Implante coclear passo a passo. Because sound matters

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Implante coclear passo a passo. Because sound matters"

Transcrição

1 Implante coclear passo a passo Because sound matters

2 Conteúdo Introdução... 3 Como a audição funciona... 4 Diferentes tipos de perda auditiva... 5 O que é um implante coclear?... 6 Como o implante coclear funciona?... 7 O que esperar de um implante coclear?... 8 Quem pode se beneficiar de um implante coclear? Há alguma idade ideal para colocar um implante coclear? Quais os casos onde o implante coclear não é adequado? Quais são os fatores importantes para que se tenha sucesso?...12 Implante bilateral...12 Passo a passo do implante coclear...13 A importância da reabilitação auditiva A vida com um implante coclear Comunicação Viagens...19 Esportes...19 Exames e tratamentos médicos...19 Como escolher um implante coclear? Notas

3 Introdução A pesquisa fundamental que levou ao desenvolvimento dos primeiros implantes cocleares foi realizada durante a década de Ao final dos anos 70 e 80, o número de exames clínicos aumentou. Desde então, diversas pesquisas tem sido realizadas visando a melhoria dos resultados ddos pacientes usuários de implante coclear, com um objetivo comum: permitir que pessoas com perda auditiva neurossensorial severa e/ou a profunda possam ouvir. Hoje em dia, o implante coclear é um procedimento seguro e comprovado que auxilia na melhora da audição e da qualidade de vida de mais de 300 mil pessoas em todo o mundo, diariamente. Este folheto foi criado para proporcionar a você uma percepção de como funciona um implante coclear, indicações médicas e uma descrição passo a passo do caminho para uma audição melhor. 3

4 Como a audição funciona A orelha externa O pavilhão auricular capta o som e o direciona para o canal auditivo. A orelha média A membrana timpânica e os ossículos da orelha média vibram em resposta ao som e agem como um sistema de alavanca, forçando as vibrações em direção à orelha interna. A orelha interna Os fluidos da orelha interna captam essas vibrações e provocam o movimento de células ciliadas especiais. O movimento dessas células ciliadas gera sinais elétricos no nervo auditivo. Orelha externa Orelha média Orelha interna Nervo auditivo Células ciliadas Tímpano Cóclea Cadeia ossicular 4

5 Diferentes tipos de perda auditiva Quando alguma porção do caminho do som apresenta uma alteração, as informações sonoras não podem ser enviadas adequadamente ao cérebro, o que resulta num certo grau de perda auditiva. Diversos exames predizem o grau de perda auditiva, que pode ser classificada de leve a profunda, e também nos tipos condutiva, neuressenrial ou mista. A perda auditiva condutiva descreve a perda auditiva na orelha externa e média. A perda auditiva neurossensorial é causada por problemas na orelha interna ou na porção do nervo auditivo. A perda auditiva mista é uma combinação de perdas auditivas condutiva e neurossensorial. Há diversos tratamentos e soluções disponíveis, dependendo do tipo e do grau da perda auditiva. Entre eles estão aparelhos auditivos, implantes da orelha média, soluções auditivas de condução óssea e sistemas de implante coclear. Níveis sonoros não audíveis de acordo com o tipo de perda auditiva Perda auditiva profunda Perda auditiva severa Perda auditiva moderada Perda auditiva leve 130 db 90 db 70 db 40 db Audição normal 20 db 5

6 O que é um implante coclear? Um implante coclear é um dispositivo eletrônico desenvolvido para pessoas que apresentam perda auditiva neurossensorial, de severa a profunda, que obtêm benefícios limitados com aparelhos auditivos bem adaptados. Aparelhos auditivos captam o som, o amplificam e o enviam através do canal auditivo. Eles são indicados para pessoas com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severa. Em casos de perda auditiva severa a profunda, os aparelhos auditivos não têm potência suficiente. Se o dano na audição for severo demais, a amplificação do som por meio de um aparelho auditivo tradicional não tem efeito algum. O implante coclear supera esse obstáculo pois envia o sinal diretamente ao nervo auditivo. Ao contrário dos aparelhos auditivos tradicionais, os implantes cocleares não fazem uso das áreas danificadas do ouvido. Eles capturam o som, o processam e estimulam eletricamente o nervo auditivo. Exemplo de sistema de implante coclear Parte interna: implante (A) Parte externa: processador sonoro (B) 6

7 O sistema de implante coclear é composto de duas partes: A parte interna (A) é um receptor implantado cirurgicamente sob a pele no osso temporal, e um feixe de eletrodos posicionado na cóclea. A parte externa (B) é um processador sonoro retroauricular e um cabo que conecta o processador à antena. A antena é fixada magneticamente à pele sobre a parte interna. Como o implante coclear funciona? 1. O processador sonoro capta e digitaliza o som. 2. A antena é fixada magneticamente à pele. Ela transmite o som digitalizado do processador sonoro ao receptor do implante. 3. O receptor magnético do implante é posicionado sob a pele, diretamente abaixo da antena. Ele transforma as informações digitais em um sinal elétrico que é enviado à cóclea. 4. O feixe de eletrodos é inserido na cóclea. Cada eletrodo do feixe corresponde a uma frequência de sinal. 5. O nervo auditivo é estimulado quando o sinal codificado é transmitido ao eletrodo correspondente. 6. O cérebro recebe o som transmitido por meio do nervo auditivo. O processador sonoro é ativado por meio de um software de programação que cria programas personalizados para cada usuário

8 O que esperar de um implante coclear? Implantes cocleares têm demonstrado melhorias na qualidade de vida de milhares de pessoas por todo o mundo. Nos últimos 30 anos, pesquisas na área de implantes cocleares têm progredido significativamente. Quando os implantes cocleares foram desenvolvidos inicialmente, eles permitiam apenas a percepção dos sons. Posteriormente, eles passaram a melhorar a compreensão da fala dos seus usuários ambientes silenciosos. Em seguida, surgiram grandes melhorias na qualidade sonora do sinal, permitindo que os usuários compreendessem melhor a fala também em ambientes ruidosos e apreciassem música. Os implantes cocleares atuais foram desenvolvidos para promover a compreensão da fala em todos os tipos de ambientes sonoros, dependendo da capacidade de cada pessoa. Usuários referem ser capazes de ouvir diversos tipos de sons em seu cotidiano, desde sussurros de crianças até sons da natureza. Muitos sons que eles jamais imaginaram poder ouvir novamente. 8

9 Em geral, implantes cocleares ajudam os usuários a lidar com as atividades do dia a dia: Entender melhor a fala Assistir à TV Usar o telefone Conversar durante uma refeição Para crianças, o implante coclear promove o desenvolvimento da fala e a integração social, permitindo que elas participem do aprendizado escolar regular e prossigam com o ensino continuado. Uma vez que as crianças com implantes cocleares desenvolvem habilidades linguísticas, ganham confiança e podem conquistar mais independência. Porém, os resultados podem variar de acordo com diversos fatores, tais como: a causa da perda auditiva e suas consequências fisiológicas potenciais a duração da perda auditiva o esforço da pessoa e daqueles à sua volta para educar ou reabilitar o cérebro para receber sinais sonoros É importante observar que o sucesso de um implante coclear depende do comprometimento de cada um para participar efetivamente das sessões de programação e reabilitação, bem como de sua paciência, esforço e motivação. Cada pessoa é única 9

10 Quem pode se beneficiar de um implante coclear? Implantes cocleares foram desenvolvidos para pessoas que apresentam perda auditiva neurossensorial severa e/ou profunda e que demonstram benefícios limitados com o uso de aparelhos auditivos bem adaptados. Em geral, pessoas consultam um otorrinolaringologista quando sentem dificuldades para ouvir ou acompanhar uma conversa, apesar de serem usuários de aparelho auditivo. Eles costumam ficar exaustos por terem que fazer excesso de esforço necessário para se comunicar ou sentem a necessidade de ler lábios para entender uma conversa. O otorrinolaringologista pode fazer uma primeira avaliação e aconselhar. Se um implante coclear for considerado a solução apropriada, o otorrinolaringologista encaminha o paciente a um centro referenciado em implante coclear. A equipe multidisciplinar do centro de implante coclear realizará os exames necessários antes de tomar a decisão sobre a cirurgia. Há alguma idade ideal para realizar um implante coclear? Para crianças, especialmente as que apresentam surdez pré-lingual, o implante coclear é recomendado entre os 12 e 18 meses de idade, pois a audição permitirá o desenvolvimento das habilidades linguísticas. O implante coclear realizado precocemente também oferece à criança uma chance maior de frequentar a escola regular e acompanhar o sistema de ensino geral. 10

11 Para adultos, não há limite máximo de idade para a cirurgia, apesar de que uma avaliação psicocognitiva preliminar é essencial para idosos. Para tais candidatos, o maior benefício do implante coclear é manter a autonomia e a interação social. Uma vez que indicações para reembolso podem variar ou ser específicas por país, consulte um centro de implante coclear de referência para obter mais informações. Quais os casos onde o implante coclear não é indicado? Apesar de o implante coclear ser uma solução para reabilitação auditiva, em certos casos o centro de referência de implante coclear pode considerá-lo inadequado. Além das indicações médicas para um implante coclear, os fatores a seguir podem ser decisivos: Se os resultados obtidos com aparelhos auditivos convencionais forem considerados suficientes para compreensão da fala. Se o nervo auditivo estiver danificado demais ou for inexistente, ou se a cóclea estiver ossificada ou não for a causa principal da perda auditiva, outras soluções poderão ser propostas (por exemplo, um implante de tronco cerebral). Se a saúde do paciente não permitir que ele seja submetido a cirurgia. Se a motivação do paciente ou o apoio familiar não forem considerados adequados. 11

12 Quais são os fatores importantes para que se tenha sucesso? É essencial que os candidatos tentem imaginar sua vida pós-implante. Manter expectativas realistas contribuirá para o sucesso da implantação. Eles devem estar cientes de que o implante coclear é uma solução de reabilitação auditiva e que não restaura a audição natural, apesar dos avanços dessa tecnologia. Reabilitação e ajustes adaptativos requerem que o usuário faça um esforço pessoal para otimizar seu potencial auditivo. Crianças devem ter apoio intensivo da família para motivá-las a desenvolver habilidades de fala e linguagem. Antes de optar pela cirurgia, pode ser útil falar com outros usuários de implantes cocleares. Você pode entrar em contato com eles por meio de associações de usuários de implantes cocleares, que também têm papel importante na informação e no apoio aos candidatos e suas famílias. Implante bilateral Um segundo implante melhora a capacidade de localizar um som, ajuda na compreensão da fala em ambientes ruidosos e possibilita a percepção estérea do som. Os dois lados podem ser implantados na mesma cirurgia. Entretanto, a maioria dos implantes bilaterais ocorre em duas cirurgias, sendo a segunda meses ou até anos após a primeira. Pacientes com um implante podem ser candidatos ao implante bilateral, sujeitos à avaliação do centro de implante coclear de referência. O implante bilateral pode não ser reembolsável em alguns países. Entre em contato com um centro de implante coclear de referência no seu país para saber mais detalhes. 12

13 Passo a passo do implante coclear 1. Consulta no centro de implante coclear de referência O clínico geral, otorrinolaringologista ou audiologista encaminham o paciente a um centro de implante coclear de referencia com uma equipe multidisciplinar de implante coclear composta de: Um cirurgião com experiência em cirurgia otológica Um otorrinolaringologista Um audiologista, responsável pelas avaliações audiométricas e adaptação do processador sonoro Um fonoaudiólogo responsável pela avaliação linguística, acompanhamento e reabilitação Um psicólogo responsável por avaliar a adequação psicológica do paciente ao implante coclear 2. Avaliações Uma série de exames e avaliações são realizadas pela equipe de referência a fim de verificar se um sistema de implante coclear é indicado para o paciente. Incluem: Avaliação audiológica detalhada das capacidades auditivas e do funcionamento do nervo auditivo Vários exames médicos para verificar o estado geral da saúde do paciente Tomografia e/ou ressonância magnética da orelha interna Avaliação psicológica do paciente e/ou da motivação da família quanto a implantação e expectativas Avaliação de fala e linguagem para medir a aptidão linguística e a capacidade de leitura labial do paciente 13

14 3. Intervenção cirúrgica É necessária a realização de uma cirurgia para a inserção da parte interna do sistema de implante. Como qualquer cirurgia, a cirurgia de implante coclear envolve riscos, principalmente relacionados à anestesia. Entretanto, a cirurgia de implante coclear é um procedimento comprovadamente seguro que geralmente dura cerca de duas horas. Após a anestesia geral ou local, o cirurgião faz uma incisão atrás da orelha e insere o implante coclear sob a pele. Dependendo do tipo de implante, técnicas cirúrgicas diversas fixam o receptor do implante. Uma abertura é feira na cóclea para a inserção cuidadosa do feixe de eletrodos. O cirurgião verifica o funcionamento adequado do implante antes de fechar a incisão a concluir a operação. 14

15 4. Recuperação Após a operação, o paciente deve permanecer no hospital por alguns dias. O período de cicatrização leva de 3 a 5 semanas, até que haja apenas uma pequena cicatriz atrás da orelha, que ficará oculta pelo cabelo. Durante esse período, a maioria dos pacientes pode retomar suas atividades normais. Porém, eles ainda não são capazes de ouvir sons. 5. Ativação e primeiros sons Após o período de recuperação, o paciente recebe o processador sonoro. Para poder ouvir os primeiros sons, o audiologista deve programar o processador sonoro à fisiologia do usuário. Por meio de um software dedicado à programaçao, o audiologista cria um mapa sonoro. Isso determina os limites individuais de cada eletrodo visando tornar a audição o mais nítida e confortável possível. Cada ativação é diferente para cada paciente, mas geralmente é preciso um certo tempo para que o cérebro se acostume a esse tipo de estimulação. 6. Programação e reabilitação Após a cirurgia de implante coclear, as melhorias auditivas ficam vinculadas aos esforços do usuário e da família. Programas de reabilitação auditiva, bem como o comparecimento a todas as sessões de programação do processador sonoro são recomendados. Inicialmente, as sessões de programação são agendadas frequentemente, mas elas se tornam menos frequentes uma vez que os programas estejam mais otimizados. Posteriormente, uma consulta anual é necessária para monitorar o progresso e continuar os ajustes finos. 15

16 A importância da reabilitação auditiva A reabilitação auditiva é extremamente importante para a obtenção dos melhores resultados com um implante coclear. Sua duração depende do tipo de perda auditiva do usuário, idade e motivação individual. Para um adulto com perda auditiva pós-lingual, a reabilitação dura em média entre seis meses e um ano, ao passo que alguns usuários podem precisar de um período mais longo. A reabilitação pode ser mais difícil se o usuário apresentar muito tempo de privação auditiva. Para crianças com perda auditiva pré-lingual que receberam o implante em idade precoce, a aquisição e a compreensão linguística podem demorar anos para ocorrer. Para crianças com perda auditiva pós-lingual (por exemplo, após uma meningite), resultados positivos costumam ser obtidos rapidamente se a cirurgia for realizada logo após a perda da audição. Adolescentes ou adultos que apresentam perda auditiva pré-lingual geralmente sentem-se mais confiantes e têm melhor compreensão da fala após as sessões de reabilitação, que podem levar alguns anos. Porém, eles podem precisar recorrer à leitura labial em certas situações. 16

17 17

18 A vida com um implante coclear O sistema de implante coclear auxilia pessoas a descobrir ou redescobrir uma qualidade de vida melhor por meio da audição aprimorada. A maioria das pessoas com processador sonoro percebem que ele se torna rapidamente uma parte natural de suas vidas e que elas podem se comunicar facilmente ao telefone, assistir TV, ouvir música e ter um estilo de vida ativo. O sistema de implante coclear também dispõe de uma grande variedade de acessórios que auxiliam no conforto diário, na manutenção e na comunicação sem fio. Comunicação Com o desenvolvimento rápido das redes de comunicação, muitos usuários de implante coclear desejam acessar dispositivos de comunicação modernos a fim de obter mais autonomia e independência. Ser capaz de voltar a usar o telefone está geralmente no topo da lista de expectativas associadas a um implante coclear. Atualmente, acessórios ou bluetooth podem conectar diretamente o sistema de implante coclear a dispositivos como o telefone ou a televisão. Viagens Implantes cocleares não impedem viagens em geral, seja por terra, mar ou ar. Recomenda-se que a parte externa do sistema de implante seja desligada durante a decolagem e o pouso de aeronaves. Usuários devem sempre seguir as instruções de cuidados recomendados do fabricante, especialmente em climas diferentes. Fabricantes geralmente oferecem um processador sonoro substituto para a tranquilidade do usuário em caso de quebra. Recomenda-se também que os usuários tenham em mãos o cartão de identificação do implante e o apresentem aos controles de segurança de aeroportos ou ao realizar qualquer exame médico. 18

19 Esportes Atividades esportivas geralmente são permitidas a usuários de implantes cocleares, mas o implante e o processador sonoro devem estar protegidos contra impacto e umidade. Esportes com alto risco de impacto à cabeça devem ser evitados. O centro de implante coclear de referência pode fornecer aconselhamento sobre a participação em atividades esportivas, sobre o sistema de implante e também sobre as precauções específicas a serem tomadas. Fabricantes também fornecem conselhos úteis relacionados a recursos especiais de seus produtos. Exames médicos e tratamentos A maioria dos exames médicos ainda serão possíveis, mas os usuários deverão remover a parte externa do sistema de implante. Apesar das poucas restrições médicas, ainda é recomendado aos usuários de implante coclear que entrem em contato com o centro de implante coclear de referência antes de qualquer intervenção cirúrgica ou exame médico, como por exemplo, uma ressonância magnética. 19

20 Como escolher um implante coclear? A escolha de um sistema de implante coclear é uma decisão para toda a vida. Antes de decidir, você deve considerar a confiança no seu implante e no processador sonoro, bem como questões relacionadas aos serviços prestados, suporte do fabricante, serviço pós-venda e os custos dos acessórios. Considerações pertinentes ao implante Resistência a impactos e confiança em geral Tipo de cirurgia: sistema de fixação, tamanho e tipo do implante Compatibilidade com avanços tecnológicos futuros do processador sonoro e do processamento de sinal Considerações pertinentes ao processador sonoro Desempenho, qualidade de som e compatibilidade com sistemas de comunicação modernos, por exemplo, comunicação sem fio por meio de telefones celulares e TVs, conectores auxiliares diretos e opções de ajuste para níveis de ruído diversos Facilidade de uso no manuseio e na manutenção, como por exemplo, substituição da pilha Conforto e estética 20

21 Considerações pertinentes ao fabricante O fabricante do implante coclear tem um papel a desempenhar durante toda a vida do usuário e suas dificuldades diárias. As soluções oferecidas devem ter alta qualidade e ser compatíveis com gerações futuras de produtos, de modo que os usuários de implantes cocleares tenham acesso à melhor tecnologia. Isso ressalta a importância da qualidade do serviço pós-venda para satisfazer as expectativas de usuários e profissionais. Precisa de mais informações? Este folheto tem o intuito de fornecer uma visão geral do implante coclear. Caso queira mais informações, consulte um centro de implante coclear de referência, uma associação de usuários de implantes cocleares, o escritório local da Oticon Medical ou distribuidor. Mais informações encontram-se em 21

22 22 Notas

23

24 Because sound matters A Oticon Medical é uma empresa global que atua na área de soluções auditivas implantáveis, dedicada a trazer o mundo mágico do som a pessoas em todos as fases da vida. Sendo membro de um dos maiores grupos mundiais de empresas de saúde auditiva, compartilhamos um vínculo forte com a Oticon e o acesso direto aos últimos avanços das pesquisas e tecnologias auditivas. Nossas competências abrangem mais de um século de inovações em processamento sonoro e décadas de experiência pioneira em tecnologia de implantes auditivos. Ao trabalharmos em colaboração com pacientes, médicos e profissionais de audiologia, asseguramos que cada solução criada foi desenvolvida considerando as necessidades do usuário. Compartilhamos o compromisso inabalável de fornecer soluções inovadoras e suporte que melhore a qualidade de vida das pessoas, seja onde estiverem. Pois sabemos como o som é importante. M80558BR-PT versão A Oticon Medical Neurelec S.A.S 2720 Chemin Saint-Bernard Vallauris - França Tel. +33 (0) Fax + 33 (0)

Implante coclear: Uma abordagem interdisciplinar

Implante coclear: Uma abordagem interdisciplinar Implante coclear: Uma abordagem interdisciplinar Apresentação: Isabela A. de Quadros (4º ano/fono) Rudmila Carvalho (3º ano/fono) Dr. Luiz F. M. Lourençone (ORL) Ms. Mariani C. R. Prado (Psicóloga) Orientação:

Leia mais

Uso alternativo do sistema de frequência modulada (FM) em crianças com perda auditiva

Uso alternativo do sistema de frequência modulada (FM) em crianças com perda auditiva PET Fonoaudiologia apresenta: Uso alternativo do sistema de frequência modulada (FM) em crianças com perda auditiva Apresentação Larissa Menegassi Julia Tognozzi Lilian Oliveira Orientação Fga. Ms. Vanessa

Leia mais

Receptores. Estímulo SNC. Células ciliadas da cóclea CODIFICAÇÃO TRANSDUÇÃO NVIII

Receptores. Estímulo SNC. Células ciliadas da cóclea CODIFICAÇÃO TRANSDUÇÃO NVIII SISTEMA AUDITIVO Estímulo Receptores NVIII SNC Som Células ciliadas da cóclea CODIFICAÇÃO TRANSDUÇÃO Fisiologia Básica, R. Curi, J. Procópio Som Ondas Sonoras Ondas Sonoras Espectro Audível 20-20.000 Hz

Leia mais

Phonak CROS B. Quando você é capaz de acompanhar conversas vindas de qualquer direção, Life is on. 370fy01_CROS_B.indd 1 10/03/ :31:08

Phonak CROS B. Quando você é capaz de acompanhar conversas vindas de qualquer direção, Life is on. 370fy01_CROS_B.indd 1 10/03/ :31:08 Phonak CROS B Quando você é capaz de acompanhar conversas vindas de qualquer direção, Life is on Uma marca Sonova 370fy01_CROS_B.indd 1 10/03/2017 11:31:08 Os meus aparelhos CROS devolveram-me o som, e

Leia mais

Phonak Audéo V Use, ame e esqueça que usa a aparelho auditivo.

Phonak Audéo V Use, ame e esqueça que usa a aparelho auditivo. Phonak Audéo V Use, ame e esqueça que usa a aparelho auditivo. Comunique-se, participe, seja você mesmo Um passeio pelo parque ouvir o vento mover as folhas. Uma conversa em meio à multidão envolver-se

Leia mais

Circular 119/2015 São Paulo, 7 de Abril de 2015.

Circular 119/2015 São Paulo, 7 de Abril de 2015. 24º Congresso FEHOSP 12 à 15 de Maio/2015 Royal Palm Plaza Campinas/SP Circular 119/2015 São Paulo, 7 de Abril de 2015. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) AMPLIAÇÃO E INCORPORAÇÃO DE PROCEDIMENTOS PARA ATENÇÃO

Leia mais

Claris H100. Experimente ouvir do jeito que você prefere T E C N O L OGI A A U D I T I VA ESSENCIAL. Premium. Avançado. Essencial

Claris H100. Experimente ouvir do jeito que você prefere T E C N O L OGI A A U D I T I VA ESSENCIAL. Premium. Avançado. Essencial Claris H100 Experimente ouvir do jeito que você prefere T E C N O L OGI A A U D I T I VA ESSENCIAL Premium Avançado Essencial Excelente DESEMPENHO Tecnologia apoiando o cérebro Quando você está procurando

Leia mais

Acessórios. Detalhes que fazem a diferença

Acessórios. Detalhes que fazem a diferença Acessórios Detalhes que fazem a diferença Controles Remotos Os controles remotos Phonak são práticos e discretos. Fabricados na Suíça foram desenvolvidos especialmente para facilitar o controle das funções

Leia mais

Ajude o(a) seu(sua) filho(a) a ouvir agora

Ajude o(a) seu(sua) filho(a) a ouvir agora Ponto Liberdade de escolha em cuidado auditivo de condução óssea Ajude o(a) seu(sua) filho(a) a ouvir agora com a banda suave Ponto Ajude o(a) seu(sua) filho(a) a ouvir agora com a banda suave Ponto Visto

Leia mais

IMPLANTE COCLEAR EM CRIANÇAS DE 1 A 2 ANOS DE IDADE

IMPLANTE COCLEAR EM CRIANÇAS DE 1 A 2 ANOS DE IDADE IMPLANTE COCLEAR EM CRIANÇAS DE 1 A 2 ANOS DE IDADE INTRODUÇÃO O implante coclear em crianças deficientes auditivas pré-linguais tem sido considerado potencialmente o tratamento mais eficaz para assegurar

Leia mais

SoundLens Synergy. Uma solução sem fio, invisível e personalizada

SoundLens Synergy. Uma solução sem fio, invisível e personalizada SoundLens Synergy Uma solução sem fio, invisível e personalizada Feito para um ajuste invisível. Temos orgulho em apresentar o SoundLens Synergy, a mais avançada tecnologia disponível em nossa solução

Leia mais

Potencialize seu cérebro

Potencialize seu cérebro Potencialize seu cérebro LIN H A P O WER Aproveite mais detalhes de fala Tenha mais poder para participar POTENCIALIZE SEU CÉREBRO Sua melhor companhia diária A maioria das pessoas com perda auditiva severa

Leia mais

Sistema Auditivo Humano

Sistema Auditivo Humano Sistema Auditivo Humano Tecnologias de Reabilitação Aplicações de Processamento de Sinal Constituição do Ouvido Humano JPT 2 1 Constituição do Ouvido Humano JPT 3 Constituição do Ouvido Humano O ouvido

Leia mais

Phonak Bolero V O melhor em desempenho e confiabilidade.

Phonak Bolero V O melhor em desempenho e confiabilidade. Phonak Bolero V O melhor em desempenho e confiabilidade. Aventure-se no mundo A vida é feita para viver. Por isso, aventure-se, experimente todas as maravilhas que o mundo sonoro tem para oferecer. Seja

Leia mais

Melhore sua audição. Escolha o Interton Crisp que satisfaça sua necessidade

Melhore sua audição. Escolha o Interton Crisp que satisfaça sua necessidade Escolha o Interton Crisp que satisfaça sua necessidade Situações sonoras típicas CRISP 2 CRISP 3 Fala em ambientes silenciosos Situações sem fala Ouvindo música Próximo a uma pessoa ou objeto Acessórios

Leia mais

Manual Audiológico. Ponto TM O Sistema Auditivo de Condução Óssea

Manual Audiológico. Ponto TM O Sistema Auditivo de Condução Óssea Manual Audiológico Ponto TM O Sistema Auditivo de Condução Óssea Índice Anexo Pediatria Acompanhamento Adaptação Introdução Introdução... 3 Adaptação...4 Verificando a área do abutment... 5 Prática ao

Leia mais

Os sons e a audição. Breve descrição da forma como percebemos os sons e de como funciona a audição

Os sons e a audição. Breve descrição da forma como percebemos os sons e de como funciona a audição Os sons e a audição 1 Breve descrição da forma como percebemos os sons e de como funciona a audição Esta brochura é o número 1 de uma série da Widex sobre audição e aparelhos auditivos. O que são sons?

Leia mais

ANEXO IV DIRETRIZES PARA O FORNECIMENTO DE APARELHOS DE AMPLIFICAÇÃO SONORA INDIVIDUAL (AASI)

ANEXO IV DIRETRIZES PARA O FORNECIMENTO DE APARELHOS DE AMPLIFICAÇÃO SONORA INDIVIDUAL (AASI) ANEXO IV DIRETRIZES PARA O FORNECIMENTO DE APARELHOS DE AMPLIFICAÇÃO SONORA INDIVIDUAL (AASI) Os Serviços habilitados pelo Ministério da Saúde para o fornecimento de Aparelhos de Amplificação Sonora Individual

Leia mais

SISTEMA AUDITIVO DE CONDUÇÃO ÓSSEA. Ponto 3 A definição de potência

SISTEMA AUDITIVO DE CONDUÇÃO ÓSSEA. Ponto 3 A definição de potência SISTEMA AUDITIVO DE CONDUÇÃO ÓSSEA Ponto 3 A definição de potência Ponto 3 A definição de potência Em um sistema auditivo de condução óssea, a potência é a chave para ser capaz de ouvir e compreender mais

Leia mais

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível?

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Intiga i, invisível A perda auditiva é uma parte natural da vida A solução está aqui Você não está sozinho. Milhões de pessoas vivenciam

Leia mais

A surdez é uma deficiência que fisicamente não é visível, e atinge uma pequena parte da anatomia do indivíduo.

A surdez é uma deficiência que fisicamente não é visível, e atinge uma pequena parte da anatomia do indivíduo. A surdez é uma deficiência que fisicamente não é visível, e atinge uma pequena parte da anatomia do indivíduo. Porém, traz para o surdo consequências sociais, educacionais e emocionais amplas e intangíveis.

Leia mais

Aula 03 ETIOLOGIA, DIAGNOSTICO, CA- RACTERIZAÇÃO DA SURDEZ:

Aula 03 ETIOLOGIA, DIAGNOSTICO, CA- RACTERIZAÇÃO DA SURDEZ: Aula 03 ETIOLOGIA, DIAGNOSTICO, CA- RACTERIZAÇÃO DA SURDEZ: aspectos anatômicos e fisiológicos do ouvido humano, diagnóstico precoce e tipos e graus de perda auditiva O tema e sub temas desta aula diz

Leia mais

ADVANCED BIONICS. 1.UNIDADE INTERNA - Hires 90 K Cápsula de titânio de perfil estreito. Imã removível. Largura 28 mm. Comprimento 56 mm. Peso 12 g.

ADVANCED BIONICS. 1.UNIDADE INTERNA - Hires 90 K Cápsula de titânio de perfil estreito. Imã removível. Largura 28 mm. Comprimento 56 mm. Peso 12 g. ADVANCED BIONICS 1.UNIDADE INTERNA - Hires 90 K Cápsula de titânio de perfil estreito. Imã removível. Largura 28 mm. Comprimento 56 mm. Peso 12 g. Diâmetro do nicho 20 mm. Profundidade do nicho 3 mm. IntelliLink

Leia mais

ANATOMIA FUNCIONAL DA ORELHA. (a nova nomenclatura substitui o termo ouvido por orelha)

ANATOMIA FUNCIONAL DA ORELHA. (a nova nomenclatura substitui o termo ouvido por orelha) ANATOMIA DA ORELHA ANATOMIA FUNCIONAL DA ORELHA (a nova nomenclatura substitui o termo ouvido por orelha) O aparelho auditivo humano e dos demais mamíferos é formado pela orelha externa, a orelha média

Leia mais

Instruções de uso. Instrumento Cirúrgico. Compatível com: Neuro Zti e Digisonic SP

Instruções de uso. Instrumento Cirúrgico. Compatível com: Neuro Zti e Digisonic SP Instrumento Cirúrgico Instruções de uso Compatível com: Neuro Zti e Digisonic SP 0459 (2015) Neurelec S.A.S 2720 Chemin Saint Bernard, 06220 Vallauris França TEL : +33 (0)4 93 95 18 18, FAX : +33 (0)4

Leia mais

Instruções de uso. Exame de Ressonância Magnética (RM) Neuro O sistema de implante coclear

Instruções de uso. Exame de Ressonância Magnética (RM) Neuro O sistema de implante coclear Exame de Ressonância Magnética (RM) Instruções de uso Neuro O sistema de implante coclear 0459 (2015) Neurelec S.A.S 2720 Chemin Saint Bernard, 06220 Vallauris França TEL: +33 (0)4 93 95 18 18, FAX: +33

Leia mais

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível?

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Claris D i 100/D80 Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Claris D i, invisível A perda auditiva é uma parte natural da vida A solução está aqui Você não está sozinho. Milhões

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 01, DE 09 DE AGOSTO DE 2017, DO DEPARTAMENTO DE IMPLANTE COCLEAR DA ABORL-CCF

NOTA TÉCNICA Nº 01, DE 09 DE AGOSTO DE 2017, DO DEPARTAMENTO DE IMPLANTE COCLEAR DA ABORL-CCF NOTA TÉCNICA Nº 01, DE 09 DE AGOSTO DE 2017, DO DEPARTAMENTO DE IMPLANTE COCLEAR DA ABORL-CCF Dispõe a respeito dos critérios referentes a manutenção e troca de processadores de fala do sistema de implante

Leia mais

INTERTON APPRAISE 2 MANUAL DO USUÁRIO

INTERTON APPRAISE 2 MANUAL DO USUÁRIO INTERTON APPRAISE MANUAL DO USUÁRIO Você encontrará neste manual: Como começar Airlink.... 3 Outras interfaces de programação.... 4 Informações úteis Tela Iniciar.... 4 Selecionar AASI.... 5 Tela Pré-Ajuste....

Leia mais

Aumente a sua Experiência Auditiva

Aumente a sua Experiência Auditiva ReSound ajuda as pessoas a redescobrir a audição. Desenvolvemos aparelhos auditivos que buscam tecnologias mais próximas da audição natural. O nosso objetivo é dar a oportunidade de desfrutar uma vida

Leia mais

Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Acadêmica de Enfermagem: Laicy Albuquerque

Faculdade de Ciências Humanas de Olinda. Acadêmica de Enfermagem: Laicy Albuquerque Faculdade de Ciências Humanas de Olinda Acadêmica de Enfermagem: Laicy Albuquerque Perda Auditiva Induzida pelo Ruído - PAIR Hoje Iremos abordar um tema muito importante, o ruído ocupacional, ou seja o

Leia mais

Guia do Candidato. Ponto TM O Sistema Auditivo de Condução Óssea

Guia do Candidato. Ponto TM O Sistema Auditivo de Condução Óssea Guia do Candidato Ponto TM O Sistema Auditivo de Condução Óssea Índice Identificação de pacientes Introdução Introdução... 3 Identificação de pacientes para uma solução de condução óssea... 5 Perda auditiva

Leia mais

Informações do produto

Informações do produto Informações do produto Phonak Bolero Q é uma linha completa de produtos retroauriculares para perdas auditivas de grau leve a profundo, incluindo quatro modelos em quatro níveis de desempenho. Desenvolvido

Leia mais

Programa de rastreio auditivo do NHS para recém-nascidos

Programa de rastreio auditivo do NHS para recém-nascidos Programa de rastreio auditivo do NHS para recém-nascidos A consulta do seu bebé na clínica de audiologia: informação para os pais Portuguese A Public Health England (Saúde Pública na Inglaterra) é responsável

Leia mais

ANATOMIA DO OUVIDO HUMANO. O ouvido possui três partes principais: o ouvido externo, o ouvido médio e o ouvido interno.

ANATOMIA DO OUVIDO HUMANO. O ouvido possui três partes principais: o ouvido externo, o ouvido médio e o ouvido interno. ANATOMIA DO OUVIDO HUMANO O ouvido possui três partes principais: o ouvido externo, o ouvido médio e o ouvido interno. Ouvido Externo: > Pavilhão auricular (orelha) coleta e encaminha o som para dentro

Leia mais

Ponto Streamer. Novas possibilidades de comunicação sem fio. Ponto TM Prótese Auditiva Ancorada no Osso

Ponto Streamer. Novas possibilidades de comunicação sem fio. Ponto TM Prótese Auditiva Ancorada no Osso Ponto Streamer Novas possibilidades de comunicação sem fio Ponto TM Prótese Auditiva Ancorada no Osso Seu companheiro ideal Novas possibilidades de comunicação Com Ponto Streamer você tem acesso ao ConnectLine

Leia mais

Diretrizes para a candidatura. Soluções em implantes para perda auditiva

Diretrizes para a candidatura. Soluções em implantes para perda auditiva Diretrizes para a candidatura Soluções em implantes para perda auditiva O que é som? 2 Como escutamos? 3 auditiva sensorioneural severa a profunda 4 auditiva sensorioneural de frequência aguda 6 auditiva

Leia mais

PROTOCOLO DE ADAPTAÇÃO DE AASI EM ADULTOS

PROTOCOLO DE ADAPTAÇÃO DE AASI EM ADULTOS Texto apresentado para consulta pública sendo resultado do Fórum de AASI do ICA-EIA 2010, sob a coordenação da Dra. Maria Cecília Bevilacqua, Telma Costa e Sônia Bortoluzzi. PROTOCOLO DE ADAPTAÇÃO DE AASI

Leia mais

SISTEMA DE IMPLANTE COCLEAR DIGISONIC SP. neo collection

SISTEMA DE IMPLANTE COCLEAR DIGISONIC SP. neo collection SISTEMA DE IMPLANTE COCLEAR DIGISONIC SP processador sonoro neo collection UMA DECISÃO INDIVIDUAL PARA QUEM É INDICADO O IMPLANTE COCLEAR? A audição é um dos processos mais complexos do corpo humano. Envolve

Leia mais

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos - IFSC. FFI0210 Acústica Física. Sistema auditivo. Prof. Dr.

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos - IFSC. FFI0210 Acústica Física. Sistema auditivo. Prof. Dr. Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos - IFSC FFI0210 Acústica Física Sistema auditivo Prof. Dr. José Pedro Donoso Agradescimentos Os docentes da disciplina gostariam de expressar

Leia mais

INFORMAÇÃO PARA OS PAIS

INFORMAÇÃO PARA OS PAIS INFORMAÇÃO PARA OS PAIS tm WIDEX BABY 440 O MeLHOR INÍCIO NA VIDA Para os bebés, a audição desempenha um papel crucial na forma como desenvolvem a linguagem e no modo como interpretam o mundo. Os bebés

Leia mais

Prepare-se para a consulta com seu médico

Prepare-se para a consulta com seu médico Prepare-se para a consulta com seu médico Para um melhor resultado quando visitar seu médico, é importante estar preparado. Quanto mais claro você descrever a sua dor, mais fácil será para seu médico ajudar

Leia mais

satisfação Os acessórios tornam a conectividade ainda mais fácil

satisfação Os acessórios tornam a conectividade ainda mais fácil satisfação A Unitron está comprometida em oferecer acessórios e aplicativos que solucionem desafios auditivos e que facilitem o uso dos aparelhos auditivos. Porque melhorar a experiência do paciente é

Leia mais

O que é um aparelho auditivo? Segue uma breve descrição de aparelhos auditivos e de diversos tipos

O que é um aparelho auditivo? Segue uma breve descrição de aparelhos auditivos e de diversos tipos O que é um aparelho auditivo? 3 Segue uma breve descrição de aparelhos auditivos e de diversos tipos O que é um aparelho auditivo? Um aparelho auditivo constitui um meio auxiliar técnico basicamente composto

Leia mais

OtoRead EOA Portátil. Confiável, flexível e preciso

OtoRead EOA Portátil. Confiável, flexível e preciso OtoRead EOA Portátil Confiável, flexível e preciso Confiável, flexível e preciso O OtoRead é um instrumento EOA portátil rápido e automático para o exame de recém-nascidos, crianças e adultos. Programas

Leia mais

Acreditamos na essência de cada ritmo e no estilo de cada música.

Acreditamos na essência de cada ritmo e no estilo de cada música. CATÁLOGO 2016 Acreditamos na essência de cada ritmo e no estilo de cada música. Buscamos oferecer algo que demonstre a nossa paixão pela música e pela tecnologia. Queremos algo que se conecte com o seu

Leia mais

ANEXO I DADOS INDIVIDUAIS DO ALUNO COM SURDEZ/DEFICIÊNCIA AUDITIVA. Nome: Data de nascimento: / / / Idade: Escola: ano/série: período:

ANEXO I DADOS INDIVIDUAIS DO ALUNO COM SURDEZ/DEFICIÊNCIA AUDITIVA. Nome: Data de nascimento: / / / Idade: Escola: ano/série: período: ANEXO I DADOS INDIVIDUAIS DO ALUNO COM SURDEZ/DEFICIÊNCIA AUDITIVA Nome: Data de nascimento: / / / Idade: Escola: ano/série: período: Tipo de deficiência: Surdez () Deficiência Auditiva () Grau de surdez/deficiência

Leia mais

RASTREIO AUDITIVO NEONATAL UNIVERSAL (RANU)

RASTREIO AUDITIVO NEONATAL UNIVERSAL (RANU) (RANU) Catarina S. Oliveira e Marta Machado Internas da Formação Específica de Pediatria, CHBV Agradecimentos: Drª. Luísa Monteiro (Grupo de Rastreio e Intervenção da Surdez Infantil GRISI) Associação

Leia mais

O aparelho auditivo que abre as possibilidades para um novo mundo.

O aparelho auditivo que abre as possibilidades para um novo mundo. O aparelho auditivo que abre as possibilidades para um novo mundo. OTICON Opn Tecnologia tradicional Foco somente em uma pessoa, suprimindo todos as outras. Você provavelmente conhece essa sensação: Estar

Leia mais

Você está MAIS. conectado

Você está MAIS. conectado Você está MAIS conectado Você está MAIS conectado Com Vigo Connect você está mais conectado a todas as pessoas e todos estão mais conectados a você. Se você tem uma perda auditiva leve ou severa, seu mundo

Leia mais

Chili. O menor, mais potente e sofisticado Super Power de todos os tempos

Chili. O menor, mais potente e sofisticado Super Power de todos os tempos Chili O menor, mais potente e sofisticado Super Power de todos os tempos Desenvolvido pensando em você O Chili foi desenvolvido em colaboração com pessoas que conhecem os desafios diários da comunicação

Leia mais

C A R T I L H A E D U C AT I VA MINISTÉRIO PÚBLICO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

C A R T I L H A E D U C AT I VA MINISTÉRIO PÚBLICO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CARTILHA EDUCATIVA Som e Ruído Todos os dias estamos expostos a sons e ruídos. Mas você sabe a diferença entre um e outro? Som é tudo aquilo que percebemos com os nossos ouvidos, tudo aquilo que conseguimos

Leia mais

BEM VINDO PARTES DO SY-1534BT CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO INSTRUÇÕES DE USO

BEM VINDO PARTES DO SY-1534BT CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO INSTRUÇÕES DE USO BEM VINDO Bem-vindo ao Sytech! Obrigado por comprar o transmissor FM com Bluetooth FM SY-1534BT. Por favor, leia o manual de instruções e preste atenção às precauções listadas abaixo. Guarde estas instruções

Leia mais

Módulo interação com o Ambiente - Sentidos I Sentidos especiais: olfato, gustação e audição

Módulo interação com o Ambiente - Sentidos I Sentidos especiais: olfato, gustação e audição ACH 4106 - Biologia do Corpo Humano Módulo interação com o Ambiente - Sentidos I Sentidos especiais: olfato, gustação e audição Profa Dra Patricia Targon Campana 2016 Olfato e gosto Olfato: sentido com

Leia mais

When meetings really matter

When meetings really matter When meetings really matter Reuniões na Web Fale com clientes e colegas via Skype, Microsoft Office Communicator ou outro software de comunicações usando Konftel como sua fonte de áudio. Reuniões móveis

Leia mais

Aprendendo sobre o Zumbido

Aprendendo sobre o Zumbido Aprendendo sobre o Zumbido Guia para ajudá-lo a entender e gerenciar seu zumbido Sua saúde e seus objetivos! Pense neste material como informação básica sobre o zumbido para lhe ajudar a compreender melhor

Leia mais

Aplicativos ReSound - manual do usuário

Aplicativos ReSound - manual do usuário Aplicativos ReSound - manual do usuário Apresentação Parabéns por fazer o download do aplicativo ReSound. Os aplicativos ReSound foram desenvolvidos para aprimorar sua experiência auditiva e permitir que

Leia mais

REUNIÃO CLÍNICA: PERDA AUDITIVA E ATRASO DE LINGUAGEM

REUNIÃO CLÍNICA: PERDA AUDITIVA E ATRASO DE LINGUAGEM UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO REUNIÃO CLÍNICA: PERDA AUDITIVA E ATRASO DE LINGUAGEM D i s c u s s ã o : P r o f a. D r a. S i m o n e H a g e D r a. P a u l a L a u r e t t i ( O R L ) A p r e s e n t a ç

Leia mais

Cuide de sua audição. Saiba como evitar danos com as dicas e informações no verso deste folheto.

Cuide de sua audição. Saiba como evitar danos com as dicas e informações no verso deste folheto. Cuide de sua audição. Saiba como evitar danos com as dicas e informações no verso deste folheto. Estamos o tempo todo expostos a ruídos, e isso é nocivo quando há uma exposição contínua pois cada pessoa

Leia mais

Curso de Capacitação e Formação Complementar de Reabilitação Cirúrgica da Audição: Implante Coclear

Curso de Capacitação e Formação Complementar de Reabilitação Cirúrgica da Audição: Implante Coclear Curso de Capacitação e Formação Complementar de Reabilitação Cirúrgica da Audição: Implante Coclear HCRP-FMRP-USP e UNICAMP Realização e Organização: Disciplinas de Otorrinolaringologia da FMRP USP e UNICAMP

Leia mais

TRC-360 MANUAL DO USUÁRIO

TRC-360 MANUAL DO USUÁRIO TRC-360 MANUAL DO USUÁRIO CAIXA DE SOM AMPLIFICADA 200W ÍNDICE Prefacio...2 Conteúdo da Embalagem...2 Informações de segurança...3 Funções do Painel Frontal...4 Funções Painel Traseiro...6 Conexões do

Leia mais

INVESTIGAR AS EMISSÕES OTOACÚSTICAS PRODUTO DE DISTORÇÃO EM TRABALHADORES DE UMA MADEREIRA DO INTERIOR DO PARANÁ

INVESTIGAR AS EMISSÕES OTOACÚSTICAS PRODUTO DE DISTORÇÃO EM TRABALHADORES DE UMA MADEREIRA DO INTERIOR DO PARANÁ INVESTIGAR AS EMISSÕES OTOACÚSTICAS PRODUTO DE DISTORÇÃO EM TRABALHADORES DE UMA MADEREIRA DO INTERIOR DO PARANÁ Jéssica Padilha Santos (PIBIC/CNPq-UNICENTRO - ESCOLHER PROGRAMA), Juliana De Conto(Orientador),

Leia mais

CIRURGIA DE TIMPANOMASTOIDECTOMIA. Termo de ciência e consentimento

CIRURGIA DE TIMPANOMASTOIDECTOMIA. Termo de ciência e consentimento CIRURGIA DE TIMPANOMASTOIDECTOMIA Termo de ciência e consentimento Por este instrumento particular o (a) paciente ou seu responsável, Sr. (a), declara, para todos os fins legais, que dá plena autorização

Leia mais

Easypump C-bloc RA. Informação ao paciente

Easypump C-bloc RA. Informação ao paciente Informação ao paciente TM Controle da dor com Com o objetivo de acelerar sua recuperação e minimizar sua dor, seu anestesiologista recomendou a utilização de um cateter e de uma bomba descartável chamada.

Leia mais

Lifting da Face - Terço Inferior

Lifting da Face - Terço Inferior Lifting da Face - Terço Inferior A identidade humana é determinada primeiramente pelo rosto sua estrutura, aparência e expressões. As alterações determinadas pela idade que afetam a aparência do rosto

Leia mais

Prepare-se para a consulta com seu médico

Prepare-se para a consulta com seu médico Prepare-se para a consulta com seu médico Para um melhor resultado quando visitar seu médico, é importante estar preparado. Quanto mais completo e claro seja possível descrever a incontinência, mais fácil

Leia mais

O GRUPO BIOTECH DENTAL, O PARCEIRO DO CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO 2.0.

O GRUPO BIOTECH DENTAL, O PARCEIRO DO CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO 2.0. BROCHURA O GRUPO BIOTECH DENTAL, O PARCEIRO DO CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO 2.0. Desde a sua criação em 1987, a Biotech Dental está empenhada em desenvolver uma forte relação de confiança com os cirurgiões-dentistas

Leia mais

Procedimentos de avaliação audiológica conforme Portaria 19 de 09 de abril de 1998 do Ministério do Trabalho e Emprego.

Procedimentos de avaliação audiológica conforme Portaria 19 de 09 de abril de 1998 do Ministério do Trabalho e Emprego. PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO AUDITIVA Procedimentos de avaliação audiológica conforme Portaria 19 de 09 de abril de 1998 do Ministério do Trabalho e Emprego. Diretrizes e Parâmetros Mínimos para Avaliação e

Leia mais

VIII Curso de Anatomia e Dissecção do Osso Temporal. Programação 16/10/2013 QUARTA FEIRA

VIII Curso de Anatomia e Dissecção do Osso Temporal. Programação 16/10/2013 QUARTA FEIRA 16/10/2013 QUARTA FEIRA ANFITEATRO DO COMPLEXO HOSPITALAR EDMUNDO VASCONCELOS 07:45 8:00 hs Recepção dos Participantes / Entrega de Material Dr Aldo Stamm 8:15 8:45 hs 9:00 9:20 hs 9:20 12:00 hs Aula Teórica

Leia mais

Fone de Ouvido Estéreo Nokia WH /2

Fone de Ouvido Estéreo Nokia WH /2 Fone de Ouvido Estéreo Nokia WH-500 5 6 7 1 2 3 4 8 9212644/2 2009 Nokia. Todos os direitos reservados. Nokia, Nokia Connecting People e o logotipo de Acessórios originais da Nokia são marcas comerciais

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES CONQUISTE A LIDERANçA INSCRIÇÕES ABERTAS Prepare-se para novos desafios e seja o destaque no mercado de trabalho. Muitas vezes, a liderança não sabe quais

Leia mais

MarkeTrak 9: A new Baseline Estimating Hearing Loss and Adoption Rates and Exploring Key Aspects of the Patient Journey Final Report March 2015.

MarkeTrak 9: A new Baseline Estimating Hearing Loss and Adoption Rates and Exploring Key Aspects of the Patient Journey Final Report March 2015. É realmente pequeno! A família Moxi continua a crescer, na forma mais pequena possível. O Moxi Now junta-se à linha de produtos auditivos de auscultador no canal (RIC) centrada no design do mercado, inclui

Leia mais

Capítulo 1 Orientação para seu programa de reabilitação

Capítulo 1 Orientação para seu programa de reabilitação Capítulo 1 Orientação para seu programa de reabilitação Saiba como será seu programa de reabilitação. Veja o que você aprenderá. Ao final deste capítulo, você poderá: Ø Discutir a importância da reabilitação

Leia mais

Produtos. Karina Souza e Equipe de Treinamento. ReSound Mini Microphone: Increased Understanding in Many Situations

Produtos. Karina Souza e Equipe de Treinamento. ReSound Mini Microphone: Increased Understanding in Many Situations Produtos Karina Souza e Equipe de Treinamento ReSound Mini Microphone: Increased Understanding in Many Situations Diversidade de aparelhos auditivos Presentation name 6/2/2014 page 2 Os aparelhos auditivos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FONOAUDIOLOGIA 2ª REGIÃO SÃO PAULO

CONSELHO REGIONAL DE FONOAUDIOLOGIA 2ª REGIÃO SÃO PAULO CONSELHO REGIONAL DE FONOAUDIOLOGIA 2ª REGIÃO SÃO PAULO Parecer CRFa. 2ª Região/SP Nº 02/2009 Dispõe sobre a atuação do fonoaudiólogo em Triagem Auditiva Neonatal Universal (TANU) CONSIDERANDO o disposto

Leia mais

Aprendendo sobre o Zumbido

Aprendendo sobre o Zumbido Aprendendo sobre o Zumbido Guia para ajudá-lo a entender e gerenciar seu zumbido Conteúdo Sua saúde e seus objetivos!........................................... 4 O que é isso tocando em minhas orelhas?.............................

Leia mais

Aplicativo GN Hearing - manual do usuário

Aplicativo GN Hearing - manual do usuário Aplicativo GN Hearing - manual do usuário Apresentação O aplicativo foi desenvolvido para aprimorar a sua experiência auditiva e permitir que você aproveite melhor os seus aparelhos auditivos. Nossos inovadores

Leia mais

Z SERIES. A saúde e o bem-estar para uma audição melhor começam aqui PRODUTO AUDITIVO SEM FIO

Z SERIES. A saúde e o bem-estar para uma audição melhor começam aqui PRODUTO AUDITIVO SEM FIO Z_Series_Brochura_(STARKEY)_FINAL_06-03.pdf 1 06/03/2015 11:52:14 Z SERIES PRODUTO AUDITIVO SEM FIO A saúde e o bem-estar para uma audição melhor começam aqui Hoje as pessoas estão reconhecendo que o ingrediente

Leia mais

Ondas sonoras. Qualidades fisiológicas de uma onda sonora

Ondas sonoras. Qualidades fisiológicas de uma onda sonora Ondas sonoras As ondas mecânicas que propiciam o fenômeno da audição aos seres vivos são chamadas de ondas sonoras. Como todas as ondas mecânicas, as ondas sonoras podem se propagar nos mais diversos meios,

Leia mais

Orientações ao Portador de Marcapasso Cardíaco.

Orientações ao Portador de Marcapasso Cardíaco. Orientações ao Portador de Marcapasso Cardíaco. Rt: Dr. José Sobral Neto - CRM/DF 2374 No dia 23 de setembro, estimulistas de todo o Brasil promovem o Dia do Portador de Marcapasso, uma campanha nacional

Leia mais

Phonak Audéo B. Informações do produto

Phonak Audéo B. Informações do produto Phonak Audéo B TM Informações do produto O Phonak Audéo B é uma linha completa de aparelhos com receptor no canal para perdas auditivas de grau leve a severo. O Phonak Audéo B inclui quatro modelos, três

Leia mais

Efeitos sobre a saúde devido à exposição aos agentes físicos: ruído

Efeitos sobre a saúde devido à exposição aos agentes físicos: ruído Efeitos sobre a saúde devido à exposição aos agentes físicos: ruído Pelas normas regulamentadoras (NR), ruído faz parte dos riscos físicos e ergonômicos (NR 9 e NR 17) Dependendo do seu valor, pode levar

Leia mais

Sonorização de vários ambientes pequenos

Sonorização de vários ambientes pequenos Sonorização de vários ambientes pequenos Fabio Montoro Fevereiro, 2016 Os usuários de pequenos ambientes, como salas de recepção de clínicas e escritórios, quartos de hotel e hospital, salas de espera,

Leia mais

Obrigado por adquirir o Receptor de TV Digital FT-TV-HDII.

Obrigado por adquirir o Receptor de TV Digital FT-TV-HDII. APRESENTAÇÃO Obrigado por adquirir o Receptor de TV Digital FT-TV-HDII. Este aparelho é totalmente compatível com o padrão ISDB-T, com suporte aos formatos Full-Seg e 1-Seg, possui saída de áudio e vídeo

Leia mais

Perda de audição pode gerar indenização por acidente de trabalho. por Kendra Chihaya Qua, 11 de Janeiro de :44

Perda de audição pode gerar indenização por acidente de trabalho. por Kendra Chihaya Qua, 11 de Janeiro de :44 Além do benefício da previdência, o empregado pode requer uma indenização da empresa pelo dano à sua saúde, em razão dela não ter cumprido rigorosamente as normas de saúde e segurança do trabalho No Brasil

Leia mais

Apresentação. Tem um aluno surdo em minha turma! E agora? Camila Francisco Módulo1 Vídeo 1

Apresentação. Tem um aluno surdo em minha turma! E agora? Camila Francisco Módulo1 Vídeo 1 Universidade do Vale do Itajaí Campus Itajaí Tem um aluno surdo em minha turma! E agora? Camila Francisco Módulo1 Vídeo 1 Apresentação Camila Francisco Bacharel em Letras Libras - UFSC Tradutora e intérprete

Leia mais

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INICIANTES

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INICIANTES O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INICIANTES BEM-VINDO Aprender inglês é um desafio, mas descobrir como aprimorá-lo não deve ser a parte mais difícil nesse processo! Anos de pesquisa científica

Leia mais

O que é um sistema distribuído?

O que é um sistema distribuído? Disciplina: Engenharia de Software 4 Bimestre Aula 1: ENGENHARIA DE SOFTWARE DISTRIBUÍDO O que é um sistema distribuído? Segundo Tanenbaum e Steen (2007) um sistema distribuído é uma coleção de computadores

Leia mais

Acessórios para rádios EP450

Acessórios para rádios EP450 Acessórios para rádios EP450 Baterias NNTN4496R NNTN4497R NNTN4851 NNTN4970 Bateria de NiCd, 1100 mah Mais adequada para operações em temperatura extrema. Fornece um número máximo de ciclos de carga e

Leia mais

Claris M100 C / M120 C

Claris M100 C / M120 C Claris M C / M1 C INFORMAÇÃO DO PRODUTO Claris M C/M1 C é uma família de aparelhos de alto desempenho, de preço médio, indicada para todos os tipos de perda auditiva do grau leve a severo-profundo. A família

Leia mais

O que preciso saber sobre meu acesso vascular? Cateter

O que preciso saber sobre meu acesso vascular? Cateter O que preciso saber sobre meu acesso vascular? Cateter Avitum Por que preciso de acesso vascular? Para a diálise funcionar adequadamente, ela precisa criar um caminho para tirar sangue de seu corpo, passá-lo

Leia mais

Lifting da Face - Terço Médio

Lifting da Face - Terço Médio Lifting da Face - Terço Médio A identidade humana é determinada primeiramente pelo rosto sua estrutura, aparência e expressões. As alterações determinadas pela idade que afetam a aparência do rosto podem

Leia mais

ELETRÔNICOS ELETRÔNICOS

ELETRÔNICOS ELETRÔNICOS 97 Caixa de Som Bluetooth...99 Caixa de Som Subwoofer..102 CD Player Portátil...103 Acessórios para Celular...105 Acessórios para TV...113 Energia...115 98 6011827 300 W 7 em 1 Caixa de som Amplificada

Leia mais

OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS

OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS OS SENTIDOS OS ÓRGÃOS DOS SENTIDOS As terminações sensitivas do sistema nervoso periférico são encontradas nos órgãos dos sentidos: pele, ouvido, olhos, língua e fossas nasais. IMPORTÂNCIA DOS SENTIDOS

Leia mais

GPSBOX. Manual de Instalação. Sistema de navegação GPS e TV Digital compatível com aparelhos Pioneer

GPSBOX. Manual de Instalação. Sistema de navegação GPS e TV Digital compatível com aparelhos Pioneer GPSBOX Sistema de navegação GPS e TV Digital compatível com aparelhos Pioneer Manual de Instalação (47) 3464.1115 www.orbedobrasil.com.br R. Rua Dona Francisca, 11179 Zona Industrial Norte - Pav. 04 Joinville

Leia mais

DECRETO N , DE 20 DE DEZEMBRO DE 1999

DECRETO N , DE 20 DE DEZEMBRO DE 1999 DECRETO N. 3.298, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1999 Regulamenta a Lei n.º 7.853, de 24 de outubro de 1989, dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas

Leia mais

Universidade de São Paulo Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Tecnologia da Arquitetura

Universidade de São Paulo Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Tecnologia da Arquitetura Universidade de São Paulo Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Tecnologia da Arquitetura AUT 0278 - Desempenho Acústico, Arquitetura e Urbanismo Som Ranny L. X. N. Michalski e-mail: rannyxavier@gmail.com

Leia mais

VOZ E PROCESSAMENTO AUDITIVO: TEM RELAÇÃO??

VOZ E PROCESSAMENTO AUDITIVO: TEM RELAÇÃO?? UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO VOZ E PROCESSAMENTO AUDITIVO: TEM RELAÇÃO?? Apresentação: Caroline Pascon (2º ano) Daniele Istile (3º ano) Bárbara Camilo (4ºano) Orientação: Fga. Janine Ramos (Mestranda) Profaª

Leia mais

Definição IHC. Disciplina ou campo de estudo interessada no design, implementação e avaliação de sistemas computacionais interativos para uso humano.

Definição IHC. Disciplina ou campo de estudo interessada no design, implementação e avaliação de sistemas computacionais interativos para uso humano. Introdução à IHC Definição IHC Disciplina ou campo de estudo interessada no design, implementação e avaliação de sistemas computacionais interativos para uso humano. Estudo dos fenômenos associados ao

Leia mais