Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curitiba, 2015 REALIZAÇÃO: APOIO:"

Transcrição

1 Curitiba, 2015 Daniela Facchini, Diretora de Mobilidade Urbana Cristina Albuquerque, Coordenadora de Mobilidade Urbana Mariana Barcelos, Analista de Mobilidade Urbana

2 Desenvolvido pelo WRI Brasil Cidades Sustentáveis com o apoio financeiro da FedEx Corporation, o programa QualiÔnibus tem por objetivo qualificar o serviço de transporte coletivo por ônibus para atrair novos clientes ao sistema e tornar a mobilidade das cidades mais sustentável. O programa é formado por três projetos específicos: Avaliar a satisfação dos clientes do transporte coletivo por ônibus em relação a fatores da qualidade de forma detalhada e quantitativa possibilitando o processo de benchmarking. Minimizar os riscos do início da operação do BRT e promover o desenvolvimento de manuais, procedimentos operacionais e planos de contingência. Guiar a elaboração de um Plano Integrado de Segurança Viária para sistemas BRT em três passos: (i) treinamento dos motoristas; (ii) implementação de programas permanentes de desenvolvimento pessoal e profissional e (iii) monitoramento das operações.

3 Aplicação Curitiba 2015

4 Especificações técnicas Pesquisa embarcada Período de coleta: 18 de novembro a 22 de dezembro de 2015 Universo: usuários do transporte coletivo por ônibus de Curitiba Número de pesquisadores: 36 alunos da UFPR (Alcance Engenharia Jr) Amostra do módulo básico: 2012 entrevistas erro amostral: 2,2% Amostra módulos detalhados: aproximadamente 400 entrevistas erro amostral: 5%

5 Principais pontos

6 Principais pontos 39% das pessoas poderiam realizar a viagem de automóvel 27% dos entrevistados utilizam linhas metropolitanas com frequência 39% das pessoas pagam outra tarifa em sua cidade após utilizar o metropolitano Tempo de caminhada até os pontos de acesso é de até 10 minutos para a maioria das pessoas As ações realizadas para melhorar a Segurança Pública em Curitiba foram percebidas: 28% acham que a Campanha Busão sem Abuso teve impacto na segurança 57% dizem que a Modernização e ampliação do uso do cartão de transporte melhorou ou melhorou muito a segurança (redução do uso de dinheiro) 29% acreditam que a Intensificação das ações da guarda municipal teve impacto na segurança 38% acham que o Uso de monitoramento nas ações de segurança pública melhorou a segurança

7 Principais pontos Os itens considerados mais importantes nos pontos de ônibus são: Proteção contra sol e chuva Iluminação 23% dos entrevistados acham que não é necessário haver cobradores nos ônibus 43% dos entrevistados gostariam que tivessem mais funcionários de segurança e 20% gostariam que tivessem mais câmeras de segurança 77% das pessoas acham que os custos de manutenção do sistema deveriam ser divididos entre as cidades da região metropolitana

8 Resultados

9 Poderia ter utilizado outro modo? 39% dos entrevistados declararam que poderiam utilizar automóvel como condutor ou como passageiro ao invés do ônibus 8% poderiam ter utilizado bicicleta Não poderia ter utilizado nenhum outro meio de transporte 41% Automóvel como condutor Automóvel como passageiro 18% 21% Bicicleta A pé Táxi Moto como condutor Moto como passageiro 8% 5% 4% 2% 1% 0% 10% 20% 30% 40% 50%

10 Linhas Urbanas e Metropolitanas 73 % dos entrevistados utilizam, com frequência, somente linhas urbanas 27% dos entrevistados utilizam linhas metropolitanas frequentemente Utiliza linhas metropolitanas frequentemente? 27% 73% Sim Não

11 Outras linhas além da integração 68% dos entrevistados que utilizam linhas metropolitanas integradas com Curitiba, também utilizam o ônibus em outra cidade e 39% deles pagam outra tarifa em sua cidade Utiliza ônibus em outra cidade além de Curitiba?* Após usar o metropolitano, paga outra tarifa em sua cidade?** 32% 39% 68% 61% Sim Não *Respondem apenas quem utiliza linhas metropolitanas frequentemente Sim Não **Respondem apenas quem utiliza ônibus em outra cidade além de Curitiba

12 Satisfação geral 2015 Satisfação geral Atendimento ao cliente Facilidade para pagar Acesso ao transporte Facilidade em fazer transferências Informação ao cliente Confiabilidade Rapidez Disponibilidade Segurança em relação a acidentes Conforto dos terminais Conforto dos ônibus Conforto das estações Exposição ao ruído e a poluição Conforto dos pontos de ônibus Gasto Segurança pública 44% 25% 25% 25% 24% 26% 30% 32% 32% 35% 33% 32% 32% 35% 25% 24% 18% 28% 48% 48% 49% 47% 43% 34% 6% 30% 5% 29% 4% 24% 4% 27% 3% 25% 3% 22% 3% 18% 3% 14% 2% 13% 2% 9% 2% 3% 13% 11% 8% 9% 11% 0% 20% 40% 60% 80% Nem satisfeito, nem insatisfeito Satisfeito Muito Satisfeito

13 Disponibilidade: intervalo entre os ônibus, nos horários e locais em que necessito Existência de linhas ligando minhas origens e destinos 24% 50% 7% Intervalo entre um ônibus e outro da mesma linha 29% 31% 4% Disponibilidade de serviços noturnos 33% 25% 3% Disponibilidade de serviços nos finais de semana 29% 18% 2% Disponibilidade Disponibilidade 32% 32% 5% 0% 20% 40% 60% 80% Nem satisfeito, nem insatisfeito Satisfeito Muito Satisfeito

14 Rapidez 28% dos respondentes disseram que o que torna a viagem mais longa são os congestionamentos O que torna a viagem mais longa Congestionamento 28% Distância do deslocamento 22% Linhas não vão diretamente ao destino 17% Tempos necessários para integrações Excesso de pontos de parada Outros Excesso de semáforos Obras e desvios 9% 8% 7% 5% 5% 0% 10% 20% 30% 40% 50%

15 Rapidez Maior parte dos respondentes (51%) tem um tempo de caminhada até os pontos de acesso de 10 minutos ou menos Tempo de caminhada até os pontos de acesso Menos de 5 minutos 23% Entre 5 e 10 minutos 28% Entre 10 e 15 minutos 18% Entre 15 e 20 minutos 15% Entre 20 e 30 minutos 9% Mais de 30 minutos 7% 0% 10% 20% 30%

16 Conforto dos pontos de ônibus: iluminação, proteção, limpeza, quantidade de pessoas Proteção contra sol e chuva e Iluminação foram os itens considerados mais importantes nos pontos de ônibus O que é mais importante nos pontos de ônibus Proteção contra sol e chuva Iluminação Outro (segurança) Limpeza Lotação das áreas de espera Informação das linhas Informação dos horários dos ônibus Disponibilidade de locais para sentar Estado de conservação Ventilação e temperatura Facilidade de circular Outro 7% 7% 6% 6% 5% 3% 2% 1% 9% 12% 20% 22% 0% 5% 10% 15% 20% 25%

17 Atendimento ao cliente: respeito, cordialidade e preparo dos motoristas, cobradores, funcionários e central de atendimento Aparência dos funcionários 29% 49% 13% Respeito e cordialidade dos motoristas e cobradores 28% 52% 9% Respeito e cordialidade dos demais funcionários em pontos de ônibus, estações e terminais 35% 46% 10% Qualidade do serviço da Central de Atendimento ao Usuário 40% 36% 8% Preocupação dos funcionários em atender bem aos clientes 45% 28% 6% Preparo dos funcionários para lidar com idosos e pessoas com necessidades especiais 34% 27% 8% Atendimento ao cliente Atendimento ao cliente 25% 50% 12% 0% 20% 40% 60% 80% Nem satisfeito, nem insatisfeito Satisfeito Muito Satisfeito

18 Atendimento ao cliente: respeito, cordialidade e preparo dos motoristas, cobradores, funcionários e central de atendimento 77% dos entrevistados acham que é necessário haver cobradores nos ônibus É necessário haver cobradores nos ônibus? 23% Sim Não 77%

19 Informação ao cliente: sobre linhas, horários e outras informações Informação nos pontos de ônibus 25% 23% 5% Informação nas estações 29% 45% 9% Informação nos terminais 28% 47% 9% Informação nos ônibus 28% 40% 6% 0% 20% 40% 60% 80% Nem satisfeito, nem insatisfeito Satisfeito Muito Satisfeito

20 Segurança contra roubos, furtos e agressões no caminho e dentro dos ônibus Considerando apenas quem utiliza o ônibus urbano de Curitiba (onde as ações foram implantadas): 28% acham que a Campanha Busão sem Abuso teve impacto na segurança 57% dizem que a Modernização e ampliação do uso do cartão de transporte melhorou ou melhorou muito a segurança 29% acreditam que a Intensificação das ações da guarda municipal teve impacto na segurança 38% acham que o Uso de monitoramento nas ações de segurança pública melhorou a segurança Percepção das melhorias em Segurança Pública Melhorou + Melhorou muito Combate ao abuso contra as mulheres (Campanha Busão sem abuso) 53% 24% 4% 28% Modernização e ampliação do uso do cartão de transporte (redução do uso de dinheiro) 30% 52% 5% 57% Insensificação das ações da guarda municipal 54% 24% 5% 29% Uso de monitoramento nas ações de segurança pública 46% 33% 5% 38% 0% 20% 40% 60% 80% Nem melhorou, nem piorou Melhorou Melhorou muito

21 Segurança contra roubos, furtos e agressões no caminho e dentro dos ônibus 43% dos entrevistados gostariam que tivessem mais funcionários de segurança 20% gostariam que tivessem mais câmeras de segurança O que gostaria que melhorasse na segurança pública Funcionários de segurança 43% Câmeras de segurança 20% Iluminação nas estações Iluminação nas proximidades das estações 13% 13% Redução de uso de dinheiro Outros Fechamento das estações 1% 6% 4% 0% 10% 20% 30% 40% 50%

22 Facilidade em pagar o ônibus e recarregar o cartão de transporte Facilidade para pagar dentro ou fora do ônibus 30% 48% 9% Horário de funcionamento dos pontos de venda e recarga* 18% 61% 4% Filas nos pontos de venda e recarga* 41% 31% 10% Filas para pagamento dentro do ônibus 35% 32% 5% Facilidade de encontrar pontos de venda de cartões* 34% 21% 7% Facilidade de encontrar pontos de recarga / compras de crédito* 28% 21% 7% Facilidade para pagar Facilidade para pagar *Respondem apenas os que utilizam bilhetagem eletrônica e carregam o próprio cartão 25% 47% 12% 0% 20% 40% 60% 80% Nem satisfeito, nem insatisfeito Satisfeito Muito Satisfeito

23 Gasto com transporte coletivo por ônibus 77% dos respondentes defendem que os custos de manutenção do sistema devem ser divididos entre todas as cidades da região metropolitana Quem deve pagar os custos de manutenção do sistema (pavimento das canaletas, manutenção das estações tubo) 23% Apenas Curtitiba 77% Divididos entre as cidades da região metropolitana

24 wricidadesorg fb.com/wricidades

SALVANDO VIDAS. A importância de reduzir limites de velocidade em áreas urbanas

SALVANDO VIDAS. A importância de reduzir limites de velocidade em áreas urbanas SALVANDO VIDAS A importância de reduzir limites de velocidade em áreas urbanas MARTA OBELHEIRO COORDENADORA DE PROJETOS DE SAÚDE E SEGURANÇA VIÁRIA DO WRI BRASIL CIDADES SUSTENTÁVEIS Um produto do WRI

Leia mais

Dia Mundial sem Carro. Job Setembro / 2016

Dia Mundial sem Carro. Job Setembro / 2016 Dia Mundial sem Carro Job 60940 Setembro / 06 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores

Leia mais

para uma cidade melhor

para uma cidade melhor PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO CARLOS A participação da sociedade A participação da sociedade para uma cidade melhor Problemas urbanos Perda de tempo e dinheiro Viagens sem conforto Maior risco de

Leia mais

PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA

PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA PESQUISA DE MOBILIDADE URBANA A Pesquisa de Mobilidade Urbana teve como objetivo levantar a opinião da população, para avaliar a situação da mobilidade urbana em Florianópolis, e dessa forma, auxiliar

Leia mais

Disponibilidade de carro nas grandes cidades: geralmente elevada entre os usuários potenciais da pesquisa

Disponibilidade de carro nas grandes cidades: geralmente elevada entre os usuários potenciais da pesquisa Disponibilidade de carro nas grandes cidades: geralmente elevada entre os usuários potenciais da pesquisa 19 2 15 51 2 50 50 9 2 12 Valores citados em% 0 5 Sempre Délhi 9 1 5 50 5 Ocasionalmente Nunca

Leia mais

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE

IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE 1 IMPLANTACAO VIARIA PARA CORREDOR EXCLUSIVO DE ONIBUS,LIGANDO SANTA CRUZ A BARRA DA TIJUCA - BRT TRANSOESTE AUDIÊNCIA PÚBLICA OUTRAS INFORMAÇÕES 2266-0369 SMTR www.rio.rj.gov.br 2589-0557 SMO Rio de Janeiro

Leia mais

12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô

12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária. Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô 12ª Semana de Tecnologia Metroferroviária Impacto do Bilhete Único entre os Usúarios do Metrô OBJETIVOS DO ESTUDO VERIFICAR IMPACTO DA INTEGRAÇÃO ENTRE OS USUÁRIOS DO METRÔ: MUDANÇAS NOS PADRÕES DE VIAGEM

Leia mais

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE

SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE SISTEMA BRT AV. JOÃO NAVES DE ÁVILA CORREDOR ESTRUTURAL SUDESTE Inicialmente, o que é BRT? O BRT (Bus Rapid Transit), ou Transporte Rápido por Ônibus, é um sistema de transporte coletivo de passageiros

Leia mais

Mobilidade Urbana. Luciana Ghidetti de Oliveira

Mobilidade Urbana. Luciana Ghidetti de Oliveira Mobilidade Urbana Luciana Ghidetti de Oliveira Segundo o Ministério das Cidades, mobilidade urbana é o resultado da interação dos deslocamentos de pessoas e bens entre si e com a própria cidade. A partir

Leia mais

Inconsistência na estrutura de transporte público das cidades brasileiras

Inconsistência na estrutura de transporte público das cidades brasileiras Inconsistência na estrutura de transporte público das cidades brasileiras Por Mateus Araújo Maia A expansão do meio urbano tem sido um fator desafiador para que a mobilidade seja desenvolvida afim de que

Leia mais

Eliminação do pagamento da tarifa. em dinheiro no interior dos ônibus. caso de Ribeirão Preto

Eliminação do pagamento da tarifa. em dinheiro no interior dos ônibus. caso de Ribeirão Preto Eliminação do pagamento da tarifa em dinheiro no interior dos ônibus caso de Ribeirão Preto Ribeirão Preto Ribeirão Preto São Paulo Município Urbana Área 651 km² 275 km² População (IBGE/2014) 658 mil 655

Leia mais

São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009

São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 1 São Paulo 27 DE AGOSTO DE 2009 Sistema Integrado Metropolitano SIM e do Veículo Leve sobre Trilhos VLT (Metrô Leve) 2 Secretaria dos Transportes Metropolitanos STM Três

Leia mais

30/08/2016 II Seminário de Integração Metropolitana do Transporte Coletivo SISTEMA DIRETO X SISTEMA TRONCO-ALIMENTADOR

30/08/2016 II Seminário de Integração Metropolitana do Transporte Coletivo SISTEMA DIRETO X SISTEMA TRONCO-ALIMENTADOR 30/08/2016 II Seminário de Integração Metropolitana do Transporte Coletivo SISTEMA DIRETO X SISTEMA TRONCO-ALIMENTADOR 30/08/2016 II Seminário de Integração Metropolitana do Transporte Coletivo Sistema

Leia mais

ESTUDO DA QUALIDADE DOS ÔNIBUS COLETIVOS URBANOS EM CAMPINA GRANDE. PALAVRAS-CHAVE: Ônibus coletivos. Qualidade do serviço. Usuários.

ESTUDO DA QUALIDADE DOS ÔNIBUS COLETIVOS URBANOS EM CAMPINA GRANDE. PALAVRAS-CHAVE: Ônibus coletivos. Qualidade do serviço. Usuários. ESTUDO DA QUALIDADE DOS ÔNIBUS COLETIVOS URBANOS EM CAMPINA GRANDE Danillo Barros CORDEIRO 1; SharaSonally Oliveira de SOUSA 2; Joherlan Campos de FREITAS 3. 1. Departamento de Estatística, Universidade

Leia mais

A Regulação da Mobilidade Urbana. Mobilidade Urbana Desafios e Perspectivas para as Cidades Brasileiras Rio de Janeiro, 7 de novembro de 2014

A Regulação da Mobilidade Urbana. Mobilidade Urbana Desafios e Perspectivas para as Cidades Brasileiras Rio de Janeiro, 7 de novembro de 2014 A Regulação da Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana Desafios e Perspectivas para as Cidades Brasileiras Rio de Janeiro, 7 de novembro de 2014 Estrutura da Apresentação Linhas Gerais da Regulação de Mobilidade

Leia mais

Sistema BRT e Metrô para Porto Alegre: evolução para uma rede estrutural integrada multimodal de transporte urbano e metropolitano.

Sistema BRT e Metrô para Porto Alegre: evolução para uma rede estrutural integrada multimodal de transporte urbano e metropolitano. Sistema BRT e Metrô para Porto Alegre: evolução para uma rede estrutural integrada multimodal de transporte urbano e metropolitano. Luís Cláudio Ribeiro 1 ; Maria de Fátima Mengue dos Santos 1 ; Severino

Leia mais

Foto: Fernando Leite Jornal Opção. Professor Willer Luciano Carvalho, DSc Engenharia de Transportes - UFG

Foto: Fernando Leite Jornal Opção. Professor Willer Luciano Carvalho, DSc Engenharia de Transportes - UFG Foto: Fernando Leite Jornal Opção Engenharia de Transportes - UFG O que é percepção? A percepção é um fenômeno complexo que resulta de um conjunto de processamentos psicológicos humanos, que envolvem tanto

Leia mais

ANEXO SUGESTÃO DE INDICADORES DE QUALIDADE DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MOBILIDADE TRANSPORTE COLETIVO 1 / 19

ANEXO SUGESTÃO DE INDICADORES DE QUALIDADE DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MOBILIDADE TRANSPORTE COLETIVO 1 / 19 ANEXO SUGESTÃO DE INDICADORES DE QUALIDADE DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MOBILIDADE TRANSPORTE COLETIVO 1 / 19 INDICADORES COMUNS TRANSPORTE COLETIVO CONVENIÊNCIA / CONFIABILIDADE ACESSIBILIDADE INFORMAÇÃO

Leia mais

Job Setembro / 2015

Job Setembro / 2015 Job 50904 Setembro / 205 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais

Leia mais

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Municípios: 14 População: 3.690.547 hab Área: 2.768,45 km 2 ARAÇOIABA SÃO LOURENÇO DA MATA MORENO 49.205 189 90.402 277 15.108 90 CABO DE SANTO AGOSTINHO

Leia mais

2ª Conferência Transporte Sustentable y Calidad del Aire / Rosario

2ª Conferência Transporte Sustentable y Calidad del Aire / Rosario Integração tarifária em São Paulo Bilhete Único Região Metropolitana de São Paulo Município de São Paulo Município de São Paulo Região Metropolitana de São Paulo 39 municípios 8.051 km 2 de extensão 17,8

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO TRANSPORTE COLETIVO JOB 009 CLIENTE: AMAZONINO MENDES DATA: MAR / 2010

TRANSPORTE COLETIVO TRANSPORTE COLETIVO JOB 009 CLIENTE: AMAZONINO MENDES DATA: MAR / 2010 TRANSPORTE COLETIVO JOB 009 CLIENTE: AMAZONINO MENDES MANAUS DATA: MAR / 2010 ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA OBJETIVO Avaliar a situação do transporte coletivo e a redução da tarifa. METODOLOGIA Amostragem

Leia mais

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A.

SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. Transporte Público: Origens, Evolução e Benefícios Sociais do Bilhete Único 05/04/2005 Antecedentes Bilhetagem Automática 1974: Metrô de São Paulo bilhete magnético Edmonson Seguem-se:

Leia mais

OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DE VIDA EM MANAUS OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE JOB 003 DE VIDA DATA: FEV / 2010 M A N A U S

OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DE VIDA EM MANAUS OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE JOB 003 DE VIDA DATA: FEV / 2010 M A N A U S OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE JOB 003 DE VIDA M A N A U S DATA: FEV / 2010 ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA OBJETIVO Identificar a satisfação do morador de Manaus em relação a sua qualidade de vida. METODOLOGIA

Leia mais

NOVAS TECNOLOGIAS: OPORTUNIDADES OU DESAFIOS PARA O SEU NEGÓCIO?

NOVAS TECNOLOGIAS: OPORTUNIDADES OU DESAFIOS PARA O SEU NEGÓCIO? NOVAS TECNOLOGIAS: OPORTUNIDADES OU DESAFIOS PARA O SEU NEGÓCIO? Conceitos e entendimento dos sistemas ofertados atualmente Livia Pereira Tortoriello Willian Aquino 25/11/2016 14:00 horas PASSADO RECENTE

Leia mais

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril

Projeto BRT. Projeto BRT Porto Alegre. Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT. ao Transmilenio. Abril Projeto BRT Porto Alegre Rede Atual de Transporte Coletivo Desenho Conceitual do BRT Projeto BRT Visita Técnica T ao Transmilenio Abril - 2010 Rede Atual de Transporte Coletivo Trem Metropolitano: (Dados

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Capítulo 6 Transit Agency Operations, Economics and Marketing.

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Capítulo 6 Transit Agency Operations, Economics and Marketing. Aluna: Priscila Hoehr Mostardeiro Matrícula: 17/0074293 Disciplina: Operação do Sistema de Transporte Público Período: 2017/I Professor: Pastor Willy Gonzales Taco EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Capítulo 6 Transit

Leia mais

COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017

COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017 COMUNICAÇÕES TÉCNICAS 21º CONGRESSO BRASILEIRO DE TRANSPORTE E TRÂNSITO SÃO PAULO 28, 29 E 30 DE JUNHO DE 2017 A ANTP convida a todos os integrantes das entidades associadas, seus membros individuais e

Leia mais

Trânsito. A Futura realizou uma pesquisa para saber a opinião dos moradores da Grande Vitória sobre a situação do trânsito na região.

Trânsito. A Futura realizou uma pesquisa para saber a opinião dos moradores da Grande Vitória sobre a situação do trânsito na região. Trânsito Luciana Ghidetti de Oliveira A Futura realizou uma pesquisa para saber a opinião dos moradores da Grande Vitória sobre a situação do trânsito na região. Do total dos entrevistados, 75,1% não possuem

Leia mais

ANEXO V INDICADORES DE DESEMPENHO E QUALIDADE

ANEXO V INDICADORES DE DESEMPENHO E QUALIDADE ANEXO V INDICADORES DE DESEMPENHO E QUALIDADE VOLUME II INDICADORES DE DESEMPENHO Sumário 1. Indicadores de Desempenho... 3 1.1. Intervalo entre Trens (INT)... 3 1.2. Tempo Médio de Percurso nos Picos

Leia mais

Brasília - Brasil Maio de 2006

Brasília - Brasil Maio de 2006 Brasília - Brasil Maio de 2006 Diagnóstico Início Diagnóstico Objetivos do Programa Intervenções Propostas Avanço das Atividades Tratamento Viário Diagnóstico Início Diagnóstico Objetivos do Programa Intervenções

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO setembro 2014 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Documentos de referência referências Plano Municipal de Circulação Viária e de Transporte - 2003 Consolidou

Leia mais

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos

Mobilidade Urbana. Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana Aspectos Gerais Infraestrutura PMUS Além de Infraestrutura Novos Caminhos Aspectos Gerais LEI Nº 12.587, DE 3 DE JANEIRO DE 2012, Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO EM BOTUCATU: UM COMPARATIVO ENTRE 2012 E 2016

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO EM BOTUCATU: UM COMPARATIVO ENTRE 2012 E 2016 AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO EM BOTUCATU: UM COMPARATIVO ENTRE 2012 E 2016 Moacyr Paes de Almeida Neto¹, Bernadete Rossi Barbosa Fantin² 1 Formando em Logística pela Faculdade de Tecnologia

Leia mais

CNT DIVULGA PESQUISA INÉDITA SOBRE O PERFIL DOS MOTORISTAS DE ÔNIBUS URBANOS NO BRASIL

CNT DIVULGA PESQUISA INÉDITA SOBRE O PERFIL DOS MOTORISTAS DE ÔNIBUS URBANOS NO BRASIL CNT DIVULGA PESQUISA INÉDITA SOBRE O PERFIL DOS MOTORISTAS DE ÔNIBUS URBANOS NO BRASIL A Confederação Nacional do Transporte divulgou hoje (21/3/2017) a primeira Pesquisa CNT Perfil dos Motoristas de Ônibus

Leia mais

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO

CARTA COMPROMISSO ASSUNTOS DE INTERESSE CORPORATIVO CARTA COMPROMISSO O SINDIURBANO-PR (Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná), o Sindicato mantém histórico de atuação em prol dos interesses, direitos e melhores condições de trabalho

Leia mais

BRT NORTE SUL SISTEMAS ESTRUTURANTES DA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA

BRT NORTE SUL SISTEMAS ESTRUTURANTES DA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA BRT NORTE SUL SISTEMAS ESTRUTURANTES DA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA E METROPOLITANA DE TRANSPORTE COLETIVO RMTC A Região Metropolitana de Goiânia 1 PLANO DE NEGÓCIOS 18 Municípios Inhumas Nova Veneza

Leia mais

Sistema Radioestrada FM

Sistema Radioestrada FM Sistema Radioestrada FM O que é o Serviço Radiovias.. Trata-se de Sistema inédito por apresentar características exclusivas. É o primeiro serviço em FM Sincronizado, via satélite, dedicado a uma única

Leia mais

Mobilidade Urbana. Setembro/2017

Mobilidade Urbana. Setembro/2017 Mobilidade Urbana Setembro/017 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas online e domiciliares com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores

Leia mais

Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 1 0 semestre de Aula 22.

Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 1 0 semestre de Aula 22. Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 1 0 semestre de 2017 Aula 22 Mobilidade urbana 22. Mobilidade urbana assuntos da aula a mobilidade urbana atualmente

Leia mais

Gestão da Demanda. Parauapebas, Novembro de Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. Ministério das Cidades

Gestão da Demanda. Parauapebas, Novembro de Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana. Ministério das Cidades Gestão da Demanda Parauapebas, Novembro de 2014. Apoio: Realização: Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Ministério das Cidades Introdução Atribuição Local Consonância com a PNMU Espaço

Leia mais

Estacionamentos Belo Horizonte

Estacionamentos Belo Horizonte SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO Estacionamentos Belo Horizonte Belo Horizonte, 24 de Janeiro de 2012 Objetivos do encontro de hoje Objetivos Esclarecimento e discussão do projeto junto aos munícipes

Leia mais

BACIA. Diagnóstico da Operação do Transporte Público de Brasília/DF. PPGT - UnB Programa de Pós-Graduação em Transportes Universidade de Brasília

BACIA. Diagnóstico da Operação do Transporte Público de Brasília/DF. PPGT - UnB Programa de Pós-Graduação em Transportes Universidade de Brasília Diagnóstico da Operação do Transporte Público de Brasília/DF BACIA 5 Priscila Hoehr Mostardeiro Rauenya Silva Rosângela de Fátima Benete Crozue www.transportes.unb.br Sumário 1. Delimitação do Objeto do

Leia mais

Pesquisa Mobilidade Urbana 2017

Pesquisa Mobilidade Urbana 2017 Pesquisa Mobilidade Urbana 2017 INFORMAÇÕES METODOLÓGICAS OBJETIVO DA PESQUISA: CONHECER OS HÁBITOS DOS CONSUMIDORES DE BH SOBRE MOBILIDADE URBANA, LOCAIS PREFERIDOS PARA COMPRAS E MEIOS DE TRANSPORTE

Leia mais

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL DE VIRACOPOS - CAMPINAS (SBKP)

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL DE VIRACOPOS - CAMPINAS (SBKP) º TRIMESTRE de 16 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL DE VIRACOPOS - CAMPINAS (SBKP) COORDENAÇÃO DA PESQUISA EXECUÇÃO DAS COLETAS COLABORAÇÃO INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL AGÊNCIA NACIONAL

Leia mais

TÓPICOS A SEREM ABORDADOS

TÓPICOS A SEREM ABORDADOS BILHETE ÚNICO TÓPICOS A SEREM ABORDADOS 1. VISÃO GLOBAL DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA 2. TECNOLOGIA DO CARTÃO 3. MÓDULO DE SEGURANÇA (SAM) 4. PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES 5. SISTEMA DE COMUNICAÇÃO

Leia mais

DIRETRIZES PARA A BICICLETA NO PLANO DE GOVERNO DE FERNANDO HADDAD PARA A PREFEITURA DE SÃO PAULO

DIRETRIZES PARA A BICICLETA NO PLANO DE GOVERNO DE FERNANDO HADDAD PARA A PREFEITURA DE SÃO PAULO Promover a sustentabilidade com a melhoria da qualidade de vida e do ar, reduzir os congestionamentos, democratizar o uso do espaço viário, a acessibilidade aos bens e serviços e ampliar a inserção social

Leia mais

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL LUIZ EDUARDO MAGALHÃES - SALVADOR (SBSV)

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL LUIZ EDUARDO MAGALHÃES - SALVADOR (SBSV) 2º TRIMESTRE de 216 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL LUIZ EDUARDO MAGALHÃES - SALVADOR (SBSV) COORDENAÇÃO DA PESQUISA EXECUÇÃO DAS COLETAS COLABORAÇÃO INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - NATAL (SBSG)

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - NATAL (SBSG) 2º TRIMESTRE de 21 abril a junho AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - NATAL (SBSG) COORDENAÇÃO DA PESQUISA EXECUÇÃO DAS COLETAS COLABORAÇÃO INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL O DESAFIO DAS CIDADES BRASILEIRAS

MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL O DESAFIO DAS CIDADES BRASILEIRAS MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL O DESAFIO DAS CIDADES BRASILEIRAS Renato Boareto Diretor de Mobilidade Urbana SeMob Ministério das Cidades renato.boareto@cidades.gov.br www.cidades.gov.br INTRODUÇÃO 1- Crise

Leia mais

Relatório de pesquisa de opinião pública

Relatório de pesquisa de opinião pública Universidade Federal do Pampa Campus São Borja Curso de Relações Públicas Ênfase em Produção Cultural Componente Curricular: Pesquisa de Opinião Pública Alexia Antelo Anna Rocha Caroline Curtis Marília

Leia mais

Sustentável em Metrópoles

Sustentável em Metrópoles ..... ה ב Viabilidade da Mobilidade Sustentável em Metrópoles Agosto, 2017 Eng. Sergio Ejzenberg, M.Sc 55-11-99972-2476 sergio@ejzenberg.com.br MOBILIDADE EM METRÓPOLES SUMÁRIO 1. O modal individual é

Leia mais

SMART CAMPUS: UM NOVO PARADIGMA DE MOBILIDADE PARA O CAMPUS II DA UFG

SMART CAMPUS: UM NOVO PARADIGMA DE MOBILIDADE PARA O CAMPUS II DA UFG SMART CAMPUS: UM NOVO PARADIGMA DE MOBILIDADE PARA O CAMPUS II DA UFG A mobilidade urbana é um desafio crescente nas cidades brasileiras. Na metrópole goiana observa-se uma alta taxa de motorização individual.

Leia mais

NOVO RIACHO GRANDE TEREZA SUSTER TERMINAL DE ÔNIBUS O SISTEMA DE TRANSPORTE DA REGIÃO CHEGANDO MUITO MAIS LONGE.

NOVO RIACHO GRANDE TEREZA SUSTER TERMINAL DE ÔNIBUS O SISTEMA DE TRANSPORTE DA REGIÃO CHEGANDO MUITO MAIS LONGE. NOVO TERMINAL DE ÔNIBUS RIACHO GRANDE TEREZA SUSTER O SISTEMA DE TRANSPORTE DA REGIÃO CHEGANDO MUITO MAIS LONGE. REESTRUTURAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO NOVO TERMINAL RODOVIÁRIO INTEGRAÇÃO GRATUITA PELO TERMINAL

Leia mais

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO SANTOS DUMONT - RIO DE JANEIRO (SBRJ)

2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO SANTOS DUMONT - RIO DE JANEIRO (SBRJ) 2º TRIMESTRE de 2016 abril a junho AEROPORTO SANTOS DUMONT - RIO DE JANEIRO (SBRJ) COORDENAÇÃO DA PESQUISA EXECUÇÃO DAS COLETAS COLABORAÇÃO INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL AGÊNCIA NACIONAL

Leia mais

ATUALIDADE S. Prof. Roberto. Um desafio ATUAL.

ATUALIDADE S. Prof. Roberto. Um desafio ATUAL. ATUALIDADE S Prof. Roberto Um desafio ATUAL. MOBILIDADE URBANA Todas as atividades dependem de um bom deslocamento na cidade! Ir a escola; Ir ao Trabalho; Frequentar uma academia; Usar um posto de saúde;

Leia mais

Trabalhar em Transportes

Trabalhar em Transportes Trabalhar em Transportes João Fortini Albano, Dr. Lastran/Deprot/Ufrgs albano@producao.ufrgs.br Transportes? Transportes é uma atividade meio que viabiliza de forma econômica os deslocamentos para satisfação

Leia mais

URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com.

URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com. URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com.br Tel: 55-41-320 3232 Fax: 55-41-232 9475 PLANEJAMENTO, GERENCIAMENTO E

Leia mais

BRT: Uma visão sistêmica

BRT: Uma visão sistêmica BRT: Uma visão sistêmica Gustavo Nogueira Marketing do Produto Sistemas de Transporte BRT Campinas, 20 de janeiro de 2016 Presença global da Daimler Ônibus América do Norte Espanha Alemanha México Turquia

Leia mais

ESPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL

ESPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL ESPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL Andressa Malagutti Assis Com a proximidade do Natal, a economia é aquecida pelo aumento da produção para atender à demanda que nessa época do ano é sempre maior que

Leia mais

M T E RO R P O A P S A S

M T E RO R P O A P S A S Política Tarifária e Aspectos SISTEMA Tecnológicos da Bilhetagem Eletrônica METROPASS 10a. Semana de Tecnologia Metroviária Setembro 2004 SISTEMA ATUAL DE ARRECADAÇÃO Bilhetes Edmonson 30 anos de operação

Leia mais

CARTA DE COMPROMISSO COM A MOBILIDADE POR BICICLETAS

CARTA DE COMPROMISSO COM A MOBILIDADE POR BICICLETAS CARTA DE COMPROMISSO COM A MOBILIDADE POR BICICLETAS Compreendendo que, Por todo o mundo, o uso da bicicleta vem sendo tratado como um importante indicador de qualidade de vida, havendo um consenso crescente

Leia mais

Seminário Os Desafios da Mobilidade Urbana

Seminário Os Desafios da Mobilidade Urbana Seminário Os Desafios da Mobilidade Urbana Fontes de Financiamento para Mobilidade Urbana Estudo de Caso: Transporte sobre Pneus em São Paulo 27.janeiro.2015 Campinas, São Paulo, Brasil Perfil do Sistema

Leia mais

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública

Companhia do Metropolitano do Distrito Federal. Audiência Pública Companhia do Metropolitano do Distrito Federal Audiência Pública Expansão da Linha I do Metrô-DF (Samambaia, Ceilândia e Asa Norte) e modernização do sistema Objetivo da Audiência Pública Dar início aos

Leia mais

Mobilidade Sustentável. Ayrton Amaral Fº

Mobilidade Sustentável. Ayrton Amaral Fº Mobilidade Sustentável Ayrton Amaral Fº Valores corporativos Segurança Qualidade Respeito ao Meio Ambiente O Desafio da Mobilidade Sustentável -10000-8000 -6000-4000 -2000 0 2000 Ano População Global Combustíveis

Leia mais

Mapa dos Corredores Estruturais

Mapa dos Corredores Estruturais Mapa dos es Estruturais Industrial Umuarama Norte Oeste Dona Zulmira Central Leste Novo Mundo Planalto Sudoeste Jardins Sul Sudeste Santa Luzia Universitário Anéis Oeste Planalto Norte Dona Zulmira Sudoeste

Leia mais

Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação

Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação Infra-estrutura de Informática e formas de acesso às redes de informação A FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE entende que deve acompanhar as necessidades de atendimento da área acadêmica e administrativa

Leia mais

NOTURNO - Rede de ônibus para quem começa ou termina o dia na madrugada em São Paulo.

NOTURNO - Rede de ônibus para quem começa ou termina o dia na madrugada em São Paulo. NOTURNO - Rede de ônibus para quem começa ou termina o dia na madrugada em São Paulo. Maria Cristina F. Biondilo 1 ; Celia Regina Leite de Moraes 2 1 SPTrans - São Paulo Transporte S.A; DT - Diretoria

Leia mais

Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus. Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil

Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus. Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil Qualificar o serviço de transporte coletivo por ônibus para manter e atrair novos usuários ao sistema e tornar

Leia mais

CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1

CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1 CONCESSÃO DA ESTAÇÃO DE TRANSBORDO CLERISTON ANDRADE (ESTAÇÃO DA LAPA) SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE - SEMOB 1 ESTAÇÃO DA LAPA Inaugurada em 7 de novembro de 1982; Maior terminal rodoviário de Salvador;

Leia mais

Prof. Orlando Strambi

Prof. Orlando Strambi Prof. Orlando Strambi Disponibilidade de horários extra-aula para pesquisa em campo Disponibilidade de estender o horário de algumas aulas Controle de frequência rigoroso Subs, nem pensar... Expectativa

Leia mais

Renato Câmara Victório de Almeida Júnior 1

Renato Câmara Victório de Almeida Júnior 1 ESTUDO SOBRE O GRAU DE SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS DO SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO PRESTADO PELA EMPRESA VIAÇÃO CIDADE CORUMBÁ AO MUNÍCIPIO DE CORUMBÁ MS, 2017 Renato Câmara Victório de Almeida Júnior 1

Leia mais

Regulação como instrumento de incentivo à inovação em Mobilidade Urbana

Regulação como instrumento de incentivo à inovação em Mobilidade Urbana Regulação como instrumento de incentivo à inovação em Mobilidade Urbana BHTRANS: agência reguladora e fiscalizadora Gestão dos Serviços de Transporte Ônibus Convencional / BRT 2.969 Miniônibus Suplementar

Leia mais

A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS DE TRANSPORTE PÚBLICO DO BRASIL RESULTADO DA PESQUISA REALIZADA PELO GT INTEGRAÇÃO DA COMISSÃO METROFERROVIÁRIA DA ANTP

A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS DE TRANSPORTE PÚBLICO DO BRASIL RESULTADO DA PESQUISA REALIZADA PELO GT INTEGRAÇÃO DA COMISSÃO METROFERROVIÁRIA DA ANTP A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS DE TRANSPORTE PÚBLICO DO BRASIL RESULTADO DA PESQUISA REALIZADA PELO GT INTEGRAÇÃO DA COMISSÃO METROFERROVIÁRIA DA ANTP 1ª ETAPA A INTEGRAÇÃO NOS SISTEMAS METROFERROVIÁRIOS OPERADORAS

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DE IMPLANTAÇÃO DO BILHETE ÚNICO NO METRÔ DE SÃO PAULO

A EXPERIÊNCIA DE IMPLANTAÇÃO DO BILHETE ÚNICO NO METRÔ DE SÃO PAULO A EXPERIÊNCIA DE IMPLANTAÇÃO DO BILHETE ÚNICO NO METRÔ DE SÃO PAULO BILHETE ÚNICO É um smart card que, como um cartão telefônico pré-pago, armazena valores em Reais para pagamento de passagens nos coletivos

Leia mais

O conflito entre transporte por ônibus e vans nas cidades e regiões metropolitanas

O conflito entre transporte por ônibus e vans nas cidades e regiões metropolitanas TRANSPORTE INFORMAL AN P O conflito entre transporte por ônibus e vans nas cidades e regiões metropolitanas Orlando Fontes Lima Jr. Professor doutor da Unicamp - DGT/FEC/Laboratório de Aprendizagem em

Leia mais

%!%%8? (! %(' %(#!#(! %?!&!$!%!(#%&##%#,!"#!$!%!&' (#%)*! '!%!+#!' ( %, ))!)-%!.(%/001, +#2300(#(!4(2)-0(#(!,

%!%%8? (! %(' %(#!#(! %?!&!$!%!(#%&##%#,!#!$!%!&' (#%)*! '!%!+#!' ( %, ))!)-%!.(%/001, +#2300(#(!4(2)-0(#(!, %#;! %!%%8? (! %(' %(#!#(! %?!&!$!%!(#%&##%#,!"#!$!%!&' (#%)*! '!%!+#!' ( %, ))!)-%!.(%/001, +#2300(#(!4(2)-0(#(!,!#!300(#(! ' (#!%&"!5!('!% ' 6-78!'!#.' %##' +9'!('!%!: %!#!'!!#!' ;##

Leia mais

Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA.

Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. Brasilia, Novembro/2013 Mobilidade Urbana: tendências e desafios Apresentador: Carlos Henrique Ribeiro de Carvalho Pesquisador do IPEA. Alterações do padrão de mobilidade urbana no Brasil Milhões de viagens/ano

Leia mais

Tópicos Especiais em Transportes 3

Tópicos Especiais em Transportes 3 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE NÚCLEO DE TECNOLOGIA ENGENHARIA CIVIL Tópicos Especiais em Transportes 3 Parte IV: Competências Legais sobre o Transporte Urbano Professora

Leia mais

SECRETARIA DE TRANSPORTES

SECRETARIA DE TRANSPORTES SECRETARIA DE TRANSPORTES Major Events Grandes Eventos 2013 Copa das Confederações 2013 Jornada Mundial da Juventude Católica 2014 Copa do Mundo de Futebol 2016 Jogos Olímpicos Soluções de Mobilidade para

Leia mais

URBS APRIMORA SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO E, COM SOLUÇÃO EM TEMPO REAL, FACILITA ROTINA DE TRABALHO DE SEUS COLABORADORES

URBS APRIMORA SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO E, COM SOLUÇÃO EM TEMPO REAL, FACILITA ROTINA DE TRABALHO DE SEUS COLABORADORES Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. URBS APRIMORA SISTEMA DE FISCALIZAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO E, COM SOLUÇÃO EM TEMPO REAL, FACILITA ROTINA DE TRABALHO DE SEUS COLABORADORES Perfil

Leia mais

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 12 GRÁFICO DO MU E DO MUV

FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 12 GRÁFICO DO MU E DO MUV FÍSICA - 3 o ANO MÓDULO 12 GRÁFICO DO MU E DO MUV S S Como pode cair no enem (ENEM) Para melhorar a mobilidade urbana na rede metroviária, é necessário minimizar o tempo entre estações. Para isso,

Leia mais

EXPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL

EXPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL EXPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL Tâmara Barros A pesquisa sobre as expectativas para as compras de Natal possui uma série histórica que, ao longo dos anos, vem medindo o humor dos consumidores ao

Leia mais

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito

Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito Demonstração Internacional da Plataforma de informações de tráfego e de trânsito As grandes cidades e áreas metropolitanas encaram o aumento da demanda nos sistemas de transportes, especialmente nas regiões

Leia mais

TELEMARKETING Andressa Malagutti

TELEMARKETING Andressa Malagutti TELEMARKETING Andressa Malagutti No dia 1º de dezembro de 2008 entrou em vigor a nova lei que regulamenta os serviços das centrais de atendimento por telefone (serviço de atendimento por telefone). Entre

Leia mais

Intenção de compras de NATAL. 10 de dezembro. Ribeirão Preto/SP

Intenção de compras de NATAL. 10 de dezembro. Ribeirão Preto/SP Intenção de compras de NATAL 10 de dezembro 2014 Ribeirão Preto/SP Sumário Objetivo... 3 Metodologia... 3 Caracterização geral dos entrevistados... 4 Perfil de consumo para o Natal... 5 Considerações finais...

Leia mais

USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA

USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA Março 2017 USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA 78,0% fazem em casa muitos serviços que poderiam ser contratados fora, como

Leia mais

MOBILIDADE E TRANSPORTES

MOBILIDADE E TRANSPORTES Acessibilidade facilitar acesso Mobilidade facilitar deslocação Transporte Caraterização da mobilidade Indicadores Espacial Temporal Desempenho Gastos das Famílias em Transportes Compra de veículo (%)

Leia mais

Diego Mateus da Silva Coordenador de Gestão da Demanda por Viagens, ITDP Brasil. Conceitos e Estratégias de Gestão da Demanda por Viagens (GDV)

Diego Mateus da Silva Coordenador de Gestão da Demanda por Viagens, ITDP Brasil. Conceitos e Estratégias de Gestão da Demanda por Viagens (GDV) Diego Mateus da Silva Coordenador de Gestão da Demanda por Viagens, ITDP Brasil Conceitos e Estratégias de Gestão da Demanda por Viagens (GDV) Objetivo da sessão e roteiro Objetivo da sessão Apresentar

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI 27 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Mobilidade urbana Avaliação do transporte público piora de 2011 a 2014 O percentual de brasileiros que avalia o transporte público como ótimo ou bom

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA MODO DE TRANSPORTE COLETIVO E INDIVIDUAL PESQUISAS ORIGEM-DESTINO 1997 E 2002

ANÁLISE COMPARATIVA MODO DE TRANSPORTE COLETIVO E INDIVIDUAL PESQUISAS ORIGEM-DESTINO 1997 E 2002 ANÁLISE COMPARATIVA MODO DE TRANSPORTE COLETIVO E INDIVIDUAL PESQUISAS ORIGEM-DESTINO 1997 E 2002 Carlos Paiva paivacardoso@yahoo.com.br 1. INTRODUÇÃO Dando continuidade ao estudo iniciado no artigo Escolha

Leia mais

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro

O MTUR e a Copa 2014 Copa do Mundo da FIFA 2014 Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro Copa do Mundo da FIFA Encontro Econômico Brasil- Alemanha 2009 2014 Vitória ES - Brasil 30 de agosto a 1º de setembro O MTUR e a Ponto de partida : garantias oferecidas pelo governo federal, estados e

Leia mais

OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO

OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO OPERAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO Prof. Luis Antonio Lindau LASTRAN Laboratório Sistemas de Transportes DEPROT - Departamento de Engenharia de Produção e Transportes UFRGS Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS

AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS AVENIDA DONA BELMIRA MARIN MELHORAMENTOS E ALARGAMENTO IMPLANTAÇÃO DE CORREDOR DE ÔNIBUS OPORTUNIDADES PROMOVER ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA VIÁRIO E ALÍVIO DOS VOLUMES DE TRÁFEGO IMPORTANTE VIA ESTRUTURAL.

Leia mais

Intenção de compras de NATAL. 16 de dezembro. Ribeirão Preto/SP

Intenção de compras de NATAL. 16 de dezembro. Ribeirão Preto/SP Intenção de compras de NATAL 16 de dezembro 2015 Ribeirão Preto/SP Sumário Objetivo... 3 Metodologia... 3 Caracterização geral dos entrevistados... 4 Perfil de consumo para o Natal... 5 Considerações finais...

Leia mais

Elaboração do Plano de Mobilidade Urbana Segurança de Trânsito

Elaboração do Plano de Mobilidade Urbana Segurança de Trânsito Elaboração do Plano de Mobilidade Urbana Segurança de Trânsito Parauapebas, 11 de novembro de 2014 Apoio: Realização: Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Ministério das Cidades Caracterização

Leia mais

POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas

POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO Cidade de São Paulo TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO amplia o universo de análise, e rompe velhos paradigmas POLÍTICA DE MOBILIDADE Cidade de São Paulo POLITICA DE MOBILIDADE -

Leia mais

USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE

USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE USO DO SOLO E ADENSAMENTO AO LONGO DOS CORREDORES DE TRANSPORTE DE BELO HORIZONTE Land use and densification along mass transit corridors in Belo Horizonte Daniel Freitas Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

PESQUISA. Avaliação do BRT TransOeste. Abril 2013

PESQUISA. Avaliação do BRT TransOeste. Abril 2013 PESQUISA Avaliação do BRT TransOeste Abril 2013 1 METODOLOGIA Objetivo: levantar informações sobre as viagens no BRT TransOeste, avaliar a satisfação com este modal, bem como as máquinas de recarga do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL CAMPUS DO PANTANAL CURSO DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL CAMPUS DO PANTANAL CURSO DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL CAMPUS DO PANTANAL CURSO DE MATEMÁTICA ESTUDO SOBRE A SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS DO SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO PRESTADO PELA VIAÇÃO CIDADE CORUMBÁ. CORUMBÁ,

Leia mais