EDITAL FAPEMIG 11/2011. Pesquisas na área do Setor Elétrico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL FAPEMIG 11/2011. Pesquisas na área do Setor Elétrico"

Transcrição

1 EDITAL FAPEMIG 11/2011 Pesquisas na área do Setor Elétrico PARCERIA FAPEMIG CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A. e CEMIG TRANSMISSÃO e GERAÇÃO S.A. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, considerando as Leis de Inovação, Federal n o /2004 e Mineira n o /2008, as quais dispõem sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo, e atendendo à orientação programática da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior SECTES/MG, observadas as diretrizes de políticas emanadas do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia CONECIT, e de seu Conselho Curador e em parceira com a CEMIG Distribuição S.A. e CEMIG Geração e Transmissão S.A., estabelecida pelo Termo de Cooperação Técnica e Financeira nº , torna público o presente edital e convida Empresas e Entidades Científicas, Tecnológicas e de Inovação ECTIs, sediadas, preferencialmente, no Estado de Minas Gerais e cadastradas junto à FAPEMIG, a apresentarem propostas para obtenção de apoio financeiro, de acordo com o que estabelece este Edital. 1 OBJETIVO Financiar projetos de pesquisa e inovação científica e tecnológica para o desenvolvimento de tecnologias sinérgicas com os interesses da Cemig, do setor energético e da sociedade como um todo, visando a implementação do Programa Anual de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da CEMIG, ano 2011/2012, na forma e condições estabelecidas no presente Edital, relacionados às linhas temáticas e pesquisas prioritárias listadas no Anexo I. 1.1 OBJETIVOS ESPECÍFICOS Os projetos deverão gerar um ou mais produtos inéditos, em concordância com classificação da Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL, como a seguir: Equipamentos (desenho industrial, protótipos de invento ou de modelo de utilidade, instalação-piloto, cabeça-de-série e lote pioneiro) Materiais Processos, metodologias e procedimentos Sistemas computacionais ou softwares Conceitos e teorias. Desde que não sejam o objetivo final do projeto, mas necessários para o desenvolvimento dos produtos citados anteriormente, ou ainda, consequência do mesmo, são também considerados produtos: Re-aparelhamento de laboratórios de pesquisa (somente para universidades e centros de pesquisa).

2 Dissertações de mestrado Teses de doutorado Artigos nacionais e internacionais Livros. 2 LINHAS TEMÁTICAS O presente Edital destina-se a apoiar propostas que se enquadrem nas seguintes linhas temáticas: 2.1 Linhas Temáticas Meio Ambiente Gestão de Bacias, Reservatórios e Planejamento Energético Fontes Alternativas, Geração Distribuída e Descentralizada, Geração Termelétrica e Eficiência Energética Medição, Faturamento e Perdas Comerciais Planejamento Elétrico e Energético da Expansão Operação do Sistema Elétrico Manutenção do Sistema Elétrico Supervisão, Controle e Automação Novas Configurações e Topologias de Linhas de Transmissão, Distribuição e Subestações Novos Equipamentos e Materiais Gestão Empresarial, Mercado, Atendimento a Clientes, Regulação de Mercado. Os sub-temas de cada linha temática encontram-se no Anexo I. 3 NÚMERO DE PROPOSTAS E PRAZOS 3.1 O número de propostas a se contratar está condicionado ao limite dos recursos disponíveis neste Edital. 3.2 O prazo de execução de cada proposta contratada é de até trinta e seis meses, contados a partir da data do Termo de Outorga Eletrônico cujo extrato será publicado no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais. 4 PROPOSTAS ELEGÍVEIS 4.1 São consideradas elegíveis, preferencialmente, as propostas de ECTIs e empresas, sediadas no Estado de Minas Gerais, ou ainda aquelas que sejam associadas às mesmas, previamente cadastradas junto à FAPEMIG e

3 que atendam uma das linhas temáticas apresentadas no Item 2 e respectivos sub-temas relacionados no Anexo I No âmbito deste Edital, para a formulação dos Programas Anuais de P&D, são demandados projetos que atendam todas as fases da cadeia de inovação, quais sejam: Pesquisa Básica, Pesquisa Aplicada, Desenvolvimento Experimental, Cabeça-de-Série, Lote Pioneiro ou Inserção no Mercado. Ressalta-se, porém, que projetos enquadrados nas três últimas fases, listadas acima, somente serão aceitos se a invenção/inovação for advinda de outro projeto de P&D regulado pela ANEEL e tiver participação de empresas As atividades que podem ser relacionadas à execução de projetos de P&D são aquelas de natureza criativa ou empreendedora, desenvolvidas sistematicamente, com vistas à geração de novos conhecimentos ou aplicação inovadora de conhecimento existente, inclusive para investigação de novas aplicações, dentro dos sub-temas relacionados no Anexo I. Poderão ainda ser enquadrados projetos em outros sub-temas que não somente aqueles relacionados no Anexo I. 4.2 Propostas que envolvam mais de uma instituição devem: definir a instituição proponente, que firmará o com a FAPEMIG, se tornando responsável pelas instituições parceiras e por toda a proposta, durante o prazo de sua execução, desde o recebimento dos recursos financeiros até a prestação de contas; definir as atribuições e contrapartidas de cada instituição; indicar o responsável pela execução da proposta e apresentar um termo de compromisso, assinado pela direção superior, confirmando sua participação e a aceitação de seu papel na parceria. 4.3 As instituições proponentes e as instituições gestoras deverão estar cadastradas junto à FAPEMIG até a data limite de entrega das propostas. Para instruções sobre cadastramento, acessar o endereço 4.4 Cada coordenador poderá ser responsável por até duas propostas. 5 RECURSOS FINANCEIROS 5.1 Os recursos alocados, para financiamento do presente Edital, serão da ordem de R$ ,00 (Trinta milhões de reais), sendo R$ ,00 (Dez milhões de reais) provenientes da Cemig Distribuição S.A., R$ ,00 (Dez milhões de reais) provenientes da Cemig Geração e Transmissão S.A. e R$ ,00 (dez milhões de reais) da FAPEMIG. 5.2 As despesas decorrentes deste Edital correrão às contas das dotações orçamentárias da FAPEMIG, a seguir relacionadas, ou pelas que as sucederem:

4 , , , , , , , A proponente deverá, obrigatoriamente, indicar uma instituição gestora cadastrada junto à FAPEMIG, para gerenciamento dos recursos a serem liberados para a proposta aprovada. A inexistência deste dado impedirá o encaminhamento da proposta por meio eletrônico. 5.4 Constitui fator impeditivo ao julgamento e à liberação do apoio financeiro a existência de inadimplência ou pendências de natureza financeira ou técnica do coordenador, da proponente e/ou da instituição gestora. 6 ITENS FINANCIÁVEIS 6.1 Serão financiados, desde que compatíveis com o objetivo do presente Edital, com o Manual FAPEMIG e o Manual do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento tecnológico do Setor de Energia Elétrica de 2008 da ANEEL e devidamente justificados, os seguintes itens de despesa: equipamentos e material permanente; material de consumo; passagens (aéreas e terrestres) e diárias, conforme valores da FAPEMIG; bolsas, nas modalidades descritas no Manual da FAPEMIG; softwares; manutenção de equipamentos e de material permanente (exceto automóvel); despesas acessórias de importação; despesas operacionais, conforme Manual da FAPEMIG. 6.2 Neste Edital, desde que devidamente justificado e pertinente com o objetivo da proposta do projeto, será permitido, excepcionalmente, o financiamento dos itens listados a seguir: passagens e diárias para participação nas reuniões técnicas previstas; instalação e recuperação de equipamentos; aluguel de equipamentos; material de escritório; bolsa para o coordenador, como especificado no subitem 6.1.4, desde que o mesmo não tenha nenhum vínculo empregatício e não tenha qualquer participação societária;

5 6.2.6 as bolsas previstas no item anterior poderão ter os seus valores complementados em até 100% (cem por cento) pela CEMIG a título de incentivo; recursos humanos: pessoal da equipe necessário para alcançar os objetivos e resultados esperados do projeto. O custo unitário (H/h) de cada membro da equipe não deverá incluir taxas, entretanto poderá incluir as parcelas referentes aos impostos e encargos. As horas alocadas para cada membro da equipe estão limitadas ao tempo comprovadamente dedicado ao projeto; serviços de terceiros: serviços prestados por pessoas físicas ou jurídicas contratadas para realizar parte dos objetivos de um projeto, tais como a construção e testes de protótipos e plantas piloto, a fabricação de cabeçasde-série e de lote pioneiro e estudos de mercado. Os serviços de terceiros deverão ser detalhados quanto à sua especificação e necessidade. 7 PROPOSTAS 7.1 As propostas devem ser apresentadas sob a forma de projeto, e submetidas, obrigatoriamente, em versão eletrônica. 7.2 A proposta deverá ser preenchida no aplicativo AgilFap, clicando em e deverá conter as seguintes informações: Formulário Eletrônico do AgilFap, devidamente preenchido; detalhamento, listado no formulário eletrônico, de todos os recursos necessários e financiáveis para a execução da proposta, inclusive despesas operacionais e mensalidades de bolsas, entre outros. A não observação deste procedimento implicará no não financiamento dos itens, sendo, os itens não informados, automaticamente considerados pela FAPEMIG, como contrapartida da proponente. Não serão considerados os itens e/ou justificativas, dos recursos necessários, apresentados no corpo da proposta; arquivo eletrônico com a proposta de financiamento contendo: sub-tema do Anexo I a qual o projeto se destina e como o projeto se alinha a essa; título, objetivo; revisão da literatura e de patentes se for o caso; metodologia de trabalho; justificativa e cronograma de atividades a serem desenvolvidas, indicando as fases ou etapas do projeto; detalhamento das atividades de cada membro da equipe; instalações e equipamentos existentes ou a serem utilizados para a execução das atividades previstas; identificação dos itens que integrarão a contrapartida proposta (se for o caso) e o valor; detalhamento das atividades e etapas do que serão realizadas em conjunto com a comunidade;

6 identificação dos produtos técnicos a serem gerados e que atenderão aos objetivos do edital; resultados e impactos esperados e possíveis benefícios gerados à sociedade; arquivo eletrônico com documento definindo a forma de cooperação estabelecida entre as instituições/entidades e empresas partícipes do projeto, se houver ; arquivo eletrônico contendo comprovante de projeto aprovado na ANEEL para os casos do item 4.1.1; arquivo eletrônico com o(s) plano(s) de trabalho(s) proposto(s) para o(s) bolsista(s), quando couber. 7.3 Os documentos citados nos subitens de a deverão ser encaminhados em arquivo a ser anexado ao formulário eletrônico no próprio sistema. 7.4 O coordenador deve possuir currículo na plataforma Lattes do CNPq e estar adimplente, tecnicamente e financeiramente, com a FAPEMIG. 7.5 No momento de submissão das propostas, as instituições proponentes e gestoras deverão estar cadastradas na FAPEMIG. A relação das instituições/gestoras credenciadas encontra-se na página da FAPEMIG Todas as instituições que tiverem propostas aprovadas deverão atualizar seu credenciamento na FAPEMIG até dez dias corridos da publicação dos resultados, sob pena de desclassificação das propostas. 8 SELEÇÃO E JULGAMENTO 8.1 As propostas serão analisadas em três etapas Enquadramento: as propostas submetidas serão analisadas pelo corpo técnico da FAPEMIG para verificar se atendem aos termos do presente edital. Esta etapa é eliminatória Mérito: cada proposta enquadrada será analisada quanto ao mérito técnico, científico, relevância, estruturação e adequação metodológica, orçamento e qualificação da equipe e classificadas em ordem de prioridade. As propostas que obtiverem pelo menos 70% (setenta por cento) da pontuação máxima serão classificadas Homologação: as propostas recomendadas e classificadas na etapa anterior serão homologadas pela direção da FAPEMIG e da CEMIG. 8.2 Os critérios de julgamento das propostas apresentadas para obtenção de apoio são: consistência, mérito e viabilidade do conteúdo da proposta; justificativa fundamentada para o apoio solicitado;

7 8.2.3 adequação do pessoal, dos aparelhos, equipamentos e espaço físico disponíveis para o funcionamento e operacionalização efetiva da proposta; adequação do orçamento proposto aos objetivos do projeto; cronograma físico-financeiro e indicadores de progresso no projeto; 8.3 Critérios classificatórios: originalidade e relevância da pesquisa; estrutura de P&D da ECTI e/ou da empresa; contrapartidas financeiras e econômicas; plano de trabalho do(s) bolsista(s); a equipe para execução do projeto (própria ou em parceria com); competência e experiência prévia, na área do projeto de inovação, do coordenador da proposta; adequação do orçamento aos objetivos do projeto; viabilidade de execução do projeto e do(s) plano(s) de trabalho; estrutura de acompanhamento do projeto. 9 ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO 9.1 A FAPEMIG e CEMIG se reservam o direito de, a qualquer tempo, acompanhar o desenvolvimento das atividades e, após a conclusão dos trabalhos verificarem o cumprimento das condições fixadas nos 9.2 A FAPEMIG e a CEMIG poderão adotar instrumentos de acompanhamento e avaliação final dos projetos com base nos critérios descritos a seguir: cumprimento dos objetivos propostos e apresentação dos produtos descritos na apresentação da proposta; impactos diretos e indiretos gerados pela proposta, inclusive na contribuição para formação de recursos humanos; qualidade dos periódicos e/ou livros onde foram realizadas as publicações; contribuição para difusão de tecnologia/informação; 10 DIREITOS DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E DE EQUIPAMENTOS 10.1 Os direitos relativos à propriedade intelectual porventura resultante da proposta desenvolvida no âmbito deste Edital serão objeto de proteção nos termos da legislação específica sobre a propriedade intelectual - Lei 9279/96 (Lei de Propriedade Industrial), Lei 9609/98 (Lei de Programas de Computador), Lei 9610/98 (Lei de Direitos Autorais) e Decreto 2553/98 (que dispõe sobre a obrigatoriedade de premiação para inventores de instituições públicas) e Deliberação 34/2008 da FAPEMIG, relacionada a esta matéria e, terão como co-titulares a FAPEMIG, a CEMIG, e a Outorgada respeitados

8 os direitos do Autor/Inventor, e as proporções dos recursos alocados pelas instituições envolvidas em cada produto desenvolvido. A divisão da propriedade intelectual sobre os resultados do projeto será rateada, entre os participantes que aportarem recursos, na proporção de seus investimentos A alocação dos benefícios pecuniários advindos de resultados econômicos (royalties) auferidos em eventual exploração comercial da tecnologia, inclusive na hipótese de transferência do direito de exploração para terceiros, será definida nos contratos de transferência de tecnologia quando for o caso Os equipamentos adquiridos com os recursos provenientes do financiamento deste Edital são de propriedade da FAPEMIG A FAPEMIG poderá doar ou ceder, à Outorgada, os equipamentos adquiridos em decorrência deste Edital, mediante a figura jurídica da doação sob encargo ou outro instrumento equivalente A FAPEMIG poderá dar outra destinação aos equipamentos adquiridos com os recursos provenientes deste financiamento, diferentemente dos previstos neste Edital, no caso de a(s) parte(s) contratada(s) deixar (em) de cumprir o estabelecido no 10.6 Ao final do projeto, os protótipos, as metodologias, o sistema computacional, os critérios e demais produtos desenvolvidos no âmbito do mesmo, utilizando os equipamentos, materiais e softwares a ele disponibilizados serão de propriedade da CEMIG GT / CEMIG D, respeitado o disposto nos itens 10.1 e DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 11.1 O resultado final da seleção das propostas será publicado no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, em forma de extrato e, na íntegra, incluindo a relação nominal dos projetos, na página da FAPEMIG, no endereço Eventuais recursos poderão ser interpostos junto ao Presidente da FAPEMIG, no prazo de cinco dias úteis, após a publicação do resultado. 12 CONTRATAÇÃO E LIBERAÇÃO DOS RECURSOS 12.1 A contratação dos apoios propiciados por este edital obedecerá à ordem de classificação e dar-se-á de acordo com a disponibilidade financeira, através da assinatura do que será firmado entre a FAPEMIG, a proponente legalmente constituída, a gestora e o coordenador, todos indicados na proposta nos termos deste Edital A liberação dos recursos far-se-á na forma estabelecida nos correspondentes devendo o repasse financeiro se iniciar após sua

9 assinatura pelos representantes das partes interessadas e posteriormente à publicação do seu extrato no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais Serão definidas nos as formas, condições de participação, direitos e obrigações de cada um dos partícipes. 13 ORIENTAÇÕES GERAIS 13.1 Este Edital se submete no que couber, aos dispositivos legais e regulamentares vigentes e, ainda, em conformidade com o Manual da FAPEMIG e de acordo com o Manual de Pesquisa e desenvolvimento da ANEEL versão O Manual da FAPEMIG, os formulários e as tabelas de diárias e de mensalidades de bolsas encontram-se disponíveis na página da FAPEMIG no endereço Todos os valores relativos às despesas no País deverão ser expressos em reais Junto com pedido de implementação da(s) bolsa(s) o(s) candidato(s) devem (rão) apresentar declaração individual, por escrito, fundamentada, sobre o interesse em trabalhar e ou realizar atividades na área de inovação tecnológica Todos os itens necessários ao desenvolvimento da proposta deverão estar previstos, não sendo permitida alteração após sua submissão Os definirão as bases de acompanhamento técnico e supervisão da evolução da execução das atividades objeto deste Edital Decairá do direito de impugnar os termos deste Edital aquele que, tendo-o aceito sem objeção, venha a apontar, posteriormente, eventuais falhas ou imperfeições, hipótese em que sua comunicação não terá efeito de recurso Toda correspondência emitida, por qualquer das partes envolvidas, relativas às propostas e os seus respectivos processos deverá, obrigatoriamente, mencionar o seu código de identificação As partes contratadas se obrigam a prestar contas do valor financiado em épocas e condições previamente definidas no A CEMIG, a FAPEMIG e todos os proponentes de projetos se comprometem a tratar e manter sob absoluto sigilo e confidencialidade as informações e produtos gerados durante a vigência deste Edital. A divulgação dos resultados e conhecimentos adquiridos no âmbito deste Edital dependerá de autorização por escrito das Partes As cláusulas de sigilo não serão objeto de renúncia, por qualquer das partes signatárias dos enquanto vigentes os objetivos e finalidades deste Edital e suas cláusulas correspondentes, resguardando-se irrestritamente

10 eventuais direitos de propriedade intelectual Os casos omissos serão resolvidos pela FAPEMIG e CEMIG. 14 INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES 14.1 Não será concedida suplementação de recursos para fazer frente a despesas adicionais, ficando entendido que qualquer acréscimo de gastos será de responsabilidade da instituição proponente A ausência de quaisquer documentos e informações exigidas neste Edital, bem como o preenchimento incorreto do formulário e seus anexos, implicará na desqualificação da proposta Outras informações poderão ser obtidas na Central de Informações da FAPEMIG, através do correio eletrônico 15 CALENDÁRIO As propostas serão recebidas, eletronicamente, pela FAPEMIG, até as dezessete horas do dia 12 de agosto de DISPOSIÇÕES GERAIS 16.1 Os resultados dos recursos, previstos no subitem 11.2, serão comunicados por escrito aos recorrentes A existência de eventuais recursos impedirá o andamento normal de todas as demais ações e procedimentos previstos para este Edital A qualquer tempo o presente Edital poderá ser revogado ou anulado, no todo ou em parte, seja por decisão unilateral dos concedentes em comum acordo entre eles, seja por motivo de interesse público ou exigência legal, sem que isso implique direito à indenização ou reclamação de qualquer natureza por parte dos responsáveis pela submissão de propostas. Belo Horizonte, 30 de maio de Prof. Dr. José Policarpo G. de Abreu Diretor Científico da FAPEMIG Prof. Mario Neto Borges, PhD Presidente da FAPEMIG

11 1 Meio Ambiente ANEXO I SUB-TEMAS TÍTULO DAS DEMANDAS 2012 FAPEMIG/CEMIG 1.1 Avaliação da dinâmica migratória de espécies de peixes nativos da bacia do Rio Jequitinhonha com ênfase na avaliação de viabilidade de sistemas de transposição para a UHE Irapé; 1.2 Desenvolvimento de índices de integridade biótica como indicador de qualidade da água para o estado de Minas Gerais; 1.3 Avaliação da efetividade dos reflorestamentos Ciliares realizados nos reservatórios da Cemig nos últimos 20 anos, com ênfase na regeneração da flora, atratividade de espécimes da fauna, aumento efetivo da biodiversidade e sustentabilidade da floresta implantada; e 1.4 Desenvolvimento de Metodologia de Prospecção e Salvamento Arqueológico Específicos para o Setor Elétrico. 2 Gestão de bacias 2.1 Potencializar o uso do Radar Meteorológico com aplicações à hidrometeorologia; 2.2 Estudos da eficiência das barreiras físicas na retenção de sedimentos e proteção das estruturas hidráulicas, através de estudo em modelo reduzido; 2.3 Sistema especialista de auxílio á tomada de decisões em situações de emergência envolvendo barragens e reservatórios; e 2.4 Coleta remota e automática de dados de instrumentos de auscultação de barragens; 2.5 Elaborar metodologia de consistência de dados operativos de postos e reservatórios através de sistema de informática on line; 2.6 Implementação de sistema integrador de informações e modelos hidrometeorológicos, com operação em tempo real; 2.7 Sistema de aquisição e gestão de dados hidrometeorológicos e enérgéticos para suporte à tomada de decisão na operação hidroenergética de reservatórios. 3 Fontes alternativas 3.1 Arranjos alternativos para geração eólica;

12 3.2 Aproveitamento energético de biomassa e resíduos; 3.3 Otimização da produção de energia elétrica através da associação com o gás natural; 3.4 Torres treliçadas para aerogeradores. 4 Perdas, Faturamento e Medição 4.1 Desenvolvimento de Ferramenta Computacional para Cálculo e Previsão de Perdas globais, por alimentador e por transformador de distribuição. 5 Planejamento da Expansão 5.1 Metodologia para quantificação de riscos e definição de contingenciamentos em contratos de obras; 5.2 Desenvolvimento de metodologia para definição de sistemas de controle tensão e de compensação reativa no sistema elétrico para aplicação ao planejamento da Expansão. 5.3 Solução para mitigar oscilações de tensão em sistemas de distribuição. 5.4 Análise de impacto da GD em redes BT. 6 Operação do Sistema Elétrico 6.1 Sistema inteligente de controle integrado em tempo real de kvar em redes de distribuição. 7 Manutenção do Sistema Elétrico 7.1 Desenvolvimento de sistema inteligente para auxilio ao diagnóstico preventivo e preditivo de ativos da GT e D. 7.2 Desenvolvimento de Sistema de apoio ao planejamento da manutenção visando a otimização do ciclo de vida do ativo. 7.3 Sistema de diagnóstico e avaliação de vida útil de geradores. 7.4 Estudo de modernização de subestações de transmissão com ênfase na integração digital plena das funcionalidades e sistema de manutenção preditiva para todos os ativos. 8 Supervisão e Controle

13 8.1 Desenvolvimento de uma GUI (Graphical Unique Interface) única para os sistemas de engenharia utilizados no Centro de Operação da Distribuição. 8.2 Desenvolvimento de um sistema de videomonitoramento operacional com tratamento de imagens. 9 Novas Topologias de LTs e RDs. 9.1 Desenvolvimento de novas topologias de subestações, linhas e redes aéreas para minimizar o investimento de implantação, operação e manutenção. 9.2 Desenvolvimento de uma topologia compacta de torres de 138 kv compartilhadas com redes de 13,8 kv. 9.3 Desenvolvimento de topologias Smart Grid para alta-tensão (maior ou igual a 13,8 kv). 10 Novos equipamentos Desenvolvimento novo condutor anti-tracking para redes compactas e levantamento das características elétricas da rede compacta, para analise do desempenho das estruturas Desenvolvimento de disjuntores com meio de extinção diferente de SF Desenvolvimento e Implantação de Válvula de Alívio de Pressão em Transformadores de Distribuição. 11 Gestão, regulação e Mercado G, T e D Soluções para auditoria contínua Projeto Business Analytics RC - Análise e investigação de motivos dos contatos dos clientes com os canais de atendimento da Cemig D baseado em plataforma de software livre Dimensionamento teórico ótimo de uma empresa Distribuidora Teleatendimento com Apoio das PAs de Agências de Baixo Movimento (PA Remota da CAC) Plataforma multimodal de atendimento e relacionamento para dispositivos móveis.

EDITAL FAPEMIG 25/2010

EDITAL FAPEMIG 25/2010 EDITAL FAPEMIG 25/2010 PARCERIA FAPEMIG Ci&T Pesquisas na área de Tecnologia da Informação - Cloud Computing - A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, considerando as Leis de

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 13/2010 PARCERIA FAPEMIG FIAT AUTOMÓVEIS S.A. Pesquisas na área de Comunicação e Relacionamento Empresacliente.

EDITAL FAPEMIG 13/2010 PARCERIA FAPEMIG FIAT AUTOMÓVEIS S.A. Pesquisas na área de Comunicação e Relacionamento Empresacliente. EDITAL FAPEMIG 13/2010 PARCERIA FAPEMIG FIAT AUTOMÓVEIS S.A. Pesquisas na área de Comunicação e Relacionamento Empresacliente. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, considerando

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 09/2014

EDITAL FAPEMIG 09/2014 EDITAL FAPEMIG 09/2014 APOIO À CRIAÇÃO E/OU MANUTENÇÃO DE NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, considerando as Leis de Inovação, Federal n.

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 12/2011

EDITAL FAPEMIG 12/2011 EDITAL FAPEMIG 12/2011 PROGRAMA POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA APOIO À ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS PARA POPULARIZAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA VINCULADA À SEMANA

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 16/2011

EDITAL FAPEMIG 16/2011 EDITAL FAPEMIG 16/2011 PROGRAMA ESTRUTURADOR REDE DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA MESTRES E DOUTORES A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 20/2009. Programa de Popularização da Ciência ASTRONOMIA

EDITAL FAPEMIG 20/2009. Programa de Popularização da Ciência ASTRONOMIA EDITAL FAPEMIG 20/2009 Programa de Popularização da Ciência ASTRONOMIA A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, em convênio firmado com o Conselho Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 21/2010

EDITAL FAPEMIG 21/2010 EDITAL FAPEMIG 21/2010 PESQUISAS SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS NO ESTADO DE MINAS GERAIS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação programática da Secretaria

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 01/2015

EDITAL FAPEMIG 01/2015 EDITAL FAPEMIG 01/2015 DEMANDA UNIVERSAL A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação programática da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Leia mais

EDITAL 004/2015 PARA PROGRAMA DE DEMANDA DE FINANCIAMENTO DE PROJETO UNIVERSAL DA FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE - FAINOR

EDITAL 004/2015 PARA PROGRAMA DE DEMANDA DE FINANCIAMENTO DE PROJETO UNIVERSAL DA FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE - FAINOR EDITAL 004/2015 PARA PROGRAMA DE DEMANDA DE FINANCIAMENTO DE PROJETO UNIVERSAL DA FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE - FAINOR A Faculdade Independente do Nordeste FAINOR, atendendo ao compromisso de incentivar

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 06/2014

EDITAL FAPEMIG 06/2014 EDITAL FAPEMIG 06/2014 BOLSA DE INCENTIVO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DESTINADA A SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, nos termos

Leia mais

EDITAL 10/2014. PROGRAMA MINEIRO DE PÓS-DOUTORADO PMPD lli ACORDO CAPES/FAPEMIG

EDITAL 10/2014. PROGRAMA MINEIRO DE PÓS-DOUTORADO PMPD lli ACORDO CAPES/FAPEMIG EDITAL 10/2014 PROGRAMA MINEIRO DE PÓS-DOUTORADO PMPD lli ACORDO CAPES/FAPEMIG A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação programática da Secretaria de Estado

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 17/2008 PROGRAMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

EDITAL FAPEMIG 17/2008 PROGRAMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL FAPEMIG 17/2008 PROGRAMA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Desenvolvimento de soluções de Tecnologia da Informação - T.I. - para os Setores de Siderurgia, Mineração, Energia, Telecomunicação, Agronegócio

Leia mais

PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA ASTRONOMIA EDITAL FUNCAP/CNPq 04/2010

PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA ASTRONOMIA EDITAL FUNCAP/CNPq 04/2010 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA ASTRONOMIA EDITAL FUNCAP/CNPq 04/2010 A Fundação Cearense de apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP, em convênio firmado com o Conselho Nacional de

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 18/2007 PROGRAMA USO MÚLTIPLO DE FLORESTAS RENOVÁVEIS

EDITAL FAPEMIG 18/2007 PROGRAMA USO MÚLTIPLO DE FLORESTAS RENOVÁVEIS EDITAL FAPEMIG 18/2007 PROGRAMA USO MÚLTIPLO DE FLORESTAS RENOVÁVEIS USO MÚLTIPLO DA MADEIRA VISANDO A ESTRUTURAÇÃO E LANÇAMENTO DO PÓLO DE EXCELÊNCIA EM FLORESTAS RENOVÁVEIS. A Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 15/2014

EDITAL FAPEMIG 15/2014 EDITAL FAPEMIG 15/2014 PROGRAMA DE ATRAÇÃO DE ESTUDANTES DO MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY - MIT PARA INTERCÂMBIO EM EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA EM MINAS GERAIS A Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 16/2013

EDITAL FAPEMIG 16/2013 EDITAL FAPEMIG 16/2013 PROJETO ESTRUTURADOR REDE DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA APOIO A INCUBADORAS DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICAS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, considerando

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 18/2008 RESÍDUOS SÓLIDOS

EDITAL FAPEMIG 18/2008 RESÍDUOS SÓLIDOS EDITAL FAPEMIG 18/2008 RESÍDUOS SÓLIDOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG em parceria com o Sistema Estadual de Meio Ambiente do Estado e atendendo a orientação programática

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 04/2015 SUSTENTABILIDADE DA BACIA DO RIO PANDEIROS

EDITAL FAPEMIG 04/2015 SUSTENTABILIDADE DA BACIA DO RIO PANDEIROS EDITAL FAPEMIG 04/2015 SUSTENTABILIDADE DA BACIA DO RIO PANDEIROS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação programática da Secretaria de Estado de Ciência,

Leia mais

EDITAL FAPEMIG INOVAÇAO SOCIAL 23/2010

EDITAL FAPEMIG INOVAÇAO SOCIAL 23/2010 EDITAL FAPEMIG INOVAÇAO SOCIAL 23/2010 PARCERIA FAPEMIG PLUG MINAS PESQUISAS NA ÁREA DE COMUNIDADE DO CONHECIMENTO E INOVAÇÃO PARA O PROTAGONISMO JUVENIL A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 13/2013

EDITAL FAPEMIG 13/2013 EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, observadas

Leia mais

EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU NO EXTERIOR - ARC

EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU NO EXTERIOR - ARC Rua Melo Moraes, 354, CEP 57020-330 Centro Maceió - Alagoas Fone: 82 3315 2200/3315 2232. E-mail: atendimento@fapeal.br EDITAL FAPEAL Nº 04/2015 AUXÍLIO À PARTICIPAÇÃO EM REUNIÃO CIENTÍFICA NO BRASIL OU

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À PARTICIPAÇÃO EM ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO NO BRASIL EDITAL FAPEMA Nº 014/2015 ESTÁGIO

PROGRAMA DE APOIO À PARTICIPAÇÃO EM ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO NO BRASIL EDITAL FAPEMA Nº 014/2015 ESTÁGIO PROGRAMA DE APOIO À PARTICIPAÇÃO EM ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO NO BRASIL EDITAL FAPEMA Nº 014/2015 ESTÁGIO O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTI,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA DE APOIO A CRIAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DE EMPRESAS JUNIORES - PACCEJ EDITAL FAPEMA

Leia mais

Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas

Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas Edital CNPq nº 06/2003 Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas O Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, torna

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA CHAMADA PÚBLICA N 03/2015 PROGRAMA PRIMEIROS PROJETOS

ESTADO DE GOIÁS FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA CHAMADA PÚBLICA N 03/2015 PROGRAMA PRIMEIROS PROJETOS CHAMADA PÚBLICA N 03/2015 PROGRAMA PRIMEIROS PROJETOS PPP A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás FAPEG, conforme decisão de seu Conselho Superior, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

Edital CNPq/CT-Petro nº 01/2003

Edital CNPq/CT-Petro nº 01/2003 Edital CNPq/CT-Petro nº 01/2003 O Ministério da Ciência e Tecnologia, por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, torna público o presente edital e convoca os

Leia mais

1.3 Público Alvo / Instituições Elegíveis Instituições Públicas de Ensino Superior que possuam Programas de Pós-Graduação recomendados pela Capes.

1.3 Público Alvo / Instituições Elegíveis Instituições Públicas de Ensino Superior que possuam Programas de Pós-Graduação recomendados pela Capes. DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS Coordenação-Geral de Programas Estratégicos Coordenação de Programas Especiais EDITAL N 0 27/2010 - PRÓ-EQUIPAMENTOS INSTITUCIONAL A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA INVENTIVA

REGULAMENTO PROGRAMA INVENTIVA REGULAMENTO PROGRAMA INVENTIVA 1. OBJETIVO 1.1. O Programa Inventiva tem como objetivo apoiar a construção de protótipos de produtos inovadores no Estado de Minas Gerais. 2. BENEFICIÁRIOS 2.1. Podem ser

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 15/2013

EDITAL FAPEMIG 15/2013 EDITAL FAPEMIG 15/2013 PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação programática da Secretaria

Leia mais

APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC

APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS EDITAL Nº001/2015 - APEC O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTEC), por meio da Fundação de Amparo

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS Objetivos da apresentação Exposição dos principais detalhes do edital,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 04/2015 BOLSAS DE FORMAÇÃO DE MESTRADO E DOUTORADO

CHAMADA PÚBLICA 04/2015 BOLSAS DE FORMAÇÃO DE MESTRADO E DOUTORADO CHAMADA PÚBLICA 04/2015 BOLSAS DE FORMAÇÃO DE MESTRADO E DOUTORADO A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás - FAPEG, conforme decisão de seu Conselho Superior torna público o lançamento do presente

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA DE APOIO A POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA/SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014 Chamada de Projetos Pública 04/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO A INCLUSÃO SOCIAL PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 2014 A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DCR/CEARÁ EDITAL FUNCAP/CNPq Nº 02/2012 DCR A FUNCAP, vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior SECITECE, em parceria

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO E EMPREGO CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS DE PALMAS - CIAP Palmas TO Ciap CENTRO DE INOVAÇÃO E ACELERAÇÃO DE EMPRESAS

Leia mais

Edital MCT/CNPq/CT-Mineral nº 01/2003

Edital MCT/CNPq/CT-Mineral nº 01/2003 Edital MCT/CNPq/CT-Mineral nº 01/2003 Seleção pública de propostas para apoio a projetos de pesquisa para o desenvolvimento de metodologias de prospecção geoquímica aplicáveis às especificidades da Amazônia

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS DE P&D DA CELG DISTRIBUIÇÃO PARA O PROGRAMA 2014/2015

CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS DE P&D DA CELG DISTRIBUIÇÃO PARA O PROGRAMA 2014/2015 CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS DE P&D DA CELG DISTRIBUIÇÃO PARA O PROGRAMA 2014/2015 DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA E PESQUISA DP-DPTN DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E EXPANSÃO DP Goiânia, GO Janeiro/2014 CHAMADA

Leia mais

EDITAL FAPEMA Nº 003/2013 AREC

EDITAL FAPEMA Nº 003/2013 AREC GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO ESTADO DO MARANHÃO APOIO A REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTIFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO AREC EDITAL FAPEMA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO EDITAL BIC FAPEMA - UNIVERSIDADE PARTICULAR

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO EDITAL BIC FAPEMA - UNIVERSIDADE PARTICULAR GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO EDITAL BIC FAPEMA - UNIVERSIDADE PARTICULAR EDITAL FAPEMA Nº 14/2014 BIC PARTICULAR O Governo do

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA N 002/2008 Fortalecimento da Ciência: Pesquisa em Gênero

CHAMADA PÚBLICA N 002/2008 Fortalecimento da Ciência: Pesquisa em Gênero CHAMADA PÚBLICA N 002/2008 Fortalecimento da Ciência: Pesquisa em Gênero TERMOS DA CHAMADA PÚBLICA N 002/2008 A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás FAPEG, em consonância com o Pacto Goiano

Leia mais

Programa Bolsa Sênior

Programa Bolsa Sênior Chamada Pública 18/2012 Programa Bolsa Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

EDITAL FAPES N 006/2012 ESTÁGIO TÉCNICO-CIENTÍFICO E VISITA TÉCNICO-CIENTÍFICA

EDITAL FAPES N 006/2012 ESTÁGIO TÉCNICO-CIENTÍFICO E VISITA TÉCNICO-CIENTÍFICA EDITAL FAPES N 006/2012 ESTÁGIO TÉCNICO-CIENTÍFICO E VISITA TÉCNICO-CIENTÍFICA Edital de chamada para seleção de propostas de auxílio para estágio técnicocientífico e de visita técnico-científica A Fundação

Leia mais

Programa de Bolsas de Pós-Doutorado

Programa de Bolsas de Pós-Doutorado Chamada Pública 08/2012 Programa de Bolsas de Pós-Doutorado A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (Fundação Araucária) em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

APOIO A REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº 002/2015 - AREC

APOIO A REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº 002/2015 - AREC APOIO A REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº 002/2015 - AREC O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTEC, por

Leia mais

EDITAL FAPAC /CNPq N 05/2014. PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR- ICJ. FAPAC/CNPq

EDITAL FAPAC /CNPq N 05/2014. PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR- ICJ. FAPAC/CNPq EDITAL FAPAC /CNPq N 05/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR- ICJ. FAPAC/CNPq A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre FAPAC, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL FAPEMA Nº 015 / 2015 SNCT

PROGRAMA DE APOIO À SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL FAPEMA Nº 015 / 2015 SNCT PROGRAMA DE APOIO À SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL FAPEMA Nº 015 / 2015 SNCT PRORROGADO - Data limite da inscrição on-line: 10/08/2015 O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA ITSM/UFSM - INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UFSM

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA ITSM/UFSM - INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UFSM UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA ITSM/UFSM - INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA UFSM EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA INGRESSO NA ITSM/UFSM INCUBADORA DE EMPRESAS,

Leia mais

PROGRAMA PRÓ-AMAZÔNIA: BIODIVERSIDADE E SUSTENTABILIDADE EDITAL Nº 047 / 2012

PROGRAMA PRÓ-AMAZÔNIA: BIODIVERSIDADE E SUSTENTABILIDADE EDITAL Nº 047 / 2012 PROGRAMA PRÓ-AMAZÔNIA: BIODIVERSIDADE E SUSTENTABILIDADE EDITAL Nº 047 / 2012 A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes, no uso de suas atribuições, estabelecida nos

Leia mais

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA. EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA FAPESC nº 01/2015 PROEVENTOS 2015/2016

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA. EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA FAPESC nº 01/2015 PROEVENTOS 2015/2016 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA FAPESC nº 01/2015 PROEVENTOS 2015/2016 A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESTADO DE SANTA CATARINA FAPESC torna pública a presente Chamada, convidando pesquisadores

Leia mais

EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES. Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP

EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES. Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP PAEP Programa de Apoio a Eventos no País EDITAL CAPES N 004/2012/ CAPES Seleção pública de propostas de projetos de eventos voltados ao Programa de Apoio a Eventos no País - PAEP A Fundação Coordenação

Leia mais

EDITAL FAPESB 10/2013 PROGRAMA DE INFRAESTRUTURA DE PESQUISA

EDITAL FAPESB 10/2013 PROGRAMA DE INFRAESTRUTURA DE PESQUISA EDITAL FAPESB 10/2013 PROGRAMA DE INFRAESTRUTURA DE PESQUISA Edital para seleção de propostas visando o fortalecimento da Infraestrutura de pesquisa e produção de conhecimento no Estado da Bahia. A Fundação

Leia mais

EDITAL Nº 139/2013 de 22 de Agosto de 2013

EDITAL Nº 139/2013 de 22 de Agosto de 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS GABINETE DO REITOR Avenida Professor Mário Werneck, 2590, Bairro

Leia mais

Para atender o presente Edital, os projetos deverão estar enquadrados em uma das seguintes modalidades:

Para atender o presente Edital, os projetos deverão estar enquadrados em uma das seguintes modalidades: GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA (SEDECT) FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO PARÁ (FAPESPA) SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PESQUENAS EMPRESAS

Leia mais

Edital PROPP 02/2015. Auxílio Financeiro a Pesquisador da UFOP Custeio

Edital PROPP 02/2015. Auxílio Financeiro a Pesquisador da UFOP Custeio Edital PROPP 02/2015 Auxílio Financeiro a Pesquisador da UFOP Custeio 1. Apresentação 1.1. De acordo com a Resolução CEPE 5.705 de 2014, o Auxílio Financeiro a Pesquisador destina-se ao financiamento de

Leia mais

EDITAL FAPERN/CAPES 012/2012 PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO

EDITAL FAPERN/CAPES 012/2012 PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL FAPERN/CAPES 012/2012 PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN), vinculada à Secretaria de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 09/2014 AUXÍLIO PARA PUBLICAÇÃO EM EVENTOS

Leia mais

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado

Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Chamada Pública 11/2014 Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado Acordo CAPES/FA A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA) em parceria com a Coordenação

Leia mais

Edital FAPERJ n.º 34/2012 PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO Capes/FAPERJ 2012

Edital FAPERJ n.º 34/2012 PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO Capes/FAPERJ 2012 Edital FAPERJ n.º 34/2012 PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO Capes/FAPERJ 2012 O Ministério da Educação, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes, e o Governo do Estado

Leia mais

EDITAL FACEPE 08/2015 COOPERAÇÃO INTERNACIONAL FACEPE - MIT

EDITAL FACEPE 08/2015 COOPERAÇÃO INTERNACIONAL FACEPE - MIT EDITAL FACEPE 08/2015 COOPERAÇÃO INTERNACIONAL FACEPE - MIT A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) e o Massachusetts Institute of Technology (MIT) tornam público o

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS AO SGPP

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS AO SGPP REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS AO SGPP Este regulamento elaborado pela equipe de profissionais do IIEP, passa a vigorar a partir de 01/01/2010. 1. DO OBJETO Este regulamento tem por objetivo guiar

Leia mais

Apoio a Projetos de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação Cooperação Internacional: Fundação Araucária / INRIA / INS2i-CNRS

Apoio a Projetos de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação Cooperação Internacional: Fundação Araucária / INRIA / INS2i-CNRS Chamada Pública 14 /2015 Apoio a Projetos de Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação Cooperação Internacional: Fundação Araucária / INRIA / INS2i-CNRS A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 068/2012 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS

CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 068/2012 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 068/2012 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE INCENTIVO AO PESQUISADOR

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE INCENTIVO AO PESQUISADOR EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE INCENTIVO AO PESQUISADOR A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Ciência e Emprego SETUE por meio da Diretoria de Ciência e Tecnologia

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2015

PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA MODALIDADE: MESTRADO E DOUTORADO EDITAL Nº. 01/2015 O Presidente da FUNCAP, Prof. Francisco César de Sá Barreto, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais,

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL PROCESSO FPTI-BR Nº. 0001/2014 EDITAL Nº. 020/2014

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL PROCESSO FPTI-BR Nº. 0001/2014 EDITAL Nº. 020/2014 FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL PROCESSO FPTI-BR Nº. 0001/2014 EDITAL Nº. 020/2014 A Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil (FPTI-BR), por meio do PTI Ciência, Tecnologia e Inovação (PTI C,T+I),

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 02/2011 FBN X ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS SEM FINS LUCRATIVOS SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA PROJETOS REFERENTES AO PROGRAMA LIVRO ABERTO NA AÇÃO FOMENTO A PROJETOS CULTURAIS

Leia mais

RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima

RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima RESUMO DA CHAMADA MCTI/CNPq/ANA Nº 23/2015 Pesquisa em Mudança do Clima Salvador Nov/2015 I - CHAMADA A referida chamada tem por objetivo selecionar propostas para apoio financeiro a projetos de desenvolvimento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APOIO A MELHORIA DO ENSINO DE GRADUAÇÃO Edital de Melhoria dos Laboratórios de Ensino

Leia mais

EDITAL FACEPE 19/2015

EDITAL FACEPE 19/2015 EDITAL FACEPE 19/2015 APOIO AO PROGRAMA DE EXCELÊNCIA EM PESQUISA- PROEP CENTRO DE PESQUISAS AGGEU MAGALHÃES CPqAM Convênio FIOCRUZ-FACEPE A Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) e a Fundação de Amparo à Ciência

Leia mais

Rua Melo Moraes, 354, CEP 57020-330 Centro Maceió - Alagoas Fone: 82 3315 2200/3315 2232. E-mail: atendimento@fapeal.br

Rua Melo Moraes, 354, CEP 57020-330 Centro Maceió - Alagoas Fone: 82 3315 2200/3315 2232. E-mail: atendimento@fapeal.br Edital FAPEAL N o 07/2015 PROGRAMA ESPECIAL DE BOLSAS DE PÓS-GRADUAÇÃO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA CAPES/FAPEAL - Termo de Cooperação Técnica e Acadêmica Processo 23038.007934/2010 RETIFICADO EM 04/09/2015

Leia mais

EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS

EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS Edital para seleção de propostas de apoio à Organização de Olimpíadas de Ciências no Estado da Bahia

Leia mais

Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015

Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015 Programa de Apoio à Produção de Material Didático para a Educação Básica Projeto Água EDITAL ANA-CAPES/DEB Nº 18/2015 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, instituída como

Leia mais

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO - INCUBADORA FUNORTE PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA FUNORTE - IF

EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO - INCUBADORA FUNORTE PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA FUNORTE - IF EDITAL DE FLUXO CONTÍNUO - INCUBADORA FUNORTE PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA FUNORTE - IF As Faculdades Unidas / Integradas do Norte de Minas - FUNORTE, convida pessoas físicas ou jurídicas

Leia mais

Demandas do Programa anual de Pesquisa e Desenvolvimento da CEMIG ano 2011/2012. Tema: Meio Ambiente

Demandas do Programa anual de Pesquisa e Desenvolvimento da CEMIG ano 2011/2012. Tema: Meio Ambiente Demandas do Programa anual de Pesquisa e Desenvolvimento da CEMIG ano 2011/2012 Tema: Meio Ambiente 1.1 - Avaliação da dinâmica migratória de espécies de peixes nativos da bacia do Rio Jequitinhonha com

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS DE P&D DA CELG DISTRIBUIÇÃO PARA O PROGRAMA 2015/2016

CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS DE P&D DA CELG DISTRIBUIÇÃO PARA O PROGRAMA 2015/2016 CHAMADA PÚBLICA PARA PROJETOS DE P&D DA CELG DISTRIBUIÇÃO PARA O PROGRAMA 2015/2016 DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA E PESQUISA DP-DPTN DIRETORIA TÉCNICA DT Goiânia, GO Junho/2015 CHAMADA PARA PROJETOS DE P&D

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Financiado pelo FUNDO SETORIAL DE INFORMÁTICA

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Financiado pelo FUNDO SETORIAL DE INFORMÁTICA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA SECRETARIA DE POLÍTICA E INFORMÁTICA - SEPIN CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO - CNPq FIANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP Financiado

Leia mais

APOIO À DIFUSÃO DE AMBIENTE DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIA DIGITAL NO ESTADO DO MARANHÃO EDITAL Nº 035 / 2015 STARTUPS

APOIO À DIFUSÃO DE AMBIENTE DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIA DIGITAL NO ESTADO DO MARANHÃO EDITAL Nº 035 / 2015 STARTUPS APOIO À DIFUSÃO DE AMBIENTE DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIA DIGITAL NO ESTADO DO MARANHÃO EDITAL Nº 035 / 2015 STARTUPS PRORROGADO Data limite para submissão eletrônica das propostas: 23/10/2015 O Governo do

Leia mais

Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016

Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016 Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias do Estado do Paraná Edital 2015/2016 A FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARANÁ, por sua Gerência de Fomento e Desenvolvimento e Gerência da Central

Leia mais

Edital FAPERJ N.º 44/2014 (Parceria CAPES/FAPERJ) PROGRAMA DE APOIO AO PÓS-DOUTORADO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PAPDRJ 2014

Edital FAPERJ N.º 44/2014 (Parceria CAPES/FAPERJ) PROGRAMA DE APOIO AO PÓS-DOUTORADO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PAPDRJ 2014 Edital FAPERJ N.º 44/2014 (Parceria CAPES/FAPERJ) PROGRAMA DE APOIO AO PÓS-DOUTORADO NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PAPDRJ 2014 A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ EDITAL N 01/2014/Unifei/PROEX, DE 28 de ABRIL de 2014, FINANCIAMENTO DE PROJETOS E PROGRAMAS DE EXTENSÃO DA UNIFEI (EDITAL RETIFICADO) A

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DCR / EDITAL 007 /2014

PROGRAMA DE BOLSAS DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DCR / EDITAL 007 /2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DCR / EDITAL 007 /2014 A FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE FAPERN, por meio de recursos do FUNTEC, sob

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO EDITAL N. 029 / 2015 BPD

PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO EDITAL N. 029 / 2015 BPD PROGRAMA DE BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO EDITAL N. 029 / 2015 BPD O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTI, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE

INCUBADORAS DE EMPRESAS. EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE INCUBADORAS DE EMPRESAS EDITAL SEBRAE/ANPROTEC 01/2015 Implantação e Certificação do CERNE Brasília, 2015 O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE, entidade associativa de Direito

Leia mais

3. REQUISITOS PARA AS PROPOSTAS DE PROJETO

3. REQUISITOS PARA AS PROPOSTAS DE PROJETO TRACTEBEL ENERGIA PROGRAMA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO CHAMADA 2015 Em conformidade com a Lei n o 9.991 de 24 de julho de 2000, a Tractebel Energia investe anualmente em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento

Leia mais

1. DA CONVOCAÇÃO 2. DO OBJETO

1. DA CONVOCAÇÃO 2. DO OBJETO GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO PARÁ (FAPESPA) SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PESQUENAS EMPRESAS (SEBRAE/PA) EDITAL N 008/2011 CONCESSÃO DE BOLSAS PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

RETIFICAÇÃO EDITAL Nº 17/2015 AUXÍLIO DE DIÁRIAS PARA PUBLICAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS

RETIFICAÇÃO EDITAL Nº 17/2015 AUXÍLIO DE DIÁRIAS PARA PUBLICAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS INTERNACIONAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS RETIFICAÇÃO EDITAL Nº 17/2015 AUXÍLIO DE DIÁRIAS PARA

Leia mais

Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL -

Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL - Edital FAPESB/SECTI/SECOMP/SEBRAE/IEL/REDE SOCIAL 001/2006 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO - EMPREENDEDOR SOCIAL - A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB e a Secretaria

Leia mais

Lançamento da chamada no Diário Oficial da União (DOU) 4 de agosto de 2004. Submissão das propostas (formulário eletrônico) Até 17 de setembro de 2004

Lançamento da chamada no Diário Oficial da União (DOU) 4 de agosto de 2004. Submissão das propostas (formulário eletrônico) Até 17 de setembro de 2004 MCT/CNPq Nº 021/2004 - RHAE-Inovação Programa de Recursos Humanos para Atividades Estratégicas em Apoio à Inovação Tecnológica RHAE-Inovação para a Política Industrial Tecnológica e de Comércio Exterior

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 080/2012 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS

CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 080/2012 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS CHAMADA PÚBLICA IPEA/PNPD Nº 080/2012 - SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos

Leia mais

EDITAL 014/2014 PROGRAMA DE APOIO À MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS MULTIUSUÁRIOS

EDITAL 014/2014 PROGRAMA DE APOIO À MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS MULTIUSUÁRIOS EDITAL 014/2014 PROGRAMA DE APOIO À MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS MULTIUSUÁRIOS A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO AMAZONAS FAPEAM torna público o lançamento do Edital do Programa de Apoio à Manutenção

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/AT INFRAESTRUTURA DE PESQUISA EM UNIVERSIDADES PRIVADAS 07/2010

CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/AT INFRAESTRUTURA DE PESQUISA EM UNIVERSIDADES PRIVADAS 07/2010 CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/AT INFRAESTRUTURA DE PESQUISA EM UNIVERSIDADES PRIVADAS 07/2010 APOIO A PROJETOS INSTITUCIONAIS DE IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE PESQUISA EM UNIVERSIDADES PRIVADAS COM TRADIÇÃO

Leia mais

Edital de Seleção de Projetos de Iniciação Científica 02/2015

Edital de Seleção de Projetos de Iniciação Científica 02/2015 O Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL, através da sua Coordenação de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão (COPPE), no âmbito d o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/FAPEAL

Leia mais

Edital FAPERJ Nº 12/2015 - Apoio Emergencial para os Programas e Cursos de Pósgraduação Stricto Sensu do Estado do Rio de Janeiro - 2015

Edital FAPERJ Nº 12/2015 - Apoio Emergencial para os Programas e Cursos de Pósgraduação Stricto Sensu do Estado do Rio de Janeiro - 2015 Edital FAPERJ Nº 12/2015 - Apoio Emergencial para os Programas e Cursos de Pósgraduação Stricto Sensu do Estado do Rio de Janeiro - 2015 O Governo do Estado do Rio de Janeiro, a Secretaria de Estado de

Leia mais

EDITAL FAPESB N o 025/2014 APOIO A PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADOS PROFISSIONAIS

EDITAL FAPESB N o 025/2014 APOIO A PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADOS PROFISSIONAIS EDITAL FAPESB N o 025/2014 APOIO A PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADOS PROFISSIONAIS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, órgão vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia

Leia mais

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Instituto Oswaldo Cruz

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Instituto Oswaldo Cruz Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Biologia Computacional e Sistemas CHAMADA DE SELEÇÃO PÚBLICA de Candidatos ao Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Biologia Computacional e Sistemas em

Leia mais

PROGRAMA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO PARA O SETOR ELÉTRICO BAESA/ENERCAN INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS P&D

PROGRAMA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO PARA O SETOR ELÉTRICO BAESA/ENERCAN INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS P&D PROGRAMA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO PARA O SETOR ELÉTRICO BAESA/ENERCAN INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS P&D Conforme a Lei 9.991/2000, as concessionárias de geração de energia elétrica

Leia mais