Boletim Semanal da Dengue

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim Semanal da Dengue"

Transcrição

1 Prefeitura de Nova Lima Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Vigilância em Saúde Boletim Semanal da Dengue Semana Epidemiológica 09 Este boletim tem por objetivo apresentar o perfil epidemiológico da dengue na população de Nova Lima do período de 01/01/2013 (Semana Epidemiológica 01) a 01/03/2013 (Semana Epidemiológica 09). As informações auxiliam no conhecimento do comportamento e/ou história natural da dengue, promovem a detecção das alterações de seus fatores condicionantes e subsidiam os profissionais no estabelecimento de medidas eficientes que levem à prevenção e ao controle da doença informação para a ação. A dengue é hoje considerada uma das mais importantes doenças transmitidas por artrópodes que ocorre no mundo o que o torna um sério problema mundial de saúde pública. A transmissão da doença ocorre através da picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti, sendo de suma importância a adoção de medidas de eliminação dos potenciais criadouros do vetor. No mês de janeiro de 2013, Nova Lima realizou, o 1º ciclo do LIRAa (Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti). O LIRAa permite o mapeamento rápido dos índices de infestação por Aedes aegypti do município além de identificar os criadouros predominantes do vetor. O resultado encontrado foi um LIRAa de 4,1, classificando o município como ALTO RISCO para infestação do vetor e, consequentemente, risco para surto de dengue. Quando se compara o resultado dos ciclos do LIRAa dos anos anteriores,

2 observa-se que o 1º ciclo de 2013 se equipara ao registrado no mês de janeiro de 2010, ano da última epidemia registrada no município (Tabela 1). Índice de Infestação Predial -IIP (%) Classificação < 1% Satisfatório/Baixo risco 1-3,9 Alerta/Médio Risco > 3,9 Risco/Alto Risco Tabela 1: Resultado do Levantamento de índice rápido do Aedes Aegypti (LIRA a) no período de 2009 a 2013, Nova Lima, CICLO º º º Fonte: Zoonoses,Nova Lima. No LIRAa de janeiro, 91 criadouros positivos para o Aedes aegypti foram identificados, sendo o bairro Vila São José a região com maior número de presença do vetor (Gráfico 01). Além disso, 41,8% dos focos se encontraram nos depósitos móveis, ou seja, em vasos e pratos de planta. (Gráfico 2). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, as últimas pesquisas realizadas revelaram que mais de 80% dos focos de Aedes aegypti encontram-se dentro das residências, por isso a mobilização da população para o controle da dengue é essencial. O combate ao vetor envolve ações continuadas de inspeções domiciliares, eliminação e tratamento de criadouros, associadas a atividades de educação em saúde e participação social.

3 Gráfico 1 : Número de criadouros positivos encontrados no 1 ciclo do LIRAa realizado em janeiro de 2013 segundo bairro analisado, Nova Lima, Fonte: PCFAD/Zoonoses,Nova Lima. Gráfico 2 : Frequência de criadouros positivos para a larva do Aedes aegypti no 1º ciclo do LIRAa segundo tipo de criadouro, Nova Lima, Fonte: PCFAD/Zoonoses,Nova Lima.

4 Segundo os dados epidemiológicos, Nova Lima atendeu um total de 119 casos suspeitos de dengue, sendo 71 deles de residentes no município. Até a SE 09, 26 casos foram confirmados para a doença na sua forma clássica, foram descartados 12 casos e 33 estão sob investigação. O bairro Jardim Canadá mantém-se como a região com o maior número de casos confirmados, conforme evidencia o Gráfico 3. Observa-se também o aumento de 01 caso confirmado nos seguintes bairros: Centro, Cruzeiro e Cascalho, cada, em relação ao último boletim divulgado. Gráfico3: Número de casos confirmados de dengue segundo bairro de residência, Nova Lima, Fonte : SINAN,Nova Lima. Nenhum caso de Febre Hemorrágica, Dengue com complicações ou Óbito por dengue foi registrado até o momento. Pode-se observar no Gráfico 4 que na semana epidemiológica 03, 04, 06 e 07 o número de casos confirmados ultrapassaram o limite superior estimado, caracterizando surto de Dengue. Na semana Epidemiológica 09 nota-se uma

5 queda* dos casos confirmados se comparado às semanas epidemiológicas anteriores. (*Dados preliminares). Gráfico 4 : Número de casos confirmados nas primeiras nove semanas epidemiológicas dos anos de 2000 a 2013, Nova Lima, Fonte: Vigilância Epidemiológica, Nova Lima. ATENÇÃO!!! AS INFORMAÇÕES UTILIZADAS PARA A CONSTRUÇÃO DESTE BOLETIM ESTÃO SUJEITOS A ALTERAÇÕES DEVIDO A RETROALIMENTAÇÃO DOS DADOS!

6 Dúvidas, Sugestões e Informações Departamento de Vigilância em Saúde de Nova Lima Coordenação: Flávia Couto (31) Rua Domingos Rodrigues,185 - Centro - Divisão de Vigilância Epidemiológica Coordenadora de divisão: Alessandra P. Pires Colaboradora: Géssia Laiene P. C.Magri Contatos: (31) (Telefax) / (31) / (Plantão) - Divisão de Vigilância Ambiental Coordenadora de divisão: Fernanda de Cássia Nunes Contato: (31) Divisão de Zoonoses Coordenador de divisão: Marco Túlio Barbosa Contato: (31) Divisão de Vigilância Sanitária Coordenadora de divisão: Carla Daniela de Las Casas Lima Contato: (31)

Boletim Semanal da Dengue

Boletim Semanal da Dengue Prefeitura de Nova Lima Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Vigilância em Saúde Boletim Semanal da Dengue Semana Epidemiológica Este boletim tem por objetivo apresentar o

Leia mais

Boletim Semanal da Dengue

Boletim Semanal da Dengue Prefeitura de Nova Lima Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Vigilância em Saúde Boletim Semanal da Dengue Semana Epidemiológica 12 (01/01/13 A 22/03/13) Nova Lima já está

Leia mais

INFORME EPIDEMIOLÓGICO 001/2015

INFORME EPIDEMIOLÓGICO 001/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL INFORME EPIDEMIOLÓGICO 001/2015 Assessoria de Informação Epidemiológica

Leia mais

INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA 1. 1 minutos, uma vez por semana, em nome de sua saúde. Você sabia que com apenas 1 minutos por semana você pode afastar o perigo da dengue, chikungunya e

Leia mais

DENGUEDEDENGUE BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DA DENGUE. Dengue é um grave problema de saúde pública enfrentado em diversos países.

DENGUEDEDENGUE BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DA DENGUE. Dengue é um grave problema de saúde pública enfrentado em diversos países. Ano 2 Nº 4 16 de Junho de 2009 BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DA DENGUE Dengue é um grave problema de saúde pública enfrentado em diversos países. A transmissão da doença se dá através da picada do mosquito transmissor

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGRA DOS REIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGRA DOS REIS 1 Estado do Rio de Janeiro PREFEITURA MUNICIPAL DE ANGRA DOS REIS Secretaria de Saúde de Angra dos Reis Superintendência de Vigilância em Saúde Diretoria de Vigilância Ambiental Coordenação de Fatores

Leia mais

1. DENGUE. Gráfico 1 Incidência de casos de dengue por Distrito Sanitário em Goiânia-GO, até a SE 48, 2015.

1. DENGUE. Gráfico 1 Incidência de casos de dengue por Distrito Sanitário em Goiânia-GO, até a SE 48, 2015. 1. DENGUE Em 2015, até a 48ª semana epidemiológica foram notificados 78.040 casos, com incidência de 5.525,5/100.000 habitantes. Quando comparado ao mesmo período do ano anterior observa-se um aumento

Leia mais

INFORME TÉCNICO SEMANAL: DENGUE, CHIKUNGUNYA, ZIKA E MICROCEFALIA RELACIONADA À INFECÇÃO PELO VÍRUS ZIKA

INFORME TÉCNICO SEMANAL: DENGUE, CHIKUNGUNYA, ZIKA E MICROCEFALIA RELACIONADA À INFECÇÃO PELO VÍRUS ZIKA 1. DENGUE Em 2016, até a 6ª semana epidemiológica (SE) foram notificados 7.478 casos suspeitos de dengue. No ano de 2015, o município superou o registro de número de casos de anos anteriores, revelando

Leia mais

INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA 1. O Agente de Controle de Endemias: aliado de sua saúde Vistoria de imóveis, depósitos, terrenos baldios para buscar foco de doenças transmitidas por vetores,

Leia mais

Informação, mobilização e responsabilidade social na dengue: espaço para ações educativas

Informação, mobilização e responsabilidade social na dengue: espaço para ações educativas Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde Equipe de Vigilância de Roedores e Vetores Informação, mobilização e responsabilidade social na dengue: espaço para ações educativas Porto Alegre, agosto de 2015

Leia mais

Investigação epidemiológica de doenças transmitidas pela fêmea do Aedes aegypti: dengue, chikungunya e zika. Deborah Bunn Inácio

Investigação epidemiológica de doenças transmitidas pela fêmea do Aedes aegypti: dengue, chikungunya e zika. Deborah Bunn Inácio Investigação epidemiológica de doenças transmitidas pela fêmea do Aedes aegypti: dengue, chikungunya e zika Deborah Bunn Inácio Investigação epidemiológica de doenças transmitidas pela fêmea do Aedes aegypti:

Leia mais

Integração das Ações de Endemias e Atenção Básica no Município de Canindé-CE

Integração das Ações de Endemias e Atenção Básica no Município de Canindé-CE PREFEITURA MUNICIPAL DE CANINDÉ SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE Integração das Ações de Endemias e Atenção Básica no Município de Canindé-CE Aline Macedo de Oliveira Jocélia Maria de Oliveira José Vanderlan

Leia mais

Incidência de infecções pelos vírus v 1998-2000. Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde. Coletiva

Incidência de infecções pelos vírus v 1998-2000. Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde. Coletiva Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva Incidência de infecções pelos vírus v da dengue em pré-escolares de Salvador/Ba 1998-2000. Florisneide Barreto Vanessa Morato Maria Glória Teixeira

Leia mais

SMSA divulga resultado do LIRAa de Março

SMSA divulga resultado do LIRAa de Março SMSA divulga resultado do LIRAa de Março O Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) de março demonstra que 2,8% dos imóveis pesquisados em Belo Horizonte contam com a presença do mosquito

Leia mais

Mapa da dengue no Brasil

Mapa da dengue no Brasil Mapa da dengue no Brasil Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) Participação de 1.463 municípios Pesquisa realizada em outubro 1600 1400 1438 1463 Identifica focos de infestação do mosquito,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE PREFEITURA DE RIO BRANCO

GOVERNO DO ESTADO DO ACRE PREFEITURA DE RIO BRANCO GOVERNO DO ESTADO DO ACRE PREFEITURA DE RIO BRANCO 1. DENGUE EM RIO BRANCO- AC. A dengue é hoje uma das doenças com maior incidência no Brasil, atingindo a população de todos os estados, independentemente

Leia mais

Mapa da dengue no Brasil

Mapa da dengue no Brasil Mapa da dengue no Brasil Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) Participação de 1.463 municípios 1,7% mais cidades que em 2012 Pesquisa realizada outubro Identifica focos de infestação do

Leia mais

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 07 de julho de 2017 Página 1/13 CASO SUSPEITO DE DENGUE Pessoa que viva ou tenha viajado nos últimos 14 dias para área onde esteja ocorrendo transmissão de dengue ou tenha a presença de Ae. aegypti que

Leia mais

Novo informe epidemiológico mostra redução de 73% dos casos de dengue no Pará

Novo informe epidemiológico mostra redução de 73% dos casos de dengue no Pará Novo informe epidemiológico mostra redução de 73% dos casos de dengue no Pará O segundo informe do ano apresenta 212 casos de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti Dados do novo informe

Leia mais

Cenário Epidemiológico da Dengue no Rio Grande do Norte

Cenário Epidemiológico da Dengue no Rio Grande do Norte GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PÚBLICA COORDENADORIA DE PROMOÇÃO À SAÚDE PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE NO RN Cenário Epidemiológico da Dengue no Rio Grande

Leia mais

Aedes: criadouros e soluções

Aedes: criadouros e soluções Aedes: criadouros e soluções Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal de Saúde Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde Equipe de Vigilância de Roedores e Vetores Porto Alegre - 2016

Leia mais

Chikungunya: o próximo desafio

Chikungunya: o próximo desafio Chikungunya: o próximo desafio Febre do Chikungunya É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya: CHIKV O nome chikungunya deriva de uma palavra em Makonde (língua do grupo Banto) que

Leia mais

Boletim Epidemiológico. Dengue Chikungunya Zika

Boletim Epidemiológico. Dengue Chikungunya Zika Boletim Epidemiológico Dengue Chikungunya Zika Nº 001/2016 06/01/2016 Situação Atual da Dengue no Município de Barbacena Durante o ano de 2015 foram confirmados 27 casos(12 autóctones e 15 importados)

Leia mais

11ª CRS ERECHIM LANDSAT - 1: (EMBRAPA)

11ª CRS ERECHIM LANDSAT - 1: (EMBRAPA) 11ª CRS N ERECHIM LANDSAT - 1:1.000.000 (EMBRAPA) 100 0 100 200 Kilometers -11ª CRS é composta por 31 Municípios -EQUIPE DA VIGILÂNCIA AMBIENTAL: - 01 Coordenadora Técnica - 09 vigilantes Ambientais: -

Leia mais

UNOESC NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PALESTRA SOBRE DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA

UNOESC NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PALESTRA SOBRE DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA UNOESC NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PALESTRA SOBRE DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA Bibiana Paula Dambrós* Daniela Ries Winck** Resumo Trata-se de um relato de atividade de extensão, realizado com objetivo

Leia mais

Distribuição dos casos notificados de dengue MRJ

Distribuição dos casos notificados de dengue MRJ Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde Superintendência de Vigilância em Saúde AP Janeiro

Leia mais

Situação da transmissão da Dengue no Município de São Paulo em 2015

Situação da transmissão da Dengue no Município de São Paulo em 2015 Situação da transmissão da Dengue no Município de São Paulo em 2015 Coletiva de imprensa 18/10/2015 Coeficiente de incidência acumulado de dengue, Estado e Município de São Paulo - 2015 Fonte: ESP: CVE

Leia mais

São Sebastião D.F. PACS, responsáveis por acompanhar e dar suporte a 61,15% da população.

São Sebastião D.F. PACS, responsáveis por acompanhar e dar suporte a 61,15% da população. Relato de Experiência no PSF em São Sebastião D.F. COMBATE À DENGUE, UMA LUTA DIÁRIA E DE TODOS São Sebastião D.F. A ocupação da área da cidade de São Sebastião ocorreu a partir de 1957. Na época várias

Leia mais

RESULTADO DO LIRAa JANEIRO FEVEREIRO/15

RESULTADO DO LIRAa JANEIRO FEVEREIRO/15 RESULTADO DO LIRAa JANEIRO FEVEREIRO/15 1º LIRAa 2015 - Situação dos municípios brasileiros Participação voluntária de 1.844 municípios Pesquisa realizada entre janeiro/fevereiro de 2015; Identifica focos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Teixeiras Secretaria Municipal de Saúde Serviço de Vigilância em Saúde

Prefeitura Municipal de Teixeiras Secretaria Municipal de Saúde Serviço de Vigilância em Saúde Informe Epidemiológico 01/2016 Desde a publicação do Estado de Emergência em Saúde Publica de Interesse Nacional em 11 de novembro de 2015, pela Presidente da República Dilma Roussef, os Serviços de Combate

Leia mais

DENGUE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA DE ZOONOSES

DENGUE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA DE ZOONOSES ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA DE ZOONOSES DENGUE O QUE É DENGUE? É uma doença infecciosa causada por um arbovírus

Leia mais

MICHELE CAPUTO NETO Secretário de Estado da Saúde do Paraná

MICHELE CAPUTO NETO Secretário de Estado da Saúde do Paraná MICHELE CAPUTO NETO Secretário de Estado da Saúde do Paraná Setembro/2016 Série Histórica Paraná A incidência de dengue no Paraná aumentou três vezes de 2013 a 2015. Em relação ao último período epidemiológico

Leia mais

Curso de Atualização no Combate Vetorial ao Aedes aegypti

Curso de Atualização no Combate Vetorial ao Aedes aegypti Curso de Atualização no Combate Vetorial ao Aedes aegypti Ações integradas para o combate ao Aedes aegypti Curso de Atualização no Combate Vetorial ao Aedes aegypti Ações integradas para o combate ao Aedes

Leia mais

Orientar sobre o combate ao mosquito da Dengue? Conta Comigo!

Orientar sobre o combate ao mosquito da Dengue? Conta Comigo! Orientar sobre o combate ao mosquito da Dengue? Conta Comigo! DENGUE: O PERIGO REAL A Dengue é uma doença infecciosa, de gravidade variável, causada por um vírus e transmitida pela picada do mosquito Aedes

Leia mais

Boletim da Vigilância em Saúde MARÇO 2013

Boletim da Vigilância em Saúde MARÇO 2013 Boletim da Vigilância em Saúde MARÇO 2013 Boletim da Vigilância em Saúde MARÇO 2013 Prefeito Municipal Marcio Lacerda Secretário Municipal de Saúde Marcelo Gouvêa Teixeira Secretário Municipal Adjunto

Leia mais

Dengue em Mato Grosso do Sul: lições da epidemia de Rivaldo Venâncio da Cunha Faculdade de Medicina Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Dengue em Mato Grosso do Sul: lições da epidemia de Rivaldo Venâncio da Cunha Faculdade de Medicina Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Dengue em Mato Grosso do Sul: lições da epidemia de 2007 Rivaldo Venâncio da Cunha Faculdade de Medicina Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Dengue em Mato Grosso do Sul: lições da epidemia de 2007

Leia mais

Informativo Epidemiológico Dengue, Chikungunya e Zika Vírus

Informativo Epidemiológico Dengue, Chikungunya e Zika Vírus Informativo Epidemiológico Dengue, Chikungunya e Zika Vírus Janeiro de 216 Semana Epidemiológica 2 (3/1 a 9/1)* A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul (SES/RS) por meio do Centro Estadual

Leia mais

Aedes do Bem! Uma ferramenta efetiva no combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya

Aedes do Bem! Uma ferramenta efetiva no combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya Aedes do Bem! Uma ferramenta efetiva no combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya Dra. Cecília Kosmann Página 1 O animal mais perigoso do mundo Página 2 Foco no controle do vetor Aedes

Leia mais

Sala Nacional de Coordenação e Controle para o Enfrentamento à Microcefalia

Sala Nacional de Coordenação e Controle para o Enfrentamento à Microcefalia Sala Nacional de Coordenação e Controle para o Enfrentamento à Microcefalia Diretriz Geral SNCC/2015 Sistema de Coordenação e Controle para intensificar as ações de mobilização e combate ao mosquito Referências

Leia mais

Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue

Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue SITUAÇÃO NACIONAL SITUAÇÃO NACIONAL (2008 2009) Redução de 50% do número de casos (1º de janeiro a 13 de junho). Essa redução ocorreu

Leia mais

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ARBOVIROSES Nº 001/2017

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ARBOVIROSES Nº 001/2017 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE DOENÇAS

Leia mais

AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MOBILIZAÇÃO SOCIAL NA REGIÃO DO ARQUIPÉLAGO/RS: UMA PROPOSTA DE VIGILÂNCIA DA DENGUE

AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MOBILIZAÇÃO SOCIAL NA REGIÃO DO ARQUIPÉLAGO/RS: UMA PROPOSTA DE VIGILÂNCIA DA DENGUE AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E MOBILIZAÇÃO SOCIAL NA REGIÃO DO ARQUIPÉLAGO/RS: UMA PROPOSTA DE VIGILÂNCIA DA DENGUE Fernanda Freitas Caregnato 1 2, Maria Angélica Weber 2, Liane Fetzer 2, Teresinha Guerra

Leia mais

Mortes de macacos e a prevenção da febre amarela no Brasil, 2007 e 2008.

Mortes de macacos e a prevenção da febre amarela no Brasil, 2007 e 2008. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO GERAL DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS Esplanada dos Ministérios, Edifício Sede, 1º andar, Ala Sul 70.058-900

Leia mais

Situação global das Arboviroses no Brasil e Estado de São Paulo e da Febre Amarela no contexto atual

Situação global das Arboviroses no Brasil e Estado de São Paulo e da Febre Amarela no contexto atual Situação global das Arboviroses no Brasil e Estado de São Paulo e da Febre Amarela no contexto atual Gizelda Katz Central/CIEVS- CVE Prof. Alexandre Vranjac ARBOVIROSES ARthropod BOrne VIRUS (Vírus Transmitido

Leia mais

CONTROLE DE VETORES Procedimentos para eliminar cenários de riscos propícios ao desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti no Porto do Rio Grande.

CONTROLE DE VETORES Procedimentos para eliminar cenários de riscos propícios ao desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti no Porto do Rio Grande. CONTROLE DE VETORES Procedimentos para eliminar cenários de riscos propícios ao desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti no Porto do Rio Grande. A Superintendência do Porto do Rio Grande, por meio da

Leia mais

Boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de Dengue, Febre Chikungunya e Febre Zika. Nº 2, Semana Epidemiológica 02, 11/01/2016

Boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de Dengue, Febre Chikungunya e Febre Zika. Nº 2, Semana Epidemiológica 02, 11/01/2016 Boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de Dengue, Febre Chikungunya e Febre Zika. Nº 2, Semana Epidemiológica 02, 11/01/2016 Dengue Introdução A dengue é uma doença febril aguda, causada pelos

Leia mais

Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika

Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika Ano 11, nº 01, janeiro de 2016 Semana epidemiológica 51 e 52 de 2015 GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL DENGUE SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE No Distrito

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE COQUELUCHE. Boletim Epidemiológico DENGUE

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE COQUELUCHE. Boletim Epidemiológico DENGUE Casos Notificados (n) Secretaria Executiva de Vigilância à Saúde Período GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COQUELUCHE Ano 2014 Período de referência: 04/01/2015 a 04/04/2015 Data de Emissão: 08/04/2015

Leia mais

Interface Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica no processo de investigação da Dengue. Deborah Bunn Inácio Maria Catarina da Rosa

Interface Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica no processo de investigação da Dengue. Deborah Bunn Inácio Maria Catarina da Rosa Interface Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica no processo de investigação da Dengue Deborah Bunn Inácio Maria Catarina da Rosa Roteiro Dengue Situação Epidemiológica; Características da doença no

Leia mais

Casos de FHD Óbitos e Taxa de letalidade

Casos de FHD Óbitos e Taxa de letalidade Casos de dengue Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total 2003 20.471 23.612 - - - - - - - - - - 44.083 2002 94.447 188.522 237.906 128.667 60.646 23.350 12.769 10.149 6.682 7.138 9.246 9.052

Leia mais

Prefeitura Municipal de Visconde do Rio Branco/MG Secretária Municipal de saúde Departamento de Endemias e Zoonoses

Prefeitura Municipal de Visconde do Rio Branco/MG Secretária Municipal de saúde Departamento de Endemias e Zoonoses Relatório acerca das ações do setor de combate à dengue em 2016 VRB 2016 Apresentação O município de Visconde do Rio Branco, desde o final de 2015, vem intensificando as ações de prevenções e combate ao

Leia mais

NOTA TECNICA SAÚDE-N. 25-2015

NOTA TECNICA SAÚDE-N. 25-2015 NOTA TECNICA SAÚDE-N. 25-2015 Brasília, 30 de novembro de 2015. Área: Área Técnica em Saúde Título: Surto de Microcefalia- o que você precisa saber. Fonte: Dab/MS/SAS 1- Cenário atual O Ministério da Saúde

Leia mais

Dengue, Chikungunya, Zika e Microcefalia

Dengue, Chikungunya, Zika e Microcefalia Dengue, Chikungunya, Zika e Microcefalia Boletim da 20ª Semana Epidemiológica - DENGUE com casos prováveis* casos confirmados com alta incidência com média incidência com baixa incidência 2016 133 3.893

Leia mais

Ações de Combate à Dengue

Ações de Combate à Dengue Ações de Combate à Dengue 2015-2016 Dengue no Brasil Dengue no Brasil Evolução da Dengue em Sorocaba/SP 250 200 Nº de Casos 150 100 50 0 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2010 2011 2012 2013

Leia mais

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 009/2015

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 009/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE DOENÇAS

Leia mais

01 NÃO é competência do Agente de Combate às Endemias:

01 NÃO é competência do Agente de Combate às Endemias: 01 NÃO é competência do Agente de Combate às Endemias: A) - Orientar a população sobre a forma de evitar locais que possam oferecer risco para a formação de criadouros do Aedes Aegypti. B) - Encaminhar

Leia mais

Experiência de Avaliação das Capacidades Básicas e de implementação do RSI(2005) em Cabo Verde

Experiência de Avaliação das Capacidades Básicas e de implementação do RSI(2005) em Cabo Verde Experiência de Avaliação das Capacidades Básicas e de implementação do RSI(2005) em Cabo Verde Delegação : Dra. Maria Lourdes Monteiro Dra. Ana Paula dos Santos Breve apresentação do país O arquipélago

Leia mais

Mosquito Aedes aegypti

Mosquito Aedes aegypti Escola Secundária Jaime Moniz Ano Letivo 2013/2014 Curso: Técnico de Gestão do Ambiente, Tipo 6, Curso nº4, Ação nº1 Projeto nº: 002179/2013/113 Mosquito Aedes aegypti Vírus Dengue Filipa Gomes, nº8 12º61

Leia mais

CAPACITAÇÃO AGENTE COMUNITÁRIOS

CAPACITAÇÃO AGENTE COMUNITÁRIOS CAPACITAÇÃO AGENTE COMUNITÁRIOS Prefeitura Municipal de Corumbá Paulo Roberto Duarte Secretária Municipal de Saúde Dinaci Vieira Ranzi Gerência de Vigilância em Saúde Viviane Campos Ametlla Coordenação

Leia mais

SMSA divulga resultado do LIRAa de janeiro

SMSA divulga resultado do LIRAa de janeiro SMSA divulga resultado do LIRAa de janeiro 08.02.11 O primeiro Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) em 2012 demonstra que 3,1% dos imóveis pesquisados em Belo Horizonte contam com a presença

Leia mais

Informe Técnico. Assunto: Informe sobre a situação do sarampo e ações desenvolvidas - Brasil, 2013.

Informe Técnico. Assunto: Informe sobre a situação do sarampo e ações desenvolvidas - Brasil, 2013. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA DAS DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS COORDENAÇÃO-GERAL DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS SCS, Quadra 04, Edifício Principal, 4º andar CEP:

Leia mais

1- Dengue. Casos prováveis

1- Dengue. Casos prováveis Nº 3, Semana Epidemiológica 03, 18/01/2016 1- Dengue Introdução A dengue é uma doença febril aguda, causada pelos vírus DENV1, DENV2, DENV3, DENV4 transmitida pela picada de mosquitos do gênero Aedes,

Leia mais

SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Secretaria da Saúde Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto Estado de São Paulo www.saude.ribeiraopreto.sp.gov.br BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE Quadro 1: Casos notificados de Dengue,

Leia mais

COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA

COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA INFORME Nº 35/2017 MONITORAMENTO DOS CASOS E ÓBITOS DE FEBRE AMARELA NO BRASIL INÍCIO DO EVENTO: Dezembro de 2016

Leia mais

A GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE RIO CLARO, COMUNICA: LAVRATURA DOS AUTOS DE INFRAÇÃO

A GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE RIO CLARO, COMUNICA: LAVRATURA DOS AUTOS DE INFRAÇÃO A GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE RIO CLARO, COMUNICA: LAVRATURA DOS AUTOS DE INFRAÇÃO Razão Social: VÂNIA LUCIA DA SILVA ME Ramo de Atividade: Rotisserie CPF/CNPJ: 168.015.578.40 Endereço: Rua 06,nº

Leia mais

COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA

COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA INFORME Nº 34/2017 MONITORAMENTO DOS CASOS E ÓBITOS DE FEBRE AMARELA NO BRASIL INÍCIO DO EVENTO: Dezembro de 2016

Leia mais

Vigilância da doença causada pelo zika vírus nos Estados Unidos

Vigilância da doença causada pelo zika vírus nos Estados Unidos Centros de Controle e Prevenção de Doenças Vigilância da doença causada pelo zika vírus nos Estados Unidos Marc Fischer, MD, MPH Arboviral Diseases Branch 8 de junho de 2016 Objetivos Atualizar a epidemiologia

Leia mais

Verificação epidemiológica da infestação do Aedes aegypti em Assis Chateaubriand (PR)

Verificação epidemiológica da infestação do Aedes aegypti em Assis Chateaubriand (PR) Verificação epidemiológica da infestação do Aedes aegypti em Assis Chateaubriand (PR) Edmar da Silva Oliveira * Resumo: Este trabalho tem como objetivo demonstrar a distribuição e infestação do Aedes aegypti,

Leia mais

Aedes aegypti: temos competência para controlar

Aedes aegypti: temos competência para controlar Aedes aegypti: temos competência para controlar Dra. Dalva Marli Valério Wanderley Superintendência de Controle de Endemias-Sucen-SES-SP 23/09/2016 1º Painel Agentes de Saúde COMPETÊNCIAS - PORTARIA 1378

Leia mais

Notificado: Município de Chapada dos Guimarães Prefeito Municipal Sr. Lisu Koberstain. Notificação Recomendatória nº 002/2015

Notificado: Município de Chapada dos Guimarães Prefeito Municipal Sr. Lisu Koberstain. Notificação Recomendatória nº 002/2015 Notificante: Ministério Público Estadual 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Chapada dos Guimarães. Notificado: Município de Chapada dos Guimarães Prefeito Municipal Sr. Lisu Koberstain. Notificação

Leia mais

COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA

COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA COES Febre Amarela CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIAS EM SAÚDE PÚBLICA SOBRE FEBRE AMARELA INFORME Nº 33/2017 MONITORAMENTO DOS CASOS E ÓBITOS DE FEBRE AMARELA NO BRASIL INÍCIO DO EVENTO: Dezembro de 2016

Leia mais

SOROPOSITIVIDADE DE DENGUE: UMA VISÃO EPIDEMIOLÓGICA EM GOIÂNIA DE 2014 A Laiz Silva Ribeiro

SOROPOSITIVIDADE DE DENGUE: UMA VISÃO EPIDEMIOLÓGICA EM GOIÂNIA DE 2014 A Laiz Silva Ribeiro SOROPOSITIVIDADE DE DENGUE: UMA VISÃO EPIDEMIOLÓGICA EM GOIÂNIA DE 2014 A 2015 Laiz Silva Ribeiro (laiz0711@bol.com.br) Profº Msc. José Natal de Souza (josenatal2@gmail.com) Instituto de Ciências da Saúde

Leia mais

DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR!

DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR! DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR! Kurlan Frey (Coordenador das Atividades de Extensão) Darlene Luiza Schneider (SAE) Ivânea Clari Back Rohden (SAE) Raquel Brolesi (SAE) 1 1 TÍTULO DO PROJETO DENGUE:

Leia mais

Projeto de Prevenção e Combate ao Mosquito Aedes Aegypti e suas respectivas doenças transmitidas

Projeto de Prevenção e Combate ao Mosquito Aedes Aegypti e suas respectivas doenças transmitidas COLÉGIO ESTADUAL PROFESSOR V BVICTOR BECKER Colégio Estadual Professor Victor L. Becker São Leopoldo Rua Reinaldo Kolling s/n Vila Glória São Leopoldo CEP 93120-370 Fone: 3568 6244 Projeto de Prevenção

Leia mais

Experiência do Controle do Aedes Aegypti no município de Amparo. Marina Leitão David Coordenadora da Vigilância em Saúde

Experiência do Controle do Aedes Aegypti no município de Amparo. Marina Leitão David Coordenadora da Vigilância em Saúde Experiência do Controle do Aedes Aegypti no município de Amparo Marina Leitão David Coordenadora da Vigilância em Saúde Apresentação do Município Estado: São Paulo Divisas: Morungaba, Monte Alegre do Sul,

Leia mais

www.catanduva.sp.gov.br www.imprensaoficialmunicipal.com.br/catanduva Segunda-feira, 02 de outubro de 2017 Ano XII Edição nº 914-A-Extra Página 1 de 11 SUMÁRIO PODER LEGISLATIVO DE CATANDUVA 2 Atos Legislativos

Leia mais

INFORME TÉCNICO 001/2016

INFORME TÉCNICO 001/2016 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE INFORME TÉCNICO 001/2016 Vigilância Epidemiológica da Febre do ZIKA Vírus no Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro,

Leia mais

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES Informativo da EEL/SUBE/CED/GPEC (Gerência de Projetos de Extensão Curricular) Ano XI Março abril - 2017 Coordenação: Denise Palha Redação: Waleria de Carvalho JUNTOS SOMOS MAIS FORTES Diga não ao mosquito

Leia mais

Expansão da febre amarela para o Rio de Janeiro preocupa especialistas

Expansão da febre amarela para o Rio de Janeiro preocupa especialistas Disciplina: BIOLOGIA 8º ANO Expansão da febre amarela para o Rio de Janeiro preocupa especialistas Brasil registrou 424 casos de febre amarela. A doença causou 137 mortes em 80 municípios. A recente confirmação

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 01/2016 COSEMS/PB. Assunto: Interrupção de férias dos Agentes de Combate às Endemias e Agentes Comunitários de Saúde

NOTA TÉCNICA Nº 01/2016 COSEMS/PB. Assunto: Interrupção de férias dos Agentes de Combate às Endemias e Agentes Comunitários de Saúde NOTA TÉCNICA Nº 01/2016 COSEMS/PB Assunto: Interrupção de férias dos Agentes de Combate às Endemias e Agentes Comunitários de Saúde Aos Gestores Municipais de Saúde, O CONSELHO DE SECRETARIAS MUNICIPAIS

Leia mais

Ministério da Saúde investiga casos suspeitos de microcefalia no país

Ministério da Saúde investiga casos suspeitos de microcefalia no país Ministério da Saúde investiga 4.222 casos suspeitos de microcefalia no país Estão sendo investigados todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, inclusive a possível

Leia mais

Escola Estadual Irman Ribeiro de Almeida Silva. Serviço de Coordenação Pedagógica PROJETO AGENTE DE ENDEMIAS MIRIM

Escola Estadual Irman Ribeiro de Almeida Silva. Serviço de Coordenação Pedagógica PROJETO AGENTE DE ENDEMIAS MIRIM Escola Estadual Irman Ribeiro de Almeida Silva Serviço de Coordenação Pedagógica PROJETO AGENTE DE ENDEMIAS MIRIM NOVA ANDRADINA 2015 Escola Estadual Irman Ribeiro de Almeida Silva Serviço de Coordenação

Leia mais

Gestão do Programa de Arboviroses do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas

Gestão do Programa de Arboviroses do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas Gestão do Programa de Arboviroses do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas Apresentação: Andrea von Zuben Médica Veterinária Sanitarista Diretora Departamento de Vigilância em Saúde Comparação

Leia mais

do Aedes Aegypti. Projeto Implantação das Ações de VigilânciaSanitária : Combate e Erradicação

do Aedes Aegypti. Projeto Implantação das Ações de VigilânciaSanitária : Combate e Erradicação Sistema Único de Saúde / Ministério da Saúde Governo do Estado de Goiás / Secretaria de Estado da Saúde Superintendência de Vigilância Sanitária e Ambiental Gerencia de Fiscalização Coordenação de Fiscalização

Leia mais

Vírus da zika: entenda transmissão, sintomas e relação com microcefalia

Vírus da zika: entenda transmissão, sintomas e relação com microcefalia Vírus da zika: entenda transmissão, sintomas e relação com microcefalia Identificado pela primeira vez no país em abril, o vírus da zika tem provocado intensa mobilização das autoridades de saúde no país.

Leia mais

Vigilância Epidemiológica. Profa. Rachel Sindeaux

Vigilância Epidemiológica. Profa. Rachel Sindeaux Vigilância Epidemiológica Profa. Rachel Sindeaux Vigilância Atividade contínua, permanente e sistemática; Foco para resultados inespecíficos para obtenção de metas; Utilização de dados relacionados com

Leia mais

Influência dos Insetos Vetores na Dinâmica Evolutiva do Dengue

Influência dos Insetos Vetores na Dinâmica Evolutiva do Dengue Influência dos Insetos Vetores na Dinâmica Evolutiva do Dengue Programa de Computação Científica - FIOCRUZ 8 de outubro de 2004 Aspectos Gerais Origem Emergência e Epidemia Aspectos Gerais do Vírus da

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ TERMO DE REFERÊNCIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE GERENCIAMENTO PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE (PGPCD) EM PINHAIS. Este Termo de Referência tem como finalidade orientar os responsáveis pelos imóveis,

Leia mais

Boletim Epidemiológico. Dengue Chikungunya Zika. Dia de Mobilização Nacional contra o Aedes aegypti

Boletim Epidemiológico. Dengue Chikungunya Zika. Dia de Mobilização Nacional contra o Aedes aegypti Nº 006/2016 26/02/2016 Boletim Epidemiológico Dengue Chikungunya Zika Dia de Mobilização Nacional contra o Aedes aegypti Participação da Escola Preparatória de Cadetes do Ar: 12/02/2016 10 horas Palestra

Leia mais

b) Triatomíneo c) Sabethes d) Biomphalaria e) Flebotomíneo

b) Triatomíneo c) Sabethes d) Biomphalaria e) Flebotomíneo 1 01. Como é denominada a comunicação da ocorrência de determinada doença ou agravo à saúde, feita à autoridade sanitária por profissionais de saúde ou qualquer cidadão, para fim de adoção de medidas de

Leia mais

Assunto: Atualização da investigação de caso suspeito de sarampo em João Pessoa/PB - 22 de outubro de 2010

Assunto: Atualização da investigação de caso suspeito de sarampo em João Pessoa/PB - 22 de outubro de 2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Departamento de Vigilância Epidemiológica Esplanada dos Ministérios, Edifício Sede, 1º andar 70.058-900 Brasília-DF Tel. 3315 2755/2812 NOTA TÉCNICA

Leia mais

Uso da estatística como método de análise das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti

Uso da estatística como método de análise das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti Uso da estatística como método de análise das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti *Rayane Tayná da Costa Torres 1 (IC), Gleicimara de Souza Ferreira 2 (IC), Michel Rodrigo Santana de Barros 3 (IC),

Leia mais

ESTUDANTES DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

ESTUDANTES DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR FRANCISCO ARTHIDORO DA COSTA PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA INFANTIL A DENGUE NO MUNÍCIPIO DE UBÁ/MG: PESQUISA DE CAMPO NA MORADIA DE ESTUDANTES DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Prefeitura Municipal de Afonso Cláudio Estado do Espírito Santo

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE Prefeitura Municipal de Afonso Cláudio Estado do Espírito Santo ATA DE REUNIÃO DE ORIENTAÇÃO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO MUNICÍPIO DE AFONSO CLÁUDIO E DIVULGAÇÃO DO MUTIRAÕ DE LIMPEZA DE QUINTAIS E TERRENOS, REALIZADA COM OS MORADORES DOS BAIRROS SÃO

Leia mais

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 001/2015

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO 001/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL GERÊNCIA DE DOENÇAS TRANSMITIDAS POR VETORES E ZOONOSES -

Leia mais

Ações de enfrentamento ao Aedes aegypti e tríplice epidemia

Ações de enfrentamento ao Aedes aegypti e tríplice epidemia Ações de enfrentamento ao Aedes aegypti e tríplice epidemia Serviço de Saúde Digital, HC/EBSERH, Núcleo de Telessaúde, Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, NUTES/HC/UFPE www.nutes.ufpe.br

Leia mais

Resultados do Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa) de Março de 2015

Resultados do Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa) de Março de 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Secretaria Municipal da Saúde (SMS) Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS) Equipe de Vigilância em Roedores e Vetores Relatório LIRAa março/2015 Resultados

Leia mais

Situação Epidemiológica de Febre Amarela Silvestre

Situação Epidemiológica de Febre Amarela Silvestre Situação Epidemiológica de Febre Amarela Silvestre Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis 26 de janeiro de 2017 Introdução Febre Amarela

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 07/09/2015

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 07/09/2015 Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 07/09/2015 Jornal Acrítica Cidades pág. C4 07 de Outubro de 2015. Jornal Acrítica Cidades pág. C4 07 de Outubro de 2015. Av. Mário Ypiranga, 1695 Adrianópolis Jornal

Leia mais