Perguntas Frequentes. como enviar arquivos para a Programação Visual

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Perguntas Frequentes. como enviar arquivos para a Programação Visual"

Transcrição

1 Perguntas Frequentes como enviar arquivos para a Programação Visual

2 03 Sumário Configurações do Arquivo 05 Imagens e Ilustrações 08 Cores 11 Fontes e Textos Revisão e Autorização + Lista de Checagem

3 .doc.indd Configurações do Arquivo

4 SOBRE CONFIGURAÇÕES DO ARQUIVO 1. Em que programas posso mandar meu livro? R.: O programa mais comum utilizado pelos clientes é o Microsoft Word. Caso você queira utilizar um programa de editoração mais avançado, recomendamos a utilização do Adobe InDesign. A Editora não trabalha com arquivos nos programas Page Maker e Quark XPress. Para capas e outros materiais gráficos, como folder ou cartaz, recomendamos a utilização do programa Corel Draw ou Adobe Illustrator. 2. Como meu livro deve estar formatado? 03 R.: As dimensões da página devem estar configuradas no tamanho final do seu livro. Caso ele tenha o formato 16 (15,5cmx22cm tamanho padrão de livros) a página deve estar configurada com esse tamanho, assim você já terá a noção exata do número final de páginas. Além disso, sempre utilize os recursos automáticos do programa escolhido, como nota de rodapé, numeração de páginas, marcadores, numeração, tabulação entre outros. Evite sempre alcançar estes resultados a partir de recursos manuais, como utilizar a tecla space para dar o espaço de parágrafo, por exemplo. Saiba mais: A Programação Visual pode disponibilizar para você as instruções de formatação, assim como um modelo de mancha gráfica.

5 Imagens e Ilustrações

6 SOBRE IMAGENS E ILUSTRAÇÕES 3. Posso buscar imagens da internet para inserir no projeto do meu livro? R.: Pode, desde que tenham boa qualidade, pois geralmente as imagens capturadas da internet têm baixa resolução, não sendo adequadas para impressão. Saiba mais: Você pode procurar, na internet, as fotografias e ilustrações em bancos de imagem de alta resolução, como o que contém inclusive fotos sem custo de licença. Antes de definir as imagens que serão utilizadas no livro, é interessante enviá-las ao programador visual para que verifique se elas terão um bom resultado quando impressas. Lembre-se que as imagens devem ser livres de autorização legal ou ter licença concedida Se eu tenho a imagem somente em um material já impresso, posso escaneá-la para inserir no projeto? R: Imagens escaneadas de originais não são as mais adequadas para um projeto gráfico. Se forem imprescindíveis, leve um original - em bom estado - para ser digitalizado pela editora. Saiba mais: A digitalização pode gerar um efeito estético indesejável para impressão. Pergunte ao programador se um tratamento de imagem é viável e lembre-se que esse trabalho poderá demorar ou até elevar o custo do projeto, a depender da complexidade. É interessante verificar com atenção como ficou o resultado final antes de autorizar a impressão do material.

7 5. Preciso entregar as imagens que são utilizadas no livro também em uma pasta separada? R.: Sim, pois geralmente os trabalhos são entregues em um programa como Microsoft Word ou equivalente. Entretanto, eles são transferidos, em nosso setor de programação, para programas editorias, como Indesign, e nesse processo as imagens poderão apresentar problemas ou perder qualidade. Dessa forma, além de ter as imagens inseridas no texto corrido, elas devem ser salvas em separado nessa pasta.se enviar no Indesign, não esqueça de fazer um package ou exportar como Indesign Interchange (.inx). 6. Saiba mais: Sempre entregue todas as imagens em uma pasta com o nome imagens_nome do livro. Envie apenas as imagens e arquivos que serão usados no trabalho. Se possível, envie uma lista com os links das imagens que foram capturadas da internet. Percebi um objeto indesejado na foto que enviei. E agora? R.: Pergunte ao programador visual se ele poderá tratar a imagem para retirar o objeto indesejado. É sempre bom conferir com detalhes as imagens enviadas. Problemas como esses são sempre comuns. 06

8 Cores

9 SOBRE CORES 7. A capa do meu livro foi orçada para ter duas cores. Como funciona o sistema de cores para impressão? R.: A forma de impressão mais usada pelas grandes gráficas utiliza 3 cores básicas (cyan, magenta e amarelo) para formar todas as outras cores, além do preto. Por exemplo, a cor verde é obtida através da impressão das cores cyan e amarelo, enquanto a cor vermelha é obtida através do amarelo e da cor magenta. Logo, nesse sistema, uma capa verde e vermelha será orçada para 2 cores. Saiba mais: Além do sistema CMYK, citado acima, também pode ser utilizado o sistema Pantone. Ele é usado para obter cores específicas, mas o custo é diferenciado. O setor de orçamento buscará a melhor opção para você Só posso ter uma foto ou imagem colorida a 4 cores na capa do livro se, no orçamento, for autorizada a policromia? R.: Sim, o projeto deverá sempre seguir o orçamento definido. (Se possível, sempre definir o orçamento para policromia) Saiba mais: O orçamento pode ser alterado, porém o trabalho levará mais tempo para ser concluído devido às alterações. Pode também encarecer o projeto, a depender de qual etapa encontrava-se o trabalho ou da complexidade das alterações. A impressão a 4 cores ou com cores especiais como cor de ouro, prata, ou cores específicas - eleva o custo do trabalho, no entanto, agrega mais valor ao projeto. É interessante que você defina o que deseja desde o primeiro orçamento, observando as limitações do financiamento ou do custo próprio.

10 9. Se o miolo for orçado em preto e branco (p&b), posso inserir imagens no livro? R.: Pode, desde que elas sejam impressas em tons de cinza. Saiba mais: Inserir uma imagem colorida no miolo exige maior complexidade para impressão e, conseqüentemente, maior é o custo. Mesmo que seja uma só imagem ou mesmo uma só palavra em cor entre todo o texto p&b, o processo de impressão será diferente. 09

11 Design, Fontes e Textos Denomina-se design qualquer p r o c e s s o t é c n i c o e c r i a t i v o r e l a c i o n a d o à c o n f i g u r a ç ã o, concepção, elaboração e especificação de um artefato. Esse processo normalmente é orientado por uma intenção ou objetivo, ou para a solução de um problema. Design é também a profissão que projeta os artefatos. Existem diversas especializações, de acordo com o tipo de coisa a projetar. Uma delas é o Design de Tipos, cujo objetivo é projetar os desenhos de letras usados para compor qualquer projeto gráfico e editorial. O profissional que trabalha na área de design é chamado de designer. Finalmente, o design pode ser também uma qualidade daquilo que foi projetado. O termo deriva, originalmente, de designare, palavra em latim, sendo mais tarde adaptado para o inglês design. Fontes e Textos

12 SOBRE FONTES E TEXTOS 10. Uma nova edição do meu livro será feita pela editora. Posso solicitar a capa de forma idêntica à edição anterior, criada em outra editora? R.: Pode, se os arquivos estiverem disponíveis, liberados pela outra editora. 11. Como saberei o limite do tamanho do texto que posso colocar nas orelhas e na contra-capa do meu livro? R.: É interessante que as informações da capa não sejam excessivas para não poluir o layout. Para um formato 15,5cmx22cm (tamanho padrão dos livros), recomenda-se para cada parte um máximo de 1200 caracteres (já com espaços). É importante que o projeto gráfico da capa seja iniciado já com esses textos. Por isso, entregue-os o mais breve possível. 11

13 Revisão e Autorização

14 12. SOBRE REVISÃO E AUTORIZAÇÃO O que devo fazer na revisão do meu livro? R.: A Revisão do livro é o momento em que o autor irá verificar se as informações do mesmo estão de acordo com o que ele entregou no início do trabalho, pois a transferência para programas editoriais pode desconfigurar o material. A revisão permite que o autor verifique se está tudo de acordo com o desejado, como posições de títulos, capítulos, notas de rodapé, elementos gráficos (imagens, tabelas, gráficos...). Esse momento de revisão não deve ser utilizado para inserções ou modificação de textos, nem grandes correções ortográficas. Estas devem ser realizadas pelo autor antes de repassar o trabalho em formato digital para a programação da editora Há um padrão para corrigir as rodadas de revisão? R.: Sim, você deve solicitar ao programador visual para que envie o modelo de correção para facilitar o andamento do trabalho. Lembre-se que se a revisão for feita no material impresso, a sua letra deve ser legível. Se for feita pela Internet, sugerimos uma forma simples de correção: página: 245 parágrafo: 2º linha: 14 Original: Sim, você deve soilcitar ao programador visual pra que envie dois modelos... Correção: Sim, você deve solicitar ao programador visual para que envie o modelo

15 14. O que é projeto final do livro? R.: É o projeto definitivo que será utilizado para impressão. Ele deve ser conferido e autorizado, pessoalmente na Editora ou através de , para ser anexado a nossa Ordem de Serviço. Saiba mais: Após as rodadas de revisão serem concluídas, o projeto de capa será enviado em formato PDF para que você o autorize. O miolo também deverá ser revisado e corrigido e, assim, você poderá assinar o termo de autorização de impressão, após conferir todos os elementos da lista de checagem que nós preparamos para você ao fim deste material. 15. Já conferi o projeto na última rodada de revisão enviada pela programação visual. É necessário observar novamente todos os elementos do projeto final para impressão? 14 R.: Deve-se observar não só o layout da capa e do miolo, mas as informações textuais. Mesmo que as informações tenham sido enviadas de forma correta inicialmente e tenham sido conferidas nas revisões, é imprescindível confirmar detalhadamente os elementos do projeto final, pois é ele quem irá para impressão. Você só deverá assinar a autorização de impressão após verificar todos esses elementos.

16 16. Porque devo assinar a autorização de impressão? A autorização de impressão é o termo que confirma a conferência de todos os elementos do material gráfico e autoriza a produção do impresso. Quando enviada por , o responsável pela autorização deve marcar um x e digitar seu nome e data, confirmando a conferência e aprovação do arquivo descrito, que está contido no anexo do . O modelo segue abaixo: Prezado Cliente, Solicito que autorize a confecção do material abaixo descrito. Livro: Nome dos arquivos anexos: 15 ( ) aprovo e autorizo os materiais enviados neste anexo, após ter conferido todo o layout, informações textuais e tamanhos citados. Data: Responsável pela autorização:

17 + Lista de Checagem Check-list capa x Check-list miolo Capa: cores Imagens nome do livro nome do autor número da série número da edição texto de orelha da frente texto de orelha de trás texto de contra-capa informações da lombada isbn na capa outras informações tamanho das orelhas tamanho das lombadas Miolo: informações da folha de rosto local da edição ano da edição ficha catalográfica isbn na ficha catalográfica ano na ficha catalográfica número de páginas texto do sumário numeração >> sumário = miolo títulos dos capítulos >> sumário = miolo texto revisado e corrigido colofão x 16

18 FORMATO 15 x 18cm TIPOGRAFIA Lubalin Graphi e Calibri PROJETO GRÁFICO Rua Acadêmico Hélio Ramos, 20 Várzea, Recife - PE CEP: Fones: (0xx81) Fax: (0xx81)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PUBLICAÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES EDITAL PROPESQ PG-TESES e DISSERTAÇÕES 2014 A Universidade Federal

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO

PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO PROCEDIMENTOS PARA FECHAMENTO E ENVIO DE ARQUIVOS DE JORNAIS PARA IMPRESSÃO JANEIRO/2012 Introdução Este guia descreve os padrões, formatos e procedimentos a serem adotados na preparação e fechamento de

Leia mais

Índice (clique no item para ir ao tópico)

Índice (clique no item para ir ao tópico) Índice (clique no item para ir ao tópico) Envio de arquivos para paginar/editorar Orientações para envio de arquivos já diagramados Package (Pacote) no InDesign Fechamento de arquivos para a gráfica Exportação

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A IMPRESSÃO DA CAPA DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UTFPR

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A IMPRESSÃO DA CAPA DE TRABALHOS ACADÊMICOS DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Diretoria de Comunicação Institucional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A IMPRESSÃO DA CAPA DE TRABALHOS

Leia mais

Apresentação...03. Especificações...05. Serviços...08. Dicas Importantes...13

Apresentação...03. Especificações...05. Serviços...08. Dicas Importantes...13 S Apresentação...03 Especificações...05 Serviços...08 Dicas Importantes...13 02 Manual de Serviços Gráficos - DIO ES A O Departamento de Imprensa Oficial do Espírito Santo (DIO/ES) é responsável pela impressão

Leia mais

DICAS. #gruposantaedwiges

DICAS. #gruposantaedwiges DICAS Para você que irá confiar o fechamento à nossa gráfica, recomendamos que você se atente a pequenos detalhes de seu arquivo, pois estes farão enorme diferença na qualidade final do seu impresso gráfico.

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

MANUALGRAFICO MANUALGRAFICO PARAROTULOS EENCARTES

MANUALGRAFICO MANUALGRAFICO PARAROTULOS EENCARTES MANUALGRAFICO MANUALGRAFICO PARAROTULOS EENCARTES ESPECIFICAÇÕESTECNICAS As informações abaixo deverão constar OBRIGATORIAMENTE no rótulo/capa do CD e DVD: 1. Texto de identificação do fabricante: Produzido

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS PARA QUALIFICAÇÃO (MESTRADO E DOUTORADO), TESES E TRABALHOS

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO: PADRÃO UFSC (FORMATO A5)

TRABALHO ACADÊMICO: PADRÃO UFSC (FORMATO A5) TRABALHO ACADÊMICO: PADRÃO UFSC (FORMATO A5) dezembro de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Biblioteca Universitária. Programa de capacitação. APRESENTAÇÃO 2 a) Motivações a) sustentabilidade;

Leia mais

Usando os Softwares Corretos. Tudo bem explicadinho

Usando os Softwares Corretos. Tudo bem explicadinho Cartilha da Pré-Impressão A JACUÍ apresenta sua Cartilha da Pré-Impressão, elaborada especialmente como ferramenta de auxílio aos nossos clientes/agências. Facilitar o desenvolvimento de seus impressos

Leia mais

MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online. www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline

MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online. www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline 1 Se você nunca acessou o sistema de matrícula, clique em: Não sei a senha 2 Digite seu CPF e clique em Pesquisar que

Leia mais

Clique no número da página escolhida para acessá-la. Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material

Clique no número da página escolhida para acessá-la. Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material MANUAL DE ENVIO DE MATERIAL 2013 Como funciona o sistema digital Transmissão de anúncios via internet Troca de material Resolução Formatos Conteúdo Prova de cor Layout Marcas de corte Cores Clique no número

Leia mais

Atualização: JULHO/2011

Atualização: JULHO/2011 Uso do logo Teuto Pfizer Este material também é conhecido por manual da marca Teuto Pfizer. Ele é destinado a profissionais de comunicação, agências de publicidade, fornecedores e usuários em geral que

Leia mais

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Manual de Utilização Financeiras Versão 1.2 Manual de utilização do software para os usuários do Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos, com

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Manipulação Digital de Imagens Recursos Básicos de Tratamento

Manipulação Digital de Imagens Recursos Básicos de Tratamento Manipulação Digital de Imagens Recursos Básicos de Tratamento 1 Antes de mais nada, é extremamente necessário lembrar que para tratar uma imagem é necessário que o monitor de seu computador esteja calibrado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS Editora da UFGD

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS Editora da UFGD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS Editora da UFGD Chamada 01/2015/EDUFGD para publicação de livros EDITAL DE EDITORAÇÃO DA UFGD. PROGRAMA DE EDIÇÃO DE LIVROS DA UFGD Período

Leia mais

Conteúdo 5 - Pré-impressão. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 5 - Pré-impressão. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 5 - Pré-impressão professor Rafael Hoffmann Orçamento Para realizar um orçamento de custo de produção de um trabalho em uma gráfica não é necessário enviar um modelo do layout. Enviando alguns

Leia mais

Produção Gráfica. Fechamento de arquivos para impressão

Produção Gráfica. Fechamento de arquivos para impressão Arquivo aberto vs Arquivo fechado Arquivo aberto: Pacote de arquivos Na gráfica: Pacote de arquivos abertura do arquivo checagem de links conferência de imagens conferência de fontes edição de retoques

Leia mais

TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5. Formatação do Texto

TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5. Formatação do Texto TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação: formato A5 Antes de iniciar a digitação de seu trabalho acadêmico configure seu documento com as especificações a seguir, facilitando a visualização e sua

Leia mais

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO

CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO CARTILHA DE PRÉ-IMPRESSÃO gráfica e editora MARGENS DE SEGURANÇA Utilize este QRcode para me adicionar à agenda de contatos do seu celular. Malires Gráfica 41 3346.6498 malires@malires.com.br www.malires.com.br

Leia mais

Eleições 2008 - Sistemas de registro de candidaturas

Eleições 2008 - Sistemas de registro de candidaturas Módulo II - 2º dia de aula >>2. Considerações iniciais>>2.4. Sistema de Candidaturas módulo externo CandEx Cartilha CandEx O CandEx, módulo externo do sistema de candidaturas, foi desenvolvido pelo Tribunal

Leia mais

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA

PUBLICIDADE & PROPAGANDA PRODUÇÃO GRÁFICA PRODUÇÃO GRÁFICA PUBLICIDADE & PROPAGANDA Prova Semestral --> 50% da nota final. Sistema de avaliação Atividades em laboratório --> 25% da nota final Exercícios de práticos feitos nos Laboratórios de informática.

Leia mais

Introdução. Tipo de Cor

Introdução. Tipo de Cor Introdução Este material foi pensado pela Gráfica Cartões Mais Barato, com o propósito de facilitar a produção dos seus materiais. Para isso, preparamos o melhor compilado de textos a cerca do fechamento

Leia mais

PASSO PASSO PREPARO DE ARQUIVOS PARA IMPRESSÃO

PASSO PASSO PREPARO DE ARQUIVOS PARA IMPRESSÃO PREPARO DE ARQUIVOS PARA IMPRESSÃO INTRODUÇÃO Para que possamos apresentar o desempenho correto e agilidade na produção gráfica, o conteúdo deste manual orienta o preparo de arquivos para envio e início

Leia mais

Manual de Integração do Esmeralda DOS com a S_Line

Manual de Integração do Esmeralda DOS com a S_Line O que configurar no Esmeralda DOS? 1. Endereço Internet do Laboratório Utilizar a opção L - Parametros/Internet para informar o endereço Internet do LABORATÓRIO, que será impresso no Comprovante de Coleta;

Leia mais

GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA FABRICAÇÃO CD / DVD NO PADRÃO NOVODISC

GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA FABRICAÇÃO CD / DVD NO PADRÃO NOVODISC GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA FABRICAÇÃO CD / DVD NO PADRÃO NOVODISC MATERIAL A SER ENVIADO PARA A NOVODISC : FORNECIMENTO DE MATRIZES CD / DVD ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE RÓTULO E PEÇAS GRÁFICAS EMBALAGENS

Leia mais

SAJPG5. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.3.1-11. Expedientes. Primeiro Grau

SAJPG5. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.3.1-11. Expedientes. Primeiro Grau SAJPG5 Primeiro Grau Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.3.1-11 Expedientes Novidades da versão 1.3.0-0 a 1.4.1-1 Este documento contém um resumo das alterações e novidades liberadas nas versões 1.3.0-0

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS APRESENTAÇÃO O trabalho deve ser digitado e impresso em papel formato A4. O texto deve ser digitado, no anverso das folhas, em espaço 1,5, letra do tipo

Leia mais

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008)

- TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto de 2008) Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Curso de Sistemas de Informação Trabalho de Conclusão de Curso Prof. Dr. Luís Fernando Garcia - TCC A/B - ORIENTAÇÕES PARA ESTRUTURAÇÃO E FORMATAÇÃO (Versão 1.3 Agosto

Leia mais

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER O SEER foi traduzido e customizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) baseado no software desenvolvido pelo Public

Leia mais

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010

Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 1 Checklist da Estrutura de Monografia, Tese ou Dissertação na MDT UFSM 2010 Pré-textuais Textuais Pós-textuais Estrutura Elemento OK Capa (obrigatório) Anexo A (2.1.1) Lombada (obrigatório) Anexo H Folha

Leia mais

Confecção de uma carta... 07

Confecção de uma carta... 07 Índice: Lição 01 Iniciando Digitação de uma linha - Abrir o texto salvado - Salvar o texto na pasta meus documentos, - Criar uma pasta para guardar seus arquivos... 04 Lição 02 Noções Básicas Digitação

Leia mais

Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais

Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais 1 1.0 Grid da Logomarca 03 2.0 Área de proteção 05 3.0 Definição das Cores 06 3.1 Cores em Policromia 06 3.2 Cores em Pantone 07 3.3 Cores em Escala de Cinza 08

Leia mais

Siga nossos padrões de margens especificadas abaixo e utilize nossas matrizes (disponíveis no link Gabaritos).

Siga nossos padrões de margens especificadas abaixo e utilize nossas matrizes (disponíveis no link Gabaritos). Guia de Instruções Atenção com as margens de corte Siga nossos padrões de margens especificadas abaixo e utilize nossas matrizes (disponíveis no link Gabaritos). Sempre utilize no mínimo a 3,5mm de margem

Leia mais

Modelo de Fechamento de Arquivo

Modelo de Fechamento de Arquivo Modelo de Fechamento de Arquivo ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Os arquivos podem ser fechados de várias formas: Para produção de BANNERS, FAIXAS e PAINÉIS, que não haja necessidade de fazer qualquer tipo de alteração

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 14 de Junho de 2005.

Reitoria. Universidade do Minho, 14 de Junho de 2005. Reitoria despacho RT-32/2005 O Despacho RT-08/2004, de 18 de Fevereiro, definiu e determinou a implementação da identidade gráfica da Universidade do Minho, bem como um conjunto de normas gráficas a ela

Leia mais

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 04 Word Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Editor de Texto - Word Microsoft Office Conjunto de aplicativos para escritório que contém programas

Leia mais

Manual de Identidade Visual. FACEPE Manual de Identidade Visual 1

Manual de Identidade Visual. FACEPE Manual de Identidade Visual 1 Manual de Identidade Visual FACEPE Manual de Identidade Visual 1 1. MARCA Apresentação Aplicação Cores Institucionais Família Tipográfica Reprodução da Marca Usos Incorretos Redução Área de Respiro Aplicação

Leia mais

Manual Programa SOSView 4.0

Manual Programa SOSView 4.0 2012 Manual Programa SOSView 4.0 Laboratório SOS Sotreq Versão Manual 1.0 01/03/2012 Página 1 de 52 Manual Programa SOSView 4 Instalação do Programa Utilização em Rede Importação de Amostras Consulta de

Leia mais

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015

Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 Manual Descritivo Volta Redonda, RJ 2015 ÍNDICE 1 Quem somos? 2 Informações, 3 Cursos Jurídicos, 4 Edição de Livros, 5 Loja Virtual, 6 Livros Digitais, 7 Livros Impressos, 8 Livros Usados, 9 Direitos Autorais,

Leia mais

Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES.

Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES. Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES. E a marca HEAVYLOAD transmite essa confiança e, também, cria essa percepção! Em cada momento

Leia mais

COMO REDUZIR O CUSTO NA COMUNICAÇÃO USANDO A INTERNET

COMO REDUZIR O CUSTO NA COMUNICAÇÃO USANDO A INTERNET COMO REDUZIR O CUSTO NA COMUNICAÇÃO USANDO A INTERNET Ao mesmo tempo em que hoje se tornou mais fácil falar a longa distância, pela multiplicidade de opções e operadoras de telefonia, também surgem as

Leia mais

ROTEIRO DE PRODUÇÃO GRÁFICA. versão 1.0. Criação. Aprovação. Produção. Desenvolvido por

ROTEIRO DE PRODUÇÃO GRÁFICA. versão 1.0. Criação. Aprovação. Produção. Desenvolvido por ROTEIRO DE PRODUÇÃO GRÁFICA versão 1.0 Criação Produção Aprovação Entrega Desenvolvido por EQUIPE : Daniel Augusto Design, Diagramação e Conteúdo Larissa Lopez Direção de arte e Conteúdo Planejar, Conceber

Leia mais

Apostila de Word 2013

Apostila de Word 2013 Iniciando o word 2013...01 Regras Básicas para digitação de um texto...02 Salvando um arquivo com senha...02 Salvando um arquivo nas nuvens (OneDrive).... 02 Verificando a ortografia e a gramática do texto...

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA

MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA 1. APRESENTAÇÃO Este manual apresenta, documenta e normatiza a utilização da identidade visual do Circo Crescer e Viver e de seu selo comemorativo de 10 anos. É fundamental

Leia mais

Manual de Identidade Visual Corporativa

Manual de Identidade Visual Corporativa Manual de Identidade Visual Corporativa Apresentação O Manual de Identidade Visual Corporativa, é um documento técnico que reúne as especificações, recomendações e normas essenciais para a preservação

Leia mais

Manual de aplicação do selo comemorativo de 60 anos da Ufes

Manual de aplicação do selo comemorativo de 60 anos da Ufes Manual de aplicação do selo comemorativo de 60 anos da Ufes A marca comemorativa de 60 anos da Ufes, através do símbolo que representa o infinito, baseia-se no conceito de continuidade, de olhar para o

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Apresentação Este manual de marca tem como objetivo orientar o profissional envolvido, direta ou indiretamente na produção e na aplicação da identidade visual da empresa. Para

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Versão 04 - publicado em 12/junho/2013.

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Versão 04 - publicado em 12/junho/2013. MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Versão 04 - publicado em 12/junho/2013. Marca Introdução A marca da nossa empresa tem vida: ela reflete nossos valores, cultura e imagem. Por isso, o respeito na aplicação da

Leia mais

Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul todos pelo rio grande É com muita satisfação que apresentamos a nova forma de expressão do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Daqui

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRO REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA PRO REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA TRABALHO ACADÊMICO: Guia fácil para diagramação Antes de iniciar a digitação de seu trabalho acadêmico configure seu documento com as especificações a seguir, facilitando a visualização e sua futura impressão.

Leia mais

MINI CURSO FORMATAÇÃO TRABALHO ACADÊMICO (NOVO FORMATO)

MINI CURSO FORMATAÇÃO TRABALHO ACADÊMICO (NOVO FORMATO) 1 MINI CURSO FORMATAÇÃO TRABALHO ACADÊMICO (NOVO FORMATO) 16 de dezembro de 2010 Thais Garcia Capes Reuni Maria Bernardete Martins Alves; Roberta Moraes de Bem - Serviço de Referência BU/UFSC APRESENTAÇÃO

Leia mais

manual de identidade visual instituto fonte

manual de identidade visual instituto fonte manual de identidade visual instituto fonte por quê um manual de identidade visual é importante para o instituto fonte? Por uma razão de sentido. Faz sentido para nós conseguir comunicar, em um conjunto

Leia mais

Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO

Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO 40 Design Gráfico DESCRITIVO TÉCNICO A AmericaSkills, por resolução do seu Comitê Técnico, em acordo com o Estatuto e as Regras da Competição, adotou as exigências mínimas que seguem no tocante a esta

Leia mais

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen TM Executive 7.

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen TM Executive 7. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen TM Executive 7. As descrições fornecidas neste guia são baseadas no sistema operacional Windows 7. Leia este guia antes de operar este

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Informática Básica Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Introdução O editor de textos Microsoft Word oferece um conjunto de recursos bastante completo, cobrindo todas as etapas de preparação, formatação e impressão

Leia mais

Considerações gerais sobre arquivos abertos e fechados

Considerações gerais sobre arquivos abertos e fechados Considerações gerais sobre arquivos abertos e fechados Este tutorial tem por finalidade esclarecer algumas dúvidas sobre arquivos abertos e arquivos fechados. Leia e entenda um pouco mais sobre PDF, diferenças

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL Nº 019/2011-UEPA CONCURSO DE DESIGN GRÁFICO PARA OS PROCESSOS SELETIVOS DA UEPA-2012

EXTRATO DO EDITAL Nº 019/2011-UEPA CONCURSO DE DESIGN GRÁFICO PARA OS PROCESSOS SELETIVOS DA UEPA-2012 EXTRATO DO EDITAL Nº 019/2011-UEPA CONCURSO DE DESIGN GRÁFICO PARA OS PROCESSOS SELETIVOS DA UEPA-2012 A Reitora da Universidade do Estado do Pará UEPA torna público que, no período de 20 de abril a 06

Leia mais

Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL

Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL Índice Proporções do logotipo Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL A Black & Decker desenvolveu este guia para manter o padrão visual na comunicação da LINHA PROFISSIONAL. Nela você encontrará os elementos

Leia mais

Guia de Impressão. Formatos & Sangria. Cor & Imagem. Tipografia. Finalização

Guia de Impressão. Formatos & Sangria. Cor & Imagem. Tipografia. Finalização Guia de Impressão Guia de Impressão Formatos & Sangria Formatos de Papel 01 Formato Aberto ou Fechado 02 Folhas e Páginas 03 Lâminas 04 Sangria e Margens 05 Cor & Imagem A Impressão CMYK 06 O Preto no

Leia mais

Manual do. Peticionamento Eletrônico

Manual do. Peticionamento Eletrônico Manual do Peticionamento Eletrônico Este documento contém orientações sobre como gerar documentos para o serviço de Peticionamento Eletrônico no Portal e-saj Tribunal de Justiça de São Paulo. Resumo Os

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL

FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL FECHAMENTO DE ARQUIVO PARA IMPRESSÃO DIGITAL GERENCIAMENTO DE COR CONFORME ISO 12647-2:2004 Buscando qualidade, agilidade e fidelidade nas cores dos materiais impressos aos nossos clientes, a Dinâmica

Leia mais

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE

PROPAGARE REVISTA CIENTÍFICA DA FACULDADE CAMPO REAL REVISTA PROPAGARE REVISTA PROPAGARE A Revista PROPAGARE, publicação da Faculdade Campo Real, criada em 2010, é dirigida à comunidade científica. A PROPAGARE reúne, debate coopera e propaga conhecimento para o progresso

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br GARANTIA ESTENDIDA RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo.

Leia mais

O que é a cor? Como converter as cores para CMYK

O que é a cor? Como converter as cores para CMYK Introdução A Cartilha de Fechamento de Arquivos a seguir foi preparada pela equipe de criação da gráfica Cores, com o intuito de ajudar seus clientes a criarem artes o mais precisa possível, evitando assim

Leia mais

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL Manual da Marca Institucional.indd 1 05/07/2011 10:53:33 INTRODUÇÃO Este manual apresenta, documenta e normatiza a utilização da nova identidade visual

Leia mais

SAJ. Cadastro Excepcional para Processos Digitais

SAJ. Cadastro Excepcional para Processos Digitais SAJ Cadastro Excepcional para Processos Digitais Objetivo: Este documento tem por objetivo descrever passo a passo do procedimento de Cadastro Excepcional para transpor os Processos Físicos, oriundos de

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO DESIGN GRÁFICO

DESCRITIVO TÉCNICO DESIGN GRÁFICO DESCRITIVO TÉCNICO DESIGN GRÁFICO 40 A, por resolução do seu Comitê Técnico, em acordo com o Estatuto e as Regras da Competição, adotou as exigências mínimas que seguem no tocante a esta ocupação na Competição.

Leia mais

Identidade Visual. 4Normas para a construção da Marca 4Utilizações corretas 4Aplicações em material Promocional

Identidade Visual. 4Normas para a construção da Marca 4Utilizações corretas 4Aplicações em material Promocional Identidade Visual 4Normas para a construção da Marca 4Utilizações corretas 4Aplicações em material Promocional ÍNDICE Introdução A Marca A Tipografia Um pouco da História... 03 Diagrama da Estrutura 04

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Versão 3.2. 1. Apresentação. Parte I. Vivaldo Armelin Júnior

Versão 3.2. 1. Apresentação. Parte I. Vivaldo Armelin Júnior Versão 3.2 2010 1. Apresentação Parte I Vivaldo Armelin Júnior Esta é a janela principal do BrOffice Impress. Um programa para edição de apresentações, que é livre, seu código é aberto e ainda... grátis.

Leia mais

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress O pacote BrOffice é um pacote de escritório muito similar ao já conhecido Microsoft Office e ao longo do tempo vem evoluindo e cada vez mais ampliando as possibilidades

Leia mais

Manual de Conversão para PDF Envio de Arquivos ao Diário Oficial

Manual de Conversão para PDF Envio de Arquivos ao Diário Oficial Manual de Conversão para PDF Manual de Conversão para PDF 3 Conversão para PDF Microsoft Office 2003 Instalação da impressora PDF O pacote de aplicativo Office 2003 não possui nativamente o recurso de

Leia mais

Guia Rápido - Notas Fiscais

Guia Rápido - Notas Fiscais Guia Rápido - Notas Fiscais Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0 Histórico das versões VER DATA AUTOR DESCRIÇÃO DA MODIFICAÇÃO 2.0 23.07.2010 LV Versão Inicial

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

Apostila da Ferramenta AdminWEB

Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila da Ferramenta AdminWEB Apostila AdminWEB SUMÁRIO OBJETIVO DO CURSO... 3 CONTEÚDO DO CURSO... 4 COMO ACESSAR O SISTEMA... 5 CONHEÇA OS COMPONENTES DA PÁGINA... 6 COMO EFETUAR O LOGIN... 9 MANTER

Leia mais

Fotografia Digital. Aula 1

Fotografia Digital. Aula 1 Fotografia Digital Aula 1 FOTOGRAFIA DIGITAL Tema da aula: A Fotografia 2 A FOTOGRAFIA A palavra Fotografia vem do grego φως [fós] ("luz"), e γραφις [grafis] ("estilo", "pincel") ou γραφη grafê, e significa

Leia mais

Publisher. Publisher. versão 2012.2

Publisher. Publisher. versão 2012.2 versão 2012.2 Publisher Publisher Para diagramar, vamos utilizar o Publisher, do pacote de programas Microsoft Office. As instruções valem para as versões 2003, 2007 e 2010 do pacote. Vamos aprender através

Leia mais

Publisher. Publisher. versão 2012.2

Publisher. Publisher. versão 2012.2 versão 2012.2 Publisher Publisher Para diagramar, vamos utilizar o Publisher, do pacote de programas Microsoft Office. As instruções valem para as versões 2003, 2007 e 2010 do pacote. Vamos aprender através

Leia mais

Manual de Produção Editorial MDA

Manual de Produção Editorial MDA Manual de Produção Editorial MDA República Federativa do Brasil Ministério do Desenvolvimento Agrário Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária Luiz Inácio Lula da Silva Presidente da República

Leia mais

Guia de Conexão à Web

Guia de Conexão à Web Guia de Conexão à Web Versão 0 BRA-POR Modelos aplicáveis Este Guia do Usuário aplica-se aos modelos a seguir: ADS-2500W e ADS-2600W Definições das observações O ícone a seguir é utilizado ao longo deste

Leia mais

Manual de Identidade Visual RIO +20

Manual de Identidade Visual RIO +20 Manual de Identidade Visual RIO +20 ÍNDICE Introdução 1. O selo 2. Aplicação principal 2.1. Construção 2.2. Aplicação em cores sólidas 2.3. Tons de cinza 2.4. Versões monocromáticas 2.5. Redução máxima

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA APRESENTAÇÃO NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS O trabalho deve ser digitado e impresso em papel

Leia mais

FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA

FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA 1. Prazos Os prazos para entrega de Trabalho Final encerram em 30 de maio (1º

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

AULA 3: BrOffice Writer Numeração de páginas e outros comandos. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA 3: BrOffice Writer Numeração de páginas e outros comandos. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA 3: BrOffice Writer Numeração de páginas e outros comandos Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer o controle de exibição do documento; Fazer a correção ortográfica do documento

Leia mais

Roteiro 3: Apresentações eletrônicas (parte 1)

Roteiro 3: Apresentações eletrônicas (parte 1) Roteiro 3: Apresentações eletrônicas (parte 1) Objetivos Criar apresentações eletrônicas com uso do software libreoffice; Exportar arquivos em formato pdf; Compreender conceitos sobre imagens digitais;

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

Manual de Integração

Manual de Integração Manual de Integração Versão 3.10 Conteúdo 1 Obtendo e Instalando o Emissor... 4 1.1 Obtendo o instalador... 4 1.2 Instalando o JAVA e o Framework.NET 2.0... 4 1.3 Instalando o Emissor... 5 2 Padrões de

Leia mais

Universidade de São Paulo Biblioteca Digital de Teses e Dissertações. MANUAL DO USUÁRIO Conversão de arquivos para PDF

Universidade de São Paulo Biblioteca Digital de Teses e Dissertações. MANUAL DO USUÁRIO Conversão de arquivos para PDF Universidade de São Paulo MANUAL DO USUÁRIO Conversão de arquivos para PDF Centro de Informática de São Carlos 2013 Versão 2.2 Última atualização: 07/05/2013 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Reitor Vice-Reitor

Leia mais

Professora: Yandra Mello

Professora: Yandra Mello Professora: Yandra Mello Se você precisa realizar um trabalho, de qual matéria for, lembre-se que você não deve realizá-lo de qualquer maneira, entrar em qualquer site, colocar o texto no Word, e sem ler

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

Digitalização para PC

Digitalização para PC 1 Criarumperfildedigitalização... 2 Usar o utilitário ScanBack....................... 2 UseaspáginasdaWebnoMarkNet... 4 Personalizar configurações de parapc... 7 Criar um perfil de digitalização parapc

Leia mais

14º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental

14º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS REGRAS BÁSICAS A submissão de trabalhos ao 14º Congresso Brasileiro de Geologia será totalmente online, não mais sendo necessário o envio de cópias impressas. Porém, para

Leia mais

PADRÃO GRÁFICO REVISTAS PROPESQ

PADRÃO GRÁFICO REVISTAS PROPESQ PADRÃO GRÁFICO REVISTAS PROPESQ Apresentação Através da utilização deste Manual de Projeto Gráfico (MPG), o processo de comunicação das capas das revistas da PROPESQ ficará normatizado e terá definições

Leia mais