Boletim Epidemiológico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim Epidemiológico"

Transcrição

1 O QUE É? HPV é a sigla em inglês para papilomavírus humano. É um vírus de grande relevância médica pelo fato de estar relacionado a praticamente 100% dos casos de câncer de colo do útero (um dos tipos de câncer mais Figura A: Vírus do HPV. Fonte: COUTINHO, comuns na população feminina) como, também, ao câncer de pênis e ânus. Existem mais de 100 tipos diferentes de HPV, sendo que cerca de 40 tipos podem infectar o trato ano-genital. O vírus HPV infecta exclusivamente os seres humanos e ataca as células do epitélio da pele e das mucosas, tais como vulva, vagina, colo de útero e pênis. A ação desse vírus sobre as células da pele favorece a formação de tumores, a maioria deles pequenos e benignos, tais como as verrugas comuns de pele ou as verrugas genitais. Porém, quando a área infectada é a mucosa do colo do útero, da vagina, do pênis ou do ânus, o vírus pode induzir a formação de tumores malignos, gerando, por exemplo, o câncer do colo do útero e o câncer anal. O HPV pode ser controlado, mas ainda não há cura contra o vírus. C ÂNCER DO COLO DO ÚTERO O câncer do colo do útero tem como principal causa a infecção por alguns tipos de HPV e a forma mais eficiente de se proteger contra esse tipo de câncer é a vacinação. Para prevenir, é preciso vacinar as adolescentes de 9 a 11 anos. É importante, também, seguir fazendo o exame preventivo (Papanicolau) na vida adulta (idade entre 25 e 64 anos). O teste de Papanicolau é um exame ginecológico de citologia cervical. Deve ser realizado em todas as mulheres com vida sexual ativa ou não, pelo menos uma vez ao ano. Figura B: Câncer de colo do útero. Fonte: RESULTADOS, 2012.

2 T RANSMISSÃO A transmissão do vírus se dá por contato direto com a pele ou mucosa infectada. A principal forma é pela via sexual, que inclui contato oral-genital, genital-genital ou mesmo manual-genital. Assim sendo, o contágio com o HPV pode ocorrer mesmo na ausência de penetração vaginal ou anal. Também pode haver transmissão durante o parto. A ausência de camisinha no ato sexual é a principal causa da transmissão. S INTOMAS Figura C: Transmissão. Fonte: GRAVIDEZ, [2015?]. O HPV pode ser sintomático clínico (com manifestação de sintomas) e subclínico (sem a manifestação de sintomas). Quando sintomático clínico, o principal sinal da doença é o aparecimento de verrugas genitais na vagina, pênis e ânus. Figura D: Verrugas ano-genitais. Fonte: HPV, [2015?]. É possível também o aparecimento de prurido (coceira), queimação, dor e sangramento. Espalham-se rapidamente, podendo se estender ao clitóris, ao monte de Vênus e aos canais perineal, perianal e anal. Essas lesões também podem aparecer na boca e na garganta do homem e da mulher. Nos homens, a maioria das lesões se encontra no prepúcio, na glande e no escroto. As verrugas apresentam um aspecto de uma couve-flor. Já os sintomas do HPV subclínico (não visível a olho nu) podem aparecer como lesões no colo do útero, na região perianal, pubiana e ânus.

3 D IAGNÓSTICO O diagnóstico das verrugas ano-genitais pode ser feito em homens e em mulheres por meio do exame clínico. As lesões subclínicas podem ser diagnosticadas por meio de exames laboratoriais (citopatológico, histopatológico e de biologia molecular) ou do uso de instrumentos com poder de magnificação (lentes de aumento), após a aplicação de reagentes químicos para contraste (colposcopia, peniscopia, anuscopia). Já a investigação diagnóstica da infecção latente pelo HPV, que ocorre na ausência de manifestações clínicas ou subclínicas, só pode, atualmente, ser realizada por meio de exames de biologia molecular, que mostram a presença do DNA do vírus. T RATAMENTO Não há tratamento específico para eliminar o vírus. Só o médico, após a avaliação de cada caso, pode recomendar a conduta mais adequada. Todavia, o tratamento apropriado das lesões precursoras é imprescindível para a redução da incidência e mortalidade pelo câncer do colo uterino. Dependendo da extensão, número e localização das lesões clínicas, o tratamento pode incluir laser, eletrocauterização, ácido tricloroacético (ATA) e medicamentos que melhoram o sistema de defesa do organismo. Em casos de câncer, o paciente será encaminhado para um tratamento específico. R EINFECÇÃO A infecção por HPV pode não induzir imunidade natural e, além disso, pode ocorrer contato com outro tipo viral. C OMO PREVENIR A vacinação é o método mais eficiente contra o HPV. A aplicação da vacina é recomendada, principalmente, para mulheres na faixa dos 9 aos 26 anos. Todavia, como a forma mais frequente de transmissão do HPV é sexual, as medidas de prevenção das DST são as mais importantes, tais como: Uso do preservativo (camisinha) nas relações sexuais; Evitar múltiplos parceiros sexuais; Realizar exame ginecológico periódico (ideal a cada 6 meses); Realizar o exame de Papanicolaou pelo menos uma vez por ano. É importante ressaltar que o uso do preservativo, apesar de prevenir a maioria das DST, não protege totalmente da infecção pelo HPV, pois, não cobre todas as áreas passíveis de ser infectadas. Na presença de infecção na vulva, na região pubiana, perineal e perianal ou na bolsa escrotal, o HPV poderá ser transmitido apesar do uso do preservativo. A camisinha feminina, que cobre também a vulva, evita mais eficazmente o contágio se utilizada desde o início da relação sexual.

4 Figura E: Exames preventivos. Fonte: MOREIRA, É possível fazer os exames preventivos do câncer do colo do útero nos Postos de Coleta de exames preventivos ginecológicos do Sistema Único de Saúde (SUS). Os exames são gratuitos. Procure o Posto de Saúde mais próximo de sua casa para obter informações onde você poderá realizá-los. V ACINA CONTRA HPV A infecção pelo HPV é a principal responsável pelo câncer do colo de útero. A cada ano, no Brasil, surgem 15 mil novos casos e 5 mil mulheres morrem. A vacina é a principal forma de prevenção, por isso é importante que toda a menina de 9 a 13 anos receba as três doses da vacina HPV. Ela é segura, de graça e está incluída no Calendário Nacional de Vacinação. Atenção: meninas que ainda não foram vacinadas, devem procurar uma Unidade de Saúde do Figura F: Campanha de vacinação. Fonte: BATISTA, SUS para receber a vacina. Precisamos contar com a colaboração dos pais e das escolas para conseguir alcançar a nossa meta e começar a escrever uma outra história no nosso País de enfrentamento à essa doença, que é o terceiro tipo de câncer que mais mata as mulheres no Brasil, reforçou o ministro da Saúde, durante o lançamento da campanha em março desse ano. A vacina é extremamente segura, uma proteção para a vida. Além de proteger a menina, os estudos mostram que a comunidade também fica protegida.

5 CAMPANHAS VACINAÇÃO HPV 2014/ ª Dose 2ª Dose 1ª Dose 2ª Dose* População Doses Cobertura (%) 148,39 54,9 69,70 51,65 **até Dezembro/2015 Quadro 1: Campanha vacinação município de Uberaba (MG) em 2014 e Fonte: Central de Vacinas (DVS). O diretor de Vigilância Epidemiológica, Robert Boaventura de Souza, explica que a meta para Uberaba era vacinar 80% do público alvo, ou seja, pré-adolescentes. Esta vacina é nominal e todas as meninas que tomaram a primeira dose já estão cadastradas no sistema. Elas têm direito à segunda dose e depois à terceira dose, que será aplicada daqui a cinco anos, destaca. A campanha aconteceu no período de 14 de setembro a 08 de outubro de Figura G: Entenda a doença. Fonte: VERSOLATO, 2011.

6 REFERÊNCIAS: BATISTA, Silvio. Inicia Campanha de Vacinação Contra HPV. 9 mar IN: O Outro Lado da Moeda Portal de Notícias. Disponível em: < Acesso em: 22 out CAMPANHA Vacinação Contra o Hpv. [2015?]. IN: BRASIL. Ministério da Saúde. Disponível em: < Acesso em: 28 out COMO Prevenir. [2015?]. IN: Projeto HPV Centro de Pesquisa Clínica. Disponível em: <http://projetohpv.com.br/projetohpv/?cat=5>. Acesso em: 28 out COUTINHO, Fernando. Você sabe o que é HPV? 27 fev IN: Rede Jovem IECG. Disponível em: <http://www.iecg.com.br/redejovem/voce-sabe-o-que-e-hpv/>. Acesso em: 22 out GRAVIDEZ e Saúde da Mulher. [2015?]. Disponível em: <http://gravidezesaudedamulher.com/2014/06/>. Acesso em: 22 out HPV: prevenção, sintomas e tratamento. [2015?]. IN: Bolsa de Mulher. Disponível em: <http://www.bolsademulher.com/sexo/hpv-prevencao-sintomas-e-tratamento>. Acesso em: 28 out HPV e Câncer Perguntas Mais Frequentes. [2015?]. IN: INCA Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Disponível em: <http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/inca/portal/home>. Acesso em: 28 out MOREIRA, Leandro. Exame Papanicolau Preventivo, função, como é feito, importância. 12 fev Disponível em: <http://medifoco.com.br/exame-papanicolau-preventivo-funcao-como-e-feito-importancia/>. Acesso em: 28 out O QUE é Hpv: causas, transmissão e prevenção. [2013?]. IN: Saúde Brasil. Disponível em: <http://saudebrasilnet.com.br/institucional/saude-brasil/>. Acesso em: 28 out PINHEIRO, Pedro. O Que é HPV Sintomas, Transmissão e Tratamento. 17 maio Disponível em: <http://www.mdsaude.com/2015/04/hpv.html>. Acesso em: 28 out RAMOS, Sergio dos Passos. Hpv. [2015?]. IN: Gineco.com.br. Disponível em: <http://www.gineco.com.br/saudefeminina/doencas-femininas/hpv/>. Acesso em: 28 out RESULTADOS da Colposcopia. IN: HPV e Câncer de Colo do Útero. 31 maio Disponível em: <http://www.gineco.med.br/hpv/>. Acesso em: 28 out TESTE de Papanicolau. 25 set IN: Wikipédia. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/teste_de_papanicolau>. Acesso em: 28 out VERSOLATO, Mariana. Pesquisa Encontra Vírus HPV em 50% dos Homens. Folha de S. Paulo. Equilíbrio e Saúde. São Paulo: 01 mar Disponível em: < Acesso em: 03 nov COLABORADORES Robert Boaventura de Souza Diretor do Depto de Vigilância Epidemiológica Daniel Fornazier Zago - Biomédico Eduardo Fernandes de Oliveira Agente Governamental Luciana Silva Bessa Enfermeira Thereza Carolina Gonçalves Vieira - Chefe de Seção Virgínia Oliveira Coelho Bióloga Zélia Carolina Alves de Freitas Enfermeira. PREFEITO MUNICIPAL Paulo Piau Nogueira SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE Marco Túlio Azevedo Cury

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Ser Humano e Saúde 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 11.2 Conteúdo Doenças Sexualmente Transmissíveis

Leia mais

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES REVISÃO DOS CONTEÚDOS Unidade II Ser Humano e Saúde 2 REVISÃO DOS CONTEÚDOS Aula 13 Revisão e Avaliação 3 REVISÃO 1 O sistema reprodutor

Leia mais

QUAIS OS TIPOS DE HPV MAIS COMUNS QUE PODEM CAUSAR CÂNCER?

QUAIS OS TIPOS DE HPV MAIS COMUNS QUE PODEM CAUSAR CÂNCER? O QUE É O HPV? Sigla para Papilomavírus Humano, são vírus capazes de infectar a pele ou a mucosa. Existem mais de 150 tipos diferentes de HPV, dos quais 40 podem infectar o trato genital e, destes, 12

Leia mais

Diga não ao cancro do colo do utéro. Pense em se vacinar. Fale com o seu médico.

Diga não ao cancro do colo do utéro. Pense em se vacinar. Fale com o seu médico. NÃ Diga não ao cancro do colo do utéro. Pense em se vacinar. Fale com o seu médico. Qual é a frequência do cancro do colo do útero? - A nível mundial, o cancro do colo do útero é muito frequente nas mulheres;

Leia mais

Redações vencedoras IV Concurso de Redação. Finalistas. HPV: É possível escapar?

Redações vencedoras IV Concurso de Redação. Finalistas. HPV: É possível escapar? Redações vencedoras IV Concurso de Redação Finalistas 1º Lugar Aluno: Fábio Eduardo Belavenuto Silva Professora: Maria Rita Rodrigues de Souza Unidade Escolar: Escola Estadual Salustiano Lemos Cidade:

Leia mais

Brasil vai incluir meninos na vacinação contra HPV

Brasil vai incluir meninos na vacinação contra HPV Brasil vai incluir meninos na vacinação contra HPV Brasil é o 1º país da América do Sul e 7º do mundo a inserir a vacina no programa nacional Apresenta 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema

Leia mais

A CAMPANHA DO HPV NAS ESCOLAS E SUA REPERCUSSÃO

A CAMPANHA DO HPV NAS ESCOLAS E SUA REPERCUSSÃO 1 A CAMPANHA DO HPV NAS ESCOLAS E SUA REPERCUSSÃO Prof. a M. a Djiane Strelciunas Docente no Curso de Licenciatura em Pedagogia - Faculdade de São Paulo - FASP Centro Novo Andreia da Silva Andrade Cristiane

Leia mais

BIOLOGIA ENSINO MÉDIO PROF. SILONE GUIMARÃES 2 ANO PROF ª. SARAH SANTOS

BIOLOGIA ENSINO MÉDIO PROF. SILONE GUIMARÃES 2 ANO PROF ª. SARAH SANTOS BIOLOGIA 2 ANO PROF ª. SARAH SANTOS ENSINO MÉDIO PROF. SILONE GUIMARÃES CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Vida e Ambiente 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 7.2 Conteúdo Doenças sexualmente transmissiveis

Leia mais

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se!

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! O que é AIDS? Existem várias doenças que são transmissíveis através das relações sexuais e por isso são chamadas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). As mais conhecidas

Leia mais

PREVENÇÃO E TRANSMISSÃO DA INFECÇÃO POR HPV. UNITAU-SP SETOR DE GENITOSCOPIA Prof. Dr André Luis F Santos

PREVENÇÃO E TRANSMISSÃO DA INFECÇÃO POR HPV. UNITAU-SP SETOR DE GENITOSCOPIA Prof. Dr André Luis F Santos PREVENÇÃO E TRANSMISSÃO DA INFECÇÃO POR HPV UNITAU-SP SETOR DE GENITOSCOPIA Prof. Dr André Luis F Santos 2010 DÚVIDAS MAIS FREQUENTES A transmissão pelo HPV é só sexual? Peguei do meu parceiro? Quando?

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGFRAL À SAÚDE Gerência de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente

SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGFRAL À SAÚDE Gerência de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGFRAL À SAÚDE Gerência de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Dr. Claudio Gonzaga Amorim Área Técnica do

Leia mais

Introdução. Parte do Trabalho de Conclusão de Curso do Primeiro Autor. 2

Introdução. Parte do Trabalho de Conclusão de Curso do Primeiro Autor. 2 399 IMPLANTAÇÃO DA VACINAÇÃO CONTRA O PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) NA POPULAÇÃO FEMININA EM IDADE FÉRTIL: PERSPECTIVAS DE DIMINUIÇÃO DA INCIDÊNCIA DE CASOS DE CÂNCER DE COLO DO ÚTERO 1 Kelen Lopes Da Silva

Leia mais

folder_saude_da_mulher.pdf 1 19/07/16 16:48 VIVER BEM ADRIANA JUSSARA EM A MULHER QUE VALIA POR MUITAS CMY SAÚDE DA MULHER

folder_saude_da_mulher.pdf 1 19/07/16 16:48 VIVER BEM ADRIANA JUSSARA EM A MULHER QUE VALIA POR MUITAS CMY SAÚDE DA MULHER folder_saude_da_mulher.pdf 1 19/07/16 16:48 VIVER BE ADRIANA JUSSARA E A ULHER QUE VALIA POR UITAS SAÚDE DA ULHER folder_saude_da_mulher.pdf 2 19/07/16 16:48 Leia o código e assista a história de Adriana

Leia mais

NEWS artigos CETRUS Ano 2 - Edição 16 - Dezembro/2010

NEWS artigos CETRUS Ano 2 - Edição 16 - Dezembro/2010 NEWS artigos CETRUS Ano 2 - Edição 16 - Dezembro/2010 Atualização em Patologia do Trato Genital Inferior e Colposcopia - Capítulo II - Infecção por HPV e Lesões HHV-Induzidas Prof. Dr. Flávio Zucchi -

Leia mais

Nivaldo Vieira. Oncologista Clínico

Nivaldo Vieira. Oncologista Clínico Nivaldo Vieira Oncologista Clínico Câncer de Colo de Útero Terceira causa mais comum de câncer das mulheres Desenvolve-se a partir de lesões prémalignas Altamente prevenível Doença das regiões pobres do

Leia mais

DST - Proteja Sua Saúde

DST - Proteja Sua Saúde DST - Proteja Sua Saúde Adsense1 O sexo é importante na nossa vida. Ele nos dá prazer e, às vezes, filhos. Sexo é sinal de saúde, permite demonstrar carinho e confiança. Existem, entretanto, inimigos de

Leia mais

O MAIOR RISCO É... ACHARMOS QUE NÃO CORREMOS RISCOS! Tiemi Arakawa

O MAIOR RISCO É... ACHARMOS QUE NÃO CORREMOS RISCOS! Tiemi Arakawa O MAIOR RISCO É... ACHARMOS QUE NÃO CORREMOS RISCOS! Tiemi Arakawa Enfermeira, Doutora em Ciências Membro do GEOTB e do GEO-HIV/aids Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Quais imagens temos do HIV? O

Leia mais

Vacinação contra HPV e Controle do câncer de colo do útero no SUS Claudio Pompeiano Noronha

Vacinação contra HPV e Controle do câncer de colo do útero no SUS Claudio Pompeiano Noronha Vacinação contra HPV e Controle do câncer de colo do útero no SUS Claudio Pompeiano Noronha Coordenação Geral de Ações Estratégicas CGAE Instituto Nacional de Câncer - INCA Ministério da Saúde junho de

Leia mais

ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DO HPV DURANTE O PERÍODO DA ADOLESCÊNCIA

ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DO HPV DURANTE O PERÍODO DA ADOLESCÊNCIA ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DO HPV DURANTE O PERÍODO DA ADOLESCÊNCIA Juliana Romano de Lima¹ Marcone Almeida Dantas Junior¹ Maria Franncielly Simões de Morais¹ Carina Scanoni Maia¹ ¹ Universidade

Leia mais

Papilomavírus Humano HPV

Papilomavírus Humano HPV Papilomavírus Humano HPV -BIOLOGIA- Alunos: André Aroeira, Antonio Lopes, Carlos Eduardo Rozário, João Marcos Fagundes, João Paulo Sobral e Hélio Gastão Prof.: Fragoso 1º Ano E.M. T. 13 Agente Causador

Leia mais

Vacinação no homem. Prof Dr Luiz Carlos Zeferino Professor Titular em Ginecologia UNICAMP. Rio de Janeiro Junho 2016 UNICAMP

Vacinação no homem. Prof Dr Luiz Carlos Zeferino Professor Titular em Ginecologia UNICAMP. Rio de Janeiro Junho 2016 UNICAMP Vacinação no homem Prof Dr Luiz Carlos Zeferino Professor Titular em Ginecologia UNICAMP Clique para editar o estilo do subtítulo mestre Rio de Janeiro Junho 2016 UNICAMP Número médio annual de novos casos

Leia mais

Cliente: SBIm Data: 29/05/2015 Dia: Sex Assunto: Vacinação - HPV Veículo: G1 (SP) Seção: Bem Estar Site: g1.globo.com RM

Cliente: SBIm Data: 29/05/2015 Dia: Sex Assunto: Vacinação - HPV Veículo: G1 (SP) Seção: Bem Estar Site: g1.globo.com RM http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/05/procura-pela-vacina-contra-hpv-cai-pela-metade-em-relacao-2014.html Procura pela vacina contra HPV cai pela metade em relação a 2014 Dados inéditos mostram

Leia mais

PRÁ-SABER DIGITAL: Informações de Interesse à Saúde SISCOLO Porto Alegre 2007

PRÁ-SABER DIGITAL: Informações de Interesse à Saúde SISCOLO Porto Alegre 2007 1 SISCOLO RELATÓRIO 2007 2 Prefeitura Municipal de Porto Alegre Prefeito José Fogaça Secretaria Municipal da Saúde Secretário Eliseu Santos Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde Coordenador José Ângelo

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 43/2014. VACINA HPV em paciente com diagnóstico de HPV+ (neoplasia + intraepitelial grau I)

RESPOSTA RÁPIDA 43/2014. VACINA HPV em paciente com diagnóstico de HPV+ (neoplasia + intraepitelial grau I) RESPOSTA RÁPIDA 43/2014 VACINA HPV em paciente com diagnóstico de HPV+ (neoplasia + intraepitelial grau I) SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dra. Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito da Comarca de

Leia mais

Vírus DNA tumorais: PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) Testes inespecíficos:

Vírus DNA tumorais: PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) Testes inespecíficos: Vírus DNA tumorais: PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) Os vírus do papiloma humano são classificados na família Papillomaviridae, gênero Papilomavírus. São vírus envelopados, de simetria icosaédrica, com 72 capsômeros

Leia mais

HPV Vírus Papiloma Humano. Nome: Edilene Lopes Marlene Rezende

HPV Vírus Papiloma Humano. Nome: Edilene Lopes Marlene Rezende HPV Vírus Papiloma Humano Nome: Edilene Lopes Marlene Rezende O HPV (papiloma vírus humano) é o agente causador de uma doença sexualmente transmissível (DST). Condiloma Acuminado vulgarmente conhecida

Leia mais

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Colo de útero Endométrio Ovário Sarcomas do corpo uterino Câncer de

Leia mais

HPV E SUA INFLUÊNCIA NO CÂNCER DE COLO DE ÚTERO

HPV E SUA INFLUÊNCIA NO CÂNCER DE COLO DE ÚTERO HPV E SUA INFLUÊNCIA NO CÂNCER DE COLO DE ÚTERO Jader Iury de Souza Mercante Graduando em Fisioterapia, Faculdades Integradas de Três Lagoas FITL/AEMS Rafaela Giuzeppe Rodrigues Graduanda em Fisioterapia,

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 Altera a Lei nº 11.664, de 29 de abril de 2008, para incluir a pesquisa de biomarcadores entre as ações destinadas à detecção precoce das neoplasias malignas de mama

Leia mais

Vacinação contra o HPV

Vacinação contra o HPV Vacinação contra o HPV Meleiro, março de 2014 Enfermeira Cristiane Sec Mun Saúde de Meleiro. ESF Papiloma Vírus Humano - HPV O HPV é um vírus (papilomavírus humano) transmitido pelo contato direto com

Leia mais

Anexo 15. Doenças sexualmente transmissíveis

Anexo 15. Doenças sexualmente transmissíveis Anexo 15 Doenças sexualmente transmissíveis 1. Hepatite B Infecção das células hepáticas (fígado) pelo Vírus da Hepatite B pode ser infecção inaparente e subclínica (sem sintomas) até progressiva e fatal.

Leia mais

A RELAÇÃO DO VIRUS HPV COM O CANCER DE COLO DE ÚTERO

A RELAÇÃO DO VIRUS HPV COM O CANCER DE COLO DE ÚTERO A RELAÇÃO DO VIRUS HPV COM O CANCER DE COLO DE ÚTERO Adriane Policarpo Rose Guedes ¹; Priscila Trajano da Silva¹; Jeane Karla de Mendonça Mota². ¹Discente da Faculdade Maurício de Nassau, Campina Grande

Leia mais

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae.

-Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Os Papiloma Vírus Humanos (HPV) são vírus da família Papovaviridae. -Chamado de HPV, aparece na forma de doenças como condiloma acuminado, verruga genital ou crista de galo. -Há mais de 200 subtipos do

Leia mais

. Vacinas contra papillomavírus, vacinas contra HPV, prevenção de câncer de colo uterino

. Vacinas contra papillomavírus, vacinas contra HPV, prevenção de câncer de colo uterino VACINA PAPILOMAVÍRUS HUMANO RECOMBINANTE: CARACTERÍSTICAS GERAIS AUTORES Silvana Oliveira Costa Wagner Fernando Xavier Larissa Cristina de Carvalho Pena Discente da União das Faculdades dos Grandes Lagos

Leia mais

Prevenção do cancro do colo do útero

Prevenção do cancro do colo do útero Prevenção do cancro do colo do útero http:// Iechyd Cyhoeddus Cymru Public Health Wales Este folheto pretende dar informações que podem ajudar na prevenção do cancro do colo do útero. Ao realizar testes

Leia mais

VAMOS FALAR SOBRE HEPATITE

VAMOS FALAR SOBRE HEPATITE VAMOS FALAR SOBRE HEPATITE HEPATITE É uma inflamação do fígado provocada, na maioria das vezes, por um vírus. Diferentes tipos de vírus podem provocar a doença, que se caracteriza por febre, icterícia

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO nº 02 - CIPA 2016/2017. O que são DST?

BOLETIM INFORMATIVO nº 02 - CIPA 2016/2017. O que são DST? BOLETIM INFORMATIVO nº 02 - CIPA 2016/2017 Novembro de 2016 - Orientações Gerais O que são DST? As doenças sexualmente transmissíveis (DST) são transmitidas, principalmente, por contato sexual sem o uso

Leia mais

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS 16 TÍTULO: REVISÃO DE CONCEITO CITOMORFOLÓGICO PARA DIAGNÓSTICO DE ADENOCARCINOMA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: BIOMEDICINA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015 01/05/2015 CÂNCER UTERINO É o câncer que se forma no colo do útero. Nessa parte, há células que podem CÂNCER CERVICAL se modificar produzindo um câncer. Em geral, é um câncer de crescimento lento, e pode

Leia mais

Colpocitologia Oncótica Anormal na Gestação. O exame citopatológico da cérvice é ainda o método de rastreio por excelência

Colpocitologia Oncótica Anormal na Gestação. O exame citopatológico da cérvice é ainda o método de rastreio por excelência Colpocitologia Oncótica Anormal na Gestação José Eleutério Junior O exame citopatológico da cérvice é ainda o método de rastreio por excelência para detecção de lesões pré-malignas e malignas iniciais

Leia mais

GUIA PRÁTICO SOBRE O HPV PERGUNTAS E RESPOSTAS

GUIA PRÁTICO SOBRE O HPV PERGUNTAS E RESPOSTAS ESTADO DE SERGIPE PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA DE AGRAVOS TRASMISSÍVEIS GUIA PRÁTICO SOBRE O HPV PERGUNTAS E RESPOSTAS ARACAJU JANEIRO, 2014 Prefácio

Leia mais

Perfil das mulheres que realizaram a coleta de citologia oncótica no 1ºsem na Clínica da Unaerp.

Perfil das mulheres que realizaram a coleta de citologia oncótica no 1ºsem na Clínica da Unaerp. SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ Perfil das mulheres que realizaram a coleta de citologia oncótica no 1ºsem. 2011 na Clínica da Unaerp. Kelly Cristina do Nascimento

Leia mais

Métodos anticoncepcionais

Métodos anticoncepcionais Métodos anticoncepcionais Métodos Anticoncepcionais Na sociedade atual, o planejamento familiar é muito importante para a qualidade de vida, pois só assim para garantir um futuro digno para os descendentes.

Leia mais

O HPV é um vírus que ataca homens e mulheres. Existem mais de 200 tipos diferentes de

O HPV é um vírus que ataca homens e mulheres. Existem mais de 200 tipos diferentes de HPV O que é o Papiloma Vírus Humano (HPV)? O HPV é um vírus que ataca homens e mulheres. Existem mais de 200 tipos diferentes de HPV, dos quais cerca de 40 tipos afetam a área genital. Alguns causam verrugas

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH NEGATIVO

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH NEGATIVO INSTRUÇÕES PARA A EQUIPA DO ESTUDO: Após inscrição no estudo, os participantes devem preencher este questionário de avaliação inicial. Certifique-se de que é distribuído o questionário adequado. Após o

Leia mais

Educa teu filho no caminho que deve andar, e quando grande não se desviará dele Prov.22.6 Turma: 9º Ano

Educa teu filho no caminho que deve andar, e quando grande não se desviará dele Prov.22.6 Turma: 9º Ano Matemática 1ª) A tabela a seguir mostra a evolução da receita bruta anual nos três últimos anos de cinco microempresas (ME) que se encontram à venda. Um investidor deseja comprar duas das empresas listadas

Leia mais

HPV- a Importância da Vacinação de Jovens de Nove a Treze Anos de Idade

HPV- a Importância da Vacinação de Jovens de Nove a Treze Anos de Idade HPV- a Importância da Vacinação de Jovens de Nove a Treze Anos de Idade Ellen Santos Gonçalves * Maria Esther Macedo ** RESUMO O Papiloma humano é uma doença virótica que acomete um elevado número de mulheres

Leia mais

F1. Quando foi a última vez que a sra fez um exame preventivo para câncer de colo do útero?

F1. Quando foi a última vez que a sra fez um exame preventivo para câncer de colo do útero? Módulo F - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, história reprodutiva e planejamento familiar. F1. Quando foi

Leia mais

Papiloma Vírus Humano

Papiloma Vírus Humano Papiloma Vírus Humano Grupo: Helder Freitas N 9 João Marcos Borges N 12 Luca Najan N 18 Matheus Pestana N 22 Rafael Cardoso N 28 Raphael Barros N 29 Thiago Glauber N33 Turma: 12 Professor: César Fragoso

Leia mais

CONHECIMENTO, ATITUDE E PRÁTICA DO EXAME CITOPATOLÓGICO NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO DAS MULHERES USUÁRIAS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

CONHECIMENTO, ATITUDE E PRÁTICA DO EXAME CITOPATOLÓGICO NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO DAS MULHERES USUÁRIAS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE CONHECIMENTO, ATITUDE E PRÁTICA DO EXAME CITOPATOLÓGICO NA DO CÂNCER DO COLO DO ÚTERO DAS MULHERES USUÁRIAS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE GARCIA, Thaynara Soares 1 ; MAGALHÃES, Juliana Cristina; AMARAL, Rita

Leia mais

Papilomavírus Humanos (HPV) Virologia MIP Instituto Biomédico Universidade Federal Fluminense

Papilomavírus Humanos (HPV) Virologia MIP Instituto Biomédico Universidade Federal Fluminense Papilomavírus Humanos (HPV) Virologia MIP Instituto Biomédico Universidade Federal Fluminense Características principais Agente etiológico das verrugas (tumores epiteliais benignos) Infectam epitélio de

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Colo do Útero, Anticoncepcionais, Teste de Papanicolaou.

PALAVRAS-CHAVE Colo do Útero, Anticoncepcionais, Teste de Papanicolaou. 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE

Leia mais

PAPANICOLAOU EM MULHERES IDOSAS ATENDIDAS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

PAPANICOLAOU EM MULHERES IDOSAS ATENDIDAS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE PAPANICOLAOU EM MULHERES IDOSAS ATENDIDAS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE Francisca Maria Barbosa de Souza 1 ; Elaine Cristina Batista Tavares 1 ; Jéssica Tavares de Assis 2 ; Douglas Mendes Cavalcante

Leia mais

TÍTULO: ASSISTÊNCIA BÁSICA NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS ATRAVÉS DO PAPANICOLAU

TÍTULO: ASSISTÊNCIA BÁSICA NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS ATRAVÉS DO PAPANICOLAU Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ASSISTÊNCIA BÁSICA NA PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS ATRAVÉS DO PAPANICOLAU CATEGORIA: EM ANDAMENTO

Leia mais

AVALIAÇÃO DE AÇÃO PROGRAMÁTICA DE SAÚDE DA MULHER DURANTE A VIVÊNCIA DA PRÁTICA EM SAÚDE PÚBLICA 1. INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO DE AÇÃO PROGRAMÁTICA DE SAÚDE DA MULHER DURANTE A VIVÊNCIA DA PRÁTICA EM SAÚDE PÚBLICA 1. INTRODUÇÃO AVALIAÇÃO DE AÇÃO PROGRAMÁTICA DE SAÚDE DA MULHER DURANTE A VIVÊNCIA DA PRÁTICA EM SAÚDE PÚBLICA RIBEIRO, Juliane Portella 1 ; QUADROS, Lenice de Castro Muniz 2 ; LIMA, Luciana Rodrigues dos Santos 3 ;

Leia mais

TROCANDO IDÉIAS XX 16 e 17 de junho de 2016 Windsor Flórida Hotel - Rio de Janeiro - RJ

TROCANDO IDÉIAS XX 16 e 17 de junho de 2016 Windsor Flórida Hotel - Rio de Janeiro - RJ TROCANDO IDÉIAS XX 16 e 17 de junho de 2016 Windsor Flórida Hotel - Rio de Janeiro - RJ Susana Aidé Profª Adjunto de Ginecologia Universidade Federal Fluminense Hospital Universitário Antônio Pedro Carta

Leia mais

MODELO DE DIZERES DE BULA. IMOXY imiquimode

MODELO DE DIZERES DE BULA. IMOXY imiquimode MODELO DE DIZERES DE BULA IMOXY imiquimode FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Creme dermatológico embalagem contendo 6 ou 12 sachês com 250 mg. USO ADULTO USO TÓPICO COMPOSIÇÃO Cada g do creme dermatológico

Leia mais

Virologia Doenças. Prof.: Anderson Marques de Souza Juiz de Fora 2º ano EM- 2016

Virologia Doenças. Prof.: Anderson Marques de Souza Juiz de Fora 2º ano EM- 2016 Virologia Doenças Prof.: Anderson Marques de Souza Juiz de Fora 2º ano EM- 2016 Existem vírus que infectam animais, plantas, protozoários, fungos e bactérias. Exigência viral - ligação específica à célula

Leia mais

Namoro, disciplina e liberdade: problematizando afetividades e sexualidades em uma Escola Família Agrícola

Namoro, disciplina e liberdade: problematizando afetividades e sexualidades em uma Escola Família Agrícola Este material foi elaborado como forma de devolução de dados em pesquisa intitulada Namoro, disciplina e liberdade: problematizando afetividades e sexualidades em uma Escola Família Agrícola realizada,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE MOTIVOS DA NÃO ADESÃO AO EXAME DE PREVENÇÃO DO CÂNCER DO COLO UTERINO EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

IDENTIFICAÇÃO DE MOTIVOS DA NÃO ADESÃO AO EXAME DE PREVENÇÃO DO CÂNCER DO COLO UTERINO EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE

Leia mais

CA Colo uterino PROGRAMA DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE CÂNCER DE COLO DE ÚTERO. Enfa Dayse Amarílio. 3º Tipo de CA mais comum nas Mulheres

CA Colo uterino PROGRAMA DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE CÂNCER DE COLO DE ÚTERO. Enfa Dayse Amarílio. 3º Tipo de CA mais comum nas Mulheres PROGRAMA DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE CÂNCER DE COLO DE ÚTERO Enfa Dayse Amarílio CA Colo uterino 3º Tipo de CA mais comum nas Mulheres Tem início com displasias de leve a acentuada. É classificado como

Leia mais

Conheça algumas doenças tipicamente femininas

Conheça algumas doenças tipicamente femininas Uol - SP 03/12/2014-11:51 Conheça algumas doenças tipicamente femininas Da Redação ANSIEDADE: este transtorno mental é caracterizado por preocupações, tensões ou medos exagerados, sensação contínua de

Leia mais

Portugais. Todo mundo pode estar interessado

Portugais. Todo mundo pode estar interessado Portugais Todo mundo pode estar interessado As hepatites B e C......e Nós Por que farlar das hepatites B e C? Porque são doenças Que não se vêem................. p. 4 Que são freqüentes............. p.

Leia mais

R2. Qual o principal motivo da sra nunca ter feito um exame preventivo? 01. Nunca teve relações sexuais 02. Não acha necessário 03.

R2. Qual o principal motivo da sra nunca ter feito um exame preventivo? 01. Nunca teve relações sexuais 02. Não acha necessário 03. Módulo R. Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, história reprodutiva e planejamento familiar. R1. Quando foi a

Leia mais

Meningite: O que você PRECISA SABER

Meningite: O que você PRECISA SABER SUBS ECRE TARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E AMBIENTAL COORDENAÇÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DIVISÃO DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS E IMONUPREVENÍVEIS GERÊNCIA DE

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH POSITIVO

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INICIAL - MULHER VIH POSITIVO INSTRUÇÕES PARA A EQUIPA DO ESTUDO: Após inscrição no estudo, os participantes devem preencher este questionário de avaliação inicial. Certifique-se de que é distribuído o questionário adequado. Após o

Leia mais

Relação do HPV com câncer orofaringe The relationship that HPV has in oropharyngeal câncer

Relação do HPV com câncer orofaringe The relationship that HPV has in oropharyngeal câncer Relação do HPV com câncer orofaringe The relationship that HPV has in oropharyngeal câncer Andrea Gabriel ¹, Thalita Cristina Marques da Silva¹, Larismar Silvério Dias Biagioli¹, Daniela Vasconcellos Dini

Leia mais

Coordenadora Programa Municipal DST/Aids de São Paulo: Márcia de Lima

Coordenadora Programa Municipal DST/Aids de São Paulo: Márcia de Lima Projeto mens Programa Municipal de DST/Aids - Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo Rua General Jardim, 36 4º andar - Vila Buarque - São Paulo SP - CEP 01223-010 Telefone 11 3397-2191 e.mail: dstaids@prefeitura.sp.gov.br

Leia mais

Quais são os tipos de HPV que podem causar câncer?

Quais são os tipos de HPV que podem causar câncer? HPV 1: Definição O que significa "HPV"? É a sigla em inglês para papilomavírus humano. Os HPV são vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 100 tipos diferentes de HPV, sendo que

Leia mais

A EFICÁCIA DA IMUNIZAÇÃO POR VACINAS CONTRA O PAPILOMA VÍRUS HUMANO

A EFICÁCIA DA IMUNIZAÇÃO POR VACINAS CONTRA O PAPILOMA VÍRUS HUMANO A EFICÁCIA DA IMUNIZAÇÃO POR VACINAS CONTRA O PAPILOMA VÍRUS HUMANO Autor (Renegy Pascoal Marques do Nacimento, discente da Faculdade Maurício de Nassau, Renegymarques@hotmail.com); Co-autor (Amanda Crispim

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Obesidade, Colo do Útero, Teste de Papanicolaou.

PALAVRAS-CHAVE Obesidade, Colo do Útero, Teste de Papanicolaou. 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE

Leia mais

Informação é a melhor proteção. AIDS

Informação é a melhor proteção. AIDS Informação é a melhor proteção. AIDS AIDS A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) atinge indiscriminadamente homens e mulheres e tem assumido proporções assustadoras desde a notificação dos primeiros

Leia mais

Nº 23 HPV NEILA MARIA DE GÓIS SPECK CNE TRATO GENITAL INFERIOR O HPV:

Nº 23 HPV NEILA MARIA DE GÓIS SPECK CNE TRATO GENITAL INFERIOR O HPV: Nº 23 HPV NEILA MARIA DE GÓIS SPECK CNE TRATO GENITAL INFERIOR O HPV: O papilomavirus humano (HPV) é um DNA vírus com forma icosaédrica, de 55 nm de diâmetro e composto por 8000 pares de base. O genoma

Leia mais

Curso Teórico Prático para Profissionais de Saúde em Ações de Prevenção do Câncer de Colo Uterino e de Mama

Curso Teórico Prático para Profissionais de Saúde em Ações de Prevenção do Câncer de Colo Uterino e de Mama SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE LESTE RH / DESENVOLVIMENTO 1 DENOMINAÇÃO Curso Teórico Prático para Profissionais de Saúde em Ações de Prevenção do Câncer de Colo Uterino

Leia mais

MÉTODOS MOLECULARES PARA IDENTIFICAÇÃO DO HPV COLO UTERINO. Dra Rejane Santana R3 Orientadora: Dra Vera Fonseca

MÉTODOS MOLECULARES PARA IDENTIFICAÇÃO DO HPV COLO UTERINO. Dra Rejane Santana R3 Orientadora: Dra Vera Fonseca UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTINO FRAGA FILHO SERVIÇO DE GINECOLOGIA MÉTODOS MOLECULARES PARA IDENTIFICAÇÃO DO HPV NO RASTREIO DO CÂNCER DE COLO UTERINO Dra Rejane

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO USO DO PRESERVATIVO MASCULINO NA PREVENÇÃO DA INFECÇÃO PELO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) EM ADOLESCENTES

A IMPORTÂNCIA DO USO DO PRESERVATIVO MASCULINO NA PREVENÇÃO DA INFECÇÃO PELO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV) EM ADOLESCENTES Vol.13n.3,pp.65-70 (Dez 2015 Fev 2016) Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research - BJSCR A IMPORTÂNCIA DO USO DO PRESERVATIVO MASCULINO NA PREVENÇÃO DA INFECÇÃO PELO PAPILOMAVÍRUS HUMANO (HPV)

Leia mais

HPV. Câncer do Colo do Útero Verrugas Genitais. G u i a d e P ediatria

HPV. Câncer do Colo do Útero Verrugas Genitais. G u i a d e P ediatria HPV Câncer do Colo do Útero Verrugas Genitais G u i a d e P ediatria Você tenta fazer tudo que é possível para proteger sua filha, para garantir que tudo dê certo hoje e amanhã. Ela confia em você. Essa

Leia mais

QUE TODOS OS DIAS SEJAM 8 DE MARÇO! Na prática

QUE TODOS OS DIAS SEJAM 8 DE MARÇO! Na prática QUE TODOS OS DIAS SEJAM 8 DE MARÇO! No dia 22 de fevereiro, durante a cerimônia do Oscar, a atriz Patrícia Arquette fez um discurso emocionado que não tinha nada a ver com o prêmio que recebeu, como atriz

Leia mais

ISSN ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE

Leia mais

INFORME TÉCNICO DA VACINA HPV (PAPILOMAVÍRUS HUMANO 6, 11, 16, 18 (RECOMBINANTE)) - 2015

INFORME TÉCNICO DA VACINA HPV (PAPILOMAVÍRUS HUMANO 6, 11, 16, 18 (RECOMBINANTE)) - 2015 INFORME TÉCNICO DA VACINA HPV (PAPILOMAVÍRUS HUMANO 6, 11, 16, 18 (RECOMBINANTE)) - 2015 Apresentação O Ministério da Saúde com o objetivo de reforçar as atuais ações de prevenção do câncer do colo do

Leia mais

Questionário. O tempo previsto para o preenchimento do questionário é de 10 minutos.

Questionário. O tempo previsto para o preenchimento do questionário é de 10 minutos. Questionário Rita Mafalda Rodrigues de Matos, a frequentar o 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa, encontra-se a elaborar o Projecto de

Leia mais

ANÁLISE DE PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE MULHERES QUE FAZEM EXAME PAPANICOLAU EM UNIDADE DE SAÚDE EM CAJAZEIRAS-PB E RALAÇÕES COM HPV.

ANÁLISE DE PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE MULHERES QUE FAZEM EXAME PAPANICOLAU EM UNIDADE DE SAÚDE EM CAJAZEIRAS-PB E RALAÇÕES COM HPV. ANÁLISE DE PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE MULHERES QUE FAZEM EXAME PAPANICOLAU EM UNIDADE DE SAÚDE EM CAJAZEIRAS-PB E Saúde e Educação Janiele Maria Vasconcelos Mota RALAÇÕES COM HPV Áreas Temáticas Autora Instituição

Leia mais

Atendimento ginecológico de mulheres submetidas a transplante de células tronco hematopoéticas

Atendimento ginecológico de mulheres submetidas a transplante de células tronco hematopoéticas Atendimento ginecológico de mulheres submetidas a transplante de células tronco hematopoéticas INTRODUÇÃO O transplante de células tronco hematopoéticas (TCTH) é indicado para tratamento de doenças hematológicas

Leia mais

Módulo R - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade)

Módulo R - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Módulo R - Saúde da Mulher (mulheres de 18 anos e mais de idade) Neste módulo, vamos fazer perguntas sobre a sua saúde, exames preventivos, história reprodutiva e planejamento familiar. R1. Quando foi

Leia mais

PROJETO DE LEI No, DE 2009

PROJETO DE LEI No, DE 2009 PROJETO DE LEI No, DE 2009 (DO SR. CAPITÃO ASSUMÇÃO) Dispõe sobre a imunização de mulheres com a vacina contra o papilomavírus humano (HPV), na rede pública do Sistema Único de Saúde de todos os estados

Leia mais

GUIA INFORMATIVO SOBRE VACINAÇÃO CONTRA O HPV

GUIA INFORMATIVO SOBRE VACINAÇÃO CONTRA O HPV PREFEITURA DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE COORDENAÇÃO GERAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE EQUIPE DE VIGILÂNCIA DAS DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS NÚCLEO DE IMUNIZAÇÕES GUIA INFORMATIVO SOBRE VACINAÇÃO

Leia mais

recomendações Atualização de Condutas em Pediatria

recomendações Atualização de Condutas em Pediatria Atualização de Condutas em Pediatria nº 36 Departamentos Científicos da SPSP, gestão 2007-2009. Departamento de Neonatologia Obstrução nasal no recém-nascido Minhas dúvidas sobre o HPV Departamento de

Leia mais

Vigilância e prevenção das Doenças de transmissão vertical 2016/2017

Vigilância e prevenção das Doenças de transmissão vertical 2016/2017 Vigilância e prevenção das Doenças de transmissão vertical 2016/2017 Principais Doenças de Transmissão Vertical no Brasil Sífilis congênita HIV-AIDS Hepatites B e C Rubéola congênita Toxoplasmose congênita

Leia mais

9º ano em AÇÃO. Assunção contra o mosquito!

9º ano em AÇÃO. Assunção contra o mosquito! Paz e Bem 9º ano em AÇÃO Assunção contra o mosquito! Informações sobre o mosquito Mosquito doméstico Hábitos Reprodução Transmissão vertical DENGUE Transmissão: principalmente pela picada do mosquito

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Neoplasias do colo do útero. Epidemiologia. Patologia

PALAVRAS-CHAVE Neoplasias do colo do útero. Epidemiologia. Patologia 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido - ISSN 2238-9113 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE

Leia mais

GRIPE PERGUNTAS E RESPOSTAS

GRIPE PERGUNTAS E RESPOSTAS GRIPE PERGUNTAS E RESPOSTAS Este é um tema que ainda hoje merece muita atenção. Assim, com o objetivo de divulgar informações repassadas pelo Ministério da Saúde, organizamos este texto em forma de perguntas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011 (Do Sr. ELISEU PADILHA)

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011 (Do Sr. ELISEU PADILHA) PROJETO DE LEI Nº., DE 2011 (Do Sr. ELISEU PADILHA) Altera a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS COORDENAÇÃO GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES BRASÍLIA NOVEMBRO, 2013 1 SUMÁRIO I ENTENDA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria da Saúde

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria da Saúde Considerando a confirmação de um caso de sarampo e quatro fortemente suspeitos no Ceará; Considerando a confirmação de surto de sarampo em Pernambuco e casos confirmados relacionados à importação, nos

Leia mais