SOAR Data Quality Management: A Brazilian SOAR Data Archive. Iranderly Fernandes de Fernandes UEFS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SOAR Data Quality Management: A Brazilian SOAR Data Archive. Iranderly Fernandes de Fernandes UEFS"

Transcrição

1 SOAR Data Quality Management: A Brazilian SOAR Data Archive Iranderly Fernandes de Fernandes UEFS

2 O que é Data Quality É o desagradável ser que fica apontando os defeitos no conjunto de dados? Prefiro pensar que seja a consciência do conjunto de dados. 2

3 Uma Visão Richard Wang (2000) defende a idéia de que a qualidade dos dados depende dos processo utilizados durante o projeto e geração desses dados. Ele trata a questão da qualidade sob duas perspectivas: visão interna e visão externa. Onde a visão interna trata do projeto e da operação E a visão externa trata da utilização e o valor da qualidade. 3

4 O que a Qualidade de Dados deve garantir em uma Data Warehouse Acurácia - representa a margem entre valor correto do dado e sua possível variação. Fornece a margem de erro aceitável. Precisão - a representação dos dados é fidedigna à realidade. Integridade - as estruturas dos dados são mantidas de forma consistente, de forma a garantir a veracidade das relações entre elas. Completude - todos os dados necessários estão presentes. 4

5 O que a Qualidade de Dados deve Garantir em uma Data Warehouse Validade - os valores estão dentro dos limites estipulados. Disponibilidade - os dados estão disponíveis quando requisitados. Acesso - os dados são facilmente acessados, compreendidos e usados. 5

6 Os problemas de Qualidade de Dados são gerados por: erros de entrada de dados, acomodação indevida de informações devido à inexistência de uma forma adequada de armazená-las, integração de fontes de dados, erros sistêmicos como modelagem inadequada ou insuficiente evolução e a necessidade de interação de novos sistemas com outros sistemas. 6

7 Tratamento de problemas de Qualidade de Dados Data profiling, (detecção avaliação correção ) a deduplicação, a padronização de dados, verificação de valores, a adoção de metadados (só para citar alguns). 7

8 SOAR VO e Data Quality Uma breve estória de acertos e erros Ou o real valor da qualidade de dados 8

9 Objective Create a SOAR VO compliant archive. Provides a seamless access to the SOAR astronomical data Archives Catalogs ( that will be produced) Provides analysis environment under which multiwavelength study can be easily conducted An analysis tool is dedicated for each instrument A homogeneous interface to the software Easy access to the software 1 9

10 Structure SOAR-VO Physical Structure MMDDYYYY Program 1 Tree structure (simple) (to reproduce real world) Logical Structure Program 2 Science Calibration Science Relational data base Metadata extracted from FITS header Tables of metadata crated MMDDYYYY Program 3 Program 1 Program 4 Calibration Science Calibration Program

11 Structure General Concept User SOAR-VO Protocols SOAR DB Federated DB 5 11

12 VO - Protocol Cone Search SIAP SSAP Data Scope 7 12

13 VO - Protocol Cone Search Example 8 13

14 Query Results HTML VOTable 9 14

15 VO - Protocol CSV - Comma Separated Values Navigation Chart (test phase) 10 15

16 VO Protocol SIAP (Simple Image Access Protocol) Example Images Download File 13 16

17 VO Protocol SIAP (Simple Image Access Protocol) Example FITS HEADER 14 17

18 VO Protocol Data Scope Calling the NVO Service 15 18

19 Data Quality Onde entra a qualidade dos dados nisso? O susto!!!!!!! 34% dos dados antigos do SOAR apresentavam problemas nos metadados. Problemas na parte binária dos arquivos FITS (SOI) Neste momento é que se percebe a necessidade de um processo de Data Quality. 19

20 Investigação Onde seria a fonte deste problema? Como corrigí-lo? 20

21 Modos de Aquisição Fila (Brasil) Clássico (Parceiros e Brasil) Remoto (parceiros e Brasil) Imprecisão humana ao criar o header 21

22 Instrumentos SOI OSIRIS Godmann Outros Headers (metadados) não homogêneos. 22

23 Correções Da parte de obtenção de dados Aviso ao astrônomo que o Controle do telescópio está operacional (garante que os headers sejam escritos). Impossível definir um único modo de aquisição. Porém, pode se tentar minimizar a interação do astrônomo com o software de aquisição. Garantir que o observador forneça uma descrição detalhada da noite de observação através do log de observação. Reuniões da equipe de astrônomos residentes para discutir falhas e minimizá-las. 23

24 Correções Da parte dos bancos de dados Recuperar as informações faltantes por meio dos logs de observação. Ou por meio do banco de dados de solicitações de tempo. Criar um conjunto de metadados homogêneo e funcional ao VO e editá-los. 24

25 Concluindo Moral da estória: Com data quality tem solução. Porém é interessante garantir que não seja preciso mudanças drásticas durante o processo de criação da data warehouse. Como? Tentando descobrir pontualmente onde pode ser gerado uma imprecisão e de pronto sugerir a sua correção sistemática. Pensando todo o processo da aquisição e criação do dado até o usuário final 25

26 OBRIGADO 26

SISTEMA GT Sistema de Gravação Telefônica

SISTEMA GT Sistema de Gravação Telefônica SISTEMA GT Sistema de Gravação Telefônica Art & Soft Ltda. Av. N. Sra. do Carmo, 1650/48 30330-000 Belo Horizonte MG http://www.artsoft.com.br/ Tel: (31) 3286-1184 Fax: (31) 3286-3227 Apresentação do Sistema

Leia mais

MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO SOFTWARE DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA - HIDROAER

MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO SOFTWARE DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA - HIDROAER MONITORAMENTO REMOTO DO CONSUMO DE ÁGUA UTILIZANDO SOFTWARE DE INTERFACE HOMEM-MÁQUINA - HIDROAER Alex Lage de Morais 1 ; Wilson Cabral de Sousa Jr. 2 ;Elaine Nolasco Ribeiro 3 RESUMO - Uma parte do projeto

Leia mais

Ferramenta de Testes de Programas para Auxílio na Aprendizagem de Programação

Ferramenta de Testes de Programas para Auxílio na Aprendizagem de Programação Ferramenta de Testes de Programas para Auxílio na Aprendizagem de Programação Denise Santiago (FURB) denise@senior.com.br Maurício Capobianco Lopes (FURB) mclopes@furb.br Resumo. Este artigo apresenta

Leia mais

Gerência de Redes. Introdução. filipe.raulino@ifrn.edu.br

Gerência de Redes. Introdução. filipe.raulino@ifrn.edu.br Gerência de Redes Introdução filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução Sistemas complexos com muitos componentes em interação devem ser monitorados e controlados. 2 Introdução A de gerência de redes surgiu

Leia mais

Coordenação-Geral de Suporte ao Desenvolvimento e Segurança de Sistemas - CGSDS. Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos SIAPE

Coordenação-Geral de Suporte ao Desenvolvimento e Segurança de Sistemas - CGSDS. Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos SIAPE Coordenação-Geral de Suporte ao Desenvolvimento e Segurança de Sistemas - CGSDS Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos SIAPE Documentação de Serviços de Interoperabilidade Versão 1.2 Índice

Leia mais

Software de gerenciamento de impressoras

Software de gerenciamento de impressoras Software de gerenciamento de impressoras Este tópico inclui: "Usando o software CentreWare" na página 3-10 "Usando os recursos de gerenciamento da impressora" na página 3-12 Usando o software CentreWare

Leia mais

Data Mining: Conceitos e Técnicas

Data Mining: Conceitos e Técnicas Data Mining: Conceitos e Técnicas DM, DW e OLAP Data Warehousing e OLAP para Data Mining O que é data warehouse? De data warehousing para data mining Data Warehousing e OLAP para Data Mining Data Warehouse:

Leia mais

SIntegra Abordagem Completa Ferramentas Relacionadas.

SIntegra Abordagem Completa Ferramentas Relacionadas. SIntegra Abordagem Completa Ferramentas Relacionadas. 1 por Victory Fernandes No segundo artigo da série, foram abordados os conceitos gerais acerca da implementação do Sintegra, estruturação básica do

Leia mais

Transformando Modelos da MDA com o apoio de Componentes de Software

Transformando Modelos da MDA com o apoio de Componentes de Software Transformando Modelos da MDA com o apoio de Componentes de Software Fapesp-PIPE Autores: Marco Antonio Pereira Antonio Francisco do Prado Mauro Biajiz Valdirene Fontanette Daniel Lucrédio Campinas-SP,

Leia mais

EIMOBILE INSTITUIÇÕES DE ENSINO MOBILE

EIMOBILE INSTITUIÇÕES DE ENSINO MOBILE UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO POLITÉCNICO TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EIMOBILE INSTITUIÇÕES DE ENSINO MOBILE por Miguel Aguiar Barbosa Trabalho de curso II submetido como

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática Folha Prática 0 : PHP - Interligação com Base de Dados Pode encontrar informação adicional sobre PHP e MySql em http://www.php.net/manual/en/ e http://dev.mysql.com/doc/refman/.0/en/tutorial.html respectivamente.

Leia mais

Instalando servidor Apache

Instalando servidor Apache Instalando servidor Apache Apache é um software livre de código aberto que corre mais de 50% dos servidores web do mundo. Para instalar o apache, abra um terminal e digite o comando: 1- # yum install httpd

Leia mais

inciência Iniciação Científica Embrapa Anais da X Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Amazônia Ocidental

inciência Iniciação Científica Embrapa Anais da X Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Amazônia Ocidental inciência Iniciação Científica Embrapa Anais da X Jornada de Iniciação Científica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Anais da X Jornada de

Leia mais

Garantia da Qualidade de Software

Garantia da Qualidade de Software Especialização em Gerência de Projetos de Software Garantia da Qualidade de Software Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br Qualidade de Software 2009 Instituto de Ciências Exatas e Naturais

Leia mais

Suporte Técnico. Procedimento de Abertura de Chamados. 2010. Siemens Product Lifecycle Management Software Inc. All rights reserved

Suporte Técnico. Procedimento de Abertura de Chamados. 2010. Siemens Product Lifecycle Management Software Inc. All rights reserved Suporte Técnico Procedimento de Abertura de Chamados Siemens Siemens PLM PLM Software Software O Suporte Técnico da GTAC O Global Technical Access Center, ou GTAC, é o site global de informações técnicas

Leia mais

Gerência de Redes Áreas Funcionais de Gerenciamento. Douglas Duarte ddsbdc@gmail.com

Gerência de Redes Áreas Funcionais de Gerenciamento. Douglas Duarte ddsbdc@gmail.com Gerência de Redes de Gerenciamento Douglas Duarte ddsbdc@gmail.com de Gerenciamento Gerenciamento de Falhas; Gerenciamento de Desempenho; Gerenciamento de Contabilização; Gerenciamento de Configuração;

Leia mais

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Raquel Jauffret Guilhon Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

Verificação é um processo para se determinar se os produtos, (executáveis ou

Verificação é um processo para se determinar se os produtos, (executáveis ou ATIVIDADES VV&T E A NORMA IEEE 1012 A qualidade do software está diretamente relacionada à satisfação do cliente, sendo assim, as empresas estão percebendo a importância em produzir software com qualidade.

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 133/2012 COMPRASNET

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 133/2012 COMPRASNET COTAÇÃO ELETRÔNICA: 133/2012 COMPRASNET AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO DE ANTIVÍRUS MCAFEE PARA PLATAFORMA DE SERVIDORES VIRTUALIZADOS VMWARE DA REDE CORPORATIVA PRODAM Diretoria de Infraestrutura e Tecnologia-

Leia mais

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica Normalização e interoperabilidade da informação geográfica perspetivas para a formação em Engenharia Geográfica João Catalão Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia Faculdade de Ciências

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI)

IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) IV. Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) 1. Funcionamento do EDI 2. EDI tradicional X WEB EDI 3. EDI Tradicional 4. WEB EDI Intercâmbio Eletrônico de Dados (EDI) EDI: Electronic Data Interchange Troca

Leia mais

Bancos de Dados Geoespaciais Conheça os Requisitos para Coletar, Armazenar, Processar e Compartilhar Dados Espaço-temporais Com Qualidade

Bancos de Dados Geoespaciais Conheça os Requisitos para Coletar, Armazenar, Processar e Compartilhar Dados Espaço-temporais Com Qualidade Bancos de Dados Geoespaciais Conheça os Requisitos para Coletar, Armazenar, Processar e Compartilhar Dados Espaço-temporais Com Qualidade Profª Drª Simone Sayuri Sato Universidade Federal de Pernambuco

Leia mais

5/10/10. Implementação. Building web Apps. Server vs. client side. How to create dynamic contents?" Client side" Server side"

5/10/10. Implementação. Building web Apps. Server vs. client side. How to create dynamic contents? Client side Server side 5/10/10 Implementação Mestrado em Informática Universidade do Minho! 6! Building web Apps How to create dynamic contents?" Client side" Code runs on the client (browser)" Code runs on a virtual machine

Leia mais

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor]

Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Contrato de Serviço (SLA) para [Cliente] por [Provedor] Data Gerador do documento: Gerente de Negociação: Versões Versão Data Revisão Autor Aprovação (Ao assinar abaixo, o cliente concorda com todos os

Leia mais

O que é software? Software e Engenharia de Software. O que é software? Tipos de Sistemas de Software. A Evolução do Software

O que é software? Software e Engenharia de Software. O que é software? Tipos de Sistemas de Software. A Evolução do Software O que é software? Software e Engenharia de Software Programas de computador Entidade abstrata. Ferramentas (mecanismos) pelas quais: exploramos os recursos do hardware. executamos determinadas tarefas

Leia mais

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Contexto As pressões do mercado por excelência em qualidade e baixo custo obrigam as empresas a adotarem sistemas de produção automatizados

Leia mais

Ricardo Gomes Clemente. Uma arquitetura para processamento de eventos de log em tempo real. Dissertação de Mestrado

Ricardo Gomes Clemente. Uma arquitetura para processamento de eventos de log em tempo real. Dissertação de Mestrado 1 Ricardo Gomes Clemente Uma arquitetura para processamento de eventos de log em tempo real Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Mestre pelo

Leia mais

AUTOR: DAVID DE MIRANDA RODRIGUES CONTATO: davidmr@ifce.edu.br CURSO FIC DE PROGRAMADOR WEB VERSÃO: 1.0

AUTOR: DAVID DE MIRANDA RODRIGUES CONTATO: davidmr@ifce.edu.br CURSO FIC DE PROGRAMADOR WEB VERSÃO: 1.0 AUTOR: DAVID DE MIRANDA RODRIGUES CONTATO: davidmr@ifce.edu.br CURSO FIC DE PROGRAMADOR WEB VERSÃO: 1.0 SUMÁRIO 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 O que é Software?... 3 1.2 Situações Críticas no desenvolvimento

Leia mais

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Departamento de Sistemas de Informação PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE Denise Xavier Fortes Paulo Afonso BA Agosto/2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PERFIS FUNCIONAIS...

Leia mais

Gerenciamento de projetos. cynaracarvalho@yahoo.com.br

Gerenciamento de projetos. cynaracarvalho@yahoo.com.br Gerenciamento de projetos cynaracarvalho@yahoo.com.br Projeto 3URMHWR é um empreendimento não repetitivo, caracterizado por uma seqüência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, que se destina

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Capítulo 3 Processos de Software Slides do Livro do Sommerville, 2000 Disponíveis em inglês em www.software-engin.com Traduzidos por Jacinta Pereira Graduando do Curso de Letras

Leia mais

Prof. Esp. Anderson Barbosa

Prof. Esp. Anderson Barbosa Prof. Esp. Anderson Barbosa Entregar o produto final dentro das expectativas de qualidade dos usuários; Dentro do prazo e custo do projeto; Dentro dos níveis de erros esperados; Atender aos requisitos

Leia mais

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos

Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Visão geral do Serviço Especificações da oferta Gerenciamento de dispositivos distribuídos: Gerenciamento de ativos Os Serviços de gerenciamento de dispositivos distribuídos ajudam você a controlar ativos

Leia mais

Function Point Analysis: Uma Aplicação na Gestão de Projetos de Manutenção de Software

Function Point Analysis: Uma Aplicação na Gestão de Projetos de Manutenção de Software Function Point Analysis: Uma Aplicação na Gestão de Projetos de Manutenção de Software Claudia Hazan, CFPS CENÁRIO MANUTENÇÃO DE SOFTWARE Definição Desenvolvimento Manutenção GERÊNCIA DA MANUTENÇÃO Planejar

Leia mais

Garantindo a produtividade dos usuários e o máximo uso de aplicações SAP

Garantindo a produtividade dos usuários e o máximo uso de aplicações SAP SAP Forum 2013 Garantindo a produtividade dos usuários e o máximo uso de aplicações SAP Versão 5.0 / Março 2013 Siemens Ltda. 2010 2013. / Todos os direitos reservados. SAP UEM by Knoa Case Siemens A Siemens

Leia mais

Gerencia de Rede (Desempenho) Professor: Guerra (Aloivo B. Guerra Jr.)

Gerencia de Rede (Desempenho) Professor: Guerra (Aloivo B. Guerra Jr.) Gerencia de Rede (Desempenho) Professor: Guerra (Aloivo B. Guerra Jr.) Unidade 3 3.1 Introdução 3.2. Definições 3.3. Motivações 3.4. Problemas 3.5. Desafios 3.6. Padronização e Arquitetura 3.7. Gerência

Leia mais

Carregamento automatizado de Bases de Dados

Carregamento automatizado de Bases de Dados Carregamento automatizado de Bases de Dados André Neiva de Lemos nº 21276 Trabalho realizado sob a orientação de João Paulo Ribeiro Pereira Engenharia Informática 2014/2015 Carregamento automatizado de

Leia mais

Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações

Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações http://professor.fimes.edu.br/milena milenaresende@fimes.edu.br Sistema de Gerenciamento de Bases de Dados (DBMS) A implementação

Leia mais

Nota de Aplicação. Escrita em Banco de Dados SQL com o Vijeo Citect 1.0. Suporte Técnico Brasil. Versão:

Nota de Aplicação. Escrita em Banco de Dados SQL com o Vijeo Citect 1.0. Suporte Técnico Brasil. Versão: Nota de Aplicação Escrita em Banco de Dados SQL com o Vijeo Citect Versão: 1.0 Suporte Técnico Brasil Especificações técnicas Hardware: Software: Versão: Vijeo Citect 7.40 SP 2 SQL Server 2012 Suporte

Leia mais

Este trabalho visou a caracterização da utilização dos aplicativos APS pelas empresas.

Este trabalho visou a caracterização da utilização dos aplicativos APS pelas empresas. 6 Conclusão Este capítulo tem como objetivo a apresentação dos resultados diretos e indiretos deste trabalho. São apresentadas sugestões para futuras pesquisas sobre o tema aqui abordado. 6.1. Resultados

Leia mais

Utilização de FMEA nos Processos de Desenvolvimento e Teste de Software

Utilização de FMEA nos Processos de Desenvolvimento e Teste de Software Utilização de FMEA nos Processos de Desenvolvimento e Teste de Software Bolívar Arthur Butzke 1, Karine Baiotto 1, Msc. Adalberto Lovato 1, Msc. Vera Lúcia Lorenset Benedetti 1 1 Sistemas de Informação

Leia mais

Objetivo: demonstrar como configurar e testar uma comunicação entre PLC e PC através de drive Siemens (SIMATIC NET V1X) usando interface OPC.

Objetivo: demonstrar como configurar e testar uma comunicação entre PLC e PC através de drive Siemens (SIMATIC NET V1X) usando interface OPC. TIA Portal Configuração e testes de comunicação via interface OPC Denilson Pegaia Objetivo: demonstrar como configurar e testar uma comunicação entre PLC e PC através de drive Siemens (SIMATIC NET V1X)

Leia mais

RAPHAEL MANDARINO JUNIOR Diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações

RAPHAEL MANDARINO JUNIOR Diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações 16/IN01/DSIC/GSIPR 00 21/NOV/12 1/8 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Gabinete de Segurança Institucional Departamento de Segurança da Informação e Comunicações DIRETRIZES PARA DESENVOLVIMENTO E OBTENÇÃO DE SOFTWARE

Leia mais

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web

Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Resumo. Desenvolvimento de um software de gerenciamento de projetos para utilização na Web Autor: Danilo Humberto Dias Santos Orientador: Walteno Martins Parreira Júnior Bacharelado em Engenharia da Computação

Leia mais

Aranda INVENTORY. Benefícios Estratégicos para sua Organização. (Standard & Plus Edition) Beneficios. Características V.2.0907

Aranda INVENTORY. Benefícios Estratégicos para sua Organização. (Standard & Plus Edition) Beneficios. Características V.2.0907 Uma ferramenta de inventario que automatiza o cadastro de ativos informáticos em detalhe e reporta qualquer troca de hardware ou software mediante a geração de alarmes. Beneficios Informação atualizada

Leia mais

Nota de Aplicação. Relatório em HTML no Vijeo Citect 1.0. Suporte Técnico Brasil. Versão:

Nota de Aplicação. Relatório em HTML no Vijeo Citect 1.0. Suporte Técnico Brasil. Versão: Nota de Aplicação Relatório em HTML no Vijeo Citect Versão: 1.0 Suporte Técnico Brasil Especificações técnicas Hardware: Software: Versão: Vijeo Citect 7.40 SP 2 SQL Server 2012 Suporte Técnico Brasil

Leia mais

Condições Comerciais Advantech estore

Condições Comerciais Advantech estore Condições Comerciais Advantech estore 1. Para fazer seu pedidode compras: Acesse Advantech estore online no link http://buy.advantech.com.br ou ligue para 0800- para falar com um representante estore.

Leia mais

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro

Tecnologia da Informação e Comunicação. Douglas Farias Cordeiro Tecnologia da Informação e Comunicação Douglas Farias Cordeiro O desenvolvimento de um SI Ciclo de desenvolvimento de um SI: O desenvolvimento de um SI Definição do sistema Nessa fase estima-se as dimensões

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

Tutorial de Instalação

Tutorial de Instalação Tutorial de Instalação Reserva Legal Todos os produtos, logotipos e marcas aqui referidos são marcas registradas de seus proprietários legais. A W PC Software ao elaborar este tutorial de instalação dos

Leia mais

Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube

Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube Agenda 1. Introdução à Integração Contínua 2. Ferramentas 3. Solução de Integração Contínua em Furnas 4. Demonstração O que é a Integração

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br. Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br. Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009 PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Auditoria i e Análise de Segurança da Informação Segurança e Confiabilidade Prof. José Maurício S. Pinheiro - UGB - 2009 Dados e Informação Dado é a unidade básica

Leia mais

Ciclo de Vida Clássico ou Convencional CICLOS DE VIDA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. Ciclo de Vida Clássico ou Convencional. Enfoque Incremental

Ciclo de Vida Clássico ou Convencional CICLOS DE VIDA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. Ciclo de Vida Clássico ou Convencional. Enfoque Incremental CICLOS DE VIDA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Elicitação Ciclo de Vida Clássico ou Convencional O Modelo Cascata Análise Ana Paula Terra Bacelo Blois Implementação Material Adaptado do Prof. Marcelo Yamaguti

Leia mais

8º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica CIIC 2014 12 a 14 de agosto de 2014 Campinas, São Paulo

8º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica CIIC 2014 12 a 14 de agosto de 2014 Campinas, São Paulo SISTEMA DE CONSULTA E VISUALIZAÇÃO DAS PROJEÇÕES DOS MODELOS CLIMÁTICOS GLOBAIS DO IPCC AR4 PARA O BRASIL Renan Geraldo¹; Agriton Silva Cunha2; Elias Gomes de Almeida³; José Tadeu de Oliveira Lana4; Emília

Leia mais

DOMAIN-DRIVEN DESIGN E TEST-DRIVEN DEVELOPMENT

DOMAIN-DRIVEN DESIGN E TEST-DRIVEN DEVELOPMENT DOMAIN-DRIVEN DESIGN E TEST-DRIVEN DEVELOPMENT Jaqueline Rissá Franco email: jaquerifr@gmail.com Karla Marturelli Mattos Luciano Mathias Doll João Almeida Resumo: Este artigo mostra novas abordagens na

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO / ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS / QUANTIDADE Registro de Preços para aquisição e/ou subscrição de licenças de uso de softwares da plataforma

Leia mais

Gerencia de Rede (Desempenho) Professor: Guerra (Aloivo B. Guerra Jr.)

Gerencia de Rede (Desempenho) Professor: Guerra (Aloivo B. Guerra Jr.) Gerencia de Rede (Desempenho) Professor: Guerra (Aloivo B. Guerra Jr.) Tópicos Gerencia de Rede Motivação da Gerência Desafios Principais Organismos Padronizadores Modelo Amplamente Adotado As Gerências

Leia mais

Worldwide Online TechDay. 30 - Outubro

Worldwide Online TechDay. 30 - Outubro 30 - Outubro 1 Como funciona um banco de dados Microsoft SQL Server? Fabricio Catae Premier Field Engineer Microsoft Certified Master Twitter: @fcatae WebSite: http://blogs.msdn.com/fcatae/ 2 Nossos Parceiros

Leia mais

Olinda - Pernambuco - Brasil. Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento

Olinda - Pernambuco - Brasil. Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento Carlos

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Gestão de Segurança da Informação Prof. João Henrique Kleinschmidt (slides cedidos pelo Prof. Carlos Kamienski - UFABC) Gerenciamento e Avaliação de Riscos Terminologia

Leia mais

Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento

Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento Carlos

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento da qualidade

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento da qualidade PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PLANO DE GERENCIAMENTO DA QUALIDADE QUALITY MANAGEMENT PLAN Preparado por Mara Lúcia Menezes Membro do Time Versão 3 Aprovado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto 15/11/2010

Leia mais

1. Clique no botão ou, na barra de menu principal, selecione File > New > New Method Content. O assistente New Method Content será aberto.

1. Clique no botão ou, na barra de menu principal, selecione File > New > New Method Content. O assistente New Method Content será aberto. Guia rápido de utilização Modden Este guia visa instruir o usuário a executar as principais funcionalidades da ferramenta. Modden Process Editor Criando um novo Method Content: 1. Clique no botão ou, na

Leia mais

CONHEÇA A VALECARD TODA ESSA ESTRUTURA EXISTE PRA VOCÊ: Reduzir custos. Ganhar tempo. Organizar processos.

CONHEÇA A VALECARD TODA ESSA ESTRUTURA EXISTE PRA VOCÊ: Reduzir custos. Ganhar tempo. Organizar processos. CONHEÇA A VALECARD Soluções completas e integradas para a gestão de benefícios, gestão financeira e de frotas. Cartões aceitos em todo território nacional, por meio da Redecard, Cielo e ValeNet, o que

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Requisitos de Software Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.br Requisito O que é um REQUISITO? Em software: É a CARACTERIZAÇÃO do que o

Leia mais

1. Domínio dos Atributos

1. Domínio dos Atributos Structure Query Language SQL Guilherme Pontes lf.pontes.sites.uol.com.br 1. Domínio dos Atributos Por domínio, ou tipo, pode-se entender como a maneira como determinado atributo (ou campo, se tratando

Leia mais

Fundamentos em Teste de Software. Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com

Fundamentos em Teste de Software. Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com Fundamentos em Teste de Software Vinicius V. Pessoni viniciuspessoni@gmail.com Objetivos do treinamento 1. Expor os fundamentos de Teste de Software; 2. Conceituar os Níveis de Teste; 3. Detalhar sobre

Leia mais

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Disciplina: INF 02810 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 1. Introdução 2. Processo de Software 3. Gerência de

Leia mais

Gerência de Redes NOC

Gerência de Redes NOC Gerência de Redes NOC Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os conceitos fundamentais, assim como os elementos relacionados a um dos principais componentes

Leia mais

Roteiro para a escrita do documento de Especificação de Requisitos de Software (ERS)

Roteiro para a escrita do documento de Especificação de Requisitos de Software (ERS) Roteiro para a escrita do documento de Especificação de Requisitos de Software (ERS) Definição Geral: Disciplina de Compiladores Prof. Jorge Bidarra (UNIOESTE) A especificação de requisitos tem como objetivo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO A VEICULAÇÃO, CIRCULAÇÃO E QUALIDADE DAS INFORMAÇÕES SOBRE CIÊNCIA NOS BLOGS BRASILEIROS

Leia mais

SAP BASIS O curso completo abrange dois módulos:

SAP BASIS O curso completo abrange dois módulos: SAP BASIS O curso completo abrange dois módulos: - SAP FOUNDATIONS (40 horas EAD) - BASIS (40 horas presenciais), tendo como pré requisito o módulo SAP FOUNDATIONS * Conteúdo Módulo SAP FOUNDATIONS (40

Leia mais

Teste de Software. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Laboratório de Programação http://wylliams.wordpress.com

Teste de Software. Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Laboratório de Programação http://wylliams.wordpress.com Teste de Software Prof. Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com Laboratório de Programação http://wylliams.wordpress.com Agenda Fundamentos do Teste de Software Porque é necessário testar? O que é

Leia mais

LEIA ISTO PRIMEIRO. IBM Tivoli Configuration Manager, Versão 4.2.1

LEIA ISTO PRIMEIRO. IBM Tivoli Configuration Manager, Versão 4.2.1 LEIA ISTO PRIMEIRO IBM Tivoli, Versão 4.2.1 O IBM Tivoli, Versão 4.2.1, é uma solução para controlar a distribuição de software e o inventário de gerenciamento de recursos em um ambiente multiplataformas.

Leia mais

Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática

Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática Evandro Polese Alves Ricardo de Almeida Falbo Departamento de Informática - UFES Av. Fernando Ferrari, s/n, Vitória - ES - Brasil

Leia mais

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial Métodos Formais em Engenharia de Software VDMToolTutorial Ana Paiva apaiva@fe.up.pt www.fe.up.pt/~apaiva Agenda Install Start Create a project Write a specification Add a file to a project Check syntax

Leia mais

Banco de Dados, Integração e Qualidade de Dados. Ceça Moraes cecafac@gmail.com

Banco de Dados, Integração e Qualidade de Dados. Ceça Moraes cecafac@gmail.com Banco de Dados, Integração e Qualidade de Dados Ceça Moraes cecafac@gmail.com Sobre a professora CeçaMoraes Doutora em Computação (UFPE) Áreas de atuação Desenvolvimento de Software e Banco de Dados Experiência

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA: O perfil das empresas brasileiras em gestão e governança de dados

RELATÓRIO DE PESQUISA: O perfil das empresas brasileiras em gestão e governança de dados 1 2 RELATÓRIO DE PESQUISA: O perfil das empresas brasileiras em gestão e governança de Trabalho produzido pela Data Management Association Brasil (Dama-BR) e pela Fumsoft Belo Horizonte Dezembro de 2012

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Campos extraídos diretamente Título Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Huang, Chin-Yu and Lin, Chu-Ti Ano de publicação 2006 Fonte de publicação

Leia mais

A reformulação do serviço de pós-processamento on-line de dados GNSS IBGE-PPP: estudo de caso no estado de Mato Grosso do Sul

A reformulação do serviço de pós-processamento on-line de dados GNSS IBGE-PPP: estudo de caso no estado de Mato Grosso do Sul Embrapa Informática Agropecuária/INPE, p. 384-388 A reformulação do serviço de pós-processamento on-line de dados GNSS IBGE-PPP: estudo de caso no estado de Mato Grosso do Sul Ronaldo Lisboa Gomes 1 José

Leia mais

Engenharia de Software. Gerenciamento de Requisitos. Prof. Rodolfo Miranda de Barros rodolfo@uel.br

Engenharia de Software. Gerenciamento de Requisitos. Prof. Rodolfo Miranda de Barros rodolfo@uel.br Engenharia de Software Gerenciamento de Requisitos Prof. Rodolfo Miranda de Barros rodolfo@uel.br Engenharia de Requisitos (ER) Engenharia de O termo Engenharia implica em dizer que um processo sistemático

Leia mais

1.264 Aula 1. Introdução ao curso Lição de casa 1 Métodos de desenvolvimento de software

1.264 Aula 1. Introdução ao curso Lição de casa 1 Métodos de desenvolvimento de software 1.264 Aula 1 Introdução ao curso Lição de casa 1 Métodos de desenvolvimento de software Processo de Desenvolvimento de Software O desenvolvimento de software é normalmente mais utilizado na demanda do

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

Integração ERP/WMS e vantagens com a adoção de software livre

Integração ERP/WMS e vantagens com a adoção de software livre Integração ERP/WMS e vantagens com a adoção de software livre Filipi Damasceno Vianna (PUCRS) filipi@em.pucrs.br Resumo Este trabalho visa mostrar a importância da integração entre sistemas de ERP 1 e

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Visão Geral A Logica Adviser SAP A Logica Adviser SAP é formada por profissionais com ampla experiência no mercado SAP. Sua essência está baseada nos princípios da: Qualidade

Leia mais

Solução do segundo exercício proposto REDE DE HOTÉIS

Solução do segundo exercício proposto REDE DE HOTÉIS Solução do segundo exercício proposto REDE DE HOTÉIS Este exemplo já tem um pouco mais de complexidade devido à quantidade de entidades envolvidas no cenário. Em um primeiro momento a solução poderia ficar

Leia mais

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF

BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF ==> Download: BRIGHAM AND EHRHARDT PDF BRIGHAM AND EHRHARDT PDF - Are you searching for Brigham And Ehrhardt Books? Now, you will be happy that at this time Brigham And Ehrhardt

Leia mais

HP Fortify on Demand. Teste de segurança de software na nuvem. Segurança de software contratada como um serviço sob demanda

HP Fortify on Demand. Teste de segurança de software na nuvem. Segurança de software contratada como um serviço sob demanda Especificações técnicas HP Fortify on Demand Teste de segurança de software na nuvem Segurança de software contratada como um serviço sob demanda O HP Fortify on Demand é uma solução de segurança como

Leia mais

Laboratórios Virtuais

Laboratórios Virtuais Laboratórios Virtuais Rafael Santos 1 Resumo O que são laboratórios virtuais e para que servem? Por que implementar laboratórios virtuais? Visita técnica à Johns Hopkins University. O NVO (US National

Leia mais

Termos de Serviço do Porto Vias

Termos de Serviço do Porto Vias Termos de Serviço do Porto Vias Bem-vindo ao Porto Vias! O Porto Vias O Porto Vias é um serviço desenvolvido pela Porto Seguro para ajudar os usuários a escolherem o melhor trajeto entre os caminhos previamente

Leia mais

CHECK - LIST - ISO 9001:2000

CHECK - LIST - ISO 9001:2000 REQUISITOS ISO 9001: 2000 SIM NÃO 1.2 APLICAÇÃO A organização identificou as exclusões de itens da norma no seu manual da qualidade? As exclusões são relacionadas somente aos requisitos da sessão 7 da

Leia mais

1. Ementa 2. Objetivos Gerais: 3. Objetivos Específicos 4. Estruturação do conteúdo da disciplina e sistemática as ser desenvolvida:

1. Ementa 2. Objetivos Gerais: 3. Objetivos Específicos 4. Estruturação do conteúdo da disciplina e sistemática as ser desenvolvida: 1. Ementa Gerenciamento e desenvolvimento de um projeto que acompanhe as etapas do ciclo de vida do software e ou hardware, com ênfase em: documentação, determinação dos requisitos, projeto lógico, projeto

Leia mais

Modelo de simulação de um processo de requisições em um servidor web de alta disponibilidade

Modelo de simulação de um processo de requisições em um servidor web de alta disponibilidade Modelo de simulação de um processo de requisições em um servidor web de alta disponibilidade Tiago de Azevedo Santos tiago@iff.edu.br João José de Assis Rangel joao@ucam-campos.br RESUMO Este trabalho

Leia mais

Estudo de Caso da Implantação do Nível G do MPS.BR em Uma Empresa

Estudo de Caso da Implantação do Nível G do MPS.BR em Uma Empresa Estudo de Caso da Implantação do Nível G do MPS.BR em Uma Empresa Dayana Henriques Fonseca 1, Frederico Miranda Coelho 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC)

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes As redes de computadores atuais são compostas por uma grande variedade de dispositivos que devem se comunicar e compartilhar recursos. Na maioria dos casos, a eficiência dos serviços

Leia mais

UNIDADE 4. Introdução à Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

UNIDADE 4. Introdução à Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas UNIDADE 4. Introdução à Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas 4.1 Motivação Sistemas de Informação são usados em diversos níveis dentro de uma organização, apoiando a tomada de decisão; Precisam estar

Leia mais

LASAP. Visão Geral. LASAP Institucional

LASAP. Visão Geral. LASAP Institucional LASAP Visão Geral A LASAP A LASAP é formada por profissionais com ampla experiência no mercado SAP. Sua essência está baseada nos princípios da: Qualidade e Pontualidade na entrega dos projetos Inovação

Leia mais