MISSÃO DA MIND LAB. Reforçar diversas habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MISSÃO DA MIND LAB. Reforçar diversas habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas."

Transcrição

1 MIND LAB

2 MISSÃO DA MIND LAB Reforçar diversas habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas. Ajudar os alunos se transformarem em indivíduos íntegros e realizados.

3 SOBRE A MIND LAB Fundada em Apresenta uma abordagem única e inovadora para o desenvolvimento e construção de estratégias de pensamento e habilidades para a vida através de jogos de raciocínio.

4 OBJETIVOS DA METODOLOGIA Contribui para o desenvolvimento e a capacidade de pensar, incluindo a habilidade de planejar e tomar decisões, resolver problemas, utilizar a lógica, aprimorar a memória e desenvolver o pensamento crítico. Fortalece as habilidades emocionais, sociais e éticas.

5 OBJETIVOS DA METODOLOGIA Desenvolvimento da consciência Habilidades do pensamento Fortalecimento das habilidades para a vida Transferência Interdisciplinar

6 REFLETINDO... A parte mais importante da Metodologiaéanoçãodequeamaneira mais eficaz de aprender é através de uma experiência concreta e intensa, que deixa um gostinho de quero mais. Jogar é um exemplo perfeito dessa experiência é divertido, emocionante e estimula e envolvimento. A Metodologia Mind Lab tanto estimula o aprendizado quanto simula a vida real.

7 HABILIDADES PROMOVIDAS COM A METODOLOGIA MIND LAB COGNITIVAS Resolução de problemas Tomada de decisões. Planejar com antecedência Pensamento lógico Habilidades de linguagem

8 HABILIDADES PROMOVIDAS COM A METODOLOGIA MIND LAB EMOCIONAIS Lidar com emoções Adiar recompensas Paciência e perseverança Aprender com erros Autodisciplina

9 HABILIDADES PROMOVIDAS COM A METODOLOGIA MIND LAB SOCIAIS Trabalho em grupo e cooperação Lidar com a competição Comunicar-se com eficiência Respeitar as regras Aceitar os outros

10 HABILIDADES PROMOVIDAS COM A METODOLOGIA MIND LAB ÉTICAS Respeitar, tolerar e viver a diferença Agir positivamente para o bem comum

11 REFLETINDO... Os jogos de raciocínio, na metodologia MenteInovadora, são recursos significativos que proporcionam situações de simulação da vida, espaços lúdicos para enfrentar desafios, levantar hipóteses, desenvolver estratégias de pensamento e outras habilidades necessárias para a trajetória escolar e para a vida.

12 MÉTODOS METACOGNITIVOS Os métodos metacognitivos são recursos norteadores e organizadores do pensamento e das ações, que podem ser utilizados nas mais diferentes situações de vida. Os métodos contribuem no desenvolvimento de atitudes mais responsáveis e construídas por meio do raciocínio, o que implica em planejamento, tomada de decisões e oportunizam o aprimoramento de habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas.

13 MÉTODO DO SEMÁFORO Assim como o semáforo orienta o trânsito, o Método do Semáforo nos ajuda a organizar os pensamentos e agir de forma consciente e com responsabilidade. VERMELHO Atenção voltada para o meio exterior. AMARELO Atenção voltada para o interior. VERDE A atenção volta-se do interior para o exterior: mudança de foco.

14 MÉTODO DO SEMÁFORO

15 MÉTODO DO DETETIVE Como um bom detetive, é imprescindível perguntar, buscar pistas e organizar as informações para ter clareza da situação. É um método que contribui na investigação de uma situação problema, por meio de perguntas, para produzir e descobrir pistas, dados e informações que possibilitam criar situações.

16 OUTROS MÉTODOS... Método do Espelho. Método da Árvore do pensamento. Método das Aves Migratórias. Método da Tentativa e Erro. Método da Filmadora. Método da Escada. Método do Filtro. Método do Pintor.

17 JOGO CARTÃO VERMELHO Aprendendo o jogo!

18 JOGANDO Contextualizando: Histórico do jogo e regras. 2- Aprendendo o jogo. 3- Jogando Cartão Vermelho 3.1- Estudando estratégias e métodos.

19 JOGANDO Explorar o Método do Semáforo no jogo cartão vermelho. 4.1 O que é importante fazer antes de jogar? Que cor devemos ligar no nosso semáforo interno? O que a luz vermelha (amarela/verde) nos orienta a fazer? O que devemos planejar nessa situação? De acordo com o Método do Semáforo, após parar, observar para reconhecer oportunidades (no vermelho) e planejar a jogada (no amarelo), o que devemos fazer?

20 JOGANDO Sínteses, transcendências e registros: 5.1 Em sua opinião, o Método do Semáforo pode ser aplicado fora da aula do Programa MenteInovadora? Em que situações podemos usar nosso Semáforo Interno? Solicitar mais exemplos em que o Método do Semáforo pode ser utilizado.

21 FECHAMENTO: UM EXERCÍCIO DE REFLEXÃO Registro das impressões e comentários do jogo e da lição. Retomada do processo. Refletir sobre a importância de planejarmos as nossas ações.

22 PRÓXIMOS JOGOS! Hora do Rush Pirâmide Passagem subterrânea

23 FINALIZANDO!

Mind Lab. Rua Humberto I, 220 Conj 22 São Paulo SP

Mind Lab. Rua Humberto I, 220 Conj 22 São Paulo SP Mind Lab Rua Humberto I, 220 Conj 22 São Paulo SP www.mindlab-brasil.com.br Mind Lab 15 anos mais de 34 países + de 1 Milhão de alunos Brasil, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Espanha, Itália, Hungria, Turquia,

Leia mais

Israel 1994 mundo 2004 Brasil 2006

Israel 1994 mundo 2004 Brasil 2006 AS ORIGENS Os primeiros estudos e aplicações de uma metodologia para desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, emocionais e éticas por meio de jogos de raciocínio foram iniciados em Israel em

Leia mais

Programa MenteInovadora. Introdução à Metodologia Mind Lab

Programa MenteInovadora. Introdução à Metodologia Mind Lab Programa MenteInovadora Introdução à Metodologia Mind Lab Bem-vindos ao Programa MenteInovadora! Sobre a Mind Lab A missão da Mind Lab é preparar as próximas gerações para os complexos desafios do século

Leia mais

Vivendo e Aprendendo a Jogar Cidinha, Nilcéa, Lúcia Helena e Silvana

Vivendo e Aprendendo a Jogar Cidinha, Nilcéa, Lúcia Helena e Silvana Vivendo e Aprendendo a Jogar Cidinha, Nilcéa, Lúcia Helena e Silvana EMEFEI Oscar Novakoski - Dois Córregos São Paulo, 18 de agosto de 2012. A Metodologia do Programa MenteInovadora O que é a Metodologia

Leia mais

Avaliações Mind Lab Devolutiva Lançamento 2017

Avaliações Mind Lab Devolutiva Lançamento 2017 Avaliações Mind Lab Devolutiva 2016 + Lançamento 2017 Em 2016, os alunos da escola foram submetidos à Avaliação MenteInovadora em formato digital com o intuito de situar seus desempenhos em 3 competências

Leia mais

MERGULHANDO NO SABER: CONSTRUINDO HABILIDADES DE IDENTIFICAÇÃO, PERCEPÇÃO E ORIENTAÇÃO ESPACIAL POR MEIO DO JOGO SUBMARINOS.

MERGULHANDO NO SABER: CONSTRUINDO HABILIDADES DE IDENTIFICAÇÃO, PERCEPÇÃO E ORIENTAÇÃO ESPACIAL POR MEIO DO JOGO SUBMARINOS. MERGULHANDO NO SABER: CONSTRUINDO HABILIDADES DE IDENTIFICAÇÃO, PERCEPÇÃO E ORIENTAÇÃO ESPACIAL POR MEIO DO JOGO SUBMARINOS. Palestrantes: Andréa Carvalho, Eulélia Botelho,Letícia Colares,Luiza Angelita

Leia mais

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância Colégio Valsassina Modelo pedagógico do jardim de infância Educação emocional Aprendizagem pela experimentação Educação para a ciência Fatores múltiplos da inteligência Plano anual de expressão plástica

Leia mais

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo será o 0006-LS e entrará em vigor no 1º semestre letivo de 2018.

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo será o 0006-LS e entrará em vigor no 1º semestre letivo de 2018. RESOLUÇÃO CONSEPE 30/2017 ALTERA MATRIZ CURRICULAR, BEM COMO, EMENTAS E OBJETIVOS DO CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA: CLÍNICA E INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF E APROVA

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL I. Reconhecer e distinguir os sentimentos. Palavras e Sentimentos. 2 aulas

ENSINO FUNDAMENTAL I. Reconhecer e distinguir os sentimentos. Palavras e Sentimentos. 2 aulas ENSINO FUNDAMENTAL I Palavras e Sentimentos Em prosa e verso Reconhecer e distinguir os Roda de conversa: explorar os diversos ; incentivar os alunos a perceberem o valor do que sentimos; explicar a importância

Leia mais

Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS

Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS Passo a Passo da Venda de MÓVEIS PLANEJADOS Instrutor/Orientador Sigmar Sabin www. sigmarsabin.com.br comercial@ sigmarsabin.com.br 41.99666.8183 Whats APOIO Gandara Representações Realização Parabéns!!!

Leia mais

NÃO ME ATRAPALHE, MÃE EU ESTOU APRENDENDO! COMO OS VIDEOGAMES ESTÃO PREPARANDO NOSSOS FILHOS PARA O SUCESSO NO SÉCULO XXI E COMO VOCÊ PODE AJUDAR?

NÃO ME ATRAPALHE, MÃE EU ESTOU APRENDENDO! COMO OS VIDEOGAMES ESTÃO PREPARANDO NOSSOS FILHOS PARA O SUCESSO NO SÉCULO XXI E COMO VOCÊ PODE AJUDAR? NÃO ME ATRAPALHE, MÃE EU ESTOU APRENDENDO! COMO OS VIDEOGAMES ESTÃO PREPARANDO NOSSOS FILHOS PARA O SUCESSO NO SÉCULO XXI E COMO VOCÊ PODE AJUDAR? Aline Nadal 1 Fernanda Batistela 2 PALAVRAS CHAVE: Jogos

Leia mais

Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias

Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias Ano 02

Leia mais

REFLETINDO SOBRE AS COMPETÊNCIAS DE UM PROFESSOR

REFLETINDO SOBRE AS COMPETÊNCIAS DE UM PROFESSOR REFLETINDO SOBRE AS COMPETÊNCIAS DE UM PROFESSOR Aula 5 META Apresentar as competências esperadas de um professor OBJETIVOS Ao nal desta aula, o aluno deverá: reconhecer as principais competências que

Leia mais

Manual do Aluno Engenharia Insper i

Manual do Aluno Engenharia Insper i Manual do Aluno Engenharia Insper i Capítulo 1 A visão do Insper para a Engenharia A missão dos cursos de engenharia do Insper é: Desenvolver jovens engenheiros que estarão preparados para reconhecer as

Leia mais

O REFORÇO COMO DIREITO DE APRENDER OU COMO AÇÃO PALIATIVA DA ESCOLA FRENTE À SUA DIFICULDADE EM LIDAR COM AS DIFERENÇAS DE APRENDIZAGEM

O REFORÇO COMO DIREITO DE APRENDER OU COMO AÇÃO PALIATIVA DA ESCOLA FRENTE À SUA DIFICULDADE EM LIDAR COM AS DIFERENÇAS DE APRENDIZAGEM O REFORÇO COMO DIREITO DE APRENDER OU COMO AÇÃO PALIATIVA DA ESCOLA FRENTE À SUA DIFICULDADE EM LIDAR COM AS DIFERENÇAS DE APRENDIZAGEM Lethicia Ormedo Leite Canhete1; Liliane Thomaz dos Santos2; Almerinda

Leia mais

Uma palavra sobre a terminologia

Uma palavra sobre a terminologia Introdução O Mapa Mental (Mind Map ) é uma ferramenta dinâmica e estimulante que contribui para que o pensamento e o planejamento se tornem atividades mais inteligentes e rápidas. A criação de um Mapa

Leia mais

O professor do século XXI: desenvolvendo habilidades socioemocionais

O professor do século XXI: desenvolvendo habilidades socioemocionais O professor do século XXI: desenvolvendo habilidades socioemocionais A escola da atualidade Temos alunos do século XXI, professores do século XX e metodologia do século XIX. Mário Sérgio Cortella Paradigmas

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Cuidando de mim, do outro e do meio Mês: Novembro Habilidade Sócio emocional: Este projeto visa promover atividades e dinâmicas que estimulem os alunos a valorizar os

Leia mais

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ANTÔNIO CARLOS RAMOS PEREIRA CHEFE DE GABINETE

Leia mais

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR 2ª versão A ÁREA DE MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR 2ª versão A ÁREA DE MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR 2ª versão A ÁREA DE MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL Professor fabriciolassi@gmail.com MATEMÁTICA na BNCC COMPLEXIDADE crescente Resolução de Problemas Situações desafiadoras

Leia mais

REPENSANDO A EDUCAÇÃO FÍSICA PARA UNA NOVA PRÁTICA ESCOLAR

REPENSANDO A EDUCAÇÃO FÍSICA PARA UNA NOVA PRÁTICA ESCOLAR NÚCLEO DE ESTUDOS EM METODOLOGIA E PLANEJAMENTO DO ENSINO DA CULTURA CORPORAL NEPECC - UFU REPENSANDO A EDUCAÇÃO FÍSICA PARA UNA NOVA PRÁTICA ESCOLAR Prof. Dr. Gabriel H. Muñoz Palafox. Copyright, 1998

Leia mais

1. Informações gerais

1. Informações gerais Questionário de Avaliação (Pós-oficina) - Professor da turma Oficina App Inventor Escola: Turma: Data: 1. Informações gerais Nome do Professor da turma Idade 18-29 anos 30-39 anos 40-59 anos 60-69 anos

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO ESCOLAR

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO ESCOLAR CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO ESCOLAR ROTEIRO DE AULA MÓDULO 8 O impacto da neurociência na sala de aula Neuroaprendizagem :as novas formas do conhecimento e cognição como elemento de transformação

Leia mais

COMUNICAÇÕES ORAIS - ARTE E ENSINO DE MATEMÁTICA O MISTÉRIO DOS NÚMEROS

COMUNICAÇÕES ORAIS - ARTE E ENSINO DE MATEMÁTICA O MISTÉRIO DOS NÚMEROS COMUNICAÇÕES ORAIS - ARTE E ENSINO DE MATEMÁTICA O MISTÉRIO DOS NÚMEROS FLAVÍO BRITO DA SILVA, VALFRIDO COSTA DA SILVA. A amostra O mistério dos números (conjuntos numéricos), é um evento de cunho apresentativo

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia

GEOGRAFIA UNIVERSOS. Por que escolher a coleção Universos Geografia UNIVERSOS GEOGRAFIA Por que escolher a coleção Universos Geografia 1 Pensada a partir do conceito SM Educação Integrada, oferece ao professor e ao aluno recursos integrados que contribuem para um processo

Leia mais

Projeto Educação na Interdisciplinaridade. Sustentabilidade na Escola. Oficina de Garagem

Projeto Educação na Interdisciplinaridade. Sustentabilidade na Escola. Oficina de Garagem Projeto Educação na Interdisciplinaridade Sustentabilidade na Escola Oficina de Garagem São Paulo 2016 Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas mudam o mundo Paulo Freire Apresentação

Leia mais

Dinâmica do Dia Mundial da Água

Dinâmica do Dia Mundial da Água Dinâmica do Dia Mundial da Água 1 No dia 22 de março, é comemorado o Dia Mundial da Água. A ONU criou essa data em 1993 após constatar grandes índices de poluição ambiental no planeta, por isso, este dia

Leia mais

PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I

PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I MÓDULO TEMAS CONTEÚDO CONCEITUAL QUANTIDADE DE AULAS DESCOBRINDO A SI MESMO A importância dos nomes Estou mudando Em prosa e verso Descobrir a si mesmo e compreender

Leia mais

As descobertas da primeira infância

As descobertas da primeira infância As descobertas da primeira infância Uma característica natural dos seres humanos é o prazer pela descoberta. Ao nos depararmos com o novo, imediatamente sentimos o desejo de nos apropriarmos da novidade,

Leia mais

Encontro 4 Tema: HABILIDADES SOCIAIS

Encontro 4 Tema: HABILIDADES SOCIAIS PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO FAMILIAR Serviço de Atendimento Psicopedagógico Silvany Brasil Serviço Socioeducacional Divaneid Araújo Encontro 4 Tema: HABILIDADES SOCIAIS 08 de abril de 2015 A redução ou eliminação

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE JOGOS DA MIND LAB NAS FORMAÇÕES DE PROFESSORAS E PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE

UTILIZAÇÃO DE JOGOS DA MIND LAB NAS FORMAÇÕES DE PROFESSORAS E PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE ciedade Brasileira Educação na Contemporaneidade: desafios e possibilidades São Paulo SP, 1 a 1 de julho de 201 UTILIZAÇÃO DE JOGOS DA MIND LAB NAS FORMAÇÕES DE PROFESSORAS E PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL

Leia mais

II Seminário de Metodologia do Ensino de Educação Física da FEUSP 2008 Relato de experiência

II Seminário de Metodologia do Ensino de Educação Física da FEUSP 2008 Relato de experiência CORPO E AUTO-IMAGEM: UM DIÁLOGO ENTRE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTES MARANTE, W.O. Laboratório de Pedagogia do Movimento Humano Escola de Educação Física e Esporte USP LAPEM EEFEUSP RESUMO Este relato tem por

Leia mais

Universidade dos Açores Campus de angra do Heroísmo Ano Letivo: 2013/2014 Disciplina: Aplicações da Matemática Docente: Ricardo Teixeira 3º Ano de

Universidade dos Açores Campus de angra do Heroísmo Ano Letivo: 2013/2014 Disciplina: Aplicações da Matemática Docente: Ricardo Teixeira 3º Ano de Universidade dos Açores Campus de angra do Heroísmo Ano Letivo: 2013/2014 Disciplina: Aplicações da Matemática Docente: Ricardo Teixeira 3º Ano de Licenciatura em Educação Básica - 1º Semestre O jogo é

Leia mais

Como jogar Cainão-Cai

Como jogar Cainão-Cai Como jogar Cainão-Cai Cai-não-cai Pode ser jogado de 2 a 4 jogadores indicado para crianças a partir de 5 anos. Como funciona o jogo O jogo é composto de um uma garrafa de plástico (PET) com um furo no

Leia mais

O jogo de Xadrez e a Educação. Daniel Góes

O jogo de Xadrez e a Educação. Daniel Góes O jogo de Xadrez e a Educação Daniel Góes Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), defendia uma educação através do contato com a natureza e propunha o uso de jogos, brinquedos, esportes, instrumentos variados,

Leia mais

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 1 INTRODUÇÃO 1.3. Os fundamentos pedagógicos da BNCC Compromisso com a formação e o desenvolvimento humano global (dimensões

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL

A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL A RELEVÂNCIA DO LÚDICO NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rita Maria Luz Freitas Soares (1) ; Luciana Rocha Paula (2) ; Ernandes Damasceno da Costa (2) ; João da Paixão

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2017

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2017 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2017 Tema: Como tudo começou: Mês: Março e Abril Habilidade Sócio emocional: Autonomia, interação, respeito, criatividade, cuidado, expressão dos sentimentos, atenção, imaginação

Leia mais

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License. Aprender a aprender a Aprender!

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License. Aprender a aprender a Aprender! This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License. Aprender a aprender a Aprender! Aprender é O que é aprender? Aprender é tomar, Aprender é

Leia mais

Agente de transformação social Orientador do desenvolvimento sócio-cognitivo do estudante Paradigma de conduta sócio-política

Agente de transformação social Orientador do desenvolvimento sócio-cognitivo do estudante Paradigma de conduta sócio-política CONCEPÇÕES DE CURRÍCULO Ana Maria Iorio Dias março/2012 Educação função social primordial a incorporação ativa de conhecimentos e experiências i produzidas por gerações e sua socialização; produção do

Leia mais

Introdução a Ciência da Computação. Prof. Andréa Iabrudi. 2012/1

Introdução a Ciência da Computação. Prof. Andréa Iabrudi. 2012/1 Introdução a Ciência da Computação Prof. Andréa Iabrudi 2012/1 andrea.iabrudi@iceb.ufop.br 2 3 Quem sou eu no DECOM? Ensino: Disciplinas Inteligência Artificial (6º. Período) Atual: Projeto e Análise de

Leia mais

APLICAÇÃO DE EQUAÇÃO DO SEGUNDO GRAU COM MATERIAIS MANIPULÁVEIS: JOGO TRILHA DAS EQUAÇÕES

APLICAÇÃO DE EQUAÇÃO DO SEGUNDO GRAU COM MATERIAIS MANIPULÁVEIS: JOGO TRILHA DAS EQUAÇÕES APLICAÇÃO DE EQUAÇÃO DO SEGUNDO GRAU COM MATERIAIS MANIPULÁVEIS: JOGO TRILHA DAS EQUAÇÕES Rafael Pereira da Silva Universidade Estadual da Paraíba rafaelpereira.jt@hotmail.com Jailson Lourenço de Pontes

Leia mais

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR Profª. Carla Verônica AULA 03 SUPERVISÃO E PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO Identificar os princípios da gestão participativa; Analisar a dialética do ambiente escolar; Perceber

Leia mais

Iniciação esportiva. Esporte. Comportamento livre, espontâneo e expressivo. Altamente organizados e competitivos.

Iniciação esportiva. Esporte. Comportamento livre, espontâneo e expressivo. Altamente organizados e competitivos. Iniciação esportiva A participação esportiva envolve a atividade física, mas pode não melhorar o condicionamento físico. As crianças são aconselhadas a praticar esportes. Brincar Comportamento livre, espontâneo

Leia mais

HIDROTABULEIRO: UMA PROPOSTA LÚDICA PARA TRABALHAR A HIDROSTÁTICA

HIDROTABULEIRO: UMA PROPOSTA LÚDICA PARA TRABALHAR A HIDROSTÁTICA HIDROTABULEIRO: UMA PROPOSTA LÚDICA PARA TRABALHAR A HIDROSTÁTICA Emmanuelle Dayane de Souza França emmanuelle.vs@gmail.com Marciana Cavalcante da Silva marcianakwy@gmail.com Isabelle Priscila Carneiro

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: JOGO CARA A CARA DE POLIEDROS

A UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: JOGO CARA A CARA DE POLIEDROS A UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: JOGO CARA A CARA DE POLIEDROS Formação de Professores e Educação Matemática (FPM) GT 08 Jailson Lourenço de PONTES jail21.jlo@gmail.com

Leia mais

Competências e Habilidades 1

Competências e Habilidades 1 Competências e Habilidades 1 Competências e Habilidades são responsáveis por operacionalizar as intenções formativas de todos os componentes curriculares, disciplinas ou não, de uma determinada Matriz

Leia mais

AUTO-FORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM

AUTO-FORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM NOVAS FORMAS DE TENDÊNCIAS SINAIS Copyright 2014 Symnetics Todos os direitos reservados afroes Afroes cria aplicativos para celulares e ferramentas para agências de desenvolvimento social e empresas corporativas,

Leia mais

Inteligência Lingüística:

Inteligência Lingüística: Inteligência Lingüística: Capacidade de lidar bem com a linguagem, tanto na expressão verbal quanto escrita. A linguagem é considerada um exemplo preeminente da inteligência humana. Seja pra escrever ou

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 T&D e Estratégia de RH Treinamento & Desenvolvimento 3 4 Coaching & Mentoring Desenvolvimento de Lideranças 1 T&D e Estratégia de RH Relembrando... Os processos

Leia mais

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios lição de casa F1 o que é? É um recurso didático que o professor propõe aos alunos para potencializar a relação dele com o objeto de conhecimento. A lição pode ter vários objetivos: Resgatar um conteúdo

Leia mais

Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut

Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut Você está preparado? Pense bem... Curso superior, pós-graduação, dois idiomas... Um Auditor Como qualquer outro profissional,

Leia mais

OBJETIVOS E CONTEÚDOS

OBJETIVOS E CONTEÚDOS OBJETIVOS E CONTEÚDOS 1º BIMESTRE SISTEMA INTERATIVO DE ENSINO História 1º ano Capítulo 1 Minha história, meu nome Explorar as fotografias de família para reconhecer a trajetória pessoal desde o nascimento;

Leia mais

PROFESSORES REFLEXIVOS EM UMA ESCOLA REFLEXIVA. ALARCÃO, ISABEL 4ª ed., São Paulo, Cortez, 2003

PROFESSORES REFLEXIVOS EM UMA ESCOLA REFLEXIVA. ALARCÃO, ISABEL 4ª ed., São Paulo, Cortez, 2003 PROFESSORES REFLEXIVOS EM UMA ESCOLA REFLEXIVA ALARCÃO, ISABEL 4ª ed., São Paulo, Cortez, 2003 CAP. 1 Alunos, professores e escola face à sociedade da informação A sociedade da informação em que vivemos;

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014

Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia Série: 2ª

Leia mais

CENTRO DE CONVIVÊNCIA ESCOLA BAIRRO

CENTRO DE CONVIVÊNCIA ESCOLA BAIRRO CENTRO DE CONVIVÊNCIA ESCOLA BAIRRO ESTRUTURA DE TRABALHO Os CCEB atendem a comunidade escolar no contra turno com oficinas diversificadas que atendem os alunos da faixa etária de 6 à 12 anos que estudam

Leia mais

Documento curricular. 2º Trimestre

Documento curricular. 2º Trimestre Documento curricular 6º ano 2º Trimestre - 2017 Matemática Caros pais, Relacionamos nos quadros abaixo os conteúdos que serão trabalhados com os alunos neste 2º trimestre. Entenda-se por conteúdos o que

Leia mais

ESTRATÉGIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE QUÍMICA: JOGO BARALHO QUÍMICO DE LIGAÇÃO QUÍMICA

ESTRATÉGIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE QUÍMICA: JOGO BARALHO QUÍMICO DE LIGAÇÃO QUÍMICA ESTRATÉGIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE QUÍMICA: JOGO BARALHO QUÍMICO DE LIGAÇÃO QUÍMICA Andrômeda Sérpa H. De Souza 1 (IC)*, Lorrayne Lacerda de Souza 1 (IC),Elise Marques Freire Cunha 2 (PQ), Jose Antônio

Leia mais

Minicurso: Jogos e Dinâmicas de Grupo. Fabiana Sanches e Rosa Maria

Minicurso: Jogos e Dinâmicas de Grupo. Fabiana Sanches e Rosa Maria Minicurso: Jogos e Dinâmicas de Grupo Fabiana Sanches e Rosa Maria As dinâmicas são instrumentos, ferramentas que estão dentro de um processo de formação e organização, que possibilitam a criação e recriação

Leia mais

CURSO Vendas Passo a Passo de Material de Construção

CURSO Vendas Passo a Passo de Material de Construção Instrutor/Orientador Sigmar Sabin www.bomdiahoje.com.br sigmarsabin@bomdiahoje.com.br 41.9666.8183 Whats CURSO Vendas Passo a Passo de Material de Construção Acomac e Parceiros desejam Boas Vindas ao Curso

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL TENENTE JOSÉ LUCIANO Projeto: JOGAR, DIVERTIR E APRENDER COM A DONA MATEMÁTICA

ESCOLA ESTADUAL TENENTE JOSÉ LUCIANO Projeto: JOGAR, DIVERTIR E APRENDER COM A DONA MATEMÁTICA ESCOLA ESTADUAL TENENTE JOSÉ LUCIANO Projeto: JOGAR, DIVERTIR E APRENDER COM A DONA MATEMÁTICA - 2015...o brinquedo desperta interesse e curiosidade... Rubem Alves Autora: Rita Siqueira Público alvo: alunos

Leia mais

Neurociências Aplicadas ao Branding MANUAL DO CURSO

Neurociências Aplicadas ao Branding MANUAL DO CURSO Neurociências Aplicadas ao Branding MANUAL DO CURSO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Relacionamento: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda a sexta 9h às 20h45

Leia mais

Jacques Therrien, UFC/UECE

Jacques Therrien, UFC/UECE Jacques Therrien, UFC/UECE ALGUNS PRINCÍPIOS QUE FUNDAMENTAM PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EDUCAR: É O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO E DE RECONSTRUÇÃO CRIATIVA DE SI E DO MUNDO SOCIAL ONDE CONVIVEMOS É

Leia mais

Missão no espaço escolar

Missão no espaço escolar Missão no espaço escolar Palestrantes: Adriana de Souza Oliveira, Denizie Eliziane Puchalski Lopes Juliana dos Santos Guatimosim, Paula Silva da Silveira E.M.E.F. Marechal Castelo Branco - E.M.E.F. Nossa

Leia mais

Unidade I Tecnologia Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 2 Aula 3.1 Conteúdo: Luz e sombra. 3 Habilidade: Reconhecer, diferenciar e saber utilizar diversas técnicas de arte, com procedimentos

Leia mais

3ª Eduardo e Ana. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

3ª Eduardo e Ana. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Matemática 3ª Eduardo e Ana 8 Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Competência 3 Foco: Espaço e Forma Utilizar o conhecimento geométrico para realizar a leitura e a representação da realidade

Leia mais

A Informática Na Educação: Como, Para Que e Por Que

A Informática Na Educação: Como, Para Que e Por Que RBEBBM -01/2001 A Informática Na Educação: Como, Para Que e Por Que Autores:José A. Valente Afiliação:Departamento de Multimeios e Nied - Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, Campinas - SP javalente@unicamp.br

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO RECURSO DIDÁTICO PARA O ENSINO DE BIOLOGIA

UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO RECURSO DIDÁTICO PARA O ENSINO DE BIOLOGIA UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO RECURSO DIDÁTICO PARA O ENSINO DE BIOLOGIA Emanuela Suassuna de Araújo (1) Begna Janine da Silva Lima (1) Universidade Federal da Paraíba, suassuna.emanuela@gmail.com (1); Universidade

Leia mais

C O L É G I O L A S A L L E

C O L É G I O L A S A L L E C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 000 - Fone (045) 35-1336 - Fax (045) 3379-58 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ DISCIPLINA: PROFESSOR(A): E-MAIL: PROGRAMA

Leia mais

Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar

Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar Iª JORNADAS IGOT DOS PROFESSORES DE GEOGRAFIA Educar para a Cidadania Contributo da Geografia Escolar Maria Helena Esteves 7 de Setembro de 2013 Apresentação O que é a Educação para a Cidadania Educação

Leia mais

Teatro para todos EMEIEF Prof. Ernesto Marcondes Rangel

Teatro para todos EMEIEF Prof. Ernesto Marcondes Rangel Teatro para todos EMEIEF Prof. Ernesto Marcondes Rangel Professor(es) Apresentador(es): Plinio de Oliveira Macedo Junior Realização: Foco do Projeto O fazer teatral é uma ferramenta pedagógica de grande

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 22 DE JUNHO DE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 22 DE JUNHO DE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 22 DE JUNHO DE 2012 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

PROBLEM GO UMA NOVA FERRAMENTA PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA.

PROBLEM GO UMA NOVA FERRAMENTA PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. PROBLEM GO UMA NOVA FERRAMENTA PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. Rafael Gustavo Sônego E.E Professor Augusto da Silva Cesar rafagutosonego@gmail.com Resumo Este trabalho apresenta um método alternativo para

Leia mais

Grupo de pesquisa: CIEI Cultura, infância e educação infantil

Grupo de pesquisa: CIEI Cultura, infância e educação infantil Educação Infantil e o Lúdico na Matemática: pontos cardeais para o trabalho docente. Acadêmicas: Alessandra Medeiros dos Santos Sônia Maria Simões Gonsalves Orientadora: Dra. Elisa dos Santos Vanti Grupo

Leia mais

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Matrizes de referência para avaliação: documento básico - SARESP. São Paulo: SEE, 2009

SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Matrizes de referência para avaliação: documento básico - SARESP. São Paulo: SEE, 2009 SÃO PAULO (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Matrizes de referência para avaliação: documento básico - SARESP. São Paulo: SEE, 2009 : PROFESSORA: Matilde Flório 1 PROFESSORA: Matilde Flório Pós-Graduada

Leia mais

ENSINANDO CONCEITOS DE QUÍMICA INSERIDOS EM SEU CONTEXTO DE APLICAÇÃO. Prof. Edilberto Felix da Silva Etec Alberto Santos Dumont Guarujá SP

ENSINANDO CONCEITOS DE QUÍMICA INSERIDOS EM SEU CONTEXTO DE APLICAÇÃO. Prof. Edilberto Felix da Silva Etec Alberto Santos Dumont Guarujá SP ENSINANDO CONCEITOS DE QUÍMICA INSERIDOS EM SEU CONTEXTO DE APLICAÇÃO Prof. Edilberto Felix da Silva Etec Alberto Santos Dumont Guarujá SP Relato de Experiência RESUMO A Química é uma ciência que deve

Leia mais

Ciclo Autoral Secretaria Municipal de Educação São Paulo

Ciclo Autoral Secretaria Municipal de Educação São Paulo Secretaria Municipal de Educação SP Ciclo Autoral Secretaria Municipal de Educação São Paulo Minéa Paschoaleto Fratelli Divisão de Ensino Fundamental e Médio SME SP Set/2017 Monitoramento do Programa de

Leia mais

MATEMÁTICA ATRAENTE: A APLICAÇÃO DE JOGOS COMO INSTRUMENTO DO PIBID NA APRENDIZAGEM MATEMÁTICA

MATEMÁTICA ATRAENTE: A APLICAÇÃO DE JOGOS COMO INSTRUMENTO DO PIBID NA APRENDIZAGEM MATEMÁTICA MATEMÁTICA ATRAENTE: A APLICAÇÃO DE JOGOS COMO INSTRUMENTO DO PIBID NA APRENDIZAGEM MATEMÁTICA Camila Sampaio Nogueira camila.snog@hotmail.com Maria Aparecida Galdino de Souza cindysouza@hotmail.com Luiza

Leia mais

Desconto de 10% para pagamento à vista

Desconto de 10% para pagamento à vista PALESTRA: Quem sabe do assunto merece ser escutado, certo? Em uma PALESTRA, especialistas de áreas variadas dividem suas experiências e conhecimentos com o público ouvinte. Ou seja, palestra se trata de

Leia mais

Líder Coach. Alexandre Vinicius S. Pereira

Líder Coach. Alexandre Vinicius S. Pereira Líder Coach Alexandre Vinicius S. Pereira Alexandre Vinicius da Silva Doutorado Pereira em Psicologia USP Desenvolvimento e avaliação de equipe multidisciplinar. Mestrado em Psicologia USP. Comprometimento

Leia mais

Gestão em Rede. Aprendendo com a Teia da Vida Uma síntese a partir da Trilha Curricular

Gestão em Rede. Aprendendo com a Teia da Vida Uma síntese a partir da Trilha Curricular Gestão em Rede Aprendendo com a Teia da Vida Uma síntese a partir da Trilha Curricular Maria Suzana Moura com a participação de Cristina Campello, Denise Dinigre e os integrantes do curso A Proposta Referência

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES NAS LICENCIATURAS: PERCURSOS E PERCALÇOS. Antonia Edna Brito/UFPI

FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES NAS LICENCIATURAS: PERCURSOS E PERCALÇOS. Antonia Edna Brito/UFPI FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES NAS LICENCIATURAS: PERCURSOS E PERCALÇOS Antonia Edna Brito/UFPI 1 UMA PAUTA POSSÍVEL... Palavras Iniciais Sobre Formação Inicial Sobre Formação Continuada

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO

ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO 1 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO PROJETO INTERDISCIPLINAR I GINCANA CULTURAL CRIANÇA FELIZ JGL IVINHEMA/MS - DISTRITO DE AMANDINA 2012 2 ESCOLA ESTADUAL JOAQUIM GONÇALVES LEDO PROJETO INTERDISCIPLINAR

Leia mais

18/06/2015. Didática Aula 3. O que é PLANEJAR? O que é PLANEJAR?

18/06/2015. Didática Aula 3. O que é PLANEJAR? O que é PLANEJAR? Didática Aula 3 Planejamento de Ensino O que é PLANEJAR? Planejar é analisar dada realidade, refletindo sobre as condições existentes, e prever as formas alternativas de ação para superar as dificuldades

Leia mais

A construção de uma Carreira: devolutiva coletiva e agendamentos individuais. Profa. Cássia Bordini Cintra Professora - Fatec São José dos Campos

A construção de uma Carreira: devolutiva coletiva e agendamentos individuais. Profa. Cássia Bordini Cintra Professora - Fatec São José dos Campos A construção de uma Carreira: devolutiva coletiva e agendamentos individuais Profa. Cássia Bordini Cintra Professora - Fatec São José dos Campos Sejam bem vindos VAMOS REFLETIR Acordo de Participação

Leia mais

PLANEJAMENTO. Para que Planejar? A finalidade do planejamento é a eficiência; A eficiência é a execução perfeita de uma tarefa que se realiza;

PLANEJAMENTO. Para que Planejar? A finalidade do planejamento é a eficiência; A eficiência é a execução perfeita de uma tarefa que se realiza; Prof. jose PLANEJAMENTO Para que Planejar? A finalidade do planejamento é a eficiência; A eficiência é a execução perfeita de uma tarefa que se realiza; O planejamento visa também a eficácia. 1 Planejar

Leia mais

JOGOS E HABILIDADES. Marie-Claire Ribeiro Póla Mariele Cestari Esteves Supera Londrina

JOGOS E HABILIDADES. Marie-Claire Ribeiro Póla Mariele Cestari Esteves Supera Londrina JOGOS E HABILIDADES Marie-Claire Ribeiro Póla mariepola@yahoo.com.br Mariele Cestari Esteves Supera Londrina mariele.londrina@metodosupera.com.br Resumo: São inúmeras as habilidades que podem ser desenvolvidas

Leia mais

A Reforma do Ensino Médio e a Educação Profissional

A Reforma do Ensino Médio e a Educação Profissional Fórum da Educação Profissional do Estado de São Paulo A Reforma do Ensino Médio e a Educação Profissional Francisco Aparecido Cordão facordao@uol.com.br Diretrizes e orientações curriculares do Ensino

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome: Educação Física Curso: Técnico em Meio Ambiente Integrado ao Ensino Médio Série: 1º, 2º, 3º Ano Carga Horária: 80h/a (67/H) Docente Responsável: EMENTA

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

ADEDANHA MATEMÁTICA: UMA DIVERSÃO EM SALA DE AULA

ADEDANHA MATEMÁTICA: UMA DIVERSÃO EM SALA DE AULA ADEDANHA MATEMÁTICA: UMA DIVERSÃO EM SALA DE AULA Elizabethe Gomes Pinheiro Secretaria Municipal de Educação- Cabo Frio - RJ bethematica@hotmail.com Resumo: Este trabalho tem por objetivo mostrar um pouco

Leia mais

A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação.

A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação. Conceito A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação. Lidar com o conflito consiste em trabalhar com

Leia mais

Gestão em Saúde LIDERANÇA

Gestão em Saúde LIDERANÇA Gestão em Saúde LIDERANÇA Profa. Ms. Raquel J. Oliveira Lima A administração tinha como objetivos principais: alcançar a eficiência e eficácia, Hoje alcançar a excelência por meio da eficiência e eficácia

Leia mais

A MATEMÁTICA E O TÊNIS DE MESA BRUNO PHELIPE PIRES DA SILVA¹, BEATRIZ BONUCCI², FERNANDA MARQUESI RODRIGUES DOS SANTOS³

A MATEMÁTICA E O TÊNIS DE MESA BRUNO PHELIPE PIRES DA SILVA¹, BEATRIZ BONUCCI², FERNANDA MARQUESI RODRIGUES DOS SANTOS³ A MATEMÁTICA E O TÊNIS DE MESA BRUNO PHELIPE PIRES DA SILVA¹, BEATRIZ BONUCCI², FERNANDA MARQUESI RODRIGUES DOS SANTOS³ ¹ Aluno do curso de Licenciatura em Matemática, IFSP, Campus Bragança Paulista, brunopirakaia@hotmail.com

Leia mais

O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS

O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS Aline dos Santos Silva (UFCG); Gerlândia Estevam do Nascimento (UFCG); Israel

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Mundo dos games Mês: Maio Habilidade Socioemocional: Cooperação e empatia Período: 09 a 13 de Maio Duração: até 1h Público: Creche e Pré Descrição da atividade (resumo

Leia mais

JOGO: UMA PEÇA IMPORTANTE NA EDUCAÇÃO DA MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS. Resumo

JOGO: UMA PEÇA IMPORTANTE NA EDUCAÇÃO DA MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS. Resumo JOGO: UMA PEÇA IMPORTANTE NA EDUCAÇÃO DA MATEMÁTICA PARA ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS. FORESTI,Teofanes¹ Orientador: SPERB, Daniel Quintana Resumo Esta pesquisa apresenta o projeto de

Leia mais

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem O desenvolvimento social e cognitivo do estudante pressupõe que ele tenha condições, contando com o apoio dos educadores, de criar uma cultura inovadora no colégio, a qual promova o desenvolvimento pessoal

Leia mais

OFICINA: Aprendizagem no Ensino Superior. FORMADORAS: Profa. Blaise K. C. Duarte Profa. Lourdes Furlanetto Profa. Luciane Nesello

OFICINA: Aprendizagem no Ensino Superior. FORMADORAS: Profa. Blaise K. C. Duarte Profa. Lourdes Furlanetto Profa. Luciane Nesello OFICINA: Aprendizagem no Ensino Superior FORMADORAS: Profa. Blaise K. C. Duarte Profa. Lourdes Furlanetto Profa. Luciane Nesello IDENTIFICAÇÃO: Aprendizagem no Ensino Superior FORMADORES (AS): PLANO DE

Leia mais

coaching para o sucesso

coaching para o sucesso coaching para o sucesso Como o coaching pode trazer benefícios reais para vários segmentos da sua vida? O coaching é um processo de autoconhecimento que leva o cliente a perceber os seus talentos e o seu

Leia mais