Boletim Informativo do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim Informativo do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo"

Transcrição

1 n n o t í c i a s Boletim Informativo do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo Sindicato de cara nova -> Novo Site no ar Acompanhe as notícias do seu sindicato e da categoria no novo site O site foi desenvolvido para melhorar a comunicação entre o SINESP e os nutricionistas, apresentando informações trabalhistas, Pisos Salariais, Convenções Coletivas, Tabela de Honorários, Benefícios aos associados com descontos especiais, parcerias com faculdades para pós-graduação, cursos especiais, orientações sobre contribuições e como se filiar a Entidade. Como um serviço especial destacamos a Bolsa de Empregos, um ponto de encontro ligando o profissional com as empresas. Acesse o site e faça seu cadastro!!! Comunicado Importante O SINESP estará em férias coletivas de 23 de dezembro de 2010 à 09 de janeiro de Retornando as suas atividades normais em 10 de Janeiro de O que é Consultoria e Assessoria Edição nº 64 Ano 2010 Boas Festas e Feliz Ano Novo NESTA EDIÇÃO Definições e etapas de uma assessoria» pg. 2 Novo site: na internet desde 01/12/2010 PORQUE PARTICIPAR DO SINDICATO? O SINESP precisa que os nutricionistas do Estado de São Paulo se associem e participem da entidade. Por que nós diretores estamos pedindo isso? Porque uma entidade só se torna forte e representativa se tiver o apoio e a participação da sua categoria. E a sua associação irá simbolizar isso! Para justificar este pedido, em 2010 conquistamos índices de aumentos salariais acima da inflação. Porque conseguimos levar ao Ministério do Trabalho empresas que exploravam nutricionistas, fazendo com que elas pagassem todas as diferenças salariais, incluindo férias e a correção dos depósitos de FGTS. Conseguimos realizar mais da metade prevista do curso CAPAES, que irá terminar em junho de Foram ministrados 9 aulas / 5 módulos, nos meses de março a novembro de Iniciamos contatos com a Associação Paulista de Municípios APM, com o objetivo de conseguir um espaço em seus eventos para divulgarmos para os prefeitos paulistas a importância dos trabalhos que os nutricionistas desenvolvem para melhoria da qualidade de vida da população. Porque conseguimos aprovar em Assembléia Geral Ordinária a instalação de uma sub-sede em Campinas para atendermos melhor aos nutricionistas que vivem no interior do estado, nessa região. A idéia é criar sub-sedes em todo o estado. Que conseguimos quitar nossa sede instalada no centro de São Paulo, que fica entre 3 estações de metro (Anhangabaú / LINHA VERMELHA, República/ LINHA AMARELA E VERMELHA e São Bento / LINHA AZUL). Porque conseguimos que o Ministério Público do Trabalho / Poder Judiciário chamasse empresas do interior para prestar contas de falta de respeito para com o profissional nutricionista, e correção de todas as irregularidades denunciadas. Que iniciamos uma parceria com a ONG Água na Jarra, com o objetivo de reduzir a produção de lixo que os descartáveis (embalagens plásticas) deixam em nosso planeta. Também fizemos parceria com a ONG ECÓLEO para ajudarmos aos nutricionistas paulistas a destinarem seus resíduos de óleo comestível para uma empresa de reciclagem, instalada em sua região, evitando desta forma a poluição de rios e córregos, além de gerar renda para a equipe de trabalhadores. Enfim, fizemos bastante, porém ainda temos muito a realizar. E para conquistarmos mais sucessos para nossa categoria, pedimos novamente o seu apoio. Obrigado. A Diretoria APROVEITAMOS PARA DESEJAR PARA VOCÊ E TODA A SUA FAMÍLIA UM NATAL DE MUITA PAZ, MUITO AMOR, MUITA SAÚDE E MUITA FELICIDADE. QUE JESUS CRISTO NASÇA EM SEUS CORAÇÕES E PERMANEÇA PARA SEMPRE DENTRO DELES. É O QUE DESEJA TODA A DIRETORIA DO SINDICATO DOS NUTRICIONISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO. I Simpósio Nacional de Alimentação e Nutrição Na Hospitalidade promovido pela FNN Presidente do SINESP marcou presença no I Simpósio Projeto Viver Bem Orientação Nutricional e Palestras sobre Qualidade de Vida Marcam o dia do Servidor Público na Subprefeitura da Sé Retrospectiva SINESP 2010 O que é o SINESP e como sobrevive O SINESP sobrevive do recolhimento de contribuições da categoria. Conheça um pouco mais sobre as contribuições. Cursos do SINESP para 2011 Programe-se» pg. 2» pg. 3 As atividades, ações e Projetos desenvolvidos pelo SINESP no ano de 2010» pg. 4» pg. 5» pg. 6 O nnotícias é o Boletim Informativo do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo. Tiragem: exemplares - Rua 24 de Maio, nº 104-8º andar - Bairro Centro - Cidade de São Paulo - SP - Cep: Aberto de 2ª a 6ªf das 9:00 às 17:00 horas. Tel: (11) ou Fax: (11) Site: Diagramação: A.F.S.E. Biblioteca e Videoteca Conheça um pouco do acervo que o SINESP disponibiliza para você NUTRICIONISTA.» pg. 7

2 pg. 2 nnotícias Edição nº 64 - Dezembro/2010 Procon multa empresas com base em denúncias do Projeto Criança e Consumo O Diário Oficial da União publicou duas resoluções do Procon que sinalizam mais uma vitória na luta pela defesa dos direitos das crianças nas relações de consumo. A decisão se deu com base em denúncias do Projeto Criança e Consumo, do Instituto Alana: uma a respeito da promoção de 2007 do álbum Disney Stars Prêmio, fruto da parceria entre a Editora Abril S.A. e o Banco Panamericano S.A., e outra sobre a promoção Zoobremesas, da Dr. Oetker Brasil Ltda, de A campanha da Disney Stars anunciava prêmios aos consumidores do álbum que encontrassem vale-produtos em envelopes de figurinhas. O Criança e Consumo constatou, na época, que o álbum não existia antes da promoção e que tinha sido criado com o propósito de promover os produtos anunciados como prêmios, dentre eles brinquedos Estrela, bicicletas Caloi, aparelhos MP3 Dynacon e kits de shampoo e condicionador Hydrogen. A campanha foi considerada abusiva, por incentivar o público infantil a consumir de forma desenfreada, e enganosa, uma vez que a informação acerca dos prêmios não estava clara no anúncio. A denúncia contra a Editora Abril S.A foi feita ao Procon em dezembro de 2007 e a multa determinada em setembro de 2010, no valor de R$ ,06. Já o caso da promoção Zoobremesas, da Dr. Oetker, oferecia mochila infantil em formato de animal condicionada ao consumo de cinco produtos da marca. Além de incentivar o consumo exacerbado de alimentos com baixo teor nutricional, o filme publicitário era claramente direcionado às crianças. O caso foi denunciado em outubro de 2008 e a multa determinada no valor de R$ ,33 em outubro de As decisões do Procon são definitivas e não podem mais ser contestadas administrativamente, apenas judicialmente. Mais detalhes dos casos: Disney Star Prêmios alana.org.br/criancaconsumo/acao- Juridica Zoobremesas org.br/criancaconsumo/acaojuridica. aspx?v=1&id=82 O que é Consultoria e Assessoria? Dra.Izilda Georgia Rossi - CRN Vice-Presidente do SINESP Consultoria: os serviços de consultoria constituem na atividade profissional de fazer um diagnóstico e formular soluções acerca de um assunto ou especialidade. Pode ser prestada em qualquer área por pessoa ou pessoas detentoras do conhecimento pertinente. O profissional encarregado de desvendar problemas e sugerir soluções para as organizações, não é o responsável direto pela realização das ações e sim um conselheiro que sugere as soluções mais convenientes para cada problema encontrado. Assessoria: é uma atividade que envolve a prestação de serviços de alguém que detém conhecimento especializado em determinado campo profissional, auxiliando tecnicamente na elaboração de projetos e na execução de serviços. Sendo assim, diferencia-se da consultoria, pois engloba a execução. Etapas de uma Assessoria 1- Contatos Iniciais o assessor, juntamente com a direção da empresa, fazem o reconhecimento das atividades desenvolvidas e esclarecem os problemas a serem trabalhados; 2- Estabelecimento de contrato é a formalização da prestação de serviço em que se define com detalhamento, quais são os objetivos, as expectativas gerais para o trabalho, como ele será executado, o prazo e o valor a ser cobrado; 3- Avaliação Inicial é a fase em que o assessor coleta informações sobre os problemas e prepara Presidente do SINESP marcou presença no I Simpósio Nacional de Alimentação e Nutrição Na Hospitalidade promovido pela FNN - Federação Nacional dos Nutricionistas em Gramado, RS Com o tema Hotelaria, Gastronomia e Turismo Rumo à Copa de 2014, o evento aconteceu de 14 a 16 de outubro na bucólica cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, e apresentou na abertura o painel Visão Global de Negócio em Hospitalidade - Copa A seguir outros temas foram abordados como gestão de alimentos e bebidas: do ensino ao mercado de trabalho; sustentabilidade na hospitalidade; hospitalidade na prática, entre outros. O evento contou com a participação de diversos Sindicatos de Nutricionistas do País, entre eles o SINESP representado pelo seu Presidente o Nutricionista Dr. Ernane Siveira Rosas, que coordenou uma mesa de trabalho no dia segundo dia do evento. Este I Simpósio Nacional de Alimentação e Nutrição na Hospitalidade teve como objetivo a atualização técnico-científica e capacitação do nutricionista, visando aperfeiçoamento profissional e mercadológico, sua expansão e suas demandas, enfocando na preparação para a Copa de Tendo em vista a grande parcela de participação do nutricionista no mercado que abrange o segmento da hospitalidade onde se inclui hotelaria, restaurantes e similares bem como demais profissionais desta área. A mesa coordenada pelo Dr. Ernane contou com a participação de renomados profissionais a análise destas informações; 4- Apresentação de Soluções as soluções são apresentadas à diretoria da empresa e são realizadas reuniões para apuração dos métodos e técnicas utilizadas; 5- Planejamento das Mudanças é a definição da forma como o trabalho será realizado e dos prazos para cada etapa; 6- Execução das Modificações elas são colocadas em prática sob orientação e acompanhamento de assessor; 7- Avaliação dos Resultados avaliação e análise dos resultados obtidos com a implantação das modificações. Vantagens da empresa em contratar uma assessoria A empresa contrata os serviços de um profissional qualificado apenas pelo tempo necessário. Assessoria é o sistema indicado para pequenas, médias e grandes empresas, sendo muito útil para que elas melhorem seu desempenho, seus resultados e a sua produtividade. A assessoria apresenta uma visão externa da empresa permitindo uma compreensão dos problemas, cujos funcionários envolvidos na rotina já estão acostumados e não mais percebem. Por fim, o assessor traz a experiência obtida em outras empresas, é imparcial na avaliação das situações e pode dedicar atenção concentrada às tarefas mais importantes identificando problemas, propondo soluções e impulsionando mudanças. que abordaram temas relevantes para o mercado. Gestão de pessoal, pela Dr. Nilma Morcef de Paula, Nutricionista e Doutora em Administração de Empresas pela FGV e Profª. Da UFRJ; Recursos Humanos por Márcio Moraes (SP) - Consultor em Hotelaria e Gastronomia da Empresa Quem Indica Consultoria. Motivação e liderança pela Nutricionista Dra. Marlise Stefani, do Rio Grande do Sul, Mestre em Qualidade. A Comissão Organizadora e Científica do evento ficou a cargo dos seguintes profissionais: Maria Terezinha Govinatzki Presidente da Federação Nacional dos Nutricionistas Jaine Maria Vieira - Federação Nacional dos Nutricionistas Fátima Kunrath - Sindicato dos Nutricionistas no RS Ernane S. Rosas Presidente do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo. Hélvio Weissheimer De La Corte - Federação Nacional dos Nutricionistas Maria de Fátima Fuhro Martins - Sindicato dos Nutricionistas de SC Zaida Albuquerque Diniz - Sindicato dos Nutricionistas de PE

3 Orientação Nutricional e Palestras sobre Qualidade de Vida Marcam o dia do Servidor Público na Subprefeitura da Sé Dia 28 de outubro é comemorado o dia do Funcionário Público e, para marcar a data, funcionários da Subprefeitura da Sé em São Paulo puderam usufruir de vários serviços de saúde e palestras sobre qualidade de vida por meio do Projeto Viver Bem. O projeto é uma parceria entre Subprefeitura da Sé, SINESP, Centro Universitário São Camilo e Colégio Fênix. O SINESP foi representado pela Diretora da entidade a Nutricionista Dra. Maria Izabel C. Martins. Vários serviços foram ofertados durante todo o dia, como apresentação de palestras sobre alimentação saudável, alimentação Diet e Light, palestra de enfermagem, Nutrição e Estética, Doenças Crônicas não Transmissíveis. Também foram efetuados atendimentos nutricionais para levantamento do IMC Índice de Massa Corporal, medição de pressão arterial e coleta de sangue para medir índices de glicemia. Os interessados em obter informações sobre o tema, como alimentação balanceada e controle de peso, e até mesmo quem estiver visitando a Praça de Atendimento em busca dos serviços da Subprefeitura, poderão se consultar com os profissionais de nutrição. Ambulatório da Praça de Atendimento da Subprefeitura Sé. Rua Álvares Penteado, 53 próximo às Estações Sé e São Bento do Metrô, na capital paulista. Horário de atendimento: 2ª- 3ª - 5ª e 6ª- feiras: de 8h30 às 12h; 4ª-feiras: das 08h30 às 09h30-gratuito. Sobre o Projeto Viver Bem Pensando na qualidade de vida e bem-estar da população da região central e de seus funcionários, a Subprefeitura Sé, por meio da Supervisão de Segurança Alimentar, está aderindo ao Projeto Viver Bem, desenvolvido por nutricionistas e especialistas, com o apoio do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo (SINESP), que realizam ações direcionadas à educação alimentar. Informações: pg. 3 Dr. Eneo Alves da Silva Jr. Diretor Técnico PróAlimento CURSOS E CAPACITAÇÕES EM HIGIENE ALIMENTAR Cursos: Cursos de atualização para profissionais atuantes no setor alimentício Cursos de Pós Graduação Nível Especialização - com reconhecimento no MEC Cursos de atualização em higiene alimentar ao público em geral Cursos personalizados para grupos/empresas Serviços: Palestras Eventos Assessoria e Consultoria em Higiene Alimentar Banco de Talentos nas áreas de Nutrição e afins Locação de salas com equipamentos de áudio, vídeo e internet (WiFi) Av. Lins de Vasconcelos, 1243/1º. andar Cambuci - São Paulo SP Tel: (11) / Fax (11) CENTRAL DE DIAGNÓSTICOS LABORATORIAIS Análises Mircrobiológicas: De alimentos, águas, ambientes e mãos Para avaliação de surtos de DTAs Para avaliação de prazo de validade de produtos Serviços: Coleta de amostras para análises microbiológicas Avaliação técnica estrutural e operacional Elaboração e implantação do manual de Boas Práticas Treinamento e Capacitação para Implementação das Boas Práticas Monitoramento de processos Desenvolvimento, triagem e monitoramento de fornecedores Implantação e implementação do Sistema APPCC Elaboração dos POPs (Procedimentos Operacionais Padronizados) RDC 216/MS Contrato de Consultoria para orientações sobre controle higiênico-sanitário de alimento Rua Afonso de Freitas, Paraíso - São Paulo - SP Tel: (11) / Fax : (11)

4 Retrospectiva Ações do sinesp - Antropometria teórica e prática - Dra Madalena Vallinoti agosto Curso em Campinas: Dra Madalena Vallinoti falando sobre a Atuação do Nutricionista como Personal Diet e o Dr Êneo A. Silva Júnior falando sobre Segurança alimentar abril CAPAES Curso de Capacitação em Alimentação Escolar março a novembro de 2010 pg. 4 Porta de Entrada do SINESP: Rua 24 de Maio, 104 8º andar - São Paulo - Centro II Ações do SINESP - Participou do XXI CONBRAN em Joinville com stand, onde os nutricionistas puderam esclarecer várias dúvidas que possuiam quanto ao mercado de trabalho. - Participou fazendo várias palestras em faculdades falando sobre Mercado de Trabalho. - Apoiou e participou do II Painel Nutrinews em agosto de Participou do II FORUM da APAN realizado na Universidade São Camilo. - Participou da organização, juntamente com o CRN3 e a APAN, do III Curso de Aperfeiçoamento para Nutricionistas nos segmentos Varejistas de alimentação - Participou das discussões do Seminário de Alimentação e Nutrição no SUS PNAN 10 Anos na Secretaria da Saúde, em São Paulo. - Participou coordenando duas mesas no I Simpósio Nacional de Alimentação e Nutrição na Hospitalidade, realizado pela Federação Nacional dos Nutricionistas FNN, em Gramado/RS. - Participou do IV ENAEM com o ojetivo de ajudar na integração das entidades para o fortalecimento dos nutricionistas, realizado junto com o CONBRAN para promover ações aprovadas em assembléia. - Participou do XI Encontro Internacional dos Profissionais de Vigilância Sanitária com a palestra sobre Transgênicos e Agrotóxicos que foi proferida pela Diretora Valéria Maria Valle - Convidou várias entidades (CRN3, CFN, ASBRAN, CECANE, INSTITUTO ALANA) para discutir a RDC 24 Resolução que regulamenta a propaganda de alimentos e subscreveu uma carta para o Presidente da ANVISA Dr. Dirceu Raposo, pedindo a sua manutenção e também a sua ampliação. Cursos promovidos pelo SINESP - Atuação do Nutricionista como Personal Diet - Dra Madalena Vallinoti setembro Paciente Vegetariano - Dra. Ana Ceregatti - março Alimentos Funcionais - Dra Emilia Ishimoto junho Como motivar equipes em unidades produtoras de refeições - Dra Felisbela Pino - maio Como prescrever Fitoterápicos e Suplementos Alimentares - Dras Valeria M de Sousa e Dra Maira J. Bernardino. Em São Paulo e Campinas. Março 2010 e Novembro de 2010 Empresas que solicitaram Nutricionistas na Bolsa de Empregos do SINESP Bauko Máquinas; Colégio Athena Sorocaba; Consuma Serviços de Alimentação; Cushwake; De Paula Serviços; Espaço e Buffet Trio; Gran Sapore; Grupo MD Pharmácia Artesanal; Grupo Prato Feito Alimentação e Serviço; Health Nutrição e Serviços; ITrade Mkt; Allis; Lallegro; Livenza Massas; Mapa Assessoria; Master Foco RH; Nat Comércio Refeições; Nutriellos; Coan; Nutrimi Alimentos; Nutrin Sistema de Alimentação; Qualybem Restaurantes; Shering Plough; Sodexho; Suguimoto Associados; Terraço Juscelino; Tia Marisa Restaurante; Tortuga Cia Zootécnica Agrária; Unialimentar Comércio e Serviço de Alimentação; Union Serviços de Hotelaria; Uno & Due; Viseu Confraria. Homologações realizadas Até o fechamento do Nnotícias nº 64, o SINESP realizou no ano de 2010 um total de 420 homologações, que ocorreram nas regiões de Campinas, São Jose do Rio Preto, Presidente Prudente, Sorocaba, Bauru e São Jose dos Campos, além da Capital. Segue abaixo quantidades de Pedido de demissão e Dispensa sem justa causa. SAÍDA POR PEDIDO DE DEMISSÃO: 144 DEMITIDO SEM JUSTA CAUSA: 276 Lembramos que continuaremos a atender todas as homologações solicitadas por nutricionistas para serem realizadas no interior do estado, após agendamento em nossa sede. Veja abaixo alguns Convênios e Benefícios para Associados Pós-Graduação de Parceiros Sinesp IMEN (10% de desconto para associado) UNINOVE (15% de desconto para associado) FAMESP (15 à 20% de desconto para associado) Saúde - FIA (10% de desconto para associado) São Bernardo do Campo - CBES (5% de desconto para associado) Mirandópolis / SP - SÃO CAMILO (10% de desconto para associado) Pompéia / SP - Univ. Gama Filho (10% de desconto para associado) Bela Vista / SP (www.posugf.com.br/cursos/posgraduacao-nutricao) Odontológico Ateliê Odontológico / Dr Luiz Gustavo B. Albino (cirurgia, endodontia, periodontia, prótese, implantodontia, semiologia) Bela Vista e Tatuapé descontos de 15% Paulo Eduardo Assumpção (periodontia, clareamento, proteses, implantes, cirurgia, etc) Osasco descontos a combinar Confira nossos convênios com hotéis e pousadas

5 O QUE É O SINESP? O SINESP - Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo, entidade de classe fundada em 12 de abril 1988, tem como objetivo principal a prestação de serviços voltada ao profissional nutricionista, através da representação, informação, orientação e defesa. Para isso, oferece assessoria jurídica, orientações quanto ao mercado de trabalho, pesquisas salariais, bolsa de empregos, boletim informativo N notícias, videoteca, sala de treinamento, convênios, promoção de cursos de aprimoramento, realização de palestras nas entidades de graduação e grupos de estudo, além de participação em congressos e feiras de alimentação e afins. A abrangência do trabalho realizado pelo SINESP vai além dos profissionais nutricionistas do Estado de São Paulo. Isto porque, muitos dos serviços prestados têm como público alvo os profissionais da extensa área de alimentação, além de empresas dos mais variados setores. É importante ressaltar que, desta forma, o SINESP torna-se um poderoso formador de opinião e, também, de divulgação dos parceiros que colaboram com as atividades desenvolvidas. Como o SINESP sobrevive? CONTRIBUIÇÃO SINDICAL A Contribuição Sindical é um tributo obrigatório instituído pelo governo federal a todos os trabalhadores - profissionais liberais ou não (autônomos ou empregados) conforme consta na CLT - Consolidação das Leis de Trabalho, capítulo III, seção 1, artigos 578 à 610. O SINESP envia a guia e do valor pago, 10 % vai para o Governo Federal Ministério do Trabalho e Emprego; 10% vai para a Central Sindical; 15 % para a Federação; 5 % para a Confederação e 60 % para o Sindicato dos Nutricionistas. O profissional depois de pagar a contribuição, deverá apresentar uma cópia no departamento pessoal da empresa, a fim de que não seja descontado novamente. O gasto com as ações em defesa da categoria seja no âmbito de ações jurídicas individuais ou coletivas ou ações junto ao governo, defendendo leis que beneficiam a categoria e a sociedade em geral, além disso, necessitamos para manter o Sindicato funcionando, mas o objetivo é dar apenas uma idéia básica de como são aplicadas as contribuições feitas pela categoria. CONTRIBUIÇÃO CONFEDERATIVA Foi criada pela Constituição Federal de 1988 (art, 8º,inciso IV). Ela destina-se ao custeio do Sistema Confederativo da respectiva representação profissional. Uma parte do valor pago vai para o SI- NESP e o restante vai para a Federação e a Confederação. A Contribuição Confederativa aprovada em assembléia geral de categoria, constando em Convenção Coletiva de Trabalho, homologada na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego/ SP (MTE), previsto o desconto mensal de 1% sobre o salário nominal do Profissional. Os Nutricionistas que a mais de dois anos optam pelo pagamento da contribuição confederativa diretamente ao Sindicato em 3 parcelas anuais em boletos avulsos com vencimentos em abril, agosto e dezembro de cada ano continuarão recebendo os boletos bancários até o final de Profissionais que deixaram de recolher as parcelas ou novos não podem optar pelo pagamento da confederativa em boletos individuais. A contribuição confederativa é hoje uma das principais fontes de recursos das entidades sindicais, responsável pela manutenção de suas estruturas e dos benefícios que estas representam aos seus representados; assistência jurídica, convênios, promoção de cursos e eventos para atualização profissional, entre outros. É um instrumento essencial para que os sindicatos implementem suas ações em favor de suas categorias. CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL A contribuição assistencial é prevista na alínea e, do art. 513, da CLT. É aprovada pela assembléia geral da categoria e fixada em Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho - ou Dissídio (quando após inúmeras tentativas, não se chega a nenhum acordo). A sua cobrança está relacionada com o exercício do poder de representação da entidade sindical no processo de negociação coletiva. O desconto da Contribuição Assistencial só ocorre quando o Nutricionista é beneficiado com o reajustamento salarial em virtude de assinatura de Convenção Coletiva de Trabalho, ou após o julgamento de Dissídio. CONTRIBUIÇÃO ASSOCIATIVA A CONTRIBUIÇÃO ASSOCIATIVA não é obrigatória, a filiação é livre e sua arrecadação é destinada ao funcionamento cotidiano do SINESP, principalmente para o custeio das despesas administrativas relacionadas com a criação de benefícios e parcerias destinadas aos associados, como a criação de convênios, cursos, promoções e participações de eventos, etc... Esta é a única contribuição que o sindicato recebe 100% do seu valor. pg. 5 Programe-se para as contribuições de 2011 CAMPANHA DE FILIAÇÃO (PROMOÇÃO 2011) A PROMOÇÃO campanha de filiação é um BOLETO OPCIO- NAL único no qual estão incluídas as contribuições Associativa (Filiação), Confederativa e Assistencial do ano de Com o intuito de aumentar o número de filiados no início de cada ano o SINESP propõe uma campanha, neste ano PROMOÇÃO 2011, na qual pelo mesmo valor da Filiação o nutricionista quita as contribuições Confederativa e Assistencial a serem recolhidas no ano, ou por outro parâmetro de análise com o valor que pagaria de Contribuições Confederativa e Assistencial Obrigatórias ganha sua filiação podendo usufruir de mais benefícios, porque além de obter descontos especiais na Rede de Convênios, parceiras com Faculdades para pós e cursos de aperfeiçoamento, também contribui para o fortalecimento estrutural da Categoria. O PAGAMENTO DA PROMOÇÃO 2011 será até 13/01/2011. Caso não receba o boleto poderá obtê-lo no site. Restará para o pagamento no ano de 2011 somente a Contribuição Sindical(GRCS), cujo pagamento é obrigatório, e que não está incluso nesta Promoção, por ser um imposto Federal. Sortearemos entre os participantes da PROMOÇÃO 2011 que entreguem proposta de filiação preenchida no SINESP um NOTEBOOK e 6 vagas em curso do SINESP a ser realizado em 2011 CONTRIBUIÇÃO SINDICAL O SINESP encaminhará aos nutricionistas, no início de fevereiro de 2011 a Guia para recolhimento da Contribuição Sindical (GRCS). Os Profissionais com vínculo empregatício que recolherem a guia deverão apresentar cópia da mesma ao RH para não sofrer novo desconto na folha de março. Os nutricionistas que trabalham de forma autônoma como profissional liberal deverão efetuar o recolhimento da GRCS até o final de fevereiro.

6 cursos SINESP 2011 Informações: (11) ou pg. 6 ABRIL Curso em Blocos Data Prevista para início 9 de abril de 2011 Horário 8h30 às 17h30 hs Vagas Limitadas JULHO Data Prevista 02/07/2011 AGOSTO Data Prevista 06/08/2011 SETEMBRO Data Prevista 03/09/2011 Curso de aprimoramento em UPRs (Unidades Produtoras de Refeições) Objetivo: Desenvolver competências necessárias para gestão de Unidades Produtoras de Refeições, aprimorando os profissionais para esse mercado de trabalho Conteúdo programático: 1- Caracterização dos Serviços de Alimentação 2- Padrões de Cardápios 3- Desenvolvimento Humano Organizacional 4- Gestão Financeira 5- Gestão da Qualidade e Segurança Alimentar 6- Marketing 7- Uso da Tecnologia na Administração de UPRS ATUAÇÃO DO NUTRICIONISTA NO ESPORTE Palestrante: Dra Tânia Rodrigues AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA NO ESPORTE Palestrante: Ronaldo Mattar Palestrante: Dra Tânia Rodrigues SUPLEMENTAÇÃO NO ESPORTE Informações: SINESP fone (11) ou Sugestão de Leitura Tudo posso, mas nem tudo me convém - Saúde física, emocional e espiritual O livro Tudo posso, mas nem tudo me convém da Nutricionista Gisela Savioli, alerta que vivemos numa sociedade obesogênica, onde diversos fatores externos, como toxinas ambientais presentes no nosso dia-a-dia, tornam-se disruptores endócrinos, isto é, gatilhos hormonais favorecendo a ocorrência de diversas doenças, inclusive a obesidade, que hoje é reconhecida como uma doença inflamatória. Totalmente embasada em comprovação cientifica, a Dra Gisela Savioli mostra, por meio da sua prática clínica, que para o sucesso de um emagrecimento saudável, não basta focar apenas na alimentação e atividade física. De forma simples, porém abrangente e tocando em assuntos polêmicos, a autora fala sobre a desnutrição sub-clínica, que nós encontramos por falta de um equilíbrio nutricional. A Dra. Gisela Savioli é nutricionista clínica pelo Centro Universitário São Camilo com especialização em Saúde da Mulher no Climatério pela Faculdade de Saúde Pública da USP, possui pós-graduação em Nutrição Clinica Funcional pela Divisão VP Ensino e Pesquisa, Membro do Conselho Brasileiro de Fitoterapia CONBRAFITO, e Membro do Institute Medicale Internacional de Lourdes França. Edições Loyola: Aparelhos de Bioimpedância, estadiômetros, compassos, canetas dermográficas, etc Sócio do SINESP tem 7% de desconto

7 Biblioteca e Videoteca do SINESP Quantas vezes você já visitou nossa biblioteca? Temos muitos livros que abordam os mais variados assuntos principalmente os ligados a nossa área. Sempre investimos em novos livros e todos podem ter acesso, pois fazemos a locação dos mesmos para associados e não associados. A biblioteca ainda conta com fitas, DVDs (estes também podem ser alugados ou se você preferir pode assistir no próprio sindicato, pois temos TV), apostilas e revistas tudo o que você necessita para ficar sempre atualizado(a) ou ainda para que possa montar um treinamento, manual, trabalho enfim o que você necessitar. Consulte os títulos de nossa biblioteca. Venha nos visitar de 2ª à 6ª feira das 9hs00 às 17hs00. Venha nos visitar! Uma amostra do Acervo da Biblioteca Segurança Alimentar & Qualidade Manual de Controle Higiênico Sanitário em Alimentos (edição revisada e ampliada 2º semestre de 2010) Autor: Enêo Alves da Silva Jr São Paulo Livraria Varela O título traz subsídios de ordem técnica com aplicações práticas sobre os problemas relacionados a contaminação dos alimentos. - Guia para Elaboração dos Procedimentos Operacionais Padronizados (São Paulo: Livraria Varela 2004) Autora: Ellen Lopes. Este título difundi de maneira prática e abrangente, os conceitos e metodologias relacionados à operacionalização dos POPS. Nutrição Clínica Tratado de Alimentação, Nutrição e Dietoterapia (editora Roca 2007 São Paulo) Autoras: Sandra M. Chemin S. da Silva & Joana D Arc Pereira Mura Identificação da terapia nutricional adequada, mas também de como podem ser conduzidos os estudos sobre consumo alimentar e estado nutricional dos indivíduos. Estudos de Casos Comentados (editora Manole 2009 São Paulo) Coordenadora da série: Sônia Tucunduva, com prefácio assinado por Dr. Dan Waitzberg O título traz a proposta de discutir os conceitos contemporâneos de nutrição e sua interface com a saúde sob a ótica do atendimento nutricional, apresenta as principais condutas dietoterápicas adotadas em nutrição clínica. Pirâmide dos Alimentos Fundamentos básicos da nutrição (editora: Manole 2008 São Paulo) Organizadora: Sonia Tucunduva Trata-se de um volume da Coleção Guias de Alimentação e Nutrição, que apresenta para a comunidade científica uma proposta com o desafio de trazer as informações sob a ótica dos novos conhecimentos e sua interface com a saúde. Nutrição Fundamentos e Aspectos Atuais 2ª edição (editora: Atheneu 2006 São Paulo) Autor: Júlio Tirapegui O título traz uma abordagem totalmente pedagógica dos principais assuntos tratados em fundamentos da nutrição (macronutrientes; micronutrientes; alimentação na gestação e na lactação; alimentação na infância; nutrição e atividade esportiva; suplementos; dietoterapia até política nutricional no Brasil) Gestão de UAN Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição: um modo de fazer (editora Metha 2003, São Paulo) Autoras: Edeli Simioni de Abreu/ Mônica Glória N. Spinelli/Ana Maria Pinto Zanardi O título apresenta o indivíduo como foco de discussão. Seja aquele envolvido com a produção e distribuição de refeições, seja o consumidor desse serviço. Tecnologia Culinária (editora Educs 2000, Caxias do Sul), já na sua 2ª. edição/ Autora: Ione Teichmann O título traz uma abordagem das técnicas dietéicas e tecnológias aplicadas para planejamento e elaboração de refeições. Por Dentro das Panelas (editora: Livraria Varela 2005, São Paulo), já na 2ª. edição. Autora: Késia Diego Quintaes Em uma abordagem simples e objetiva, porém imprescindível sobre o principal utensílio culinário: as panelas, todos os tipos. Fundamentos Básicos da Nutrição. pg. 7

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL

QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL QUANTO VALE O SEU TRABALHO? PARTE 2: HONORÁRIOS NUTRIS BRASIL Por Profa.Dra. Cyllene de M.OC de Souza Dra em Ciência e Tecnologia de Alimentos (UFRRJ), Mestre em Vigilância Sanitária (INCQS-FIOCRUZ) Supervisora

Leia mais

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas.

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. Quando o campo se expande, mais profissionais chegam ao mercado, mais áreas de atuação se formam e a categoria conquista mais visibilidade.

Leia mais

Federação Nacional dos Nutricionistas. Federação Nacional dos Nutricionistas firma convênio com o Instituto Racine

Federação Nacional dos Nutricionistas. Federação Nacional dos Nutricionistas firma convênio com o Instituto Racine firma convênio com o Instituto Racine A FNN inicia o mês de março trazendo mais um benefício aos profissionais de nutrição de todo o Brasil. O convênio firmado com o Instituto Racine trará a todos os nutricionistas

Leia mais

Tendências no mercado da nutrição

Tendências no mercado da nutrição Parceiros Tendências no mercado da nutrição Apresentação: Nut. Juliana Tolêdo de Faria Graduada em Nutrição FANUT/UFG Esp. Nutrição em Saúde Pública FANUT/UFG Esp. Atividade Física e suas Bases Nutricionais

Leia mais

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu:

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte: Art. 37º... VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre associação

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO

SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO SINDICATO E ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS NO ESTADO DO TOCANTINS OCB/TO A OCB/TO é formada por cooperativas singulares, federações e centrais de todos os ramos. Pela Lei 5.764/71, ainda em vigor, todas

Leia mais

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato

Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Acerca da atividade sindical e das contribuições para o Sindicato Muito se discute hoje acerca das contribuições compulsórias destinadas aos Sindicatos, em especial das contribuições assistencial e confederativa.

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM HOTELARIA HOSPITALAR Unidade Dias e Horários

Leia mais

Institucional Invest Oral

Institucional Invest Oral Institucional Invest Oral A Invest Oral Fundada em 2003, por nosso sócio fundado Dr. Fabio Loriato Calmon; possui grande expertise conquistada ao longo de seus 12 anos de existência; Uma empresa operadora

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 6ª REGIÃO PE - AL - PB - RN - PI - MA - CE REGULAMENTO PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2013

CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 6ª REGIÃO PE - AL - PB - RN - PI - MA - CE REGULAMENTO PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2013 REGULAMENTO PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO 2013 CAPÍTULO I - DA CRIAÇÃO DO PRÊMIO SEÇÃO I DA INSTITUIÇÃO Artigo 1 º O PRÊMIO EMÍLIA AURELIANO DE ALENCAR MONTEIRO foi instituído pelo Plenário

Leia mais

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Ao Ministério da Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde E-mail: deges@saude.gov.br - prosaude@saude.gov.br CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002

Leia mais

Contribuições sindicais

Contribuições sindicais Contribuições sindicais 1. Aspectos gerais A contribuição sindical é uma receita que tem como fundamento, precípuo, viabilizar a atividade da entidade sindical para fins de defesa dos interesses de determinada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EXTERNA DO PROJETO EDUCANDO COM A HORTA ESCOLAR 1. Breve Histórico do Projeto de Cooperação Técnica

Leia mais

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil.

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil. A ABEMD, Associação Brasileira de Marketing Direto, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1976 e constituída por pessoas jurídicas e físicas interessadas na aplicação de estratégias e técnicas

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas

SISEB Informa. 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias. Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas Ano I Número 6 setembro 2014 3 Ensino a distância (EAD) SisEB Curso: Ação cultural em bibliotecas 7º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias página 4 6 Encontro Prêmio São Paulo

Leia mais

PORTARIA CRN-3 nº 0112/2000

PORTARIA CRN-3 nº 0112/2000 PORTARIA CRN-3 nº 0112/2000 A Presidente do Conselho Regional de Nutricionistas 3ª Região, no uso de suas atribuições legais, que lhe conferem a Lei Federal nº 6583/78 e o Decreto Federal nº 84444/80 e,

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

FUNDAMENTOS E HISTÓRIA DA NUTRIÇÃO. Profª Omara Machado Araujo de Oliveira

FUNDAMENTOS E HISTÓRIA DA NUTRIÇÃO. Profª Omara Machado Araujo de Oliveira FUNDAMENTOS E HISTÓRIA DA NUTRIÇÃO Profª Omara Machado Araujo de Oliveira Nutricionista (UFF) Mestre em Saúde Coletiva (UFF) Pós-Graduada em Nutrição Clínica ( UFF) ATRIBUIÇÕES LEGAIS E ESPECÍFICAS DO

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que:

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que: 1. APRESENTAÇÃO 1.1 O projeto Recrear defende a importância do Brincar para o desenvolvimento infantil. Por meio da brincadeira, uma criança aprende e desenvolve seu corpo, suas habilidades sociais, de

Leia mais

GUIA PARA CONCORRÊNCIAS PRIVADAS.

GUIA PARA CONCORRÊNCIAS PRIVADAS. GUIA PARA CONCORRÊNCIAS PRIVADAS. CONHEÇA O SINAPRO SANTA CATARINA O Sindicato das Agências de Propaganda do estado de Santa Catarina (Sinapro/SC) tem como principal objetivo o fortalecimento do setor

Leia mais

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA

DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA DIRETRIZ NACIONAL DE EDUCAÇÃO, PROMOCÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO COOPERATIVISTA Área de Atuação 1. Formação Profissional Cooperativista São ações voltadas à formação, qualificação e capacitação dos associados,

Leia mais

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PROJETO BÁSICO AGÊNCIA DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Projeto Básico da Contratação de Serviços: Constitui objeto do presente Projeto Básico a contratação de empresa especializada em serviços de comunicação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL

PROGRAMAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL PROFIS SOCIEDADE DE PROMOÇÃO SOCIAL DO FISSURADO LÁBIO PALATAL PROGRAMAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL BAURU - 2012 1- Identificação Instituição Responsável: PROFIS Sociedade de Promoção Social do Fissurado Lábio

Leia mais

Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no

Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no Com carga horária de 480 horas o curso Enfermagem do Trabalho é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos diversos pólos, atividades

Leia mais

Tradução e mercado de trabalho

Tradução e mercado de trabalho Tradução e mercado de trabalho Entrevista com Maria Franca Zucarello, presidente do Sindicato Nacional de Tradutores Angélica Karim Garcia Simão 1 Para o número sobre tradução da revista abehache, julgamos

Leia mais

A 8 100% 6 30% 30%. O 30%. A

A 8 100% 6 30% 30%. O 30%. A O marketing que leva ao endividamento Atraídos pela facilidade do dinheiro rápido, goianienses se afogam em dívidas. Ministério Público do Estado prepara projeto educativo para ser distribuído nas escolas

Leia mais

MANTENEDOR E CONTADOR

MANTENEDOR E CONTADOR MANTENEDOR E CONTADOR No ano de 2000, Darci de Paula, Contador formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em Ciências Contábeis e Pós graduado em MBA IFRS(Normas Internacionais de Contabilidade),

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico A decisão pela realização do Planejamento Estratégico no HC surgiu da Administração, que entendeu como urgente formalizar o planejamento institucional. Coordenado pela Superintendência

Leia mais

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania A União dos Vereadores do Estado de São Paulo UVESP, desde 1977 (há 38 anos) promove parceria com o Poder Legislativo para torná-lo cada vez mais forte, através de várias ações de capacitação e auxílio

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ATIVIDADE FÍSICA PARA PREVENÇÃO, TRATAMENTO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE NUTRIÇÃO, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das disposições gerais O presente documento

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento

Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento 1 Ministério da Saúde Secretaria Executiva Departamento de Economia da Saúde e Desenvolvimento I Congresso Informação de Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público Oficina II Informação de Custo para

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética Comissão de Ética Introdução As ações desenvolvidas pela Comissão de Ética em 2014 foram pautadas nos parâmetros do Questionário de Avaliação da Ética elaborado pela Comissão de Ética Pública (CEP) que

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS CRÔNICAS

Leia mais

Data: 23 e 24 de maio de 2013 Horário: 08h00-17h00 Centro de Convenções Rebouças. Av. Rebouças, 600 (estacionamento) Av. Dr.

Data: 23 e 24 de maio de 2013 Horário: 08h00-17h00 Centro de Convenções Rebouças. Av. Rebouças, 600 (estacionamento) Av. Dr. Data: 23 e 24 de maio de 2013 Horário: 08h00-17h00 Centro de Convenções Rebouças. Av. Rebouças, 600 (estacionamento) Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 23 (portaria 1) Cerqueira Cesar São Paulo - SP Todos

Leia mais

(II Conferência Nacional de Segurança Alimentar Nutricional, 2004)

(II Conferência Nacional de Segurança Alimentar Nutricional, 2004) 1 Segurança Alimentar e Nutricional Segurança alimentar é a realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM AUDITORIA EM SERVIÇOS

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

O Amarelinho mantém liderança

O Amarelinho mantém liderança Mídia Kit O CAMPEÃO DAS BANCAS! O melhor jornal de empregos mídia exclusiva Empregos, estágios, cursos e concursos Páginas 6, 7 e 8 perfil do leitor Instituto define quem é o leitor do Amarelinho Página

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

Gestão Democrática da Educação

Gestão Democrática da Educação Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Departamento de Articulação e Desenvolvimento dos Sistemas de Ensino Coordenação Geral de Articulação e Fortalecimento Institucional dos Sistemas de

Leia mais

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais.

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais. EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 10/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 10/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

Código de Ética. PARTE I Relação com o cliente de Consultoria

Código de Ética. PARTE I Relação com o cliente de Consultoria Código de Ética PARTE I Relação com o cliente de Consultoria 1. É essencial que o Consultor estabeleça de inicio com o cliente, de forma clara, os objetivos do trabalho previsto, dos meios a serem utilizados,

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM AUDITORIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE Unidade

Leia mais

Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada.

Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada. Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada. ASSIM É O A IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO DOS EXECUTIVOS DOS SEAC S E SINDESP S

Leia mais

GUIA DE BENEFÍCIOS ASSOCIADOS ABTG

GUIA DE BENEFÍCIOS ASSOCIADOS ABTG GUIA DE BENEFÍCIOS ASSOCIADOS ABTG w w w. ab t g. o r g. b r Você está recebendo o guia de benefícios e serviços oferecidos aos associados ABTG. Se a sua empresa já é associada aproveite e utilize o maior

Leia mais

SELO ABRAIDI Programa de BPADPS

SELO ABRAIDI Programa de BPADPS SELO ABRAIDI Programa de BPADPS Reuniões: Julho a Agosto de 2010 Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Implantes PAUTA * OBJETIVOS * ASPECTOS FUNDAMENTAIS * HISTÓRICO * SITUAÇÃO ATUAL

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

Esse é o nome do jogo.

Esse é o nome do jogo. Esse é o nome do jogo. 23º CONGRESSO DE PRESIDENTES, PROVEDORES, DIRETORES E ADMINISTRADORES HOSPITALARES DE SANTAS CASAS E HOSPITAIS BENEFICENTES DO ESTADO DE SÃO PAULO 23ª MOSTRA DE MATERIAIS, EQUIPAMENTOS

Leia mais

ABEMD. Associação Brasileira de Marketing Direto

ABEMD. Associação Brasileira de Marketing Direto ABEMD Associação Brasileira de Marketing Direto A ABEMD é uma entidade civil, sem fins lucrativos que defende os interesse do setor desde 1976. Constituída por pessoas jurídicas e físicas. Missão - Defender

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MUSICAL - ABEM Informativo Eletrônico n. 63

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MUSICAL - ABEM Informativo Eletrônico n. 63 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MUSICAL - ABEM Informativo Eletrônico n. 63 Fevereiro de 2011 Caros(as) Sócios(as) Neste primeiro informativo de 2011, saudamos a todos(as), com o sincero desejo que tenham

Leia mais

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME.

INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. INVOCK SERVIÇOS DE PORTARIA LTDA-ME. CARTA DE APRESENTAÇÃO Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Após estudo e análise do mercado no segmento de Segurança, Segurança

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ORTOPEDIA MULTIDISCIPLINAR Unidade Dias

Leia mais

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Nº 08/2012 Av. Teotônio Segurado, Quadra 401 Sul, ACSU-SO 40, conjunto 1, Lote 17, 1º andar (prédio do antigo Sine) Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Diante da crescente procura por

Leia mais

REVISTA NACIONAL DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - RNTI

REVISTA NACIONAL DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - RNTI - RNTI (publicação oficial do Setor de TIC) Atualização desde documento: 12.08.2015 Todos sabem e principalmente nós que a tecnologia da informação e comunicação está presente no dia a dia de praticamente

Leia mais

ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR ATIVIDADES TÍPICAS DOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR DENOMINAÇÃO DO CARGO: ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidades do

Leia mais

SOBRE A FÉRIAS VIVAS MISSÃO. Lutar pela conscientização e proteger vidas no turismo nacional. VISÃO

SOBRE A FÉRIAS VIVAS MISSÃO. Lutar pela conscientização e proteger vidas no turismo nacional. VISÃO SOBRE A FÉRIAS VIVAS A Associação Férias Vivas é a primeira ONG de âmbito nacional voltada para a segurança no turismo e no lazer. A organização foi criada em 2002 a partir da iniciativa de um grupo de

Leia mais

Desde a criação do programa, a New Age implementou e tem monitorado diversas ações com foco ambiental, social e econômico.

Desde a criação do programa, a New Age implementou e tem monitorado diversas ações com foco ambiental, social e econômico. Faz parte da vontade da diretoria da New Age contribuir socialmente para um mundo melhor, mais justo e sustentável. Acreditamos que através da educação e com a experiência que temos, transportando tantos

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE: ABORDAGEM

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO PLANO DE ESTÁGIO 2013.1

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO PLANO DE ESTÁGIO 2013.1 DADOS DO ESTÁGIO FACULDADE SANTA TEREZINHA - COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO PLANO DE ESTÁGIO 2013.1 CÓDIGO ÁREA CARGA HORÁRIA PERÍODO Gestão de Unidades de Alimentação e 230h 7 Nutrição HORÁRIO 13h30

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012. Assunto: Rio+20

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012. Assunto: Rio+20 Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012 Seção: Ser Sustentável Pág.: http://bit.ly/okj5q9 Assunto: Rio+20 Veículo: Site Correio Braziliense Data: 14/06/2012 Seção: Ser Sustentável Pág.: http://bit.ly/okj5q9

Leia mais

Os serviços, objetos desse termo de referência, deverão ser desenvolvidos em 03 (três) etapas, conforme descrição a seguir:

Os serviços, objetos desse termo de referência, deverão ser desenvolvidos em 03 (três) etapas, conforme descrição a seguir: Termo de Referência 1. Objeto Contratação de empresa especializada em gestão de saúde para execução de atividades visando a reestruturação do modelo de atenção à saúde, objetivando diagnosticar novas proposituras

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA

PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA PROGRAMA MÃE CORUJA DO IPOJUCA Às gestantes do Ipojuca O Programa Mãe Coruja é uma grande conquista das mulheres de Pernambuco. E no Ipojuca, um avanço da administração municipal em busca de melhor assistir,

Leia mais

PROGRAMA IAB UM PATRIMÔNIO DE TODOS FICHA DE CADASTRO DE AMIGO DO IAB 1. DADOS PESSOAIS / EMPRESA 2. CATEGORIAS DE AMIGO C)PARCEIRO DE SERVIÇOS ( )

PROGRAMA IAB UM PATRIMÔNIO DE TODOS FICHA DE CADASTRO DE AMIGO DO IAB 1. DADOS PESSOAIS / EMPRESA 2. CATEGORIAS DE AMIGO C)PARCEIRO DE SERVIÇOS ( ) INSTITUTO DE ARQUEOLOGIA BRASILEIRA Estrada da Cruz Vermelha 45, Vila Santa Tereza, Belford Roxo, RJ. CEP: 26193-415. Tel/Fax: (21) 31358117 www.arqueologia-iab.com.br iab@arqueologia-iab.com.br NOME PROGRAMA

Leia mais

ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL - ESPECIALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/DESENVOLVIMENTO

ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL - ESPECIALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/DESENVOLVIMENTO ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL - ESPECIALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO/DESENVOLVIMENTO Requisitos: graduação em qualquer curso da área de Tecnologia da Informação - Elaborar

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

Brasília, 27 de maio de 2013.

Brasília, 27 de maio de 2013. NOTA TÉCNICA N o 20 /2013 Brasília, 27 de maio de 2013. ÁREA: Desenvolvimento Social TÍTULO: Fundo para Infância e Adolescência (FIA) REFERÊNCIAS: Lei Federal n o 4.320, de 17 de março de 1964 Constituição

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO 2: TERAPIA OCUPACIONAL EM CONTEXTOS HOSPITALARES. - Retrospectiva - II Seminário Nacional de Pesquisa em Terapia Ocupacional / 2012

GRUPO DE TRABALHO 2: TERAPIA OCUPACIONAL EM CONTEXTOS HOSPITALARES. - Retrospectiva - II Seminário Nacional de Pesquisa em Terapia Ocupacional / 2012 GRUPO DE TRABALHO 2: TERAPIA OCUPACIONAL EM CONTEXTOS HOSPITALARES Autores: Profa Dra. Marysia Mara Rodrigues do Prado De Carlo Profa Dra. Sandra Maria Galheigo - Retrospectiva - II Seminário Nacional

Leia mais

UMA FRANQUIA DE OPORTUNIDADES PARA VOCÊ. 101 MOTIVOS PARA VOCÊ SER UM FRANQUEADO CEBRAC.

UMA FRANQUIA DE OPORTUNIDADES PARA VOCÊ. 101 MOTIVOS PARA VOCÊ SER UM FRANQUEADO CEBRAC. UMA FRANQUIA DE OPORTUNIDADES PARA VOCÊ. 101 MOTIVOS PARA VOCÊ SER UM FRANQUEADO CEBRAC. 2 PARA QUEM BUSCA INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA, SEGURANÇA E RESULTADOS. 5 ESTRELAS EM 3 EDIÇÕES Saber educar e qualificar

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM NO SUPORTE À CIRURGIA ROBÓTICA

Leia mais

CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO: CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO

CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO: CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO: CRIAÇÃO E FUNCIONAMENTO CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL NO MARANHÃO Presidente Carmen Maria Teixeira Moreira Serra Secretário

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 A Fundação Aprender, no ano de 2004, procurou cumprir as etapas previstas no Planejamento 2003, levando a efeito iniciativas no sentido de ampliar

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1- O QUE É UMA LIGA ACADÊMICA? As Ligas Acadêmicas são entidades sem fins lucrativos. As Ligas Acadêmicas

Leia mais

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER

Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER Informações sobre oportunidades de trabalho na INTELECTO CONTACT CENTER ASSISTENTE DE DEPARTAMENTO PESSOAL Salário a combinar São Bernardo do Campo/SP Atribuições: Atendimento aos clientes, organização

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA QUALIDADE EM

Leia mais

Contribuição Sindical Patronal

Contribuição Sindical Patronal Contribuição Sindical Patronal Aspectos Legais O recolhimento da contribuição sindical é obrigatório conforme se verifica nos artigos 578, 579 e 580 da Consolidação das Leis do Trabalho: TÍTULO V - DA

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

Processo Seletivo: Cirurgião Dentista. Para atuar no PSF Para Vagas em Aberto e Formação de Cadastro Reserva

Processo Seletivo: Cirurgião Dentista. Para atuar no PSF Para Vagas em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Processo Seletivo: Cirurgião Dentista Para atuar no PSF Para Vagas em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Pré-requisitos: 1. Ter Superior Completo; 3. Registro Profissional no Conselho Regional de Odontologia;

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 6 ª REGIÃO UF ROTEIRO DE VISITA TÉCNICA DATA DA VISITA NUTRIÇÃO CLÍNICA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS Nº DA VISITA

Leia mais

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL OBRIGATORIEDADE

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL OBRIGATORIEDADE FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Os artigos 578 e 579 da CLT preveem que as contribuições devidas aos sindicatos, pelos que participem das categorias econômicas ou profissionais ou das profissões liberais representadas

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial

Apoio ao Desenvolvimento da Educação Especial Programa 0049 DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Objetivo Ampliar e melhorar a oferta de atendimento aos portadores de necessidades educativas especiais. Público Alvo Alunos com necessidades educativas

Leia mais

Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI)

Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) Presidência da República Controladoria-Geral da União Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) PROGRAMA DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL (PETI) O PETI é um programa do Governo Federal que

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais