OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA. Resumo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA. Resumo"

Transcrição

1 OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA Resumo Os grandes matemáticos surgiram antes e depois de Cristo, inventando novas fórmulas, soluções e cálculos. A inteligência do homem era algo tão magnífico, que a matemática evoluiu mais rápido do que as próprias conclusões e provas matemáticas do homem. Sabendo da importância desses grandes pensadores bem como a aplicação de suas criações no cotidiano, aplicamos o primeiro e o segundo módulo da oficina da história da matemática aos 6 e 7 ano, para que os alunos pudessem ter um conhecimento de suas descobertas e criações de uma maneira mais compreensível. Para aplicação destes dois módulos foram necessárias duas semanas de planejamento para cada um deles, sendo aplicada para os sextos anos os dois módulos nos dias 14/10/2011, 20/10/2011 e 21/10/2011 e para o sétimo ano apenas o segundo módulo no dia 01/11/2011 com duração de uma hora aula para cada turma.

2 Procedimentos Os alunos assistiram aos vídeos bem como as apresentações em slide. Logo após foram divididos em grupos para realizar as atividades propostas. Estas compreendiam o uso do jogo de Palavras Cruzadas e o caça-palavras, onde estava contido os nomes dos pensadores matemáticos apresentados no Datashow (palavras cruzadas) e algumas das áreas onde a matemática se emprega (caça-palavras). Material utilizado Data Show PowerPoint Palavras Cruzadas Caça Palavras

3 1) Qual o nome do filósofo francês que escreveu a seguinte frase em latim: "Cogito, ergo sum" (Penso, logo existo)? 2) Quem foi o autor do livro Os Elementos? 3) Quem foi o matemático responsável pela definição dos números Naturais? 4) Quem fundou a Escola Pitagórica? 5) Quem fundou a Academia Platônica, também conhecida como Academia de Atenas? 6) Qual o nome do matemático italiano da Idade Média? 7) Quem recebeu o título de primeiro matemático verdadeiro? Vídeos A matemática está presente em nosso dia-a-dia. Baseando-se no vídeo ajude o Pato Donald a encontrar algumas das áreas onde a matemática está presente, assim como suas formas geométricas. MÚSICA ARTE BASQUETE PENTAGRAMA CILINDRO BILHAR CONE FUTEBOL RETÂNGULO NATUREZA XADREZ

4 M A K B A S Q U E T E A B X A C T M C C N L Y W K K X U P Q U T E B M P E C W G D D N K F I B R H V Y C M A S Z I I M Y Y U L F O M J I V M M H R X F J C O X D D I L P D R E T Â N G U L O N F Q P S C P U X N S B E R C V R W G O Q R R Q F B F W R M E W U K T X L M Q M E A M A R E L I N H A X Y A N Z M Z B L E E O J K N K Z G U D N H V P P B Y H H V C N B U T O N B K O I U Y R N S K Y T I S T I L W P F N Q J H E Z B O J D S N I V B I L H A R B N L D F U Z V U Y S C X Z L G R D H D C R N E U T M P E N T A G R A M A B G O P B J C K S T J M L F Y J I W M A Q K G Q S V K B Y T D V F R H B U K X I R A O Q K G R I F X C U I S U U J U K S K E U M R A D S K J A P N H G A N H O M I L B K Q H F U V E S M L E K Q Q Z X Z I J N A T D N F R A O S U G X K L I J C V T P L H U V O S H X O P G B C S S L Y N Q U H L A Link dos vídeos utilizados: Parte 1: Parte 2: Parte 3: Conclusão A História da matemática é marcada por importantes pensadores, tais como: Fibonacci - considerado por alguns como o mais talentoso matemático ocidental da Idade Média. Ficou conhecido pela descoberta da Sequência de Progressão Aritmética, que após a sua morte levou seu nome; Peano - Autor de inúmeros livros e artigos foi o fundador da moderna lógica matemática e teoria dos conjuntos; Euclides de Alexandria - matemático grego que ficou conhecido pelo seu mais famoso trabalho "Os Elementos"; Platão - autor de diversos diálogos filosóficos e fundador da Academia em Atenas, a primeira instituição de educação superior do mundo ocidental; René Descartes - Considerado "o fundador da filosofia moderna" e o "pai da matemática moderna", é um dos pensadores mais importantes e influentes da História do Pensamento Ocidental; Pitágoras - matemático e filósofo grego, fundador de uma escola de pensamento grega

5 denominada em sua homenagem de pitagórica, também foi o responsável pela criação do importante teorema, denominado teorema de Pitágoras. Tales - foi o primeiro matemático grego, descendente de uma família oriunda da Fenícia. Foi incluído entre os sete sábios da antiguidade. Estrangeiro rico e respeitável, o famoso Tales durante a sua estadia no Egito estudou Astronomia e Geometria. Tendo alguns aspectos como os citados acima bem como outros abordados nos vídeos e slides, os alunos puderam ter uma perspectiva maior da importância desses pensadores na História da Matemática, demonstrando total interesse e colaborando para que as atividades propostas fossem realizadas. Segundo Soares (2009, pág. 6) Ensinar matemática na escola hoje parece uma necessidade fora de questionamentos. A matemática faz parte do cotidiano das pessoas, uma vez que inúmeras atividades com as quais nos envolvemos requerem o conhecimento de pelo menos alguns fundamentos da representação do espaço, escrita de números, desenvolvimento de operações... Com os vídeos, os alunos puderam ter uma visão maior das diversas áreas onde a matemática se emprega. Assim o conhecimento, bem como a realização da atividade proposta foram satisfatórios, não havendo obstáculos no decorrer do processo de aplicação. Referências ALSINA i PASTELLS, Angel. Desenvolvimento de Competências Matemáticas com Recursos lúdico- manipulativos: para crianças de 6 a 12 anos: metodologia, Curitiba, Base Editorial, SOARES, Eduardo Sarquis. Ensinar Matemática: Desafios e Possibilidades, Belo Horizonte, Dimensão, 2009

HISTÓRIA DA MATEMÁTICA I MAT 341 INTRODUÇÃO

HISTÓRIA DA MATEMÁTICA I MAT 341 INTRODUÇÃO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA I MAT 341 INTRODUÇÃO 2016 3 Antonio Carlos Brolezzi IME-USP Grécia Antiga: berço da Matemática sistematizada Fontes principais: referências históricas em escritos filosóficos ou

Leia mais

OFICINA 14 DESCOBRINDO E CONSTRUINDO NÚMEROS IRRACIONAIS

OFICINA 14 DESCOBRINDO E CONSTRUINDO NÚMEROS IRRACIONAIS OFICINA 4 DESCOBRINDO E CONSTRUINDO NÚMEROS IRRACIONAIS Profª Dra. Virgínia Cardia Cardoso I PROBLEMAS. Uma estrada é muito perigosa, com muitos acidentes. Existem dois trechos retilíneos onde resolveram

Leia mais

Pontuando na linha do tempo. Inventou-se o NÚMERO: é o começo da Matemática

Pontuando na linha do tempo. Inventou-se o NÚMERO: é o começo da Matemática Pontuando na linha do tempo Inventou-se o NÚMERO: é o começo da Matemática 1 Muitas vezes, escolhemos a História como fio condutor dos nossos trabalhos. Para oferecer uma visão histórica da evolução da

Leia mais

POLIEDROS: POLI = Muitos E EDROS = Lados Muitos lados.

POLIEDROS: POLI = Muitos E EDROS = Lados Muitos lados. POLIEDROS: POLI = Muitos E EDROS = Lados Muitos lados. Toda figura geométrica espacial de três dimensões (comprimento, largura e altura), formada por POLÍGONOS (figura plana composta de n lados) é chamada

Leia mais

Tópicos da História da Física Clássica

Tópicos da História da Física Clássica Tópicos da História da Física Clássica Descartes Victor O. Rivelles Instituto de Física da Universidade de São Paulo Edifício Principal, Ala Central, sala 354 e-mail: rivelles@fma.if.usp.br http://www.fma.if.usp.br/~rivelles

Leia mais

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS MATEMÁTICA PARA CONCURSOS Aula 0 Apresentação do Curso Prof. Anderson Introdução A matemática é a ciência dos números e dos cálculos. Desde a antiguidade, o homem utiliza a matemática para facilitar a

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Camila Dorneles da Rosa 1.2 Público alvo: alunos do 6 e 7 ano. 1.3 Duração: 2 horas. 1.4 Conteúdo desenvolvido: Números Primos. 2. Objetivo(s)

Leia mais

Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada Atualizado em 16/06/2011. Resumo Geral dos Vídeos do PAPMEM por ASSUNTO

Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada Atualizado em 16/06/2011. Resumo Geral dos Vídeos do PAPMEM por ASSUNTO Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada Atualizado em 16/06/2011 Resumo Geral dos Vídeos do PAPMEM por ASSUNTO ANO MÊS DIA PROFESSOR ASSUNTO 2008 JULHO 22 Prof. Eduardo Wagner Aplicações da Geometria

Leia mais

Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada Atualizado em 16/06/2011. Resumo Geral dos Vídeos do PAPMEM por PROFESSOR

Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada Atualizado em 16/06/2011. Resumo Geral dos Vídeos do PAPMEM por PROFESSOR Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada Atualizado em 16/06/2011 Resumo Geral dos Vídeos do PAPMEM por PROFESSOR ANO MÊS DIA PROFESSOR ASSUNTO 2007 JANEIRO 25 Homenagem ao Prof. Morgado Matemática

Leia mais

RELATÓRIO: OFICINA DE TRIGONOMETRIA. Bolsistas: Clarice F. Vivian. Isabel Teixeira. Murilo Medeiros

RELATÓRIO: OFICINA DE TRIGONOMETRIA. Bolsistas: Clarice F. Vivian. Isabel Teixeira. Murilo Medeiros UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA UNIPAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS EXATAS PIBID MATEMÁTICA RELATÓRIO: OFICINA DE TRIGONOMETRIA Bolsistas: Clarice F. Vivian Isabel Teixeira

Leia mais

Pra lá de Bagdá. Série Matemática na Escola

Pra lá de Bagdá. Série Matemática na Escola Pra lá de Bagdá Série Matemática na Escola Objetivos 1. Apresentar sequências numéricas 2. Introduzir progressões geométricas, seu termo geral e a soma dos seus termos. 3. Apresentar a função exponencial.

Leia mais

Planejamento de Curso de Matemática para a 5º serie.

Planejamento de Curso de Matemática para a 5º serie. Planejamento de Curso de Matemática para a 5º serie. 1º O conteúdo trabalhado no ano será: Obs: Todos os conteúdos antes de serem iniciados devem ter o contexto histórico passado. 1º Modulo Conjuntos:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA CAMPUS ALEGRETE PIBID 1. Dados de identificação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DIDÁTICA 1.1 Nome do bolsista. Bruno Santana do Prado. 1.2 Público alvo: 8 e 9 ano. 1.3 Duração: 2,5 horas. 1.4 Conteúdo desenvolvido: Teorema

Leia mais

Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1

Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1 Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1 Aula 17: O Problema da Medida 30/04/2015 2 Contagem e medida A Aritmética auxiliou o Homem a fazer calendários, mas também a medir campos.

Leia mais

PITÁGORAS E A ESCALA MUSICAL

PITÁGORAS E A ESCALA MUSICAL PITÁGORAS E A ESCALA MUSICAL Paulo de Tarso Salles CMU-ECA/USP, 2009 O matemático e filósofo Pitágoras de Samos (V A.C.) é um personagem cuja história real ainda não foi esclarecida. Os estudos atribuídos

Leia mais

Os Poliedros de Platão

Os Poliedros de Platão Os Poliedros de Platão Poliedro é um sólido geométrico cuja superfície é composta por um número finito de faces, cujos vértices são formados por três ou mais arestas em três dimensões (eixo dos "X", "Y",

Leia mais

Introdução. Eduardo Ramos Coimbra de Souza

Introdução. Eduardo Ramos Coimbra de Souza Introdução Eduardo Ramos Coimbra de Souza SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros SOUZA, ERC. Introdução. In: Schopenhauer e os conhecimentos intuitivo e abstrato: uma teoria sobre as representações

Leia mais

PLANO DE AULA PARA INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DIGITAIS

PLANO DE AULA PARA INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DIGITAIS PLANO DE AULA PARA INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DIGITAIS PROFESSOR Nome Email Instituição Márcia Mychelle Nogueira do Nascimento. marciamychelle1@gmail.com Escola Estadual Padre Cosme TÍTULO DA ATIVIDADE Conhecendo

Leia mais

6 Descrição da Oficina: Construindo as Cônicas através do Origami

6 Descrição da Oficina: Construindo as Cônicas através do Origami 6 Descrição da Oficina: Construindo as Cônicas através do Origami A atividade detalhada neste capítulo foi realizada com graduandos do curso de Licenciatura em Matemática da Fundação Educacional Unificada

Leia mais

Relação de Conteúdos para Seleção Candidatos ao 6º ano do Ensino Fundamental

Relação de Conteúdos para Seleção Candidatos ao 6º ano do Ensino Fundamental Candidatos ao 6º ano do Ensino Fundamental Interpretação de texto Substantivos Adjetivos Encontros vocálicos Encontros consonantais Dígrafos Artigo Verbos As 4 operações Situações- problemas (Raciocínio

Leia mais

SELEÇÃO PARA NOVOS ALUNOS TURMAS SÃO PAULO

SELEÇÃO PARA NOVOS ALUNOS TURMAS SÃO PAULO SELEÇÃO PARA NOVOS ALUNOS TURMAS SÃO PAULO 2 0 15 CONTEÚDOS DOS TESTES DE SELEÇÃO Para o 1º Ano do Ensino Médio LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LÍNGUA PORTUGUESA Norma ortográfica Grafia de vocábulos

Leia mais

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 2º ANO/09 SALA: 104 07:30 às 08:20 08:20

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Novas Tecnologias no Ensino da Matemática 2º semestre 2004/2005 Patrícia Alexandra Simões Lopes n.º 27830 Índice: Introdução - Introdução Histórica; - Introdução ao Trabalho;

Leia mais

Teorema de Pitágoras: Encaixando e aprendendo

Teorema de Pitágoras: Encaixando e aprendendo Reforço escolar M ate mática Teorema de Pitágoras: Encaixando e aprendendo Dinâmica 7 9º ano 2º Bimestre Aluno DISCIPLINA Ano CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Fundamental 9ª Geométrico Teorema de Pitágoras

Leia mais

Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO

Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO Ministério da Educação Secretária de Educação Profissional e Tecnologia Instituto Federal Catarinense - Campus Avançado Sombrio Curso de Licenciatura em Matemática Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO Instituto

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO ESTUDAR PARA A PROVA TRIMESTRAL DO SEGUNDO TRIMESTRE PROFESSORA: TATIANA SILVEIRA 1 - Seguiu-se ao período pré-socrático

Leia mais

MA14 - Unidade 2 Divisão Euclidiana Semana de 08/08 a 14/08

MA14 - Unidade 2 Divisão Euclidiana Semana de 08/08 a 14/08 MA14 - Unidade 2 Divisão Euclidiana Semana de 08/08 a 14/08 Divisão Euclidiana Mesmo quando um número natural a não divide o número natural b, Euclides 1, nos seus Elementos, utiliza, sem enunciá-lo explicitamente,

Leia mais

Retângulo áureo e divisão áurea

Retângulo áureo e divisão áurea Retângulo áureo e divisão áurea Geraldo Ávila 1. O retângulo áureo Chama-se retângulo áureo qualquer retângulo ABCD (Figura 1) com a seguinte propriedade: se dele suprimirmos um quadrado, como ABFE, o

Leia mais

Matemática e suas tecnologias

Matemática e suas tecnologias Matemática e suas tecnologias Fascículo 1 Módulo 1 Teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos Noção de conjuntos Conjuntos numéricos Módulo 2 Funções Definindo função Lei e domínio Gráficos de funções

Leia mais

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2016

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2016 EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2016 Disciplina: Matemática Professor: Flávio Calônico Júnior Turma: 3 a série do Ensino Médio Data 29/agosto 31/agosto 05/setembro Conteúdo PROGRESSÃO ARITMÉTICA Sequencias

Leia mais

OFICINA CONSTRUÇÃO DE PROTA RETRATOS COM A FORMA DE HEXAEDROS REGULARES

OFICINA CONSTRUÇÃO DE PROTA RETRATOS COM A FORMA DE HEXAEDROS REGULARES ISSN 2316-7785 OFICINA CONSTRUÇÃO DE PROTA RETRATOS COM A FORMA DE HEXAEDROS REGULARES Tânia Baier FURB Universidade Regional de Blumenau taniabaier@gmail.com Dalana Fischer FURB - Universidade regional

Leia mais

Em cada sociedade existe uma concepção de mundo predominante, que é seu universo simbólico PARADIGMA EPISTÊMICO * ÓBVIO * INCONCEBÍVEL

Em cada sociedade existe uma concepção de mundo predominante, que é seu universo simbólico PARADIGMA EPISTÊMICO * ÓBVIO * INCONCEBÍVEL Em cada sociedade existe uma concepção de mundo predominante, que é seu universo simbólico PARADIGMA EPISTÊMICO * ÓBVIO * INCONCEBÍVEL Influências * alcance do conhecimento * prática docente * financiamento

Leia mais

Palavras-chave: Subprojeto PIBID da Licenciatura em Matemática, Laboratório de Educação Matemática, Formação de professores.

Palavras-chave: Subprojeto PIBID da Licenciatura em Matemática, Laboratório de Educação Matemática, Formação de professores. 00465 A IMPLANTAÇÃO DE UM LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA Regina Helena Munhoz Professora Adjunta Departamento de Matemática UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina RESUMO

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO FIL02457 - FILOSOFIA POLÍTICA I (60 h, OBR) O homem e sua ação política. A noção de polis no pensamento grego antigo e seus desdobramentos

Leia mais

As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos

As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos Na aula de hoje vamos estudar. As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos O que chamamos de filosofia surgiu na Grécia Antiga. Os filósofos pré socráticos. Os jônios ou Escola de Mileto. Escola

Leia mais

O Número de Ouro e a Divina Proporção

O Número de Ouro e a Divina Proporção O Número de Ouro e a Divina Proporção Patricia Camara Martins 1 1 Colegiado do Curso de Matemática Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade Estadual do Oeste do Paraná Caixa Postal 711

Leia mais

Biografias. Claudio Ptolomeu Nicolau Copérnico Pitágoras de Sámos Aristóteles

Biografias. Claudio Ptolomeu Nicolau Copérnico Pitágoras de Sámos Aristóteles Biografias Claudio Ptolomeu Nicolau Copérnico Pitágoras de Sámos Aristóteles Claudio Ptolomeu Claudio Ptolomeu Cláudio Ptolomeu nasceu no início do século II da era cristã em Ptololemaida, Hérmia. Com

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ADM 112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.1 Professor: Ana Paula dos Santos Lima CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01

Leia mais

Jorge dos Santos Lima *

Jorge dos Santos Lima * Erickson, Glenn W.; e Fossa, John A.. A linha dividida: uma abordagem matemática à filosofia platônica. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2006. 186 páginas. [Coleção Metafísica, n. 4]. Jorge dos Santos Lima

Leia mais

A Ciência em Alexandria. Reconstrução do Átrio da Biblioteca de Alexandria

A Ciência em Alexandria. Reconstrução do Átrio da Biblioteca de Alexandria A Ciência em Alexandria Reconstrução do Átrio da Biblioteca de Alexandria A Escola de Alexandria Após a morte de Alexandre Magno (325 a. C.) o seu império fragmentou-se. O Egipto passou a ser governado

Leia mais

E-book. Expansões e Retrações. Fibonacci

E-book. Expansões e Retrações. Fibonacci Curso Análise Técnica na Prática E-book Expansões e Retrações de Fibonacci Um grande abraço e bom curso! Elaborado por: Mauri Mendes Celular: (12) 98156-4910 E-mail: contato@academianegocios.com.br Site:

Leia mais

A REVOLUÇÃO CARTESIANA. Apresentação baseada principalmente em Friedrick Copleston: History of Philosophy, vol. IV.

A REVOLUÇÃO CARTESIANA. Apresentação baseada principalmente em Friedrick Copleston: History of Philosophy, vol. IV. A REVOLUÇÃO CARTESIANA Apresentação baseada principalmente em Friedrick Copleston: History of Philosophy, vol. IV. Descartes (1596-1650) foi educado por jesuítas. Ele iniciou a filosofia moderna com um

Leia mais

Matemática Básica II - Trigonometria Nota 01 - Sistema de Coordenadas no Plano

Matemática Básica II - Trigonometria Nota 01 - Sistema de Coordenadas no Plano Matemática Básica II - Trigonometria Nota 01 - Sistema de Coordenadas no Plano Márcio Nascimento da Silva Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA Curso de Licenciatura em Matemática marcio@matematicauva.org

Leia mais

A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio

A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio LÍNGUA PORTUGUESA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO (continua) 1 225-250 2 250-275 3 275-300 4 300-325 Nesse nível, o estudante pode ser capaz de identificar

Leia mais

Do Basquete ao futsal

Do Basquete ao futsal Reforço escolar M ate mática Do Basquete ao futsal Dinâmica 5 3ª Série 1º Bimestre DISCIPLINA SÉRIE CAMPO CONCEITO Matemática 3ª do Ensino Médio Numérico Aritmético Análise Combinatória Aluno Primeira

Leia mais

O verdadeiro conhecimento ética utilitarista procede da razão

O verdadeiro conhecimento ética utilitarista procede da razão CONTEÚDO FILOSOFIA Avaliação Mensal Professora Célia Reinaux 6º ANO Módulo Unidade 3 A sombra na madrugada Páginas 34 até 39 Um obstáculo na trilha Páginas 40 até 46 Filósofos trabalhados: René Descartes

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Períodos Históricos da Filosofia Filosofia Grega ou Antiga (Séc. VI a.c. ao VI d.c.) Filosofia Patrística (Séc. I ao VII) Filosofia

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) - Acomodação dos alunos, apresentação dos bolsistas e realização da chamada.

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) - Acomodação dos alunos, apresentação dos bolsistas e realização da chamada. PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: André da Silva Alves 1.2 Série/Ano/Turma: 6º e 7º ano 1.3 Turno: manhã 1.4 Data: 10/07 Lauro Dornelles e 15/07 Oswaldo Aranha 1.5 Tempo

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: NOME DOS NÚMEROS DIEGO DA SILVA NANTES

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: NOME DOS NÚMEROS DIEGO DA SILVA NANTES ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: NOME DOS NÚMEROS DIEGO DA SILVA NANTES Angélica/MS Abril/2012 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA:

Leia mais

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) Acomodação dos alunos em semicírculo e realização da chamada.

PROPOSTA DIDÁTICA. 3. Desenvolvimento da proposta didática (10 min) Acomodação dos alunos em semicírculo e realização da chamada. PROPOSTA DIDÁTICA 1. Dados de Identificação 1.1 Nome do bolsista: Bianca Bitencourt da Silva 1.2 Público alvo: Alunos do 8º e 9º ano 1.3 Duração: 2 horas 1.4 Conteúdo desenvolvido: Área de triângulos equiláteros,

Leia mais

Teorema de Pitágoras. Nilson Catão Pablo de Sá

Teorema de Pitágoras. Nilson Catão Pablo de Sá Teorema de Pitágoras Nilson Catão Pablo de Sá Introdução Atividade prática; Síntese do artigo análise histórica; Análise crítica sobre o Teorema de Pitágoras; Análise de livros didáticos e outros materiais.

Leia mais

1º ano. Capítulo 2 - Itens: todos (2º ano) Modelos matemáticos relacionados com a função logarítmica

1º ano. Capítulo 2 - Itens: todos (2º ano) Modelos matemáticos relacionados com a função logarítmica 1º ano Conjuntos Símbolos lógicos Operações com conjuntos Conjuntos numéricos Os Números Naturais Propriedades dos racionais Operações com naturais Os números Inteiros Propriedades dos inteiros Operações

Leia mais

Pontos correspondentes: A e D, B e E, C e F; Segmentos correspondentes: AB e DE, BC e EF, AC e DF.

Pontos correspondentes: A e D, B e E, C e F; Segmentos correspondentes: AB e DE, BC e EF, AC e DF. Teorema de Tales O Teorema de Tales possui diversas aplicações no cotidiano, que devem ser demonstradas a fim de verificar sua importância. O Teorema diz que retas paralelas, cortadas por transversais,

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média:

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: EXERCÍCIOS ON LINE 3º BIMESTRE DISCIPLINA: Filosofia PROFESSOR(A): Julio Guedes Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: NOME: Nº.: Exercício On Line (1) A filosofia atingiu

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA PLANO ANALÍTICO DA DISCIPLINA GEOMATRIA EUCLIDIANA

FACULDADE DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA PLANO ANALÍTICO DA DISCIPLINA GEOMATRIA EUCLIDIANA O Regente: Leonardo Simão Competências Os estudantes deverão: FACULDADE DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA CURSO DE MATEMÁTICA PLANO ANALÍTICO DA DISCIPLINA GEOMATRIA EUCLIDIANA

Leia mais

GEOMETRIA ESPACIAL: CONSTRUINDO SÓLIDOS GEOMÉTRICOS COM PALITOS DE PICOLÉ

GEOMETRIA ESPACIAL: CONSTRUINDO SÓLIDOS GEOMÉTRICOS COM PALITOS DE PICOLÉ GEOMETRIA ESPACIAL: CONSTRUINDO SÓLIDOS GEOMÉTRICOS COM PALITOS DE PICOLÉ RESUMO Tatiana Cavalcante BARBOSA tatiana-cavalcante18@hotmail.com Lindemberg Oliveira da SILVA lindembergso@hotmail.com Luciano

Leia mais

Diego Aparecido Maronese Matemática. Íria Bonfim Gaviolli Matemática

Diego Aparecido Maronese Matemática. Íria Bonfim Gaviolli Matemática Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Tipo do produto: Plano de Aula 1 IDENTIFICAÇÃO SUBPROJETO MATEMÁTICA/FECEA:

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Pampilhosa Plano de Actividades do Núcleo de Estágio de Matemática Ano lectivo 2006 / 2007

Agrupamento de Escolas de Pampilhosa Plano de Actividades do Núcleo de Estágio de Matemática Ano lectivo 2006 / 2007 Agrupamento de Escolas de Pampilhosa Plano de Actividades do Núcleo de Estágio de Matemática Ano lectivo 2006 / 2007 Actividades Objectivos Descrição Dinamizadores Intervenientes Cartas Tio Papel Palestra

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA E SILVA ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SOBRE LOGARITMO

ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA E SILVA ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SOBRE LOGARITMO ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA E SILVA ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SOBRE LOGARITMO Nova Andradina-MS Outubro/2009 ESCOLA ESTADUAL IRMAN RIBEIRO DE ALMEIDA E SILVA

Leia mais

I. Horário das aulas de Reforço Conforme comunicado divulgado em 4/8/2011.

I. Horário das aulas de Reforço Conforme comunicado divulgado em 4/8/2011. COLEGIO NOVO ATENEU 16/8/2011 Senhores pais ou responsáveis A seguir, informações referentes ao 3º bimestre. Nas aulas de reforço a participação é obrigatória para aqueles alunos cuja soma das médias do

Leia mais

M A T E M Á T I C A Desenho Curricular por Área

M A T E M Á T I C A Desenho Curricular por Área M A T E M Á T I C A Desenho Curricular por Área Módulo 1 Conteúdo... Habilidades e Competências... 10 unidades... Matemáticas Módulo 2 Conteúdo... Habilidades e Competências... 10 unidades... Módulo 3

Leia mais

01- Verifique se o número é múltiplo de 29. R.: a) D (25) = b) D (17) = c) D (20) = d) D (18) =

01- Verifique se o número é múltiplo de 29. R.: a) D (25) = b) D (17) = c) D (20) = d) D (18) = PROFESSOR: EQUIPE DE MATEMÁTICA BANCO DE QUESTÕES - MATEMÁTICA - 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== 01- Verifique se o número 8 437 é

Leia mais

Matemática. Questão o ano do Ensino Fundamental Turma 2 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno RESOLUÇÃO: RESPOSTA:

Matemática. Questão o ano do Ensino Fundamental Turma 2 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno RESOLUÇÃO: RESPOSTA: GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 6 o ano do Ensino Fundamental Turma 2 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno 15 Questão 01 Raul

Leia mais

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA Lilian de Souza Vismara Mestre Eng. Elétrica ESSC / USP Licenciada em Matemática UFSCar EU AMO Ciências então eu amo MATEMÁTICA! 1 INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA TEOREMA DE PITÁGORAS:

Leia mais

MATEMÁTICA UFRGS 2008

MATEMÁTICA UFRGS 2008 NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SíMBOLOS E CONCEITOS COM OS RESPECTIVOS SIGNIFICADOS: log x : Ioga ritmo de x na base 10 Re(z) : eixo real do plano complexo Im(z) : eixo imaginário do plano complexo

Leia mais

DA LÓGICA À COMPUTAÇÃO. Prof. André Vignatti DINF - UFPR

DA LÓGICA À COMPUTAÇÃO. Prof. André Vignatti DINF - UFPR DA LÓGICA À COMPUTAÇÃO Prof. André Vignatti DINF - UFPR ALGO ERRADO COM A FIGURA? NA GRÉCIA ANTIGA Pensadores: como ganhar uma discussão? Como saber se um argumento é VERDADEIRO? NA GRÉCIA ANTIGA 1ª Tentativa:

Leia mais

A problemática da linguagem em Aristóteles

A problemática da linguagem em Aristóteles A problemática da linguagem em Aristóteles Solange Galeano As palavras são imagens dos pensamentos e as letras imagens das palavras. Aristóteles Introdução A realidade da linguagem não é transparente.

Leia mais

TURMAS DE SEGUNDAS E QUARTAS-FEIRAS

TURMAS DE SEGUNDAS E QUARTAS-FEIRAS CENE-FALE UFMG TURMAS DOS CURSOS DE IDIOMAS CENE-FALE UFMG CURSO DE IDIOMAS Alemão Básico Inicial º estágio 3 Letras 2002 2 Alemão Básico Inicial º estágio 4 CAD 2 C-32 3 Alemão Básico Inicial º estágio

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA PARFOR PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM I IDENTIFICAÇÃO: PROFESSOR (A)

Leia mais

O ENSINO E APRENDIZADO DE NÚMEROS DECIMAIS SIMULANDO UM MERCADO

O ENSINO E APRENDIZADO DE NÚMEROS DECIMAIS SIMULANDO UM MERCADO O ENSINO E APRENDIZADO DE NÚMEROS DECIMAIS SIMULANDO UM MERCADO Instituição de Ensino Bolsistas ID Supervisor Coordenador Colégio Estadual Padre Cláudio Morelli Amanda Ferreira Procek Eduarda de Almeida

Leia mais

Conteúdos: Elementos dos sólidos geométricos, cubo, paralelepípedo, tetraedro e pirâmide quadrangular.

Conteúdos: Elementos dos sólidos geométricos, cubo, paralelepípedo, tetraedro e pirâmide quadrangular. ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PROFª MARIA MARGARIDA ZAMBON BENINI Plano de aula 6 Elementos dos Sólidos Geométricos Bolsistas: Alana B. S. Nunes e Guimara Bulegon. Supervisora: Marlete Basso Roman.

Leia mais

DIVISÃO ÁUREA 1- INTRODUÇÃO

DIVISÃO ÁUREA 1- INTRODUÇÃO DIVISÃO ÁUREA 1- INTRODUÇÃO A Razão Áurea tem sido motivo de estudo desde os mais remotos tempos. Ela representa, segundo os estudiosos, a mais agradável proporção entre dois segmentos ou duas medidas.

Leia mais

Exponencial: Equação e Função (Operações Básicas)

Exponencial: Equação e Função (Operações Básicas) Exponencial: Equação e Função (Operações Básicas) Profª: Helen Savi Mondo de Oliveira Setembro 2014 Um pouco sobre a história O primeiro indício do uso de equações está relacionado, aproximadamente, ao

Leia mais

PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: UMA AÇÃO DO PIBID/MATEMÁTICA/CCT/UFCC

PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: UMA AÇÃO DO PIBID/MATEMÁTICA/CCT/UFCC PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: UMA AÇÃO DO PIBID/MATEMÁTICA/CCT/UFCC Dhiego Vieira do Amaral (UFCG); Késia de Mélo Hermenegildo (UFCG); Severino Horácio da Silva

Leia mais

Platão, desiludido com a. escola de filosofia a Academia.

Platão, desiludido com a. escola de filosofia a Academia. Platão era filho da aristocracia ateniense. Foi discípulo de Sócrates. Sua obra reflete o momento caótico pelo qual passou Atenas no decorrer de sua vida A crise da sociedade ateniense está ligada à guerra

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina FIS91 Evolução dos Conceitos da Física I Departamento de Física - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas

Leia mais

XXIII SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA

XXIII SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Muitos dos dispersos pitagóricos acorreram a Atenas e Zenão e Parmênides, da escola eleática, foram ao grande centro para ensinar. Zenão de Eléia, filósofo e matemático viveu por volta de (495-430 a.c.),

Leia mais

3ª Eduardo e Ana. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

3ª Eduardo e Ana. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Matemática 3ª Eduardo e Ana 8 Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Competência 3 Foco: Espaço e Forma Utilizar o conhecimento geométrico para realizar a leitura e a representação da realidade

Leia mais

Geometria Analítica. Geometria Analítica Geometria É importante compreender a geometria, para dar resposta a questões como: 15/08/2012

Geometria Analítica. Geometria Analítica Geometria É importante compreender a geometria, para dar resposta a questões como: 15/08/2012 Prof. Luiz Antonio do Nascimento luiz.anascimento@sp.senac.br www.lnascimento.com.br Geometria A Geometria é um ramo da matemática preocupado com questões de forma, tamanho e posição relativa de figuras

Leia mais

Prof. Márcio Nascimento. 1 de junho de 2015

Prof. Márcio Nascimento. 1 de junho de 2015 Introdução Prof. Márcio Nascimento marcio@matematicauva.org Universidade Estadual Vale do Acaraú Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Curso de Licenciatura em Matemática Disciplina: Matemática Básica

Leia mais

Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 4

Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 4 Aula demonstrativa Apresentação... 2 Modelos de questões resolvidas IBFC... 4 1 Apresentação Olá, pessoal Tudo bem com vocês? Finalmente saiu o edital do TCM/RJ Para quem ainda não me conhece, meu nome

Leia mais

Mistério geométrico e planificação

Mistério geométrico e planificação X 2 = Mistério geométrico e planificação nós na sala de aula - módulo: matemática 4º e 5º anos - unidade 9 Esta atividade tem como objetivo desafiar os seus alunos a reconhecer as figuras geométricas planas

Leia mais

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA 6ºANO 1º Período 2º Período 3º Período Apresentação,

Leia mais

Matemática. Progressão Aritmética. Eduardo. Matemática Progressões

Matemática. Progressão Aritmética. Eduardo. Matemática Progressões Matemática Progressão Aritmética Eduardo Progressão Aritmética P.A. CRESCENTE r > 0 Ex: (-4, -2, 0,...) P.A. DECRESCENTE r < 0 Ex: (10, 8, 6,...) P.A. CONSTANTE r = 0 Ex: (8, 8, 8,...) Progressão Aritmética

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DE TABULEIRO NA EVOLUÇÃO DA APRENDIZAGEM

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DE TABULEIRO NA EVOLUÇÃO DA APRENDIZAGEM UNIFEOB Centro Universitário da Fundação de Ensino Octávio Bastos PROJETO DE PRÁTICAS BEM SUCEDIDAS EM SALA DE AULA MATEMÁTICA LICENCIATURA A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DE TABULEIRO NA EVOLUÇÃO DA APRENDIZAGEM

Leia mais

5 AULA. Teorias Axiomáticas LIVRO. META: Apresentar teorias axiomáticas.

5 AULA. Teorias Axiomáticas LIVRO. META: Apresentar teorias axiomáticas. 1 LIVRO Teorias Axiomáticas 5 AULA META: Apresentar teorias axiomáticas. OBJETIVOS: Ao fim da aula os alunos deverão ser capazes de: Criar teorias axiomáticas; Provar a independência dos axiomas de uma

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS A PARTIR DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS. Palavras-chave: Investigação; teorema de Pitágoras; Materiais manipuláveis.

DEMONSTRAÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS A PARTIR DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS. Palavras-chave: Investigação; teorema de Pitágoras; Materiais manipuláveis. DEMONSTRAÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS A PARTIR DE MATERIAIS MANIPULÁVEIS Anelize de Angelis Huss ne_huss@hotmail.com André Luiz Steigenberger andre_alst@hotmail.com Victor Hugo dos Santos Gois victor.gois28@hotmail.com

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Alfabetização e Letramento Código da Disciplina: EDU328 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 5º Faculdade responsável: Pedagogia Programa em vigência a

Leia mais

Trabalho sobre: René Descartes Apresentado dia 03/03/2015, na A;R;B;L;S : Pitágoras nº 28 Or:.Londrina PR., para Aumento de Sal:.

Trabalho sobre: René Descartes Apresentado dia 03/03/2015, na A;R;B;L;S : Pitágoras nº 28 Or:.Londrina PR., para Aumento de Sal:. ARBLS PITAGORAS Nº 28 Fundação : 21 de Abril de 1965 Rua Júlio Cesar Ribeiro, 490 CEP 86001-970 LONDRINA PR JOSE MARIO TOMAL TRABALHO PARA O PERÍODO DE INSTRUÇÃO RENE DESCARTES LONDRINA 2015 JOSE MARIO

Leia mais

O Triângulo de Pascal

O Triângulo de Pascal O Triângulo de Pascal Márcio Nascimento da Silva 6 de fevereiro de 009 Resumo O Triângulo de Pascal ou Triângulo Artimético ou na Itália, Triângulo de Tartaglia) é um triângulo numérico infinito definido

Leia mais

Introdução ao Conceito de Números Reais: Uma Proposta Didática Baseada na História da Matemática

Introdução ao Conceito de Números Reais: Uma Proposta Didática Baseada na História da Matemática IFRS - Instituto Federal do Rio Grande do Sul Campus Caxias do Sul Disciplina: História da Matemática Professor: Rodrigo Introdução ao Conceito de Números Reais: Uma Proposta Didática Baseada na História

Leia mais

Vamos conhecer mais sobre triângulos!

Vamos conhecer mais sobre triângulos! Vamos conhecer mais sobre triângulos! Aula 18 Ricardo Ferreira Paraizo e-tec Brasil Matemática Instrumental Fonte: http://cache0.stormap.sapo.pt/fotostore0/fotos//f1/87/c6/06166_dfcbk.png Meta Apresentar

Leia mais

Xeque-Mate. Série Matemática na Escola

Xeque-Mate. Série Matemática na Escola Xeque-Mate Série Matemática na Escola Objetivos 1. Introduzir o Princípio Fundamental de Contagem; 2. Apresentar os conceitos de Arranjo e Permutação. Xeque-Mate Série Matemática na Escola Conteúdos Arranjo,

Leia mais

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano A HÉLADE Nós chamamos a nossa terra de Hélade e nos consideramos helenos. E todos aqueles que possuíam outras culturas e falavam línguas que nós não entendemos, nós os

Leia mais

Geometria Analítica. Geometria Analítica 28/08/2012

Geometria Analítica. Geometria Analítica 28/08/2012 Prof. Luiz Antonio do Nascimento luiz.anascimento@sp.senac.br www.lnascimento.com.br Conjuntos Propriedades das operações de adição e multiplicação: Propriedade comutativa: Adição a + b = b + a Multiplicação

Leia mais

TEOREMA DE PITÁGORAS: Semelhança de Triângulos

TEOREMA DE PITÁGORAS: Semelhança de Triângulos 1 ANAIS DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MATEMÁTICA versão 2010-2012, p.? -? - UAB - UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UFSJ NEAD TEOREMA DE PITÁGORAS: Semelhança de Triângulos Maria

Leia mais

Tema: Matemática e Desenho Animado. Título: Formulação e Resolução de Problemas Matemáticos Com Desenho Animado

Tema: Matemática e Desenho Animado. Título: Formulação e Resolução de Problemas Matemáticos Com Desenho Animado PROGRAMA OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO PROJETO: Investigando a Formulação e a Resolução de Problemas Matemáticos na Sala de Aula: Explorando Conexões Entre Escola e Universidade. COORDENADORA: Professora Drª

Leia mais

REGRAS DO MÉTODO encontrar por si mesmo uma solução evidente que permita reorganizar nossos juízos e separar neles o falso do verdadeiro;

REGRAS DO MÉTODO encontrar por si mesmo uma solução evidente que permita reorganizar nossos juízos e separar neles o falso do verdadeiro; René Descartes REGRAS DO MÉTODO Primeira parte: encontrar por si mesmo uma solução evidente que permita reorganizar nossos juízos e separar neles o falso do verdadeiro; REGRAS DO MÉTODO Método: Meta por,

Leia mais