BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo"

Transcrição

1 BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 e relatório dos auditores independentes

2 RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Aos Cotistas e ao Administrador do: BB FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PROGRESSIVO Examinamos as demonstrações contábeis do BB FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PROGRESSIVO ( Fundo ), que compreendem o balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2011 e as respectivas demonstrações do resultado e dos fluxos de caixa correspondentes ao exercício findo naquela data, assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas. Responsabilidade da Administração sobre as demonstrações contábeis A Administração do Fundo é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil aplicáveis aos fundos de investimento imobiliário e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração de demonstrações contábeis livres de distorção relevante, independentemente se causada por fraude ou erro. Responsabilidade dos auditores independentes Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante. Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis do Fundo para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles internos do Fundo. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela Administração do Fundo, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto.

3

4 BB FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PROGRESSIVO ( Administrado pela Caixa Econômica Federal) Balanços Patrimoniais em 31 de Dezembro de 2011 e de 2010 () Ativo Passivo Circulante Circulante Disponibilidades Rendimentos a distribuir Caixa e equivalentes de caixa Taxa administração a pagar Impostos a compensar Obrigação para benfeitorias nos imóveis para renda Imposto de renda a recolher Outras contas a pagar Não Circulante Patrimonio Líquido Permanente Cotas de investimento integralizadas Imobilizado Reserva estatutária especial Imóveis para renda Rendimentos distribuídos ( ) ( ) Depreciação (15.901) (8.923) Lucros acumulados Ajuste de avaliação patrimonial Total do Ativo Total do Passivo e Patrimonio Líquido As notas explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis

5 BB FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PROGRESSIVO Demonstrações dos Resultados para os Exercicios Findos em 31 de Dezembro de 2011 e de 2010 (, exceto o lucro líquido por quota) Receitas operacionais Receitas de aluguel Custo de imóveis alugados - depreciação (6.978) (6.978) Lucro bruto Outras receitas (despesas) operacionais Receitas de aplicações financeiras Taxa de administração (1.833) (838) Despesas administrativas (149) (77) (1.413) (581) Lucro líquido do exercício Quantidade de quotas Lucro líquido por quota 262,34 120,78 As notas explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis

6 BB FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PROGRESSIVO Demonstrações dos Fluxos de Caixa - método direto Para os Exercícios Findos em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 () ATIVIDADES OPERACIONAIS Recebimento de aluguéis Pagamento da taxa de administração (1.700) (831) Pagamento de demais despesas administrativas (133) (68) Impostos a compensar (16) - Despesas com taxas e contribuições (31) (31) Receitas de aplicações financeiras Caixa líquido proveniente das atividades operacionais ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Pagamento de gastos com benfeitorias - (109) Caixa líquido utilizado nas atividades de investimentos - (109) ATIVIDADES DE FINANCIAMENTO Rendimentos pagos (36.725) (21.237) Caixa líquido utilizado nas atividades de financiamento (36.725) (21.237) AUMENTO DE CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA Caixa e equivalentes de caixa no início do exercício Caixa e equivalentes de caixa no final do exercício AUMENTO DE CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA Reconciliação do lucro líquido com o caixa líquido das atividades operacionais Lucro líquido do período Despesa que não afeta o caixa Depreciação Variações patrimoniais Impostos a compensar - Outras contas a pagar (15) (8) Taxa de administração a pagar 133 (7) Impostos a compensar (16) (15) Caixa líquido proveniente das atividades operacionais As notas explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis

7 1. Contexto operacional O BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo foi constituído sob a forma de condomínio fechado em 26 de julho de 2004 e iniciou suas operações em 6 de dezembro de 2004, com prazo indeterminado de duração, em conformidade com a Instrução nº 472/2008 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O Fundo tem por objeto exclusivo a aquisição e a gestão patrimonial do imóvel localizado no Setor Bancário Sul, Quadra 01, Bloco "A", Brasília - DF (Edifício Sede I) e do imóvel constituído por blocos interligados, localizado na Rua Gomes Braga, 65, no Rio de Janeiro - RJ (Centro Administrativo do Andaraí), com entrada suplementar pela Rua Barão São Francisco, 177. As aquisições dos imóveis visam proporcionar aos seus cotistas a rentabilidade decorrente do recebimento de receitas de aluguel das unidades comerciais dos imóveis, nos termos dos contratos de locação celebrados com o Banco do Brasil, por um período de 10 anos, vencível em dezembro de 2014, prorrogável por igual período. O aluguel é recebido no último dia útil do referido mês de sua competência. O Banco do Brasil integralizou 126 mil cotas do Fundo com a entrega ao Fundo da propriedade dos imóveis, tomando por base laudo de avaliação emitido por Patrimônio Engenharia Ltda., datado de 26 de junho de 2003, no valor de R$ 48 milhões para o Edifício Sede I, e em laudo emitido por Symetron Engenharia Ltda., datado de 20 de junho de 2003, no valor de R$ 78 milhões, para o Centro Administrativo do Andaraí. As 4 mil cotas remanescentes foram integralizadas no mercado. As aplicações realizadas pelos cotistas no Fundo não contam com a garantia da Administradora ou do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). O Fundo tem as suas cotas admitidas à negociação em bolsa de valores, sendo que a última negociação ocorreu em 29 de dezembro de 2011, ao valor de R$ 3.776,92 por cota (2010 R$ 2.560,02 em 30 de dezembro de 2010).

8 2. Apresentação das demonstrações contábeis As práticas contábeis adotadas no Brasil, aplicáveis aos fundos de investimento imobiliário, para a contabilização das operações e a elaboração das demonstrações contábeis advêm das disposições nas Instruções nº 206/94 e 472/08 da CVM, com alterações decorrentes da Lei nº 9.249/95 e da Instrução CVM 248/06. Essas disposições não requerem a divulgação da demonstração das mutações do patrimônio líquido, que está sendo apresentada na nota explicativa n o Principais práticas contábeis a. Apuração do resultado É apurado pelo regime de competência. b. Caixa e equivalentes de caixa Caixa e equivalentes de caixa incluem depósitos bancários e aplicações financeiras de curto prazo, com risco irrelevante de mudança de seu valor de mercado cujo vencimento das operações na data da efetiva aplicação é igual ou inferior a noventa dias, e são utilizadas pelo Fundo para gerenciamento de seus compromissos de curto prazo. c. Demais ativos circulantes São demonstrados ao custo acrescido dos rendimentos auferidos em base pro rata dia e, quando aplicável, ajustados ao valor de mercado ou de realização. d. Permanente Demonstrado ao valor de aquisição, sendo em agosto de 2009 reavaliado com base em laudo de avaliação, suportado por avaliadores independentes. Os bens são depreciados pelo método linear, com base em taxas que contemplam a sua vida útil econômica, conforme nota explicativa n o 5.

9 e. Passivo circulante Demonstrado por valores conhecidos ou calculáveis, incluindo, quando aplicável, os encargos incorridos pro rata dia. 4. Caixa e equivalentes de caixa Representadas por depósitos bancários em bancos de primeira linha e por aplicações financeiras em operações compromissadas de renda fixa, assim demonstrada: 2011 Descrição Valor de mercado Vencimento Depósitos bancários Operação compromissada: Letras do Tesouro Nacional Julho/2012 Notas do Tesouro Nacional Janeiro/ Imobilizado imóveis para renda Valor Depreciação Valor Valor Taxa (a.a) Edificações Contábil acumulada líquido líquido Depreciação Edifício Sede I (7.417) ,33% Centro Administrativo do Andaraí (8.484) ,33% (15.901) Conforme cronograma de investimentos para modernização dos elevadores do Centro Administrativo do Andaraí, apresentado no prospecto do Fundo, foi constituída obrigação para benfeitorias nos imóveis para renda no montante de R$ 950, a qual foi paga pelo Banco do Brasil e a última parcela de R$ 170 será ressarcida pelo Fundo, estando contabilizada na conta "Obrigações para benfeitorias nos imóveis para renda".

10 Em 27 de agosto de 2009, os cotistas, reunidos em assembleia, aprovaram os laudos de avaliação dos imóveis de propriedade do Fundo elaborados pela Sênior Consultoria, Avaliações e Estudos Técnicos Ltda., que estimou a vida útil econômica de 30 anos para o imóvel do Centro Administrativo do Andaraí (CARJ), situado no Rio de Janeiro e pela Patrimônio Engenharia S/C Ltda., que estimou a vida útil econômica de 30 anos para o imóvel Edifício Sede I, localizado em Brasília (DF). Assim, consoante o previsto no Ofício CVM nº 735 de 16 de agosto de 1999, os imóveis foram reavaliados, sendo reconhecida uma mais valia no total de R$ , registrada em contrapartida à rubrica de Ajuste de avaliação patrimonial. Até julho de 2009 tais imóveis eram depreciados pelo método linear à 1,43% ao ano para o CARJ e 2,41% para o Edifício Sede I. A partir de agosto de 2009 são depreciados segundo as taxas estabelecidas nos laudos de avaliação (ambos em 3,33% ao ano). Durante o exercício de 2011, a despesa de depreciação totalizou R$ (R$ em 2010). 6. Encargos do fundo A administradora é remunerada com taxa de administração equivalente a 5,10% ao mês sobre o total de receitas do Fundo, deduzidas todas as despesas e provisões do Fundo, antes da incidência da referida taxa, tendo como piso mensal o valor de R$ 36 mil, corrigido anualmente pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A taxa de administração é calculada e paga à administradora mensalmente, por período vencido, até o 5º dia útil do mês subsequente ao dos serviços prestados. No exercício findo em 31 de dezembro de 2011, a taxa de administração foi de R$ (R$ 838 em 2010) e representou 0,90% (0,41% em 2010) do patrimônio líquido médio do exercício. As demais despesas administrativas, no montante de R$ 149 (R$ 78 em 2010) correspondem a despesas com publicações, auditoria, impostos e órgãos reguladores e representam 0,07% (0,03% em 2010) do patrimônio líquido médio do exercício.

11 7. Política de distribuição de resultados O Fundo, de acordo com a Lei nº 9.779/99, artigo 1º, distribui mensalmente, no mínimo, 95% dos lucros auferidos de acordo com o regime de caixa, com base nos critérios estabelecidos pela Instrução Normativa nº 85/79 da Secretaria da Receita Federal (SRF). A apuração dos rendimentos mínimos a distribuir pelo Fundo pode ser assim demonstrada: Recebimento de aluguéis Receitas financeiras, líquidas de I.R.R.F Despesas administrativas (1.864) (902) Resultado pelo regime de caixa Reserva estatutária (5% do lucro pelo regime de caixa) (2.060) (1.135) Outros - 5 Rendimentos a distribuir no exercício Rendimentos pagos do exercício (34.621) (19.427) Rendimentos pagos do exercício anterior (i) (2.104) (1.810) Rendimentos a pagar do próximo exercício (ii) (i) O valor de R$12 (R$ 32 em 2010) relativos a rendimentos dos exercícios anteriores, não foram liquidados em virtude de bloqueio judicial e conta encerrada. (ii) Da mesma forma, o valor de R$ 229 (R$ 162 em 2010) relativos a rendimentos do exercício, também não foram liquidados pela mesma razão descrita acima. Os rendimentos distribuídos pelo Fundo estão sujeitos ao imposto de renda retido na fonte à alíquota de 20%. A Lei nº /2009, de acordo com o artigo 15, deu nova redação ao Art. 16-A da Lei de 25 de junho de 1993, alterando a compensação do imposto de renda retido na fonte das aplicações financeiras efetuadas pelos Fundos de Investimento Imobiliário. A compensação do imposto de renda deverá ser efetuada proporcionalmente à participação dos cotistas pessoas jurídicas e pessoas físicas não sujeitas à isenção do IR.

12 8. Patrimônio líquido Representado por 130 mil cotas subscritas e integralizadas, com o valor patrimonial unitário em 31 de dezembro de 2011 de R$ (R$ em 2010). De acordo com o seu regulamento, visando assegurar o cumprimento dos seus objetivos, o Fundo destina à formação de reserva especial, até que esta atinja o limite de 5% de seu patrimônio, o valor equivalente a até 5%, do resultado líquido mensal, de acordo com o regime de caixa. O fundo tem utilizado a reserva em obras de impermeabilização e benfeitorias de elevadores do Edifício CARJ, conforme cronograma aprovado na Assembleia de Cotistas. A seguir, apresenta-se a movimentação do patrimônio líquido do fundo. Cotas Patrimônio líquido Valor patrimonial da cota (em reais) Saldo em 31 de dezembro ,59 Lucro líquido do exercício Saldo antes da distribuição ,38 Constituição de reserva especial Utilização de reserva especial - (73) - Rendimentos distribuídos no exercício - (22.693) - Saldos em 31 de dezembro ,55 Lucro Líquido do exercício Saldo antes da distribuição ,32 Constituição de reserva especial Rendimentos distribuídos no exercício - (41.200) - Em 31 de dezembro ,24

13 9. Rentabilidade A rentabilidade do fundo apurada, considerando-se os valores de rendimentos pagos durante o exercício em relação ao saldo do patrimônio líquido no início do exercício, foi de 19,70% (10,13% em 2010). A variação do valor patrimonial da cota no exercício foi de 2,44% (2,85% em 2010). 10. Tributação Os rendimentos e ganhos de capital auferidos pelo Fundo, conforme legislação em vigor, são isentos de IOF e de Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF exceto aqueles oriundos de aplicações financeiras de renda fixa ou renda variável, que são sujeitos ao Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF e são parcialmente compensáveis quando da distribuição de rendimentos aos cotistas, que estão sujeitos à incidência do Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF à alíquota de 20%. De acordo com artigo 32 da Instrução Normativa RFB nº 1.022/2010, os rendimentos distribuídos pelos fundos de investimentos imobiliários com mais de 50 cotistas pessoas físicas, em que nenhuma delas detenha mais de 10% das cotas, cujas cotas sejam admitidas à negociação exclusivamente em bolsas de valores ou no mercado de balcão organizado, ficam isentos do imposto sobre a renda recolhidos na fonte e na declaração de ajuste anual das pessoas físicas, limitadas pelos dispositivos da legislação em vigor. 11. Custódia dos títulos e cotas Os títulos públicos de renda fixa (operações compromissadas) estão registrados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia SELIC e as cotas do fundo encontram-se custodiadas no Banco do Brasil S.A. ou na BM&F Bovespa.

14 12. Instrumentos financeiros e derivativos Nos exercícios findos em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 o Fundo não contratou operações com instrumentos financeiros derivativos e os demais instrumentos financeiros se aproximam de seus valores de mercado. 13. Atos estatutários Em 12 de abril de 2011 os cotistas, reunidos em assembleia extraordinária deliberaram sobre: (i) a aprovação da aceitação intempestiva pelo Banco do Brasil da contraproposta de reajuste no valor dos aluguéis dos imóveis do fundo, conforme deliberado em assembleia extraordinária de cotistas realizada em A partir desta data o valor dos aluguéis dos imóveis CARJ e SEDE I passaram a ser de R$ e R$ 1.398, respectivamente, e as diferenças verificadas entre os aluguéis pactuados com o Banco do Brasil e os já pagos, nos meses de outubro de 2009 até a data de assinatura do aditivo contratual, inclusive, estão sendo liquidados, sem incidência de multa, mora ou qualquer outra sanção, em 10 parcelas; (ii) a revogação da decisão de ajuizamento de ação judicial visando a revisão dos valores locatícios nos termos contratuais; (iii) a fonte de recursos para execução das obras necessárias nos empreendimentos do Fundo; e (iv) aprovação da alteração do ambiente de negociação das cotas do Fundo do Mercado de Balcão Organizado para a Bolsa de Valores. Em 28 de abril de 2011 os cotistas, reunidos em assembleia ordinária, aprovaram as demonstrações contábeis do Fundo relativo ao exercício social findo em 31 de dezembro de Em 09 de agosto de 2011 os cotistas, reunidos em assembleia extraordinária deliberaram sobre: (i) a constituição da Comissão de Cotistas e eleição de seus membros, nos termos do item v do artigo 36 e artigo 43 a 46 do Regulamento do Fundo e em cumprimento à solicitação manifestada na assembleia extraordinária realizada em 12 de abril de 2011, foram eleitos os seguintes membros da Comissão de Cotistas com mandato até 09 de agosto de 2013: Sr. Celso Luiz Martins Vieira, Sr. Bernardo Aurnheimer Vieira, Sr. Gabriel José Lindenbaum e o Sr. Paulo José Martins Vieira; (ii) a prorrogação por 120 dias das deliberações relativas à execução de um conjunto de obras consideradas necessárias à manutenção dos imóveis do Fundo; (iii) deliberar sobre os valores estimados para a execução e gerenciamento das referidas

15 obras, sendo aprovada a contratação de empresa especializada para detalhamento e quantificação das obras; (iii) a convocação concernente à execução do conjunto de obras necessárias à manutenção dos imóveis do Fundo, de acordo com os relatórios elaborados pela Cushman & Wakefield datados de julho de 2011; e (iv) a aprovação da contratação de empresa especializada para detalhamento e quantificação dos obras apresentadas pelos relatórios da Cushman & Wakefield. Em 21 de novembro de 2011 os cotistas, reunidos em assembleia extraordinária deliberaram sobre: (i) a aprovação da contratação de um determinado conjunto de intervenções no Edifício CARJ, a serem realizadas pela empreiteira Ferrari Leite Empreendimentos e Manutenção Predial Ltda., conforme proposta apresentada ao Fundo, podendo o prazo das referidas intervenções chegar a até 15 meses corridos a contar da data de início das obras e o valor necessário para pagar as despesas será oriundo do fundo de reserva; (ii) a aprovação da contratação da Jones Lang La Salle para efetuar o gerenciamento do conjunto de intervenções no Edifício CARJ e o prazo da prestação de serviços a serem contratados será o mesmo da realização das intervenções contratadas e o valor necessário para pagar este serviço de gerenciamento de obras será oriundo do fundo de reserva; (iii) a aprovação da alteração do item VIII do artigo 36 do Regulamento do Fundo, do atual valor de R$ corrigidos pelo IGP- M para R$ 500 corrigidos pelo mesmo índice; e (iv) o ajuste pela Administradora dos itens do Regulamento que exigem quorum qualificado para deliberação em consonância com a Instrução CVM Serviços prestados pelos auditores independentes A administradora não efetuou nenhum pagamento por serviços prestados pelos auditores independentes responsáveis pelo Fundo, além dos honorários de auditoria das demonstrações contábeis. 15. Demandas judiciais Não há registro de demandas judiciais ou extrajudiciais, quer na defesa dos direitos dos cotistas, quer desses contra a Administração do Fundo.

16 16. Eventos subsequentes (a) Assembleia extraordinária Em 19 de janeiro de 2012, os cotistas reunidos em assembleia extraordinária deliberaram sobre: (i) contratação de determinado conjunto de intervenções no Edifício Sede I em Brasília, a serem realizadas pela RV Arte Metal Ltda.; (ii) aprovar a contratação de gerenciamento do conjunto de intervenções da referida obra, a ser realizado pela Jones Lang LaSalle; (iii) contratação de perito para a elaboração de laudo de avaliação dos imóveis CARJ e Sede I, para posterior negociação de revisão do aluguel com o locatário Banco do Brasil, e elaboração de laudo especifico quantificando as vagas de garagem existentes em cada imóvel a ser realizado pela Sra. Katia Maria Farah Arruda; (iv) re-ratificação do orçamento aprovado na Assembleia de 21/11/2011 para as obras a serem executadas no imóvel CARJ pela empresa Ferrari Leite, aprovando um valor adicional de 25% em relação ao orçamento inicial, tendo em vista uma provável necessidade de ajuste no escopo do serviço; e (v) aprovação da contratação de novas intervenções no imóvel CARJ no Rio de Janeiro a ser realizada pela Construnit Reforma e Impermeabilização. Pela ausência de quorum de aprovação de 2/3 conforme Art. 41, 3º, item II do Regulamento não houve votação do item (vi) alteração do item VIII do Art. 36 do Regulamento do Fundo, do atual valor de R$ ,00, corrigidos pelo IGP-M, para R$ ,00, corrigidos pelo mesmo índice, que embora tenha sido aprovado na Assembleia Geral de 21/11/2011, exigia quorum especifico para aprovação. Também pela ausência de quorum de aprovação de 2/3 conforme Art. 41, 3º, item II do Regulamento não houve votação do item (vii) alteração do quorum previsto no Art. 41, 3º, do Regulamento do Fundo, conforme ficou consignado na Assembleia realizada no dia 21/11/2011. (b) Alteração da legislação A Instrução CVM nº 516 de 29 de dezembro de 2011 trouxe novas regras aplicáveis aos critérios contábeis de reconhecimento, classificação e mensuração dos ativos e passivos, assim como o sobre o reconhecimento de receitas, apropriação de despesas e evidenciação das demonstrações contábeis dos Fundos de Investimento Imobiliário - FII, as quais serão aplicáveis aos exercícios iniciados em ou após 1º de janeiro de * * *

BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo

BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo BB Fundo de Investimento Imobiliário Progressivo Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 e relatório dos auditores independentes BB FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PROGRESSIVO

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e Fundo de Investimento Imobiliário Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2009 2008 Passivo e patrimônio

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 14 Rendimentos a distribuir 3.599 2.190 Aplicações financeiras de renda fixa

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e Fundo de Investimento Imobiliário Península Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 3 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Ativo 2009 2008

Leia mais

Período de 01 de janeiro a 06 de outubro de 2011 (data de extinção do Fundo) com Relatório dos Auditores Independentes

Período de 01 de janeiro a 06 de outubro de 2011 (data de extinção do Fundo) com Relatório dos Auditores Independentes Demonstração da Evolução do Patrimônio Líquido CSHG Realty BC Fundo de Investimento em Participações (Administrado pela Credit Suisse Hedging-Griffo Corretora de Valores S/A) Período de 01 de janeiro a

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 15 Rendimentos a distribuir 412 366 Aplicações financeiras de renda fixa 28 8

Leia mais

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007.

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. ITAUVEST PERSONNALITÉ CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. Mercado / % sobre Aplicações/Especificação Quantidade Realização

Leia mais

Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores independentes

Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores independentes Fundo de Investimento Imobiliário General Shopping Ativo e Renda FII (CNPJ nº 17.590.518/0001-25) (Administrado pela SOCOPA Sociedade Corretora Paulista S/A) (CNPJ nº 62.285.390/0001-40) Demonstrações

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO Demonstrações Contábeis Em 31

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012 Ourinvest Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012 KPDS 82388 Ourinvest Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. Demonstrações

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário - FII Top Center (Administrado pela Pentágono Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.

Fundo de Investimento Imobiliário - FII Top Center (Administrado pela Pentágono Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. Fundo de Investimento Imobiliário - FII Top Center (Administrado pela Pentágono Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.) Demonstrações Financeiras Referentes ao Período de 19 de Maio (Data

Leia mais

MBK Securitizadora S.A. Relatório sobre as demonstrações financeiras Período de 13 de abril de 2012 (Data de constituição da Companhia) a 31 de

MBK Securitizadora S.A. Relatório sobre as demonstrações financeiras Período de 13 de abril de 2012 (Data de constituição da Companhia) a 31 de MBK Securitizadora S.A. Relatório sobre as demonstrações financeiras Período de 13 de abril de 2012 (Data de constituição da Companhia) a 31 de dezembro de 2012 MBK Securitizadora S.A. Demonstrações Financeiras

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO INDUSTRIAL DO BRASIL RELATÓRIO DE AUDITORIA DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 S U M Á R I O

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO INDUSTRIAL DO BRASIL RELATÓRIO DE AUDITORIA DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 S U M Á R I O Moore Stephens Metri Av. Juscelino Kubitschek,410, Bloco B, Sala 808 - Centro Joinville - SC 89201-906 Tel 55 (47) 3422-6474 msjl@msbrasil.com.br www.msbrasil.com.br FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO INDUSTRIAL

Leia mais

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações financeiras Índice Relatório

Leia mais

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2008.

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2008. Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2008. Mercado / % sobre Aplicações/Especificação Quantidade Realização Patrimônio R$ Mil Líquido 1.DISPONIBILIDADES 8 0,03 Depósitos

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (C.N.P.J. nº 04.890.401/0001-15) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (C.N.P.J. nº 04.890.401/0001-15) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A. Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 30 de setembro de 2015 e relatório dos auditores independentes Relatório dos

Leia mais

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades.

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Apresentamos as Demonstrações Financeiras da Mehir Holdings S.A. referente ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2004 e as respectivas Notas

Leia mais

Associação Saúde Criança São Paulo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013

Associação Saúde Criança São Paulo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013 Associação Saúde Criança São Paulo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013 Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras

Leia mais

Salus Infraestrutura Portuária S.A. (anteriormente denominada RB Commercial Properties 42 Ltda.)

Salus Infraestrutura Portuária S.A. (anteriormente denominada RB Commercial Properties 42 Ltda.) Salus Infraestrutura Portuária S.A. (anteriormente denominada RB Commercial Properties 42 Ltda.) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2013 e Relatório dos Auditores

Leia mais

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS A-PDF MERGER DEMO PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES São Paulo,04 de agosto de 2006. Ilmos. Senhores - es e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS 1. Examinamos os balanços

Leia mais

Graal Investimentos S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 (em fase pré-operacional)

Graal Investimentos S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 (em fase pré-operacional) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 (em fase pré-operacional) Demonstrações financeiras Período de 10 de agosto de 2011 (data de constituição da Companhia) a 31 de dezembro de 2011 (em

Leia mais

FI BB Votorantim JHSF Cidade Jardim Continental Tower (Administrado pela Citibank Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.

FI BB Votorantim JHSF Cidade Jardim Continental Tower (Administrado pela Citibank Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. FI BB Votorantim JHSF Cidade Jardim (Administrado pela Citibank Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Em milhares de reais ATIVO 2014

Leia mais

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Confederação Brasileira de Remo em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras ÍNDICE I. Relatório dos Auditores Independentes

Leia mais

PATACÃO DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA.

PATACÃO DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. 1. CONTEXTO OPERACIONAL A Patacão Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. ( Distribuidora ) tem como objetivo atuar no mercado de títulos e valores mobiliários em seu nome ou em nome de terceiros.

Leia mais

Bovespa Supervisão de Mercados - BSM

Bovespa Supervisão de Mercados - BSM 1. C ontexto operacional A Bovespa Supervisão de Mercados BSM (BSM) criada em 16 de agosto de 2007 como uma associação civil sem finalidade lucrativa, em cumprimento ao disposto na regulamentação pertinente

Leia mais

Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Longo Prazo Empresa CNPJ: 04.044.

Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Longo Prazo Empresa CNPJ: 04.044. Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Longo Prazo Empresa (Administrado pelo HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo - 30 de junho de 2011

Leia mais

Demonstrações Financeiras UPCON SPE 17 Empreendimentos Imobiliários S.A.

Demonstrações Financeiras UPCON SPE 17 Empreendimentos Imobiliários S.A. Demonstrações Financeiras UPCON SPE 17 Empreendimentos Imobiliários S.A. 31 de dezembro de 2014 com o relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes

Leia mais

Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Curto Prazo II CNPJ: 04.823.561/0001-41

Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Curto Prazo II CNPJ: 04.823.561/0001-41 Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo - 31 de março de 2011 e 2010 com relatório dos auditores

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Automático Fundo de Investimento Curto Prazo e 2013 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Demonstrações financeiras e 2013 Índice

Leia mais

HTL SP Participações S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes

HTL SP Participações S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras Aos Administradores e Acionistas HTL

Leia mais

BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A.) DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AO EXERCÍCIO FINDO EM 30 DE SETEMBRO

Leia mais

Fator Veritá Fundo de Investimento Imobiliário (Administrado pelo Banco Fator S.A.)

Fator Veritá Fundo de Investimento Imobiliário (Administrado pelo Banco Fator S.A.) Fator Veritá Fundo de Investimento Imobiliário Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2011 e Relatório dos Auditores Independentes CNPJ 11.664.201/0001-00 Deloitte

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário - FII Comercial Progressivo II (Administrado pela Brazilian Mortgages Companhia Hipotecária)

Fundo de Investimento Imobiliário - FII Comercial Progressivo II (Administrado pela Brazilian Mortgages Companhia Hipotecária) a) 1. Contexto Operacional 2. Apresentação das Demonstrações Financeiras e principais práticas contábeis b) Aplicações financeiras c) d) Provisão para créditos de liquidação duvidosa e) f) g) Resultados

Leia mais

BRB FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS PETROBRÁS (Administrado pela BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.)

BRB FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS PETROBRÁS (Administrado pela BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.) BRB FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS PETROBRÁS (Administrado pela BRB Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.) Relatório dos auditores independentes Demonstrações contábeis Em 31 de março de

Leia mais

Fundo de Parcerias Público-Privadas FPPP do Município de Rio das Ostras (RJ) Demonstrações contábeis em 31 dezembro de 2010

Fundo de Parcerias Público-Privadas FPPP do Município de Rio das Ostras (RJ) Demonstrações contábeis em 31 dezembro de 2010 Fundo de Parcerias Público-Privadas FPPP do Município de Rio das Ostras (RJ) Demonstrações contábeis em 31 dezembro de 2010 Fundo de Parcerias Público-Privadas FPPP do Município de Rio das Ostras (RJ)

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E 2003 CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E 2003 CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E 2003 CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004

Leia mais

F.Q.S. DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de

F.Q.S. DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de F.Q.S. DI - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento Financeiro Demonstrações financeiras em 31 de março de 2004 e de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

2. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E INFORMAÇÕES

2. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E INFORMAÇÕES 1. INTRODUÇÃO Referente à elaboração e divulgação de informações pelas instituições administradoras dos Fundos de Investimento Imobiliário, para o mercado de valores mobiliários e encaminhamento à Comissão

Leia mais

SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES

SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES Ilmos. Srs. Diretores e Acionistas de BVA Seguros S/A Rio de Janeiro - RJ RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES Examinamos as demonstrações financeiras individuais

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Vale do Rio Doce Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Longo Prazo Grupos CNPJ: 03.706.

Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Longo Prazo Grupos CNPJ: 03.706. Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo 31 de março de 2011 e 2010 com relatório dos auditores

Leia mais

CNPJ: 17.543.402/0001-35 DEMONSTRAÇÃO DA MUTAÇÃO DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO

CNPJ: 17.543.402/0001-35 DEMONSTRAÇÃO DA MUTAÇÃO DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Rio de Janeiro, 13 de Maio de 2015. DT-P 15-022. CONTÉM: PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES BALANÇO PATRIMONIAL DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DEMONSTRAÇÃO DA MUTAÇÃO DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DEMONSTRAÇÃO DE

Leia mais

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A CEMEPE INVESTIMENTOS S/A RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações contábeis do exercício encerrado

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Niterói Administradora de Imóveis S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Banrisul Super Fundo de Investimento Renda Fixa

Banrisul Super Fundo de Investimento Renda Fixa Banrisul Super Fundo de Investimento Renda Fixa CNPJ 02.430.487/0001-78 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício

Leia mais

Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2013 e 2012

Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2013 e 2012 KPDS 94331 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações contábeis 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de resultados 6 Demonstrações das mutações do patrimônio social 7 Demonstrações

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS EM REDE

ASSOCIAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS EM REDE ASSOCIAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS EM REDE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 E 2007 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 E 2007 CONTEÚDO Parecer dos auditores independentes Quadro

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Demonstrações Financeiras Fundo de Investimento Imobiliário Europar CNPJ 05.437.916/0001-27

Demonstrações Financeiras Fundo de Investimento Imobiliário Europar CNPJ 05.437.916/0001-27 Demonstrações Financeiras Fundo de Investimento Imobiliário Europar com Relatório de Auditores Independentes Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Extra Fundo de Investimento Renda Fixa (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - e 2011 Com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações financeiras

Leia mais

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Em 31 de dezembro de 2012 Índice Página Relatório dos auditores

Leia mais

Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos (anteriormente denominado Fundo de Garantia da Bolsa de Valores de São Paulo)

Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos (anteriormente denominado Fundo de Garantia da Bolsa de Valores de São Paulo) 1. Contexto operacional A Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), por força do disposto no regulamento anexo à Resolução no. 2.690, de 28 de janeiro de 2000, do Conselho Monetário Nacional, mantinha um

Leia mais

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES. Aos Sócios, Conselheiros e Diretores da INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU-SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES. Aos Sócios, Conselheiros e Diretores da INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU-SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL Auditores Independentes S/S PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Sócios, Conselheiros e Diretores da INSTITUIÇÃO COMUNITÁRIA DE CRÉDITO BLUMENAU-SOLIDARIEDADE ICC BLUSOL 1. Examinamos os balanços patrimoniais

Leia mais

Demonstrações Financeiras Cromossomo Participações III S.A.

Demonstrações Financeiras Cromossomo Participações III S.A. Demonstrações Financeiras Cromossomo Participações III S.A. 31 de dezembro de 2013 com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes sobre

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo - 30 de setembro de 2012 e 2011 com Relatório dos auditores

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de agosto de 2014 e de 2013 KPDS 97640

Demonstrações financeiras em 31 de agosto de 2014 e de 2013 KPDS 97640 Gávea Apoena Plus Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CNPJ nº 08.893.093/0001-32 (Administrado pela BEM - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.) Demonstrações financeiras

Leia mais

INSTITUTO RIO - PONTE PARA O INVESTIMENTO SOCIAL

INSTITUTO RIO - PONTE PARA O INVESTIMENTO SOCIAL INSTITUTO RIO - PONTE PARA O INVESTIMENTO SOCIAL DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E DE 2013 E RELATÓRIO DE REVISÃO DOS AUDITORES INDEPENDENTES INSTITUTO RIO

Leia mais

BICBANCO Stock Index Ações Fundo de Investimento em Títulos e Valores Mobiliários (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A.

BICBANCO Stock Index Ações Fundo de Investimento em Títulos e Valores Mobiliários (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A. BICBANCO Stock Index Ações Fundo de Investimento em Títulos e Valores Mobiliários (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A.) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 30 de

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

Banrisul Governança Corporativa Fundo de Investimento em Ações

Banrisul Governança Corporativa Fundo de Investimento em Ações Banrisul Governança Corporativa Fundo de Investimento em Ações CNPJ 10.199.937/0001-91 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96) Demonstrações Financeiras

Leia mais

Instituto Ling. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012

Instituto Ling. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2013 e 2012 em 31 de dezembro de 2013 e 2012. em 31 de dezembro de 2013 e 2012 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de superávit

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul VIP Fundo de Investimento Renda Fixa de Longo Prazo CNPJ: 00.743.026/0001-20

Demonstrações Financeiras Banrisul VIP Fundo de Investimento Renda Fixa de Longo Prazo CNPJ: 00.743.026/0001-20 Demonstrações Financeiras Banrisul VIP Fundo de Investimento Renda Fixa de Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório dos

Leia mais

Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras

Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras EletrosSaúde Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras Em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 Em milhares de reais 1 Contexto Operacional A Fundação Eletrobrás de Seguridade Social ELETROS é uma entidade

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

Relatório da Administração Dommo 2014

Relatório da Administração Dommo 2014 Relatório da Administração Dommo 2014 A Administração da Dommo Empreendimentos Imobiliários S.A. apresenta o Relatório da Administração e as correspondentes Demonstrações Financeiras referentes aos exercícios

Leia mais

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Brito Amoedo Imobiliária S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Associação Guemach Lar da Esperança. Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2010 e 2009

Associação Guemach Lar da Esperança. Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2010 e 2009 Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2010 e 2009 Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2010 e 2009 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações contábeis 3-4 Balanços

Leia mais

O FIOSAÚDE está adotando, no que aplica, as Leis nº 11.638/07 e nº 11.941/09 em suas demonstrações contábeis de 31 de dezembro de 2011.

O FIOSAÚDE está adotando, no que aplica, as Leis nº 11.638/07 e nº 11.941/09 em suas demonstrações contábeis de 31 de dezembro de 2011. Notas explicativas às Demonstrações Contábeis do Exercício Findo em 31 de dezembro de. (Valores expressos em Reais) 1. Contexto Operacional A Caixa de Assistência Oswaldo Cruz FIOSAÚDE, pessoa jurídica

Leia mais

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Multi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96)

Leia mais

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA PARECER DE AUDITORIA INDEPENDENTE (31 DE DEZEMBRO DE 2005) PARECER DE AUDITORIA INDEPENDENTE Aos Srs. Administradores e Diretores da SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA

Leia mais

ATIVO Explicativa 2012 2011 PASSIVO Explicativa 2012 2011

ATIVO Explicativa 2012 2011 PASSIVO Explicativa 2012 2011 ASSOCIAÇÃO DIREITOS HUMANOS EM REDE QUADRO I - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO (Em reais) Nota Nota ATIVO Explicativa PASSIVO Explicativa CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 4 3.363.799

Leia mais

Bungeprev Fundo Múltiplo de Previdência Privada Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2007 e de 2006 e parecer dos auditores independentes

Bungeprev Fundo Múltiplo de Previdência Privada Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2007 e de 2006 e parecer dos auditores independentes Bungeprev Fundo Múltiplo de Previdência Privada Demonstrações e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos Administradores, Participantes e Patrocinadores Bungeprev Fundo

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e 2010

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e 2010 KPMG Assurance Services Ltda. Agosto de 2012 KPDS 41367 Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Conteúdo Relatório dos auditores

Leia mais

Sicredi - Fundo de Investimento em Ações Petrobras (CNPJ n 08.336.054/0001-34) (Administrado pelo Banco Cooperativo Sicredi S.A.

Sicredi - Fundo de Investimento em Ações Petrobras (CNPJ n 08.336.054/0001-34) (Administrado pelo Banco Cooperativo Sicredi S.A. Sicredi - Fundo de Investimento em Ações Petrobras (CNPJ n 08.336.054/0001-34) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores independentes Relatório dos auditores independentes

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de junho de 2014 e de 2013 KPDS 94669

Demonstrações financeiras em 30 de junho de 2014 e de 2013 KPDS 94669 Ágora Bolsa Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento em Ações CNPJ nº 08.909.429/0001-08 (Administrado pela BEM Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.) Demonstrações financeiras

Leia mais

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações financeiras Índice Relatório

Leia mais

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80

ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 ANÚNCIO DE INÍCIO DE DISTRIBUIÇÃO DO Fundo de Investimento Imobiliário Votorantim Securities CNPJ/MF: 10.347.505/0001-80 VOTORANTIM ASSET MANAGEMENT DTVM LTDA. ( Administrador ), comunica o início da distribuição

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO DAYCOVAL RENDA ITAPLAN CNPJ/MF N.º 10.456.810/0001-00 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL DE COTISTAS REALIZADA EM 04 DE MAIO DE 2012 I. Data, Hora e Local da Reunião: Aos 03 de maio,

Leia mais

Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. Demonstrativo das mutações do ativo imobilizado Exercício findo em 31 de dezembro de 2011

Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. Demonstrativo das mutações do ativo imobilizado Exercício findo em 31 de dezembro de 2011 Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. Demonstrativo das mutações do ativo imobilizado Exercício findo em 31 de dezembro de 2011 Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A. Demonstrativo das mutações

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII ANCAR IC

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII ANCAR IC Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais ATIVO Nota 2011 2010 Circulante Disponibilidades 1 2 Aplicações financeiras de renda fixa 2.b 9.775 1.908 Contas a receber Rendas a receber 3

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de junho de 2015 e de 2014

Demonstrações financeiras em 30 de junho de 2015 e de 2014 Ibiuna Equities Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento em Ações CNPJ nº 13.401.715/0001-06 (Administrado pela BEM - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.) Demonstrações

Leia mais

GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2006 e de 2005 e parecer dos auditores independentes

GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2006 e de 2005 e parecer dos auditores independentes GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2006 e de 2005 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos Administradores

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (Administrado pela COINVALORES Corretora de Câmbio e Valores MobiliáriosCVM Ltda.)

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (Administrado pela COINVALORES Corretora de Câmbio e Valores MobiliáriosCVM Ltda.) (Administrado pela COINVALORES Corretora de Câmbio e Valores MobiliáriosCVM Ltda.) Balanço patrimonial Em (Em Reais) Ativo Nota 31/12/2014 %PL 31/12/2013 %PL Circulante 1.479.100 1,89% 1.026.934 1,33%

Leia mais

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2009 e 2008 HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS

Leia mais

Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras

Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 2 Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras À Administradora e aos Cotistas CSHG Delphos Fundo de Investimento Multimercado - Crédito Privado Investimento no Exterior Examinamos

Leia mais

AGENTE E ESCRIVÃO DA POLÍCIA FEDERAL Disciplina: Contabilidade Prof.: Adelino Data: 07/12/2008

AGENTE E ESCRIVÃO DA POLÍCIA FEDERAL Disciplina: Contabilidade Prof.: Adelino Data: 07/12/2008 Alterações da Lei 6404/76 Lei 11638 de 28 de dezembro de 2007 Lei 11638/07 que altera a Lei 6404/76 Art. 1o Os arts. 176 a 179, 181 a 184, 187, 188, 197, 199, 226 e 248 da Lei no 6.404, de 15 de dezembro

Leia mais

Fundos de Investimento Imobiliário. 09 de abril de 2010

Fundos de Investimento Imobiliário. 09 de abril de 2010 Fundos de Investimento Imobiliário 09 de abril de 2010 Introdução Histórico No Brasil, os fundos imobiliários foram inspirados nos Real Estate Investment Trusts americanos, tendo sido constituídos na forma

Leia mais

HSBC Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo Tripla Vantagem CNPJ nº 09.522.596/0001-64

HSBC Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo Tripla Vantagem CNPJ nº 09.522.596/0001-64 HSBC Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo Tripla Vantagem CNPJ nº 09.522.596/0001-64 (Administrado pelo HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo CNPJ nº 01.701.201/0001-89) Demonstrações financeiras

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

Instituto Ling. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2010 e 2009

Instituto Ling. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2010 e 2009 Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2010 e 2009 Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2010 e 2009 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 3-4

Leia mais

R&R AUDITORIA E CONSULTORIA Luiz Carlos Rodrigues e Rodriguez Diretor

R&R AUDITORIA E CONSULTORIA Luiz Carlos Rodrigues e Rodriguez Diretor Belo Horizonte, 20 de abril de 2015 Ilmos. Srs. Diretores do BH-TEC Belo Horizonte MG Prezados Senhores, Anexamos à presente, nosso relatório da auditoria externa dos procedimentos contábeis e financeiros

Leia mais

ÁQUILLA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII (CNPJ: 13.555.918/0001-49) (Administrado pela Foco Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários

ÁQUILLA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII (CNPJ: 13.555.918/0001-49) (Administrado pela Foco Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários ÁQUILLA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII (CNPJ: 13.555.918/0001-49) (Administrado pela Foco Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.) DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012

Leia mais

REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO

REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O ALFAPREV RF PRIVATE - Fundo de Investimento

Leia mais

Associação Corredor Ecológico do Vale do Paraíba Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e relatório dos auditores independentes

Associação Corredor Ecológico do Vale do Paraíba Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2011 e relatório dos auditores independentes Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras Aos Administradores Associação Corredor

Leia mais

31 de dezembro de 2014 e 2013 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras

31 de dezembro de 2014 e 2013 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Geração Futuro Fundo de Investimento em Ações Programado Ibovespa Ativo (Administrado pela Geração Futuro Corretora de Valores S.A. com Relatório dos Auditores Independentes sobre

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas ATIVO 2014 2013 Explicativas CIRCULANTE 39.466 27.437 Disponibilidades 221 196 Relações Interf. / Aplicações R.F. 5 27.920 18.274 Operações de Crédito 6 11.138

Leia mais

Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM

Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes... 1 Demonstrações financeiras auditadas

Leia mais

Demonstrações Contábeis Referentes ao Exercício Findo em 30 de Junho de 2012 e Relatório dos Auditores Independentes CNPJ 03.996.

Demonstrações Contábeis Referentes ao Exercício Findo em 30 de Junho de 2012 e Relatório dos Auditores Independentes CNPJ 03.996. BB Renda Fixa LP Parceria 5 Mil Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pela BB Gestão de Recursos - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. - Demonstrações Contábeis

Leia mais