Uma Solução para Gerenciamento de BGP em. Internet. João Ceron, Leandro Berholdo, Leonardo L. Fagundes, Lisandro Granville, Liane Tarouco

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uma Solução para Gerenciamento de BGP em. Internet. João Ceron, Leandro Berholdo, Leonardo L. Fagundes, Lisandro Granville, Liane Tarouco"

Transcrição

1 Uma Solução para Gerenciamento de BGP em Pontos de Troca de Tráfego da Internet João Ceron, Leandro Berholdo, Leonardo L. Fagundes, Lisandro Granville, Liane Tarouco

2 Sumário Introdução Pontos de Troca de Tráfego Monitoramento do protocolo BGP MIB BGP4 MIB IXP Resultados Conclusões

3 Pontos de Troca de Tráfego Ponto de interconexão entre diferentes sistemas autônomos (AS) Troca de informações de roteamento Protocolo BGP (Border Gateway Protocol) BGP4 Informações de alcançabilidade Políticas de roteamento

4 Pontos de Troca de Tráfego Rede A Rede B Rede C 4

5 Pontos de Troca de Tráfego Rede A Rede B PTT Rede C 5

6 Pontos de Troca de Tráfego Melhorar a qualidade de tráfego da Internet Links intermediário Latência PTT-METRO 10 pontos na Internet brasileira PTT-RS

7 Estrutura de um PTT Estrutura lógica Servidor de Rotas BGP A B C 7

8 Estrutura de um PTT Servidor de Rotas Concentra informações de alcançabilidade de todo PTT Roteadores (Cisco, Foundry, Extreme ) Softwares Zebra Quagga OpenBGP

9 Pontos de Troca de Tráfego Muitos Peers Muitas informações de alcançabilidade Dados críticos Grande volume de dados

10 Monitoramento do protocolo BGP SNMP MIB (Management Information Base) MIB BGP4

11 Pontos de Troca de Tráfego Limitações das soluções existentes Informação Per-Peer Informações Sumarizadas Número total de rotas IPv6 Outras Informações (na seqüência) Soluções existentes são limitadas CISCO BGP MIB Support Enhancements

12 Proposta Desenvolver uma nova MIB especializada para o monitoramento do BGP no contexto de PTT MIB for Internet Exchange Points MIB IXP Baseada no agente SNMP do software quagga

13 MIB BGP4

14 MIB IXP

15 MIB IXP

16 MIB IXP Informações relativas a cada participante per-peer Sumarização de dados da MIB BGP4 Total de rotas de todo PTT Total de rotas por participantes Suporte ao IPv6 16

17 Avaliação da solução Implementado no PTT-RS Contexto da estrutura PTT-METRO Monitoração Avaliado durante 6 meses Útil para detectar alguns problemas de roteamento 17

18 MIB IXP

19 MIB IXP Total de anúncios de rotas de todo PTT

20 MIB IXP Crescimento de anúncios de um peer em específico (ASN)

21 Azul: /20 - /24 anúncios MIB IXP Verde: Melhores rotas (best routes)

22 MIB IXP

23 MIB IXP

24 MIB IXP

25 Referências BGP MIB Support Enhancements - Quagga Quagga-snmp - Openbgpd MIB IXP - PTT.br

26 Apoio

27 Dúvidas? Obrigado

Uma Solução para Gerenciamento de BGP em Pontos de Troca de Tráfego Internet

Uma Solução para Gerenciamento de BGP em Pontos de Troca de Tráfego Internet 27º Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos 105 Uma Solução para Gerenciamento de BGP em Pontos de Troca de Tráfego Internet João Ceron 1,3, Leonardo Lemes 2, Lisandro Granville

Leia mais

São Paulo, Brasil 24 de Novembro de 2014

São Paulo, Brasil 24 de Novembro de 2014 São Paulo, Brasil 24 de Novembro de 2014 PTT.br Definição de Conexão PTT Fórum 8 Galvão Rezende Equipe de Engenharia PTT.br PTT.br Referência IXP - Internet exchange Point

Leia mais

Redes de Computadores. Aula: Border Gateway Protocol - BGP Professor: Jefferson Silva

Redes de Computadores. Aula: Border Gateway Protocol - BGP Professor: Jefferson Silva Redes de Computadores Aula: Border Gateway Protocol - BGP Professor: Jefferson Silva Roteiro Características Terminologia utilizada PTT, PIX, ASN Configurações Práticas Referências Característcas É um

Leia mais

PTTForum8 eng@ptt.br. São Paulo, Brasil 25 de Novembro de 2014

PTTForum8 eng@ptt.br. São Paulo, Brasil 25 de Novembro de 2014 PTTForum8 eng@ptt.br São Paulo, Brasil 25 de Novembro de 2014 Acordo de Troca de Tráfego Multilateral PTT.br - São Paulo Pablo Martins F Costa pablo@nic.br Resumo Atualizações no ATM ( Acordo de Troca

Leia mais

PTTMetro. Interconexão de Sistemas Autônomos (AS) 15 Agosto 2010. Equipe de Engenharia PTTMetro

PTTMetro. Interconexão de Sistemas Autônomos (AS) 15 Agosto 2010. Equipe de Engenharia PTTMetro <eng@ptt.br> PTTMetro Interconexão de Sistemas Autônomos (AS) 15 Agosto 2010 Equipe de Engenharia PTTMetro 1 Sobre o CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) Criado em maio de 1995 Pela Portaria

Leia mais

Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução

Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução Cleber Martim de Alexandre Eduardo Ascenco Reis GTER28 20091204 GTER28 Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução

Leia mais

PTTMetro. Frederico Neves Milton Kaoru Kashiwakura

PTTMetro. Frederico Neves Milton Kaoru Kashiwakura PTTMetro Frederico Neves Milton Kaoru Kashiwakura O que é PTTMetro? PTTMetroé o nome dado ao projeto do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIbr) que promove e cria a infra-estrutura necessária (Ponto

Leia mais

Roteamento no PTT. PRIX - PTT-Metro de Curitiba/PR. GTER-23 - Belo Horizonte - 29 de Junho 2007

Roteamento no PTT. PRIX - PTT-Metro de Curitiba/PR. GTER-23 - Belo Horizonte - 29 de Junho 2007 PRIX - PTT-Metro de Curitiba/PR GTER-23 - Belo Horizonte - 29 de Junho 2007 Christian Lyra Gomes lyra@pop-pr.rnp.br Pedro R. Torres Jr. torres@pop-pr.rnp.br PoP-PR - Ponto de Presença da RNP no Paraná

Leia mais

PTTMetro. 11 Jan 2010

PTTMetro. 11 Jan 2010 PTTMetro 11 Jan 2010 Antonio Galvao de Rezende Filho Eduardo Ascenço Reis Milton Kaoru Kashiwakura PTTMetro http://ptt.br/ Apresentação 1 Sobre o CGI.br

Leia mais

PTTMetro Informações e Destaques

PTTMetro Informações e Destaques PTTMetro Informações e Destaques 3 o PTT Forum 3 Dez 2009 Antonio Galvao de Rezende Filho Eduardo Ascenço Reis Milton Kaoru Kashiwakura 3o PTT Forum

Leia mais

Novas Demandas na Gerência do Protocolo BGP4

Novas Demandas na Gerência do Protocolo BGP4 Novas Demandas na Gerência do Protocolo BGP4 IX Congresso Argentino de Ciencias de la Computación Andrey Vedana Andreoli 1, Leandro Márcio Bertholdo 1, Liane Tarouco 1, Ana Benso da Silva 2, Fábio Rodrigues

Leia mais

Relato da entrada do servidor DNS raiz "I" em Porto Alegre

Relato da entrada do servidor DNS raiz I em Porto Alegre Relato da entrada do servidor DNS raiz "I" em Porto Alegre PoP-RS/RNP/UFRGS Leandro Bertholdo (berthold@pop-rs.rnp.br) Marcos Straub (marcos@pop-rs.rnp.br) Filipe Reis (filipe@pop-rs.rnp.br) Leonardo Porto

Leia mais

Rio de Janeiro, Brasil 29 de Maio de 2015. CIX Uma categoria Intermediária GTER 39 29 e 30 de Maio de 2015 Rio de Janeiro - BR - PTT.

Rio de Janeiro, Brasil 29 de Maio de 2015. CIX Uma categoria Intermediária GTER 39 29 e 30 de Maio de 2015 Rio de Janeiro - BR - PTT. Rio de Janeiro, Brasil 29 de Maio de 2015 CIX Uma categoria Intermediária GTER 39 29 e 30 de Maio de 2015 Rio de Janeiro - BR - PTT.br PTT.br CIX Uma nova categoria GTER 39 Antonio Galvão de Rezende Filho

Leia mais

Ponto de Troca de Tráfego na Internet Projeto PTTmetro. Oripide Cilento Filho. NIC.br

Ponto de Troca de Tráfego na Internet Projeto PTTmetro. Oripide Cilento Filho. NIC.br Ponto de Troca de Tráfego na Internet Projeto PTTmetro Oripide Cilento Filho NIC.br Agenda Governança da Internet O CGI.Br e o NIC.Br Internet Arquitetura e Operação Sistemas Autônomos Princípios do protocolo

Leia mais

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1

Segurança de Rede Prof. João Bosco M. Sobral 1 1 Sinopse do capítulo Problemas de segurança para o campus. Soluções de segurança. Protegendo os dispositivos físicos. Protegendo a interface administrativa. Protegendo a comunicação entre roteadores.

Leia mais

Migrando para um AS Caso Ciblis

Migrando para um AS Caso Ciblis Migrando para um AS Caso Ciblis Fabrício Nunes Monte Fabricio.monte@comdominio.com.br Pablo F. L. Neves pablo.neves@comdominio.com.br 02/12/05 Versão 1.1 Departamento de Redes Apresentação do caso O evento

Leia mais

Comunicação de Dados

Comunicação de Dados Comunicação de Dados Roteamento Prof. André Bessa Faculade Lourenço Filho 22 de Novembro de 2012 Prof. André Bessa (FLF) Comunicação de Dados 22 de Novembro de 2012 1 / 26 1 Introdução 2 Roteamento na

Leia mais

Pontos de Troca de Tráfego na Internet - Projeto PTTmetro SET 2007 24/08/2007. Oripide Cilento Filho (oripide@nic.br)

Pontos de Troca de Tráfego na Internet - Projeto PTTmetro SET 2007 24/08/2007. Oripide Cilento Filho (oripide@nic.br) Pontos de Troca de Tráfego na Internet - Projeto PTTmetro SET 2007 24/08/2007 Oripide Cilento Filho (oripide@nic.br) IPTV - Arquitetura Sistemas Autônomos Agenda Princípios do protocolo BGP Internet -

Leia mais

IX (PTT) FÓRUM 9 07 e 08 de Dezembro de 2015

IX (PTT) FÓRUM 9 07 e 08 de Dezembro de 2015 IX (PTT) FÓRUM 9 07 e 08 de Dezembro de 2015 Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.br 1. Inimputabilidade da Rede 2. O combate a ilícitos na rede deve atingir os responsáveis finais e não os meios de

Leia mais

PTTMetro/PTT.br. 27 Junho 2013. Milton Kaoru Kashiwakura Equipe PTT.br

PTTMetro/PTT.br. 27 Junho 2013. Milton Kaoru Kashiwakura <mkaoruka@nic.br> Equipe PTT.br <eng@ptt.br> PTTMetro/PTT.br 27 Junho 2013 Milton Kaoru Kashiwakura Equipe PTT.br 1 Referência IXP - Internet exchange Point PTT Ponto de Troca de Tráfego 2 PTT Historico e Datas Marcantes

Leia mais

PTTrix. membro a membro no PTT. PRIX - PTT-Metro de Curitiba/PR. GTER-23 - Belo Horizonte - 29 de Junho 2007

PTTrix. membro a membro no PTT. PRIX - PTT-Metro de Curitiba/PR. GTER-23 - Belo Horizonte - 29 de Junho 2007 PRIX - PTT-Metro de Curitiba/PR GTER-23 - Belo Horizonte - 29 de Junho 2007 Christian Lyra Gomes lyra@pop-pr.rnp.br Pedro R. Torres Jr. torres@pop-pr.rnp.br PoP-PR - Ponto de Presença da RNP no Paraná

Leia mais

Protocolo OSPF. O p e n S h o r t e s t P at h F i r s t. E s pec i a li s ta

Protocolo OSPF. O p e n S h o r t e s t P at h F i r s t. E s pec i a li s ta Ebook Exclusivo Protocolo OSPF O p e n S h o r t e s t P at h F i r s t E s pec i a li s ta em S e rv i ços G e r e n c i a do s Segurança de de Perímetro Sumário Introdução P.3 Ententendendo o Protocolo

Leia mais

Camadas da Arquitetura TCP/IP

Camadas da Arquitetura TCP/IP Camadas da Arquitetura TCP/IP A arquitetura TCP/IP divide o processo de comunicação em quatro camadas. Em cada camada atuam determinados protocolos que interagem com os protocolos das outas camadas desta

Leia mais

Configuração de Roteadores e Switches CISCO

Configuração de Roteadores e Switches CISCO Configuração de Roteadores e Switches CISCO Introdução ao CISCO IOS Protocolos de Roteamento Módulo - V Professor do Curso de CISCO Prof. Robson Vaamonde, consultor de Infraestrutura de Redes de Computadores

Leia mais

Capítulo 9. Gerenciamento de rede

Capítulo 9. Gerenciamento de rede 1 Capítulo 9 Gerenciamento de rede 2 Redes de computadores I Prof.: Leandro Soares de Sousa E-mail: leandro.uff.puro@gmail.com Site: http://www.ic.uff.br/~lsousa Não deixem a matéria acumular!!! Datas

Leia mais

Tópicos Especiais em Redes de Telecomunicações

Tópicos Especiais em Redes de Telecomunicações Tópicos Especiais em Redes de Telecomunicações Redes definidas por software e Computação em Nuvem Prof. Rodrigo de Souza Couto Informações Gerais Prof. Rodrigo de Souza Couto E-mail: rodsouzacouto@ieee.org

Leia mais

10 anos de operação do PTT no Paraná

10 anos de operação do PTT no Paraná 10 anos de operação do PTT no Paraná PTT-Curitiba 10 anos PTT-Londrina 5 anos Pedro R. Torres Jr. pedro.torres@ufpr.br UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ 6º PTT-Forum São Paulo - SP Histórico da Troca de Tráfego

Leia mais

A experiência da Dualtec na implantação de uma rede ipv6 comercial

A experiência da Dualtec na implantação de uma rede ipv6 comercial A experiência da Dualtec na implantação de uma rede ipv6 comercial Ricardo Fernandes Fernando C. Barbi, PMP, CCNP GTER 24-26/10/2007 Apresentação da Dualtec Por que IP v6? Etapas do processo de implantação

Leia mais

7.1 AS DE TRÂNSITO NO PTT. autor: Rinaldo Vaz rinaldopvaz@gmail.com 1

7.1 AS DE TRÂNSITO NO PTT. autor: Rinaldo Vaz rinaldopvaz@gmail.com 1 7.1 AS DE TRÂNSITO NO PTT autor: Rinaldo Vaz rinaldopvaz@gmail.com 1 7.1 - AS de trânsito no PTT Vamos iniciar estabelecendo as sessões BGP de R1 com o PTT- RS1, PTT-RS2 e PTT-LG, em seguida repetir o

Leia mais

Aula 07 - Ferramentas para Administração e Gerência de Redes

Aula 07 - Ferramentas para Administração e Gerência de Redes Arquitetura do Protocolo da Internet Aula 07 - Ferramentas para Administração e Gerência de Redes Prof. Esp. Camilo Brotas Ribeiro cribeiro@catolica-es.edu.br Revisão AS ou SA; IGP e EGP; Vetor de Distância,

Leia mais

Projeto PTT.br Atualização 2008 CGI.br - Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR Maio de 2008 Agenda Sobre o CGI.br e NIC.br Projeto PTTMetro Alguns dados

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Prof. Macêdo Firmino Princípios de Gerência de Redes Macêdo Firmino (IFRN) Redes de Computadores Maio de 2011 1 / 13 Introdução Foi mostrado que uma rede de computadores consiste

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Roteamento www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Roteamento Roteamento é a técnica que define por meio de um conjunto de regras como os dados originados em

Leia mais

MIB (Management Information Base) Objetos Gerenciados Um objeto gerenciado é a visão abstrata.

MIB (Management Information Base) Objetos Gerenciados Um objeto gerenciado é a visão abstrata. MIB (Management Information Base) Objetos Gerenciados Um objeto gerenciado é a visão abstrata. A MIB é o conjunto dos objetos gerenciados. Basicamente são definidos três tipos de MIBs: MIB II, MIB experimental

Leia mais

Um IDS utilizando SNMP e Lógica Difusa

Um IDS utilizando SNMP e Lógica Difusa Grupo de Trabalho em Segurança GTS2007 Um IDS utilizando SNMP e Lógica Difusa Apresentador: Émerson Virti Autores: Émerson Virti, Liane Tarouco Índice 1. Motivação 2. Conceitos 3. IDS Proposto 4. Testes

Leia mais

Formação para Sistemas Autônomos. Boas Práticas BGP. Formação para Sistemas Autônomos

Formação para Sistemas Autônomos. Boas Práticas BGP. Formação para Sistemas Autônomos Boas Práticas BGP Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

3.1 PEERING x TRÂNSITO. autor: Rinaldo Vaz rinaldopvaz@gmail.com 1

3.1 PEERING x TRÂNSITO. autor: Rinaldo Vaz rinaldopvaz@gmail.com 1 3.1 PEERING x TRÂNSITO autor: Rinaldo Vaz rinaldopvaz@gmail.com 1 3.1 Peering x Trânsito Em primeiro lugar devem ser separados os conceitos de peering e trânsito Quando dois AS's tem uma quantidade de

Leia mais

GTER 36 Experiência de implantação IPv6 em clientes finais

GTER 36 Experiência de implantação IPv6 em clientes finais GTER 36 Experiência de implantação IPv6 em clientes finais Alan Silva e Filipe Hoffman APRESENTAÇÃO - Pombonet Telecomunicações e Informática Ltda www.pombonet.com.br - Atuante na região da cidade de Jundiaí/SP

Leia mais

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais as relações possíveis

Leia mais

CCNA 1 Modelos OSI e TCP/IP. Kraemer

CCNA 1 Modelos OSI e TCP/IP. Kraemer CCNA 1 Modelos OSI e TCP/IP Modelos OSI e TCP/IP Modelo em camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Comparação dos modelos Endereçamento de rede Modelo de camadas Encapsulamento Desencapsulamento Modelo OSI Sistema

Leia mais

Alguns dos Desafios para a Infraestrutura de Internet Projetos do CGI.br e NIC.br

Alguns dos Desafios para a Infraestrutura de Internet Projetos do CGI.br e NIC.br Alguns dos Desafios para a Infraestrutura de Internet no Brasil e os Projetos do CGI.br e NIC.br 24 de Julho de 2008 Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O que são o CGI.br e o NIC.br? Desafios da

Leia mais

Faça seu provedor crescer. Quer saber?

Faça seu provedor crescer. Quer saber? Faça seu provedor crescer Quer saber? Edmilson José de Almeida Filho Consultor e Gestor ISP Suporte a Provedores desde 2001 Suporte Linux desde 2001 Suporte Mikrotik desde 2007 Visão geral VISÃO As pessoas

Leia mais

Recursos de transição para IPv6

Recursos de transição para IPv6 Recursos de transição para IPv6 Andrey Vedana Andreoli, Leandro Márcio Bertholdo, Liane M. R. Tarouco POP-RS / UFRGS Rua Ramiro Barcelos, 2574 - Porto Alegre RS {andrey, berthold, liane}@penta.ufrgs.br,

Leia mais

Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes (GTER39) Conexão com PTT's utilizando Vyatta/Vyos/EdgeMAX

Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes (GTER39) Conexão com PTT's utilizando Vyatta/Vyos/EdgeMAX Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes (GTER39) Conexão com PTT's utilizando Vyatta/Vyos/EdgeMAX Elizandro Pacheco www.pachecotecnologia.net Elizandro Pacheco

Leia mais

PROAPPS BORDER ROUTING Data Sheet Professional Appliance / Apresentação

PROAPPS BORDER ROUTING Data Sheet Professional Appliance / Apresentação O ProApps Border Routing é o componente de roteamento avançado, projetado especialmente para atuar em operações de missão crítica, foco em grandes taxas de pacotes por segundo e megabits por segundo. É

Leia mais

Unidade 2.1 Modelos de Referência

Unidade 2.1 Modelos de Referência Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 2.1 Modelos de Referência 2 Bibliografia da disciplina

Leia mais

PTT.br. Preparativos Copa do Mundo 2014

PTT.br. Preparativos Copa do Mundo 2014 PTT.br Preparativos Copa do Mundo 0 PTT Fórum 7 São Paulo Dez 0 Eduardo Ascenço Reis Equipe de Engenharia PTT.br PTT Fórum 7 PTT.br Preparativos Copa do Mundo 0 Equipe de

Leia mais

PTTMetro/PTT.br. Evolução, Atualizações e Planejamento http://ptt.br/ Encontro PTT-BA. 25 Setembro 2013

PTTMetro/PTT.br. Evolução, Atualizações e Planejamento http://ptt.br/ Encontro PTT-BA. 25 Setembro 2013 PTTMetro/PTT.br Evolução, Atualizações e Planejamento http://ptt.br/ Encontro PTT-BA 25 Setembro 2013 Julimar Lunguinho Mendes Equipe PTT.br 1 CGI.br NIC.br - PTT.br CGI.br

Leia mais

Unidade 2.1 Modelos de Referência. Bibliografia da disciplina. Modelo OSI. Modelo OSI. Padrões 18/10/2009

Unidade 2.1 Modelos de Referência. Bibliografia da disciplina. Modelo OSI. Modelo OSI. Padrões 18/10/2009 Faculdade INED Unidade 2.1 Modelos de Referência Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Fundamentos de Redes Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 2 Bibliografia da disciplina Bibliografia

Leia mais

O PTTMetro como plataforma de intercâmbio digital para o setor de mídia

O PTTMetro como plataforma de intercâmbio digital para o setor de mídia O PTTMetro como plataforma de intercâmbio digital para o setor de mídia Estudo de caso com o apoio do NIC.br participação da Casablanca Online e Rede Globo de Televisão Congresso SET 2011 Pablo Martins

Leia mais

Estudo de Caso de Sistema Autônomo (AS) com Conexão a PTT Local, Remoto e Provedores de Trânsito

Estudo de Caso de Sistema Autônomo (AS) com Conexão a PTT Local, Remoto e Provedores de Trânsito Estudo de Caso de Sistema Autônomo (AS) com Conexão a PTT Local, Remoto e Provedores de Trânsito Antonio Galvao de Rezende Filho Eduardo Ascenço Reis GTER29 20100515 GTER29

Leia mais

Aula Prática Roteador

Aula Prática Roteador Aula Prática Roteador INTRODUÇÃO Os roteadores são os equipamentos empregados na função de interconexão das redes como, por exemplo, redes IP. Diferentes redes IPs enviam suas informações/tráfego por meio

Leia mais

IPv6: a próxima geração de IPs na Internet!

IPv6: a próxima geração de IPs na Internet! IPv6: a próxima geração de IPs na Internet! Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br CONIP 14 o. Congresso de Inovação da Gestão Pública Governança da informação backoffice 05 de Junho de 2008 São Paulo - SP

Leia mais

IPv6 em rede de Campus Case UFSC & PoP-SC

IPv6 em rede de Campus Case UFSC & PoP-SC I WORKSHOP DE TECNOLOGIA DE REDES Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina Rede Metropolitana de Educação e Pesquisa da Região de Florianópolis 04 e 05 Outubro/2012 IPv6 em rede de Campus Case UFSC &

Leia mais

Redes de Computadores II INF-3A

Redes de Computadores II INF-3A Redes de Computadores II INF-3A 1 ROTEAMENTO 2 Papel do roteador em uma rede de computadores O Roteador é o responsável por encontrar um caminho entre a rede onde está o computador que enviou os dados

Leia mais

Política de Roteamento BGP. Diretoria Adjunta de Engenharia e Operações

Política de Roteamento BGP. Diretoria Adjunta de Engenharia e Operações Política de Roteamento BGP Diretoria Adjunta de Engenharia e Operações Data 17/07/2013 Política de Roteamento BGP Diretoria Adjunta de Engenharia e Operações 2 Sumário 1. Objetivo... 4 2. Definições...

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II Slide 1 Gerenciamento de Redes Gerenciamento de redes inclui o fornecimento, a integração e a coordenação de hardware, software e elementos humanos para monitorar, testar, configurar,

Leia mais

CURSO AVANÇADO DE BGP DESIGN COM ROTEADORES CISCO

CURSO AVANÇADO DE BGP DESIGN COM ROTEADORES CISCO CURSO AVANÇADO DE BGP DESIGN COM ROTEADORES CISCO Instrutor: Rinaldo Vaz Analista de Redes Responsável técnico pelo AS 28135 Versão do material: 1.0 1.1 INTRODUÇÃO autor: Rinaldo Vaz rinaldopvaz@gmail.com

Leia mais

Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente) Tema da Aula: Roteadores Estaticos

Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente) Tema da Aula: Roteadores Estaticos Curso: Redes II (Heterogênea e Convergente) Tema da Aula: Roteadores Estaticos Professor Rene - UNIP 1 Introdução do capitulo Função do roteador Roteamento estático O roteador é um computador com uma finalidade

Leia mais

Redes Overlay. Estrutura. Exemplo. Um Exemplo Histórico. Aldo Monteiro do Nascimento, Dionei Marcelo Moraes. 08 de novembro de 2006

Redes Overlay. Estrutura. Exemplo. Um Exemplo Histórico. Aldo Monteiro do Nascimento, Dionei Marcelo Moraes. 08 de novembro de 2006 1 DINF / UFPR 08 de novembro de 2006 2 3 4 5 6 são redes lógicas construídas sobre redes físicas. Nas são estabelecidos enlaces lógicos entre nós que pertencem a rede. Estes enlaces podem ou não ser enlaces

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores s de Computadores s de Computadores s de Computadores 2 1 Roteamento como visto cada gateway / host roteia mensagens não há coordenação com outras máquinas Funciona bem para sistemas estáveis e sem erros

Leia mais

ANEXO 5 AO CONTRATO DE INTERCONEXÃO DE REDES CLASSE V ENTRE SAMM E XXX NºXXX

ANEXO 5 AO CONTRATO DE INTERCONEXÃO DE REDES CLASSE V ENTRE SAMM E XXX NºXXX ANEXO 5 AO CONTRATO DE INTERCONEXÃO DE REDES CLASSE V ENTRE SAMM E XXX NºXXX PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS, PROCEDIMENTOS DE TESTES E PARÂMETROS DE QUALIDADE 1. PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS 1.1 As Partes observarão

Leia mais

PTT.br. Atualizações e Planejamento São Paulo

PTT.br. Atualizações e Planejamento São Paulo PTT.br Atualizações e Planejamento São Paulo PTT Fórum 7 São Paulo 2 Dez 2013 Eduardo Ascenço Reis Equipe de Engenharia PTT.br 1 Referência - Nomenclatura IXP - Internet

Leia mais

Módulo 8. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados

Módulo 8. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados Módulo 8 Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados 1 Roteamento IP (Internet Protocol) 2 Roteamento IP 3 Roteamento IP Tarefa executada pelo protocolo

Leia mais

Formação para Sistemas Autônomos. Boas Práticas PTT. Formação para Sistemas Autônomos

Formação para Sistemas Autônomos. Boas Práticas PTT. Formação para Sistemas Autônomos Boas Práticas PTT Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

Ligação à RCTS com peering BGP sobre routers baseados em servidores Linux

Ligação à RCTS com peering BGP sobre routers baseados em servidores Linux Ligação à RCTS com peering BGP sobre routers baseados em servidores Linux Implementação na rede da ex-utl Jorge Matias Israel Lugo 11/02/2015 Jornadas FCCN 2015 1 Sumário Motivação Computador vs router

Leia mais

São Paulo, Brasil 25 de Novembro de 2014

São Paulo, Brasil 25 de Novembro de 2014 São Paulo, Brasil 25 de Novembro de 2014 Suporte PTT Fórum 8 2014 Julimar Lunguinho Mendes Equipe de Engenharia Objetivo Repassar algumas informações de como os participantes

Leia mais

BGP no Bloqueio de DoS Flood

BGP no Bloqueio de DoS Flood BGP no Bloqueio de DoS Flood Eduardo Ascenço Reis GTER18 BGP no Bloqueio de DoS Flood ear 04 Out 2004 1/41 Agenda Definição

Leia mais

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic. Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais

Leia mais

Estrutura da Internet

Estrutura da Internet Estrutura da Internet Redes de redes Estrutura da Internet: rede de redes Grosseiramente hierárquica No centro: s de zona-1 (ex.: UUNet, BBN/Genuity, Sprint, AT&T), cobertura nacional/internacional Os

Leia mais

BC-0506: Comunicação e Redes Aula 04: Roteamento

BC-0506: Comunicação e Redes Aula 04: Roteamento BC-0506: Comunicação e Redes Aula 04: Roteamento Santo André, Q011 1 Roteamento Princípios de Roteamento O que é... Sistemas Autônomos Roteamento Interno e Externo Principais Tipos de Algoritmos Distance-Vector

Leia mais

Connecting the unconnected in a digital converged world / Internet Exchange Points and international connectivity challenges in the Americas region

Connecting the unconnected in a digital converged world / Internet Exchange Points and international connectivity challenges in the Americas region Connecting the unconnected in a digital converged world / Internet Exchange Points and international connectivity challenges in the Americas region Milton Kaoru Kashiwakura CDN Content Delivery Network

Leia mais

Linux Controle de Redes

Linux Controle de Redes André Stato Filho Linux Controle de Redes Visual Books Sumário 1ª Parte - IP Tables... 15 1 Protocolo... 17 1.1 Modelo de Referência OSI... 17 1.1.1 Camada Física... 18 1.1.2 Camada de Enlace... 18 1.1.3

Leia mais

PROTÓTIPO DE UM SOFTWARE GERENCIADOR DO SERVIDOR WEB UTILIZANDO O PROTOCOLO SNMP

PROTÓTIPO DE UM SOFTWARE GERENCIADOR DO SERVIDOR WEB UTILIZANDO O PROTOCOLO SNMP PROTÓTIPO DE UM SOFTWARE GERENCIADOR DO SERVIDOR WEB UTILIZANDO O PROTOCOLO SNMP MARCIANO DOVAL DALLMANN Orientador: SÉRGIO STRINGARI Roteiro Introdução Objetivo Gerência de redes Protocolo SNMP Management

Leia mais

Encaminhamento exterior BGP-4

Encaminhamento exterior BGP-4 Encaminhamento exterior BGP-4 (quarto trabalho laboratorial) FEUP/DEEC Redes de Banda Larga MIEEC 2009/10 José Ruela Bancada de trabalho Topologia genérica (OSPF e BGP) Objectivo e descrição sumária Os

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Projeto Executivo

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Projeto Executivo MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANEXO III Modelo do Ministério Público do Trabalho Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. PREMISSAS... 3 3. SOLUÇÃO

Leia mais

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga RIP O objetivo desse roteiro é mostrar como o pacote Quagga pode ser utilizado para construir roteadores com suporte a protocolos de roteamento utilizando

Leia mais

Diretoria de Projetos do NIC.br NIC.br Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR Abril de 2010 Sobre o CGI.br Sobre o CGI.br Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995,

Leia mais

Este tutorial apresenta os conceitos básicos do Multi Protocol Label Switching (MPLS) utilizado em redes IP.

Este tutorial apresenta os conceitos básicos do Multi Protocol Label Switching (MPLS) utilizado em redes IP. MPLS Este tutorial apresenta os conceitos básicos do Multi Protocol Label Switching (MPLS) utilizado em redes IP. Eduardo Tude Engenheiro de Teleco (IME 78) e Mestre em Teleco (INPE 81) tendo atuado nas

Leia mais

Roteamento na Internet

Roteamento na Internet Roteamento na Internet IntraAS RIP OSPF InterAS BGP RIP Protocolo de informação de roteamento (Routing Information Protocol) Definido nas RFCs 1058 (versão 1) e 2453 (versão 2) RIPng IPv6 Protocolo de

Leia mais

A camada de rede. A camada de rede. A camada de rede. 4.1 Introdução. 4.2 O que há dentro de um roteador

A camada de rede. A camada de rede. A camada de rede. 4.1 Introdução. 4.2 O que há dentro de um roteador Redes de computadores e a Internet Capitulo Capítulo A camada de rede.1 Introdução.2 O que há dentro de um roteador.3 IP: Protocolo da Internet Endereçamento IPv. Roteamento.5 Roteamento na Internet (Algoritmos

Leia mais

Sistemas Autônomos e Roteamento na Internet Edgard Jamhour

Sistemas Autônomos e Roteamento na Internet Edgard Jamhour Sistemas Autônomos e Roteamento na Internet Edgard Jamhour O objetivo deste módulo é apresentar a arquitetura atual da Internet, baseada em endereços IPv4. Para isso será abordado o conceito de sistemas

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Rede Roteamento IP RIP OSPF e BGP Slide 1 Roteamento Determinar o melhor caminho a ser tomado da origem até o destino. Se utiliza do endereço de destino para determinar

Leia mais

Simulando redes complexas com o GNS3

Simulando redes complexas com o GNS3 Simulando redes complexas com o GNS3 Elias Knebel¹, Gerson Battisti¹ ¹Departamento de Ciências Exatas e Engenharias Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI) elias_knebel@yahoo.com.br,

Leia mais

BGP, OSPF, MPLS, VPNL2, IPV6????

BGP, OSPF, MPLS, VPNL2, IPV6???? Implementações de BGP no Mikrotik BGP, OSPF, MPLS, VPNL2, IPV6???? MUM Brasil 2010 Salvador BA Wardner Maia Introdução Nome: Wardner Maia Engenheiro Eletricista modalidade Eletrotécnica/Eletrônica/Telecomunicações

Leia mais

Backbone e Infraestrutura do PoP-RS/RNP. Leandro M. Bertholdo berthold@pop-rs.rnp.br

Backbone e Infraestrutura do PoP-RS/RNP. Leandro M. Bertholdo berthold@pop-rs.rnp.br Backbone e Infraestrutura do PoP-RS/RNP Leandro M. Bertholdo berthold@pop-rs.rnp.br Resumo do PoP-RS Sediado no CPD-Ufrgs O POP-RS/RNP está instalado no CPD/Ufrgs desde 1994/1995 Campus Médico da UFRGS

Leia mais

Capítulo 5: Roteamento Inter-VLANS

Capítulo 5: Roteamento Inter-VLANS Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 5: Roteamento Inter-VLANS Roteamento e Comutação Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers 1 Capítulo 5 5.1 Configuração

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA UniFOA Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Redes Convergentes II Professor: José Maurício S. Pinheiro

Leia mais

Equipamentos de rede. Repetidores. Repetidores. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br

Equipamentos de rede. Repetidores. Repetidores. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br 1 Equipamentos de rede Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Repetidores É o dispositivo responsável por ampliar o tamanho máximo do cabeamento de rede; Como o nome sugere, ele repete as informações

Leia mais

Análise dos Prefixos IPv4 BR na tabela BGP e dos impactos decorrentes das soluções para redução do seu tamanho

Análise dos Prefixos IPv4 BR na tabela BGP e dos impactos decorrentes das soluções para redução do seu tamanho Análise dos v4 BR na tabela BGP e dos impactos decorrentes das soluções para redução do seu tamanho Eduardo Ascenço Reis GTER24 Redução da Tabela BGP - CIDR

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade III Apresentar as camadas de Transporte (Nível 4) e Rede (Nível 3) do

Leia mais

Arquitetura do Protocolo da Internet. Aula 05 - Protocolos de Roteamento. Prof. Esp. Camilo Brotas Ribeiro cribeiro@catolica-es.edu.

Arquitetura do Protocolo da Internet. Aula 05 - Protocolos de Roteamento. Prof. Esp. Camilo Brotas Ribeiro cribeiro@catolica-es.edu. Arquitetura do Protocolo da Internet Aula 05 - Protocolos de Roteamento Prof. Esp. Camilo Brotas Ribeiro cribeiro@catolica-es.edu.br Revisão Roteamento; Gateway; Tabelas de Roteamento; Slide 2 de 82 Rotas?!

Leia mais

ECOSSISTEMA DE PEERING. GTER - Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes 32ª Reunião

ECOSSISTEMA DE PEERING. GTER - Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes 32ª Reunião ECOSSISTEMA DE PEERING GTER - Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes 32ª Reunião ECOSSISTEMA DO PEERING O que é ecossistema de peering? É uma comunidade de ISPs que espontaneamente se interagem

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes As redes de computadores atuais são compostas por uma grande variedade de dispositivos que devem se comunicar e compartilhar recursos. Na maioria dos casos, a eficiência dos serviços

Leia mais

Unidade 3 Visão Geral de Equipamentos de Rede

Unidade 3 Visão Geral de Equipamentos de Rede Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 3 Visão Geral de Equipamentos de Rede 2 Repetidor

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Alta disponibilidade utilizando Roteamento Virtual no RouterOS GUILHERME RAMIRES

Alta disponibilidade utilizando Roteamento Virtual no RouterOS GUILHERME RAMIRES Alta disponibilidade utilizando Roteamento Virtual no RouterOS GUILHERME RAMIRES Nome: Guilherme M. Ramires Analista de Sistemas Pós-Graduado em Tecnologia e Gerenciamento de Redes de Computadores CEO

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Departamento de Informática UFPE Redes de Computadores Nível de Redes - Exemplos jamel@cin.ufpe.br Nível de Rede na Internet - Datagramas IP Não orientado a conexão, roteamento melhor esforço Não confiável,

Leia mais