Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos. Projeto. Clube de Nutrição

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos. Projeto. Clube de Nutrição"

Transcrição

1 Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos Projeto Clube de Nutrição julho de 2013

2 1. Enquadramento A Obesidade é provavelmente o maior problema, relacionado com a saúde, que a sociedade moderna apresenta. As tecnologias, juntamente com a globalização, trouxeram muitos benefícios, mas também inúmeras comodidades que tornaram não só o homem adulto mas também crianças e adolescentes, sedentários. Segundo a Comissão Europeia, Portugal está entre os países europeus com maior número de crianças com excesso de peso: 32% das crianças portuguesas entre os 6 e os 8 anos têm excesso de peso. Dos estudos mais recentes realizados em Portugal sabe-se ainda que: - Mais de 90% das crianças portuguesas come fast-food e doces e bebe refrigerantes, pelo menos quatro vezes por semana; - Menos de 1% das crianças bebe água todos os dias e só 2% consome fruta fresca diariamente; - Quase 60% das crianças vão para a escola de carro; - Apenas 40% das crianças participam em actividades extracurriculares que envolvem atividade física. Contudo, para se enfrentar esta doença moderna, é preciso uma luta conjunta, um modelo de prevenção, envolvendo os profissionais de saúde, professores, direção, pais e os próprios alunos, onde a adequação de novos hábitos é a maior arma de combate à Obesidade infantil. O Clube de Nutrição é um projeto de âmbito escolar, que pretende realizar diversas atividades na área da Alimentação e Nutrição, sendo destinado tanto a alunos que frequentem um estabelecimento de ensino, pertencente ao Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos, como a encarregados de educação. Este projeto será levado a cabo por uma equipa de três Nutricionistas (Isabel Cardoso, Patrícia Gonçalves e Catarina Amaral), podendo contar com a participação de voluntários da área das Ciências da Nutrição e Dietética, no âmbito de estágios curriculares ou de acesso à Ordem dos Nutricionistas.

3 2. Objetivos 2.1. Objetivos Gerais Pretende-se com a realização de atividades envolvidas no Clube de Nutrição: Redução da prevalência e incidência da obesidade infantil; Transmissão de conceitos sobre diversos temas de alimentação, nutrição e estilos de vida saudáveis; Desenvolvimento competências e conhecimentos da temática da nutrição e alimentação, pelos participantes; Realização, autónoma dos participantes, de escolhas para uma alimentação e vida mais saudáveis Objetivos Específicos Ao longo do ano letivo pretende-se ainda que os participantes sejam capazes de: Reconhecer e identificar os conceitos transmitidos ao longo das palestras e workshops; Salientar os princípios para uma alimentação saudável; Reconhecer a problemática da obesidade infantil e doenças associadas; Desenvolver, individualmente, estratégias para uma vida mais saudável; Executar receitas simples e saudáveis para o dia-a-dia. 3. Destinatários O Clube de Nutrição destina-se a todos os alunos que frequentem o Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos, bem como a todos os encarregados de educação. 4. Duração O Clube de Nutrição realizará atividades ao longo do ano letivo 2013/2014 (de setembro de 2013 a junho de 2014).

4 5. Organização das Atividades 5.1. Local As atividades do Clube de Nutrição realizar-se-ão nos estabelecimentos de ensino pertencentes ao Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos Atividades O Clube de Nutrição contará com a realização de diversas atividades, nomeadamente: Realização de Ateliers de Culinária para alunos: elaboração de receitas simples e saudáveis, fazíveis no dia a dia, adaptadas à idade dos participantes; Apresentação de palestras e workshops, para alunos e encarregados de educação, subordinadas aos temas: Nutrição e Sucesso Escolar ; Alimentação Infantil Saudável ; Nutrição no Desporto ; Mitos e Verdades Alimentares ; Desperdício Alimentar, Refeições Económicas e Saudáveis ; workshops sazonais ( Desfrutar de um Natal Saudável, Snacks de Verão ) Consultas de Nutrição destinadas a alunos e encarregados de educação; Acompanhamento e vigilância de casos de jovens com excesso de peso, obesidade e outras patologias; Criação de uma página na internet, associada ao site de cada escola, com divulgação de informação útil sobre o Clube de Nutrição, nomeadamente das datas das atividades e inscrições nas mesmas, newsletters sobre as atividades já realizadas e a executar, artigos sobre temáticas relacionadas com Alimentação e Nutrição. Na área da investigação, será realizada uma avaliação nutricional (IMC) da população escolar, de forma a identificar casos de má nutrição. Colaboração com o Agrupamento numa partilha de ações/informações no âmbito do Projeto de Educação para a Saúde.

5 5.3. Financiamento/Apoio As atividades não apresentarão custos diretos para o Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos, sendo apenas requerido o local físico para realização das mesmas (auditório, salas para consulta e cozinha), material para os workshops (computador, videoprojetor, microfones, colunas). Após apresentação e aceitação do Agrupamento de Escolas de Paço de Arcos será solicitado apoio à Camara Municipal de Oeiras para colaborar neste projeto. O Clube de Nutrição contará com apoios financeiros e parcerias organizadas com entidades privadas para que possam ajudar a equipa de Nutricionistas logisticamente (alimentação, transporte e material). Prevê-se ainda uma cooperação com o Centro de Saúde de Oeiras, unidade de Paço de Arcos (Saúde Pública). Seguirá oportunamente o cronograma das atividades, resultante das reuniões com as entidades envolvidas havendo sempre a possibilidade de alguma flexibilidade para garantir o máximo de sucesso. Contacto Nutricionista Isabel Cardoso (ON 1487)

A principal causa da obesidade infantil advêm de uma alimentação pouco saudável e. vida ao ar livre, ou seja com um estilo de vida menos saudável.

A principal causa da obesidade infantil advêm de uma alimentação pouco saudável e. vida ao ar livre, ou seja com um estilo de vida menos saudável. 5 ao Dia 2008 Enquadramento Mudança de hábitos alimentares das crianças A televisão, os jogos de computador e a internet têm mudado os hábitos das crianças e jovens, tornando-as mais inactivas, com menos

Leia mais

Pacto de Milão. Desafio para as Autarquias. Lucinda Fonseca

Pacto de Milão. Desafio para as Autarquias. Lucinda Fonseca Pacto de Milão Desafio para as Autarquias Lucinda Fonseca Caracterização CARACTERIZAÇÃO PACTO DE MILÃO /03 Freguesias: 26 Área: 302,33 km 2 População residente: 56 264 Densidade populacional: 185,9 hab/

Leia mais

Campanha de sensibilização do pnase

Campanha de sensibilização do pnase São Tomé, 28 de Fevereiro de 2017. Campanha de sensibilização do pnase Em alusão a 1 de Março, Dia Africano da Alimentação Escolar, o Ministério da Educação Cultura de São Tomé e Príncipe dá início à campanha

Leia mais

18 7 de Outubro de 2008 Número 127

18 7 de Outubro de 2008 Número 127 18 7 de Outubro de 2008 Resolução n.º 1012/2008 Considerando que a Marítimo da Madeira - Futebol - - SAD necessita de reunir a Assembleia-Geral, sem observância das formalidades prévias nos termos do artigo

Leia mais

XIV Encontro Nacional de Rede de Alimentação e Nutrição do SUS. Janaína V. dos S. Motta

XIV Encontro Nacional de Rede de Alimentação e Nutrição do SUS. Janaína V. dos S. Motta XIV Encontro Nacional de Rede de Alimentação e Nutrição do SUS Janaína V. dos S. Motta EPIDEMIOLOGIA NUTRICIONAL Relatório Mundial de Saúde 1) Água contaminada e falta de saneamento; 2) Uso de combustíveis

Leia mais

Cantinas Escolares Saudáveis

Cantinas Escolares Saudáveis PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NO AMBIENTE ESCOLAR: Cantinas Escolares Saudáveis Patrícia Constante Jaime Coordenadora-Geral de Alimentação e Nutrição/DAB/SAS/MS Fortaleza, 25 de outubro de 2012 TÓPICOS

Leia mais

Dia Mundial da Alimentação. 16 de outubro de 2013

Dia Mundial da Alimentação. 16 de outubro de 2013 Dia Mundial da Alimentação 16 de outubro de 2013 Sistemas Alimentares Saudáveis Modelo de Intervenção da Associação Portuguesa de Dietistas Associação Portuguesa de Dietistas Dia Mundial da Alimentação

Leia mais

A saúde dos adolescentes em Portugal: respostas e desafios

A saúde dos adolescentes em Portugal: respostas e desafios A saúde dos adolescentes em Portugal: respostas e desafios Andreia Jorge Silva Direção de Serviços de Prevenção da Doença e Promoção da Saúde 1 PNS/ELS - Obesidade Saúde dos Adolescentes PNS/Saúde dos

Leia mais

Newsletter do Clube de Nutrição Nº 9 Junho de 2015

Newsletter do Clube de Nutrição Nº 9 Junho de 2015 Newsletter do Clube de Nutrição Nº 9 Junho de 2015 Nesta Edição Pequeno-Almoço 1 Atividades pelo Clube 1 Sabia que? 1 Dicas&Truques 2 Receita do mês 2 Suplemento nº 2 3 Este Verão tenha atenção aos gelados!

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014. ESTUDO DO IMC (Índice de Massa Corporal) Avaliação Final

ANO LETIVO 2013/2014. ESTUDO DO IMC (Índice de Massa Corporal) Avaliação Final ANO LETIVO 2013/2014 ESTUDO DO IMC (Índice de Massa Corporal) Avaliação Final Índice O que é o IMC? Objetivo do Estudo Procedimentos do Estudo Amostra Utilizada Apresentação dos Resultados Principais Conclusões

Leia mais

O estado de saúde depende em muito de comportamentos saudáveis, como não utilizar drogas (licitas ou ilícitas), alimentar-se correctamente, praticar

O estado de saúde depende em muito de comportamentos saudáveis, como não utilizar drogas (licitas ou ilícitas), alimentar-se correctamente, praticar O estado de saúde depende em muito de comportamentos saudáveis, como não utilizar drogas (licitas ou ilícitas), alimentar-se correctamente, praticar exercício físico, entre outras. No entanto, e o nosso

Leia mais

Relatório de Estágio Mestrado Integrado em Medicina OBESIDADE NOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS. Marta Alexandra Araújo Oliveira da Silva

Relatório de Estágio Mestrado Integrado em Medicina OBESIDADE NOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS. Marta Alexandra Araújo Oliveira da Silva Relatório de Estágio Mestrado Integrado em Medicina OBESIDADE NOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS Marta Alexandra Araújo Oliveira da Silva Orientador Maria Helena Cardoso Pereira da Silva Co-Orientador Cecília

Leia mais

associação de pais / encarregados de educação do agrupamento de escolas do concelho de Valença do Minho Relatório de Atividades e Contas 2014/2015

associação de pais / encarregados de educação do agrupamento de escolas do concelho de Valença do Minho Relatório de Atividades e Contas 2014/2015 Relatório de Atividades e Contas 2014/2015 Com o presente relatório a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Concelho de Valença vem informar os seus associados sobre as atividades desenvolvidas

Leia mais

MANUAL: Refeitórios escolares de gestão municipal

MANUAL: Refeitórios escolares de gestão municipal MUNICÍPIO DE OEIRAS DECPC Divisão de Educação MANUAL: Refeitórios escolares de gestão municipal Conforme o Plano de Atribuição de Auxílios Económicos no Âmbito da Ação Social Escolar, aprovado pela Assembleia

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO PLANO DE ESTÁGIO

FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO PLANO DE ESTÁGIO FACULDADE SANTA TEREZINHA - CEST COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO PLANO DE ESTÁGIO 2013.1 DADOS DO ESTÁGIO CÓDIGO ÁREA CARGA HORÁRIA PERÍODO HORÁRIO Nutrição Social 230h 7 7h30 às 12h30 SUPERVISOR(A) Eliete

Leia mais

Empreendedorismo Social e Tecnologia

Empreendedorismo Social e Tecnologia Empreendedorismo Social e Tecnologia 7 de Fevereiro de 2011 Auditório do Ninho de Empresas DNA Cascais Vencedor do 1º concurso de ideias de negócios de cascais - categoria saúde, promovido pela dna cascais

Leia mais

Descrição do Curso de Verão

Descrição do Curso de Verão Descrição do Curso de Verão Portugal - 1 de 7 - Introdução O BEST Board of European Students of Technology é uma associação sem fins lucrativos, políticos ou religiosos que reúne estudantes de Engenharia,

Leia mais

Projeto de Educação para a Saúde- EB2 Paulo Quintela ( ) Autoras: - Alda Afonso - Margarida Rodrigues - Olívia Maria - Suzete Carpinteiro

Projeto de Educação para a Saúde- EB2 Paulo Quintela ( ) Autoras: - Alda Afonso - Margarida Rodrigues - Olívia Maria - Suzete Carpinteiro II Encontro de Boas Práticas Educativas Bragança, 8 de setembro de 2016 Projeto de Educação para a Saúde- EB2 Paulo Quintela (2014-2016) Autoras: - Alda Afonso - Margarida Rodrigues - Olívia Maria - Suzete

Leia mais

ATIVIDADES DO SPO A - Apoio de natureza psicológica e/ou psicopedagógica a alunos e aos agentes educativos

ATIVIDADES DO SPO A - Apoio de natureza psicológica e/ou psicopedagógica a alunos e aos agentes educativos ATIVIDADES DO SPO A - Apoio de natureza psicológica e/ou psicopedagógica a alunos e aos agentes educativos. - individual - em grupo - consultoria a professores, encarregados de educação e pais B - Participação

Leia mais

Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho

Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho ESCOLA BÁSICA E INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho PROFIJ Nível II, Tipo 2 2ºano Curso Operador de Informática ENQUADRAMENTO LEGAL Portaria

Leia mais

Estratégias e Ações do Governo Federal para a Prevenção e Controle da Obesidade

Estratégias e Ações do Governo Federal para a Prevenção e Controle da Obesidade Estratégias e Ações do Governo Federal para a Prevenção e Controle da Obesidade Encontro com as referências estaduais de Alimentação e Nutrição 16 e 17/06/2015 - Brasília/DF Ministério do Desenvolvimento

Leia mais

Nutricionista em escolas da rede privada: perspectivas de atuação. Nutricionista Joseane Mancio CRN2 4510

Nutricionista em escolas da rede privada: perspectivas de atuação. Nutricionista Joseane Mancio CRN2 4510 Nutricionista em escolas da rede privada: perspectivas de atuação Nutricionista Joseane Mancio CRN2 4510 Onde podemos atuar??? Atribuições Resolução CFN CFN 380/2005 Alimentação Escolar Compete ao Nutricionista,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO. Av. Eduardo Ribeiro UEA/UTAM. Rede de Supermercados DB, Carrefour. Auditório do Colégio Dom Bosco - Centro

PROGRAMAÇÃO. Av. Eduardo Ribeiro UEA/UTAM. Rede de Supermercados DB, Carrefour. Auditório do Colégio Dom Bosco - Centro GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS CONSELHO ESTADUAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL AMAZONAS SEMANA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO 16 a 22 de outubro de 05 TEMA: A INICIATIVA DE

Leia mais

Workshop Algumas modalidades de Circuitos Curtos Agroalimentares Apresentação e debate sobre experiências. José Alves Carlos Granadas

Workshop Algumas modalidades de Circuitos Curtos Agroalimentares Apresentação e debate sobre experiências. José Alves Carlos Granadas Workshop Algumas modalidades de Circuitos Curtos Agroalimentares Apresentação e debate sobre experiências José Alves Carlos Granadas INIAV Oeiras Quinta do Marquês Auditório do CAP 19 dezembro 2016 Índice

Leia mais

Projecto Vitalidade XXI. FIPA Federação das Indústrias Agro-Alimentares. Conclusões do estudo. A Indústria Alimentar e os Estilos de Vida Saudáveis

Projecto Vitalidade XXI. FIPA Federação das Indústrias Agro-Alimentares. Conclusões do estudo. A Indústria Alimentar e os Estilos de Vida Saudáveis Projecto Vitalidade XXI FIPA Federação das Indústrias Agro-Alimentares Conclusões do estudo A Indústria Alimentar e os Estilos de Vida Saudáveis A Percepção das Partes Interessadas e Apresentação dos compromissos

Leia mais

Da Caneta até ao Prato

Da Caneta até ao Prato Levantamento de projetos locais no âmbito da alimentação saudável e atividade física Concelho Nome do projeto Identificação da instituição promotora Equipa de trabalho/ dinamizadora Parceiros Enquadramento/

Leia mais

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL RESUMO

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL RESUMO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Ana Paula Scherer de Brum* Patrícia Wolf** Paula Masiero*** RESUMO Para termos um corpo e uma mente sadia, devemos ter uma alimentação saudável, com propriedades que ajudam no desenvolvimento

Leia mais

-PNAN - Portaria Estatuto da criança e do adolescente -PCNs

-PNAN - Portaria Estatuto da criança e do adolescente -PCNs -PNAN - Portaria 1.010 - Estatuto da criança e do adolescente -PCNs Alimentação Escolar Aline Guimarães Nutricionista - CECANE UnB PNAN Política Nacional de Alimentação e Nutrição Alimentação escolar PNAN

Leia mais

GABINETE DE INFORMAÇÃO E APOIO AO ALUNO (GIAA)

GABINETE DE INFORMAÇÃO E APOIO AO ALUNO (GIAA) Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE Centro de Saúde de Ponte da Barca Unidade de Cuidados na Comunidade de Ponte da Barca Saúde Escolar Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca Escola Básica e Secundária

Leia mais

REGIMENTO Interno Do Desporto Escolar

REGIMENTO Interno Do Desporto Escolar REGIMENTO Interno Do Desporto Escolar ÍNDICE Artigo 1.º Definição 3 Artigo 2.º Princípios e objetivos 3 Artigo 3.º Coordenação e constituição 4 Artigo 4.º Competências do coordenador 4 Artigo 5.º Atividades

Leia mais

CENTRO de SAÚDE de SANTA MARIA da FEIRA PROJECTO. COM PESO e MEDIDA. Enfermeira. Lara F. C. Monteiro

CENTRO de SAÚDE de SANTA MARIA da FEIRA PROJECTO. COM PESO e MEDIDA. Enfermeira. Lara F. C. Monteiro CENTRO de SAÚDE de SANTA MARIA da FEIRA PROJECTO COM PESO e MEDIDA Enfermeira Lara F. C. Monteiro Março, 2008 0. Sumário 1. Introdução... Pág. 02 2. Justificação do projecto... Pág. 03 3. Nome do projecto...

Leia mais

PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS

PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS ATENDIMENTO NUTRICIONAL EM CASA Cuide de sua alimentação onde ela acontece. Uma nutricionista em sua casa realizará orientações nutricionais personalizadas, de acordo com suas necessidades,

Leia mais

PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA

PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA Projecto financiado com o apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação (comunicação) Vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão responsável

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio em. Alimentação Escolar

Curso Técnico de Nível Médio em. Alimentação Escolar Curso Técnico de Nível Médio em APRESENTAÇÃO O Projeto Pedagógico do Curso Técnico de Nível Médio em Secretaria, na modalidade a distância, com momentos presenciais, pertencente ao eixo tecnológico Apoio

Leia mais

Plano de Acção

Plano de Acção - 2 - Nota Prévia A Rede Social afirmou-se ao longo da sua criação como uma medida inovadora e com capacidade de produzir alterações positivas na intervenção social. Esta medida assumiu-se, desde início,

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE TABAGISMO E ALCOOLISMO

PROGRAMA DE PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE TABAGISMO E ALCOOLISMO PROGRAMA DE PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE TABAGISMO E ALCOOLISMO IN-DEPENDÊNCIAS * Ferreira, Francisco ** Soares, Cecília *** Tomáz, Albano ACES BM1- URAP RESUMO O Programa IN-DEPENDÊNCIAS começou a ser desenvolvido

Leia mais

Agrupamento de Escolas nº 2 de Évora

Agrupamento de Escolas nº 2 de Évora Agrupamento de Escolas nº 2 de Évora RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO PLANO ANUAL E PLURIANUAL DE ATIVIDADES 2011/2012 PLANO ANUAL E PLURIANUAL DE ATIVIDADES 2011/2012 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO Pré-escolar e 1º

Leia mais

EB1/PE DE ÁGUA DE PENA

EB1/PE DE ÁGUA DE PENA EB1/PE DE ÁGUA DE PENA 2010 2014 1.Introdução 2.Enquadramento legal 3.Diagnóstico avaliação do projecto anterior 4.Identificação de prioridades de intervenção 5.Disposições finais 6.Avaliação 1.Introdução

Leia mais

promovam a reflexão sobre temáticas fundamentais relacionadas com a aprendizagem da Matemática.

promovam a reflexão sobre temáticas fundamentais relacionadas com a aprendizagem da Matemática. Áreas prioritárias no apoio ao sistema educativo 1º ciclo área da Matemática Perspectivas sobre o trabalho a ser desenvolvido na área da Matemática Proposta Enquadramento A visão de que o ensino da Matemática,

Leia mais

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo NATAL EM ATIVIDADE NORMAS GERAIS DE FUNCIONAMENTO Nota introdutória A Câmara Municipal pretende desenvolver programas

Leia mais

Clube do Desporto Escolar

Clube do Desporto Escolar Agrupamento de Escolas das Taipas Clube do Desporto Escolar 1. Estrutura organizacional Coordenador: Maria Elisabete da Silva Martinho Grupo de Recrutamento: 620 Departamento: Expressões Composição do

Leia mais

EXPLICOLÂNDIA Centros de Estudo

EXPLICOLÂNDIA Centros de Estudo IV FORUM DE EDUCAÇÃO O DESAFIO DOS PAIS NA EDUCAÇÃO DOS SEUS FILHOS www.explicolandia.com PÁG: 2 / 7 PÁG: 3 / 7 PROGRAMA TEMA O desafio dos pais na educação dos seus filhos HORÁRIO Sábado, 18 de Março

Leia mais

PESletter BOLETIM INFORMATIVO DO PES. Clube de Nutrição. Concurso Mini-chefs AEPA. Número 5 julho de 2014 NOTA DE ABERTURA:

PESletter BOLETIM INFORMATIVO DO PES. Clube de Nutrição. Concurso Mini-chefs AEPA. Número 5 julho de 2014 NOTA DE ABERTURA: PESletter BOLETIM INFORMATIVO DO PES Número 5 julho de 2014 NOTA DE ABERTURA: Findo mais um ano letivo,é tempo de balanço. O arrojado plano de atividades do PES foi integralmente cumprido, e ainda houve

Leia mais

ENTENDENDO O CARDÁPIO. Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE)

ENTENDENDO O CARDÁPIO. Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE) ENTENDENDO O CARDÁPIO Centro Colaborador de Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE) O que é um cardápio? CARDÁPIO DO PNAE É a relação das preparações de alimentos a serem oferecidas em uma refeição.

Leia mais

PORTARIA Nº 247, DE 10 DE MAIO DE 2013

PORTARIA Nº 247, DE 10 DE MAIO DE 2013 Página 1 de 5 INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 247, DE 10 DE MAIO DE 2013 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

SINDNUT-PA Sindicato dos Nutricionistas no Estado do Pará

SINDNUT-PA Sindicato dos Nutricionistas no Estado do Pará ANEXO I APROVADO NA ATA DE ASSEMBLÉIA DE 28 DE OUTUBRO DE 2014 TABELA DE HORONÁRIOS PARA O ANO DE 2015/2016 DEFINIDA E APROVADA EM ASSEMBLÉIA GERAL DO DIA 28/10/2014. Unidade de Serviço em Nutrição (USN)

Leia mais

ENCONTRO INTER-CONCELHIO Cinfães E.B. 2, 3 CINFÃES. 27 de Maio de Cinfães / Resende / Castro Daire

ENCONTRO INTER-CONCELHIO Cinfães E.B. 2, 3 CINFÃES. 27 de Maio de Cinfães / Resende / Castro Daire ENCONTRO INTER-CONCELHIO Cinfães E.B. 2, 3 CINFÃES 27 de Maio de 2017 Cinfães / Resende / Castro Daire INTRODUÇÃO O Projeto está inserido nos Planos de Desenvolvimento Regional da Federação de Andebol

Leia mais

O REGIME DA FRUTA ESCOLAR EM PORTUGAL Uma Estratégia Europeia de promoção do consumo de frutos e Hortícolas

O REGIME DA FRUTA ESCOLAR EM PORTUGAL Uma Estratégia Europeia de promoção do consumo de frutos e Hortícolas O REGIME DA FRUTA ESCOLAR EM PORTUGAL Uma Estratégia Europeia de promoção do consumo de frutos e Hortícolas De forma simples, o que é o RFE? Meio de distribuição gratuita de hortofrutícolas a todos os

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades 2014 / 2015 APAEA Índice 1. NOTA INTRODUTÓRIA... 1 2. RELAÇÃO COM OS PAIS/ENCARREGADOS DE EDUCACAÇÃO E SOCIOS... 2 3. REPRESENTAÇÃO NOS ORGÃOS DO AGRUPAMENTO... 3 4. MELHORIA

Leia mais

Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança

Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança Breve Enquadramento O Plano Local de Promoção dos Direitos da Criança constitui o resultado do Projeto Tecer a, promovido pela Comissão Nacional de Promoção

Leia mais

Comissão de Protecção De Crianças e Jovens De Arganil. Plano de Acção. Ano 2011 ACÇÃO Nº I SABER SER, SABER ESTAR

Comissão de Protecção De Crianças e Jovens De Arganil. Plano de Acção. Ano 2011 ACÇÃO Nº I SABER SER, SABER ESTAR Comissão de Protecção De Crianças e Jovens De Arganil Plano de Ano 2011 ACÇÃO Nº I SABER SER, SABER ESTAR ACÇÃO N.º I CONFERÊNCIA: Os Direitos das Crianças Gerais Específico Recursos a Afectar Calendarização

Leia mais

Clube da Proteção Civil

Clube da Proteção Civil Agrupamento de Escolas das Taipas Clube da Proteção Civil 1. Estrutura organizacional Coordenadora: Paula Ribeiro da Silva Grupo de Recrutamento: 620 Departamento: Expressões Composição do grupo de trabalho:

Leia mais

Obesidade Infantil. Nutrição & Atenção à Saúde. Grupo: Camila Barbosa, Clarisse Morioka, Laura Azevedo, Letícia Takarabe e Nathália Saffioti.

Obesidade Infantil. Nutrição & Atenção à Saúde. Grupo: Camila Barbosa, Clarisse Morioka, Laura Azevedo, Letícia Takarabe e Nathália Saffioti. Obesidade Infantil Nutrição & Atenção à Saúde Grupo: Camila Barbosa, Clarisse Morioka, Laura Azevedo, Letícia Takarabe e Nathália Saffioti. A Obesidade Infantil O Problema da Obesidade Infantil É uma doença

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR. Laboratório de Investigação em Desporto PSICOLOGIA DO DESPORTO 2014

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR. Laboratório de Investigação em Desporto PSICOLOGIA DO DESPORTO 2014 INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR PSICOLOGIA DO DESPORTO 2014 Equipa: Doutor Carlos Silva Doutora Carla Chicau Doutor Luís Cid (coordenador) Psicólogo Luís Gonzaga

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014. Relatório de Atividades e Contas

ANO LETIVO 2013/2014. Relatório de Atividades e Contas ANO LETIVO 2013/2014 Relatório de Atividades e Contas APAVEB Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento Vertical de Escolas do Concelho de Borba P á g i n a 2 N O T A I N T R O D U T

Leia mais

Maria João Baptista Gregório

Maria João Baptista Gregório - A informação introduzida nas fichas individuais é da inteira responsabilidade do autor - Maria João Baptista Gregório Assistente convidada a 30% Habilitações Académicas Formação Pré-Graduada Licenciatura

Leia mais

Promover condições de empregabilidade das pessoas com deficiências e incapacidades, visando a consagração do direito de exercício pleno da cidadania.

Promover condições de empregabilidade das pessoas com deficiências e incapacidades, visando a consagração do direito de exercício pleno da cidadania. Formação Profissional para Pessoas ou Grupos com Necessidades Especiais Práticas do Centro de Reabilitação Profissional da CERCIPENICHE Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de

Leia mais

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO DECRETO-LEI Nº190/1991 DE 17 MAIO DECRETO-LEI Nº300/1997 DE 31 OUTUBRO / PORTARIA Nº 63 / 2001 DE 30 DE JANEIRO A escola e seus actores Agrupamento de Escolas de

Leia mais

Plano Nacional de Leitura

Plano Nacional de Leitura 2012-2014 Plano Nacional de Leitura 1 I. O que motivou o projeto? Centralidade da leitura Leitura como ponto de partida para: - Aprender (competência transversal ao currículo) - Colaborar - Interagir /

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS

CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO Organização Podem concorrer grupos de jovens que frequentam os 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário, em estabelecimentos de educação

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS INSPEÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA PROGRAMA ACOMPANHAMENTO EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS RELATÓRIO Agrupamento de Escolas de Fajões 2014-2015 RELATÓRIO DE ESCOLA Agrupamento de Escolas de Fajões

Leia mais

A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também,

A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também, A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também, o facto de o insucesso escolar aumentar à medida que

Leia mais

Heróis da fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil

Heróis da fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil Inscrições abertas para a 3ª edição do projeto que incentiva alunos a comer mais fruta no lanche escolar Heróis da fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil Depois do sucesso das edições

Leia mais

Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho

Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho ESCOLA BÁSICA E INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO Ano Letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho PROFIJ Nível II, Tipo 2 1ºano Curso Acompanhante de Crianças ENQUADRAMENTO LEGAL

Leia mais

FAQ dos Jovens em Acção 2014

FAQ dos Jovens em Acção 2014 FAQ dos Jovens em Acção 2014 Qual o Objectivo dos Jovens em Acção? A Câmara Municipal das Caldas da Rainha, promove o Programa Jovens em Acção 2014 para dar apoio e fomentar o Associativismo e a dinâmica

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MOGADOURO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ - ESCOLAR Ano Letivo: 2012 / 2013 ÍNDICE CAPÍTULO I PÁG. ÂMBITO 3 CAPÍTULO I I Conselho de Docentes 3 CAPÍTULO III Competências

Leia mais

MODELO FORMATIVO. DATA DE INíCIO / FIM / HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 17:00

MODELO FORMATIVO. DATA DE INíCIO / FIM / HORARIO Manhã - 9:00 às 13:00 Tarde - 14:00 às 17:00 NUTRIçãO E SUPLEMENTAçãO NO DESPORTO (OUT 2015) PORTO A nutrição é um dos fatores com maior peso na saúde e, aliada à atividade física, contribui para a manutenção de um peso e composição corporal adequados,

Leia mais

-Mato. Projecto Corta- Grupo Repo. ortagem. Actividade Refe. Escola Secundária de Pinheiro e Rosa. Curso Tecnológico de Desporto

-Mato. Projecto Corta- Grupo Repo. ortagem. Actividade Refe. Escola Secundária de Pinheiro e Rosa. Curso Tecnológico de Desporto 11º H Projecto Corta- -Mato Grupo Repo ortagem Actividade Refe erente 3 Professor responsável: André Ramos Realizado por: Carmen Pereira Daniel Sousa Natacha Domingos Nicolau Cardoso Priscila Domingos

Leia mais

PROJECTO EDUCAR PARA A SAÚDE

PROJECTO EDUCAR PARA A SAÚDE Ano lectivo 2009/2010 PROJECTO EDUCAR PARA A SAÚDE Equipa: Ana Luísa Leal António Sousa Célia Oliveira Justa Costa PROJECTO EDUCAR PARA A SAÚDE 1º PERÍODO ÁREA de INTERVENÇÃO- HÁBITOS ALIMENTARES DEFICITÁRIOS

Leia mais

Ilídio André Costa Agrupamento de Escolas de Fiães Santa Maria da Feira

Ilídio André Costa Agrupamento de Escolas de Fiães Santa Maria da Feira Ilídio André Costa Agrupamento de Escolas de Fiães Santa Maria da Feira 5. PESturma 6. Financiamento 1. 1. Introdução 4. Organograma Educação para a Saúde Introdução 3. Formação do CCES 2. PES do Agrupamento

Leia mais

NOME DO PROJETO: Projecto PROSEPE Clube Floresta Guardiões da floresta

NOME DO PROJETO: Projecto PROSEPE Clube Floresta Guardiões da floresta NOME DO PROJETO: Projecto PROSEPE Clube Floresta Guardiões da floresta COORDENADOR/A: José Miguel Faria PLANIFICAÇÃO ELEMENTOS DA EQUIPA Docente Adjunta: Ana Maria Oliveira (Professora Titular de Turma

Leia mais

Sensibilizar para o Desperdício Alimentar

Sensibilizar para o Desperdício Alimentar Sensibilizar para o Desperdício Alimentar 1. Descrição Sensibilizar para o Desperdício Alimentar 2. Razões justificativas da ação: Problema/Necessidade de formação identificado A nível mundial, são muitas

Leia mais

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira

Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Grupo De Trabalho N 1 Patrícia de Melo Fátima Medeiros Idari Amaral Denise F. Aguiar Willian Yuki Jenifer Paschoal Ferreira Atividades - *Moradia para todos *Ruas Pavimentadas *Emprego Para todos *100%

Leia mais

REGULAMENTO dos PROGRAMAS MUNICIPAIS

REGULAMENTO dos PROGRAMAS MUNICIPAIS MUNICÍPIO DE MESÃO FRIO Câmara Municipal REGULAMENTO dos PROGRAMAS MUNICIPAIS de ATIVIDADES de FÉRIAS e de OCUPAÇÃO dos TEMPOS LIVRES 6 aos 18 anos - Programa Municipal de Atividades de Férias (AF 6/13)

Leia mais

Escola Básica do 1º Ciclo c/ Jardim de Infância do Reguengo

Escola Básica do 1º Ciclo c/ Jardim de Infância do Reguengo Escola Básica do 1º Ciclo c/ Jardim de Infância do Reguengo Actividades Recepção aos novos alunos - Promover a integração dos novos alunos; Início do ano lectivo 15/09/2003 algumas regras de convivência

Leia mais

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E A PROMOÇÃO DA SAÚDE NA ESCOLA: SAUDÁVEL

ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E A PROMOÇÃO DA SAÚDE NA ESCOLA: SAUDÁVEL ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E A PROMOÇÃO DA SAÚDE NA ESCOLA: EXPERIÊNCIA DO PROJETO VIVER SAUDÁVEL Veruska Prado Alexandre Universidade Federal de Goiás Faculdade de Nutrição veruskaprado@yahoo.com.br

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2016/2017

Plano Anual de Atividades 2016/2017 Plano Anual de 2016/2017 Colégio de Santa Clara Plano Anual de 2016/2017 Deus criou o Homem e a Natureza em sintonia perfeita. Corpo, alimento e movimento coexistem desde sempre, destinados a criar felicidade.

Leia mais

Questionário aos Pais e Encarregados de Educação 2015

Questionário aos Pais e Encarregados de Educação 2015 Questionário aos Pais e Encarregados de Educação Caros Pais e/ou Encarregados de Educação, professores e funcionários da EB Leão de Arroios - este inquérito é da responsabilidade da Associação de Pais

Leia mais

Associação de Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016

Associação de Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 Associação de Pais e Encarregados de Educação do Jardim de Infância dos Olivais PLANO DE ATIVIDADES 2015/2016 O ano letivo 2015/2016 será um ano de implementação da Associação de Pais e Encarregados de

Leia mais

REDE SOCIAL DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO PLANO DE ACÇÃO PARA 2010

REDE SOCIAL DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO PLANO DE ACÇÃO PARA 2010 REDE SOCIAL DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO PLANO DE ACÇÃO PARA 2010 EIXO I Promoção da Inclusão das famílias com especial enfoque às necessidades dos idosos OBJECTIVO GERAL Melhorar as condições de vida de

Leia mais

Perguntas e Respostas Frequentes

Perguntas e Respostas Frequentes Perguntas e Respostas Frequentes (Portaria n.º 644-A/2015, de 24 de agosto) Ano letivo 2015/2016 Relativas a AEC: P1: Nos casos em que os agrupamentos/escolas não agrupadas sejam as entidades promotoras

Leia mais

DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO

DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO DIABETES: ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR (NOV 2016) - PORTO A Diabetes Mellitus é uma doença crónica, cujos índices de incidência e prevalência aumentam a cada ano. Para poderem prestar cuidados de saúde globais

Leia mais

Gestor de Atividades e Recursos Educativos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. CORREIA MATEUS

Gestor de Atividades e Recursos Educativos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. CORREIA MATEUS Tipologia: Saída de Campo 910-1 Visitas culturais e recreativas em Leiria 1-09-2013 31-12-2013 Saídas a locais culturais, biblioteca municipal, centro de interpretação da natureza teatro, museus, etc.

Leia mais

O baixo estatuto socioeconómico é um importante factor de risco para a obesidade nas crianças

O baixo estatuto socioeconómico é um importante factor de risco para a obesidade nas crianças O baixo estatuto socioeconómico é um importante factor de risco para a obesidade nas crianças O estatuto socioeconómico dos encarregados de educação tem sido apontado como um importante determinante do

Leia mais

I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A

I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A Ministério da Educação e Ciência Agrupamento de Escolas de Anadia Ano letivo de 2015-2016 I N F O R M A Ç Ã O PROVA DE E Q U I V A L Ê N C I A À F R E Q U Ê N C I A CICLO CÓDIGO - DISCIPLINA ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

PROGRAMA CURRICULAR COZINHA NATURAL. PROGRAMA CURRICULAR do curso de COZINHA NATURAL CURSO: COZINHA NATURAL 2015/2016.

PROGRAMA CURRICULAR COZINHA NATURAL. PROGRAMA CURRICULAR do curso de COZINHA NATURAL CURSO: COZINHA NATURAL 2015/2016. PROGRAMA CURRICULAR do curso de CURSO: 2015/2016 DOCENTES: vários IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Cozinha Natural DOCENTES: vários HORAS DE FORMAÇÃO 78 horas. Serão creditadas as horas de contacto bem como as horas

Leia mais

Plano Trabalho 2016/2017 Alia Raichande Setembro 2016

Plano Trabalho 2016/2017 Alia Raichande Setembro 2016 Plano Trabalho 2016/2017 O que é uma Associação Pais? As associações de pais são organizações de direito privado, autónomas e independentes, sem fins lucrativos, que baseiam o seu trabalho no voluntariado

Leia mais

IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS 2015/16

IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS 2015/16 IMAGENS CONTRA A CORRUPÇÃO CONCURSO NACIONAL DE VÍDEOS 2015/16 Tema Imagens Contra a Corrupção Tipo Concurso de vídeos de Curta duração Público-alvo Alunos dos Escolas do 2º e 3º ciclo e do Ensino Secundário

Leia mais

INTRODUÇÃO PROBLEMA DE INVESTIGAÇÃO OBJECTIVOS METODOLOGIA RESULTADOS CONCLUSÕES

INTRODUÇÃO PROBLEMA DE INVESTIGAÇÃO OBJECTIVOS METODOLOGIA RESULTADOS CONCLUSÕES ONOCOP Hotel Tivoli Marina Vilamoura 19 Novembro 2009 Joana Sousa Dietista Trabalho a ser desenvolvido no âmbito do Doutoramento em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO NO ÂMBITO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA NA ESCOLA BÁSICA DO 1º CICLO N.º 1, AREIAS, SETÚBAL Considerando que: a) O Despacho n.º 14 460/2008, da Ministra da Educação, de 15 de

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS E O CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE, EPE ENTRE: O MUNICÍPIO DE ODIVELAS, com sede na Rua Guilherme Gomes Fernandes, Paços do Concelho Quinta

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS

EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS INSPEÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA PROGRAMA ACOMPANHAMENTO EDUCAÇÃO ESPECIAL RESPOSTAS EDUCATIVAS RELATÓRIO Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches 2016 RELATÓRIO DE ESCOLA Agrupamento de Escolas

Leia mais

Projecto MobES, Mobilidade e Envelhecimento Saudável

Projecto MobES, Mobilidade e Envelhecimento Saudável Projecto MobES, Mobilidade e Envelhecimento Saudável Projecto MobES - JUSTIFICAÇÃO Aumento da Esperança Média de Vida associa-se a: Prevalência de doenças crónicas; Custos na saúde. Inatividade Física

Leia mais

Proposta de linhas orientadoras para a elaboração do orçamento de 2016

Proposta de linhas orientadoras para a elaboração do orçamento de 2016 Proposta de linhas orientadoras para a elaboração do orçamento de 2016 Introdução: De entre as competências atribuídas ao Conselho Geral, no âmbito do decreto-lei nº 75/2008 de 22 de abril, pela redação

Leia mais

CLUBE DO AMBIENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA TROFA 2012/2013

CLUBE DO AMBIENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA TROFA 2012/2013 Clube do Ambiente LOGOTIPO: MASCOTE: OBJECTIVOS: CLUBE DO AMBIENTE Plano de Atividades O Clube do Ambiente (CLA), integrado nas estruturas Socioeducativas do Projeto Educativo da Escola, tem por objetivo

Leia mais

Carla Alexandra Vieira da Silva Pedrosa

Carla Alexandra Vieira da Silva Pedrosa Carla Alexandra Vieira da Silva Pedrosa Assistente Convidada a 30% Habilitações Académicas Formação Pré-Graduada Licenciatura em Ciências da Nutrição FCNAUP (1998) subordinada ao tema Iodo, Tiróide e Insuficiência

Leia mais

SEMINÁRIO REGIONAL ATLETA DO FUTURO E ODM

SEMINÁRIO REGIONAL ATLETA DO FUTURO E ODM SEMINÁRIO REGIONAL ATLETA DO FUTURO E ODM OBJETIVO 4 REDUZIR A MORTALIDADE NA INFÂNCIA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Unidades de Terra Roxa e Ouro Verde do Oeste. SESI - Toledo OBJETIVO:: Reduzir a Mortalidade

Leia mais

NOSSOS BENEFÍCIOS NUTRILINE ASSISTÊNCIA NUTRICIONAL

NOSSOS BENEFÍCIOS NUTRILINE ASSISTÊNCIA NUTRICIONAL NOSSOS BENEFÍCIOS NUTRILINE ASSISTÊNCIA NUTRICIONAL 1. DESCRIÇÃO DO PRODUTO NUTRILINE NOSSOS BENEFÍCIOS NUTRILINE ASSISTÊNCIA NUTRICIONAL O Nutriline disponibiliza aos seus usuários informações sobre alimentação

Leia mais

Agrupamento De Escolas Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel

Agrupamento De Escolas Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel Agrupamento De s Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel 1 Introdução Planos anual e plurianual de actividades documentos de planeamento, que definem, em função do projecto educativo, os objectivos,

Leia mais

Projecto aler

Projecto aler Área de incidência Estratégia para envolver toda a escola Actividades para envolver toda a comunidade educativa profissional contínuo Relações interdisciplinares Projecto aler+ 2010-2011 Lançamento Uma

Leia mais