OPQ Perfil OPQ. Relatório da Inteligência Emocional. Nome Sample Candidate. Data 23 Outubro

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OPQ Perfil OPQ. Relatório da Inteligência Emocional. Nome Sample Candidate. Data 23 Outubro"

Transcrição

1 OPQ Perfil OPQ Relatório da Inteligência Emocional Nome Sample Candidate Data

2 INTRODUÇÃO Este relatório descreve competências que são importantes para o desenvolvimento da Inteligência Emocional (IE), que pode ser definida como em que medida conhecemos os nossos sentimentos e emoções e os sentimentos e emoções das outras pessoas, e em que medida gerimos bem as nossas relações com os outros. Este relatório baseia-se nas suas respostas ao OPQ 32 que, tal como todos os inventários de auto-resposta, não é infalível. A precisão deste relatório depende da sinceridade com que respondeu às perguntas do OPQ32. Embora este relatório não deva ser entendido como definitivo, fornece um ponto de partida para que analise as necessidades de desenvolvimento essenciais ao sucesso, tanto ao seu pessoal como ao da organização em que trabalha. Este relatório foi estruturado de forma a fornecer um perfil rápido e fácil de interpretar. Baseia-se num resumo global das suas necessidades de desenvolvimento na área da Inteligência Emocional e em secções específicas relacionadas com as quatro competências chave. O modelo da IE utilizado para construir este relatório é o seguinte: Emocional Sample Candidate 2 de 8

3 Resumo dos dados sobre Inteligência Emocional (IE) Necessidades de Oportunidade de Pontos Fortes Inteligência Emocional A sua classificação global coloca-o(a) num nível mediano quanto à IE, apontando para uma oportunidade de desenvolvimento. O quadro seguinte resume as necessidades de desenvolvimento nas quatro competências específicas da IE. A forma como trabalha com os outros depende, claro, da forma como compreende as suas próprias emoções, pelo que é importante fazer referência a ambos os conjuntos de competências ao considerar as suas necessidades de desenvolvimento em termos de Inteligência Emocional. IE - Área de Competência Necessidades de Oportunidade de Pontos Fortes Gerir Sentimentos Sentimentos e Emoções Insight Pessoal Gerir Relações Empatia Desenvoltura Social Emocional Sample Candidate 3 de 8

4 Gerir Sentimentos Competência Necessidades de Oportunidade de Pontos Fortes Sentimentos e Emoções Insight Pessoal Sentimentos e Emoções Os seus resultados sugerem que, embora tenha a capacidade para canalizar positivamente as suas emoções, há alturas em que considera difícil fazê-lo e ocasiões em que a forma como partilhou com os outros os seus sentimentos poderia ter tido um impacto mais positivo. Quando sente que as coisas não estão a progredir, quando se preocupa com a forma como as situações se podem inverter ou quando tem problemas com as outras pessoas, como expressa as emoções que está a sentir? Arranja tempo e espaço para que as emoções estabilizem e pensa como e quando pode partilhar os seus sentimentos de forma a obter um efeito positivo? Quão aberto(a) é com os outros em relação aos seus sentimentos? Se é uma pessoa que gosta de expressar abertamente os seus sentimentos, tem consciência do impacto que tem nos outros quando o faz? Se é uma pessoa mais reservada quanto à partilha dos seus sentimentos, já pensou em formas de partilhar emoções de forma construtiva para o(a) ajudar a fortalecer relações, e nas oportunidades que pode estar a perder de encorajar os outros a partilhar pensamentos e sentimentos consigo? Insight Pessoal Embora tenha a capacidade para efectuar mudanças a nível pessoal, se assim o desejar, os seus resultados também sugerem que necessita de reflectir sobre como manter-se comprometido(a) com essas mudanças e como lidar com as frustrações que podem ocorrer durante o seu desenvolvimento pessoal. Acha que tende a agir antes de ter pensado atentamente sobre as consequências dos seus actos? Houve ocasiões recentes em que o facto de ter pensado antes de agir possa ter conduzido a um resultado mais positivo e/ou ter permitido uma melhor gestão das emoções envolvidas na resolução da questão? Pense nessas ocasiões e considere em que medida o facto de ter reflectido sobre os seus próprios sentimentos antes de agir pode tê-lo(a) ajudado e como pode aplicar este conhecimento no futuro. É uma pessoa que tem dificuldade em manter-se motivada ou empenhada em cumprir um plano de acção quando as situações se tornam difíceis ou frustrantes? A sua experiência passada em termos de estabelecimento de objectivos faz com que evite objectivos desafiantes? Como se adapta à mudança? Encara a mudança como algo motivante ou desmotivante? Porquê? As pessoas que conhece atingem os objectivos a que se propõem, conseguem superar obstáculos e parecem adaptar-se bem à mudança? Já discutiu estas questões com elas? Que ideias é que surgiram desse debate? Emocional Sample Candidate 4 de 8

5 Gerir Sentimentos O que é que actualmente já faço? Gerir Sentimentos - Que mais posso fazer? Emocional Sample Candidate 5 de 8

6 Gerir Relações Competência Necessidades de Oportunidade de Pontos Fortes Empatia Desenvoltura Social Empatia Embora se disponibilize para ouvir as pessoas e saber o que pensam, o impacto que causa nos outros poderia ser reforçado se reflectisse na forma como interage com as pessoas. Reflicta sobre o modo como responde aos outros quando expressam opiniões ou pontos de vista, particularmente se estes contradizem as suas ideias ou os seus sentimentos em relação ao assunto em questão. Quando sentir que é necessário tomar uma decisão, pense sobre a forma como tenta equilibrar a recolha das opiniões dos outros com a necessidade de decidir. Pode pensar num caso concreto que tenha presenciado, em que esse equilíbrio tenha sido eficazmente conseguido. Tenha em consideração se é consistente no tempo que disponibiliza para os outros. A forma como lida com os outros varia de pessoa para pessoa? Porque será que o seu estilo varia quando lida com as pessoas? Será devido ao tipo de assunto em discussão, à forma como foi levantado ou ao tipo de pessoa envolvido? Pense que prestar atenção aos sentimentos, preocupações e perspectivas das outras pessoas pode ajudar a gerir o tempo que dedica a essa pessoa e aumentar tanto a sua satisfação como a dela relativamente ao tempo que passam juntas. Desenvoltura Social Embora seja uma pessoa sociável e próxima dos outros, pode necessitar de algum tempo para se adaptar a novos grupos ou pessoas. O resultado obtido na área dos Sentimentos e Emoções (S&E) mostra o quão desconfortável se sente quando conhece novas pessoas ou quando inicia o envolvimento com um grupo: quanto mais baixo é o resultado, maior é o sentimento de desconforto. Se a pontuação em S&E é baixa, siga as sugestões apresentadas nesta área sobre como gerir as suas preocupações, de forma a ter tempo para se adaptar às situações e a permitir que surjam emoções mais positivas. Compare as situações em que se sente à vontade com os outros com as situações em que isto não acontece. É-lhe possível transferir os sentimentos positivos que tem nas situações em que está à vontade para as situações em que se sente menos confortável? Nas situações em que se sente mais desconfortável, permite-se a si próprio(a) relaxar e ajustar-se às pessoas com quem está, dando-lhes tempo para que elas também se adaptem a si? Emocional Sample Candidate 6 de 8

7 Gerir Relações - O que é que actualmente já faço? Gerir Relações - Que mais posso fazer? Emocional Sample Candidate 7 de 8

8 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO Este Perfil baseia-se nas seguintes fontes de informação para Sample Candidate: Questionário / Teste de Aptidão OPQ32r UK English v1 (Std Inst) Grupo de Comparação OPQ32r Inglês do Reino Unido Finanças e Seguros 2011 (IND) SECÇÃO DE DADOS PESSOAIS Nome Dados do Candidato Relatório Sample Candidate RP1=9, RP2=7, RP3=3, RP4=10, RP5=1, RP6=6, RP7=9, RP8=7, RP9=4, RP10=6, TS1=3, TS2=2, TS3=5, TS4=9, TS5=8, TS6=4, TS7=6, TS8=5, TS9=1, TS10=7, TS11=2, TS12=3, FE1=9, FE2=10, FE3=4, FE4=6, FE5=4, FE6=2, FE7=8, FE8=9, FE9=4, FE10=6, CNS=3 Emocional v2.0 RE SOBRE O RELATÓRIO Este relatório foi elaborado pelo Online Assessment System da SHL. Inclui informação sobre o Inventário de Comportamentos Profissionais (OPQ32). Este inventário só pode ser utilizado por pessoas formadas para a sua utilização e interpretação. O relatório aqui apresentado foi elaborado a partir dos resultados de um inventário respondido por uma pessoa e reflecte fundamentalmente as respostas dadas pelo(a) próprio(a). Devem ser tomadas em consideração as limitações inerentes a todos os questionários de auto-avaliação ao fazer-se a interpretação destes resultados. Este relatório foi elaborado por um sistema electrónico e o utilizador do programa pode introduzir alterações e acrescentar informações ao texto elaborado automaticamente. O Grupo SHL Limited e seus associados não podem garantir que o conteúdo corresponde exclusivamente ao texto elaborado automaticamente. Não podemos aceitar qualquer responsabilidade pelas consequências da utilização deste relatório e isto inclui responsabilidade de qualquer tipo (incluindo negligência) pelos seus conteúdos. SHL e OPQ são marcas registadas do SHL Group Limited, registado no Reino Unido e em outros países. Este relatório foi produzido pela SHL para utilização pelos seus clientes e o seu conteúdo é propriedade intelectual da SHL. Como tal, a SHL permite ao cliente a reprodução, distribuição, correcção e arquivo deste relatório apenas para uso interno e não comercial. Todos os outros direitos da SHL são reservados. Emocional Sample Candidate 8 de 8

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Inteligência Emocional. Nome Sample Candidate. Data 23 outubro

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Inteligência Emocional. Nome Sample Candidate. Data 23 outubro OPQ Perfil OPQ Relatório de Inteligência Emocional Nome Sample Candidate Data www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório descreve as competências-chave para o da Inteligência Emocional (IE), que se pode

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Feedback de Candidato. Nome Sample Candidate. Data 21 maio

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Feedback de Candidato. Nome Sample Candidate. Data 21 maio OPQ Perfil OPQ Relatório de Feedback de Candidato Nome Sample Candidate Data 21 maio 2014 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório é confidencial e destina-se exclusivamente à pessoa que respondeu o questionário.

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório para Maximizar a Aprendizagem. Nome Sample Candidate. Data 1 Outubro 2013. www.ceb.shl.com

OPQ Perfil OPQ. Relatório para Maximizar a Aprendizagem. Nome Sample Candidate. Data 1 Outubro 2013. www.ceb.shl.com OPQ Perfil OPQ Relatório para Maximizar a Aprendizagem Nome Sample Candidate Data www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO A aprendizagem individual é cada vez mais encarada como sendo importante no desenvolvimento

Leia mais

Testes Verify Relatório para o Candidato. Nome: Sr. Exemplo

Testes Verify Relatório para o Candidato. Nome: Sr. Exemplo Testes Verify Relatório para o Candidato Nome: Sr. Exemplo Data: 16 Julho 2012 Introdução Este relatório fornece-lhe algum feedback sobre o testes de aptidões que concluiu recentemente. Os testes a que

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório para o Gestor (Plus) Nome Sample Candidate. Data 18 Outubro

OPQ Perfil OPQ. Relatório para o Gestor (Plus) Nome Sample Candidate. Data 18 Outubro OPQ Perfil OPQ Relatório para o Gestor (Plus) Nome Sample Candidate Data 18 Outubro 2013 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório destina-se a ser utilizado por gestores e profissionais de Recursos Humanos,

Leia mais

OPQ Perfi l OPQ. Relatório para as Vendas. Nome Sra. Exemplo 3

OPQ Perfi l OPQ. Relatório para as Vendas. Nome Sra. Exemplo 3 OPQ Perfi l OPQ Relatório para as Vendas Nome Sra. Exemplo 3 Data 28 Agosto 2014 www.ceb.shl.com www.transformece.com.br INTRODUÇÃO O Relatório para as Vendas da SHL ajuda a compreender a adequação potencial

Leia mais

Relatório de Inteligência Emocional. Nome: Jane Smith

Relatório de Inteligência Emocional. Nome: Jane Smith Relatório de Inteligência Emocional Nome: Jane Smith Data: 8 maio 2008 Relatório de Inteligência Emocional (IE) Este relatório descreve as competências-chave para o da Inteligência Emocional (IE), que

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório para o Candidato. Nome Sample Candidate. Data 21 Maio 2014. www.ceb.shl.com

OPQ Perfil OPQ. Relatório para o Candidato. Nome Sample Candidate. Data 21 Maio 2014. www.ceb.shl.com OPQ Perfil OPQ Relatório para o Candidato Nome Sample Candidate Data 21 Maio 2014 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório é confidencial e destina-se a ser usado apenas pela pessoa que respondeu ao É-lhe

Leia mais

Profile Report. > Relatório de Estilos Comportamentais. Nome: Exemplo

Profile Report. > Relatório de Estilos Comportamentais. Nome: Exemplo Profile Report > Relatório de Estilos Comportamentais Nome: Exemplo Data: 08 de Maio 2008 Relatório de Estilos Comportamentais OPQ Introdução Este relatório foi elaborado para aquelas pessoas que já terminaram

Leia mais

CCSQ. Relatório do Manager - Funções que lidam com o cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 setembro

CCSQ. Relatório do Manager - Funções que lidam com o cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 setembro CCSQ Relatório do Manager - Funções que lidam com o cliente Nome Sample Candidate Data 23 setembro 2013 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório do SHL Manager lhe ajudará a estabelecer as chances de

Leia mais

CCSQ. Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 Setembro 2013. www.ceb.shl.com

CCSQ. Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 Setembro 2013. www.ceb.shl.com CCSQ Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente Nome Sample Candidate Data 23 Setembro 2013 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este Relatório para o Gestor ajuda a compreender a adequação potencial

Leia mais

OPQ. Relatório de Estilos Comportamentais. Nome Sample Candidate. Data 30 julho

OPQ. Relatório de Estilos Comportamentais. Nome Sample Candidate. Data 30 julho OPQ Relatório de Estilos Comportamentais Nome Sample Candidate Data 30 julho 2015 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório foi elaborado para aquelas pessoas que já terminaram o treinamento OPQ. Representa

Leia mais

> Relatório Tipos Comportamento em Equipa e Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample

> Relatório Tipos Comportamento em Equipa e Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample > Relatório Tipos Comportamento em Equipa e Estilos de Liderança Nome: Peter Sample Data: 14 Abril 2009 Tipos de Comportamento em Equipa Introdução Este relatório sintetiza os tipos de comportamento em

Leia mais

Relatório de Competências Universais. Nome: Exemplo

Relatório de Competências Universais. Nome: Exemplo Relatório de Competências Universais Nome: Exemplo Data: 8 maio 2008 INTRODUÇÃO Este relatório é destinado para uso de gestores e profissionais de RH. Ele resume como é o estilo preferido de Exemplo ou

Leia mais

> Perfil Tipos Comportamento em Equipa e Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample

> Perfil Tipos Comportamento em Equipa e Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample > Perfil Tipos Comportamento em Equipa e Estilos de Liderança Nome: Peter Sample Data: 14 Abril 2009 Tipos de Comportamento em Equipa Improvável que adopte Pode adoptar Provável que adopte Tipos de Comportamento

Leia mais

I Seminário Nacional RED Rendimento Escolar e Desenvolvimento

I Seminário Nacional RED Rendimento Escolar e Desenvolvimento Rendimento Escolar e Desenvolvimento Aferição do Questionário de Inteligência Emocional de Bar-On para estudantes do Ensino Básico Português Candeias, Diniz, Pires, Rebelo & Franco 17 novembro 2012 Universidade

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Competências Universais. Nome Sample Candidate. Data 18 Outubro 2013. www.ceb.shl.com

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Competências Universais. Nome Sample Candidate. Data 18 Outubro 2013. www.ceb.shl.com OPQ Perfil OPQ Relatório de Competências Universais Nome Sample Candidate Data 18 Outubro 2013 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório destina-se a ser utilizado por gestores e profissionais de Recursos

Leia mais

> Perfil de Montagem de Equipe e de Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample

> Perfil de Montagem de Equipe e de Estilos de Liderança. Nome: Peter Sample > Perfil de Montagem de Equipe e de Estilos de Liderança Nome: Peter Sample Data: 14 abril 2009 Tipos na equipe Pode adotar Provável que Tipos na equipe Coordenador Dinamizador Gerador de Idéias Finalizador

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Competência Universal. Nome Sr. Exemplo 2

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Competência Universal. Nome Sr. Exemplo 2 OPQ Perfil OPQ Relatório de Competência Universal Nome Sr. Exemplo 2 Data 16 outubro 2013 www.ceb.shl.com www.transformece.com.br INTRODUÇÃO Este relatório é destinado para uso de gestores e profissionais

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Competência Universal. Nome Sample Candidate. Data 20 setembro

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Competência Universal. Nome Sample Candidate. Data 20 setembro OPQ Perfil OPQ Relatório de Competência Universal Nome Sample Candidate Data 20 setembro 2013 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este relatório é destinado para uso de gestores e profissionais de RH. Ele resume

Leia mais

ஜ ஜ. Estamos juntos nessa caminhada! ஜ ஜ

ஜ ஜ. Estamos juntos nessa caminhada! ஜ ஜ ஜ ஜ É hora de acreditar em você novamente. É hora de se concentrar em seus pontos fortes e não em suas fraquezas. É hora de você lembrar o quão longe você já chegou. É hora de se dar uma pausa, e se reconectar

Leia mais

Auditoria DISC. Juan Prueba

Auditoria DISC. Juan Prueba Auditoria DISC Juan Prueba 26/03/2016 1 Introdução à metodologia D.I.S.C. Este relatório baseia-se na metodologia D.I.S.C. e o seu objectivo é o de ajudar aos processos de progressão e selecção. D.I.S.C.

Leia mais

Desafiar as Convenções

Desafiar as Convenções Código de Conduta Hiscox I. Valores Hiscox e Normas de Conduta Dinâmico Valores Respeito Determinado na decisão, atento na execução Perspicaz Integridade Fiéis à nossa palavra Essência Desafiar as Convenções

Leia mais

> Relatório de Vendas. Nome: Exemplo

> Relatório de Vendas. Nome: Exemplo > Relatório de Vendas Nome: Exemplo Data: 8 maio 2008 INTRODUÇÃO O Relatório de Vendas da SHL ajuda a compreender a adequação do potencial do Exemplo na função de vendas. Este relatório é baseado nos resultados

Leia mais

Relatório do teste de habilidade

Relatório do teste de habilidade Relatório do teste de habilidade Data: 22 junho 2010 Relatório do teste de habilidade Esse Relatório do teste de habilidade fornece as pontuações dos Testes de habilidade "Verify" do Sr. Exemplo. Se esses

Leia mais

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Learning Outcomes Matrix, English Version Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Compilado por: LMETB Título do módulo Perfil pessoal Matriz dos resultados da aprendizagem Nível introdutório

Leia mais

Estimado(a) professor(a),

Estimado(a) professor(a), Anexo I 165 166 Estimado(a) professor(a), Venho solicitar-lhe que responda ao presente questionário, que se destina a efectuar um trabalho de investigação que me propus realizar no âmbito da minha dissertação

Leia mais

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Liderança. Nome Toni Sample

OPQ Perfil OPQ. Relatório de Liderança. Nome Toni Sample OPQ Perfil OPQ Relatório de Liderança Nome Toni Sample Data 1 fevereiro 2014 www.ceb.shl.com www.transformece.com.br INTRODUÇÃO A estrutura utilizada neste relatório diferencia o gerenciamento e a liderança

Leia mais

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância Colégio Valsassina Modelo pedagógico do jardim de infância Educação emocional Aprendizagem pela experimentação Educação para a ciência Fatores múltiplos da inteligência Plano anual de expressão plástica

Leia mais

OPQ Relatório do Manager Plus

OPQ Relatório do Manager Plus OPQ Perfil OPQ Relatório do Manager Plus Nome Sra. Exemplo 2 Data 10 maio 2014 www.ceb.shl.com www.transformece.com.br INTRODUÇÃO Este relatório é destinado para uso de gerentes de linha e profissionais

Leia mais

Análise do Perfil Pessoal

Análise do Perfil Pessoal Análise do Perfil Pessoal Privado e Confidencial 17/03/2017 Sr. Thomas Sample I II III D 7 5 2 I 4 3 1 S 8 6 2 C 4 8-4 AUTO-IMAGEM - GRÁFICO III O Sr. Sample é, por natureza, exaustivo, amável e sincero.

Leia mais

Curso de Formação Inteligência Emocional

Curso de Formação Inteligência Emocional Curso de Formação Inteligência Emocional Objectivos Compreender as competências de inteligência emocional que são cruciais para o sucesso profissional Ter consciência das competências emocionais de cada

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AUTO AVALIAÇÃO EM ESTILOS DE NEGOCIAÇÃO (Gilles Amado)

QUESTIONÁRIO DE AUTO AVALIAÇÃO EM ESTILOS DE NEGOCIAÇÃO (Gilles Amado) QUESTIONÁRIO DE AUTO AVALIAÇÃO EM ESTILOS DE NEGOCIAÇÃO (Gilles Amado) Nas páginas seguintes, você encontrará 12 (doze) conjuntos de afirmações, versando sobre diferentes comportamentos numa situação de

Leia mais

COMO GERIR SEUS TALENTOS CRISE EM TEMPOS DE

COMO GERIR SEUS TALENTOS CRISE EM TEMPOS DE COMO GERIR SEUS TALENTOS CRISE EM TEMPOS DE? A força de trabalho é um dos principais ativos de uma empresa. Durante os períodos de crise, os colaboradores são atingidos por uma série de incertezas e preocupações

Leia mais

1º Ciclo. Competências Gerais do Ensino Básico

1º Ciclo. Competências Gerais do Ensino Básico 1º Ciclo Ao longo do 1º ciclo do Ensino Básico, todos os alunos devem desenvolver as competências gerais do Ensino Básico. Competências Gerais do Ensino Básico 1. Mobilizar saberes culturais, científicos

Leia mais

Proporcionar aos participantes a aquisição de aptidões específicas nos domínios da expressão/comunicação e das capacidades relacionais

Proporcionar aos participantes a aquisição de aptidões específicas nos domínios da expressão/comunicação e das capacidades relacionais Assertividade Formato do curso: Presencial Localidade: Lisboa Data: 07 Nov. 2016 a 08 Nov. 2016 Preço: 625 Horário: Laboral - 09h00-17h00 Nível: Intermédio Duração: 14 horas No final desta ação, os participantes

Leia mais

Ficha Resumida de Saúde do NHS

Ficha Resumida de Saúde do NHS Por favor leia atentamente este folheto. É importante que faça a sua escolha. Ficha Resumida de Saúde do NHS Os seus dados de saúde numa emergência Fichas Resumidas de Saúde O NHS vai introduzir (na Inglaterra)

Leia mais

FLEXIBILIDADE COMPORTAMENTAL

FLEXIBILIDADE COMPORTAMENTAL FLEXIBILIDADE COMPORTAMENTAL L I Ç Ã O E S T R A T É G I C A G R U P O D E F O C O M E N O S D E S C U L P A S M A I S R E S U L T A D O S. C O M Todos nós temos um conjunto de comportamentos que nos define

Leia mais

PROTOCOLO DAS QUESTÕES ABERTAS DOS QUESTIONÁRIOS

PROTOCOLO DAS QUESTÕES ABERTAS DOS QUESTIONÁRIOS PROTOCOLO DAS QUESTÕES ABERTAS DOS QUESTIONÁRIOS 1. Para mim o trabalho de Educação de Adultos é... Um trabalho muito enriquecedor, divertido, recompensador... uma experiência fantástica. Bastante gratificante

Leia mais

Cursos de Educação e Formação de Adultos

Cursos de Educação e Formação de Adultos Curso EFA B3: Jardinagem e Espaços Verdes Área de Competência: Cidadania e Empregabilidade Unidade de Competência: Organização Política dos Estados Democráticos Nome: Data: FICHA DE ACTIVIDADE N.º 1- UM

Leia mais

PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO

PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO PROGRAMA DE MÉTODOS E HÁBITOS DE ESTUDO MOTIVAR PARA O SUCESSO PRESSUPÕE INTERESSE, INVESTIMENTO, DISPONIBILIDADE, VONTADE, COMPETÊNCIA E ENVOLVIMENTO DE TODOS OS INTERVENIENTES NO PROCESSO EDUCATIVO!

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3ºCICLO DE LOUSADA. Avaliação Interna. Questionário ao Pessoal Não Docente

ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3ºCICLO DE LOUSADA. Avaliação Interna. Questionário ao Pessoal Não Docente ESCOLA SECUNDÁRIA COM 3ºCICLO DE LOUSADA Avaliação Interna Questionário ao Pessoal Não Docente O pessoal dos serviços de administração e gestão da escola e o pessoal auxiliar de acção educativa e guardas-nocturnos

Leia mais

Índice Potencial Motivador (IPM)

Índice Potencial Motivador (IPM) Índice Potencial Motivador (IPM) 1 INSTRUÇÕES Este questionário pretende ajudar a encontrar um modomais eficiente de desenhar os sistemas de trabalho, recolhendo para o efeito informação acerca da maneira

Leia mais

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012 JORNADAS DE REFLEXÃO 6 e 7 de Setembro 2012 Formação Científica Sólida BOM POFESSOR Competências Pedagógicas Envolvimento e Sucesso dos Alunos CONCEITO DE ANDRAGOGIA PEDAGOGIA ANDRAGOGIA Educação de Adultos

Leia mais

SESSÃO DE SENSIBILIZAÇÃO CAF

SESSÃO DE SENSIBILIZAÇÃO CAF SESSÃO DE SENSIBILIZAÇÃO CAF Melhorar as organizações públicas através da autoavaliação 30 de abril de 2012 Powerpoint Templates APRESENTAÇÃO Powerpoint Templates EQUIPA DE AUTOAVALIAÇÃO Nomes Setor da

Leia mais

Avaliação na primeira infância: Informação para os pais

Avaliação na primeira infância: Informação para os pais Avaliação na primeira infância: Informação para os pais 1 Síntese O quê e porquê Envolvimento dos pais Comparação entre a avaliação na primeira infância e a avaliação K-12 (do jardim de infância ao 12º

Leia mais

TESTE DE CODEPENDÊNCIA

TESTE DE CODEPENDÊNCIA TESTE DE CODEPENDÊNCIA Este é um teste para calcular o grau de codependência. Não é um substituto para avaliação profissional, mas uma ferramenta de autodiagnóstico. Anote em um papel as perguntas que

Leia mais

Burnout Plano de Ação

Burnout Plano de Ação I ENCONTRO DE CONSELHOS DE MEDICINA DE 2017 Burnout Plano de Ação Brasília, 15 a 17 de março de 2017 Emmanuel Fortes Silveira Cavalcanti 3º Vice-presidente Coordenador DEFIS O Que Fazer Para Melhorar a

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E PROTAGONISMO

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E PROTAGONISMO INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E PROTAGONISMO Qualquer um pode zangar-se isso é fácil. Mas zangar-se, com a pessoa certa, na medida certa, na hora certa, pelo motivo certo, e da maneira certa não é fácil. Aristóteles

Leia mais

Apresentação do programa (1)

Apresentação do programa (1) SERVIÇO DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO PROGRAMA DE PROMOÇÃO DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS 7º ANO 2014/2015 Apresentação do programa (1) Inspira-te! é um programa de intervenção para a Promoção de Competências Sociais,

Leia mais

Balanço de Competências

Balanço de Competências Balanço de Competências Modelo em Árvore de desenvolvimento de competências empreendedoras José Soares Ferreira Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste documento, ou de qualquer uma

Leia mais

Solteira, sem filhos, 22 anos, estudante e empresaria Estudante de Arquitetura e Urbanismo 2 anos 8 meses Entrei na Mk em Busca de uma renda extra,

Solteira, sem filhos, 22 anos, estudante e empresaria Estudante de Arquitetura e Urbanismo 2 anos 8 meses Entrei na Mk em Busca de uma renda extra, Solteira, sem filhos, 22 anos, estudante e empresaria Estudante de Arquitetura e Urbanismo 2 anos 8 meses Entrei na Mk em Busca de uma renda extra, já trabalhava com outras marcas, mas não tinha retorno!

Leia mais

Copyright FranklinCovey. Todos os direitos reservados. Sample2 Report2 06 Novembro 2014

Copyright FranklinCovey. Todos os direitos reservados. Sample2 Report2 06 Novembro 2014 Copyright FranklinCovey. Todos os direitos reservados. 6 Novembro 214 INTRODUÇÃO 6 NOVEMBRO 214 Parabéns por realizar o Assessment dos 7 Hábitos. Esta avaliação foi criada para ajudá-lo a ter uma vida

Leia mais

Consentimento Informado

Consentimento Informado Consentimento Informado Eu, Helena Rosado, aluna do Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde, na Universidade de Évora, estou a desenvolver, no âmbito da minha Dissertação de Mestrado, um estudo sobre

Leia mais

Centro Novas Oportunidades da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa

Centro Novas Oportunidades da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa Centro Novas Oportunidades da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa Rua Saraiva de Carvalho, nº41, 1269-099 Lisboa Tel: 21 114 89 00 Fax: 21 849 31 30 QUESTIONÁRIO IV Avaliação de Impacto (após 6 meses

Leia mais

Definição do Potencial. Potencial. Capacidade + Aspiração + Engajamento. Classificação do Potencial. Potencial 0 a 1 ano. Potencial 1 a 3 anos

Definição do Potencial. Potencial. Capacidade + Aspiração + Engajamento. Classificação do Potencial. Potencial 0 a 1 ano. Potencial 1 a 3 anos Não é POTENCIAL Definição do Potencial Potencial = Capacidade + Aspiração + Engajamento Classificação do Potencial Potencial 0 a 1 ano Potencial 1 a 3 anos Potencial Adequado Prontidão para ser promovido

Leia mais

Guia auto-avaliação segundo EFQM GUIA PARA A APLICAÇÃO DA METODOLOGIA EFQM NA AUTO-AVALIAÇÃO DE PROJECTOS EM PARCERIA

Guia auto-avaliação segundo EFQM GUIA PARA A APLICAÇÃO DA METODOLOGIA EFQM NA AUTO-AVALIAÇÃO DE PROJECTOS EM PARCERIA GUIA PARA A APLICAÇÃO DA METODOLOGIA EFQM NA AUTO-AVALIAÇÃO DE PROJECTOS EM PARCERIA 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. A METODOLOGIA EFQM E O QUESTIONÁRIO PARA AUTO- AVALIAÇÃO... 4 3. A METODOLOGIA EM PROJECTOS

Leia mais

ANEXO I. Assinale a resposta pretendida com um X. 1 Faixa Etária Menos de 30 anos De 30 a 40 De 41 a 50 Mais de 50 anos. 2 Género Masculino Feminino

ANEXO I. Assinale a resposta pretendida com um X. 1 Faixa Etária Menos de 30 anos De 30 a 40 De 41 a 50 Mais de 50 anos. 2 Género Masculino Feminino ANEXO I INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO Este questionário é composto por 33 questões e tem como propósito recolher informações sobre os fatores motivacionais e as suas incidências no quotidiano laboral. Este

Leia mais

Anexo I. Questionário. O meu nome é Maria Carolina Simões Neves e sou aluna do 4ºano do curso de Enfermagem na Universidade Fernando Pessoa.

Anexo I. Questionário. O meu nome é Maria Carolina Simões Neves e sou aluna do 4ºano do curso de Enfermagem na Universidade Fernando Pessoa. Anexo I Questionário O meu nome é Maria Carolina Simões Neves e sou aluna do 4ºano do curso de Enfermagem na Universidade Fernando Pessoa. Solicito-lhe que responda a algumas questões e se prenuncie sobre

Leia mais

> Relatório de Desenvolvimento de Equipe e Estilos de Liderança. Nome: Exemplo

> Relatório de Desenvolvimento de Equipe e Estilos de Liderança. Nome: Exemplo > Relatório de Desenvolvimento de Equipe e Estilos de Liderança Nome: Exemplo Data: 8 maio 2008 Tipos na equipe Introdução Este relatório sumariza os tipos de perfis presentes em equipes que Exemplo tende

Leia mais

Departamento Curricular de Línguas

Departamento Curricular de Línguas Escola Básica Integrada c/ji Fialho de Almeida- Cuba Departamento Curricular de Línguas Ano Lectivo de 2007/2008 Critérios de avaliação Em reunião de Departamento Curricular de Línguas e de acordo com

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS Hogan Assessment Systems Inc.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS Hogan Assessment Systems Inc. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL EQ A HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS Relatório para Sam Poole ID HC560419 Data 23, Fevereiro, 2017 2013 Hogan Assessment Systems Inc.

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOBRE OS VALORES PESSOAIS

QUESTIONÁRIO SOBRE OS VALORES PESSOAIS QUESTIONÁRIO SOBRE OS VALORES PESSOAIS Shalom H. Schwartz; Tradução e Adaptação: Menezes & Campos, 989 Recriação: Prioste, Narciso, & Gonçalves (00) Neste questionário deve perguntar-se a si próprio: "Que

Leia mais

Inventário e registo de substâncias Aplicação da Directiva SEVESO e do Regulamento REACH

Inventário e registo de substâncias Aplicação da Directiva SEVESO e do Regulamento REACH Inventário e registo de substâncias Aplicação da Directiva SEVESO e do Regulamento REACH Objectivo Esclarecer todos os colaboradores da Empresa, que participam na compra de matérias primas e produtos,

Leia mais

Guia Metodológico do Utilizador dos

Guia Metodológico do Utilizador dos Guia Metodológico do Utilizador dos Produtos @Risco Projecto desenvolvido por: Co-financiado por: O Projecto @Risco é co financiado pela Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho e é desenvolvido

Leia mais

Avaliação da Satisfação dos Clientes 2014

Avaliação da Satisfação dos Clientes 2014 Avaliação da Satisfação dos Clientes 2014 Sumário Avaliação da Satisfação dos Clientes 2014 Este relatório enquadra-se dentro dos objectivos previstos pelo normativo de certificação da qualidade ISO 9001:2008,

Leia mais

Estratégias Individuais de Promoção da Saúde Mental Positiva

Estratégias Individuais de Promoção da Saúde Mental Positiva Estratégias Individuais de Promoção da Saúde Mental Positiva Maria Teresa Lluch Canut Departamento de Enfermería de Salud Pública, Salud Mental y Materno-Infantil. Escuela de Enfermería. Universidad de

Leia mais

O relatório em Análise Sensorial Estilo e conteúdo. O relatório em Análise Sensorial. O relatório em Análise Sensorial. Background e objectivos

O relatório em Análise Sensorial Estilo e conteúdo. O relatório em Análise Sensorial. O relatório em Análise Sensorial. Background e objectivos Estilo e conteúdo A quem se destina o relatório? O relatório deve ser claro e facilmente compreendido pelo cliente. Que tipo de relatório é necessário? É conveniente começar com um resumo (sumário) Relatório

Leia mais

Introdução 5 MAFO 11. Escrita 27. Roda educativa 55. Janela de Johari 79. Escada de inferências 89. Linha do tempo 99. Mandala 111.

Introdução 5 MAFO 11. Escrita 27. Roda educativa 55. Janela de Johari 79. Escada de inferências 89. Linha do tempo 99. Mandala 111. ÍNDICE Introdução 5 MAFO 11 Escrita 27 Roda educativa 55 Janela de Johari 79 Escada de inferências 89 Linha do tempo 99 Mandala 111 Conclusão 123 Agradecimentos 127 Ferramentas de Coaching Educativo 12

Leia mais

DADOS DEMOGRÁFICOS: Favor complete os dados à seguir, para que possamos conhecer um pouco sobre você e sobre sua relação com o paciente.

DADOS DEMOGRÁFICOS: Favor complete os dados à seguir, para que possamos conhecer um pouco sobre você e sobre sua relação com o paciente. Numero de identificação: : local no pac. Satisfação da família com os cuidados na Unidade de Terapia Intensiva FS-ICU (24) Como vocês estão indo? Suas opiniões sobre a estadia recente de seu familiar na

Leia mais

ESBOÇO PARA UM CÓDIGO DE NORMAS DE CONDUTA DOS TRABALHADORES

ESBOÇO PARA UM CÓDIGO DE NORMAS DE CONDUTA DOS TRABALHADORES ESBOÇO PARA UM CÓDIGO DE NORMAS DE CONDUTA DOS TRABALHADORES Documento de trabalho para Discussão entre os trabalhadores, Conselho Técnico e Direcção 1 OBJECTIVO DO CÓDICO Organizar um quadro de referência

Leia mais

Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015

Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015 Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015 Sumário Avaliação da Satisfação dos Clientes 2015 Este relatório enquadra-se dentro dos objectivos previstos pelo normativo de certificação da qualidade ISO 9001:2008,

Leia mais

Anexo 1 Versão Provisória do Questionário. Questionário Corpo, Dança e Comunidade.

Anexo 1 Versão Provisória do Questionário. Questionário Corpo, Dança e Comunidade. Anexo 1 Versão Provisória do Questionário Questionário Corpo, Dança e Comunidade. Este questionário faz parte de um estudo de Doutorado em Dança associado à Faculdade de Motricidade Humana (Lisboa, Portugal)

Leia mais

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ

Promoção de Experiências Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Positivas Crianças e Jovens PEP-CJ Universidade do Minho Escola de Psicologia rgomes@psi.uminho.pt www.psi.uminho.pt/ www.ardh-gi.com/ O que são? 2 Competências de vida Definição Potencialidades pessoais

Leia mais

WHOQOL-100 Versão em português ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA

WHOQOL-100 Versão em português ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA WHOQOL-100 Versão em português ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA Coordenação do Grupo WHOQOL no Brasil Dr. Marcelo Pio de Almeida Fleck Departamento de Psiquiatria e Medicina

Leia mais

Seminários - tomar apontamentos. Seminários de Engenharia Física 2008/9

Seminários - tomar apontamentos. Seminários de Engenharia Física 2008/9 Seminários - tomar apontamentos Seminários de Engenharia Física 2008/9 Engenharia e Comunicação Comunicar é também ouvir receber mensagens (informação) e compreender Responsabilidades dos dois lados A

Leia mais

A Leitura a par Criar um relacionamento positivo

A Leitura a par Criar um relacionamento positivo A Leitura a Par A Leitura a par Criar um relacionamento positivo - Apresente-se. Fale um pouco de si. Se quiser pode falar do seu gosto pelos livros e pela leitura. - Procure conhecer a criança fazendo

Leia mais

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Jane Doe ID: HA154779

C A R R E I R A H O G A N D E S E N V O L V E R DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA. Relatório para: Jane Doe ID: HA154779 S E L E C I O N A R D E S E N V O L V E R L I D E R A R H O G A N D E S E N V O L V E R C A R R E I R A DICAS DE DESENVOLVIMENTO PARA GESTÃO DE CARREIRA Relatório para: Jane Doe ID: HA154779 Data: 01,

Leia mais

A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação.

A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação. Conceito A Administração de Conflitos consiste exatamente na escolha e implementação das estratégias mais adequadas para se lidar com cada tipo de situação. Lidar com o conflito consiste em trabalhar com

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES

Sistema de Gestão da Qualidade ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES ASCUDT - Associação Sócio-Cultural dos Deficientes de Trás-os-Montes Sistema de Gestão da Qualidade ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS COLABORADORES (novembro 2014) Índice

Leia mais

II.2 - Análise de Tarefas II

II.2 - Análise de Tarefas II Melhor e Pior? II Perceber os Utilizadores e as Tarefas II.2 Análise de Tarefas II HCI, Cap. 15, Alan Dix Task-Centered UI Design, Cap. 1-2 C. Lewis and J. Rieman 2 Resumo Aula Anterior Sumário O que é

Leia mais

Capítulo 9 Metas e planos de ação

Capítulo 9 Metas e planos de ação Capítulo 9 Metas e planos de ação Objetivos de aprendizagem 1. Definir um objetivo de como você quer viver 2. Estabelecer metas para alcançar esse objetivo 3. Criar planos de ação para alcançar suas metas

Leia mais

Relatório de Competências de Nataly Lopez (Perfil Natural) Autoconfiança. Autocontrole. Busca de Informação. Capacidade de Negociação.

Relatório de Competências de Nataly Lopez (Perfil Natural) Autoconfiança. Autocontrole. Busca de Informação. Capacidade de Negociação. IMPORTANTE: Em ótimas condições do ambiente, a grande maioria das pessoas pode ter a capacidade de desempenhar-se adequadamente em quaisquer das seguintes competências. Referimo-nos a "ótimas condições"

Leia mais

EFA NS C P 5 _ D E O N T O L O G I A E P R I N C Í P I O S É T I C O S

EFA NS C P 5 _ D E O N T O L O G I A E P R I N C Í P I O S É T I C O S Ética e Moral EFA NS C P 5 _ D E O N T O L O G I A E P R I N C Í P I O S É T I C O S 2009/2010 Valores No mundo contemporâneo o Homem já não segue valores modelos mas cria os seus próprios valores em função

Leia mais

O método interrogativo. António Rosado

O método interrogativo. António Rosado O método interrogativo António Rosado O método Interrogativo Baseia-se na aprendizagem com base em perguntas feitas ao formando e posterior correcção do formador. Método demorado e muito exigente. Pode

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Mario Exemplo Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The Inner

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

Planificação de uma Unidade de Aprendizagem

Planificação de uma Unidade de Aprendizagem Planificação de uma Unidade de Aprendizagem 1 Contexto Área curricular: Língua Portuguesa Tema: Texto lúdico-poético Nível: 1º Ciclo (4º Ano) Escola: Os alunos que frequentam esta escola, e particularmente

Leia mais

O que você carrega na sua mochila da escola?

O que você carrega na sua mochila da escola? O que você carrega na sua mochila da escola? O que você carrega na sua mochila da escola? Seu filho tem aprendido sobre o conceito de bem- estar: cuidar da sua mente e dos seus sentimentos, do seu corpo

Leia mais

Introdução. Do que trata a inteligência emocional? Dê uma olhada nas seguintes pessoas. Elas lembram você de alguém que conhece?

Introdução. Do que trata a inteligência emocional? Dê uma olhada nas seguintes pessoas. Elas lembram você de alguém que conhece? Introdução Do que trata a inteligência emocional? Dê uma olhada nas seguintes pessoas. Elas lembram você de alguém que conhece? Antônio está tentando decidir se tira dinheiro da poupança para comprar um

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS RELACIONAIS

PÓS-GRADUAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS RELACIONAIS PÓS-GRADUAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS RELACIONAIS DIRECÇÃO DO CURSO Ernesto SPINELLI Londres, Reino Unido Daniel SOUSA DURAÇÃO E ESTRUTURA DO CURSO O curso tem a duração de um ano lectivo dividido

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Como ser um líder Daniel Goleman Como ser um líder A IMPORTÂNCIA DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Introdução O que importa mais para uma liderança que produza resultados: quociente de inteligência (QI) ou quociente

Leia mais

Guião de exploração pedagógica painel 16. Autoria: Maria José Marques

Guião de exploração pedagógica painel 16. Autoria: Maria José Marques Autoria: Maria José Marques A Exposição Itinerante Santillana é da autoria de Maria José Marques e foi exibida pela primeira vez na Universidade de Verão Santillana, nos dias 9, 10 e 11 de julho de 2012,

Leia mais

Benefícios da Leitura

Benefícios da Leitura Ler a par Benefícios da Leitura Proporciona à criança informação e conhecimento sobre o mundo. Apresenta à criança situações e ideias novas Estimulando a curiosidade, o pensamento crítico, e ainda a consciência

Leia mais

Orientação Vocacional e Coaching Carlos Gomes

Orientação Vocacional e Coaching Carlos Gomes Índice Introdução... 2 Método Orienta... 3 Técnica das frases para completar... 6 Realização do Teste Vocacional... 8 Autoavaliação do Teste Vocacional... 9 Exploração de Valores... 10 Autoconhecimento...

Leia mais

Marketing no Desporto

Marketing no Desporto Marketing Desportivo Funchal, 23 de Abril 2007 Rui Pedro Caramez pcaramez@sapo.pt Marketing no Desporto O conceito emergente de mercado O novo papel do cliente de desporto Isolado Relacionado O Clube Desportivo

Leia mais

PHC XL CS. Reporting Financeiro em Microsoft Excel. O que ganha com este software:

PHC XL CS. Reporting Financeiro em Microsoft Excel. O que ganha com este software: PHC XL CS O que ganha com este software: Apoio à tomada de decisão Relatórios pormenorizados Análises sobre áreas vitais Personalização de funcionalidades Criação automática de mapas e gráficos Importação

Leia mais

coaching e assessment

coaching e assessment Em parceria com o Instituto Rio Moda e com Eduardo Martins, a Associação Brasileira dos Profissionais de Moda ABPModa está oferecendo os serviços de Coaching de Carreira e Coaching Executivo, que se distinguem

Leia mais

Photovoice: uma nova metodologia de intervenção com famílias pobres

Photovoice: uma nova metodologia de intervenção com famílias pobres Photovoice: uma nova metodologia de intervenção com famílias pobres Sofia Rodrigues Universidade de Aveiro 24 Setembro 2010 Os sistemas formais de apoio atravessam um momento de transição! Modelo tradicional

Leia mais

Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut

Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut Relacionamento Interpessoal na Auditoria: Você está preparado? Elisabeth Sversut Você está preparado? Pense bem... Curso superior, pós-graduação, dois idiomas... Um Auditor Como qualquer outro profissional,

Leia mais