UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ MAURICIO VANELLI STOLT ANÁLISE DE SOFTWARES PARA A EMPRESA FULL AUTOMOTIVO LTDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ MAURICIO VANELLI STOLT ANÁLISE DE SOFTWARES PARA A EMPRESA FULL AUTOMOTIVO LTDA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ MAURICIO VANELLI STOLT ANÁLISE DE SOFTWARES PARA A EMPRESA FULL AUTOMOTIVO LTDA Balneário Camboriú 2010

2 MAURICIO VANELLI STOLT ANÁLISE DE SOFTWARES PARA A EMPRESA FULL AUTOMOTIVO LTDA Relatório final apresentado como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Administração Ênfase em Gestão Empreendedora, na Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Educação Balneário Camboriú. Orientadora: Profª. Dra. Sara Joana Gadotti dos Anjos Balneário Camboriú 2010

3 MAURICIO VANELLI STOLT ANÁLISE DE SOFTWARES PARA A EMPRESA FULL AUTOMOTIVO LTDA Esta Monografia foi julgada adequada para a obtenção do título de Bacharel em Administração e aprovada pelo Curso de Administração Ênfase em Gestão Empreendedora da Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Educação de Balneário Camboriú. Área de Concentração: Sistema de Informação Balneário Camboriú, 30 de Novembro de Profª. Dra. Sara Joana Gadotti dos Anjos Orientadora Prof. Marcos Aurélio Batista Avaliador Prof. Roberto Hering Avaliador

4 EQUIPE TÉCNICA Estagiário: Mauricio Vanelli Stolt Área de Estágio: Sistemas de Informação Professora Responsável pelos Estágios: Lorena Schröder Supervisora da Empresa: Arnilda Vanelli Stolt Professora orientadora: Dra. Sara Joana Gadotti dos Anjos

5 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social: Full Automotivo Ltda. Endereço: Rua Adolfo Geiser, nº. 55 Bairro Poço Fundo Brusque/SC Setor de Desenvolvimento do Estágio: Administração Duração do Estágio: 240 horas Nome e Cargo da Supervisora da Empresa: Arnilda Vanelli Stolt Sócia Proprietária Carimbo do CNPJ da Empresa:

6 AUTORIZAÇÃO DA EMPRESA Brusque, 30 de Novembro de A Full Automotivo Ltda., pelo presente instrumento, autoriza a Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI, a divulgar os dados do Relatório de Conclusão de Estágio executado durante o Estágio Curricular Obrigatório, pelo acadêmico Mauricio Vanelli Stolt. Arnilda Vanelli Stolt

7 A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original. ALBERT EINSTEIN

8 AGRADECIMENTOS Agradeço aos meus pais Ralph Stolt e Arnilda Vanelli Stolt por terem me apoiado em horas difíceis e mostrar o caminho certo. Ao meu irmão Leonardo Vanelli Stolt, que sempre esteve do meu lado não importa a situação. À minha namorada Larissa, pelos finais de semanas perdidos ajudando a construção do trabalho e pela compreensão. À professora Sara, que além de ser uma ótima orientadora me ajudou em todos os pontos do trabalho sempre com paciência e flexibilidade. Ao professor Márcio pelas dicas e pelo bom humor. A todos meus amigos de turma que compartilharam informações que foram necessárias para fazer o trabalho. A todos os colaboradores e parceiros da empresa FULL AUTOMOTIVO que tornaram possível a execução do trabalho.

9 RESUMO Este estudo teve como objetivo geral analisar os softwares comerciais de peças automotivas líderes de mercado para a empresa Full Automotivo. Foram definidos os seguintes objetivos específicos: identificar e mapear os processos da Full Automotivo; descrever as principais necessidades da empresa quanto às soluções em automação; identificar as empresas que comercializam o sistema; escolher a empresa que melhor se adequa às necessidades da empresa. Quanto à metodologia, o estudo foi considerado como estudo de caso, sendo os dados tratados de maneira qualitativa. Foram pesquisadas algumas empresas que oferecem o sistema ERP voltado ao setor automotivo, que são: TOTVS; ACOM Sistemas; CIGAM; ForPrint. Após diversos estudos e propostas recebidas pelas empresas, destaca-se que as que oferecem um programa ERP bastante completo, que atende às necessidades da empresa Full Automotivo. Estudos mais criteriosos foram realizados e encontrou se uma empresa que atendeu ao requisito de custo e por possuir maior agilidade nas atualizações fiscais e contábeis do que as demais empresas, adequando-se melhor às necessidades da Full Automotivo. Palavras-chave: Automação. Sistema de Informação. Sistema ERP.

10 ABSTRACT This study aimed to analyze the automotive parts business software market leaders for the company Full Automotivo. We defined the following objectives: identify and map the processes of Full Automotive; describe the main needs of the enterprise of automation solutions, to identify companies that market the system, choose the company that best suits your company's needs. Regarding the methodology, the study was considered as a case study, with data being treated in a qualitative way. Searches were some companies that offer ERP system aimed at the automotive sector, which are: TOTVS; ACOM Systems; CIGAM; ForPrint. After several studies and proposals received by the companies CIGAM and TOTVS, it is emphasized that both offer a very comprehensive ERP program, which caters to business needs Full Automotivo. More detailed studies have been conducted and the company TOTVS met the requirement of cost and have greater flexibility in fiscal and accounting updates than other companies, adjusting to the needs of Full Automotivo. Keywords: Automation. Information System. ERP System.

11 LISTA DE ABREVIATURAS ASP Aplication Solution Provider B2B Business to Business BPI Business Process Integration BPMS Business Process Management System BSC Balanced Scorecard CDU Cessão de direito de uso CNPJ Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica COFINS Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social CPF Cadastro de Pessoa Física CRM Customer Relationship Management CSLL Contribuição Social sobre o Lucro Líquido DARF Documento de Arrecadação da Receita Federal DIPJ Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica DIRF Declaração do Imposto Retido na Fonte EaD Ensino à distância EAN European Article Number ECF Emissor de Cupom Fiscal EDI Electronic Data Interchange EPC Equipamentos de Proteção Coletiva EPI Equipamento de Proteção Individual ERP Enterprise Resource Planning FGV Fundação Getúlio Vargas GED Gerenciamento de Documentos Eletrônicos GUI Graphical User Interface ICMS Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços IGP-M Índice Geral de Preços do Mercado IN Instrução Normativa INSS Instituto Nacional do Seguro Social IPI Imposto sobre Produtos Industrializados

12 IR Imposto de Renda ISO International Organization for Standardization ISS Imposto Sobre Serviços ISSQN Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza LMC Livro de Movimentação de Combustíveis LMS Learning Management System Ltda. Limitada MIC Metodologia de Implantação CIGAM MPS Master Production Schedule MRP Manufacturing Resource Planning NBR Norma Brasileira NR Norma Regulamentadora ODBC Open Data Base Connectivity OLAP On Line Analytical Processign OP Ordem de Produção PCP Planejamento e Controle da Produção PDA Personal Digital Assistant Pgto - pagamento PIS Programa de Integração Social PPP Perfil Profissionagráfico Previdenciário PR Paraná RH Recursos Humanos SI Sistemas de Informação SINTEGRA Sistema Integrado de Informações sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços SP São Paulo SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPLA Service Provider License Agreement TEF Transferência Eletrônica de Fundos TI Tecnologia da Informação TMS Transportation Management System UCC Universidade Corporativa CIGAM WMS Warehouse Management System

13 LISTA DE QUADROS Quadro 1: Síntese das tendências gerais da TI (Tecnologia da Informação) 34 Quadro 2: Requisitos do software Quadro 3: Benefícios e problemas dos sistemas ERP Quadro 4: Configurações do ERP CIGAM Quadro 5: Condições de pagamento do ERP CIGAM Quadro 6: Serviços da TOTVS Quadro 7: serviços mensais de gerenciamento de projeto e atendimento a clientes da TOTVS Quadro 8: Condições de pagamento da TOTVS Quadro 9: Comparação entre as empresas pesquisadas... 81

14 LISTA DE FIGURAS Figura 1: Organograma da empresa Full Automotivo Figura 2: Principais dimensões da estratégia competitiva Figura 3: O relacionamento de duas vias entre organizações e tecnologia de informação Figura 4: Papel do Sistema de Informação Figura 5: Fluxograma dos processos internos da empresa Figura 6: Fluxograma do processo de compras da empresa Figura 7: Fluxograma do processo financeiro da empresa Figura 8: ERP CIGAM e suas principais integrações Figura 9: Tecnologia de comunicação RM... 76

15 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO Tema Problema Objetivos da pesquisa Objetivo geral Objetivos específicos Justificativa Contextualização do ambiente de estágio Organização do trabalho FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Gestão da informação Informação Gestão da informação Os Sistemas e as Organizações Sistemas de Informação ERP Sistema Integrado de Gestão METODOLOGIA Tipologia de pesquisa Sujeito do estudo Instrumentos de pesquisa Análise e interpretação dos dados Limitações da pesquisa RESULTADOS OBTIDOS Processos da Full Automotivo Necessidade da empresa em soluções de automação Empresas fornecedores do ERP... 61

16 4.3.1 ACOM Sistemas ForPrint Informática CIGAM Proposta apresentada pela CIGAM TOTVS Proposta apresentada pela TOTVS Comparação entre as empresas CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS APÊNDICE... 87

17 16 1 INTRODUÇÃO 1.1 Tema O ERP é um software integrado que atende a toda a empresa numa única ferramenta, e normalmente utiliza o que tem de mais atualizado na tecnologia da informação, além de opções de parametrização para tornar o sistema mais completo e flexível. A integração exige maior capacidade de processamento equipamentos mais sofisticados e maior homogeneidade de tecnologias e processos de negócio. A maior capacidade de processamento é necessária em função da movimentação de maiores volumes de informações pelo sistema, em tempo real, e pela consequente necessidade de validações mais complexas. A homogeneidade dos processos é o pré-requisito da integração, já que não há como integrar ações baseadas em conceitos conflitantes. A integração presume o uso comum dos dados e uma consistência de conceitos e processos de negócios. Os dados são únicos e compartilhados por todas as aplicações e, portanto, por todas as áreas da empresa. Dessa forma, um evento real é registrado uma só vez e produz efeitos em todos os processos que estão envolvidos. Os sistemas de informação buscam integrar todas as informações da empresa, proporcionando aos gestores o acesso a dados que possibilitem sua tomada de decisões de maneira mais assertivamente. Para Nascimento e Yoneyama (2000) automatizar é dotar os sistemas de mecanismos ou dispositivos que, com um mínimo de intervenção humana, permita que seja alcançadas as especificações de segurança, produtividade, qualidade, conforto e outras. 1.2 Problema A Full Automotivo está inserida no segmento automotivo, com foco na produção de terminais de fio em latão, estanho, conectores plásticos, chicotes de

18 17 som automotivo, chicotes de bomba de combustível, e todos os componentes elétricos da linha automotiva. Quais os softwares comerciais ERP que mais se adéquam as necessidades da para a empresa Full Automotivo Ltda.? 1.3 Objetivos da Pesquisa Objetivo Geral Analisar os softwares comerciais de peças automotivas líderes de mercado para a empresa Full Automotivo Objetivos Específicos Identificar e mapear os processos da Full Automotivo. Descrever as principais necessidades da empresa quanto às soluções em automação. Identificar as empresas que comercializam o sistema. Analisar o software que melhor se adequa às necessidades da empresa. 1.4 Justificativa Os sistemas de informação apresentam valores diferentes para as empresas, que também possuem necessidades e cenários diferenciados. Para Laudon e Laudon (2004), uma infraestrutura de tecnologia da informação consistentemente forte poderá, no longo prazo, desempenhar um importante papel estratégico na empresa, e terá interferência na sobrevivência da empresa. Isso porque as informações possuem papel fundamental na tomada de decisões e no planejamento das estratégias, haja vista que se torna essencial se conhecer o ambiente interno da empresa, tais como produtividade, demanda, lead time, ponto de pedido, estoque, refugos, custos, entre outros dados que são fundamentais à sua sobrevivência.

19 18 Este estudo buscou auxiliar a empresa Full Automotivo na escolha das empresas fornecedoras de software, a fim de escolher àquela que melhor se adeque às necessidades da empresa. Quanto à importância, este trabalho se justifica pela realização de uma análise detalhada do sistema ERP na empresa Full Automotivo, além de poder servir de base para os gestores na aquisição do sistema. Para o acadêmico, o desenvolvimento do trabalho proporcionou maior conhecimento sobre os sistemas de informação, mais precisamente o sistema ERP, oportunizando assim os fundamentos teóricos em sua vida profissional. Quanto à viabilidade, existe uma ampla bibliografia a respeito dos temas voltados aos sistemas de informação e sistemas ERP - Enterprise Resource Planning, além do acesso às informações necessárias na empresa Full Automotivo. 1.5 Contextualização do ambiente de estágio Situada na cidade de Brusque, em Santa Catarina, a Full Automotivo é uma empresa que está designada a desenvolver, produzir, comercializar, distribuir e representar produtos no segmento automotivo, buscando sempre a excelência nos seus serviços e produtos. A Full Automotivo se compromete a buscar continuamente o aperfeiçoamento de seus produtos e serviços, procurando atender às expectativas de seus clientes, conquistando o seu respeito de forma satisfatória através da melhoria contínua: da parceria com atuais fornecedores; do aperfeiçoamento e desenvolvimento constante dos colaboradores e parceiros; do respeito e preocupação com o meio ambiente; da busca por novas tecnologias; da melhoria dos produtos já desenvolvidos; da melhoria e crescimento da organização. A empresa possui uma área de 7.000m 2, sendo 1.200m 2 de área construída, e conta atualmente com 25 colaboradores, distribuídos nos processos definidos dentro do SGQ (Sistema de Gestão da Qualidade). Todos os processos trabalham

20 19 regidos por várias ferramentas alinhadas aos requisitos estabelecidos na Norma ISO 9001:2008. A figura 1 visualiza o organograma funcional da empresa.

21 Figura 1: Organograma da empresa Full Automotivo. Fonte: Dados fornecidos pela empresa (2010). 20

22 21 Toda atividade agregada ao produto é monitorada, a começar pelo recebimento da matéria-prima, onde todos os requisitos são inspecionados. No processo de fabricação, todos os parâmetros são garantidos pelo uso da tecnologia e por ferramentas adequadas que garantem o perfeito atendimento às especificações. A empresa comporta atualmente em suas instalações um amplo estoque de terminais de latão natural e estanhado, que depois de fabricados, os mesmos passam por um rigoroso processo de qualidade, na qual são analisados vários requisitos, como aplicação, espessura, acabamento, conexão e trava, oferecendo assim um ótimo rendimento elétrico. Os conectores são fabricados pelo processo de injeção termoplástica em moldes de múltiplas cavidades. Para garantir a qualidade do produto, a Full Automotivo executa constantemente controles dimensionais e requisitos, bem como trabalha somente com poliamidas de engenharia de fornecedores homologados da indústria automotiva. Os soquetes de faróis são atualmente produzidos e montados com cabos de 1,00mm² e 1,5mm², os mesmos são submetidos a uma análise rigorosa, onde os cabos são medidos conforme os requisitos, a fim de obter a medida adequada, melhorando com isso a condução de energia. Os kits são compostos por conectores e terminais, machos e fêmeas, e proporcionam certa facilidade e agilidade na conexão de um ou mais cabos, evitando erros de aplicação ou sobra de componentes, pois garantem um encaixe perfeito e um ótimo acabamento. Os chicotes para som são fabricados com cabos de ótima qualidade, proporcionando certa agilidade e alto grau de acabamento na instalação, sendo utilizados os chicotes de rádio/cd, cabos RCA, cabos Y e chicotes de altofalantes nos veículos, não haverá a necessidade de cortar os fios originais, evitando emendas e até mesmo a perda da garantia do carro. Os chicotes para bomba de combustível são fabricados com cabos em teflon, para ser utilizado tanto em veículos a álcool, gasolina ou flex, evitando a degradação dos mesmos por corrosão. Os chicotes possuem terminais estanhados e conectores adequados para cada tipo de instalação, sem que haja a necessidade de cortes de fios ou alterações mecânicas, mantendo com isso, totalmente a originalidade do veículo.

23 22 O porta fusível conta com um design moderno e inovador, produzidos atualmente com fios de 1,5mm 2, 2,5mm 2 e 4,0mm 2, e passam por uma rigorosa análise de medição, onde os cabos são medidos conforme os requisitos, a fim de obter a medida adequada. 1.6 Organização do trabalho A primeira parte do trabalho apresenta a introdução, o tema da pesquisa, bem como a identificação dos objetivos a serem cumpridos, a justificativa e a apresentação da empresa, foco deste estudo. O segundo capítulo apresenta o embasamento teórico de autores da área de Gestão de Informação, com foco em Sistema de Informação, que direcionou o trabalho para sua realização. O terceiro capítulo refere-se à metodologia utilizada para a coleta, apresentação, e caracterização da pesquisa, definindo o delineamento que foi utilizado. Assim, o quarto capítulo a seguir apresenta os resultados da pesquisa coletados pelo acadêmico através da realização de entrevistas, bem como a análise dos dados e o cumprimento dos objetivos específicos. O quinto capítulo apresenta as considerações finais do acadêmico acerca do estudo realizado, bem como uma análise dos objetivos propostos que foram alcançados durante o decorrer do trabalho. Por fim, são apresentadas as referências bibliográficas dos autores citados no trabalho e o apêndice com o roteiro da entrevista.

24 23 2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Este capítulo trata da fundamentação teórica do trabalho, considerando os temas: gestão da informação, informação, sistemas e organização, sistemas de informação e ERP. 2.1 Gestão da Informação Informação As informações são essenciais em todos os segmentos, tanto profissional quanto pessoal dos indivíduos. É através delas que as pessoas tomam decisões, fazem planejamento, moldam sua cultura, entre outras atitudes, e da mesma forma que as empresas. O conceito de informação, para Turban, Rainer Júnior e Potter (2003), é definido como um conjunto de fatos (dados) organizado de modo a fazer sentido para o destinatário. Com isso, entende-se que as informações nascem a partir dos dados processados. Salientam ainda Laudon e Laudon (2004) que a informação são os dados apresentados em uma forma significativa e útil para os seres humanos. A informação é um ativo que precisa ser administrado, da mesma forma que os outros tipos de ativo representados pelos seres humanos, capital, propriedades e bens materiais, ela representa uma classe particular dentre esses outros tipos de ativo (McGEE; PRUSAK, 1994, p.23). Os dados são fatos brutos que acontecem na organização, que existem conforme os usuários vão alimentando um sistema. Já a informação são os dados que foram moldados e que se tornarão importantes para os usuários. Os dados, conforme explicam Gordon e Gordon (2006), são fatos, valores, observações e medidas que não estão contextualizadas ou organizadas. Já a informação são dados processados, ou seja, dados que foram organizados e interpretados e possivelmente formatados, filtrados, analisados e resumidos. Nas organizações, os gestores utilizam-se das informações para obter conhecimento. Os sistemas de informação coletam dados, produzem informações e auxiliam na criação do conhecimento.

25 24 A informação, para McGee e Prusak (1994, p.24), são dados coletados, organizados, ordenados, aos quais são atribuídos significados e contexto. A informação deve informar, enquanto os dados absolutamente não têm essa missão. A informação, segundo Stair e Reynolds (2002, p.4), é uma coleção de fatos organizados de modo que adquirem um valor adicional além do valor dos próprios fatos. Assim, definir e organizar os relacionamentos entre os dados gera informação, ou seja, definir os diversos relacionamentos resulta em diferentes informações. Informação é todo conjunto de dados organizados de forma a terem sentido e valor para seu destinatário. Este interpreta o significado, tira conclusões e faz deduções a partir deles. Os dados processados por um programa aplicativo têm uso mais específico e maior valor agregado do que aquele simplesmente recuperado de um banco de dados. Esse aplicativo pode ser um sistema de gerenciamento de estoques, um sistema de matrículas on line de uma universidade, ou um sistema de Internet para compra e venda de ações (TURBAN; McLEAN; WETHERBE, 2004, p.63). A informação, para McGee e Prusak (1994), é um ativo que precisa ser administrado, sendo que seu valor é determinado exclusivamente pelo usuário. Assim, gerenciar informação é tão importante quanto gerenciar outros tipos de bens. A abordagem dada pelas empresas em relação à informação vem sofrendo uma constante evolução. Conforme Laudon e Laudon (2004), pode-se identificar cinco eras segundo as quais as empresas definiram a importância da informação: Nos anos 50, a informação estava mais ligada a um mal necessário associado à burocracia do projeto, manufatura e distribuição de um produto ou serviço. Nos anos 60 e 70, as organizações passaram a ver a informação de uma forma diferente, reconhecendo o seu potencial de uso para o suporte da administração de uma forma geral. Nos anos 70 e no início dos anos 80, a informação e os sistemas que coletavam, armazenavam e a processavam passaram a ser vistos como provedores de controle feitos sob medida para os objetivos específicos dentro da organização. A partir do meio dos anos 80, a concepção de informação se modificou novamente, passando a ser vista como um recurso estratégico, uma fonte de vantagem estratégica, ou uma arma para assustar ou frustrar a competição.

26 25 Atualmente, a informação é encarada como um princípio fundamental dos processos, produtos e serviços do negócio. As empresas são compostas primariamente de recursos de conhecimento que, se propriamente compartilhados com fornecedores, clientes e funcionários, podem se tornar a fundação para o sucesso e a vantagem competitiva sustentáveis. É importante perceber que a informação só existe quando dados são ordenados e relacionados para empreender um determinado contexto, e isso faz uma grande diferença quando se precisa apoiar uma decisão, pois muitas vezes há uma acomodação com uma oferta de dados, que não oferecem correlações suficientes para uma maior assertividade, e tomam-se decisões baseadas em intuições (LAUDON; LAUDON, 2001). A transformação de dados em informação é um processo, ou seja, um conjunto de tarefas logicamente relacionadas e executadas para atingir a um resultado definido. O processo de definição de relacionamento entre dados exige conhecimento. O conhecimento, segundo O Brien (2003), representa a percepção e a compreensão de um conjunto de informações e de como estas informações podem ser úteis para uma tarefa específica. O ato de escolher ou rejeitar dados com base em sua relevância, para executar determinadas tarefas, está fundamentado em um tipo de conhecimento pertinente ao processo de conversão de dados em informação. Caso o propósito da informação for capacitar os gestores a alcançar os objetivos da organização com o uso eficiente de seus recursos, salienta Beuren (2000) que deve-se observar que a informação também é um recurso. Por isso, o valor da informação é valioso para as organizações, a fim de serem tomadas decisões com base em dados precisos e reais de seu ambiente interno e externo. O valor da informação, para Davis apud Beuren (2000), resulta do valor da alteração no comportamento da decisão, causada pela informação, menos o custo da informação. Assim, dado um conjunto de decisões possíveis, o tomador de decisões selecionará uma das bases de informação disponíveis.

27 26 O papel da informação deve ser estimulado e utilizado em todas as etapas do processo de gestão, a fim de contribuir para a eficiência e eficácia da integração entre a definição, execução e avaliação da estratégia empresarial Gestão da Informação Em todas as organizações, a informação é um ativo estratégico, pois quanto mais precisa e atualizada as informações, melhor será a tomada de decisões. É preciso identificar o cerne da questão quando nos referimos à informação, pois tem sido usual o alto investimento em tecnologia de informação. Ainda há uma crença de que a aquisição de sistemas de informação e implantação de novos processos informacionais credenciam as organizações a melhores resultados. Não há como discutir o valor dos sistemas de informação, mas é necessário se desprender do processo e ater-se à informação propriamente dita. Segundo Mcgee e Prusak (1994, p.08), mudar o foco ao lidar com as questões de informação antes de nos voltarmos para a tecnologia, pode ser uma atitude altamente benéfica para a compreensão das dimensões estratégicas da informação. Assim, a informação afeta a definição das estratégias no ambiente empresarial, sendo considerado um elemento vital para o processo de planejamento. A informação e a tecnologia da informação, conforme McGee e Prusak (1994) têm sido utilizadas com significativa vantagem na execução de processos vitais de negócios. Uma estratégia em que deve ser simultaneamente considerado o enfoque da posição da empresa relativamente ao ambiente competitivo, os recursos e capacitações que serão necessários ao desenvolvimento e manutenção dessa posição e a forma pela qual a organização será estruturada e administrada para chegar a tal posição pode ser visualizada através da figura 2.

28 27 Estratégia Competitiva Ambiente Competitivo Posicionamento & Escopo Competências Específicas da Organização Estratégia Governância - Estrutura/Administração (própria, associação, joint-venture, compra) Planejamento Empresarial Planejamento/ Definição Processo de Negócio e Infraestrutura Figura 2: Principais dimensões da estratégia competitiva. Fonte: McGee e Prusak (1994). Em um ambiente competitivo estático ou onde as mudanças acontecem de modo vagaroso, uma vez definida a estratégia, e com a execução e a integração em funcionamento, a tarefa está concluída. Os administradores lidam com informação em todos os seus aspectos diários do trabalho. Os gestores podem usar informações para obter conhecimento. As organizações usam as informações como um recurso, como um ativo ou como um produto (McGEE; PRUSAK, 1994). A informação como um recurso; tal como o dinheiro, pessoas, matériasprimas, equipamentos ou tempo, a informação pode servir como um recurso, um insumo na produção de bens e serviços. Os gestores podem usar a informação para substituir capital e trabalho, ao mesmo tempo em que reduz custos (GORDON; GORDON, 2006).

29 28 Na informação como um ativo, a propriedade de uma pessoa ou de uma organização que contribui para os resultados de uma empresa. Sob este ângulo, a informação assemelha-se a instalações, equipamentos e outros ativos da empresa. Os gestores podem visualizar a informação como um investimento que eles podem usar estrategicamente para dar à sua empresa uma vantagem sobre seus competidores (GORDON; GORDON, 2006). Na informação como um produto, as empresas também podem vender informação, o resultado de seu processo produtivo, como um produto ou serviço ou como componente embutido em um produto. Em uma economia orientada para serviços, um número crescente de empresas encara a informação desta forma (GORDON; GORDON, 2006). As informações desempenham um papel vital no sucesso empresarial de um empreendimento. Portanto, de acordo com O Brien (2003), a informação representa: uma grande área funcional dos negócios que é tão importante para o sucesso empresarial como as funções de contabilidade, finanças, administração de operações, marketing e administração de recursos humanos; uma contribuição importante para a eficiência operacional, produtividade e moral dos funcionários, atendimento e satisfação do cliente; uma fonte principal de dados e apoio necessária para promover a decisão eficaz dos gerentes; um ingrediente importante no desenvolvimento de produtos e serviços competitivos que conferem à organização uma vantagem estratégica no mercado global; uma parte importante dos recursos de um empreendimento e seu custo de realização de negócios, representando por isso um desafio maior à administração de recursos. Considera-se a informação como dados que se tornaram mais úteis quando da aplicação do conhecimento. Esse conjunto de dados, regras, procedimentos e relacionamentos que precisam ser seguidos para agregar valor ou alcançar resultados adequados constitui a base de conhecimento (O BRIEN, 2003). Existem três atividades em um sistema de informação que produzem as informações de que as organizações precisam para tomar decisões, controlar

30 29 operações, analisar problemas e criar novos produtos ou serviços. Essas atividades são, de acordo com Laudon e Laudon (2001): entrada: captura ou coleta dados brutos dentro da organização ou de seu ambiente externo; processamento: converte essa entrada de dados brutos em uma forma mais significativa; saída: transfere a informação processada às pessoas ou atividades onde ela será usada. A gestão do fluxo de informações passa a ter um caráter estratégico na obtenção da vantagem competitiva, objetivo final de qualquer empresa. A Tecnologia da Informação está mudando a maneira como as empresas operam. Está afetando todo o processo através do qual elas criam os seus produtos e, além disso, está reformulando o próprio produto: todo o pacote de bens físicos, serviços e informação que as empresas provêem para gerar valor para seus compradores e clientes (LAUDON; LAUDON, 2004). 2.2 Os Sistemas e as Organizações Um sistema é um coletor de dados e processador de informações, seja ela de qualquer natureza. No ambiente empresarial, Cassarro (2003, p.25) afirma que sistema é um conjunto de funções logicamente estruturadas, com a finalidade de atender a determinados objetivos. No meio empresarial, as informações constituemse em um dos principais elementos impulsionadores, tornando-as dinâmicas, competitivas e cada vez mais atuantes. O sistema demonstra a ideia de conjunto, de um todo, composto de elementos que se inter-relacionam. Existe a possibilidade de desenvolverem ou produzirem algo, com vistas em alcançar certos objetivos. O Brien (2003, p.17) aponta que sistema é um grupo de componentes inter-relacionados que trabalham juntos, rumo à uma meta comum recebendo insumos e produzindo resultados em um processo organizado de transformação. O sistema é um conjunto de unidades reciprocamente relacionadas, decorrendo dois conceitos: o de propósito (ou objetivo) e o de globalismo (ou

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES

1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1: FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES 1 Os sistemas de informação (SI) utilizam hardware, software, redes de telecomunicações, técnicas de administração de dados computadorizadas e outras formas de

Leia mais

Conceitos de Sistemas de Informação

Conceitos de Sistemas de Informação Conceitos de Sistemas de Informação Prof. Miguel Damasco AEDB 1 Objetivos da Unidade 1 Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Componentes de uma empresa Objetivos Organizacionais X Processos de negócios Gerenciamento integrado

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 INTRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 Há algum tempo, podemos observar diversas mudanças nas organizações,

Leia mais

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial Prof. Pedro Luiz de O. Costa Bisneto 14/09/2003 Sumário Introdução... 2 Enterprise Resourse Planning... 2 Business Inteligence... 3 Vantagens

Leia mais

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Faculdade de Tecnologia da Zona Leste Prof. Fumio Ogawa Sistemas de Informação 2 1. Fundamentos dos Sistemas de Informação Antes de começar a discutir os sistemas de informação precisamos definir e entender

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de informação Gerencial. Veremos também, outras classificações dos sistemas de informação.

Leia mais

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação DCC133 Introdução à Sistemas de Informação TÓPICO 2 E-business global e colaboração Prof. Tarcísio de Souza Lima OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO*

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* RESUMO Marilia Costa Machado - UEMG - Unidade Carangola Graciano Leal dos Santos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS Linha de pesquisa: Sistema de informação gerencial Pâmela Adrielle da Silva Reis Graduanda do Curso de Ciências

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1

Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundamentos de Sistemas de Informações: Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Estudantes na Escola de Administração da FGV utilizam seu laboratório de informática, onde os microcomputadores estão em rede

Leia mais

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1

Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI. Resposta do Exercício 1 Respostas da Lista de Exercícios do Módulo 1: Fundamentos dos SI Resposta do Exercício 1 Fundação Getúlio Vargas Leia o texto e responda o seguinte: a) identifique os recursos de: Hardware: microcomputadores,

Leia mais

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES

NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES NOTAS DE AULA - TELECOMUNICAÇÕES 1. Conectando a Empresa à Rede As empresas estão se tornando empresas conectadas em redes. A Internet e as redes de tipo Internet dentro da empresa (intranets), entre uma

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br Maio -2013 Bibliografia básica LAUDON,

Leia mais

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser:

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser: CONCEITOS INICIAIS O tratamento da informação precisa ser visto como um recurso da empresa. Deve ser planejado, administrado e controlado de forma eficaz, desenvolvendo aplicações com base nos processos,

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

Sistemas e Sistemas de Informação

Sistemas e Sistemas de Informação Sistemas e Sistemas de Informação 1) Defina pensamento sistêmico. É pensar na empresa como um sistema. A empresa não é vista como um conjunto de partes independentes, buscando alcançar objetivos isolados,

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico Planejamento de TI

Estratégias em Tecnologia da Informação. Planejamento Estratégico Planejamento de TI Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 7 Planejamento Estratégico Planejamento de TI Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1.1 2003 by Prentice Hall Sistemas de Informação José Celso Freire Junior Engenheiro Eletricista (UFRJ) Mestre em Sistemas Digitais (USP) Doutor em Engenharia de Software (Universit(

Leia mais

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização 1 Tipos de SI Depende do tipo de apoio a ser oferecido Deve-se levar em consideração: Usuários operações (entrada +processamento + saída) destino

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXERCÍCIOS DO LIVRO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ALUNO ADRIANO RAMPINELLI FERNANDES Capítulo 1 - Página 28 - Questões de revisão 1.2 O que é exatamente um sistema

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 02 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN CAPÍTULO 01 continuação Páginas 03 à 25 1 COMPONENTES DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO Especialistas

Leia mais

MAIS AGILIDADE, CONTROLE E RENTABILIDADE NA SUA CONSTRUTORA E INCORPORADORA.

MAIS AGILIDADE, CONTROLE E RENTABILIDADE NA SUA CONSTRUTORA E INCORPORADORA. MAIS AGILIDADE, CONTROLE E RENTABILIDADE NA SUA CONSTRUTORA E INCORPORADORA. SANKHYA. A nova geração de ERP Inteligente. Atuando no mercado brasileiro desde 1989 e alicerçada pelos seus valores e princípios,

Leia mais

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP Sistema de gestão ERP MÓDULOS E CLIENTES Os módulos podem ser adquiridos separadamente, conforme a sua necessidade. ÁREA COMERCIAL ÁREA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA ÁREA PRODUÇÃO E SUPRIMENTOS ÁREA FISCAL

Leia mais

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP Sistema de gestão ERP Módulo MÓDULOS E CLIENTES Os módulos podem ser adquiridos separadamente, conforme a sua necessidade. COMERCIAL ADMINISTRATIVA FINANCEIRA PEDIDOS EXPORTAÇÃO CONTAS A RECEBER TELEMARKETING

Leia mais

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM 5/5/2013 1 ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING 5/5/2013 2 1 Os SI nas organizações 5/5/2013 3 Histórico Os Softwares de SI surgiram nos anos 60 para controlar estoque

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 3.1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 3.1 2003 by Prentice Hall 3 ão, Organizações ões, Administração e Estratégia OBJETIVOS

Leia mais

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO

PERSPECTIVA FUNCIONAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TIPOS DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO CURSO: GESTÃO AMBIENTAL PROFESSOR: WENES SILVA DOS SANTOS ALUNOS: ANDRÉ VIANA CAVALCANTE, DANILO CARVALHO DE OLIVEIRA, GEISA MOREIRA DE SOUSA, FERNANDA MONTES, LIAMAR MONTES, PRISCILA CASTRO, RAIMUNDINHA

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 09 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação Capítulo 2 E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação 2.1 2007 by Prentice Hall OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever as principais características das empresas que são importantes

Leia mais

Tipos de Sistemas de Informação

Tipos de Sistemas de Informação Tipos de Sistemas de Informação Parte 2 Aula 5 Fundamentos de SI Prof. Walteno Martins Parreira Jr Classificação dos sistemas de informação? Cada sistema de informação é específico para desempenhar uma

Leia mais

Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG. Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail.

Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG. Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail. Sistemas de Informações Transacionais SIT Sistemas de Informações Gerenciais SIG Ana Clara Araújo Gomes da Silva araujo.anaclara@gmail.com Papéis fundamentais dos SI Os SI desempenham 3 papéis vitais em

Leia mais

Capítulo 2 E-Business global e colaboração

Capítulo 2 E-Business global e colaboração Objetivos de estudo Capítulo 2 E-Business global e colaboração Quais as principais características de um negócio que são relevantes para a compreensão do papel dos sistemas de informação? Como os sistemas

Leia mais

FORMAÇÃO. Algumas atividades já exercidas. Disciplina Informática Básica. Graduação: Processamento de Dados e Administração

FORMAÇÃO. Algumas atividades já exercidas. Disciplina Informática Básica. Graduação: Processamento de Dados e Administração Curso de Administração Cláudio Márcio, quem é você? Disciplina Informática Básica Prof. Msc. Cláudio Márcio cmarcio@gmail.com FORMAÇÃO Graduação: Processamento de Dados e Administração Pós-Graduação: Especialização:

Leia mais

Sistemas de Apoio à Decisão. Ciências Contábeis Informática Aplicada

Sistemas de Apoio à Decisão. Ciências Contábeis Informática Aplicada Sistemas de Apoio à Decisão Ciências Contábeis Informática Aplicada Sistemas de Apoio à Decisão Segundo LAUDON (2004) apud SANTOS () afirma que um SAD tem por objetivo auxiliar o processo de decisão gerencial,

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro Tecnologia da Informação e Comunicação Douglas Farias Cordeiro Algumas coisas que vimos até aqui Qual a diferença entre as funções do analista e do projetista? Como funciona o ciclo de vida de um projeto

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação

Fundamentos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação Objetivo da Aula Tecnologia e as Organizações, importância dos sistemas de informação e níveis de atuação dos sistemas de informação Organizações & Tecnologia TECNOLOGIA A razão e a capacidade do homem

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação INSTITUTO VIANNA JÚNIOR LTDA FACULDADES INTEGRADAS VIANNA JÚNIOR Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Lúcia Helena de Magalhães 1 Teresinha Moreira de Magalhães 2 RESUMO Este artigo traz

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br O QUE SÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO? Dado Informação Conhecimento Sistemas de Informação DADO O DADO consiste

Leia mais

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo

Fundamentos do Sistema de Informação nas Empresas. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar as cinco áreas dos sistemas de informação que esses profissionais

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web

Estratégias em Tecnologia da Informação. Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 11 Posição e Vantagem Competitiva Aplicações integradas Aplicações Web Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes

Agora é possível interagir com os fornecedores e clientes O que é ERP? ERP é a sigla de Enterprise Resourse Planning (Planejamento dos Recursos Empresariais). Trata-se de uma técnica moderna de gestão empresarial pela qual todas as informações de todas as áreas

Leia mais

Introdução ao Sistema de Informação

Introdução ao Sistema de Informação Introdução ao Sistema de Informação Prof.: Luiz Mandelli Neto Conhecer sistemas de informação é essencial para os administradores. Sobreviver Prosperar O sistema de informação auxilia as empresas: Estender

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA DIGITAL

ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA DIGITAL Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 1.1 Capítulo 1 ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA DIGITAL 1.1 2003 by Prentice Hall Sistemas de Informação Gerencial Capítulo 1 Administra,cão da Empresa Digital

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Princípios da Teoria de Sistemas 1 Grupos diferentes dentro de uma organização necessitam

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Evolução dos SI s CRM OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO OPERACIONAL TÁTICO ESTRATÉGICO SIT SIG SAE SAD ES EIS

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS P o r f.. E d E uar a d r o Oli l v i e v i e r i a

SISTEMAS INTEGRADOS P o r f.. E d E uar a d r o Oli l v i e v i e r i a SISTEMAS INTEGRADOS Prof. Eduardo Oliveira Bibliografia adotada: COLANGELO FILHO, Lúcio. Implantação de Sistemas ERP. São Paulo: Atlas, 2001. ISBN: 8522429936 LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane Price. Sistemas

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Sistemas Integrados ASI - II

Sistemas Integrados ASI - II Sistemas Integrados ASI - II SISTEMAS INTEGRADOS Uma organização de grande porte tem muitos tipos diferentes de Sistemas de Informação que apóiam diferentes funções, níveis organizacionais e processos

Leia mais

Evolução dos sistemas ERP nas empresas

Evolução dos sistemas ERP nas empresas Evolução dos sistemas ERP nas empresas Aloísio André dos Santos (ITA) aloisio@mec.ita.br João Murta Alves (ITA) murta@mec.ita.br Resumo Os sistemas ERP são considerados uma evolução dos sistemas de administração

Leia mais

Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu

Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu Cerca de dois milhões de pessoas estão trabalhando em aproximadamente 300 mil projetos

Leia mais

Unidade: Sistemas Integrados. Unidade I:

Unidade: Sistemas Integrados. Unidade I: Unidade: Sistemas Integrados Unidade I: 0 Unidade: Sistemas Integrados De Sistemas Funcionais a Sistemas Integrados Segundo Turban, Rainer Jr., Potter (2005, p. 302), a tecnologia de sistemas de informação

Leia mais

RECONHECIMENTO DE ALGUNS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

RECONHECIMENTO DE ALGUNS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO WESLLEYMOURA@GMAIL.COM RECONHECIMENTO DE ALGUNS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ANÁLISE DE SISTEMAS ERP (Enterprise Resource Planning) Em sua essência, ERP é um sistema de gestão empresarial. Imagine que você tenha

Leia mais

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA PROF.ª MARCIA CRISTINA DOS REIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14/08/2012 Aula 4 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) PARADA OBRIGATÓRIA!!! LEITURA DO LIVRO DO TURBAN, RAINER JR E POTTER Sistemas SPT p. 212

Leia mais

CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas

CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas CAPÍTULO 1. Fundamentos dos Sistemas de Informações nas Empresas VISÃO GERAL DO CAPÍTULO Este capítulo apresenta um resumo das cinco áreas básicas de conhecimento dos sistemas de informação, necessárias

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA Capítulo 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam

Leia mais

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 Banco de Dados Introdução Por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson

Leia mais

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio 440mil pequenos negócios no Brasil, atualmente, não utilizam nenhuma ferramenta de gestão, segundo o Sebrae Varejo 2012 27% 67% de comerciantes que não possuíam computadores dos que possuíam utilizavam

Leia mais

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP Sistema de gestão ERP MÓDULOS E CLIENTES Os módulos podem ser adquiridos separadamente, conforme a sua necessidade. ÁREA COMERCIAL ÁREA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA ÁREA PRODUÇÃO E SUPRIMENTOS ÁREA FISCAL

Leia mais

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação.

Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Aula 1 Conceitos básicos de Sistemas de Informação. Dados X Informações O que são Dados? São materiais brutos que precisam ser manipulados e colocados em um contexto compreensivo antes de se tornarem úteis

Leia mais

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Juliano Hammes (FAHOR) jh000697@fahor.com.br Gustavo Gerlach (FAHOR) gg000675@fahor.com.br Édio Polacinski (FAHOR) edio.pk@gmail.com.br Resumo

Leia mais

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Fonte: Tipos de Sistemas de Informação (Laudon, 2003). Fonte: Tipos de Sistemas

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

Sistema de Informação

Sistema de Informação Sistema de Informação É um conjunto de partes coordenadas, que buscam prover a empresa com informações, com o objetivo de melhorar a tomada de decisões. Conjunto organizado de pessoas, hardware, software,

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0 Autor: Marco Polo Viana. Bloco Suprimentos

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0 Autor: Marco Polo Viana. Bloco Suprimentos Bloco Suprimentos Controle de Produção PCP Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Controle de Produção PCP, que se encontra no Bloco Suprimentos. Todas informações aqui disponibilizadas

Leia mais

Business Intelligence

Business Intelligence e-book Senior Business Intelligence 1 Índice 03 05 08 14 17 20 22 Introdução Agilize a tomada de decisão e saia à frente da concorrência Capítulo 1 O que é Business Intelligence? Capítulo 2 Quatro grandes

Leia mais

MARKETING MARKETING TRADICIONAL MARKETING ATUAL DEVIDO AO PANORAMA DO MERCADO, AS EMPRESAS BUSCAM: ATRAÇÃO E RETENÇÃO DE CLIENTES

MARKETING MARKETING TRADICIONAL MARKETING ATUAL DEVIDO AO PANORAMA DO MERCADO, AS EMPRESAS BUSCAM: ATRAÇÃO E RETENÇÃO DE CLIENTES MARKETING Mercado Atual Competitivo Produtos / Serviços equivalentes Globalizado Conseqüências Infidelidade dos clientes Consumidores mais exigentes Desafio Conquistar clientes fiéis MARKETING TRADICIONAL

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 FSI capítulo 2 Referências bibliográficas: Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010 Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 Porter M., Competitive

Leia mais

SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO

SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br SISTEMAS DE AUTOMAÇÃO Rosenclever Lopes Gazoni Data MACROPROCESSO [1] AUTOMAÇÃO DE ESCRITÓRIO/COMERCIAL: Correio eletrônico; vídeo texto; vídeo conferência; teleconferência;

Leia mais