no Outras Entidades Cofinanciamento Município de Ribeira de Pena 2º Semestre 1º Semestre

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "no Outras Entidades Cofinanciamento Município de Ribeira de Pena 2º Semestre 1º Semestre"

Transcrição

1 MECANISMO DE FINANCIAMENTO Programa Operacional Regional do Norte ON.2, DESIGNAÇÃO DA OPERAÇÃO NORTE FEDER Rede Desportiva de Ribeira de Pena- Requalificação do pavilhão Municipal EIO DE INTERVENÇÃO Eixo Prioritário: IV Coesão Local e Urbana Caracterização da Operação INFRAESTRUTURAL PÚBLICA Coletiva Privada Parceiros Com responsabilidade no Co- De financiamento dinamização sem responsabilidade no Outras Entidades Cofinanciamento Município de Ribeira de Pena Entidades Promotoras Município de Ribeira de Pena Montante elegível da Operação ,74 Montante FEDER ,33 Fontes de financiamento FEDER; Município de Ribeira de Pena Ações da Operação Como medida pioneira, pretende-se avançar com a requalificação de um dos edifícios ao qual está associada uma das maiores faturas energéticas mensais. Esta requalificação energética contempla a reabilitação do edifício que consiste basicamente na execução de uma drenagem exterior ao edifício com o intuito de baixar o nível freático e de reduzir o teor de humidade no interior do pavilhão, na substituição do pavimento da zona desportiva, na reparação dos revestimentos cerâmicos na zona dos balneários, na reconstrução parcial da rede de águas residuais, na substituição das carpintarias interiores, na substituição da cobertura atual constituída por chapa lacada simples por painéis sandwich, na reconstrução das impermeabilizações nas zonas de terraço, na execução de pinturas e no revestimento das paredes exteriores com sistema tipo Capotto e na colocação de coletores solares para aquecimento das águas sanitárias. O pavilhão em causa e a piscina, juntamente com o centro escolar formam um complexo de equipamentos de cariz escolar e desportivo, situando-se no mesmo quarteirão, confinando entre si e com dois arruamentos públicos que estruturam e delimitam o quarteirão. Execução da Operação Obra Funcionamento Caracterização Sumária da Operação A presente intervenção tem por âmbito a planificação de um conjunto de ações de valorização de novos espaços de aglomeração de atividades económicas que promovam o empreendedorismo feminino como elemento de mobilização para a vida ativa com o objetivo de promover o desenvolvimento económico da freguesia Objetivos Gerais Promoção da atividade física e desportiva permanente, de modo acessível, saudável e em segurança, para toda a população; Recuperar o sentido lúdico das práticas físicas e desportivas; Motivar a população para a aventura e para a descoberta de experiências motoras novas; Fomentar a participação e a solidariedade próprias da integração social; Dotar o concelho de infraestruturas de cariz desportivo Objetivos Específicos Proporcionar a toda a população a possibilidade de praticar desporto; Promover o aumento generalizado da prática da atividade física e desportiva; Criação de hábitos de prática desportiva; Possibilitar a criação de redes de complementaridade entre o projeto a criar e o Centro Escolar Permitir que todos os alunos beneficiem de um programa de desporto, de atividades recreativas e de educação física, nomeadamente das instalações necessárias para a sua prática; Fomentar a prática de desporto e atividades desportivas após o período de escolaridade obrigatória; Fortalecer as ligações entre escolas, clubes desportivos escolares e clubes desportivos locais; Apelar para a importância da prática desportiva, nomeadamente nos jovens em idade escolar Indicadores de Realização 1 Pavilhões desportivos/salas de desporto remodeladas/ampliados Nº 1 Indicadores de Resultados Instituição de ensino envolvidas nos projetos integrados 1; Instituição. Envolvidas no desenvolvimento dos projetos nº 4; Juntas de Freguesias envolvidas nos projetos integrados Nº 1

2

3

4

5 DO PAVILHÃO MUNICIPA

2º Semestre. 1º Semestre

2º Semestre. 1º Semestre MECANISMO DE FINANCIAMENTO Programa Operacional Regional do Norte ON.2, DESIGNAÇÃO DA OPERAÇÃO Complexo Desportivo de Ribeira de Pena Infraestruturas de Apoio e Arrelvamento EIO DE INTERVENÇÃO Eixo IV

Leia mais

2º Semestre. 1º Semestre

2º Semestre. 1º Semestre MECANISMO DE FINANCIAMENTO Programa Operacional Regional do Norte ON.2, DESIGNAÇÃO DA OPERAÇÃO Complexo Desportivo de Cerva Infraestruturas de Apoio e Arrelvamento EIO DE INTERVENÇÃO Eixo IV Coesão Local

Leia mais

REUNIÃO PÚBLICA ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 DE JULHO DE 2016 ORDEM DO DIA

REUNIÃO PÚBLICA ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 DE JULHO DE 2016 ORDEM DO DIA REUNIÃO PÚBLICA ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 DE JULHO DE 2016 PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA ORDEM DO DIA PONTO 1 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA CONVITE AO ABRIGO DO ACORDO QUADRO PARA A PRESTAÇÃO

Leia mais

CONCURSO INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS

CONCURSO INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS CONCURSO INFRAESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS 28 promotores 39 projetos Promotor: Município de Esposende Projeto: Substituição do relvado do Estádio Municipal Sá Pereira Incentivo FEDER: 200.000,00

Leia mais

Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos

Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos SECÇÃO 4 Apoio à eficiência energética, à gestão inteligente da energia e à utilização das energias renováveis nas infraestruturas públicas da Administração Local Objetivos Específicos: Os apoios têm como

Leia mais

A PRU de Águeda A cidade como Palco de Inovação

A PRU de Águeda A cidade como Palco de Inovação A PRU de Águeda A cidade como Palco de Inovação ÁGUEDA: cultura, inovação e criatividade Oportunidades de regeneração das cidades 27 de Abril de 2011 1 I. Objectivos Qualificar e integrar os distintos

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 031 CRIAR MUDANÇA ATRAVÉS ARTE URBANA Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 070 Gabinete de Apoio Jovem Futuro + Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60

Leia mais

Tabela de Preços

Tabela de Preços Tabela de Preços - 2017 MUNICÍPIO DE FERREIRA DO ZÊZERE CÂMARA MUNICIPAL Entrada em vigor: 01 de janeiro de 2017 Atualização: Deliberação da Câmara Municipal de 13-10-2016 FL. 1/8 TABELA DE PREÇOS 2017

Leia mais

GESTINVIANA GestinViana - Parques Empresariais de Viana do Castelo, S.A., localização empresarial soluções integradas

GESTINVIANA GestinViana - Parques Empresariais de Viana do Castelo, S.A., localização empresarial soluções integradas GESTINVIANA A GestinViana - Parques Empresariais de Viana do Castelo, S.A., empresa cujo corpo accionista é composto pela Parque-Invest - Sociedade Promotora de Parques Industriais, S.A., pela Câmara Municipal

Leia mais

Residência: Local de trabalho/estudo: Habilitações académicas: Profissão:

Residência: Local de trabalho/estudo: Habilitações académicas: Profissão: Inquérito O Plano de Ação para a Energia Sustentável do Concelho de Setúbal (PAESS) é um instrumento fundamental para assegurar o cumprimento, a nível local, do compromisso de atingir e ultrapassar o objetivo

Leia mais

Plano de Acção

Plano de Acção - 2 - Nota Prévia A Rede Social afirmou-se ao longo da sua criação como uma medida inovadora e com capacidade de produzir alterações positivas na intervenção social. Esta medida assumiu-se, desde início,

Leia mais

Programa BIP/ZIP 2015

Programa BIP/ZIP 2015 Programa BIP/ZIP 2015 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 086 Ensaio HD Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21

Leia mais

BISCOITOS FREGUESIA EM MOVIMENTO

BISCOITOS FREGUESIA EM MOVIMENTO Localiza-se entre o parque de estacionamento da Piscina e a Fonte das Pombas. Terá a largura de 2,50m, numa extensão ligeiramente superior a 1Km. Com pequenas bolsas para descanso e estacionamento, incluirá

Leia mais

PLANO DE PORMENOR DA ÁREA DE EQUIPAMENTOS DA FRENTE MARÍTIMA DA COSTA NOVA - ÍLHAVO

PLANO DE PORMENOR DA ÁREA DE EQUIPAMENTOS DA FRENTE MARÍTIMA DA COSTA NOVA - ÍLHAVO PLANO DE PORMENOR DA ÁREA DE EQUIPAMENTOS DA FRENTE MARÍTIMA DA COSTA NOVA - ÍLHAVO PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO janeiro de 2012 ÍNDICE 1 PROGRAMA DE EXECUÇÃO... 3 1.1 IMPLEMENTAÇÃO DO

Leia mais

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2017

ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2017 AÇÃO SOCIAL 3.6 Espaço Dar e Receber Antigo Centro de Saúde de Carcavelos Não aprovada 6.2 Remodelação/requalificação do espaço da ARESC São Domingos de Rana Aprovada com 9.1 Multicultural Centre Parque

Leia mais

ENTIDADE M A P A G E R A L D E B E N S I M Ó V E I S - Com Localização e Importâncias Data : 2014/04/04 MUN ESTARREJA Ano : Página: 1

ENTIDADE M A P A G E R A L D E B E N S I M Ó V E I S - Com Localização e Importâncias Data : 2014/04/04 MUN ESTARREJA Ano : Página: 1 Página: 1 301 01 02 74086 2 070101 42.1 AQUISIÇÃO PRÉDIO P/ECO-PARQUE EMPRESARIAL 2013/02/28 20100 8401 Eco-Parque - 3.458,00 3.458,00 3.458,00 3.458,00 301 02 04 74914 2 07010305 42.2.1.06 Proj.55/2009

Leia mais

Comprovativo da Candidatura LISBOA FEDER Programa Operacional Regional de Lisboa

Comprovativo da Candidatura LISBOA FEDER Programa Operacional Regional de Lisboa Comprovativo da Candidatura LISBOA-07-5673-FEDER-000061 Identificação Concurso Código Designação Programa Operacional Eixo Prioritário Objetivo Temático Prioridade de Investimento Plano Estratégico LISBOA-73-2016-02

Leia mais

O PEDU é, ainda, o elemento agregador de três instrumentos de planeamento, que suportam cada uma daquelas prioridades de investimento:

O PEDU é, ainda, o elemento agregador de três instrumentos de planeamento, que suportam cada uma daquelas prioridades de investimento: APRESENTAÇÃO ENQUADRAMENTO Do Acordo de Parceria Portugal 2020, adotado entre Portugal e a Comissão Europeia, e dos Programas Operacionais Regionais resultou que os Municípios que correspondessem a centros

Leia mais

REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE. Proposta da Junta de Freguesia do Monte

REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE. Proposta da Junta de Freguesia do Monte REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE 1. Mobilidade Urbana 1.1. Estacionamento na Zona. Proposta da Junta de Freguesia do Monte 1. Criar zonas de estacionamento público de forma a retirar

Leia mais

ORÇAMENTO PARA A CIDADE DE LISBOA

ORÇAMENTO PARA A CIDADE DE LISBOA ORÇAMENTO 2017 PARA A CIDADE DE LISBOA LINHAS MARCANTES - OM 2017 Política Fiscal e Tributária + favorável da AML Programa Renda Acessível LISBOAPRATODOS [1ª operação Concurso Público Internacional] Fundo

Leia mais

Enquadramento dos Apoios Sociais concedidos pelo Município de Bragança

Enquadramento dos Apoios Sociais concedidos pelo Município de Bragança Enquadramento dos Apoios Sociais concedidos pelo Município de Bragança Cartão de Munícipe Escalões progressivos no pagamento do passe dos Serviços de Transportes Urbanos de Bragança, na utilização das

Leia mais

O papel do QREN na consolidação e qualificação das redes de equipamentos coletivos

O papel do QREN na consolidação e qualificação das redes de equipamentos coletivos O papel do QREN na consolidação e qualificação das redes de equipamentos coletivos Porto, 18 de junho de 2013 Susana Monteiro Núcleo de Estudos e Avaliação Estrutura 1. Diagnóstico 2. Planeamento 3. Monitorização

Leia mais

QUE MEIOS FINANCEIROS?

QUE MEIOS FINANCEIROS? QUE MEIOS FINANCEIROS? PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA ATRAVÉS DO PO SEUR? HELENA PINHEIRO DE AZEVEDO MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS PARA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E BIODIVERSIDADE 22 JUN 2015 TAPADA DE MAFRA Organização:

Leia mais

Região do Médio Tejo. Características e Desafios

Região do Médio Tejo. Características e Desafios Região do Médio Tejo Características e Desafios 09 março 2015 A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Território e Municípios A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Atribuições e Competências das

Leia mais

PROJETOS FINANCIADOS PELO QREN. Aprovados pelo Mais Centro Programa Operacional Regional do Centro

PROJETOS FINANCIADOS PELO QREN. Aprovados pelo Mais Centro Programa Operacional Regional do Centro PROJETOS FINANCIADOS PELO QREN Aprovados pelo Mais Centro Programa Operacional Regional do Centro Projetos em fase de execução / de encerramento Nova Escola Básica de 1º Ciclo de Vilar Construção de novo

Leia mais

EIXO 1: EMPREGO, QUALIFICAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E INICIATIVA LOCAL

EIXO 1: EMPREGO, QUALIFICAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E INICIATIVA LOCAL EIXO 1: EMPREGO, QUALIFICAÇÃO, EMPREENDEDORISMO E INICIATIVA LOCAL Desenvolver as condições facilitadoras da criação de emprego, combate ao desemprego e incentivo à iniciativa local referente ao empreendedorismo

Leia mais

Convite Público. Convite nº: Centro-COE Eixo Prioritário 3 Coesão Local e Urbana. Regulamento Específico Equipamentos para a Coesão Local - 1

Convite Público. Convite nº: Centro-COE Eixo Prioritário 3 Coesão Local e Urbana. Regulamento Específico Equipamentos para a Coesão Local - 1 Convite Público Eixo Prioritário 3 Coesão Local e Urbana Regulamento Específico Equipamentos para a Coesão Local Convite nº: Centro-COE-2013-23 - 1 Nos termos do nº 2 do artigo 11º, do Regulamento Específico

Leia mais

Tecnologia de construção para uma habitação unifamiliar

Tecnologia de construção para uma habitação unifamiliar Tecnologia de construção para uma habitação unifamiliar Módulo Processos de construção LABORATÓRIO DE CONSTRUÇÃO A68262 Sara Cardoso A68222 Ana Catarina Silva Guimarães, 07 de fevereiro de 2014 Índice

Leia mais

Convite Público. Convite nº: Centro-EDU Eixo 3 Coesão Local e Urbana

Convite Público. Convite nº: Centro-EDU Eixo 3 Coesão Local e Urbana Convite Público Eixo 3 Coesão Local e Urbana Regulamento Específico Requalificação da Rede Escolar do 1º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-escolar Convite nº: Centro-EDU-2014-20 1 Nos termos do

Leia mais

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7

ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS... 7 1 BoPS Matosinhos ÍNDICE ÍNDICE... 2 ÍNDICE DE FIGURAS... 3 MATOSINHOS... 4 COMPROMISSOS... 5 Governância... 5 Pacto de Autarcas... 5 Referências de Excelência... 6 INSTALAÇÃO DE COLETORES SOLARES TÉRMICOS...

Leia mais

Gestão e Manutenção de Equipamentos

Gestão e Manutenção de Equipamentos Guia da Reforma Administrativa de Lisboa Gestão e Manutenção de Equipamentos O que são Equipamentos Municipais? São estruturas públicas geridas pela Autarquia. As necessidades da população e a concretização

Leia mais

A Reabilitação Urbana de Santarém e a Eficiência Energética

A Reabilitação Urbana de Santarém e a Eficiência Energética A Reabilitação Urbana de Santarém e a Eficiência Energética Reabilitação Energeticamente Eficiente de Edifícios Urbanos Santarém, 23 de Julho de 2014 Área de Intervenção ARU da Ribeira de Santarém e Alfange

Leia mais

No caminho da Sustentabilidade. Óbidos Carbono Social

No caminho da Sustentabilidade. Óbidos Carbono Social No caminho da Sustentabilidade Óbidos Carbono Social Objectivos Implementação de medidas que visam a redução das emissões de CO 2 Execução de soluções de sequestração de CO 2 no Concelho Projectos de Mitigação

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE FAFE DO ANO 2015

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE FAFE DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 1.435.329,00 3.194.520,00 2.294.520,00 900.000,00 4.629.849,00 1.1. Serviços Gerais de 1.369.292,00 1.344.515,00 444.515,00 900.000,00 2.713.807,00 Administração Pública 1.1.1.

Leia mais

DESCRIÇÃO DO IMÓVEL E MAPA DE ACABAMENTOS

DESCRIÇÃO DO IMÓVEL E MAPA DE ACABAMENTOS DESCRIÇÃO DO IMÓVEL E MAPA DE ACABAMENTOS DESCRIÇÃO DO IMÓVEL: - Área do Terreno: 642.5 m2. - Tipo de Moradia: Unifamiliar de 6 assoalhadas. - Área de Construção Total: 298 m2. - 1 lugar coberto de parqueamento

Leia mais

Plano Anual de Actividades Culturais e Recreativas para as Crianças 2015/2016

Plano Anual de Actividades Culturais e Recreativas para as Crianças 2015/2016 Plano Anual de Actividades Culturais e Recreativas para as Crianças 2015/2016 Local Actividades Objectivos Mês de Setembro Uma prenda para ti - Elaboração de uma lembrança para as crianças Promover a integração

Leia mais

Freguesia de Quinta do Anjo

Freguesia de Quinta do Anjo Freguesia de Quinta do Anjo Escola Básica Bairro Alentejano - reparação da cobertura 5.000 30.000 Plano Urbanização de Cabanas 19.680 3.075 Plano Pormenor da Quinta do Bacelo - Qta do Anjo 17.670 10.423

Leia mais

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2015 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2015 Refª: 038 DE JOVEM A LIDER Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

Projeto Aprender a Nadar

Projeto Aprender a Nadar DIVISÃO DE DESPORTO E JUVENTUDE PÕE-TE A MEXER Projeto Aprender a Nadar - Fomentar o gosto pela prática desportiva e de atividade física, aquisição de hábitos e comportamentos de estilos de vida saudáveis

Leia mais

Programa BIP/ZIP 2016

Programa BIP/ZIP 2016 Programa BIP/ZIP 2016 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 051 BOUTIQUE DO BAIRRO Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone:

Leia mais

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO

TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITECTURA TECNOLOGIA DA CONSTRUÇÃO 2º Semestre 2014/2015 A CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS Construção de Obras Públicas - Obras de Arte, Viadutos, Túneis, Ferrovias,

Leia mais

Custos Padrão por Tecnologias aplicáveis: Sim, para a(s) tipologia(s) de intervenção previstas no Anexo II do Aviso: Envolvente opaca

Custos Padrão por Tecnologias aplicáveis: Sim, para a(s) tipologia(s) de intervenção previstas no Anexo II do Aviso: Envolvente opaca Anexo I (alterado a 14 de dezembro de 2017) Requisitos das medidas e Despesas Elegíveis em Eficiência Energética e Energias Renováveis, por tipologia de operação Requisitos das medidas Despesas Elegíveis

Leia mais

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida

Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida Actividades de dinamização social e melhoria da qualidade de vida O EXEMPLO DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALONGO EUNICE NEVES OBJECTIVOS Igualdade Direitos Humanos Cidadania Activa e Inclusiva Conciliação Novas

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 1.977.731,45 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 1.926.829,23 Operações de Tesouraria 50.902,22 7.402.141,92 Receitas Correntes 5.078.741,85 01 Impostos

Leia mais

PLANO DE PORMENOR DA FONTE DA TELHA

PLANO DE PORMENOR DA FONTE DA TELHA CÂMARA MUNICIPAL DE ALMADA Arquitetura Paisagista Plano de Pormenor - Lisboa, Março 2015 - PLANO DE PORMENOR DA FONTE DA TELHA Fonte da Telha > Estimativa Orçamental DEMOLIÇÕES 1. Edifícios e estruturas

Leia mais

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2010 2011 Identificação Entidade: Sociohabitafunchal, E.M Animadora: Célia Dantas Localização: Centro Cívico de Santo António Designação O Clube de Emprego é um serviço promovido pelo

Leia mais

PO SEUR OPORTUNIDADES DE FINANCIAMENTO

PO SEUR OPORTUNIDADES DE FINANCIAMENTO III FÓRUM DE PARTILHA DE EXPERIÊNCIAS E DIVULGAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS INOVAÇÃO NA GESTÃO DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO LNEC, 22 MAIO 2015 PO SEUR OPORTUNIDADES DE FINANCIAMENTO MANUELA

Leia mais

LOTEAMENTO FONTE NOVA MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA

LOTEAMENTO FONTE NOVA MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA LOTEAMENTO FONTE NOVA MEMÓRIA DESCRITIVA E JUSTIFICATIVA ÍNDICE I. INTRODUÇÃO 3 II. LOCALIZAÇÃO 3 III. ENQUADRAMENTO PDM 3 VII. CEDÊNCIAS E INFRAESTRUTURAS 3 V. PROPOSTA 3 VI. ÍNDICES URBANÍSTICOS 4 VII.

Leia mais

Regulamento de Apoio a Iniciativas Regulares ou Pontuais, de Natureza Educativa, Desportiva, Recreativa, Cultural, Social e Outras

Regulamento de Apoio a Iniciativas Regulares ou Pontuais, de Natureza Educativa, Desportiva, Recreativa, Cultural, Social e Outras Regulamento de Apoio a Iniciativas Regulares ou Pontuais, de Natureza Educativa, Desportiva, Recreativa, Cultural, Social e Outras 1 NOTA JUSTIFICATIVA O Município de Chaves entende como sendo de interesse

Leia mais

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2016 Refª: 049 BAIRRO DAS ARTES Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

ORÇAMENTO DA RECEITA

ORÇAMENTO DA RECEITA Código ORÇAMENTO DA RECEITA Designação Ano : 24 Montante RECEITAS CORRENTES Impostos directos 28.500,00 02 Outros 28.500,00 02 02 Imposto Municipal sobre imoveis 28.500,00 02 Impostos indirectos 62.500,00

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL. GAL Eu Também Conto!

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL. GAL Eu Também Conto! ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL GAL Eu Também Conto! ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL 1 ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL (EDL) A EDL incide em traços gerais nas seguintes problemáticas: Acesso

Leia mais

Apresentação da AMES

Apresentação da AMES Apresentação da AMES = Objectivos, Visão e Missão = Seminário Serviços Energéticos e contratos de Performance de Energia Guimarães, 14 de Fevereiro de 2011 AGÊNCIA MUNICIPAL DE ENERGIA DE SINTRA Associação

Leia mais

Projeto Solidariedade Ativa

Projeto Solidariedade Ativa Projeto Solidariedade Ativa Coordenador: Paulo Fernando Correia Lopes 2014/2015 1 Caracterização do Projeto O projeto dinamizado pelo Clube de Solidariedade Ativa tem por base o objetivo estratégico 2

Leia mais

Programa BIP/ZIP 2016

Programa BIP/ZIP 2016 Programa BIP/ZIP 2016 FICHA DE CANDIDATURA Refª: 072 remix Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322

Leia mais

Apresentação Projeto TASSE. Agrupamento de Escolas José Afonso 7 e 8 de setembro de 2016

Apresentação Projeto TASSE. Agrupamento de Escolas José Afonso 7 e 8 de setembro de 2016 Apresentação Projeto TASSE Agrupamento de Escolas José Afonso 7 e 8 de setembro de 2016 Valências da Fundação Santa Rafaela Maria 1.TASSE 2.SIM 3.PAF 4.CAPAZ 5.CAMPOS DE FÉRIAS http://www.fsantarafaelamaria.org/

Leia mais

Eixo Prioritário III. Valorização e Qualificação Ambiental e Territorial

Eixo Prioritário III. Valorização e Qualificação Ambiental e Territorial Eixo Prioritário III Valorização e Qualificação Ambiental e Territorial Abertura de Convite Público para Apresentação de Candidaturas Título Abertura de Convite Público para Apresentação de Candidaturas

Leia mais

Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança

Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança Breve Enquadramento O Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança constitui o resultado do Projeto Tecer a, promovido pela Comissão Nacional de Promoção

Leia mais

ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO

ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO ANEXO III REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO PLANOS ESTRATÉGICOS DE DESENVOLVIMENTO URBANO AVISO DE CONCURSO Nº ALT20 06 2016 18 ALT20 16 2016 19 ALT20 43 2016 20 DOMÍNIO DA SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA

Leia mais

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 Teresa Almeida A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 1. O Quadro Europeu 2. O Quadro Municipal 3. As

Leia mais

Inovação e sustentabilidade em coberturas cerâmicas

Inovação e sustentabilidade em coberturas cerâmicas Inovação e sustentabilidade em coberturas cerâmicas A telha cerâmica é o mais antigo material de construção com forma adequada para o revestimento de coberturas. As características intrínsecas dos materiais

Leia mais

Requalificação da Rede Escolar do 1º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-escolar

Requalificação da Rede Escolar do 1º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-escolar Requalificação da Rede Escolar do 1º Ciclo do Ensino Básico e da Educação Pré-escolar Aviso de Abertura de Concurso para Apresentação de Candidaturas - RRE/1/2008 Requalificação da Rede Escolar do 1º Ciclo

Leia mais

JORNADAS DA CONSTRUÇÃO EM CIMENTO 2013 REABILITACÃO CASOS DE REFERÊNCIA. VILA d ESTE: Reabilitação e Requalificação Arquitectónica Vila Nova de Gaia

JORNADAS DA CONSTRUÇÃO EM CIMENTO 2013 REABILITACÃO CASOS DE REFERÊNCIA. VILA d ESTE: Reabilitação e Requalificação Arquitectónica Vila Nova de Gaia JORNADAS DA CONSTRUÇÃO EM CIMENTO 2013 REABILITACÃO CASOS DE REFERÊNCIA. 29 DE MAIO DE 2013, CENTRO CULTURAL DE BELÉM VILA d ESTE: Reabilitação e Requalificação Arquitectónica Vila Nova de Gaia PROF. VITOR

Leia mais

As prioridades nacionais para a Eficiência Energética. Cristina Cardoso, DGEG

As prioridades nacionais para a Eficiência Energética. Cristina Cardoso, DGEG As prioridades nacionais para a Eficiência Energética Cristina Cardoso, DGEG Lisboa, Ordem dos Engenheiros - Infoday da Eficiência Energética 4 de abril de 2017 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA: O QUE É? Energy efficiency

Leia mais

PROJECTO Orçamento Participativo Jovem / Câmara Municipal da Lousã Campos de Areia Multiusos (CAM) da Bogueira

PROJECTO Orçamento Participativo Jovem / Câmara Municipal da Lousã Campos de Areia Multiusos (CAM) da Bogueira PROJECTO Orçamento Participativo Jovem / Câmara Municipal da Lousã Campos de Areia Multiusos (CAM) da Bogueira Projecto: Campos de Areia Multiusos (CAM) da Bogueira Entidade promotora: Lousã Volley Clube

Leia mais

Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC)

Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) Caracterização do PPEC Objetivos e promotores elegíveis O que é o PPEC O PPEC é estabelecido pela ERSE no Regulamento Tarifário do

Leia mais

Anexo I Requisitos das medidas e Despesas Elegíveis em Eficiência Energética e Energias Renováveis, por tipologia de operação

Anexo I Requisitos das medidas e Despesas Elegíveis em Eficiência Energética e Energias Renováveis, por tipologia de operação Anexo I Requisitos das medidas e Despesas Elegíveis em Eficiência Energética e Energias Renováveis, por tipologia de operação Requisitos das medidas Despesas Elegíveis a) Intervenções que visem o aumento

Leia mais

Plano de Ação Índice Sumário Executivo A Rede Social no concelho de Alenquer O Plano de Ação...

Plano de Ação Índice Sumário Executivo A Rede Social no concelho de Alenquer O Plano de Ação... PLANO DE AÇÃO 2014 Índice 1. - Sumário Executivo... 1 Pág. 2. - A Rede Social no concelho de Alenquer... 2 2.1. - O Plano de Ação...2 3. - Análise de Eixos de Intervenção... 3 Eixo I.- Deficiência... 4

Leia mais

USP/SRF/GIM Gestão de Imóveis. Av. D. João II, lote º Parque das Nações Lisboa

USP/SRF/GIM Gestão de Imóveis. Av. D. João II, lote º Parque das Nações Lisboa Av. D. João II, lote 1.12.03 8º Parque das Nações 1999-001 Lisboa +351 210471516 ESPAÇO COMERCIAL MONTE BURGOS (MATOSINHOS) RUA ANTÓNIO RAMALHO Espaço Comercial, Rua António Ramalho - Monte Burgos (Matosinhos)

Leia mais

Casa do Povo do Concelho de Vila Nova de Paiva

Casa do Povo do Concelho de Vila Nova de Paiva PLANO DE ACTIVIDADES CASA DO POVO DE VILA NOVA DE PAIVA ANO DE 2016 Atividades a desenvolver para 2016 O plano de actividades a que nos propomos tem o objetivo de manter a imagem e a presença da Casa do

Leia mais

Medidas de combate ao insucesso e abandono escolar: Financiamentos Comunitários

Medidas de combate ao insucesso e abandono escolar: Financiamentos Comunitários Medidas de combate ao insucesso e abandono escolar: Financiamentos Comunitários Programa Operacional Norte 2020 Estrutura da Apresentação I. Eixo Prioritário/ Prioridade de Investimento/ Objetivo Específico

Leia mais

LISTAGEM DE ACABAMENTOS 1

LISTAGEM DE ACABAMENTOS 1 LISTAGEM DE ACABAMENTOS 1 APARTAMENTOS GERAIS SALAS, QUARTOS E CIRC. Paredes estucadas e pintadas a branco Pavimento em Soalho de madeira de Afizélia com base acústica em lâmina de cortiça Rodapés em MDF

Leia mais

Formulário de Candidatura

Formulário de Candidatura PESCAS E RURALIDADE STARTUPS AGRICOLAS 2017 Data da Decisão: / / Aprovado.. Não aprovado.. Aprovado c/ reservas Comunicação ao candidato: Data: / / Ref.ª: IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO DESIGNAÇÃO: LOCALIZAÇÃO

Leia mais

ALTERAÇÃO N.º1 REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º CENTRO

ALTERAÇÃO N.º1 REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º CENTRO ALTERAÇÃO N.º1 REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AVISO N.º CENTRO-16-2016-03 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO DOMÍNIO DA SUSTENTABILIDADE E EFICIÊNCIA NO USO

Leia mais

BELAS CLUBE DE CAMPO LISBON GREEN VALLEY TOWNHOUSES T4+1

BELAS CLUBE DE CAMPO LISBON GREEN VALLEY TOWNHOUSES T4+1 TOWNHOUSES T4+1 BY BELAS CLUBE DE CAMPO LISBON GREEN VALLEY Moradias Geminadas BELAS CLUBE DE CAMPO LISBON GREEN VALLEY Área do Lote (m 2 ) Área de Implantação (m 2 ) Área de Construção (m

Leia mais

Plano de Ações de Melhoria

Plano de Ações de Melhoria Plano de Ações de Escola Básica Elias Garcia Escola Básica Miquelina Pombo J. I. da Sobreda 2014/2015 1 INTRODUÇÃO O presente plano de ações de melhoria 2014/15 - resulta da avaliação do plano de ações

Leia mais

O Mar no próximo QFP

O Mar no próximo QFP O Mar no próximo QFP 2014-2020 Fórum do Mar José Manuel Fernandes Deputado ao Parlamento Europeu Estratégia Europa 2020 A guia das próximas perspectivas financeiras Estratégia Europa 2020 2020 Crescimento

Leia mais

Iluminação Pública e Sistema de Gestão de Energia

Iluminação Pública e Sistema de Gestão de Energia Iluminação Pública e Sistema de Gestão de Energia 14 Março 2006 Auditório da Câmara Municipal de Mirandela Vítor Lopes EDV ENERGIA Agência de Energia do Entre o Douro e Vouga Região constituída por 5 municípios:

Leia mais

Definição de Unidades de Intervenção no Morro da Sé Para o Morro da Sé, que é delimitado pela Rua do Corpo

Definição de Unidades de Intervenção no Morro da Sé Para o Morro da Sé, que é delimitado pela Rua do Corpo Definição de Unidades de Intervenção no Morro da Sé.------ - 1 - Para o Morro da Sé, que é delimitado pela Rua do Corpo da Guarda, Rua de São Sebastião, Calçada de Vandoma, Avenida Vímara Peres, Escada

Leia mais

Tabela de Preços

Tabela de Preços Tabela de Preços - 2015 MUNICÍPIO DE FERREIRA DO ZÊZERE CÂMARA MUNICIPAL Entrada em vigor: 01 de janeiro de 2015 Edital n.º 001/2015, de 7 de janeiro (Publicita a manutenção dos preços de 2014, face à

Leia mais

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2008

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2008 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE MONTALEGRE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2008 PÁGINA : 1 01 ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL 1.431.200,00 01.01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Leia mais

PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO

PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO António Laranjo Presidente do Conselho de Administração Famalicão 24 de julho de 2017 ÍNDICE 01 PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DAS ÁREAS EMPRESARIAIS 02 REQUALIFICAÇÃO

Leia mais

Listagem das empreitadas adjudicadas de

Listagem das empreitadas adjudicadas de CÂMARA MUNICIPAL DE CASTELO BRANCO Listagem das empreitadas adjudicadas de 01-01-2016 a 31-12-2016 16 AJ E 173/2015 Construção e conservação de caminhos rurais, agrícolas e florestai: reparação do caminhos

Leia mais

Caracterização da comunidade escolar

Caracterização da comunidade escolar 1. Corpo discente Caracterização da comunidade escolar O Agrupamento de Escolas de Amareleja é frequentado por um total de 709 alunos, assim distribuídos: Quadro 1: Número de alunos por ciclo/ estabelecimento

Leia mais

Comprovativo da Candidatura LISBOA FEDER Programa Operacional Regional de Lisboa

Comprovativo da Candidatura LISBOA FEDER Programa Operacional Regional de Lisboa Comprovativo da Candidatura LISBOA-07-5673-FEDER-000054 Identificação Concurso Código Designação Programa Operacional Eixo Prioritário Objetivo Temático Prioridade de Investimento Plano Estratégico LISBOA-73-2016-02

Leia mais

Gabinete de Apoio à Criação de Emprego e Captação de Investimentos

Gabinete de Apoio à Criação de Emprego e Captação de Investimentos Estudo de Caracterização do Tecido Empresarial do Concelho de Almada Observatório sobre Emprego, Empresas e Formação Gabinete de Apoio à Criação de Emprego e Captação de Investimentos 1 O Objecto da presente

Leia mais

764,16 km 2, maior município da região do Algarve; habitantes cerca de 15% população algarvia; Duas cidades: Loulé e Quarteira; 11 Freguesias

764,16 km 2, maior município da região do Algarve; habitantes cerca de 15% população algarvia; Duas cidades: Loulé e Quarteira; 11 Freguesias 30 de Novembro de 2012 ENQUADRAMENTO NQUADRAMENTO / C / CARACTERIZAÇÃO DO CONCELHO DE LOULÉ CONCELHO DE LOULÉ 764,16 km 2, maior município da região do Algarve; 70 260 habitantes cerca de 15% população

Leia mais

Boletim Mensal #01 Junho 2016

Boletim Mensal #01 Junho 2016 CANDIDATURAS ABERTAS NO ÂMBITO DO PORTUGAL 2020 PLANO DE AÇÃO DE REGENERAÇÃO URBANA PARA CENTROS URBANOS COMPLEMENTARES (PI6.5) Tendo como propósito o investimento na reabilitação e regeneração urbana,

Leia mais

1 INTRODUÇÃO O PLANO DE ACÇÃO AVALIAÇÃO...14 PLANO DE ACÇÃO DE 2009 PÁGINA 1 DE 15

1 INTRODUÇÃO O PLANO DE ACÇÃO AVALIAÇÃO...14 PLANO DE ACÇÃO DE 2009 PÁGINA 1 DE 15 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO...2 2 O PLANO DE ACÇÃO 2009... 3 3 AVALIAÇÃO....14 PLANO DE ACÇÃO DE 2009 PÁGINA 1 DE 15 INTRODUÇÃO Depois de elaborado o diagnóstico social e o plano de desenvolvimento social surge

Leia mais

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade

Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Projecto GPS Gabinete de Proximidade para a Sustentabilidade Actividade Formativa - Intervenção Comunitária Data 17 de Junho de 2009 Local Auditório do Edifício Cultural Município de Peniche Participação:

Leia mais

Bibliografia:

Bibliografia: Política de desenvolvimento regional e local na União Europeia: funcionamento e objetivos. Os Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEIE). A nova abordagem de Desenvolvimento Local de Base Comunitária.

Leia mais

ÍNDICE. O papel do BPI no financiamento da reabilitação urbana: o programa JESSICA. 1. Introdução. 2. O Programa JESSICA no BPI

ÍNDICE. O papel do BPI no financiamento da reabilitação urbana: o programa JESSICA. 1. Introdução. 2. O Programa JESSICA no BPI O papel do BPI no financiamento da reabilitação urbana: o programa JESSICA Conferência CPCI e AIP/CCI Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário Associação Industrial Portuguesa / Câmara de

Leia mais

Aproveitamento racional dos recursos hídricos. Escola Básica Virgínia Moura

Aproveitamento racional dos recursos hídricos. Escola Básica Virgínia Moura Aproveitamento racional dos recursos hídricos Escola Básica Virgínia Moura 1. ENQUADRAMENTO A NOSSA ESCOLA LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA A Escola Básica Virgínia Moura, localiza-se na Avª. 1º de Agosto, freguesia

Leia mais

Implementação da ENM Abordagens Integradas para a Náutica

Implementação da ENM Abordagens Integradas para a Náutica Implementação da ENM 2013-2020 Abordagens Integradas para a Náutica Náutica 2020 Vila Praia de Âncora, 21 de novembro de 2014 João Fonseca Ribeiro Diretor-Geral de Politica do Mar O Mar-Portugal é um desígnio

Leia mais

Sessão Pública de Apresentação das propostas vencedoras. 9 de outubro de 2017 Auditório do Pavilhão Multiusos de Odivelas

Sessão Pública de Apresentação das propostas vencedoras. 9 de outubro de 2017 Auditório do Pavilhão Multiusos de Odivelas Sessão Pública de Apresentação das propostas vencedoras 9 de outubro de 2017 Auditório do Pavilhão Multiusos de Odivelas Ciclo do Orçamento Participativo 2017 2018-2019 Execução dos Projetos MARÇO Preparação

Leia mais

C O N S U L T O R E S D E E N G E N H A R I A E A M B I E N T E

C O N S U L T O R E S D E E N G E N H A R I A E A M B I E N T E C O N S U L T O R E S D E E N G E N H A R I A E A M B I E N T E Fundada em 1962, a COBA é hoje a maior empresa portuguesa de Consultores de Engenharia 250 colaboradores. 400 colaboradores ao serviço do

Leia mais

Lisboa, 25 de novembro de 2011

Lisboa, 25 de novembro de 2011 Lisboa, 25 de novembro de 2011 A reabilitação urbana constitui um fator essencial no desenvolvimento do setor do turismo, enquanto elemento integrante da nossa oferta turística A regeneração urbana estabelece

Leia mais

Apoios ao Empreendedorismo

Apoios ao Empreendedorismo Apoios ao Empreendedorismo IAPMEI Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação, I.P.MEI - Ministério da Economia e da Inovação Objetivos: Facilitar o acesso a soluções de financiamento

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO. Plano Plurianual de Atividades

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO. Plano Plurianual de Atividades AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO Plano Plurianual de Atividades 2014/2017 0 Índice Índice... 1 Introdução... 2 DIMENSÃO PEDAGÓGICA... 3 DIMENSÃO CÍVICA... 7 DIMENSÃO ESCOLA, FAMÍLIA, COMUNIDADE... 9 DIMENSÃO

Leia mais