Que rumos estratégicos para o Estado Português?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Que rumos estratégicos para o Estado Português?"

Transcrição

1 Que rumos estratégicos para o Estado Português? (simplificação administrativa, e-gov e contratação pública eletrónica) João Tiago V. A. da Silveira 8.º Congresso de Contratação Pública Eletrónica 17 de dezembro de 2014

2 Administração Pública ao lado dos cidadãos e das empresas Administração Pública deve: 1. Criar e prestar novos serviços públicos que signifiquem valor acrescentado para o cidadão Ex: Prestação de serviços de forma deslocalizada a cidadãos seniores, onde quer que se encontrem (Cartão de Cidadão, renovação da carta de condução). 2. Eliminar/reduzir atividades que onerem o cidadão e não tenham valor acrescentado relevante Ex: Pagamento de certificado energético para vender casa/arrendar imóvel. Certificado não significa nenhuma eficiência energética adicional. É apenas um mero documento, mas custa centenas de euros.

3 Administração Pública ao lado dos cidadãos e das empresas Administração Pública deve: 3. Simplificar procedimentos administrativos Ex: Para abrir atividade empresarial agrícola pecuária/suinicultura pode ter de ser necessário i) autorização prévia de instalação de atividade pecuária, ii) licença de exploração pecuária; iii) licenciamento urbanístico para construção de edifícios afetos à exploração; iv) avaliação de impacte ambiental; v) título de recursos hídricos; vi) licença ambiental; vii) aprovação administrativa de Plano de Gestão de Efluentes Pecuários; viii) emissão de guia de transferência de efluentes pecuários por entidades públicas competentes; ix) registo de identificação e deslocação/transporte de suínos; x) obtenção da marca oficial de exploração veterinária (1 igual para cada orelha, no caso de bovinos).

4 Administração Pública ao lado dos cidadãos e das empresas Administração Pública deve: 4. Reduzir custos de contexto Ex1: Obrigação de adquirir seguro profissional para celebrar um contrato com entidade pública pode ser excessiva Ex2: Obrigação de apresentação de registo criminal de membros do conselho de administração de sociedade para celebrar contrato com Estado. 5. Abster-se de regular atividades sem utilidade social/valor acrescentado Ex: Regulamentação da existência de bandas de música e cornetins em touradas (artigo 28.º do DL 89/2014, de 11 de junho)

5 Administração Pública ao lado dos cidadãos e das empresas Artigo 26.º Bandas de música e cornetim 1- Nos espetáculos tauromáquicos, com exceção das variedades taurinas, é obrigatória a atuação de uma banda de música antes do espetáculo, durante as cortesias, sempre que o diretor de corrida o determine e, a pedido do público, durante a lide e na volta à arena. 2- É obrigatória a existência, junto do diretor de corrida, de um cornetim para efetuar os toques tradicionais, que lhe são ordenados por aquele.

6 Um Estado simples e desburocratizado? É possível criar serviços públicos exemplares, de forma simplificada e desburocratizada: o exemplo dos registos. Balcões únicos Empresa na Hora; Casa Pronta Nascer Cidadão; Balcão Heranças; Etc.

7 Um Estado simples e desburocratizado? É possível criar serviços públicos exemplares, de forma simplificada e desburocratizada: o exemplo dos registos. Eliminação de formalidades Eliminação da obrigatoriedade de escrituras na compra de casa e atos da empresa; Eliminação da obrigação de publicação de atos das empresas na III série do Diário da República; Possibilidade de registar imóvel, automóvel, empresa, celebrar casamento ou divórcio em qualquer conservatória do país/eliminação da competência territorial; Eliminação da legalização dos livros de escrituração mercantil.

8 Um Estado simples e desburocratizado? É possível criar serviços públicos exemplares, de forma simplificada e desburocratizada: o exemplo dos registos. Eliminação de certidões em papel Certidões permanentes online de registo predial, automóvel e comercial, que dispensam apresentação em papel Eliminação de certidões em papel para realizar registos (ex: desnecessidade de certidão de registo civil para Cartão de Cidadão ou para casar) Serviços on-line Registo de prédios (ex: registar novo proprietário): Registo de empresas (ex: registo de novos gerentes/alteração de estatutos/criar empresa): Registo automóvel (ex: registo de novos proprietários na sequência de compra):

9 Um Estado simples e desburocratizado? É possível criar serviços públicos exemplares, de forma simplificada e desburocratizada: o exemplo do CITIUS. O CITIUS permite: Promover ações no tribunal através da Internet, com verificação de horário de entrega (sem selos temporais) Entregar documentos ao tribunal por via eletrónica Consultar o estado do processo Atos do juiz e da secretaria praticados por via eletrónica Eliminar atos burocráticos e rotinas do tribunal

10 Um Estado simples e desburocratizado? É possível criar serviços públicos exemplares, de forma simplificada e desburocratizada: o exemplo do CITIUS. O CITIUS foi reconhecido internacionalmente: Um dos 4 países do Conselho da Europa (entre 47/48) onde a utilização das TIC na Justiça é mais avançada. Relatório da CEPEJ "European judicial systems Edition 2014 (2012 data) e Edition 2012 (2010 data): : efficiency and quality of justice"; A CEPEJ esteve em Portugal (16 e 17 de março de 2009) para avaliar os processos de desmaterialização nos serviços da Justiça e elaborou um relatório, denominado "Dematerialization and the use of ICT", onde se afirmou "these impressive efforts and the vision towards dematerialization of justice by authorities have conducted Portugal to a very high level in the use of ICT, which places the State in the top rank of the European countries. ; Um dos 3 países mais avançados no uso das novas tecnologias nos tribunais, no universo da OCDE: "Judicial determinants and its determinants: a cross-country perspective - A going for growth report", OECD Economic Policy Papers n.º 05, OECD, June 2013.

11 Um Estado simples e desburocratizado? É possível criar serviços públicos exemplares, de forma simplificada e desburocratizada: o exemplo do CITIUS. O CITIUS necessita: De um verdadeiro esforço de recuperação e revitalização; De um novo impulso e de expansão a novas áreas (penal, administrativo, tribunais superiores, etc).

12 O privado é sempre mais simples? Muitas vezes, não: A resistência privada à eliminação das escrituras públicas obrigatórias nos notários A resistência de empresas às máquinas que fotografam do Cartão de Cidadão A dificuldade em fazer cessar um contrato de fornecimento de televisão por cabo prestado por uma empresa privada A produção dos livros de escrituração mercantil por empresas privadas

13 Custos de contexto na contratação pública eletrónica A contratação pública eletrónica tem vantagens óbvias: Procedimentos podem ser mais simples Evita deslocações Elimina formalismos e rituais da antiga contratação pública Transparência

14 Custos de contexto na contratação pública eletrónica O modelo de contratação pública eletrónica vigente tem aspetos negativos: Provoca aumento da despesa pública Custos para o setor público: Obrigação de todos os serviços, institutos, municípios e entidades públicas contratarem serviços de plataformas eletrónicas privadas para procedimentos de contratação Provoca aumento dos custos de contexto para os privados Custos para as empresas privadas: Obrigação de privados adquirirem os serviços de 7/8 diferentes plataformas, se quiserem concorrer para a prestação de serviços a entidades públicas

15 Custos de contexto na contratação pública eletrónica O modelo de contratação pública eletrónica tem aspetos negativos: Dificulta acesso de pequenas e médios investidores à contratação pública Grande dificuldade em suportar custos anuais de acesso a 7/8 plataformas e de pagar taxas de urgência/extras. Não permite escolha de quem presta melhor serviço Empresa obrigada a utilizar a plataforma escolhida pela entidade pública que lançou o procedimento. Não aproveita potencial e experiência da Administração Pública para prestar serviços eletrónicos públicos simplificados Estado e entidades públicas criaram e gerem serviços eletrónicos mais complexos, de forma mais simples, eficaz e com menos despesa pública.

16 Custos de contexto na contratação pública eletrónica Contratação pública eletrónica: que solução?

17 Obrigado

Registos: Seguramente

Registos: Seguramente Registos: Seguramente mais simples 2005-2008 Três anos de simplificação na Justiça Desmaterialização, eliminação e simplificação de actos e processos na Justiça O projecto Desmaterialização, eliminação

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

CASA PRONTA. Perguntas & Respostas

CASA PRONTA. Perguntas & Respostas CASA PRONTA Perguntas & Respostas 1. O que é o balcão Casa Pronta? O Casa Pronta é um balcão único onde é possível realizar todas as operações relativas à compra e venda de casa (prédios urbanos). Neste

Leia mais

Por uma Administração Pública em Tempo Real

Por uma Administração Pública em Tempo Real Por uma Administração Pública em Tempo Real 22 de Março de 2012 Auditório B, Reitoria UNL Patrocínio Principal Outros Patrocinadores Apoios Patrocinadores Globais APDSI A N T Ó N I O F I G U E I R E D

Leia mais

ANEXO. Casa Pronta. 13 de Maio de 2008

ANEXO. Casa Pronta. 13 de Maio de 2008 GABINETE DO SECRETÁRIO DE ESTADO DA JUSTIÇA ANEXO Casa Pronta 13 de Maio de 2008 1. O que é o balcão Casa Pronta? O Casa Pronta é um balcão único onde é possível realizar todas as operações relativas à

Leia mais

SIMPLIFICAÇÃO DO REGISTO PREDIAL e ACTOS CONEXOS para o MERCADO IMOBILIÁRIO. Perguntas & Respostas

SIMPLIFICAÇÃO DO REGISTO PREDIAL e ACTOS CONEXOS para o MERCADO IMOBILIÁRIO. Perguntas & Respostas SIMPLIFICAÇÃO DO REGISTO PREDIAL e ACTOS CONEXOS para o MERCADO IMOBILIÁRIO Perguntas & Respostas 31 de Julho de 2008 1. Quais os objectivos das medidas de simplificação do registo predial e actos conexos

Leia mais

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O e-gov em Portugal Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O Plano Tecnológico é uma estratégia de mudança da base competitiva através do conhecimento, tecnologia e inovação 2 Conhecimento

Leia mais

12) COMO É FEITO O REGISTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS ATRAVÉS DA IES?

12) COMO É FEITO O REGISTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS ATRAVÉS DA IES? Registo da prestação de contas 12) COMO É FEITO O REGISTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS ATRAVÉS DA IES? Uma das obrigações integradas na IES é o registo de prestação de contas. Isto significa que, as empresas

Leia mais

Simplificação Administrativa: Balcão Único e Desmaterialização de Procedimentos. Ana Sofia Figueiredo ana.figueiredo@ama.pt

Simplificação Administrativa: Balcão Único e Desmaterialização de Procedimentos. Ana Sofia Figueiredo ana.figueiredo@ama.pt Simplificação Administrativa: Balcão Único e Desmaterialização de Procedimentos Ana Sofia Figueiredo ana.figueiredo@ama.pt A Diretiva Serviços foi transposta para a ordem jurídica portuguesa pelo Decreto-

Leia mais

Apresentação Pública 14/2/2007

Apresentação Pública 14/2/2007 Reinventar um Processo Básico na AP Casa na Hora Apresentação Pública 14/2/2007 Patrocínio Antecedentes dos Processos Básicos 12 Abril 2005 Uma ideia adiada 11 Julho 2003 Fevereiro 2007 Casa na Hora 2

Leia mais

Simplificação Legislativa e SIMPLEGIS em Portugal

Simplificação Legislativa e SIMPLEGIS em Portugal Simplificação Legislativa e SIMPLEGIS em Portugal A Recensão, Simplificação e Adaptação do Ordenamento Jurídico João Tiago Silveira Macau, 18 de novembro de 2013 Sumário 1. Três conceitos básicos: Better

Leia mais

Registo da prestação de contas

Registo da prestação de contas 12) COMO É FEITO O REGISTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS ATRAVÉS DA IES? Uma das obrigações integradas na IES é o registo de prestação de contas. Isto significa que, as empresas têm simplesmente de entregar a

Leia mais

PREÇOS MAIS BARATOS E TRANSPARENTES NA COMPRA DE CASA

PREÇOS MAIS BARATOS E TRANSPARENTES NA COMPRA DE CASA PREÇOS MAIS BARATOS E TRANSPARENTES NA COMPRA DE CASA 31 de Julho de 2008 O Ministério da Justiça esclarece o seguinte: 1. Na generalidade das situações, os preços do registo predial diminuíram em comparação

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 1. O que é a Casa Simples - Casa Segura? A Casa Segura consiste num atendimento personalizado e altamente qualificado, sem balcões, com boas instalações e adequada tecnologia de ponta,

Leia mais

www.ies.gov.pt www.e-financas.gov.pt

www.ies.gov.pt www.e-financas.gov.pt www.ies.gov.pt A IES consiste na prestação da informação de natureza fiscal, contabilística e estatística, através de uma declaração única transmitida exclusivamente por via electrónica. www.e-financas.gov.pt

Leia mais

Investimento Imobiliário em Angola Guia Prático

Investimento Imobiliário em Angola Guia Prático www.finaccount.com Investimento Imobiliário em Angola Guia Prático Prestação de Serviços de Consultoria Empresarial e Formação Aquisição de bens imóveis O processo de aquisição de bens imóveis em Angola

Leia mais

Medidas intersectoriais 2010/11

Medidas intersectoriais 2010/11 Medidas intersectoriais 2010/11 IS01 BALCÃO DO EMPREENDEDOR DISPONIBILIZAÇÃO DE SERVIÇOS Objectivos: Inventariar, introduzir e manter permanentemente actualizados no Balcão do Empreendedor vários serviços,

Leia mais

Que futuro? João Tiago Silveira Conferência Justiça Económica em Portugal Fundação Francisco Manuel dos Santos e Associação Comercial de Lisboa

Que futuro? João Tiago Silveira Conferência Justiça Económica em Portugal Fundação Francisco Manuel dos Santos e Associação Comercial de Lisboa Que futuro? João Tiago Silveira Conferência Justiça Económica em Portugal Fundação Francisco Manuel dos Santos e Associação Comercial de Lisboa Dados sobre a Justiça no futuro Processos a entrar nos tribunais

Leia mais

Zero Parte 1. Licenciamento

Zero Parte 1. Licenciamento Licenciamento Zero Parte 1 Departamento de Portais do Cidadão e da Empresa Sónia Lascasas Maio de 2011 O conteúdo desta apresentação é alvo de Direitos de Autor, não podendo ser utilizado fora das condições

Leia mais

Área Temática Restauração e bebidas. A) Constituição Formal da Empresa. 1.Empresário em Nome Individual. Procedimentos:

Área Temática Restauração e bebidas. A) Constituição Formal da Empresa. 1.Empresário em Nome Individual. Procedimentos: Área Temática Restauração e bebidas A) Constituição Formal da Empresa 1.Empresário em Nome Individual Procedimentos: 1.º Passo Pedido de Certificado de Admissibilidade de Firma ou Denominação O Empresário

Leia mais

A aplicação do regime do licenciamento ZERO às atividades turísticas

A aplicação do regime do licenciamento ZERO às atividades turísticas A aplicação do regime do licenciamento ZERO às atividades turísticas Curso de Pós-Graduação em Direito do Turismo Instituto de Ciências Jurídico-Políticas/Faculdade de Direito de Lisboa 23 de março de

Leia mais

PORTAL CITIUS NOVAS TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DOS CIDADÃOS, DAS EMPRESAS E DA JUSTIÇA

PORTAL CITIUS NOVAS TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DOS CIDADÃOS, DAS EMPRESAS E DA JUSTIÇA PORTAL CITIUS NOVAS TECNOLOGIAS AO SERVIÇO DOS CIDADÃOS, DAS EMPRESAS E DA JUSTIÇA Perguntas & Respostas 10 de Setembro de 2009 1. O que é o Portal CITIUS? (www.citius.mj.pt) O Portal CITIUS é um novo

Leia mais

DECRETO N.º 287/XII. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte:

DECRETO N.º 287/XII. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: DECRETO N.º 287/XII Regula o regime de acesso e exercício da atividade profissional de cadastro predial, em conformidade com a disciplina da Lei n.º 9/2009, de 4 de março, e do Decreto-Lei n.º 92/2010,

Leia mais

Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho

Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho 14 de Maio de 2009 Perguntas e respostas 1. Quais os objectivos

Leia mais

O artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 78/2006, de 4 de Abril, estabelece como estando abrangidos pelo SCE os seguintes edifícios:

O artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 78/2006, de 4 de Abril, estabelece como estando abrangidos pelo SCE os seguintes edifícios: Regime Jurídico da Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Departamento de Imobiliário 12 de Janeiro de 2009 O Decreto-Lei n.º 78/2006 de 4 de Abril aprovou o Sistema

Leia mais

Coleção Cadernos Práticos - 3 ALOJAMENTO LOCAL

Coleção Cadernos Práticos - 3 ALOJAMENTO LOCAL Coleção Cadernos Práticos - 3 ALOJAMENTO LOCAL Tudo o que Precisa Saber 1 Definição Enquadramento Requisitos 4 Legislação 5 Fiscalização Procedimentos Definição ALOJAMENTO LOCAL Denominações Consideram-se

Leia mais

A iniciativa i i Licenciamento i Zero

A iniciativa i i Licenciamento i Zero LICENCIAMENTO ZERO A iniciativa i i Licenciamento i Zero Estamos perante uma iniciativa do GOVERNO: Incorporando os princípios decorrentes da Diretiva de Serviços, transposta para Portugal pelo DL 92/2010,

Leia mais

POUPAR NOS REGISTOS DO AUTOMÓVEL DA EMPRESA

POUPAR NOS REGISTOS DO AUTOMÓVEL DA EMPRESA POUPAR NOS REGISTOS DO AUTOMÓVEL DA EMPRESA 1) Registar o novo proprietário de um automóvel através da Internet, em www.automovelonline.mj.pt, com 50% de desconto O Automóvel On-Line permite solicitar

Leia mais

PROJECTO CITIUS DESMATERIALIZAÇÃO DE PROCESSOS EM TRIBUNAL. CITIUS Entrega de Peças Processuais

PROJECTO CITIUS DESMATERIALIZAÇÃO DE PROCESSOS EM TRIBUNAL. CITIUS Entrega de Peças Processuais PROJECTO CITIUS DESMATERIALIZAÇÃO DE PROCESSOS EM TRIBUNAL CITIUS Entrega de Peças Processuais O CITIUS Entrega de Peças Processuais é uma ferramenta que permite ao advogado/solicitador relacionar-se com

Leia mais

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL Os regimes dos Golden Visa e dos Residentes Não Habituais Enquadramento legal António Raposo Subtil / João Ricardo Nóbrega (Managing Partners RSA) ENQUADRAMENTO

Leia mais

VISTOS GOLD NOVAS MODALIDADES ENTRAM. Novas modalidades: EM FUNCIONAMENTO

VISTOS GOLD NOVAS MODALIDADES ENTRAM. Novas modalidades: EM FUNCIONAMENTO VISTOS GOLD NOVAS MODALIDADES ENTRAM EM FUNCIONAMENTO Podem ser atribuídas Autorizações de Residência para Investimento a cidadãos de Estados terceiros i.e., que não pertençam ao Espaço Schengen, que exerçam

Leia mais

Sucursal na Hora. Vida mais simples para as empresas

Sucursal na Hora. Vida mais simples para as empresas Sucursal na Hora Vida mais simples para as empresas Vida mais simples para as empresas A Justiça deve estar ao serviço do desenvolvimento económico e do investimento. Por isso, o Ministério da Justiça

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto de e Despesas: 01-set-2015 Data de Entrada em vigor do

Leia mais

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Locação é o contrato pelo qual uma das partes se obriga a proporcionar à outra o gozo temporário de uma coisa, mediante retribuição Art.º 1022.º do Código

Leia mais

1) São atividades próprias das agências de viagem e turismo: e) A recepção, transferência e assistência a turistas.

1) São atividades próprias das agências de viagem e turismo: e) A recepção, transferência e assistência a turistas. O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL CAE 79110 AGÊNCIAS DE VIAGENS ÂMBITO: São agências

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA MANUAL DE CANDIDATURA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA PR 2016 LEI ELEITORAL para o PRESIDENTE DA REPÚBLICA (LEPR) Decreto-Lei nº 319-A/76, de 3 de maio Com as alterações introduzidas pelas pelos seguintes diplomas

Leia mais

Notas: I - A presente portaria encontra-se atualizada de acordo com os seguintes diplomas:

Notas: I - A presente portaria encontra-se atualizada de acordo com os seguintes diplomas: (Não dispensa a consulta do Diário da República) Notas: I - A presente portaria encontra-se atualizada de acordo com os seguintes diplomas: - Portaria nº 562/2007, de 30 de abril; - Portaria nº 1256/2009,

Leia mais

Administração Pública Eletrónica 2014 - O Que Falta Fazer?

Administração Pública Eletrónica 2014 - O Que Falta Fazer? Administração Pública Eletrónica 2014 - O Que Falta Fazer? 4 de junho de 2014 Auditório Adriano Moreira ISCSP PATRCINADORES PRATA Com a Colaboração Científica Patrocinadores Globais APDSI Da Interoperabilidade

Leia mais

17. Quais os documentos que devem ser submetidos com o pedido de registo de compra e. Venda com reserva de propriedade?...8

17. Quais os documentos que devem ser submetidos com o pedido de registo de compra e. Venda com reserva de propriedade?...8 Perguntas Frequentes Advertência: O IRN disponibiliza conteúdos com carácter informativo e geral, sobre o pedido de registo Automóvel Online. Esta informação não substitui o atendimento técnico e qualificado

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Diário da República, 1.ª série N.º 75 16 de Abril de 2008 2261 CAPÍTULO III Seguros de acidente e de saúde SECÇÃO I Seguro de acidentes pessoais Artigo 210.º Noção No seguro de acidentes pessoais o segurador

Leia mais

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Compra e venda é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa ou outro direito, mediante um preço Art.º 874.º do Código Civil 1. Legislação

Leia mais

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

NOVO REGIME DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO OU DE BEBIDAS COM CARÁCTER NÃO SEDENTÁRIO

NOVO REGIME DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO OU DE BEBIDAS COM CARÁCTER NÃO SEDENTÁRIO NOVO REGIME DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO OU DE BEBIDAS COM CARÁCTER NÃO SEDENTÁRIO CONCEITO: «Prestação de serviços de restauração ou de bebidas com carácter não sedentário», a prestação, mediante

Leia mais

MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Da AP Central à AP Local

MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Da AP Central à AP Local Da AP Central à AP Local PAULO NEVES PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETIVO 01 JULHO 2014 COMO OS CIDADÃOS VÊEM O SETOR PÚBLICO? 2 3 MAS SERÁ QUE PODEMOS FALAR NUMA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA? 4 DIVERSIDADE DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

1372-(6) Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008

1372-(6) Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008 1372-(6) Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008 inferior a 0,8 m 1,2 m, ou, caso se trate de operação urbanística em fracção já existente, confinante com arruamento ou espaço de circulação

Leia mais

e-justiça Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ )

e-justiça Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ ) e justiça O que o sector da justiça em Portugal tem a ganhar com o desenvolvimento da SI 12 e 13 de Janeiro de 2004 Fundação Calouste Gulbenkian Eng.ª Júlia Ladeira ( ITIJ ) Patrocínio O que o sector da

Leia mais

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS

ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS ATRAIR INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PARA PORTUGAL OS REGIMES DOS GOLDEN VISA E DOS RESIDENTES NÃO HABITUAIS ENQUADRAMENTO LEGAL Fontes utilizadas: www.sef.pt; www.portugal.gov.pt ENQUADRAMENTO LEGAL A autorização

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MOURA 7860-207 Moura. Taxas e Licenças

CÂMARA MUNICIPAL DE MOURA 7860-207 Moura. Taxas e Licenças Taxas e Licenças Perguntas Frequentes Como posso pedir a carta de caçador? Como posso renovar a carta de caçador? Como posso pedir a 2ª via da carta de caçador? Como devo proceder ao registo de exploração

Leia mais

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço online 1. Aderir ao serviço > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 2. Navegar no BAV 3. Consultar requisitos > Autenticação no BAV > Navegação nos menus > Localização

Leia mais

Titulação de Negócios Jurídicos sobre Imóveis Autor:

Titulação de Negócios Jurídicos sobre Imóveis Autor: Titulação de Negócios Jurídicos sobre Imóveis Autor: David Martins Lopes de Figueiredo Editora: Almedina Coleção: Guias Práticos Tema: Registos E Notariado Ano: 2014 2.ª Edição Livro de capa mole ISBN

Leia mais

No Site do Instituto de Registos e Notariado (www.irn.mj.pt) poderão obter se os Contactos dos Serviços de Registo Predial.

No Site do Instituto de Registos e Notariado (www.irn.mj.pt) poderão obter se os Contactos dos Serviços de Registo Predial. VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

Impacto das Novas Tecnologias na Contabilidade. A. Domingues de Azevedo

Impacto das Novas Tecnologias na Contabilidade. A. Domingues de Azevedo Tecnologias na Contabilidade 1 SUMÁRIO 1. Introdução Impacto das Novas 2. Impacto das Novas Tecnologias na Economia e na Sociedade a) A Empresa na Hora b) A Empresa On-line c) A informação Empresarial

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008 1372-(13)

Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008 1372-(13) Diário da República, 1.ª série N.º 44 3 de Março de 2008 1372-(13) d) Livro de obra, com menção do termo de abertura; e) Plano de segurança e saúde. 2 Quando a emissão do alvará seja antecedida de deferimento

Leia mais

Apresentação do Projecto «Citius» e entrega de computadores portáteis com esta aplicação aos alunos do Centro de Estudos Judiciários Lisboa 2007-09-20

Apresentação do Projecto «Citius» e entrega de computadores portáteis com esta aplicação aos alunos do Centro de Estudos Judiciários Lisboa 2007-09-20 Apresentação do Projecto «Citius» e entrega de computadores portáteis com esta aplicação aos alunos do Centro de Estudos Judiciários Lisboa 2007-09-20 Não tendo podido estar presente na abertura das actividades

Leia mais

Projeto de Alteração ao Regulamento Geral e Tabela de Taxas e Licenças do Município de Arganil

Projeto de Alteração ao Regulamento Geral e Tabela de Taxas e Licenças do Município de Arganil Projeto de Alteração ao Regulamento Geral e Tabela de Taxas e Licenças do Município de Arganil Nota Justificativa O Decreto-Lei n.º 48/2011, de 1 de Abril, publicado no âmbito do Programa Simplex, veio

Leia mais

Reforma Regulatória e Simplificação Administrativa

Reforma Regulatória e Simplificação Administrativa Reforma Regulatória e Simplificação Administrativa MARIA MANUEL LEITÃO MARQUES Secretária de Estado da Modernização Administrativa OCDE GLOBAL FORUM ON GOVERNANCE Rio de Janeiro, 22 de Outubro 2007 Mudar

Leia mais

A- A justiça ao Serviço dos Cidadãos

A- A justiça ao Serviço dos Cidadãos A- A justiça ao Serviço dos Cidadãos 1. Pessoas e Bens Obter Bilhete de Identidade pela primeira vez Renovação do Bilhete de Identidade Obter um Certificado de Registo Criminal Obter um Registo de Nascimento

Leia mais

AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. O que é o regime especial de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI)? O regime de ARI

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS)

PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS) Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS) "Dispõe sobre a organização e funcionamento do

Leia mais

1. Legislação Aplicável

1. Legislação Aplicável VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Compra e venda é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa ou outro direito, mediante um preço Art.º 874.º do Código Civil 1. Legislação

Leia mais

Vistos Gold As Novas Regras das Autorizações de Residência para Investidores

Vistos Gold As Novas Regras das Autorizações de Residência para Investidores COELHO RIBEIRO E ASSOCIADOS SOCIEDADE CIVIL DE ADVOGADOS Vistos Gold As Novas Regras das Autorizações de Residência para Investidores CRA Coelho Ribeiro e Associados, SCARL Luís Moreira Cortez Teresa Fanico

Leia mais

Fernanda Paula Oliveira

Fernanda Paula Oliveira 3 ARTICULAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE LICENCIAMENTO ZERO COM OS PROCEDIMENTOS URBANÍSTICOS 1. As operações urbanísticas O RJUE Operações de loteamento Obras de urbanização Obras de edificação: nova construção,

Leia mais

Zero Parte 4. Licenciamento

Zero Parte 4. Licenciamento Licenciamento Zero Parte 4 Departamento de Portais do Cidadão e da Empresa Sónia Lascasas Maio de 2011 O conteúdo desta apresentação é alvo de Direitos de Autor, não podendo ser utilizado fora das condições

Leia mais

MUNICÍPIO DE MACHICO REGULAMENTO DO LICENCIAMENTO ZERO 1

MUNICÍPIO DE MACHICO REGULAMENTO DO LICENCIAMENTO ZERO 1 MUNICÍPIO DE MACHICO REGULAMENTO DO LICENCIAMENTO ZERO 1 Nota Justificativa A simplificação do exercício de atividades decorrente da publicação e entrada em vigor do Decreto-Lei n.º 48/2011, de 1 de abril

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto de e Despesas: 01-set-2015 Data de Entrada em vigor do

Leia mais

O processo de constituição de fundações

O processo de constituição de fundações O processo de constituição de fundações João Tiago Silveira 14 de fevereiro de 2014 Curso Direito Fundacional Público/Nova Lei-Quadro das Fundações Instituto de Ciências Jurídico-Políricas da Faculdade

Leia mais

Newsletter n.º 26 Mar.2013 MICROSOFT APOIA LINKCITIES

Newsletter n.º 26 Mar.2013 MICROSOFT APOIA LINKCITIES Newsletter n.º 26 Mar.2013 MICROSOFT APOIA LINKCITIES A Microsoft deu a conhecer a Plataforma LinkCities propriedade da Link Think. Esta Plataforma liga as cidades e autarquias locais, através das suas

Leia mais

PROCEDIMENTO ESPECIAL DE DESPEJO E BALCÃO NACIONAL DO ARRENDAMENTO (LEI N.º 31/2012; DECRETO-LEI N.º 1/2013; PORTARIA N.º 9/2013)

PROCEDIMENTO ESPECIAL DE DESPEJO E BALCÃO NACIONAL DO ARRENDAMENTO (LEI N.º 31/2012; DECRETO-LEI N.º 1/2013; PORTARIA N.º 9/2013) Fevereiro 2013 Direito Imobiliário A Livraria Almedina e o Instituto do Conhecimento da Abreu Advogados celebraram em 2012 um protocolo de colaboração para as áreas editorial e de formação. Esta cooperação

Leia mais

Novo Código do Procedimento Administrativo

Novo Código do Procedimento Administrativo Novo Código do Procedimento Administrativo João Tiago Silveira AICEP 11 de novembro de 2015 Sumário 3.3 Acordos endoprocedimentais 3.4 Auxílio administrativo 3.5 Conferências procedimentais 3.6 Prazos

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 251 30 de Dezembro de 2008 9187. Por outro lado, o Decreto -Lei n.º 116/2008, de 4 de. Portaria n.

Diário da República, 1.ª série N.º 251 30 de Dezembro de 2008 9187. Por outro lado, o Decreto -Lei n.º 116/2008, de 4 de. Portaria n. Diário da República, 1.ª série N.º 251 30 de Dezembro de 2008 9187 Por outro lado, o Decreto -Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho, aprovou diversas medidas de simplificação, desmaterialização e desformalização

Leia mais

Proprietário Mandatário Usufrutuário Superficiário Promitente comprador

Proprietário Mandatário Usufrutuário Superficiário Promitente comprador 1/6 REQUERIMENTO PARA: PEDIDO DE OCUPAÇÃO DA VIA PÚBLICA PARA REALIZAÇÃO DE OBRAS Despacho: Espaço reservado aos serviços Nº Reg. DUR Data: / / Nº Guia: Valor: Rubrica: Exmº Sr. Presidente da Câmara Municipal

Leia mais

SESSÃO DE ESCLARECIMENTO L LICENCIAMENTO ZERO DE SERVIÇOS DIRETIVA ERO E ERVIÇOS

SESSÃO DE ESCLARECIMENTO L LICENCIAMENTO ZERO DE SERVIÇOS DIRETIVA ERO E ERVIÇOS SESSÃO DE ESCLARECIMENTO L LICENCIAMENTO ZERO ERO E D DIRETIVA DE SERVIÇOS ERVIÇOS 2014 OBJETIVOS Compreender a novidade regulamentar associado à Diretiva de Serviços e à Iniciativa Licenciamento Zero;

Leia mais

LIVROS EMPRESARIAIS/ ESCRITURAÇÃO MERCANTIL (Ponto 4) Prof. João Glicério de Oliveira Filho. I. Obrigações comuns a todos os empresários

LIVROS EMPRESARIAIS/ ESCRITURAÇÃO MERCANTIL (Ponto 4) Prof. João Glicério de Oliveira Filho. I. Obrigações comuns a todos os empresários LIVROS EMPRESARIAIS/ ESCRITURAÇÃO MERCANTIL (Ponto 4) Prof. João Glicério de Oliveira Filho I. Obrigações comuns a todos os empresários - Registrar-se conseqüência pelo descumprimento: Irregularidade.

Leia mais

FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA

FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA FIN - FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA PARTE I - CONDIÇÕES FINANCEIRAS DO CRÉDITO À HABITAÇÃO A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO E OBSERVAÇÕES 1. Identificação da Instituição Denominação Caixa Geral de Depósitos,

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTEL CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DE PORTEL CÂMARA MUNICIPAL MUNICÍPIO DE PORTEL CÂMARA MUNICIPAL Sistema da Industria Responsável _ SIR Projeto de alteração à Tabela de taxas e licenças municipais decorrente da aplicação do SIR _ Sistema da Industria Responsável

Leia mais

REGULAMENTO DE LICENCIAMENTO DE ATIVIDADES DIVERSAS DA FREGUESIA DE ALJEZUR APROVADO POR UNANIMIDADE JUNTA DE FREGUESIA DE ALJEZUR 07/04/2014

REGULAMENTO DE LICENCIAMENTO DE ATIVIDADES DIVERSAS DA FREGUESIA DE ALJEZUR APROVADO POR UNANIMIDADE JUNTA DE FREGUESIA DE ALJEZUR 07/04/2014 APROVADO POR UNANIMIDADE JUNTA DE FREGUESIA DE ALJEZUR 07/04/2014 APROVADO POR MAIORIA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE ALJEZUR 30/04/2014 REGULAMENTO DE LICENCIAMENTO DE ATIVIDADES DIVERSAS DA FREGUESIA DE

Leia mais

LAVANDARIAS. Emissões quaisquer descargas de COV de uma instalação para o ambiente;

LAVANDARIAS. Emissões quaisquer descargas de COV de uma instalação para o ambiente; RLG Atualizado a: 18 de julho de 2012 1 O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL LAVANDARIAS

Leia mais

IMPOSTO DO SELO. (Modelo 2) Serviço de Finanças onde é apresentada a declaração. Campo 01

IMPOSTO DO SELO. (Modelo 2) Serviço de Finanças onde é apresentada a declaração. Campo 01 IMPOSTO DO SELO COMUNICAÇÃO DE CONTRATOS ARRENDAMENTO MINISTÉRIO DAS FINANÇAS AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA (Modelo 2) INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DECLARAÇÃO MODELO 2 - Esta declaração destina-se ao

Leia mais

DESTAQUE. I Introdução

DESTAQUE. I Introdução DESTAQUE Abril de 2011 BREVES NOTAS SOBRE AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES AO REGIME DOS DIREITOS REAIS DE HABITAÇÃO PERIÓDICA I Introdução O regime dos Direitos Reais de Habitação Periódica ( DRHP ), regulado

Leia mais

REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA

REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA Edição Online e Coordenação Técnica: Icep Portugal/Unidade Conhecimento de Mercado Elaboração: Delegação do Icep Portugal em Luanda Data:

Leia mais

SIMPLIFICAÇÃO DO PROCESSO DE CONSTITUIÇÃO DE SOCIEDADES COMERCIAIS EM ANGOLA

SIMPLIFICAÇÃO DO PROCESSO DE CONSTITUIÇÃO DE SOCIEDADES COMERCIAIS EM ANGOLA SIMPLIFICAÇÃO DO PROCESSO DE CONSTITUIÇÃO DE SOCIEDADES COMERCIAIS EM ANGOLA Sofia Vale Julho de 2015 No dia 17 de Junho de 2015 foi publicada no Diário da República a Lei da Simplificação do Processo

Leia mais

Contrato de Arrendamento Urbano para Alojamento Local Temporário

Contrato de Arrendamento Urbano para Alojamento Local Temporário Contrato de Arrendamento Urbano para Alojamento Local Temporário Entre: I -... (nome completo, estado civil, contribuinte fiscal e morada) na qualidade de senhorio e adiante designado por primeiro outorgante.

Leia mais

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BANCO PRIMUS, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor do Folheto de e Despesas: 20-abr-2015 Data de Entrada em vigor do

Leia mais

Reforma do Registo Predial Decreto-Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho

Reforma do Registo Predial Decreto-Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho Reforma do Decreto-Lei n.º 116/2008, de 4 de Julho Paula Isabel Galhardas Reforma do Abolição da competência territorial Registo predial obrigatório Eliminação da necessidade de apresentação junto dos

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO Carta de Serviço O MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA E COMÉRCIO, órgão central do Estado que superintende a área da Indústria e Comércio. ATRIBUIÇÕES São

Leia mais

Carta de Serviços aos Cidadãos

Carta de Serviços aos Cidadãos Carta de Serviços aos Cidadãos Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul: a cada dia mais próximo da comunidade www.tre-jus.br O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul é um órgão do Poder

Leia mais

O SISTEMA FISCAL MOÇAMBICANO

O SISTEMA FISCAL MOÇAMBICANO O SISTEMA FISCAL MOÇAMBICANO O sistema tributário moçambicano integra impostos directos e impostos indirectos, actuando a diversos níveis, designadamente: a) Tributação directa dos rendimentos e da riqueza;

Leia mais

CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM

CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM CARTILHA INSCRIÇÃO MUNICIPAL E REDESIM 1- ATRAVÉS DA REDESIM PORTAL REGIN 1.1 -SOLICITAÇÃO DE INSCRIÇÃO MUNICIPAL ( EMPRESA SEM REGISTRO NA JUCEB) PASSO 1: PEDIDO DE VIABILIDADE DE INSCRIÇÃO A empresa

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

M6 - Avaliação de Projetos e Despesas TIC. Dicionário de termos e conceitos

M6 - Avaliação de Projetos e Despesas TIC. Dicionário de termos e conceitos M6 - Avaliação de Projetos e Despesas TIC Dicionário de termos e conceitos Folha de Controlo Nome do Documento: Regulamento para submissão de pedidos de parecer prévio Evolução do Documento Versão Autor

Leia mais

500.000 FAMÍLIAS JÁ GEREM MELHOR AS SUAS DESPESAS

500.000 FAMÍLIAS JÁ GEREM MELHOR AS SUAS DESPESAS 500.000 FAMÍLIAS JÁ GEREM MELHOR AS SUAS DESPESAS CLIENTE FREQUENTE Poupe mais com esta solução integrada de produtos e serviços bancários e pague o mesmo todos os meses. MILLENNIUM. É PARA AVANÇAR. www.millenniumbcp.pt

Leia mais

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA

Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Golden Residence Permit Program BES IMÓVEIS AREA GESTÃO IMOBILIÁRIA Em que consiste, razões para a existência do programa e benefício principal Quem pode beneficiar do programa Como beneficiar do programa

Leia mais

Transporte de mercadorias

Transporte de mercadorias Transporte de mercadorias A portaria 161/2013 de 23 de Abril vem estabelecer novas regras para a comunicação dos dados de transporte que constam do Regime de Bens em Circulação. Esta entra em vigor desde

Leia mais

Incentivos fiscais à reabilitação urbana e legislação relacionada. Tatiana Cardoso Dia 18 de Setembro de 2013 Lisboa

Incentivos fiscais à reabilitação urbana e legislação relacionada. Tatiana Cardoso Dia 18 de Setembro de 2013 Lisboa Incentivos fiscais à reabilitação urbana e legislação relacionada Tatiana Cardoso Dia 18 de Setembro de 2013 Lisboa Incentivos fiscais à Reabilitação Urbana e Nova Lei das Rendas Introdução Como instrumento

Leia mais

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1

Concurso Público Urgente N.º 10001016 Página 1 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PARA O CENTRO HOSPITALAR DE LISBOA CENTRAL, E.P.E. CONCURSO PÚBLICO N.º 1-0-0010/2016 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Artigo 1.º Entidade adjudicante

Leia mais

Programa de geração de empregos, melhoria da infraestrutura e desburocratização EM FRENTE RIO

Programa de geração de empregos, melhoria da infraestrutura e desburocratização EM FRENTE RIO Programa de geração de empregos, melhoria da infraestrutura e desburocratização Rio+Fácil: Desburocratizar a abertura de novos negócios e licenciamentos de novas obras na cidade Conjunto de 13 decretos

Leia mais

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Compra e venda é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa ou outro direito, mediante um preço Art.º 874.º do Código Civil 1. Legislação

Leia mais

Acresce Imposto Preçário Atual Novo Preçário DEPÓSITOS À ORDEM Encargos de manutenção (1) Contas com SMDO Trimestral entre 50,01 e 500,00

Acresce Imposto Preçário Atual Novo Preçário DEPÓSITOS À ORDEM Encargos de manutenção (1) Contas com SMDO Trimestral entre 50,01 e 500,00 Lisboa, 15 de janeiro de 2013 Estimado(a) Cliente, Informamos que o Preçário será atualizado nos termos a seguir indicados, com entrada em vigor a partir do dia 23 de abril de 2013, com exceção das comissões

Leia mais

A implementação do balcão único electrónico

A implementação do balcão único electrónico A implementação do balcão único electrónico Departamento de Portais, Serviços Integrados e Multicanal Ponte de Lima, 6 de Dezembro de 2011 A nossa agenda 1. A Directiva de Serviços 2. A iniciativa legislativa

Leia mais