Catálogo técnico Ferramentas pneumáticas e acessórios. De profissionais para profissionais.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Catálogo técnico Ferramentas pneumáticas e acessórios. De profissionais para profissionais. www.bosch.com.br/br/ferramentas_pneumaticas"

Transcrição

1 Catálogo técnico Ferramentas pneumáticas e acessórios De profissionais para profissionais

2 2 Ferramentas Pneumáticas Bosch Visão geral online de todas as ferramentas pneumáticas ao alcance de um click. pneumaticas Este é o endereço do site dedicado aos produtos da Linha Pneumática Bosch. O acesso é fácil a toda família de produtos pneumáticos comercializada no mercado brasileiro, dividida por tipo de operação (ex.:furar, cortar, esmerilhar, aparafusar) e assim encontrar o produto de seu interesse. No ambiente O que são Ferramentas Pneumáticas você terá uma resumida explicação teórica sobre as Ferramentas Pneumáticas e seus acessórios essenciais como: compressores, unidade de manutenção e filtro. No ambiente Rede de Serviço Autorizado você encontrará os estados, as cidades e os Serviços Técnicos Autorizados daquela região, que estarão aptos a dar suporte no reparo e manutenção das Ferramentas Pneumáticas Bosch. Também foi reservado um espaço, dentro do site, para o contato com a Rexroth (Grupo Bosch), que irá sanar suas dúvidas sobre as Ferramentas Pneumáticas de uso Industrial (utilizadas em sua maioria pelas montadoras de veículos). Boa navegação! Assistência técnica garantida As ferramentas pneumáticas também são atendidas pela rede de serviço autorizado Bosch em todo o território nacional e contam com ampla disponibilidade de peças de reposição.

3 Ferramentas Pneumáticas Bosch 3 Conteúdo 5 Técnica do ar comprimido 13 Furadeiras 14 Furadeiras 16 Dimensões 17 Acessórios para furadeiras 22 Parafusadeiras / Chaves de impacto P-Line / Chaves de impacto S-Line e Chaves de catraca 24 Parafusadeiras 26 Chaves de impacto P-Line 28 Chaves de impacto S-Line e Chaves de catraca 30 Dimensões 33 Acessórios para parafusadeiras, chaves de impacto e chaves de catraca 41 Retíficas retas e esmerilhadeiras / Lixadeiras orbitais 42 Retíficas retas e esmerilhadeiras 44 Lixadeiras orbitais 46 Dimensões 47 Acessórios para retíficas retas, esmerilhadeiras e lixadeiras orbitais 57 Marteletes rebarbadores e desencrustador 58 Marteletes rebarbadores e desencrustador 60 Dimensões 61 Acessórios para marteletes rebarbadores e desencrustador 63 Serras tico-tico, tesouras punção e tesouras faca 64 Serras tico-tico, tesouras punção e tesouras faca 66 Dimensões 67 Acessórios para serras tico-tico, tesouras punção e tesouras faca

4 4 Ferramentas Pneumáticas Bosch Tecnologia de ar comprimido da Bosch: a ferramenta adequada para cada aplicação As ferramentas pneumáticas da Bosch são apropriadas para os campos de aplicação mais variados: reparo de veículos, indústria de móveis, marcenaria, serralheria, entre outros, tanto para oficinas de reparo quanto para a indústria. Graças ao controle de qualidade intenso que se realiza em nossa fábrica de Murrhardt, na Alemanha, é garantida uma longa vida útil e um alto e constante nível de qualidade para todas as ferramentas. Técnica que estabelece novos padrões A versatilidade e confiabilidade da tecnologia de ar comprimido da Bosch proporciona as condições de trabalho ideais. Alta segurança de funcionamento, pois seu meio de acionamento, o ar comprimido, não oferece riscos Não é possível a formação de faíscas no motor de ar comprimido Utilização sem problemas em lugares úmidos e molhados Fácil manutenção e reparo O ar comprimido em expansão refrigera permanentemente a ferramenta, evitando superaquecimento e danos ao motor Construção sólida, que proporciona longa vida útil aos produtos Ergonomia para um trabalho mais fácil Suas dimensões e peso reduzidos assim como seu funcionamento silencioso com o mínimo de vibrações permitem o trabalho sem fadiga. A carcaça de plástico reforçada com fibra isola a ferramenta contra o frio e oferece um ótimo conforto no manuseio.

5 Técnica do ar comprimido

6 6 Ferramentas Pneumáticas Bosch A técnica do ar comprimido, corretamente aplicada As ferramentas pneumáticas são parte integrante do programa de ferramentas industriais da Bosch. Com muita satisfação proporcionamos a você estes conhecimentos e nossas experiências. Este guia trata portanto de algumas características essenciais do ar comprimido como meio de acionamento das ferramentas pneumáticas. Nesse sentido, será abordada a estrutura do motor, a manutenção, o sistema de condução com cálculos aproximados simples, além de apontar os frequentes erros na aplicação. A força propulsora: o motor de ar comprimido As diversas ferramentas são projetadas de diferentes formas, segundo o campo de aplicação ao qual estão destinadas; entretanto, o motor pneumático e sua estrutura são a princípio sempre iguais, a não ser pelos diversos tamanhos. No caso das ferramentas pneumáticas manuais, o motor mais apropriado é o de lâminas ou palhetas, pois proporciona uma alta eficiência com dimensões reduzidas. É impulsionado pela expansão do ar comprimido, podendo realizar assim um trabalho mecânico. Rotor O ar comprimido que entra pelo canal de admissão pressiona as câmaras e provoca o giro do rotor. A entrada e a saída do ar são dispostas dependendo do sentido de giro desejado. Para poder alcançar em cada caso a velocidade de trabalho correta, geralmente o motor tem ligação com um sistema de engrenagens planetárias. Entrada de ar Essencialmente, o motor de lâminas consiste no cilindro, no rotor que aloja as lâminas em ranhuras longitudinais, além das tampas de vedação que fecham o cilindro de ambos os lados do rotor. Pela disposição excêntrica do rotor em relação ao cilindro forma-se um espaço em forma de foice, subdivididos em diferentes câmaras pelas lâminas. Estas câmaras ficam lacradas umas em relação às outras, pois durante o funcionamento as lâminas são pressionadas, pela própria força centrífuga, contra a parede interna do cilindro. Saída de ar Lâmina ou palheta Cilindro ou estator

7 Ferramentas Pneumáticas Bosch 7 As seguintes características fazem do motor pneumático um elemento de impulsão ideal para os mais diversos campos de aplicações: O motor pneumático tem sempre um comportamento de torque favorável para as diferentes aplicações. Ao aumentar a carga e diminuir o número de rotações, o torque aumenta, chegando ao máximo quando ocorrer a imobilização do motor (veja ao lado) isto é utilizado por exemplo em parafusamentos. O motor pode ser utilizado até sua imobilização, ficando excluídas dessa forma as falhas por sobrecarga. Regulando a pressão de entrada do ar comprimido (com um regulador de pressão), é possível regular o torque máximo da ferramenta. Regulando o fluxo de ar (com uma válvula estranguladora) pode ser regulado o número de rotações sem escalonamentos. Pequenas dimensões e peso reduzido permitem trabalhar sem fadiga, com possibilidades de aplicações muito variadas. Sua robustez e simplicidade garantem longa vida útil e baixa propensão a avarias. Outra vantagem é sua resistência em relação a agentes externos como pó, umidade, etc. As ferramentas pneumáticas proporcionam uma alta segurança de serviço, pois o meio de impulsão, o ar, não é perigoso e, como não há faíscas, não provoca explosão (se o trabalho ocorrer em lugares com risco de explosão, observar as normas especiais). Pelo fato do ar comprimido em expansão esfriar a ferramenta, temperaturas elevadas não produzem nenhum prejuízo. O trabalho em lugares molhados e úmidos não provoca nenhum problema. Manutenção e reparo simples. A pressão do ar comprimido não deve cair abaixo de 6,3 bar na entrada da ferramenta (pressão de fluxo), para garantir uma potência completa no eixo de trabalho. Curvas de um motor pneumático Torque de partida M máx Torque M Potência P Torque de funcionamento P máx nº = 2 M P nº n = nº de rotações Eficiência e segurança são alguns benefícios que o motor de ar comprimido proporciona em diversas aplicações.

8 8 Ferramentas Pneumáticas Bosch Para um funcionamento prolongado sem avarias: a unidade de manutenção Apesar das diversas medidas tomadas (sistemas de drenagem de água, etc. depois do compressor), é inevitável que o ar comprimido se esfrie ao percorrer o comprimento das tubulações, com a consequente condensação de água. A ferrugem também pode se apresentar, principalmente em tubulações antigas. Entretanto, essas substâncias são eliminadas se for instalado um filtro de ar comprimido um pouco antes da ferramenta. O filtro deve ter, em pós-conexão, imprescindivelmente um lubrificador para adicionar uma névoa de óleo ao ar comprimido circulante. Este óleo é necessário para lubrificar o motor pneumático, principalmente durante o funcionamento contínuo. As unidades de manutenção devem ser conectadas o mais perto possível da ferramenta. Seu tamanho tem que ser compatível com o fluxo de ar no ponto de captação. Se é desejada uma determinada pressão de serviço ou se devem ser compensadas flutuações da pressão causadas pela tubulação, pode ser instalado um regulador de Unidade de pressão com um manutenção manômetro na unidade de manutenção, entre o filtro e o lubrificador. Para que a ferramenta tenha a maior durabilidade possível, a preparação do ar comprimido tem que ocorrer em uma unidade de manutenção. Nas instruções de manuseio das ferramentas pneumáticas podem ser consultados mais detalhes sobre isso. Óleo para a unidade de manutenção ou lubrificação direta: Óleo de motor SAE 20 ou SAE 10. O primeiro elo da corrente: o sistema de ar comprimido Apesar da Bosch não fabricar instalações geradoras de ar comprimido, é necessário tratar da estrutura básica de uma dessas instalações (consulte mais detalhes com o fabricante do compressor). Compressor Normalmente são utilizados quatro tipos de compressores: Compressor de êmbolo ou pistão. Segundo o campo de pressão, existem compressores de um ou dois níveis. Por exem plo: de um nível para pressão final de até 10 bar; de dois níveis para pressão final de até 17 bar. Compressor rotativo Compressor helicoidal Turbocompressor Regulagem do reservatório de pressão O ar comprimido gerado pelo compressor se acumula em um reservatório de pressão, que serve para compensar flutuações da pressão. Desta forma estão cobertos os picos de consumo breves, sem que a pressão de serviço flutue excessivamente ou se reduza na tubulação. A demanda de ar durante os picos de consumo não deve ultrapassar durante muito tempo as quantidades fornecidas pelo compressor. A pressão se regula no reservatório pelo sistema no qual o compressor desliga ao alcançar uma pressão máxima (por exemplo, 12 bar), ligando quando a pressão cai a um valor mínimo (por exemplo, 8 bar). Neste intervalo, o reservatório de pressão e as tubulações de alimentação atuam como acumuladores para as ferramentas. Regulagem de marcha sem carga Ocorre no caso de compressores de êmbolo ou pistão, geralmente por abertura e fechamento de válvulas. Desta forma, evita-se que o eletromotor ligue e desligue constantemente, o que exige uma elevada intensidade de corrente de partida. Regulagem de liga/desliga No caso de compressores pequenos até médios, a regulagem de liga/desliga ocorre através de um pressostato que liga e desliga o eletromotor conforme a pressão do reservatório. Sendo V = volume do reservatório (m 3 ) Q = fluxo de fornecimento do compressor (m 3 /min), como regra geral vale: V 0,9-1 Q em caso de regulagem liga/desliga; V 0,4 Q em caso de regulagem de marcha sem carga. Frequentemente são instalados reservatórios de pressão adicionais no final do sistema de tubulações ou antes de grandes consumidores de ar para compensar cargas bruscas.

9 Ferramentas Pneumáticas Bosch 9 Dimensionar corretamente: o sistema de tubulações O seguinte exemplo demonstra como é possível determinar a carga do compressor e do reservatório de ar segundo as unidades de consumo existentes: Compressor 1000 l/min Fluxo de fornecimento (35,3 cfm) Volume 500 l Reservatório de ar (17,6 cfm) Ciclo operacional Entre 12 e 8 bar Com uma pressão máxima de 12 bar o compressor desliga. Até o novo acionamento do compressor a 8 bar, temse neste campo 12 bar 8 bar = 4 bar, e por tanto as unidades de consumo têm a sua disposição 500 x 4 = l (70,6 cfm); isso significa que com um consumo de ar de l/min (70,6 cfm) é possível um tempo de funcionamento contínuo de 1 minuto, que aumenta para 4 minutos se o consumo de ar for de 500 l/min (17,5 cfm). Sobre isso deve-se levar em conta que muitas ferramentas, e principalmente as parafusadeiras, só ficam ligadas brevemente. Da mesma forma que ao escolher o compressor e o reservatório de pressão, também ao se dimensionar a rede de tubulações deve-se levar em conta um eventual aumento posterior do consumo, por exemplo por ocorrer uma ampliação da produção. Na prática, geralmente não é possível evitar que o ar comprimido esfrie na tubulação. Para que a água de condensação que assim se forma não possa retornar na direção do compressor, as tubulações são montadas com uma pequena inclinação de 2 a 3% na direção do fluxo. Nos pontos mais baixos do sistema de tubulações podem ser instalados então drenos da água condensada. Para que a água condensada se mantenha também afastada o quanto for possível dos pontos de captação, é comum que as bifurcações se dirijam para cima, a partir da tubulação principal (figura da página anterior). Grande influência sobre o rendimento das ferramentas pneumáticas tem o diâmetro interno dos tubos ou das mangueiras. Tubulações ou tubos de dimensões insuficientes aumentam as resistências ao fluxo, com a consequente queda de potência da máquina. Ao escolher os diâmetros das tubulações (no caso dos tubos, não deve na medida do possível ser inferior a 3/4 ), devem ser levadas em conta as seguintes magnitudes: Se por exemplo uma chave de impacto com um consumo médio de ar de 20 l/s (42,4 cfm) for utilizada 4 vezes por minuto, e se a cada parafusamento trabalhar 3 segundos (por tanto, durante 1 minuto, 3 x 4 segundos de tempo de trabalho puro), neste tempo precisará na verdade somente de 20 x 3 x 4 = 240 l/s (8,5 cf). Portanto passam : 240 = 8,33 minutos até que o compressor ligue novamente quando a pressão na rede for de 8 bar. Fluxo de ar, pressão na tubulação, ve locidade de fluxo, perdas de pressão. Comprimento da tubulação. Número e classe de tuboacessórios como coletores, joelhos, peças em T, estreitamentos, unidade de manutenção, acoplamentos, etc. Aumento futuro da demanda de ar e possível ampliação da instalação. A definição do compressor, do reservatório e do dimensionamento da rede devem considerar um crescimento da demanda.

10 10 Ferramentas Pneumáticas Bosch Para a determinação e a verificação do diâmetro das tubulações deve-se levar em conta que nunca funcionam todas as ferramentas ao mesmo tempo. Essa circunstância é levada em conta através da multiplicação pelo chamado fator de simultaneidade (ao lado). A queda de pressão provocada pela resistência em válvulas, curvas, etc. é levada em conta aplicando um aumento de aproximadamente 30% em relação ao comprimento real das tubulações. A queda de pressão até lugares afastados da instalação não deve na medida do possível ser superior a 10% da pressão da rede. Se ocorrerem perdas de pressão de 1 bar ou mais, terão que ser verificadas imprescindivelmente as condições do sistema de tubulações. No caso de sistemas de tubulações grandes, geralmente são montadas tubulações em anel, pois quando a carga aumenta garantem um melhor abastecimento dos pontos de captação ativos (abaixo). Fator de simultaneidade 0,95 0,90 0,85 0,80 0,75 0,70 0,65 0, Quantidade de ferramentas Esquema para instalação de uma rede de ar comprimido Tubulação em anel Reservatório de pressão antes de unidade de grande consumo Inclinação 2-3% Compressor Ponto mais baixo Derivador de água condensada Refrigerador posterior Evacuador de água Reservatório de pressão Unidade de manutenção Da prática, para a prática: erros comuns de aplicação Determinados erros de aplicação são geralmente a causa de resultados insatisfatórios ou de avarias. Erros frequentes são: Ferramentas incorretamente escolhidas (máquinas potentes demais ou fracas demais para a finalidade prevista) Fluxo de ar insuficiente e pressão reduzida demais ou inconstante, diretamente antes da máquina Diâmetro insuficiente da tubulação de alimentação Falta de unidades de manutenção. Sujeira, água e falta de óleo provocam um desgaste rápido e formação de ferrugem no motor, com falha prematura das máquinas Ferramentas desgastadas ou inadequadas reduzem a utilidade

11 Ferramentas Pneumáticas Bosch 11 Cálculo aproximado para dimensionamento das tubulações Os cálculos baseados em equações exatas são muito complexos para o profissional; além disso, há muitos fatores difíceis ou mesmo impossíveis de se registrar. Para que apesar disso disponha-se de pontos de referência, através do diagrama abaixo pode ser feito um breve cálculo aproximado para determinar o diâmetro interno das tubulações. Exemplo: a soma dos valores de consumo de ar de 6 máquinas tem como resultado 36 l/s (76,3 cfm). Do quadro Fator de simultaneidade (pág. anterior) tem-se para 6 máquinas o fator de 0,79; disso temos 36 x 0,79 = 28,5 l/s (60,4 cfm). Com este valor pode-se dimensionar a tubulação aplicando o diagrama. Partindo do fluxo de ar aproximado de 28,5 l/s (60,4 cfm), temos um diâmetro interno do tubo de pelo menos 1. Com um comprimento de tubulação teórico de 130 m (comprimento real 100 m + 30% de aumento para queda de pressão em curvas, coletores, etc.), calcula-se um diâmetro interno do tubo de 1,5. Se for necessário conectar máquinas adicionais a esta tubulação, deverá ser levado em conta seu consumo de ar para o cálculo. Da mesma forma pode ser verificada uma instalação já existente. Ao contrário do que acontece ao se determinar o diâmetro de tubulações, o tamanho do compressor depende do fator de uso e do tempo de funcionamento real das ferramentas em porcentagem. Em sistemas aos quais são conectados predominantemente parafusadeiras, esse fator situa-se entre 5 e 15% aproximadamente, enquanto que para instalações com esmerilhadeiras utilizadas em serviço contínuo (por exemplo oficinas ou fundição) deve-se contar com 30 a 70%. Para poder determinar com a máxima exatidão possível o tamanho do compressor necessário, o melhor é entretanto verificar as condições no próprio local, determinando o fator de uso, ou recorrendo a um fabricante de compressores. Dimensionamento de tubulações Comprimento da Tubulação/Linha (m) Fluxo de ar (l/s) ,0 6,5 8,0 1/2"(13mm) 3/4"(19mm) 1"(25mm) 12,5 16,5 25,0 1 1/4"(32mm) 1 1/2" (38mm) 33,0 41,5 2"(50mm) 50,0 58,0 2 1/2"(65mm) 66,5 75,0 83,0 100,0 3"(80mm) 110,5 133,0

12 12 Ferramentas Pneumáticas Bosch Maior rendimento e segurança com o regulador de velocidade A regulagem do número de rotações proporciona as seguintes vantagens nas esmerilhadeiras Grande rendimento de esmerilhamento / lixamento Economia no desgaste dos discos abrasivos Economia de tempo Menor desgaste das palhetas Menos ruído O regulador do número de rotações proporciona uma velocidade de trabalho praticamente constante. Permite esmerilhar com uma velocidade periférica constante. Quando se aumenta o número de rotações, os pesos reguladores giram para fora; com isso, o corpo da válvula reduz a entrada de ar. Quando se diminui o número de rotações, a força da mola predomina, aumentando de novo a entrada de ar. Momento de arranque Curvas características com e sem regulagem do número de rotações Torque de partida M máx Rotação Torque de estrangulamento P M P máx n nº regulado nº não regulado Torque M com regulagem de velocidade sem regulagem de velocidade Regulagem do número de rotações Corpo de válvula Peso do regulador Mola de reposição Peso do regulador

13 Furadeiras

14 14 Ferramentas Pneumáticas Bosch Furadeiras Furadeiras Número de pedido Mandril Ø m áx. de furo em aço (mm) Furadeiras Mandril com chave Mandril de aperto rápido Mandril com chave 6 Furadeiras Mandril com chave Mandril de aperto rápido Mandril com chave 10 Carcaça ergonômica da empunhadura, que isola contra o frio Grande conforto de utilização por sua empunhadura tipo pistola Interruptor com partida suave Acionamento planetário de alta qualidade Motor potente Saída de ar pela empunhadura Número de pedido Capacidade de perfuração Mandril SDS-plus Número de rotações em func. pleno (min -1 ) Furadeira de Impacto Concreto: 20 mm 850 Aço: 13 mm Madeira: 30 mm

15 Furadeiras Ferramentas Pneumáticas Bosch 15 Número de rotações sem carga (min 1 ) Potência proporcionada (W) Consumo de ar sob carga (l/s) Pés cúbicos por minuto (cfm) Peso (kg) Rosca do fuso Rosca de conexão do niple Ø Interno da man gueira (mm) Sentido de giro D = direita E = esquerda Acessórios inclusos ,5 18 0,6 3/8 24 UNF 2A 1/4 -NPT 10 D Mandril com chave niple da mangueira ,5 18 0,7 3/8 24 UNF 2A 1/4 -NPT 10 D Mandril de aperto rápido niple da mangueira ,5 18 0,7 3/8 24 UNF 2A 1/4 -NPT 10 D/E Mandril com chave niple da mangueira ,5 18 0,7 3/8 24 UNF 2A 1/4 -NPT 10 D Mandril com chave niple da mangueira ,5 18 0,8 3/8 24 UNF 2A 1/4 -NPT 10 D Mandril de aperto rápido niple da mangueira ,5 18 0,8 3/8 24 UNF 2A 1/4 -NPT 10 D/E Mandril com chave niple da mangueira Número de impactos sem carga (min 1 ) Potência proporcionada (W) Consumo de ar sob carga (l/s) Pés cúbicos por minuto (cfm) Peso (kg) Rosca do fuso Rosca de conexão do niple Ø Interno da man gueira (mm) Observações Volume de fornecimento ,9 2,7 SDS-Plus com bloqueio automático G 1/4 13 Força de impacto 2 J. Ideal para os trabalhos de perfuração, inclusive em espaços e cavidades molhadas ou úmidas, assim como em qualquer lugar em que não possam ser usados os martelos perfuradores elétricos Empunhadeira auxiliar Guia de profundidade Niple da mangueira Maleta de plástico

16 16 Ferramentas Pneumáticas Bosch Furadeiras Dimensões Furadeiras Medidas em mm Número de pedido * * *

17 Acessórios para furadeiras Acessórios Bosch para furadeiras Ferramentas Pneumáticas Bosch 17 Brocas para Metal em HSS-G DIN 338 (mm) Indicada para trabalhar aço com e sem liga até uma resistência à ruptura máxima de 900 N/mm 2, fundição de aço, fundição cinzenta, aço sinterizado, ferro fundido maleável, metais não ferrosos e sintéticos duros. Aplicação: todas as furadeiras. Ponta de perfuração. Diâmetro mm (D) Comprimento útil mm (C 1 ) Comprimento total mm (C 2 ) , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica , Caixa plástica

18 18 Ferramentas Pneumáticas Bosch Acessórios Bosch para furadeiras Brocas para Metal em HSS-G DIN 338 (mm) Grande capacidade de torção, reduzindo a probabilidade de quebra da broca, por exemplo, quando ocorre uma grande vibração. Aplicação: todas as furadeiras. Diâmetro mm (D) Comprimento útil mm (C1) Comprimento total mm (C2) , , , , , , , , , , , , , , , , Brocas para Metal em HSS-G ANSI B94.11 (polegada) Brocas espirais de aço de alto rendimento e totalmente afiadas, permitindo uma qualidade excepcional da superfície. Corte tipo N, ponta de perfuração de 118, tolerância de diâmetro = h8. Aplicação: todas as furadeiras. Diâmetro (pol.) Comprimento útil (pol.) Comprimento total (pol.) / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica / Caixa plástica

19 Acessórios Bosch para furadeiras Ferramentas Pneumáticas Bosch 19 Brocas para Metal em HSS-G ANSI B94.11 (polegada) Aplicação universal nos mais diversos metais, permitindo furar com exatidão sem necessidade de preparar previamente a superfície. Aplicação: todas as furadeiras. Diâmetro (pol.) Comprimento útil (pol.) Comprimento total (pol.) /16 7/8 1 7/ / /32 1 1/4 2 1/ /8 1 5/8 2 3/ /64 1 3/4 2 7/ / / /16 2 5/16 3 1/ /32 2 1/2 3 3/ /4 2 3/ /16 3 3/16 4 1/ /32 3 7/16 4 3/ /8 3 5/ /16 4 1/16 5 1/ /2 4 1/2 6 1 Brocas para Madeira 3 Pontas Para madeiras. Forma em espiral especial que evita emperramento e proporciona um rápido transporte das serragens. Aplicação: todas as furadeiras. Diâmetro mm (D) Encaixe mm (E) Compr. útil mm (C 1 ) Compr. total mm (C 2 ) ,0 3, ,0 4, ,0 5, ,0 6, ,0 7, ,0 8, ,0 9, ,0 10, ,0 10, ,0 10, ,0 10, ,0 10, ,0 10, ,0 10, ,0 10, ,0 10,

20 20 Ferramentas Pneumáticas Bosch Acessórios Bosch para furadeiras Brocas para Madeira em Serpentina Ideal para indústria paralela da construção civil, especialmente para carpinteiros e marceneiros; aplicação em madeiras compensadas, MDF e madeiras maciças, até mesmo em madeira úmida. D Aplicação: todas as furadeiras. Diâmetro mm (D) Encaixe mm (E) Compr. útil mm (C 1 ) Compr. total mm (C 2 ) ,0 6, ,0 6, C ,0 8, C ,0 8, ,0 10, ,0 11, ,0 11, ,0 11, ,0 11, ,0 11, ,0 11, E ,0 11, ,0 11, ,0 11, ,0 11, ,0 11, ,0 11, ,0 11, Brocas SDS-plus S4L e S4 Certificado de qualidade da Alemanha + 15% maior vida útil em concreto Brocas de máxima performance para os profissionais mais exigentes. Possuem 4 canais de saída de pó, responsáveis por uma maior estabilidade e baixa vibração. As brocas SDS-plus S4L são as mais potentes em concreto graças à tecnologia indutiva de solda e endurecimento: Dureza diferenciada e otimizada da cabeça e da espiral para cada diâmetro da broca. Desta forma a junta soldada entre a pastilha de metal duro e a espiral é aperfeiçoada. Maior durabilidade em concreto graças à robustez e à maior resistência ao rompimento. Furos mais precisos. Aplicação: / / / / / / / / / 3304 / Diâmetro (mm) Diâmetro (pol) Compr. útil (mm) Compr. total (mm) Brocas S4L disponíveis nos tamanhos: diâmetro de 4 a 14 mm; comprimento total de até 310 mm. *Brocas S4. Inovação: tecnologia indutiva de solda e endurecimento. Solda da ponta da broca a alta temperatura: dureza HRC. Têmpera: dureza HRC ,0 5/ Solapa ,0 5/ Solapa ,0 3/ Solapa ,0 3/ Solapa ,0 3/ Solapa ,5 7/ Solapa ,5 7/ Solapa ,5 7/ Solapa ,5 7/ Solapa ,0 15/ Solapa ,0 15/ Solapa ,0 15/ Solapa ,0 15/ Solapa ,5 1/ Solapa ,5 1/ Solapa ,5 1/ Solapa ,5 1/ Solapa ,5 1/ Solapa ,0 9/ Solapa ,0 9/ Solapa ,0 9/ Solapa ,0 5/ Solapa ,0 5/ Solapa ,0 5/ Solapa cont.

Acessórios para Ferramentas Elétricas Agosto 2005

Acessórios para Ferramentas Elétricas Agosto 2005 Acessórios para Ferramentas Elétricas Agosto 2005 Alta performance. Uso universal. Catálogo de Acessórios para Ferramentas Elétricas Neste catálogo você encontra a linha completa de Acessórios Bosch, com

Leia mais

CATÁLOGO DE ACESSÓRIOS PARA FERRAMENTAS ELÉTRICAS

CATÁLOGO DE ACESSÓRIOS PARA FERRAMENTAS ELÉTRICAS CATÁLOGO DE ACESSÓRIOS PARA FERRAMENTAS ELÉTRICAS Alta Performance. Uso Universal. 1 Brocas para Metal em HSS DIN 338 (mm) Todas as furadeiras Indicada para trabalhar aço Diâmetro Compr. (mm) com e sem

Leia mais

Acessórios para Ferramentas Elétricas

Acessórios para Ferramentas Elétricas Acessórios para Ferramentas Elétricas Catálogo reduzido Julho 2010 www.bosch.com.br 2 Índice Acessórios Bosch para ferramentas elétricas 2010 Programa Bosch de acessórios universais 3 Brocas Acessórios

Leia mais

Ferramentas Pneumáticas

Ferramentas Pneumáticas Ferramentas Pneumáticas Ferramentas Pneumáticas Para se tomar a decisão com relação ao uso de ferramentas pneumáticas é necessário saber as diferenças principais entre elas e outros tipos de ferramentas

Leia mais

Aplicações foco madeira macia e dry-wall

Aplicações foco madeira macia e dry-wall Ferramentas a 4 Ferramentas Elétricas Bosch Ferramentas Elétricas Bosch 5 plicações foco macia e dry-wall Parafusadeira / Furadeira GSR 0,8-LI 992.9 E Mandril de encaixe rápido sextavado: para bits e brocas

Leia mais

Composição de uma ferramenta elétrica

Composição de uma ferramenta elétrica ABC das Ferramentas (módulo II) Composição de uma ferramenta elétrica As ferramentas elétricas convencionais ou a bateria são compostas por 3 (três) partes básicas que são: 1. Estrutural Constituem a parte

Leia mais

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto A U A UL LA Uso de ferramentas Um aprendiz de mecânico de manutenção verificou que uma máquina havia parado porque um parafuso com sextavado interno estava solto. Era preciso fixá-lo novamente para pôr

Leia mais

BEDAMES. Bitola Espessura C. Total 3/32 1/8 1/8 5/8 1/8 3/32 3/4 1/8 3/4 3/4 1/8 3/4 5/32 5 1/8 3/16 1/8 3/16 5/32 1/2 1/8 1/8 1/2 1/8 5/8 3/16 6

BEDAMES. Bitola Espessura C. Total 3/32 1/8 1/8 5/8 1/8 3/32 3/4 1/8 3/4 3/4 1/8 3/4 5/32 5 1/8 3/16 1/8 3/16 5/32 1/2 1/8 1/8 1/2 1/8 5/8 3/16 6 BEDAMES NACIONAL -Co % Co Bitola Espessura C. Total.Co / / / /././ 9 7 / / / / / / / / / / / / / / / / 9 / / 7 / / / / / / / / 7 / / / / 9 / / 7 / / 0 7/ 7/ 7/ / / / / / / 7 790 0 7 0 IMPORTADO Bitola

Leia mais

Ferramentas Industriais Bosch www.boschproductiontools.com

Ferramentas Industriais Bosch www.boschproductiontools.com Ferramentas Industriais Bosch www.boschproductiontools.com Tecnologia para a vida EXACT Parafusadeiras a Bateria / Elétricas Nossa embreagem de desligamento foi desenvolvida para minimizar a influência

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/50 - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 120 psig SCHULZ: INÍCIO DE FABRICAÇÃO - ABRIL/005 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSV 6/ - DENTAL SPLIT - 1 ESTÁGIO - 10 psig CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS ISENTO DE ÓLEO L C DESLOCAMENTO TEÓRICO pés /min PRESSÃO MÁX.

Leia mais

Ferramentas especiais e de medição

Ferramentas especiais e de medição Ferramentas especiais e de medição COMPASSOS (INTERNO / EXTERNO / DE PONTA) CAIBRE DE FOGA CAIBRE DE ROSCA IMA PARA ROSCAS PAQUÍMETRO DIGITA ARCOS DE SERRA PARA META PINÇAS (PONTAS CURVAS / RETAS) PINÇA

Leia mais

Sistemas de de corte e desbaste Corte e Acabamento

Sistemas de de corte e desbaste Corte e Acabamento Sistema de corte e desbaste - (linha classic) Esmerilhadeira DAG 25-SE Esmerilhadeira DEG 25-D Página 34 Página 35 Esmerilhadeira DCG 80-P Página 36 Esmerilhadeira DCG 80-D Página 3 Esmerilhadeira DCG

Leia mais

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA

INTRODUÇÃO CARACTERÍSTICAS. MODELO FE 45 CAPACIDADE DE PERFURAÇÃO Ø 45 mm PROFUNDIDADE DE CORTE TIPO DE ENCAIXE CM 2 MEDIDAS DE SEGURANÇA 1 INTRODUÇÃO As Furadeiras de Base Magnética Merax caracterizam-se por serem robustas, porém leves e de fácil transporte. Utilizam qualquer tipo de broca, preferencialmente as brocas anulares. Trabalham

Leia mais

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira

7 FURAÇÃO. 7.1 Furadeira 1 7 FURAÇÃO 7.1 Furadeira A furadeira é a máquina ferramenta empregada, em geral, para abrir furos utilizando-se de uma broca como ferramenta de corte. É considerada uma máquina ferramenta especializada

Leia mais

Neste guia, você encontrará alguns exemplos de aplicações profissionais bem como informações sobre produtos indicados.

Neste guia, você encontrará alguns exemplos de aplicações profissionais bem como informações sobre produtos indicados. Guia de aplicações As ferramentas Dremel são o complemento perfeito para o kit de ferramentas dos profissionais, pois trabalham em situações em que as outras ferramentas (manuais ou elétricas) seriam

Leia mais

Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de Arco de Pua Verrumas para Arco de Pua. Verrumas Manuais. Ferros de Pua Mathieson

Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de Arco de Pua Verrumas para Arco de Pua. Verrumas Manuais. Ferros de Pua Mathieson Brocas para Madeira Brocas de 3 Pontas Brocas de 3 Pontas para Mourão Brocas para Fibrocimento e Mourão Brocas em Aço Cromo 46 47 48 48 Brocas Escalonadas para Telhas Arcos de Pua Garra para Mandril de

Leia mais

Ferramentas isoladas Vde. Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.

Ferramentas isoladas Vde. Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com. Ferramentas isoladas Vde Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Dupla camada de isolação nas ferramentas VDE A dupla camada de proteção plástica das ferramentas VDE oferece mais segurança ao usuário

Leia mais

PLACAS PARA TORNOS E CENTROS DE TORNEAMENTO

PLACAS PARA TORNOS E CENTROS DE TORNEAMENTO PLACAS PARA TORNOS E CENTROS DE TORNEAMENTO Sumário 1. Informações gerais 3 2. Características técnicas das Placas Pneumáticas PPU 3 3. Instruções de montagem, operação e manutenção 7 3.1. Montagem 7 3.1.1.

Leia mais

Instruções de Uso e Segurança

Instruções de Uso e Segurança Instruções de Uso e Segurança Alicates Nunca utilize os alicates como martelo para não criar folga. Não martele os isolamentos, pois eles se danificarão; Utilizar alicates para apertar ou desapertar porcas

Leia mais

Estruturas de serrotes para metais

Estruturas de serrotes para metais Serração Serras alternativas As máquinas de serração e as serras RIDGID foram desenvolvidas por profissionais para profissionais. Quaisquer que sejam as suas exigências em questões de serração, o programa

Leia mais

ESCOVAS TÉCNICAS PFERD

ESCOVAS TÉCNICAS PFERD ESCOVAS TÉCNICAS PFERD PFERD makes the difference PFERD Tradição, tecnologia e inovação Com mais de 5000 diferentes ferramentas e respectivos acionamentos, a PFERD é parceira nos processos de fabricação

Leia mais

Catálogo da FEIN para 2014

Catálogo da FEIN para 2014 Catálogo da FEIN para 2014 Bem-vindo à FEIN No novo catálogo da FEIN para 2014, você encontra todo o nosso programa de ferramentas elétricas profissionais e extremamente confiáveis para oficina e indústria.

Leia mais

PNEUMÁTICA. Enroladores de mangueiras e de cabos. Desempenho superior, design durável e facilidade de uso

PNEUMÁTICA. Enroladores de mangueiras e de cabos. Desempenho superior, design durável e facilidade de uso PNEUMÁTICA Enroladores de mangueiras e de cabos Desempenho superior, design durável e facilidade de uso 2 Para uso profissional em ambientes industriais. Satisfação das necessidades dos ambientes de trabalho

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig CT MSA./2 WTA./2 CSA./2 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSA./2 WTA./2 ESTÁGIO psig CSA./2 ESTÁGIO psig TÉRMINO DE COMERCIALIZAÇÃO ABRIL/ (PRODUTO 0% IMPORTADO) MSA./2 TÉRMINO DE FABRICAÇÃO NOVEMBRO/ WAYNE

Leia mais

Catálogo de produtos

Catálogo de produtos Catálogo de produtos Escovas Cilíndricas As escovas cilíndricas SUISSA são usadas em diversos tipos de máquinas, algumas de suas aplicações são nas varredeiras industriais de pisos, nos equipamentos de

Leia mais

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB

Manual de Instruções e Lista de Peças. Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB Manual de Instruções e Lista de Peças Máquina de Costura Industrial Galoneira BC 500-01 CB ÍNDICE DETALHES TÉCNICOS, INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA... 01 MONTAGEM MOTOR E ROTAÇÃO DA MÁQUINA... 02 LUBRIFICAÇÃO...

Leia mais

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS

FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Linha FERRAMENTAS ESTACIONÁRIAS Alta performance nos trabalhos manuais As ferramentas estacionárias são indicadas para trabalhos domésticos, artesanatos, carpintarias, marcenarias,

Leia mais

CATÁLOGO DE METROLOGIA

CATÁLOGO DE METROLOGIA CATÁLOGO DE METROLOGIA 1 PAQUÍMETRO PAQUÍMETRO UNIVERSAL PAQUÍMETRO UNIVERSAL (MD) capacidade LEITURA 141-112 0-150mm / 0-6 0,02mm / 0,001 141-113 0-150mm / 0-6 0,05mm / 1/128 141-114 0-200mm / 0-8 0,02mm

Leia mais

Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.br. Brocas para Concreto. www.irwin.com.

Rua do Manifesto, 2216 - Ipiranga - São Paulo Fone: +55 (11) 2271-3211 www.internacionalferramentas.com.br. Brocas para Concreto. www.irwin.com. Rua do Manifesto, 2 Ipiranga São Paulo Fone: +55 (11) 22713211 www.irwin.com.br Rua do Manifesto, 2 Ipiranga São Paulo Fone: +55 (11) 22713211 FURANDO CONCRETO Furar concreto é uma tarefa muito diferente

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS Linha Completa

INFORMAÇÕES GERAIS Linha Completa INFORMAÇÕES GERAIS Linha Completa www.spdcutferramentas.com.br (11) 2762 5114 Disco Diamantado 110mm Linha Profissional Disco de alto rendimento Disco Diamantado 110mm para corte a seco com alta durabilidade

Leia mais

CG Pró. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo CG 40. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo PEC 52

CG Pró. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo CG 40. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo. 80 mm*/ 80 mm Duplo PEC 52 Catálogo 2015 Cortadores Manuais CG Pró Linha FLEX Rodéis para pisos cerâmicos e porcelanatos 80 mm 80 mm DUPLO Linha Master Master 125/ 155 60195 Flex 50 51 cm 60225 Flex 75 75 cm 53 cm x 53 cm 60230

Leia mais

DUPLA CAMADA DE ISOLAÇÃO NAS FERRAMENTAS VDE

DUPLA CAMADA DE ISOLAÇÃO NAS FERRAMENTAS VDE 66 DUPLA CAMADA DE ISOLAÇÃO NAS FERRAMENTAS VDE A dupla camada de proteção plástica das ferramentas VDE oferece mais segurança ao usuário e permite que o desgaste da ferramenta seja identificado com segurança.

Leia mais

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA

CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA *Imagens meramente ilustrativas CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Manual de Instruções www.v8brasil.com.br 1. DADOS TÉCNICOS CHAVE DE IMPACTO PARAFUSADEIRA PNEUMÁTICA Modelo V8 Chave de impacto

Leia mais

Ferramentas e Produtos para Manutenção de Motores

Ferramentas e Produtos para Manutenção de Motores Ferramentas e Produtos para Manutenção de Motores RETÍFICA DE COMUTADORES Os produtos relacionados a seguir são resultados da contínua experiência de campo e pesquisas, no esforço para ajudar a minimizar

Leia mais

SDS-MAX SDS-PLUS CINZÉIS PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO RESISTÊNCIA GARANTIDA.

SDS-MAX SDS-PLUS CINZÉIS PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO RESISTÊNCIA GARANTIDA. CINZÉIS SDS-MAX SDS-PLUS PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO www..pt RESISTÊNCIA GARANTIDA. PERFURAÇÃO E CINZELADO DE BETÃO Adquiriu a melhor ferramenta, agora compre o melhor acessório para o seu trabalho

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

Instruções de montagem

Instruções de montagem Instruções de montagem Indicações importantes relativas às instruções de montagem VOSS O desempenho e a segurança mais elevados possíveis no funcionamento dos produtos VOSS só serão obtidos se forem cumpridas

Leia mais

Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste

Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste Aspectos de Segurança - Discos de Corte e Desbaste Os discos de corte e desbaste são produzidos e controlados com rigor, sendo submetidos a testes internos que objetivam a reprodução da qualidade lote

Leia mais

Brocas, buchas e mandris

Brocas, buchas e mandris Brocas, buchas e mandris Para fixação de elementos, cada material exige broca e bucha específicos. Saiba quais são os tipos corretos para cada necessidade Fixações em parede de alvenaria, concreto ou drywall

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO Pág.: 1 de 10 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico

Leia mais

FURADEIRAS COM IMPACTO FIA-500 500 W

FURADEIRAS COM IMPACTO FIA-500 500 W ACESSÓRIOS PARA MICRORRETÍFICA... 38, 39 BOINA DE LÃ... 50 BOLSA EM LONA... 54 BROCA CHATA PARA DOBRADIÇA... 45 BROCA CHATA PARA MADEIRA... 44 BROCA COM 03 PONTAS PARA MADEIRA... 44 BROCA DE AÇO RÁPIDO

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores

5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores 5ª aula Composição do Circuito Pneumático e Atuadores 1 1) Elementos de trabalho são os executores das tarefas automatizadas. Cabe aos elementos de trabalho executar as tarefas que o circuito lógico determinar.

Leia mais

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO

PV-2200 MANUAL DE INSTRUÇÃO Pág.:1 MÁQUINA: MODELO: NÚMERO DE SÉRIE: ANO DE FABRICAÇÃO: O presente manual contém instruções para instalação e operação. Todas as instruções nele contidas devem ser rigorosamente seguidas do que dependem

Leia mais

Manual de Instrução. Departamento Técnico

Manual de Instrução. Departamento Técnico Manual de Instrução Departamento Técnico 2012 Caros Usuários, Nós desejamos que este folheto ofereça algumas informações para você utilizar as ferramentas pneumáticas GISON e GENERAL com mais segurança,

Leia mais

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Página CILINDROS... 150 Inspeção e medição... 150 Retificação de cilindros... 150 Acabamento... 151 Limpeza... 151 MANCAIS DE MOTOR... 152 Mancal

Leia mais

Corte lateral para fios e arames. Código A134006 A134008. 6-160mm. 8-200mm

Corte lateral para fios e arames. Código A134006 A134008. 6-160mm. 8-200mm Alicates isolados Isolação 1000V Alicate universal Corte lateral para fios e arames A134006 A134008 6-160mm 8-200mm 6/72 6/48 Função: Prender, Puxar e Cortar com mandíbula dentada. Cortador lateral de

Leia mais

K 2.200 K 2.200, 1.671-804.0, 2015-06-02

K 2.200 K 2.200, 1.671-804.0, 2015-06-02 Compacta, leve, prática: a K 2.200 é perfeita para limpezas de varandas, garagens e áreas pequenas. O poderoso esfregão PS 20 possui proteção contra respingos integrada e foi especialmente adaptado para

Leia mais

INTRODUÇÃO INFORMAÇÕES ADICIONAIS NOTAS

INTRODUÇÃO INFORMAÇÕES ADICIONAIS NOTAS 1 INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas das linhas E e EP de nossa fabricação assim como seus acessórios e opcionais. Dele constam informações técnicas, desde a construção,

Leia mais

Manual de Operação. Lixadeira pneumática de alta velocidade 5"- TESM5P

Manual de Operação. Lixadeira pneumática de alta velocidade 5- TESM5P Manual de Operação Lixadeira pneumática de alta velocidade 5"- TESM5P . DADOS TÉCNICOS LIXADEIRA ORBITAL Modelo: Velocidade sem carga: Pressão de ar: Entrada de ar: Disco de lixa: Consumo de ar: TESM5P

Leia mais

04 VALIDADE 01 CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO RIO GRANDE DO SUL. FONE: 0800.701.5452 www.dwt.com.br vendas@dwt.com.br. vibradores de concreto

04 VALIDADE 01 CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO RIO GRANDE DO SUL. FONE: 0800.701.5452 www.dwt.com.br vendas@dwt.com.br. vibradores de concreto 01 CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO RIO GRANDE DO SUL vibradores de concreto MATRIZ: RUA ALBINA KOGUS PIAZERA Nº 80 BARRA DO RIO CERRO CEP 89.260-255 JARAGUÁ DO SUL - SC FILIAL: AV. VEREADOR ADÃO RODRIGUES DE OLIVEIRA,

Leia mais

REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06

REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06 m a n u a l REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06 1 2 ÍNDICE Rebitadeira Hidropneumática RF06... 04 Características da ferramenta... 04 Recomendações... 05 Especificações de regulagem... 06 Manutenção... 12

Leia mais

ZJ20U93 Montagem e Operacional

ZJ20U93 Montagem e Operacional www.zoje.com.br ZJ20U93 Montagem e Operacional ÍNDICE 1. Aplicação...2 2. Operação segura...2 3. Cuidados antes da operação...2 4. Lubrificação...2 5. Seleção da agulha e do fio...3 6. A Inserção da agulha...3

Leia mais

Tubos Leves/Pesados. Cortatubos. Serviço Pesado. Rodas Cortadoras. Serviço Pesado. Máquina para Cortar Tubos. Escariador de Tubos 2 Serras

Tubos Leves/Pesados. Cortatubos. Serviço Pesado. Rodas Cortadoras. Serviço Pesado. Máquina para Cortar Tubos. Escariador de Tubos 2 Serras Tubos Leves/esados Tubos Leves/esados Tipos Cortatubos Número de s (ol. ) ág. Serviço esado 3 ½ / 3.2 Articulado 2 2 3.2 Cerâmica e Ferro Fundido 2 ½ 3.3 Ensamblador de Tubos ½ 3.3 Rodas Cortadoras Serviço

Leia mais

Manual de Instruções e Certificado de Garantia

Manual de Instruções e Certificado de Garantia CHAVE CATRACA 1/2" MXT-0511 07 01 05 1100 Manual de Instruções e Certificado de Garantia Identificação da Empresa SIGMA TOOLS Comércio de Máquinas, Equipamentos e Acessórios LTDA Rua Joaquim Lapas Veiga,

Leia mais

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril.

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril. A UU L AL A Mandrilamento Nesta aula, você vai tomar contato com o processo de mandrilamento. Conhecerá os tipos de mandrilamento, as ferramentas de mandrilar e as características e funções das mandriladoras.

Leia mais

INTRODUÇÃO. As versões são identificadas como "TIPO" (TYPE) através de informações da placa de especificação do produto, conforme abaixo:

INTRODUÇÃO. As versões são identificadas como TIPO (TYPE) através de informações da placa de especificação do produto, conforme abaixo: MANUAL DE DIAGRAMAS EXPLODIDOS E LISTA DE PEÇAS INTRODUÇÃO Este manual contém em ordem crescente de modelo, todos os diagramas explodidos e lista de peças de todas as ferramentas industriais DEWALT importadas

Leia mais

Manual de Instruções e Certificado de Garantia

Manual de Instruções e Certificado de Garantia CHAVE DE IMPACTO 3/4" SGT-0543 07 01 05 4300 Manual de Instruções e Certificado de Garantia Identificação da Empresa SIGMA TOOLS Comércio de Máquinas, Equipamentos e Acessórios LTDA Rua Joaquim Lapas Veiga,

Leia mais

Brocas para Concreto. Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus - Speedhammer

Brocas para Concreto. Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus - Speedhammer Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus Speedhammer 37 39 41 41 42 Brocas para Concreto Brocas para furação de paredes de concreto,

Leia mais

Tesouras demolidoras CC. Ferramentas de Demolição Silenciosas

Tesouras demolidoras CC. Ferramentas de Demolição Silenciosas Tesouras demolidoras CC Ferramentas de Demolição Silenciosas Essencial para demolição e reciclagem: Ferramentas de Demolição Silenciosas da Atlas Copco Os desenvolvimentos em termos de maquinaria e equipamentos

Leia mais

Potência, Performance e Precisão. Lixadeiras Pneumáticas 3M Abrasivos & Acessórios

Potência, Performance e Precisão. Lixadeiras Pneumáticas 3M Abrasivos & Acessórios Lixadeiras Pneumáticas 3M Abrasivos & Acessórios Potência, Performance e Precisão. Novas Novas Novas Lixadeiras Roloc Retíficas Retas Lixadeiras Disco de Corte Abrasivos e Acessórios Abrasivos e Acessórios

Leia mais

Tubos e Conexões com Qualidade Schulz

Tubos e Conexões com Qualidade Schulz Linha ConectAR Tubos e Conexões com Qualidade Schulz O constante crescimento da indústria, dos processos tecnológicos e o forte impulso da automação industrial, exigem instalações de ar comprimido, eficientes,

Leia mais

Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214

Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214 Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214 ADVERTÊNCIA: Leia atentamente este manual antes de usar o produto. ÍNDICE SEÇÃO PÁGINA Introdução 3 Normas gerais de segurança 3 Normas especificas de segurança

Leia mais

AIR CLEAN. Manual de Instalação. 1 - MODELOS: MOD 200-EX e MOD 400-EX MOD 200-FX e MOD 400-FX MOD 200-GX e MOD 400-GX MOD 200-HX e MOD 400-HX

AIR CLEAN. Manual de Instalação. 1 - MODELOS: MOD 200-EX e MOD 400-EX MOD 200-FX e MOD 400-FX MOD 200-GX e MOD 400-GX MOD 200-HX e MOD 400-HX 1 - MODELOS: MOD 200-EX e MOD 400-EX MOD 200-FX e MOD 400-FX MOD 200-GX e MOD 400-GX MOD 200-HX e MOD 400-HX 2 - DESCRIÇÕES GERAIS: AIR CLEAN é um equipamento desenvolvido para efetuar a redução de névoa

Leia mais

Linha Dynabrade de Lixadeiras com Aspiração

Linha Dynabrade de Lixadeiras com Aspiração Reorder No. D08.16 Linha Dynabrade de Lixadeiras com Aspiração Alta Eficiência na Aspiração de Resíduos de Lixamento Modelos de 2", 3" e 5" de Diâmetro (51 mm, 76 mm e 127 mm) Saia de aspiração para sucção

Leia mais

KNIPEX NOVIDADES 2015

KNIPEX NOVIDADES 2015 KNIPEX NOVIDADES 2015 2 KNIPEX Pinça para sifões e conectores Para sifões, tubos de plástico e conectores até Ø 80 mm Ajuste de precisão para adaptar-se de forma ideal aos mais variados diâmetros Robusta,

Leia mais

Brocas de Três Pontas Brocas de Três Pontas para Mourão Brocas para Fibrocimento e Mourão Brocas de Aço Cromo Conjuntos de Brocas de Aço Cromo Brocas

Brocas de Três Pontas Brocas de Três Pontas para Mourão Brocas para Fibrocimento e Mourão Brocas de Aço Cromo Conjuntos de Brocas de Aço Cromo Brocas Brocas de Três Pontas Brocas de Três Pontas para Mourão Brocas para Fibrocimento e Mourão Brocas de Aço Cromo Conjuntos de Brocas de Aço Cromo Brocas Chatas Brocas Chatas para Dobradiças Extensão para

Leia mais

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo.

Introdução. Torneamento. Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Prof. Milton Fatec Itaquera Prof. Miguel Reale / 2014 Introdução Torneamento Processo que se baseia na revolução da peça em torno de seu próprio eixo. Tornos Tornos são máquinas-ferramenta que permitem

Leia mais

Aspiradores de sólidos T 15/1 (220V)

Aspiradores de sólidos T 15/1 (220V) Aspiradores de sólidos T 15/1 (220V) Os aspiradores de pó da Kärcher foram especialmente desenvolvidos para necessidades profissionais. Com 59 db(a) é o equipamento mais silencioso da categoria. Ideal

Leia mais

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30

Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Linha de Empilhadeiras LEG25 e LED30 Manual de peças Empilhadeira ÍNDICE 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 Montagem Da Transmissão Transmissão

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES RT650KA / RTX-1

MANUAL DE INSTRUÇÕES RT650KA / RTX-1 RT650KA MICRO RETÍFICA VELOCIDADE VARIÁVEL MANUAL DE INSTRUÇÕES RT650KA / RTX-1 DISQUE 0800 703 4644 PARA SABER QUAL O CENTRO DE SERVIÇO MAIS PRÓXIMO DE SUA LOCALIDADE INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA AVISO: Ao

Leia mais

Megabloc Manual Técnico

Megabloc Manual Técnico Bomba Padronizada Monobloco Manual Técnico Ficha técnica Manual Técnico Todos os direitos reservados. Os conteúdos não podem ser divulgados, reproduzidos, editados nem transmitidos a terceiros sem autorização

Leia mais

VENTILADORES LIMIT LOAD

VENTILADORES LIMIT LOAD VENTILADORES LIMIT LOAD UM A M ARC A DO GRUPO ESPIRODUTOS DESCRIÇÃO E NOMENCLATURA VENTILADORES LIMIT LOAD Diâmetro Fabricação Aspiração Rotor Empresa Ex: ELSC 560 Diâmetro da seleção Tipo de Fabricação

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSW 40 FORT/ART - MSW 40 FORT/425 - W 8400 (40/AD)

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSW 40 FORT/ART - MSW 40 FORT/425 - W 8400 (40/AD) CT 5 MSW 40 FORT/ART MSW 40 FORT/5 W 400 (40/AD) W 41 H W 41 HC W 411 HLC CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSW 40 FORT/ART MSW 40 FORT/5 W 400 (40/AD) W 41 H W 41 HC 2 ESTÁGIOS 5 psig W 411 HLC 2 ESTÁGIOS 100

Leia mais

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Catálogo impresso 2 ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Acionamento elétrico Sistema de válvulas, Série 581, tamanho 3 Qn = 4100 l/min Largura da válvula piloto: 22 mm conexão

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES CATRACA PNEUMÁTICA ¼ : TCP1/4P

MANUAL DE INSTRUÇÕES CATRACA PNEUMÁTICA ¼ : TCP1/4P MANUAL DE INSTRUÇÕES CATRACA PNEUMÁTICA ¼ : TCP1/4P www.tanderequipamentos.com.br assistencia@tanderequipamentos.com.br Conteúdo DESCRIÇÃO... 3 SEGURANÇA GERAL... 3 DICAS DE MANUTENÇÃO... 3 OPERAÇÕES...

Leia mais

V Á L V U L A S. MANIFOLD Série 2700 LAMINADO

V Á L V U L A S. MANIFOLD Série 2700 LAMINADO V Á L V U L A S MANIFOLD Série 2700 LAMINADO Índice Informações gerais... 02 Manifold de 2 vias... 04 Manifold de 3 vias... 09 Manifold de 5 vias... 12 Suporte... 15 1 As modernas válvulas Manifold Série

Leia mais

Práticas de Manutenção

Práticas de Manutenção Professor: Leonardo Leódido Aula Ferramentas de Torque Sumário Características Fabricação Tipos Características São ferramentas utilizadas na manutenção de equipamentos e que gera um torque sobre outros

Leia mais

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora.

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora. Brocas A broca é uma ferramenta de corte geralmente de forma cilíndrica, fabricada com aço rápido, aço carbono, ou com aço carbono com ponta de metal duro soldada ou fixada mecanicamente, destinada à execução

Leia mais

Manual de Instruções e Certificado de Garantia

Manual de Instruções e Certificado de Garantia SERRA MÁRMORE A ÁGUA SGT-1220 07 01 12 2000 Manual de Instruções e Certificado de Garantia Identificação da Empresa SIGMA TOOLS Comércio de Máquinas, Equipamentos e Acessórios LTDA Rua Joaquim Lapas Veiga,

Leia mais

dimensão de força As ferramentas certas a geração Compact da Bosch Bricolage Uma nova O novo martelo perfurador universal PBH 2100 RE/SRE

dimensão de força As ferramentas certas a geração Compact da Bosch Bricolage Uma nova O novo martelo perfurador universal PBH 2100 RE/SRE As ferramentas certas a geração Compact da Bosch Bricolage Uma nova dimensão de força O novo martelo perfurador universal PBH 2100 RE/SRE NOVO! O martelo perfurador PBH 2100 RE/SRE Ergonomia perfeita graças

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO

PLANO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DA PRODUÇÃO Pág.: 1 de 9 Identificação do equipamento ELEVADOR DE PASSAGEIROS E CARGAS Com Relação às Torres: Prumo; Espessura da parede do tubo; Resistência e nivelamento da base; Estaiamento; Aterramento elétrico

Leia mais

Linha de TECNOLOGIA PARA CONCRETO

Linha de TECNOLOGIA PARA CONCRETO Linha de TECNOLOGIA PARA CONCRETO 2010 2 Cortadora de Pisos HCC14 I HCC16 O design da Cortadora de Pisos Menegotti foi desenvolvido para aumentar a performance, força e vida útil do produto. É um equipamento

Leia mais

- Cilindro Pneumático ISO

- Cilindro Pneumático ISO de Instalação, Operação e Manutenção Janeiro 2000 - ISO Série P1E (Tubo Perfilado) 32 a 100 mm Índice Introdução... 1 Características Técnicas... 1 Características Construtivas... 1 Instalação... 2 Manutenção...

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO PARA PROCESSADOR DE ALIMENTOS U MF1 300

MANUAL DE OPERAÇÃO PARA PROCESSADOR DE ALIMENTOS U MF1 300 MANUAL DE OPERAÇÃO PARA PROCESSADOR DE ALIMENTOS U MF1 300 1. INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA Precauções MANUAL OPERAÇÃO PARA PROCESSADOR DE ALIMENTOS U MF1 300 - O processador de alimentos deve ser manipulado

Leia mais

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão Pulverizadores costais manuais Prof.: Brandão PULVERIZADORES COSTAIS Operação Manutenção Regulagem da pulverização PJH O QUE É UM PULVERIZADOR COSTAL MANUAL? - Os pulverizadores Costais Manuais são equipamentos

Leia mais

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) -

APOSTILA DE MANUTENÇÃO - Compactador RAM 70 (Honda) - APOSTILA DE MANUTENÇÃO 1- OBJETIVO. Apresentar os passos necessários para a manutenção do compactador RAM70 com motor Honda GX120. 2- PASSOS DE DESMONTAGEM / MONTAGEM. Retirar filtro de ar. Retirar mangueira

Leia mais

FERRAMENTAS MANUAIS FERRAMENTAS MANTOOLS. 3x75mm Caixa: 25. 5x100mm Caixa: 12. 8x150mm. 6x125mm. ST-010307 PH 0x75mm. ST-010309 PH 2x100mm.

FERRAMENTAS MANUAIS FERRAMENTAS MANTOOLS. 3x75mm Caixa: 25. 5x100mm Caixa: 12. 8x150mm. 6x125mm. ST-010307 PH 0x75mm. ST-010309 PH 2x100mm. - Fabricadas em aço Chromo Vanadium; - acabamento cromado mate; - com ponta magnética preta; - cabo ergonómico. CHAVES DE FENDA ST-010301 ST-010303 ST-010305 ST-010306 3x75mm Caixa: 25 5x100mm 6x125mm

Leia mais

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima?

Eixos e correntes. Como o mecânico de manutenção deverá proceder para reparar os defeitos citados acima? Eixos e correntes A UU L AL A Uma máquina em processo de manutenção preventiva apresentava vários eixos e algumas correntes, além de mancais que necessitavam de reparos. Entre os eixos, um cônico e um

Leia mais

X20 30 36 AC GEARLESS

X20 30 36 AC GEARLESS 3141 pt - 02.1999 / a Este manual deve ser entregue ao usuário final X20 30 36 AC GEARLESS Manual de instalação e manutenção Com o objetivo de obter o máximo de desempenho de sua nova máquina GEARLESS,

Leia mais

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA

TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA DEFINIÇÃO: TORNEIRO MECÂNICO TECNOLOGIA BROCAS (NOMENCLATURA,CARAC. TIPOS) São ferramentas de corte, de forma cilíndrica, com canais retos ou helicoidais, temperadas, terminam em ponta cônica e são afiadas

Leia mais

Roda CP Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Janeiro / 2002

Roda CP Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Janeiro / 2002 3 Roda CP Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Janeiro / 2002 Substitui: Dezembro/2000 Página 1 de 14 Introdução: As Rodas Scotch-Brite C&P (Cutting & Polishing) são um eficiente e econômico produto

Leia mais

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo)

Bombas Submersas. 1. Aplicação. 2. Dados de operação das bombas submersas. 3. Construção / projeto. Denominação UPD, BPD e BPH (exemplo) Manual Técnico A3405.0P Bombas Submersas 1. Aplicação É recomendada para o abastecimento de água limpa ou levemente contaminada, abastecimento de água em geral, irrigação e sistemas de aspersão pressurizados

Leia mais

Produtos pneumáticos

Produtos pneumáticos » Produtos pneumáticos » da indústria há mais de 50 anos As vantagens do desenho de uma união pneumática inovadora foram suficientemente sólidos para, por si só, suportarem o lançamento da CEJN em 1955.

Leia mais

Sala de Treinamentos. A Empresa. Discos Diamantados Linha Stamaco Pró...07 Linha Stamaco Premium...09 Linha Rayo...10 Linha Tornado...

Sala de Treinamentos. A Empresa. Discos Diamantados Linha Stamaco Pró...07 Linha Stamaco Premium...09 Linha Rayo...10 Linha Tornado... Índice A empresa A Empresa História da Stamaco...03 Abrasivos Remuver...04 Flap de Lixa...06 Discos Diamantados Linha Stamaco Pró....07 Linha Stamaco Premium...09 Linha Rayo...10 Linha Tornado...11 Serras

Leia mais

Sistemas à Bateria. Hilti. Melhor performance. Maior durabilidade. Sistemas à Bateria. Tecnologia CPC Hilti

Sistemas à Bateria. Hilti. Melhor performance. Maior durabilidade. Sistemas à Bateria. Tecnologia CPC Hilti Tecnologia CPC Hilti Página 44 Parafusadeira/Furadeira a bateria - Plataforma 14V Parafusadeira/Furadeira compacta à bateria SFC 14-A Parafusadeira de impacto à bateria SID 14-A Chave de impacto à bateria

Leia mais

Nesta aula, você vai estudar exatamente isso. E para acabar com o suspense, vamos a ela.

Nesta aula, você vai estudar exatamente isso. E para acabar com o suspense, vamos a ela. Mete broca! Nesta aula, vamos estudar uma operação muito antiga. Os arqueólogos garantem que ela era usada há mais de 4000 anos no antigo Egito, para recortar blocos de pedra. Ela é tão comum que você

Leia mais

QUALIDADE INDUSTRIAL ACESSÓRIOS E ABRASIVOS

QUALIDADE INDUSTRIAL ACESSÓRIOS E ABRASIVOS Catálogo No. D12.10 PORTUGUÊS FERRAMENTAS PNEUMÁTICAS QUALIDADE INDUSTRIAL ACESSÓRIOS E ABRASIVOS Líder Mundial em Tecnologia de Ferramentas Pneumáticas Portáteis para Abrasivos WWW.DYNABRADE.COM INTRODUÇÃO

Leia mais

ESPECIAL 32, 00 PROMOÇÃO ACESSÓRIOS. work. don t play. ESTOJO DE PONTAS, 71 UNID. P.V.P. PROMOÇÃO Nº Pedido 6.30425.00

ESPECIAL 32, 00 PROMOÇÃO ACESSÓRIOS. work. don t play. ESTOJO DE PONTAS, 71 UNID. P.V.P. PROMOÇÃO Nº Pedido 6.30425.00 ESPECIAL PROMOÇÃO ACESSÓRIOS ESTOJO DE PONTAS, 71 UNID. 32, 00 6.30425.00 Composto por: Pontas em S2, C= 25/ 75 mm; C= 25 mm: PH1 x 3; PH2 x 6; PH3 x 3; PZ1 x 3; PZ2 x 6; PZ3 x 3; SL4 x 3; SL6 x 3; H4

Leia mais