Resultados do 2T15 Agosto, 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resultados do 2T15 Agosto, 2015"

Transcrição

1 Resultados do Agosto, 2015

2 Destaques Operacional Redução de 0,61 p.p. nas perdas totais no vs., totalizando 9,3% FEC de 3,50 vezes, 14,6% menor do que no ; DEC de 9,97 horas, 22,2% maior do que Investimentos totalizaram R$ 140,4 milhões no vs R$ 166,4 milhões no Receita Líquida registrada no de R$ milhões, alta de 21,1% em relação ao ¹ quando ajustado por ativos e passivos regulatórios Financeiro Despesas operacionais de R$ 490 milhões no, aumento de 21,9% em relação ao Ebitda ajustado² de R$ 296 milhões em vs R$ 327 milhões no Lucro líquido ajustado³ de R$ 48 milhões no vs R$ 72 milhões no Reconhecimento Primeira Distribuidora de Energia Elétrica nas Américas a obter a certificação ISO do Programa de Gestão de Ativos Ganhadora do Troféu Transparência 2015, que reconhece as melhores demonstrações financeiras no Brasil 1. Ajustado com ativo setorial líquido de R$ 631,9 milhões; 2. Ajustado por ativos e passivos regulatórios, previdência privada, ativo possivelmente inexistente e reclassificação de multas reg; 3. Ajustado por ativos e passivos regulatórios. 2

3 Eventos climáticos adversos em dez/14 e jan/15 refletem impacto do DEC; FEC mantém trajetória de redução Índice FEC dos últimos 12 meses foi de 3,50 vezes, e DEC de 9,97 horas Plano para recuperação dos indicadores de qualidade: mil podas, km de manutenção adicional de rede e instalação de 50 km de spacer cables DEC (últimos 12 meses) FEC (últimos 12 meses) 6,84 6,65 22% 6,36 8,64 8,49 8,29-15% 8,35 7,99 8,84 8,16 9,97 4,65 4,37 3,77 4,10 3, DEC (horas) Referência Aneel FEC (vezes) Referência Aneel 3

4 Ações de combate a perdas resultaram em redução de 0,61 p.p. nas perdas totais 10,8% de redução nas perdas não técnicas quando comparamos o ao Iniciativas de combate a perdas contribuíram com aproximadamente R$ 59,1 milhões no resultado da Companhia no Perdas Totais (% últimos 12 meses) 10,5 10,1 9,7 10,2 10,0 9,7 9,9-6% 9,3 6,1 6,1 6,1 6,1 5,9 4,1 3,9 3,6 3,7 3, Perdas técnicas¹ Perdas não técnicas Referência Aneel² 1. Valores estimados pela Companhia para torná-los comparáveis ao referencial para perdas não técnicas do mercado de baixa tensão determinado pela Aneel; 2. Referência Aneel de perdas para o ano regulatório normalizada para o ano civil 4

5 R$ 140 milhões investidos no dos quais R$ 35 milhões foram em ações de manutenção e melhoria da rede Investimentos (R$ milhões) 2T13 Abertura dos investimentos (R$ milhões) % -16% T13 (e) 4T14 Recursos Próprios Recursos de Terceiros Expansão do Sistema Serviços ao Cliente Confiabilidade Operacional 1 TI Recuperação de Perdas Outros 1. Confiabilidade operacional: investimento realizado em modernização da rede e melhoria da qualidade do serviço 5

6 Queda no mercado cativo ex-industrial de 3,3%, refletindo redução da atividade comercial e taxa de desemprego Evolução do consumo vs (GWh) -4,8% ,3% -1,1% ,8% ,2% ,1% ,8% ,4% Residencial Comercial Poder Público e Outros Industrial Mercado Cativo Clientes Livres Mercado Total Evolução do consumo com alocação do mercado livre nas classes vs (GWh) -4,4% ,8% -1,5% -8,8% -2,7% Residencial Comercial Poder Público e Outros Industrial Mercado Total 1. Considera o consumo dos serviços de condomínio na classe comercial 6

7 Receita bruta 67% superior, reflexo principalmente do reajuste tarifário em 2014 e das revisões extraordinárias em 2015 Receita¹ (R$ milhões) % Ativos e Passivos Regulatórios Receita de Construção Dedução da Receita Bruta 719 Receita Líquida (ex-receita de construção) Custos e despesas² (R$ milhões) 27% Opex (ex-custo de construção) Suprimento de Energia Encargos de Transmissão 1. Receita bruta reportada no ajustada pelo reconhecimento de ativos e passivos regulatórios 2. Não inclui depreciação, despesas com entidade de previdência e reembolso CDE/Conta ACR 7

8 Aumento de R$ 88 milhões do Opex em função de despesas não recorrentes e de reclassificação de multas regulatórias Aumento dos custos gerenciáveis (R$ 25,7 milhões) no vs., abaixo da inflação Reclassificação de multas de DIC / FIC / DMIC de Despesas Financeiras para Outras Despesas não gerenciáveis neste representaram aumento de R$ 13,6 milhões no PMSO Opex (R$ milhões) 21,8% 489,8 402,0 78,8 71,4 8,6% 77,8 53,2 22,2 299,6 26,6 0,9 325,3 7,9 Fundo de Pensão PCLD, Cont. e Outros¹ Não Recorrentes Geren. IPCA² PMSO Geren. Não Recorrentes PCLD, Cont. e Outros Fundo de Pensão 1. Multas regulatórias (DIC/FIC/DMIC) no 2. IPCA de 8,89% 8

9 Queda de 9,5% do Ebitda ajustado em função principalmente das despesas não recorrentes no período Redução no Ebitda foi parcialmente compensada com R$ 43,1 milhões de reajuste tarifário, ganho com redução de perdas e venda de energia sobrecontratada acima de 105% no mercado de curto prazo Impacto de R$ 24 milhões no Ebitda em função da receita não recorrente à venda de um imóvel na Rua Tabatinguera no Ebitda - (R$ milhões) -9,5% 71,4 6,2 326,8 43,1 25,7 11,1 13,2 24,1 295,8 78,8 631,9 217,0-382,7 Ebitda CVA Fundo de Pensão Ajustes Contábeis Ebitda Ajustado Tarifa, Mercado e Perdas PMSO Geren. PCLD Baixas, Cont., Multas e Outros Alienação de Ativo em 2014 Ebitda Ajustado Fundo de Pensão Ebitda 1. Multas regulatórias (DIC/FIC/DMIC) 9

10 Lucro Líquido reportado de R$ 48,5 milhões no Lucro líquido (R$ milhões) -48,9-32,5% 71,8 28,5 20,2 28,7 4,8 27,8 25,8 48,5 426,2-354,4 Lucro Liq. CVA Lucro Liq. Ajustado 1 Mercado, Tarifa e Perdas OPEX Fundo de Pensão Resultado Financeiro Depreciação e Amortização Lucro Liq. Não Recorrente 1. ajustado por ativos e passivos regulatórios 10

11 Geração de caixa operacional impulsionada pelo reajuste tarifário em 2014 Variação positiva na geração de caixa operacional em R$ 33,2 milhões devido a reajuste tarifário de 2014 e menor devolução da bolha. Efeito negativo de R$ 54,4 milhões provenientes do aumento do CDI, amortização da 13ª emissão e serviço da dívida da 15ª emissão de debênture Fluxo de Caixa - R$ milhões Saldo inic ial de c aixa Geração de caixa operacional (38) (5) Investimentos (151) (138) Despesa Financeira Líquida / Amortizações Líquidas (169) (223) Despesas com Fundo de Pensão (49) (46) Imposto de Renda (2) (7) Caixa restrito e/ou bloqueado (6) 30 Caixa livre (414) (388) Saldo final de c aixa

12 Nível de endividamento reflete covenant de 3,0x Dívida líquida 1 (R$ milhões) 2,7 +3% 3,7 3,0 3,8 Cronograma de amortização (R$ milhões) Dívida líq. (R$ bilhões) Dívida líq. / Ebitda covenant Fundação Cesp - FCesp Moeda Nacional (s/ Fcesp) Covenants Dívida Líquida/Ebitda 2 3,5x Ebitda Ajustado ² /Despesas Financeiras 1,75x Custo da dívida Prazo médio (anos) 5,99 4,97 Taxa efetiva³ 12,54% 13,89% Custo médio (CDI +) 1,41% a.a 1,49% a.a 1.Divida Líquida conforme covenant; 2. Ajustado pelas despesas referentes a Fundação Cesp e ativos e passivos regulatórios (últimos 12 meses); 3. Taxa efetiva - Valor médio no período 12

13 Declarações contidas neste documento, relativas à perspectiva dos negócios, às projeções de resultados operacionais e financeiros e ao potencial de crescimento das Empresas, constituem-se em meras previsões e foram baseadas nas expectativas da administração em relação ao futuro das Empresas. Essas expectativas são altamente dependentes de mudanças no mercado, do desempenho econômico do Brasil, do setor elétrico e do mercado internacional, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Resultados do 1T15 Maio, 2015

Resultados do 1T15 Maio, 2015 Resultados do Maio, 2015 Destaques Operacional e Qualidade do Serviço Redução de 0,83 p.p. nas perdas totais no vs., totalizando 9,3% FEC de 3,21 vezes, 26,5% menor do que no ; DEC de 9,08 horas, 7,8%

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA EDP BANDEIRANTE NO PERÍODO DE JANEIRO A SETEMBRO DE 2011(*) (*) São Paulo, 27 de Outubro de 2011 - A EDP Bandeirante apresenta hoje seus resultados financeiros do terceiro trimestre

Leia mais

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS.

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS. Algumas declarações e estimativas contidas neste material podem representar expectativas sobre eventos ou resultados futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas ambos conhecidos e desconhecidos. Não

Leia mais

Resultados 2010 Reunião APIMEC SP. 28 de Abril de 2011

Resultados 2010 Reunião APIMEC SP. 28 de Abril de 2011 Resultados 2010 Reunião APIMEC SP 28 de Abril de 2011 Agenda Perfil Coelce e Conquistas 1 Mercado de Energia 2 Resultados Operacionais 3 Resultados Econômico-Financeiros 4 Perguntas e Respostas 5 2 Agenda

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Análise de Resultados CPFL Energia (Controladora) Neste trimestre, o Lucro Líquido foi de R$ 229.334, sendo 20,3% (R$ 58.596) inferior ao mesmo trimestre

Leia mais

Apresentação Institucional 1T de maio de 2015

Apresentação Institucional 1T de maio de 2015 Apresentação Institucional 1T15 28 de maio de 2015 Índice. 01.Grupo Energisa 02. Destaques 1T15 03. Aspectos Técnicos e Comerciais 04. Aspectos Financeiro Grupo Energisa Grupo Energisa 4 Grupo Energisa

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016 Resultados do 1º trimestre de 2016 Cataguases, 13 de maio de 2016 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T de Abril de 2012

Apresentação de Resultados 1T de Abril de 2012 Apresentação de Resultados 26 de Abril de 2012 DESTAQUES Receita Líquida de R$ 825 milhões: crescimento de 32,6% YoY Receita positivamente impactada pelos novos negócios Novo patamar de receita da Ability:

Leia mais

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2015 e 2014: Descrição 1T15 1T14 Variação %

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2015 e 2014: Descrição 1T15 1T14 Variação % Resultados do 1º trimestre de 2015 São Paulo, 15 de maio de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre

Leia mais

Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. BTG Pactual Brazil Utilities Day. 17 de outubro de 2012 São Paulo - SP

Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. BTG Pactual Brazil Utilities Day. 17 de outubro de 2012 São Paulo - SP 1 Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. BTG Pactual Brazil Utilities Day 17 de outubro de 2012 São Paulo - SP Disclaimer 2 As informações contidas nesta apresentação poderão incluir declarações que

Leia mais

24 de Julho de 2014 RESULTADOS 2T14 E 1S14

24 de Julho de 2014 RESULTADOS 2T14 E 1S14 24 de Julho de 2014 RESULTADOS E 1S14 Consolidado: Destaques do Receita líquida avança 13,4%, com crescimento mesmas lojas de 9,5%: Crescimento impulsionado pelo desempenho do Alimentar e da Nova Pontocom;

Leia mais

Energia faturada por classe de consumidores (em GWh)

Energia faturada por classe de consumidores (em GWh) 1 Perfil A AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A. ( Companhia ) é uma companhia de capital aberto, de direito privado, autorizada a operar como concessionária do Serviço Público de Distribuição de

Leia mais

Resultados econômico-financeiros 3T13

Resultados econômico-financeiros 3T13 Resultados econômico-financeiros 3T13 AES ELETROPAULO ATINGE REDUÇÃO DE R$ 88,5 MILHÕES NO PMSO GERENCIÁVEL E REVISA META PARA R$ 140 MILHÕES EM 2013 Comentários do Sr. Gustavo Duarte Pimenta Diretor Vice-Presidente

Leia mais

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Reunião Pública com APIMEC - SP Resultados 2010 e 4T10 06 de Abril de 2011 Destaques 2010 Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Receita Bruta

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T13

Apresentação de Resultados 3T13 Apresentação de Resultados 3T13 Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos

Leia mais

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia.

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia. Rio de Janeiro, Brasil, 25 de Julho de 2006 - A LIGHT S.A. ( LIGT3 ), controladora das empresas do GRUPO LIGHT, anuncia seu resultado relativo ao 1 Semestre de 2006. A cotação do dólar em 30/06/2006 era

Leia mais

Resultado Consolidado Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso

Resultado Consolidado Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso Resultado Consolidado 2010 Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas

Leia mais

Santander VII Conferência Setor Elétrico Brasil Wilson Ferreira Jr CEO

Santander VII Conferência Setor Elétrico Brasil Wilson Ferreira Jr CEO Santander VII Conferência Setor Elétrico Brasil Wilson Ferreira Jr CEO Fevereiro São Paulo, 2016 07 de março de 2012 1 Temas para discussão 1 2 3 4 5 6 7 Panorama 2015-2016 Repactuação do risco hidrológico

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T de março de 2016

Teleconferência de Resultados 4T de março de 2016 Teleconferência de Resultados 4T15 22 de março de 2016 Agenda Cenário Setorial Destaques Operacionais Destaques Financeiros 2 Financiamento de Veículos Inadimplência em Financiamentos de Veículos Pessoa

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T16

Apresentação de Resultados 3T16 Estação de Tratamento de Esgoto Arrudas Apresentação de Resultados 3T16 11 de Novembro de 2016 AVISO Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de

Leia mais

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 Brasil Pharma Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 2 Destaques 2T16 Destaques: Margem Bruta Margem bruta de 30,0%, com crescimento de 1,6 p.p. em relação ao 1T16 e 2,4 p.p. em relação ao

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011 Teleconferência Resultados do 2T11 1 12 de Agosto de 2011 AVISO LEGAL Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T de abril de 2016

Teleconferência de Resultados 1T de abril de 2016 Teleconferência de Resultados 1T16 27 de abril de 2016 Agenda Cenário Setorial Destaques Operacionais Destaques Financeiros 2 Financiamento de Veículos Inadimplência em Financiamentos de Veículos Pessoa

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º semestre de 2015

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º semestre de 2015 Resultados do 1º semestre de 2015 Cataguases, 14 de agosto de 2015 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do segundo trimestre (2T15) e dos primeiros seis meses

Leia mais

FACT SHEET 1º Semestre

FACT SHEET 1º Semestre FACT SHEET 1º Semestre - 2015 16/07/2015 DESTAQUES 1º SEMESTRE DE 2015 Destaques Econômico-Financeiros (R$ milhões) (1) Receita Líquida 1S 2015 2.885,6 1S 2014 1.993,3 Variação 44,8% EBITDA 412,3 145,4

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T de agosto de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T de agosto de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T16 04 de agosto de 2016 Magazine Luiza Destaques do 2T16 Vendas e Margem Bruta E-commerce Despesas Operacionais EBITDA e Lucro Líquido Endividamento Crescimento da receita

Leia mais

Destaques 1S15 e Eventos Subsequentes

Destaques 1S15 e Eventos Subsequentes Resultados 2T15 Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, as quais abrangem a legislação societária, os

Leia mais

FACT SHEET 31/12/2015

FACT SHEET 31/12/2015 FACT SHEET 31/12/2015 19/02/2016 DESTAQUES DE 2015 Resultados Econômico-Financeiros (R$ milhões) (1) 31/12/2015 31/12/2014 Variação (1) Variação % Receita Bruta (2) 9.596,8 6.478,9 3.117,9 48,1% Receita

Leia mais

Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015

Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015 Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015 Aviso legal O presente material foi elaborado pela Senior Solution S.A. ( Companhia ) e pode conter certas declarações que expressam expectativas, crenças

Leia mais

FACT SHEET 3º Trimestre

FACT SHEET 3º Trimestre FACT SHEET 3º Trimestre - 2015 27/10/2015 DESTAQUES 3º TRIMESTRE DE 2015 Resultados Econômico-Financeiros (R$ milhões) (1) 30/09/2015 30/09/2014 Variação (1) Variação % Receita Bruta 6.928,5 4.149,2 2.779,3

Leia mais

RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014

RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014 RESULTADO DO 3º TRIMESTRE DE 2014 Receita bruta cresce Receita bruta atinge Margem EBITDA atinge 11,7% R$800,7 MM 17,7% Dickson Esteves Tangerino Presidente Octávio Fernandes Vice-Presidente de Operações

Leia mais

Perfil Energia gerada

Perfil Energia gerada 1. Perfil A AES Tietê, uma das geradoras do grupo AES Brasil, é uma Companhia de capital aberto com ações listadas na BM&FBovespa e está autorizada a operar como concessionária de uso do bem público, na

Leia mais

Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16

Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16 Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16 Agenda Destaques do 1T16 Inaugurações e Eventos Relevantes Projetos em Andamento Resultados Destaques do 1T16 (1/2) EBITDA atingiu R$ 129 milhões no 1T16, crescimento

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15

Teleconferência de Resultados 1T15 Teleconferência de Resultados 1T15 Relações com Investidores São Paulo, 08 de maio de 2015 Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são

Leia mais

FACT SHEET 2013 DESTAQUES Receita Operacional Líquida da Elektro alcançou R$ 2,5 bilhões no acumulado de janeiro a setembro de 2013

FACT SHEET 2013 DESTAQUES Receita Operacional Líquida da Elektro alcançou R$ 2,5 bilhões no acumulado de janeiro a setembro de 2013 FACT SHEET 2013 16/10/2013 DESTAQUES 2013 Receita Operacional Líquida da Elektro alcançou R$ 2,5 bilhões no acumulado de janeiro a setembro de 2013 efeito principalmente do aumento de 3,1% no consumo total

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

Divulgação de Resultados do 1T10 07 de maio de 2010

Divulgação de Resultados do 1T10 07 de maio de 2010 Divulgação de Resultados do 07 de maio de 2010 Divulgação de Resultados Comentários de abertura Rubens Menin 2 Divulgação de Resultados Destaques Crescimento com margens diferenciadas; Maior operação no

Leia mais

3T15 VOLUME DE ENERGIA DISTRIBUÍDA PELA CELPA CRESCE 3,8% NO TRIMESTRE. EBITDA REGULATÓRIO RECORRENTE ATINGE R$ 168 MILHÕES.

3T15 VOLUME DE ENERGIA DISTRIBUÍDA PELA CELPA CRESCE 3,8% NO TRIMESTRE. EBITDA REGULATÓRIO RECORRENTE ATINGE R$ 168 MILHÕES. Belém, 03 de novembro de 2015 - As Centras Elétricas do Pará S/A (CELPA), concessionária do serviço de distribuição de energia elétrica em todo o estado do Pará, anuncia hoje os seus resultados do terceiro

Leia mais

, e se prevê uma remuneração associada às obrigações especiais e revisão dos parâmetros do custo operacional regulatório.

, e se prevê uma remuneração associada às obrigações especiais e revisão dos parâmetros do custo operacional regulatório. Resultados 4T14 EBITDA AJUSTADO DE R$ 1,5 BILHÃO EM 2014 Comentários do Sr. Francisco Morandi Diretor Vice-Presidente e de Relações com Investidores Teleconferência de resultados O ano de 2014 foi mais

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 6 de maio de 2016 Magazine Luiza Destaques Vendas E-commerce Margem Bruta EBITDA e Lucro Líquido Capital de Giro Endividamento Luizacred Aumento da receita bruta de 3% totalizando

Leia mais

3º Trimestre de 2015 Resultados Tupy

3º Trimestre de 2015 Resultados Tupy 3º Trimestre de 2015 Resultados Tupy São Paulo, 13 de novembro de 2015 1 DISCLAIMER Esta Apresentação pode conter declarações prospectivas, as quais estão sujeitas a riscos e incertezas, pois foram baseadas

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados do 2T07 (R$ milhões - USGAAP) Agência do aeroporto de Confins - BH 1 A Localiza tem apresentado um crescimento consistente... (R$ milhões, USGAAP) Receita

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016

Divulgação de Resultados 3T de novembro de 2016 Divulgação de Resultados 04 de novembro de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7%

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% São Bernardo do Campo, 06 de maio de 2013 A Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. anuncia seus resultados referentes

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2015

Teleconferência de Resultados 2015 Teleconferência de Resultados 2015 André B. Gerdau Johannpeter Diretor-Presidente e CEO Harley Lorentz Scardoelli Vice-Presidente Executivo de Finanças (CFO) Laminador de chapas grossas entrará em operação

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre 2016 Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas

Leia mais

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 218,2 milhões com margem de 55,3% no 2T16.

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 218,2 milhões com margem de 55,3% no 2T16. A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 218,2 milhões com margem de 55,3% no 2T16. São Paulo, 10 de agosto de 2016 As informações trimestrais (2TR) e as demonstrações financeiras padronizadas (DFP)

Leia mais

Projeções Financeiras. Arthur Saraiva Sette Câmara Gerente de Planejamento Corporativo e Orçamento

Projeções Financeiras. Arthur Saraiva Sette Câmara Gerente de Planejamento Corporativo e Orçamento Projeções Financeiras Arthur Saraiva Sette Câmara Gerente de Planejamento Corporativo e Orçamento Termo de Renúncia Guidance 2010-2014 Algumas declarações contidas nesta apresentação são projeções contidas

Leia mais

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda Prezado Acionista, A Companhia obteve expansão de margens graças a um maior controle de custos e despesas. Receita Operacional Bruta A receita bruta consolidada da Companhia no terceiro trimestre de 2016

Leia mais

APIMEC COPASA Divulgação 1T08

APIMEC COPASA Divulgação 1T08 APIMEC COPASA 2008 Highlights 1T08 A Receita Líquida no 1T08 foi de R$ 467 milhões um crescimento de 8,4% em relação ao 1T07. O EBITDA no trimestre atingiu R$ 191 milhões ante R$ 174 milhões no 1T07. Reajuste

Leia mais

Energisa Paraíba Distribuidora de Energia S/A

Energisa Paraíba Distribuidora de Energia S/A Energisa Paraíba Distribuidora de Energia S/A Demonstrações Contábeis Regulatórias de 2012 Índice: I Demonstrações contábeis regulatórias 3-6 II Notas Explicativas 7-14 Energisa Paraíba Distribuidora de

Leia mais

CPFL ENERGIA ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T17

CPFL ENERGIA ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T17 Resultados 1T17 São Paulo, 11 de maio de 2017 A CPFL Energia S.A. (BM&FBOVESPA: CPFE3 e NYSE: CPL), anuncia seu resultado do 1T17. As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto quando indicado

Leia mais

4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013

4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013 4º Trimestre 2012 Apresentação de Resultados 11 de Março de 2013 Disclaimer Considerações futuras, se contidas nesse documento, são exclusivamente relacionadas às perspectivas do negócio, estimativas de

Leia mais

Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica.

Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Resultados 2T12 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções e tendências estão sujeitas

Leia mais

Resultados 3º Trimestre de de Outubro de 2016

Resultados 3º Trimestre de de Outubro de 2016 Resultados 3º Trimestre de 2016 28 de Outubro de 2016 3T16: Receita líquida: R$ 15,1 bilhões EBITDA ajustado (1) : R$ 619 milhões Número de lojas: 2.089 (2) Inclui R$ 1.824 milhões de recebíveis de cartão

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 1T16 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011 Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011 EMPRESA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA VALE PARANAPANEMA S.A. DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T15 e 1S15 R$ milhões 24 de julho de 2015 Divisão de Aluguel de Carros Receita líquida (R$ milhões) 802,2 980,7 1.093,7 1.163,5 1.284,4 628,1 606,4 316,7 296,4 2010

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

Resultados 3T11. Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2011

Resultados 3T11. Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2011 Resultados 3T11 Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2011 Agenda Perfil Coelce e Conquistas 1 Mercado de Energia 2 Resultados Operacionais 3 Resultados Econômico-Financeiros 4 Perguntas e Respostas

Leia mais

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16 Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T16 Lucro líquido cresceu 16,9% no 1T16 São Bernardo do Campo, 12 de maio de 2016 A Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. anuncia seus resultados referentes

Leia mais

Associação entre DURATEX e SATIPEL cria a maior fabricante de painéis de madeira do hemisfério sul e uma das maiores do mundo.

Associação entre DURATEX e SATIPEL cria a maior fabricante de painéis de madeira do hemisfério sul e uma das maiores do mundo. RESULTADOS 2T09 Destaques Destaques Associação entre DURATEX e SATIPEL cria a maior fabricante de painéis de madeira do hemisfério sul e uma das maiores do mundo. Nova Fábrica de MDP em Taquari (RS) Iniciada

Leia mais

Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013

Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013 Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013 Operacionais & Financeiros Receita bruta de R$845,4 milhões, um crescimento de 13,2% ante o 2T12 Margem bruta de 31,5%, 1,4p.p acima do 2T12 SSS de 9,8%

Leia mais

Endesa Brasil. III Painel Setorial de Energia Elétrica: Foco na Distribuição. 18 de Setembro 2006

Endesa Brasil. III Painel Setorial de Energia Elétrica: Foco na Distribuição. 18 de Setembro 2006 Endesa Brasil III Painel Setorial de Energia Elétrica: Foco na Distribuição 18 de Setembro 2006 1 Endesa Brasil ativos do Grupo Distribuiçã Geração, Comercialização e Transmissão 2 Área de concessão cobre

Leia mais

IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A)

IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A) IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A) São Paulo, SP 30 de Setembro de 2014 1 IN CVM 371/2002 CPC 32 Planos de Longo Prazo 2014-2024 Ativos Fiscais Diferidos Realização Ativos

Leia mais

PRINCIPAIS INDICADORES

PRINCIPAIS INDICADORES PRINCIPAIS INDICADORES Com foco na sustentabilidade, as empresas Eletrobras investem não apenas na geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, mas no crescimento e desenvolvimento do Brasil

Leia mais

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13.

A Taxa de Ocupação dos veículos no segmento de Aluguel de Carros RAC (excluindo Franquias) foi de 77,4% no 1T14, 6,9p.p. acima da realizada no 1T13. São Paulo, 02 de Maio de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2014 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Empresa Elétrica Bragantina S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa Elétrica Bragantina S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da - EEB ( EEB ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro trimestre (3T15) e dos primeiros nove meses de 2015

Leia mais

Apresentação para investidores

Apresentação para investidores Apresentação para investidores Janeiro de 2012 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Disclaimer O conteúdo desta apresentação pode incluir expectativas sobre eventos e resultados futuros estimados pela Administração. Entretanto, tais

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16. Viver Anuncia os Resultados do Primeiro Trimestre de Destaques DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1T16 Teleconferência de Resultados Segunda-feira, 16 de maio de 2016 Português - com tradução simultânea para o inglês 10h00 (horário de Brasília) 09h00 (horário de Nova York)

Leia mais

CPFL ENERGIA ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$ 390 MILHÕES NO 1T10

CPFL ENERGIA ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$ 390 MILHÕES NO 1T10 Resultados 1T10 São Paulo, 11 de maio de 2010 A CPFL Energia S.A. (BM&FBOVESPA: CPFE3 e NYSE: CPL), anuncia seu resultado do 1T10. As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto quando indicado

Leia mais

Resultados do 3T15 13 de Novembro de 2015

Resultados do 3T15 13 de Novembro de 2015 Resultados do 3T15 13 de Novembro de 2015 Disclaimer O material divulgado pela Companhia reflete as expectativas dos administradores e poderá conter estimativas sobre eventos futuros. Quaisquer informações,

Leia mais

BTG Pactual V Utilities Day Wilson Ferreira Jr. Presidente da Eletrobras

BTG Pactual V Utilities Day Wilson Ferreira Jr. Presidente da Eletrobras BTG Pactual V Utilities Day Wilson Ferreira Jr. Presidente da Eletrobras Outubro/2016 Disclaimer Esta apresentação pode conter certas estimativas e projeções. Tais estimativas e projeções não são declarações

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T16

Teleconferência de Resultados 2T16 Teleconferência de Resultados 2T16 Relações com Investidores São Paulo, 5 de Agosto de 2016 RESSALVA SOBRE DECLARAÇÕES FUTURAS Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são

Leia mais

4T15 Apresentação de Resultados

4T15 Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados 02 de Fevereiro de 2016 Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração tomadas dentro do nosso melhor conhecimento e informações a que a Companhia

Leia mais

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16).

25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). 25 de abril de 2016 LOJAS RENNER S.A. (BM&FBOVESPA: LREN3), maior varejista de moda no Brasil, anuncia seus resultados do primeiro trimestre (1T16). COMENTÁRIOS DA ADMINISTRAÇÃO Informações Consolidadas

Leia mais

R$ milhões 1T14 1T15 Var (%) Indicadores 1T14 1T15 Var (

R$ milhões 1T14 1T15 Var (%) Indicadores 1T14 1T15 Var ( Resultados 1T15 EBITDA de R$ 207,2 milhões no 1T15 Comentários do Sr. Francisco Morandi Diretor Vice-Presidente e de Relações com Investidores O 1T15 foi marcado pela revisão tarifária extraordinária e

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015 Resultados 1º Trimestre de 2015 8 de Maio de 2015 Receita líquida avança 14,8%, com sólido crescimento orgânico Cnova Receita líquida: +14,8% Vendas mesmas lojas: +4,0% EBITDA (1) : R$ 1,057 bilhão Margem

Leia mais

ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11

ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11 ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11 MARÇO 2012 Resultado 2011 da Oi S.A. Com a aprovação da reestruturação societária, em 27/02/2012, tanto TNL, quanto Coari e os acionistas de TMAR foram incorporados pela Oi S.A.,

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T06 e José Carlos Grubisich Carlos Fadigas

Teleconferência de Resultados 4T06 e José Carlos Grubisich Carlos Fadigas Teleconferência de Resultados e 2006 José Carlos Grubisich Carlos Fadigas Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos,

Leia mais

Você espera o melhor. A gente faz. Junho / 2015

Você espera o melhor. A gente faz. Junho / 2015 Você espera o melhor. A gente faz. Junho / 2015 SEÇÃO 1 Visão Geral da Companhia História de Empreendedorismo e Crescimento 2014 1993 Fundação com 16 carros 2008 PRIVATE EQUITY maior disciplina financeira

Leia mais

UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T14

UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T14 UNIPAR CARBOCLORO ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T14 São Paulo, 15 de maio de 2014 A UNIPAR CARBOCLORO S.A. (BM&FBOVESPA: UNIP3, UNIP5 e UNIP6), empresa brasileira líder de mercado na Região Sudeste na fabricação

Leia mais

Apresentação Apimec São Paulo EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Março de 2015

Apresentação Apimec São Paulo EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Março de 2015 Apresentação Apimec São Paulo EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Março de 2015 ESTRUTURA SOCIETÁRIA E ATIVOS ATUAIS DESEMPENHO FINANCEIRO CONSOLIDADO OPORTUNIDADES DE CRESCIMENTO DESEMPENHO ACIONÁRIO

Leia mais

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias RESULTADOS 1T15 2 Nota Importante Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento

Leia mais

GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13

GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13 GPA e Viavarejo 18/10/2013 RESULTADOS 3T13 GPA Consolidado Destaques: Foco na expansão: abertura de 20 novas lojas no 3T13. Nos 9M13, foram abertas 78 lojas, o que representou 2,8% de aumento de área de

Leia mais

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS.

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS. 1 Algumas declarações e estimativas contidas neste material podem representar expectativas sobre eventos ou resultados futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas ambos conhecidos e desconhecidos.

Leia mais

CEMIG DISTRIBUIÇÃO S/A

CEMIG DISTRIBUIÇÃO S/A CEMIG DISTRIBUIÇÃO S/A Um modelo de gestão focado na estratégia José Maria de Macedo Diretor de Distribuição e Comercialização Belo Horizonte, 29 de maio de 2006 1 Sistema de Mercado Agente Regulador CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

PROJEÇÕES DO MERCADO DE SEGUROS PARA O PERÍODO DE 2016 A 2019 SÍNTESE

PROJEÇÕES DO MERCADO DE SEGUROS PARA O PERÍODO DE 2016 A 2019 SÍNTESE PROJEÇÕES DO MERCADO DE SEGUROS PARA O PERÍODO DE 2016 A 2019 SÍNTESE O trabalho de projeções do mercado de seguros, previdência privada e capitalização, realizado pela SISCORP, é desenvolvido com detalhes

Leia mais

Receita Operacional Líquida no trimestre de R$ 1.559,7 milhões (+7,0%) e acumulada de R$ 5.656,2 milhões (+11,3%)

Receita Operacional Líquida no trimestre de R$ 1.559,7 milhões (+7,0%) e acumulada de R$ 5.656,2 milhões (+11,3%) Resultados 4º Trimestre e Acumulado 2006 Web Conference Xx de Março de 2007 Erik Breyer Diretor Financeiro e de Relações com Investidores DESTAQUES Receita Operacional Líquida no trimestre de R$ 1.559,7

Leia mais

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias 2 Nota Importante Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Guararapes

Leia mais

RESULTADOS 1T13. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 30 de abril de 2013

RESULTADOS 1T13. Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 30 de abril de 2013 RESULTADOS 1T13 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo 30 de abril de 2013 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 1T13 Vendas Brutas R$ milhões, 1T13 x 1T12 Cresc. mesmas lojas vs 1T12 14.984 +9,7% ML +6,6% EBITDA R$ milhões,

Leia mais

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 3º TRIMESTRE DE 2013

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 3º TRIMESTRE DE 2013 Rio de Janeiro, 08 de novembro de 2013. LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 3º TRIMESTRE DE 2013 1. Desempenho Operacional Consumo de Energia Total (GWh) (Cativo + Livre) - Trimestre 1,7% 5.486 840 5.581

Leia mais

Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A.

Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T12 e 2012 Março 2013

Teleconferência de Resultados 4T12 e 2012 Março 2013 Teleconferência de Resultados 4T12 e 2012 Março 2013 Agenda 1. Destaques 2012 2. Indústria Aérea Nacional 3. Estratégia GOL 4. Serviços 5. Smiles 6. Resultado Financeiro 7. Projeções Financeiras 2013 8.

Leia mais

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias 2 Nota Importante Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Guararapes

Leia mais

Magazine Luiza. Teleconferência de Resultados 1T17 05 de Maio de 2017

Magazine Luiza. Teleconferência de Resultados 1T17 05 de Maio de 2017 Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 1T17 05 de Maio de 2017 Destaques 1T17 Vendas E-commerce Lucro Bruto Despesas Operacionais EBITDA Lucro Líquido Capital de Giro Endividamento Luizacred Vendas

Leia mais

Resultados do 4T15 e 2015

Resultados do 4T15 e 2015 Resultados do 4T15 e 2015 Rogério Melzi Presidente Virgílio Gibbon Diretor Financeiro e DRI Destaques 2015 Crescimento base de alunos (+15,2%) e Receita Líquida Recorrente (+23,4%) Crescimento sustentável

Leia mais

Renar atinge R$4,7 milhões de EBITDA no 1S14 (+R$8,3mm vs. 1S13), e Revisa Guidance 2014

Renar atinge R$4,7 milhões de EBITDA no 1S14 (+R$8,3mm vs. 1S13), e Revisa Guidance 2014 Renar atinge R$4,7 milhões de EBITDA no 1S14 (+R$8,3mm vs. 1S13), e Revisa Guidance 2014 Resultado do 1S14 é o melhor dos últimos 10 anos Fraiburgo, 13 de agosto de 2014 A Renar Maçãs (BM&FBovespa: RNAR3)

Leia mais