REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas"

Transcrição

1 REGULAMENTO Open de Futsal 2007 Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes Leia sempre que tiver dúvidas! Este regulamento contém 08 páginas 1

2 REGULAMENTO GERAL I Das Disposições Preliminares ART. 1º- O presente regulamento contém normas e disposições que regerão o Open de Futsal 2007, realização da Prefeitura Municipal de Betim, através da SEME - Secretaria Municipal de Esportes. ART. 2º- Os participantes do Open de Futsal 2007, serão considerados conhecedores da legislação esportiva, das regras oficiais de futsal, e das normas contidas neste regulamento, se submetendo, sem reserva alguma, a todas as disposições que dele possam emanar. II Dos Objetivos ART. 3º- Promover a integração de equipes e atletas de futsal de Betim e cidades vizinhas, através de uma competição organizada. III Do Cronograma ART. 4º- O Open de Futsal 2007, será realizado da seguinte forma: Inscrições: 08/08 a 18/08 Local: Administração do Horto Municipal (Sala do Futsal) Endereço: Rua Redelvim Andrade, Angola Congresso técnico: 20/08 - Segunda feira Local: Auditório da Prefeitura Municipal de Betim Horas: 19:00 Abertura: 28/08 Terça feira Horas: 19:00 Local: Ginásio Poliesportivo Divino Braga/Horto Municipal Jogos: De Segunda a sábado IV - Da Categoria ART. 5º- A competição será realizada nas seguintes categorias: Parágrafo Único 1ª divisão masculino Adulto 2ª divisão masculino adulto Feminino V - Da Participação 2

3 ART. 6º- Poderão participar do Open de Futsal 2007 as primeiras equipes a se inscreverem conforme número de vagas destinadas por categoria, compostas de no máximo 12 (doze) atletas e no mínimo 08 (oito) atletas, devidamente inscritas conforme este regulamento. Em todas as categorias, poderão ser inscritos no máximo 04 (quatro) atletas menores de 18 anos com autorização dos pais ou responsável no verso da ficha de inscrição. - Parágrafo 1º: Participarão do Open de Futsal 2007 : 16 equipes na 1ª Divisão 32 equipes na 2ª Divisão 16 equipes no feminino - Parágrafo 2º: Cada equipe deverá apresentar no mínimo 5 (cinco) representantes devidamente uniformizados para o desfile de abertura. - Parágrafo 3º: O atleta inscrito por mais de uma equipe ficará impedido de participar da competição. Caso o mesmo participe de alguma partida, a equipe pela qual o infrator participar perderá os pontos em questão. VI Das Inscrições ART. 7º- As equipes deverão entregar a ficha de inscrição (formulário fornecido pela SEME) devidamente preenchida, de 08:00 às 17:00 horas até 18/ ART. 8º- Solicitamos de cada equipe participante a título de doação, 01 cobertor que será entregue para entidades assistênciais no dia do desfile de abertura oficial do Open de Futsal ART. 9º- Cada equipe poderá inscrever, no máximo, 12 (doze) atletas e 01 (um) dirigente responsável. ART. 10º- Só serão recebidas as fichas de inscrição que estiverem preenchidas à máquina ou com letra legível, assinadas e sem rasuras. VII Da Competição ART O Open de Futsal 2007, será regida pelas regras oficiais do futsal e pelas disposições deste regulamento. - Parágrafo Único: Após o encerramento das inscrições não serão aceitas trocas ou inclusões de jogadores, salvo por motivo de contusão após apresentação de atestado médico somente de (Ortopedista ou Fisioterapeuta), assinado e carimbado, ficando o atleta substituído sujeito à avaliação médica feita por profissional (médico) de confiança da coordenação. 3

4 - ART Cada partida das categorias adulto (1ª e 2ª divisões), e Feminino terá a duração de 50 (cinqüenta) minutos corridos, divididos em 2 (dois) tempos de 25 (vinte e cinco) minutos cada, com intervalo de 10 (dez) minutos entre eles. ART Cada equipe deverá apresentar ao árbitro da partida uma bola em condições de jogo. ART As partidas serão realizadas em locais, datas e horários publicados nos boletins informativos emitidos pela coordenação. - Parágrafo Único: As datas, horários e locais de jogos só poderão ser alterados por motivo relevante, a critério da coordenação. ART. 15 As equipes deverão comparecer aos jogos devidamente uniformizadas, podendo usar a numeração de 01 a 99, usando calções e meias padronizados no horário previsto na tabela, havendo uma tolerância de 15 (quinze) minutos somente para a primeira partida do dia. - Parágrafo 1º: Não serão permitidos o uso de calções ou calças de goleiro com bolso. - Parágrafo 2º: O não comparecimento de uma equipe a uma partida (W.O), implicará na sua eliminação da competição. - Parágrafo 3º: O abandono de quadra antes do término da partida será considerado W.O. e eliminação da competição. - Parágrafo 4º: Todos os resultados dos jogos realizados de uma equipe que incorrer em W.O, será de 1 X 0 para efeito de apuração na classificação, somando-se 03 (três) pontos para todas as equipes envolvidas em questão. ART Para todos os jogos, os atletas e dirigentes deverão se identificar juntamente ao delegado da partida através de documento de fé pública, que contenha retrato e assinatura. (identidade, habilitação, carteira de trabalho, passaporte, certificado reservista) - Parágrafo 1º- Não serão aceitos cópias mesmo que autenticadas, funcionais, carteiras de clubes recreativos e LDB. - Parágrafo 2º- O atleta ou dirigente que não se identificar estará impedido de participar da partida. - Parágrafo 3º - Depois da partida iniciada, o atleta que por qualquer motivo chegar atrasado, só terá condições de jogo se seu documento de identificação for apresentado pelo responsável de sua equipe antes do início da mesma. ART Quando um jogo for interrompido por motivo alheio à vontade dos participantes, e a paralisação for inferior a 30 (trinta) minutos, o mesmo terá seqüência normal, mantendo-se os resultados registrados antes da interrupção. ART Se a interrupção ultrapassar a 30 (trinta) minutos, o jogo será suspenso, cabendo a coordenação estabelecer nova data, local e horário para o 4

5 prosseguimento. Os atletas, o tempo de jogo, faltas, pedidos de tempo, gols, cartões e outras anotações registradas em súmula serão mantidas tendo em vista o reinicio da partida. ART Havendo coincidência de uniformes, será realizado um sorteio entre as equipes. Aquela que vier a perder, deverá efetuar a troca das camisas. O árbitro concederá o tempo de 5 (cinco) minutos para que seja feita a troca. - Parágrafo 1º- A organização considera que todas as equipes tenham no início de cada partida 2 (dois) jogos de camisas, de cores diferentes. - Parágrafo 2º- Os treinadores e auxiliares só poderão ficar nos respectivos bancos se estiverem usando calça comprida e calçados com tênis ou sapatos. - Parágrafo 3º - Poderão compor o banco de reservas o treinador juntamente com um massagista. Preparadores físicos e médicos ou fisioterapeutas só com documento de comprovação (CREF E CRM). VIII Da Forma de Disputa ART. 20 Para as categorias 1ª divisão e feminino, serão formadas na primeira fase 04 (quatro) chaves compostas por 04 (quatro) equipes em cada que jogarão entre si, classificando-se as duas primeiras de cada para a 2ª fase. Nesta fase serão formadas 02 (duas) chaves compostas por 04(quatro) equipes que também jogarão entre si, classificando-se as duas primeiras de cada para as semi finais. Os vencedores farão a final. Para efeito de classificação, serão contados 03 (três) pontos por vitória e 01 (um) ponto por empate. Caso aconteça empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate (sem retorno ao critério anterior); 1 Empate entre duas equipes: A- Confronto direto 2- Persistindo o empate, ou entre 03 (três) ou mais equipes: A Maior número de vitórias na fase B Maior saldo de gols na fase C Maior número de gols na fase D Menor número de cartões vermelhos na fase E Menor número de cartões amarelos na fase F Sorteio - Parágrafo Único: A Segunda divisão será jogada em partidas eliminatórias, 02 (dois) jogos (ida-volta), sendo que se a primeira partida houver placar com diferença de 03 (três) gols, fica a equipe vencedora classificada para a fase seguinte sem que se jogue a Segunda partida. ART. 21 Nas fases disputadas sob forma de eliminatória simples, em caso de empate no tempo regulamentar, será realizada uma série de 03 (três) pênaltis. 5

6 Persistindo o empate, a decisão será através de cobranças alternadas até que se conheça o vencedor. Os pênaltis deverão ser cobrados por jogadores diferentes. ART. 22 Nas fases semifinais e finais de todas as categorias, no caso de empate ao final do tempo regulamentar, será jogada uma prorrogação com 02 (dois) tempos de 05 (cinco) minutos cada, sem intervalo sendo mantidos as faltas acumulativas individuais e coletivas do tempo normal de jogo. Persistindo o empate, a decisão será conforme o artigo anterior. - Parágrafo Único: Somente nos jogos de semi finais e finais de todas as categorias, o último minuto de cada tempo, inclusive da prorrogação quando houver será cronometrado. IX Dos Recursos ART As equipes poderão apresentar recursos dirigidos à coordenação sempre que se julgarem prejudicadas em seus direitos. ART Os recursos deverão ser protocolados junto à coordenação na Secretaria Municipal de Esportes, assinado por um dirigente da equipe recorrente até as 12:00 horas do 1º dia útil após o fato gerador. - Parágrafo Único: Transcorrido o prazo estabelecido no ART. 22º, não mais caberá recurso. ART Só poderão apresentar recursos somente às equipes que participarem do jogo em questão. ART Caberá exclusivamente ao reclamante o ônus da prova, que deverá ser entregue até 1 (uma) hora antes antes do horário marcado para o julgamento do recurso. X Das Penalidades ART São passíveis de punições todos aqueles que, diretamente ligados ao Open de Futsal 2007 infringir as normas deste regulamento, provocarem distúrbios, danificarem instalações e equipamentos nos locais de jogos, aqueles que tentarem desvirtuar os objetivos do mesmo, os autores de protestos descabidos, críticas caluniosas ou difamatórias à organização. ART As questões jurídico desportivas estarão sujeitas ao julgamento de uma comissão disciplinar, composta pelos seguintes membros: Auditor Presidente: Adilson Assis de Oliveira. Auditora secretária: Claudete de Freitas Guimarães Auditor: Alessandro Zaparolli Auditor: Silvio Lott Auditor: Adriana Fernandes Pessoa Procurador: Dr. Marcelo Augusto Ferreira Arantes 6

7 - Parágrafo único: Qualquer incidente provocado por torcedores durante os jogos desde que identificados acarretará na eliminação de sua equipe da competição podendo inclusive a equipe ser punida em outras competições realizadas pela Secretaria Municipal de Esportes. ART O atleta ou dirigente que tentar agredir ou agredir o adversário, os árbitros, os auxiliares ou outra autoridade esportiva ficará automaticamente eliminado da competição e será julgado posteriormente podendo ser penalizado em competições futuras realizadas pela Secretaria Municipal de Esportes de Betim. - Parágrafo 1º: O atleta ou membro da comissão técnica que for expulso do jogo deverá se retirar da quadra e ficar do lado oposto ao banco de reservas. - Parágrafo 2º: O treinador que estiver cumprindo suspensão deverá ficar do lado oposto ao banco de reservas e não poderá adentrar a quadra de jogo no intervalo da partida para orientar sua equipe. - Parágrafo 3º: Continua valendo a punição por cartões previstas nas regras oficiais do Futsal - 03 (três) amarelos: suspensão automática - 01 (um) vermelho: suspensão automática (mais resultado de julgamento, quando houver) ART Os casos disciplinares omissos neste regulamento serão julgados pela Comissão Disciplinar do Open de Futsal 2007, e suas decisões serão irrecorríveis e inapeláveis. XI Da Premiação ART Serão conferidos troféus e medalhas às equipes classificadas em 1º, 2º lugares de cada categoria. ART Serão conferidos troféus ao goleiro menos vazado, ao artilheiro e ao destaque de cada categoria XII Das Disposições Gerais ART Toda e qualquer comunicação da coordenação do Open de Futsal 2007 será feita através de boletim informativo ou nota oficial. ART Quaisquer consultas atinentes à competição, desde que omissas neste regulamento, deverão ser formuladas por escrito e enviadas à coordenação, que só se responsabilizará por informações oficiais (Boletim Informativo ou nota oficial). ART Nenhum atleta ou dirigente poderá participar da competição usando uniforme e ou acessórios estampando propaganda de cunho político partidário. 7

8 ART Não serão permitidos vetos de arbitragem. ART Será obrigatório o uso de caneleiras e tarja de capitão durante os jogos conforme regra oficial da CBFS (Confederação Brasileira de Futebol de salão). ART Só será permitido o uso de tênis de futsal durante os jogos. ART. 39 Somente as equipes que participarem do desfile de abertura conforme parágrafo 2 da participação receberá da Secretaria Municipal de Esportes 01 (uma) bola oficial de futsal. ART As equipes que se negarem a cumprir as determinações do árbitro serão consideradas vencidas e eliminadas. ART. 41 Os 03 (três) primeiros colocados da 2ª divisão 2007 terão acesso à 1ª divisão de 2008 enquanto que as quatro equipes com pior campanha da 1ª divisão de 2007 caem para a 2ª divisão de ART Os casos omissos serão resolvidos pela coordenação técnica do Open de Futsal Informações pelos fones: Celso José Rosa Secretário Municipal de Esportes Boa sorte a todos! Andréa Avelar Chefe Divisão Esportes Especializados Jorge de Assis Resende coordenador de Futsal/SEME 8

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL 1. Os jogos de Futsal serão realizados de acordo com as Regras Oficiais, salvo o estabelecido neste Regulamento. 2. Cada equipe poderá inscrever

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU CAP. I: AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 - O torneio é uma Promoção do Colegiado do curso de Educação Física da Uniguaçu, apoiado pela Uniguaçu. ART.2

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

XX Copa PMU/ Futel de Futsal 2015 Regulamento Geral MASCULINO

XX Copa PMU/ Futel de Futsal 2015 Regulamento Geral MASCULINO XX Copa PMU/ Futel de Futsal Regulamento Geral MASCULINO UBERLÂNDIA MG 1 XX COPA PMU/ FUTEL DE FUTSAL MASCULINO CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XX COPA PMU/FUTEL DE FUTSAL MASCULINO tem por objetivo

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO LIGA DE FUTEBOL DE SALÃO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO e-mail ligafutsalsbc@gmail.com ou ligafutsalsbc@uol.com.br - Data de fundação 15/08/1981 site : www.ligafutsalsaobernardo.com.br Telefones: 4122-58-85-4330-95-70

Leia mais

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I - Da Finalidade Art. 01 A VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 2015, será organizada pela Federação Paranaense de

Leia mais

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 3ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que será realizada no 2º semestre

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG BELO HORIZONTE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG REALIZAÇÃO Arte do Esporte www.artedoesporte.com.br I DAS FINALIDADES 3 II DA ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO 3 III PERÍODO DE INSCRIÇÃO E REALIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO I - DOS LOCAIS DOS JOGOS Art. 1º - Os jogos serão realizados nos seguintes locais: Quadras 01,02 e 03 - térreo do Prédio 80 Quadras 01,02 e 03-4º andar do Prédio

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º A Copa Sesquinho é promovida pelo Serviço Social do Comércio SESC-DF. Os jogos serão regidos pelo presente Regulamento Geral e por decisões

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 DAS FINALIDADES Artigo 1º - Visando divulgar, incentivar e revelar novos talentos da prática da modalidade de futebol feminino, a Secretaria de Esportes,

Leia mais

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO 7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 7º edição dos JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato

Leia mais

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições do Torneio

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013.

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. I - DOS OBJETIVOS: Art. 1º - O evento visa proporcionar aos servidores do Poder Judiciário Federal e instituições convidadas a integração e socialização

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º ENCONTRO da CATEGORIA da SAÚDE de FUTSAL 2012. I Dos Objetivos

REGULAMENTO DO 1º ENCONTRO da CATEGORIA da SAÚDE de FUTSAL 2012. I Dos Objetivos REGULAMENTO DO 1º ENCONTRO da CATEGORIA da SAÚDE de FUTSAL 2012. I Dos Objetivos (Art. 1º) Este modelo de regulamento é o conjunto das disposições que regem os Campeonatos da CNFS Confederação Nacional

Leia mais

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo Regulamento 1 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIII COPA FUTEL DE FUTEBOL DE CAMPO tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes e criar alternativas

Leia mais

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador 16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador De Março a Julho de 2013 Organização: Prof. José Medeiros LIGA FARROUPILHA REGULAMENTO GERAL 1) Da fórmula de disputa: a) A competição contará com dezoito (18) equipes;

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO ESCOLA DE EDUCAÇÂO BÁSICA MONSENHOR GREGÓRIO LOCKS Justificativa Olimpíadas Gregório Locks Regulamento Geral Artigo 1º - No seu Projeto Político Pedagógico,

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS

REGULAMENTO GERAL DOS REGULAMENTO GERAL DOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 I - DOS OBJETIVOS II JOGOS UNIVERSITARIOS UNIBRASIL 2009 Artigo 1º - Os II Jogos Universitários das Faculdades Integradas do Brasil, promovido

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração REGULAMENTO 2010 IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração CAPÍÍTULO II DASS DIISSPOSSIIÇÕESS PRELIIMIINARESS Art1º Art2º O IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino, é uma

Leia mais

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR COPA LIGA PAULISTANA REGULAMENTO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem a Copa Liga Paulistana. Artigo 2º - A Copa tem por finalidade promover

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES REGULAMENTO GERAL O VI CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO visa incrementar a prática de futebol no Estado do Maranhão, promovendo a integração entre as equipes participantes. CAPÍTULO I DOS

Leia mais

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE 2015 ÍNDICE CAPÍTULO I Da Organização...3; CAPÍTULO II Dos Objetivos...3; CAPÍTULO III Da Coordenação...3; CAPÍTULO IV Data e local...4; CAPÍTULO V Das Inscrições...4; CAPÍTULO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 I. DA COMPETIÇÃO II. DA COORDENAÇÃO III. DAS FASES DA COMPETIÇÃO IV. DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES V. DA PREMIAÇÃO VI. DA ARBITRAGEM VII. DA IDENTIFICAÇÃO VIII.

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL I. DAS FINALIDADES Artigo 1 O IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY, tem por finalidade congregar todas as pessoas que trabalham

Leia mais

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 FUTEBOL - TAÇA OURO SERIE A CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - A Temporada dos Campeões 2014 tem por finalidade promover a integração dos colaboradores das empresas

Leia mais

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Capítulo I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1 Este Regulamento tem como finalidade, determinar as condições em que será disputada a LIGA NACIONAL

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO CAPÍTULO I - DAS COMPETIÇÕES ARTIGO 01 - A finalidade principal da realização dos Campeonatos Internos de Futebol é desenvolver a prática esportiva, fomentando em caráter recreativo e, absolutamente amadorista,

Leia mais

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS

3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS 3º TORNEIO DE FUTSAL CDL CANOAS REGULAMENTO GERAL Capítulo 1 Comissão disciplinar e organizadora: O Evento será coordenado pela CDL e pela CDL Jovem Canoas, com as seguintes atribuições: a) Tomar as providências

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO O Vice-Presidente de Esportes da Associação Atlética do Banco do Brasil de Belo Horizonte, usando de suas atribuições,

Leia mais

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite DOS OBJETIVOS: O Einstein Gol é um evento que visa aumentar sociabilizarão e integração entre todos os nossos alunos, funcionários, Corpo Docente e Direção.

Leia mais

PREFEITURA DE SOROCABA SECRETARIA DE ESPORTE

PREFEITURA DE SOROCABA SECRETARIA DE ESPORTE I - DA PROMOÇÃO E OBJETIVO PREFEITURA DE SOROCABA SECRETARIA DE ESPORTE 32º TORNEIO ABERTO DE FUTSAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES CRUZEIRINHO 2012 REGULAMENTO GERAL E TÉCNICO Artigo 1º - O 32º Torneio

Leia mais

REGULAMENTO BASQUETE 2009

REGULAMENTO BASQUETE 2009 REGULAMENTO BASQUETE 2009 Organização: Fórum das Associações dos Servidores das Agências Reguladoras Patrocínio: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO BASQUETE - 2009 Art.01 - Este regulamento é o conjunto

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º. Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem a Campeonato Brasileiro de Handebol dos Surdos 2015, nas categorias

Leia mais

CATEGORIA: IDADE LIVRE

CATEGORIA: IDADE LIVRE 15º CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL DE ADVOGADOS (15ª edição) 2014 CATEGORIA: IDADE LIVRE REGULAMENTO GERAL Art. 1 - Participantes: O 15º Campeonato Brasileiro de Futebol da OAB terá a participação dos

Leia mais

D O atleta que for expulso por interceptar uma clara situação de gol, devera doar 05 Kg de alimentos.

D O atleta que for expulso por interceptar uma clara situação de gol, devera doar 05 Kg de alimentos. REGULAMENTO GERAL FUTSAL 01 CAMPEONATOS MUNICIPAIS DE FUTSAL CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE BRONZE (DIVISÃO DE ACESSO) CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE PRATA CAMPEONATO FUTSAL SÉRIE OURO ORGANIZAÇÃO E/ REALIZAÇÃO: COORDENAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 CATEGORIAS: MIRIM(97) SUB 14 PRÉ-MIRIM(98) SUB 13 FRALDINHA (99) SUB 12 DENTINHO(99) SUB 12 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento é o conjunto das disposições

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014.

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. Página 1 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. CAPÍTULO II DA FINALIDADE Art. 2º - Os jogos internos

Leia mais

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE REGULAMENTO OFICIAL - 2015 Da Finalidade Art. 01 - A XI Copa Paulista de Futebol de Base, tem por finalidade o estimulo à prática esportiva saudável, ao caráter formativo

Leia mais

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2015 3ª OLIEMDOPE REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º A Olimpíada Entre

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

3ª COPA DE FUTEBOL DOS CAMPOS GERAIS 2015 REGULAMENTO GERAL SUMÁRIO

3ª COPA DE FUTEBOL DOS CAMPOS GERAIS 2015 REGULAMENTO GERAL SUMÁRIO 3ª COPA DE FUTEBOL DOS CAMPOS GERAIS 2015 REGULAMENTO GERAL SUMÁRIO CAPÍTULO I DA COORDENAÇÃO E ORGANIZAÇÃO... 1 CAPÍTULO II - DOS MUNICÍPIOS... 1 CAPÍTULO III DAS CATEGORIAS... 1 CAPÍTULO IV DOS ATLETAS...

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO Regulamento e Punições JOGOS - INICIO DA COMPETIÇÃO 19 e 26 de Abril de 2015 1. Sede dos Jogos: C.R. BOQUEIRÃO Rua Jardel Jercolis, S/N Gloria Rio de Janeiro FLUMINENSE A.C. Rua Xavier de Brito, 22 Centro-Niterói

Leia mais

2ª COPA MENAKA DE FUTSAL 2013 REGULAMENTO GERAL

2ª COPA MENAKA DE FUTSAL 2013 REGULAMENTO GERAL ALTERADO: 09/08/2013 2ª COPA MENAKA DE FUTSAL 2013 REGULAMENTO GERAL 1) DAS FINALIDADES: Artigo 1. ) O Campeonato, é realizado pela Batalha Comércio e Promoções Esportivas, e tem como principais objetivos:

Leia mais

CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES

CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES O PRINCÍPIO DO ESPORTE É A LEALDADE. VAMOS PRATICÁ-LA REGULAMENTO Esse Regulamento é

Leia mais

COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Artigo 1º A 13ª Copa Rural de Veteranos (Futebol de Campo), tem como finalidades, contribuir para a integração sócio

Leia mais

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE FUTSAL - 2015 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE FUTSAL - 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - O IV Campeonato Brasileiro Escolar de Futsal é uma competição inter-colegial que tem por objetivo incentivar, no meio estudantil, a prática desportiva, enaltecendo

Leia mais

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE HANDEBOL - 2014 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO BRASILEIRO ESCOLAR DE HANDEBOL - 2014 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1º - O IV Campeonato Brasileiro Escolar de Handebol é uma competição intercolegial que tem por objetivo incentivar, no meio estudantil, a prática desportiva, enaltecendo

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 Art. 1º- Os Jogos Universitários da UNIPAMPA serão realizados pela

Leia mais

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I

REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I REGULAMENTO TEMPORADA DOS CAMPEÕES 2014 MODALIDADE: TÊNIS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - O Torneio de Tênis tem por finalidade promover a integração dos colaboradores do Grupo FIAT através da atividade

Leia mais

REGULAMENTO DA TERCEIRA - DIVISÃO 2014

REGULAMENTO DA TERCEIRA - DIVISÃO 2014 CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL DA TERCEIRA DIVISÃO R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2014 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1 O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL DA TERCEIRA

Leia mais

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015 REGULAMENTO DE SÃO PAULO CAPÍTULO 1 DA FINALIDADE Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem por objetivo, incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário, e promover o intercâmbio, a socialização

Leia mais

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL REGULAMENTO 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL 1- DOS OBJETIVOS: A 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL tem como objetivo, a integração dos atletas de Futsal do clube, associados, e demais interessados

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX ART. 1º - DA FINALIDADE REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX Os JOGOS MULTIVIX modalidade Beach Soccer fazem parte do CIRCUITO VIDA SAUDÁVEL MULTIVIX, torneio universitário que tem por finalidade integrar

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO II TORNEIO DA UNIRB

REGULAMENTO GERAL DO II TORNEIO DA UNIRB CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA REGULAMENTO GERAL DO II TORNEIO DA UNIRB CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1. O II TORNEIO UNIRB tem como finalidade promover a integração

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE SURDOS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS FUNDADA EM 15 DE AGOSTO DE 1955 CNPJ: 83.256.800/0001-03

ASSOCIAÇÃO DE SURDOS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS FUNDADA EM 15 DE AGOSTO DE 1955 CNPJ: 83.256.800/0001-03 COMEMORAR 60 ANOS DE ASSOCIAÇÃO DOS SURDOS DA GRANDE FLORIANÓPOLIS FLORIANÓPOLIS-SC, 15 DE AGOSTO DE 2015. REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º - Este regulamento é o documento

Leia mais

COPA INTERBAIRROS 2ª Edição Taça Ricardo Peixoto (ROLINHA)

COPA INTERBAIRROS 2ª Edição Taça Ricardo Peixoto (ROLINHA) COPA INTERBAIRROS 2ª Edição Taça Ricardo Peixoto (ROLINHA) REGULAMENTO CAPITULO I DISPOSICÕES PRELIMINARES Art. 1º - A Copa Interbairros de Futebol tem como finalidade despertar entre os comunitários a

Leia mais

REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR. Torneio Verão (setembro a novembro)

REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR. Torneio Verão (setembro a novembro) REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR Torneio Verão (setembro a novembro) SUMÁRIO Página 01 DA PROMOÇÃO E APOIO DOS PARTICIPANTES DAS FASES DE CLASSIFICAÇÃO Página 02 e 03 TABELA DE CRUZAMENTO

Leia mais

15ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL

15ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL 15ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DO EVENTO Art. 1º - A 15ª Copa MB será realizada em 2014 e tem por finalidade promover ampla mobilização das instituições de

Leia mais

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 2ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 2ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL 2014 TAÇA PREFEITO MUNICIPAL NENÊ COLOMBI SECRETARIA DE TURISMO CULTURA, ESPORTE E JUVENTUDE

REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL 2014 TAÇA PREFEITO MUNICIPAL NENÊ COLOMBI SECRETARIA DE TURISMO CULTURA, ESPORTE E JUVENTUDE REGULAMENTO GERAL CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL 2014 TAÇA PREFEITO MUNICIPAL NENÊ COLOMBI SECRETARIA DE TURISMO CULTURA, ESPORTE E JUVENTUDE BOTUVERÁ, ABRIL 2014 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. l- Este

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Esportes SESP COPA DE FUTSAL CIDADE DE SÃO BERNARDO 2016 R E G U L A M E N T O. Da Organização e Fins

MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Esportes SESP COPA DE FUTSAL CIDADE DE SÃO BERNARDO 2016 R E G U L A M E N T O. Da Organização e Fins COPA DE FUTSAL CIDADE DE SÃO BERNARDO 2016 Atualizado em 02/02/2016 R E G U L A M E N T O Da Organização e Fins Art. 1º A COPA DE FUTSAL CIDADE DE SÃO BERNARDO 2016, realizada pela Prefeitura, através

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Artigo 01º - A COPA BH 2015 DE FUTEBOL7 Série Ouro, é uma competição promovida pela Liga BHF7, sob chancela da Confederação Brasileira

Leia mais

REGULAMENTO. Art.10 - Cada equipe deverá se fazer representar por uma pessoa responsável no Congresso Técnico da Competição.

REGULAMENTO. Art.10 - Cada equipe deverá se fazer representar por uma pessoa responsável no Congresso Técnico da Competição. CAPITULO I - DA PROMOÇÃO E OBJETIVOS Art.1 - A SUPER COPA REDE AMAZÔNICA DE FUTSAL, é realizada pela Rede Amazônica de Rádio e Televisão com a finalidade de fomentar a união, o espírito esportivo e o entretenimento

Leia mais

VII CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO DOS COMERCIÁRIOS 2012 REGULAMENTO

VII CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO DOS COMERCIÁRIOS 2012 REGULAMENTO SINDICATO DOS EMP. NO COMÉRCIODE LAURO DE FREITAS CNPJ 32700213/0001-12 VII CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO DOS COMERCIÁRIOS 2012 REGULAMENTO CAPITULO I - DA SUA ORGANIZAÇÃO ART. I - O VII Campeonato de

Leia mais

LIGA BLUMENAUENSE DE FUTEBOL - LBF CAMPEONATO INTERLIGAS VALE DO ITAJAÍ DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL

LIGA BLUMENAUENSE DE FUTEBOL - LBF CAMPEONATO INTERLIGAS VALE DO ITAJAÍ DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º - O de Futebol não profissional é uma competição oficializada pela FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL - FCF, sendo organizada e

Leia mais

16ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL

16ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL 16ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DO EVENTO Art. 1º - A 16ª Copa MB será realizada em 2015 e tem por finalidade promover ampla mobilização das instituições de

Leia mais

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 10ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL (atualizado em 16/09) CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 10ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que

Leia mais

34 ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO EFIPAN REGULAMENTO CAPÍTULO I GENERALIDADES

34 ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO EFIPAN REGULAMENTO CAPÍTULO I GENERALIDADES 34 ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO EFIPAN REGULAMENTO CAPÍTULO I GENERALIDADES Art. 1º - O ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO - EFIPAN, organizado pela ESCOLINHA DE FUTEBOL FLAMENGO

Leia mais

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA 1 REGULAMENTO CAMPEONATO GONÇALENSE DE FUTEBOL MIRIM CAPÍTULO - I - DA ORGANIZAÇÃO E

Leia mais

EQUIPES PARTICIPANTES - LIVRE GRUPO A GRUPO B GRUPO C

EQUIPES PARTICIPANTES - LIVRE GRUPO A GRUPO B GRUPO C Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Distrital de Futsal de Capo Erê - 2015 EQUIPES PARTICIPANTES - LIVRE GRUPO A GRUPO B GRUPO C 1. Atlético Boca

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

IV JOGOS ANEC PARÁ 2015

IV JOGOS ANEC PARÁ 2015 IV JOGOS ANEC PARÁ 2015 REGULAMENTO GERAL TÍTULO I - DA FINALIDADE Art. 1º Os IV JOGOS ANEC têm a finalidade de tornar Jesus Cristo conhecido e amado por meio da consciência corporal e espiritual utilizando

Leia mais

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014

BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 BRASIL BASQUETE KIDS SÃO CARLOS ENCONTRO NACIONAL DE BASQUETEBOL SUB10/12 2014 REGULAMENTO GERAL E TÉCNICO Capítulo Primeiro DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 01º- Este regulamento é o conjunto das disposições que

Leia mais

Regulamento Específico. Futsal

Regulamento Específico. Futsal Regulamento Específico Futsal 2015 Art. 1º - A competição de futsal dos Jogos Escolares de Minas Gerais JEMG/2015 obedecerá às Regras Oficiais da FIFA para a modalidade, adotadas pela Confederação Brasileira

Leia mais

25º CAMPEONATO INFANTIL DE FUTEBOL 2013 SESI/TV GAZETA REGULAMENTO APRESENTAÇÃO

25º CAMPEONATO INFANTIL DE FUTEBOL 2013 SESI/TV GAZETA REGULAMENTO APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O Serviço Social da Indústria - SESI-DR/AL e a TV Gazeta de Alagoas, promoverão o 25º Campeonato Infantil de Futebol, que será realizado no período de 03 de agosto a 07 de dezembro de 2013,

Leia mais

COPA TV TEM DE FUTSAL REGULAMENTO 2015

COPA TV TEM DE FUTSAL REGULAMENTO 2015 I - DA PROMOÇÃO E OBJETIVOS Art. 1 - A COPA TV TEM DE FUTSAL é uma promoção da TV TEM, com a coordenação técnica das Ligas Catanduvense e Riopretense de Futsal. Art. 2 O objetivo da COPA TV TEM DE FUTSAL

Leia mais

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES Capítulo 1 Da Finalidade Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem como objetivo incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário e promover o intercâmbio,

Leia mais

1. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA COMPETIÇÃO

1. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA COMPETIÇÃO (0xx) 51-3031.7676 ou 96.767676 www.ligagauchadefutsal.com.br 1. CONDIÇÕES PARA PARTICIPAR DA COMPETIÇÃO 1.1. REQUISITOS: 1.1.1. - Pagar a taxa de participação correspondente à inscrição mínima de 07 (sete)

Leia mais

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa Sousa, 20 de abril de 2012 CAPÍTULO I DAS INSCRIÇÕES Art. 1º. Os times interessados em participar I Copa Integração de Futsal

Leia mais

COPA CENTRO AMÉRICA DA JUVENTUDE 2015

COPA CENTRO AMÉRICA DA JUVENTUDE 2015 OBJETIVO COPA CENTRO AMÉRICA DA JUVENTUDE 2015 Proporcionar, no período de cerca de trinta (30) dias, à família estudantil em faixas etárias previamente determinadas neste regulamento, uma competição de

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS DAS FINALIDADES Art. 1 o O I Interatléticas Anhembi Morumbi é uma competição promovida pelo Centro Esportivo Anhembi Morumbi, cujo objetivo é incentivar a prática de atividades

Leia mais

Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015

Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015 Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015 EQUIPES PARTICIPANTES - 1ª FASE GRUPO A 01. Acejá/N. Santin 02.

Leia mais

IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO IX COPA ASTEROIDE CCPR DE FUTEBOL REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação, Objetivo e Participação a. A IX Copa Asteroide CCPR de Futebol Interagências, doravante denominada CAMPEONATO, será

Leia mais

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 6ª COPA NOVE DE JULHO DE FUTEBOL AMADOR 2016 REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 1 REGULAMENTO DA 6ª COPA NOVE DE JULHO 2016 CAPITULO I Da PARTICIPAÇÃO Esta copa contará com a participação de 48 (quarenta

Leia mais

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES Art. 1 o. - A Copa Incentivo de Futebol 2014-3 a. Divisão será regida por este Regulamento específico e único

Leia mais