Ciclo de Seminários Agenda 21

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ciclo de Seminários Agenda 21"

Transcrição

1 Ciclo de Seminários Agenda 21 Estratégia Integrada de Turismo Sustentável no Nordeste Escola Profissional de Ansiães Cursos na Área do Turismo Identidade e Princípios Gerais A está situada num concelho com uma população residente na ordem dos 7214 habitantes; As principais actividades económicas existentes no concelho são a agricultura, o comércio e a pequena indústria; Identidade e Princípios Gerais Continuação A Entidade Proprietária ria é a Ensinansiães Ensino Técnico T Profissional, Cooperativa de Interesse Público P e Responsabilidade Limitada; Anta de Zedes A Escola Profissional foi criada no ano 2000, tendo como promotores a Câmara Municipal, a Santa Casa da Misericórdia, rdia, a Associação Comercial e Industrial, a Junta de Freguesia e a Caixa de Credito Agrícola Mútuo; M É uma Instituição de natureza privada e goza de autonomia pedagógica, gica, administrativa e financeira. Anta do Vilarinho da Castanheira

2 Objectivos Proporcionar aos jovens da região uma formação profissional de qualidade, adaptada às s necessidades particulares da mesma; Contribuir para a realização pessoal dos jovens, proporcionando, designadamente, a preparação para a vida activa; Objectivos Continuação Prestar serviços educativos à comunidade, na base de uma troca de enriquecimento mútuo; m Analisar as necessidades locais de formação e proporcionar as respostas formativas adequadas; Contribuir para o desenvolvimento social, económico e cultural da comunidade. Douro Tua Estrutura Orgânica Entidade Proprietária; ria; Direcção em regime de Delegação; Conselho Consultivo. Oferta Formativa Técnico de Turismo; Técnico de Turismo / Profissionais de Informação e Animação Turística; Técnico de Instalações Eléctricas; Técnico de Higiene e Segurança no Trabalho e Ambiente; Técnico de Electrotecnia. Fonte das Sereias Carrazeda de Ansiães Rio Tua - Brunheda

3 Oferta Formativa na Área do Turismo - Objectivos Novos Cursos 2007/2008 Técnico de Contabilidade Técnico de Turismo A EPA tem como objectivo apostar num ensino qualificado, conciliando a oferta formativa às necessidades naturais, culturais e sociais do concelho e da região, através da criação de cursos na área do Turismo, em parceria com entidades geradoras de emprego. Porta de S. Francisco - Castelo de Ansiães Turismo Sustentável Visão da EPA: Desenvolver uma actividade turística próspera e economicamente viável vel que melhore a qualidade de vida da população local; Assegurar uma experiência de elevada qualidade ao visitante; Competências Técnico de Turismo/Profissionais de Informação e Animação Turística Perfil Profissional Organizar actividades no âmbito da Animação Turística; Informar os Turistas sobre o património histórico e cultural do País s e da Região; Receber e atender turistas nacionais e estrangeiros; Técnico de Turismo Plano aprovado pela portaria nº1288/2006, de 21 de Novembro Prestar informações de carácter cter turístico sobre o país, bem como da região a visitar; Apresentar, aconselhar e propor ao turista diversos tipos de produtos turísticos adequados aos seus interesses; Calçada Romana Manter a qualidade do ambiente, da qual o turismo depende. Desenvolver acções de promoção e divulgação turística; Informar potenciais viajantes sobre: alojamento, transportes, restaurantes e outros motivos de interesse turístico. Efectuar reservas, emitir bilhetes e outra documentação relevante para as viagens e/ou serviços a prestar. Realizar o atendimento e a recepção do Turista. Pombal de Ansiães

4 Saídas Profissionais 2 º Ano Técnico de Turismo/Profissionais de Informação e Anima ão e Animação Turística Técnico de Turismo/Profissionais de Informação e Animação Turística e Técnico T de Turismo Recepcionistas de Turismo em postos de turismo e outros postos de informação; Guias intérpretes regionais/nacionais; Assistentes em museus e exposições; Técnicos de Turismo nas autarquias; Desenvolver serviços de informação, organização e animação de eventos em empresas de turismo; Executar serviços em agências de viagens ; Executar os serviços de recepção e acolhimento em unidades turísticas. Actividades desenvolvidas: Organização/Anima ão/animação do Magusto para o 1º 1 Ciclo do ensino básico; b Participação no Carnaval; Organização da IV Mostra de Sabores Transmontanos e Alto Durienses; Técnicos de operação e comercialização de serviços turísticos. O Douro Magusto na EPA EPA saiu no Carnaval

5 EPA IV Mostra de Sabores Protocolos O Douro Câmara Municipal de Carrazeda de Ansiães; Região de Turismo do Nordeste Transmontano; Câmara Municipal de Torre de Moncorvo Posto de Turismo; Câmara Municipal de Bragança Posto de Turismo; Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta Posto de Turismo; Pousada de Portugal Barão de Forrester (Alijó); Animalogia - Bragança; a; Anitudes - Mirandela; Hotel Turismo São Lázaro L Bragança; a; Rádio Ansiães Carrazeda de Ansiães. Projecções Actuais e Futuras Aulas de Espanhol; Workshops temáticos: ticos: - Agências de Viagens; - Empresas de Animação; - Empresários rios de Turismo Rural; Curso de Socorrismo; Curso de iniciação ao Galileu; Formação para Guias Turísticos; Rentabilização dos recursos naturais do concelho através s de actividades de animação; Colaboração com a C.M.C.A na elaboração de Roteiros Turísticos; Realização de eventos em parceria com a Rádio R Ansiães e a Rádio R de Torre de Moncorvo. Rio Tua TRATA-SE DE UM ENSINO DIFERENTE, NUMA ESCOLA DIFERENTE, PORQUE É PERSONALIZADA, DINÂMICA E MODERNA. EPA, UMA PORTA ABERTA AO FUTURO!

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES

CLUBE DE EMPREGO SOCIOHABITAFUNCHAL PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES 2010 2011 Identificação Entidade: Sociohabitafunchal, E.M Animadora: Célia Dantas Localização: Centro Cívico de Santo António Designação O Clube de Emprego é um serviço promovido pelo

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE TURISMO AMBIENTAL E RURAL

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE TURISMO AMBIENTAL E RURAL CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE TURISMO AMBIENTAL E RURAL O Técnico de Turismo Ambiental e Rural é o profissional que participa na aplicação de medidas de valorização do turismo em espaço rural, executando

Leia mais

REGULAMENTO DOS POSTOS MUNICIPAIS DE TURISMO

REGULAMENTO DOS POSTOS MUNICIPAIS DE TURISMO REGULAMENTO DOS POSTOS MUNICIPAIS DE TURISMO 2 NOTA JUSTIFICATIVA No contexto de um trabalho de compilação e revisão de todos os Regulamentos da Câmara Municipal de forma a concentrá-los e actualizá-los

Leia mais

Fundação Serrão Martins Plano de Actividades Plano de Actividades 2009

Fundação Serrão Martins Plano de Actividades Plano de Actividades 2009 1. A Fundação Serrão Martins é uma instituição de direito privado e utilidade pública com sede na Mina de S. Domingos, concelho de Mértola. Tem como membros fundadores a Câmara Municipal de Mértola e La

Leia mais

Gabinete de Apoio à Criação de Emprego e Captação de Investimentos

Gabinete de Apoio à Criação de Emprego e Captação de Investimentos Estudo de Caracterização do Tecido Empresarial do Concelho de Almada Observatório sobre Emprego, Empresas e Formação Gabinete de Apoio à Criação de Emprego e Captação de Investimentos 1 O Objecto da presente

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL DE MOGADOURO

AGENDA 21 LOCAL DE MOGADOURO AGENDA 21 LOCAL DE MOGADOURO Resultados da primeira reunião do Fórum Participativo Realizada no dia 2 de Junho de 2006 4 de Agosto de 2006 Versão para o Grupo Coordenador Equipa Técnica Na realização do

Leia mais

Roteiros Turísticos do Património Mundial. Alcobaça~Batalha ~Tomar

Roteiros Turísticos do Património Mundial. Alcobaça~Batalha ~Tomar Roteiros Turísticos do Património Mundial Alcobaça~Batalha ~Tomar O Turismo Cultural hoje 44 milhões de turistas procuram turismo cultural na Europa O património cultural aproxima civilizações e motiva

Leia mais

PLANO CURRICULAR DO CURSO VOCACIONAL DE SECUNDÁRIO-Nível 4

PLANO CURRICULAR DO CURSO VOCACIONAL DE SECUNDÁRIO-Nível 4 PLANO CURRICULAR DO CURSO VOCACIONAL DE SECUNDÁRIO-Nível 4 TURISMO AMBIENTAL E RURAL 1º ANO AULAS 2ºANO GERAL Português 150 200 150 (600 Horas) Comunicar em Inglês 90 120 90 Educação Física 60 80 60 1º

Leia mais

Palmela. Palmela é associada à história, ao património, à natureza, à ruralidade e aos seus produtos locais de qualidade.

Palmela. Palmela é associada à história, ao património, à natureza, à ruralidade e aos seus produtos locais de qualidade. Palmela Palmela é associada à história, ao património, à natureza, à ruralidade e aos seus produtos locais de qualidade O que fazer com todos estes recursos turísticos? O que fazer com todos estes recursos

Leia mais

O valor mínimo de despesas elegíveis por projecto Euros; O valor máximo de despesas elegíveis por projecto Euros.

O valor mínimo de despesas elegíveis por projecto Euros; O valor máximo de despesas elegíveis por projecto Euros. 1. INVESTIMENTOS 1.1 INVESTIMENTOS EM INFRA-ESTRUTURAS Apoio financeiro a iniciativas de investimento em infra-estruturas de natureza colectiva que defendam e preservem actividades culturais e recreativas,

Leia mais

Wine is bottled poetry

Wine is bottled poetry Wine is bottled poetry Robert Louis Stevenson QUINTA DO SEIXO Enoturismo ou o Segmento e estratégico para a Portugal 30 de Junho de 2009 Centros QUINTA de DO Visitas SEIXOSogrape Vinhos COMUNICAÇÃO ATENDIMENTO

Leia mais

ESTATÍSTICAS AMBIENTAIS DO DISTRITO DE BRAGANÇA. Co-Financiamento:

ESTATÍSTICAS AMBIENTAIS DO DISTRITO DE BRAGANÇA. Co-Financiamento: ESTATÍSTICAS AMBIENTAIS DO DISTRITO DE BRAGANÇA Co-Financiamento: Índice 1. Introdução... 2 2. Registo de resíduos sólidos urbanos por municípios em 2008... 3 3. Quantidade de RSU recolhido por município

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA. O potencial dos instrumentos de percussão tradicionais portugueses S E M I N Á R I O

CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA. O potencial dos instrumentos de percussão tradicionais portugueses S E M I N Á R I O O potencial dos instrumentos de percussão tradicionais portugueses no ensino da música S E M I N Á R I O. acção de formação 2 D I A S 1 2 H O R A S R U I J Ú N I O R formador ObJECTIvOS O seminário tem

Leia mais

Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro

Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro Fatores facilitadores, condicionantes, boas práticas, e o seu contributo para o desenvolvimento dos territórios. 1 - OBJECTIVOS DA ELD DO RIBATEJO NORTE

Leia mais

Gastronomia & Vinhos no contexto do Plano Estratégico Nacional do Turismo. Santarém, 16 de Outubro

Gastronomia & Vinhos no contexto do Plano Estratégico Nacional do Turismo. Santarém, 16 de Outubro Gastronomia & Vinhos no contexto do Plano Estratégico Nacional do Turismo Santarém, 16 de Outubro - 2008 PENT- Plano Estratégico Nacional do Turismo Uma estratégia para o desenvolvimento do Turismo em

Leia mais

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2016 Refª: 049 BAIRRO DAS ARTES Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

Orientação Escolar e Profissional. 9.º Ano e Agora. Serviço de Psicologia e Orientação. Psicóloga Eduarda Seabra

Orientação Escolar e Profissional. 9.º Ano e Agora. Serviço de Psicologia e Orientação. Psicóloga Eduarda Seabra Orientação Escolar e Profissional 9.º Ano e Agora Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Eduarda Seabra Dossier Informação Escolar e Profissional Pág.1 17 Natureza dos Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais

Centro de Estudos de Artes Decorativas da Escola Superior de Artes Decorativas da FRESS. Regulamento

Centro de Estudos de Artes Decorativas da Escola Superior de Artes Decorativas da FRESS. Regulamento Centro de Estudos de Artes Decorativas da Escola Superior de Artes Decorativas da FRESS Regulamento Os Estatutos da Escola Superior de Artes Decorativas (ESAD) da Fundação Ricardo Espírito Santo Silva

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL DE ALFÂNDEGA DA FÉ

AGENDA 21 LOCAL DE ALFÂNDEGA DA FÉ AGENDA 21 LOCAL DE ALFÂNDEGA DA FÉ Resultados da primeira reunião do Fórum Participativo Realizada no dia 5 de Junho de 2006 20 de Novembro de 2006 Versão para o Grupo Coordenador Equipa Técnica Na realização

Leia mais

Impactos sócio-económicos da conservação do Priolo em São Miguel. Joaquim Teodósio

Impactos sócio-económicos da conservação do Priolo em São Miguel. Joaquim Teodósio Impactos sócio-económicos da conservação do Priolo em São Miguel Joaquim Teodósio www.spea.pt 1 Quem somos? - Somos uma ONG de ambiente, criada em 1993, que trabalha para o estudo e conservação das aves

Leia mais

Município de Torres Novas

Município de Torres Novas Município de Torres Novas Divisão de Bibliotecas e Museus MVSEV MVNICIPAL CARLOS REIS Regulamento Interno DENOMINAÇÃO Artigo 1º Por deliberação da Câmara Municipal de Torres Novas, de 20 de Abril de 1933,

Leia mais

da Universidade Sénior de Alfândega da Fé

da Universidade Sénior de Alfândega da Fé Regulamento Interno da Universidade Sénior de Alfândega da Fé Capítulo I Natureza e Âmbito Artigo 1º Âmbito 1- O presente regulamento disciplina a criação e funcionamento da Universidade Sénior de Alfândega

Leia mais

Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Espanha sobre Cooperação no Sector do Turismo

Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Espanha sobre Cooperação no Sector do Turismo Decreto do Governo n.º 80/84 Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Espanha sobre Cooperação no Sector do Turismo, bem como o seu Protocolo Adicional O Governo decreta,

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL DE CARRAZEDA DE ANSIÃES

AGENDA 21 LOCAL DE CARRAZEDA DE ANSIÃES AGENDA 21 LOCAL DE CARRAZEDA DE ANSIÃES Resultados da primeira reunião do Fórum Participativo Realizada no dia 6 de Junho de 2006 16 de Novembro de 2006 Versão para o Grupo Coordenador Equipa Técnica Na

Leia mais

PLANO DE GESTÃO DO CENTRO HISTÓRICO DO PORTO PATRIMÓNIO MUNDIAL RUI LOZA IHRU E PORTO VIVO,SRU GESTÃO URBANA DE UMA CIDADE PATRIMÓNIO MUNDIAL

PLANO DE GESTÃO DO CENTRO HISTÓRICO DO PORTO PATRIMÓNIO MUNDIAL RUI LOZA IHRU E PORTO VIVO,SRU GESTÃO URBANA DE UMA CIDADE PATRIMÓNIO MUNDIAL DO CENTRO HISTÓRICO DO PORTO PATRIMÓNIO MUNDIAL RUI LOZA IHRU E PORTO VIVO,SRU PORTO VIVO, SRU SEMINÁRIO ALFÂNDEGA DO PORTO 4 E 5 DE DEZEMBRO DE 2009 CENTRO HISTÓRICO DO PORTO PORTO ESPAÇO HUMANO DE EXCELÊNCIA

Leia mais

PORTUGAL. Cayambe - Equador 21 a 24 de Setembro. Orlandino Rosa

PORTUGAL. Cayambe - Equador 21 a 24 de Setembro. Orlandino Rosa PORTUGAL Cayambe - Equador 21 a 24 de Setembro Orlandino Rosa Localização www.cm-vrsa.pt 2 Vila Real de Santo António http://www.cm-vrsa.pt www.cm-vrsa.pt 3 Vila Real de Santo António Área 60,9 km2 3 Freguesias

Leia mais

ANEXO III. Artigo 3º O concurso tem início no dia 1 de fevereiro de 2013 e termina no dia 30 de junho de Artigo 4º

ANEXO III. Artigo 3º O concurso tem início no dia 1 de fevereiro de 2013 e termina no dia 30 de junho de Artigo 4º ANEXO III CONCURSO DE RECOLHA SELETIVA DE PILHAS NAS ESCOLAS - 2013 A Empresa Intermunicipal, responsável pela gestão de resíduos sólidos urbanos na área geográfica dos concelhos de Alfândega da Fé, Bragança,

Leia mais

REDE SOCIAL L DO CONCELHO DE BRAGANÇA Parte VI.3: Equipamentos de resposta à toxicodependência

REDE SOCIAL L DO CONCELHO DE BRAGANÇA Parte VI.3: Equipamentos de resposta à toxicodependência REDE SOCIAL DO CONCELHO DE BRAGANÇA Parte VI.3: Equipamentos de resposta à toxicodependência Parte 6.3 Equipamentos de resposta à toxicodependência Distrito de Bragança UNIDADE DE PREVENÇÃO DE BRAGANÇA

Leia mais

Turismo Equestre Organização e Promoção da Oferta Nacional. Évora, 20 de Junho 2012 Departamento de Dinamização

Turismo Equestre Organização e Promoção da Oferta Nacional. Évora, 20 de Junho 2012 Departamento de Dinamização Turismo Equestre Organização e Promoção da Oferta Nacional Évora, 20 de Junho 2012 Departamento de Dinamização 1. Turismo Equestre nos Produtos do PENT 2. Turismo Equestre Oportunidades de Desenvolvimento

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: TURISMO NOVA IGUAÇU Missão Formar profissionais humanistas, críticos, reflexivos, capacitados para planejar, empreender e gerir empresas turísticas, adaptando-se ao mercado,

Leia mais

Planificação Anual de Turismo: Informação e Animação Turística TIAT 11º Ano

Planificação Anual de Turismo: Informação e Animação Turística TIAT 11º Ano ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3.º CICLO DE AMORA Curso Profissional de Técnico de Turismo Planificação Anual de Turismo: Informação e Animação Turística TIAT 11º Ano Componente de Formação Técnica Ano Letivo 2014/2015

Leia mais

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO JOÃO DE DEUS

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO JOÃO DE DEUS CENTRO DE INVESTIGAÇÃO JOÃO DE DEUS Preâmbulo 1. Caracterização O Centro de Investigação João de Deus é um serviço da Escola Superior de Educação João de Deus, onde se desenvolverá o apoio e o acompanhamento

Leia mais

Castelos e Muralhas do Mondego

Castelos e Muralhas do Mondego Castelos e Muralhas do Mondego Pensar o futuro das cidades e dos territórios Uma oportunidade única de construir uma visão de futuro para uma cidade ou território, em torno da qual se agregarão diferentes

Leia mais

RADIOLOGIA NA COMUNIDADE CARLOS NUJO 17 DE ABRIL 2010

RADIOLOGIA NA COMUNIDADE CARLOS NUJO 17 DE ABRIL 2010 RADIOLOGIA NA COMUNIDADE CARLOS NUJO 17 DE ABRIL 2010 Reforma dos Cuidados de Saúde Primários (CSP) - Decreto-Lei n.º 28/2008 Esta reforma coloca os CSP como o pilar central do sistema de saúde orientação

Leia mais

Julho: Pintura contemporânea da autoria de Jorge Pinheiro, de Canas de Senhorim;

Julho: Pintura contemporânea da autoria de Jorge Pinheiro, de Canas de Senhorim; RESUMO DAS ACTIVIDADES CULTURAIS EFECTUADAS NO MUSEU MUNICIPAL E PATRIMÓNIO HISTÓRICO-CULTURAL DO CONCELHO Exposições Temporárias: Julho: Pintura contemporânea da autoria de Jorge Pinheiro, de Canas de

Leia mais

INQUÉRITO DE OPINIÃO

INQUÉRITO DE OPINIÃO ELABORAÇÃO DO PROJETO GERAL PARA OS CENTROS DE ACOLHIMENTO TURÍSTICO E INTERPRETATIVOS DE ÉVORA E ALENTEJO CENTRAL INQUÉRITO DE OPINIÃO A CIMAC Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central está a realizar,

Leia mais

Shanna Duarte Lima Estagiária do Curso de Bacharelado em Turismo. Equipe: Ivone Maio Gerente Roque Lemanski Guia de Turismo

Shanna Duarte Lima Estagiária do Curso de Bacharelado em Turismo. Equipe: Ivone Maio Gerente Roque Lemanski Guia de Turismo A Escola Social de Turismo de Porto Alegre atua desde 2011 para a qualificação profissional e a sensibilização turística de residentes. As atividades são desenvolvidas por meio de palestras, encontros

Leia mais

João Ministro Georg Schreier Seminário: Potencialidades do Turismo Ornitológico para o Desenvolvimento Sustentável de Áreas Rurais de Portugal

João Ministro Georg Schreier Seminário: Potencialidades do Turismo Ornitológico para o Desenvolvimento Sustentável de Áreas Rurais de Portugal Turismo Ornitológico no Sul de Portugal: a experiência da ProActivetur, Lda. João Ministro Georg Schreier RESUMO 1. Breve apresentação 2. Birdwatching: Porquê? Como? 3. O nosso Birdwatcher 4. Para o futuro

Leia mais

INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS

INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS INSTITUTO DE FORMAÇÃO PARA O COMÉRCIO, TURISMO E SERVIÇOS ACTO FUNDACIONAL Acordo entre a: Associação Comercial de Braga Comércio, Turismo e Serviços; Casa Santos de Vila Verde; Instituto de Negociação

Leia mais

Destinatários. Requisitos de acesso. Modalidade de Formação. Objetivo Geral

Destinatários. Requisitos de acesso. Modalidade de Formação. Objetivo Geral 812 Turismo e Lazer Animação Turística Destinatários Este curso destina-se a profissionais ligados ao turismo, assim como todos aqueles que tenham interesse nesta área, como estudantes de turismo, gestores

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA

ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA Este documento visa dar corpo á orgânica dos serviços da Santa Casa, ou seja, definir competências, hierarquias e formas de actuação. Como a Santa Casa da Póvoa de Santo

Leia mais

REGIME DE EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE INDUSTRIAL REAI

REGIME DE EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE INDUSTRIAL REAI REGIME DE EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE INDUSTRIAL REAI 3 REGIME DE EXERCÍCIO DA ACTIVIDADE INDUSTRIAL REAI DL nº 209/2008 de 29 de Outubro todas as adegas estão obrigadas ao licenciamento obras necessárias

Leia mais

Estatutos da Escola Profissional de Alvito

Estatutos da Escola Profissional de Alvito Estatutos da Escola Profissional de Alvito SETEMBRO 2015 ÍNDICE ESTATUTOS... 3 Introdução... 3 CAPÍTULO I... 4 NATUREZA, OBJETIVOS, ATIVIDADES... 4 Artigo 1.º - Natureza... 4 Artigo 2º - Objetivos... 4

Leia mais

1º Encontro de Bibliotecas Escolares e Bibliotecas Municipais

1º Encontro de Bibliotecas Escolares e Bibliotecas Municipais 1º Encontro de Bibliotecas Escolares e Bibliotecas Bibliotecas Escolares e Bibliotecas : sinergias para o século XXI - Vila Real Montalegre SABE + Maria Gorete Barroso Afonso Maria João Gonçalves Guerra

Leia mais

TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS

TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS TECNOSISTEMAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS O que é um resíduo (DL 178/2006)? Qualquer substância ou objecto que o detentor se desfaz ou tem a intenção ou a obrigação de se desfazer, nomeadamente os identificados

Leia mais

PLANIFICAÇÃO. Formador: Abel Mota. Competências transversais: Promoção e educação para a cidadania.

PLANIFICAÇÃO. Formador: Abel Mota. Competências transversais: Promoção e educação para a cidadania. PLANIFICAÇÃO Curso profissional de nível secundário nível III Técnico de turismo Disciplina de Comunicar em Francês do 1.º ano do curso: Módulo 1 Nós e o mundo à nossa volta; módulo 2 As profissões do

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES PARA O ANO FINANCEIRO DE 2007

PLANO DE ACTIVIDADES PARA O ANO FINANCEIRO DE 2007 PARA O ANO FINANCEIRO 2007 SCRIÇÃO DA CLASSIFICAÇÃO FINIDA 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 01 02 ENSINO BÁSICO - 1º CICLO DO PROGRAMA 01 0 0 0 56 Refeitórios escolares 0701-020104/05/06-04050102-040701-05010102

Leia mais

Artigo 1º O presente concurso é dirigido a todas as Escolas da área geográfica de atuação da Resíduos do Nordeste, EIM.

Artigo 1º O presente concurso é dirigido a todas as Escolas da área geográfica de atuação da Resíduos do Nordeste, EIM. ANEXO V REGULAMENTO CONCURSO DE RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS NAS ESCOLAS 2013 A Empresa Intermunicipal, responsável pela gestão de resíduos sólidos urbanos na área geográfica dos concelhos de Alfândega

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA Título da Posição: TECNICO DE PROMOÇÃO TURÍSTICA Duração: Local: Instituição: RENOVAÇÃO DEPENDENDO

Leia mais

PROJECTO INTEGRADO SOCIAL E SAÚDE DE SESIMBRA

PROJECTO INTEGRADO SOCIAL E SAÚDE DE SESIMBRA PROJECTO INTEGRADO SOCIAL E SAÚDE DE SESIMBRA PRESSUPOSTOS 1. INFRA-ESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS Lares sem Condições. Edifício Deteriorado sem utilização. Centro de Dia e ATL sem condições. Inexistência de

Leia mais

ESPAÇO RURAL, RURALIDADE E TURISMO NO ALENTEJO

ESPAÇO RURAL, RURALIDADE E TURISMO NO ALENTEJO ESPAÇO RURAL, RURALIDADE E TURISMO NO ALENTEJO Sustentável no Espaço Rural: Experiências de sucesso em Portugal e na Europa Desafios dos territórios rurais no Século XXI: A importância do Castro Verde,

Leia mais

PROJECTOS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO DA REGIÃO DO NORTE

PROJECTOS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO DA REGIÃO DO NORTE PROJECTOS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO O desenvolvimento turístico da Região Norte constitui uma aposta fundamental e distintiva do ON.2 O Novo Norte (Programa Operacional Regional do Norte). Essa aposta

Leia mais

MAPA DE PESSOAL Artigo 29.º da LGTFP, aprovada em anexo à Lei n.º 35/2014, de 20 de junho

MAPA DE PESSOAL Artigo 29.º da LGTFP, aprovada em anexo à Lei n.º 35/2014, de 20 de junho Preenchidos A preencher Preenchidos Gabinete de Apoio ao Presidente Coordenar e executar todas as atividades inerentes à assessoria, secretariados, protocolos da Presidência e assegurar a interligação

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEPÇÃO Planificação anual de Informação Turística e Marketing 12ºano

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEPÇÃO Planificação anual de Informação Turística e Marketing 12ºano Planificação anual de Informação Turística e Marketing 12ºano Turmas N Professora: Sónia Vieira 1 - Estrutura e Finalidades da disciplina Componente da formação Técnica; Organização semanal de 6 tempos

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL DE MIRANDA DO DOURO

AGENDA 21 LOCAL DE MIRANDA DO DOURO AGENDA 21 LOCAL DE MIRANDA DO DOURO Resultados da primeira reunião do Fórum Participativo Realizada no dia 1 de Junho de 2006 16 de Novembro de 2006 Versão para o Grupo Coordenador Equipa Técnica Na realização

Leia mais

Uma campanha multimeios com um objectivo claro: dos portugueses.

Uma campanha multimeios com um objectivo claro: dos portugueses. Campanha de Turismo Interno 9 de Março de 2009 Uma campanha multimeios com um objectivo claro: Colocar Portugal nas prioridadesde destinosde férias Colocar Portugal nas prioridades de destinos de férias

Leia mais

E N T I D A D E DATA : 2014/03/31 EXECUÇÃO DO PLANO DE ACTIVIDADES MUNICIPAL ANO CONTABILÍSTICO 2013 MUNICIPIO DE BEJA HORA : 09:47:45

E N T I D A D E DATA : 2014/03/31 EXECUÇÃO DO PLANO DE ACTIVIDADES MUNICIPAL ANO CONTABILÍSTICO 2013 MUNICIPIO DE BEJA HORA : 09:47:45 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 Pagina : 1 1. Funções gerais 692.793,77 700.893,77 502.238,97 494.714,37 442.264,06 425.619,24 425.619,24 198.654,80 69.095,13 60.73 60.73 100.00 1.1. Serviços gerais

Leia mais

Agenda 21 Agricultura e Floresta. Seminário Temático O FUTURO DA AGRICULTURA, FLORESTA E DESPOVOAMENTO DA REGIÃO. Nordeste 21 PRÓXIMOS SEMINÁRIOS

Agenda 21 Agricultura e Floresta. Seminário Temático O FUTURO DA AGRICULTURA, FLORESTA E DESPOVOAMENTO DA REGIÃO. Nordeste 21 PRÓXIMOS SEMINÁRIOS PRÓXIMOS SEMINÁRIOS 23 de Maio - ESTRATÉGIAS DA GESTÃO DE ÁGUA e RESÍDUOS, em Macedo de Cavaleiros Seminário Temático O FUTURO DA AGRICULTURA, FLORESTA E DESPOVOAMENTO DA REGIÃO Agenda 21 Local do Helena

Leia mais

VILA NOVA DE FOZ COA CALENDÁRIO

VILA NOVA DE FOZ COA CALENDÁRIO VILA NOVA DE FOZ COA CALENDÁRIO (Módulo I a IV): 16 de janeiro a 27 de fevereiro de 2016 HORÁRIO REFERÊNCIA: terça a sexta feira, das 18h30 às 21h30; sábados das 09h30 às 17h30 LOCAL: Museu do Coa, Rua

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE OVAR. Estatutos da Fundação do Carnaval de Ovar

CÂMARA MUNICIPAL DE OVAR. Estatutos da Fundação do Carnaval de Ovar CÂMARA MUNICIPAL DE OVAR Estatutos da Fundação do Carnaval de Ovar A alteração dos mencionados estatutos foi aprovada pela Assembleia Municipal em reunião realizada em 13 de Janeiro de 2006, sob proposta

Leia mais

Ministério da Família e Promoção da Mulher

Ministério da Família e Promoção da Mulher Ministério da Família e Promoção da Mulher Decreto Lei n.º 7/98 de 20 de Fevereiro Considerando o reajustamento orgânico do Governo feito no âmbito da formação do Governo de Unidade e Reconciliação Nacional,

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE MESA/BAR. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Mesa/Bar Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE MESA/BAR. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Mesa/Bar Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE MESA/BAR PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Mesa/Bar Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL SAÍDA PROFISSIONAL HOTELARIA, RESTAURAÇÃO

Leia mais

Câmara Municipal da Golegã Normas Museu Municipal da Máquina de Escrever pág 1. Normas

Câmara Municipal da Golegã Normas Museu Municipal da Máquina de Escrever pág 1. Normas Câmara Municipal da Golegã Normas Museu Municipal da Máquina de Escrever pág 1 Normas Município de Golegã Câmara Municipal Pelouros da Cultura e do Turismo 2014 pág 2 1.Capítulo DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo

Leia mais

Nova oferta formativa em Trás-os-Montes e Alto Douro

Nova oferta formativa em Trás-os-Montes e Alto Douro 18 Educação Nova oferta formativa em Trás-os-Montes e Alto Douro A constante evolução no mercado de trabalho conduziu o Ministério da Educação a alterar, este ano, as prioridades em termos de oferta formativa

Leia mais

Promoção de Turismo Ecológico e Sustentavel nas Áreas Protegidas. Projeto de Promoção de Turismo Ecológico e Sustentavel nas Áreas Protegidas

Promoção de Turismo Ecológico e Sustentavel nas Áreas Protegidas. Projeto de Promoção de Turismo Ecológico e Sustentavel nas Áreas Protegidas Promoção de Turismo Ecológico e Sustentavel nas Áreas Protegidas Promotores Designação da ação Local de Intervenção Financiador Principal Período de implementação UICN & IBAP Projeto de Promoção de Turismo

Leia mais

CONSELHO CONSULTIVO DA JUVENTUDE REGULAMENTO 1º OBJECTIVOS E ENQUADRAMENTO

CONSELHO CONSULTIVO DA JUVENTUDE REGULAMENTO 1º OBJECTIVOS E ENQUADRAMENTO CONSELHO CONSULTIVO DA JUVENTUDE REGULAMENTO 1º OBJECTIVOS E ENQUADRAMENTO Os jovens são considerados como um dos pilares fundamentais para o desenvolvimento de uma política de juventude devidamente estruturada,

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL DE VIMIOSO

AGENDA 21 LOCAL DE VIMIOSO AGENDA 21 LOCAL DE VIMIOSO Resultados da primeira reunião do Fórum Participativo Realizada no dia 1 de Junho de 2006 16 de Novembro de 2006 Versão para o Grupo Coordenador Equipa Técnica Na realização

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES RELATÓRIO DE ATIVIDADES Unidade Orgânica: Período em Análise: Departamento Municipal do Comércio e Turismo 1 de abril a 31 de maio de 2017 1. Considerações Gerais O Departamento Municipal de Comércio e

Leia mais

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais. PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL

PLANO DE CURSO. Formação para Profissionais.  PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL PLANO DE CURSO PORTUGAL ANGOLA MOÇAMBIQUE CABO VERDE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE BRASIL Formação para Profissionais + 2.000 Cursos Disponíveis A Melhor e Maior Oferta de Formação em Portugal + 1.300 Cursos na

Leia mais

Experiência Supraconcelhia do Tâmega e Sousa

Experiência Supraconcelhia do Tâmega e Sousa Experiência Supraconcelhia do Tâmega e Sousa conjunto de ações e comportamentos estabelecidos através da interação social que permite aos parceiros, a capacidade de agir, participar e provocar mudança

Leia mais

Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio, SA PROMOÇÃO DA INTEGRAÇÃO ECONOMICA E SOCIAL

Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio, SA PROMOÇÃO DA INTEGRAÇÃO ECONOMICA E SOCIAL Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio, SA PROMOÇÃO DA INTEGRAÇÃO ECONOMICA E SOCIAL Como se viu a Sociedade de Desenvolvimento Turístico das Ilhas de Boa Vista e Maio (SDTIBM)

Leia mais

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta

Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta Município de Freixo de Espada à Cinta PLANO DE ACÇÃO (2009-2010) Conselho Local de Acção Social de Freixo de Espada à Cinta FICHA TÉCNICA Relatório do Plano de Acção de Freixo de Espada à Cinta Conselho

Leia mais

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO SERVIÇO MUNICIPAL DE PROTECÇÃO CIVIL

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO SERVIÇO MUNICIPAL DE PROTECÇÃO CIVIL MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO SERVIÇO MUNICIPAL DE PROTECÇÃO CIVIL Edital n.º 82/2000 (2.ª série). AP. Carlos Alberto Pinto de Oliveira, presidente da Câmara Municipal da Azambuja: Torna público

Leia mais

Guia Turístico. História, Cultura, Tradições, Gastronomia, Economia. João Vasconcelos Curso de Empreendorismo no Vale do Sousa

Guia Turístico. História, Cultura, Tradições, Gastronomia, Economia. João Vasconcelos Curso de Empreendorismo no Vale do Sousa História, Cultura, Tradições, Gastronomia, Economia. Oportunidade ou possibilidade O Turismo e a Rota do Românico Os recursos e a empresa Novo negócio, novo mercado, na mesma área Da possibilidade à Oportunidade

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades Relatório de Atividades CENTRO CULTURAL DA PONTE 2014 PROJETO MADEIRA 2014 relatório de atividades Índice 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 4 3. Calendário de execução... 4 4. Atividades realizadas...

Leia mais

Fundação Serrão Martins Plano de Actividades Plano de Actividades 2011

Fundação Serrão Martins Plano de Actividades Plano de Actividades 2011 1. A Fundação Serrão Martins é uma instituição de direito privado e utilidade pública com sede na Mina de S. Domingos, concelho de Mértola. Tem como membros fundadores a Câmara Municipal de Mértola e La

Leia mais

Exames Finalistas Setembro 2017 versão 15/09/2017. CTeSP Gestão de Vendas e Marketing

Exames Finalistas Setembro 2017 versão 15/09/2017. CTeSP Gestão de Vendas e Marketing CTeSP Gestão de Vendas e Marketing 1 2 1TESP Economia 18/09 14:00 1TESP Fundamentos de Marketing 1TESP Informática Aplicada ao Marketing 1TESP Inglês Técnico e Comercial Expressão e 19/09 14:00 Documentação

Leia mais

Sessão de Divulgação PDR DLBC Terras de Basto

Sessão de Divulgação PDR DLBC Terras de Basto Sessão de Divulgação PDR 2020 - DLBC Terras de Basto Operação 10.2.1.1 - Pequenos investimentos nas explorações agrícolas Promover a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores;

Leia mais

MAPA DE PESSOAL 2017

MAPA DE PESSOAL 2017 MAPA DE PESSOAL 07 (art.º 9.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, aprovada pela Lei n.º 5/04 de 0/06) A - TRABALHADORES A MANTER EM EXERCÍCIO DE FUNÇÕES A.. COMISSÃO DE SERVIÇO A... PESSOAL DIRIGENTE

Leia mais

TECNOLOGIA DE COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA

TECNOLOGIA DE COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA TECNOLOGIA DE COMUNICAÇÃO E MULTIMÉDIA CIDADES DIGITAIS BOAS PRÁTICAS Manuel Joaquim Couto Pereira Página 2 INTRODUÇÃO Na definição técnica, uma Cidade Digital é uma plataforma de fomento à formação de

Leia mais

Regulamento de Cooperação CAPÍTULO I. Da Natureza, Objecto e Objectivos da RBA. Artigo 1º. Natureza. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º.

Regulamento de Cooperação CAPÍTULO I. Da Natureza, Objecto e Objectivos da RBA. Artigo 1º. Natureza. Artigo 2º. Objecto. Artigo 3º. Regulamento de Cooperação A rede de Bibliotecas de Arraiolos adiante designada RBA, foi criada pelo acordo de cooperação número oitenta e cinco de dois mil e onze e pelo protocolo assinado entre a Câmara

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE VENDAS

CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE VENDAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE VENDAS Turma, J Planificação anual de: VENDER Ano Letivo 2014/2015 Professor: Jaime Murta 11.ºAno 1 - Estrutura e Finalidades da disciplina A disciplina de Vender integra

Leia mais

Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014

Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014 Desafios e Oportunidades Copa Orgânica e Sustentável 2014 A Copa do Mundo de 2014 é uma oportunidade única para o Brasil investir numa agenda que gere benefícios permanentes para o país. O megaevento atrairá

Leia mais

Almada. o teu futuro passa por aqui. Oferta Formativa. a iniciar Ano Lectivo 2009/2010. Suplemento do Boletim Municipal Nº 149 Maio 2009

Almada. o teu futuro passa por aqui. Oferta Formativa. a iniciar Ano Lectivo 2009/2010. Suplemento do Boletim Municipal Nº 149 Maio 2009 Suplemento do Boletim Municipal Nº 149 Maio 2009 Oferta Formativa a iniciar Ano Lectivo 2009/2010 Almada o teu futuro passa por aqui Almada o teu futuro passa por aqui Almada Escolas Para a Vida Pelo terceiro

Leia mais

Escola Superior de Educação

Escola Superior de Educação Escola Superior de Educação DEPARTAMENTO DE DESPORTO Projecto de implementação do Jogo Tradicional Transmontano como actividade desportiva regulamentada Responsável pelo projecto: José Augusto Afonso Bragada

Leia mais

Português Língua Estrangeira Área de Integração Educação Física Tec. de Inf. e Comunicação

Português Língua Estrangeira Área de Integração Educação Física Tec. de Inf. e Comunicação TURISMO Conferências Visitas de Estudo O Turismo é o profissional que executa serviços de informação, animação e organização de eventos em empresas de turismo, de reservas em agências de viagens e de receção

Leia mais

APPASSI. Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17

APPASSI. Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17 Associação Portuguesa para o Serviço Social Internacional (Instituição particular de solidariedade social) PLANO DE A C CÃO PARA 2O17 ÍNDICE Introdução Enquadramento 1 Estrutura e Organização Interna 2

Leia mais

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas ESTATUTOS DA EPHM Artigo 1.º A Escola Profissional de Hotelaria de Manteigas, adoptou esta designação aquando da sua criação, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 26/89 de 21 de Janeiro, por Contrato Programa

Leia mais

Oferta Formativa da UDIPSS Aveiro

Oferta Formativa da UDIPSS Aveiro Oferta Formativa da UDIPSS Aveiro Cursos: Formação Pedagógica Inicial de Formadores em Gerontologia homologado pelo IEFP Licenciados Destinatários: Legislação Laboral Contrato Colectivo de Trabalho Direcção

Leia mais

ESCAPADINHA DE OUTONO NA ROTA DA TERRA FRIA TRANSMONTANA

ESCAPADINHA DE OUTONO NA ROTA DA TERRA FRIA TRANSMONTANA ESCAPADINHA DE OUTONO NA ROTA DA TERRA FRIA TRANSMONTANA 4 NOITES/ 5 DIAS Temática: Bosques e Paisagem Outonal PROGRAMA DE ATIVIDADES: 1º Dia: Check-in no estabelecimento de alojamento aderente Recepção

Leia mais

CLUSTER: Formação Para o Desenvolvimento Regional e Local

CLUSTER: Formação Para o Desenvolvimento Regional e Local ACTIVIDADE 1-A - Actualização de bibliotecas / mediatecas Nº de Volumes a adquirir Temáticas ACEP 5 Educação, Psicologia, Sociologia, Gestão e Economia Social ADPM 4 Ambiente, Desenvolvimento Sustentável,

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO. Contacte-nos Tel.: Fax:

PLANO DE FORMAÇÃO. Contacte-nos Tel.: Fax: PLANO DE FORMAÇÃO Contacte-nos Tel.: +351 244 092 079 Fax: +351 244 920 080 Email: formacao@turisforma.pt 2015 www.turisforma.pt ÍNDICE FORMAÇÕES À MEDIDA FORMAÇÕES GERAIS Formações Workshops FORMAÇÕES

Leia mais

PROTOCOLO. Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo de Setúbal

PROTOCOLO. Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo de Setúbal PROTOCOLO Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo de Setúbal Preâmbulo A criação da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas Sem-Abrigo (ENIPSA) 2009-2015 decorreu fundamentalmente da necessidade

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A COMERCIAL. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a Comercial Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A COMERCIAL. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a Comercial Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A COMERCIAL PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a Comercial Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/6 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO GLOBAL - COMÉRCIO - Vender produtos e/ou serviços

Leia mais

Fórum das Exportações

Fórum das Exportações Ponta Delgada 27 de Junho de 2011 Arnaldo Machado Director Regional de Apoio ao Investimento e à Competitividade 1 Internacionalização Delimitação do conceito compreende todo o tipo de intervenção qualitativamente

Leia mais

Agrupamento de Escolas Moinhos da Arroja

Agrupamento de Escolas Moinhos da Arroja Agrupamento de Escolas Moinhos da Arroja 1 Professoras Bibliotecárias: Paula Oliveira Coordenadora E.B.2/3 Moinhos da Arroja Vera Monteiro E.B.1/ J.I. Nº7 de Odivelas E.B.1/ J.I. Porto Pinheiro 2 I A BIBLIOTECA

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DA CETS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS INVESTIMENTO TOTAL ,08 PNPG ASSOCIAÇÕES DE DESENVOLVIMENTO CÂMARAS MUNIC

PLANO DE ACÇÃO DA CETS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS INVESTIMENTO TOTAL ,08 PNPG ASSOCIAÇÕES DE DESENVOLVIMENTO CÂMARAS MUNIC FINANCIAMENTO DO PLANO DE ACÇÃO DA CETS DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA-GERÊS DUARTE FIGUEIREDO Director-adjunto do Departamento de Gestão de Áreas Classificadas do Norte do ICNB ALDA MESQUITA ADERE-PG PLANO

Leia mais