Índice. Coluna do Editor. Embarcando no Delphi 2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice. Coluna do Editor. Embarcando no Delphi 2009"

Transcrição

1 setembro 2008

2 setembro 2008

3 Índice Editorial Parabéns a todos nós, que em 14 anos historia estiveram junto com o The Club superando grandes desafios, e para aqueles mais jovens que não conheceram o Clipper, e nem criou um relatório no ReportSmith, mas que estão encarando os novos desafios com toda empolgação da juventude. Coluna do Editor Embarcando no Delphi 2009 No último dia 10 de setembro a empresa Embarcadero Technologies realizou na cidade de São Paulo um seminário que fez parte do Delphi tours, uma série de seminários realizados pelas principais cidades de todo pais, com o objetivo de apresentar à comunidade de programadores 04 Delphi o Commodore Delphi SQLite com Delphi 2007 Gravando Imagens JPEG no SQLExpress 2005 usando dbexpress Crie um simples formulário de Login Dephi por PHP NET Gerenciando Transações com Trasaction Scope no Asp.Net Aprendendo C# Legenda Iniciante Intermediário Avançado Criando um formulário de envio de em Asp. 25 Dicas Delphi Gerar sequencia randomica de um array. Pesquisa incremental em um listbox Alterar cor e fonte do menu Marcar todos os itens de um dbgrid 28 Dicas ASP.NET Formatando valores numéricos com máscara Executando outros programas a partir da aplicação: Realizando conversão de valores AscII para Char e Char para AscII Obtendo tamanho de disco e seu espaço livre Abrindo um arquivo existem através da aplicação 27 setembro

4 Bem-vindo Parabéns a todos nós, que em 14 anos historia estiveram junto com o The Club superando grandes desafios, e para aqueles mais jovens que não conheceram o Clipper, e nem criou um relatório no ReportSmith, mas que estão encarando os novos desafios com toda empolgação da juventude. É isto mesmo, está é a edição nº 168 que comemora o aniversário de 14 anos do The Club. O tempo passou e o The Club é quase uma debutante, com toda a jovialidade e curiosidade de um adolescente e a experiência de um velho programador, é assim que toda equipe The Club se sente para continuar encarando os novos desafios. Neste mês trago para vocês um artigo sobre a experiência de participar do seminário de apresentação do Delphi 2009 (Delphi tour) a comunidade de programadores Delphi, aonde falo sobre as algumas novidades da ferramenta, como também a impressão bastante positiva que sai do evento com relação à nova ferramenta, e o foco da empresa Embarcadero Technologies com relação aos seus clientes. Uma novidade na revista é o artigo de Luis Alexandre e Marcos, que fala sobre controle de acesso de usuário usando Delphi for PHP, neste artigo mostram de forma bastante simples como fazer um controle muito solicitado em diversos sites, embora seja um artigo relativamente simples fazem referencia deste da criação de funções em php até conexão a base de dados MySQL. Também na seção Delphi Alessandro Ferreira, consultor técnico de muitos anos no The Club, está de volta com o artigo Gravando imagens JPEG no SQLExpress 2005 usando dbexpress no Delphi 2007, e Luis Alexandre dando continuidade aos artigos sobre a utilização do banco de dados SQLite, mostra para gente como usá-lo com o Delphi, através dos componentes Aduscom. Na seção.net Fabiano Belmonte explica em seu artigo como utilizar o Transaction Scope, que é uma ferramenta que pode ajudar muito no controle de transações de aplicações, e como configurá-la para seu funcionamento adequado. Mostro também no artigo Aprendendo C# as diferenças entre a linguagem C# e Delphi, onde faço um comparativo dos operadores e sintaxe de cada linguagem de forma simples é prática para iniciantes em C# e com alguma experiência em delphi. E isto ai pessoal, desejo mais uma boa leitura a todos. Av. Profº Celso Ferreira da Silva, 190 Jd. Europa - Avaré - SP - CEP Informações: (14) Suporte: (14) Internet Cadastro: Suporte: Informações: Skype Cadastro: theclub_cadastro Skype Suporte: theclub_linha1 theclub_linha2 Copyright The Club Megazine 2008 Diretor Técnico Marcos César Silva Diagramação e Arte Vitor M. Rodrigues Revisão Marcos César Silva Colunistas Alessandro Ferreira Fabiano Belmonte Fellipe Capolupo Luís Alexandre de Oliveira Marcos César Silva Mauro Sant Anna Victory Fernandes Impressão e acabamento: GRILL - Gráfica e Editora Rua São Paulo, nº 447 Cep: Taquarituba-SP Tel. (14) Reprodução A utilização, reprodução, apropriação, armazenamento em banco de dados, sob qualquer forma ou meio, de textos, fotos e outras criações intelectuais em cada publicação da revista The Club Megazine são terminantemente proibidos sem autorização escrita dos titulares dos direitos autorais. Um grande abraço. Marcos César Silva - Editor Chefe Delphi é marca registrada da Borland International, as demais marcas citadas são registradas pelos seus respectivos proprietários. 04 setembro 2008

5 Coluna do Editor Embarcando no Delphi 2009 Delphi tour - Seminário de lançamento do Delphi 2009 Por Marcos César Silva No último dia 10 de setembro a empresa Embarcadero Technologies realizou na cidade de São Paulo um seminário que fez parte do Delphi tours, uma série de seminários realizados pelas principais cidades de todo pais, com o objetivo de apresentar à comunidade de programadores Delphi o Commodore, codinome do projeto da nova versão do Delphi, o Delphi E o The Club esteve lá para conferir as novidades e as perspectivas de futuro para o novo produto da Embarcadero. Um período nebuloso e cheio de dúvidas que teve inicio na minha percepção com o lançamento do Delphi 8, antes aclamada ferramenta de desenvolvimento, dava sinais de parecer uma Nau sem direção, nas versões seguintes sem grandes novidade que justificassem uma migração, ou ao exemplo da versão 2006 que apresentavase pesada, e com inúmeros bugs, principalmente nos recursos de desenvolvimento de aplicações.net, deixávamos nós delphianos cada vez mais preocupados com o futuro de nossa ferramenta de ganha pão, e até nos sentindo órfãos quando as primeiras notícias da venda pela Borland de seu principal produto começaram a aparecer. Com o lançamento do Delphi 2007 já sendo um produto com a assinatura Codegear, unidade de negocio da Borland (adquirida este ano pela Embarcadero Technologies), comecei a sentir que alguma coisa estava mudando, o trem estava voltando pros trilhos, mostrando ser um produto mais leve e estável, o Delphi 2007, com novos recursos em sua IDE e outras já inseridas em versões anteriores, voltava a ser atrativa novamente, mas ainda percebo um pouco de resistência no caminho certo, foi o que nós do The Club vimos no seminário apresentado por Andreano Lanusse (CodeGear/Embarcadero Product Line Manager & Evangelist Leader Latin America) e David Intersimone ( David I, Chief Evangelist, CodeGear Products). O Novo Delphi vem aí para não ficar atrás de nenhuma outra ferramenta, com muitas novidades como melhorias na linguagem, com a criação de Annonymous Methods (Métodos anônimos) principalmente dos sócios Andreano Lanusse e completo suporte a Unicode, mais antigos do The Club para a migração, tendo em vista a grande mudança no ambiente, com relação à versão 7 e suas antecessoras que foram um sucesso. Agora em 2008 com o timão nas mãos da Embarcadero, o barco chamado Delphi mostra que estar novíssimos componentes da VCL como botões e barras de progresso semelhante ao Windows Vista, Ribbon controls (Novo layout de menus de Microsoft Office 2007), para Web Suporte a AJAX e SilverLight, e o Novo DataSnap, com novos recursos de tirar o chapéu para a equipe de desenvolvedores da Embarcadero, sem falar em novos recursos inseridos na nova IDE. Não entrarei em maiores detalhes sobre os novos recursos ou features do Delphi 2009, pois este não é o objetivo deste artigo, mas sim de outros artigos que virão por ai. Posso dizer que saí do seminário muitíssimo entusiasmado, entusiasmo este que foi confirma- David I novamente do quando fiz meus primeiros testes na versão setembro

6 Trial que pode ser baixado em com/free.aspx?id=25876, toda esta minha empolgação (nesta altura do artigo alguns devem já estar chamando de rasgação-de-seda), não se justifica somente pelas novidades apresentadas, mas principalmente pelas palavras de Andreano, que fez sentirmos que a Embarcadero está com o foco no foco dos clientes que somos todos nós desenvolvedores, e pela preocupação da empresa em lançar uma versão com o mínimo de defeitos possíveis. Assim, acredito que esta ferramenta pode ser o grande cala boca que muitos de nós esperávamos para aqueles que já consideravam o Delphi moribundo. Sabemos por experiência que uma migração para uma nova versão muitas vezes é trabalhosa, principalmente quando envolve a troca ou também a migração de componentes de terceiros, mas sei também que nem sempre podemos colher novos benefícios sem regar nossa horta com um pouco de suor, desta forma convido o leitor a fazer o teste que fiz e avaliar a ferramenta tirando suas próprias conclusões. Andreano (Embarcadero), Marcos (The Club), David I (Embarcadero) e Vitor (The Club) Marcos, Gildicley (Tecnocompany) sócio do The Club a mais de 10 anos, e Vitor 06 setembro 2008

7 Delphi SQLITE COM DELPHI 7 No periódico do mês passado abordei o artigo sobre o versátil SQLITE e algumas ferramentas de manipulação dessa biblioteca. Nesse mês irei apresentar a suíte de componentes ADUCOM que tem como objetivo fazer a conexão Delphi SQLLite. Download Você pode fazer o download da suíte no site do TheClub em: comp.rar Instalação A instalação é relativamente simples. Descompacte o arquivo ASQLite3_2006_01_B.zip em um diretório de sua escolha. Com o Delphi aberto, clique em File/Open abra o arquivo asqlite3d5. dpk e clique nos botões compile e install. O arquivo asqlitepkg3d5.dpk será instalado automaticamente. Em Tools/ Enviroment Options/Library Path adicione o caminho onde descompactou o componente. Não há necessidade de salvar o componente instalado. Figura 1 Criando a aplicação com o SQLite 3 A priori, criaremos um simples arquivo de banco de dados utilizando o gerenciador de banco de dados SqliteSpy, que foi abordado na revista do mês anterior. Para criarmos um novo banco de Figura 2 setembro

8 dados clique em File/New DataBase. Crie um banco de dados chamado Clientes. Observe a figura 1. Após isso, criaremos nossa tabela Clientes. Clique em file/new Sql. Observe a figura 2 com o comando DDL Create Table Clientes. Figura 3 Nota do consultor A linguagem de Definição de Dados DDL usa instruções para descrever o esquema das tabelas do banco de dados Tecle em F9 para executar a instrução. Vamos criar uma simples aplicação utilizando o Delphi 7 que é utilizado pela maioria dos sócios. Na unit1 do novo projeto insira o componetente ASQLite3DB que se encontra na aba Aducom SQLite3. Observe a Figura 3. No object Inspector do componente, altere as seguintes propriedades: DataBase: DBClientes DefaultDir: C:\ DriverDll : Localize o arquivo SQLite3.dll ( Esta DLL se encontra no link download.html) Connected: true Observe as propriedades do componente na figura 4 Adicione o componente ASQLite3Table. No object Inspector do componete, altere a propriedade Connection adicione o valor da conexão ASQLite3DB1. Na propriedade TableName adicione Clientes. Altere a propriedade PrimaryAutoInc para true. Nota do consultor Em PrimaryAutoInc definimos se nossa chave primária será auto-incremento. Figura 4 Observe propriedades do componente ASQLite3Table na figura 5 Vá na aba DataAccess e adicione os seguintes componente : DataSet Provider, ClientDataSet e um DataSource Na propriedade DataSet do componete DataSet Provider conecte com o componente ASQLite3Table1. Na propriedade ProviderName do componente ClientDataSet1 faça a conexão com o componente DataSetProvider1. Na propriedade DataSet do componente Data- Source1 ligue com o componente ClientDataSet. Pronto, já podemos acessar os dados pelo ClientDataSet. Vamos adicionar os TFields do ClientDataSet. Dê um dulpo clique no ClientDataSet, selecione todos os TFields e arraste para o formulário. Adicione um componente ToolBar no formulário que se encontra na paleta Win 32. Dentro da Tollbar, adicione sete Speedbutton ( Incluir, Alterar, Excluir, Gravar, Cancelar, Sair). Altere a propriedade tag dos Speedbuttoms. Observem a tabela 1. Figura 5 08 setembro 2008

9 Figura 6 procedure TForm1.DataSource1StateChange(Sender: TObject); BT_Inclui.Enabled := not (DataSource1.State in [DSINSERT,DSEDIT]); BT_Alterar.Enabled := not (DataSource1.State in [DSINSERT,DSEDIT]); BT_Excluir.Enabled := not (DataSource1.State in [DSINSERT,DSEDIT]); BT_Grava.Enabled := DataSource1.State in [DSINSERT,DSEDIT]; BT_Cancela.Enabled := DataSource1.State in [DSINSERT,DSEDIT]; BT_Pesquisa.Enabled := not (DataSource1.State in [DSINSERT,DSEDIT]); BT_Sair.Enabled := not (DataSource1.State in [DSINSERT,DSEDIT]); código fonte 01 procedure Manutencao(Botao: Integer; Tabela: TClientDataSet); código fonte 02 Botões BT_Incluir 1 BT_Alterar 2 BT_Excluir 3 BT_Gravar 4 BT_Cancelar 5 Tag BT_Sair 6 Layout sugerido do formulário de cadastro - figura 6: Continuando nossa implementação, no evento OnStateChange do Componente DataSource digite conforme código fonte 1: É necessário criar um procedimento para realizar as operações na tabela (Incluir, gravar, excluir e cancelar). O procedimento também será responsável para fechar o formulário. Na unit do formulário declare o procedimento conforme o código fonte 2: Onde: Botão parâmetro da tag do botão setembro

10 Tabela - objeto TClientDataSet que será passado como parâmetro Tecle a combinação de teclas CTRL+SHIFT+C. Com isso, automaticamente a IDE do Delphi irá declarar o corpo para nossa procedure, onde faremos as implementações conforme apresentadaono código fonte 3: No evento OnClick do botão incluir digite o código conforme o código fonte 4. Para os demais botões vamos amarrar no mesmo evento do botão incluir. Observe que no evento do botão incluir chamamos o procedimento Manutencao passando como parâmetro a tag do botão em questão e o cdscliente. No evento OnShow do formulário digite o código conforme o código fonte 5: Pronto, podemos realizar nossas operações no SQLite utilizando o formulário exemplo. Conclusão Neste simples artigo, procurei demonstrar a implementação de um formulário de cadastro com a suíte de componentes da Aduscom para vincular o dados com a biblicoteca SQLite3. Sobre o autor procedure TForm1.Manutencao(Botao: Integer; Tabela: TClientDataSet); case Botao of 1 : Tabela.App DBEdit2.SetFocus; 2 : Tabela.Edit; DBEdit2.SetFocus; 3 : if MessageDlg( Confirma a exclusão?, mtconfirmation, [mbyes, mbno], 0) = mryes then Tabela.Delete; End; 4 : if MessageDlg( Confirma a gravação?, mtconfirmation, [mbyes, mbno], 0) = mryes then Tabela.Post; Tabela.ApplyUpdates(0); 5 : if MessageDlg( Cancelar a edição?, mtconfirmation, [mbyes, mbno], 0) = mryes then Tabela.Cancel; 6 : 7 : Close; código fonte 03 procedure TForm1.bt_incluiClick(Sender: TObject); Manutencao((Sender as TSpeedButton).Tag, cdscliente); código fonte 04 Luís Alexandre de Oliveira é Técnologo em Processamento de Dados,graduado pela Faculdade de Técnologia de Sorocaba, Consultor técnico do The Club Docente do curso técnico informática - Etec de Avaré e do curso Tecnologia em Redes de Computadores - Fatec Eduvale Avaré procedure TForm1.FormShow(Sender: TObject); cdscliente.open; código fonte setembro 2008

11 Gravando Imagens JPEG no SQLExpress 2005 usando dbexpress Considerações iniciais A gravação de imagens em banco de dados sempre foi um assunto bastante solicitado nestes anos de suporte, com o passar do tempo com as mudanças de banco de dados e tecnologias de conexão, as rotinas de gravação também eram em muitos casos alteradas. Assim neste artigo falaremos a respeito de qual campo usar e de como gravar imagens do tipo JPEG em tabelas no SQ- LExpress A princípio, o que poucos usuários sabem é que o campo IMAGE no SQLExpress 2005 na realidade é um campo BLOB no qual podemos gravar qualquer tipo de dado em formato binário, seja imagem, arquivos diversos, texto formatado, etc. Neste artigo irei demonstrar como utilizar este campo para armazenar imagens no formato JPEG e posteriormente estar carregando estas imagens do banco para um componente Image... if exists (select * from dbo.sysobjects where id = object_id(n [dbo].[imagens] ) and OBJECTPROPERTY(id, N IsUserTable ) = 1) drop table [dbo].[imagens] GO CREATE TABLE [dbo].[imagens] ( [ID] [int] IDENTITY (1, 1) NOT NULL, [Descricao] [varchar] (50) COLLATE Latin1_ General_CI_AS NULL, [Imagem] [image] NULL ) ON [PRIMARY] TEXTIMAGE_ON [PRIMARY] GO listagem 1 Definindo a tabela Para começar, usando uma ferramenta de manutenção do banco como o Query Analyser, ou o SQL Server Management Studio Express (que pode ser encontrado no site da microsoft para Download) crie um banco de dados ou utilize um banco já existente no qual iremos criar uma tabela para utilizarmos neste projeto de exemplo. A listagem 1 apresenta o script desta tabela. Definindo o projeto Nosso próximo passo será criar um novo projeto no Delphi e salvá-lo. A figura 1 apresenta o layout sugerido e os componentes que serão necessários Figura 1 Layout sugerido. setembro

12 neste contexto. Aponte a conexão (SqlConnection) para o banco de dados que contém a tabela IMAGENS, depois ligue o SQLDataset (sdsimagens) ao SqlConnection, o DatasetProvider (dspprovider) aao sdsimagens, o Clientedataset (cdsimagens) ao DatasetProvider, e finalmente o DataSource (dsimagens) ao Clientedataset. Não irei entrar em detalhes a respeito das configurações destes componentes, pois foge do contexto deste artigo, mas veja a figura 2 as configurações do SQLconnection e abaixo os parâmetros da conexão: SchemaOverride=sa.dbo DriverName=MSSQL HostName=SERVIDOR\SQLEXPRESS DataBase=THECLUB User_Name= Password= BlobSize=-1 ErrorResourceFile= LocaleCode=0000 MSSQL TransIsolation=ReadCommited OS Authentication=True Prepare SQL=False Figura 2 Observe que utilizamos um componente TImage e não TDBImage, pois iremos trabalhar com imagens JPEG e o TDBImage não dá suporte a este formato. Procedimentos Partiremos agora para a codificação dos procedimentos que irão nos auxiliar em gravar e ler imafunction LoadFromBlob(const AField: TField; const Stream: TStream): boolean; var ResultStr: string; PResultStr: PChar; Result := false; if (Assigned(AField)) and (Assigned(Stream)) then try ResultStr := AField.Value; PResultStr := PChar(ResultStr); Stream.Write(PResultStr^, Length(ResultStr)); Stream.Seek(0,0); Result := true; except function SaveToBlob(const Stream: TStream; const AField: TField): boolean; var FieldStr: string; PFieldStr: PChar; Result := false; if (Assigned(AField)) and (Assigned(Stream)) then try Stream.Seek(0,0); SetLength(FieldStr, Stream.Size); PFieldStr := PChar(FieldStr); Stream.Read(PFieldStr^, Stream.Size); AField.Value := FieldStr; Result := true; except listagem 2 - Procedimentos para gravar e ler no campo IMAGE. gens no SQLServer. Como mencionei no início deste artigo, o campo do tipo IMAGE no SQLExpress2005 possibilita armazenar qualquer formato de arquivo, desde que armazenado em formato binário. Para isso, iremos implementar dois procedimentos: LoadFromBlob e SaveToBlob, ambos recebendo como parâmetros um objeto TField que irá representar o campo no ClientDataSet e um objeto TStream que possibilitará gravar/ler em formato binário, acompanhe a listagem 2. Vale ressaltar que os procedimentos LoadFromBlob e SaveToBlob não são exclusivos para gravar e ler imagens e sim, servem para armazenar qualquer tipo de conteúdo binário que estiver no TField que for passado como parâmetro e da mesma forma, irá retornar qualquer conteúdo armazenado via Stream. Prosseguindo, iremos implementar dois procedimentos específicos para gravar e ler JPEG, nos quais, iremos fazer uso dos procedimentos anteriormente criados, veja a listagem 3. O procedimento AddJpgToTable, como o próprio nome sugere irá receber o caminho (path) do arquivo JPEG e em qual field (campo) ele deverá injetar o arquivo JPEG. Neste procedimento criamos um objeto TJpegImage que irá ler o arquivo em disco e um objeto TMemoryStream que irá receber a representação binária do arquivo carregado no 12 setembro 2008

13 function AddJpgToTable(Imagem: String; Campo: TBlobField): boolean; var AJpeg: TJpegImage; MS: TMemoryStream; Result := false; AJpeg := TJpegImage.Create; MS := TMemoryStream.Create; try AJpeg.LoadFromFile(Imagem); AJpeg.SaveToStream(MS); Result := SaveToBlob(MS, Campo); finally AJpeg.Free; MS.Free; function LoadJpgFromTable(Campo: TBlobField; var AJpeg: TJpegImage): boolean; var MS: TMemoryStream; Result := false; AJpeg := TJpegImage.Create; MS := TMemoryStream.Create; try if (LoadFromBlob(Campo, MS)) then AJpeg.LoadFromStream(MS); Result := true; finally MS.Free; listagem 3 Procedimentos para gravar e ler JPEG. TJpegImage e para finalizar, chamamos o SaveTo- Blob que irá atribuir do Stream para o campo. O procedimento LoadJpgFromTable recebe como parâmetro o Field (campo) onde a imagem será carregada e um objeto TJpegImage (por referência) que irá devolver a imagem JPEG para ser apresentada no componente TImage. Dentro deste procedimento efetuamos a chamada do procedimento LoadFromBlob que será o responsável em acessar o campo e extrair a imagem no mesmo armazenada. Finalizando a codificação Iremos agora concluir a codificação do nosso projeto de exemplo efetuando a chamada aos procedimentos implementados anteriormente. Teremos a necessidade de um objeto TJpegImage auxiliar, declare-o abaixo da sessão var de sua unit, veja a listagem 4. var Form1: TForm1; temp: TJpegImage; implementation $R *.dfm Listagem 4. Este objeto temp poderá ser instanciado na sessão initialization de nossa unit, a qual deve ser declara antes do end. Da mesma, confira na listagem 5. setembro

14 Dando continuidade, vamos efetuar a codificação do evento OnClick do btnprocurar que será responsável em acionar o OpenPictureDialog para permitir ao usuário procurar a imagem em disco, veja a listagem 6. Somente iremos permitir ao usuário procurar uma imagem em disco se a tabela estiver em modo de edição ou inserção visto que a imagem selecionada será adicionado ao campo imagem da tabela IMAGENS. Após ser confirmada a seleção da imagem, fazemos a atribuição da mesma ao componente TImage para ser apresentada ao usuário e caso não seja informada nenhuma descrição no DBEdit_Descricao iremos atribuir o caminho e o nome da imagem como descrição. Neste momento, ainda não atribuímos a imagem selecionada ao campo da tabela, a imagem por enquanto está apenas no componente TImage. A atribuição da imagem dar-se-á no momento que o usuário resolver gravar o registro e o melhor local para isso é o evento BeforePost do ClientDataset, veja a listagem 7. Se compilarmos e executarmos nosso projeto de exemplo neste momento, a imagem será armazenada na tabela, porém, para podermos visualizar as imagens (referente cada registro armazenado na tabela ao navegar via DBNavigator) no componente TImage deverá efetuar um controle de navegação para que a cada registro posicionado possamos obter a imagem do campo e apresentá-la no TImage. Um ótimo local para isso é o evento AfterScroll do componente ClientDataset (cdsimagens), pois este evento é acionado imediatamente ao navegarmos pela tabela, acompanhe a listagem 8. Primeiro, verificamos o estado da tabela e somente iremos obter a imagem se a tabela estiver em modo browse e o conteúdo do campo imagem não for nulo. Estando estas duas condições satisfeitas, efetuamos a chamada do procedimento LoadJpgFromTable e caso o retorno seja verdadeiro atribuímos a imagem ao TImage. Bem, estamos quase terminando! Lembra daquele objeto TJpegImage que declaramos e instanciamos anteriormente? Pois bem, iremos utilizá-lo agora. Na verdade, o tratamento a seguir é apenas por uma questão de estética. Quando o usuário for adicionar um novo registro clicando no botão (+) do DBNavigator, como o componente TImage não possui nenhuma ligação com a tabela ele irá continuar mostrando a imagem do registro anterior, e isso poderia confundir nossos experts initialization temp := TJpegImage.Create; finalization temp.free; end. usuários... Para evitar este problema, no evento AfterInsert do ClientDataSet iremos limpar a imagem existente no TImage. Você pode estar se perguntando: Onde entra o objeto TJpegImage nisso? Respondo: Se o usuário adicionar um novo registro e salvá-lo, o objeto TJpegImage não terá nenhuma finalidade, contudo, se o usuário adicionar um novo registro e cancelar, nosso TImage não irá retornar automaticamente para imagem anteriormente listagem 5 procedure TForm1.btnProcurarClick(Sender: TObject); if dsimagens.state in [dsinsert, dsedit] then if pdialog.execute then imgex.picture.loadfromfile(pdialog.filename); if DBEdit_Desc.Text = then DBEdit_Desc.Text := pdialog.filename; Listagem 6 OnClick do btnprocurar. procedure TForm1.cdsImagensBeforePost(DataSet: TDataSet); if FileExists(pDialog.FileName) then AddJpgToTable(pDialog.FileName, cdsimagensimagem); Listagem 7 BeforePost do adsimagens. procedure TForm1.cdsImagensAfterScroll(DataSet: TDataSet); var AJpeg: TJpegImage; if (DataSet.State = dsbrowse) and not (cdsimagensimagem.isnull) then if LoadJpgFromTable(cdsImagensImagem, AJpeg) then imgex.picture.assign(ajpeg); AJpeg.Free; Listagem 8 AfterScroll do adsimagens. apresentada, visto ele não ter nenhuma ligação com a tabela e por isso, no evento AfterInsert, antes de limpar o TImage armazenaremos a imagem atual no objeto JPegImage (temp) e caso ele venha a cancelar retornaremos a imagem ao TImage no evento AfterCancel do ClientDataSet O código de ambos os eventos estão a seguir na listagem 9. Com isso finalizamos nosso projeto, compile, execute e se tudo estiver OK o resultado será pa- 14 setembro 2008

15 recido com o apresentado na figura 3. Considerações finais Demonstrei neste artigo como salvar imagens JPEG em banco de dados SQLExpress. Como já mencionado anteriormente, estes procedimentos podem ser utilizados para ler e gravar qualquer tipo de arquivo que venha a necessitar guardar em seu banco de dados, bastando para isso, converte-lo em formato binário. Abraço e sucesso à todos, procedure TForm1.cdsImagensAfterInsert(DataSet: TDataSet); temp.assign(imgex.picture); imgex.picture := nil; procedure TForm1.cdsImagensAfterCancel(DataSet: TDataSet); imgex.picture.assign(temp); Listagem 9 AfterInsert e AfterCancel. Alessandro Ferreira Colaborador do The Club E adaptações Marcos César Silva Download O projeto de exemplo referente este artigo está disponível para download no endereço: rev0908/sql2005jpg.zip. figura 3 setembro

16 Crie um simples formulário de Login Dephi por PHP Introdução Nesse artigo irei criar uma pequena tela de login utilizando o banco de dados MYSQL, com o objetivo de criar um controle de acesso de usuários, restringindo páginas que não tenham permissão acesso para usuários não validados. Criando o banco de dados para o controle de usuário Na criação e manutenção do banco de dados utilizarei a ferramenta SQLMANAGER 2005 Lite for MySQL, onde podem fazer o download da versão freeware no seguinte endereço: Para criar o banco vá em DataBase Create Database como pode ver na figura 1. Figura 2 Figura 1 Veremos como é muito fácil criar um banco utilizando o Wizard da ferramenta. No campo DataBase Name apenas informe o nome do nosso banco de dados (Figura2), no caso ControleAcesso. Na figura 3 podemos verificar a configuração do HostName, UserName e Password. Ressalto que a senha é definida no momento da instalação do MySQL. Clique em Next e Finish para finalizar a criação do banco de dados. Agora vamos criar a tabela de Usuários. Para isso clique com o botão direito do mouse em Tables, e selecione NewTable, será aberto a janela para informar a estrutura da tabela, assim em Table Properties preencha a propriedade Table Name com USUARIOS, clique agora na aba Field, aonde poderá adicionar campo a campo, aonde pode observar toda estrutura da tabela na figura 4. Uma alternativa mais simples é usar a opção Show SQL Editor (F12) da Ferramenta, e executar (F9) o Script de criação da tabela abaixo: CREATE TABLE USUARIOS ( ID_USUARIO int(11) NOT NULL, varchar(200) default NULL, SENHA varchar(20) 16 setembro 2008

17 default NULL, NOME varchar(50) default NULL, NIVEL int(11) default NULL, PRIMARY KEY (ID_ USUARIO) ) Como o objetivo não é criar neste artigo um cadastro de usuários, iremos inserir o usuário através de instrução SQL, veja a instrução logo abaixo, onde podemos executá-la da mesma forma que foi mencionado no caso da tabela. INSERT INTO USUARIOS (ID_USUARIO, , SENHA, NOME, NIVEL) VALUES (1, theclub.com. br, , Luis Alexandre, 1) Figura 3 Conectando o Dephi PHP ao MySQL Abra o Delphi for PHP e acesse o Data Explorer. Clique com o botão direito em MySQL e selecione a opção Register DataBase como pode observar a figura 5, assim será exibida a janela Register Database, em ConnectionString digite Conexao, e em host digite localhost. Para autenticação devemos informar o usuário e senha do MySQL. No campo DataBase digite ControleAcesso que foi o nome que utilizamos na criação do banco, no passo anterior. Na figura 6 verificamos os campos preenchidos de forma correta. Figura 4 Iniciando a Aplicação No Delphi For PHP acesse o Menu File New Application. Será criado assim um arquivo unit. php que iremos salvar com o nome de Acesso. php, em seguida salvaremos o projeto como o nome de ControleAcesso.phprj. Agora no objeto inspector altere sua propriedade Name da pagina Acesso.php para Acesso e Caption para Login de Usuário. É recomendado criar nossa aplicação no diretório C:\. Figura 5 Figura 6 Iremos criaar o layout da página Acesso.php, para isto adione 2 componentes Edits, 3 labels e 1 Button, e altere suas propriedade da forma que setembro

18 se seque, veja que mostros apenas a estrutura das propriedades alteradas no arquivo Acesso. xml.php, isto para facilitar o entendimento, mas estas propriedades devem ser alteradas no object Inpector para cada componente: Ver código fonte 1. Criaremos agora os componentes de conexão como o banco de dados, para isto bastar ir no DataExplorer e arrastar a CONEXAO para a pagina, assim o componente dbcontroleacesso1 sera criados automaticamente e devidamente configurado, adicione também o componente Query da paleta Data Access, alterre a seu nome para sqlusuarios e ligue a propriedade Database do componente ao dbcontroleacesso1. Dá para notar as semelhanças com o Delphi for win32. O layout final deve ser parecido com a figura 7. Finalmente iremos adicionar o evento Click no btnok, veja a instrução com o codigo comentado: Ver código fonte 2 Iremos criar mais uma form e chamá-lo de Principal.php, para que após o logon o seja feita o direcionamento para esta página (Veja figura 8). Nesta pagina iremos adionar o evento OnBeforeShow aonde iremos chamar a função ValidarAcesso, e exbir no label o nome do usuario que colocamos na sessão veja abaixo o evento: Ver código fonte 3. Para finalizar iremos criar uma Unit para a função controle que valida se o usuário já está logado no site, onde caso contrário, chama a pagina de controle de acesso, para isto vá em File New Unit e a renomeie para Controle.php a unit deve ficar da seguinte forma: <object class= Label name= Label3 > <property name= Alignment >agcenter</property> <property name= Caption >Controle de Acesso</ property> </object> <object class= Edit name= ed ></object> <object class= Edit name= edsenha > <property name= IsPassword >1</property> </object> <object class= Label name= Label1 > <property name= Caption > </property> <property name= Font > <property name= Size >12px</property> </property> </object> <object class= Label name= Label2 > <property name= Caption >Senha</property> <property name= Font > <property name= Size >12px</property> </property> </object> <object class= Label name= lbmensagem > <property name= Font > <property name= Color >#FF0000</property> <property name= Size >12px</property> </property> </object> <object class= Button name= btnok > <property name= Caption >Ok</property> </object> Listagem 1 <?php function ValidarAcesso() if (!($_ SESSION[ usuario ])) redirect( Acesso. php );?> Figura 7 18 setembro 2008

19 Lembrando que para que a função seja visivel em outras páginas ela deve ser declara em cada pagina que irá ser feita a validação, para isto inclua o Controle.php através de Alt+F11 em cada uma delas antes de usar a função ValidarAcesso. Agora basta executar o projeto (terá a tela de login da figura 9), digite usuario e senha, e acesse a página princiapal. Facil, não é??!!! Conclusão Assim temos de forma bastante simples um controle de acesso ao nosso site, mesmo assim vimos conexão a base de dados, uso de funções e variáveis de Sessão. Agora na próxima etapa poderemos implementar novos recurso como niveis de permissões de acesso, mas isto fica para um proximo artigo. Aos amigos um forte abraços e até a proxima. O download do exemplo pode ser baixado em: ControleAcessoPHP.zip Sobre o autor Luís Alexandre de Oliveira é Técnologo em Processamento de Dados,graduado pela Faculdade de Técnologia de Sorocaba, Consultor técnico do The Club Docente do curso técnico informática - Etec de Avaré e do curso Tecnologia em Redes de Computadores - Fatec Eduvale Avaré Sobre o autor Marcos César Silva, Consultor de Sistemas na consultoria de sistemas DataSmart e Consultor Técnico do The Club, Bacharel em Ciência da Computação, MBA em Gestão Empresarial, Certificações MCAD (Microsoft Certified Application Developer) e MCSD.NET (Microsoft Certified Solution Developer.NET) Figura 8 function btnokclick($sender, $params) //declaração das variáveis $usuario = addslashes($this- >ed ->text); $password = addslashes($this- >edsenha->text); $this->lbmensagem->caption = ; //atribuição da instrução SQL para o componente $this->sqlusuarios->setsql( Select * from usuarios where =.$usuario. and SENHA =.$password. ); //Abre a consulta $this->sqlusuarios->open(); //verifica se algum registro foi retornado if ($this->sqlusuarios->recordcount > 0) //Adiciona usuario na sessão $_SESSION[ usuario ] = $this- >sqlusuarios->nome; //Redireciona a pagina para a página principal do site redirect( Principal.php ); else $this->lbmensagem->caption = Usuário ou Senha inválida! ; $this->sqlusuarios->close(); function PrincipalBeforeShow($sender, $params) ValidarAcesso(); $this->lbusuario->caption = $_ SESSION[ usuario ]; Listagem 2 Listagem 3 setembro

20 Introdução Neste artigo vou explicar como utilizar o Transaction Scope, que é uma ferramenta que pode ajudar muito no controle de transações de sua aplicação. Também vou mostrar a configuração que deverá ser feita nos servidores para que ele possa funcionar adequadamente, pois muitas pessoas se esquecem deste passo e acabam tendo inúmeros problemas na implementação da funcionalidade em produção ou mesmo no ambiente de teste e desenvolvimento. O TransactionScope O.NET Framework 2.0 inclui o namespace System.Transactions que dá um grande suporte a transações distribuídas gerenciadas pelo Transaction Manager, incluindo Banco de Dados e Serviços de Mensagens(message queues). O namespace System.Transactions define a classe TransactionScope, que cria e gerencia transações distribuídas. Devido a sua facilidade de utilização e eficiência, é recomendado que você utilize a classe de TransactionScope para facilitar o controle de transações em sua aplicação, sem que seja necessário (você precise) interagir com a operação propriamente dita. O TransactionScope pode selecionar e gerenciar o ambiente de Transações automaticamente. O System.Transactions fornece uma estrutura de transações totalmente integrada ao.net Framework, mas não se limitando ao ADO.NET. Utilizando o TransactionScope O TransactionScope é iniciado quando se cria um novo objeto TransactionScope. É altamente recomendado que a declaração do scope seja feito dentro da diretiva using, pois ela garante que o objeto dure somente o tempo necessário para sua utilização. Vamos aos exemplos: Adicione a referência no projeto ao System.Transaction. Inclua a referencia na Classe: Incluindo o TransactionScope no Bloco de Codigo: Completando a transação: Para commitar a transação inserimos uma instrução que será a ultima 20 setembro 2008

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 4 O Componente Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Ano: 03/2011

Leia mais

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL.

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2012 Edição 7 Listando e Gravando Listando itens em ComboBox e gravando os dados no

Leia mais

Projeto Supermercado - Produtos

Projeto Supermercado - Produtos OBJETIVO: Este projeto possibilitará fazer a manutenção dos dados da tabela de Produtos. Didaticamente, ele permite ao programador iniciante ter os primeiros contatos com os objetos de visualização individual

Leia mais

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI CRIANDO UMA AUTENTICAÇÃO DE USUÁRIO UTILIZANDO O COMPONENTE QUERY A autenticação de usuários serve para

Leia mais

Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox.

Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox. Inserindo Dados no Banco de Dados Paradox. - Construção do Banco de Dados: Para podermos inserir algo em um banco precisaremos de um Banco de Dados, para isto iremos montar um utilizando o Programa Database

Leia mais

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Nome Número: Série Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Proposta do projeto: Competências: Compreender a orientação a objetos e arquitetura cliente-servidor, aplicando-as

Leia mais

Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Revisando sintaxes SQL e criando programa de pesquisa. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 5 SELECT * FROM Minha_memoria Revisando Sintaxes SQL e Criando programa de Pesquisa Ano:

Leia mais

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I PROFESSOR RAFAEL BARRETO

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I PROFESSOR RAFAEL BARRETO ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI - UTILIZANDO OPENDIALOG PARA ARMAZENAR IMAGENS EM BANCO DE DADOS Criaremos uma solução simples para criar

Leia mais

Sistema básico de cadastro em Delphi com banco de dados InterBase.

Sistema básico de cadastro em Delphi com banco de dados InterBase. Sistema básico de cadastro em Delphi com banco de dados InterBase. Nesta apostila vamos abordar o uso do banco de dados Interbase e o acesso nativo com os componentes da paleta InterBase do Delphi, eu

Leia mais

Uma vez no form, dê um clique duplo sobre o objeto e insira a tela conforme abaixo. Não esqueça do & e das teclas de atalho.

Uma vez no form, dê um clique duplo sobre o objeto e insira a tela conforme abaixo. Não esqueça do & e das teclas de atalho. Exercício 03 Construir um programa em Delphi com um menu, cadastrando informações de clientes de um banco, conforme tela abaixo. Para tal, inserir, na paleta Standard clicar em menu. Uma vez no form, dê

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

Dando um passeio no ASP.NET

Dando um passeio no ASP.NET Dando um passeio no ASP.NET Por Mauro Sant Anna (mas_mauro@hotmail.com). Mauro é um MSDN Regional Director, consultor e instrutor. O principal objetivo da arquitetura.net é permitir ao usuário o fácil

Leia mais

Criando uma aplicação Web em C# usando o NHibernate

Criando uma aplicação Web em C# usando o NHibernate Criando uma aplicação Web em C# usando o NHibernate Apresento neste artigo como criar uma aplicação web totalmente orientada a objetos usando o framework NHibernate e a linguagem C#. Nossa meta é construir

Leia mais

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS

ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS ETEC DR. EMÍLIO HENRNANDEZ AGUILAR PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO DELPHI FORMULÁRIO COM ABAS E BUSCAS DE REGISTROS FORMULÁRIOS COM ABAS Trabalhar com abas (ou guias) é um recurso

Leia mais

Memória Flash. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos

Memória Flash. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos TUTORIAL Memória Flash Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 11/12/2005 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

C# - Conexão com MySQL

C# - Conexão com MySQL E S T A A P R E S E N T A Ç Ã O F O I E L A B O R A D A COMO M A T E R I A L DE A P O I O À A U L A DO P R O F E S S O R L E O L A R B A C K A O S A L U N O S DA E S C O L A T É C N I C A P O L I M I G.

Leia mais

Entradas Digitais. PdP. Autores: Luís Fernando Patsko e Tiago Lone Nível: Intermediário Criação: 27/12/2005 Última versão: 18/12/2006

Entradas Digitais. PdP. Autores: Luís Fernando Patsko e Tiago Lone Nível: Intermediário Criação: 27/12/2005 Última versão: 18/12/2006 TUTORIAL Entradas Digitais Autores: Luís Fernando Patsko e Tiago Lone Nível: Intermediário Criação: 27/12/2005 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

Índice. Tutorial para Desenvolvimento de Conduits em Delphi

Índice. Tutorial para Desenvolvimento de Conduits em Delphi Índice Índice...1 Desenvolvendo Conduits...2 (Passo a Passo)...2 Criando um Arquivo.mdb... 2 Arquivos...6 Instalando os componentes... 7 Recompilando os Comonentes do Delphi...13 Configurando a Conexão

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA

4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA 4 Criação de macros e introdução à linguagem VBA Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Introdução à criação de macros...3 Gravação

Leia mais

Iniciando o MySQL Query Brower

Iniciando o MySQL Query Brower MySQL Query Brower O MySQL Query Browser é uma ferramenta gráfica fornecida pela MySQL AB para criar, executar e otimizar solicitações SQL em um ambiente gráfico. Assim como o MySQL Administrator foi criado

Leia mais

Usando o evento OnFilterRecord para filtrar ClientDataSets

Usando o evento OnFilterRecord para filtrar ClientDataSets Usando o evento OnFilterRecord para filtrar ClientDataSets O objetivo mais importante no desenvolvimento de um programa é fornecer ao cliente maior liberdade para usar as interfaces e ao mesmo tempo tornar

Leia mais

Acesso à Dados ZEOS x Delphi. Professor Anderson

Acesso à Dados ZEOS x Delphi. Professor Anderson Acesso à Dados ZEOS x Delphi Professor Anderson Introdução O ZEOS é uma biblioteca que provê o acesso à uma base de dados em MYSQL. Através dessa Library, podemos realizar operações de manipulação da base

Leia mais

Introdução a Banco de Dados em Delphi

Introdução a Banco de Dados em Delphi Introdução a Banco de Dados em Delphi Daniela Caio André Gomes Roberto Scalco 2013 3 Sumário CAPÍTULO 1 ELEMENTOS DE UM BANCO DE DADOS... 4 1. O ARQUIVO DADOS... 4 2. CONCEITOS BÁSICOS DE BANCOS DE DADOS...

Leia mais

Define o campo ID com chave primaria com gerator de auto incremento ALTER TABLE CONTATO ADD CONSTRAINT PK_CONTATO PRIMARY KEY (ID);

Define o campo ID com chave primaria com gerator de auto incremento ALTER TABLE CONTATO ADD CONSTRAINT PK_CONTATO PRIMARY KEY (ID); Agenda 1 IBDatabase (Paleta Interbase) 1 IBTransaction (Paleta Interbase) 2 IBQuery (Paleta Interbase) 1 IBUpdateSQL (Paleta Interbase) 1 DataSource (Paleta Interbase) 4 Bitbnt (Paleta Addicional) 1 Dbgrid

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri OBJETIVOS DA AULA: Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Fazer uma breve introdução a respeito do MS SQL Server 7.0; Criar uma pequena base de dados no MS SQL Server 7.0; Elaborar

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho.

AMBIENTE. FORMULÁRIO: é a janela do aplicativo apresentada ao usuário. Considere o formulário como a sua prancheta de trabalho. DELPHI BÁSICO VANTAGENS Ambiente de desenvolvimento fácil de usar; 1. Grande Biblioteca de Componentes Visuais (VCL - Visual Component Library), que são botões, campos, gráficos, caixas de diálogo e acesso

Leia mais

NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web no qual iremos aplicar os temas e os skins.

NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web no qual iremos aplicar os temas e os skins. TUTORIAL 01 USANDO THEMES E SKINS EM UMA APLICAÇÃO ASP.NET ETAPA 1: Criando um novo Web Site usando o Visual Studio 2010 NOTA: Neste tutorial foi utilizado o Visual Studio 2010 para criar o Projeto Web

Leia mais

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo

Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Delphi 7 Aula 01 Área do Triângulo Prof. Gilbert Azevedo da Silva I. Objetivos Conhecer o Ambiente Integrado de Desenvolvimento (IDE) do Delphi 7, Desenvolver a primeira aplicação no Delphi 7, Aprender

Leia mais

Programação para Android. Aula 08: Persistência de dados SQL

Programação para Android. Aula 08: Persistência de dados SQL Programação para Android Aula 08: Persistência de dados SQL Persistência de dados Na maioria das aplicações precisamos ter algum tipo de persistência de dados. Para guardar informações de forma persistente

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase.

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase. Prof. Omero, pág. 63 O que é o InterBase? O InterBase é um SGBDR - Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cliente/Servidor Relacional 1 que está baseado no padrão SQL ANSI-9, de alta performance, independente

Leia mais

Display de 7. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos

Display de 7. PdP. Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006. Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos TUTORIAL Display de 7 Segmentos Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 16/12/2005 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

INSTALANDO E CONFIGURANDO O MY SQL

INSTALANDO E CONFIGURANDO O MY SQL INSTALANDO E CONFIGURANDO O MY SQL Este tutorial tem como objetivo mostrar como instalar o banco de dados My SQL em ambiente Windows e é destinado aqueles que ainda não tiveram um contato com a ferramenta.

Leia mais

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10 Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Lazarus Para MEC 1100 v2010.10 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212

Leia mais

Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView

Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView Tarefa Orientada 2 Aplic. Manutenção de Produtos - DataGridView Objectivos: Criação de fonte de dados (Data Source) a partir de base de dados. Utilização de um controlo DataGridView para visualizar dados.

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

CRIANDO UM BANCO DE DADOS

CRIANDO UM BANCO DE DADOS CRIANDO UM BANCO DE DADOS Bem, antes de iniciarmos propriamente no delphi, devemos aprender a usar sua ferramentas, sendo uma das mais importantes o Database Desktop, pois é com esta que construímos nossos

Leia mais

Interface para Regras de Negócios em Multi-Banco

Interface para Regras de Negócios em Multi-Banco 1 Interface para Regras de Negócios em Multi-Banco MARCELO JALOTO (marcelo@jaloto.net) é graduado no curso superior Projetos e Gestão de Redes de Computadores e formado no curso Técnico em Processamento

Leia mais

Apostila Delphi V 1.0

Apostila Delphi V 1.0 Preço: R$ 5,00 Link de download: setup.exe Tipo da licença: demonstração Limitações: perrmite visualizar até a página 12. Exige cadastro on-line para solicitar chave de registro. 1 / 7 Apostila completa

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO. Plataforma Windows. Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes da Silva, Tiago França Melo de Lima

GUIA DE INSTALAÇÃO. Plataforma Windows. Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes da Silva, Tiago França Melo de Lima Laboratório de Engenharia e Desenvolvimento de Sistemas LEDS/UFOP Universidade Federal de Ouro Preto UFOP GUIA DE INSTALAÇÃO Plataforma Windows Relatório Técnico Versão 0.1 (201305032030) Leandro Gomes

Leia mais

Fortes Report Parte 1 Desenvolvendo o Primeiro Relatório

Fortes Report Parte 1 Desenvolvendo o Primeiro Relatório Fortes Report Parte 1 1 Fortes Report Parte 1 Desenvolvendo o Primeiro Relatório Amigos, fazer relatórios é o famoso mal necessário, que particularmente eu não me incomodo em desenvolver, até porque, geralmente

Leia mais

Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II

Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II Apostila desenvolvida pelos Professores Ricardo Santos de Jesus e Rovilson de Freitas, para as Disciplinas de Desenvolvimento de Software I e II, nas Etecs de

Leia mais

Criando um carrinho de compras

Criando um carrinho de compras Criando um carrinho de compras Um carrinho de compras feito em ASP.NET para você adaptar ao seu negócio e incluir no seu site. Além de aprender conceitos importantes relacionados a tecnologia ASP.NET vai

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

User Manager 1.0. edtusuario Nome do novo Usuário a ser criado edtsenha Senha do novo usuário Label

User Manager 1.0. edtusuario Nome do novo Usuário a ser criado edtsenha Senha do novo usuário Label Montando o Código: User Manager 10 Neste artigo vou abordar um pequeno problema que temos normalmente com nossos usuários, a criação de usuários e senhas para Interbase e Firebird, a demanda de trabalho

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração e Configuração MyABCM 4.0 Versão 4.00-1.00 2 Copyright MyABCM. Todos os direitos reservados Reprodução Proibida Índice Introdução... 5 Arquitetura, requisitos e cenários de uso do MyABCM... 7 Instalação

Leia mais

Display de Cristal Líquido

Display de Cristal Líquido TUTORIAL Display de Cristal Líquido Autor: Tiago Lone Nível: Básico Criação: 09/03/2006 Última versão: 18/12/2006 PdP Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos http://www.maxwellbohr.com.br contato@maxwellbohr.com.br

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Sumário. 1. Instalação GVcollege... 4. 1.1. GVsetup... 4. 1.1.1. Instalação com Banco de dados... 6. 1.2. Configurações... 10

Sumário. 1. Instalação GVcollege... 4. 1.1. GVsetup... 4. 1.1.1. Instalação com Banco de dados... 6. 1.2. Configurações... 10 Sumário 1. Instalação GVcollege... 4 1.1. GVsetup... 4 1.1.1. Instalação com Banco de dados... 6 1.2. Configurações... 10 1.2.1. APS Licence Service... 11 1.2.2. APS Licence File... 11 1.2.3. DBXconfig...

Leia mais

Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2

Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2 Print Audit 6 - Instalação do SQL Server 2008 express R2 Este tutorial mostra a instalação e configuração passo a passo do SQLServer 2008 express R2. Antes de instalar o SQL Server 2008 Express R2 Antes

Leia mais

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL 1. O que é Linguagem SQL 2. Instrução CREATE 3. CONSTRAINT 4. ALTER TABLE 5. RENAME TABLE 6. TRUCANTE TABLE 7. DROP TABLE 8. DROP DATABASE 1 1. O que é Linguagem SQL 2. O SQL (Structured Query Language)

Leia mais

8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito)

8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito) 8. Outros tipos de Transação (Modo de Transação de Autoconfirmação e Modo Implícito) Nos itens anteriores vimos transações do tipo explícitas, ou seja, aquelas que iniciam com BEGIN TRANSACTION. As outras

Leia mais

Front-End Uso da Linguagem Turbo Delphi para Acesso ao Banco de Dados Mysql

Front-End Uso da Linguagem Turbo Delphi para Acesso ao Banco de Dados Mysql Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT Sistemas de Informação Laboratório de Programação Visual Prof. Clóvis Júnior Front-End Uso da Linguagem Turbo Delphi para Acesso ao Banco de Dados Mysql Estrutura

Leia mais

Conteúdo O que é?... 4 Histórico... 4 Onde Baixar?... 4 Diferença entre Firebird e o Interbase... 4 Como instalar?... 4 Instalando o Ibexpert...

Conteúdo O que é?... 4 Histórico... 4 Onde Baixar?... 4 Diferença entre Firebird e o Interbase... 4 Como instalar?... 4 Instalando o Ibexpert... Apostila FIREBIRD 1 Firebird Equipe: BARBARA CAROLINE SOUZA DE OLIVEIRA Nº 04 GUILHERME ROBERTO PINTO DE SOUZA Nº 16 JOSÉ ROSA MARTINS NETO Nº 22 RAFAEL ALVES DE SOUSA Nº 36 WELLINGTON COSTA SANTOS OLIVEIRA

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico MANUAL DE INSTALAÇÃO LSoft Ponto Eletrônico SUPORTE TÉCNICO AO USUÁRIO: Atendimento On-line: www.lsoft.com.br E-Mail: suporte@lsoft.com.br (37) 3237-8900 Versão 1.0-2014. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

END OF FILE: Tutorial Chat Em Delphi

END OF FILE: Tutorial Chat Em Delphi END OF FILE: Tutorial Chat Em Delphi fórum: http://offile.umforum.net site: http://fts315.xp3.biz autor: kõdo no kami (www.facebook.com/hacker.fts315) - skype: hackefts315 greetz: mmxm, sir.rafiki, suspeit0@virtual,

Leia mais

Manual Integra S_Line

Manual Integra S_Line 1 Introdução O é uma ferramenta que permite a transmissão Eletrônica de Resultado de Exames, possibilitando aos Prestadores de Serviços (Rede Credenciada), integrarem seus sistemas com os das Operadoras

Leia mais

Projeto Supermercado - Manutenção

Projeto Supermercado - Manutenção OBJETIVO: Este projeto possibilitará fazer a manutenção dos dados das tabelas que compõem todo o Sistema. Didaticamente, ele permite ao programador iniciante ter os primeiros contatos com os objetos de

Leia mais

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela Certamente você já ouviu falar muito sobre triggers. Mas o quê são triggers? Quando e como utilizá-las?

Leia mais

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 13/AGO/2012 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA INTERNET LABORATÓRIO 1 PROF. EMILIO PARMEGIANI Exercício 1 Neste exercício trabalharemos com alguns web controls básicos e praticaremos os tipos de dados do C#. Vamos criar

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Podemos agora ver no IDE do Morfik os objetos que já incorporamos ao nosso projeto :

Podemos agora ver no IDE do Morfik os objetos que já incorporamos ao nosso projeto : Podemos agora ver no IDE do Morfik os objetos que já incorporamos ao nosso projeto : O form Index A tabela Fotos A query Q_seleção_de_fotos Vide figura 46. Figura 46 O próximo passo é criar um form que

Leia mais

Data Transformation Services (DTS) por Anderson Ferreira Souza

Data Transformation Services (DTS) por Anderson Ferreira Souza Data Transformation Services (DTS) por Anderson Ferreira Souza O Sql Server possui um recurso extremamente poderoso que é muito pouco utilizado pelos administradores e programadores. Com certeza, sendo

Leia mais

Elementos do IDE do Delphi

Elementos do IDE do Delphi Capítulo 2 Um Tour pelo Ambiente de Programação do Delphi Ao final deste capítulo, você estará apto a: Identificar os elementos do IDE do Delphi Identificar os elementos essenciais que formam uma aplicação

Leia mais

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características:

Para que o NSBASIC funcione corretamente em seu computador, você deve garantir que o mesmo tenha as seguintes características: Cerne Tecnologia www.cerne-tec.com.br Conhecendo o NSBASIC para Palm Vitor Amadeu Vitor@cerne-tec.com.br 1. Introdução Iremos neste artigo abordar a programação em BASIC para o Palm OS. Para isso, precisaremos

Leia mais

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados 1) Introdução! Em algumas situações, pode ser necessário preservar os objetos

Leia mais

Trabalhando com XML RENATO CORREIA DE MATOS

Trabalhando com XML RENATO CORREIA DE MATOS Trabalhando com XML RENATO CORREIA DE MATOS Para que aplicações heterogêneas possam se comunicar é necessário que haja um padrão. Uma boa escolha para a troca de mensagens seria por meio de arquivo texto,

Leia mais

Microsoft Visual Studio 2010 C#

Microsoft Visual Studio 2010 C# Microsoft Visual Studio 2010 C# Apostila desenvolvida pelos Professores Ricardo Santos de Jesus e Rovilson de Freitas, para as Disciplinas de Desenvolvimento de Software I e II, nas Etecs de Francisco

Leia mais

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Para efetuar com sucesso os exemplos que serão mostrados a seguir é necessário que exista no SQL Server uma pessoa que se conecte como Administrador,

Leia mais

Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br

Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br 1. Abordagem geral Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br Em primeiro plano, deve-se escolher com qual banco de dados iremos trabalhar. Cada banco possui suas vantagens,

Leia mais

JDBC Java Database Connectivity

JDBC Java Database Connectivity 5 JDBC Java Database Connectivity Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Trabalhar com bancos de dados em aplicações web em JSP através das classes

Leia mais

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1

Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Guia: Manual de instalação do Sophos SafeGuard Enterprise 6.00.1 Data do Documento: novembro de 2012 1 Conteúdo 1. Sobre este manual... 3 2. Requisitos de Sistema...

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

CRIAÇÃO DE RELATÓRIOS EM DELPHI

CRIAÇÃO DE RELATÓRIOS EM DELPHI PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES II PROFESSOR RAFAEL BARRETO CRIAÇÃO DE RELATÓRIOS EM DELPHI Relatórios são tão importantes quanto as consultas, com a vantagem de poder imprimir os valores armazenados nos Bancos

Leia mais

PostgreSQL 9.4 Primeiros Passos no Microsoft Windows

PostgreSQL 9.4 Primeiros Passos no Microsoft Windows www.masiena.com.br marcio@masiena.com.br masiena@hotmail.com PostgreSQL 9.4 Primeiros Passos no Microsoft Windows Uma das maiores dificuldades quando se começa a trabalhar com qualquer software é dar os

Leia mais

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] )

Bool setcookie (string nome [, string valor [, int validade [, string caminho [, string dominio [, int seguro]]]]] ) Disciplina: Tópicos Especiais em TI PHP Este material foi produzido com base nos livros e documentos citados abaixo, que possuem direitos autorais sobre o conteúdo. Favor adquiri-los para dar continuidade

Leia mais

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 24/08/2011 No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados Construtor Iron Web Manual do Usuário Iron Web Todos os direitos reservados A distribuição ou cópia deste documento, ou trabalho derivado deste é proibida, requerendo, para isso, autorização por escrito

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Gabarito - Programação C# com Visual Studio - Intermediário - 05/08/2013 AULA 01. 1 Perguntas e Respostas

Gabarito - Programação C# com Visual Studio - Intermediário - 05/08/2013 AULA 01. 1 Perguntas e Respostas Gabarito - Programação C# com Visual Studio - Intermediário - 05/08/2013 1 Perguntas e s AULA 01 1- A ferramenta responsável pelo auto incremento chama- se Identity. (Sim) 2- A ferramenta responsável pelo

Leia mais

PROJECT 1 Delphi Project (Extensão. DPR)

PROJECT 1 Delphi Project (Extensão. DPR) CAPÍTULO2 1. A ESTRUTURA DE UM APLICATIVO Quando iniciamos uma aplicação em Delphi ele interpreta que iremos desenvolver um projeto. Este gerencia um conjunto de recursos como Forms, Units, objetos, funções

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

Consulta de endereço através do Cep

Consulta de endereço através do Cep --------------------------------------------------------------------------------------------- Por: Giancarlo Fim giancarlo.fim@gmail.com Acesse: http://giancarlofim.wordpress.com/ ---------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Veja abaixo um exemplo de como os dados são mostrados quando usamos o

Veja abaixo um exemplo de como os dados são mostrados quando usamos o Objeto DataGridView O controle DataGridView é um dos objetos utilizados para exibir dados de tabelas de um banco de dados. Ele está disponível na guia de objetos Data na janela de objetos do vb.net. Será

Leia mais

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 -

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 - 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de Gestão de Conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

INSTALANDO SQL SERVER 2008

INSTALANDO SQL SERVER 2008 VERSÃO 2 INSTALANDO SQL SERVER 2008 Pré-requisitos para instalação do SQL SERVER 2008 Antes de iniciar o instalador do SQL SERVER 2008 é necessário instalar os seguintes componentes: Microsoft Windows

Leia mais

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados Pagina 1 Titulo do Manual [Parâmetros Gerais] Elaboração [Ricardo Francisco Mizael] Versão 1.1 Data Elaboração 01/08/2011 Paginas 33 Data Revisão 25/11/2011 Pagina 2 Conteúdo do Manual Apresentação...3

Leia mais