PROCESSOS HÍBRIDOS E NOVAS MÍDIAS: arte contemporânea e design na linguagem cognitiva intuitiva aplicada em tecnologias 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSOS HÍBRIDOS E NOVAS MÍDIAS: arte contemporânea e design na linguagem cognitiva intuitiva aplicada em tecnologias 1"

Transcrição

1 PROCESSOS HÍBRIDOS E NOVAS MÍDIAS: arte contemporânea e design na linguagem cognitiva intuitiva aplicada em tecnologias 1 Andre Martins da Matta 2 Célio Martins da Matta 3 Resumo: O artigo trata de da utilização da arte e design em novas mídias (tablets, celulares, painéis e suas variantes) e seus conteúdos por alunos orientados e a influência mútua entre arte e ciência, evidenciando diferentes maneiras de entrecruzar as artes visuais e as tecnologias digitais, abordando conceitos e processos híbridos na arte contemporânea. Esse trabalho tem o intuito de estudar a relação entre arte e ciência com a utilização de processos híbridos de criação e uma linguagem com ícones e símbolos (cognitiva intuitiva) aplicados aos conteúdos midiáticos facilitando também às interfaces e a utilização dos aparelhos e colaborando no aperfeiçoamento dos processos tecnológicos. Podendo ser analisados conceitos de arte e design em conjunto com conceitos de arquitetura da informação, usabilidade (UX), ergonomia e gamificação. A pesquisa em andamento visa analisar as possibilidades e aplicabilidades de conceitos de criação artística para atender a necessidade da evolução tecnológica seus conflitos nas comunicações e interpretações de linguagens cognitivas reunindo um conjunto de informações e estudo de artes visuais, hibridismo e suas aplicações em processos artísticos contemporâneos e tecnologias. Palavras chave: Design; Artes; Laboratório; Experimental; Tecnologia. Abstract: The paper deals with the use of art and design in new media (tablets, mobile phones, panels and its variants) and their contents for targeted students and the mutual influence between art and science, showing different ways to intersect the visual arts and digital technologies addressing concepts and hybrid processes in contemporary art. This work aims to study the relationship between art and science with the use of hybrid processes of creation and a language with icons and symbols (intuitive cognitive) applied to media content also facilitating the interfaces and the use of equipment and collaborating on the improvement of technological processes. Concepts of art and design can be analyzed in conjunction with concepts of information architecture, usability (UX), ergonomics and gamification. The ongoing research 1 Trabalho apresentado no Seminário Temático Serialidade e Narrativa Transmídia, durante a I Jornada Internacional GEMInIS, realizada entre os dias 13 e 15 de maio de 2014, na Universidade Federal de São Carlos. 1 André Martins da Matta, Mestrando em Artes Visuais - IASP, Rua Dr. Bento Teobaldo Ferraz, 271, São Paulo, Barra Funda, SP, Brasil. Designer Mackenzie, MBA em Auditoria Uninove. 3 Célio Martins da Matta, Professor Mestre Universidade Presbiteriana Mackenzie FAU (Faculdade de Arquitetura / Desenho Industrial). Rua da Consolação, 930, São Paulo, Consolação, SP, Brasil. Doutorando em Artes Visuais - IASP, Rua Dr. Bento Teobaldo Ferraz, 271, São Paulo, Barra Funda, SP, Brasil. -

2 aims to analyze the possibilities and applicability of concepts of artistic creation to meet the need of their conflicts technological developments in communications and cognitive interpretations of languages bringing together a collection of information and study of visual art, hybridity and their applications in contemporary artistic processes and technologies. Keywords: Design; Arts; laboratory; Experimental; Technology. 1. Introdução: O texto apresenta os estudos em desenvolvimento no Programa de Mestrado e Doutorado em Artes do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista - UNESP. Estudando os limites da arte, vivenciamos descobertas e procedimentos que contribuem para a expansão do processo criativo sem desvalorizar as técnicas tradicionais como: a pintura, o desenho, a fotografia e o vídeo. A interpolação desses processos tradicionais proporciona novas possibilidades, amplia as propostas e formas e de novas criações artísticas. Artistas como Edmond Couchot defendem o conceito onde a hibridação é possível a partir do momento em que as imagens encontram-se numerizadas, ou seja, a produção pode surgir de uma pintura, um desenho, uma fotografia, mas estas se relacionam, se modificam e são inseridas em novas mídias. Partindo de análises de processos de comunicação e das dificuldades de realizar experimentos que são sugeridos e praticados por usuários (alunos), selecionados em cada ocasião para que esses experimentos laboratoriais venham apresentar ideias e possíveis soluções para problemáticas em arte aplicada em tecnologias digitais através de aplicação prática de arte, design e áreas correlatas, procuramos sugerir processos e procedimentos para a criação de imagens e outros elementos gráficos que serão utilizados nas mídias. São utilizados diversos livros para constatação de informações teóricas sobre problemáticas e soluções em arte além de aplicação de conhecimento técnico, de bacharelado e mestrado dos autores e a partir dessa coletânea de dados, pela via empírica discutir sobre experimentos híbridos e linguagem cognitiva aplicada. Para as análises, partiremos de uma problemática inicial escolhida aleatoriamente em aula.

3 2. Problemas e Discussões Como o hibridismo e processos de artes visuais interferem em novas mídias? A evolução tecnológica depende da utilização de procedimentos artísticos híbridos? A linguagem cognitiva intuitiva pode ser considerada um elo entre arte e tecnologia? Como a ciência e as artes podem se relacionar harmoniosamente e qual influencia na evolução humana? 3. Objetivo Analisar as possibilidades e aplicabilidades de conceitos de criação artística e design para atender a necessidade da evolução tecnológica seus conflitos nas comunicações e interpretações de linguagens cognitivas reunindo um conjunto de informações e estudo de artes visuais, hibridismo e suas aplicações em processos artísticos contemporâneos e tecnologias. 4. Metodologia Experimentação. Verificar as possibilidades de adaptar sistemas tecnológicos existentes para facilitar o processo cognitivo auxiliando os alunos envolvidos na pesquisa em aplicar esses sistemas. Serão aplicados os conhecimentos advindos à formação anterior, estudando formas de se apresentar imagens que facilitem o processo cognitivo. Procuramos utilizar uma vertente fenomenológica Ênfase no sujeito. O que ele (sujeito) pode produzir e como sua produção sofre interferências do meio. Especificamente nos sistemas tecnológicos em que está inserido ou se relacionando. Tomada à análise fenomenológica para evidenciar as vivências subjacentes àquela experiência, indicando o movimento intencional da consciência. Em nossa pesquisa, esses testes empíricos trazem além de observações, conceitos e técnicas de arte, design e áreas correlatas, a situação criativa de estimulação e ordenação de

4 insights criativos através de uma sequencia racional, que é um processo de materialização utilizado em arte e em design. 5. A Cibernética Pedagógica Freinetiana: A Cibernética Pedagógica possibilita, através de princípios científicos de comunicação e controle portanto cibernético -, aperfeiçoar as relações entre dois sistemas; Sistema Docente (S.Do), aquele que pretende ensinar; e sistema Discente (S.Di.), aquele que deve aprender, sejam eles constituídos por seres humanos ou máquinas. (SANGIORGI, 1999) [4]. Essa pedagogia é apresentada e sugerida pelo Prof. Dr. Pelópidas Cypriano de Oliveira em aula no Instituto de Artes da Unesp e é adotada nesta pesquisa em andamento. Por meio dela, exemplificamos e registramos a utilização de ensinos e ensaios laboratoriais, utilizando-se de uma variante de Freinet, que apresenta um tratamento ao aluno como sendo um futuro profissional da área a que ele está se formando. Isso ocorre porque nas formações acadêmicas dos artistas pesquisadores (autores), existem preparações para atender as duas vertentes de projeto o técnico e o artístico. Esse pensamento permite uma facilidade na orientação de alunos apresentam alguma dificuldade técnica e tecnologia disponível para o desenvolvimento de projetos no mundo atual. Muitas vezes os alunos não conseguem entender a simbologia correta para cada ocasião e como aplicar esses símbolos de maneira consciente. Temos preocupação com o aluno que se tornará um profissional, e zelamos principalmente pela utilização da tecnologia, mas não de maneira desenfreada a ponto de estagnar o processo de concepção e intuitivo de novas criações, principalmente na arte e no design. Os professores devem procurar perceber de que mais do elaborar uma imagem, escultura ou produto criativo qualquer mediante a um software ou plugin de criação de imagens, seria necessário ter também o conhecimento teórico e técnico referentes à tecnologia aplicada na concepção. Unindo e aplicando conhecimentos de Artes, com conceitos aplicados de Metodologia de Pesquisa Científica, é proposta uma abordagem histórica correlacionando arte, ciência, tecnologia e evolução humana nas comunicações.

5 Também podemos indicar uma abordagem hermenêutica contemporânea, que engloba não somente textos escritos, mas também tudo que há no processo interpretativo. Isso inclui formas verbais e não verbais de comunicação, aspectos que afetam a comunicação como proposições, pressupostos, significado, filosofia da linguagem, semiótica e hibridismo. Forma-se então um conjunto complexo de conhecimento artístico-científico para o aluno (artista) e quem o analisa (autores e pesquisadores). Estudar a utilização do hibridismo nos processos e procedimentos artísticos aplicados às tecnologias os processos em artes visuais aplicadas como forma de comunicação, comparando softwares de imagem, de modelagem, correções de cor, entre outros, para cada tipo de atividade criativa. Através de aplicações de exercícios na aula, é possível que se verifique que mesmo com a correta utilização de algum software ou plugin, a imagem criada pode não passar exatamente a mesma sensação pensada e previamente ensaiada porque a ferramenta tecnológica é subutilizada ou mecanicamente utilizada. Ou ainda, não se tem a noção esta do alcance dessa tecnologia. FIGURA 1 - ICONES, INDICES E SÍMBOLOS ACELERANDO COMUNICAÇÃO E CRIANDO UMA LINGUAGEM COGNITIVA UNIVERSAL. - EXPERIÊNCIAS Fonte: acervo eletrônico do co-autor: André M. Matta Nesse caso, a tecnologia deve contribuir com o processo completo de criação e de concepção de projeto, ela deve ultrapassar a sua real funcionalidade que é a de servir de

6 ferramenta para o processo representativo do aluno e não para bloqueá-lo em seu processo criativo. Todo o processo criativo deve ser acompanhado pelos professores que orientam o trabalho na sala. O professor precisa reforçar que o importante é a criação em design ou arte e que a ferramenta deve ser híbrida para facilitar a sua expressão. Além disso, procuramos exemplificar processos de criação manuais e tecnológicos e seus produtos voltados à arte e ao design no momento da utilização de processos e procedimentos híbridos e procurar buscar formas para estimular a produção de novas técnicas ou de protótipos que foram exibidos e discutidos na JIG - I Jornada Internacional Gemini na Universidade Federal de São Carlos. Com as discussões durante a apresentação, ficamos ainda mais convencidos de que dentro de uma universidade com o auxílio de um orientador Especialista em arte e tecnologia (DAMBROSIO, 2012) é possível se obter outras visões e uma análise mais abrangente de outras formas de criação além das já experimentadas pelo autor que tenta aliar seus conhecimentos como mestre em artes, designer de produto e projetista civil e o co-autor como MBA em auditoria, designer gráfico e projetista mecânico. Dentro de um mesmo local tentamos agregar valores de áreas variadas com o intuito de solucionar problemas em arte e design, promovendo execução de testes e verificando seu funcionamento, essa mistura de conhecimentos para ensinos laboratoriais foi considerada muito interessante pelos participantes da JIG presentes na apresentação do artigo. 6. Estudos de caso e detalhes Estão sendo elaboradas pesquisas qualitativas de utilização de arte em comunicação e tecnologia, utilizando técnicas manuais, tecnológicas e adaptações para desenvolver o trabalho sobre o tema proposto. Serão pesquisados alguns dos ramos de atividade artística (pintura, modelagem, edição de vídeo, colorização de vídeo entre outras) nas quais são utilizados recursos manuais e tecnológicos existentes para a representação de processos criativos, as técnicas aplicadas, sua evolução, os porquês e detalhes das utilizações dessas técnicas.

7 FIGURA 2 - A SINTAXE DA LINGUAGEM VISUAL. SÃO PAULO: MARTINS FONTES, DONDIS, Donis A. - Fundo, figura, tonalidade, perspectiva entre outras informações. Em seguida, quais os benefícios e prejuízos causados por essa utilização híbrida de arte, e suas interferências na criação, centradas a priori em artes utilizadas em tecnologias (via software) das mais contemporâneas juntamente com processos e procedimentos bastante antigos e tradicionais na produção de arte. Já verificamos que o processo evolutivo se torna simbiótico e com objetivo de facilitar a vida. O processamento das informações armazenadas em computadores, celulares e outros dispositivos, atualmente acessados através de ícones, são facilmente memorizados pelo cérebro e permitem encontrar as informações e processar com maior velocidade e assertividade. Muitos artistas ainda não conseguem perceber a importância do conhecimento e da prática das artes tradicionais e de seus processos e procedimentos manuais na materialização do raciocínio. A pesquisa justificará a utilização das artes em equipamentos modernos e suas interfaces intuitivas.

8 FIGURA 3 - A ARTE A SE TORNA LINGUAGEM MESMO NAQUILO EM QUE NÃO É. Fonte: acervo eletrônico do co-autor: André M. Matta O que se busca nas artes hoje tanto no desenho como em qualquer outra linguagem artística é o rompimento dos cânones tradicionais, onde a visão deixa de ser a projeção real do mundo, passando a imaginar a nossa projeção do mundo, o que é visto e sentido. Conhecer os processos artísticos em artes visuais, na criação de ícones de comunicação para agilidade na comunicação entre máquinas e humanos, bem como de máquina para máquinas e também de humano para humano. Outros itens técnicos estão sendo analisadas como atração e agrupamento, positivo e negativo, cores, escala e dimensões. Adaptado técnicas de comunicação visual, considerando simplicidade, complexidade, unidade, fragmentação, exagero, entre outros. E também como essas definições podem ser aplicadas na concepção da arte manual, tecnológica ou híbrida. Toda obra de arte precisa resolver uma dualidade entre sua execução e seu propósito. Uma obra de arte pode usar a linguagem tanto quanto quiser, e até mesmo expandir e aperfeiçoar essa linguagem enquanto a usa. Mas o tocante em uma obra é aquilo que não se coloca em palavras.

9 O que é significativo e valioso na arte pode ser justamente o que não é articulável, como por exemplo, a facilidade de interação e troca de informações de maneira clara, padronizada, rápida e comum para todos os usuários. 7. Considerações Finais (Conclusões Parciais): Procuremos analisar além dos elementos visíveis, um conjunto de elementos subjetivos já apresentados e ampliando essa pesquisa subjetiva analisando em conjunto correlações da aplicação de arte híbrida com interfaces tecnológicas e ambientes virtuais, entre outras. Porém com uma ideia bilateral físico-virtual construtiva com aplicação dos conhecimentos artísticos e técnicos que autor e co-autor possuem, já direcionando o trabalho para interações empreendedoras de conhecimento na era da informação. Apoio: Grupo de Pesquisa ARTEMÍDIA E VIDEOCLIP Grupo de Pesquisa INCOGNITA: INOVAÇÕES EM COGNIÇÃO, INFORMAÇÃO, TECNOLOGIA Grupo de Pesquisa ARTE E LINGUAGENS CONTEMPORÂNEAS, Grupo de Pesquisa DESIGN, ARTE, LINGUAGENS E PROCESSOS, Ambos do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Referências: AUMONT, Jacques. A Imagem. Campinas: Papirus, D AMBROSIO, Oscar. Arte: Design aplicado. UNESP Ciência, São Paulo, ano3, n. 32, 44-45, julho, 2012.

10 DONDIS, Donis. A Sintaxe da Linguagem Visual. São Paulo: Martins Fontes, FREINET, Célestin. As Técnicas Freinet da Escola Moderna; tradução de Silva Letra. Lisboa: Estampa, JOHNSON, Steven. Cultura de Interface. Rio de Janeiro: Zahar, MATTA, Celio Martins da. Artemídia: Processos e Procedimentos no Ateliê-Laboratório do Artista-Cineasta. São Paulo: UNESP Dissertação de Mestrado NEUFERT. A Arte de projetar em Arquitetura; tradução da 21.ª Edição alemã PAREYSON, L. Estética: Teoria da Formatividade; trad. De Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, ROSA, José Guilherme; MORAES, Ana Maria de. Avaliação e projeto no design de interfaces. Teresópolis: 2AB Editora LTDA, RUSSO, Beatriz; HEKKERT, Paul. Sobre amar um produto: Os princípios fundamentais; In: Design, ergonomia e emoção. Rio de Janeiro: Mauad X: FAPERJ, SANGIORGI, O. Cibernética e Educação. Comunicação & Educação. São Paulo, ZAMBONI, Silvio. A pesquisa em arte: um paralelo entre a arte e a ciência. São Paulo: Editores Associados, 2001.

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no

Leia mais

Faculdade de Engenharia de Presidente Prudente FEPP. Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores UNOESTE. E-mail: marcelomota@unoeste.

Faculdade de Engenharia de Presidente Prudente FEPP. Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores UNOESTE. E-mail: marcelomota@unoeste. 1032 MODELO CRIATIVO E AVALIAÇÃO NO DESIGN Marcelo José da Mota Faculdade de Engenharia de Presidente Prudente FEPP. Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores UNOESTE. E-mail: marcelomota@unoeste.br

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS Coordenadora: Pedro Segreto 06/04/2015 > 09/2016 400 horas Idioma: Português Aulas: Segundas e quartas das 19h30 às 22h30 PÚBLICO-ALVO Profissionais e pesquisadores das

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN Matriz Curricular do Curso de Design Fase Cód. Disciplina Créditos Carga Horária 01

Leia mais

Artemídia Polivalente: Ambiente de Comunicação-Educação-Cultura Artístico- Científica na Era Digital 1

Artemídia Polivalente: Ambiente de Comunicação-Educação-Cultura Artístico- Científica na Era Digital 1 Artemídia Polivalente: Ambiente de Comunicação-Educação-Cultura Artístico- Científica na Era Digital 1 Pelópidas Cypriano PEL 2 Universidade Estadual Paulista, São Paulo, SP Resumo Artemídia Polivalente

Leia mais

A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES

A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES A INFORMÁTICA E O ENSINO DE MATEMÁTICA: ALGUNS ESTUDOS RECENTES Silvia Regina Viel Rodrigues - Uni-FACEF Introdução Localizado no Departamento de Matemática, Unesp, Rio Claro, sob a coordenação do professor

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ ESTRUTURA CURRICULAR DO 1º CICLO Bacharelado interdisciplinar em Artes e Design 3 anos Componentes curriculares

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO FERNANDA SERRER ORIENTADOR(A): PROFESSOR(A) STOP MOTION RECURSO MIDIÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E DE APRENDIZAGEM

Leia mais

Missão. Objetivo Geral

Missão. Objetivo Geral SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO Curso: CINEMA E AUDIOVISUAL Missão O Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estácio de Sá tem como missão formar um profissional humanista, com perfil técnico e artístico

Leia mais

DESIGN. 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

DESIGN. 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos DESIGN 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado HABILITAÇÃO: Projeto do Produto PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 7 anos 2. OBJETIVO/PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO Objetivo: Proporcionar

Leia mais

ARTEMÍDIA CONDIZENTE: PROTÓTIPO DE VIVÊNCIA COMUNICACIONAL EM CIBERNÉTICA PEDAGÓGICA FREINETIANA

ARTEMÍDIA CONDIZENTE: PROTÓTIPO DE VIVÊNCIA COMUNICACIONAL EM CIBERNÉTICA PEDAGÓGICA FREINETIANA ARTEMÍDIA CONDIZENTE: PROTÓTIPO DE VIVÊNCIA COMUNICACIONAL EM CIBERNÉTICA PEDAGÓGICA FREINETIANA Pelópidas Cypriano 1 Lucilene CURY 2 Resumo O trabalho relata a pesquisa protótipo de vivência comunicacional

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2014 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Componente Curricular: Artes Série:

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN 514502 INTRODUÇÃO AO DESIGN Conceituação e história do desenvolvimento do Design e sua influência nas sociedades contemporâneas no mundo e no Brasil.

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA PESQUISA-AÇÃO PARA OBTENÇÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

A CONTRIBUIÇÃO DA PESQUISA-AÇÃO PARA OBTENÇÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA A CONTRIBUIÇÃO DA PESQUISA-AÇÃO PARA OBTENÇÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Daniela GIBERTONI 1 RESUMO A inovação tecnológica continua a ser um desafio para as empresas e para o desenvolvimento do país. Este

Leia mais

CONSIDERAÇÕES FINAIS

CONSIDERAÇÕES FINAIS CONSIDERAÇÕES FINAIS As considerações finais da pesquisa, bem como suas contribuições e sugestões para trabalhos futuros são aqui apresentadas, ressaltando algumas reflexões acerca do tema estudado, sem,

Leia mais

O USO DA LINGUAGEM DO DESENHO NO CONTEXTO DOS MEIOS DIGITAIS UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO

O USO DA LINGUAGEM DO DESENHO NO CONTEXTO DOS MEIOS DIGITAIS UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO O USO DA LINGUAGEM DO DESENHO NO CONTEXTO DOS MEIOS DIGITAIS UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO Marly de Menezes Gonçalves, Doutoranda em Arquitetura pela FAU/USP FASM - Faculdade Santa Marcelina professora do

Leia mais

Organização e Arquitetura de Computadores I. de Computadores

Organização e Arquitetura de Computadores I. de Computadores Universidade Federal de Campina Grande Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Organização e Arquitetura de Computadores I Organização Básica B de Computadores

Leia mais

CURSO DE DESIGN DE MODA

CURSO DE DESIGN DE MODA 1 CURSO DE MATRIZ CURRICULAR 2016.1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 49/15, 2015 de 7 de outubro de 2015. SUMÁRIO 2 1ª FASE... 4 01 DESENHO DE MODA I... 4 02 HISTÓRIA: ARTE E INDUMENTÁRIA...

Leia mais

TCC2036. fevereiro de 2006. Pricila Kohls dos Santos. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PUCRS. pricilas.ead@pucrs.

TCC2036. fevereiro de 2006. Pricila Kohls dos Santos. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul PUCRS. pricilas.ead@pucrs. 1 O PEDAGOGO EM MULTIMEIOS E INFORMÁTICA EDUCATIVA E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A EFICÁCIA DA UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA EDUCAÇÃO TCC2036 fevereiro de 2006 Pricila Kohls dos Santos

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 63/14, 2011 de 10 de dezembro de 2014. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO TECNOLÓGICO...

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - INSTITUTO DE ARTES ESCOLA DE ARTES VISUAIS DO PARQUE LAGE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - INSTITUTO DE ARTES ESCOLA DE ARTES VISUAIS DO PARQUE LAGE UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - INSTITUTO DE ARTES ESCOLA DE ARTES VISUAIS DO PARQUE LAGE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DA ARTE - TURMA 2015 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EMENTAS DOS CURSOS Arte

Leia mais

UMA CÂMERA OU CELULAR NA MÃO E UMA IDEIA NA CABEÇA: TRABALHANDO O GÊNERO DOCUMENTÁRIO EM SALA DE AULA

UMA CÂMERA OU CELULAR NA MÃO E UMA IDEIA NA CABEÇA: TRABALHANDO O GÊNERO DOCUMENTÁRIO EM SALA DE AULA UMA CÂMERA OU CELULAR NA MÃO E UMA IDEIA NA CABEÇA: TRABALHANDO O GÊNERO DOCUMENTÁRIO EM SALA DE AULA Wanda Patrícia de Sousa Gaudêncio (UFPB/PROFLETRAS) wandapatricia@evl.com.br Sandra Regina Pereira

Leia mais

ANÁLISE DOCUMENTÁRIA DE IMAGENS THE DOCUMENTARY ANALYSIS OF IMAGES

ANÁLISE DOCUMENTÁRIA DE IMAGENS THE DOCUMENTARY ANALYSIS OF IMAGES 1 ANÁLISE DOCUMENTÁRIA DE IMAGENS THE DOCUMENTARY ANALYSIS OF IMAGES Miriam Paula Manini 1 Introdução Pretendemos desenvolver, nesta comunicação, questões atinentes à transposição de métodos e técnicas

Leia mais

CURSO DE DESIGN DE MODA

CURSO DE DESIGN DE MODA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2013 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 CRIATIVIDADE... 3 02 HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN... 3 03 INTRODUÇÃO AO... 3 04 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 3

Leia mais

Design Manual do curso

Design Manual do curso Design Manual do curso Informações gerais INFORMAÇÕES GERAIS Nome: curso de Design, bacharelado Código do currículo: 2130 Nível: curso superior de graduação Início: o curso de Design com habilitação em

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Design gráfico: Programas de Disciplinas e Seus Componentes Pedagógicos.

Design gráfico: Programas de Disciplinas e Seus Componentes Pedagógicos. Design gráfico: Programas de Disciplinas e Seus Componentes Pedagógicos. 1º PERÍODO Área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas DISCILINA: Metodologia Científica CARGA CÓDIGO CRÉDITOS HORÁRIA H11900 04

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARES EDUCACIONAIS DE BIOLOGIA. Eixo Temático 2- Pesquisa e Práticas Educacionais Comunicação

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARES EDUCACIONAIS DE BIOLOGIA. Eixo Temático 2- Pesquisa e Práticas Educacionais Comunicação AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARES EDUCACIONAIS DE BIOLOGIA Eixo Temático 2- Pesquisa e Práticas Educacionais Comunicação Mariangela Norkus - PROGEPE/UNINOVE Amélia Silveira - PROGEPE/UNINOVE Cláudia

Leia mais

Tecnologia em. Design Gráfico

Tecnologia em. Design Gráfico Tecnologia em Design Gráfico Tecnologia em Design Gráfico CARREIRA O Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico oferece oportunidade para o trabalho profissional em diversas profissões relacionadas

Leia mais

Titulo Ver e olhar: dois pólos que instrumentalizam a construção da significação no design de moda

Titulo Ver e olhar: dois pólos que instrumentalizam a construção da significação no design de moda Titulo Ver e olhar: dois pólos que instrumentalizam a construção da significação no design de moda Autor Lourdes Maria Puls Introdução As imagens são utilizadas como meio de comunicação e expressão cultural

Leia mais

ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES

ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES ESTUDO SOBRE A APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA NA ATUAÇÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES Nara Dias Brito 1 ; Daniel Mill 2 Grupo 2.1. Docência na educação a distância: Formação

Leia mais

Novas tecnologias no ensino de matemática: possibilidades e desafios

Novas tecnologias no ensino de matemática: possibilidades e desafios Novas tecnologias no ensino de matemática: possibilidades e desafios Marcelo Antonio dos Santos Mestre em Matemática Aplicada UFRGS, Professor na Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) e professor da rede

Leia mais

Robson Santos Doutor em Design e especialista sênior em usabilidade do Instituto Nokia de Tecnologia - IndT http://interfaceando.blogspot.

Robson Santos Doutor em Design e especialista sênior em usabilidade do Instituto Nokia de Tecnologia - IndT http://interfaceando.blogspot. 42 :: Webdesign Forma e função, menos é mais. Tais conceitos, tão idolatrados e propagados pelas novas gerações de profissionais do design, surgiram no início do século XX, através da escola Bauhaus. Criada

Leia mais

Áreas, sub-áreas e especialidades dos estudos da cognição

Áreas, sub-áreas e especialidades dos estudos da cognição 01. GRANDE ÁREA: CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E NATURAIS 2. Área - Probabilidade Probabilidade Aplicada (aspectos 3. Área - Estatística Fundamentos da Estatística (aspectos Modelagem Estatística Teoria da Amostragem

Leia mais

Bacharelado em Moda Matriz Curricular 2010-1

Bacharelado em Moda Matriz Curricular 2010-1 CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Bacharelado em Moda Matriz Curricular 2010-1 Fase Cod. Disciplina I II III IV Prérequisitos Carga Horária Teórica

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular

Ficha de Unidade Curricular Ficha de Unidade Curricular Unidade Curricular Designação: Comunicação Visual Área Científica: Design de Comunicação (DC) Ciclo de Estudos: Licenciatura Carácter: Obrigatória Semestre: 1º ECTS: 6 Tempo

Leia mais

RESUMOS SIMPLES...452 RELATOS DE EXPERIÊNCIAS...454 RESUMOS DE PROJETOS...456

RESUMOS SIMPLES...452 RELATOS DE EXPERIÊNCIAS...454 RESUMOS DE PROJETOS...456 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 5 a 8 de outubro, 2009 451 RESUMOS SIMPLES...452 RELATOS DE EXPERIÊNCIAS...454 RESUMOS DE PROJETOS...456 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão,

Leia mais

Utilização de modelos virtuais no ensino de desenho técnico para engenheiros florestais

Utilização de modelos virtuais no ensino de desenho técnico para engenheiros florestais Utilização de modelos virtuais no ensino de desenho técnico para engenheiros florestais UNIPLAC fabiterezo@hotmail.com 1. Introdução Com o advento dos computadores, dos programas de desenho, das impressoras

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Artes Visuais busca formar profissionais habilitados para a produção, a pesquisa

Leia mais

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2011/1

Ementário do curso de Design de Moda Grade 2011/1 1 1 INTRODUÇÃO AO DESIGN DE MODA Terminologias e conceitos da área. Contextualização e processo de moda. Mercado. Ciência e. 2 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO Leitura analítica e crítica. Gêneros textuais.

Leia mais

Forma e função nas casas de Peter Eisenman

Forma e função nas casas de Peter Eisenman Forma e função nas casas de Peter Eisenman Form and function in Peter Eisenman houses Luis Paulo Hayashi Garcia, Valeria Cássia dos Santos Fialho Centro Universitário Senac Departamento de Arquitetura

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA Planificação 1.º Ciclo do Ensino Básico ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA Proposta de Plano Anual 2014/2015 1. Introdução

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a

Leia mais

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS

LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS LISTA DE PONTOS CAMPO DAS HUMANIDADES: SABERES E PRÁTICAS 1. As humanidades e suas repercussões sobre o pluralismo cultural 2. Humanidades e ciências: o debate transcultural em contextos plurais 3. Pedagogias

Leia mais

TRIADES. Transversalidade Design Linguagens

TRIADES. Transversalidade Design Linguagens 2 Transversalidade Design Linguagens Marcos Rizolli ARTISTAS-DESIGNERS DO SÉCULO XX: UM INVENTÁRIO SEMIÓTICO 2 RESUMO O presente estudo apresenta as relações semióticas entre Arte e Design, percebidas

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo

Arquitetura e Urbanismo Arquitetura e Urbanismo Arquitetura e Urbanismo CARREIRA EM ARQUITETURA E URBANISMO Os arquitetos recebem uma formação geral que lhes permite trabalhar em diversos campos: em projetos de construções, de

Leia mais

FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS

FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: Design de Moda MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2016.1 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2016.1 Sistema de Moda FASE: 1ª Fase CARGA HORÁRIA: 30h Descrição

Leia mais

- Aula 1 - ARQUITETURA DE COMPUTADORES

- Aula 1 - ARQUITETURA DE COMPUTADORES - Aula 1 - ARQUITETURA DE COMPUTADORES Em arquitetura de computadores serão estudados aspectos da estrutura e do funcionamento dos computadores. O objetivo é apresentar de forma clara e abrangente a natureza

Leia mais

FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CURSO DE BACHARELADO EM CINEMA E VÍDEO Ano Acadêmico de 2008 MATRIZ CURRICULAR

FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ CURSO DE BACHARELADO EM CINEMA E VÍDEO Ano Acadêmico de 2008 MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR Carga Horária Semestral por Disciplina Disciplinas 1º semestre 2º semestre 3º semestre 4º semestre 5º semestre 6º semestre 7º semestre 8º semestre Total Obrigatórias Optativas Fundamentos

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de

Leia mais

INICIAÇÃO Revista Eletrônica de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística

INICIAÇÃO Revista Eletrônica de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística HOLOFACE Programação de Simulação de Interfaces Interativas Aluno: Leandro Santos Castilho 1 Orientador: Romero Tori 2 Linha de Pesquisa: Ambientes Interativos Projeto: Livro 3D Resumo Os conceitos de

Leia mais

DESIGN DISCIPLINAS QUE PODEM SER OFERECIDAS PARA OUTROS CURSOS CURSO DE ORIGEM DA DISCIPLINA NOME DA DISCIPLINA EMENTA C.H. OBSERVAÇÕES PREVISÃO

DESIGN DISCIPLINAS QUE PODEM SER OFERECIDAS PARA OUTROS CURSOS CURSO DE ORIGEM DA DISCIPLINA NOME DA DISCIPLINA EMENTA C.H. OBSERVAÇÕES PREVISÃO DISCIPLINAS QUE PODEM SER OFERECIDAS PARA OUTROS CURSOS CURSO DE ORIGEM DA DISCIPLINA DESIGN NOME DA DISCIPLINA EMENTA C.H. OBSERVAÇÕES PREVISÃO Raciocínio Lógico Matemática Financeira A disciplina trata

Leia mais

Avaliação da Usabilidade no Desenvolvimento do Produto: estudo de caso na concepção de um aparelho para monitoramento de velocidade

Avaliação da Usabilidade no Desenvolvimento do Produto: estudo de caso na concepção de um aparelho para monitoramento de velocidade Avaliação da Usabilidade no Desenvolvimento do Produto: estudo de caso na concepção de um aparelho para monitoramento de velocidade Usability Evaluation in Product Design: a case study in the design of

Leia mais

ANÁLISE DA IMPLANTAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NA MODALIDADE EAD DA UAB-UFSCAR

ANÁLISE DA IMPLANTAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NA MODALIDADE EAD DA UAB-UFSCAR 1 ANÁLISE DA IMPLANTAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NA MODALIDADE EAD DA UAB-UFSCAR SÃO CARLOS/SP, MAIO/2012 Marilu Pereira Serafim Parsekian UFSCar mparsekian@gmail.com Luiz Marcio Poiani UFSCar

Leia mais

Um olhar sobre a Educomunicação enquanto prática em expansão

Um olhar sobre a Educomunicação enquanto prática em expansão Um olhar sobre a Educomunicação enquanto prática em expansão Cláudio Messias 1 Resumo Investigamos, por meio de pesquisa quantitativa e qualitativa, referenciais que dão sustentação à expansão da prática

Leia mais

IMAGENS 3D VIRTUAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: RECONSTRUÇÕES DE UM MODELO ANALÓGICO DO OLHO HUMANO EM APLICATIVO MULTIMÍDIA 1

IMAGENS 3D VIRTUAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: RECONSTRUÇÕES DE UM MODELO ANALÓGICO DO OLHO HUMANO EM APLICATIVO MULTIMÍDIA 1 IMAGENS 3D VIRTUAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: RECONSTRUÇÕES DE UM MODELO ANALÓGICO DO OLHO HUMANO EM APLICATIVO MULTIMÍDIA 1 Welerson R. MORAIS (CEFET-MG) 2 Ronaldo L. NAGEM (CEFET-MG) 3 Resumo O uso de imagens

Leia mais

GRUPO FRESTAS: FORMAÇÃO E RESSIGNIFICAÇÃO DO EDUCADOR: SABERES, TROCA, ARTE E SENTIDOS

GRUPO FRESTAS: FORMAÇÃO E RESSIGNIFICAÇÃO DO EDUCADOR: SABERES, TROCA, ARTE E SENTIDOS Eixo: Políticas para a Infância e Formação de Professores Contempla as produções acadêmico-científicas que tratam de ações políticas e legislações referentes à Educação Infantil e a infância. Aborda pesquisas

Leia mais

I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos

I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos I Jornada de Pesquisa e Extensão Trabalhos Científicos LABORATÓRIO DE CONVERGÊNCIA DE MÍDIAS PROJETO DE CRIAÇÃO DE UM NOVO AMBIENTE DE APRENDIZADO COM BASE EM REDES DIGITAIS. 1 Palavras-chave: Convergência,

Leia mais

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso:

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos

Leia mais

Um novo olhar sobre TIC e Educação Matemática

Um novo olhar sobre TIC e Educação Matemática Um novo olhar sobre TIC e Educação Matemática Profa. Dra. Maria Raquel Miotto Morelatti Departamento de Matemática, Estatística e Computação mraquel@fct.unesp.br O que são TIC? Recursos tecnológicos que

Leia mais

CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Claudia Maria da Cruz Consultora Educacional FEVEREIRO/2015 CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A ênfase na operacionalização escrita dos documentos curriculares municipais é

Leia mais

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA ESTRUTURA CURRICULAR Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campina Grande - Campus I DIURNO 1º SEMESTRE CARGA HORÁRIA História da Comunicação (básica) 30 02 Filosofia da Comunicação (complementar) 30 02

Leia mais

Tecnologias Digitais e Educação a Distância: letramento digital e formação de professores

Tecnologias Digitais e Educação a Distância: letramento digital e formação de professores Tecnologias Digitais e Educação a Distância: letramento digital e formação de professores Prof. Dr. Luís Paulo Leopoldo Mercado Universidade Federal de Alagoas Conteúdos Cenário das práticas pedagógicas

Leia mais

LIVE CINEMA É CINEMA? RESUMO

LIVE CINEMA É CINEMA? RESUMO 1 LIVE CINEMA É CINEMA? Guilherme Malo Maschke 1 RESUMO Live cinema é um conceito amplo e significa variadas formas de produção audiovisual. A intenção desse artigo não é buscar um conceito final e preciso

Leia mais

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade

Designer gráfico. elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade Rubens de Souza Designer gráfico O designer gráfico desenvolve projetos ou planejamentos a partir de elementos verbais e não-verbais que irão compor peças gráficas com a finalidade específica de atingir

Leia mais

A ESTAMPARIA DIGITAL E O DESIGNER NO CONTEMPORÂNEO Digital textile print and the designer in contemporary

A ESTAMPARIA DIGITAL E O DESIGNER NO CONTEMPORÂNEO Digital textile print and the designer in contemporary A ESTAMPARIA DIGITAL E O DESIGNER NO CONTEMPORÂNEO Digital textile print and the designer in contemporary Laranjeira, Mariana; Aluna especial da disciplina Design Contemporâneo junto ao PPG Design, FAAC

Leia mais

A CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DA FRAGMENTAÇÃO: UM PROCESSO ENTRE CRIATIVIDADE E O DESENHO

A CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DA FRAGMENTAÇÃO: UM PROCESSO ENTRE CRIATIVIDADE E O DESENHO A CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DA FRAGMENTAÇÃO: UM PROCESSO ENTRE CRIATIVIDADE E O DESENHO Jéssica Dalla Corte¹ Márcia Moreno (Orientadora) ² Universidade Comunitária da Região de Chapecó-Unochapecó Resumo: Esta

Leia mais

A importância da Informática na Educação

A importância da Informática na Educação A importância da Informática na Educação AGUIAR, Juliana Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais FAEG - Rua das Flores, 740 Bairro Labienópolis - CEP 17400-000 Garça (SP) Brasil Telefone

Leia mais

LENDO IMAGENS A PARTIR DE PROPOSTAS DE AÇÃO EDUCATIVA EM EVENTOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA EM GOIÁS.

LENDO IMAGENS A PARTIR DE PROPOSTAS DE AÇÃO EDUCATIVA EM EVENTOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA EM GOIÁS. LENDO IMAGENS A PARTIR DE PROPOSTAS DE AÇÃO EDUCATIVA EM EVENTOS DE ARTE CONTEMPORÂNEA EM GOIÁS. ARAÚJO, Haroldo de 1; Prof.Dr. Costa, Luis Edegar de Oliveira 2;. Palavras chaves: Arte contemporânea; curadoria;

Leia mais

Anuários de Criação. Imagens da intimidade em propaganda impressa

Anuários de Criação. Imagens da intimidade em propaganda impressa USCS UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PRÓ-REITORIA DE PÓS GRADUAÇÃO E PESQUISA COMISSÃO DE PESQUISAS ACADÊMICAS Anuários de Criação Imagens da intimidade em propaganda impressa Docente Responsável:

Leia mais

TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS (TJD)

TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS (TJD) TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS (TJD) SOBRE O CURSO O mundo mudou para melhor. Seja no universo corporativo ou na vida das pessoas, a Tecnologia de Informação (TI) é a grande responsável por essa revolução

Leia mais

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA PLANO DE DISCIPLINA 1. UNIDADE: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação 2. PROGRAMA: Pós-graduação em Televisão Digital: Informação e Conhecimento 3. NÍVEL: Mestrado Profissional 4. ÁREA DE CONCENTRAÇÃO:

Leia mais

Programa do Curso. Cultura da mobilidade e Educação: desvendando possibilidades pedagógicas

Programa do Curso. Cultura da mobilidade e Educação: desvendando possibilidades pedagógicas UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CAMPUS I MESTRADO EM EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE LINHA DE PESQUISA: JOGOS ELETRÔNICOS E APRENDIZAGEM GRUPO DE PESQUISA: COMUNIDADES VIRTUAIS

Leia mais

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem Coordenação: Juliana Cristina Braga Autoria: Rita Ponchio Você aprendeu na unidade anterior a importância da adoção de uma metodologia para a construção de OA., e também uma descrição geral da metodologia

Leia mais

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Coordenador: Duração: Carga Horária: LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Victor Emanuel Corrêa Lima 6 semestres 2800 horas Situação Legal: Reconhecido pela Portaria MEC nº 503 de 15/02/2006 MATRIZ CURRICULAR Primeiro

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h

Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR. Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Curso Técnico Integrado em Comunicação Visual CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Introdução à Comunicação Visual 40 horas Não tem Desenho I 40 horas Não

Leia mais

FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA

FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA FRANCISCO JOSÉ PAOLIELLO PIMENTA Figura 1 - Francisco Paoliello Pimenta, professor na Universidade Federal de Juiz de Fora acervo pessoal de Francisco Paoliello Pimenta Não há separação entre o conhecimento

Leia mais

O aluno que estiver com disciplina pendente no currículo antigo, poderá cursar a sua equivalente, que for oferecida no período, do currículo novo.

O aluno que estiver com disciplina pendente no currículo antigo, poderá cursar a sua equivalente, que for oferecida no período, do currículo novo. Equivalências das disciplinas obrigatórias do currículo antigo do curso de Social (cinema, jornalismo e publicidade) vinculadas ao Departamento de Estudos Culturais e Mídia. O aluno que estiver com disciplina

Leia mais

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda

Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Universidade Federal Fluminense IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social Departamento de Comunicação Social Curso de Publicidade e Propaganda Disciplinas Optativas Publicidade Carga horária total

Leia mais

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 60 h 1º Evolução histórica dos computadores. Aspectos de hardware: conceitos básicos de CPU, memórias,

Leia mais

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais.

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Tales Henrique José MOREIRA 1 ; Gabriel da SILVA 2 ; 1 Estudante de Tecnologia em Sistemas para

Leia mais

SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA

SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Resumo SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Felipe Marques Limonta 1 limonta8@gmail.com Rafael Lucas Monteiro 2 rafaelmonteiro100@hotmail.com Carlos Alberto Lucas 3 profcarloslucas@gmail.com

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase. Disciplina 0003737A - Plástica

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo. Ênfase. Disciplina 0003737A - Plástica Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo Ênfase Identificação Disciplina 0003737A - Plástica Docente(s) Alexandre Suarez de Oliveira Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento Departamento

Leia mais

Pesquisa sobre Ensino de IHC 2010-2012. Clodis Milene Raquel Sílvia Simone

Pesquisa sobre Ensino de IHC 2010-2012. Clodis Milene Raquel Sílvia Simone Pesquisa sobre Ensino de IHC 2010-2012 Clodis Milene Raquel Sílvia Simone 1 abril a junho de 2013 75 respondentes válidos cursos: graduação pós-graduação stricto sensu pós-graduação lato sensu avulsos

Leia mais

Interface Homem- Computador

Interface Homem- Computador Interface Homem- Computador (IHC) Profª. Leticia Lopes Leite Software Educacional I Interface Deve ser entendida como sendo a parte de um sistema computacional com a qual uma pessoa entra em contato física,

Leia mais

Análise psicológica das cores no contexto do design de interação sob a visão da Psicologia Analítica

Análise psicológica das cores no contexto do design de interação sob a visão da Psicologia Analítica 376 Análise psicológica das cores no contexto do design de interação sob a visão da Psicologia Analítica Brenda Ludovico Vieira Nascimento 1, Cleomar de Souza Rocha 2 1 Faculdade de Educação Universidade

Leia mais

TECNOLOGIA CONTRIBUINDO PARA INCLUSÃO? ESCOLA DE HACKERS

TECNOLOGIA CONTRIBUINDO PARA INCLUSÃO? ESCOLA DE HACKERS TECNOLOGIA CONTRIBUINDO PARA INCLUSÃO? ESCOLA DE HACKERS Ariane Mileidi Pazinato; Neuza Terezinha Oro; Eliamar Ceresoli Rizzon; Maria Elene Mallmann; Josiane Muller; Adriano Canabarro Teixeira; Jaqueline

Leia mais

Palavras-chave: Informática Educativa. Ferramenta pedagógica. Formação.

Palavras-chave: Informática Educativa. Ferramenta pedagógica. Formação. 1 ARTE DIGITAL: O MUNDO DAS TELAS NA TELA DO COMPUTADOR Gláucio Odair Xavier de ALMEIDA Licenciado em Letras e Licenciando em computação Universidade Estadual da Paraíba/CCEA- Patos odairalmeida88@gmail.com

Leia mais

Portfólio de Criação Espaço Experiência 1. Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5

Portfólio de Criação Espaço Experiência 1. Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5 Portfólio de Criação Espaço Experiência 1 Gabriel Godinho CARRARO 2 Julia Meinhardt TELLES 3 Jarissa Maguatini Pinto COGOY 4 Vinícius MANO 5 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto

Leia mais

INICIAÇÃO Revista Eletrônica de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística

INICIAÇÃO Revista Eletrônica de Iniciação Científica, Tecnológica e Artística HOLOFACE: MODELAGEM DE OBJETOS TRIDIMENSIONAIS INTERATIVOS Vídeo 3D: Da Filmagem a Veiculação à Internet Yan Desio Waack Constantino 1 Romero Tori 2 Linha de Pesquisa: Tecnologia Aplicada Projeto: Holoface

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET Introdução à Computação A disciplina apresenta a área da Computação como um todo, desde a história e a evolução dos computadores

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA:2013 EMENTA OBJETIVOS

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA:2013 EMENTA OBJETIVOS EIXO TECNOLÓGICO:Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Física FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas

SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas Geandré Meller Zacher 1 Luiz Gustavo Galves Mahlmann 2 Newton Muller 3 RESUMO Este artigo tem como finalidade apresentar o projeto SISGAP, que

Leia mais

Análise da produção bibliográfica em Design no Brasil: impacto científico

Análise da produção bibliográfica em Design no Brasil: impacto científico Análise da produção bibliográfica em Design no Brasil: impacto científico Carlos Henrique Gonçalves (UNESC/FAAP) chcg@uol.com.br Roberval Bráz Padovan (UNESC/FAAP) am_padovan@terra.com.br Simone Thereza

Leia mais

O mundo das pequenas coisas: estampas para tecido feitas com objetos do universo da costura

O mundo das pequenas coisas: estampas para tecido feitas com objetos do universo da costura O mundo das pequenas coisas: estampas para tecido feitas com objetos do universo da costura The little things world: prints for textile made with objects of sewing universe Cavalcante, Vanessa Peixoto;

Leia mais

Realidade Virtual Aplicada à Educação

Realidade Virtual Aplicada à Educação Realidade Virtual Aplicada à Educação Sandra Dutra Piovesan 1, Camila Balestrin 2, Adriana Soares Pereira 2, Antonio Rodrigo Delepiane de Vit 2, Joel da Silva 2, Roberto Franciscatto 2 1 Mestrado em Informática

Leia mais

COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1

COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1 I Jornada de Pesquisa e Extensão Projeto Experimental COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1 Leonardo Ferreira COSTA 2 Pablo

Leia mais

PROJETO 2. 1. Identificação do projeto

PROJETO 2. 1. Identificação do projeto PROJETO 2 1. Identificação do projeto Título:Ensino de bioquímica e biologia molecular a partir de "situações cotidiana" utilizando as tecnologias da informação Responsável:Dr. Carlos Eduardo da Rosa Vínculo

Leia mais