ESTADO DE RORAIMA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AMAZÔNIA : PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTADO DE RORAIMA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AMAZÔNIA : PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS"

Transcrição

1 ESTADO DE RORAIMA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AMAZÔNIA : PATRIMÔNIO DOS BRASILEIROS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO A empresa ITAMAR C. DA SILVA - ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob o n / , com sede estabelecida na Rua 02 de julho, n. 1450, Bairro Aeroporto, nesta cidade, neste ato representado por seu sócio-proprietário, vem respeitosamente junto a essa Comissão de Licitação apresentar IMPUGNACAO AO EDITAL em referência as letras j e m, subitem 4.1 item 8 do edital 002/2009, de acordo com os termos apresentados na peça em anexo, requerendo, ao final a consonância com a Resolução nº 018/2000. TOMADA DE PREÇOS N.º 002/2009 PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 2837/2008 DOS FATOS O Tribunal de Justiça do Estado de Roraima, por intermédio da sua Comissão Permanente de Licitação designada através da Portaria nº 1089 de 25 de novembro de 2008, instaurou processo licitatório, na modalidade Tomada de Preços, que recebeu número de ordem 002/2009, visando à Contratação de empresa especializada para execução de serviço de controle de vetores e pragas urbanas, com fornecimento de material, conforme as condições constantes do Instrumento convocatório e seus Anexos que integram o Edital impugnado. Interessada em participar do certame, a licitante adquiriu o Edital, tendo verificado, entretanto, a existência de vícios nos termos do mesmo, que devem ser obrigatoriamente apreciados e, precipuamente, combatidos, uma vez que a Administração é obrigada a exercitar o controle da legalidade do ato convocatório da licitação, especialmente quando provocada nos prazos indicados na Lei.

2 DO PRAZO Assim dispõe o 2º do art. 41 da Lei 8886/93, In Verbis: Art. 41. A Administração não pode descumprir as normas e condições do edital, ao qual se acha estritamente vinculada. 2º Decairá o direito de impugnar os termos do edital de licitação perante a Administração o licitante que não o fizer até o segundo dia útil que anteceder a abertura dos envelopes de habilitação em concorrência, a abertura dos envelopes com as propostas em convite, tomada de preços ou concurso, ou a realização de leilão, as falhas ou irregularidades que viciaram esse edital, hipótese, em que tal comunicação não terá efeito de recurso. O artigo 110 da Lei Federal nº /93, preconiza sobre a contagem do prazo para os atos em procedimento licitatório do seguinte modo: Art Na contagem dos prazos estabelecidos nesta Lei, excluir-se-á o dia do início e incluir-se-á o do vencimento, e considerar-se-ão os dias consecutivos, exceto quando for explicitamente disposto em contrário. Concluímos, portanto, pela TEMPESTIVIDADE da presente Impugnação. DOS VÍCIOS Depreendem-se do instrumento convocatório por ora impugnado, dentre os requisitos que compõe os itens: RAZÕES DE IMPUGNAÇÃO DOS FATOS E DIREITOS ALEGADOS PELA EMPRESA: A empresa ITAMAR C. DA SILVA - ME, pessoa jurídica de direito privado, já acima qualificado, por seu representante legal ao final assinado, apresenta sua intenção de Impugnar contra os termos do Edital. I DA TEMPESTIVIDADE Vem esta empresa apresentar tempestivamente a impugnação do Edital na forma prevista no art. 41 2º, da Lei 8.666/93. II DOS FATOS 2

3 Em primeiro lugar, requer este Edital, a exigência de Certidão do Conselho de Químico e comprovação da cópia da carteira de trabalho de profissional ENGENHEIRO QUIMICO. Insta consignar, que o presente edital, faz exigência restringindo a competição e inviabilizando a competição de várias empresas, inclusive esta impugnante. Neste sentido, observa-se que tal exigência enumera uma quantidade ínfima de licitante para participar do certame, neste pensamento, o Edital não está contribuindo para amplitude da competição, vedado pelas Súmulas do TCU. III DO DIREITO Preliminarmente, aponto como o caminho para a consecução dos fatos Exigidos no Edital, no que dispõe a Constituição Federal no inciso XX do art. 5º, onde diz que: ninguém poderá ser compelido a associar-se ou manter-se associado grifo nossos. A Carta Magna nos leva a assertiva de que pessoas jurídicas ou físicas não são obrigadas a associar em qualquer entidade de classe, sindicato e/ou em outras entidades. Quanto a Lei de , que cria os Conselho Federais e Regionais de Química, adotam como medida de que os caberá: As turmas individuais de profissionais e as mais firmas, coletivas ou não, sociedades, associações, companhias, empresas em geral e suas filiais, que explorem serviços os quais são necessárias atividades de químico, especificados decreto-lei nº 5.452, de 1 de maio de 1943 Consolidação das Leis do Trabalho ou nesta lei, deverão provar, perante os Conselhos Regionais que essas atividades são exercidas por profissionais habilitados e registrados. Através da interpretação desta Lei, observa-se que caberá a empresa ou entidade, verificar junto à entidade de classe, profissionais devidamente registrados e aptos para o exercício da profissão, onde esta deverá comprovar perante o respectivo Conselho que a atividade principal é compatível para o registro e não o inverso. É evidente que de acordo com a lei nº de 30 de outubro de 1980, que as empresas e a anotação dos profissionais legalmente habilitados são obrigatórias para fiscalização do exercício das diversas profissões. Por conseguintes, a Resolução nº 18, de 29 de fevereiro de 2000 da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA dispõe sobre Normas Gerais para funcionamento de Empresas Especializadas nas prestações de serviços de controle de vetores e pragas urbanas, estabeleceu diretrizes, definições e condições gerais de funcionamento das empresas especializadas controladoras de pragas urbanas, visando o cumprimento das Boas Praticas Operacionais. Nas Considerações gerais, item 4, subitem 4.2, da referida resolução, dispõe que as empresas especializadas deverão obrigatoriamente ter um técnico responsável devidamente habilitado para o exercício das funções relativas às atividade pertinentes ao controle e de vetores de pragas urbanas, devendo apresentar o registro da empresa junto ao respectivo Conselho Regional. Para o exercício desta especialidade os profissionais habilitados são: Biólogo, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Florestal, Engenheiro Químico, Farmacêutico, Médico-Veterinário e Químico, item 4 subitem

4 Percebe-se que a ANVISA Órgão máximo regulamentador/fiscalizador, regulamentou através da sobredita Resolução que outros profissionais podem atuar como responsáveis técnicos pelo combate de vetores e pragas urbanas. Para efeito de conhecimento, esta empresa já mantém registro no Conselho Regional de Farmácia CRF, com um profissional devidamente habilitado para o exercício de suas funções. Deste modo, entendemos que esta empresa encontra-se devidamente habilitada para exercer a atividade prevista na Resolução da ANVISA, bem como, as exigências previstas nas Normas do Governo, Federal, Estadual e Municipal. IV DA CONCLUSAO Considerando que esta empresa encontra-se devidamente habilitada para exercer as atividade de combate a vetores e pragas urbanas na forma como dispõe o item 4 subitem 4.2.1, encontrando-se registrada no Conselho de Farmácia. Considerando que esta empresa mantém atualizada toda a documentação exigida pelos órgãos públicos de diversas esferas, sobretudo, Alvará Sanitário. Considerando possuir em seu quadro farmacêutico registrado no devido Conselho, na forma da sobredita Resolução da ANVISA. Requeremos a IMPUGNAÇÃO do edital, em especial a letras j e m subitem 4.1 Item 4 do edital 152/2008, e que o mesmo esteja em consonância com a Resolução nº 18, de 29 de fevereiro de Boa Vista/RR, 13 de abril de apresentado. É o que consta, na íntegra, do Instrumento de Impugnação 4

5 RESPOSTA DE IMPUGNAÇÃO Ref. Impugnação do Edital de Tomada de Preços nº 002/2009/TJRR Em resposta à impugnação administrativa apresentada pela Empresa ITAMAR C. DA SILVA - ME, recebida em 13/04/2009, temos a informar o seguinte: A impugnação está disciplinada no artigo 41 da Lei 8666/93. Trata-se de um meio que o legislador criou para assegurar ao administrado a possibilidade de reagir contra a ilegalidade de uma cláusula ou condição prevista no edital. O diploma acima citado não define qual é a autoridade competente para responder às impugnações dirigidas ao edital, por sua vez também não define quem possui competência para elaborar o instrumento convocatório. No entanto, ainda que a Lei nº 8.666/93 seja silente quanto ao assunto, é certo que quem tem competência para elaborar o edital deve tê-la também para se pronunciar sobre as suas ilegalidades, devendo ser competente para analisar as impugnações ao edital a mesma autoridade que o elaborou. Sendo assim, passo ao julgamento da referida impugnação, no que concerne às observações e aos pedidos. Primeiramente, sabe-se que diversas leis federais regulamentam o exercício de profissões liberais, estabelecendo que, para seu exercício, o profissional seja formado por instituição de ensino devidamente reconhecida e registrado no Conselho Regional de Fiscalização de sua profissão. Enquanto a escola atesta a habilitação técnico-científica, por meio do diploma, o Conselho Regional comprova a habilitação legal, mediante a emissão da Carteira Profissional. As empresas que desenvolvem essas atividades regulamentadas também devem ser registradas no Conselho Regional correspondente. Existem, atualmente, mais de 40 profissões reguladas por lei federal. Podese citar, como exemplo, entre outras, Engenharia, Arquitetura e Agronomia, Administração, Medicina, Odontologia, Fonoaudiologia, Economia, Biologia, Contabilidade, Química, Psicologia, Farmácia, Relações Públicas, Nutrição, Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Biomedicina, Enfermagem, Biblioteconomia, 5

6 Medicina Veterinária, Serviço Social, Corretores de Imóveis, Representantes Comerciais, Advogados, Estatística e Museologia. De forma que, compete ao administrador público identificar se, para garantia da execução contratual, o objeto licitado deve ser obrigatoriamente executado por profissional ou empresa de atividade regulamentada. Em caso positivo, o administrador público deverá exigir dos licitantes o devido registro na entidade profissional competente. Na hipótese negativa, o administrador público deverá se abster de exigir dos licitantes qualquer registro ou inscrição em entidade profissional. Não atende ao comando constitucional (art. 37, inc. XXI) estipular no edital que o licitante deva ser registrado em entidade profissional compatível com o objeto licitado, sem que conste expressamente a identificação dessa entidade. Deve-se ressaltar que o registro ou a inscrição devem ser efetuados no conselho competente para fiscalização da atividade básica ou preponderante desenvolvida pela empresa ou profissional, conforme disposição do art. 1º da Lei nº 6.839/80. O Superior Tribunal de Justiça já pacificou a questão, tendo decidido que a atividade básica desenvolvida pela empresa é que determina a que Conselho Profissional deve se vincular, não havendo embasamento legal para se exigir a inscrição em dois Conselhos distintos (REsp nº /AL), bem como o fato de a empresa contar em seus quadros com engenheiro e não tornar obrigatória a sua inscrição no CREA, se ela não desenvolve atividade típica de engenharia (REsp nº /RN). Na mesma linha de entendimento, o doutrinador Edgar Guimarães ministra que a melhor interpretação do dispositivo legal impõe que, primeiramente, seja identificada a parte essencial do objeto licitado e a atividade necessária ao seu implemento. A seguir, deve ser verificado se existe entidade profissional regulando tal atividade, exigindo a competente inscrição em caso positivo. A Comissão Permanente de Licitação exigiu comprovação do registro ou inscrição do licitante na entidade profissional competente, por entender que é de competência do Conselho Regional de Química a manipulação de produtos químicos (venenos). Em parte alguma do instrumento convocatório foi feita a exigência de que o licitante pertencesse à associações, sindicatos etc., Até mesmo, por falta de previsão legal. 6

7 A empresa impugnante trouxe à baila, de forma imprópria o disposto no art. 5º, inc. XX da Constituição Federal, que assegura que ninguém poderá ser compelido a associar-se ou a permanecer associado, tal impropriedade se dá pelo fato de que, nada foi exigido neste sentido, haja vista a diferença entre um e outro instituto. A Comissão tem plena ciência de que é vedada a exigência de comprovação de filiação a Sindicato ou a Associação de Classe, como condição de participação, o que se exigiu foi a comprovação de inscrição num determinado Conselho, porém a Resolução nº 018/2000, que tem abrangência federal e regula acerca do controle de vetores e pragas reza que as Empresas Especializadas, para o objeto em apreço, somente poderão funcionar, depois de devidamente licenciadas junto à autoridade sanitária ou ambiental competente, as quais deverão ter um responsável técnico, qual que seja, dentre os profissionais por Ela indicados, quais sejam: biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro florestal, engenheiro químico, farmacêutico, médico-veterinário e químico. Vale ressaltar que tal condição já está contemplada no Edital, sendo ali inserido, por meio de um pedido de esclarecimento, em respeito à Supremacia do Interesse Público. Ante o exposto, decidimos pelo NÃO PROVIMENTO À IMPUGNAÇÃO APRESENTADA PELA EMPRESA, uma vez que os motivos alegados já foram anteriormente tratados, como acima exposto, em pedido de esclarecimento, não configurando, portanto, o presente remédio, razão suficiente para impugnação do Instrumento Convocatório. Boa Vista/RR, 15 de abril de VALDIRA C. S. SILVA PRESIDENTA DA CPL JOSÂNIA MARIA SILVA DE AGUIAR SECRETÁRIA 7

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Fl. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina PREGÃO N. 86/2011 PROTOCOLO N. 53.405/2011 ASSUNTO: Contratação de empresa especializada para execução dos serviços de desinsetização e desratização dos

Leia mais

EXMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

EXMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS 1 EXMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 30/2011 PROCESSO Nº. 23042.000448/2011-01 M. DO ESPIRITO

Leia mais

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda.

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda. ILMO. SR. DR. PREGOEIRO DO PREGÃO ELETRÔNICO N. 79/2012 DA FUNDAÇÃO DE APOIO A PESQUISA E A EXTENSAO - FAPEX Pregão Eletrônico nº 79/2012 WEGH ASSESSORIA E LOGISTICA INTERNACIONAL LTDA, com sede na Rua

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Referência: Pregão presencial nº 024/2012 Processo: 1.00.000.00100028/2012-41 Assunto: Impugnação de Edital PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA A empresa JC CONTROLE AMBIENTAL LTDA-EPP, interpõe impugnação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA Processo n.º 170/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA Referência: Pregão n.º 009/2015 Assunto: Impugnação aos Termos do Edital DECISÃO Trata-se de IMPUGNAÇÃO AO EDITAL interposta pela empresa PLUS

Leia mais

..., respeitosamente, à presença do CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO - CNPQ, por seu representante legal, inconformada, data vênia, com a especificação contida nos Itens 1.0

Leia mais

AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF

AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO A EDITAL Referente: Pregão nº 006/2015 - Processo Licitatório nº 006/2015 Objeto: Contratação de empresa especializada para

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema Licitação: Processo administrativo 073/13 Edital - Convite 002/13 Assunto: Resposta ao recurso apresentado contra o julgamento da habilitação. Senhor Presidente do CISMEPAR, A empresa Carvalho Projetos

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DA IMPUGNAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 030/2010 PROCESSO Nº E-18/001.673 /2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONSERVAÇÃO, LIMPEZA E HIGIENE.

ATA DE JULGAMENTO DA IMPUGNAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 030/2010 PROCESSO Nº E-18/001.673 /2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONSERVAÇÃO, LIMPEZA E HIGIENE. AO ORDENADOR DE DESPESAS GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ATA DE JULGAMENTO DA IMPUGNAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 030/2010 PROCESSO Nº E-18/001.673 /2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CONSERVAÇÃO, LIMPEZA E

Leia mais

ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014

ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014 ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014 FEACONSPAR - FEDERAÇÃO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Processo n.º: 08008.000216/2014-11 Interessado: COSEG Assunto: Resposta à Impugnação do Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação, Trabalho Temporário e Serviços Terceirizáveis do DF SEAC/DF, ao Pregão

Leia mais

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009.

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009. Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL Em 4 de setembro de 2009. Processo nº: 48500.000496/2009-53 Licitação: Pregão Eletrônico nº 49/2009 Assunto: Análise do recurso interposto pela Ductbusters Engenharia

Leia mais

Dentemed Equipamentos Odontológicos ltda. CNPJ: 07.897.039/0001-00 INSC. EST.: 001.005.921-0010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PREGOEIRA

Dentemed Equipamentos Odontológicos ltda. CNPJ: 07.897.039/0001-00 INSC. EST.: 001.005.921-0010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PREGOEIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PREGOEIRA REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL N 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 043/2014 DENTEMED EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Procuradoria-Geral de Justiça COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL RELATÓRIO E INFORMAÇÕES À AUTORIDADE SUPERIOR RECURSO ADMINISTRATIVO/CONTRARRAZÕES FEITO: RECURSO ADMINISTRATIVO/CONTRARRAZÕES REFERÊNCIA: CONCORRÊNCIA 001/2013 RAZÕES: DESOBEDIÊNCIA A ITENS EDITALÍCIOS

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA PROCESSO: 23249.023345/2011-95. REFERENTE: CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 01/2011 IMPUGNANTE: LTM CONSTRUÇÕES LTDA JULGAMENTO DE RECURSO

Leia mais

PODER EXECUTIVO. A Prefeitura Municipal de Cruz das Almas, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR.

PODER EXECUTIVO. A Prefeitura Municipal de Cruz das Almas, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. ANO. 2015 Prefeitura Municipal de Cruz das Almas-BA DO MUNICÍPIO DE CRUZ DAS ALMAS - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Cruz das Almas, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR.

Leia mais

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 COMBRAS ENGENHARIA LTDA. apresentou Impugnação ao Edital do Pregão Eletrônico AA nº 37/2007, que tem por objeto a contratação de empresa

Leia mais

Ofício nº. 467/2012-AJ São José (SC), 03 de setembro de 2012.

Ofício nº. 467/2012-AJ São José (SC), 03 de setembro de 2012. Ofício nº. 467/2012-AJ São José (SC), 03 de setembro de 2012. À COMISSÃO DE LICITAÇÕES DO INSTITUTO FEDERAL DE FARROUPILHA CAMPUS PANAMBI, RESPONSÁVEL PELO PREGÃO ELETRÔNICO 12/2012 CUJO OBJETO VISLUMBRA

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE.

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. AO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE CPL - Comissão Permanente de Licitação SAS Quadra

Leia mais

Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul

Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL REFERÊNCIA : TOMADA DE PREÇOS N.º 01/2015 PROC. ADM. N.º : 143/2015 IMPUGNANTE : FLORES ADVOGADOS ASSOCIADOS - OAB/RS 4.398 EDITAL TOMADA DE PREÇOS N.º 01/2015. CONTRATAÇÃO

Leia mais

Inscrição de Pessoas Jurídicas no Conselho que Terceirizam Serviços de Fonoaudiologia. Consulta

Inscrição de Pessoas Jurídicas no Conselho que Terceirizam Serviços de Fonoaudiologia. Consulta Inscrição de Pessoas Jurídicas no Conselho que Terceirizam Serviços de Fonoaudiologia. Parecer Jurídico Consulta A Comissão de Orientação e Fiscalização do Conselho Regional de Fonoaudiologia 6ª Região,

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE E JULGAMENTO IMPUGNACÃO AO EDITAL Nº 576/2008-01

RELATÓRIO DE ANÁLISE E JULGAMENTO IMPUGNACÃO AO EDITAL Nº 576/2008-01 RELATÓRIO DE ANÁLISE E JULGAMENTO IMPUGNACÃO AO EDITAL Nº 576/2008-01 Publicado o Edital de Licitação n.º 576/2008-01, objetivando a contratação de empresa especializada na execução das Obras de Reabilitação

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO:

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: Impugnação ao Edital oferecida pela empresa QATIVE TECNOLOGIA E EVENTOS LTDA. DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

A Empresa SPRINK SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. interpõe tempestivamente impugnação ao Edital de Pregão supra referenciado pelos motivos a seguir:

A Empresa SPRINK SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. interpõe tempestivamente impugnação ao Edital de Pregão supra referenciado pelos motivos a seguir: PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Referência: Pregão nº 17/2009 Processo: 1.00.000.000102/2009-16, Fase: Impugnação de Edital A Empresa SPRINK SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA.

Leia mais

Profissões Regulamentadas

Profissões Regulamentadas Profissões Regulamentadas Para efeitos fiscais e tributários, a Secretaria da Receita Federal expediu orientações, aonde entende, de acordo com o subitem 4.1 do Parecer Normativo CST 15/83, que Profissão

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Brasília DF, 03 de agosto de 2010. Ref.: Pregão Eletrônico nº 06/2010

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA- ESTRUTURA DE TRANSPORTES DO ESTADO DE MATO GROSSO MT. PREGÃO ELETRÔNICO n 603/07

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA- ESTRUTURA DE TRANSPORTES DO ESTADO DE MATO GROSSO MT. PREGÃO ELETRÔNICO n 603/07 ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA- ESTRUTURA DE TRANSPORTES DO ESTADO DE MATO GROSSO MT. PREGÃO ELETRÔNICO n 603/07 VIVO S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 02.449.992/0072-58,

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 20 de fevereiro de 2009. Ref.: Processo n

Leia mais

Impugnação apresentada pela Promotional

Impugnação apresentada pela Promotional Impugnação apresentada pela Promotional PROMOTIONAL TRAVEL VIAGENS E TURISMO LTDA, pessoa jurídica dedireito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 40.434.458/0001-73, situada à Rua São José nº 90, Salas 1505/06/07/08,

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO ILUSTRÍSSIMO SENHOR ABDIAS DA SILVA OLIVEIRA DESIGNADO PREGOEIRO PARA O PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR PREGÃO ELETRÔNICO: 4/2015 COQUEIRO &

Leia mais

VOTO EM SEPARADO DA DEPUTADA ANDRÉIA ZITO

VOTO EM SEPARADO DA DEPUTADA ANDRÉIA ZITO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO PROJETO DE LEI Nº 6.708, DE 2009. Acrescenta Capítulo III-A ao Título V da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei nº

Leia mais

COMISSÃO DE LICITAÇÃO DE OBRAS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE ALAGOAS

COMISSÃO DE LICITAÇÃO DE OBRAS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE ALAGOAS COMISSÃO DE LICITAÇÃO DE OBRAS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE ALAGOAS Processo nº 005098-9.2015.001 Objeto: Contratação de empresa de engenharia para realizar a construção do Juizado Especial Cível e

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 15 de F E REP ÚB LIC A D ER ATIV A DOB R A SI L Nove mbro de 1889 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Processo n.º 1.30.001.001312/2005-59 Referência: Pregão

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA ANA PAULA BORGES

ILUSTRÍSSIMA SENHORA ANA PAULA BORGES ILUSTRÍSSIMA SENHORA ANA PAULA BORGES DE MORAIS PREGOEIRA DA COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES - EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS N 047/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 07.01511/2015

Leia mais

Recurso: EDITAL DE PREGÃO FÍSICO Nº 22/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 003.080317.15.4

Recurso: EDITAL DE PREGÃO FÍSICO Nº 22/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 003.080317.15.4 Exmo. Sr. João Paulo Lopes Ferreira Coordenador Coordenação de Julgamento e Contratos Recurso: EDITAL DE PREGÃO FÍSICO Nº 22/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 003.080317.15.4 O ICDE Instituto de Combate

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2012 Inscrição e seleção dos membros da Subcomissão Técnica para licitações de serviços de publicidade EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DOS MEMBROS DA SUBCOMISSÃO TÉCNICA

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Referência: Concorrência nº 01/2012 Fase: Resultado da análise das propostas técnicas Sr. Secretário de Administração, RBM PROPAGANDA E COMUNICAÇÃO LTDA empresa devidamente estabelecida na CLN 309, Bloco

Leia mais

Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS

Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS Periodo Curso NrVagasUni NrVagasL3 NrVagasL4 2015_1 ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - (Integral) 8 0 0 2015_2 ADMINISTRAÇÃO -

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO INTERPOSTA PELA EMPRESA: R.V. CONSULT TRANSPORTES E LOGÍSTICA LTDA REFERENTE AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 035/2013

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO INTERPOSTA PELA EMPRESA: R.V. CONSULT TRANSPORTES E LOGÍSTICA LTDA REFERENTE AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 035/2013 RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO INTERPOSTA PELA EMPRESA: R.V. CONSULT TRANSPORTES E LOGÍSTICA LTDA REFERENTE AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 035/2013 Trata-se da análise da impugnação interposta às fls. 129/138,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Processo n.º 23000.003104/2004-11 Interessado: Coordenação-Geral de Recursos Logísticos Assunto: Recurso

Leia mais

Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para:

Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo <araujo.m40@gmail.com> Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para: Marcelino David Bandt Da Costa De: Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para: Marcelino David Bandt Da Costa Assunto: Pedido de

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 2.266/2014

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 2.266/2014 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN-MPU Nº 2.266/2014 Referência : Ofício nº 056/2014-AJC-PRT/8ª. Protocolo AUDIN-MPU 1306/2014. Assunto

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 21ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 21ª REGIÃO PROCESSO Nº 009.707/2015 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 016/2013 OBJETO: Registro de preços para eventual contratação de empresa especializada na prestação de serviços de controle sanitário integrado no combate

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDONIA.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDONIA. ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDONIA. PREGÃO PRESENCIAL Nº. 007/2010 A TCI BPO TECNOLOGIA, CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO S/A, com sede na BR 101 Norte KM 13, S/N, Paratibe,

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS. Pedido de Esclarecimento cumulado com Impugnação de Edital

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS. Pedido de Esclarecimento cumulado com Impugnação de Edital ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS Pedido de Esclarecimento cumulado com Impugnação de Edital PREGÃO PRESENCIAL N 34/2014 PROCESSO TCE/TP N 14.002685-1 Pedido de

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 36/2012

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 36/2012 ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 36/2012 Aos 4 dias do mês de outubro de 2012, reuniram-se o Pregoeiro e os integrantes da Equipe de Apoio para análise e julgamento

Leia mais

I DA SÍNTESE DOS FATOS

I DA SÍNTESE DOS FATOS CONCORRÊNCIA Nº 189/2013 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE APOIO À SUPERVISÃO DA EXECUÇÃO DAS OBRAS DE MACRODRENAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MATHIAS.

Leia mais

Brasília, 05 de setembro de 2007

Brasília, 05 de setembro de 2007 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA - COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 05 de setembro de 2007 Ref.: Processo

Leia mais

O REGISTRO DAS EMPRESAS NOS CONSELHOS REGIONAIS DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS.

O REGISTRO DAS EMPRESAS NOS CONSELHOS REGIONAIS DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS. O REGISTRO DAS EMPRESAS NOS CONSELHOS REGIONAIS DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS. A Constituição Federal de 1988 dispõe que compete à União legislar sobre condições para o exercício

Leia mais

IMPUGNAÇÃO Nº 3. Em síntese, a Impugnante alegou o que segue: 2. DA IRREGULARIDADE A SER CORRIGIDA:

IMPUGNAÇÃO Nº 3. Em síntese, a Impugnante alegou o que segue: 2. DA IRREGULARIDADE A SER CORRIGIDA: IMPUGNAÇÃO Nº 3 Considerando a apresentação, por parte da empresa CONFEDERAL VIGILÂNCIA E TRANSPORTE DE VALORES LTDA., da IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO referente ao Pregão Eletrônico nº 27/2010,

Leia mais

Decisão de Pregoeiro n /2009-SLC/ANEEL. Em 03 de julho de 2009.

Decisão de Pregoeiro n /2009-SLC/ANEEL. Em 03 de julho de 2009. Decisão de Pregoeiro n /2009-SLC/ANEEL Em 03 de julho de 2009. Processo nº: 48500.007998/2008-24 Licitação: Pregão Eletrônico nº 08/2009 Assunto: Análise da IMPUGNAÇÃO AO EDITAL apresentada pela empresa

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS. CRECI 2ª Região DEFINE A OBRIGATORIEDADE DE RECOLHIMENTO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL

CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS. CRECI 2ª Região DEFINE A OBRIGATORIEDADE DE RECOLHIMENTO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL DEFINE A OBRIGATORIEDADE DE RECOLHIMENTO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL Ilmo. Sr. IGNÁCIO CARLOS ARMESTO (45.791) Av. Brigadeiro Faria Lima n 2.152-10 - Conj. B 01452-002 - São Paulo - SP PARECER Nº 029.P.2002

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA No- 6, DE 27 DE MARÇO DE 2013

PORTARIA NORMATIVA No- 6, DE 27 DE MARÇO DE 2013 PORTARIA NORMATIVA No- 6, DE 27 DE MARÇO DE 2013 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 87, parágrafo único, inciso II da Constituição, e pelo art. 5º,

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014.

Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014. Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014. Ref.: Pregão Eletrônico 36/2014 Processo nº 1632-0900/14-9 - Julgamento do Recurso Administrativo interposto por Intellisistemas Sistemas de Automação

Leia mais

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. FRANCISCO WILDO (Relator):

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. FRANCISCO WILDO (Relator): APELAÇÃO CÍVEL Nº 511146/AL (0002840-14.2010.4.05.8000) APTE : CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS DA 6ª REGIÃO (AL/PE/PB/RN/CE/PI/MA) ADV/PROC : ALINE JANISZEWSKI LINS APDO : SHBRS/AL - SINDICATO DOS

Leia mais

Câmpus Darcy Ribeiro Curso Grau Turno Vagas

Câmpus Darcy Ribeiro Curso Grau Turno Vagas Universidade de Brasília (UnB) Câmpus Darcy Ribeiro BIOLÓGICAS SOCIAIS SOCIAL FILOSOFIA FÍSICA GEOGRAFIA HISTÓRIA LETRAS LÍNGUA PORTUGUESA LETRAS FRANCÊS LETRAS INGLÊS MATEMÁTICA PSICOLOGIA Integral (Mat/Vesp)

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2009

PROJETO DE LEI N o, DE 2009 PROJETO DE LEI N o, DE 2009 (Do Sr. Maurício Rands) Altera o 3º do art. 511 da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, para incluir as profissões liberais

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 Trata-se de procedimento licitatório, modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa do ramo da construção civil para execução

Leia mais

Novas Atitudes. Novos. Estado Gestor

Novas Atitudes. Novos. Estado Gestor Novas Atitudes Paradigmas 1 Procedimentos Estado G t Gestor Instrumentos 2 Sociedade Estado Necessidades Expectativas P i id d Prioridades Recebe a Recebe a pauta Deve se Deve se empenhar para atender

Leia mais

Tomada de Preços n.º 006/2009

Tomada de Preços n.º 006/2009 Tomada de Preços n.º 006/2009 Procedimento Administrativo n.º 0802/2008 Modalidade: Tomada de Preços Tipo: Menor Preço Julgamento: por item Regime de execução: empreitada por preço global Objeto: Aquisição

Leia mais

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O MANIFESTAÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 075/2012-MP/PA PREGOEIRA: ANDRÉA MARA CICCIO EMPRESA RECORRENTE: PREMIUM SERVICE LTDA CONTRARRAZÕES: TREVO COMERCIO E SERVICO LTDA - ME OBJETO:

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON Processo: CONCORRÊNCIA N.º 006/2006 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO - HABILITAÇÃO Recorrente: ATLAS CONSTRUÇÕES ELÉTRICOS LTDA - EPP. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS REF. Pregão Eletrônico Sistema de Registro de Preços 002/2012, sediada a Rua Vicentina Coutinho Camargos,

Leia mais

Blue Eagle Consultoria & Intermediação de Negócios Ltda

Blue Eagle Consultoria & Intermediação de Negócios Ltda ILMO. Sr. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC Blue Eagle Consultoria & Intermediações de Negócio Ltda, sediada à Rua Visconde de Inhaúma, nº 50, 6ª and, sala 615, Centro, Rio de Janeiro, RJ, CNPJ

Leia mais

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DAS RAZÕES DO IMPUGNANTE

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DAS RAZÕES DO IMPUGNANTE Pregão Eletrônico 002/2012-SRP. DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Aos vinte dias do mês de agosto de 2012, horas, reuniram-se a Pregoeira, os Integrantes da Equipe de Apoio e o Responsável

Leia mais

Perguntas frequentes. 1. Enade. 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? 1.2. O Enade é obrigatório? 1.3. Qual o objetivo do Enade?

Perguntas frequentes. 1. Enade. 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? 1.2. O Enade é obrigatório? 1.3. Qual o objetivo do Enade? Perguntas frequentes 1. Enade 1.1. Qual a legislação pertinente ao Enade? Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Portaria Normativa

Leia mais

UnB Notas de Corte Sisu 2014 na Universidade de Brasília Janeiro 2014 Notas de Câmpus Curso Turno Disputa Corte

UnB Notas de Corte Sisu 2014 na Universidade de Brasília Janeiro 2014 Notas de Câmpus Curso Turno Disputa Corte UnB Notas de Corte Sisu 2014 na Universidade de Janeiro 2014 Notas de Câmpus Curso Turno Disputa Corte Gama Abi Engenharia Int Esc. pública, 1,5 SM 676,6 Gama Abi Engenharia Int Cota Racial UnB 682,72

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES Processo n. º 01158-5.2006.001 Interessado: PORTO SEGURO CIA. DE SEGUROS GERAIS Referência: Recurso Administrativo. Modalidade

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL PREGÃO PRESENCIAL: 063/2015 JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL OBJETO: Aquisição de equipamentos, sistemas, serviços e outros itens necessários à implantação do gerenciamento eletrônico da freqüência dos

Leia mais

Semana de Adminis minis ação Orç Or amen amen ária , Financeira r e de Contr Con a tr t a ações Públi Púb cas

Semana de Adminis minis ação Orç Or amen amen ária , Financeira r e de Contr Con a tr t a ações Públi Púb cas Oficina nº 26 Noções de Licitações Rafael Setúbal Arantes EPPGG Advogado e Mestre em Direito da Administração Pública ABOP ABOP Oficina Slide nº 301 / Slide 1 Ementa da Oficina Nº 26 / Área: Contratações

Leia mais

CASSEL&RUZZARIN A D V O G A D O S

CASSEL&RUZZARIN A D V O G A D O S CASSEL&RUZZARIN A D V O G A D O S Introdução Cassel & Ruzzarin Advogados elaborou um estudo que aborda o desvio de função no serviço público em linguagem simples, na forma de perguntas e respostas, para

Leia mais

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS.

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao SR. PREGOEIRO. PROCESSO LICITATÓRIO TRT/DSAA/029/2014 PREGÃO

Leia mais

Os documentos obrigatórios que devem estar presentes numa licitação para aquisição de correlatos

Os documentos obrigatórios que devem estar presentes numa licitação para aquisição de correlatos Os documentos obrigatórios que devem estar presentes numa licitação para aquisição de correlatos Aldem Johnston Barbosa Araújo Advogado da UEN de Direito Administrativo do Escritório Lima & Falcão e assessor

Leia mais

NGENHARIA ILMO. SR. PRESmENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO DEP ART AMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES.

NGENHARIA ILMO. SR. PRESmENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO DEP ART AMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES. E NGENHARA LMO SR PRESmENTE DA COMSSÃO DE LCTAÇÃO DO DEP ART AMENTO NACONAL DE NFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES Concorrência Pública Edita n 258/2004 Lote 05 CONCREMAT ENGENHARA E TECNOLOGA SA, empresa inscrita

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

3. Após análise das razões apresentadas pela impugnante, consignamos o seguinte:

3. Após análise das razões apresentadas pela impugnante, consignamos o seguinte: Decisão de Pregoeiro n /2009-SLC/ANEEL Em 03 de julho de 2009. Processo nº: 48500.007998/2008-24 Licitação: Pregão Eletrônico nº 08/2009 Assunto: Análise da IMPUGNAÇÃO AO EDITAL apresentada pela empresa

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007 Processo: A 07/204 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços em implementação de windows server 2003 enterprise, active directory,

Leia mais

UFRGS Concurso Vestibular 2009. Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção

UFRGS Concurso Vestibular 2009. Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção UFRGS Concurso Vestibular 2009 Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção Código Nome do Curso Candidatos Vagas Densidade 01 Administração - Diurno 708 80 8,85 Acesso Universal 479 56 Ensino Público 206

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA CARTA CONVITE N 005/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SANTA CATARINA - SENAR-AR/SC Edital de Convite nº. 005/2015 1 - Preâmbulo 1.1 - O Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

RESPOSTA: No que tange à equipe técnica é importante observar que a licitante interessada, deverá respeitar todos os requisitos exigidos pelo Edital.

RESPOSTA: No que tange à equipe técnica é importante observar que a licitante interessada, deverá respeitar todos os requisitos exigidos pelo Edital. É possível a uma Fundação de Apoio a uma Universidade, participar da Concorrência nº 002/2013, sabendo-se que a execução técnica das atividades de elaboração do Manual de Contabilidade Regulatório será

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ)

À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ) À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ) LEVIT COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS TECNOLÓGICOS LTDA, pessoa jurídica de direito privado, devidamente

Leia mais

ILMO. SR(A). PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO MPE/PA

ILMO. SR(A). PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO MPE/PA ILMO. SR(A). PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO MPE/PA PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 037/2013-MP/PA PROCESSO Nº. 155/2013-SGJ-TA (PROTOCOLO N 34975/2013) MELQUIZEDEQUE GARÇA MONTEIRO, Advogado, Portador do

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2015 PROCESSO Nº 01 /2015 TIPO: MAIOR DESCONTO GLOBAL EDITAL COMPLEMENTAR 001/2015 1. PREÂMBULO 2. DA DATA DE REALIZAÇÃO

PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2015 PROCESSO Nº 01 /2015 TIPO: MAIOR DESCONTO GLOBAL EDITAL COMPLEMENTAR 001/2015 1. PREÂMBULO 2. DA DATA DE REALIZAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº 01/2015 PROCESSO Nº 01 /2015 TIPO: MAIOR DESCONTO GLOBAL EDITAL COMPLEMENTAR 001/2015 Objeto: Assessoramento de viagens. Tipo: Maior Desconto Global. 1. PREÂMBULO O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO DECISÃO DE RECURSOS ADMINISTRATIVOS TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2013 PROCESSO Nº 021/2013 FASE: QUALIFICAÇÃO TÉCNICA RECURSO INTERPOSTO POR ADVOCACIA LUCIANO CEOTTO RELATÓRIO Cuida-se de recurso administrativo

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO REFERÊNCIA: Tomada de Preços n.º 004/2015 OBJETO: Contratação de agência de comunicação para a prestação de serviços de programação visual, design gráfico, diagramação

Leia mais

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos

Comunicado ALTERAÇÃO DE VAGAS- PCD ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DOS CÓDIGOS, CARGO/ÁREA DE ATUAÇÃO, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS E VAGAS: Requisitos Comunicado A Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas da Prefeitura do Recife comunica a todos os interessados a reabertura do processo de inscrição no Concurso Público para provimento de cargos

Leia mais

DECISÃO HIERÁRQUICA ( 4º do Art. 109 da Lei 8.666/93)

DECISÃO HIERÁRQUICA ( 4º do Art. 109 da Lei 8.666/93) DECISÃO HIERÁRQUICA ( 4º do Art. 109 da Lei 8.666/93) ERRATA PREGÃO ELETRÔNICO N 016/2015/CML/SEMAD - SRP N º 011/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº: 07.05188/2015 EMPRESA RECORRENTE: Ello Comércio e Serviços

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA AO DD. Pregoeiro Hamilton Vasconcelos Gadelha INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS Pregão Eletrônico nº 30/2011 FOCCUS ADMINISTRADORA DE SERVIÇOS LTDA, pessoa jurídica de direito

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade

SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Registro Discente Departamento de Registro e Controle Acadêmico SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade 1ª Chamada Regular Informações geradas

Leia mais

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR

TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL TERCEIRA ATA DE DIVULGAÇÃO DE RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FORMULADOS POR EMPRESA INTERESSADA NA CONCORRÊNCIA Nº 1/2014 DA SAC/PR Objeto da Concorrência

Leia mais

COD Curso Inscritos Vagas Concorrência

COD Curso Inscritos Vagas Concorrência COD Curso Inscritos Vagas Concorrência A105 Agronomia (bacharelado) 496 56 8.8571 A110 Ciências da Computação (bacharelado) 183 32 5.7188 A115 Engenharia de Alimentos (bacharelado) 188 48 3.9167 A120 Engenharia

Leia mais

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal.

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal. ENADE Exame Nacional de Desempenh ho de Estudantes O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de aferir

Leia mais

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a:

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a: Observe, quando da contratação de empresas para realização de obras e/ou prestação de serviços, o disposto na Lei 8.212/91, que determina a exigência da Certidão Negativa de Débito da empresa na contratação

Leia mais

UNIOESTE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ASSESSORIA DE LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL CURSOS SEQÜENCIAIS

UNIOESTE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ASSESSORIA DE LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL CURSOS SEQÜENCIAIS UNIOESTE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ASSESSORIA DE LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL CURSOS SEQÜENCIAIS (...)Presentemente, a universidade funciona como uma série de tubos. O aluno que entra pelo tubo odontológico

Leia mais

UFRGS Concurso Vestibular 2011. Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção

UFRGS Concurso Vestibular 2011. Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção UFRGS Concurso Vestibular 2011 Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção Código Nome do Curso Vagas Médias Ofer Ocup Primeiro Último 01 Administração - Diurno Acesso Universal 56 56 711,68 572,40 Ensino

Leia mais