Perda & Luto. A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Perda & Luto. A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:"

Transcrição

1 Perda & Luto A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

2 Perda é quando perdes alguém ou algo que significa muito para ti e luto é o processo relacionado com a forma como te sentes ao perder alguém ou algo que te é próximo. Perda e luto são uma experiência pela qual muitos jovens afectados pela DH passam em determinada altura. A DH é uma doença progressiva e, por isso, as pessoas com esta doença irão eventualmente falecer. Todas as pessoas, em determinado momento, morrem. A diferença para as pessoas que pertencem a famílias Huntington é que poderão ter de lidar com a perda e com o luto numa idade mais precoce do que a maior parte das pessoas. Perda Pode ser muito difícil testemunhar a lenta progressão da DH em alguém que amas ou a quem prestas cuidados. À medida que a doença progride e a pessoa perde cada vez mais capacidades, a tua vida pode ser afectada de várias formas possíveis. Os jovens podem vivenciar tipos de perdas muito diferentes devido ao impacto da DH. Estas perdas podem ser financeiras - causadas pelo facto de a pessoa que tem DH não trabalhar mais, perda de apoio emocional, impactos na educação ou carreira, perda do lar ou separação da família. Por vezes, quando olho para as fotos dos meus amigos com os seus pais, sintome triste porque penso no meu pai e na progressão da doença de Huntington. E em como ele não é capaz de fazer tanto quanto fazia antes, e em como agora temos de nos preocupar com assuntos financeiros e fazer muito mais para ajudar em casa. - Maria Pode ser muito difícil lidar com estas perdas e falar sobre elas é muito importante. Para saberes mais sobre este tipo de perdas e o impacto que a DH pode ter num jovem vê a secção Viver numa família com DH e se quiseres falar com alguém sobre as tuas experiências de perda a HDYO está sempre cá para te ouvir Perder duas vezes um ente querido para a DH Talvez o aspecto principal da perda que os jovens experimentam em relação à DH seja a perda gradual de um membro da família à medida que a DH progride. Muitos jovens dizem sentir que o seu familiar que tem DH já não está ali, apesar de a pessoa continuar bem viva. Neste sentido, sendo tu um jovem que está a testemunhar a progressão da DH, poderás estar já a ter que lidar com sentimentos de perda, antes mesmo daquela pessoa falecer. A minha mãe faleceu em 2007, depois de ter DH durante mais de 20 anos e é estranho porque, na realidade, sinto que perdi a minha mãe duas vezes. A primeira vez para a DH, muitos anos antes da sua verdadeira morte, quando ela perdeu a capacidade de falar, caminhar e de fazer praticamente tudo, e a segunda vez em 2007, quando ela acabou por falecer. - Kristen Se sentes que perdeste alguém para a DH, apesar de esse alguém continuar vivo, então falar sobre como te sentes é uma boa maneira de dar sentido às tuas emoções. Com quem irás falar, é contigo, mas poderá ser um membro da família, um adulto de confiança, um professor ou conselheiro. a HDYO está sempre aqui para te ouvir e apoiar, caso queiras partilhar os teus sentimentos. Luto A morte de alguém que te é querido pode ser muito angustiante. É natural ter reacções fortes quando alguém que amas ou que te é próximo morre. Leva tempo para se ultrapassar a morte de alguém que amas. Ao princípio, pode parecer esmagador. Podes sentir-te assustado, anestesiado ou sentir que perdeste o controlo e sentires-te preocupado por achares que nunca mais te vais sentir bem outra vez. Frequentemente, os jovens também dizem que, por

3 vezes, se sentem mal ou culpados porque têm uma sensação de um certo alívio pelo facto de a pessoa com DH já não sofrer mais. É importante compreender que todos estes sentimentos são muito comuns e que o tempo e o apoio podem ajudar-te a lidares com a perda de alguém que amas. Não podemos trazer de volta a pessoa que perdeste, mas podemos tentar ajudar-te a entenderes os teus sentimentos. Últimos dias e momentos Os últimos dias e momentos da vida de uma pessoa são diferentes para cada pessoa, mas podem ser, muitas vezes, tempos de muita angústia e emoção. Por vezes, as pessoas podem ser avisadas antecipadamente de que alguém que amam está perto da morte, isto pode acontecer particularmente quando a pessoa está nos estadios avançados da DH. Isto poderá significar que podes conseguir passar tempo com alguém que sabes que não tem muito tempo de vida. Diferentes pessoas reagem de maneiras diferentes a esta situação. Para algumas, pode ser um conforto passar o maior tempo possível com os seus entes queridos durante os seus últimos dias. Para outras, este pode ser um período extremamente difícil. Foi-nos dito pelo médico que o meu pai teria apenas semanas de vida. Ele estava num estadio de progressão muito avançado da doença de Huntington. Eu e a minha família passámos praticamente todo o nosso tempo na unidade onde o meu pai estava, apenas para estar com ele. Ele não respondia a nada, mas sabía-nos bem passar aquele tempo com ele enquanto podíamos. Estávamos todos lá quando o meu pai faleceu. Foi extremamente difícil de presenciar, mas estou satisfeita por lá ter estado - Grace Presenciar a morte da pessoa que amas pode ser muito angustiante. Podem existir coisas boas e más no facto de presenciares o momento da morte de alguém que amas. Alguns jovens, como a Grace, dizem que se sentem satisfeitos por terem lá estado no momento em que o seu ente querido faleceu, mas Grace também menciona como foi extremamente difícil ver a pessoa que amava falecer. Presenciar a morte pode ser uma experiência traumática com que teremos que lidar. Pode ser algo que não sejas capaz ou não queiras fazer e também não há problema, não deves sentir-te culpado com isso, o melhor para ti é seres honesto contigo próprio. Algumas pessoas, podem não saber previamente que alguém está perto da morte e, por isso, podem não estar lá quando o seu ente querido falece. Pode parecer muito repentino e um grande choque quando, inesperadamente, alguém que amas morre. Alguns jovens mencionam que se sentem culpados com o facto de não terem estado presentes quando o ente querido morreu. Desejavam ter sido possível dizerem algo que queriam ter dito ou

4 passarem mais tempo com a pessoa que amavam, antes de esta falecer. Estes sentimentos de culpa são comuns, mas é importante referir que não tens nada que te sentir culpado com essa situação. Não é culpa tua que alguém que amavas tenha morrido e muitas vezes é difícil saber quando alguém está perto do fim da sua vida. Muitas pessoas desejam ter um último momento com a pessoa que amavam. É importante reconhecer que cada experiência individual é diferente e, na realidade, não existe um caminho certo ou errado para ultrapassar a experiência de perder um ente querido. Falares sobre a tua experiência de perder um ente querido pode ser muito difícil, mas pode realmente ajudar a sentires-te melhor. Podes falar com um familiar, um adulto de confiança, professor, conselheiro ou com a HDYO - estamos cá para te ouvir e ajudar. Se partilhares as tuas emoções, as pessoas saberão que te sentes mal e ajudarte-ão a sentires-te melhor - Joe Perder alguém por suicídio Se alguém que te é próximo cometeu suicídio, isso pode ser especialmente difícil para os que cá ficaram. Não te surpreendas se te sentires completamente chocado e anestesiado ou mesmo furioso com a pessoa. É normal sentires-te desta forma durante algum tempo, e as outras pessoas que conheciam esse alguém poderão sentir-se da mesma forma. Muitos amigos e familiares sentem-se culpados ou ensombrados pelo pensamento de que poderiam ter feito alguma coisa para prevenir a situação, estes sentimentos são normais e fazem parte do processo de luto. Mais uma vez, falar sobre os teus sentimentos e experiências pode realmente ajudar-te a sentires-te melhor com a situação. Estamos cá para ouvir e podemos direccionar-te para apoio profissional. O processo de luto Depois da morte de alguém próximo, passa-se por um período de luto. A tristeza é o sinal visível do luto e há uma grande variedade de sintomas físicos e emocionais que podes experimentar depois de uma perda. Durante este período, ajuda imenso exteriorizares os teus sentimentos, já que o facto de não partilhares as tuas emoções pode levar a problemas futuros. Alguns jovens debatem-se com a questão de falar sobre a forma como se sentem, ou sentem que não conseguem falar sobre a sua tristeza facilmente. Se sentes que não consegues falar sobre a tua perda e os teus sentimentos, talvez prefiras enviar à HDYO uma mensagem privada e nós iremos ouvir-te. Diz-se que, quando uma pessoa está de luto, passa por sete etapas. Elas podem ocorrer por qualquer ordem e algumas etapas podem ocorrer simultaneamente. As sete etapas do luto são: 1. Choque - uma tentativa de evitar a dor, negando a perda 2. Dor - um período de dor devastadora e de sentimentos de culpa 3. Raiva - que pode incluir explosões de temperamento 4. Depressão - normalmente numa altura em que alguém olha para trás para o que aconteceu e se apercebe do impacto real da perda 5. Seguir em frente - quando a pessoa começa a adaptar-se à perda 6. Reconstrução - construção da vida sem o ente querido 7. Aceitação - a aceitação poderá não significar felicidade. Mas, normalmente, a pessoa que está de luto consegue agora relembrar o ente querido com tristeza, mas sem uma dor intensa.

5 O processo de luto leva tempo e não deve ser apressado. O tempo que demorará depende de ti e da tua situação. Todos nós passamos pelo processo de maneiras diferentes, e muitas vezes tendo sentimentos contraditórios ou mesmo esmagadores, mas lentamente a vida torna-se mais suportável. Por vezes, os sentimentos de tristeza surgem inesperadamente, em lugares e alturas em que não estás à espera, e isso é normal. É também comum sentires-te especialmente vulnerável em momentos como o aniversário da pessoa, o aniversário da sua morte e durante as épocas festivas. É também importante mencionar que poderás não sentir nada destas coisas e sim uma sensação de alívio. Não te sintas culpado por isso, pode ser que isso aconteça por teres entrado em processo de luto muito antes da pessoa com DH falecer. Serviços/Cerimónias fúnebres Normalmente, logo a seguir à morte de uma pessoa, é feito um serviço para lembrar a pessoa que faleceu. Existem muitos tipos de funerais mas, normalmente, são cerimónias religiosas para a família e amigos, para celebrar a vida da pessoa que morreu. Cada religião tem formas ligeiramente diferentes de realizar esta cerimónia. É uma maneira de dizer um último adeus à pessoa que morreu, ao cremar ou enterrar o seu corpo. Os serviços fúnebres podem ser experiências muito emotivas, mas são também oportunidades de relembrar a pessoa que faleceu. Por vezes, os funerais podem ser experiências positivas, uma oportunidade para recordar a pessoa antes da DH e partilhar essas memórias com a família e amigos. Existem inúmeras coisas que podes fazer numa cerimónia fúnebre para recordar o teu ente querido, tais como: Faz um discurso sobre a pessoa que perdeste e partilha o que essa pessoa significa para ti - se não fores capaz de fazer o discurso, pede a alguém que o leia por ti. Escolhe música que fosse especial para o teu ente querido, para ser tocada no funeral Escreve um poema que possa ser lido durante a cerimónia Leva um objecto que fosse especial para a pessoa que amavas, para que o possas deixar no caixão ou para ser cremado, dependendo do tipo de serviço Se for uma cremação, as cinzas são enterradas ou espalhadas num lugar que a pessoa gostava. Podes ajudar a decidir para onde devem ser levadas as cinzas e talvez ajudar a espalhá-las. Se for um enterro, podes trazer algo para colocar em cima da campa, para mostrar que essa pessoa era especial para ti - muitas pessoas levam flores para colocar em cima da campa Todas estas coisas podem trazer algum conforto, num período que é, normalmente, muito difícil. Fazer algo especial para recordar a pessoa que perdeste, pode, muitas vezes, fazer com que te sintas melhor. Se quiseres falar sobre quaisquer preocupações que tenhas em ir a um funeral ou a uma cerimónia fúnebre ou se tiveres alguma pergunta a HDYO está aqui para

6 ti. No funeral do meu pai, perguntei se podia fazer um discurso sobre a relação que tinha com ele. Falei sobre o quanto ele significava para mim e sobre o facto de, independentemente do impacto que a DH teve na sua vida, ele ser sempre o meu pai. Foi extremamente emotivo para mim fazer isto, mas senti necessidade de o fazer, contar às pessoas que tipo de pessoa é que ele foi para mim. - Harley Recordar aqueles que perdeste À medida que o tempo passa, podes continuar a recordar aqueles que perdeste de formas que sejam positivas para ti. Coisas que outros jovens fazem para recordar os entes queridos que perderam, incluem: Criar um álbum de fotografias da pessoa que perdeste Ver vídeos antigos ou fazer um vídeo de lembranças para ajudar a recordar a pessoa que perdeste Escrever poemas Manter um diário sobre como te sentes, para que possas olhar para trás e ver o progresso que estás a fazer relativamente à aceitação da perda Criar um caixa de recordações, na qual possas colocar todas as coisas que te ajudam a lembrar o teu ente querido Visitar a campa ou o local onde foram espalhadas as cinzas quando te apetecer, talvez nos aniversários ou noutras datas importantes Usar um objecto que era usado pela pessoa Visitar um lugar favorito que tu e a pessoa que perdeste tinham - isto pode ajudar-te a trazer boas memórias Escrever essas boas memórias de que te lembras, fazer um livro que tenha todas essas boas memórias, de ti e da pessoa que perdeste Recordar com os outros o teu ente querido / partilhar memórias Plantar no teu jardim as plantas preferidas dessa pessoa, como uma memória viva Existem imensas coisas positivas que podes fazer para te lembrares da pessoa que perdeste. Talvez tenhas pensado ou feito algo que não está na lista, se resultou contigo estamos interessados em ouvir. Apoio Perder um ente querido ou alguém de quem cuidaste, pode ser muito angustiante. É natural ter reacções fortes quando alguém que amas ou te é próximo morre, e o processo de luto pode levar muito tempo. Não tens de passar por isto sozinho. Falar sobre como te sentes e o que estás a passar pode, na realidade, ajudar-te a sentires-te melhor. Podes falar com um familiar, um adulto de confiança ou amigo, ou um professor. Podes também falar com um médico sobre a forma como te sentes, eles poderão ajudar-te ou sugerir-te que fales com um

7 psicólogo especializado em luto, que te irá ouvir e apoiar. A jovem do vídeo, Marina, teve o apoio de um conselheiro de luto, e mesmo que na altura ela não tenha achado que isso a iria ajudar, sente-se agora grata por ter tido aquele apoio disponível. Finalmente, a tua [Associação de Doentes de Huntington local] poderá ser capaz de ajudar, e a HDYO está aqui para te ouvir e apoiar se desejares falar com alguém sobre como te sentes e discutir opções de apoio possíveis. Obrigado à e à pelo seu apoio nesta secção. Este documento foi descarregado do site da HDYO em Todo o aconselhamento recebido através do site da HDYO não deve ser invocado para a tomada de decisões pessoais, médicas, legais ou financeiras e deverás consultar um profissional adequado para aconselhamento específico na tua situação particular. A HDYO está licenciada sob a Creative Commons license.

TESTE DAS 5 LINGUAGENS DE AMOR

TESTE DAS 5 LINGUAGENS DE AMOR TESTE DAS 5 LINGUAGENS DE AMOR Livro 5 Linguagens do Amor Prepare o perfil quando estiver relaxado e sem pressão de tempo. Depois de fazer suas escolhas, volte e conte o número de vezes que marcou cada

Leia mais

Escrita. Por Ricardo Fonseca

Escrita. Por Ricardo Fonseca Escrita Por Ricardo Fonseca FUGA MEDOS GRATIDÃO MISSÃO Sonhos VIVER DOENÇA FAMÍLIA Amor DÚVIDAS PAIXÃO Escrever SAÚDE RECUPERAÇÃO TRISTEZA ABUNDÂNCIA PERDA Luto REALIZAÇÃO VITÓRIA FELICIDADE ABANDONO CRISE

Leia mais

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site: Visitar um lar A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site: www.hdyo.org À medida que a doença de Huntington avança, as pessoas tendem a precisar de mais

Leia mais

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site:

A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site: Como é que a DH afecta as pessoas? A HDYO tem mais informação sobre DH disponível para jovens, pais e profissionais no nosso site: www.hdyo.org Se leste a secção O que é a doença de Huntington?, sabes

Leia mais

HOJE É O DIA EM QUE ENFRENTO A FPI. lutarcontraafpi.pt

HOJE É O DIA EM QUE ENFRENTO A FPI. lutarcontraafpi.pt lutarcontraafpi.pt A APOIAR OS DOENTES COM FIBROSE PULMONAR IDIOPÁTICA HOJE É O DIA EM QUE ENFRENTO A FPI Guia de Apoio aos Doentes com Fibrose Pulmonar Idióptica: Saiba como discutir a sua doença e opções

Leia mais

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique

Crisálida Vanessa Monique CRISÁLIDA. Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante. Vanessa Monique CRISÁLIDA Crônicas e frases de uma metamorfose ambulante Vanessa Monique 1 Dedicatória. À Deus Todo Poderoso que me presenteou com o dom de escrever à e todos que algum dia e de alguma forma me incentivaram

Leia mais

Como explicar a Morte às Crianças?

Como explicar a Morte às Crianças? Daniela Anéis Psicóloga Clínica Como explicar a Morte às Crianças? Guia para Pais, Professores e Avós Falar de Morte não é fácil em nenhuma idade. Mas quando se trata de crianças pode ser ainda mais difícil.

Leia mais

Capítulo 16 Intimidade Sexual

Capítulo 16 Intimidade Sexual Capítulo 16 Intimidade Sexual Você sabia? Muitas pessoas que sofreram algum evento cardíaco têm medo de voltar a fazer sexo ou preocupações a esse respeito. Sentir medo ou preocupação é uma forma de o

Leia mais

Caderno 3 RECONHECIMENTO DA SITUAÇÃO

Caderno 3 RECONHECIMENTO DA SITUAÇÃO Caderno 3 Caderno 3 RECONHECIMENTO DA SITUAÇÃO Agora que tens espaço mental, podemos então passar a olhar para a situação que tens em mente e que queres resolver. Existem situações onde temos aquela sensação

Leia mais

O que são slow joias?

O que são slow joias? O que são slow joias? Quando pensamos em nossas forças, no que temos a dar ao mundo geralmente contabilizamos o que temos de bom, o que fazemos de melhor, o que temos em destaque. Nossas diferenças são

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

3.8 Tristeza e depressão na criança e no adolescente

3.8 Tristeza e depressão na criança e no adolescente Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.8 Tristeza e depressão na criança e no adolescente Introdução Os sentimentos de tristeza, desapontamento, desvalorização e culpa, surgem pontualmente

Leia mais

Questionário. food perferido. Parte B: Responde sempre a pensar no teu restaurante de fast. Parte A: Fala-me de ti

Questionário. food perferido. Parte B: Responde sempre a pensar no teu restaurante de fast. Parte A: Fala-me de ti Questionário Parte A: Fala-me de ti 1. Sexo : Masculino / Feminino (coloca um círculo) 2. Idade : 3. Ano Escolar : 4. Tens mesada? 5. Se tiveres, quanto recebes por semana? : 6. Qual o emprego dos teus

Leia mais

PARABÉNS POR ESTE BEBÉ COM T21? SIM, MUITOS PARABÉNS!

PARABÉNS POR ESTE BEBÉ COM T21? SIM, MUITOS PARABÉNS! PARABÉNS PARABÉNS POR ESTE BEBÉ COM T21? SIM, MUITOS PARABÉNS! É natural que esta situação nova e inesperada o deixe confuso, triste e até revoltado. Afinal, foi mãe ou pai, mas não do bebé com que sonhou

Leia mais

MINDFULNESS. Não vais começar a ensinar o teu filho a tocar o piano se não souberes

MINDFULNESS. Não vais começar a ensinar o teu filho a tocar o piano se não souberes MINDFULNESS com Mikaela Övén Dicas gerais A TUA PRÁTICA Não vais começar a ensinar o teu filho a tocar o piano se não souberes tocar piano, pois não? Se praticas muito pouco Mindfulness, mas achas que

Leia mais

Primeiros Cuidados Psicológicos (PCP) Módulo IV

Primeiros Cuidados Psicológicos (PCP) Módulo IV Primeiros Cuidados Psicológicos (PCP) Módulo IV OS PRIMEIROS CUIDADOS PSICOLÓGICOS Os primeiros cuidados psicológicos (PCP) são uma resposta humana e de apoio às pessoas em situação de sofrimento e com

Leia mais

a confusão do final do ano e as metas para o próximo

a confusão do final do ano e as metas para o próximo o que fazer se o ano que passou foi ruim? o que fazer nesse próximo ano? a confusão do final do ano e as metas para o próximo Enéas Guerriero www.equilibriocontinuo.com.br O que vamos falar hoje? 1) Estresse

Leia mais

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Identificação F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista 4-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de

Leia mais

Anexos Anexo I Anexo II Anexo III Anexo IV

Anexos Anexo I Anexo II Anexo III Anexo IV Anexos Escala da Ruminação (ERR-10-A) Anexo I Questionário de Regulação Emocional Cognitiva (CERQ) Anexo II Escala de Ansiedade Depressão e Stress (EADS21) Anexo III O Questionário de Preocupações de Penn

Leia mais

Informação para os pacientes e seus familiares

Informação para os pacientes e seus familiares Psicose Psychosis - Portuguese UHN Informação para os pacientes e seus familiares Leia esta brochura para aprender: o que é a psicose o que a causa os sinais ou sintomas de psicose que tratamentos podem

Leia mais

Relacionamento Abusivo

Relacionamento Abusivo CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA Relacionamento Abusivo Relacionamento Abusivo Quando ouvimos falar de Relacionamento Abusivo geralmente nos lembramos da relação amorosa em que a mulher é sempre a vítima,

Leia mais

Capítulo 4. É bom estar de volta. Sabia que ele iria voltar. Só passou algum tempo. Aquilo que me transformou permitiu-me visualizar o Mundo.

Capítulo 4. É bom estar de volta. Sabia que ele iria voltar. Só passou algum tempo. Aquilo que me transformou permitiu-me visualizar o Mundo. Capítulo 4 É bom estar de volta Sabia que ele iria voltar. Só passou algum tempo. Aquilo que me transformou permitiu-me visualizar o Mundo. Só queria que fosses feliz. Tens de ouvir uma coisa. O nosso

Leia mais

Perfil do Co-Dependente: Comportamentos, Pensamentos e Estados Emocionais

Perfil do Co-Dependente: Comportamentos, Pensamentos e Estados Emocionais Comportamentos, Pensamentos e Estados Maria Roseli Rossi Avila mariaroselirossiavila@yahoo.com.br Três perfis do relacionamento humano: 1) Independente 2) Dependente 3) Interdependente 1 Independente:

Leia mais

UMA HISTÓRIA DE AMOR

UMA HISTÓRIA DE AMOR UMA HISTÓRIA DE AMOR Nunca fui de acreditar nessa história de amor "á primeira vista", até conhecer Antonio. Eu era apenas uma menina, que vivia um dia de cada vez sem pretensões de me entregar novamente,

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

Direitos da Criança. Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Vizela. Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Vizela 1

Direitos da Criança. Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Vizela. Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Vizela 1 Direitos da Criança Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Vizela Jovens de Vizela 1 Convenção Internacional dos Direitos das Crianças Jovens de Vizela 2 Artigo 1.º Todas as pessoas com menos de

Leia mais

Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação. VIVER DE BLOG Página 1

Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação. VIVER DE BLOG Página 1 Como escrever um conteúdo altamente persuasivo com zero manipulação VIVER DE BLOG Página 1 Olá, tudo bem? Aqui quem fala é o Henrique Carvalho, criador do Viver de Blog, o site especializado em Marketing

Leia mais

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #21 - ABRIL e t m o se? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Sou bem que ele mais v coleção Conversas #21 - ABRIL 2015 - m o c está l e g i o h a que e l apenas por in e t. er e s se? Será Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português

Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Learning Outcomes Matrix, English Version Matriz dos resultados da aprendizagem Versão em Português Compilado por: LMETB Título do módulo Perfil pessoal Matriz dos resultados da aprendizagem Nível introdutório

Leia mais

3.15 As psicoses na criança e no adolescente

3.15 As psicoses na criança e no adolescente Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.15 As psicoses na criança e no adolescente Introdução As psicoses são doenças mentais raras que, geralmente, se iniciam no fim da adolescência

Leia mais

WHOQOL-100 Versão em português ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA

WHOQOL-100 Versão em português ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA WHOQOL-100 Versão em português ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA Coordenação do Grupo WHOQOL no Brasil Dr. Marcelo Pio de Almeida Fleck Departamento de Psiquiatria e Medicina

Leia mais

CONVERSANDO SOBRE A DOR DA PERDA

CONVERSANDO SOBRE A DOR DA PERDA CONVERSANDO SOBRE A DOR DA PERDA Lélia de Cássia Faleiros (CRP: 24801) Psicóloga Clínica, Dra. em Educação pela Universidade de São Paulo FE-USP (2007). Tanatóloga, com curso de atualização para o trabalho

Leia mais

UnitedHealth Group Our Culture Video Portuguese

UnitedHealth Group Our Culture Video Portuguese UnitedHealth Group Our Culture Video Portuguese O que faz a UnitedHealth Group uma opção irresistível de carreira? Nossa Cultura é composta de cinco valores fundamentais. Integridade Compaixão Relacionamentos

Leia mais

BRASIL RESULTADOS PRINCIPAIS

BRASIL RESULTADOS PRINCIPAIS OMO EXPERIMENTAR ALGO NOVO BRASIL RESULTADOS PRINCIPAIS Metodologia e Amostra Estudo cara a cara A pesquisa foi realizada em quatro países: Brasil, Argentina, França e Reino Unido 206 completadas no Brasil

Leia mais

Depressão. Em nossa sociedade, ser feliz tornou-se uma obrigação. Quem não consegue é visto como um fracassado.

Depressão. Em nossa sociedade, ser feliz tornou-se uma obrigação. Quem não consegue é visto como um fracassado. O QUE É SAÚDE? É o nosso estado natural. Segundo a O.M.S. saúde é mais do que a ausência de doença ou enfermidade: É o estado de perfeito bem-estar físico, mental e social. Depressão Em nossa sociedade,

Leia mais

MENSAGENS DE CONDOLÊNCIAS

MENSAGENS DE CONDOLÊNCIAS ANTÓNIO FRANCISCO GOMES BEJA (1945-2017) Nome: António Francisco Gomes Estado Civil: Casado com Exma. Sra. D. Maria Antónia Serra Ramalho Gomes Idade: 71 anos Naturalidade: Sines Data do Funeral: 17 Fevereiro

Leia mais

08 passos para RECRUTAR PELO FACEBOOK B R U N O A N D R A D E

08 passos para RECRUTAR PELO FACEBOOK B R U N O A N D R A D E 08 passos para RECRUTAR PELO FACEBOOK B R U N O A N D R A D E Saiba exatamente como aproveitar a maior rede social do planeta para garantir seu sucesso como Empreendedor Multinível a qualquer hora e de

Leia mais

Introdução ao Discipulado aos alunos do programa Desafio Jovem com respostas Senhor, me ajude, eu sou novo na equipe!

Introdução ao Discipulado aos alunos do programa Desafio Jovem com respostas Senhor, me ajude, eu sou novo na equipe! Introdução ao Discipulado aos alunos do programa Desafio Jovem com respostas Senhor, me ajude, eu sou novo na equipe! Por Dave Batty Visão Geral 1. Quais são os maiores desafios encarados pelos novos membros

Leia mais

Nina e Nena. Cláudia Marczak 2013

Nina e Nena. Cláudia Marczak 2013 Nina e Nena Cláudia Marczak 2013 1 2 Nina e Nena Cláudia Marczak Capa: Cláudia Marczak Revisão: Everton Machado 3 4 Este livro é dedicado a todos aqueles que amam incondicionalmente. 5 6 Odiava rosas.

Leia mais

Depressão: o que você precisa saber

Depressão: o que você precisa saber Depressão: o que você precisa saber Se você acredita que tem depressão, ou conhece alguém que talvez sofra desse transtorno, leia este material. O que é a depressão? A depressão é um transtorno mental

Leia mais

coleção Conversas #12 - SETEMBRO é no Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #12 - SETEMBRO é no Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. a s coleção Conversas #12 - SETEMBRO 2014 - Eu sinto a I tr s ç o ã o por c é no r r m ia a nç a l? s. Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

SARA CARDOSO. Escolho Ser Feliz. Um guia para uma autoestima mais forte e uma vida mais positiva. Pergaminho

SARA CARDOSO. Escolho Ser Feliz. Um guia para uma autoestima mais forte e uma vida mais positiva. Pergaminho Escolho Ser Feliz SARA CARDOSO Escolho Ser Feliz Um guia para uma autoestima mais forte e uma vida mais positiva Pergaminho Aceitação em vez de negação A aceitação é o oposto da negação, ou da resistência

Leia mais

Imuno-Oncologia. Guia para o doente sobre. O que precisa de saber sobre o tratamento do cancro com Imuno-Oncologia

Imuno-Oncologia. Guia para o doente sobre. O que precisa de saber sobre o tratamento do cancro com Imuno-Oncologia Guia para o doente sobre Imuno-Oncologia O que precisa de saber sobre o tratamento do cancro com Imuno-Oncologia Existem várias opções para tratamento do cancro, nomeadamente cirurgia, quimioterapia, radioterapia

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart ESSÊNCIAS DE POESIAS Cristina Goulart 1ª EDIÇÃO LONDRINA- PARANÁ 2013 1 TUDO SE MOVE EM TORNO DAS PALAVRAS. SUA VIDA, SEU MOMENTO E SUA CRIATIVIDADE. TUDO SE TRANSFORMA ATRAVÉS DE DEUS, SEU BEM MAIOR.

Leia mais

Alberto Caeiro O Pastor Amoroso

Alberto Caeiro O Pastor Amoroso Este material é parte integrante do site e pode ser distribuído livremente desde que não seja alterado e que todas as informações sejam mantidas. Abr s Equipe Mundo Cultural O amor é uma companhia. Já

Leia mais

Questionário de Lapsos de Memória

Questionário de Lapsos de Memória Questionário de Lapsos de Memória É raro o dia em que uma pessoa não tenha uma falha de memória. Numa altura esquecêmo-nos onde deixamos o guarda-chuva, noutra altura esquecêmonos daquele artigo importante

Leia mais

DATA DO SONHO SOBRE O QUE FOI O SONHO? ELEMENTOS INTERIOR INTERPRETAÇÃO/OS SEUS SENTIMENTOS O QUE ACONTECE A SEGUIR?

DATA DO SONHO SOBRE O QUE FOI O SONHO? ELEMENTOS INTERIOR INTERPRETAÇÃO/OS SEUS SENTIMENTOS O QUE ACONTECE A SEGUIR? DATA DO SONHO SOBRE O QUE FOI O SONHO? ELEMENTOS INTERIOR INTERPRETAÇÃO/OS SEUS SENTIMENTOS O QUE ACONTECE A SEGUIR? FRAGMENTOS DO DIA 71 A Abandonado Como a sensação de rejeição, a sensação de abandono

Leia mais

Depressão: Os Caminhos da Alma... (LÚCIA MARIA)

Depressão: Os Caminhos da Alma... (LÚCIA MARIA) (LÚCIA MARIA) 1 Dedicatória: A todos os que sofrem de depressão, uma doença cruel e invisível, mas que pode ser vencida. 2 Sinopse: Muito embora, o título comece com uma expressão diferente, a intenção

Leia mais

O criador de ilusões

O criador de ilusões O criador de ilusões De repente do escuro ficou claro, deu para ver as roupas brancas entre aventais e máscaras e foi preciso chorar, logo uma voz familiar misturada com um cheiro doce e agradável de

Leia mais

Se você quer apenas o que já possui, continue fazendo o que está fazendo. Mary Kay Ash

Se você quer apenas o que já possui, continue fazendo o que está fazendo. Mary Kay Ash Se você quer apenas o que já possui, continue fazendo o que está fazendo. Mary Kay Ash Começo do Ano Seminário - momento ideal para mudanças. Comece a tratar o SEU negócio MK como um negócio rentável,

Leia mais

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um Nem tudo é fácil É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para

Leia mais

3.5 Medos e ansiedade na criança e no adolescente

3.5 Medos e ansiedade na criança e no adolescente Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.5 Medos e ansiedade na criança e no adolescente Introdução À medida que cresce e descobre o mundo à sua volta, a criança vai-se apercebendo como

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Mensagem do dia Insistir

Mensagem do dia Insistir Mensagem do dia Insistir Mensagem do Meu Anjo Insistir Por Paulo Roberto Gaefke Para os grandes conflitos da alma, uma tomada de decisão. Para a ausência de soluções, uma nova experiência. Para a desilusão

Leia mais

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes

Pensamento Positivo. Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pr. Rodrigo Moraes Pensamento Positivo Pastor Rodrigo Moraes Igreja Nova Aliança Ministério Atraindo Vidas Para Deus - AVD 2015 Prefácio Esta é uma obra com o intuito de mostrar com

Leia mais

Relatório consolidado

Relatório consolidado Problema 1: Tipos de letra adoptados Relatório consolidado P1 Ao longo de todos os menu são utilizados vários tipos de letras em que algumas contem serifas o que dificulta a leitura. H2-4 Consistência

Leia mais

Nota: Lembramos que hoje, às haverá encontro de acólitos na Igreja e ensaio de coro no Auditório 1.

Nota: Lembramos que hoje, às haverá encontro de acólitos na Igreja e ensaio de coro no Auditório 1. 2ª FEIRA 23 DE JANEIRO DESAFIA-TE #FAZERMARAVILHAS #COM(O)DOMBOSCO Bom dia! Hoje termina a Novena de a Nossa Senhora Auxiliadora pelo P. TOM UZHUNALIL, m que rezámos pedindo a sua libertação. Rezemos,

Leia mais

Especulações sobre o amor

Especulações sobre o amor Especulações sobre o amor Janete Luiz Dócolas, Psicanalista O amor é um mistério que há muito tempo, talvez desde que fora percebido, os homens vem tentando compreender, descrever ou ao menos achar um

Leia mais

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito Fabiany Monteiro do Nascimento Amor Perfeito Dedico este livro a... Grandes pessoas que fizeram de minha vida uma fábula de sonhos reais. Primeiro agradeço a Deus, que mesmo nós momentos ruins, nunca me

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 73 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA Trechos selecionados do livro Estratégias poderosas para fazê-la voltar para você. www.salveseucasamento.com.br Mark Love E-book gratuito Esse e-book gratuito é composto de

Leia mais

PERGUNTAS PODEROSAS. Sumário Perguntas Poderosas I... 2 Perguntas Poderosas II... 3 Perguntas Poderosas III... 4 Perguntas Poderosas IV...

PERGUNTAS PODEROSAS. Sumário Perguntas Poderosas I... 2 Perguntas Poderosas II... 3 Perguntas Poderosas III... 4 Perguntas Poderosas IV... PERGUNTAS PODEROSAS Sumário Perguntas Poderosas I... 2 Perguntas Poderosas II... 3 Perguntas Poderosas III... 4 Perguntas Poderosas IV... 5 Perguntas Poderosas I 1) Você acredita que sua vida pode ser

Leia mais

Uma cena pode ser incompleta ou com falhas, mas usando a edição correta podemos torna-la a uma cena muito empolgante. O oposto também pode acontecer

Uma cena pode ser incompleta ou com falhas, mas usando a edição correta podemos torna-la a uma cena muito empolgante. O oposto também pode acontecer Uma cena pode ser incompleta ou com falhas, mas usando a edição correta podemos torna-la a uma cena muito empolgante. O oposto também pode acontecer podemos filmar uma cena incrível mas se não a editamos

Leia mais

Todos os dados serão anónimos e confidenciais, pelo que não deverá identificar-se em parte alguma do questionário.

Todos os dados serão anónimos e confidenciais, pelo que não deverá identificar-se em parte alguma do questionário. Sara Oliveira Valente, aluna a frequentar o 4º ano da licenciatura Enfermagem na Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa, para a elaboração da monografia intitulada: Prevenção da

Leia mais

Será Culpa ou Vergonha?

Será Culpa ou Vergonha? Será Culpa ou Vergonha? Aprenda a distinguir e a lidar com estas emoções! O que são? A vergonha e culpa são emoções auto-conscientes que fazem parte do sistema moral e motivacional de cada indivíduo. Estas

Leia mais

Link da matéria :

Link da matéria : Link da matéria : http://www.dicasdemulher.com.br/conselhos-que-um-divorciado-gostaria-de-ter-recebidoantes-de-casar/ DICAS DE MULHER DICAS DE COMPORTAMENTO 20 conselhos que um divorciado gostaria de ter

Leia mais

Módulo 2. Voz Interior

Módulo 2. Voz Interior Amor-próprio DIANA DUARTE Módulo 2. Voz Interior Lição 4. Erros Cognitivos No Módulo 1. Amor incondicional na Lição 6 e 7 apresentei-te dois erros cognitivos presentes na forma como interpretas as tuas

Leia mais

O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES. Edenevando Almeida

O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES. Edenevando Almeida O PODER DAS SUAS PALAVRAS PARA VIVER MILAGRES Edenevando Almeida A resposta está dentro de você. Um homem foi a casa de seu amigo e disse que precisava de algo, o amigo disse: " O que você precisa estar

Leia mais

O Rapaz e a Guitarra Mágica

O Rapaz e a Guitarra Mágica O Rapaz e a Guitarra Mágica Conto linha-a-linha Autoria: todas as turmas da Escola E.B. 2,3 de Palmeira Data: 21 a 25 de Março de 2011 Local de realização: Biblioteca Escolar Era uma vez um menino chamado

Leia mais

Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto

Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto Lc 7,11-17 Jesus foi para uma cidade chamada Nain. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto para enterrar. Era filho único e sua mãe

Leia mais

O que lhe deixa feliz? Alguém perguntou.

O que lhe deixa feliz? Alguém perguntou. Entrevista I O que lhe deixa feliz? Alguém perguntou. -Família reunida. Ter meu próprio dinheiro Ser lembrada Ler. Fazer um poema. Escrever um texto. Comprar roupa, sapato, mesmo que não seja para mim.

Leia mais

O Sorriso de Clarice

O Sorriso de Clarice O Sorriso de Clarice Clarice era uma mulher meio menina sabem,doce,meiga,amiga,e apaixonada,aqueles seres que contagiam com seu sorriso, ela tinha algo único conquistava todos com seu sorriso,ninguém sabia

Leia mais

3.3 A criança com dificuldades em aprender

3.3 A criança com dificuldades em aprender Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.3 A criança com dificuldades em aprender Introdução A aprendizagem escolar é uma área importante da vida da criança e os pais naturalmente preocupam-se

Leia mais

REMANDO A FAVOR DA MARÉ

REMANDO A FAVOR DA MARÉ REMANDO A FAVOR DA MARÉ Anna Claudia Ramos REMANDO A FAVOR DA MARÉ Coleção Olímpia Coordenação: Cristiane Amorim Revisão: Raquel Menezes Projeto gráfico e editoração: Estúdio Garamond Capa: Thiago Antônio

Leia mais

OS CICLOS DOS 7 ANOS

OS CICLOS DOS 7 ANOS OS CICLOS DOS 7 ANOS Os mistérios que envolvem a nossa vida, desde o nascimento, como as experiências, os fatos, os acontecimentos, bons e ruins, as pessoas que surgem ou desaparecem, de nossas vidas,

Leia mais

AMOR PROVADO Ninho Bagunçado (Décimo primeiro ao décimo nono ano)

AMOR PROVADO Ninho Bagunçado (Décimo primeiro ao décimo nono ano) AMOR PROVADO Ninho Bagunçado (Décimo primeiro ao décimo nono ano) a) Manter uma identidade pessoal e uma identidade para o casamento > Dependência exagerada - A identidade do cônjuge é um reflexo do seu

Leia mais

CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA

CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA CIPLE CERTIFICADO INICIAL DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA COMPREENSÃO DA LEITURA PRODUÇÃO E INTERAÇÃO ESCRITAS INFORMAÇÕES E INSTRUÇÕES PARA OS CANDIDATOS Esta componente tem a duração de 1 hora e 15 minutos.

Leia mais

Como Prevenir o Suicídio?

Como Prevenir o Suicídio? Como Prevenir o Suicídio? Profa. Ana Carolina Schmidt de Oliveira Psicóloga CRP 06/99198 Especialista em Dependência Química (UNIFESP) Doutoranda (UNIFESP) anacarolina@vidamental.com.br vidamental.com.br

Leia mais

Serviço, expressão de Gratidão. A gratidão é o ato de reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor etc.

Serviço, expressão de Gratidão. A gratidão é o ato de reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor etc. Serviço, expressão de Gratidão A gratidão é o ato de reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor etc. A gratidão é uma emoção que envolve um sentimento de

Leia mais

Semana 4 Curso Propósito Observação Pausa Aceitação - Jogo pt1

Semana 4 Curso Propósito Observação Pausa Aceitação - Jogo pt1 Más noticias e boas noticias ou só noticias, tu decides. Atrasado ou avançado, tu decides. Quando entramos no jogo da comparação (que na realidade, quando bem jogado até pode ser um jogo bem divertido)

Leia mais

Quando eu era pequeno, à noite, e já estava sentado na cama, a mãe dizia

Quando eu era pequeno, à noite, e já estava sentado na cama, a mãe dizia MÃE Quando eu era pequeno, à noite, e já estava sentado na cama, a mãe dizia com Deus me deito aqui vai o Tóino pela cama abaixo eu ia, ela apagava a luz, e logo a seguir manhã. Hoje sonhei que estava

Leia mais

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes CELEBRE SEU SONHO Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes COMPARTILHANDO O SONHO Mary Kay disse: Se você quer apenas o que já possui, continue

Leia mais

PLANO DA LIÇÃO Segurança Virtual e Anexos de Correio Electrónico

PLANO DA LIÇÃO Segurança Virtual e Anexos de Correio Electrónico PLANO DA LIÇÃO Segurança Virtual e Anexos de Correio Electrónico Idade Recomendada: 8 anos Guia da Lição Os alunos participarão numa discussão moderada pelo professor de modo a adquirirem uma compreensão

Leia mais

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para Oceano em Chamas Querida, Tentei em vão, fazer um poema a você, não consegui. Me faltavam palavras para descrever-te, então pedi aos poetas do universo para me ajudarem. O primeiro com quem conversei,

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

TRÊS AMIGOS NO SENHOR, AMIGO FIEL. Inácio, uma fundação Xavier, uma missão Fabro, uma oração

TRÊS AMIGOS NO SENHOR, AMIGO FIEL. Inácio, uma fundação Xavier, uma missão Fabro, uma oração TRÊS AMIGOS NO SENHOR, AMIGO FIEL Exercício para a festa de Santo Inácio no Jubileu de 2006 Inácio, uma fundação Xavier, uma missão Fabro, uma oração R. Paiva, SJ A um ou dois passos do lugar onde farei

Leia mais

Leitura: Rom 8, 8-11 Carta de S. Paulo aos Romanos

Leitura: Rom 8, 8-11 Carta de S. Paulo aos Romanos Acreditai! Nos amigos confiamos plenamente! Sabemos que jamais nos enganarão e que estarão presentes sempre que deles precisarmos. Nos amigos nós acreditamos: temos a garantia de que querem a nossa alegria.

Leia mais

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade amor proprio '' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade ele fica sozinho no meio da rua com fome e com sede,um

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex Praticante Denise Local: Núcleo de Arte Albert Einstein Data: 03.12.2013 Horário: 10 h30 Duração da entrevista: 1h.

Leia mais

FRANCISCO ANTÓNIO CASCALHEIRA JÚNIOR NOSSA SENHORA DAS NEVES ( ) À família enlutada apresentamos as mais sinceras condolências.

FRANCISCO ANTÓNIO CASCALHEIRA JÚNIOR NOSSA SENHORA DAS NEVES ( ) À família enlutada apresentamos as mais sinceras condolências. FRANCISCO ANTÓNIO CASCALHEIRA JÚNIOR NOSSA SENHORA DAS NEVES (1934-2016) Nome: Francisco António Cascalheira Júnior Estado Civil: Viúvo Idade: 82 anos Naturalidade: Nossa Senhora das Neves - Beja Data

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE

COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE 1 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE Desenvolvimento de Competências Pessoais e Académicas Workshop 17 de Abril de 2013 COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E ASSERTIVIDADE 2 Comunicação Interpessoal Comunicar

Leia mais

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas

Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas. Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março Suas escolhas Mensagem do dia 02 de Março de 2013 Suas escolhas Acredite: você é aquilo que acredita ser. Você tem aquilo que acredita poder ter. Você recebe da vida aquilo

Leia mais

Deixo meus olhos Falar

Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1º Edição Maio de 2013 WWW.perse.com.br 1 Tânia Abrão Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão

Leia mais

CURA ESPIRITUAL DA DEPRESSÃO

CURA ESPIRITUAL DA DEPRESSÃO CURA ESPIRITUAL DA DEPRESSÃO PERDAS E DEPRESSÃO PERDAS E DEPRESSÃO As perdas, em nossa cultura, são fatores intimamente ligados à depressão. A psiquiatria classifica a depressão motivada pelas perdas

Leia mais

Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções?

Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções? Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções? Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções? Na adolescência (autonomia, responsabilidade, relação pais filhos, regras e

Leia mais

ORIENTAÇÃO DOUTRINÁRIA EM CASOS DE ATENDIMENTO FRATERNO

ORIENTAÇÃO DOUTRINÁRIA EM CASOS DE ATENDIMENTO FRATERNO CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS ORIENTAÇÃO DOUTRINÁRIA EM CASOS DE ATENDIMENTO FRATERNO Estudaremos nesta videoaula alguns casos de Atendimento Fraterno com as possíveis orientações

Leia mais

Quando o medo foge ao controle

Quando o medo foge ao controle Quando o medo foge ao controle Transtorno de Ansiedade Generalizada Texto traduzido e adaptado por Lucas Machado Mantovani, mediante prévia autorização do National Institute of Mental Health, responsável

Leia mais