Proteger é preciso. Minimizar riscos de uma carga vulnerável para evitar impactos no seguro é o novo ativo de embarcadores e transportadoras

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Proteger é preciso. Minimizar riscos de uma carga vulnerável para evitar impactos no seguro é o novo ativo de embarcadores e transportadoras"

Transcrição

1 54 a revista do profissional do setor R$ 11,50 Proteger é preciso Minimizar riscos de uma carga vulnerável para evitar impactos no seguro é o novo ativo de embarcadores e transportadoras Guia traz perfil completo dos distribuidores de autopeças para veículos diesel Novidades e lançamentos dos expositores da Automec Pesados & Comerciais 2014 Lei sancionada em São Paulo fecha o cerco contra receptadores de carga roubada Entidades do setor automotivo se mobilizam para acelerar debate sobre a renovação da frota

2 Desde 1927 ISO 9001/2000

3 diesel ao leitor Otimismo para poucos e bons Por Perla Rossetti Certamente ninguém gosta de previsões negativas. Principalmente quando elas definem os rumos da economia de um país complexo, tenso e de cultura simplista numa série de questões essenciais. Porém, contestar o incontestável e permanecer de braços cruzados é o cúmulo do absurdo. Especialmente diante de um quadro que levou a conceituada Standard & Poor s a rebaixar a nota de crédito e risco do Brasil para BBB- em função da política fiscal e o baixo crescimento econômico. O que isso significa na prática, particularmente para o TRC? A urgência de um compromisso nacional para desatar nós e limpar terrenos e arenas que precisam de modernização e ética empresarial e governamental acima de tudo. Uma atitude mais responsável para lidar com uma malha rodoviária que engole recursos numa dinâmica sem fim, sucateia sua frota de veículos e impõe um amálgama entre o que há de pior na segurança dos profissionais e a estagnação da economia como um todo. O resultado do descaso ou descuido se traduz num elevado custo operacional, jurídico e humano até mesmo quando o TRC conquista uma lei para profissionalizá-lo. O assunto está em nossa reportagem de capa que traz a análise da fragilidade da carga no País diante da Lei dos Motoristas, pois como aponta a Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga (ABTC), pode resultar em mais acidentes e roubos nas estradas que não dispõem de suporte para as paradas, entre outros gaps. Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes. Mais do que semântica do físico Albert Einstein, o pensamento se aplica ao contexto de ações no setor. Assim, a Mais Diesel dedicou-se a reunir nesta edição exemplos de empresas que estão alcançando o diferente, inédito e responsável para registrar bom desempenho numa seara hostil. As montadoras de caminhões, é claro, estão satisfeitas e confiantes. Discurso institucional ou estratégico, elas apostam no Brasil da renovação da frota, que ainda desponta como um refresco, porém não sai do papel. O potencial para negócios está aí na frota envelhecida, mas sem solucionar questões estruturais, o autônomo permanece à margem dos financiamentos. É chegada a hora de rever as estratégias e traçar um novo rumo? O empresariado no TRC está amadurecido o suficiente para mudar o jogo? Sem presunções, mas dedicados às boas práticas empresariais, esperamos apresentar algumas boas respostas nas reportagens desta edição. Boa leitura. Ano 11 # Distribuição nacional A revista Mais DIESEL é uma publicação bimestral da Editora Novo Meio Ltda., de circulação dirigida aos gestores de frotas e profissionais do segmento de manutenção de veículos pesados para contribuir com o desenvolvimento do setor. Redação Editor-chefe Claudio Milan Editora Perla Rossetti Colaboração Flávia D Angelo Editoração Coordenadora de Arte Priscila Wu Assistente de Arte Carolina Zanola Publicidade Diretor Paulo Roberto de Oliveira Marketing Analista Paula Miguel Assistente Jefferson Moraes Auxiliar de Pesquisa Elisângela Oliveira Jornalista Responsável Claudio Milan (MTb ) Os anúncios aqui publicados são de responsabilidade exclusiva dos anunciantes, inclusive com relação à qualidade e veracidade. As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores. Apoio institucional Tiragem de exemplares INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO AUDITADA PELO Publisher Ricardo Carvalho Cruz Diretor Geral Claudio Milan Diretor Comercial e de Relações com o Mercado Paulo Roberto de Oliveira Diretor de Operações Ricardo Marcondes Cruz Diretor de Criação Gabriel Cruz com.br fale com a gente Nosso Endereço Rua São Tomé, º e 12º andares Vila Olímpia São Paulo - SP (11) Redação Dúvidas, críticas e sugestões a respeito das informações editoriais publicadas na revista. Envie releases com os lançamentos de sua empresa e notícias que merecem ser divulgadas ao mercado. (11) Notícias Cadastre-se para receber notícias do setor no seu . Acesse: Publicidade Anuncie na Mais Diesel e tenha sua mensagem divulgada na única publicação do mercado dirigida aos gestores das frotas. (11) Marketing Vincule sua marca aos projetos e eventos mais criativos e importantes do mercado. Informe-se sobre reprints das reportagens publicadas na revista. (11) Assinatura Assine a Mais Diesel e receba em primeira mão informações sobre a evolução do mercado brasileiro de transporte e conheça ferramentas para garantir o crescimento de sua empresa. Receba os números atrasados para completar a sua coleção. (11) Recursos humanos Venha trabalhar com a gente e encontre espaço para mostrar seu talento. (11) descubra a nova plataforma digital da mais diesel Seu encontro com o conteúdo mais consistente do mercado agora é diário. Acesse os canais online da revista Mais Diesel. 4

4 R$ 11,50 Capa MD 54.indd 1 27/03/ :58: diesel sumário foto de Capa Montaggem sobre foto do Shutterstock mais diesel # 54 ano Proteger é preciso 54 a revista do profissional do setor Proteger é Preciso minimizar riscos de uma carga vulnerável para evitar impactos no seguro é o novo ativo de embarcadores e transportadoras Guia traz perfil completo dos distribuidores de autopeças para veículos diesel novidades e lançamentos dos expositores da automec pesados & comerciais 2014 lei sancionada em são paulo fecha o cerco contra receptadores de carga roubada entidades do setor automotivo se mobilizam para acelerar debate sobre a renovação da frota 08 Mais essa Notícias, novidades e lançamentos em produtos e serviços. 20 LEGISLAÇÃO Empresas envolvidas na receptação de cargas roubadas ou furtadas serão punidas em São Paulo. 26 qualidade Inmetro e Dpaschoal detalham investimentos para certificação de conformidade na recapagem. 48 balanço Scania bate recorde de emplacamentos de caminhões e ônibus desde que chegou ao País em resultados MAN Latin America mantém participação de 26,9% e foca esforços em extrapesados e pós-vendas. 52 LANÇAMENTOS Volvo celebra 20 anos de FH no País com série limitada e festeja o excelente desempenho de distribuição Os principais distribuidores de autopeças para a linha pesada revelam seus diferenciais e projetos. 60 PNEUs Portaria 544 do Inmetro exige sofisticação tecnológica dos fabricantes capa 14 Vulnerabilidade da carga tem justificativa jurídica para elevar não só o valor do seguro como o custo de toda a operação 32 indicadores Custo do Transporte Rodoviário de Cargas Fracionadas variou a 7,85% em 2013, aponta estudo da NTC&Logística. 36 MERCADO Conheça os programas estaduais de renovação de frota que inspiram a iniciativa nacional. 56 ARTIGO Especialista em logística e Supply Chain, Danilo Campos explica a importância do tema na hierarquia organizacional. 64 ANFIR Setor de implementos rodoviários permanece estagnado no primeiro bimestre. 6 7

5 diesel mais essa Quinta roda A Fontaine lançou no Brasil a quinta roda de 3 ½ polegadas 100% nacional. Com a nacionalização, a Fontaine passou a oferecer uma resposta às necessidades do mercado brasileiro, principalmente do segmento canavieiro e madeireiro. O equipamento Aposta 3D A MAN Latin America está apostando fortemente em tecnologia 3D para agilizar projetos com mais de 200 protótipos produzidos em um ano de operação. A fabricante conseguiu reduzir em quase 80% o custo de desenvolvimento de modelos conceituais (mock ups, em inglês) na fase inicial dos projetos, num processo que leva, no mínimo, quatro semanas a menos para a validação de montagem e acessibilidade. A impressão é feita por sobreposição de material em camadas até que chegue ao resultado final do projeto. Em vez de tinta, a impressora utiliza materiais termoplásticos e são adotados diferentes bicos, que produzem camadas mais ou menos espessas, de acordo com a necessidade de precisão de cada peça. Com o processo simplificado, é possível trabalhar ainda múltiplos projetos simultaneamente, com cronograma enxuto. foi testado e certificado pelo Inmetro, por órgãos norteamericanos, europeus e canadenses e também será oferecido aos mercados destes países. A Fontaine exportará sua quinta roda de 3 ½ polegadas para a América Latina, Europa e Estados Unidos. Quinta roda de 3 e ½ polegadas foi desenvolvida para o transportador dos segmentos canavieiro e madeireiro Responsabilidade A Iveco e Senai se uniram para realizar o Curso de Aprendizagem: Foco Ambiente Industrial e Administrativo. Gratuito, é direcionado a um público com idade superior a 16 anos e que tenha, preferencialmente, o Ensino Fundamental completo ou em andamento. Os alunos selecionados Prêmio Diesel O novo motor Cursor 16 da FPT Industrial recebeu o prêmio Diesel of the Year de 2014 da revista italiana Diesel, em reconhecimento a excelência tecnológica do propulsor de seis cilindros em linha e 16 litros. Pequeno no tamanho e poderoso na geração de energia, o Cursor 16 oferece a melhor relação potência/ peso da categoria e é um dos menores de sua linha para aplicações nos setores de construção, agricultura e geração de energia. Com a tecnologia de Redução Catalítica Seletiva de Alta Eficiência (HI-eSCR), cumpre as rígidas regulamentações da emissão Estágio IV/Tier 4 Final e Euro VI. social no recrutamento serão divididos em turmas distintas: uma dedicada ao aprendizado administrativo e outras com foco no ambiente fabril. Por este motivo, as disciplinas serão aplicadas de acordo com o perfil do candidato. Com duração de um ano, a programação será segmentada em dois módulos: teórico e prático. Atendimento a frotistas Inicialmente serão contempladas as grandes empresas de transporte de passageiros Um setor criado para atendimento exclusivo aos clientes frotistas do mercado de transporte de passageiros é a novidade da MAN Latin America. Quatro consultores e um gestor, divididos por grupos de empresas, passam a compor a nova área denominada Atendimento a Frotista Ônibus. A montadora explica que o surgimento do novo setor ocorreu com a expansão das atividades das empresas de transporte de passageiros no Brasil. Os consultores da MAN se somam aos dos escritórios regionais e da rede de Lançamentos em série A KS lançou uma série de produtos para o mercado de manutenção. Um deles é a bomba de óleo para os motores diesel Mercedes-Benz OM 314 (4 cilindros), OM 352 e OM 352 A (6 cilindros). Estes três motores abrangem mais de 40 modelos de caminhões produzidos pela Mercedes-Benz no Brasil entre 1975 e Também foram apresentadas as bronzinas de biela para o motor Iveco dos caminhões Eurocargo 150 E, Eurocargo 160 E, Euro I e Euro II produzidos entre 1999 e 2004; e para os motores 420 e 620 dos tratores e colheitadeiras Valtra- concessionárias para garantir a orientação mais apropriada aos empresários de ônibus, gestores de frota e motoristas, por meio de trabalhos voltados à melhoria de suas operações. Nesse primeiro momento, a empresa optou por focar em grandes frotistas, formando uma equipe responsável por gerenciar 25 grupos empresariais. Adicionalmente ao suporte técnico focado às unidades, os consultores acompanham mais de perto as tendências de mercado, podendo adequar a oferta de produtos da empresa. Valmet. O lançamento da bucha de comando atende o motor Valtra-Valmet 420 abrangendo os modelos: 800, 885, 900, A850, A950, BM 100, BM 110, BM 125 e BM 85 fabricados a partir de 1998, e o motor 620, que se aplica nos modelos 1680, 1880, BC 4500, BH 140, BH 145, BH 160, BH 165, BH 180, BH 185, BH 205 e BM 120 com início de produção em Bomba de óleo atende mais de 40 modelos da Mercedes-Benz Aposta alta Para crescer em armazenagem e aprimorar a oferta de serviços a operadora Coopercarga verticalizou seu centro logístico em Itupeva (SP), a partir de um investimento de R$ 2 milhões. A empresa aumentou de 5 mil posições paletes para 22 mil e entre os benefícios para os clientes estão agilidade na operação e maior controle dos produtos a partir da otimização de espaço. Ao longo do ano serão investidos mais R$35 milhões na área de armazenagem, buscando um crescimento de 100% no negócio, diz Renata Molina, gerente corporativo de armazenagem da Coopercarga. Coopercarga investiu R$ 2 milhões em centro logístico de Itupeva (SP) Impacto no bolso Segundo a ABIOVE, enquanto os preços do diesel mineral subiram, em média, 15% entre dezembro de 2012 e dezembro de 2013, o preço do biodiesel apresentou queda de 26%. Como o diesel B é uma mistura de diesel mineral A mais biodiesel - aquele na proporção de 95% e este de 5% -, nota-se que, não fosse pela presença do biocombustível, mais elevadas seriam as variações dos níveis gerais de preços da economia brasileira, seja nos índices oficiais de preços, seja nos valores dos produtos e serviços demandados pela população brasileira. 8 9

6 diesel mais essa Inovação no cockpit O Grupo Continental vem utilizando seu know-how na produção e desenvolvimento de sistemas de cockpit de automóveis de passeio também para os veículos utilitários, desenvolvendo novos projetos em conjunto com a SAS Automotive Systems. Juntas, as empresas criaram o modelo conceitual T.Dash. O estudo considera as tendências a partir das novidades mais recentes em automóveis e as adapta para satisfazer às exigências dos veículos comerciais. Sua estrutura, em formato de T, o torna extremamente flexível e modular. O console central e a área do porta-luvas podem ser facilmente reposicionados, se necessário, o que oferece às montadoras uma vantagem em relação à diferenciação do produto. O conceito possui as mais recentes soluções em tecnologia embarcada, como um conjunto de instrumentos digitais de 12 polegadas que exibe informações relevantes para o motorista, em gráficos 2D e 3D. O projeto também inclui um monitor sensível ao toque, com conexão para smartphones por meio da tecnologia MirrorLink, e posicionado de forma ergonômica na área do console central, enquanto um sistema de ventilação indireta oferece conforto adicional. Desempenho ímpar A Bridgestone Bandag lançou uma nova banda de rodagem para atender a demanda do segmento rodoviário. A B729z foi desenvolvida para excelente desempenho quilométrico e poder de tração para desempenho altamente resistente e adaptada às condições adversas das estradas e operações brasileiras. A B729z atenderá as principais dimensões de pneus do segmento rodoviário de longa distância e regional (295/80R22,5; 275/80R22,5; 11.00R22 e 10.00R20). Gestão de O TMS (Transportation Management System) embarcador Pattio é a nova solução para gestão de transporte da Datalogística. O software desempenha a gestão de todo o processo de transporte do embarcador de maneira rápida, fácil e transparente. Além disso, possui acesso integrado a diversas funções, como cadastro e tabelas, segurança Eficiência em foco A Mahle inaugurou seu novo centro de distribuição que dobra sua capacidade logística na América do Sul. Foram investidos na obra cerca de R$ 46,9 milhões para que o CD seja mais espaçoso e eficiente. O número de docas cresceu de 5 para 26, o que Novo CD da Mahle recebeu aporte de R$ 46,9 milhões transportes personalizada, administração de nãoconformidades, relatórios, auditoria, pagamento de frete, planejamento e execução de embarques, solicitação, simulação de cenários e gerenciamento de risco. O TMS Pattio possibilita ainda a integração com outros sistemas de informação. O software está preparado para atender todo tipo de embarcador e é totalmente customizável de acordo com as operações do cliente. A ferramenta também está preparada para utilização de embarcadores do segmento de comércio eletrônico. Novo software gerencia de maneira rápida os processos de transporte de embarcadores de todos os segmentos implica em maior produtividade. A nova estrutura, que agora tem capacidade para montar, a cada dia, 17 mil kits de pistões com anel e camisas e 160 mil kits de bronzinas e tuchos, tem 43 equipamentos de movimentação, sendo 40 deles elétricos. Pneus rodoviários Expansão anunciada Conhecida por aqui como Sinotruk Brasil, a futura subsidiária brasileira da fabricante de caminhões chinesa CNHTC (China National Heavy Duty Truck Group Corporation), comunicou ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) o projeto da fábrica, a ser construída em Lages (SC). A empresa confirmou investimentos de R$ 300 milhões para a primeira etapa do projeto, podendo Exaustão A Tuper Escapamentos e Catalisadores ampliou sua linha de produtos do sistema de exaustão no mercado de reposição para a linha pesada. A fabricante apresenta o silencioso traseiro (código 12175) para o caminhão VW (fabricação a partir de 2010). Já para o modelo VW 26260, oferece os componentes: tubo terminal (12572), tudo de saída silencioso (12573), silencioso (12574) e tubos intermediários (12575 e 12576). Os produtos seguem os padrões e as características técnicas Chegou ao mercado brasileiro o primeiro brasileiro desenvolvido pela Continental para o segmento de ônibus rodoviários. O ContiCOACH está disponível, inicialmente, na medida 295/80R22,5 para ser aplicado em qualquer eixo, e segundo a fabricante, tem rodar silencioso além de alto rendimento quilométrico graças à tecnologia Fuel Saving Edge, que proporciona baixa resistência ao rolamento. O emprego de cintas mais largas e talão otimizados aumentam o índice de recapabilidade do produto e garante contato uniforme com o solo e o inovador desenho da banda de rodagem, mesclando sulcos e ranhuras com elevada relação cheio/vazio, permite melhor dirigibilidade e segurança, principalmente em piso molhado, além de maior vida útil. Outra tecnologia é a Air Keep Inner Liner²TM que reduz a perda da pressão de ar interna, e evita a oxidação da carcaça. chegar a R$ 1 bilhão e pretende habilitar ao Inovar-Auto na modalidade Projeto de Investimento. Desde agosto de 2013, a importadora da marca, a Elecsonic, já estava habilitada no novo regime automotivo do Governo Federal. Os cavalosmecânicos da família A7 (4x2, 6x2 e 6x4) continuarão a ser importados da China, bem como as peças e componentes das famílias de caminhões A7 e Howo. completa definidas pelas montadoras e atendendo à legislação, os catalisadores são homologados pelo Inmetro e os escapamentos estão em conformidade com a resolução do Conama Nº 418 de 25/11/2009, que estabelece os limites de ruídos. Lançamentos contemplam modelos da VW Catalisadores diesel A Basf inaugurou uma nova linha de produção de catalisadores para motores a diesel, com foco em soluções para o controle de emissões de caminhões e veículos leves comerciais. O investimento realizado na fábrica da empresa em Indaiatuba (SP), aumenta a capacidade de produção de catalisadores com tecnologia compatível com o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve P7). O projeto contou com um investimento da ordem de sete dígitos em euros para obras de infraestrutura e instalação de novos equipamentos. O objetivo é manter o ritmo de atendimento à demanda crescente do mercado fornecendo uma variedade de tecnologias avançadas para o controle de emissões, que incluem SCR (Selective Catalytic Reduction), AMOX (Ammonia Oxidation), DOC (Diesel Oxidation Catalyst) and CSF (Catalyzed Soot Filter). Sustentável A Truckvan, empresas de baús de alumínio e carretas customizadas, produziu uma Unidade Móvel sustentável com coleta de água proveniente do sistema de climatização. A nova carreta possui quatro máquinas de ar-condicionado que vão gerar juntas de 1,5 a 2 litros de água por hora, que poderão ser reutilizadas para limpeza de peças. O recipiente de armazenamento da água para reuso tem capacidade para 280 litros. A carreta de 15 metros será utilizada para capacitar profissionais de uma empresa siderúrgica. Ela está equipada com mobiliários, geladeira, micro- -ondas e um showroom de produtos voltados para construção civil e atenderá turmas de até 35 alunos, explica Fabiana Akel, sócia da Pallet-On, empresa de eventos e treinamentos corporativos que encomendou a Unidade Móvel

7 diesel diesel Tecnologia artigo Muitos ainda desconhecem as facilidades do cloud computing O próprio conceito de cloud computing é o que faz com que tanto o cotidiano da empresas quanto o das pessoas mude para melhor. Estou escrevendo este artigo a partir de um ultrabook, o Surface da Micorosft. Acontece que este equipamento já não possui espaço local para armazenamento e tampouco para instalação de programas pesados como fazíamos há pouco tempo atrás. Todos os meus aplicativos estão na nuvem, meus arquivos também. Isso significa que os meus dados e o meu equipamento coexistem de forma natural, mas não são interdependentes. Se meu ultrabook parar de funcionar, levo cerca de 3 minutos para restabelecer tudo em outro hardware. Pense neste tipo de facilidade aplicada ao mundo corporativo. Uma verdadeira revolução de informação acompanhada da simplicidade que a tecnologia precisa ter. A empresa que ainda não utiliza desta tecnologia está atrasada. O problema é que muitas companhias de diferentes tamanhos costumam focar parte de seus esforços apenas para tentarem ser mais eficientes comercialmente e administrativamente, esquecendo de buscar atualizações tecnológicas que serão vantajosas na garantia de um melhor serviço ou produto, economizando tempo e evitando riscos. Pois, gerenciar servidores e manter o backup atualizado nem sempre é simples no dia a dia. Mas, é necessário atenção ao contratar o serviço. Não escolha um que já esteja desatualizado ou ultrapassado. Há destaques desta evolução tecnológica como a VMWare, considerada uma completa família de soluções tecnológicas, respondendo hoje por cerca de 80% do mercado mundial de virtualização sendo a empresa escolhida pelas 100 maiores corporações da Fortune. Com ela, chegou ao Brasil também a tecnologia vcloud Prime, que utiliza o VMware e é considerada atualmente a última palavra em termos de tecnologia de Data Center. A plataforma de alta performance permite a criação de Data Centers Virtuais completos inteiramente administrados pelo cliente. Com tamanho avanço fica difícil imaginar o arquivo ou a troca deles, sem o facilitador cloud computing. Como estão na nuvem, há como acessar os arquivos através da internet com um login e senha. Ou seja, não existe mais a necessidade de servidores físicos, pen drives e outras ferramentas tecnológicos. A computação em nuvem resolve esses problemas e ainda interliga toda a equipe ou filiais de uma determinanda empresa para que tenha acesso aos arquivos de qualquer lugar, facilitando também o compartilhamento de documentos. Fábio Alexandre Vieira é graduado em Ciências da Computação, mba em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas, e diretor executivo da Primehost Se meu ultrabook parar de funcionar, levo cerca de 3 minutos para restabelecer tudo em outro hardware 12 13

8 diesel capa Estratégia de segurança Impactos da Lei do Motorista quanto à vulnerabilidade das cargas podem resultar em elevação no valor do seguro. Transportadores investem em consultorias e novas soluções para minimizar riscos Com uma malha ferroviária pífia, o transporte de carga no Brasil é basicamente feito via modal rodoviário. Os caminhos que as mercadorias percorrem no país para chegar aos portos e aeroportos muitas vezes são perigosos e bem conhecidos por quem planeja o chamado desvio de carga. A prática é comum e existem até quadrilhas especializadas em roubos nas estradas brasileiras. Por isso, mitigar os riscos passou a ser uma obrigação. Nesse contexto, transportadores optam por consultorias especializadas antes de firmar um contrato de seguro. Segundo dados da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), o país perdeu em 2012 um total de R$ 960 milhões em roubos e furtos de cargas. Foram cerca de 14 mil ocorrências. Historicamente, o maior índice é registrado na região sudeste, que concentrou 80% dos delitos. São Paulo responde por 51,02% e Rio de Janeiro por 25,01% dos registros de roubo de cargas e 75% das ocorrências acontecem nas zonas urbanas, durante o período de coleta e entrega, e apenas 25% são registradas nas estradas. O balanço demonstra ainda que, em cinco anos, o índice cresceu 18%. Em 2007 foram registradas 11,8 mil ocorrências e o prejuízo somou R$ 735 milhões. A média atual, divulgada pela Polícia Civil, representa um crime a cada dois dias. Embora não tenha tanto impacto na contratação dos seguros, a nova lei do motorista (12.619) pode colaborar para o aumento deste índice, mesmo que indiretamente. Com a obrigação de mais paradas, é realizado um número menor de viagens e a carga passa mais tempo na estrada. Segundo a Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga (ABTC), a lei pode resultar em mais vulnerabilidade a acidentes e roubos, o que teria como consequência natural a elevação do valor do seguro e o aparecimento de mais rusgas entre empresários de transportadoras e seguradoras. O alto custo dos seguros no Brasil impede que a relação seja das melhores. Assim, o empresário acaba recorrendo ao serviço de consultorias de segurança para evitar o roubo de carga, afirma o presi- dente da associação Newton Gibson. Porém, para o assessor jurídico da Associação Nacional do Transporte de Cargas - NTC&Logística, Narciso Figueroa Junior, mesmo que a lei do Motorista tenha alterado o artigo 67 A, no parágrafo 7 do Código de Trânsito, que rege sobre o descanso de 11 horas para o condutor, e os pontos de parada não estejam de acordo com o exigido na norma, isso ainda não torna a carga vulnerável. É temerário dizer que eles não existem ou constituam um novo fator de risco, pois depende de vários aspectos já que o transporte é muito dinâmico. Não se pode ser taxativo. Vai depender da carga, da rota e outras variantes. Conjuntura Mas não é só a nova lei que impactou no custo do serviço. Especialistas apontam que o baixo ritmo de desenvolvimento do país tem dificultado o crescimento do setor de seguros. Ainda assim, conforme relatório da consultoria Siscorp com base nos números da Superintendência de Seguros Privados (Susep), de janeiro a novembro de 2013 as apólices de seguros somaram R$ 130,652 bilhões, um crescimento de 12% em relação ao mesmo período no ano anterior, quando o total ficou em R$ 116,172 bilhões. O lucro líquido das empresas de seguros, previdência e capitalização ficou em R$ 11,731 bilhões nos 11 primeiros meses de 2013, crescimento de 7% em um ano. Os dez maiores grupos responderam pela maioria do resultado que comprova o vigor do negócio de prestação de serviços de seguros. Nesse contexto, Gibson, da ABTC, explica que uma das saídas do transportador para lidar com a pressão das seguradoras e melhorar as condições tem sido o investimento em gerenciamento de risco. O transportador saiu da inércia, de esperar ser assaltado, para buscar a prevenção. Com isso é possível trocar o custo do seguro por consultorias de segurança que evitem o roubo de carga, escolhendo rotas mais longas e que fujam dos olhos dos ladrões, além de amenizar o impacto no custo final da operação. Sonegar averbação é fraude Desde dezembro de 2012 é obrigatória a averbação diária de carga, que deve ser feita pelo embarcador antes da saída do veículo, ou seja, passou a ser obrigatório informar valor ou quantidade correta da carga transportada. A prática atual, no entanto, ainda é realizar o processo depois das viagens. Em média, de 30% a 40% das averbações são feitas posteriormente. Segundo explica o sócio-diretor da Autofax, Laércio Soares, isso prejudica o setor. Se um sinistro acontece em uma carga não averbada, a seguradora se baseia em um histórico da empresa para calcular uma média mensal e efetuar o pagamento. Essa averbação retroativa faz com que o risco aumente e isso reflete no preço do seguro. A empresa desenvolveu uma solução de compliance para evitar as fraudes comuns nesse processo. Ao fazer a integração com o sistema de gestão tanto do embarcador como do transportador, a solução Nexu, faz uma averbação online no ato da emissão da nota fiscal e envia ao usuário. É uma camada de segurança, exercendo a função de compliance. Soares explica que a solução também pode ser adotada pela seguradora, já que permite o gerenciamento de todas as entregas em tempo real. No caso de sinistro, a seguradora tem acesso para verificar se já houve entrega parcial da mercadoria, eliminando os custos de um prêmio integral indevido. A solução pode ser usada também para controlar a jornada do motorista e o executivo comenta ainda que a prioridade da solução é ajudar no controle de paradas obrigatória do motorista. Ele recebe na tela de seu terminal um aviso sonoro informando o horário de descanso, insere seu certificado digital, formaliza a pausa e dá continuidade ao trabalho. Tudo é monitorado em tempo real por meio da plataforma web. Com isso, tanto a empresa como o motorista ficam cientes que há necessidade de cumprimento da jornada correta e evitam multas e suspensão da atividade, já que todo o processo tem validade jurídica. Por Flávia D Angelo 14 15

9 diesel capa Tipos ículo até danos aos bens oriundos de qualquer causa externa. Nesses produtos é segurado não só o valor das mercadorias como o frete, despesas com manuseio e armazenagem da carga, lucros esperados e tributos. Já os seguros de Responsabilidade Civil do Transportador são divididos em Carga RCT- -C, que em geral garante os danos aos bens transportados exclusivamente por acidentes com o veículo e o Responsabilidade Civil Facultativa por Desaparecimento de Carga (apenas rodoviário) RCF-DC, destinado a amparar os casos de roubo das mercadorias durante o transporte. Nesses casos só é permitido segurar o valor constante do conhecimento de embarque, espécie de contrato entre o embarcador e transportador. Mapeamento A partir do gerenciamento de risco no TRC que se identificam as ameaças e determina- -se o preço do seguro. Mal elaborada, a apólice aumenta o problema do contratante com a recusa de sinistro. Embora ainda não massificada, algumas corretoras já adotam a prática de realizar uma consultoria em gestão de risco para levantar as chances reais de roubo da carga. Algumas mercadorias, por exemplo, têm índices de sinistralidade tão altos que só é possível incluí-las no seguro acompanhadas de uma política de gerenciamento de risco específica. Portanto, uma política de gerenciamento de riscos eficaz conduz a uma aceitação satisfatória com preços e condições adequadas, explica Adelson de Almeida Cunha, diretor da Promass Corretora de Resseguros. Nem sempre o empresário está ciente dessa consultoria. Segundo Carlos Ronaldo Paes Ferreira, diretor da Rodobens Corretora de Seguros, o ideal é orientar o cliente sobre todos esses aspectos, de forma que O transportador saiu da inércia, de esperar ser assaltado, para buscar a prevenção Newton Gibson, presidente da ABTC Averbação pós viagem prejudica o setor, diz Soares, da Autofax Além do desvio de carga há também o risco de acidentes que, na maioria dos casos, danifica ou até mesmo destrói a carga. As coberturas são definidas conforme a atividade da empresa, o tipo de carga e percurso, oferecendo meios de gerenciar as operações de transportes para diminuir a incidência de roubo de cargas, além de serviços de averbação eletrônica para melhorar o fluxo de informações no percurso entre a origem e o destino das mercadorias. O documento de averbação comprovante de despacho da carga permite que a empresa de transportes comunique a seguradora sobre a realização dos embarques. O seguro de transporte de carga é conhecido como all risks, isto é, contra todos os riscos, contratado pelo proprietário da carga. Apesar do nome, derivado da cobertura ampla que oferece, o seguro de transporte de carga tem riscos excluídos, além de bens que não são cobertos. Isso significa que as seguradoras não indenizam prejuízos relacionados a esses casos. No Brasil, os seguros de carga são destinados a dois clientes: os embarcadores (que podem ser os proprietários da mercadoria, o credor hipotecário, o agente logístico ou qualquer pessoa que tenha interesse segurável quanto à carga a ser transportada) e os transportadores (qualquer que seja o meio de transportes). No caso dos embarcadores, existe a possibilidade de fazer o seguro tanto para viagens nacionais como internacionais (importação e exportação). Já para os transportadores, é preciso o plano de Responsabilidade Civil do Transportador. Ambos são obrigatórios e regidos pelos decretos de 07/12/67 e de 20/10/1980. Atualmente, para os embarcadores existem três níveis de cobertura que garantem dos riscos vinculados a acidentes com o veele contrate um seguro que realmente o ampare em quaisquer situações. É importante que as informações sobre a operação de transporte sejam passadas detalhadamente pelo contratante, tais como mercadorias transportadas, origem e destino das viagens, valor das mercadorias, se os veículos transportadores possuem algum tipo de equipamento de segurança (rastreador, por exemplo), se o transporte será feito com veículos da frota do contratante ou de terceiros. Essas informações ajudarão na elaboração de uma proposta de seguro adequada à operação do contratante, diz. A falta de um detalhamento pode virar um erro na elaboração da proposta e consequentes problemas para o transportador. Ele pode contratar um seguro que não atenda às reais necessidades da operação de transporte causando assim transtorno na análise e liquidação do sinistro, ou seja, no pagamento de indenização, afirma. Ferreira, da Rodobens, conta que a concorrência entre as corretoras fez com que o preço dos produtos diminuísse, mas, por outro lado, o crescimento de sinistros aumentou um descompasso entre o valor pago pelo segurado e as indenizações pagas pelas seguradoras. Com este cenário, as seguradoras passaram a ter mais critério para a aceitação dos riscos e readequaram suas taxas para assim reequilibrar a carteira desta modalidade de seguros. A insegurança em números O balanço da NTC&Logística mostra 14,4 mil casos, o pior resultado dos últimos 15 anos Roubo de Cargas - Brasil Evolução Anual - Ocorrências Fonte: Assessoria de Segurança/NTC (dados estimados - Rodovias e áreas urbanas) Roubo de Cargas - Brasil Evolução Anual - Valores subtraídos (Em milhões) Fonte: Assessoria de Segurança/NTC (dados estimados - Rodovias e áreas urbanas)

10 diesel capa Roubo/ Furto de cargas % Ocorrências 1,15% 6,08% Região Norte Região Nordeste Região Sudeste Região Sul Região Centro-Oeste 2,45% 6,68% 83,64% SP: 51,02% RJ: 25,10% Fonte: Assessoria de segurança / NTC & Logística Referência 2012 Panorama Nacional Situação Regional Roubo/ Furto de cargas Evolução por regiões - Valores Região Ocorrências Norte 165 (1,15%) Nordeste 875 (6,08%) Centro- Oeste 353 (2,45%) Sudeste (83,57%) Sul 961 (6,68%) Valores (em milhões) 18,26 (1,90%) 62,35 (6,47%) 33,86 (4,20%) 693,40 (71,96%) 155,73 (16,16%) TOTAL ,60 Região 2009 Ocorrências 2010 Ocorrências 2011 Ocorrências Valores (R$ Milhões) 2012 Ocorrências Norte 26,01 24,27 16,74 18,26 Nordeste 103,68 89,42 59,38 62,35 Centro-Oeste 24,93 31,29 36,64 33,86 Sudeste 635,49 633,31 685,36 693,41 Sul 109,89 101,71 121,88 155,73 TOTAL 900,0 880,0 920,0 963,61 Referência

11 diesel legislação Ação Contra a conivência Lei paulista pune empresas envolvidas na receptação de cargas roubadas ou furtadas Por Redação Novo Meio Estado que registrou 51,02% das ocorrências de roubo de carga nas estradas, São Paulo ganhou uma lei para inibir a receptação das mercadorias. Sancionada pelo governador do Estado, Geraldo Alckmin, a PL nº 885/2009 cassará o registro no Cadastro do ICMS e a Inscrição Estadual além de multar as empresas envolvidas na receptação de cargas roubadas ou furtadas. Só assim será possível acabar com esse tipo de crime. E com a Lei dos Desmanches será possível separar o joio do trigo, afirmou em cerimônia, com a presença de representantes de várias entidades do setor. Segundo Flávio Benatti, presidente da Federação das Empresas de Transporte (Fetcesp), o setor do TRC perde cerca de 1500 veículos de carga por ano no Estado de São Paulo. Estamos esperançosos que dias melhores virão, e que com as novas leis os responsáveis pela repressão a esses delitos tenham condições de cumprir suas funções, conclui. A nova norma já entrou em vigor é resultado do Projeto de Lei de autoria dos deputados Célia Leão, Jonas Donizette atual prefeito de Campinas (SP) João Caramez e Edmir Chedid. Esta é uma importante medida contra o crime organizado em São Paulo, pois vai agir diretamente contra o receptador, não permitindo a sua ação, comemorou a deputada em ocasião da assinatura do governador. O valor da multa, que corresponde a duas vezes o valor do produto, será investido no combate ao roubo e furto de cargas. Relato Deputado estadual pelo PSDB e presidente da Comissão de Transportes e Comunicações da Assembleia Legislativa de São Paulo, João Caramez lembrou em nota que o estado apareceu no topo da pesquisa da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística, com o maior número Foto: Polícia Rodoviária Federal de ocorrências registradas nos últimos 15 anos. Segundo o levantamento, em 2012 foram 14,4 mil crimes desse tipo no país, sendo mais da metade, 51,02%, deles registrados nas estradas paulistas. A prática, diz o parlamentar, é fomentada pela receptação de carga roubada. É preocupante o impacto desse crime na vida dos caminhoneiros e também na economia da sociedade. Milhares de trabalhadores correram risco de morte e sofreram danos psicológicos nos assaltos que aconteceram em sua maioria, 70%, nas áreas urbanas; os outros 30% foram em estradas. Isso mostra que o momento mais utilizado pelos criminosos é quando os caminhoneiros param para carregar ou fazer entregas. O prejuízo proveniente do roubo de carga foi de quase R$ 1 bilhão nesse período, esclarece ele. Uma conta que toda a sociedade está pagando, acrescenta, devido ao encarecimento das mercadorias também por causa dos investimentos das transpor- Foto: Arquivo Governo do Estado SP Estamos enveredando grandes esforços neste cerco aos receptadores que colocam em risco a vida das pessoas por um crime corrosivo à economia da sociedade João Caramez, deputado estadual e presidente da Comissão de Transportes e Comunicações da Assembleia Legislativa de São Paulo tadoras em escolta armada, rastreadores e outras medidas de gerenciamento de riscos. É uma vertente que majora o custo do produto, diferença que acaba sendo repassada ao consumidor final. O conjunto de ações até hoje adotadas para coibir o crime não teve a eficácia prevista e o Estado ainda precisa cumprir sua parte para reduzir os índices de assaltos. Em novembro de 2012, em audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a Comissão de Transportes e Comunicações retomou a discussão, com representantes do setor que reiteram seu antigo pleito pela aprovação do PL 885/2009. Embora o governo esteja intensificando as ações do Procarga, um programa de prevenção e redução de furtos, roubos e desvios de cargas, atribuindo missões aos órgãos das polícias Civil e Militar, conforme informou o diretor do Deic, presente na audiência pública, a aprovação do PL 885/2009 é fundamental neste cerco aos receptadores de carga roubada. A lei sancionada por Alckimin visa fundamentalmente garantir a devida punição ao receptador, que é a força que impulsiona essa organização criminal. Somente assim poderá haver repressão contundente à concorrência desleal em que criminosos saem à frente em um mercado competitivo, onde o consumidor é atraído pelo preço mais baixo, sem saber que se trata de mercadoria roubada. Isso vem acontecendo principalmente com gêneros alimentícios, cigarros e produtos eletrônicos e farmacêuticos, mercadorias mais visadas pelos criminosos, onde as medidas de prevenção adotadas pelas empresas, que encarecem em até 15% os custos de transporte, não têm sido suficientes para garantir sua segurança nas viagens. É evidente que não basta apenas prender o ladrão, o receptador tem que ser punido porque é ele quem incita o crime. Por isso, centralizamos nossos esforços para a aprovação desse PL que vai contribuir consideravelmente para a redução no índice de roubo de carga, aponta o deputado. O tema preocupa a todos no estado de São Paulo e no Brasil. Não só o governo e representantes do Legislativo paulista, mas Governador Geraldo Alckmin sancionou lei que impede operação e cassa a Inscrição Estadual e o ICMS das empresas envolvidas no crime a todos que participam e compõem esse setor tão importante para a economia que é o transporte de cargas. Apontando o assunto como uma questão econômica e social, ele comentou que são valores vultosos desviados, com prejuízos para o empresário, o consumidor e o Estado. São vidas que podem ser dissipadas em decorrência de latrocínio (roubo seguido de morte), vidas de pessoas que levam anos para se recuperarem emocionalmente após serem vítimas desse crime. Um país que fez a opção pelo transporte rodoviário não pode prescindir de ferramentas eficientes que dificultem o roubo de cargas. E a Assembleia Legislativa de São Paulo tem, neste momento, uma importante ferramenta para combater esse grave problema que atinge a todos. Termos Além da cassação da Inscrição Estadual, os envolvidos na receptação da carga roubada ou furtada estarão proibidos de exercerem o mesmo ramo de atividade no Estado por cinco anos, e terão de pagar multa correspondente ao dobro do valor dos produtos identificados em seus estabelecimentos que sejam provenientes da prática ilegal. Se há roubo de cargas é porque existe alguém que a comercializa. Esta medida irá diminuir este tipo de crime no Estado, comentou em reunião pré-votação do projeto o 2º Secretário do Poder Legislativo de São Paulo, Edmir Chedid

12 diesel mercado A aposta de ânimo do setor Confira os lançamentos da 4ª Automec Pesados & Comerciais, de 1º a 5 de abril, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo Por Redação Novo Meio A 4ª edição da Automec Pesados & Comerciais prometeu uma injeção de ânimo aos protagonistas da reposição automotiva. A feira especializada em peças, equipamentos e serviços, de 1º a 5 de abril no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, trouxe nesta edição o Fórum Automec. O evento simultâneo discutiu oportunidades, desafios e soluções para o setor de autopeças e reposição e contou com o apoio do Senai para difundir conteúdos focados no funcionamento dos equipamentos mais modernos para a oficina. O evento teve apoio do SINDIPEÇAS (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) e coapoio do SINDIRE- PA/SP (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Associados do Estado de São Paulo), do SICAP (Sindicato do Comércio Atacadista de Peças e Acessórios para Veículos de São Paulo), da ANDAP (Associação Nacional dos Distribuidores de Autopeças), e SINCOPEÇAS (Sindicato do Comércio Varejista de Peças e Acessórios para Veículos no Estado de São Paulo). Veja algumas marcas que trouxeram seus inovações e lançamentos para o evento. AFFINIA Com o estande da Spicer, marca de componentes de transmissão, a Affinia Automotiva mostrou o cardan Diamond, produzido pela Dana em alumínio com apenas 40% do peso dos eixos tradicionais já nas linhas de montagem no mercado original. A BOSCH A sistemista participou da feira com soluções em equipamentos de teste e softwares de diagnose. Entre os destaques estão a linha EPS Diesel com a bancada 625 que permite testar e regular bombas injetoras em linha e bombas rotativas com impressão de relatórios e gravação de dados. Já o teste automático de injetores diesel no EPS 200 permite determinar, em aproximadamente 8 minutos por injetor se o componente pode continuar a ser utilizado. A EPS 200 efetua a medição do fluxo de marcha lenta, de retorno e de plena carga em injetores diesel Common Rail. O equipamento é compacto, de fácil manuseio, com tela touch screen e interface intuitiva e permite armazenar os dados. Outros produtos são o analisador de motores FSA 500 indicado para testes avançados de empresa também trouxe os produtos da marca Nakata - para sistemas de suspensão, motor e transmissão- e Wix para filtros. A companhia divulga ainda que desenvolveu e nomeou uma rede de postos autorizados para os usuários dos sistemas Spicer, agora componentes elétricos e eletrônicos e o Ar condicionado ACS 650, linha de equipamentos de teste para esse sistema do veículo e que executa limpeza, aspiração e reciclagem do gás refrigerante, retirada do óleo usado, fase de vácuo com posterior comprovação de estanqueidade, carga de óleo novo e de contraste UV, assim como a carga precisa de gás refrigerante. Bancada de teste agiliza diagnose e registros em fase de expansão nacional, e está credenciando empresas reparadoras do conjunto cardan. Desde 2013, a Affinia lançou mais de 120 componentes da Spicer, ampliando a cobertura de linha e a presença da marca no mercado de reposição. HONEYWELL A marca veio com suas novas linhas de turbos Garrett destinados ao mercado de reposição e os turbos remanufaturados. Os turbos são os modelos GT 25, para o miniônibus Volare V8 e aos caminhões VW Worker e VW , com motores MWM 4.10 e 4.12 TCE. Também faz parte do programa o turbo Garrett GT 30, para caminhões Mercedes-Benz 1722, com motor OM 924. Além da apresentação dos novos turbos, a empresa comemora o desempenho registrado em 2013, com EATON A companhia apresentou a linha de embreagens para caminhões e ônibus a partir de 7 toneladas; seu portfólio de produtos remanufaturados; caixas de câmbio; peças e lubrificantes; tomadas de força; bloqueios de diferencial e válvulas para motores. A nova transmissão automatizada UltraShift PLUS MXP facilita a operação em severas aplicações rodoviárias em caminhões de até 74 toneladas. Disponível em 16 ou 18 velocidades a frente, 4 a ré. Com capacidade de torque Nm e relação total de marchas 20, a transmissão crescimento de vendas para o mercado reposição superior a 10% e a ampliação da rede de vendas e serviços que atingiu a marca de 380 lojas ou oficinas em todo o País. Turbo Garret exposto no estande proporciona economia de combustível e segurança, além de proteger o sistema de força. No portfólio de volantes para motores a marca trouxe três aplicações: duas para VW e uma para Scania série 5. Em embreagens, para caminhões e ônibus a partir de 7 toneladas, mostra os produtos 330mm Push; 362mm Push e 395mm Push, com diferenciais para maior resistência e aumento de vida útil das peças. Entre os diferenciais ainda estão a troca de marchas suaves graças ao amortecimento axial (cushion), e discos com amortecimento principal SAINT-GOBAIN SEKURIT A consolidação da rede Sekurit Veicom, criada para a prestação de serviços de vidros para caminhões, foi o tema da Saint-Gobain Sekurit no evento. A empresa também comemora três anos de atividades do centro de distribuição para os mercados de reposição e de exportação. Nesse período, da unidade central em Mauá (SP), o CD foi ampliado para Recife (PE), Betim (MG), e também Buenos Aires (Argentina) e Santiago (Chile). Os CDs foram idealizados para descentralizar as atividades da empresa e agilizar o atendimento ao mercado. A expansão dos centros de distribuição contribui para o abastecimento dos estoques das lojas da rede, postos do Sekurit Veicom e também lojas independentes. preparados para filtrarem as vibrações torcionais dos motores eletrônicos e mecânicos e protegerem os componentes da caixa de câmbio. UltraShift Plus Heavy para aplicações rodoviárias severas 22 23

13 diesel mercado TVH-Dinamica A distribuidora especializada no fornecimento de peças e acessórios para as linhas de movimentação, industrial e agrícola, levou para a feira uma série de lançamentos de componentes e acessórios para tratores. Os destaques ficam por conta das bombas hidráulicas Tractorcraft by Bepco; bomba alimentadora e Linha de Filtros para modelos John Deere; válvula de comando hidráulico; kits de motor da marca K&S para tratores Valtra e Massey Ferguson; Creeper (redutor de velocidade); rolamentos de linha de montage correias Agrícolas para Colheitadeiras da marca Goodyear EP; bloqueio de diferencial da marca Kaiser; e assentos com cinto de segurança para tratores já atendendo a resolução do Contran que determina esse item para mais segurança durante a operação. Lançamentos contemplam manutenção de tratores CENTAURO A empresa apresenta o capô da cabine Mercedes-Benz Série HPN mais conhecido como Bicudo, para os modelos: 1214, 1618 e o moderno Todas as peças são verificadas, garantindo que as medidas críticas estejam de acordo com as peças originais para uma reposição perfeita. O capô se junta as portas para os mesmos modelos já produzida pela Centauro reafirmando os esforços da empresa para incrementar a sua linha e oferecer os melhores produtos no segmento de latarias da linha pesada. Bicudo para os modelos 1214, 1618 e 1620 da Mercedes-Benz TUPER A Tuper Escapamentos e Catalisadores lança componentes para o sistema de exaustão de veículos da marca Ford, Chevrolet, Renault e Toyota. Para a Ford, a fabricante apresenta ao mercado de reposição o tubo traseiro para o Focus Hatch (2008 a 2010) e silencioso intermediário para o Fiesta Hatch/Sedan 1.0 (2007 a 2008). Da marca Chevrolet, os novos produtos são os silenciosos intermediário e traseiro para o veículo Captiva V, fabricação a partir de A novidade para marca Renault é o tubo intermediário para o Symbol Mercedes-Benz A montadora lançou a Alliance Truck Parts, sua segunda marca de peças para caminhões, ônibus e Sprinter com preços mais atrativos e destaca seu portfólio de produtos, vendidos inclusive via internet, e serviços no pós-venda, além dos benefícios V (a partir de 2009). Já para a Toyota, a Tuper lança o silencioso traseiro para a Hilux 3.0 Cabine Dupla Turbo Diesel (2002 a 2005). Componentes destinam-se a diversas marcas e modelos de veículos comerciais das peças Renov. Com custo que chega a 55% do valor de uma peça nova, a linha oferece garantia de 12 meses, sem limite de quilometragem. O óleo lubrificante da marca também será evidenciado na Automec, da qual a empresa é uma das patrocinadoras

14 diesel qualidade De olho Em 2013 o Inmetro fiscalizou pneus recapados e registrou: 44 mil aprovações irregularidades empresas verificadas empresas aprovadas 790 irregulares (39,64% das autuações*) *multas ou interdições Recapagem certificada Item que representa 15% do custo do frete no Brasil, o pneu é a alma do negócio de muitas empresas de transporte e de recapagem, já que constitui uma alternativa 70% mais em conta do que o produto novo. E embora mais da metade dos reformadores do País não estejam adaptados à Portaria 444 do Inmetro, de acordo com dados da Associação Brasileira de Reforma de Pneu (ABR), o mercado está passando por grandes transformações. Para manter-se em destaque entre as seis maiores recapadoras do País, com 16 mil unidades reformadas por mês representando 10% de seu faturamento, a Dpaschoal investiu mais de R$ 200 mil em consultoria especializada, mudança de layout e processos para adequar suas 11 fábricas e a cadeia produtiva envolvida frotistas e fornecedores de matéria prima - à norma. Antes de produzir e comercializar pneus recapados, qualquer estabelecimento no País precisa certificar a qualidade de seu produto, como explica Fabio Real, engenheiro de regulamentação técnica do Inmetro. Com base nos dados da Polícia Rodoviária, sabemos que 4% dos acidentes nas estradas são causados por falhas mecânicas e 30% por outros motivos. Mas se a base da frenagem do veículo é pneu, boa parte desses acidentes são causados pelo componente. Dpaschoal investe na adequação à norma Inmetro com novos processos e investimento em consultoria especializada Os números somam-se aos diagnósticos realizados no Rio de Janeiro e São Paulo através das inspeções veiculares. Dados da Controlar, a empresa que até 2013 realizou os testes paulistanos, indicam que 20% da frota não possui condições de uso. Com base nesses dados conseguimos fazer uma regulamentação mais assertiva sobre as reformas. Os ensaios e testes nos pneus novos ou reformados são os mesmos. Então, o recapado avaliado é tão seguro quanto um Por Perla Rossetti novo, uma vez que está sujeito às mesmas exigências e cargas. A regulamentação da Portaria 444 foi publicada em 2010, mas o assunto e os regulamentos técnicos são abrangentes, desde Ainda assim, o que dificulta a normatização dos processos de recapagem no País é a pulverização do mercado em pequenas empresas, principalmente do Nordeste e Norte do País, como comenta o especialista. Daí que um dos grandes legados da nova norma é justamente a padronização da nomenclatura dos termos e processos, o que evitará erros de manufatura e compra. Em 2013, o programa começou a ser revisado para facilitar o atendimento à regulamentação. Assim, o Inmetro decidiu usar seu braço de fiscalização, a rede IPEM, para ir até as reformadoras de pneus, colher amostras, realizar os ensaios em quatro de seus laboratórios e habilitá-las ou não a continuar comercializando os itens. O processo de conformidade é repetido anualmente. Mas o Ipem e Inmetro não podem certificar o produto, então usa o mecanismo de Declaração do Fornecedor. Só em 2013 o Inmetro fiscalizou pneus, sendo 44 mil aprovados e com alguma irregularidade. E como muitas recapadoras tem contratos direto com frotistas, os números assustam, na opinião de Real. Mesmo que empresas fiscalizadas tenham sido aprovadas, do total de 1.993, 790 apresentaram irregularidades, o que representa 39,64% das autuações em multas ou interdições dos estabelecimentos. E esse número pode aumentar, já que as fiscalizações se tornarão mais frequentes. O Inmetro está desburocratizando o processo para fiscalizar todas as empresas. Estamos em conversas com a Polícia Rodoviária para checar se o pneu nas estradas tem o selo de conformidade do Inmetro, o que já ocorre com os 26 27

15 diesel qualidade capacetes de motociclistas. Com tantas mudanças, exigência de profissionalismo e aumento dos custos de produção na recapagem, a tendência é que as empresas menores, sem condições de investir, sejam assimiladas às companhias maiores, e isso reduzirá o número de reformadoras no Brasil, prevê o gerente de Serviços para a Linha Pesada da Rede DPaschoal, Alex Silva. Benefícios Muito antes da obrigatoriedade, a Dpaschoal deu início a uma grande revisão de seus processos a fim de adaptar-se a Portaria 444 do Inmetro, cujo prazo de acertos finalizou-se em novembro Gerente de Engenharia de Recapagem da empresa, Eliel Bartels comenta alguns dos impactos da certificação nas operações. Em primeira instância foi o custo, com investimento de R$ 150 mil, alocação de dois engenheiros mapeando todos os processos durante 18 meses, e a contratração da consultoria especializada do Centro Latino Americano para Excelência e Qualidade (CLAE), do Rio de Janeiro. Além disso, foi feito um levantamento de toda a cadeia produtiva, da emissão de nota fiscal do cliente até o final, para identificar lacunas em relação ao que o Inmetro exigia e o que a Dpaschoal já oferecia. Nesse sentido, os 260 trabalhadores foram exaustivamente treinados, o layout das 11 fábricas foi alterado e auditorias internas rígidas asseguraram a conformidade do processo antes mesmo da visita dos fiscais do Ipem, do Inmetro, segundo o engenheiro. Muito trabalho? Não se considerada a aposta da Dpaschoal nesse mercado já que o grupo atua em todo o ciclo de vida do pneu, da venda do novo no Truk Center aos treinamentos sobre uso no Serviço de Aprendizagem e Formação às Frotas (SAFF) passando ainda pelo processo de recapagem e venda com compromisso RecMaxx. Se por algum motivo a carcaça não apresenta condições de uso, não é devolvida ao cliente, que recebe um crédito na compra de outra unidade. Usamos o Reparafix, conceito alemão de recapagem e temos convicção de que as recuperações que fazemos e o material são os melhores em termos de qualidade, finaliza o gerente Alex Silva. A vez dos freios Certificação do Inmetro chega aos sistemas de atrito Freios e materiais de atrito como pastilhas e lonas terão de apresentar certificado de qualidade do Inmetro a partir de 30 de janeiro de As indústrias que fabricam os conjuntos, assim como os importadores, terão 24 meses a partir da data da publicação da Portaria 55 do Inmetro, de 30 de janeiro de 2014, para adequar sua produção à regulamentação. Após esse prazo, só poderão vender produtos certificados pelo órgão. Para o comércio, assim como já vem ocorrendo com os demais itens incluídos na certificação obrigatória, o prazo é maior: são 48 meses a partir da publicação da Portaria. Assim, os varejistas têm até 30 de janeiro de 2018 para adequar os estoques à nova exigência. Impactos no pneu Os erros comuns na aplicação: - Combinação de duplos - Sobrecarga 20% maior reduz em 30% a vida útil - Banda inadequada para o serviço/trajeto - Calibração- consumo maior de combustível Fonte: SAFF Serviço de Aprendizagem e Formação às Frotas da Dpaschoal Produtos certificados representam segurança para frotistas e para a sociedade 28 29

16

17 diesel indicadores Balança em desequilíbrio Custos do Transporte Rodoviário de Cargas Fracionadas chegou a 7,85% em 2013, de acordo com estudo da NTC&Logística Por Redação Novo Meio O Índice Nacional da Variação de Custos do Transporte Rodoviário de Cargas Fracionadas (INCTF) chegou a 7,85% entre janeiro a dezembro de 2013, conforme levantamento do Departamento de Estudos Econômicos e Custos Operacionais (DECO- PE) da NTC&Logística. O índice mede a evolução de todos os custos da carga fracionada, incluindo a transferência, coleta e distribuição, custos de administração e terminais. A pesquisa de preços do óleo diesel foi realizada na última semana de cada mês, com a Agência Nacional do Petróleo. O diesel S-50/S-10 teve em dezembro de 2013 um aumento de 17,27% em comparação com o mesmo período do ano anterior. E o aditivo utilizado em todos os veículos com tecnologia Euro 5, Arla 32, não registrou variação no ano, assim como os implementos rodoviários e urbanos. O Arla 32, utilizado para reduzir as emissões de poluentes, foi negociado a R$ 3,89 o litro. Não foi registrado variação no mês de dezembro/13. Nos 12 meses a variação acumulada está em (5,12%). No mês de dezembro/13 contra o mês de novembro/13, os veículos trucados e de distribuição não registraram variação. Os implementos (baú duralumínio) rodoviário e urbano não tiveram alteração. LEI E OS ÍNDICES DE CUSTOS A Lei , que entrou em vigor no dia 17 de junho de 2012, que regulamenta a profissão do motorista, seja ele empregado ou autônomo, trouxe aumentos significativos nos custos operacionais das empresas de transporte, de acordo com estudos já desenvolvidos pelo DECOPE. O impacto dessa nova legislação não foi captado pelos índices (INCTF, INCTL entre outros), porque o DECOPE já vinha trabalhando de acordo com as exigências trazidas pela nova legislação

18 diesel indicadores Comportamento Nos últimos 12 meses, os insumos que compõem os custos da operação de transferência, e que tiveram aumentos mais significativos, foram: o pneu 275/80 22,5R, com variação de 12,70%; a lavagem, 6,25%; veículo de transferência, com alta de 0,04%; e salário de motorista 10,22%. Também, nos últimos 12 meses, na operação de distribuição, os insumos que tiveram variações mais expressivas foram: o veículo, com aumento de 6,87%; pneu 215/75 r 17,5, com variação de 6,88%; salário de motorista e ajudante, 10,22% e 10,33%, respectivamente; seguros, com aumento de 6,07%; salários administrativos, 10,12%; despesas administrativas e de terminais (exceto salários), 5,64%; e recapagem, com 3,77%. A variação média do Índice Nacional da Variação de Custos do Transporte Rodoviário de Carga Lotação (INCTL DECOPE/NTC) foi de 7,65% de janeiro de 2013 a dezembro de O INCTL mede a evolução de todos os custos da carga completa, incluindo transferência, administração, gerenciamento de riscos e custo valor. Considerando o mês de dezembro contra novembro, o preço do cavalo mecânico e do implemento rodoviário, semirreboque baú de alumínio, não variaram. Nos 12 meses de 2013 os insumos que apresentaram variações mais significativas foram o cavalo mecânico, 1,88%; seguro, 1,58%; salários do DAT, 10,09%; Despesas Administrativas e de Terminais (exceto salários) DAT exceto salários 3,90%, Despesas Administrativas e de Terminais DAT, 6,33%; salário motorista, 10,16%; rodoar, 2,61%; recapagem, 9,86%; óleo de câmbio, 0,64%; óleo de cárter, 1,75%; lavagem, 1,23%; e 6,65% para pneus. Evolução do INCTF - Dezembro/2013¹ Distância Km INCTF Muito curtas Var. Acum. Julho/94 (%) Var. Acum. 36 meses (%) Var. Acum. 24 meses (%) Var. Acum. 12 meses (%) Var. Anual (%) Var. Mensal (%) ,44 377,44 23,73 16,77 7,67 7,67 0,1385 Curtas ,09 370,09 24,21 17,78 7,74 7,74 0,3785 Médias ,21 370,21 24,63 18,41 7,85 7,85 0,5305 Longas ,74 381,74 26,04 19,95 8,09 8,09 0,8527 Muito Longas Fonte: DECOPE/NTC&LOGÍSTICA ,42 395,42 26,40 21,59 8,24 8,24 1,2377 Evolução do INCTF - Dezembro/2013 Percurso Distância Km INCTL Out/03=100 Var. Acum. 12 meses (%) Var. Anual (%) Var. Mensal (%) Muito curtos 50 49,33 166,25 6,10 6,10 Curtas ,13 169,70 7,23 7,23 Médio ,71 171,06 7,65 7,65 Longo ,03 172,20 8,15 8,15 Muito Longo ,31 172,55 8,38 8,38 Fonte: Departamento Custos Operacionais e Pesquisas Técnicas Econômicas - DECOPE/NTC&LOGÍSTICA Índice mede a evolução dos custos de transferência, coleta, distribuição, administração e terminais São Paulo sofrerá com a interrupção da inspeção veicular A inspeção veicular ambiental, após enfrentar enormes dificuldades, foi implantada em 2008 na cidade de São Paulo. Apesar de a medida não ter aceitação popular instantânea, ganhou o respeito da população. Ao medir indicadores da performance ambiental, a inspeção faz um check up da saúde do veículo. Desta forma, é possível manter a frota sob condições controladas de emissão e, consequentemente, evitar impactos negativos ao bem-estar e saúde da população. O sucesso do processo envolve uma complexa estrutura legislativa, técnica e operacional, que abrange não somente a empresa responsável pela inspeção, mas também o poder público, que deve regulamentar com sabedoria os critérios e exigências da inspeção, fiscalizando todas as etapas: o mercado de reposição de peças e componentes, que deve oferecer produtos adequados e de qualidade; a indústria de reparação, que deve desenvolver serviços eficientes de manutenção preventiva e corretiva; e, também, a mídia, que deve acompanhar e divulgar os resultados. Com as mudanças introduzidas por uma Lei Municipal aprovada a toque de caixa, sem suficiente debate técnico e econômico, a periodicidade da inspeção foi alterada para veículos leves e motociclos, reduzindo significativamente a sua efetividade e permitindo que haja aumento da poluição do ar na cidade. Para completar a desastrada atitude, a Prefeitura, com base na interrupção dos serviços de inspeção em 31 de janeiro, lançou tardiamente um edital, repleto de falhas técnicas, para contratar outros operadores que ofereçam o serviço. Caso não haja nenhum atraso, a nova operação somente terá condições de estar em plena atividade a partir de outubro. O que ocorrerá neste tempo em que a inspeção será interrompida, inclusive no período de inverno, quando a poluição do ar atinge os seus índices mais elevados? Os riscos de aumento na incidência de doenças e de mortes prematuras associadas à poluição do ar, comprovados por inúmeros estudos científicos, são reais e poderão ocorrer, resultando em perdas importantes para a sociedade. Estudo da Faculdade de Medicina da USP mostra que o programa I/M de São Paulo possibilitou, nos últimos três anos, que fossem salvas aproximadamente 1400 vidas e evitadas quase 2000 internações hospitalares, proporcionando economia de R$ 320 milhões aos cofres municipais com gastos em saúde. Há quem questione a inspeção veicular, o que é esperado em qualquer ação governamental que requer participação coletiva. Contudo, o fato relevante é que a maioria da população apoia a sua realização. De acordo com pesquisa Datafolha (09/2013), após tomar conhecimento dos benefícios que a inspeção pode trazer para a saúde pública, 38% dos usuários de veículos que já realizaram a inspeção manteriam a operação do programa enquanto que 53% ampliariam a sua realização. Efetivamente isso significa apoio de 90% da parcela da população, diretamente afetada pela inspeção, a um trabalho bem conduzido. Portanto, cabe à administração municipal de São Paulo uma atenção mais qualificada e isenta de interesses políticos com a inspeção veicular, para não prejudicar esse serviço que é essencial para a população. Divulgação Elcio Luiz Farah é engenheiro mecânico, com pós-graduação pela Faculdade de Saúde Pública da USP, e diretor-executivo da Afeevas (Associação dos Fabricantes de Equipamentos para Controle de Emissões Veiculares da América do Sul). Concorrer deliberadamente para o aumento da poluição é considerado crime ambiental, e a Prefeitura poderá ser responsabilizada por isso e pelas suas consequências. Mas ela ainda pode mudar o rumo deste processo, e permitir a continuidade dos serviços. Neste momento em que o caixa municipal está abaixo das expectativas do prefeito, esta também seria uma medida de economia. Reconhecer e consertar o erro de submeter a população a níveis de poluição mais elevados seria, acima de tudo, uma demonstração de respeito pelo povo. Os riscos de aumento na incidência de doenças e de mortes prematuras associadas à poluição do ar são reais diesel artigo 34 35

19 diesel Mercado Lugar aos novos Projeto para tirar caminhões antigos das ruas está em análise pelo Governo Federal. Montadoras já apresentam suas sugestões e adesões aos programas estaduais Por Perla Rossetti A discussão pela renovação da frota de caminhões no Brasil está avançando e um documento único de propostas foi entregue ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Agora, o Governo Federal tentará criar um programa com benefícios aos pequenos e médios frotistas para troca das unidades, como entrada ou financiamento de novos. Seria a retirada de veículos com cerca de 30 anos, cerca de 30 mil unidades ao ano. Pode ser uma idade e tempo de uso maior ou menor, detalhes que estão sendo definido por essa comissão que está trabalhando no projeto, explica o conselheiro para o mercado de reposição do Sindicato das Indústrias de Autopeças (Sindipeças), Elias Mufarej. Ele comenta que há um setor na entidade que está cuidando especificamente do assunto, que também está sendo encabeçado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e envolve normas da ABNT, como tratar a frota, inclusive do ponto de vista técnico e de legislação. Mas o ineditismo da proposta chamou a atenção da mídia. Pela primeira vez na história, as principais entidades envolvidas com o transporte rodoviário de carga apresentaram, em conjunto, uma proposta mais consistente. Há décadas são apresentados projetos sobre o assunto ao Governo Federal, oriundos de várias entidades e com modelos diferentes. Nunca, no entanto, todas se reuniram em um esforço único e consensual para estabelecer diretrizes básicas da renovação e melhoria da frota brasileira. A primeira etapa do programa será destinada à modernização da frota de caminhões estimada em 200 mil veículos acima de 30 anos. O motivo de tanto caminhão com avançado tempo de uso é a impossibilidade histórica dos autônomos obterem crédito necessário para a renovação de seu instrumento de trabalho. De acordo com a proposta do programa, os caminhoneiros terão a oportunidade de negociar seu caminhão velho, poluente e inseguro, e adquirir um novo ou seminovo. Pilares Um dos principais pilares que norteiam o programa nacional de renovação dos caminhões apresentados pelas entidades ao Governo Federal em novembro do ano passado é a segurança, já os veículos antigos estão envolvidos em 25% dos acidentes graves, o que só em 2012 gerou custos de R$ 4,9 bilhões ao INSS e ao SUS. A substituição pelos novos trará redução de 87% nas emissões de carbono, 81% nas de hidrocarbonetos, 86% nas de óxido nitroso e 95% de materiais particulados uma vez que os veículos novos estão dentro dos padrões de emissões Proconve P7 consomem aproximadamente 10% menos diesel que os acima de 30 anos. Como con- sequência, o Brasil teria uma economia de cerca de R$ 5 bilhões em 10 anos na Balança Comercial, importando menores quantidades do combustível. E outra vertente ambiental se refere ainda à destinação dos veículos que sairão de circulação, que passarão por processo de reciclagem para reaproveitamento ou descarte correto de componentes como aço, ferro e resíduos líquidos. Incentivo No Rio de Janeiro, estado que já deu início ao seu Programa de Incentivo à Modernização, Renovação e Sustentabilidade da Frota de Caminhões, a expectativa é substituir 50% dos 137 mil caminhões com mais de 20 anos de uso e baixar a média de idade da frota para 12 anos. Para participar do programa, o dono do caminhão entrega o veículo antigo, que é comprado por uma empresa de reciclagem certificada pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) como as siderúrgicas Votorantim e Gerdau. O caminhoneiro recebe um certificado no valor do usado que é abatido na compra de um novo veículo, com a isenção do ICMS. Além disso, o governo concede um crédito em 48 parcelas, o equivalente a Veículo dado na troca por um novo no programa paulista 12% do valor do caminhão novo, abatido do ICMS que o contribuinte paga sobre as atividades do veículo. Efeitos Em outubro de 2013 o governo de Minas Gerais também anunciou seu programa de renovação de frota de caminhões. Já em São Paulo, em estágio mais avançado, o Renova SP foi lançado em De acordo com Milton Luiz de Melo Santos, economista e presidente da Desenvolve SP, a agência de desenvolvimento paulista responsável pela concepção de gestão do programa, explica que a compra de novos por caminhoneiros autônomos é financiada a juro zero e isenção da taxa de pagamento do IPVA pelo prazo de 10 anos.também são isentos das taxas de licenciamento no primeiro ano e a de baixa no caminhão antigo. Nosso principal objetivo é reduzir a emissão de gases da frota de caminhões, contribuindo também para a melhoria do trânsito na zona portuária e das condições de segurança e de qualidade de vida dos motoristas. O prazo do financiamento é de até 96 meses e o caminhoneiro ainda conta com período de carência 6 meses para começar a Santos, do Renova SP: financiamento a juros zero e isenção do IPVA por 10 anos pagar. Desde o lançamento, a Desenvolve SP já financiou mais de 60 caminhões, cerca de R$ 8,1 milhões em financiamentos. Para participar do programa é condição obrigatória que o caminhoneiro entregue o caminhão velho para empresas credenciadas pela Cetesb. A Desenvolve SP não participa da avaliação ou eventual negociação dos valores alcançados com a entrega do caminhão para inutilização. Elas são realizadas exclusivamente entre a empresa credenciada para a reciclagem e o proprietário do veículo. Não há um prazo determinado de duração da fase piloto do Programa. Contudo, para que o Renova SP continue dando certo é preciso que os caminhoneiros não deixem de acreditar no programa e na melhoria da qualidade de vida que ele é capaz de proporcionar, pois os novos veículos são muito mais seguros, modernos e causam menos problemas ao meio ambiente, ao trânsito e à saúde de quem os conduzem. O porta-voz ressalta que a aquisição de um novo caminhão é capaz de aumentar a rentabilidade desses profissionais em mais de 50%, conforme levantamento do Sindicam (Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira)

20

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Em um cenário competitivo, o sucesso não é determinado apenas pela oferta

Leia mais

Scania Serviços. Serviços Scania.

Scania Serviços. Serviços Scania. Serviços Scania Scania Serviços. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar Tudo bem do o que seu o Scania, você precisa em um para só lugar. cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS

Leia mais

O ponto de apoio ideal dos profissionais do volante! 26 a 28 de setembro RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ

O ponto de apoio ideal dos profissionais do volante! 26 a 28 de setembro RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ O ponto de apoio ideal dos profissionais do volante! 26 a 28 de setembro RIOCENTRO Rio de Janeiro - RJ A Expotáxi agora é nacional Atendendo ao grande apelo da imensa maioria dos expositores e ao sucesso

Leia mais

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA GUIA PARA EMITIR A NOTA FISCAL ELETRÔNICA SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> O que é a nota fiscal eletrônica?... 6 >> O que muda com esse novo modelo de documento fiscal?... 8 >> O DANFE - Documento Acessório

Leia mais

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar.

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. Serviços Scania Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS SCANIA Serviços Scania. Máxima disponibilidade do seu veículo para o melhor desempenho

Leia mais

Nova geração do FleetBoard reduz custos operacionais e assegura maior controle sobre os veículos

Nova geração do FleetBoard reduz custos operacionais e assegura maior controle sobre os veículos Veículos comerciais Nova geração do FleetBoard reduz custos operacionais e assegura maior controle sobre os veículos Informação à imprensa 27 de janeiro de 2015 Agora disponível para toda a linha de caminhões

Leia mais

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Pós-venda Informação à Imprensa Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Data: 23 de outubro de 2011 Todos os itens necessários para a nova linha de veículos já estão disponíveis

Leia mais

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações Ônibus Informação à imprensa Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações 10 de junho de 2013 Veículo tem tecnologia nacional e baixa emissão de poluentes A Eletra, empresa brasileira

Leia mais

Mercedes-Benz apresenta o óleo lubrificante de sua própria marca

Mercedes-Benz apresenta o óleo lubrificante de sua própria marca Todos os itens necessários para a nova linha de veículos já estão disponíveis na Central de Distribuição de Peças da Mercedes-Benz em Campinas Empresa oferece treinamento a frotistas e concessionários

Leia mais

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho

Grupo da Qualidade. Grupos de Trabalho Grupos de Trabalho Grupo da Qualidade A finalidade do Grupo da Qualidade é promover ações para discussão e melhoria do sistema de gestão da qualidade das empresas associadas ao Sindipeças. Coordenador:

Leia mais

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega.

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega. A Way Data Solution se especializou em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para criar um sistema inovador de logística e monitoramento de temperatura/ umidade, através do qual empresas poderão

Leia mais

www.sistemainfo.com.br Há 20 anos desenvolvendo soluções para a gestão de transporte e logística. Processo de transporte e logística Objetivo

www.sistemainfo.com.br Há 20 anos desenvolvendo soluções para a gestão de transporte e logística. Processo de transporte e logística Objetivo Há 20 anos desenvolvendo soluções para a gestão de transporte e logística. Agilidade, segurança e flexibilidade nos processos são os compromissos da Sistema Informática com seus clientes. Sediada em Criciúma,

Leia mais

Programa de Garantia Estendida Bandag

Programa de Garantia Estendida Bandag Programa de Garantia Estendida Bandag Introdução... 03 Política da Garantia Estendida Bandag... 04 1. Condições gerais de garantia... 04 Objetivo... 04 2. O que pode ser garantido... 04 Os 3 níveis da

Leia mais

Categoria: Case: PAMTAX

Categoria: Case: PAMTAX PRÊMIO ANSP 2005 Categoria: Empresas de Prestação de Serviços Case: PAMTAX 2 Í N D I C E SINOPSE Pág. 4 PROBLEMA Pág. 5 A situação das seguradoras Pág. 6 A situação das transportadoras Pág. 8 SOLUÇÃO Pág.

Leia mais

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento.

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. SCANIA Caminhões Semipesados É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. Rentabilidade é o que nos move. Caminhões Semipesados Scania. Com um autêntico Scania, você sempre conta com resistência,

Leia mais

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência

MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL. Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência MARCOPOLO LANÇA NOVO ÔNIBUS VIALE BRT, O MAIS AVANÇADO PRODUZIDO NO BRASIL Veículo utiliza conceitos inéditos de design, conforto e eficiência A Marcopolo lança o seu mais novo e moderno ônibus urbano,

Leia mais

A TECNOLOGIA NA MINIMIZAÇÃO DE CUSTOS ADICIONADOS AO TRANSPORTE PELA NOVA CARGA HORÁRIA DE TRABALHO DOS MOTORISTAS

A TECNOLOGIA NA MINIMIZAÇÃO DE CUSTOS ADICIONADOS AO TRANSPORTE PELA NOVA CARGA HORÁRIA DE TRABALHO DOS MOTORISTAS A TECNOLOGIA NA MINIMIZAÇÃO DE CUSTOS ADICIONADOS AO TRANSPORTE PELA NOVA CARGA HORÁRIA DE TRABALHO DOS MOTORISTAS Wagner Fonseca NETZ Engenharia Automotiva Fundada em 1.996 por profissionais oriundos

Leia mais

Programas de Manutenção Scania.

Programas de Manutenção Scania. . Melhor performance, maior economia. SCAN1112_0857_Folheto_210x297mm.indd 1 A alta produtividade que somente um Scania pode apresentar é potencializada com os Programas de Manutenção Scania. Para oferecer

Leia mais

Mercedes-Benz BRASIL (caminhões) Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,,

Mercedes-Benz BRASIL (caminhões) Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,, Depois de tanto falar em cmiões do Brasil,,,,,,,, http://www.mercedistas.com/forum/index.php?topic=2123.0 (1 sur 9) [18/02/2009 22:47:31] Accelo O Mercedinho que toda a cidade quer Os caminhões leves Accelo,

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

CLIPPING PAVILHÃO ITALIANO AUTOMEC 2015

CLIPPING PAVILHÃO ITALIANO AUTOMEC 2015 CLIPPING PAVILHÃO ITALIANO AUTOMEC 2015 MEDIA: INFORMATIVO REEDAUTOS DATA: MAIO/2015 PAGINA: SESSÃO VITRINE MEDIA: REVISTA LOGWEB DATA: 06/04/2015 PAGINA: NOTÍCIAS MEDIA: REVISTA FROTA & CIA DATA: 02/04/2015

Leia mais

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem

5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 5 motivos para gerenciar sua frota na nuvem 2 ÍNDICE >> Introdução... 3 >> O que é software na nuvem... 6 >> Vantagens do software na nuvem... 8 >> Conclusão... 13 >> Sobre a Frota Control... 15 3 Introdução

Leia mais

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE

Leia mais

NCR CONNECTIONS. CxBanking

NCR CONNECTIONS. CxBanking CxBanking NCR CONNECTIONS Nossa soluc a o multicanal permite aos bancos implementar rapidamente servic os empresariais personalizados em canais fi sicos e digitais. Um guia de soluções da NCR Visão geral

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto 1.1. Contratação de empresa especializada em auditoria de tecnologia da informação e comunicações, com foco em segurança da informação na análise de quatro domínios: Processos

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade IV GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE Prof. Altair da Silva Transporte em area urbana Perceba o volume de caminhões que circulam nas áreas urbanas em nosso país. Quais são os resultados para as empresas

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. Novo Volvo VM. VOCACIONAL 6x4R / 8x4R

Volvo Trucks. Driving Progress. Novo Volvo VM. VOCACIONAL 6x4R / 8x4R Volvo Trucks. Driving Progress Novo Volvo VM VOCACIONAL 6x4R / 8x4R Força e capacidade acima da sua meta. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Procurando reduzir gastos com energia? Por que não aumentar a produtividade ao mesmo tempo? Reduzir os custos operacionais usando a energia com eficiência

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Código de prática para a gestão da segurança da informação

Código de prática para a gestão da segurança da informação Código de prática para a gestão da segurança da informação Edição e Produção: Fabiano Rabaneda Advogado, professor da Universidade Federal do Mato Grosso. Especializando em Direito Eletrônico e Tecnologia

Leia mais

Prof. Paulo Medeiros

Prof. Paulo Medeiros Prof. Paulo Medeiros Em 2010 entrou em vigor no Brasil a lei dos Resíduos Sólidos. Seu objetivo principal é diminuir a destinação incorreta de resíduos ao meio ambiente. Ela define que todas as indústrias,

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Volvo Trucks. Driving Progress novo Volvo VM DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Entregas garantidas e economia sempre. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE ALTA TAXAS CADA

Leia mais

REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL

REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL REMANUFATURADOS, A VEZ DO BRASIL Agenda ANRAP Remanufaturados no Mundo Remanufaturados no Brasil Conceito: O que é um Produto Remanufaturado? Vantagens do Produto Remanufaturado Ajudando a Preservar o

Leia mais

Caminhões para longas distâncias

Caminhões para longas distâncias Caminhões para longas distâncias 2 SCANIA CAMINHÕES PARA LONGAS DISTÂNCIAS Veículos Rodoviários Scania, incomparáveis em todos os sentidos. Um caminhão Scania é, em muitos aspectos, o sonho de qualquer

Leia mais

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Corporativo Informação à Imprensa Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Data: 23 de outubro de 2011 De forma inédita na indústria automobilística nacional, a Mercedes- Benz

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Importância do Custo Operacional TCO (Total Cost of Ownership)

Leia mais

Software para Gestão de Frotas Economia e Controle total de seus veículos

Software para Gestão de Frotas Economia e Controle total de seus veículos Software para Gestão de Frotas Economia e Controle total de seus veículos A MobiView é originada do Grupo Original Brasil, fundado em 1990 e desde 2005 é especializada em desenvolvimento de softwares para

Leia mais

Programas de Manutenção Scania.

Programas de Manutenção Scania. Respeite os limites de velocidade. Programas de Manutenção. Melhor performance, maior economia. Para mais informações sobre os produtos e serviços, entre em contato com a Casa mais próxima ou acesse http://www.scania.com.br/pecas-e-servicos

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO CLIENTES ESPECIAIS FROTISTAS

PLANO DE MANUTENÇÃO CLIENTES ESPECIAIS FROTISTAS PLANO DE MANUTENÇÃO CLIENTES ESPECIAIS FROTISTAS Campos dos Goytacazes -Versão 2.1-2014 MÓDULO DE MANUTENÇÃO 1 Histórico - A 28 anos, no mercado a Dragão Elétro Diesel, com objetivo de atender a uma carência

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Frotistas tecnologia 72

Frotistas tecnologia 72 tecno Frotistas 72 Por Luiz Carlos Beraldo Há opiniões controversas no mundo dos empresários brasileiros de transportes quando o assunto trata do futuro dos veículos comerciais. Alguns apostam que não

Leia mais

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida Soluções inteligentes em energia Energia para a vida O Brasil e o mundo contam com a nossa energia. A Prátil é uma empresa de soluções inteligentes em energia, que atua nos segmentos de infraestrutura

Leia mais

Empresas italianas de autopeças visam aumentar negócios no Brasil

Empresas italianas de autopeças visam aumentar negócios no Brasil Empresas italianas de autopeças visam aumentar negócios no Brasil Nove marcas se apresentam no Pavilhão Italiano da Automec 2015 trazendo os mais recentes avanços para a indústria automobilística nacional

Leia mais

Scania Driver Support, Opticruise e Retarder.

Scania Driver Support, Opticruise e Retarder. Scania Condução Econômica Scania Driver Support, Opticruise e Retarder. Scania Condução Econômica 2 3 A Scania avança para que o seu negócio não pare de prosperar. A Scania não para de acelerar rumo à

Leia mais

Novo Opticruise, Retarder e Scania Driver Support

Novo Opticruise, Retarder e Scania Driver Support Condução Econômica Novo Opticruise, Retarder e Scania Driver Support Condução Econômica 2-3 A Scania avança para os custos recuarem. A Scania não para de acelerar rumo à diminuição de custos operacionais

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

EFICAZ. Conduzindo Soluções

EFICAZ. Conduzindo Soluções MISSÃO Comprometimento com os objetivos de nossos clientes, oferecer-lhes soluções logísticas inovadoras com a percepção de agilidade, qualidade e segurança. VISÃO Investir em tecnologia e aprimoramento

Leia mais

Product Lifecycle Management [PLM] Comprometa-se com a inovação.

Product Lifecycle Management [PLM] Comprometa-se com a inovação. Product Lifecycle Management [PLM] Comprometa-se com a inovação. SoftExpert PLM Suite é uma solução que oferece os requisitos e as habilidades necessárias que as empresas precisam para gerenciar com êxito

Leia mais

Os ganhos ambientais para a sociedade

Os ganhos ambientais para a sociedade Proconve P7 Diesel e emissões A nova legislação 2012 Tudo o que você deve saber sobre o proconve P7 A nova etapa Proconve P7 estabelece limites de emissões mais rígidos para veículos pesados a diesel.

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Setores químico e petroquímico: as características dos produtos determinam a logística correta -

Setores químico e petroquímico: as características dos produtos determinam a logística correta - Setores químico e petroquímico: as características dos produtos determinam a logística correta - Setores onde um erro pode acarretar sérios danos ao meio ambiente, às pessoas e as próprias instalações

Leia mais

SOBRE A SOFTLOG. APRESENTAÇÃO - SoftLog LOGuinho

SOBRE A SOFTLOG. APRESENTAÇÃO - SoftLog LOGuinho SOBRE A SOFTLOG A SoftLog Tecnologia é uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções tecnológicas para empresas e instituições de diversos modais de transporte. Dentre os diversos tipos de soluções

Leia mais

Mercedes-Benz: da Robustez ao Custo Total da Operação, antes e depois. Camilo Adas

Mercedes-Benz: da Robustez ao Custo Total da Operação, antes e depois. Camilo Adas Mercedes-Benz: da Robustez ao Custo Total da Operação, antes e depois Camilo Adas Brasil: país continental com uma das malhas rodoviárias mais extensas do mundo 1,7 m ilhão de quilôm etros de estrada 12%estradas

Leia mais

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO QUEM SOMOS Somos uma empresa brasileira dedicada a construir e prover soluções que empregam tecnologias inovadoras, combinadas com a identificação por rádio frequência (RFID), análise de imagens (imagens

Leia mais

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS 1 ÍNDICE 1. Introdução... 2. Por que preciso investir em tecnologia?... 3. Cinco passos para usar a tecnologia a meu favor... 4.

Leia mais

Qualificação e Internacionalização das PME

Qualificação e Internacionalização das PME Qualificação e Internacionalização das PME Portugal 2020 Programa Operacional INFEIRA GABINETE DE CONSULTADORIA, LDA. RUA DO MURADO, 535, 4536-902, MOZELOS 227 419 350 INFEIRA.PT 0 Tipologia de Projetos

Leia mais

Inovando para crescer

Inovando para crescer Histórico da Empresa A TRC teve sua fundação em 25 de maio de 1970 na cidade de Caçador, com o objetivo de prestar serviço de transportes para a região do meiooeste. O início das atividades ocorreu com

Leia mais

A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL

A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL, entendendo a necessidade do mercado em serviços relacionados a segurança e proteção do patrimônio, reúne as melhores tecnologias em soluções de segurança e geolocalização.

Leia mais

climatização refrigeração índice mercado Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012

climatização refrigeração índice mercado Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012 índice climatização refrigeração mercado 08 Indústrias TOSI: Orgulho de ser brasileira 12 4 Climatização + Refrigeração Maio 2012 Orgulho de ser brasileira Crédito NT Editorial Com produção fortemente

Leia mais

Em qualquer lugar do país, e a qualquer hora do dia ou da noite, você estará sempre seguro.

Em qualquer lugar do país, e a qualquer hora do dia ou da noite, você estará sempre seguro. O SulAmérica Auto é o seguro completo que você precisa para seu veículo. Com ele, além das coberturas e garantias, você também tem descontos exclusivos em peças e serviços tanto para você quanto para o

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

LSoft SGC Gestão Empresarial

LSoft SGC Gestão Empresarial LSoft SGC Gestão Empresarial O LSoft SGC é um sistema de gestão dinâmico, eficiente e flexível idealizado para atender diversos segmentos de indústrias, comércios e serviços. O objetivo principal é tornar

Leia mais

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010

Metodologia. Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Público Alvo: Amostra: 500 entrevistas realizadas. Campo: 16 a 29 de Setembro de 2010 Metodologia Pesquisa Quantitativa Coleta de dados: Através de e-survey - via web Público Alvo: Executivos de empresas associadas e não associadas à AMCHAM Amostra: 500 entrevistas realizadas Campo: 16

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ.

CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ. CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ. A partir de 2013, alguns produtos automotivos devem estar certificados pelo Inmetro -- Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.

Leia mais

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES

Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 1 Ângelo Monteiro GERENCIAMENTO DE RISCOS EM TRANSPORTES 2 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL 3 SEGURO DE TRANSPORTES NO BRASIL POUCAS SEGURADORAS OPERANDO POUCOS CORRETORES ESPECIALIZADOS SINISTRALIDADE

Leia mais

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF.

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF 2011 Os direitos autorais desta publicação pertencem ao editor e seu conteúdo não pode ser reproduzido (mesmo em parte) sem uma permissão por escrito.

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Cód. Doc. TAB-RHU-003

Cód. Doc. TAB-RHU-003 1 de 27 ÁREA: SUPERINTENDÊNCIA CARGO: Diretor Superintendente Garantir o correto funcionamento dos sistemas de informação utilizados pela empresa; Aprovar projetos de melhorias nos equipamentos e sistemas

Leia mais

A Realidade Encontrada Imagens do Portal do Cidadão do TCE-PE

A Realidade Encontrada Imagens do Portal do Cidadão do TCE-PE TRANSPORTE ESCOLAR A Realidade Encontrada Imagens do Portal do Cidadão do TCE-PE A Realidade Encontrada Imagens do Portal do Cidadão do TCE-PE A Realidade Encontrada Resumo -Alunos sendo transportados

Leia mais

Informativo de Assistência Técnica Brasil

Informativo de Assistência Técnica Brasil Informativo de Assistência Técnica Brasil 010/12 29 Agosto 2012 AA/SBZ1-TSS Emitente: Mauricio Pimenta Destinatário Assunto Rede Bosch Diesel Center e Bosch Truck Service Lançamento do Sistema Bosch de

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento

Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Guia completo para o sucesso de sua loja de veículos: dicas de como ter sucesso e manter uma alta lucratividade neste segmento Introdução Planejamento Divulgando sua loja Como fechar as vendas Nota Fiscal

Leia mais

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com TMS e Roteirizadores Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Definição TMS (Transportation Management System) é um produto para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este

Leia mais

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico.

Transforme. Transforme a TI. a empresa. Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. TECH DOSSIER Transforme a TI Transforme a empresa Três imperativos da TI para a transformação da empresa realizada pelo CIO em um mundo dinâmico. Consolidar para conduzir a visibilidade da empresa e a

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

Tecnologias para comercialização de seguros e previdência por Meios não Presenciais

Tecnologias para comercialização de seguros e previdência por Meios não Presenciais Tecnologias para comercialização de seguros e previdência por Meios não Presenciais Palestrante: Marco Aurélio Damiani Palestrante Formação Acadêmica Engenheiro de Produção Mecânica com Especialização

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

01/15. Aftermarket Newsletter Brasil DESENVOLVIMENTO CONHECIMENTO, INOVAÇÃO E

01/15. Aftermarket Newsletter Brasil DESENVOLVIMENTO CONHECIMENTO, INOVAÇÃO E Aftermarket Newsletter Brasil 01/15 CONHECIMENTO, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Confira nesta edição as últimas ações desenvolvidas pelas áreas de Vendas e Promoção da MAHLE nos distribuidores e parceiros.

Leia mais

DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO 1. Até a década de 70 não eram reconhecidos os crimes contra o patrimônio como risco a ser efetivamente protegido no transporte rodoviário de cargas,

Leia mais

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos

Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Junho de 2013 Como a nuvem mudará as operações de liberação de aplicativos Jacob Ukelson Entrega de aplicativos Sumário Resumo executivo 3 Seção 1: 4 Mudando o cenário de automação

Leia mais

Software para Gestão de Equipes Externas Produtividade e Controle sobre sua equipe externa

Software para Gestão de Equipes Externas Produtividade e Controle sobre sua equipe externa Software para Gestão de Equipes Externas Produtividade e Controle sobre sua equipe externa A MobiView é originada do Grupo Original Brasil, fundado em 1990 e desde 2005 é especializada em desenvolvimento

Leia mais

Apresentação. E&L ERP Frotas. PostgreSQL 8.2/ 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0

Apresentação. E&L ERP Frotas. PostgreSQL 8.2/ 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0 Apresentação 1 PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Introdução: O permite efetuar o controle sobre o consumo de combustível de cada veículo ou máquina permitindo o seu total monitoramento no

Leia mais

Certificação Inmetro de Componentes Automotivos Garantia de segurança e qualidade.

Certificação Inmetro de Componentes Automotivos Garantia de segurança e qualidade. Certificação Inmetro de Componentes Automotivos Garantia de segurança e qualidade. ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE A CERTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA INMETRO - Portaria 301 Certificação Inmetro de Componentes Automotivos

Leia mais

INFRAESTRUTURA DE TI DA TEKSID PASSA POR ATUALIZAÇÃO COMPLETA, OBTENDO REDUÇÃO DE GASTOS E MELHORIAS NO AMBIENTE

INFRAESTRUTURA DE TI DA TEKSID PASSA POR ATUALIZAÇÃO COMPLETA, OBTENDO REDUÇÃO DE GASTOS E MELHORIAS NO AMBIENTE INFRAESTRUTURA DE TI DA TEKSID PASSA POR ATUALIZAÇÃO COMPLETA, OBTENDO REDUÇÃO DE GASTOS E MELHORIAS NO AMBIENTE Perfil O Grupo Teksid é o maior em fundição de autopeças do mundo, com capacidade produtiva

Leia mais

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1.

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 1.1 2 Introdução ao Gerenciamento de Projetos 3 1 Leitura

Leia mais

SAIBA COMO ADEQUAR SEU VAREJO ÀS NOVAS REGRAS DO FISCO

SAIBA COMO ADEQUAR SEU VAREJO ÀS NOVAS REGRAS DO FISCO SAIBA COMO ADEQUAR SEU VAREJO ÀS NOVAS REGRAS DO FISCO ÍNDICE APRESENTAÇÃO...03 A QUEM SE DESTINA...04 PONTOS IMPORTANTES...05 A LEGISLAÇÃO...10 CONCLUSÃO...12 APRESENTAÇÃO 3 Este guia foi desenvolvido

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis.

GNV. Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. GNV Combustível de baixo impacto ambiental para frotas de Táxis. REUNIÃO DE ESPECIALISTAS SOBRE TRANSPORTE URBANO SUSTENTÁVEL MODERNIZAR E TORNAR ECOLÓGICA A FROTA DE TÁXIS NAS CIDADES LATINO AMERICANAS

Leia mais

Portifólio Empresarial

Portifólio Empresarial Portifólio Empresarial 23/02/11 Rua Jasmim, 609 Santa Catarina - Joinville - SC - Brasil CEP: 89233-040 Fone/Fax: (47) 3025 1010 - contato@execom.inf.br +55 (47) 3025-1010 - Opção 5 comercial@execom.inf.br

Leia mais

Motores para geração de energia

Motores para geração de energia Motores para geração de energia SCANIA MOTORES PARA GERAÇÃO DE ENERGIA Motores para gerar energia e excelentes resultados. As demandas por segurança, confiabilidade e eficiência na geração de energia crescem

Leia mais