Lei Nacional de Incentivo à Cultura

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lei Nacional de Incentivo à Cultura"

Transcrição

1 Lei Nacional de Incentivo à Cultura

2 Lei nº de 23 de dezembro de 1991 Sancionada pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello é a lei que institui políticas públicas para a cultura nacional, como o PRONAC Programa Nacional de Apoio a Cultura. Seu objetivo é apoiar e direcionar recursos para investimentos em projetos culturais. Os produtos e serviços que resultarem desse benefício serão de exibição, utilização e circulação públicas.

3 Ministério da Cultura Empresa patrocinadora Proponente

4 Papel de cada um na lei Governo Federal Responsável por renunciar parte do imposto de renda a ser arrecadado para financiamento de projetos culturais; Ministério da Cultura Responsável por operacionalizar todos os processos da lei, análise, aprovação, e monitoramento dos projetos culturais incentivados; Proponente Pessoa física Escritores, atores, artistas plásticos, diretores, agentes culturais, músicos; Proponente pessoa jurídica Direito privado sem fins lucrativos Fundações particulares, ONGs, Associações, Institutos,etc. Proponente pessoa jurídica Direito Privado com fins lucrativos Produtoras e empresas privadas especializadas na execução de projetos culturais; Proponente pessoa jurídica Direito Público (da Administração Indireta) Autarquias e Fundações;

5 Empresa patrocinadora Responsável pelo aporte de recursos ao projeto. Não pode apresentar vínculo com o proponente de parentesco até 3 grau, ou participar simultaneamente da empresa patrocinadora e da proponente como dirigente, sócio, quotista, acionista ou administrador. A única exceção é quando a entidade proponente é uma entidade de natureza cultural sem fins lucrativos oficialmente criada pela empresa patrocinadora

6 É permitido que os projetos culturais recebam recursos de empresas O incentivo (Lucro fiscal Real) e pessoas físicas, possibilitando o abatimento do patrocínio do imposto de renda. É permitido destinar uma parte do total do imposto de renda a pagar, com abatimento total ou parcial para projetos culturais aprovados pelo MinC com limite de: Pessoa física: 6% Pessoa Jurídica: 4%

7 ARTIGO 18 Artes cênicas Livros de valor artístico, literário ou humanístico; Música erudita ou instrumental; Exposições de artes visuais; Doações de acervos para bibliotecas, museus, arquivos e cinematecas; treinamento de pessoal e aquisição de equipamentos para manutenção desses acervos; Produção de curta e média metragem; Preservação de acervo audiovisual; Preservação do patrimônio cultural material e imaterial. Permite a dedução de 100% do valor da doação ou patrocínio realizado limitados ao total disposto na lei (4% ou 6%) Doação: vedado o uso de publicidade paga para a divulgação desse ato; Patrocínio: permite promoção e publicidade para o incentivador;

8 Dedução do imposto - Artigo 18

9 ARTIGO 26 Música popular e gospel (eventos exceto os promovidos por igrejas); Fotografia, artes plásticas, gráficas, gravura, filatelia; Design e moda; Formação técnica e artísticas para profissionais da arte; Manutenção de equipamentos culturais; Periódicos e outras publicações; Eventos e ações de incentivo a leitura; Dedução do patrocínio ou doação é parcial respeitando o limite total permitido (4 e 6%), seguindo: Pessoa física: 80% doação 60% patrocínio Pessoa Jurídica: 40% doação 30% patrocínio A pessoa jurídica que investir em projetos culturais enquadrados no artigo 26 poderá lançar o valor total do investimento como despesa operacional em sua contabilidade.

10 Dedução do imposto - Artigo 26

11 Proposta de Projeto Sistema SalicWeb Formalização da proposta; Inscrição no salicweb; Apresentação dos documentos do proponente (de constituição, identificação e regularidade); Apresentação dos documentos do projeto em PDF; Os projetos podem ser apresentados no sistema de 01/02 a 30/11.

12 Proposta de Projeto Sistema SalicWeb Data inicial e final de realização do projeto Apresentação, descrição resumida Objetivos Justificativa Acessibilidade Democratização de acesso Especificações técnicas do produto Estratégia de ação, descrição das atividades, etapas de trabalho Locais de realização Publico alvo

13 Proposta de Projeto Sistema SalicWeb Duração do projeto, cronograma; Periodicidade do evento; Ficha técnica; Direitos de autor; Sinopse da obra; Recursos materiais; Equipe, equipe técnica, recursos humanos; Orçamento; Outras fontes de recursos; Projeto pedagógico; Impacto ambiental; Plano de distribuição de produtos culturais; Plano de divulgação, comunicação e contrapartidas; Projetos com aprovação de leis complementares;

14 Proposta de Projeto Sistema SalicWeb É necessário observar as necessidades específicas de informação e documentação exigida para cada tipo de projeto, conforme relacionado na IN 1/2013; Durante a etapa de análise o MinC poderá solicitar informações complementares; Todo projeto é analisado por um técnico parecerista e encaminhado para a reunião da CNIC para aprovação. Prazos de aprovação Os projetos aprovados tem prazo de 24 meses, prorrogáveis por mais 12 meses para captar recursos no mínimo 20% do valor aprovado.

15 Limites no orçamento do projeto: Limite de custeio de serviços de captação em 10% do valor do projeto, limitado a 100 mil; Custos de divulgação não podem ultrapassar 20% do valor total do projeto; Despesas administrativas devem se limitar a 15% do valor total do projeto; É limitado a aquisição de ate 5 serviços ou produtos de um mesmo fornecedor; Caches artísticos são limitados a R$ 30 mil por artista e R$ 60 mil para banda por apresentação.

16 Após a aprovação: Publicação no DOU Abertura das contas correntes captação e movimentação; Captação de recursos; Recebimento do patrocínio na conta captação (para depósito de todos os recursos captados) A partir de 20% de captação, recebe autorização para transferências dos recursos para a conta de movimentação inicio do projeto;

17 Relacionamento com o MinC: Solicitar autorização para qualquer alteração de projeto; Solicitar prorrogações de prazo de captação e execução; Remanejar o orçamento - de itens orçamentários que superem os percentuais limites dos valores aprovados; Redimensionar o projeto: Aumento em mais de 25% - captação mínima de 50% Redução em até 40% - captação mínima de 20%

18 Prestação de Contas: Comprovação da execução do objeto e metas do projeto; Comprovação das contrapartidas para MinC e patrocinadores; Comprovação da aplicação da marca de governo; Apresentação de relatórios de prestação de contas;

19 Sistema SalicWeb:

20 Sistema SalicWeb:

21 Consulta de investidores:

22 Consulta de investidores:

23 Importante: Alterações da Lei Rouanet estão em tramitação no Senado Nacional O Projeto de Lei nº 6.722, de 2010 representa um grande avanço, trazendo dispositivos que corrigem distorções da lei atual. A desconcentração dos recursos captados via renúncia fiscal, por exemplo, é um deles. Atualmente a região Sudeste fica com cerca de 80% dos investimentos para a cultura. Além disso, 50% do dinheiro alavancado, via Lei Rouanet, beneficia apenas 3% dos que apresentam projetos. No PL, está prevista a regionalização dos recursos, destinando, no mínimo, 10% do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para cada região do País. Os 50% restantes serão destinados para fundos estaduais e municipais.

24

25 Obrigada! Evelise Moraes Ribas Wiersinski (47) linkedin.com/evelisewiersinski

Lei 8.313/ Lei Rouanet. Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda

Lei 8.313/ Lei Rouanet. Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda Lei 8.313/1991 - Lei Rouanet Lei federal de incentivo à cultura Como investir em projetos culturais usando o Imposto de Renda Lei 8.313/1991 - Lei Rouanet Objetivos: I. facilitar, a todos, os meios para

Leia mais

Leis de incentivo à cultura e o marketing cultural em bibliotecas Andréia Wojcicki Ruberti

Leis de incentivo à cultura e o marketing cultural em bibliotecas Andréia Wojcicki Ruberti Leis de incentivo à cultura e o marketing cultural em bibliotecas Andréia Wojcicki Ruberti O que é incentivo fiscal? É um mecanismo pelo qual o governo estimula a parceria público-privada para o financiamento

Leia mais

MANUAL DO PATROCINADOR Conselho Regional de Contabilidade - SC 31/08/2016

MANUAL DO PATROCINADOR  Conselho Regional de Contabilidade - SC 31/08/2016 MANUAL DO PATROCINADOR www.manualdopatrocinador.com.br Conselho Regional de Contabilidade - SC 31/08/2016 Panorama Panorama Incentivo Fiscal Estímulos concedidos pelo governo, na área fiscal, para viabilização

Leia mais

Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos

Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos Lei Rouanet: Tipos e segmentos de projetos aceitos por Samir Selman Jr. De uma maneira geral, a Lei Rouanet foi criada para estimular a cultura nacional, como já detalhamos em outros artigos, como em "A

Leia mais

Passo a passo do investidor Para a Lei Rouanet Audiovisual Audiovisual Resumo das Leis de Incentivo à Cultura...

Passo a passo do investidor Para a Lei Rouanet Audiovisual Audiovisual Resumo das Leis de Incentivo à Cultura... 2 SUMÁRIO EXECUTIVO Passo a passo do investidor Para a Lei Rouanet........... 04 Passo a passo do investidor Para o Artigo 1 da Lei do Audiovisual........... 05 Passo a passo do investidor Para o Artigo

Leia mais

Patrocínio a Projetos Relativos ao Patrimônio Histórico e Arqueológico Brasileiro

Patrocínio a Projetos Relativos ao Patrimônio Histórico e Arqueológico Brasileiro Patrocínio a Projetos Relativos ao Patrimônio Histórico e Arqueológico Brasileiro O BNDES é hoje o maior patrocinador de ações de preservação do patrimônio histórico e arqueológico brasileiro. Desde 1997,

Leia mais

Formulário de Apresentação de Projeto Cultural. Identificação do Projeto. Resumo do Projeto. Objetivos. Justificativa. Etapas de Trabalho

Formulário de Apresentação de Projeto Cultural. Identificação do Projeto. Resumo do Projeto. Objetivos. Justificativa. Etapas de Trabalho Formulário de Apresentação de Projeto Cultural Identificação do Projeto Resumo do Projeto Objetivos Justificativa Etapas de Trabalho Acessibilidade Democratização do Acesso Realização do Projeto Data do

Leia mais

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS LEI ROUANET LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA LEI Nº 8131/91; LEI 9.874/99 E A MEDIDA PROVISÓRIA Nº 2228-1/2001 Soluções Culturais O que é? Neste

Leia mais

Apoie a Orquestra Criança Cidadã por meio da Lei Rouanet.

Apoie a Orquestra Criança Cidadã por meio da Lei Rouanet. Conheça as vantagens de patrocinar a Orquestra Criança Cidadã por meio da Lei Rouanet Você sabia que é possível incentivar a cultura e a cidadania em Pernambuco com uma parte do imposto de renda da sua

Leia mais

EDITAL: CORRENTE DO BEM 2017 SELEÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS, INCENTIVADOS PELA LEI DE INCENTIVO À CULTURA ARTIGO 18 CORRENTE DO BEM

EDITAL: CORRENTE DO BEM 2017 SELEÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS, INCENTIVADOS PELA LEI DE INCENTIVO À CULTURA ARTIGO 18 CORRENTE DO BEM EDITAL: CORRENTE DO BEM 2017 SELEÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS, INCENTIVADOS PELA LEI DE INCENTIVO À CULTURA ARTIGO 18 CORRENTE DO BEM 2 0 1 7 mg EDITAL CORRENTE DO BEM 2017 Seleção de projetos culturais,

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações Importantes para o Empresário Patrocinador

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações Importantes para o Empresário Patrocinador Informações Importantes para o Empresário Patrocinador Se sua empresa deseja Patrocinar um dos projeto culturais, aprovados pelo Ministério da Cultura por meio por da Lei Rouanet. Isso significa que como

Leia mais

FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008

FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008 FONTES DE FINANCIAMENTO CULTURAIS NOVEMBRO 2008 1 Conceito de Financiamento Público da Cultura Conjunto de ofertas governamentais e não governamentais de recursos para a concretização de produção cultural

Leia mais

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Módulo 2: Leis de incentivo André Fonseca Santo André / maio 2009 Pronac Programa Nacional de Apoio à Cultura (1991) estabeleceu três mecanismos de

Leia mais

SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil

SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil SISTEMA DE FOMENTO E INCENTIVO À CULTURA Visão Geral, Evolução e Perspectivas no Brasil Buenos Aires Argentina 13 de Agosto de 2004 Leis de Incentivo no Brasil 1. Leis Nacionais 1. Lei Rouanet (8313/91)

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DO FUNDO NACIONAL DA CULTURA INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO

PROCESSO SELETIVO DO FUNDO NACIONAL DA CULTURA INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO PROCESSO SELETIVO DO FUNDO NACIONAL DA CULTURA INFORMAÇÕES GERAIS E DICAS DE PARTICIPAÇÃO O que é Edital do FNC? É um processo seletivo com objetivo de fomentar e incentivar ações da cultura brasileira

Leia mais

X FESTMAR DE VERÃO Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati- CE

X FESTMAR DE VERÃO Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati- CE X FESTMAR DE VERÃO Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati- CE PROPOSTA O X FESTMAR DE VERÃO - Festival Internacional de Teatro de Rua do Aracati é um evento cultural de caráter Internacional

Leia mais

Transparência e acesso público a dados e informações de projetos do incentivo fiscal à cultura estabelecido pela Lei Rouanet

Transparência e acesso público a dados e informações de projetos do incentivo fiscal à cultura estabelecido pela Lei Rouanet Transparência e acesso público a dados e informações de projetos do incentivo fiscal à cultura estabelecido pela Lei Rouanet http://sistemas.cultura.gov.br/salicnet APRESENTAÇÃO O SalicNet foi disponibilizado

Leia mais

Lei de Incentivo à Cultura Lei 8.313 de 1991

Lei de Incentivo à Cultura Lei 8.313 de 1991 LEI Nº. 8.313, DE 23 DE DEZEMBRO DE 1991. Restabelece princípios da Lei n 7.505, de 2 de julho de 1986, institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) e dá outras providências O PRESIDENTE DA

Leia mais

Curso de Gestão Cultural em Cidades do Interior Paulista código Prof e Coordenador - Edemilson José do Vale (Sete)

Curso de Gestão Cultural em Cidades do Interior Paulista código Prof e Coordenador - Edemilson José do Vale (Sete) Curso de Gestão Cultural em Cidades do Interior Paulista código 12986 Prof e Coordenador - Edemilson José do Vale (Sete) curso@sethassessoria.com - www.sethassessoria.com www.agcip.org.br Elaboração de

Leia mais

Graduado em Educação Física - Universidade Estadual de Londrina

Graduado em Educação Física - Universidade Estadual de Londrina Graduado em Educação Física - Universidade Estadual de Londrina Especialista em Gestão de Pessoas Especialista em Gestão e Organização Pública Especialista em Qualidade e Produtividade no Setor Público

Leia mais

Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais

Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais 13 de maio de 2014 Desafios das Políticas de Incentivo Apoiar projetos culturais produzidos por artistas e produtores mineiros; Promover a descentralização

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA ATENÇÃO ARTISTAS, GRUPOS, PRODUTORES CULTURAIS E DEMAIS REALIZADORES! FORAM LANÇADOS OS EDITAIS PROAC 2014. ACOMPANHE AS NOVIDADES DESTA EDIÇÃO! Ficha de inscrição online: disponível no site da Secretaria

Leia mais

Porto Alegre, 6 de maio de 2013

Porto Alegre, 6 de maio de 2013 1! Porto Alegre, 6 de maio de 2013 Ministério da Cultura MinC Secretaria Executiva Gabinete da Ministra SEC SAV Funarte FBN ASPAR SPC SCDC Iphan Palmares CONJUR SEFIC SAI Ibram FCRB AECI Ancine DRI Representações

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa Informações importantes para o Contador da Empresa É a lei que institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura PRONAC, visando à captação de recursos para investimentos em projetos culturais. As pessoas

Leia mais

EDIÇÃO Nº 230 QUINTA - FEIRA, 1 DE DEZEMBRO DE 2011 GABINETE DA MINISTRA

EDIÇÃO Nº 230 QUINTA - FEIRA, 1 DE DEZEMBRO DE 2011 GABINETE DA MINISTRA EDIÇÃO Nº 230 QUINTA - FEIRA, 1 DE DEZEMBRO DE 2011 GABINETE DA MINISTRA PORTARIA Nº 116, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2011 (com atualizações da Portaria nº 5 de 26/01/2012 DOU de 30/01/2012) Regulamenta os segmentos

Leia mais

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado TERCEIRO SETOR Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado Modalidade de apoio e financiamento por parte do Estado ESPÉCIE Auxílios Contribuições Subvenções PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

2.1. Serão avaliados projetos com realização nos municípios de Catalão e Ouvidor, no Estado de Goiás; e Cubatão, no Estado de São Paulo.

2.1. Serão avaliados projetos com realização nos municípios de Catalão e Ouvidor, no Estado de Goiás; e Cubatão, no Estado de São Paulo. MANUAL PARA APOIO A PROJETOS SOCIAIS - SELEÇÃO 2016/2017 NEGÓCIOS NIÓBIO E FOSFATOS 1. APRESENTAÇÃO 1.1. Iniciativas sociais são parte do compromisso dos negócios de Nióbio e Fosfatos com as comunidades

Leia mais

Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais

Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais A B B C Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais MARCELO DE AGUIAR COIMBRA Graduado e Mestre em Direito pela USP/Doutorando pela Universidade de Colônia, Alemanha.

Leia mais

COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS

COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS COELBA COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO DE PATROCÍNIO DOS PROJETOS CULTURAIS A Coelba, uma empresa do Grupo Neoenergia, tem consciência do seu importante papel na melhoria da qualidade

Leia mais

Danilo Tiisel CAPTAÇÃO (MOBILIZAÇÃO) DE RECURSOS E SUSTENTABILIDADE

Danilo Tiisel CAPTAÇÃO (MOBILIZAÇÃO) DE RECURSOS E SUSTENTABILIDADE Danilo Tiisel CAPTAÇÃO (MOBILIZAÇÃO) DE RECURSOS E SUSTENTABILIDADE CONTEXTO: O TERCEIRO SETOR Terceiro Setor O Terceiro Setor é um tipo de Frankenstein : grande, heterogêneo, construído de pedaços, desajeitado,

Leia mais

Legislação federal de cultura no Brasil

Legislação federal de cultura no Brasil Legislação federal de cultura no Brasil Quadro atual da organização da cultura no país: Constituição Federal de 1988; Emenda Constitucional 48/2005: cria o Plano Nacional de Cultura; Emenda Constitucional

Leia mais

INVESTIMENTO CULTURAL UTILIZANDO O ICMS

INVESTIMENTO CULTURAL UTILIZANDO O ICMS INVESTIMENTO CULTURAL UTILIZANDO O ICMS CULTURA PARA DESENVOLVER A Cultura promove o desenvolvimento humano, social e econômico de uma sociedade. Ao patrocinar um projeto cultural, a empresa incentivadora

Leia mais

LEI ROUANET. - Abatimento de 100% do valor incentivado até o limite de 4% do IRPJ devido. - (A empresa deve estar tributada com base no lucro real)

LEI ROUANET. - Abatimento de 100% do valor incentivado até o limite de 4% do IRPJ devido. - (A empresa deve estar tributada com base no lucro real) Leis de Incentivo LEI ROUANET Lei Federal de Incentivo à Cultura, regulamenta a renúncia fiscal do Imposto de Renda de empresas patrocinadoras de projetos culturais. Os Programas e Projetos da 3S Projetos

Leia mais

Transforme seu imposto em música

Transforme seu imposto em música LEI FEDERAL DE INCETIVO À CULTURA LEI ROUANET Transforme seu imposto em música Associação Cultural Casa de Música de Ouro Branco O QUE É A LEI ROUANET A Lei Rouanet (Lei 8.313/1991), instituiu o Programa

Leia mais

FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS

FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS ANEXO IX PROGRAMA DE APOIO AO CINEMA SUBPROGRAMA DE APOIO À PRODUÇÃO, NA MODALIDADE DE APOIO À FINALIZAÇÃO DE OBRAS CINEMATOGRÁFICAS 1. Candidatos e beneficiários 1.1. Podem candidatar-se os produtores

Leia mais

saiba como realizar seu projeto cultural com o incentivo da prefeitura Cultura Lei de Incentivo à

saiba como realizar seu projeto cultural com o incentivo da prefeitura Cultura Lei de Incentivo à saiba como realizar seu projeto cultural com o incentivo da prefeitura Lei de Incentivo à Cultura ENTENDENDO A LIC LEI DE INCENTIVO À CULTURA LIC - Lei de Incentivo à Cultura O QUE É A LEI? A Lei de Incentivo

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016

EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS. Edital n 001/2016 EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE ARTISTAS Edital n 001/2016 A Produtora da Vila vem, por meio do presente edital, realizar o Credenciamento de Artistas dos diversos segmentos culturais: Artes Visuais, Artes

Leia mais

Políticas Públicas, Sustentabilidade e Captação de Recursos. Elton Bozzetto (51)

Políticas Públicas, Sustentabilidade e Captação de Recursos. Elton Bozzetto (51) Políticas Públicas, Sustentabilidade e Captação de Recursos Elton Bozzetto (51)99666 5592 eltonbozzetto@gmail.com SUSTENTABILIDADE Sustentabilidade: é a capacidade de uma organização de manter o seu projeto

Leia mais

2016 Fernanda Monturil

2016 Fernanda Monturil 2016 Fernanda Monturil Mundial de Planadores A Federação Brasileira de Voo a Vela é uma entidade de fins não econômicos e de caráter desportivo, criada em 15 de janeiro de 1954, e vinculada ao Comitê Olímpico

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA DECRETO Nº 3.915, DE 21 DE SETEMBRO DE 1998 Da nova regulamentação à concessão de incentivos fiscais de que trata a lei n 2.194, de 24.03.93 com a redação que lhe deu a lei 2.548, de 10 de julho de 1997,

Leia mais

EDITAL N.º 01/ CHAMADA PÚBLICA

EDITAL N.º 01/ CHAMADA PÚBLICA EDITAL N.º 01/2015-2016 - CHAMADA PÚBLICA A associação Grupo Arco-íris de Misericórdia de Cubatão, nos termos do CONTRATO 1200.0095321.15.2 firmado com PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS, torna público

Leia mais

Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 09 de Janeiro de MEMO nº 01/2017.

Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 09 de Janeiro de MEMO nº 01/2017. Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã,SP, 09 de Janeiro de 2017. MEMO nº 01/2017. Assunto: DECRETO QUE ALTERA O DECRETO Nº 6.170 DE 5 DE JULHO DE 2007. Prezados (as) Senhores (as): Dispõe sobre as normas

Leia mais

BREVIÁRIO DO EDITAL PETROBRAS DISTRIBUIDARA DE CULTURA 2017/2018 SELEÇÃO PÚBLICA DE CIRCULAÇÃO DE PEÇAS TEATRAIS SEGMENTO ADULTO E INFANTO-JUVENIL

BREVIÁRIO DO EDITAL PETROBRAS DISTRIBUIDARA DE CULTURA 2017/2018 SELEÇÃO PÚBLICA DE CIRCULAÇÃO DE PEÇAS TEATRAIS SEGMENTO ADULTO E INFANTO-JUVENIL BREVIÁRIO DO EDITAL PETROBRAS DISTRIBUIDARA DE CULTURA 2017/2018 SELEÇÃO PÚBLICA DE CIRCULAÇÃO DE PEÇAS TEATRAIS SEGMENTO ADULTO E INFANTO-JUVENIL Novembro/2016 EDITAL PETROBRAS 2017/2018 SELEÇÃO PÚBLICA

Leia mais

Perguntas freqüentes FAQ

Perguntas freqüentes FAQ Perguntas freqüentes FAQ CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/FSA PRODECINE 01/2008 PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA 1) Como faço para enviar meu projeto? O primeiro passo para inscrever um projeto em qualquer uma das seleções

Leia mais

Como funciona? Habilitação. Aprovação. Captação. Execução e Controle. Prestação de Contas

Como funciona? Habilitação. Aprovação. Captação. Execução e Controle. Prestação de Contas O que é a LIE A Lei nº 11.438/06 (Lei de Incentivo ao Esporte), sancionada em 29 de dezembro de 2006 e regulamentada em 3 de agosto de 2007 pelo Decreto nº 6.180/07, possibilita que pessoas físicas e pessoas

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 1.131, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2011 DOU

INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 1.131, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2011 DOU INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 1.131, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2011 DOU 22.02.2011 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para fruição dos benefícios fiscais relativos ao Imposto sobre a Renda das Pessoas

Leia mais

REGULAMENTO PARA O PROJETO LABORATÓRIO DA CENA FUNARTE FUNARTE MG 2016

REGULAMENTO PARA O PROJETO LABORATÓRIO DA CENA FUNARTE FUNARTE MG 2016 REGULAMENTO PARA O PROJETO LABORATÓRIO DA CENA FUNARTE FUNARTE MG 2016 INTRODUÇÃO A Fundação Nacional de Artes/Funarte, entidade vinculada ao Ministério da Cultura/MINC, torna público que, no período de

Leia mais

Captação de Recursos

Captação de Recursos ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE ITÁ Praça Dr. Aldo Ivo Stumpf, 100 - Fone (49) 3458-9500. CEP: 89760-000 ITÁ Santa Catarina E-mail: ita@ita.sc.gov.br - site: www.ita.sc.gov.br Captação de Recursos

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS PARA A LEI DE INCENTIVO À CULTURA 01/2011

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS PARA A LEI DE INCENTIVO À CULTURA 01/2011 Publicado em Diário Oficial do em 26/04/2011 páginas 21 a 23 Republicado o Anexo 1 em Diário Oficial do em 28/04/2011 páginas 41 a 43 EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS PARA A LEI DE INCENTIVO

Leia mais

Quadro comparativo do Projeto de Lei do Senado nº 294, de 2005

Quadro comparativo do Projeto de Lei do Senado nº 294, de 2005 1 Cria o Fundo Nacional Pró-Leitura, destinado à captação de recursos para atendimento aos objetivos da Lei nº 10.753, de 2003 (Política Nacional do Livro). O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei

Leia mais

1º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão

1º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão 1º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão PRÓ-REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 1. OBJETIVO 1.1. O objetivo do presente edital é apoiar financeiramente projetos

Leia mais

Congresso Ministério Público e Terceiro Setor Atuação Institucional na Proteção dos Direitos Sociais. Painel: Formas de Fomento ao Terceiro Setor

Congresso Ministério Público e Terceiro Setor Atuação Institucional na Proteção dos Direitos Sociais. Painel: Formas de Fomento ao Terceiro Setor Congresso Ministério Público e Terceiro Setor Atuação Institucional na Proteção dos Direitos Sociais Painel: Formas de Fomento ao Terceiro Setor Outubro-2010 ESTADO BRASILEIRO SUBSIDIÁRIO COM A PARTICIPAÇÃO

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Nº 249, quarta-feira, 30 de dezembro de 2015 1 ISSN 1677-7042 159. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome GABINETE DA MINISTRA PORTARIA Nº 117, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015 Aprova o orçamento

Leia mais

LEI ROUANET Financiamento Público da Cultura Brasileira

LEI ROUANET Financiamento Público da Cultura Brasileira LEI ROUANET Financiamento Público da Cultura Brasileira Balaio do Patrimônio 2013 Belém - PA, 22 de agosto de 2013 Programa Nacional de Apoio à Cultura Mecanismos de Financiamento Segmentos Beneficiados

Leia mais

6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS

6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 6º EDITAL SULAMÉRICA SEGUROS, PREVIDÊNCIA, INVESTIMENTOS E CAPITALIZAÇÃO PARA CAPTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS I. APRESENTAÇÃO A SulAmérica Seguros, Previdência, Investimentos e Capitalização entende sustentabilidade

Leia mais

CAPA CARTILHA LEI ROUANET

CAPA CARTILHA LEI ROUANET CARTILHA LEI ROUANET INTRODUÇÃO Esta cartilha tem por objetivo orientar e auxiliar proponentes a elaborarem e executarem projetos que sejam viabilizados através da Lei de Incentivo à Cultura, também chamada

Leia mais

ARTEBR LIVRO CONVERSAS COM A ARTE BRASILEIRA

ARTEBR LIVRO CONVERSAS COM A ARTE BRASILEIRA ARTEBR LIVRO CONVERSAS COM A ARTE BRASILEIRA A empresa ARTEBR desenvolve projetos em arte, educação e literatura para diversas instituições culturais brasileiras. Atua nas áreas de consultoria e assessoria

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição de serviços para contratação de empresa para prestação de serviços de elaboração,

Leia mais

Edital DE PROJETOS DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL

Edital DE PROJETOS DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL A Merck Brasil torna pública a abertura do programa de doações e patrocínios da empresa e define o processo seletivo para o ano de 2017, consoante os termos deste Edital. O Programa Merck Brasil de Patrocínios

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 8.313, DE 23 DE DEZEMBRO DE 1991. Regulamento Regulamento Mensagem de veto Texto compilado Restabelece princípios da Lei n 7.505,

Leia mais

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS CÂMARAS SETORIAIS PARITÁRIAS EDITAL CSP 01/ 2013

FUNDO ESTADUAL DE CULTURA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS CÂMARAS SETORIAIS PARITÁRIAS EDITAL CSP 01/ 2013 FUNDO ESTADUAL DE CULTURA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS CÂMARAS SETORIAIS PARITÁRIAS EDITAL CSP 01/ 2013 A Secretaria de Estado de Cultura, no uso de suas atribuições legais e em consonância com a Lei nº 15.975/2006,

Leia mais

Principais mudanças trazidas pela minuta da nova Instrução Normativa do MinC

Principais mudanças trazidas pela minuta da nova Instrução Normativa do MinC Principais mudanças trazidas pela minuta da nova Instrução Normativa do MinC Programa Nacional de Incentivo à Cultura PRONAC Lei Federal de Incentivo à Cultura Lei Rouanet PRINCIPAIS ALTERAÇÕES RELACIONADAS

Leia mais

Lei do ISS de Belo Horizonte Decreto nº de 2002

Lei do ISS de Belo Horizonte Decreto nº de 2002 DECRETO Nº. 11.103, DE 05 DE AGOSTO DE 2002 Regulamenta a Lei nº 6.498, de 29 de dezembro de 1993, que "Dispõe sobre o incentivo fiscal para a realização de projetos culturais no âmbito do Município e

Leia mais

Regulamento Encontro Gospel

Regulamento Encontro Gospel Regulamento Encontro Gospel COMISSÃO DAS IGREJAS DE SANTAROSA Coordenador e Redator: Sanderson Belo Peres Secretário: Tiago Monteiro Neves Conselho Editorial: Willian Gonçalves, Volnei Schwartzhaupt, João

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA. PORTARIA Nº 46, de 13 DE MARÇO DE 1998

MINISTÉRIO DA CULTURA. PORTARIA Nº 46, de 13 DE MARÇO DE 1998 MINISTÉRIO DA CULTURA PORTARIA Nº 46, de 13 DE MARÇO DE 1998 Disciplina a elaboração, a formalização, a apresentação e a análise de projetos culturais, artísticos e audiovisuais, e dá outras providências.

Leia mais

A LEI ROUANET ÀS VÉSPERAS DA MAIORIDADE. PALAVRAS-CHAVE: Lei Rounet, incentivo, captação de recursos, concentração regional e setorial dos recursos.

A LEI ROUANET ÀS VÉSPERAS DA MAIORIDADE. PALAVRAS-CHAVE: Lei Rounet, incentivo, captação de recursos, concentração regional e setorial dos recursos. A LEI ROUANET ÀS VÉSPERAS DA MAIORIDADE Fabio Sá Earp * George Kornis ** Perla Sobrino Joffe *** RESUMO: O texto apresenta estudos sobre o desempenho da Lei Rouant, com foco no impacto dos incentivos fiscais

Leia mais

DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM CUIABÁ MATO GROSSO

DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM CUIABÁ MATO GROSSO PROGRAMA DE DIVULGAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA/2016 DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM CUIABÁ MATO GROSSO SETEMBRO/2016 PIR/2016 PALESTRA: FUNDO DO IDOSO Palestrante: Yuiti Shimada Renato Moreira Pinheiro

Leia mais

SHOW: MUNDO PERFEITO DE NEI VAN SORIA e LANÇAMENTO DVD NEI VAN SORIA 40 ANOS Ao Vivo no Ocidente

SHOW: MUNDO PERFEITO DE NEI VAN SORIA e LANÇAMENTO DVD NEI VAN SORIA 40 ANOS Ao Vivo no Ocidente Proponente: Aprovado: SHOW: MUNDO PERFEITO DE NEI VAN SORIA e LANÇAMENTO DVD NEI VAN SORIA 40 ANOS Ao Vivo no Ocidente Levar espetáculo musical diferenciado aos teatros, centros culturais e, gratuitamente,

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS Comissão de Direito do Terceiro Setor Danilo Brandani Tiisel danilo@socialprofit.com.br INCENTIVOS FISCAIS Contexto MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

CONTRATO E CAPTAÇÃO DE RECURSOS 2ªPARTE OAB SP. Comissão de Direito do Terceiro Setor. Rodrigo Mendes Pereira

CONTRATO E CAPTAÇÃO DE RECURSOS 2ªPARTE OAB SP. Comissão de Direito do Terceiro Setor. Rodrigo Mendes Pereira CONTRATO E CAPTAÇÃO DE RECURSOS 2ªPARTE OAB SP Comissão de Direito do Terceiro Setor Rodrigo Mendes Pereira romepe@terra.com.br Observações OAB SP CLASSIFICAÇÃO EQUIVOCADA: DOAÇÃO? (1) Embora existam instrumentos

Leia mais

Apoio Institucional: Pronac

Apoio Institucional: Pronac Apoio Institucional: Pronac - 14 8199 O Portal INSIEME será um portal cultural e educacional, bilíngue e interativo, que visa à preservação, difusão e promoção da cultura e identidade italiana e ítalo

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Professor: Luis Guilherme Magalhães professor@luisguilherme.adm.br www.luisguilherme.adm.br (62) 9607-2031 OS RELATÓRIOS DA As empresas com ação na bolsa de valores têm a obrigação de publicação de seus

Leia mais

Processo Nº / São Carlos Clube do Atletismo

Processo Nº / São Carlos Clube do Atletismo Processo Nº 58701001573/2009-80 SÃO CARLOS CLUBE O São Carlos Clube é um dos clubes mais tradicionais do interior do estado de São Paulo fundado em 1944. A história do clube e da cidade é bastante conhecida

Leia mais

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito

CAPÍTULO VI VEDAÇÕES CONSTITUCIONAIS EM MATÉRIA ORÇAMENTÁRIA Questões de concursos anteriores Gabarito SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1.1 O Direito Financeiro e a Administração Financeira e Orçamentária 1.2 Normas gerais de Direito Financeiro 2. A atividade financeira

Leia mais

M O D E L O NOME DO PROPONENTE (CNPJ) DECLARAÇÃO DE ADIMPLÊNCIA

M O D E L O NOME DO PROPONENTE (CNPJ) DECLARAÇÃO DE ADIMPLÊNCIA DECLARAÇÃO DE ADIMPLÊNCIA Declaramos junto ao Ministério do Turismo que a (nome do proponente) não se encontra em situação de mora ou de inadimplência junto a qualquer órgão ou entidade da Administração

Leia mais

COTAÇÃO Nº 007/2017 I. JUSTIFICATIVA

COTAÇÃO Nº 007/2017 I. JUSTIFICATIVA COTAÇÃO Nº 007/2017 A Associação Pinacoteca Arte e Cultura - APAC, associação civil sem fins lucrativos, com sede na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, na Praça da Luz, nº 2, Bom Retiro, CEP 01120-010,

Leia mais

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde

Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde Os compromissos do Gestor Municipal de Saúde à luz da Lei Orçamentária Anual; o Plano Municipal de Saúde e Relatório Anual de Saúde São Paulo, 13 de abril de 2016 No momento em que se aproxima o fim da

Leia mais

POLÍTICA DE PATROCÍNIOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS. Política de Patrocínios das Empresas Eletrobras

POLÍTICA DE PATROCÍNIOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS. Política de Patrocínios das Empresas Eletrobras Política de Patrocínios das Empresas Eletrobras Versão 2.0 19/05/2014 1 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Conceito de Patrocínio... 3 3. Princípios... 3 4. Diretrizes... 4 4.1. Áreas de atuação... 4 4.2. Restrições...

Leia mais

INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS

INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS MARCONDES WITT Auditor-Fiscal e Delegado-Adjunto da Receita Federal do Brasil em Joinville I like to pay taxes, with them I buy civilization.

Leia mais

ESTADO DO ESPIRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ PROJETO DE LEI Nº. XXXX

ESTADO DO ESPIRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ PROJETO DE LEI Nº. XXXX ESTADO DO ESPIRITO SANTO PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ PROJETO DE LEI Nº. XXXX DISPÕE SOBRE O PLANO MUNICIPAL DE APOIO E INCENTIVO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO MUNICÍPIO DE ARACRUZ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

CAPÍTULO IV CRÉDITOS ADICIONAIS 1. Introdução 2. Créditos suplementares 3. Créditos especiais

CAPÍTULO IV CRÉDITOS ADICIONAIS 1. Introdução 2. Créditos suplementares 3. Créditos especiais SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1.1 O Direito Financeiro e a Administração Financeira e Orçamentária 1.2 Normas gerais de Direito Financeiro 2. A atividade financeira

Leia mais

O FIA DESAFIOS DO MARCO REGULATÓRIO. Lei 411/2003 Instituiu a Política de Direitos da Criança e do Adolescente em Blumenau

O FIA DESAFIOS DO MARCO REGULATÓRIO. Lei 411/2003 Instituiu a Política de Direitos da Criança e do Adolescente em Blumenau O FIA DESAFIOS DO MARCO REGULATÓRIO Lei 411/2003 Instituiu a Política de Direitos da Criança e do Adolescente em Blumenau História do FIA Blumenau Captação e Aplicação dos Recursos até 2009 As Entidades

Leia mais

BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS

BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS BALANÇO DA POLÍTICA HABITACIONAL URBANA PMCMV - ENTIDADES 2009-2014 FUNDO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - FDS MINHA CASA, MINHA VIDA - ENTIDADES PMCMV ENTIDADES/ FDS Produção e aquisição de unidades habitacionais

Leia mais

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO

FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO FLUXO DE PROCEDIMENTOS PARA SOLICITAÇÕES ESPECÍFICAS PARA PROGRAMAS/ PROJETOS COM FINANCIAMENTO EXTERNO 1. OBJETO Contratação de Serviço Terceiro Pessoa Física para os seguintes projetos/programas: -Projetos,

Leia mais

LEI DE INCENTIVO AO DESPORTO - ASPECTOS TRIBUTÁRIOS

LEI DE INCENTIVO AO DESPORTO - ASPECTOS TRIBUTÁRIOS LEI DE INCENTIVO AO DESPORTO - ASPECTOS TRIBUTÁRIOS 1. Incentivos Federais ao Desporto 2. Incentivos Estaduais e Municipais ao Desporto 1. INCENTIVOS FEDERAIS AO DESPORTO LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE -

Leia mais

Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular SBBq

Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular SBBq A 1. Nome do Evento: 2. Organizador Sociedade Brasileira de Bioquímica e Formulário de Proposta para SBBq Conferences IDENTIFICAÇÃO DO EVENTO 3. Período da Realização: Início: Fim: 4. Local do Evento 5.

Leia mais

PASSO A PASSO PATROCÍNIO CULTURAL LEI ROUANET. produções

PASSO A PASSO PATROCÍNIO CULTURAL LEI ROUANET. produções PASSO A PASSO PATROCÍNIO CULTURAL LEI ROUANET produções A CULTURA NO BRASIL Os últimos dados do MINISTÉRIO DA CULTURA destacam que: - Apenas 14% dos brasileiros frequentam as salas de CINEMA; - 92% da

Leia mais

PARECER SOBRE A LEI ROUANET

PARECER SOBRE A LEI ROUANET 1) FUNDAMENTO LEGAL: PARECER SOBRE A LEI ROUANET Objetivando expressar nosso Parecer Técnico sobre a legislação que fundamenta o Incentivo Fiscal (Renúncia Fiscal) através do Programa Nacional de Apoio

Leia mais

ANEXO II FORMULÁRIO I MODELO DE PROJETO

ANEXO II FORMULÁRIO I MODELO DE PROJETO FORMULÁRIO I MODELO DE PROJETO 1. Dados Cadastrais: Empresa /Entidade/ Organização Solicitante: COLOCAR AQUI O NOME DA EMPRESA OU INSTITUIÇÃO QUE ESTA SOLICITANDO A VERBA DE PATROCÍNIO AO SENAR EX: SINDICATO

Leia mais

MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS Edital de Seleção de Projetos que farão parte da Programação Cultural alusiva à Semana Santa. MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS Edital de Seleção Projetos que farão parte da Programação

Leia mais

EDITAL CHAMADA DE PROJETOS 2017 INSTITUTO COOPERFORTE

EDITAL CHAMADA DE PROJETOS 2017 INSTITUTO COOPERFORTE EDITAL CHAMADA DE PROJETOS 2017 INSTITUTO COOPERFORTE 1. DO OBJETIVO 1.1. O Instituto Cooperforte apresenta o seu Edital de Apoio a Projetos, seguindo sua missão de Transformar Realidades Socioeconômica

Leia mais

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO Seguem abaixo orientações acerca do preenchimento do Formulário Eletrônico para inscrição no Edital de Seleção de Projetos Culturais Lei Rouanet 2015 para patrocínio

Leia mais

Incentivos Fiscais: Cultura. Marcelo de Aguiar Coimbra mcoimbra@cfaadvogados.com.br

Incentivos Fiscais: Cultura. Marcelo de Aguiar Coimbra mcoimbra@cfaadvogados.com.br Incentivos Fiscais: Cultura Marcelo de Aguiar Coimbra mcoimbra@cfaadvogados.com.br Data 28 de Outubro de 2008 Curriculum Vitae Graduado e Mestre em Direito pela USP/Doutorando pela Universidade de Colônia,

Leia mais

PARECER SOBRE A LEI ROUANET ARTIGO 26 APLICADOS ÀS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

PARECER SOBRE A LEI ROUANET ARTIGO 26 APLICADOS ÀS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS PARECER SOBRE A LEI ROUANET ARTIGO 26 APLICADOS ÀS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS 1) FUNDAMENTO LEGAL: Objetivando expressar nosso Parecer Técnico sobre a legislação que fundamenta o Incentivo Fiscal (Renúncia

Leia mais

O SEU IMPOSTO DE RENDA PODE TER O DESTINO CERTO. Cartilha de Incentivo à doação com dedutibilidade do imposto de renda

O SEU IMPOSTO DE RENDA PODE TER O DESTINO CERTO. Cartilha de Incentivo à doação com dedutibilidade do imposto de renda O SEU IMPOSTO DE RENDA PODE TER O DESTINO CERTO Cartilha de Incentivo à doação com dedutibilidade do imposto de renda Uma pequena atitude de cidadania ajuda a construir um grande futuro para jovens e pessoas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA. Gestão Financeira 1 Prof.ª Thays Silva Diniz 1º Semestre 2010

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA. Gestão Financeira 1 Prof.ª Thays Silva Diniz 1º Semestre 2010 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Gestão Financeira 1 Prof.ª Thays Silva Diniz 1º Semestre 2010 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Cap.1 A decisão financeira e a empresa 1. Introdução 2. Objetivo e Funções da

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CHAMAMENTO PÚBLICO DE PROPOSTAS ARTÍSTICAS Nº001/2016

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CHAMAMENTO PÚBLICO DE PROPOSTAS ARTÍSTICAS Nº001/2016 SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA CENTRO COREOGRÁFICO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO CHAMAMENTO PÚBLICO DE PROPOSTAS ARTÍSTICAS Nº001/2016 1 INTRODUÇÃO 1.1. A SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA SMC, por intermédio

Leia mais

ANEXO XVIII. O ICA apoia a formação de públicos nas escolas nos termos estabelecidos nas seguintes secções:

ANEXO XVIII. O ICA apoia a formação de públicos nas escolas nos termos estabelecidos nas seguintes secções: ANEXO XVIII PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PÚBLICOS NAS ESCOLAS 1. Programa e Secções O ICA apoia a formação de públicos nas escolas nos termos estabelecidos nas seguintes secções: Secção I Apoio à realização

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. INTRODUÇÃO A Fundação Stickel em 2007 iniciou efetivamente sua atuação direta na área da assistência social, através da unidade Vila Brasilândia do Programa Mulheres de Talento,

Leia mais

WOOZ ARTE & CULTURA RELATÓRIO FINANCEIRO. Plano Anual Maio de 2012

WOOZ ARTE & CULTURA RELATÓRIO FINANCEIRO. Plano Anual Maio de 2012 WOOZ ARTE & CULTURA RELATÓRIO FINANCEIRO 2 0 1 1 Plano Anual 2010-2011 Maio de 2012 A Wooz Arte & Cultura é uma associação sem fins lucrativos qualificada como organização da Sociedade Civil de Interesse

Leia mais