PARANAPANEMA EM FOCO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARANAPANEMA EM FOCO"

Transcrição

1 Encontro Ampliado do PIRH Nos dias 15 e 16 de fevereiro, acontece no Hotel Sumatra, em Londrina (PR), o primeiro Encontro Ampliado do Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH) da Unidade de Gestão dos Recursos Hídricos Paranapanema (UGRH). O evento terá participação de representantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema (CBH- Paranapanema), de domínio da União, e dos seis comitês regionais Pontal do Paranapanema, Piraponema, Rio Tibagi, Médio Paranapanema, Norte Pioneiro e Alto Paranapanema, de domínio dos Estados do Paraná e São Paulo. Na pauta, os principais pontos levantados até agora pelo PIRH e os desdobramentos que determinarão o futuro da gestão dos recursos hídricos da bacia. De acordo com os organizadores CBH-Paranapanema e Agência Nacional de Águas (ANA), o evento faz parte da proposta de mobilização e planejamento participativo que foi adotada para a construção do Plano. O encontro é a possibilidade de ampliar a integração entre o CBH-Paranapanema, os comitês afluentes e demais interessados nos destinos da Bacia do Rio Paranapanema, afirma Antonio Cezar Leal, professor da Unesp e coordenador do GT Plano do CBH-Paranapanema. É também o momento de mostrar o papel integrador do comitê interestadual nas políticas públicas voltadas à gestão das bacias afluentes, completa. No Encontro Ampliado serão apresentadas as etapas concluídas do PIRH Diagnóstico e Prognóstico, que poderão ser debatidas durante evento. Além de atualizar sobre o processo em andamento, serão colocadas em discussão formas de gestão integrada da bacia, buscando participação efetiva de todos os atores envolvidos com o tema, desde os comitês, passando por Poder Público, universidades, ONGs, empresas, ambientalistas e a sociedade civil em geral.

2 PIRH Paranapanema avança mais uma etapa O Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH) da Unidade de Gestão dos Recursos Hídricos Paranapanema (UGRH) teve as fases de Diagnóstico e Prognóstico aprovadas em 2015 pelo plenário do CBH-Paranapanema. Agora avança para a fase de definição do Plano de Ações, que irá determinar o futuro da gestão dos recursos hídricos da Bacia do Rio Paranapanema. São três as etapas principais do PIRH: Diagnóstico, Prognóstico e Plano de ações. O PIRH é discutido em oficinas e reuniões com representantes dos comitês interestadual e regionais. Tem sido exitosa a condução do processo de construção do PIRH. O plano vem sendo desenvolvido num robusto arranjo institucional que envolve a Agência Nacional de Águas (ANA), o CBH-Paranapanema e os seis comitês regionais (Pontal do Paranapanema, Piraponema, Rio Tibagi, Médio Paranapanema, Norte Pioneiro e Alto Paranapanema), bem como os órgãos gestores de São Paulo, e Paraná. Um esforço conjunto que visa envolver também a iniciativa privada e a sociedade civil. O empenho participativo está na gênese do processo, de forma que o PIRH seja um instrumento de planejamento e de gestão dos recursos hídricos fortemente pactuado e de integração da bacia, possibilitando a gestão efetiva dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos, garantindo água de qualidade e na quantidade necessária para a atual e as futuras gerações. O envolvimento dos diversos atores da bacia no processo participativo é um dos diferenciais do planejamento, permitindo que surjam questões concretas, de quem vivencia o cotidiano da bacia, ampliando o alcance do PIRH. O PIRH avança agora para uma etapa decisiva: o Plano de Ações, que irá determinar a melhor forma de gestão dos recursos hídricos da Bacia do Paranapanema, de curto, médio e longo prazos, considerando seus pontos fortes, problemas a serem superados e oportunidades oferecidas.

3 O que é o PIRH Paranapanema? Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH) da Unidade de Gestão dos Recursos Hídricos Paranapanema (UGRH) é um instrumento da Política Nacional de Recursos Hídricos instituída pela Lei Federal nº 9.433/97. O plano é uma ferramenta fundamental para a gestão dos recursos hídricos, uma vez que elenca prioridades, avalia a conjuntura e a situação da bacia, sugere programas e projetos. Em suma, visa o planejamento dos usos múltiplos da água, considerando as metas a serem alcançadas em consonância com a conservação dos recursos hídricos existentes. Para que haja água para todos é necessário monitorar e administrar a demanda e a disponibilidade do recurso para sua adequada utilização. A elaboração do PIRH Paranapanema tem como objetivo orientar a atuação do CBH- Paranapanema, uma vez que ele é o principal instrumento para a gestão das águas, visando sua proteção e uso sustentáveis. O plano congrega muitos conhecimentos sobre a UGRH-Paranapanema, reunindo dados e informações de várias fontes órgãos públicos, empresas, universidades e outras instituições, sem contar as participações diretas, por meio de oficinas, reuniões e encontros, destaca Antonio Cezar Leal, professor da Unesp e coordenador do GT Plano do CBH-Paranapanema. Além de orientar a gestão das águas na Bacia do Paranapanema, o PIRH pode subsidiar também a atuação dos seis comitês estaduais afluentes (e destes para o CBH-Paranapanema), seja na elaboração ou revisão de seus planos, seja na definição de prioridades de atuação. Para a construção do PIRH, foram feitas várias reuniões e articulações ao longo de mais de um ano no âmbito do CBH-Paranapanema, com apoio da ANA e dos demais órgãos gestores de recursos hídricos e participantes desse colegiado. Assim, foi elaborado, de

4 forma conjunta e participativa, o Termo de Referência para orientar a construção do PIRH-Paranapanema (TDR), tendo sido constituído um Grupo de Trabalho para essa finalidade. O PIRH-Paranapanema teve seus trabalhos iniciados em 2013, após a aprovação do TDR, passando o Grupo de Trabalho a acompanhar e subsidiar os trabalhos executados ou contratados pela ANA. CBH inicia processo eleitoral para renovação de seus membros Estão abertas desde 4 de janeiro e se encerram em 29 de abril as inscrições para o processo eleitoral para renovação dos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranapanema (CBH-Paranapanema) para o quadriênio 2016/2020. A divulgação preliminar dos habilitados será feita em 20 de maio. Após o período de análise de recursos, as plenárias setoriais acontecem em 9 de agosto em Ourinhos (SP) e em 16 de agosto em Londrina (PR). A posse dos membros do comitê e eleição da diretoria ocorrerá em 6 de dezembro de Podem se candidatar às vagas do CBH-Paranapanema representantes do Poder Público, dos usuários, das entidades civis de recursos hídricos e das comunidades indígenas, de acordo com os procedimentos definidos pelo edital de convocação. Para baixar o comunicado da Comissão Eleitoral, conhecer a deliberação CBH- Paranapanema, o edital, os documentos necessários e ter acesso à ficha de inscrição clique aqui.

5 Agenda do PIRH 15 e 16 de fevereiro I Encontro Ampliado do Plano Integrado de Recursos Hídricos do CBH-Paranapanema Hotel Sumatra Londrina (PR) 1ª. quinzena de março Reunião com GT Plano RP-04 Diretrizes e Estudos para os Instrumentos de Gestão e Recomendações para os Setores Usuários 1ª. quinzena de abril RP-05 Metas, Intervenções Propostas e Programa de Investimentos do Plano 1ª. quinzena de maio RP-06 Proposta de aperfeiçoamento do arranjo institucional para a gestão de recursos hídricos, estratégias e roteiro para a implementação do Plano 1ª. quinzena de junho RP-07 Relatório Consolidado do PIRH-Paranapanema e Banco de Dados Final Eu sou Paranapanema Plano Integrado de Recursos Hídricos PIRH-Paranapanema Seja parceiro dessa iniciativa. Opine, traga sugestões, participe da sua construção. Ele é fundamental para o desenvolvimento da nossa região.

MANUAL ORIENTADOR DA REVISÃO DAS PRIORIDADES DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS PARA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

MANUAL ORIENTADOR DA REVISÃO DAS PRIORIDADES DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS PARA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS MANUAL ORIENTADOR DA REVISÃO DAS PRIORIDADES DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS PARA 2016-2020 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 17, DE 29 DE MAIO DE 2001 (Publicada no D.O.U de 10 de julho de 2001)

RESOLUÇÃO Nº 17, DE 29 DE MAIO DE 2001 (Publicada no D.O.U de 10 de julho de 2001) Página 1 de 5 RESOLUÇÃO Nº 17, DE 29 DE MAIO DE 2001 (Publicada no D.O.U de 10 de julho de 2001) O Conselho Nacional de Recursos Hídricos, no uso das competências que lhe são conferidas pela Lei nº 9.433,

Leia mais

Comitê de Bacia Hidrográfica

Comitê de Bacia Hidrográfica Comitê de Bacia Hidrográfica ENCONTROS REGIONAIS PARA RENOVAÇÃO DO CSBH BAIXO JAGUARIBE 2016-2020 O QUE É UM COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA: É o instrumento de participação da sociedade na gestão dos recursos

Leia mais

DELIBERAÇÃO CBH-GRANDE Nº 27/2016, DE 10 DE AGOSTO DE 2016.

DELIBERAÇÃO CBH-GRANDE Nº 27/2016, DE 10 DE AGOSTO DE 2016. DELIBERAÇÃO CBH-GRANDE Nº 27/2016, DE 10 DE AGOSTO DE 2016. Aprova a ampliação do Grupo de Trabalho para acompanhamento da Elaboração do Plano Integrado de Recursos Hídricos (PIRH)-Grande e dá outras providências.

Leia mais

Planos de recursos hídricos. SIMONE ROSA DA SILVA Profª UPE/POLI

Planos de recursos hídricos. SIMONE ROSA DA SILVA Profª UPE/POLI Planos de recursos hídricos SIMONE ROSA DA SILVA Profª UPE/POLI Planos de recursos hídricos x Políticas setoriais Planos de recursos hídricos: base legal Lei n.º 9.433/97...são planos diretores que visam

Leia mais

Os avanços e as lacunas do sistema de gestão sustentável dos Recursos Hídricos no Brasil

Os avanços e as lacunas do sistema de gestão sustentável dos Recursos Hídricos no Brasil Os avanços e as lacunas do sistema de gestão sustentável dos Recursos Hídricos no Brasil Palestrante: Rafael F. Tozzi Belém, 10 de agosto de 2017 1 Contexto Geral A seca e escassez no Sudeste, as inundações

Leia mais

Recursos Hídricos. A interação do saneamento com as bacias hidrográficas e os impactos nos rios urbanos

Recursos Hídricos. A interação do saneamento com as bacias hidrográficas e os impactos nos rios urbanos 74 a Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia Recursos Hídricos A interação do saneamento com as bacias hidrográficas e os impactos nos rios urbanos SECRETARIA DE RECURSOS HÍDRICOS E QUALIDADE AMBIENTAL

Leia mais

PLANOS DE RECURSOS HÍDRICOS

PLANOS DE RECURSOS HÍDRICOS PLANOS DE RECURSOS HÍDRICOS INSTRUMENTOS DE GESTÃO Lei 10.179/2014 POLÍTICA ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS OUTORGA ENQUADRAMENTO COBRANÇA SISTEMA DE INFORMAÇÕES COMPENSAÇÃO FUNDÁGUA PLANO DE RECURSOS HÍDRICOS

Leia mais

Relatório Oficina de Trabalho

Relatório Oficina de Trabalho Relatório Oficina de Trabalho Relatoria: Carla Wstane: Geógrafa (PUC Minas), Especialista em Estudos Ambientais, Mestre em Geografia (UFMG), Doutoranda em Geografia (UFES). Membro do Subcomitê do Ribeirão

Leia mais

Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos HídricosH. - SEMARH Superintendência de Recursos HídricosH

Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos HídricosH. - SEMARH Superintendência de Recursos HídricosH Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos HídricosH - SEMARH Superintendência de Recursos HídricosH SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HÍDRICOS Aracaju - Sergipe 26 de março o

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Kharen Teixeira (coord.) Uberlândia, 29/04/15

GRUPO DE TRABALHO EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Kharen Teixeira (coord.) Uberlândia, 29/04/15 GRUPO DE TRABALHO EDUCAÇÃO AMBIENTAL Kharen Teixeira (coord.) Uberlândia, 29/04/15 Portaria CTPI 23/2013 Atribuições: I Propor diretrizes e ações de Educação Ambiental relacionadas aos recursos hídricos

Leia mais

DELIBERAÇÃO CBHSF Nº 88, de 10 de dezembro de 2015

DELIBERAÇÃO CBHSF Nº 88, de 10 de dezembro de 2015 DELIBERAÇÃO CBHSF Nº 88, de 10 de dezembro de 2015 Aprova o Plano de Aplicação Plurianual - PAP dos recursos da cobrança pelo uso de recursos hídricos na bacia hidrográfica do rio São Francisco, referente

Leia mais

IV Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe 22 a 25 de março. Pacto das Águas. Antonio Martins da Costa

IV Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe 22 a 25 de março. Pacto das Águas. Antonio Martins da Costa IV Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe 22 a 25 de março Pacto das Águas Antonio Martins da Costa O Pacto das Águas foi um processo de articulação social e política com objetivo de: Dotar o Estado,

Leia mais

RETROSPECTIVA DO PROCESSO ELEITORAL PROCESSO ELEITORAL

RETROSPECTIVA DO PROCESSO ELEITORAL PROCESSO ELEITORAL RETROSPECTIVA DO PROCESSO ELEITORAL - 008 PROCESSO ELEITORAL - 00 A MOBILIZAÇÃO - CAPACITAÇÃO DOS MOBILIZADORES Nov/007 - ENCONTROS REGIONAIS - Dez/007 a Mar/008 (0 em Goiás; 6 em Minas Gerais, no Distrito

Leia mais

Audiência Pública sobre o Plano de Redução de Riscos de Petrópolis

Audiência Pública sobre o Plano de Redução de Riscos de Petrópolis Boletim Informativo Digital Quinzenal. 16 a 31 de maio de 2017 Audiência Pública sobre o Plano de Redução de Riscos de Petrópolis (foto: Victor Montes/AGEVAP UD2) Audiência Pública sobre o Plano de Redução

Leia mais

Agência de Água: Base legal, alternativas jurídicas e forma de escolha Rosana Evangelista

Agência de Água: Base legal, alternativas jurídicas e forma de escolha Rosana Evangelista Agência de Água: Base legal, alternativas jurídicas e forma de escolha Rosana Evangelista 3ª Oficina do Grupo de Trabalho Agência e Cobrança GTAC do CBH-Paranaíba Uberlândia-MG, 21/03/2014 SUBPROGRAMA

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS

PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE CONSELHO DE RECURSOS HÍDRICOS DEPARTAMENTO DE RECURSOS HÍDRICOS PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS RIO GRANDE DO SUL www.sema.rs.gov.br

Leia mais

A Bacia Hidrográfica como Unidade de Gerenciamento para Ações Descentralizadas

A Bacia Hidrográfica como Unidade de Gerenciamento para Ações Descentralizadas Governo do Estado de São Paulo Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo Coordenadoria de Recursos Hídricos A Bacia Hidrográfica como Unidade de Gerenciamento para Ações Descentralizadas UNIMEP/CBHs

Leia mais

16ª REUNIÃO DA CÂMARA TÉCNICA DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL CTPI

16ª REUNIÃO DA CÂMARA TÉCNICA DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL CTPI 16ª REUNIÃO DA CÂMARA TÉCNICA DE PLANEJAMENTO INSTITUCIONAL CTPI Breve Relato da 2ª. OFICINA DO GTAC DO CBH PARANAIBA (Cobrança pelo Uso dos Recursos Hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba no

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS (JULHO à DEZEMBRO DE 2017) I. Histórico e Contexto Em 2012, associações indígenas

Leia mais

SUBCOMITÊS DE BACIA HIDROGRÁFICA: O que são e o que fazem? julho de 2015 RODRIGO S. LEMOS

SUBCOMITÊS DE BACIA HIDROGRÁFICA: O que são e o que fazem? julho de 2015 RODRIGO S. LEMOS SUBCOMITÊS DE BACIA HIDROGRÁFICA: O que são e o que fazem? julho de 2015 RODRIGO S. LEMOS 1 Foto: Acervo CBH Rio das Velhas 2 e Foto: COPASA, 2014 3 Contextualização Leis das águas 9.433 e 13.199 Entre

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº Objetivo da contratação. 2. Antecedentes e contexto

TERMO DE REFERÊNCIA nº Objetivo da contratação. 2. Antecedentes e contexto TERMO DE REFERÊNCIA nº 2017.0202.00008-3 Responsável: Betânia Santos Fichino Setor: Departamento de Áreas Protegidas/MMA Brasília, 02 de fevereiro de 2017 1. Objetivo da contratação Contratação de serviços

Leia mais

SUMÁRIO - CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO... 3

SUMÁRIO - CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO... 3 SUMÁRIO - CAPÍTULO 1 1. INTRODUÇÃO... 3 1. INTRODUÇÃO Nas últimas décadas, o recurso natural água vem sendo cada vez mais disputado, tanto em termos quantitativos quanto qualitativos, principalmente em

Leia mais

Planejamento Sistêmico Estratégico AGB PEIXE VIVO Produto #2. Estruturas Sistêmicas Inicial e Parciais GMAP UNISINOS

Planejamento Sistêmico Estratégico AGB PEIXE VIVO Produto #2. Estruturas Sistêmicas Inicial e Parciais GMAP UNISINOS Planejamento Sistêmico Estratégico AGB PEIXE VIVO Produto #2 Estruturas Sistêmicas Inicial e Parciais GMAP UNISINOS Estrutura inicial apresentada Capacidade Negociação c/as Partes Interessadas Crescimento

Leia mais

AGEVAP ENTIDADE DELEGATÁRIA NAS FUNÇÕES DE AGÊNCIA DE BACIA

AGEVAP ENTIDADE DELEGATÁRIA NAS FUNÇÕES DE AGÊNCIA DE BACIA AGEVAP ENTIDADE DELEGATÁRIA NAS FUNÇÕES DE AGÊNCIA DE BACIA A INTEGRAÇÃO/PARCERIA ENTRE OS COMITÊS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS E A SUA DELEGATÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EXPOASEAC 2016 12 de maio de 2016

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO CBH-R2R REFERENTE AO ANO DE Região Hidrográfica VII - Paraíba do Sul Estado do Rio de Janeiro

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO CBH-R2R REFERENTE AO ANO DE Região Hidrográfica VII - Paraíba do Sul Estado do Rio de Janeiro RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO CBH-R2R REFERENTE AO ANO DE 2013 Região Hidrográfica VII - Paraíba do Sul Estado do Rio de Janeiro Reunião Ordinária do Plenário do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Dois Rios

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2011

PLANO DE TRABALHO 2011 Unidade Temática do Turismo Apresentada pela cidade Porto Alegre 1) Introdução PLANO DE TRABALHO 2011 Fortalecer o turismo internacional é um trabalho prioritário que deve ser cada vez mais consolidado

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO 2016

PLANO DE COMUNICAÇÃO 2016 PLANO DE COMUNICAÇÃO 2016 Associação Executiva de Apoio à Gestão de Bacias Hidrográficas Peixe Vivo Janeiro 2016 AGB PEIXE VIVO SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Contexto... 4 3. Justificativa... 6 4. Objetivo

Leia mais

EDITAL Convocação do Processo Eleitoral para composição do Plenário do Subcomitê Oeste. Mandato 24 de junho de 2016 a 23 de junho de 2018

EDITAL Convocação do Processo Eleitoral para composição do Plenário do Subcomitê Oeste. Mandato 24 de junho de 2016 a 23 de junho de 2018 EDITAL Convocação do Processo Eleitoral para composição do Plenário do Subcomitê Oeste Mandato 24 de junho de 2016 a 23 de junho de 2018 Considerando a plenária de 17 de fevereiro de 2016 do Subcomitê

Leia mais

O Sistema de Gestão dos Recursos Hídricos Exemplo nas Bacias PCJ. Eduardo Cuoco Léo Gestor Ambiental

O Sistema de Gestão dos Recursos Hídricos Exemplo nas Bacias PCJ. Eduardo Cuoco Léo Gestor Ambiental O Sistema de Gestão dos Recursos Hídricos Exemplo nas Bacias PCJ Eduardo Cuoco Léo Gestor Ambiental Piracicaba, 16 de agosto de 2010 OS FUNDAMENTOS LEGAIS DO SISTEMA OS FUNDAMENTOS LEGAIS DO SISTEMA (BACIAS

Leia mais

CBH-MPS realiza 38ª Reunião da Câmara Técnica Permanente de Instrumentos de Gestão e Legal (foto: Marília Mansur/AGEVAP UD1)

CBH-MPS realiza 38ª Reunião da Câmara Técnica Permanente de Instrumentos de Gestão e Legal (foto: Marília Mansur/AGEVAP UD1) Boletim Informativo Digital Quinzenal. 01 a 15 de junho de 2017 CBH-MPS realiza 38ª Reunião da Câmara Técnica Permanente de Instrumentos de Gestão e Legal (foto: Marília Mansur/AGEVAP UD1) Membros da Câmara

Leia mais

POLÍTICAS NACIONAL E ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS

POLÍTICAS NACIONAL E ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS POLÍTICAS NACIONAL E ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS DE RECURSOS HÍDRICOS PRINCÍPIOS BÁSICOS - A ÁGUA É UM BEM DE DOMÍNIO PÚBLICO; - O RECONHECIMENTO DO VALOR ECONÔMICO DA ÁGUA; - USO PRIORITÁRIO PARA CONSUMO

Leia mais

Fórum Fluminense realiza sua Assembleia Geral

Fórum Fluminense realiza sua Assembleia Geral Boletim Informativo Digital Quinzenal. 16 a 30 de junho de 2017 Fórum Fluminense realiza sua Assembleia Geral No dia 30 de junho, o Fórum Fluminense de Comitês de Bacia Hidrográfica (FFCBH) realizou sua

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 PROCESSO ELEITORAL COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 PROCESSO ELEITORAL COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE 1 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 PROCESSO ELEITORAL COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE A Diretoria do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce, CBH-DOCE, tendo por base a Lei 9.433, de 8 de janeiro

Leia mais

MINAS GERAIS Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos SEGRH: Desafios da implementação dos Planos de Bacia e Financiamento de projetos

MINAS GERAIS Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos SEGRH: Desafios da implementação dos Planos de Bacia e Financiamento de projetos MINAS GERAIS Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos SEGRH: Desafios da implementação dos Planos de Bacia e Financiamento de projetos Novembro de 2016 ESTRUTURA DO SINGREH FORMULAÇÃO DA

Leia mais

I PODER PÚBLICO 08 (oito) representantes titulares e respectivos suplentes pertencentes ao seguinte segmento:

I PODER PÚBLICO 08 (oito) representantes titulares e respectivos suplentes pertencentes ao seguinte segmento: Edital de Convocação do Processo Eleitoral para Preenchimento das Vagas ao Plenário do Comitê da Bacia Hidrográfica da Região do Médio Paraíba do Sul Quadriênio 2017-2021 O Conselho Estadual de Recursos

Leia mais

IV O COMITÊ GRAVATAÍ E A CONSTRUÇÃO DE SEU PLANO DE BACIA

IV O COMITÊ GRAVATAÍ E A CONSTRUÇÃO DE SEU PLANO DE BACIA IV- 076 - O COMITÊ GRAVATAÍ E A CONSTRUÇÃO DE SEU PLANO DE BACIA Paulo Robinson da Silva Samuel (1) Engenheiro atuando na área de Gestão Ambiental na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Presidente

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL PRSA 2ª 1 / 7 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 3.1 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 2 3.1.1 DIRETOR RESPONSÁVEL - RESOLUÇÃO 4.327/14... 2 3.1.2 COORDENADOR ESPONSÁVEL PRSA

Leia mais

EDITAL PROCESSO ELEITORAL COMPLEMENTAR CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCEDIMENTOS

EDITAL PROCESSO ELEITORAL COMPLEMENTAR CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCEDIMENTOS EDITAL PROCESSO ELEITORAL COMPLEMENTAR CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROCEDIMENTOS 1. Abrangência Estas normas orientam a realização do Fórum Estadual Complementar do Rio de Janeiro,

Leia mais

Indicadores de Belo Monte

Indicadores de Belo Monte Indicadores de Belo Monte Controle Social 2 de 6 Avaliação sobre o envolvimento de espaços de participação social na implementação do saneamento básico Município Situação em fevereiro de 2015 Situação

Leia mais

PLANO DE APLICAÇÃO RECEITAS DESCRIÇÃO VALORES PERCENTUAIS ESCLARECIMENTOS DESPESAS

PLANO DE APLICAÇÃO RECEITAS DESCRIÇÃO VALORES PERCENTUAIS ESCLARECIMENTOS DESPESAS PLANO DE APLICAÇÃO - 2011 RECEITAS DESCRIÇÃO VALORES PERCENTUAIS ESCLARECIMENTOS 1- Valor do repasse do Contrato de Gestão IGAM 2010 R$ 8.000.000,00 100% R$ 8.000.000,00 100% Instrumento Legal: Contrato

Leia mais

Estratégias e desafios de implementação dos ODS: o olhar da Comissão Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Estratégias e desafios de implementação dos ODS: o olhar da Comissão Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável Presidência da República Secretaria de Governo Secretaria Nacional de Articulação Social Estratégias e desafios de implementação dos ODS: o olhar da Comissão Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

O Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos - SP -SIGRH-

O Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos - SP -SIGRH- O Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos - SP -SIGRH- Walter Tesch e-mail: wtesch@sp.gov.br E-mail: walter.tesch65@gmail.com Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos Coordenadoria

Leia mais

COBRANÇA PELO USO DE RECURSOS HÍDRICOS

COBRANÇA PELO USO DE RECURSOS HÍDRICOS COBRANÇA PELO USO DE RECURSOS HÍDRICOS Renata Maria de Araújo Belo Horizonte, agosto de 2014. Caracterização Hidrográfica do Estado de Minas Gerais Gestão dos Recursos Hídricos em Minas Gerais Comitês

Leia mais

POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, AUTOMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO DAS EMPRESAS ELETROBRAS. 2ª Versão

POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, AUTOMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO DAS EMPRESAS ELETROBRAS. 2ª Versão POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, AUTOMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO DAS EMPRESAS ELETROBRAS 2ª Versão Sumário 1 Objetivo... 3 2 Conceitos... 3 3 Princípios... 4 4 Diretrizes... 5 5 Responsabilidades... 5

Leia mais

REGULAMENTO 9 CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA DO PARANÁ (9 COREP) CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO 9 CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA DO PARANÁ (9 COREP) CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS REGULAMENTO 9 CONGRESSO REGIONAL DA PSICOLOGIA DO PARANÁ (9 COREP) CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - São objetivos do 9 Congresso Regional da Psicologia do Paraná: a) Promover a organização e mobilização

Leia mais

PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO 2016-207 São Luís 2016 1 INTRODUÇÃO O plano de ações da CPA define os rumos dos trabalhos que serão desenvolvidas pela

Leia mais

Projeto de Fortalecimento de Capacidades para o DHL CNM/PNUD TERMO DE REFERÊNCIA (Nº )

Projeto de Fortalecimento de Capacidades para o DHL CNM/PNUD TERMO DE REFERÊNCIA (Nº ) Projeto de Fortalecimento de Capacidades para o DHL CNM/PNUD TERMO DE REFERÊNCIA (Nº 13.2010) REALIZAÇÃO DE OFICINAS TÉCNICAS PARA VALIDAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADES DA SOCIEDADE CIVIL E ELABORAÇÃO

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR PROCESSO ELEITORAL CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE MINAS GERAIS PROCEDIMENTOS

EDITAL COMPLEMENTAR PROCESSO ELEITORAL CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE MINAS GERAIS PROCEDIMENTOS EDITAL COMPLEMENTAR PROCESSO ELEITORAL CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE MINAS GERAIS PROCEDIMENTOS 1. Abrangência Estas normas orientam a realização do Fórum Estadual Complementar de Minas Gerais,

Leia mais

PROPOSTA DE EXECUÇÃO DE PLANO DE AÇÃO. Continuação dos Projetos Hidroambientais das Bacias dos Ribeirões Arrudas e Onça e do Ribeirão da Mata

PROPOSTA DE EXECUÇÃO DE PLANO DE AÇÃO. Continuação dos Projetos Hidroambientais das Bacias dos Ribeirões Arrudas e Onça e do Ribeirão da Mata PROPOSTA DE EXECUÇÃO DE PLANO DE AÇÃO Continuação dos Projetos Hidroambientais das Bacias dos Ribeirões Arrudas e Onça e do Ribeirão da Mata 1 - INTRODUÇÃO Durante o ano de 2012, foram contratados, entre

Leia mais

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do OBJETIVO Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental no âmbito do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC DOCUMENTOS DE

Leia mais

DECRETO Nº , DE 13 DE MARÇO DE

DECRETO Nº , DE 13 DE MARÇO DE DECRETO Nº 22.787, DE 13 DE MARÇO DE 2002 1 Dispõe sobre a regulamentação do Conselho de Recursos Hídricos do Distrito Federal e dá outras providências. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA DE VOTORANTIM / SP

PLANO MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA DE VOTORANTIM / SP PLANO MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA DE VOTORANTIM / SP 1ª Conferência - março de 2016 tema: lançamento do processo de elaboração do Plano O QUE É MOBILIDADE URBANA? Mobilidade é a forma de deslocamento

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Diretoria Regional Brasília Programa de Educação, Cultura e Saúde

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Diretoria Regional Brasília Programa de Educação, Cultura e Saúde FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ Diretoria Regional Brasília Programa de Educação, Cultura e Saúde Edital de seleção Bolsista de Extensão e Iniciação Científica Júnior A Diretoria Regional da Fundação Oswaldo Cruz

Leia mais

TREVISAN ESCOLA SUPERIOR DE NEGÓCIOS REGULAMENTO. Núcleo de Apoio Psicopedagógico - NAP

TREVISAN ESCOLA SUPERIOR DE NEGÓCIOS REGULAMENTO. Núcleo de Apoio Psicopedagógico - NAP TREVISAN ESCOLA SUPERIOR DE NEGÓCIOS REGULAMENTO Núcleo de Apoio Psicopedagógico - NAP SÃO PAULO 2015 4 Sumário 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 5 2. FINALIDADE E OBJETIVOS DO NAP... 5 3. ATUAÇÃO DO NAP...

Leia mais

4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO

4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO 4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO A planilha de atendimento às metas do projeto é apresentada na sequência. Metas Proporcionar os elementos necessários para que seja definido o processo

Leia mais

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições:

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições: PRORROGAÇÃO DO EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROJETO CVDS Manaus, 24 de Novembro de 2014. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO O Centro Vocacional para o Desenvolvimento Sustentável (CVDS), trata-se de um projeto piloto

Leia mais

II OFICINA DE PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOIS RIOS

II OFICINA DE PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOIS RIOS RELATÓRIO II OFICINA DE PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO DO COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOIS RIOS Auditório do Hotel Bucsky Nova Friburgo/RJ, 06 de junho de 2017 MODERADOR: SÉRGIO CORDIOLI II OFICINA

Leia mais

ÜÍFERO GUARANI. MESA REDONDA Projeto Sistema Aqüífero Guarani II SIMPÓSIO DE HIDROGEOLOGIA DO SUDESTE

ÜÍFERO GUARANI. MESA REDONDA Projeto Sistema Aqüífero Guarani II SIMPÓSIO DE HIDROGEOLOGIA DO SUDESTE PROJETO DE PROTEÇÃO AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO SISTEMA AQÜÍ ÜÍFERO GUARANI MESA REDONDA Projeto Sistema Aqüífero Guarani II SIMPÓSIO DE HIDROGEOLOGIA DO SUDESTE Júlio Thadeu da S. Kettelhut

Leia mais

EDITAL PROCESSO ELEITORAL COMPLEMENTAR CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE SÃO PAULO PROCEDIMENTOS

EDITAL PROCESSO ELEITORAL COMPLEMENTAR CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE SÃO PAULO PROCEDIMENTOS EDITAL PROCESSO ELEITORAL COMPLEMENTAR CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE SÃO PAULO PROCEDIMENTOS A Comissão responsável pela realização do Processo Eleitoral do CEIVAP quadriênio 2017/2021, no estado

Leia mais

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito Lei nº 345, de 21 de agosto de 2013. Nesta data, 21 de agosto de 2013, SANCIONO a presente Lei. Francisco das Chagas de Oliveira Silva PREFEITO MUNICIPAL Institui o Conselho Municipal de Desenvolvimento

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 01/2017 CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO PARA ATUAR NO PROGRAMA ERVA-MATE UMA CULTURA ABERTA PROJETO ERVA-MATE NA MESA SAÚDE PARA A VIDA

EDITAL DE SELEÇÃO 01/2017 CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO PARA ATUAR NO PROGRAMA ERVA-MATE UMA CULTURA ABERTA PROJETO ERVA-MATE NA MESA SAÚDE PARA A VIDA EDITAL DE SELEÇÃO 01/2017 CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO PARA ATUAR NO PROGRAMA ERVA-MATE UMA CULTURA ABERTA PROJETO ERVA-MATE NA MESA SAÚDE PARA A VIDA O Presidente da Fundação Alto Taquari de Educação Rural

Leia mais

O Processo Participativo na Elaboração do PLANSAB

O Processo Participativo na Elaboração do PLANSAB 1º. Seminário Franco-Brasileiro Sobre Saúde Ambiental Água, Saúde e Desenvolvimento O Processo Participativo na Elaboração do PLANSAB Ernani Ciríaco de Miranda Gerente de Projetos Especialista em Infraestrutura

Leia mais

PLHIS RIO PROCESSO PARTICIPATIVO DO PLHIS

PLHIS RIO PROCESSO PARTICIPATIVO DO PLHIS Plano Local de Habitação de Interesse Social PLHIS RIO PROCESSO PARTICIPATIVO DO PLHIS Processo Participativo O Plano Local de Habitação de Interesse Social deverá ser construído com a participação da

Leia mais

(Publicada no D.O.U em 30/07/2009)

(Publicada no D.O.U em 30/07/2009) MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS RESOLUÇÃO N o 100, DE 26 DE MARÇO DE 2009 (Publicada no D.O.U em 30/07/2009) Define os procedimentos de indicação dos representantes do

Leia mais

Caderno de Oficina. Aprofundando Conhecimentos Construindo Planos de Segurança Alimentar e Nutricional nos Municípios Paulistas e Paranaenses

Caderno de Oficina. Aprofundando Conhecimentos Construindo Planos de Segurança Alimentar e Nutricional nos Municípios Paulistas e Paranaenses Caderno de Oficina Aprofundando Conhecimentos Construindo Planos de Segurança Alimentar e Nutricional nos Municípios Paulistas e Paranaenses UNESP-UFPR-USP Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA4007 EDITAL Nº 02/2010 1. Perfil: 1 3. Qualificação educacional: Pós-graduação em Turismo, Administração ou Marketing 4. Experiência profissional:

Leia mais

REGIÃO HIDROGRÁFICA BAIXO PARAÍBA DO SUL

REGIÃO HIDROGRÁFICA BAIXO PARAÍBA DO SUL Edital de Convocação do Processo Eleitoral para Composição do Plenário do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Paraíba do Sul Biênio 2011-2013 O Comitê de Bacia da Região Hidrográfica, instituído pelo

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Regente Feijó 08/08

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Regente Feijó 08/08 P D E P P Plano de Desenvolvimento Econômico Regional e Local para os Municípios do Pontal do Paranapanema APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Regente Feijó 08/08 Sumário 1. Motivação 2. Viabilização do projeto

Leia mais

Maria do Socorro Mendes Rosa Técnica Recursos Hídricos AESA

Maria do Socorro Mendes Rosa Técnica Recursos Hídricos AESA Maria do Socorro Mendes Rosa Técnica Recursos Hídricos AESA SERHMACT Formula política CERH Deliberativo e consultivo SINGREH AESA Órgão gestor CBHs Gestão participativa Descentralizada Ø O Conselho Estadual

Leia mais

DIRETRIZES de Ação OFICINA I MANTIQUEIRA

DIRETRIZES de Ação OFICINA I MANTIQUEIRA DIRETRIZES de Ação OFICINA I MANTIQUEIRA 1. Implementação da trilha de longa distância que liga Monte Verde (SP) à Itatiaia (RJ), apelidada trans Mantiqueira. (Ver dissertação de mestrado do gestor Waldir

Leia mais

IV CONFERÊNCIA INTERMUNICIPALDE POLÍTICAS PARA AS MULHERES MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA- PARANÁ Mais direitos, participação e poder para as mulheres

IV CONFERÊNCIA INTERMUNICIPALDE POLÍTICAS PARA AS MULHERES MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA- PARANÁ Mais direitos, participação e poder para as mulheres REGULAMENTO Capítulo I Da Conferência Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade definir regras gerais de funcionamento da IV Conferência Intermunicipalde Políticas para as Mulherese estabelecer

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Política de Capacitação dos Servidores da UTFPR PREÂMBULO

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Política de Capacitação dos Servidores da UTFPR PREÂMBULO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Política de Capacitação dos Servidores da UTFPR PREÂMBULO 1ª - A Administração Federal, atenta à necessidade de capacitação e qualificação

Leia mais

REDE DE AVALIAÇÃO E CAPACITAÇÃO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DOS PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS. Secretaria Nacional de Programas Urbanos

REDE DE AVALIAÇÃO E CAPACITAÇÃO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DOS PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS. Secretaria Nacional de Programas Urbanos REDE DE AVALIAÇÃO E CAPACITAÇÃO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DOS PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS OBJETIVOS DA REDE Mobilizar atores sociais e pesquisadores para avaliação dos Planos Diretores Participativos elaborados,

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA PROCESSO ELEITORAL CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE MINAS GERAIS

PROCEDIMENTOS PARA PROCESSO ELEITORAL CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE MINAS GERAIS PROCEDIMENTOS PARA PROCESSO ELEITORAL CEIVAP QUADRIÊNIO 2017/2021 ESTADO DE MINAS GERAIS 1. Abrangência Estas normas orientam a realização do Fórum Estadual de Minas Gerais, encontro que definirá os representantes

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS. Para conhecer e divulgar!

PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS. Para conhecer e divulgar! PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS Para conhecer e divulgar! PLANO ESTADUAL DE RECURSOS HÍDRICOS Apresentação O Acre é banhado por inúmeros rios, com diferentes formas e volumes de água. A utilização

Leia mais

Controle Social no Plano Municipal de SaneamentoBásico

Controle Social no Plano Municipal de SaneamentoBásico Controle Social no Plano Municipal de SaneamentoBásico Seminário Política e Planejamento do Saneamento Básico na Bahia - 2015 Maria Consuelo Bomfim Brandão Funasa/Suest-BA Saneamento básico -controle social

Leia mais

Conselhos de Saúde (participação social) Teleconsultora Enfermeira Mabel Magagnin Possamai

Conselhos de Saúde (participação social) Teleconsultora Enfermeira Mabel Magagnin Possamai apresentam Conselhos de Saúde (participação social) Teleconsultora Enfermeira Mabel Magagnin Possamai Os Conselhos de Saúde são órgãos colegiados deliberativos de caráter permanente, com funções de formular

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE EVANGÉLICA DE GOIANÉSIA TÍTULO I DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO DA COMISSÃO Art. 1º - O presente Regulamento Interno

Leia mais

COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIABANHA E DAS SUB-BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PAQUEQUER E PRETO

COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIABANHA E DAS SUB-BACIAS HIDROGRÁFICAS DOS RIOS PAQUEQUER E PRETO ANEXO - RESOLUÇÃO CBH-PIABANHA Nº 40, DE 20 DE JUNHO DE 2017 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL PARA COMPOSIÇÃO DO PLENÁRIO DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PIABANHA E SUB-BACIAS HIDROGRÁFICAS

Leia mais

Resolução Nº 02/2017

Resolução Nº 02/2017 Resolução Nº 02/2017 Define o Regimento Interno para o Processo Eleitoral do Comitê Gravataí/RS Biênio 2017-2019. A Plenária do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí/RS, na data

Leia mais

Subcomitê do Sistema Lagunar de Jacarepaguá do CBH-BG

Subcomitê do Sistema Lagunar de Jacarepaguá do CBH-BG EDITAL Convocação do Processo Eleitoral para composição do Plenário do Subcomitê do Sistema Lagunar de Jacarepaguá SCSLJ. Mandato 28 de novembro de 2013 a 27 de novembro de 2015 Considerando a plenária

Leia mais

EDITAL Nº 8/2009 CONCURSO PARA ESCOLHA DA LOGOMARCA DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA

EDITAL Nº 8/2009 CONCURSO PARA ESCOLHA DA LOGOMARCA DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA EDITAL Nº 8/2009 CONCURSO PARA ESCOLHA DA LOGOMARCA DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba - CBH-Paranaíba, tendo por base legal a Lei nº 9.433,

Leia mais

REGULAMENTO CONFERÊNCIA DISTRITAL DE SAÚDE

REGULAMENTO CONFERÊNCIA DISTRITAL DE SAÚDE CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE CURITIBA 11ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CURITIBA REGULAMENTO CONFERÊNCIA DISTRITAL DE SAÚDE Curitiba / 2011 APROVADO NA 5ª REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CONSELHO MUNICIPAL

Leia mais

5ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL DE MINAS GERAIS MINUTA DE REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I.

5ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL DE MINAS GERAIS MINUTA DE REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I. MINUTA DE REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I Dos Objetivos Art. 1º - Este regimento tem como objetivo orientar a realização da 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (SANS)

Leia mais

PIUMA RS PLANO DIRETOR DE IRRIGAÇÃO NO CONTEXTO DOS USOS MÚLTIPLOS DA ÁGUA PARA O RIO GRANDE DO SUL. O Processo de Construção do PIUMA-RS

PIUMA RS PLANO DIRETOR DE IRRIGAÇÃO NO CONTEXTO DOS USOS MÚLTIPLOS DA ÁGUA PARA O RIO GRANDE DO SUL. O Processo de Construção do PIUMA-RS PIUMA RS PLANO DIRETOR DE IRRIGAÇÃO NO CONTEXTO DOS USOS MÚLTIPLOS DA ÁGUA PARA O RIO GRANDE DO SUL O Processo de Construção do PIUMA-RS Resultados e Consequências Plano Diretor de Irrigação no Contexto

Leia mais

Edital de Convocação do Processo Eleitoral para Composição do Plenário do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Paraíba do Sul - Biênio

Edital de Convocação do Processo Eleitoral para Composição do Plenário do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Paraíba do Sul - Biênio Edital de Convocação do Processo Eleitoral para Composição do Plenário do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Paraíba do Sul - Biênio 2013-2015 O Comitê de Bacia da Região Hidrográfica do BAIXO PARAÍBA

Leia mais

Conselhos e Conferências Nacionais

Conselhos e Conferências Nacionais Conselhos e Conferências Nacionais Conferências Nacionais Caro prefeito e cara prefeita, As conferências constituem importantes instrumentos de participação popular na construção e acompanhamento de políticas

Leia mais

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI PDI Plano de Desenvolvimento Institucional 2005-2009 6 AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI 6. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Coordenação: Maria Helena Krüger Diretora de Desenvolvimento

Leia mais

REVISÃO DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS METODOLOGIA DA VERTENTE REGIONAL I INTRODUÇÃO:

REVISÃO DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS METODOLOGIA DA VERTENTE REGIONAL I INTRODUÇÃO: REVISÃO DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS METODOLOGIA DA VERTENTE REGIONAL I INTRODUÇÃO: O Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) está em processo de revisão e atualização, conforme previsto na

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA CODT 03 (AM) Uma Vaga TERMO DE REFERÊNCIA (TR) Prestação de serviço técnico especializado, modalidade de consultoria

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Título do Projeto: Aprimoramento da sistemática de

Leia mais

CÂMARA TÉCNICA DE MONITORAMENTO HIDROLÓGICO - CTMH

CÂMARA TÉCNICA DE MONITORAMENTO HIDROLÓGICO - CTMH TALK SHOW SISTEMA CANTAREIRA UM MAR DE DESAFIOS CÂMARA TÉCNICA DE MONITORAMENTO HIDROLÓGICO - CTMH Campinas, 18 de maio 2012 Eng. Astor Dias de Andrade Departamento de Águas e Energia Elétrica - DAEE CÂMARA

Leia mais

COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOIS RIOS

COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOIS RIOS Edital de Convocação do Processo Eleitoral para Composição do Plenário do Comitê de Bacia da Região Hidrográfica Rio Dois Rios Biênio 2017/2018 CBH RIO DOIS RIOS O Plenário do Comitê de Bacia da Região

Leia mais

Instituto de Engenharia do Paraná ABES-PR Setembro -2016

Instituto de Engenharia do Paraná ABES-PR Setembro -2016 Instituto de Engenharia do Paraná ABES-PR Setembro -2016 Prof. Msc. Pedro Luís Prado Franco Legislação Ambiental e de Recursos Política Nacional de Meio Ambiente (Lei 6.938/1981) Instrumentos: Padrões

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 26, de 08 de novembro de 2011.

DELIBERAÇÃO Nº 26, de 08 de novembro de 2011. DELIBERAÇÃO Nº 26, de 08 de novembro de 2011. Dispõe sobre normas, procedimentos e critérios para o processo de escolha e indicação dos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba para a gestão

Leia mais

Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de julho de 2014

Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de julho de 2014 R E L A Ç Õ E S D O T R A B A L H O Órgão Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Representação Efetiva Grupo de Trabalho Tripartite para Implementação da Agenda Nacional de Trabalho Decente Representante

Leia mais

RECURSOS FLORESTAIS E HÍDRICOS NA RMC

RECURSOS FLORESTAIS E HÍDRICOS NA RMC CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DAS BACIAS PCJ RECURSOS FLORESTAIS E HÍDRICOS NA RMC Secretaria Executiva DIFERENÇAS ENTRE: COMITÊ DE BACIA, AGÊNCIA DE ÁGUA E CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL CONCEITO DE COMITÊ DE BACIA

Leia mais

A CONASQ e o Processo de Negociação Intergovernamental para Elaboração da Convenção de Minamata

A CONASQ e o Processo de Negociação Intergovernamental para Elaboração da Convenção de Minamata A CONASQ e o Processo de Negociação Intergovernamental para Elaboração da Convenção de Minamata Seminário de Atualização sobre o Mercúrio FUNDACENTRO-SP, 06 e 07 de agosto de 2013 Comissão Nacional de

Leia mais

Gastos relativos ao ano de 2014 II ENCONTRO DO CBHSF COM OS COMITÊS AFLUENTES Nº DE PARTICIPANTES PRINCIPAIS ASSUNTOS VALOR GLOBAL

Gastos relativos ao ano de 2014 II ENCONTRO DO CBHSF COM OS COMITÊS AFLUENTES Nº DE PARTICIPANTES PRINCIPAIS ASSUNTOS VALOR GLOBAL II ENCONTRO DO CBHSF COM OS COMITÊS AFLUENTES Nº DE PARTICIPANTES PRINCIPAIS ASSUNTOS VALOR GLOBAL EU VIRO CARRANCA PARA DEFENDER O VELHO CHICO Belo Horizonte/MG - Previsão climática para a Bacia Hidrográfica

Leia mais