nos cursos de pós-graduação lato sensu a distância consiste na elaboração do projeto de pesquisa,

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá. Pró-Reitoria de Pós-Graduação Curso de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá. Pró-Reitoria de Pós-Graduação Curso de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas Ministério da Educação Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Pós-Graduação Curso de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Segundo a NBR 15287:2011

Leia mais

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS

MONOGRAFIA ESTRUTURA DE MONOGRAFIAS MONOGRAFIA Trata-se de uma construção intelectual do aluno-autor que revela sua leitura, reflexão e interpretação sobre o tema da realidade. Tem como base a escolha de uma unidade ou elemento social, sob

Leia mais

PADRÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS

PADRÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS 1. ESTRUTURA DA MONOGRAFIA PADRÃO PARA FORMATAÇÃO DE TRABALHOS A estrutura de uma monografia compreende as seguintes partes: a) elementos pré-textuais; b) elementos textuais; c) elementos pós-textuais.

Leia mais

Como fazer o Projeto de Monografia? Projeto de Monografia

Como fazer o Projeto de Monografia? Projeto de Monografia Como fazer o Projeto de Monografia? Chegou a hora de fazer o seu Projeto de Monografia o primeiro passo o seu trabalho de conclusão de curso e você ainda não tem ideia nem de como fazer? Calma, este manual

Leia mais

ARTIGO CIENTÍFICO. O artigo científico pode ser entendido como um trabalho completo em si mesmo, mas possui dimensão reduzida.

ARTIGO CIENTÍFICO. O artigo científico pode ser entendido como um trabalho completo em si mesmo, mas possui dimensão reduzida. ARTIGO CIENTÍFICO O artigo científico pode ser entendido como um trabalho completo em si mesmo, mas possui dimensão reduzida. O artigo é a apresentação sintética, em forma de relatório escrito, dos resultados

Leia mais

MODELO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA

MODELO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA MODELO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA Araranguá MÊS /ANO 2 SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO...3 2- OBJETIVOS...4 3- JUSTIFICATIVA...5 4- REVISÃO TEÓRICA...6 5- METODOLOGIA...7 6- CRONOGRAMA...8 7- BIBLIOGRAFIA...9

Leia mais

ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO

ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO ANEXO IV RELATO DE EXPERIÊNCIA TÍTULO DO TRABALHO Nome Sobrenome 1 Nome Sobrenome 2 RESUMO Este trabalho apresenta os elementos que constituem a estrutura do relato de experiência para o programa de apoio

Leia mais

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-Graduação em Gerontologia

Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Av. Av. Prof. Moraes Rego s/n - Cidade Universitária - CEP: 50739-970 Recife PE Fone: (81)21268538

Leia mais

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO

REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO 1 REGRAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO Os seguintes padrões atendem às exigências da FTC Feira de Santana, em conformidade com a NBR 14724:2002/2005 da Associação Brasileira de Normas Técnicas

Leia mais

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos

Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011. São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico: de acordo com NBR 14724/2011 São Carlos Guia para Apresentação de Trabalho Acadêmico As orientações abaixo estão de acordo com NBR 14724/2011 da Associação

Leia mais

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica

NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL) Apresentação Gráfica UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Faculdade de Educação UAB/UnB Curso de Especialização em Educação na Diversidade e Cidadania, com Ênfase em EJA Parceria MEC/SECAD NORMAS DE FORMATAÇÃO DO TRABALHO FINAL (PIL)

Leia mais

FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS

FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS FACULDADE ÚNICA DE CONTAGEM CLAUDIANE SANTANA MANUAL DE NORMALIZAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS CIENTÍFICOS Baseado nas obras de Júnia Lessa França e Ana Cristina de Vasconcellos; Rosy Mara Oliveira. Atualizado

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO 1 APRESENTAÇÃO Tanto o artigo quanto a monografia são trabalhos monográficos, ou seja, trabalhos que apresentam resultados de pesquisa sobre um

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA

Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA Trabalho de Conclusão de Curso (Administração) ETEC TEOTÔNIO ALVES PEREIRA Objetivo: Estas diretrizes têm por objetivo padronizar a apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) dos Cursos Técnicos

Leia mais

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ

GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - UFSJ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI UFSJ CAMPUS CENTRO-OESTE DONA LINDU CCO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA GUIA PARA ELABORAÇÃO DISSERTAÇÃO DE MESTRADO (SEGUNDO ABNT-NBR 14724) PROGRAMA

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL

INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL INSTITUTO FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS CENTRAL NATAL DIRETORIA DE ENSINO E TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO CIVIL NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE UM RELATÓRIO TÉCNICO Eurípedes de Medeiros Junior 1 Mara Matos

Leia mais

Professora: Yandra Mello

Professora: Yandra Mello Professora: Yandra Mello Se você precisa realizar um trabalho, de qual matéria for, lembre-se que você não deve realizá-lo de qualquer maneira, entrar em qualquer site, colocar o texto no Word, e sem ler

Leia mais

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA

SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA SISTEMA DE BIBLIOTECAS FMU/FIAM-FAAM/FISP NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA São Paulo 2014 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 1 ELEMENTOS EXTERNOS 1.1 CAPA 1.2 LOMBADA 2 ELEMENTOS INTERNOS PRÉ-TEXTUAIS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Porto Alegre RESOLUÇÃO Nº 013, DE 13 DE NOVEMBRO

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE INGRESSO E VITALICIAMENTO DOS NOVOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ GESTÃO2010/2012 ESCOLASUPERIORDOMINISTÉRIOPÚBLICO(Art.1ºdaLei11.592/89) Credenciada pelo Parecer 559/2008, de 10/12/08, do CEC (Art. 10, IV da Lei Federal n.º 9.394, de 26/12/1996 - LDB) NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

NBR 14724/2011 ABNT NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 19/10/2011. Objetivo

NBR 14724/2011 ABNT NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 NBR 14724/2011 19/10/2011. Objetivo Objetivo ABNT Normas para elaboração de trabalhos científicos Esta Norma especifica os princípios gerais para a elaboração de trabalhos acadêmicos, visando sua apresentação à instituição Estrutura Parte

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP. FACULDADE (do aluno) CURSO. TÍTULO DO PROJETO Subtítulo do Projeto AUTOR DO PROJETO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP. FACULDADE (do aluno) CURSO. TÍTULO DO PROJETO Subtítulo do Projeto AUTOR DO PROJETO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP FACULDADE (do aluno) CURSO TÍTULO DO PROJETO Subtítulo do Projeto AUTOR DO PROJETO TÍTULO DO RELATÓRIO AUTOR(ES) DO RELATÓRIO SÃO PAULO 200_ NOTA PRÉVIA

Leia mais

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e

Os trabalhos acadêmicos devem ser divididos em: elementos pré-textuais, textuais e NORMAS PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor

Leia mais

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2

DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA TCC2 UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA COORDENAÇÃO ADJUNTA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIRETRIZES BÁSICAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias.

Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias. Elaborado pelo Coordenador do curso de Gestão Empresarial Prof. Ms. Ricardo Resende Dias e pela professora Profª Drª Silvana de Brito Arrais Dias. Goiânia, 2010 SUMÁRIO SUMÁRIO...2 1. INTRODUÇÃO...3 1.1-

Leia mais

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório.

2- DETALHES SOBRE A ESTRUTURA DO RELATÓRIO A seguir estão orientações sobre como formatar as diversas partes que compõem o relatório. 1 - ESTRUTURA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório do Estágio Supervisionado de todos os cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais Campus Formiga - irá mostrar

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO. REVISTA DiCA!

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO. REVISTA DiCA! CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE AGUDOS - FAAG BIBLIOTECA MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS PARA O PERIÓDICO REVISTA DiCA! Biblioteca - FAAG Tel. (14) 3262-9400 Ramal: 417 Email: biblioteca@faag.com.br http://www.faag.com.br/faculdade/biblioteca.php

Leia mais

Estrutura, redação e apresentação do relatório de pesquisa 7

Estrutura, redação e apresentação do relatório de pesquisa 7 UNIDADE 7 Estrutura, redação e apresentação do relatório de pesquisa 7 Objetivos de aprendizagem Identificar os componentes que integram os elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais de um relatório

Leia mais

NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL

NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL NORMAS PARA REDAÇÃO E IMPRESSÃO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL AQUIDAUANA MS 2009 1. PAPEL E PROCESSO DE MULTIPLICAÇÃO O papel

Leia mais

DIRETRIZES PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOENGENHARIA

DIRETRIZES PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOENGENHARIA 1 DIRETRIZES PARA A REDAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOENGENHARIA O projeto gráfico é de responsabilidade do autor do trabalho, ou seja, o que não consta no texto destas

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SANT ANA LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PONTA GROSSA 2011 LUCIO MAURO BRAGA MACHADO MANUAL PARA A ELABORAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

Leia mais

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 1 Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 Pré-textuais Textuais Pós-textuais Estrutura Elemento OK Capa (obrigatório) Anexo A (2.1.1) Lombada (obrigatório) Anexo H Folha

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA BIOMÉDICA Regulamento do TCC ANEXO A TERMO DE COMPROMISSO DE ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE Nome do Aluno: Matricula: Título do TCC CONCLUSAO DE CURSO (TCC) Solicito que seja designado como meu Orientador do Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL - RELATÓRIO DE ESTÁGIO

MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL - RELATÓRIO DE ESTÁGIO MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO DO CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL Estrutura formal do relatório Estrutura Elemento Capa Folha de Rosto Pré-textuais Folha de Identificação Sumário 1. Introdução Textuais 2. Atividades

Leia mais

ABNT NBR 14724 [terceira edição atualizada em 2011]

ABNT NBR 14724 [terceira edição atualizada em 2011] ABNT NBR 14724 [terceira edição atualizada em 2011] Professora Alcione Mazur 25/07/11 Cancela e substitui a edição anterior. ABNT NBR 14724: 2005 Não houve alterações na estrutura do trabalho, mas em uma

Leia mais

3 c m FACULDADE DE COLIDER-FACIDER ( NOME) 3 cm (TÍTULO DO PROJETO)

3 c m FACULDADE DE COLIDER-FACIDER ( NOME) 3 cm (TÍTULO DO PROJETO) 3 c m FACULDADE DE COLIDER-FACIDER ( NOME) 3 cm (TÍTULO DO PROJETO) 2 cm (arial / times roman 12 ) TIRAR NUMERAÇÃO PARA IMPRESSAO CAPA CIDADE/ESTADO 2 c m ANO (NOME) TÍTULO DO PROJETO) (arial / times roman

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA E DO AMBIENTE Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

Metodologia do Trabalho Científico

Metodologia do Trabalho Científico Metodologia do Trabalho Científico Diretrizes para elaboração de projetos de pesquisa, monografias, dissertações, teses Cassandra Ribeiro O. Silva, Dr.Eng. METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Porque escrever

Leia mais

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO SISTEMA DE BIBLIOTECAS Dr. JALMAR BOWDEN PROJETO DE PESQUISA NOEME VIANA TIMBÓ

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO SISTEMA DE BIBLIOTECAS Dr. JALMAR BOWDEN PROJETO DE PESQUISA NOEME VIANA TIMBÓ UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO SISTEMA DE BIBLIOTECAS Dr. JALMAR BOWDEN PROJETO DE PESQUISA NOEME VIANA TIMBÓ MANUAL PARA PROJETO DE PESQUISA: SEGUNDO ABNT NBR 15287 AGOSTO DE 2002 SÃO BERNARDO DO

Leia mais

(CAPA) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE BRASÍLIA

(CAPA) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE BRASÍLIA (CAPA) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA CAMPUS BRASÍLIA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Sistema Integrado de Bibliotecas SIBI/PUCPR FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS WORD 2007

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Sistema Integrado de Bibliotecas SIBI/PUCPR FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS WORD 2007 Pontifícia Universidade Católica do Paraná Sistema Integrado de Bibliotecas SIBI/PUCPR FORMATAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS WORD 2007 CONFIGURAR O FORMATO DA PÁGINA E AS MARGENS Escolher na barra de menu

Leia mais

INSTITUTO LONG TAO METODOLOGIA CIENTÍFICA

INSTITUTO LONG TAO METODOLOGIA CIENTÍFICA INSTITUTO LONG TAO METODOLOGIA CIENTÍFICA Profa. Ms. Rose Romano Caveiro CONCEITO E DEFINIÇÃO É um conjunto de abordagens, técnicas e processos utilizados pela ciência para formular e resolver problemas

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU DISCIPLINA DE MONOGRAFIA JURÍDICA

FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU DISCIPLINA DE MONOGRAFIA JURÍDICA FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU DISCIPLINA DE MONOGRAFIA JURÍDICA Texto de Apoio Instrucional Nº. 1 PROJETO DE PESQUISA NA ÁREA JURÍDICA: UM ROTEIRO BÁSICO Bauru 2009 FIB MJ O Projeto de Pesquisa: Orientações

Leia mais

NORMAS GERAIS PARA REDAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E PROJETO ORIENTADO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA.

NORMAS GERAIS PARA REDAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E PROJETO ORIENTADO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA. NORMAS GERAIS PARA REDAÇÃO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO E PROJETO ORIENTADO DO CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA. I ESTRUTURA DO TRABALHO A estrutura do trabalho irá depender do tipo de atividade

Leia mais

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.

5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5. 5 ESTRUTURA E APRESENTAÇÃO DE MONOGRAFIAS OU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)... 478 5.1 Ordenamento dos elementos da monografia ou TCC... 48 5.2 Capa... 48 5.3 Folha de rosto... 51 5.4 Errata... 53

Leia mais

TÍTULO DO PROJETO [colocar o título em caixa alta, Arial 14, centralizado, em negrito]

TÍTULO DO PROJETO [colocar o título em caixa alta, Arial 14, centralizado, em negrito] UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES CURSO DE PEDAGOGIA [Arial 12] NOME COMPLETO DO ALUNO [obs: nome completo em caixa alta, centralizado, sem negrito, Arial 12]

Leia mais

FACULDADE DO GUARUJÁ FAGU

FACULDADE DO GUARUJÁ FAGU FACULDADE DO GUARUJÁ FAGU MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO INTEGRADO INTERDISCIPLINAR DE DIREITO (TIID) ELABORAÇÃO E REVISÃO: PROF. ME. NELSON SPERANZA FILHO GUARUJÁ 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. ELEMENTOS

Leia mais

Metodologia Científica. Metodologia Científica

Metodologia Científica. Metodologia Científica Metodologia Científica Metodologia Científica Seqüência da Apresentação Introdução Tipos de pesquisa Tipos de fontes de dados Pesquisa na área de Informática Projeto de pesquisa Metodologia Formato de

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

INSTRUÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE 1 INSTRUÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTRUÇÕES GERAIS: papel branco A4, fonte Arial tamanho 12, com espaçamento de 1,5 cm entre as linhas,

Leia mais

MANUAL Mostra de Responsabilidade Social

MANUAL Mostra de Responsabilidade Social MANUAL Mostra de Responsabilidade Social 1. REGRAS PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO/TEXTO Após pesquisas sobre Responsabilidade Social, escrever um artigo entre 3 a 5 páginas, seguindo os itens abaixo: 1 elementos

Leia mais

PIM I. Projeto Integrado Multidisciplinar

PIM I. Projeto Integrado Multidisciplinar PIM I Projeto Integrado Multidisciplinar PIM I - PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e Análise de Práticas de Gestão Organizacional em uma Empresa. OBJETIVOS: Favorecer aos alunos ingressantes

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA OU DO TRABALHO CIENTIFICO

INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA OU DO TRABALHO CIENTIFICO 39 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA OU DO TRABALHO CIENTIFICO 1. MONOGRAFIA Monografias são exposições de um problema ou assunto específico, investigado cientificamente, assim, não exige originalidade,

Leia mais

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto.

Pré-texto. Texto. Pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso. A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Estrutura do Trabalho Final de Curso A estrutura do Trabalho Final de Curso compreende: pré-texto, texto e pós-texto. Pré-texto Capa Folha de Rosto Dedicatória Agradecimentos Epígrafe Resumo Sumário Texto

Leia mais

PIM I e II Projeto Integrado Multidisciplinar

PIM I e II Projeto Integrado Multidisciplinar UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PIM I e II Projeto Integrado Multidisciplinar PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: O projeto descrito abaixo contempla

Leia mais

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC)

ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) ANEXO II - Trabalho de conclusão de curso (TCC) O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) compreende a elaboração de trabalho de caráter individual teórico, projetual ou aplicativo, com observância de exigências

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO EM SAÚDE PÚBLICA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO CAMPINA GRANDE 2015 1 DISSERTAÇÃO A defesa pública da dissertação

Leia mais

PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA

PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: O aluno deverá escolher uma empresa de qualquer porte ou segmento e, com base no cenário

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS 2013

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS 2013 NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS 2013 Jaciara-MT 2013 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO FORMATO Os trabalhos acadêmicos devem ser em conformidade com os apontamentos a seguir. Papel branco, Formato A4 (21

Leia mais

Criando um modelo de documento segundo a norma ABNT. Luiz Carlos Caramez Informá2ca Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação

Criando um modelo de documento segundo a norma ABNT. Luiz Carlos Caramez Informá2ca Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação Criando um modelo de documento segundo a norma ABNT Luiz Carlos Caramez Informá2ca Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação Sobre estes slides Eles devem servir como uma guia de elaboração de documentos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC. Título

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC. Título UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E HUMANAS Programa de Pós-Graduação em Biotecnociência Título Santo André dd/mm/aaaa Normas para Dissertações Mestrado em Biotecnociência - UFABC.

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO)

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE POUSO ALEGRE MANUAL DE RELATÓRIO CIENTÍFICO (MRC) (GRADUAÇÃO) O RELATÓRIO CIENTÍFICO 1. CONCEITO DE RELATÓRIO Exposição escrita na qual se descrevem fatos verificados

Leia mais

(Publicações da Biblioteca; 4) ORGANIZAÇÃO. Weber Vasconcellos Gomes Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos

(Publicações da Biblioteca; 4) ORGANIZAÇÃO. Weber Vasconcellos Gomes Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos (Publicações da Biblioteca; 4) ORGANIZAÇÃO Weber Vasconcellos Gomes Maria Consuelene Marques Maurinete dos Santos Revisto e atualizado de acordo com a NBR 15287/2011 Brasília 2011 1 APRESENTAÇÃO De acordo

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM MARKETING

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM MARKETING UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM MARKETING PIM IV Projeto Integrado Multidisciplinar 2009 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Propor a aplicação dos conhecimentos

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugerimos, para elaborar a monografia de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que o aluno leia atentamente essas instruções. Fundamentalmente,

Leia mais

Normas para Redação da Dissertação/Tese

Normas para Redação da Dissertação/Tese Normas para Redação da Dissertação/Tese Estrutura A estrutura de uma dissertação, tese ou monografia compreende três partes fundamentais, de acordo com a ABNT (NBR 14724): elementos prétextuais, elementos

Leia mais

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT

Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT FACULDADE CRISTÃ DE CURITIBA Guia de Orientação para Apresentação de Projeto de Pesquisa para Alunos da FCC de acordo com as Normas da ABNT Elaborado pela bibliotecária Teresinha Teterycz - CRB 9 / 1171

Leia mais

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO

ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO ROTEIRO PARA CRIAÇÃO DE UM ARTIGO CIENTÍFICO Finalidade de um Artigo Científico Comunicar os resultados de pesquisas, idéias e debates de uma maneira clara, concisa e fidedigna. Servir de medida da produtividade

Leia mais

Seminário de Pesquisa Prof. José Carlos Vinhais

Seminário de Pesquisa Prof. José Carlos Vinhais 1 MANUAL DE ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1 PRINCIPIOS O Seminário de Pesquisa exigido pelo curso de Administração é um projeto de atividades centrado em áreas teórico práticas, e deverá

Leia mais